Issuu on Google+

1|Página

P r o f . D r. P au lo G o mes L ima

CONCEITUAÇÃO DE FUNDAMENTOS TEÓRICOS DA EDUCAÇÃO PROF. DR. PAULO GOMES LIMA paulogl.lima@gmail.com A educação, do ponto de vista formal, buscará na pedagogia os parâmetros necessários para o desenvolvimento da ação docente a partir da leitura do homem no tempo. Isto significa que ao longo do processo

histórico

Educação,

a

pedagogia

alçou

status

de

Ciência

da

uma vez que sua preocupação com o fenômeno

educacional não se restringe tão somente ao estudo de teorias críticas em si para o seu norteamento, pois vai buscar na própria vida da escola e suas ações, as explicações e leituras das vivências, que serão problematizadas e

encaminhadas à luz de sua própria

solicitação e dos saberes e reflexões pedagógicas construídas no tempo. A este respeito, vale lembrar pelo menos três observações de Pimenta (1996, p.57), quando se refere a pedagogia como Ciência da Educação e não somente teoria crítica da educação, dado que sua preocupação,

objeto

e

processos

de

intervenção

tem

caráter

interativo entre base teórica e aplicação prática, como se segue: •

A Ciência da Educação tem como as demais íntima colaboração, diálogo, intercâmbio, para o que há a necessidade da revisão epistemológica sem o que o estudo dos fenômenos educativos ficariam

prejudicados,

sem

que

se

efetive

uma

interdisciplinaridade. •

O objeto/ problema da Ciência da Educação (Pedagogia) é a educação enquanto prática social. Daí o seu caráter específico que a diferencia das demais, que é o de uma ciência prática – parte da prática e a ela se dirige. A problemática educativa e sua superação constituem o ponto central de referência para a investigação.

A educação, objeto de investigação da Ciência da Educação (Pedagogia), é um objeto inconcluso, histórico, que constitui o


2|Página

P r o f . D r. P au lo G o mes L ima

sujeito que o investiga e é por ele constituído. Por isso, não será captado na sua integridade, mas o será na sua dialeticidade: no seu movimento, nas suas diferentes manifestações enquanto prática social, nas suas contradições, nos seus diferentes significados, nas suas diferentes direções, usos e finalidades. Será captado por diferentes mediações que revelam diferentes representações construídas sobre si. Ao constituir sua identidade entre o rol das ciências humanas, a Pedagogia, como Ciência da Educação, abrange pelo menos 3 eixos encadeados e bem delimitados, que de forma indissociável lançam luz sobre o saber-fazer pedagógico, conservando, modificando, e/ ou promovendo

rupturas

com

os

referenciais

educacionais

historicamente produzidos, como se segue: FIGURA 1 EIXOS DA CIÊNCIA DA EDUCAÇÃO

Fundamentos Te icos da Educa 鈬 o

Metodologias de Ensino

O processo de reflexão sobre a validade ou não das práticas pedagógicas frente á leitura do real

a) os fundamentos teóricos da educação: constituem as bases para a compreensão das dimensões do fenômeno educativo ao longo da

história da educação e da escola do ponto de vista histórico,

filosófico, sociológico e psicológico. Trazem à luz os conhecimentos pedagógicos historicamente produzidos e sua reflexão sobre os mesmos, situando o homem como sujeito que se mobiliza na história do seu desenvolvimento educacional e mobiliza-se com esta mesma história, mediado pelas transformações do mundo e de si.


3|Página

P r o f . D r. P au lo G o mes L ima

b) metodologias de ensino: articula e desenvolve disciplinas, formas, maneiras e processos de se trabalhar a educação num plano objetivo.

As

metodologias

de

ensino

são

instrumentais

imprescindíveis para o desenvolvimento do trabalho pedagógico, pois materializam a tipologia de educação desejada ou mesmo se propõe a encontrar os melhores encaminhamentos que sejam favoráveis ao desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem. É oportuno lembrar que é improdutivo elaborar planejamentos metodológicos que não tenham sustentação em si e que desprezem a contribuição dos fundamentos teóricos da educação como objeto de referência, pois na educação a teoria sem a prática não tem valor e a prática sem a teoria não constituem as finalidades da educação em sua totalização, pois o homem mobiliza-se no tempo a partir de suas construções

sócio-afetivas, bem como de suas heranças culturais

que sejam universais, regionais e/;ou locais. c) o processo de reflexão sobre a validade ou não das práticas pedagógicas frente á leitura do real: o exercício da ação docente ou a sua prática pedagógica deve acontecer de maneira encadeada com os fundamentos teóricos da educação, as metodologias de ensino e a leitura que se faz sobre a realidade vivida da escola, da comunidade, do aluno e demais contexto relacionados para que se constitua uma prática pedagógica coerente e consistente e que objetive o desenvolvimento de uma formação cidadã. O processo de reflexão sobre a validade ou não das práticas pedagógicas frente à leitura do real é um elemento indispensável ao posicionamento do educador, pois dentre outros pontos lhe possibilita: •

observar

o grau de pertinência

entre as vivências

evidenciadas no contexto educacional e o planejamento desenvolvido, propondo-se sempre a repensar a ação pedagógica, por meio de um plano flexível, que atinja


4|Página

P r o f . D r. P au lo G o mes L ima objetivos convencionados, mas que não despreze as peculiaridades de sua realidade.

optar

por

caminhos

metodológicos

alternativos

e

diferenciadas formas de intervenção no processo ensinoaprendizagem, quando se constatar o distanciamento e a improdutividade de uma ação previamente delineada. •

Crescer como pessoa e como profissional. Certamente é um

processo

de

rupturas

e

por

isso

pode

causar

instabilidade num primeiro momento, afinal “crescer dói’. Por outro lado, lhe possibilitará desenvolver uma ação consciente e intencional de uma leitura necessária que fará diferença na maneira de ensinar, que embora não lhe traga muitas vezes,

garantias de “pleno” sucesso, certamente

lhe trará a percepção de que as formas de intervenção no processo pedagógico deverão sempre ser refletidas à luz de

uma

realidade

que

solicita

encaminhamentos

diferenciados.

Todos os eixos da Ciência da Educação (Pedagogia) tem um grau de

importância

que

não

pode

ser

compreendido

de

forma

fragmentada, pois é a sua indissociabilidade que constitui a sua totalidade. Daí a importância de não situarmos isoladamente um dos eixos em detrimento de outros, como no caso dos Fundamentos Teóricos da Educação, pois a educação deve ser considerada em sua totalidade. Por outro lado, para efeitos didáticos é imprescindível que a conceituação dos fundamentos teóricos da educação na formação do educador seja contextualizada, seja problematizada e por fim que apresente a sua dimensão de conjunto, sem a qual a prática pedagógica se perde e se torna um viés do fazer técnico, sem articulação com o conhecimento historicamente produzido. Neste sentido, vale refletirmos

sobre a

importância do estudo dos

Fundamentos Teóricos da Educação na bagagem do conhecimento


5|Página

P r o f . D r. P au lo G o mes L ima

necessário ao professor para o desenvolvimento de sua ação pedagógica.


CONCEITUAÇÃO DE FUNDAMENTOS TEÓRICOS DA EDUCAÇÃO