Page 1

XXXVI FEIRA NACIONAL DO CAVALO XIII FEIRA INTERNACIONAL DO CAVALO LUSITANO FEIRA S. MARTINHO 4 a 13 de Novembro de 2011 – GOLEGÃ – PORTUGAL pressfnc@cm-golega.pt

Press release de 4 de Novembro Arrancou hoje a mais castiça feira de Portugal. A pura exaltação da tradição ribatejana. Entre 4 e 13 de Novembro, a Golegã veste-se a preceito para receber milhares de visitantes. O cenário será pintado pelo fumo da castanha assada, pelas cores dos capotes e jaquetas, pela euforia da jeropiga e água-pé e claro, pelo relinchar dos cavalos. Estão presentes 31 coudelarias em volta do largo do Arneiro para apresentarem os mais belos exemplares equinos, sobretudo o puro-sangue lusitano. Ao longo da feira haverá várias provas e espectáculos equestres, exposições, debates, apresentações de livros, etc. O programa desportivo desta sexta-feira abriu com o concurso de saltos de obstáculos, no picadeiro central, e a prova de ensino do concurso completo de atrelagem, na quinta de S. António.

Ao final da tarde, foi inaugurada a exposição de fotografia “Lusitanus on Focus”, 20 trabalhos de 20 fotógrafos, nove dos quais estrangeiros, que participaram num workshop organizado por Paula da Silva, Luísa Lima, Rita Fernandes e Maria João Salbany, tendo como objectivo exaltar o cavalo lusitano e toda a tradição que o envolve. Algumas das fotos que foram capa de revistas e enriqueceram diversos artigos podem ser apreciadas no picadeiro Lusitanus até ao final da feira.


XXXVI FEIRA NACIONAL DO CAVALO XIII FEIRA INTERNACIONAL DO CAVALO LUSITANO FEIRA S. MARTINHO 4 a 13 de Novembro de 2011 – GOLEGÃ – PORTUGAL pressfnc@cm-golega.pt

A feira continua amanhã, sábado. O início do programa está marcado para as 7h30 com a partida do concurso de resistência equestre. Ainda durante a manhã começa o concurso de saltos de obstáculos no picadeiro central. A partir das 14 horas, na quinta da Labruja, decorre a sempre espectacular prova de maratona do concurso completo de atrelagem. Ao final da tarde, pelas 17h30, no Equuspolis, será inaugurada a exposição de pintura “O cavalo e o Campo”, da autoria de Serrão de Faria, seguida da apresentação do livro “Índia - Antologia de textos sobre a civilização e cultura indianas”, de Amanda de Sousa. Já na Casa Estúdio Carlos Relvas estará patente a mostra de pintura “Síntese a Preto e Branco”, de Ana Sousa Pereira. A inauguração está marcada para as 18h30. O dia de sábado marca também o início do XIV Open Golegã FNC em ténis.

Press release de 5 de Novembro

O segundo dia da feira de S. Martinho registou a primeira enchente, se bem que ainda longe da afluência esperada para o próximo fim-de-semana. Hoje foi também o dia em que a RTP regressou ao S. Martinho levando as cores e os sons da Golegã a todo o mundo com a transmissão do programa “A festa é nossa”, conduzido por Júlio Isidro. Ao longo da tarde passaram pelo palco Quinta do Bill, Teresa Tapadas, Mónica Sintra e Maxi. Foram também entrevistados vários agentes culturais e económicos presentes na feira. Ao cair da noite foi inaugurada, no Equuspolis, a exposição de pintura “O cavalo e o Campo”, da autoria de Serrão de Faria, patente até final de Novembro. Para Veiga Maltez, o artista “é um dos melhores pintores do cavalo em Portugal, pois tem muita sensibilidade para o perceber”, bem batente nas obras expostas.


XXXVI FEIRA NACIONAL DO CAVALO XIII FEIRA INTERNACIONAL DO CAVALO LUSITANO FEIRA S. MARTINHO 4 a 13 de Novembro de 2011 – GOLEGÃ – PORTUGAL pressfnc@cm-golega.pt

Serrão de Faria destacou o papel de João Veiga e Manuel Fernandes, pai do escultor Rui Fernandes, duas pessoas que o ensinaram a “entender o campo”. Logo depois foi apresentado o livro “Índia - Antologia de textos sobre a civilização e cultura indianas”, da autoria de Amanda de Sousa. “É interessante descobrir a Índia através destes textos. O livro é um esclarecimento óptimo para as gerações mais novas porque tem uma função didáctico-pedagógica muito importante”, afirmou Veiga Maltez. Já na Casa Estúdio Carlos Relvas foi inaugurada a mostra de fotografia “Síntese a Preto e Branco”, de Ana Sousa Pereira. Está aberta ao público até final do mês. Classificações provas equestres Concurso de resistência equestre - 30 participantes 90Km 1º Pedro Godinho, com Urso da Amieira, 2º Marta Cunha, com Sardanisca, 3º Vasco Barradas, com Vida Boa. 80km 1º Luís Falcão Lamas, com U-Vinha, 2º Maria Ledesma, com Aly. 40 km 1º João António Silva, com Totó, 2º Bruno Alexandre Ramos, com Oeste, 3º José Tavares Ramos, com Xakira. Concurso de saltos de obstáculos - 250 conjuntos (classificações em anexo).


XXXVI FEIRA NACIONAL DO CAVALO XIII FEIRA INTERNACIONAL DO CAVALO LUSITANO FEIRA S. MARTINHO 4 a 13 de Novembro de 2011 – GOLEGÃ – PORTUGAL pressfnc@cm-golega.pt

Prova maratona do concurso completo de atrelagem 2 póneis 1º Carlos Ferreira Parelhas 1º Christopher de Beck, 2º Júlio Carvalho 1 Cavalo 1º José Freixa, 2º Jorge Baixo, 3º Hugo Serra, 4º Eduardo Ribeiro, 5º Filipa Apolinário, 6º Raquel Nisa, 7º José Folque Jr., 8º Francisco Folque, 9º Rui Quintino 4 cavalos 1º Ana Cristina Guerreiro, 2º Manuel Campilho. Press release de 6 de Novembro

A Golegã recuou no tempo com a palestra “Cavalos e Cavaleiros desde a Pré-história à Idade Média”. Fernando Coimbra, professor do mestrado em Arqueologia Pré-histórica e Arte Rupestre, abordou as multifacetadas representações iconográficas do cavalo e do cavaleiro ao longo dos tempos e dos lugares. Explicou, por exemplo, que a domesticação equina começou há 3600 anos antes de Cristo, no Cazaquistão, segundo uma descoberta arqueológica recente.


XXXVI FEIRA NACIONAL DO CAVALO XIII FEIRA INTERNACIONAL DO CAVALO LUSITANO FEIRA S. MARTINHO 4 a 13 de Novembro de 2011 – GOLEGÃ – PORTUGAL pressfnc@cm-golega.pt

Paralelamente foi inaugurada uma exposição de pintura da autoria de Maria do Rosário Mota de Sousa, que retrata o cavalo desde a sua domesticação, passando pela caça, transporte, lazer ou mesmo como máquina de guerra. Uma mostra que enriqueceu e se interligou com a palestra de Fernando Coimbra. Antes, Stefanie Pullin, aluna da licenciatura em Pintura na Faculdade de Belas Artes, também inaugurou a exposição de pintura “Nobre liberdade” que reproduz igualmente o cavalo, mas numa perspectiva mais contemporânea. As duas mostras estarão patentes no Palácio do Pelourinho até ao final da feira de S. Martinho. Por outro lado, um mar de gente escolheu este domingo solarengo para visitar a feira e mais uma vez, o largo do Arneiro e ruas circundantes demonstraram que a crise não chega ao S. Martinho, pelo menos em termos de afluência.


XXXVI FEIRA NACIONAL DO CAVALO XIII FEIRA INTERNACIONAL DO CAVALO LUSITANO FEIRA S. MARTINHO 4 a 13 de Novembro de 2011 – GOLEGÃ – PORTUGAL pressfnc@cm-golega.pt

Ao longo do dia decorreu o concurso de saltos de obstáculos no picadeiro central e de manhã, a prova de cones do concurso completo de atrelagem na quinta de S. António. Após dois dias de interregno, a Feira Nacional do Cavalo regressa na quarta-feira, 9 de Novembro, um dia dedicado ao puro sangue árabe, umas das novidades da edição deste ano.

Resultados finais do concurso completo de atrelagem 2 póneis 1º Carlos Ferreira Parelhas 1º Christopher de Beck, 2º Júlio Carvalho 1 Cavalo 1º José Freixa, 2º Jorge Baixo, 3º Hugo Serra, 4º Filipa Apolinário, 5º Eduardo Ribeiro, 6º Raquel Nisa, 7º José Folque Jr., 8º Francisco Folque, 9º Rui Quintino 4 cavalos 1º Ana Cristina Guerreiro, 2º Manuel Campilho.

Press Release FNC 2011  

Press Release FNC 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you