Page 1

Rio São Bartolomeu A

A região do Planalto Central, onde se encontra o Distrito Federal, o estado de Goiás e as nascentes do Rio São Bartolomeu, desempenha um papel fundamental na distribuição dos recursos hídricos para o território brasileiro e, até mesmo, para a América do Sul. Grandes bacias hidrográ cas nacionais e transfronteiriças possuem suas nascentes em partes mais altas localizadas nesta região, e, à medida que correm para o mar, ganham volume e abastecem grande parte do Brasil e de outros países. O rio São Bartolomeu nasce em Planaltina, percorre por Sobradinho, Paranoá e São Sebastião no Distrito Federal e Cidade Ocidental e Luziânia no estado de Goiás até se unir ao Rio Corumbá. A sua importância levou a Fundação Banco do Brasil a apoiar, em 2008, a realização de um diagnóstico socioeconômico e ambiental da Bacia do Rio São Bartolomeu, que teve o propósito de identi car as potencialidades e fragilidades da bacia de forma a permitir o estabelecimento de ações para reverter a situação de degradação encontrada e fomentar o desenvolvimento sustentável ao longo da bacia, considerada estratégica para assegurar os recursos hídricos no Distrito Federal e Goiás. Para dar conta deste desa o, a FBB rmou parceria com o BNDES e, a partir desta articulação, juntou com outros parceiros, formando uma rede de organizações não governamentais e governamentais como a Funatura Fundação Pró-Natureza , IFB Instituto Federal de Brasília, Ipoema, Adesbra/Chico Mendes, Rede Terra, Instituto Universitas, Instituto Visão do Futuro, Inesc, Eco-Idéia, CRAD/UnB, Polícia Militar Ambiental do DF, Sebrae/DF, Sebrae/GO, Ibram e as Secretarias do Meio Ambiente do Distrito Federal e de Goiás e iniciaram o Projeto Rio Bartolomeu Vivo. O projeto tem como eixos norteadores o cuidar das pessoas que vivem na bacia, reaplicando as tecnologias sociais, o cuidar da água promovendo restauração vegetal das matas riparias às margens do rio, seus a uentes e nascentes e o cuidar do cerrado, um dos biomas mais ameaçados, através de ações de educação ambiental para uma tomada de consciência para o desenvolvimento sustentável. Ao eleger a ética do cuidado como eixo norteador, o Projeto Rio São Bartolomeu Vivo pretende estabelecer uma relação amorosa com o rio, pois onde há cuidado, não há degradação. E tudo o que amamos, também cuidamos. Ele se orienta na defesa da vida e das relações solidárias e pací cas entre os seres humanos e com os demais seres da natureza. Pretende integrar e unir os esforços de vários parceiros: a sociedade, o governo e a iniciativa privada, pois só juntos podem construir o futuro sustentável que desejamos para o mundo.

Rede de Proteção do Rio Bartolomeu Alto São Bartolomeu

Polícia Militar Ambiental do DF

Centro de Recuperação Ambiental Viveiro do Cerrado Tel: (61) 3274-5449 End: Rodovia DF-128, Km 21, Instituto Federal de Brasília - Planaltina/DF Fundação Pró-Natureza E-mail: funatura@funatura.org.br atividades: produção de mudas, plantio de mudas e educação ambiental.

Tel: (61) 3910-1961 End. Praça do Bosque, Número 1 Candangolandia/DF E-mail: pmdf.bpma@gmail.com atividades: identi ca as áreas degradadas, faz o policiamento socioambiental na bacia, xa placas de sinalização e atende ocorrências de crimes ambientais.

um rio passa em sua vida. Médio São Bartolomeu Centro de Recuperação Ambiental Viveiro do Cerrado

Baixo São Bartolomeu

Tel: (61) 9977 7906 End: Setor Habitacional do Tororó DF 140, km 3 chácara 8/ Chácara Asa Branca - São Sebastião/DF Ipoema e-mail: ipoema@ipoema.org.br

Centro de Recuperação Ambiental Viveiro do Cerrado Tel: (61) 3612-2912 End. Rodovia BR 040 Km 95 atrás do Hotel Catavento Cristalina GO Rede Terra E-mail: redeterra@redeterra.org.br atividades: produção de mudas, plantio de mudas e educação ambiental.

atividades: produção de mudas, plantio de mudas e educação ambiental.

Rede de Comunidades do São Bartolomeu

VOCÊ

Participe, acompanhe as ações do projeto, curta a nossa página no facebook, siga-nos no twitter, seja voluntário dos mutirões plantio e outras iniciativas em defesa do rio.

Tel.: (61) 9254-1292 Coordenador: Emerson Aragão E-mail: redebarto@redebarto.org.br atividades: mobiliza as comunidades em defesa do rio, produzem e comercializam mudas, artesanato e produtos locais, organiza mutirões de plantio, limpeza do rio e cercamento de nascentes.

projetoriosaobartolomeuvivo @sbartolomeuvivo

realização

parceiros funatura

fundação pró-natureza

Secretaria Executiva do Projeto Rio São Bartolomeu Vivo SDS Bloco Q n° 44 - Ed. Venâncio IV - 5° andar - Sala 503 Brasília - DF - CEP: 70.393-903 www.riosaobartolomeuvivo.org.br | saobartolomeuvivo.se@gmail.com (61) 3224-4260


Este projeto foi apresentado na

nossas ações

14

1

3 2 9

3

Plantio de Mudas

4 Áreas Degradadas A Policia Militar hectares Ambiental está de áreas degradadas percorrendo os 200 km do rio, identi cando as áreas degradadas. Foram identi cadas, até o momento, 26 áreas numa extensão de mais de 500 hectares de áreas degradadas no leito principal do rio.

433.248

5

5 Mutirão de Plantio Para marcar o multirões início do plantio de plantio das mudas às margens do Rio São Bartolomeu, são organizados os mutirões de plantio, onde as comunidades, os parceiros envolvidos e a população em geral são convidados a participar.

5

7 Produção Agroecológica Mudar a matriz de unidades já foram produção agrícola instaladas insustentável para um modelo de produção agroecológica é uma das metas do projeto. Já foram instaladas 532 unidades do PAIS ( Produção Agroecológica Integrada e Sustentável) ao longo de toda a bacia.

532

11

9

Pequenos Viveiros

7

6

330

Identi car e cercar nascentes já foram as nascentes de cercadas água que formam os córregos, que possua vez formam o rio, é outra importante ação do projeto que já cercou 20 nascentes ao longo da bacia. O cercamento das nascentes é feito em mutirão precedido de uma sensibilização e uma mística sobre a importância da água.

20

10

Fossa Biodigestora

12

13

12

6 Barraginhas As barraginhas unidades são outra tecnologia social simples que consiste em represar a água da chuva para que ela in ltre na terra, contribuindo para a preservação do solo e dos recursos hídricos. Já foram construídas 330 unidades. 8 Cercamento de Nascentes

11

Certi cados

77

13

500

As Fossas Sépticas unidades já foram Biodigestoras instaladas FSB são uma das tecnologias sociais reaplicadas na bacia do Rio São Bartolomeu. Elas possibilitam tratar os dejetos humanos nas propriedades rurais e nos bairros urbanos que ainda não tem serviço de esgoto, evitando a contaminação do lençol freático e dos recursos hídricos.

Os produtores rurais que recebem certi cados as mudas em suas propriedades e assumem o compromisso de cuidar delas pós plantio, recebem o Certi cado Amigo do Rio São Bartolomeu. Já foram concedidos 77 certi cados que registram a quantidade de mudas plantadas e o tamanho da área em recuperação.

8

608.351

Al é m d o s t rê s pequenos grandes viveiros, o viveiros projeto fomenta a construção de pequenos viveiros, cada um com capacidade de produzir até 10 mil mudas. Já foram constituídos 8 pequenos viveiros comunitários em assentamentos rurais, comunidades rurais e se constituem como uma fonte de geração de renda para os agricultores familiares.

8

10

Produção de Mudas

De 2010 a 2012, já foram produzidas mudas 608.351 mil mudas de aproximadamente 100 espécies. O processo de produção começa com a coleta de sementes que ocorre durante quase todo ano, passa pela germinação e prossegue até a expedição da muda para o campo.

O projeto já plantou 433.248 mudas mil mudas, em 282,8 hectares. Os plantios são executados em áreas de preservação permanente às margens do rio, de seus a uentes e nascentes, estimulando os produtores rurais a cumprirem o Código Florestal que, em nova redação aprovada este ano, prevê a obrigatoriedade de se preservar.

4

2

Foram construídos centros de recuperação três centros em ambiental Planaltina/DF, São Sebastião/DF e Cristalina/GO, cada um com capacidade para produzir até 150 mil mudas por ano. Equipados com sala de semente e sala de aula para realização de cursos e atividades de educação ambiental, sendo um espaço da sociedade civil para proteger o cerrado.

3

1

Viveiros do Cerrado

Rede São Bartolomeu

Ao longo da bacia, comunidades foram identi cadas 48 comunidades entre assentamentos rurais da reforma agrária, povoados, condomínios, bairros rurais e urbanos, inclusive um quilombo. O projeto atua em 13 dessas comunidades e foi constituída a Rede das Comunidades do Rio São Bartolomeu para atuar na defesa do rio e pelo desenvolvimento sustentável.

13

250

Placas de Sinalização

Identi car onde placas de foram plantadas as sinalização mudas para fazer o acompanhamento do seu desenvolvimento é outra ação do projeto. A xação das placas é uma das ações executadas pela Policia Militar Ambiental do Distrito Federal que, ao se fazer presente na bacia do rio, contribui para levar segurança e promover a educação ambiental.

100

14

FIB

O FIB (Felicidade Interna Bruta) é um novo indicador para medir o desenvolvimento sustentável. Uma experiência piloto está sendo implantada na Bacia do Rio São Bartolomeu, na comunidade Rajadinha. Nascido no Butão, o indicador está sendo reaplicado em vários países de acordo com a cultura local. No Brasil, promove 9 dimensões: padrão de vida, boa governança, educação, saúde, resiliência ecológica, diversidade cultural, vitalidade comunitária, uso equilibrado do tempo e o bem estar psicológico e espiritual da comunidade.

Projeto Rio São Bartolomeu Vivo  

Apresentação do projeot Rio São Bartolomeu Vivo, que visa recuperar um dos principais rios do Distrito Federal e Goiás.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you