Issuu on Google+

O Universo Expandido

Toys Star Wars Kubrick DX Games Knights of told Republic I e II Gibis

Aumentando o leque de produtos da saga

Nยบ1


SUMÁRIO 5| 6|

O Universo Expandido Filmes e TV Hexologia S.W

8|

Livros e Revistas

10 |

Gibis

12 | 15 |

Expandido o Conhecimento

Quadrinhos de Star Wars

Games

Knights of the Old Republic I e II

Toys

Star Wars Kubrick DX Série 3


O

Universo Expandido (também conhecido como UE) contém todas as coisas oficialmente licenciadas, de estórias fictícias, do universo Star Wars, não mostradas nos seis filmes produzidos por George Lucas. O Universo Expandido inclui livros, histórias em quadrinhos, jogos de videogame, filmes oficiais, séries de televisão, brinquedos, e outras mídias. O material se expande e continua a história contadas nos filmes, tendo como ponto de referência em qualquer lugar desde 25.000 anos antes de A Ameaça Fantasma até mais de 137 anos após O Retorno de Jedi.Em sua maior parte, o Universo Expandido é considerado oficial pela Lucasfilm Ltd., embora subordinado aos filmes. No entanto, a questão é um dos tópicos mais debatidos entre os fãs. A regra geral é que nada no Universo Expandido é pode contradizer qualquer outra parte do Universo Expandido ou filmes. Os filmes, porém, fazer um pouco contradição com o Universo Expandido na ocasião, e retcons são criados no Universo Expandido para resolver essas contradições. Na ausência de tais soluções, o UE em questão é considerado incorreto, em particular os pontos de contradição. O Universo Expandido é mais velho do que os próprios filmes, como a novelização do filme original foi publicado quase um ano antes de o filme foi lançado. Os primeiros trabalhos envolvendo Star Wars cronologicamente é a série em quadrinhos Tales of the Jedi, que é definida milênios antes dos filmes. O mais recente é a série Legacy em quadrinhos, que é definida sobre 130 anos depois de O Retorno de Jedi.


Conheça agora a hexologia de “Star Wars”. Seis filmes de uma das séries de maior sucesso de bilheteiria dos cinemas.

STAR WARS: EPISÓDIO I - AMEAÇA FANTASMA (1999) Obi-Wan Kenobi (Ewan McGregor), jovem aprendiz Jedi sob a tutela de Qui-Gon Jinn (Liam Neeson), é designado com seu mestre para escoltar a rainha Amidala (Natalie Portman) até um encontro com os líderes da República, evitando que a Federação coloque em prática seu plano de dominar o planeta Naboo. Mas, durante a viagem, a nave tem problemas e acaba por aterrissar no planeta Tatooine, onde encontram o menino Anakin Skywalker (Jake Lloyd). Qui-Gon acredita que o garoto possa ser o líder dos Jedis que ele procura há muito tempo, mas algo o alerta sobre o perigo de torná-lo seu aprendiz. Este episódio retrocede na história e mostra o que aconteceu antes do primeiro Star Wars, de 1977, e tem duas seqüências, com histórias também anteriores ao primeiro filme lançado.

STAR WARS: EPISÓDIO II - O ATAQUE DOS CLONES (Star Wars: Episode II - Attack of the Clones, EUA, 2002 A saga continua. Ambientado dez anos após o primeiro episódio, Star Wars: Episódio 2 - Ataque dos Clones está mais sombrio do que nunca. O Conde Dooku (Christopher Lee) e seus aliados (entre eles, Boba Fett) resolvem enfrentar os Cavaleiros Jedi. Enquanto isso, a dupla Anakin Skywalker (Hayden Christensen) e Obi-Wan Kenobi (Ewan McGregor) devem proteger a senadora Padmé Amidala (Natalie Portman), que tem sua vida ameaçada por forças separatistas da República. As coisas rumam para uma possível guerra civil intergalática. A República cria um exército de clones para combater os separatistas. Simultaneamente, surge um clima de romance entre Anakin e Amidala.

STAR WARS: EPISÓDIO III - A VINGANÇA DOS SITH (Star Wars: Episode III - Revenge of the Sith, EUA, 2005) Três anos depois do Ataque dos Clones, Anakin Skywalker (Hayden Christensen) e Padme Amidala (Natalie Portman) estão casados, a República está em guerra com a Confederação e Darth Sidious (Ian McDiarmid) se prepara para controlar a galáxia. Quando Anakin se une ao Lado Negro da Força, Obi-Wan Kenobi (Ewan McGregor) deve lutar para proteger Padmé e seus filhos.


STAR WARS: EPISÓDIO IV - UMA NOVA ESPERANÇA (Star Wars: Episode IV - A New Hope, EUA, 1977) A história gira em torno do jovem fazendeiro Luke Skywalker (Mark Hamill), que descobriu no robô adquirido pela família recentemente uma mensagem da princesa Léia (Carrie Fisher), implorando pela ajuda de Obi-Wan Kenobi (Alec Guiness). Luke encontra-se com Ben, amigo de seu pai, e lhe conta o ocorrido. Descobre, então, que Ben e Obi-Wan são a mesma pessoa. Kenobi deixa Luke a par da batalha que os rebeldes estão travando contra o Império. Conta-lhe também sobre a existência de uma energia espiritual chamada “A Força” e os cavaleiros Jedi.

STAR WARS: EPISÓDIO V - O IMPÉRIO CONTRA-ATACA (Star Wars: Episode V - The Empire Strikes Back, EUA, 1980) Após um ataque devastador à base no planeta gelado de Hoth, os rebeldes se dispersam para fugir da perseguição imperial. Enquanto isso, Luke Skywalker (Mark Hamill) viaja ao planeta Dagobah para encontrar o lendário mestre Yoda (voz de Frank Oz) e ser treinado como um cavaleiro Jedi. Han Solo (Harrison Ford), Chewbacca (Peter Mayhew) e a princesa Léia (Carrie Fisher) tentam sabotar os planos de Darth Vader (David Prowse), mas acabam prisioneiros. O mercenário é congelado e enviado para seu maior inimigo, Jabba, The Hutt, enquanto Luke luta contra o tempo para salvar Léia. Seu encontro com Darth Vader, no entanto, revela a angustiante verdade sobre seu pai.

STAR WARS: EPISÓDIO VI - O RETORNO DE JEDI (Star Wars: Episode VI - Return of the Jedi, EUA, 1983) O Retorno de Jedi é o último filme da primeira trilogia Star Wars, criada por George Lucas, em 1977. Nele, o Império dá início à construção de uma nova nave de guerra. Em Tatooine, Han Solo (Harrison Ford) escapa das garras de Jabba, The Hutt, e se une novamente à princesa Léia (Carrie Fisher) e Luke (Mark Hamil). Os rebeldes recebem a ajuda inesperada dos Ewoks no combate às forças imperiais, na lua florestal de Endor. Enquanto isso, o Imperador Palpatine (Ian McDiarmid) e Darth Vader (Sebastian Shaw) conspiram para atrair Luke Skywalker para o Lado Negro da Força. Mas o jovem tem outros planos: o de reviver o verdadeiro espírito Jedi em seu pai.


Livros e Revistas

Expandindo o conhecimento ities n i f n I s r Star Wa de

spécie e a m u É rincesa p a “ E “ES nado o t e d e s Leia tive nada tergra aquela e frente d o VI. a n l a m pisódi E m e a Jabb muito é , a d u Tudo m leve e a r u t i e bom. L pena a m u , a criativ lês! g n i m e estar

Star War s Unions

É uma s é legal, qu rie, bem e retrata conturb o ado per í odo de criaç ão da n ov repúblic a, o esfo a de Luke rço em reer gu praticam ente do er z e sem c onhecim ero ento a ordem Jedi e s e casame u nto.


Empire e h t f o s Heir Rising s e c r o F Dark and m m o C t Las in-

a que i g o l i r t Éa Jade, a a r a M z trodu di de e J m e d nova or utas que o sl Luke e a n Solo e Ha general hewie. C o g i m seu a

Sergio Ar agonês ESMAGA Junto co ma

série Sta Wars Un r i em ingl on ( apenas ês ) é um a poucas coisas in das ter santes. Aragon esê uma be la home s faz nagem a saga, a sua m aneira, com seu s desen hos sempre criativo s.


Quadrinhos de Star Wars

Aumentando o leque de produtos da saga Em fevereiro de 2009, apareceu nas bancas, sem nenhum alarde, assim como quem não quer nada, a revista em quadrinhos Star Wars #1, lançamento da On Line Editora (compre as edições aqui). Como fã da saga criada por George Lucas, comprei-a, li e gostei bastante. Mas, devido a algumas circunstâncias, não continuei acompanhando, o que só pude fazer recentemente, quando peguei pra ler todas as revistas lançadas, desde a primeira até a oitava. A revista contém quatro séries do universo expandido de Star Wars, publicadas nos EUA pela editora Dark Horse, são elas: Knights of the Old Republic, Dark Times, Rebellion e Legacy. Nesta análise, vou comentar especificamente a edição 8 (que tem 4 versões e tramas diferentes), mas contando também a história até aqui. Esclarecendo a cronologia de Star Wars, pra quem não conhece, o tempo é contado em anos antes da batalha de Yavin (BBY) ou anos depois da batalha de Yavin (ABY). A batalha de Yavin foi onde Luke Skywalker destruiu a primeira Estrela da Morte, e foi mostrada no primeiro filme da série: “Star Wars Episódio IV – Uma Nova Esperança”.

Cavaleiros da Antiga República Roteiro: John Jackson Miller Arte: Dustin Weaver Aproximadamente em 3.964 BBY, a galáxia foi unificada sob o poder do senado. Nesta antiga república, os Jedi são os guardiões da paz e da justiça. Porém, um grupo de Jedi precognitivos tem uma visão de que alguém irá traí-los e gerar o colapso da ordem Jedi. Pelo que eles interpretaram, o traidor seria um de seus próprios padawans (aprendizes). Eles então tomam a mais difícil das atitudes em uma tentativa de preservar a ordem: ocultando essa informação de todos, inclusive dos outros Jedi, eles matam quase todos os seus padawans! O único sobrevivente, Zayne Carrick, aparece a tempo de presenciar o final do massacre. Ele consegue fugir, mas seus mestres colocam a culpa nele, afirmando a todos que o massacre de padawans em Taris foi executado por Zayne. Agora, Zayne é um fugitivo procurado por toda a galáxia, mas ele se juntou a um grupo de fugitivos e renegados e jurou desmascarar e executar justiça contra seus antigos mestres. Nesta edição, a segunda parte do arco Flashpoint, Zayne e sua equipe se encontram no meio de uma batalha das Guerras Mandalorianas. Sua colega Jarael foi capturada e, por ter sido confundida com uma Jedi, ela é levada para a Estação Flashpoint, onde os Jedi são estudados e dissecados por um cientista mandaloriano para descobrir a origem de suas habilidades especiais. Agora, Zayne e sua equipe, com a ajuda de um mandaloriano renegado, terão que ir até lá para salvá-la.


Tempos Sombrios (Dark Times) Roteiro: Mick Harrison Arte: Dave Ross e Lui Antonio Aproximadamente em 19 BBY, no período entre as trilogias (depois de Episódio III e antes de Episódio IV), o Império comandado por Palpatine (Darth Sidious) tomou conta da galáxia e exterminou a grande maioria dos Jedi através da Ordem 66. Darth Vader é o braço direito do imperador, mas apesar de seguir todas as ordens de seu mestre, ele ainda não está completamente seguro de seu papel como Sith. Em New Plympto, um grupo de separatistas é exterminado pelas tropas do Império, enquanto suas esposas e filhas são vendidas como escravos pela galáxia. Os únicos sobreviventes, Bomo Greenbark e Dass Jennir, um antigo Jedi refugiado entre os separatistas, procuram pistas sobre a esposa e a filha de Bomo. Eles recebem ajuda de um bando de contrabandistas, mas chegam tarde demais. A esposa de Bomo foi morta tentando evitar que a filha fosse vendida e esta foi morta e devorada pelo seu comprador. Para evitar que Bomo entrasse no caminho sem volta da vingança, Dass Jennir executa o assassino da filha de Bomo, o que rompe de vez a relação dos dois. Nesta edição, a terceira parte do arco Paralelos, o grupo de contrabandistas do qual Bomo agora faz parte enfrenta a traição de um suposto comprador, enquanto o Jedi K’Kruhk tenta esconder um grupo de padawans das tropas do Império. Um desses padawans, por sinal, é o filho de uma integrante da equipe de contrabandistas de Bomo. Essa é outra história impressionante e que foge dos clichês. Durante as cinco primeiras edições acompanhamos a busca de Jennir e Bomo pelas suas esposa e filha, só pra descobrir no final que as duas já estão mortas! E no segundo arco um novo núcleo de personagens é integrado à história, a princípio sem nenhuma relação com o núcleo original.


Star Wars - Knights of the Old Republic I e II Star Wars: Knights of the Old Republic (KotOR) é um game de RPG desenvolvido pela BioWare e publicado pela LucasArts. Foi lançado para Microsoft e Xbox em 15 de julho de 2003, para Computadores Pessoais (PCs), rodando em sistemas Microsoft em 19 de novembro de 2003 só depois de um tempo rodando em sistemas Mac. KotOR é o primeiro jogo do ramo de RPG para a saga de Star Wars. A sequência Star Wars: Knights of the Old Republic II: The Sith Lords foi desenvolvida pela Obsidian Entertainment sob sugestão da BioWare.[1]

O sistema do jogo é baseado no jogo da Wizards of the Coast Star Wars Roleplaying Game, o qual tem regras derivadas da terceira edição de Dungeons & Dragons. O combate e baseado em rounds; o tempo também é dividido em rounds e os combatentes atacam e reagem ao mesmo tempo. Entretanto, o número de ações que um combatente pode fazer por round é limitado. Enquanto o combate está ocorrendo o jogador pode pausar o jogo e configurar, ao seu gosto, o seu personagem.

O alinhamento de rumos para o light ou dark side da Força é determinado por ações e diálogos que o jogador pode fazer ou não pelo jogo. Generosidade e altruismo leva ao lado bom da Força, já pensar em si mesmo e ações violentas podem levar ao lado negro da Força, o que vai alterar a aparência do personagem, tornando seus olhos amarelos e sua pele cinza.


LEGO Star Wars The Video Game LEGO Star Wars é um tema do brinquedo LEGO, produzido sob licença do estúdio Lucasfilm, Ltd.: pela primeira vez um campeão de bilheterias cinematográficas unia-se a um brinquedo clássico. Os primeiros conjuntos chegaram às lojas em 1999, paralelamente ao lançamento, nos cinemas, de Star Wars Episode I: The Phantom Menace. Além de se constituir no primeiro tema licenciado da LEGO, tem se mantido o mais popular e rentável até hoje.

Desde 1999 vem sendo lançados conjuntos referentes a veículos ou cenas de cada um dos seis filmes realizados. Um veículo, entretanto, o TIE Drone, teve origem não nos filmes mas no chamado Universo Expandido. Aguardava-se, ao final de 2007, o lançamento de um segundo veículo, o TIE Crawler. Explorando os ambientes montados de LEGO. . O processo é automático e não permite muita criatividade.

Além dos conjuntos regulares desta linha, a LEGO editou vários “Ultimate Collectors Sets” e “Minis”. Jogadores vão reviver os principais momentos da série, controlando diferentes personagens da história. Além de muitas partes de ação com agitadas batalhas de sabre de luz, jogadores poderão mudar o protagonista sendo controlado, usando habilidades únicas para resolver quebra-cabeças. Personagens importantes como Obi-Wan, Qui-Gon e Anakin Skywalker, será possível recrutar algumas personalidades menores como droids.


Star Wars Kubrick DX Série 3 Depois de quase um ano a Medicom Toy finalmente anunciou a terceira coleção DX de mini-figuras tipo Kubrick de Star Wars. A Star Wars Kubrick DX Series 3 foi inspirada no filme Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança e é formada de 6 mini-figuras Kubrick: Luke Skywalker, Obi-Wan Kenobi, R5-D4, Tusken Raider, Garindan e Sandtrooper. Cada bonequinho da coleção Star Wars Kubrick DX Series 3 vem acompanhado de uma parte extra que combinadas montam o veículo Landspeeder, onde cabem dois Kubricks sentados. Cada mini-figura mede 6 cm de altura.Uma caixa com 12 mini-figuras da coleção Star Wars Kubrick DX Series 3 custa ¥12.900 (R$263) na pré-venda da loja japonesa Blister. Veja outras mini-figuras Kubrick Star Wars aqui no Blog de Brinquedo, incluindo as duas coleções anteriores: a Star Wars Kubrick DX Série 1 e a Star Wars Kubrick DX Série 2.



VADER