Issuu on Google+

Ao volante Quem somos Editorial 2007 Kiro

EuroIndy Euroindy e Saki Kartodromo dos milagres e ndml série t Resultados finais série t Série c Resultados Finais série c Troféu henrique gonçalves Resultados finais Henrique gonçalves Regulamento geral para 2008 regulamento geral do série c

Ano XI Dezembro de 2007 O Anuário Nacional Kart, não pode ser vendido, sendo distribuido gratuitamente. Qualquer pedido de esclarecimento pode ser feito para: Bairro do Zambujeiro, Rua Luís António Verney, lote 28, 1º Rana - 2785 709 São Domingos de Rana Correio Electrónico: geral@nacionalkart.com Skype Paulo_Nacionalkart www.nacionalkart.com Ficha Técnica: Textos Paulo Campos _ “Tucha” Design e Produção Gráfica In.di.de. Designs (Rui Rica). Fotos Paulo Campos_Luís Chambell_Tucha_Nuno Alexandre_Paulo Figueiredo_Rui Amaro_Amadeu Inácio Colaboradores Domingos Coragem e Jorge Almeida

#03 anuario.indd 3

12/16/07 12:36:18 AM


anuario.indd 4

速 JORGE ALMEIDA

速 MARIA G. CAMPOS ( TUCHA)

速 PAULO CAMPOS

SOMOS

速 RUI RICA

QUEM

#04

12/16/07 12:36:19 AM


Editorial 2007 De volta aos Tecos Na abordagem que fiz no ano 2006/2007, comentei o facto de haver o risco do Karting Amador / Aluguer ser “empurrado” de volta para os TecoTecos. Ora por incrível que isso pareça, a previsão realizou-se em apenas um ano, muito mais cedo do que muita gente pensava. E perguntarão bastantes aficionados, porquê?!... Porque é que os Kartódromos apostaram em ter material de qualidade e agora recuam? Porque é que “aparentemente”, alguns Kartódromos, elegeram os organizadores de eventos “particulares” como o seu maior impedimento ao sucesso? Será que o facto de nós, organizadores “particulares”, “amadores” ou algo mais que nos queiram chamar, suscitamos a “inveja” de certos responsáveis de Kartódromos, visto os nossos eventos estarem tão bem compostos em termos de moldura humana, enquanto alguns deles vão de mal a pior? Será pelo facto dos participantes “PCLC” (leia-se: Paga Corre e Leva a Carica), aceitarem com mais ligeireza a explicação de que, “é o piloto e não o kart, responsável pelos maus tempos”? É claro que “quase” toda a gente gosta de ganhar dinheiro sem se aborrecer muito mas, é necessário que ninguém se esqueça que foram os “organizadores particulares” que ajudaram a desenvolver o karting neste país e se tal assim não fosse, assim, não teriam nunca aparecido tantos investidores a achar que este era um bom “negócio”.

De que forma começou o “Bomm” em 1999? Estava-mos em tempo de “vacas gordas” e alguns entusiastas de corridas de automóveis viram no karting uma forma acessível, rápida e barata de satisfazer essa paixão. Pelo facto das provas organizadas por entidades mais ou menos oficiais (Federação, Kartódromos e Clubes Federados), serem bastantes dispendiosas, voltaram-se para o regime de aluguer. Tornaram-se com o tempo mais exigentes, tendo essas exigências, sido satisfeitas no inicio. No entanto o “tempo das vacas gordas” terminou, os custos subiram, o trabalho “duplicou” e os lucros baixaram. Neste momento o que temos é isto: “Teco-Tecos”, karting para amadores. No entanto, não desesperem os amantes da modalidade e adaptem-se ás mudanças. Lembrem-se o que gozavam com os antigos 200 cc com chassis Dino, e que “em principio” é igual para todos, uns dias melhores que outros e lembrem-se também que todo o dia passado no Kartódromo faz parte da “magia” e que os adversários, comissários e responsáveis são parte da “festa”. E quanto aquelas que já foram belas frotas de Karts para “prós”, desenganem-se porque desde que “paguem”, qualquer pessoa ou grupo “PCLC” anda neles. Por isso, actualmente quando comparamos as diferenças entre estas belas frotas e as outras, notamos que já não há assim tanta diferença. A distancia do 1º para o ultimo já não é tão diferente nos “Prós” e nos “Tecos” (claro que para isso conta muito o perímetro do Kartódromo). É tudo quanto temos, temos que esperar por melhores dias. Pela nossa parte, tudo faremos em prol deste desporto. Divirtam-se e boas Korridas.

#05 anuario.indd 5

12/16/07 12:36:19 AM


Circuitos praticados (Bombarral) ** Circuito 2 B ** recorDes Da PisTa (a, sentido dos ponteiros do relógio), (B, sentido contrário) record 390 c.c. 4t (a): carlos malta – 1.00.041ws em 2 de fevereiro de 2007 record 270 c.c. 4t (a): michael rodrigues – 1.02.267s em 2 de fevereiro de 2007

** Circuito 3 B ** recorDes Da PisTa (a, sentido dos ponteiros do relógio), (B, sentido contrário) record 390 c.c. 4t (a): nuno serrão - 50.940s em 3 de Junho de 2007

** Circuito 1 G ** recorDes Da PisTa (a, sentido dos ponteiros do relógio), ( B, sentido contrário) record 390 c.c. 4t (a): diogo ? - 59.269s em 2 de setembro de 2007

#06 anuario.indd 6

12/16/07 12:36:21 AM


Circuitos praticados (Batalha) ** Jackie Stewart ** Recordes da pista (A, sentido dos ponteiros do relógio), (B, sentido contrário) 2 x 200 c.c. 4t (A): Michell Rodrigues 34.893s em 16 de Fevereiro de 2003 Record 270 c.c. 4t (média/competição) (A): João Pinto – 36,545s em 4 de Maio de 2003 Record 270 c.c. 4t (competição) (A): Paulo Martins 35.838s em 8 de Maio de 2005 Record 390 c.c. 4t (competição) (A): Paulo Patrício – 33,170s em 8 de Maio de 2005 Record 200 c.c. 4t (B): Mauro - 57.337 s em 8 Set. de 2002 2 x 200 c.c. 4t (B): Luís Pesca 35.060s em 16 de Fevereiro de 2003 Record 270 c.c. 4t (média/competição) (B): José Guerreiro - 36.251 s em 7 Setembro de 2003 Record 270 c.c. 4t (competição) (B): Teresa Silva 36.038s em 7 de Setembro de 2003 Record 390 c.c. 4t (competição) (B): Ricardo Eusébio - 34.240 s em 7 de Setembro de 2003

** EuroIndy ** Recordes da pista (A, sentido dos ponteiros do relógio), (B, sentido contrário) 2 x 200 c.c. 4t (A): Diogo Lopes 44.429s em 17 de Fevereiro de 2002 Record 270 c.c. 4t (1/2 competição) (A): João Pinto - 46.818s em 19 de Outubro de 2003 Record 270 c.c. 4t (competição) (A): Miguel Neto – 45,775s em 7 de Março de 2003 Record 390 c.c. 4t (competição) (A): Francisco Sousa - 42.422s em 10 de Março de 2002 Record 270 c.c. 4t (1/2 competição) (B): João Pinto - 46.975s em 8 de Junho de 2003 Record 270 c.c. 4t (competição) (B): José Azevedo 45.155s em 8 de Junho de 2003 Record 390 c.c. 4t (competição) (B): Nuno Serrão 42.907s em 3 de Outubro de 2004

#07 anuario.indd 7

12/16/07 12:36:22 AM


** Ken Tyrrel ** Recordes da pista (A, sentido dos ponteiros do relógio), (B, sentido contrário) Record 270 c.c. 4t (média/competição) (A): José Guerreiro  - 39.321s em 28 de Setembro de 2003 Record 270 c.c. 4t (competição) (A): Miguel Neto 38.640s em 28 de Setembro de 2003 Record 390 c.c. 4t (competição) (A): Rui Silva 35.329s em 28 de Setembro de 2003 Record 270 c.c. 4t (média/competição) (B): José Guerreiro - 39.400s em 27 de Julho de 2003 Record 270 c.c. 4t (competição) (B): Miguel Neto 37.605s em 27 de Julho de 2003 Record 390 c.c. 4t (competição) (B): Paulo Patrício 36.1524s em 12 de Março de 2006

Circuitos praticados (Santo André )

** SAKI ** Recordes da pista (A, sentido dos ponteiros do relógio), (B, sentido contrário) Record 200 c.c. 4t (A): Miguel Canas – 1.00.296s em 22 de Abril de 2007

#08 anuario.indd 8

12/16/07 12:36:22 AM


Circuitos praticados (Leiria) ** Circuito B ** Recordes da pista (A, sentido dos ponteiros do relógio), (B, sentido contrário) Record 2 x 200 c.c. 4t (A): Hugo Vizella - 57.464s em 1 de Abril de 2007 Record 270 c.c. 4t (A): Miguel Patrício – 58,970s em 11 de Novembro de 2007

** Circuito C ** Recordes da pista (A, sentido dos ponteiros do relógio), (B, sentido contrário) Record 270 c.c. 4t (A): José Martins - 45.879s em 24 de Junho de 2007

#09 anuario.indd 9

12/16/07 12:36:23 AM


Série T Devido a um aparente “cansaço” dos pilotos, relativamente à pista utilizada durante o ano 2006, para o ano de 2007 a Nacional Kart resolveu apostar num modelo que visitasse mais Kartodromos. Assim após os acordos com Bombarral, Batalha e Santo André acabou por se lhes juntar a pista de Leiria, no que constituiu a maior diversidade de pistas feitas numa só época. Se as pistas eram diversificadas, o mesmo acabou por se reflectir no material, tendo sido utilizadas motorizações e Chassis muito diversos. Karts de 200 c.c., 270 c.c. e 390 c.c. com Safety Gard e 270 c.c. de competição, mostraram bem a diferença desta Série para os anos anteriores. Se a diversidade atrás demonstrada foi grande, já não se pode dizer a mesma coisa em pista. Não que as provas tenham sido monótonas ou que a equipa vencedora fosse um “vencedor” à partida (Liztrêz) mas sim porque esta, “cilindrou” completamente a concorrência, quando ninguém o esperava. Esperava-se boas prestações da sua parte mas não tão concisas e regulares por parte da que foi talvez a dupla mais pesada de todo o evento. A Liztrêz chegou ao ponto de igualar o recorde de 3 vitórias consecutivas, que vem já do longínquo ano 2000 e ainda com 2 provas

para disputar, avizinhava-se um vencedor praticamente garantido. Foi um justo prémio para Carlos Freitas e Luís Duarte, visto há já vários anos que esta dupla perseguia este objectivo. A JF Amadora (Fernando e Joaquim Cavaco) foi das equipas mais regulares ao longo do ano. Se para alguns este resultado pode ser uma

J F Amadora – Nº 7 Fernando Cavaco – ST ( MV 3, V 2 ), Piloto revelação do Série T de 2007, HG – 12º no Série T de 2006 Joaquim Cavaco – ST ( MV 3, V 2 ), Piloto revelação do Série T de 2005, HG – 6º no Série T de 2006

surpresa, para os que a seguem não o é, já que, esta dupla tem por hábito Imiscuir-se constantem ente nas posições da frente, sendo sempre uma equipa difícil de ultrapassar. A BRM / Lasi (José Chantre e Pedro Guimarães) foi das equipas em que a possibilidade de jogar fora 2 maus resultados

Liztrêz – Nº 17

BRM / Lasi – Nº 6

Carlos Freitas – Ver página 22

José Chantre – ST ( P 2, MV 1, V 2 ), HG – 14º no Série T de 2006, Troféu Fair Play do Série T 2007.

Luís Duarte – Ver página 22 Pedro Guimarães – ST ( P 1, MV 1, V 1 ), HG – 10º no Série T de 2006, Troféu Fair Play do Série T 2007.

#010 anuario.indd 10

12/16/07 12:36:25 AM


ajudou bastante. Embora bastante regular em pista, os seus resultados não foram iguais, tendo assim alternado os bons com os maus. À entrada para a ultima prova, era a equipa com menos possibilidades de alcançar o 3º posto mas a sua aposta final revelou-se bastante positiva. A PostaluxoPapelarias (António Reis e Henrique Mar-

CORTEAM (Luís Coração e Ricardo Linhares) é mais um exemplo duma época “atribulada”. Começaram muito mal o ano mas, a partir da 2ª prova as coisas melhoraram e além de acompanharem sempre os da frente, chegaram mesmo a ser considerados como os mais promissores a atingir o 3º lugar final. Infelizmente a partir do meio do evento, as coisas complicaram-se e foram relegados para o 5º posto final. À Speed Pink (Valdo Sabino e Paulo Campos) é caso para dizer “não à nada que esteja mal, que não consiga ficar pior”. Começaram muito mal o

Postaluxo Papelarias – Nº 18 António Reis – ST ( MV 1, V 2 ), SC ( MV 1 ), SCH ( MV 1, V 1 ) Recordes de pista 4, HG ( P 2, MV 4, V 4 ), THG – 2º lugar na cat. 3 em 2003, Piloto revelação do Challenge Cup de 2003 Henrique Marques – ST ( P 1, MV 2, V 2 ), SCH ( MV 1), Classe A ( P 1, MV 1 ) HG – 2º no Série T de 2006

ques) era à partida a mais forte candidata ao titulo e embora tudo lhes tenha corrido de feição nas primeiras provas, a ausência na 5ª decidiu negativamente o destino da classificação no evento. Após o seu regresso bem sucedido com um 3º lugar, as duas ultimas foram mesmo para “esquecer”. A

CORTEAM – Nº 9 Ricardo Linhares – ST ( P 1, MV 2 ), HG – 5º no Série T de 2006 Luís Coração – ST ( P 1, MV 1 )

Speed Pink – Nº 3 Valdo Sabino – ST (P 1, MV 1), SC (MV 1, V 1 ). THG - 6º no Troféu de 2000, Troféu Fair Play do Série T 2006. Paulo Campos – Ver página 21

ano, militando sempre abaixo do meio do pelotão, mantendo-se assim até meio da época. A partir daí, parece que rejuvenesceram, conseguindo 3 excelentes resultados e entrando para a ultima prova no 3º lugar da geral. Infelizmente para esta dupla, o inicio da época viria a cobrar o seu preço no acerto final das contas. A RG (Gustavo Soares, Rui e Nuno Serrão) foi das equipas com resultados mais irregulares, já que, após uma boa prova, seguia-se sempre uma má. Há imagem da Speed Pink, também esta come-

#011 anuario.indd 11

12/16/07 12:36:26 AM


R G – Nº 2 Rui Serrão – Ver página 17 Gustavo Soares – ST (P 1), SC (P 2, MV 1 ), THG 8º lugar na Cat. 3 em 2003 ) Nuno Serrão – Ver página 17

çou o ano muito mal e só no fim do evento é que conseguiu dar nas vistas, chegando mais à frente. A RS Racing (Rui Marques e António Sousa) foi a melhor classificada das equipas estreantes, tendo mantido uma relativa estabilidade a nível de resultados. Nota-se que esta é uma equipa com

LT Racing Nº 14 Paulo Tempera – ST (P 1) Nuno Martins – ST (P 1)

Lagos” para o 9º lugar da geral. A inscrição tardia da R & R (Rui Brites, Rita Filipe e Rui Casola) acabou por ser uma condicionante à sua prestação final. Começaram o evento apenas na 2ª prova mas só se vislumbraram resultados na 6ª onde conseguiram obter

RS Racing – Nº 11 Rui Marques – ST (MV 1) António Sousa – ST (MV 1), Recordes de pista 1

R & R Nº 19

bastante futuro e a comprovar isso, está a obtenção de uma melhor volta que valeu mesmo a atribuição de um recorde de pista a um dos elementos. Destino diferente poderia ter tido a LT Racing (Nuno Martins e Paulo Tempera) pois tiveram a grande hipótese de ser os melhores “Rookies”. Os resultados foram sempre muito estáveis e deram nas “vistas” ao conseguir a Pole Position em Santo André. Infelizmente, a mudança de data da ultima prova acabou por ser responsável pelo envio da “dupla de

Rui Brites – ST (P 1) Rui Casola – Rita Filipe - ST (P 1)

a Pole Position e, à imagem da LT Racing, também esta não pode estar presente na derradeira prova. A Scuderia Girão Karting (Raul e Sara Girão) foi a equipa onde se verificou a maior diferença de experiência entre os 2 pilotos, visto que, aos 12 anos de experiência do pai, juntaram-se apenas

#012 anuario.indd 12

12/16/07 12:36:29 AM


Scuderia Girão karting Nº 4

Entreposto Nº 10

Raul Girão – HG (V 1) - 5º lugar na Cat. 2 em 2004

João Andrade – Ver página 18

Sara Girão –

João Carlos Andrade – Ver página 18

os 2 meses da filha. Esta foi uma equipa de extremos, começando relativamente bem as provas e terminando-as “lá para traz”. Para os vencedores do Troféu de 2002, Farruscos II (Jorge Passos e António Lima) os tempos têm sido difíceis. Afastada dos bons resultados desde os finais de 2004, esta equipa tem feito uma autentica “travessia do deserto” tendo o facto de falhar 3 provas neste ano acabado por não beneficiar em nada a possibilidade de voltar aos bons

fim do evento mas, infelizmente, o facto de não estar presente em m etade do mesmo, levou ao condicionamento da excelente recuperação pontual. A Peter’s Auto Racing (Carlota Esquivel e Gonçalo Freitas) é uma promessa de futuro, pois engloba a dupla mais jovem de sempre numa única equipa. Estando presentes mais para aprender do que para obter resultados, esta equipa chegou mesmo a fazer umas “gracinhas” durante as provas, tendo tido na adaptação

Farruscus II Nº 15

Peters Auto Racing Nº 5

Jorge Passos – ST ( MV 2, V 2 ), HG ( P 1), Recordes de pista – 1, HG – 2º em 2002, Troféu Fair Play do Série T 2004.

Carlota Esquivel – Melhor prestação feminina no Série T de 2007 Gonçalo Freitas –

António Lima – ST ( MV 2, V 2 ), HG – 6º em 2002, Troféu Fair Play do Série T 2004

momentos. Há imagem da Scuderia Girão Karting também a Entreposto (João e João Carlos Andrade) é composta por pai e filho. Possuindo o piloto mais novo de sempre, esta equipa foi bastante penalizada com a junção das séries T e C no Bombarral. Acabou por ter resultados dignos de nota no

aos Karts o seu maior desafio. Também à imagem de outras equipas, a mudança de calendário na ultima prova levou a que a equipa só terminasse no 14º lugar.

#013 anuario.indd 13

12/16/07 12:36:34 AM


Série T 2007

Resultado Final da Série T 2007

1ª Prova 2 Fevereiro de 2007 [Bombarral Circuito 2 B (A)] Pole Position GFI Portugal Melhor Volta GFI Portugal Vencedor GFI Portugal 2º Class. J F Amadora 3º Class. Postaluxo Papelarias

1.02.939s 1.02.267s 57 Voltas em 1.00.26.900s + 47.585s + 59.360s

2ª Prova 18 Março de 2007 [Batalha Circ. EuroIndy (A)] Pole Position Corteam Melhor Volta J F Amadora Vencedor Postaluxo Papelarias 2º Class. Corteam 3º Class. Liztrêz

46.692s 46.188s 76 Voltas em 1.00.25.446s + 19.038s + 19.533s

3ª Prova 22 Abril de 2007 [Santo André Circ. SAKI (A)] Pole Position LT Racing Melhor Volta Karters Vencedor Karters 2º Class. Liztrêz 3º Class. J F Amadora

1.00.582s 1.00.356s 60 Voltas em 1.00.37.065s + 2.422s + 35.786s

4ª Prova 13 Maio de 2007 [Batalha Circ. Ken Tyrrel (B)] Pole Position Liztrêz Melhor Volta CORTEAM Vencedor Liztrêz 2º Class. CORTEAM 3º Class. Postaluxo Papelarias

1º Lugar - Liztrêz.....................................................139 Pontos 2º Lugar – J F Amadora.........................................119 Pontos 3º Lugar – BRM / Lasi . ..........................................115 Pontos 4º Lugar – Postaluxo-Papelarias . .....................113 Pontos 5º Lugar – CORTEAM ............................................112 Pontos 6º Lugar – Speed Pink . ........................................110 Pontos 7º Lugar – R G...........................................................98 Pontos 8º Lugar – R S Racing.............................................86 Pontos 9º Lugar – L T Racing ............................................79 Pontos 10º Lugar – R & R ...................................................70 Pontos 11º Lugar – Scuderia Girão Karting . ...............– 56 Pontos 12º Lugar – Farruscus II .......................................53 Pontos 13º Lugar – Entreposto.........................................52 Pontos 14º Lugar – Peter’s Auto Racing .......................43 Pontos (+ 1) 15º Lugar – Sempre À’Brir ..................................43 Pontos 16º Lugar – Os Tipos R..........................................9 Pontos Também participaram: GFI / Portugal, R C Racing, Karters, Os Pintas e Free Style

39.265s 39.102s 90 Voltas em 1.00.07.572s + 4.462s + 8.348s

5ª Prova 3 Junho de 2007 [Bombarral Circuito 3 B (A)] Pole Position Liztrêz Melhor Volta Liztrêz Vencedor Liztrêz 2º Class. Speed Pink 3º Class. BRM / Lasi

51.357s 51.029s 69 Voltas em 1.00.23.878s 68 Voltas em 1.00.24.863s + 13.526s

6ª Prova 8 Julho de 2007 [Leiria Circ. B (A)] Pole Position R & R Melhor Volta R S Racing Vencedor Liztrêz 2º Class. Entreposto 3º Class. Postaluxo Papelarias

59.642s 59.507s 60 Voltas em 1.00.50.962s + 3.260s + 3.940s

7ª Prova 2 Setembro de 2007 [Bombarral Circuito 1 G (A)] Pole Position Speed Pink Melhor Volta Speed Pink Vencedor Speed Pink 2º Class. JF Amadora 3º Class. R & R

1.00.298s 59.597s 60 Voltas + 54.606s 59 Voltas + 0.373s + 9.976s

8ª Prova 7 Outubro de 2007 [Batalha Circ. Jackie Stewart (A)] Pole Position RG Melhor Volta RG Vencedor BRM / Lasi 2º Class. RG 3º Class. Entreposto

36.442s 36.335s 98 Voltas em 1.00.38.801s + 7.719s 97 Voltas em 1.01.00.978s

Bairro dos Peões - Talaíde, 2785-601 S. Domingos de Rana Telef. 214 210 403 / Fax. 214 239 030

#014 anuario.indd 14

12/16/07 12:36:35 AM


#015 anuario.indd 15

12/16/07 12:36:36 AM


Série C À imagem do seu homologo T, o Série C deste ano também visitou vários Kartodromos, tendo pela 1ª vez desde à muitos anos, chegado mesmo a ser realizadas em dias diferentes. Tal como a sua homologa, esta série possuiu uma grande diversidade de material, tendo contado com Karts de 270 cc, de dois motores de 200 cc e de 390 cc com Safety Gard e ainda de 270 cc de competição. As pistas utilizadas foram as do Bombarral, Leiria e Batalha, onde nunca foram usados os mesmos traçados. Pela 1ª vez, tivemos também a junção de dois eventos diferentes numa só corrida visto no Bombarral o nº de Karts disponíveis ter permitido que tal acontecesse e evitando assim, que os participantes nesta Série, tivessem de esperar pelas 12.00 horas para realizarem a sua prova. Em relação à competição, esta foi bastante “renhida”, tendo tido vários protagonistas a passar pelo 1º lugar. Este ano, a BLG / Sport (Carlos Adrega e Pedro Miguel) foram os únicos a ganhar 4 provas mas, não se pense que as coisas foram tão fáceis como nos anos anteriores, pois só na penúltima é que conseguiram destronar a equipa que até lá tinha dominado o evento.

No entanto a sua destreza e mestria acabaram por se impor aos seus adversários, tendo na ultima prova aplicado o “golpe de misericórdia”. O 2º posto da Liztrêz ( Luís Duarte e Carlos Freitas) , acabou por ser a “cereja no topo do bolo” para

Liztrêz – Nº 17 Carlos Freitas – Ver página 22 Luís Duarte – Ver página 22

uma equipa que teve resultados tão erráticos nesta Série. Começaram o evento francamente mal, mas após uma “série negra” que durou da 3ª à 5ª à prova, entraram novamente no bom caminho, chegando inclusivamente a conseguir subir do 4º para o 2º posto. Os Metralhas (João Faria e Luís Chambel), continuam a ser a “pedra

BLG Sport – Nº 1

Os Metralhas – Nº 19

Carlos Adrega – ST ( MV 1, V 1 ), TE ( M V 1 ), SCH ( P 2, MV 3, V 3 ), SC ( P 3, MV 1, V 7 ) HG – 2º em 2006

Luís Chambel – Ver página 20

Pedro Miguel Silva – SC ( P 2, MV 1, V 5 )

João Faria – SC ( P 2, M V 3, V 2 ), SCH ( MV 1, V 1 ), Classe A ( P 2, MV 2, V 2 ), Recordes de pista – 1, THG 3º em 2006, Troféu Fair Play no Classe A de 2004, Piloto revelação do SC 2000.

#016 anuario.indd 16

12/16/07 12:36:37 AM


no sapato” das equipas candidatas ao titulo. A razão prende-se com o facto desta dupla ser muito rápida e, se os seus resultados não aparecem, deve-se unicamente ao factor “sorte” (que parece não os acompanhar). Exemplo disso foi o facto de terem de deitar fora as 2 primeiras provas do ano. O 4º Lugar dos Karters (Paulo e Miguel Patrício), foi uma autentica “desilusão” e a

entanto as 2 iniciais e finais foram mesmo para “esquecer”. A equipa da M B (Miguel Burguete e José Martins), conseguiu finalmente igualar a sua melhor classificação de sempre (Classe A 2004) tendo para isso contribuído bastante a regularidade e dois bons resultados. Conseguiram inclusivamente obter uma melhor volta que valeu mesmo um recorde de pista. A VV Karting

Os karters – Nº 5

VV Karting – Nº 12

Paulo Patrício – Ver página 20

Victor Rito – Troféu Fair Play no Série C de 2007

Miguel Patrício – Ver página 20

Victor Costa – Troféu Fair Play no Série C de 2007

razão para tal prendeu-se com o facto de até à 6ª prova esta ter sido a dupla que liderava o evento. Não começaram muito bem o ano mas, as 4 provas do meio do evento foram muito boas, no

(Victor Costa e Victor Rito), estiveram bem perto de fazer uma “gracinha” na 2ª prova do ano. Começaram muito mal a Série mas, após uma excelente 2ª corrida, estabilizaram em resultados,

M B – Nº 7

AP Racing – Nº 11

José Martins – SCH ( P 1), SC ( MV 1), Classe A ( P 1, MV 2, V 1 ), Recordes de pista – 1, Henrique Gonçalves – 11º em 2001

Américo Martins – HG 12º em 2007, Troféu Fair Play do Série C 2006

Miguel Burguete – SCH ( P 1), SC ( MV 1), Classe A ( P 1, MV 2, V 1 ) Henrique Gonçalves – 18º em 2001, Piloto revelação do Classe A 2001

Pedro Romão – HG 13º em 2007, Troféu Fair Play do Série C 2006

#017 anuario.indd 17

12/16/07 12:36:40 AM


tendo empatado inclusivamente, com a MB no final do evento. A AP Racing (Américo Martins e Pedro Romão), continua a cativar pelo entusiasmo com que disputa cada prova. Começando o ano sem um dos pilotos, pelo facto deste se encontrar lesionado, a AP Racing teve de “lutar” contra o tempo e as contrariedades. É uma equipa que costuma começar as provas melhor

B S – Nº 2 Rui Serrão – ST ( P 6, MV 2, V 2 ), SC ( P 2, MV 2 ), SCH ( P 2, MV 1 ), Classe A ( P 1 ), HG - 18º no Série T de 2006, Troféu Fair Play do Série CH 2004, Piloto revelação do Série CH de 2004 Nuno Serrão – ST ( P 7, MV 2, V 2 ), SC ( P 4, MV 4, V 2 ), SCH ( P 2, MV 1 ), Classe A ( P 1 ), Recordes de pista – 6, HG ( P 2, MV 2 ), THG – 1º no Troféu RK 2000, HG – 1º No Série T e C de 2006, Troféu Fair Play do Série CH 2004

do que as acaba e à imagem da VV Karting, também estabilizou a partir da 2ª prova. A B S (Rui e Nuno Serrão) foi uma “tremenda desilusão”, pois para a equipa que alcançou o 2º lugar em

Z-Gim / Biotech Nº 3 Jorge Gaspar – Ver página 21 Rui Sousa – Ver página 22

2004 e que está constantemente “na frente”, o 8º posto final fica muito à quem do que consegue fazer. A explicação passa, sem sombra de dúvida, pela “falta de sorte”. Convém realçar ainda que a diferença pontual para o 5º lugar, foi somente de 7 unidades. A Z Gim / Biotech, ( Rui Sousa e Jorge Gaspar) acabou por ser a melhor estreante neste evento e se não conseguiu melhor posição,

Free Style Nº 20 Pedro Peres – Ver página 21 Victor Montalvão – Ver página 21

deve-se à sua pouca experiência. No entanto, a evolução que demonstraram do inicio para o fim do evento foi notória. O 10º lugar da Free Style (Pedro Peres e Victor Montalvão), é da sua total responsabilidade, já que para uma equipa que “anda bem”,o facto de ficar a meio da tabela, só se pode explicar pelas duas ausências no ano. Começou o ano com apenas um piloto e a partir da 3ª prova já pôde contar com uma equipa mais estável no que será seguramente uma equipa com futuro. A K 2007 (José Vieira e Miguel Judas) até começou bem o ano mas, à imagem da Free Style, a equipa teve 2 ausências. Por esse facto, não só o resultado final nunca poderia ser muito abonatório, como também a avaliação da mesma se revelou difícil, no entanto

#018 anuario.indd 18

12/16/07 12:36:42 AM


há que salientar os bons resultados de um dos pilotos no Henrique Gonçalves. Como aconteceu no Série T, a participação da Entreposto (João Carlos e João Andrade) serviu também como escola para

rentes nos pódios das 3 provas onde participou e prometia ser a mais forte candidata à vitória final no evento. Infelizmente após a 3ª prova nunca mais participou.

K 2007 Nº 4

Dê Cê Nº 14

José Vieira – HG – 6º na cat. 2 de 2007

Hugo Vizella – SC ( P 2, MV 2, V 2 ), SCH ( MV 1 ), Classe A ( P 1, MV 1, V 1 ). Recordes de pista – 2, HG – 5º em 2006.

Miguel Judas –

Bernardo Penaforte – SC ( P 2, MV 2, V 1 ), SCH ( P 1, MV 1 ), Classe A ( P 1, MV 1, V 1 ), Troféu Fair Play no CH de 2002

o mais novo piloto de sempre na Nacionalk Kart, tendo a evolução sido notória ao longo do ano. Com resultados modestos no inicio, começaram para o fim do evento a “dar nas vistas” e a conseguir importunar os lugares de cima. A Dê Cê (Hugo Vizella e Bernardo Penaforte) é uma incógnita, pois até ao seu abandono do Série C, esta equipa conseguiu 3 lugares dife-

A KartRacing (Jorge Norte e Paulo Viegas), é também a imagem das ausências. Após uma 1ª prova francamente má, seguiu-se outra que poderia animá-los mas, após essa, duas ausências seguidas, acabaram com a esperança de qualquer resultado satisfatório (é pena para a equipa 3ª classificada no Classe A 2004).

Entreposto Nº 10

KartRacing Nº 6

João Andrade – SC ( MV 1 ), Classe A ( V 1 ), Recordes de pista – 1, THG – 7º no Campeonato de 2001, HG – 9º em 2007.

Jorge Norte – Classe A ( V 1 ), HG – 5º na cat. 4 em 2003

João Carlos Andrade – HG – 11º em 2007, Prémio do mais novo Rookie de sempre.

Paulo Viegas – ST ( P 1, MV 1, V 1 ), HG ( P 2, MV 2 ) – Vencedor na cat. 3 em 2004, Recordes de pista – 2

#019 anuario.indd 19

12/16/07 12:36:44 AM


Série C 2007

Resultado Final da Série T 2007

1ª Prova 2 Fevereiro de 2007 [Bombarral Circuito 2 B (A)] Pole Position BLG Sport Melhor Volta Noddy’s Vencedor BLG Sport 2º Class. Dê Cê 3º Class. GFI Portugal

59.987s 1.00.041s 59 Voltas em 1.00.08.178s + 11.048s + 34.841s

2ª Prova 18 Março de 2007 [Batalha Circ. EuroIndy (A)] Pole Position Liztrêz Melhor Volta Liztrêz Vencedor Dê Cê 2º Class. Liztrêz 3º Class. V V Karting

46.498s 46.347s 76 Voltas em 1.00.02.353s + 0.547s

3ª Prova 1 Abril de 2007 [Leiria Circ. B (A)] Pole Position Dê Cê Melhor Volta Dê Cê Vencedor Karters 2º Class. Os Metralhas 3º Class. Dê Cê

58.631s 57.464s 61 Voltas em 1.00.04.245s + 29.750s + 30.225s

Resultado Final da Série C 2007 1º Lugar - BLG Sport 2º Lugar – Liztrêz 3º Lugar – Os Metralhas 4º Lugar – Karters 5º Lugar – M B 6º Lugar – V V Karting 7º Lugar – A P Racing 8º Lugar – B S 9º Lugar – Z Gim / Biotech 10º Lugar – Free Style 11º Lugar – K 2007 12º Lugar – Entreposto 13º Lugar – Dê Cê 14º Lugar – KartRacing 15º Lugar – Noddy’s 16º Lugar – Speed Freak/Nova

– 146 Pontos – 129 Pontos – 128 Pontos – 127 Pontos – 97 Pontos (+ 1) – 97 Pontos – 92 Pontos – 90 Pontos – 75 Pontos – 72 Pontos – 58 Pontos – 53 Pontos – 45 Pontos – 39 Pontos – 23 Pontos – 17 Pontos

4ª Prova 13 Maio de 2007 [Batalha Circ. Ken Tyrrel (B)] Pole Position Os Metralhas Melhor Volta BLG Sport Vencedor BLG Sport 2º Class. Karters 3º Class. Os Metralhas

39.303s 39.102s 85 Voltas em 1.00.16.693s + 0.695s + 1.239s

Também participaram: GFI / Portugal e Spirit Racing 102

5ª Prova 3 Junho de 2007 [Bombarral Circuito 3 B (A)] Pole Position BS Melhor Volta BS Vencedor Os Metralhas 2º Class. Os Karters 3º Class. BLG Sport

51.203s 50.940s 69 Voltas + 9.173s + 18.043s + 21.033s

6ª Prova 24 Junho de 2007 [Leiria Circ. C (A)] Pole Position Karters Melhor Volta M B Vencedor Liztrêz 2º Class. BLG Sport 3º Class. Os Karters

46.017s 45.879s 76 Voltas em 1.00.06.355 + 6.594s + 6.674s

7ª Prova 2 Setembro de 2007 [Bombarral Circuito 1 G (A)] Pole Position BLG Sport Melhor Volta Speed Freak / Nova Vencedor BLG Sport 2º Class. Liztrêz 3º Class. Os Metralhas

59.369s 59.269s 60 Voltas em 1.00.28.913s + 21.574s + 24.744s

8ª Prova 7 Outubro de 2007 [Batalha Circ. Jackie Stewart (A)] Pole Position Liztrêz Melhor Volta Liztrêz Vencedor BLG Sport 2º Class. Metralhas 3º Class. Liztrêz

36.468s 36.469s 97 Voltas em 1.00.317.405s + 1.295s + 1.735s

#020 anuario.indd 20

12/16/07 12:36:45 AM


Henrique Gonçalves Retornado ao estilo que se iniciou em 2003, ou seja de um evento separado dos outros, o Henrique Gonçalves de 2007 foi o único a ser planeado para ser disputado em 4 pistas diferentes (Bombarral, Santo André, Leiria e Batalha) e utilizar 3 tipos de karts (200 cc e 270 cc com Safety Gard e 270 de Competição). Disputado num sistema de jornada dupla, este, foi, há imagem de 2003 e 2004, um evento com duas classificações distinguidas pelo peso dos pilotos. Na categoria 1, foram agrupados todos os pilotos mais leves que tinham no entanto que ser “lastrados” até perfazerem os 75 Kg. Na categoria 2, os pilotos teriam de participar com o mínimo de 90 Kg. por piloto. Como não houve um nº suficiente de pilotos por categoria, estes participaram conjuntamente, mas as classificações foram separadas. Como já começa a ser habitual, este é um evento onde a vontade de participar de alguns pilotos está intimamente ligada aos resultados por si obtidos e quando os últimos não são abonatórios, pura e simplesmente param de aparecer nas provas. O que não quer dizer que as mesmas tenham sido monótonas e até o facto das categorias participarem juntas, veio revelar alguns feitos extraordinários.

Na categoria 1, Paulo Patrício distinguiu-se pela sua regularidade e perseverança, tendo estado sempre nos lugares da frente em todas as corridas e só por uma vez nas suas 10 corridas, não pisou o pódio. A sua supremacia foi tal que, Paulo Patrício, deu-se ao luxo de falhar as 2 ultimas provas do evento e mesmo assim ser-lhe atribuído o titulo de Campeão da Categoria 1 do HG 2007. A 2ª posição deste evento acabou por ser uma surpresa mas, se Luís Chambel não suscita qualquer admiração por ter alcançado

Paulo Patrício – ST ( P 1, MV 1, V 2 ), SC ( P 1, MV 2, V 1 ), Recordes de pista – 2, HG ( P 2, MV 1, V 4 ) - Vencedor da cat. 1 em 2007.

Miguel Patrício – ST ( P 1, MV 1, V 2 ), SC ( P 1, MV 1, V 1 ), HG ( P 3, MV 2, V 2 ) – 3º lugar da cat. 1 de 2007.

Luís Chambel – SC ( P 4, M V 3, V 4 ), SCH ( MV 1 ), Classe A ( P 1, MV 2, V 4 ), Recordes de pista – 2, HG ( P 3, MV 4, V 7 ) – Vencedor da cat. 2 em 2003, Troféu Fair Play no Classe A de 2004.

este feito, o que admira é só se ter afirmado nas ultimas 3 provas. Após uma temporada recheada de contratempos, este Campeão de 2003 teve um começo no evento bastante fraco, tendo mesmo que deitar 3 provas consecutivas fora. A contrapor esta situação, venceu as 3 ultimas de maneira bastante decidida e assim destronou aquele que seria o único piloto

#021 anuario.indd 21

12/16/07 12:36:47 AM


com hipóteses de alcançar a vitória no evento. Nessas mesmas, Miguel Patrício foi espelho de desilusão, tendo partido para as duas ultimas provas com o 2º lugar praticamente assegurado, só uma “catástrofe” poderia evitar que o conseguisse e alguma sorte ajudaria à vitória. Pois bem, a sorte não o acompanhou nesse fim de semana, a catástrofe aconteceu e viu mesmo o seu lugar ser ultrapassado. Paulo Campos foi o piloto das “segundas corridas”, pois, com o

certamente um forte candidato ao Pódio. Há imagem dos anteriores, também ele começou mal o ano e até à sua ausência, os resultados não foram muito convincentes. Quando retornou, ainda teve espaço para 2 provas fracas mas após estas, afirmou-se e começou a andar regularmente na frente. Victor Montalvão é um exemplo de determinação. Bastante regular ao longo do ano, este piloto só a meio do mesmo é que começou a imiscuir-

Paulo Campos – ST ( P 3, MV 4, V 2 ). SC ( P 12, MV 9, V 10 ), Classe A ( P 4, MV 3, V 3), Recordes de pista 3, Taça RK 2001, HG ( MV 3 ), THG – 3º no Campeonato de 2000, Troféu Fair Play do Série T 2006.

Victor Montalvão – HG – 6º na cat. 1, em 2007

sistema de jornadas duplas, notou-se que ao longo do ano, os melhores resultados só eram feitos nos segundos 15 minutos. Há imagem de Miguel Patrício, começou mal o ano, mas chegou a fazer umas gracinhas ao longo deste. Infelizmente a obtenção de melhores voltas, nunca serão suficientes para conseguir boas classificações finais. Se não estivesse estado ausente de 2 provas, Jorge Gaspar seria

se nos lugares cimeiros, no entanto, a sua classificação acabava sempre por ser o meio da tabela, sendo mesmo o único piloto a deitar fora quatro lugares idênticos. O seu colega no Série C, Pedro Peres, faltou às primeiras duas provas pois não tinha a ideia de disputar este evento. Após o entendimento com Victor Montalvão para fazerem equipa no Série C, Pedro achou

Jorge Gaspar – HG ( P 2, MV 1 ) – 5º lugar da cat. 1 de 2007

Pedro Peres – SC ( MV 1, V 1 ), Recordes de pista – 1, HG ( MV 1 ), THG 4º em 2001

#022 anuario.indd 22

12/16/07 12:36:51 AM


que seria bom participar no Henrique Gonçalves e desde logo deu nas vistas. Alcançou dois pódios nas duas ultimas corridas e, se não conseguiu subir mais na classificação, deve-se ao facto de ter falhado 4 provas. Com 9 participantes na primeira prova da categoria 2, encheu-nos de esperança que a mesma fosse bastante disputada, no entanto, foi “sol de pouca dura” já que após a 4ª prova, os “abandonos” foram maioritários.

provas, Rui Sousa limitou-se a cumprir calendário pois na maioria das mesmas, só tinha Luís Duarte para competir. Mesmo assim, Rui Sousa, tentou deixar boa imagem e chegou mesmo a conseguir currículo frente a tão forte adversário. Carlos Freitas fecha o pódio sendo que desta vez não foi o habitual 2º classificado. Essa situação deve-se ao facto de ter falhado 5 provas e assim sendo seria muito difícil conseguir melhor.

Luís Duarte – TE ( P 1 ), ST ( P 2, M V 1, V 3 ), SC ( P 3, M V 3, V 1 ), SCH ( V 1 ), Recordes de pista – 1, HG ( P 6, MV 9, V 11 ) – Vencedor da cat. 4 2004 e 2 de 2007, Troféu Fair Play no SC 2005, Piloto revelação do SCH 2002.

Carlos Freitas – ST ( P 2, V 3 ), SC ( P 3, M V 4, M 2 ), SCH ( V 1 ), Classe A ( P 2, MV 2 ), Recordes de pista – 1, HG ( P 4, MV 6, V 8 ) – 2º na cat. 4 em 2003 e 2004 e 2º em 2005, Troféu Fair Play no SC de 2003 e 2005, Piloto revelação do SC 2003.

O vencedor da Categoria 2, Luís Duarte foi mesmo o único piloto que esteve presente em todas as provas e, se o resultado final pode enganar os leigos, desenganem-se, pois na impossibilidade de se defrontar com um nº maior de concorrentes à sua medida “leia-se peso”, Luís Duarte concentrou-se em disputar a prova com pilotos 15 Kg. mais leves que ele, tendo chegado a vencê-los e alcançando 8 vitórias. Faltando a 2

Rui Sousa – HG ( MV 1 ) – 2º lugar da cat. 2 de 2007

#023 anuario.indd 23

12/16/07 12:36:53 AM


Henrique gonçalves 1ª Prova 2 Fevereiro de 2007 [Bombarral Circuito 2 B (A)]

Categoria 2

Categoria 1

Pole Position Luís Duarte Melhor Volta Paulo Viegas Vencedor Luís Duarte 2º Class. Paulo Viegas 3º Class. Francisco Nordeste

Pole Position Paulo Patrício Melhor Volta Paulo Patrício Vencedor Paulo Patrício 2º Class. Miguel Canas 3º Class. Luís Chambel

1.02.614s 1.03.438s 14 Voltas em 14.58.007s + 0.752s + 11.213s

Categoria 2 Pole Position Francisco Nordeste Melhor Volta Luís Duarte Vencedor Luís Duarte 2º Class. Francisco Nordeste 3º Class. Paulo Viegas

1.04.207s 1.03.720s 14 Voltas + 13,788s + 13.984s + 18.237s

6ª Prova 22 Abril de 2007 [Santo André Circ. SAKI (A)] Categoria 1 Pole Position Miguel Patrício Melhor Volta Paulo Campos Vencedor Miguel Canas 2º Class. Paulo Campos 3º Class. Paulo Patrício

2ª Prova 2 Fevereiro de 2007 [Bombarral Circuito 2 B (A)]

Categoria 2

Categoria 1

Pole Position Paulo Viegas Melhor Volta Luís Duarte Vencedor Luís Duarte 2º Class. Francisco Nordeste 3º Class. Paulo Viegas

Pole Position Paulo Patrício Melhor Volta Miguel Canas Vencedor Miguel Canas 2º Class. Paulo Patrício 3º Class. Miguel Patrício

1.03.438s 1.03.069s 14 Voltas em 14.56.931s + 6.333s + 13.112s

Categoria 2 Pole Position Luís Duarte 1.03.720s Melhor Volta Luís Duarte 1.03.996s Vencedor Luís Duarte 14 Voltas + 10,454s 2º Class. José Vieira + 24.531s 3º Class. Carlos Freitas + 28.438s 3ª Prova 1 Abril de 2007 [Leiria Circ. B (A)] Categoria 1 Pole Position Miguel Canas Melhor Volta Miguel Canas Vencedor Miguel Canas 2º Class. Luís Chambel 3º Class. Paulo Patricio

1.00.012s 59.594s 15 Voltas em 15.06.080s + 3.525s + 6.141s

Categoria 1 Pole Position Miguel Patrício Melhor Volta Miguel Patrício Vencedor Miguel Patrício 2º Class. Paulo Patrício 3º Class. Luís Chambel

46.351s 46.068s 20 Voltas em 15.32.908s + 5.469s + 6.896s

Categoria 2 Pole Position Luís Duarte Melhor Volta Luís Duarte Vencedor Luís Duarte 2º Class. Rui Sousa 3º Class. Não houve

1.01.244s 1.00.527s 15 Voltas + 18.708s + 27.707s + 32.117s

47.117s 46.695s 20 Voltas + 21.777s + 42.557s -------

Categoria 1

4ª Prova 1 Abril de 2007 [Leiria Circ. B (A)] Categoria 1

Categoria 2 59.594s 59.743s 15 Voltas em 15.12.527s + 0.356s + 0.463s

Categoria 2 Pole Position Carlos Freitas Melhor Volta Luís Duarte Vencedor Carlos Freitas 2º Class. Luís Duarte 3º Class. José Vieira

1.01.307s 1.00.984s 16 Voltas + 0.182s + 7.824s + 10.199s

7ª Prova 24 Junho de 2007 [Leiria Circ. C (A)]

Pole Position Miguel Patrício Melhor Volta Luís Chambel Vencedor Paulo Patrício 2º Class. Miguel Patrício 3º Class. Paulo Campos

Pole Position Miguel Canas Melhor Volta Paulo Campos Vencedor Paulo Patrício 2º Class. Miguel Patrício 3º Class. Paulo Campos

1.00.297s 1.01.151s 16 Voltas em 15.35.195s + 1.108s + 1.362s

8ª Prova 24 Junho de 2007 [Leiria Circ. C (A)]

Categoria 2 Pole Position Carlos Freitas Melhor Volta Carlos Freitas Vencedor Carlos Freitas 2º Class. Luís Duarte 3º Class. Rui Almeida

1.01.167s 1.01.307s 16 Voltas + 14.181s + 14.811s + 40.040s

1.00.527s 1.00.035s 15 Voltas + 6.522s + 8.618s + 18.645s

Pole Position Luís Duarte Melhor Volta Luís Duarte Vencedor Luís Duarte 2º Class. Rui Sousa 3º Class. Não houve

46.068s 46.055s 20 Voltas em 15.40.788s + 0.539s + 0.659s

46.695s 46.632s 20 Voltas + 13.167s + 22.597s -------

9ª Prova 8 Julho de 2007 [Leiria Circ. B (A)] Categoria 1

5ª Prova 22 Abril de 2007 [Santo André Circ. SAKI (A)]

Pole Position Jorge Gaspar Melhor Volta Jorge Gaspar Vencedor Paulo Patrício 2º Class. Jorge Gaspar 3º Class. João Andrade

Categoria 1

Categoria 2

Pole Position Miguel Canas 1.00.296s Melhor Volta Miguel Patrício 1.00.297s Vencedor Miguel Patrício 16 Voltas em 15.22.350s 2º Class. Paulo Patrício + 0.305s 3º Class. Miguel Canas + 3.683s

Pole Position Luís Duarte Melhor Volta Luís Duarte Vencedor Luís Duarte 2º Class. Carlos Freitas 3º Class. Rui Sousa

1.00.104s 59.869s 15 Voltas + 0.520s + 1.526s + 2.636s

1.00.134s 1.00.106s 15 Voltas em 15.13.857s + 11.206s 14 Voltas em 15.37.488s

#024 anuario.indd 24

12/16/07 12:36:53 AM


10ª Prova 8 Julho de 2007 [Leiria Circ. B (A)] Categoria 1 Pole Position Jorge Gaspar Melhor Volta Pedro Peres Vencedor Luís Chambel 2º Class. Jorge Gaspar 3º Class. Miguel Patrício

59.869s 59.896s 15 Voltas em 15.12.596s + 2.363s + 2.657s

Categoria 2 Pole Position Luís Duarte Melhor Volta Rui Sousa Vencedor Luís Duarte 2º Class. Rui Sousa 3º Class. Não houve

1.00.106s 1.00.836s 15 Voltas + 14.912s + 15.222s -------

11ª Prova 7 Outubro de 2007 [Batalha Circ. Jackie Stewart (A)] Categoria 1 Pole Position Luis Chambel Melhor Volta Luís Chambel Vencedor Luís Chambel 2º Class. Jorge Gaspar 3º Class. Pedro Peres

36.813s 36.712s 25 Voltas em 15.25.787s + 7.068s + 10.973s

Categoria 2 Pole Position Carlos Freitas Melhor Volta Carlos Freitas Vencedor Carlos Freitas 2º Class. Luís Duarte 3º Class. Paulo Ferreira

37.287s 37.107s 25 Voltas + 9.677s + 10.818s + 13.053s

12ª Prova 7 Outubro de 2007 [Batalha Circ. Jackie Stewart (A)] Categoria 1 Pole Position Luis Chambel Melhor Volta Paulo Campos Vencedor Luís Chambel 2º Class. Pedro Peres 3º Class. Paulo Campos

36.712s 36.649s 25 Voltas + 0.287s + 0.310s + 0.547s

Categoria 2 Pole Position Carlos Freitas Melhor Volta Carlos Freitas Vencedor Carlos Freitas 2º Class. Paulo Ferreira 3º Class. Rui Sousa

37.107s 36.774s 25 Voltas em 15.30.174s + 19.990s + 27.711s

Resultado Final Henrique Gonçalves 2007 Categoria 1 1º Lugar – Paulo Patrício.................................... 181 Pontos 2º Lugar – Luís Chambel.................................... 176 Pontos 3º Lugar – Miguel Patrício ................................ 173 Pontos 4º Lugar – Paulo Campos................................... 150 Pontos 5º Lugar – Jorge Gaspar .................................... 137 Pontos 6º Lugar – Victor Montalvão . .......................... 127 Pontos 7º Lugar – Pedro Peres . ..................................... 106 Pontos 8º Lugar – Miguel Canas.................................... 98 Pontos 9º Lugar – João Andrade .................................. 34 Pontos 10º Lugar – Luís Natividade.............................. 33 Pontos 11º Lugar – João C. Andrade ........................... 30 Pontos (+ 1) 12º Lugar – Américo Martins .......................... 30 Pontos 13º Lugar – Pedro Romão.................................. 29 Pontos 14º Lugar – António Prata................................. 22 Pontos Também participaram: Jorge Matias, Ivo Tavares, João Grilo, Jorge Norte, Joaquim Cavaco, Filipe Rodrigues, Miguel Ângelo e Victor Costa.

Categoria 2 1º Lugar – Luís Duarte........................................ – 211 Pontos 2º Lugar – Rui Sousa............................................ – 152 Pontos 3º Lugar – Carlos Freitas . .................................. – 124 Pontos 4º Lugar – Francisco Nordeste......................... – 43 Pontos 5º Lugar – Paulo Viegas ..................................... – 42 Pontos 6º Lugar – José Vieira ......................................... – 40 Pontos (+ 1) 7º Lugar – Paulo Ferreira . ................................. – 40 Pontos 8º Lugar – Rui Almeida....................................... – 35 Pontos Também participou: Fernando Cavaco

#025 anuario.indd 25

12/16/07 12:36:54 AM


Regulamento Geral para 2008 da Nacional Kart A Nacional Kart, está a promover para o ano 2007 vários eventos de karting a nível amador. Para tal, aqui apresentamos o nosso regulamento geral que é comum a todos esses eventos e que Todos os participantes (pelo facto de se terem inscrito) deverão comprometer-se a cumprir. REGULAMENTO GERAL 1. Este regulamento irá ser distribuído gratuitamente a todas as equipas e nunca constituirá argumento válido o seu desconhecimento. 2. Para a inscrição num evento ser considerada válida pela organização, é necessária a ficha de inscrição devidamente preenchida, cópia do bilhete de identidade com foto perceptível e efectuar o pagamento do valor da inscrição. 3. Com o pagamento da inscrição, a equipa poderá usufruir de uma série de benefícios. Com a participação em todas as provas, tem assegurada a presença num convívio de entrega de prémios para 2 pessoas, troféus relativos à posição alcançada, a participação no anuário e a nomeação para um sorteio final. No caso de faltar a uma prova, mantém tudo, à excepção da nomeação para o sorteio final. No caso de faltar 2 ou mais provas, perde todos os benefícios. 4. Os lugares e números das equipas/pilotos são assegurados para todo o evento em que participam, Só o deixando de ser, após 2 faltas da mesma e à qual não haverá direito a qualquer tipo de reembolso por parte da organização. 5. Este ano, todas as equipas/pilotos partem para os eventos com uma pontuação fixa de 30 “parafusos”.Se faltarem a qualquer prova do referido ano, essa pontuação é-lhes retirada. 6. Todas as provas terão a duração indicada no seu regulamento específico. 7. O Kartódromo será responsável pelo fornecimento dos kartings. Estes serão sorteados no início dos treinos e serão sempre os mesmos para toda a corrida. Ás equipas é-lhes expressamente proibido fazer qualquer alteração no kart. No caso

de ser detectada qualquer anomalia, a equipa poderá ser desqualificada. 8. Cada equipa terá um nome e no acto da inscrição será atribuído (pela organização) um número de equipa (excepto para o nº 1 ). A organização reserva-se no direito de recusar uma equipa ou piloto sem ter de se justificar. No caso de uma equipa ou piloto interditos, insistir em participar na prova, esta não será contabilizada para a pontuação final. Certos nomes estão também interditos e será pedido ás equipas para os rectificar. 9. As equipas participantes podem utilizar publicidade nos fatos e capacetes. No caso de a pretenderem afixar nos karts, terão de retira-la no fim da sua prova, tendo o cuidado de deixar o kart exactamente como o encontrou. 10. Todas as equipas são obrigadas a correr com pelo menos um dos pilotos inscritos, caso contrário, essas equipas não pontuam. 11. Cada piloto só pode representar 2 equipas em cada evento do corrente ano. 12. As Equipas só estão autorizadas a correr 2 vezes, com apenas um piloto. 13. A 3ª vez que corram apenas com um piloto, terão uma penalização de 9 pontos, à 4ª vez de 18 pontos e assim sucessivamente. 14. Quando um piloto participar sozinho terá de simular uma paragem na box. Não é obrigatório parar e sair do Kart, mas têm sim de perder pelo menos 2 segundos na paragem. Caso não o faça, no fim da corrida são-lhe descontadas as 3 últimas voltas. 15. Todo e qualquer ponto atribuído a uma equipa que seja desqualificada é-lhe retirado e concedido à equipa seguinte. No entanto, as pontuações dos treinos são distintas das pontuações das provas. 16. Em certos eventos, nem todas as provas contam para a pontuação final. Conforme os regulamentos específicos desses eventos as piores provas são deitadas fora, não contemplando as penalizações pontuais que nelas possam estar incluídas. 17. O custo de cada prova será conforme o evento em que as equipas estão inscritas.

#026 anuario.indd 26

12/16/07 12:36:54 AM


18. Lei Anti-Vedeta: - Cada vitória, terá uma penalização na prova seguinte, que consiste no acrescento de 5 Kg de peso ao Kart da equipa ou piloto. Esses 5 Kg. de lastro serão independentes de qualquer outro lastro que a equipa necessite para estar legal no evento. Este ano, mesmo que o peso do piloto passe o mínimo legal, este terá sempre de correr com mais 5 Kg. No caso de uma equipa vencer consecutivamente, verá o seu peso aumentado conforme as vitórias tendo sempre em atenção o limite máximo de peso autorizado pelos Kartodromos. 19. A ausência não é considerada resultado (excepto pelo regulamento especifico) e qualquer penalização aplicada numa prova, transitará para a próxima em que participem. 20. No fim do campeonato, se se verificarem igualdades pontuais as regras de desempate são as seguintes: 20 a – Terá primazia a equipa que tiver pontuado mais vezes no evento, ao longo desse ano. 20 b – No caso dos eventos onde não se pontua em todas as provas, a primazia será da equipa que obteve maior número de pontos na totalidade das provas ( não deduzindo os piores resultados ). 20 c – O maior número de 1º, 2º, 3º lugares e assim sucessivamente. 20 d – No caso de persistir o empate, a primazia será da equipa que tenha alcançado primeiro o melhor resultado. 21. Condução anti-desportiva: Em prova, cabe ao Director da mesma ajuizar a infracção. Fora de prova, a Nacional Kart utilizará o critério de penalização pontual que poderá ir de 3 a 10 pontos, repreensão oral ou escrita ou (para casos graves) a expulsão do campeonato, da equipa ou do piloto. Só em casos muito graves é que a Nacional Kart utilizará a desqualificação na prova ou evento. 22. No fim de cada prova e no máximo de 15 dias será disponibilizado o relatório volta a volta, a classificação e algum comentário necessário (este último não é garantido). Esse relatório estará disponível no Site (www.nacionalkart.com) e será enviado para e_mail ou outro contacto acordado no início dos eventos.

23. Haverá em data a combinar, uma distribuição de prémios relativos à posição no fim dos vários eventos. 24. Só haverá prémios para as equipas que participem em 85 % das provas. 25. A Nacional Kart não deve ser confundida com o desenrolar das provas e gerência das mesmas. Cabe à Nacional Kart o acompanhamento (pontuações, divulgação e disponibilização de informação) e a elaboração dos vários regulamentos. Os regulamentos dos Kartódromos, têm prioridade sobre este regulamento, sendo no entanto comunicadas as suas diferenças durante o brifingue anterior à prova. Aos Kartodromos cabe ainda a responsabilidade de controlar o desenrolar das provas, devendo qualquer comentário ou queixa referente ao desenrolar das mesmas, ser remetida para a Nacional Kart que irá proceder à sua apreciação. Qualquer dúvida ou caso omisso a este regulamento será decidido pela Nacional Kart, sendo depois comunicado aos intervenientes. 26. A classificação respectiva a cada posição final é a seguinte:

TREINOS CRONOMETRADOS Este ano, não há pontos para os treinos cronometrados. CORRIDA 1º lugar - 43 Parafusos 2º lugar - 41 Parafusos 3º lugar - 39 Parafusos 4º lugar - 37 Parafusos 5º lugar - 36 Parafusos 6º lugar - 35 Parafusos 7º lugar - 34 Parafusos 8º lugar - 33 Parafusos 9º lugar - 32 Parafusos 10º lugar - 31 Parafusos 11º lugar - 30 Parafusos 12º lugar - 29 Parafusos 13º lugar - 28 Parafusos 14º lugar - 27 Parafusos 15º lugar - 26 Parafusos 16º lugar - 25 Parafusos 17º lugar - 24 Parafusos 18º lugar - 23 Parafusos 19º lugar - 22 Parafusos 20º lugar - 21 Parafusos

21º lugar – 20 parafusos 22º lugar - 19 Parafusos 23º lugar - 18 Parafusos 24º lugar - 17 Parafusos 25º lugar - 16 Parafusos 26º lugar - 15 Parafusos 27º lugar - 14 Parafusos 28º lugar - 13 Parafusos 29º lugar - 12 Parafusos 30º lugar - 11 Parafusos 31º lugar - 10 Parafusos 32º lugar - 9 Parafusos 33º lugar - 8 Parafusos 34º lugar - 7 Parafusos 35º lugar - 6 Parafusos 36º lugar - 5 Parafusos 37º lugar - 4 Parafusos 38º lugar - 3 Parafusos 39º lugar - 2 Parafusos 40 º lugar – 1 parafuso

Melhor volta Não há pontos para a melhor volta

#027 anuario.indd 27

12/16/07 12:36:54 AM


Regulamento para o Série C 2008 1. O série C 2008, é constituído por oito provas de 15 minutos de treinos e uma hora de corrida. No Kartódromo do Bombarral, as provas serão disputadas por todas as equipas ao mesmo tempo, nos outros Kartodromos, as provas serão distribuídas por 2 mangas cada, tendo cada uma, igual duração de 15 min. + 60 min. O evento será limitado a 34 equipas por prova e as equipas serão distribuídas pelas duas mangas. O posicionamento das equipas nas mangas será encontrado na 1ª prova através de sorteio, e nas seguintes provas juntando as classificações impares na 1ª manga e as classificações pares na 2ª manga (não serão permitidas trocas de mangas). Este ponto poderá ser alterado se houver menos que 23 equipas inscritas. Nesse caso a Série C, será disputada em apenas uma manga. 2. O Kartódromo será responsável pelo fornecimento dos kartings, que serão sorteados no início dos treinos, mantendo-se sempre o mesmo para toda a corrida. Não é permitida qualquer alteração feita ao kart nem aos pneus. Qualquer anomalia detectada, pode ser punida com a desqualificação da equipa. A troca de karts é da responsabilidade do kartódromo, sendo que nenhum Kart será trocado ou reparado no fim dos treinos (só durante os mesmos). 3. Como este evento irá ser realizado em 3 Kartodromos distintos, pode vir a acontecer que nem todos tenham a mesma forma de trabalhar. É muito importante que os pilotos estejam presentes no Brifingue, pois o que for lá decidido, sobrepor-se-á ao regulamento da Nacional Kart. 4. A única alteração permitida nos Karts consiste no acrescento de peso. Cada conjunto deverá ter o peso mínimo de peso do Kart mais 75 Kg por piloto. Este será controlado por um sistema electrónico existente no Kartódromo, todos os conjuntos kart/piloto, serão controlados na altura da a sua troca de pilotos e também no fim. No caso deste sistema não estar operacional, irá ser utilizado o controlo manual e arbitrário. A penalização é de 1 minuto por cada kg. a menos, podendo ser aplicado durante ou após

a prova. De realçar que os treinos e corrida têm pontuações distintas. 5. No acto da inscrição serão pagos 60 € relativos à Série C, tendo de ser entregue obrigatoriamente cópia do Bilhete de Identidade (com foto perceptível) ou cartão de Licença Desportiva actualizados. 6. O custo de cada prova é de 85 € (390 cc) e 65 € (270 cc) para as equipas inscritas e de 95 € e 75 € para as que não estão inscritas. Esse valor será pago 30 minutos antes do início dos treinos cronometrados. 7. Cada equipa terá de ter obrigatoriamente um piloto inscrito presente em prova, sendo que cada piloto só poderá representar 2 equipas neste evento. 8. Todos os pilotos são obrigados a cumprir pelo menos 28 minutos de corrida. As boxes ficam fechadas apenas para troca de pilotos nos primeiros 28 minutos, após os quais abrem durante 5 minutos, (não há tolerância de tempo). 8 a – As trocas são da responsabilidade das equipas. No caso de ser possível, o Kartódromo disponibilizará um sistema de luzes que indicarão a abertura das boxes. O não cumprimento desta regra terá uma penalização de 2 voltas. 8 b - Só no caso de problema de saúde do piloto, ou com o intuito de proteger a sua integridade física é que as equipas podem reduzir o tempo de condução do mesmo. No entanto, se tal acontecer na 1ª metade da prova, o 2º piloto terá de simular uma nova paragem durante a abertura das boxes para troca de pilotos. 9. A idade mínima para participação é de 18 anos. No entanto podem correr pilotos mais jovens desde que tenham experiência de competição e apresentem uma declaração assinada pelo encarregado de educação em como se responsabiliza pela actuação e consequências do piloto em questão. 10.Das 8 provas efectuadas, será retirada a pior resultado a todas as equipas. Esses resultados incluem as pontuações dos treinos e da corrida mas não as penalizações, sendo que, só um desses resultados poderá ser uma ausência. 11. A Organização reserva-se ao direito de alterar este regulamento sempre que achar necessário, comunicando as alterações ás equipas através de aditamentos.

#028 anuario.indd 28

12/16/07 12:36:54 AM


HENRIQUE GONÇALVES 2008 Quem é Henrique Gonçalves? Henrique Manuel Godinho Gonçalves (o RICO para os amigos), nasceu a 22-04-1966 e cedo despertou para as velocidades. Tinha adoração por motas e por tudo aquilo que lhe fizesse subir o nível de adrenalina no sangue, tendo participado em provas que iam desde corridas de motos a competições de carros de rolamentos. Ao ter o 1º contacto com o Karting, logo o elegeu como modalidade favorita e embora não sendo o mais rápido, era no entanto extremamente regular em pista, facto este, que levou ao convite a ele endereçado para participar nas “12 Horas de Évora de 1996”, e consequentemente alcançar o 3º lugar da geral. Ironicamente Henrique Gonçalves deixou o nosso mundo a 15-08-1996, vítima de atropelamento. Este Troféu torna-se assim uma justa homenagem ao nosso colega e amigo, é complemento de campeonato desde 1997, tendo sido adoptado pela Rota K em 1998 e pela Nacional Kart em 2004. Até ao fim do ano 2002, teve como objectivo eleger o piloto mais rápido e regular ao longo dos vários eventos organizados. Esse piloto era encontrado, atribuindo pontos aos detentores das 10 voltas mais rápidas em cada prova. Ao fim de 6 anos como um complemento de Campeonato, o Troféu Henrique Gonçalves passou, a partir de 2003 a ganhar o estatuto de Campeonato. Na Nacional Kart o evento de 2004 e 2005 não cumpriu os objectivos que dele eram esperados, o que levou a organização a fazer “ajustes” para o ano 2006. No ano de 2007, o Henrique Gonçalves retomou o brilho que dele se esperava e assim, para 2008, o mesmo irá ter os seguintes moldes: 1. O Henrique Gonçalves de 2008 é um troféu individual de pilotos e será realizado com Karting´s com motor Honda a 4 Tempos. 2. Este evento é constituído por 12 provas. 3. Cada dia de provas, terá 10 minutos de treinos e 2 corridas com 15 minutos de duração cada. Os Karts são invertidos na 2ª prova conforme a posição final da 1ª. Para a grelha de partida da 2ª prova contam os melhores tempos da 1ª.

4. Ao contrário do evento de 2007, este será disputado por apenas uma categoria de peso. Nessa todos os pilotos terão de ser lastrados até perfazerem o peso mínimo de 90 Kg. No caso dos pilotos bastante leves, o limite de peso será o imposto pelos vários Kartódromos. 5. A inscrição neste Troféu é de 30 €, no entanto, os pilotos que participem nos dois outros eventos da Nacional Kart não pagarão essa inscrição. 6. Este é talvez o evento mais acessível do calendário nacional, visto cada prova (jornada dupla) ter o valor de 45 €, ficando o evento num total de 270 €. 7. No caso de algum piloto pretender participar numa prova e não estiver inscrito em nenhum evento da Nacional Kart do presente ano, o valor da mesma será acrescido de 10 €. 8. A idade mínima de participação é de 16 anos, no entanto, o piloto tem que se apresentar com uma declaração, assinada pelo seu encarregado de educação, em como este se responsabiliza pela sua actuação e consequências. 9. Das 12 provas efectuadas são retirados os 2 piores resultados a todos os pilotos. Esses resultados incluem a pontuação da corrida mas não as penalizações e só dois desses poderão ser uma ausência.

#029 anuario.indd 29

12/16/07 12:36:55 AM


banda desenhada

#030 anuario.indd 30

12/16/07 12:36:56 AM


#031 anuario.indd 31

12/16/07 12:36:57 AM


#032 anuario.indd 32

12/16/07 12:36:58 AM


#033 anuario.indd 33

12/16/07 12:36:59 AM


A Nacional Kart agradece o apoio de: À Tucha (pela paciência de me aturar), Rui Rica, Jorge Almeida, ao Guia do Karting Amador (www.guiadokarting.com), Domingos Coragem, Paulo Figueiredo da Vírus Kart, a todo o Pessoal do EuroIndy, ao Kartódromo de Leiria e “malta” do NDML, a Amadeu Inácio e pessoal do KIRO, ao SAKI e respectivos colaboradores, a todos os distribuidores deste anuário, Rui Baltazar, Alberto Silva, Sr. Vasco e a todo o “Motor”, a Pedro Gonçalves e a todos os colaboradores do jornal SEMANAUTO, a Luís Chambel, Rui Amaro, Valdo e Sr. Arlindo Sabino, Dª Carla e Ana Tempera pelo apoio dado, ao Nuno Alexandre e aos Xutos e Pontapés (esta era a brincar… Não. Também pode ser…), aos vários apoiantes deste anuário e a Luis Pinto-Coelho por ser um incentivo na BD Portuguesa e que se viu retratado na edição anterior. Ás nossas esposas e principalmente… às nossas meninas.

#034 anuario.indd 34

12/16/07 12:37:00 AM


Anuário Nacional Kart 2007 / 2008