Page 29

incas como Mamacoca e usada em todos os rituais andinos, porque ela lhes representava a força manifestada de Mamapacha, a Mãe Terra. Sacerdotes incas, perplexos, disseram que Mamacoca determinou que, assim como o homem branco destruíra suas folhas, um dia essas folhas destruiriam o homem branco... Machú Picchú, talvez pela sua localização, não foi encontrada pelos homens de Pizarro, porém os rumores da invasão do império, saques e destruição, desorientou completamente seus habitantes, entre eles Sacerdotes e Mamakonas (orientadoras das donzelas reclusas em preparação ao sacerdócio), que até hoje se desconhece o des no deles. Apenas se sabe que a cidade foi abandonada rapidamente. Porém, o mais importante de tudo é que, apesar da destruição do império e do término da civilização inca, sobrevivem até hoje a sua cultura e a sua sabedoria. E, entre tantas celebrações, o In Rami traduz toda a sua soberania de fé, luz e amor. Abençoados e iluminados sejam todos Apús (espíritos) Inca!

RITUAL 1. Acenda uma vela laranja ou amarela e ofereça sua Chama a In , o Deus Sol 2. Ao lado da vela, coloque alguns trigos, representando a colheita, a fartura e a abundância. 3. Em um pequeno vaso com terra, canteiro ou jardim ,plante alguns grãos de milho, representando a semeadura de tudo o que vamos colher nos próximos seis meses. Nota: A colheita e a semeadura não representam apenas produtos da lavoura, mas sim tudo que plantamos e colhemos em nossa vida, tanto material como imaterial. Portanto, deve-se cuidar do milho plantado com muito amor, para que a manifestação de nossos ideais também germine os melhores frutos. 4. Faça uma oração em agradecimento por tudo o que lhe foi ofertado nos úl mos seis meses e em pré-agradecimento por tudo o que receberá nos próximos meses.

Tributo aos 50 anos de UM CURSO EM MILAGRES | Jun/2015  

por Carmen Balhestero

Tributo aos 50 anos de UM CURSO EM MILAGRES | Jun/2015  

por Carmen Balhestero

Advertisement