Page 1

MERCADO IMOBILIÁRIO

SEGMENTO AQUECIDO

Redação e Edição de Textos: Editora Contadino. Diagramação: Multi Design. Foto: Divulgação

ZONA LESTE, ABC PAULISTA E GUARULHOS APRESENTAM LANÇAMENTOS PARA TODOS OS PERFIS DE MORADORES

ACESSO

PREÇO

OBRAS EM ANDAMENTO EM VÁRIOS BAIRROS VÃO AUMENTAR A OFERTA DE TRANSPORTE PÚBLICO E MELHORAR A MOBILIDADE NA ZONA LESTE

VALOR DOS IMÓVEIS É MAIS ATRATIVO EM MUNICÍPIOS PROXIMOS À CAPITAL, COMO OS DO ABC E DE GUARULHOS


Shoppings, bares e restaurantes SEJA PARA IR ÀS COMPRAS, SEJA PARA TOMAR UM CHOPE EM UM HAPPY HOUR SÃO MUITAS OPÇÕES Região mais populosa da cidade, a zona leste oferece a seus moradores uma excelente infraestrutura de serviços que, aliada a ótimos bares e restaurantes, diversos shoppings e farto comércio de rua, tornam seus bairros bastante atrativos. Só shoppings são mais de dez, a exemplo do Mooca Plaza, o Penha, o Boulevard Tatuapé e o Metrô Itaquera. Localizado na área mais nobre do Tatuapé e direcionado aos públicos A e B, o Shopping Anália Franco possui 402 lojas, em mais de 50 mil metros quadrados. Referência em estilo e qualidade de vida, foi eleito por votação popular como o melhor shopping da cidade em 2012. Com mix de lojas selecionado e serviços e ambientação diferenciados, tem como característica a realização de eventos de grande impacto, como shows, exposições e desfiles de moda. Maior da América Latina, com 425 mil metros quadrados de área construída, o Shopping Aricanduva conta com mais de 500 lojas e duas praças de alimentação. O estabelecimento integra o Centro Comercial Aricanduva, composto pelo Interlar, especializado em móveis e decoração,

Shopping Anália Franco, atrações para os públicos A e B

e pelo Auto Shopping, primeiro shopping center automotivo da América do Sul e o único com esse formato, que reúne concessionárias autorizadas de veículos e motos, oficinas, seguradoras, lojas de acessórios, financeiras, agências bancárias e unidade do Detran. O complexo possui ainda três grandes supermercados e campus do Centro Universitário Sant’Anna (UniSant’Anna), e oferece aos visitantes mais de 12 mil vagas de estacionamento.

A céu aberto Avenidas como Sapopemba, que interliga o distrito da Água Rasa ao município de Ribeirão Pires, e Mateo Bei, em São Mateus, e ruas como Sabbado D´Angelo, em Itaquera, Tuiuti, no Tatuapé, e Rua da Mooca são alguns dos principais centros de comércio de rua da zona leste, reunindo grande quantidade de lojas, que variam de moda a móveis e eletrodomésticos. Já a Zona Cerealista, no bairro do Brás, concentra dezenas de armazéns varejistas e atacadistas de cereais e produtos naturais e saudáveis em geral. A região é conhecida pelos preços baixos e pela venda de produtos a granel.

Gastronomia Almoço, jantar ou happy hour. Não importa a ocasião, na zona leste sempre é possível encontrar ótimas opções. A churrascaria Bracia Parrilla, no Tatuapé, se destaca pelos churrascos argentino e uruguaio, preparados na parrilla que fica à vista do cliente. No mesmo bairro, o Bacalhoeiro é destino para os amantes do bom bacalhau à portuguesa. Já para aqueles que não abrem mão da pizza, a região apresenta diversas possibilidades. Uma delas é a Pizzaria São Pedro, na Mooca, que tem espaço disputado nos fins de semana. Boa opção ainda é a Castelões, no Brás, considerada uma das mais antigas da cidade. Mas se a intenção é descontrair com os amigos tomando um chope, o Bar do Vito, na Vila Zelina, o Copacabana e o Pilequinho, no Tatuapé, e o St. John’s Pub, na Vila Gomes Cardim, são excelentes alternativas.

Castelões, no Brás, pionerismo em São Paulo na arte de fazer pizzas

Parque do Carmo, bosque com quatro mil cerejeiras

Sesc Belenzinho, atividades ao ar livre e para a terceira idade

Unidade do Hospital São Luiz, excelência em tratamento

Atrativos vão Parques, cinemas e teatros integram o roteiro de diversão além do lazer ESTABELECIMENTOS SÃO IDEAIS PARA QUEM PREFERE UM PROGRAMA MAIS TRANQUILO Os aficionados por livros têm boas razões para visitar as mais de 50 bibliotecas e pontos de leitura existentes na zona leste. Merecem destaque os espaços temáticos, como o Hans Christian Andersen, inaugurada em 1952 como Biblioteca Infantil do Tatuapé. Em 2005, o local se tornou especialista em Contos de Fadas. Já a Biblioteca Paulo Setúbal, na Vila Formosa, possui grande acervo dedicado à literatura policial. Se a preferência for por cinema, a região também não fica devendo nada. Modernas redes estão instaladas nos principais shoppings, com dezenas de salas. O Aricanduva, por exemplo, conta com 14 salas da rede Cinemark; enquanto o Anália Franco, com nove da rede UCI, sendo três delas equipadas com a tecnologia 3D. Já o Shopping Metrô Itaquera conta com o Box Cinemas, um moderno complexo do Grupo Espanhol CineOcio Desarollo, com oito salas stadium com telas gigantes e projeção de última geração.

O Parque do Carmo, tem

1,5 milhão 390 mil

de metros quadrados, dos quais

são de mata preservada. Uma das poucas áreas verdes remanescentes na zona leste

Teatros mais modernos As opções de lazer na região também atendem aos amantes do teatro. O mais famoso deles, o Arthur Azevedo, na Mooca, encontra-se atualmente fechado para reforma, mas já foi considerado um dos mais modernos da cidade. Inaugurado em agosto de 1952, recebeu este nome em homenagem ao poeta e dramaturgo maranhense Artur Nabantino Gonçalves de Azevedo (1855-1908). Quando reabrir ao público no ano que vem – a previsão é para os primeiros meses –, além de diversas melhorias, o teatro também contará com uma ala

anexa com oficina de cenografia e uma sala multiúso que servirá para formação técnica e poderá abrigar ainda pequenos espetáculos alternativos. Enquanto aguardam a reabertura do Arthur Azevedo, o público pode conferir as montagens que estão em cartaz no teatro Eva Wilma, no Tatuapé. Com capacidade para 700 lugares, o espaço está equipado com os mais modernos recursos de som, figurinos e luz. A estreia oficial aconteceu no dia 14 de novembro quando a atriz Eva Wilma apresentou a peça “Vivinha”, de Marta Góes, escrita em homenagem aos seus 50 anos de carreira.

Tamanho família Com variadas atividades de lazer e de cultura, as unidades do Sesc Belenzinho e do Sesc Itaquera, que também dispõem de salas de teatro, são ideais para toda a família. Ambas apresentam vasta programação cultural, como exposições, peças teatrais, shows, dança, cinema e ativi-

dades esportivas e recreativas. Em Itaquera, há ainda parque aquático e cursos de música, artes visuais, circo, literatura e dança. Já no Belenzinho, há biblioteca, ginásio poliesportivo e atividades para terceira idade. Com 1,5 milhão de metros quadrados, dos quais 390 mil são de mata preservada, o Parque do Carmo, em Itaquera, é uma das poucas áreas verdes remanescentes na zona leste. O local possui flora diversificada e rica fauna de Mata Atlântica, além de lagos e nascentes, pistas de atletismo, cooper, campo de futebol, trilha, área para piqueniques, playground, museu de ecologia e anfiteatro ao ar livre. Todos os anos, entre os meses de julho e agosto, o público que visita as dependências do Parque do Carmo tem ainda a oportunidade de apreciar o florescer das quatro mil cerejeiras, cujas mudas vieram do Japão. As pétalas são delicadas e caem levemente conforme o vento, dando um toque todo especial ao bosque existente no recinto.

Quem vive na zona leste tem outras vantagens além das muitas opções de lazer. A região também põe à disposição dos seus moradores um amplo leque de instituições destinadas à educação e saúde. Entre as opções de ensino superior estão: Universidade São Judas, na Mooca; Universidade Anhembi Morumbi, no Brás; Universidade São Marcos, no Tatuapé; Universidade Camilo Castelo Branco (Unicastelo), em Itaquera; e Universidade Cruzeiro do Sul, no Jardim Anália Franco e em São Miguel, entre outras. Há ainda um campus da Universidade de São Paulo (USP-Leste), em Ermelino Matarazzo, e três unidades da Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo (Fatec). Nas modalidades de ensino básico a médio, a região conta com tradicionais colégios , entre eles estão: Mary Ward, Santo Antonio de Lisboa e Agostiniano Mendel, no Tatuapé; São Vicente de Paulo, na Penha; Civitatis, na Vila Prudente; Santa Catarina, na Mooca; Externato Nossa

Senhora Sagrado Coração, na Vila Formosa; além das escolas técnicas, como a ETEC Camargo Aranha e o Senai Theobaldo De Nigris, ambos na Mooca.

Saúde em dia Entre a extensa rede dedicada a saúde estão as unidades do Hospital Vitória, da Amil, no Tatuapé e no Jardim Anália Franco; Hospital São Luiz, no Tatuapé; e diversas unidades do Sancta Maggiori. Há ainda hospitais públicos e estaduais, como o Hospital Infantil Cândido Fontoura, no Belém; Hospital Geral de São Mateus; Hospit al Municipal Dr. Ignácio Proença de Gouvêa, na Mooca; e Hospital Santa Marcelina, em Itaquera. Juntam-se à lista hospitais considerados referência, como o Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC), referência nacional e internacional no tratamento do câncer, em especial câncer de mama, e o Hospital Cema, especializado em oftalmologia e em otorrinolaringologia.

Zona Leste  

26/09/2013 | por Paula Craveiro / Editora Contadino | publieditorial "Zona Leste" para a Folha de S.Paulo

Zona Leste  

26/09/2013 | por Paula Craveiro / Editora Contadino | publieditorial "Zona Leste" para a Folha de S.Paulo

Advertisement