Page 1

Revista

Editorial

B

Vila Ver de Nº 4 - Ago/Set - 2009

A comunicação como ferramenta de transparência no Vila Verde

Comunique-se

om dia amigo leitor,

Neste modelo de sociedade moderna em que vivemos, o homem fala diariamente com seu melhor amigo, o cachorro. Mas muitas vezes se priva de cumprimentar seu vizinho. Este veículo criado para traduzir e representar os interesses internos dos moradores e, guardar na historia os melhores e mais importantes momentos da nossa comunidade, tem como objetivo principal instigar nossa comunidade a abrir os olhos e se comunicar.

Ficou mais que provado, em nossa história recente, que a imposição pelo não diálogo levou nossa comunidade ao retrocesso. Prova disto está refletida no trabalho realizado nos últimos meses e que vale até hoje. Para onde olhamos encontramos algo a ser feito, algo a ser remodelado em favor do coletivo. Prepotente alegação? Não. Apenas uma vontade de ver os que virão em seguida fazer mais e melhor do que estamos fazendo. Por onde olhamos também encontramos alguém disposto a ajudar e a participar de um modelo novo de cuidar do que é de todos. Nesta edição você encontra alguns dos canais que criamos para você se expressar. Encontrar um pouco do que temos feito para colocar nossa comunidade novamente em contato com o mundo a que ela pertence, política e geograficamente, dando a ela um formato de rede social forte, com grande poder de pressão e preparada para um debate de qualidade, abrindo os olhos das autoridades municipais para o valor e a grandeza de nossa comunidade. Nesta edição podemos concordar que, se a oito mãos em oito meses, criamos um ambiente mais predisposto a aceitar a voz de todos, onde poderíamos chegar também com a sua ajuda? E com a ajuda de todos?

Diretoria

Vila Verde

Meio Ambiente - Saúde - Obras Segurança - Lazer - Social

Expediente - A Revista Vila Verde é um veículo produzido pelo Conselho Diretor da Associação dos Amigos do Vila Verde. Essa publicação não se responsabiliza por idéias ou conceitos emitidos por pessoas que não sejam do Conselho. Distribuição Gratuita. Administração - Estrada da Boa Vista, s/n, Itapevi - SP CEP 06670-330 - Tel/fax: 011-41451300 / 41451311 e-mail: vila-verde@vila-verde.org.br - Jornalista Responsável: Paulo Ishimaru - MTB: 53.592


Obras

Saúde

M

G

Aperfeiçoar e manter alta a qualidade de estrutura para os moradores do Vila Verde, com muita responsabilidade ambiental e fiscal.

Em meio a uma grande preocupação devido ao alastramento da gripe A (H1N1), o condomínio Vila Verde também foi citado em noticiário da região por suspeita da existência de moradores com o vírus.

elhorias

ripe A (H1N1)

Acero realizado nas proximidades da Rua Pau Brasil, Alamedas dos Ingás, Alameda dos Guatambus e da estação de tratamento de água para proteger o condomínio de possíveis avanços de incêndios.

Investimento com qualidade e responsabilidade para o bem estar dos moradores do Vila Verde.

Remoção de pedras e compactação de solo para construção de novo reservatório de água.

Porém, independente da existência ou não de pessoas com a chamada “Gripe Suína” no condomínio, os cuidados devem ser os mesmos. Pe n s a n d o e m i n f o r m a r n o s s o s moradores, a Administração em parceria com o morador e infectologista Daniel de Lima Neto, realizou uma palestra sobre esse surto, explicando verdades e mentiras sobre a nova doença. Essa iniciativa contribuiu para a propagação de informações sustentadas em pesquisas e para eliminar temores maiores, causados por notícias sem fontes confiáveis.

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES:

1. O que posso fazer para proteger-me da gripe pela (H1N1)? A principal via de transmissão do novo vírus gripal A (H1N1) parece ser a mesma que a da gripe sazonal, isto é, as gotinhas expulsadas ao falar, espirrar ou tossir. Para prevenir a infecção devemos evitar o contato estreito com pessoas que apresentem sintomas gripais (tentando manter uma distância de aproximadamente 1 metro, sempre que possível) e adotar as seguintes medidas: • evitar tocar a boca e o nariz;

Construção da Escada hidráulica na alameda vai contribuir efetivamente para o escoamento das águas das chuvas sem causar danos como alagamentos ou erosões.

•lavar as mãos meticulosa e regularmente com água e sabão ou preparações alcoólicas (especialmente se tocam a boca, o nariz ou superfícies que possam estar contaminadas);

Daniel de Lima Neto • evitar contatos estreitos com pessoas que possam estar doentes; • sempre que seja possível, reduzir a permanência em lugares com alta concentração de pessoas; • melhorar a ventilação abrindo as janelas; • manter hábitos salutares: dormir bem, comer alimentos nutritivos e manter-se ativo fisicamente. 2. O que devo fazer em caso de contrair a gripe pela (H1N1)? Não lhe será possível distinguir a gripe sazonal da gripe da (H1N1) se não procurar um médico. Os sintomas típicos que devem ser observados são similares aos da gripe sazonal: febre, tosse, cefaleia, dores em todo o corpo, dor de garganta e rinorreia. Só um médico ou as autoridades sanitárias locais podem confirmar um caso de gripe pela (H1N1). Apesar de o governo informar que os números estão em queda, as medidas preventivas são indicadas mesmo para a proteção de gripes comuns, tão perigosas quanto à “gripe suína”. Fonte: Organização Mundial da Saúde


Acidente Art. 311. Trafegar em velocidade incompatível com a segurança nas proximidades de escolas, hospitais, estações de embarque e desembarque de passageiros, logradouros estreitos, ou onde haja grande movimentação ou concentração de pessoas, gerando perigo de dano. Penas - detenção, de seis meses a um ano, ou multa. Há anos a administração do Vila Verde tem o re-trabalho de educar e conscientizar os motoristas que conduzem seus veículos como se as ruas do condomínio fossem imunes às leis de trânsito vigentes. Não são imunes e respeitar as leis é o mínimo que a comunidade espera dos moradores para o estabelecimento de um trânsito seguro e minimamente responsável.

A

cidente

Segundo a lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, art. 1º, o trânsito de qualquer natureza nas vias terrestres do território nacional, abertas à circulação, rege-se pelo Código de Trânsito Brasileiro. Já o artigo 310 diz que permitir, confiar ou entregar a direção de veículo automotor à pessoa não habilitada, menor de idade, com habilitação cassada ou com o direito de dirigir suspenso, ou, ainda, a quem, por seu estado de saúde, física ou mental, ou por embriaguez, não esteja em condições de conduzi-lo com segurança é crime. Penas - detenção, de seis meses a um ano, ou multa. Infelizmente, aqui no condomínio Vila Verde, assim como em inúmeros condomínios espalhados pelo Brasil, pais irresponsáveis deixam seus filhos dirigirem motos e carros sem habilitação e, às vezes, até mesmo antes de completarem 10 anos de idade. Essa atitude insana oferece três opções: deixar o filho paraplégico ou retardado, oferecer ao filho uma morte dolorosa e

prematura, ou, a pior das opções, colocar em risco a vida e o direito do cidadão que respeita a lei de transitar em paz pelas ruas do condomínio. Art. 54. Os condutores de motocicletas, motonetas e ciclomotores só poderão circular nas vias: I - utilizando capacete de segurança, com viseira ou óculos protetores; II - segurando o guidão com as duas mãos; III - usando vestuário de proteção, de acordo com as especificações do CONTRAN. Art. 309. Dirigir veículo automotor, em via pública, sem a devida Permissão para Dirigir ou Habilitação ou, ainda, se cassado o direito de dirigir, gerando perigo de dano. Penas detenção, de seis meses a um ano, ou multa. Os artigos não são inventados. São retirados do Código de Trânsito Brasileiro e existem para ser respeitados, pois evitam multas, penas e servem, principalmente, para preservar a vida de condutores, passageiros e pedestres.

Acidentes são ocasionados por vários motivos, como: direção perigosa, defeito mecânico, má sinalização ou defeito na pista. Entretanto, é salutar que todos tenham a consciência que os riscos são eminentes e a responsabilidade no trânsito é um dever geral. Esses riscos são reais. Na madrugada de 29 de agosto ocorreu, na Alameda Pau Brasil, um acidente que poderia ter consequências graves, não fosse o fator sorte. Felizmente, nada ocorreu com o jovem condutor que embora habilitado, já havia sido advertido três vezes pela segurança e insistiu em continuar em alta velocidade dentro do condomínio. “Eu estava dormindo quando houve uma grande explosão. Por sorte não aconteceu o pior. Não bastasse os problemas com carros, ainda há riscos com os motociclistas que andam sem capacete rotineiramente e, em alguns casos, levam crianças sem nenhum tipo de proteção, como se elas fossem amortecedores humanos para os condutores irresponsáveis”, relata o morador Júlio, que mora em frente ao local do acidente e foi o primeiro a socorrer o acidentado. O estrago causado pela batida foi tão grande que partiu um poste no meio e

deixou metade do condomínio por horas sem eletricidade. A administração e a diretoria do Vila Verde não cessa suas campanhas de conscientização. Além de sempre alertar esses motoristas, instrui através de seus meios de comunicação mensagens de cidadania e convivência harmoniosa entre as pessoas. Também iniciou uma campanha para acabar com atropelamentos de animais. Porém, todas essas ações dependem da participação dos moradores, que podem denunciar, inclusive à polícia, atos de infração de trânsito. Um moderno projeto de trânsito está sendo finalizado e será implantado para organizar o fluxo interno do condomínio e a partir de agora, através de uma parceria com as polícias de Itapevi e Cotia, a Administração vai assumir uma medida mais repressiva com relação a esses pais e filhos infratores. Assim o Vila Verde poderá, além de educar, contar com a punição do Estado para pessoas que insistem em desrespeitar a vida.

Esforço: Acabar com os atropelamentos e acidentes e preservar a vida!


Meio Ambiente

Segurança

I

ncêndio

No dia 05 de agosto, ocorreu nas proximidades do condomínio um incêndio que poderia causar danos irreparáveis, caso a ação da nossa Brigada de Incêndio e o Corpo de Bombeiros não tivessem agido de forma rápida e eficaz. De acordo com o Sargento Ronaldo, oficial responsável do chamado, diariamente ocorre cerca de cinco chamados de incêndios nesta região. “Em épocas de seca os chamados podem chegar a 15, então necessitamos de ajuda de brigadas de cidades vizinhas”, explica.

Brigada de Incêndio do Vila Verde. Combate e treinamento.

O oficial também explica, “infelizmente parte desses incêndios são provocados por ações humanas, pelo próprio proprietário que quer fazer pequenos incêndios numa determinada área e o fogo foge do controle”.

F

urtos no Vila Verde

Numa época onde a sociedade vive uma crise de valores, onde o desrespeito à vida humana faz parte do dia-a-dia, com atitudes de indivíduos que visam apenas levar vantagem sob outras pessoas, ainda o cidadão de bem tem que tomar cuidados com sua segurança pessoal e familiar. Infelizmente, estão ocorrendo pequenos furtos dentro do condomínio. Botijões de gás, bicicletas e objetos menores são alvos desses criminosos. Apesar de todo o investimento em segurança, o morador ainda deve tomar cuidados especiais e não achar que está isolado. O flagelo social brasileiro não se intimida com portarias e muros. Para minimizar riscos, como mencionado na edição de Maio/Abril dessa revista, devese tomar os devidos cuidados:

Além do trabalho do Corpo de Bombeiros, o Vila Verde conta com sua própria Brigada de Incêndio treinada uma vez por ano. O último aconteceu no dia 05 de setembro, na Casa da Fumaça em Itapevi, pela empresa Fire Work. Participaram 26 pessoas, a maioria era de funcionários da empresa Impacto, SCM e administração e apenas 02 moradores voluntários. O objetivo do treinamento é capacitar o combate de incêndio a matas e casas, principalmente a prevenção. Junto com o treinamento, o condomínio conta com um trator, dez abafadores, um tanque móvel de três mil litros, seis bombas tipo costal e equipamentos de segurança para os membros da brigada. Tudo para garantir a segurança dos moradores. Além dessa estrutura, é necessária a participação ativa das pessoas do Vila Verde, seja como voluntárias da brigada ou como “fiscais”, denunciando atividades suspeitas e focos de incêndio.

Objetos no quintal: alvos recorrentes dos bandidos que agem no Vila Verde.

•Instale sensores de presença luminosos nos jardins e nas áreas de acesso; •Informe aos vizinhos suas datas de viagens e ausências, e se funcionários, amigos ou parentes passarão pela casa; •Evite comentários em público sobre aquisição de joias, armas ou bens de valor. A maioria dos criminosos visa objetos pequenos, que podem ser carregados à mão; •Mantenha a porta sempre trancada, mesmo se for ausentar-se por um breve período; •Guarde equipamentos esportivos, churrasqueiras, apetrechos e bicicletas, quando não os estiver utilizando. Além dessas providências, Rodolfo Miniguini gerente da imobiliária G3i ensina que ao buscar ou reformar uma casa o morador deve seguir as normas do condomínio. Uma delas é a não construção de muros na parte frontal pois, “tal norma vem beneficiar diretamente a formação harmônica da nossa associação bem como facilitar a vistoria da casa pela empresa de s e g u r a n ç a . Po u c a s p e s s oa s te m conhecimento que nossa associação tem a sua formatação baseada nos condomínios norte americanos, aonde todas as ruas são sem saída e as casas não dispõe de muros frontais, esta técnica além de tornar a urbanização menos agressiva facilita também a visualização do imóvel” ensina o gerente. O gerente também relata, “a grande maioria de pessoas que nos procuram para adquirir seu novo imóvel estão vindo de SP aonde vivem cercados de grades e muros, se grades e muros fossem soluções para coibir assaltos então ninguém sairia de SP”. Enquanto o Estado não resolver a questão da segurança pública, a violência só pode ser minimizada com a adoção de práticas que minimizem tais riscos. Relatar à vigilância movimentos suspeitos pode ser um começo para o aumento da segurança dos moradores.


Administração

C

otia e Itapevi: intensificando o

relacionamento Todos nós sabemos que a grande dificuldade em abrir os olhos das autoridades municipais para o Vila Verde é justamente o fato de o condomínio estar no município de Itapevi, mas ser vizinho da cidade de Cotia, onde seus moradores buscam produtos e serviços. Uma das metas da atual gestão tem sido a de intensificar o relacionamento com as prefeituras dessas duas cidades, fato ignorado pelas administrações anteriores, mas considerado de extrema prioridade para esta diretoria. Algumas ações têm sido realizadas neste sentido. Uma delas foi realizada em 12 de agosto, quando representantes do residencial se reuniram com o Secretário de Obras de Cotia, Antonio Francisco Melo e o Secretário Adjunto de Trânsito, Silvio de Arruda Lema. O encontro tratou da manutenção da Estrada do Pau Furado, principal ligação do condomínio com a Rodovia Raposo Tavares. Participaram deste encontro: o vice-presidente do conselho diretor, Rodrigo Pio Pedroso, o 1º secretário, Alvim Guimarães, a moradora e coordenadora da Comissão de Segurança, Solange Guimarães, e o nosso gerente geral, Antonio Pannellini. A equipe do Vila Verde saiu satisfeita da reunião e ofereceu parceria às autoridades de Cotia na realização de campanhas sociais e nas atividades sócio-culturais de interesse da cidade. Já em Itapevi, a Câmara Municipal encaminhou uma “Moção de Aplauso” à Associação dos Amigos do Vila Verde pelas ações ambientais realizadas pelo projeto ASAS e pelo projeto de reciclagem, realizado em parceria com a Cooperativa de Produção

C

otia e Itapevi: intensificando o

relacionamento Todos nós sabemos que a grande dificuldade em abrir os olhos das autoridades municipais para o Vila Verde é justamente o fato de o condomínio estar no município de Itapevi, mas ser vizinho da cidade de Cotia, onde seus moradores buscam produtos e serviços.

Obras de Cotia, Antonio Francisco Melo e o Secretário Adjunto de Trânsito, Silvio de Arruda Lema. O encontro tratou da manutenção da Estrada do Pau Furado, principal ligação do condomínio com a Rodovia Raposo Tavares. Participaram deste encontro: o vice-presidente do conselho diretor, Rodrigo Pio Pedroso, o 1º secretário, Alvim Guimarães, a moradora e coordenadora da Comissão de Segurança, Solange Guimarães, e o nosso gerente geral,

Uma das metas da atual gestão tem sido a de intensificar o relacionamento com as prefeituras dessas duas cidades, fato ignorado pelas administrações anteriores, mas considerado de extrema prioridade para esta diretoria. Algumas ações têm sido realizadas neste sentido. Uma delas foi realizada em 12 de agosto, quando representantes do residencial se reuniram com o Secretário de

Diretoria atuante: Integração e parceria com autoridades locais


Capa moradores, os funcionários e as comunidades dos municípios de Itapevi e Cotia. Tornando dessa forma mais transparentes as posições adotadas com relação ao meio ambiente, às atividades de lazer, cultura, infraestrutura e segurança, e à própria gestão do condomínio.

O

significado de comunicação no Vila Verde

Comunicação e sustentabilidade caminham juntas. Se há algumas décadas, as empresas, no Brasil e no mundo, passaram a entender a necessidade de tratar, com seriedade, de questões relacionadas à preser vação do meio ambiente, ao relacionamento com o consumidor e com seus colaboradores e à redução das desigualdades, a preocupação com o desenvolvimento de um novo paradigma de relacionamento, mais ético e transparente, com o público estratégico (no termo que se convencionou chamar pela expressão em inglês stakeholders) impôs o desenvolvimento de novos e eficientes canais de comunicação com esses grupos. Seja pela necessidade de se adaptar às novas exigências do mercado e da sociedade, mais atenta a esses temas, seja por preocupação genuína com algumas das questões mais urgentes do século 21, como o aquecimento global e as desigualdades sociais, muitas companhias têm investido no desenvolvimento de seus departamentos de sustentabilidade e de comunicação. Seguindo essa tendência, o residencial Vila Verde vem adotando, desde do começo da atual gestão, uma série de medidas para intensificar o relacionamento com os

A proposta é adotar uma visão abrangente do tema ‘comunicação’, abordando a questão de forma ampla, considerando todos os canais, para informar e obter feedback dos moradores. Seja por meio do site, de folders e folhetos, de telefones, através de reuniões com moradores ou através deste informativo, o público tem à disposição qualquer informação a respeito das atividades da diretoria, do conselho e da administração. E, mais que isso, tem a oportunidade de interagir, expressando suas opiniões, críticas e sugestões.

Site Um veículo que se tornou um dos principais canais de comunicação é o site do residencial - www.vila-verde.org.br -. Nesse endereço, os moradores e colaboradores contam com uma série de serviços, como consulta a CEPs, horários de ônibus (com destino, por exemplo, a Itapevi e a Vargem Grande Paulista) horário de carga e descarga de mercadorias, possibilidade de solicitação de segunda via de boleto e horários de retirada do lixo reciclável. O site oferece ainda, acesso ao estatuto, a regulamentos internos, o dia-a-dia da diretoria e a manuais de construção e do morador, o que, por sua vez facilita a convivência e o relacionamento na área do Vila Verde. Ainda no site, há uma completa área de noticias destinada exclusivamente a temas ambientais, uma prioridade da atual diretoria – como uma lista detalhada com toda a fauna que habita as áreas verdes do residencial e

informações a respeito do projeto ASAS, de reintrodução na natureza de animais silvestres, capturados ilegalmente por traficantes, que tem como parceiros o Ibama, a Polícia Militar Ambiental e a Universidade Anhembi Morumbi, entre outros. A comunicação tem, nesse caso, o objetivo de informar a todos as ações ambientais, estimular a colaboração e apresentar os resultados dos trabalhos. Graças, entre outros esforços, à conscientização proporcionada pelas ações de comunicação, o Vila Verde é hoje uma das áreas reconhecida pelo IBAMA para soltura de animais.

independente e sem interferência da administração ou da diretoria. Exemplo claro de como uma comunidade precisa se comunicar, a rede já conta com mais de 200 moradores cadastrados, vem crescendo a cada dia e sendo considerada uma ferramenta de grande importância nas notícias do dia a dia do nosso condomínio. Qualquer morador pode mandar seu e-mail para amigosdovilaverde@gmail.com e fazer parte do grupo de amigos.

O site tem servido ainda como um importante elo de ligação com as prefeituras de Itapevi e de Cotia, municípios da maior importância para o condomínio.

Fale com o presidente Na internet, uma ação ainda rara nos condomínios brasileiros foi a criação do email Fale com o Presidente (presidente@vilaverde.org.br), um canal de comunicação direto dos mais de três mil moradores do condomínio com seu principal representante. O Fale com o Presidente tem como base sistemas semelhantes existentes em algumas das mais modernas empresas, no Brasil e no Mundo. O telefone da administração (41451300) também está disponível na página do Vila Verde na Internet.

Foi colocado também um monitor, instalado na entrada da portaria 1, que transmite toda a agenda interna do Vila Verde desde março. O que permite aos nossos moradores a possibilidade de se programar e participar mais ativamente das atividades internas oferecidas pelas diversas comissões criadas por moradores.

Os modelos convencionais de comunicação, como as assembleias, são também importantíssimos. Afinal proporcionam um contato direto, ‘olho no olho’, com a diretoria e suas ações. Há ainda os avisos por meio de cartas e folhetos, que tornaram-se prática incansável desta gestão; e a Rede de Amigos do Vila Verde, canal virtual e independente criado em 2006 com o objetivo de oferecer uma opção paralela de contato de vizinho para vizinho, de forma

A comunicação no Vila Verde está sendo vista nesses oito últimos meses como coisa séria. Várias ferramentas foram criadas para tornar nossa máquina administrativa eficiente e transparente. E cada vez mais, cada um deve participar, pois uma comunidade bem informada pode proporcionar um processo amplo de criação de canais que permitam o engajamento e o desenvolvimento sustentável do residencial. É informação à serviço da qualidade de vida.

Transparência: Monitor na portaria 1 com informações para todos.


Lazer

Mercado Verde Anuncie Aqui! A Revista Vila Verde é visibilidade garantida para sua empresa.

Surge uma nova geração de tenistas.

Nos dias 22 e 23 de agosto aconteceu o Torneio Infantil e Juvenil de Tênis no Vila Verde, que foi disputado na modalidade ‘duplas’ e contou com 17 jovens. A dupla campeã foi formada por João Pedro e Ivan D. Almeida e a vice-campeã formada por Thiago Matos e Gustavo Moreira. Todos os jovens receberam medalhas de participação doadas por André Araújo e André Almeida. A água e os copos foram doados pelo Empório Afonso e a organização pelo, já conhecido, trio Professor César, Dr. Cícero e Guilhermo.

41451300 / 41451311

Skibunda: Refresco nos dias quentes de inverno!

Com o prolongamento das férias, devido à Gripe N1H1, a criançada pode aproveitar mais um pouco com gincanas, jogos e brincadeiras. A sensação foi o escorrega de água, que refrescou o calor e fez até os marmanjos sentirem vontade de voltar aos bons tempos. Mas diversão não para, consulte o site do Vila Verde e confira a programação – www.vila-verde.org.br. Gincana: diversão garantida!

£ Serviços Fotográficos (estúdio e externa)- Rubens Chaves - www.rubenschaves.com.br £ Aulas particulares de Matemática - Mariana - Tel. 4145-2096

Inter de Milão: Show de Bola!

No dia 16 de agosto foi realizado no condomínio o 1º Torneio de Futebol Society Master do Vila Verde. A competição foi organizada pelos moradores Marcio de Sario e Everton Leopoldino e teve o apoio do prof. Cláudio Yamaia e do monitor Josimar Linhares. Ao total foram trinta inscritos divididos em 4 equipes – Barcelona, Inter de Milão, Milan e Real Madri. Dando um show de bola, a Inter de Milão sagrou-se campeão só com goleadas.

£ Professora de Inglês/Português - Adauta - Tel. 4145-2280 £ Professora de Português (Ensino Fundamental e Médio) - Teresinha - Tel. 4145-2106

ENGLISH - Aulas personalizadas - Kinga - Tel. 4618-0615 / 9958-4043 £ £ Pijamas e Langeries - Marta Reda - Tel. 4145-1196 £ Manutenção Computador - Fábio Ravazzolo - Tel. 9969-9909 £ Nutricionista - Renata Nicolay Guimarães - Tel. 4145-1376

Morador do Vila Verde envie seu classificado para mercadoverde@vila-verde.org.br / Sujeito a análise.


Nosso Olhar

No inverno tropical brasileiro, um arbusto faz as vezes do boneco de neve, no olhar das crianças Dudu, Gabriel, Iris e Theo. Que o batizaram de "Mister Planta".

Empresas Amigas

Campanhas

O

Natal Solidário 2009 chegou!!!

Estamos a todo vapor preparando uma linda festa. Venha apadrinhar uma criança!

V

acinação contra Poliomielite

Mais de 50 crianças foram vacinadas na campanha deste ano. Pais responsáveis e filhos saudáveis.

Envie seu olhar sobre o nosso condomínio para essa seção. E-mail: comunicacao@vila-verde.org.br

Revista VV Ago-Set 2009  

Revista VV Ago-Set 2009