Page 1

AS NARRATIVAS de Sebastião Amoedo nesta publicação são descrições de fatos vivenciados por pessoas reais, que trazem como personagens principais os seres fantásticos que habitam o imaginário popular amazônico. Trata-se de histórias que são transmitidas pelas vozes de muitas gerações de pessoas que habitavam e ainda habitam a região amazônica.

NARRANDO O BRASIL valoriza uma característica de nosso povo: contar histórias. Isso a partir de nossas peculiaridades regionais, que, em conjunto, unificam o tecido social e cultural do Brasil. Como ensina a clássica frase do escritor russo Leon Tolstói: “Fale de sua aldeia, e você estará falando para o mundo todo”. Nesse intuito, a Paulus traz a público a presente coleção com belíssimos registros da cultura popular, da sabedoria ancestral de nossa gente, que é depositária da forma primordial da linguagem: a oralidade. Trata-se de material indispensável para professores, estudantes e todos que se interessam pela pluralidade cultural de nosso país. “Há muitos anos, havia uma lenda de um rapaz que foi encantado pelos botos. Essa lenda era conhecida no estado do Pará e do Amazonas. Muita gente conhecia o boto e contava muitas histórias dele. Eu também o conheci; era diferente de todos os botos, era amigo, não tinha medo do homem, tinha umas listras pretas nas costas como se fosse uma camiseta listrada. Quando ele vinha subindo o rio de longe, a gente escutava o sopro dele como se fosse uma buzina grossa.”

“O Curupira, segundo as pessoas que conseguiram ver, é um caboclinho baixinho, coberto de pelos, com os pés ao contrário, ou seja, os calcanhares são virados para a frente. Mas mesmo com tantas histórias contadas por diversas pessoas, ainda tem gente que não acredita que ele existe.”


so-contado-capa  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you