Page 1


[ em branco

1


"ESTÁ PRÓXIMO OREINO" "E, pondo-vos a caminho, prègai, dizendo

ESTÁ PRÓXIMO O REINO DOS DEUS." -Mateus 10 : 7, Soares .


"Está Próximo o Reino" Publicado em inglês em 1914 Publicado em português em 1953 pela WATCHTOWER BIBLE AND TRACT SOCIETY, INC . International Bible Students Association Brooklyn, N. Y ., U . S. A . Primeira tiragem em inglês UM MILHÃO DE EXEMPLARES

"The Kingdom Is at Hand" Portuguesa BRAZILIAN EDITION

Made In the United States of América Impresso nos Estados Unidos da América do Norte


CONTEÚDO CAPÍTULO I. II . III. IV . V. VI . VII . VIII. IX .

X. XI . XII. XIII. XIV. XV . XVI . XVII. XVIII. XIS. XX. XXI.

PÁGINA

"Está Próximo o Reino" 9 Experimentando a Integridade do Rei . . .. 22 Apresentando o Rei 31 A Primeira Promessa do Reino 52 A Realeza Teocrátiea 71 A Teocracia Típica 90 Juízes Teocráticos 106 Fracassa o Rei Humano 118 0 Pacto Para o Reino 129 0 Palácio do Teócrata 142 Interrompida a Linhagem Reinante 155 Ascensáo e Queda do Reino de Satanás .. . . 177 Volta um Restante 192 0 Rei Está Próximo ! 206 Ferindo o Calcanhar do Rei 230 Chaves do Reino 255 A Família Real 279 Embaixadores da Teocracia 306 Considere a Evidência 317 Súditos do Rei 345 "Jeová Reina" 365


"Est谩 Pr贸ximo o Reino"


[ em branco

1


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" CAPITULO I STA próximo o reino dos céus!" Jamais

gorgearem os passarinhos . A rôla nôo errou o seu tempo marcado, pois tinha voltado, e através da regiôo ouvia-se o seu arrulho chamando a companheira. As figueiras produziam figos verdes, e nas vinhas percorria a seiva que logo faria brotar os tenros e fragrantes cachos . 1 . Em que época e sob que circunstôncias proclamou-se pela primeira vez a mensagem "está próximo o reino dos céus"? Cant . 2 : 11-18. 9


10

"ESTÁ PROXIMO O REINO"

'Os olhos de todos fixavam-se no proclamados da mensagem desusada, que parecia boas novas. Era um homem de aparência extraordinária, em pé ali com a água até os tornozelos dentro do rio aonde tinha retrocedido por causa da pressôo da multidôo na margem . Nôo era homem que vestia roupa macia como aquela que se usava no palácio real, nem tôo pouco era êle mole, a espécie de caráter suave e condescendente, que oscila fàcilmente como a cana ao vento. Nem sequer uma gota de vinho nem bebida forte jamais lhe tinha passado pelos lábios . Era um homen robusto, homem rude do deserto desde a mocidade até o dia do seu aparecimento . Os que desejavam ouvir suas palavras emocionantes viam-se obrigados a ir ter com êle no deserto do vale inferior do Jordôo, que confinava a oeste com a província da Judéia . Quanto ao vestuário dêste homem, tinha em volta de si, feita de pêlo de camelo barato, uma vestimenta cingida aos lombos com um cinto de couro. A sua alimentaçôo era muito simples, mas muito saborosa, mencionando-se sobretudo o mel silvestre e aquêle abundante inseto, o gafanhoto . Que era mais delicioso que o gafanhoto passado no mel? Para todos os efeitos tinha o gôsto de camarôo, que os pescadores nas margens do Mediterrâneo se deleitavam em comer . Ao passo que o camarôo era comida impura, segundo a lei do grande profeta Moisés, o gafanhoto tinha sido decretado puro . Apesar dêste sóbrio regime, o homem do deserto nôo era fraco, mas podia levantar grandes pesos, como entôo demonstrava diàriamente . 2. Qual a aparência dêste proclamados do reino dos céus, e em que diferiu êle dos chefes religiosos do seu dia? Mat. 3 :4 ; Luc. 1 : 15 .


jl Êste homem estranho parecia ser o iniciador de algo tôo novo e diferente como sua mensagem, algo que fàcilmente explicava a sua presença no rio Jordôo . Por causa do seu costume, aquêles dentre seus ouvintes que falavam grego o chamavam de Baptistés, ou, comumente interpretado, o batizante ou imersor . E por que mergulhava os corpos daqueles que se tornavam seus discípulos debaixo dágua e daí os levantava outra vez? Que simbolizava esta, submersôo completa na água? Sòmente êle poderia explicar isto. Antes de submeter-se à imersôo, os candidatos confessavam seus pecados . 4 Os que vieram ao Baptistés eram judeus segundo a carne e sangue . Êles sentiam maior responsabilidade para com o Deus Todo-poderoso do que as nações ou gentios . Por origem haviam nascido vinculados a um concêrto com o Deus Altíssimo do céu. O concêrto tinha sido feito entre Êle e os antepassados dessa naçôo mediante o poderoso profeta Moisés cêrca de quinze séculos antes . Nem êles, nem seus pais tinham guardado com fidelidade a sua parte do pacto, mas haviam quebrantado as leis do concerto dadas por Deus . Por esta razôo eram entôo um povo subjugado na sua própria pátria debaixo do odioso jugo da Roma imperial . Segundo o batizante, estava próximo um evento de importância mundial, de origem celestial, e os que se sentiam pecadores contra o pacto da lei de Deus feito com a naçôo dêles desejavam ser achados limpos e em condiçôo correta quando se desse o evento . Por isso pregava o "ESTÁ PRÓXIMO O REINO"

s

3. Que atividade iniciou êste homem estranho, e sob que nome ficou conhecido? Luc . 3 : 2, 3 . 4. A quem se dirigiu a mensagem do "Baptistés," e qual o significado do batismo? Mar . 1 :4 .5 .


"ESTA PRõXIMO O REINO" 12 batizante o batismo de arrependimento para o perdôo dos pecados contra o santo concêrto. Em fervoroso tom exclamava : "Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus ." 0 sepultamento dêles na água queria dizer que desejavam estar mortos quanto ao pecado . Serem levantados da água significava que saíam para uma vida pura daí em diante com respeito ao pacto de Deus, uma reforma das suas vidas em obediência à Sua lei perfeita . Dêste modo estariam preparados para se encontrarem com o vindouro Rei . 'Êste batizante possuía uma atraçôo especial aos da naçôo judaica que temiam a Deus . Fazia mais de três séculos que nenhum profeta tinha sido enviado por Deus à naçôo dêles, e finalmente apareceu aqui um homem que tinha a êles uma missôo profética da parte de Deus . Cêrca de oito séculos antes, o profeta, chamado Isaías, proferiu estas palavras inspiradas : "Voz do que clama no deserto : Preparai o caminho do Senhor : endireitai as suas veredas . Todo o vale se encherá, e se abaixará todo o monte e outeiro ; e o que é tortuoso se endireitará, e os caminhos escabrosos se aplanarôo ; e toda a carne verá a salvaçôo de Deus" . Neste batizante, pois, achou o povo um homem que levantava a voz na garganta silvestre do Jordôo e que tratava de preparar o caminho do povo para o encontro com o vindouro Representante de seu Deus . A notícia se alastrou como fogo . Multidões excitadas saíram das vilas e cidades, até da cidade santa de Jerusalém, para ver e ouvir êste batizante. Vieram desde a província da Judéia e 5 . Por que era oportuna a vinda do Batizados, e que profecia parecia estar cumprindo? Luc . 3 : 4-6 .


13 de tôda a regiôo que circundava o rio, e muitos o ouviram e foram batizados. 0 profeta Isaías nôo predisse o nome daquele cuja voz se ouviria clamar, mas o homem agora em cena, evidentemente cumprindo o cargo, chamava-se Joôo, ou Jehohanan. 0 nome tinha significado profético, pois queria dizer "Jeová é gracioso" . Seu pai deu-lhe êsse nome sob instruçôo especial da parte de Jeová Deus mediante Seu anjo Gabriel . 0 pai de Joôo chamava-se Zacarias e era sacerdote . Certa ocasiôo quando Zacarias estava de serviço no templo em Jerusalém apareceu o anjo, anunciou a dádiva graciosa dêsse filho da parte de Jeová, predisse a obra que o filho faria, e acrescentou : "E lhe porás o nome de Joôo ." Por que nôo seguiu Joôo o sacerdócio nas pisadas do pai 1 Joôo tinha entôo trinta anos de idade . Essa era a idade em que o filho dum sacerdote, após cinco anos de serviço probatório se qualificava para ser registrado definitivamente como sacerdote . Por que nôo estava lá Joôo em Jerusalém convivendo com os chefes da religiôo dos judeus, o judaísmo, e oferecendo sacrifícios de animais pelo pecado, ao invés de estar lá no deserto batizando os judeus arrependidos para a remissôo dos pecados? Por quê? Porque Joôo Batista nôo resistiu ao poder orientador do espírito do Deus Altíssimo sôbre êle . Também as próprias declarações resolutas de Joôo aos chefes religiosos mostravam que seu lugar era pròpriamente lá no deserto, e nôo entre os religiosos que se jactavam de ter Abraôo por pai . "ESTÁ PRÓXIMO O REINO"

6. Que nome deram a êste Batizados os seus pais, e por que nôo se tornou sacerdote seguindo a religiôo dos judeus? Luc . 1 : 13, 57-80.


14

"ESTA PRóXIMO O REINO"

'Muitos dos mais intransigentes entre os religiosos judeus, a saber, os fariseus, bem como os seus rivais religiosos, os caduceus, vieram a Joôo para ser batizados . Quando êle os viu deu a sua opiniôo sôbre a religiôo dêles, dizendo "Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura? Produzi pois frutos dignos de arrependimento ; e nôo presumais, de vós mesmos, dizendo : Temos por pai a Abraôo ; porque eu vos digo que mesmo destas pedras Deus pode suscitar filhos a Abraôo. E também agora está posto o machado à raiz das árvores ; tôda a árvore, pois, que nôo produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo. E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento ; mas aquêle que vem após mim é mais poderoso do que eu ; cujas alparcas nôo sou digno de levar ; ele vos batizará com o espírito santo, e com fogo . Em sua môo tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca se apagará ." A linguagem de Joôo era bastante clara . Considerava a religiôo como palha, boa para ser queimada apenas como fogo que nôo poderia ser apagado até que a palha se tornasse em cinzas . A menos que ôles, ao invés de fazerem demonstrações enganosas de religiôo, produzissem entôo frutos em harmonia com o seu arrependimento simbolizado pelo batismo nágua, teriam de sentir o machado . A Sua pretensôo que eram descendentes carnais do amigo de Jeová Deus, Abraôo, de nada valeria . Era certo haver um expurgo em breve, e seria melhor para êles que 7. Como saudou Joôo os religiosos judeus que vieram a êle para serem batizados, e por quê? Mat . 3 : 7-12 .


15 fôssem batizados com o espírito santo do que com ígnea destruiçôo . 8 Ao ouvirem Joôo denunciar os santimoniais fariseus e saduceus, religiosos que, bem se sabia, devoravam as casas das viúvas e ao mesmo tempo faziam longas orações por pretexto, muitos perguntaram : "Que faremos pois?" Joôo replicou : "Quem tiver duas túnicas reparta core o que nôo tem, e quem tiver alimentos f aça da mesma maneira." Entre os que vinham a êle para ser batizados achavam-se os desprezados publicanos, homens que atuavam como agentes do avarento govêrno romano ou até e o mp r a v a m o privilégio de arrecadar impostos para êsse, de seus próprios irmôos judeus, da sua própria naçôo. "Mestre, que devemos fazer?' E Joôo lhes disse, "Nôo peçais mais do que o que vos está ordenado ." Até soldados, que estavam de folga, vinham ter com Joôo junto com a multidôo . Êsses soldados estavam sendo usados para impor a Pax Romana, a paz da organizaçôo mundial romana protegida por uma fôrça militar adequada . Êles também tinham um problema, e perguntavam : "E nós que faremos?" A resposta perspicaz de Joôo foi : "A ninguém trateis mal nem defraudeis, e contentai-vos com o vosso soldo ." Obras de justiça e misericórdia eram frutos que seriam compatíveis com a sua profissôo de arrependimento . 'Nos corações do povo comum a mensagem de Joôo sôbre a proximidade do Reino suscitou grande expectativa, a vinda do Messias, a quem "ESTA PRôXIMO O REINO"

8. Que instruções deu Joôo aos que eram sinceros e de boa vontade? Luc. 3 : 10-14. 9. (a) Que grande expectativa suscitou a mensagem de Joôo nos corações do povo comum? Luc . 3 : 15 . (b) A principio, que atençôo deram os regentes políticos à mensagem de Joôo? Luc . 3: 1.


16

"ESTÁ PRôMINIO O REINO"

os judeus que falavam grego chamavam Cristo. Muitas pessoas da naçôo de Joôo começaram a imaginar se êle mesmo nôo era o Cristo. Nôo perceberam que Joôo era da tribo de Leví, a tribo sacerdotal, e nôo da tribo real de Judá. Mas Joôo confessou humildemente que êle era apenas o precursor do Rei, e êste seria muito maior do que Joôo . Portanto, a sua mensagem continuava a ressoar : "Está próximo o reino dos céus." Pouco importava a Joôo se a substância da sua proclamaçôo chegasse aos ouvidos de Pôncio Pilatos, o governador da província


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO"

17 romana da Judéia, ou aos ouvidos do tetrarca, Herodes Antipas, governador da província romana vizinha da Galiléia . Herodes dificilmente podia ter deixado de ouvir o relatório acêrca da assombrosa mensagem de Joôo . Um reino está próximo? Bem, se era um reino dos céus, pouco importava a Herodes . Êle estava interessado nos reinos desta terra. Bem se lembrava como seu pai, Herodes o Grande, alarmou-se indevidamente quando, cêrca de trinta anos antes, vários magos ou astrólogos vieram ao seu palácio em Jerusalém e indagaram sôbre o nascimento dum novo "rei dos judeus" . Êsses "sábios" pretendiam ter visto a estrêla dêle no oriente assinalando o seu nascimento . Quando êsses magos desapareceram sem revelar ao rei Herodes onde ou se êles localizaram o suposto "rei recém-nascido", entôo êle agiu de acôrdo com a sugestôo dos cabeças religiosos judeus . Mandou seus soldados apressadamente à cidade de Belém e ordenou que matassem tôdas as crianças de dois anos de idade ou menos, entre as quais mui provàvelmente se acharia aquela eleita para ser rei . "' Nôo, Herodes Antipas nôo se perturbou como seu pai. Se, porém, em vez dum reino celestial, Joôo estivesse pregando como crítico dos negócios particulares de Herodes, especialmente o de se enamorar êle da mulher de seu meio-irmôo, Herodes Filipe I, o tetrarca da província vizinha da Ituréia, e a cobiçar para espôsa, isso mudaria o aspecto das coisas . Seria uma ofensa punível com prisôo se o batista fizesse qualquer comentário injurioso quando Herodes Antipas roubasse a Filipe sua espôsa, Hero1 0. Que questôo poderia, causar o encarceramento de Joôo sem contudo embaraçar os chefes religiosos? Luc . 3 : 19, 20 .


r$

"ESTA PRÓXIMO O REINO"

dias, môe daquela encantadora dançarina, Salomó. Por que deveria Joôo criticar, se os sumos sacerdotes judeus, Anás e Caifás, nôo tinham crítica alguma a fazer sôbre isto em público? 0 esperto Herodes Antipas podia fàcilmente apaziguar êstes religiosos de outras maneiras, tratando de mostrar-se bom prosélito do judaísmo, embora fôsse de fato um edomita hipócrita . 11 Simplesmente por temer algum homem Joôo nôo podia deixar de pregar . Êle tinha cie continuar preparando o caminho do Senhor Deus até que viesse o poderoso Representante de Jeová Deus . A fim de que Joôo o identificasse e daí o indicasse ao povo, o Senhor Deus, que enviou Joôo a batizar, disse-lhe : "Sôbre aquele que vires descer o espírito, e sobre ele repousar, esse é o que batiza com o espírito santo ." Passaram-se seis meses . 0 verôo já ia findando, e a estaçôo de estiagem logo passaria. As grandes celebraçôes do sétimo mês judaico, a expiaçôo nacional no dia dez do mês, e a festa dos tabernáculos durante uma semana desde o dia quinze até o dia vinte e um inclusive, tinham trazido um senso de livramento do pecado e de restauraçôo ao favor de Jeová Deus e â sua bondade . Segundo o calendário romano havia começado o mês de outubro . Os pastores em breve nôo mais ficariam nos campos, vigiando á noite os rebanhos no prado aberto . 12 De acôrdo com o historiador Lucas, no terceiro capítulo do seu registo sagrado, Joôo começou a pregar e batizar no décimo quinto 11 . Por que teria Joôo de continuar a pregar, e que época passou antes que realizasse a sua missôo? Joôo 1 :33. 12. Quando começou Joôo o seu ministério, e que prova há para essa data? Luc . 3 : 1-3 .


19 ano do reinada de Tibério César como imperador do Império Romano . Tibério era enteado do famoso César Augusto . Durante a velhice de Augusto, Tib”rio, tendo ent•o mais de cinq–enta anos de idade, permaneceu quase exclusivamente na It lia, desde o princ pio do ano 11 E .C. at a morte do imperador em 14 E .C. Durante estes quatro anos Tib rio ocupou mais a posi o de co-imperador do que a de herdeiro presuntivo do trono . 0 reinado de Tib rio, contudo, n o se conta desde o tempo da sua associa o ntima com Augusto nos neg cios do governo imperial . Antes, calcula-se da data em que se tornou realmente o herdeiro do trono por ocasi o da morte de Augusto em 19 de ag sto de 14 E .C. Portanto, o d cimo quinto ano do reinado de Tib rio coincidiu com o ano 29, ano em que Jo o Batista come ou sua obra prof tica. '$ Nesse ano 29, depois de seis meses de atividade intensa, cumpriu-se ao batizante o desejo de seus olhos : revelou-se-lhe o sinal do c u. Certo dia Jo o viu aproximar-se dele um homem da Galil ia. Jo o o reconheceu . Era seu pr prio primo em segundo grau, o filho de Maria, prima de sua m e . Era o carpinteiro de Nazar , chamado Jesus . Calculando pela sua pr pria idade, que era meio ano mais do que a de seu primo em segundo grau, Jo o sabia que este Jesus acabava de atingir a idade de trinta anos . Jo o observava a aproxima o da figura de Jesus, marcada pela perfei o humana. N o podia sen o admirar e pensar : "Eis aqui o homem!" Contudo, por que viria Jesus a ele, o pregador do batismo para remiss o de pecados? Jo o conhecia as circuns"ESTÁ PRÓXIMO O REINO"

13. Quem se aproximou depois de Jo o ter pregado durante seis meses? e por que surgiu uma pergunta na mente de Jo o? Mat . 3 :13.


20 "ESTA PRÓXIMO O REINO" t ncias do nascimento de Jesus . Êste havia nascido pela opera o do esp rito de Deus e era o Filho de Deus. Em Nazar , tinha aumentado em conhecimento e estatura e no favor de Deus bem como dos homens honestos, e tinha levado uma vida de absoluta pureza e sem pecado . Que desejava agora Jesus que Jo o fizesse? Êle n o poderia fazer nenhuma proclama o real a respeito de Jesus at que visse o sinal . `N o h registo de que qualquer dos disc pulos de Jo o ou quaisquer outras pessoas interessadas estivessem presentes para testemunhar o que ent o se deu l no rio Jord o. Surpreendeu a Jo o quando sse homem perfeito, Jesus, pediu-lhe que o batizasse . Jo o objetou à imers o de Jesus . N o entendia o seu prop sito ou significado . N o parecia direito, e Jo o disse : "Eu care o de ser batizado por ti e vens tr, a mim?" Dias Jesus ficou firme no seu pedido, e disse : "Deixa por agora, porque assim nos convem cumprir toda a justi a ." Jo o consentiu ent o em obedi ncia àqu le que sabia ser seu superior . Ambos entraram um bom peda o no rio Jord o, e Jo o mergulhou Jesus de costas nas guas e ent o o levantou de novo . Jesus estava orando, mas n o confessando pecados, enquanto se efetuava ste ato justo para com le. 11 Veio, ent o, o sinal miraculoso . "E, sendo Jesus batizado, saiu logo da gua, e eis que se lhe abriram os c us, e viu o esp rito de Deus descendo como pomba e vindo s bre ele. E eis que uma voz dos c us dizia : Êste meu Filho amado, em quem me comprazo ." Jesus viu esta 14. Por que viria Jesus a Jo o para ser batizado? e quem testemunhou o evento? Luc . 3 : 21 . 15 . Que ocorreu quando Jesus foi batizado? e que testificou Jo o mais tarde aos seus disc pulos concernente a Jesus? Jo o 1 : 29-36 ; Mat. 3 : 14-17.


"ESTĂ ~MAIO O REINO"

21 manifesta o vis vel do santo poder de Deus descer pacificamente s bre le como se f sse com a inoc ncia duma pomba, e le ouviu a voz celestial declarar que le era um Filho aprovado e bem amado de Deus . Jo o, tamb m, viu e ouviu. N o nesse momento, mas quarenta dias mais tarde Jo o testificou aos seus disc pulos "Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. Este aquele do qual eu disse : Ap s mim vem um var o que foi antes de mim, porque j era primeiro do que eu . E eu n o o conhecia ; mas, para que ele fosse manifestado a Israel, vim eu, por isso, batizando com agua . . . . Eu vi o esp rito descer do c u como uma pomba, e repousar sobre ele . E eu n o o conhecia, mas o que me mandou batizar com agua, esse me disse Sobre aquele que vires descer o esp rito, e sobre ele repousar, esse o que batiza com o esp rito santo . E eu vi e tenho testificado que este o Filho de Deus ."


CAPITULO II

0l~

EXPERIMENTANDO A INTEGRIDADE DO REI

BATIZADO Jesus n o permaneceu com Jo o nem discutiu suas atua es futuras. A f r a ativa que tinha descido do c u s bre Jesus revestiu-o . Sob sse poder le procurou a solid o . Penetrou fundo no deserto, desarmado e sem equipamento ou provis es. E os animais selvagens que infestavam essa regi o abandonada? N o aterrorizavam a Jesus . Estranho como pare a, n o lhe faziam dano, quer f ssem cobras, escorpi es, ou le es. Foi como se f sse aplicada a le a profecia de Jeov Deus que dizia : "Farei com elas um concerto de paz, e acabarei com a besta ruim da terra, e habitar o no deserto seguramente, e dormir o nos bosques." L no deserto sse Filho de Deus n o tinha nenhum lugar feito por homens para reclinar a cabe a de noite . Nem vivia como Jo o de mel silvestre e gafanhotos. Jejuou . Nessas condi es viveu por quarenta dias . Familiarizado com as Escrituras Sagradas, a mem ria perfeita de Jesus recordava como o profeta Mois s, o escritor do primeiro livro das Escrituras Sagradas, certa vez jejuou durante quarenta dias no alto do monte Sinai e recebeu as leis de Jeov Deus. A mesma montanha recorreu o profeta Elias, fugindo da rainha assassina Jezabel, jejuando 1 . (a) Que moveu Jesus para que f sse ao deserto? e que animais selvagens infestavam aquela solid o? Mar . 1 :10-13 ; Eze . 34 :25 . (b) Quantos dias jejuou Jesus, e, tendo um conhecimento das Escrituras Sagradas, de que se lembrou apropriadamente? Mat . 4 :2 . 22


23 durante a viagem de quarenta dias . Havia, tamb m, aquele matador de gigantes, Davi, que se viu obrigado a procurar ref gio no deserto da Jud ia ; isto foi quando o rei Saul de Israel o perseguia como a uma pulga no deserto . 2 L no deserto Davi recebeu o adestramento para tornar-se o regente de T da a na o de Israel . Perseguido de modo severo por Saul, voltou o cora o e a mente a seu nico Ajudador e Libertador, Jeov Deus, e nesse deserto perigoso comp s v rios salmos de s plica e a es de gra a. Agora, Jesus, provĂ velemente no mesmo deserto atrav s do qual Davi vagara como fugitivo, voltou o cora o e suas medita es a Deus o Pai. Previu os inimigos que teria de enfrentar ao deixar o deserto, inimigos mais malignos, mort feros e venenosos do que os animais selvagens desse deserto. Talvez viesse Ă  mente de Jesus a ora o de Davi num dos seus salmos inspirados do deserto : "Ensina-me a fazer a tua vontade ; porque tu s o meu Deus : o teu espirito bom ; conduze-me na terra da direiteza ." (Salmo 143 : 10, Ver. T rinit ria) Com o fim nico de instruir seu Filho, Jeov ungiu Jesus com Seu esp rito santo e abriu para Jesus os c us, n o os rompendo largamente ou abrindo neles uma janela, mas dando-lhe a perceber e entender as coisas de significado celestial . Acerca de algumas dessas coisas ele tinha perguntado quando visitou o templo em Jerusal m como menino de doze anos . Debaixo de tal ilumina o espiritual do c u Jesus ocupou os EXPERIMENTANDO A INTEGRIDADE DO REI

2. (a) Como aproveitou o fugitivo Davi o tempo que passou no deserto? e como se expressou o futuro Rei Jesus de modo semelhante ao meditar s bre a situa o? I Sam. 22 :1,2,5 ; 23 : 14, 16. (b) Para que prop sito ungiu Jeov a Jesus com o Seu esp rito santo, e de que podia Jesus ent o lembrar-se claramente? Isa. 11 : 2, 3.


"ESTA PRĂ“XIMO O REINO" 24 quarenta dias de jejum no deserto com o estudo da vontade de seu Pai conforme estava prof ticamente predito na B blia e conforme o ac rdo feito antes da sua descida do c u para tornar-se homem. 0 esp rito de seu Pai f z ent o com que Jesus se lembrasse claramente d sse ac rdo celestial. s Como era de se esperar, as medita es de Jesus foram interrompidas por um inimigo . Uma grande Serpente estava l no deserto pedregoso . Era o grande enganador. ĂŠste se apresentou perante Jesus, ao terminar o jejum dos quarenta dias quando a agonia da fome ro a as entranhas de Jesus . De que maneira apareceu le a Jesus n o se revela ; mas o homem esfomeado reconheceu-o por Satan s, cujo nome o designa por opositor de Jeov Deus . Naquele momento que parecia ser o da sua maior fraqueza, veio o tentador a Jesus e procurou incitar n le o esp rito d ste mundo, "a cobi a da carne, a cobi a dos olhos e a vaidade da vida ." Torna-se -nos clara a sua t tica astuta e diab lica. "E, chegando-se a le o tentador, disse : Se tu s o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em p es . Ele porem, respondendo, disse : Est escrito : Nem s de p o viver o homem, inas de toda a palavra que sai da boca de Deus . Ent o o diabo o transportou Ă  cidade santa, e o colocou sobre o pin culo do templo, e disse-lhe : Se tu s o Filho de Deus, lan a-te daqui abaixo ; porque est escrito : Que aos seus anjos dar ordens a teu respeito ; e tomar-te- o nas m os, para que nunca tropeces em alguma pedra . Disse-lhe 3 . (a) Quem foi que interrompeu as medita es de Jesus, e quando f z ste o seu aparecimento? I Jo o 2 : 15, 16. (b) Que t tica diab lica da `concupisc ncia da carne e dos olhos' empregou o tentador, e come lhe resistiu Jesus? Mat . 4 : 2-T.


EXPERIMENTANDO A INTEGRIDADE DO REI

25 escrito : N o tentar s o

Jesus : Tambem est Senhor teu Deus ." 'Jesus repeliu as desvirtua es que o Diabo fez dos textos b blicos que n o se harmonizavam com o significado de outros textos . N o aplicou as Escrituras egoistamente . Nunca usaria o poder miraculoso que se lhe deu para aliviar e beneficiar a si mesmo fazendo do ventre seu deus . Recusou fazer de si mesmo l no templo uma demonstra o temer ria, mas que infundisse respeito, a fim de ganhar a admira o e o aplauso da popula a e atrair muitos disc pulos ap s si. Tal n o era a maneira de provar a si mesmo ou a outros que era o filho de Deus . A sua obedi ncia ao verdadeiro sentido da Palavra de seu Pai celestial provaria sua filia o e que ele estava determinado a manter essa rela o aben oada . Se o caluniador, o Diabo, pensou em causar d vida na mente dele quanto Ă  sua filia o de Deus, certamente tinha fracassado . ĂŠle enfrentou uma derrota dupla ao tentar demover Jesus da sua posi o como Filho sujeito Ă  vontade do Pai. A filia o significava obriga o de agradar ao Pai . A desobedi ncia significaria a perda da posi o na fam lia de Deus, como foi no caso de Satan s o Diabo. 6 Na subtileza de Satan s restava ainda uma prova a ser tentada . Esta era a mais pretensiosa e espetacular . Se Jesus estava destinado a ser rei, ent o esta prova seria aquela que Satan s reputava a mais sedutora e a mais prop cia para vencer este Filho de Deus . Usando poderes ou 4. Embora Jesus tivesse poder, por que n o o usou conforme Satan s sugerira? e como apenas podia Jesus provar aos outros que era o Filho de Deus? Jo o 8 :34 .35 . 5. Como foi a prova seguinte calculada para ser t o sutil e atrativa, e em que t rmos se fez a oferta de Satan s? Luc . 4 : 5-7 ; Sal . 72 : 1, 4, 7, 8 .


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 26 meios que n o f ram revelados a n s, os modernos, nestes dias das maravilhas da televis o, Satan s o Diabo formou rapidamente perante Jesus um panorama de todos os governos mundiais em todo o seu resplendor e impon ncia exteriores . "E o diabo, levando-o a L .im alto monte, mostrou-lhe num momento de tempo todos os reinos do mundo . E disse-lhe o diabo : Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua gloria, porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero ; portanto, se tu me adorares, tudo ser teu ." Que oportuinidade para obter a domina o mundial tal como nem o pr prio imperador Tib rio exercia ! Ah ! mas aquele que exercia tal dom nio teria de estar sujeito à mesma pot ncia invis vel que dominava o trono de Tib rio, a saber, a Satan s o Diabo . Satan s teria de ser o deus do aspirante à reg ncia global. Se Jesus veio cumprir as profecias dos Escritos Hebraicos acerca do regente que reinaria "desde o rio at às extremidades da terra", aqui se lhe apresentava a oportundade de t -la imediatamente com a sua gl ria, sem sofrimento algum. 0 custo nico seria que o Filho de Deus devia negar seu pr prio Pai como Deus e adorar a Satan s como tal. Jesus viu distintamente que a quest o ent o a decidir-se era : Quem Deus, o "deus deste mundo" ou Jeov ? Satan s n o estava disposto a reling ir seu dom nio mundial . N o concordava em entregar o contr le dos governos deste ;lobo a Jesus apenas para que este os entregasse a seu Pai. Se Jesus aceitasse os presentes poderes pol ticos e governantes da terra, teria de ser 6. Que quest o em jogo discerniu Jesus claramente? e em que lado da disputa permaneceu le? Sal . 16 : 8.


27 nos t rmos em que Satan s o Diabo n o perderia precisamente isso. Ao contr rio, teria de exaltar o Diabo aos olhos de t da a cria o vivente e teria de capacit -lo a lan ar mais desafio e vitup rio na face de Jeov . Uma disputa pela domina o estava ent o em andamento . 0 dom nio mundial de Satan s achava-se entrincheirado contra o dom nio de Jeov s bre todo o universo . 0 dom nio de quem escolheria Jesus ent o, o de Satan s ou o de Jeov ? Quem ganharia, e queira perderia, segundo a escolha de Jesus? A oferta de quem interessaria a Jesus, a de Satan s ou a de Jeov Deus conforme apresentada nas profecias de Sua Palavra escrita que Jesus com nova ilumina o estudara durante Asses quarenta dias? Nem sequer por um momento vacilou Jesus na sua posi o ao lado do dom nio leg timo, t o pouco considerou a oferta de Satan s. "'E Jesus, respondendo, disse-lhe : Vai-te, Satanaz ; porque est escrito : Adorar s o Senhor teu Deus, e s a Ele servir s." Satan s podia oferecer a Jesus a reg ncia como homem s bre t da a terra e s bre s ditos pecadores e moribundos ; mas s Jeov o Deus Alt ssimo podia oferecer a Jesus o "reino dos c us". Jesus tinha sido chamado a Asse reino quando desceu s bre Ale o esp rito santo de Deus . Quando se apresentou para ser batizado por Jo o no rio Jord o Ale se comphometeu ciente e voluntariamente em devo o imut vel à domina o universal de Jeov Deus. Êle nunca procederia contr rio à sua consagra o à causa do Deus Alt ssimo que aqu le batismo simbolizava. Nem EXPERIMENTANDO A INTEGRIDADE DO REI

7. Que reg ncia podia Deus oferecer em contraste com Satan s, e por que n o tolerou Jesus a presen a do adves rio? Luc . 4 :8 ; Deu . 6 :13 ; 10 :20.


28 "ESTÁ PR XIMO O REINO" mesmo toleraria a presenca do opositor principal de seu Deus . `V -se embora, Satan s. Viro-lhe as costas, e ponho sempre a Jeov Deus perante minha face como Aqu le a quem adoro, sirvo e obede o sem considerar recompensa de reg ncia s bre outros . É justo e correto adorar e servir . Todos os outros que tratam de receber a adora o para si mesmos s o deuses m micos e opositores in quos do Soberano Universal, Jeov meu Deus." ' Cora isto a grande Serpente, que queria enroscar-se em t rno de Jesus e como um drag o devor -lo, escapuliu . Interrompeu-se ent o o jejum de Jesus sem viola o da lei de seu Pai por meio de servir a si pr prio, o que indica que o jejum se harmonizava com a vontade de Deus e Jesus n o o imp s a si mesmo . "Ent o o diabo o deixou ; e, eis que chegaram os anjos, e o serviram ." A vit ria de ter mantido a integridade para com seu Pai à face das sever ssimas tenta es foi mais sustentadora que o alimento material que os anjos lhe serviam agora . A vida eterna do Filho de Deus foi nutrida muito mais pela obedi ncia incondicional à palavra que procedia da b ca de Deus do que pelo p o de sustento f sico provido por sses mensageiros celestiais. 0 Filho de Deus tinha de manter sua decis o de obedi ncia absoluta ao verdadeiro Deus, Jeov , cuja lei le citou para enfrentar as tenta es do Diabo, atrav s de todos os seus dias na carne s bre a terra ; pois o Diabo "ausentou-se dele por algum tempo" . Onde falharam a tenta o e a persuas o, haviam de usar-se a 8. Que era mais sustentados para Jesus do que o alimento material agora suprido? e por que tinha de apegar-se firmemente a ste proceder? Lue . 4 :13 ; Mat . 4 :11.


29 coer o e a intimida o ; assim pensou o Diabo depois das suas primeiras derrotas . Qu o decisivo foi para os inter sses da humanidade esse quadrag simo dia de Jesus no deserto ! Qu o intensamente afetaram o destino de t das as pessoas de boa vontade as fi is decis es que ele tomou ! Qu o imensamente determinaram elas o curso das coisas que agora se d o neste s culo vinte ! A s rie de conseq ncias resultando dos triunfos da f e obedincia de Jesus naquela solid o bravia trouxe inestim veis b n os, e trar ainda boas coisas duradouras a todos os que buscam a verdade e a vida num novo mundo de justi a. A luz do fogo destas tenta es no deserto tiramos um retrato ntimo e revelador do cora o daquele escolhido pelo Deus Alt ssmo para cuidar dos inter sses de todos os homams de boa vontade que viver o no novo mundo . As provas esquadrinhadoras ali fizeram com que se destacasse nitidamente que ao Ungido de Jeov se podia confiar o m ximo bem-estar do povo, e que a sua reg ncia ser certamente aquela que por os homens obedientes em harmonia com a Fonte da Vida eterna, o Deus verdadeiro e vivo . 10 O resultado das provas faz com que a nossa confian a total se fixe no Filho de Deus quanto a qualquer de nossas boas esperan as no futuro . S mente algu m como ele digno de ser o Regente do "reino dos c us". Apenas sua realeza de direito divino . Com certeza a sua reg ncia ser para a vindica o do nome do EXPERIMENTANDO A INTEGRIDADE DO REI

9. (a) Por que eram as decis es de Jesus no quadrag simo dia t o cruciais quanto aos seus efeitos? (b) Que grande fato se magnifica pelas provas que Jesus suportou, e que significa isto para os hom :ns obedientes? Mat . 12 : 18, 21 . 10 . Que nos faz reconhaecer o resultado destas provas, e que exame adicional importante e s bio que fa amos concernente a ele? Mat . 11 : 29 .


"ESTĂ PRĂ“XIMO O REINO" 30 Soberano Universal, Jeov Deus, e para a unidade e paz eternas de todo o universo. T da reflex o s bre este Pilho de Deus, provado e fiel, afirma a import ncia de examinarmos suas rela es humanas, sua carreira singular na terra, e tamb m os fundamentos s bre os quais se baseia o seu Governo, e os benef cios que far o o seu reino brihar acima de qualquer governo que j existiu ou possa ainda existir na era do ap s-guerra . Por tal exame saberemos por que prudente definirmo-nos ao lado do seu reino agora .

IMPORTANTE : Os cap tulos precedentes fazem cita es da B blia e eles pr prios se baseiam no relato hist rico dos livros de Mateus, cap tulos 1 a 4 ; Marcos, capitulo 1 ; Lucas, cap tulos 1 a 4 ; e Jo o, cap tulo 1 . Daqui em diante, a menos que haja outra indica o, as cita es ser o feitas regularmente da Vers o Brasileira da B blia, mencionando-se primeiro nome do livro da mesma, e depois o n mero do cap tulo, e a seguir o n mero do vers culo no cap tulo, conforme ilustrado na p gina 23 linhas 20-23. Se a cita o for de outra vers o, dar-se- o nome desta ap s citar-se o vers culo .


CAPĂ?TULO III

APRESENTANDO 0 REI <<

STĂ pr ximo o reino dos c us!" 0 pr prio Rei ungido, Cristo Jesus, empreendeu a proclama o. Foi silenciada a voz de Jo o Batista de modo que n o anunciasse o Rei em virtude da sua pris o num dos c rceres de Herodes Antipas, o governador da Galil ia. A atividade p blica de Jo o s durou aproximadamente um ano, ou c rca de seis meses depois de ter batizado a Jesus, mas cumpriu o seu prop sito . Chamou a aten o para a presen a do Rei h muito esperado, e apresentou ao Rei como o representante real do Senhor Deus uma gente preparada para le. Tudo sucedeu conforme o anjo Gabriel havia predito ao pai de Jo o : "Converter muitos dos filhos de Israel ao Senhor Deus delles. Elle ir adeante do Senhor no espirito e poder de Elias, para converter os coraes dos paes aos filhos, e converter os desobedientes, de maneira que andem na prudencia dos justos, afim de preparar para o Senhor um povo dedicado ." E por ocasi o do nascimento de Jo o a l ngua de seu pai foi desatada pela inspira o divina e le disse : "E tu, menino, ser s chamado propheta do Alt ssimo, porque ir s ante a face do Senhor preparar os seus caminhos, para dar ao seu povo conhecimento da salva o na remiss o dos seus pecados, devido entranhavel misericordia de nosso Deus, pela qual nos visĂŻ1 . (a) Que proclama o importante f z Jesus Cristo, e por qu ? Mat . 4 : 17 . (b) Que obraa efetuou Jo o Batista, e como foi esta predita? Mat . 4 : 5, 6. 31


"ESTA PRÓXIMO O REINO" 32 tar a aurora l do alto, para alumiar os que est o de assento nas trevas e na sombra da morte, para dirigir os nossos p s no caminho da paz."-Lucas 1 :16,17, 76-79 . 2 Enquanto Jesus estava l no deserto Jo o continuava sua obra com maior convic o do que nunca que estava pr ximo o Reino . Antecipava uma grande alegria, a de indicar o Rei a seus disc pulos batizados, que continuavam a crescer em n mero . Tendo apresentado o Rei, sabia Jo o que sua obra tinha de decair. Conforme le disse de Jesus : "É nescess rio que elle cres a, e que eu diminua ." Assim como Jesus recusou aceitar um reinado das m os do Diabo, assim tamb m Jo o recusou pretender que era Cristo o prometido Rei ou empenhar-se em qualquer competi o e correr na sua frente ; le n o queria ser um anticristo . Uma prova ac rca d ste mesmo ponto veio a Jo o, quando os judeus enviaram de Jerusal m sacerdotes e levitas para perguntar-lhe : "Quem s tu V" "Elle confessou e n o negou, e a sua confiss o foi : Eu n o sou o Christo. Perguntaram-lhe elles : Quem s, ent o? És tu Elias? Elle respondeu : N o sou ." "És tu o Propheta ?" Com isso queriam dizer conforme declarou o profeta Mois s, aqu le a quem Deus levantaria para seu povo e que seria semelhante a Mois s por m maior do que ste, e que le destruiria todos os que lhe desobedecessem . Jo o respondeu : N o. 3 "Disseram-lhe, pois : Quem s? para que possamos dar resposta aos que nos enviaram ; 2 . Que precisava Jo o ainda fazer a respeito de Jesus, e como foi le experimentado quanto a ser um falso Cristo ou falso profeta? Jo o 3 : 28-30 . le profeta% quem era le? 3 . (a) Se Jo o n o erao "aqu Isa. 40 . 3 . (b) Por que Jo apresentou o Rei, n o aos sect rios religiosos, mas aos desprezados? Lue . 7 : 29, 30.


APRESENTANDO O REI

33 que pensas de ti mesmo? Elle replicou : Eu sou a voz do que clama no deserto : Endireitas o caminho do Senhor, como disse o propheta Isaias . Ora elles tinham sido enviados pelos Phariseus . Perguntaram-lhe tamb m : Porque, ent o, baptizas, se tu n o s o Christo, nem Elias, nem o Propheta ?" (Jo o 1 : 19-25) A sses homens que praticavam a religi o segundo a "seita mais severa" do juda smo Jo o n o apresentou o Rei . N o o mereciam . N o criam que o batismo de Jo o era ordenado do c u, mas sim dos homens, e n o criam no seu testemunho quanto ao "reino dos c us". Para vergonha d stes religiosos impenitentes, os desprezados publicanos e meretrizes eram suficientemente honestos para crer em Jo o e voltar-se Ă  justi a e preparar-se para receber o Rei .-Mateus 21 :23-32. 'Entre os que vieram e foram batizados para se tornar disc pulos de Jo o achavam-se v rios galileus . Um d les era Andr , filho de Jonas ; e outro era Jo o, filho de Zebedeu. Ambos eram pescadores ; de fato, s cios na pescaria ao longo do lago de Tiber ades, lago chamado pelo nome duma das cidades em suas margens, por m mais conhecido por mar da Galil ia. Jo o tinha um irm o chamado Tiago, e Andr tinha um irm o chamado Siln o. Todos os quatro homens estavam profundamente interessados na vinda do Messias ou Cristo . Certo dia quando sses homens n o estavam presentes, ali s no dia seguinte Ă qu le em que a delega o de sacerdotes e escribas entrevistou Jo o, viu le aproximar-se Jesus, vindo da sua experi ncia de quarenta dias no deserto . Jesus tornou a visitar Jo o, isto 4 . (a) Porque revisitou Jesus a Jo o Batista, e como foi le saudado? (b) Qual o equivalente da palavra "ungido" nas Escrituras Hebraicas e Gregas? Jo o 4 : 25 .


"ESTÁ PRÔXIMO O REINO" 34 , fazia-lhe uma revisita . Visto que Jo o fora enviado com o fim de aprontar um povo disposto para o Senhor Deus, tinha Jesus de vir a Jo o e buscar primeiro entre os disc pulos deste os que se associariam com ele. Ao aproxiinar-se Jesus, Jo o gritou aos disc pulos que estavam pr ximos : "Eis o Cordeiro de Deus, que tira o peccado do mundo ! Este o mesmo de quem eu disse : Depois de mim ha de vir um homem que tem passado adeante de mim, porque existia antes de mim." Jo o declarou ent o que este era o Ungido com o esp rito do Deus vivo, por meio do qual haveria um batismo com o esp rito santo. Ungido Messias em hebraico e Cristo em grego . N o est registado se alguns dos disc pulos de Jo o se juntaram naquela ocasi o a Jesus . -Jo o 1 : 28-34. 5 No dia seguinte estavam Andr e Jo o com Jo o Batista quando se aproximou Jesus . Voltando-se para Jesus, Jo o Batista disse : "Eis aqui o Cordeiro de Deus ." Chegou ent o a vez de Andr e Jo o, e eles come aram a seguir Jesus . "E Jesus, voltando-se e vendo que eles o seguiam, disse-lhes, Que buscais? E disseram-lhe, Rab (que traduzido quer dizer, Mestre,) onde moras? Êle lhes disse : Vinde e vede . Foram e viram onde morava, e ficaram com ele aquele dia ; e era j quase a hora d cima." O que se discutiu durante o estudo que fizeram juntos sobre as antigas profecias hebraicas n o se relata, mas aquele estudo b blico familiar convenceu Andr e Jo o. Andr inflamou-se pela obra . "Achou primeiro a seu irm o Sim o, e disse-lhe 5. (a) Como foi a aten o de Andr , Jo o e Pedro primeiro dirigida a Cristo o Rei, e com que resultados? (b) Que se entende pelo nome aramaico "Cefas" dado a Pedro por Jesus? Mat . 16 :18, Almeida, margem.


APRESENTANDO O REI

35 o Cristo Achamos o Messias que, traduzido .E levou-o a Jesus . E, olhando Jesus para le, disse, Tu s Sim o, filho de Jonas : tu ser s chamado Cefas, que traduzido quer dizer, Uma Pedra ." Traduzindo Cefas para o grego encontramos Petros, ou Pedro. Êste Sim o Pedro da em diante seguiu Jesus, e Jesus se agradou de que assim f sse.-Jo o 1 : 35-42, Vers o Rei Jaime, em ingl s. Éstes eventos aconteciam no vale inferior do Jord o, que defronta com a cidade de Jerico, perto do lugar onde o rio desemboca no mar de Sal, ou mar Morto . Aproximava-se ent o o tempo chuvoso do inverno, e Jesus desejava ir ao norte à prov ncia da Galil ia, onde tinha sido criado e havia trabalhado como carpinteiro . "No dia seguinte resolveu Jesus ir a Galil ia, e encontrou a Philippe . E disse-lhe : Segue-me." Filipe era da cidade galil ia de Betsaida, um pouco ao norte do mar de Tiber ades. Os dois irm os pescadores, Andr e Pedro, vinham da mesma cidade. Incapaz de guardar para si as boas novas, Filipe procurou Natanael . Outro nome d ste Natanael parece ser Bartolomeu, nome que significa "filho de Tolmai". Como se chegou Filipe a Natanael? Com estas palavras excitantes : "Temos achado aquelle, de quem escreveu Moys s na Lei, e de quem falaram os Prophetas, Jesus de Nazareth, filho de Jos ." "Perguntou-lhe Nathanael : De Nazareth p de sahir cousa que boa seja? Respondeu-lhe Philippe : Vem e v ." Filipe n o quis dizer que Mois s e os outros profetas haviam declarado que Jesus viria de Nazar e seria filho de Jos . Queria dizer que Aqu le predito por todos 6 . Quem, a seguir, foram privilegiados a se tornarem discfPulos do Rei, e como? Atos 3 : 24-23.


"ESTĂ PRĂ&#x201C;XIMO O REINO" 36 os profetas, identificava-se ent o com Jesus de Nazar , o chamado "filho de Jos ". Ah, era assim? Natanael tinha de vir e ver por si mesmo . 7 Jesus, a quem foram mostrados no monte da tenta o todos os reinos do mundo num instante de tempo, viu aproximar-se sse pesquizador honesto e lhe disse : "Eis um verdadeiro israelita, em quem n o ha dolo!" "Perguntou-lhe Nathanael : Donde me conheces? Respondeu Jesus : Antes de Philippe chamar-te, eu te vi, quando estavas debaixo de figueira ." Tal vis o penetrante de Jesus convenceu a Natanael. "Replicou-lhe Natanael : Mestre, tu s o Filho de Deus, tu s o Rei de Israel ." Esta a primeira confiss o registrada, feita por um disc pulo de Jesus, de ser le o Rei prometido de Israel. "Disse-lhe Jesus : Por eu te dizer que te vi debaixo da figueira, cr s? maiores cousas do que estas ver s. E accrescentou : Em verdade, em verdade vos digo que vereis o c o aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do homem."-Jo o 1 : 43-51 . 8 Da em diante Jesus come ou a crescer. Jo o Batista principiou a diminuir visto que muitos dos seus disc pulos come aram a seguir Aqu le de quem Jo o dava testemunho . Jo o teve o g zo de verificar que aqu les que le tinha preparado pela sua instru o forneceram a Jesus os primeiros disc pulos . (Jo o 3 :26-30) Os cinco homens acima mencionados estavam destinados a tornar-se membros do grupo composto dos doze ap stolos ou "enviados" de Jesus. No ano seguinte, 30 E.C., ap s a festa da 7. Como Natanael primeiro confessou ser Cristo o Rei leg timo? e, em resultado, que coisas maiores foram prometidas a este disc pulo? Mat . 10 : 2, 3 . 8 . Como come ou ent o a obra de Jo o Batista a diminuir, mas que g8zo e privil gio teve ele? Jo o 1 : 30, 31 .


APRESENTANDO O REI

37 p scoa na primavera, Jo o caiu no desagrado de Herodes Antipas de Galil ia e foi por ele encarcerado.-Jo o 2 : 12-25 ; 3 : 1, 2, 22-31 ; 4 : 1-3 . 9 "Desde esse tempo come ou Jesus a pr gar e a dizer : Arrependei-vos, porque est pr ximo o reino dos c os." Foi na Galil ia dos gentios que esta mensagem saiu pela primeira vez dos l bios do Rei, levando avante a mensagem do ponto em que Jo o, ora encarcerado, foi for ado a deix -la . "Depois que Jo o foi entregue Ă  pris o, veio . Jesus para a Galil ia, pregando o Evangelho do reino de Deus, e dizendo : 0 tempo est cumprido, e o reino de Deus est pr ximo . Arrependei-vos, e crede no Evangelho :' Jesus levou esta mensagem at as sinagogas onde o povo se congregava aos s bados nas v rias cidades . -Mateus 4 :12-17 ; Marcos 1 :14,15, Almeida ; Lucas 4 :14,15. 1 Entendiam esses judeus, ou mesmo os disc pulos de Jesus, o que significava este an ncio surpreendente? Que esp cie de governo seria este, este "reino dos c us"? Seria simplesmente um governo de origem celestial, reinando seu rei visivelmente na terra? ou seria um governo que dominaria do c u? Que benef cio poderiam os judeus esperar receber de tal governo, e que rela es esperavam ter com o mesmo? Por que estavam eles na expectativa dum novo governo, de modo que esta mensagem do "reino dos c us" se apoderasse de qualquer deles? Importantes perguntas s o estas, e s podem ser respondidas satisfat riamente por examinar o antigo amĂ&#x201C;

9. (a) Com que declara o importantfssima come ou Jesus a pregar? Mat . 5 :1-3, 10 . (b) Onde fez Jesus a sua prega o, e por qu ? Mat . 9 : 35, 36 . 10 . (a) Que perguntas importantes surgem concernentes ao "reino dos c us"? Lue . 19 :11 . (b) Onde acharemos respostas satisfat rias a estas perguntas? 2 Tim . 3 : 15, 16 .


3$ "ESTÁ PR XIMO O REINO" biente dos judeus . Podemos conseguir isso volvendo para tr s as p ginas da B blia at a narra o de seus primeiros antepassados . 11 No momento a aten o est concentrada sobremaneira no porta-voz principal do "reino dos c us". Êle parece ser aqu le a quem o c u sorriu para faz -lo regente real desse governo quer esteja o trono no c u quer na terra . Faz ele uma campanha pol tica com sua obra de publicidade em prol do Reino 7 Na verdade, quem ele 1 É ele da linhagem correta para ser Rei i e qual o seu passado? Parece haver incerteza ou contradi o quanto à proced ncia dele, e importante que se resolva isso com o fim de assegurar que ele preencha os requistos para o alto cargo . Filipe falou a seu respeito como aqu le que foi predito, mas disse que era "Jesus de Nazareth, filho de Jos ". Natanael, por m, o elevou a um n vel sublime e disse que era "o Filho de Deus" e, portanto, o "Rei de Israel" . De que modo podiam tanto Jos como Deus ser pai deste Jesus? Se Jos f sse seu pai, ent o ele seria, como qualquer outro homem, descendente do primeiro pecador humano, Ad o ; e como podia ele ser de maneira especial "0 Filho de Deus" 1 11 É claro que na mente destes disc pulos n o existia dificuldade em tais quest es como a descend ncia de Jesus, devido à sua informa o que os satisfazia completamente e correspondia às predi es da profecia sagrada . Dois dos sacros historiadores da vida de Jesus foram 11 . (a) Que perguntas surgem quanto às qualifica es de Jesus para o cargo? (b) Como surgiu a quest o s bre quem era realmente seu pai? Rom . 1 : 3, 4 . 12 . Das duas cr nicas fidedignas, qual nos d a linhagem ancestral aut ntica de Jesus at Ad o, e que h de peculiar quanto aos nomes? Col . 4 :14.


39 inspirados a dar-nos esta informa o hoje . Um dos historiadores, Lucas, no cap tulo tr s do seu registo, vers culos 34-38, fornece a parte da linhagem que abrange desde Abra o recuadamente at "Ad o, filho de Deus", como segue 1. Ad o. 2. Set . 3. En s. 4 . Cainan . 5. Maleleel. 6. Jared. 7.Enoc. 8. Matusal m. 9. Lamec .1O.No . 11 . Sem. 12. Arfaxad. 13. Cainan . 14. Sal . 15. Eber . 16 . Falec . 17. Raga . 18. Saruc . 19. Naor . 20 . Tar . 21 . Abra o . Ă&#x160;ste s nomes est o soletrados ou pronunciados segundo o grego em que Lucas escreveu, e n o segundo o hebraico em que se escreveu o livro de G nesis e I Cr nicas . Segundo os cap tulos 10 e 11 de G nesis, e I Cr nicas, cap tulos 1 a 3, Cainan, que aparece como o 13' no relato de Lucas, uma inser o e deve ser omitido . 1 0 registo do historiador Mateus s bre as origens de Jesus, isto , s bre a sua aparente genealogia humana, come a com Abra o. Comparemos, portanto, as linhagens dadas por Mateus e Lucas desde Abra o at que parecem encontrar-se em Jesus, em duas colunas, lado a lado como segue : (I Cr nicas 1-3 tamb m levado em conta .) APRESENTANDO O REI

Mateus 1 : 2-16 21. Abra o 22 .Isaac 23. Jac 24. Jud 25. Far s 26. Esrom 27. Ar o 28. Aminadab 29. Naasson 30. Salmon

Lucas 3 : 23-34 Abra o Isaac Jac Jud Far s Esrom Ar o Aminadab Naasson Salmon

Mateus 1 : 2-16 31 . Booz 32 .Obed 33 . Jess 34. Davi 35 . Salom o 36. Robo o 37. 38 . 39. Abias 40. Asa

Lucas 3 : 23-34 Booz Obed Jess Davi Natan Matat Men Mel ia Eliaquim Jonam

13 . Com quem come a a genealogia do outro historiador, e em quem parecem eoncontrar-se finalmente? Jo o 8 :17 .


40

"ESTĂ PRĂ&#x201C;XIMO O REINO"

Mateus 1 : 2-16 Lucas 3 : 23-34 Jos 41. Josafat Jud 42 . Jor o 43. Sime o 44. Lev 45. Matai 46.Ozias Jorim 47. Joat o Eliezer 48. Acaz Jesus (Jos ) 49. Ezequias Er 50. Manass s Elmadam 51. Amon Cos o 52. Josias Adf 53. Melquf 54. Jeconias Nerf 55. SALATIEL ,SALATIEL 56.ZOROBABEL ZOROBABEL 57. [Hananias, segundo 1 Cr nias 3 : 19,211 58. Resa

Mateus l : 2-16 59. 60. Abind 61. Eliaquim 62. 63. 64. 65. 66. Azor 67. 68. 69. Sadoc 70. Aquim 71 . Eliud 72. Eleazar 73. Matan 74. Jac 75. 76. Jos 77. JESUS

Lucas 3 : 23-34 Joanan Jud Jos Semei Matatias Maat Nagai Eslf Naum Am s Diatatias Jos Janaf Melquf Levf Matat Elf Jos JESUS

Ambas as genealogias concordam em que, segundo a carne, Jesus era descendente de Abra o (21), e Isaac (22), Jac (23), e Jud (24), e assim era israelita ou judeu . Ambas tamb m concordam em que le era descendente do rei Davi (34), e por isso pode ser corretamente chamado "filho de David" . Mas ap s Davi, as duas genealogias se afastam, seguindo o relato de Mateus pelo rei Salom o, e o de Lucas por Natan. Mas ambas as linhas ancestrais se reencontram em Salatiel (55) e Zorobabel (56), de modo que Jesus descendia carnalmente tanto do rei Salom o como de outro filho de Davi, Natan . Ainda que Lucas forne a uma linhagem completa sem falhas, Mateus faz muitas omiss es na linha que le segue, selecionando s 14

115

14. (a) S bre que cinco pontos essenciais concordam plenamente as genealogias tanto de Mateus como de Lucas? Mat . 22 :42 . (b) Ap s divergirem, em que mais concordam ambas as genealogias? 2 Sam . 7 :12-17,25-29 . 15. Por que a genealogia de Mateus mais curta que a de Lucas? Luc . 1 :27 .


41 alguns eminentes da linhagem, como na ocasi o em que o anjo de Deus se dirigiu a Jos (76) e disse : "Jos , filho de David," embora houvesse cerca de 40 gera es entre Davi (34) e Jos (76) . -Mateus 1 : 20. 16 Tra a Jesus a sua descend ncia do rei Davi atrav s de Jos (76) como seu pai direto? Se assim f sse, ent o Jesus era realmente filho de Jos . Notar-se- por m, que, quando Lucas apresentou a genealogia de Jesus ele falou do evento que marcava o trig simo anivers rio de Jesus e diz : "E aconteceu que, como todo o povo se batizava, sendo batizado tamb m Jesus, orando ele, o c u se abriu, e o esp rito santo desceu sobre ele em forma corporea, como uma pomba ; e ouviu-se uma voz do c u, que dizia : Tu s meu filho amado, em ti me tenho comprazido . E o mesmo Jesus come ava a ser de quasi trinta anos, sendo (como se cuidava) filho de Jos , e Jos de El ." (Lucas 3 : 21-23, Almeida) Lucas sabia ser mera suposi o humana que Jesus f ra gerado por Jos , pois este era o pai adotivo de Jesus . 17 Torna-se claro, portanto, que o relato de Mateus exp e a rvore geneal gica conforme o lado do pai adotivo de Jesus, Jos , ao passo que Lucas d a linhagem de Jesus segundo sua m e humana, a virgem judia chamada Maria. N o se mencionavam as mulheres nas tabelas geneal gicas , sendo estas guardadas, segundo o costume da poca, no arquivo p blico da cidade de Bel m e estando Ă  disposi o dos cidad os para consulta a fim de determinarem sua descend ncia. APRESENTANDO O REI

16 . Era Jesus realmente o filho de Jos , e como Lucas o indica? Jo o 6 :42. 17 . Qual a raz o da diferen a entre a rvore geneal gica de Jesus segundo Mateus e a registrada por Lucas, e como isto explica o porque Jos chamado "filho de Eli"? Luc. 3 :23. Ver . Rei Jaime (em ingl s), margem.


42

casou-se homem entrou com a era filha o peccado filho Deus de (75), El de no Jac e, mundo, segundo como (74) "ESTA PRĂ&#x201C;XIMO O REINO"

Maria era realmente filha de El o relato de Mateus, Jos . Mas Jos , Maria, e tornou-se genro de El . Tornou-se assim legalmente o `filho de El ', e Lucas arrola Jos tal. Ao fazer isto, Lucas n o contradiz Mateus . D ste modo podia Jesus ser o filho carnal da virgem judia e ao mesmo tempo ser "o Filho de Deus" . Todavia, como? 11 Jesus na carne era o "Filho de Deus" . Isto n o f oi porque sua m e Maria era descendente do primeiro homem, que originalmente era "Ad o, filho de Deus" . (Lucas 3 : 38) Ad o era filho de Deus porque foi criado imaculado e sem . Ad o, popecado ou perfeito por Jeov r m, cometeu pecado volunt rio no jardim do Ă&#x2030;den antes de tornar-se pai de filhos . Por esta raz o, Maria n o era descendente do Ad o imaculado, mas do pecador Ad o ; e nasceu em pecado como filha do judeu imperfeito, El , que a . Relativo a isso diz a Palavra de Deus gerou "Por um s e pelo peccado a morte, assim tambem a morte passou a todos os homens, visto que todos peccaram." (Romanos 5 :12) Maria n o era filha de Deus mediante gera o por parte d le . N o havia nescessidade duma concep o imaculada de Maria para que seu filho primog nito, Jesus, f sse o Filho de Deus. Isso se deve a n o ter Jesus pai humano . Como isso sucedeu Lucas explica antes de dar a genealogia registada de Jesus, como segue 19 Parece que a m e de Maria era membro da 18 . Era Maria perfeita e sem pecado em si mesma, e por que n o afetava isso a filia o de Jesus? Rom . 3 : 9, 10 . 19 . Por que estava Maria associada a uma tribo e sua prima Isabel a outra? Luc . 1 : 5, 36 .


43 tribo de Lev . Sua irm , isto , a tia de Maria, casou-se com algu m na mesma tribo de Lev e teve uma filha chamada Isabel, que se tornou m e de Jo o Batista por Zacarias, seu esp so-sacerdote . A m e de Maria, por outro lado, casou-se com El , que n o era mesma tribo que ela, sen o da tribo de Jud . Maria nasceu assim dentro da tribo de Jud , enquanto sua prima Isabel era da tribo de Lev . C rca de seis meses ap s o aparecimento do anjo Gabriel ao sacerdote Zacarias e da concep o de Jo o Batista naquela poca, aconteceu o seguinte, conforme deixamos Lucas cont -lo : "E, no sexto m s, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galil ia, chamada Nazar , a uma virgem desposada com um var o, cujo nome era Jos , da casa de Dav ; e o nome da virgem era Maria. 20 "E, entrando o anjo aonde ela estava, disse Salve, agraciada ; o Senhor contigo : bendita s tu entre as mulheres . E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que sauda o seria esta. Disse-lhe ent o o anjo Maria, n o temas, porque achaste gra a diante de Deus ; e eis que em teu ventre conceber s e dar s Ă  luz um filho, e por-lhe- s o nome de JESĂ&#x161;S . Este ser grande, e ser chamado filho do Alt ssimo ; e o Senhor Deus lhe dar o trono de Dav , seu pai, e reinar eternamente na casa de Jac , e o seu reino n o ter fim. E disse Maria ao anjo : Como se far isto, visto que n o conhe o var o? E, respondendo o anjo, disse-lhe : Descer sobre ti o esp rito santo, e a virtude do Alt ssimo te cobrir com a sua sombra ; pelo que tamb m o Santo, que de ti h de nascer, ser APRESENTANDO O REI

20 . Como mostra o relato de Lucas de modo claro que a concei o de Jesus foi imaculada e que Jeov foi capaz de produzi-lo como o "filho de Deus"?


"ESTA PRĂ&#x201C;XIMO O REINO" 44 chamado Filho de Deus . E eis que tamb m Isabel, tua prima, concebeu um filho em sua velhice, e este o sexto m s para aquela que era chamada est ril ; porque para Deus nada imposs vel. 21 "Disse ent o Maria : Eis aqui a serva do Senhor ; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo ausentou-se dela ." Imediatamente ap s isso Maria deixou Nazar na prov ncia da Galil ia, onde vivia Jos , e foi para o sul at a prov ncia da Jud ia Ă  cidade onde morava sua prima Isabel . "E Maria ficou com ela quase tr s meses, e depois voltou para sua casa ." -Lucas 1 : 26-56, Almeida. 22 0 historiador Mateus concorda em que tudo isto se deu antes de Maria, a virgem, se unir em casamento com seu desposado Jos . Escreve le "Jacob gerou a Jos , esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que se chama Christo . . . . Ora o nascimento de Jesus Christo foi desta maneira ; Estando Maria, sua m e, j despozada com Jos , antes que se ajuntassem, ella se achou gravida por virtude do espirito santo. Jos , seu marido, sendo recto e n o a querendo infamar, resolveu deixai-a secretamente . Quando, por m, pensava nestas cousas, eis que um anjo do Senhor lhe appareceu em sonhos, dizendo : Jos , filho de David, n o temas receber a Maria, tua mulher ; pois o que nella foi gerado, por virtude luz um filho, a do espirito santo . Ella dar quem chamar s JESUS ; porque elle salvar o seu povo dos pescados delles . Ora tudo isto aconteceu, para que se cumprisse o que dissera o Senhor pelo propheta : Eis que a virgem con21 . Como mostrou Maria seu consentimento para ser usada por Jeov a fim de dar Ă  luz o Rei prometido? 22 . De que modo mostra conclusivamente o relato de Mateus que Jesus era de fato o "filho de Deus" e que Jos era apenas seu padrasto? Isa. 7 :14 .


APRESENTANDO O REI

45

ceber e dar luz um filho, e elle ser chamado Emmanuel, que quer dizer, Deus comnosco . Jos , tendo despertado do somno, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu sua mulher ; e n o a conheceu enquanto ella n o deu luz um filho, a quem poz o nome de JESUS." (Mateus 1 :16-25) Desta maneira tornou-se Jos o pai adotivo de Jesus, e ste era supostamente o filho do carpinteiro Jos .-Mateus 13 :55 . 230 nome Jesus foi dado por Deus . N o significa Salvador, como geralmente pensam . Jesus a forma grega do nome hebraico Jeshua, ou a forma completa do nome Jehoshuah. Jesus, portanto, significa Jeov o Salvador, de modo que o nome d ste Filho de Deus era em si testemunho de Jeov Deus bem como testificava a obra extraordin ria que Jeov realizaria mediante seu Filho Jesus . "Elle salvar o seu povo dos pescados delles ." 0 resto das Escrituras mostra que isto n o significa que le salvaria apenas judeus, ou o povo do qual se tornou membro por ter nascido judeu, nem significa uma pseudo-"salva o universal" de todos . Significa que aqu les que se tornassem seu povo, suas "ovelhas", por darem os passos marcados nas Escrituras Sagradas, e que permanecessem como seu povo seguindo-o fielmente como Rei, a 1 es le salvaria, pela gra a de Jeov Deus . Jesus disse mais tarde : "Eu sou o bom pastor . 0 bom pastor d a sua vida pelas ovelhas . Eu sou o bom pastor, conhe o as minhas ovelhas, e as que s o minhas, me conhecem a mim, . e dou minha vida pelas ovelhas ."-Jo o 10 :11 9 14, 15 . 23 . (a) Qual o significado verdadeiro do nome "Jesus"? I Cr . 7 : 27, margem, Roth . ; Atos 7 : 45, Ver . Rei Jaime, margem . (b) A salva o de quem traria sse que f ra chamado Jesus? Jo o 14 :16, 26, 27.


"ESTÁ PR XIMO O REINO"

46 24

Veio primeiro à vida aqu le que se chamava Jesus, por meio da virgem judia Maria? Ou existia le antes de nascer como homem? As Escrituras infal veis respondem que le existia tempo incont vel antes que se criasse a primeira mulher em nossa terra . Na poca em que principiou a vida le foi criado pelo Deus sempiterno, Jeov , sem ajuda ou interm dio de uma m e. Em outras palavras, le foi a primeira cria o direta de Jeov Deus. Como tal era o Filho unig nito de Jeov . Foi o com o da obra criativa de Deus, e tudo o que depois f sse trazido à exist ncia seriam cria es subseq entes. Jeov Deus podia usar o Filho unig nito para criar essas outras coisas porque sse Filho era prole direta do Todo-poderoso e por isso um poderoso, ou seja, um deus . Êste Filho de Deus foi o primeiro a ouvir Deus falar, e Deus falou ao Filho ac rca da obra criativa . Da , Jeov Deus usou seu Filho por Verbo para falar às futuras criaturas inteligentes . Êle veio a ser chamado "A Palavra" ou "0 Verbo de Deus" . 25 0 historiador, o inspirado ap stolo Jo o, apresenta-nos Jesus, relatando algo de Sua exist ncia prehumana, como segue : "No principio era o Verbo, e o Verbo estava com DEUS, e o Verbo era Deus . Ele estava no principio com DEUS. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele, nada do que foi feito se fez .* Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens ; e * Veja-se o livro "A Verdade Vos Tornar Livres", p ginas 4G-49. 24. (a) Como existia Jesus antes do seu nascimento como homem? Pro . 8 :22-31. (b) Como foi le chamado na sua exist ncia prehumana, e que significa o tem isto? Apo . 19 : 13 . 25. (a) Que diz o ap stolo Jo o s bre a exist ncia prehumana de Jesus e tamb m por que veio le à terra? Jo o 8 :12-19 . (b) Como ste relato no cap tulo primeiro de Jo o arrasa a doutrina da "trindade"? Jo o 5 :26.


47 a luz resplandece nas trevas, e as trevas n o a compreenderam. Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era Jo o. Este veiu para testemunho, para que testificasse da luz, para que todos cressem por ele. N o era ele a luz ; mas para que testificasse da luz . Al estava a luz verdadeira, que alumia a todo homem que vem ao mundo . Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo n o o conheceu . Veio para o que era seu, e os seus n o o receberam . . . . E o Verbo se fez carne, e habitou entre n s, e vimos a sua gl ria, como a gl ria do unig nito do Pai, cheio de gra a e de verdade . DEUS nunca f oi visto por alguem . 0 Filho unig nito, que est [ou, que se reclina] no seio do Pai, esse o fez conhecer." (Jo o 1 :1-14,18, Almeida) 0 leitor notar que no registo acima citado o ap stolo n o menciona nenhum "esp rito santo", nem qualquer suposta "terceira pessoa". 26 Para que n o haja mal-entendido s bre as palavras do ap stolo Jo o quanto Ă  rela o de Jesus com Jeov Deus, tanto Jesus como outro dos seus ap stolos testificam . No hebraico Am m significa verdade ; e Jesus apresentou fatos verdadeiros ac rca de si mesmo quando disse : "Isto diz o Amen, a testemunha fiel e verdadeira, o principio de ceea o de Deus ." (Apocalipse 3 :14) Que Jesus era tal "princ pio" das criaturas de Deus e que ap s isso Deus usou sua primeira cria o ao produzir t das as outras cria es o ap stolo Paulo escreve a respeito de Jesus : "0 qual a imagem do Deus invis vel, o primog nito de toda a cria o ; porque nele foram criadas todas as coisas que h APRESENTANDO O REI

26. Que textos adicionais provam al m de qualquer d vida que Jesus era o "principio" de t da a cria o de Deus? 1 Jo o 4 : 9 .


4$

"ESTĂ PRĂ&#x201C;XIMO O REINO"

nos c us e na terra, vis veis e invis veis, sejam tronos, sejam domina es, sejam principados, sejam potestades : tudo foi criado por ele e para ele. E ele antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele ."-Colossenses 1 :15-17, Almeida. 27 Maria, uma criatura, n o foi nem podia ser a m e de Deus o Criador, nem do "Verbo" a quem Deus usou para criar t das as outras coisas. Maria poderia ser s mente a m e terrestre do Filho de Deus, e isto apenas durante o tempo em que ele esteve na terra como homem . A f r a vital de Jesus como "0 Verbo" no c u foi transferida do c u ao vulo ou c lula- vo no ventre de Maria, ainda solteira, e ela foi assim abenoada com o privil gio de fornecer o corpo humano de Jesus . Era um corpo perfeito, porque a sua vida n o procedia do pecador Ad o, mas era a vida original do Verbo dada pelo grande vivificados Jeov Deus. 0 esp rito santo ou f r a ativa de Jeov Deus conservou o corpo de Jesus santo e livre do pecado e da imperfei o, embora f sse nutrido no ventre da virgem filha do pecador Ad o. (Hebreus 7 :26) Jesus podia assim servir como "o Cordeiro de Deus, que tira o peccado do mundo" . "Um milagre divino ocorreu quando Jesus "se fez carne" . Ple n o era uma encarna o, mas era carne, um filho humano de Deus, um homem perfeito, n o mais um esp rito, embora tivesse um passado e ambiente espirituais ou celestiais . Que o Verbo celestial de Deus se despiu de tudo o que possu a como esp rito semelhante a Deus 27 . Como, e por que f r a ativa, tornou-se Maria m e do perfeito Jesus? Gal . 4 : 4. 28. Enquanto na terra por que n o era Jesus alguma encarna o, naco parte carne e parte espirito? Heb . 2 : 14, 17.


APRESENTANDO O REI

49

excepto a sua f r a vital e que le se rebaixou para tornar-se nada mais do que um homem perfeito, testificado pelo seu ap stolo inspirado que escreve : "Haja em v s esta disposi o, que houve tamb m em Cristo Jesus, que, embora f sse em forma de Deus, contudo n o meditou a usurpa o de ser igual a Deus, mas despiu-sea si mesmo, tomando a forma de escravo, tendo sido feito à semelhan a dos homens ; e estando na condi o dum homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente at à morte."-Filipenses 2 : 5-8, tradu o da Emphatic Diaglott (em ingl s) ; tamb m a Vers o Almeida. 29 Jesus n o cobi ou ser superior a Jeov Deus, nem sequer igual a Êle em poder e gl ria. Jesus at consentiu em tornar-se inferior ao que le era como criatura espiritual no c u sob o Alt ssimo Deus Jeov . O Verbo ou Filho de Deus sabia que, para todo o sempre, o Senhor Deus Jeov e permanece o mais alto, inigualado por quaisquer outras pessoas . "A quem, pois, me assemelhareis, para que eu lhe seja egual ? diz o Santo ." (Isa as 40 :25) S os trinit rios religiosos s o suficientemente presun osos para pretender, sem base b blica, que mais duas pessoas s o iguais a Jeov Deus ; contudo o pr prio Jesus n o pretende ser uma dessas pessoas . Pelo seu proceder humilde Jesus tem sido exaltado ainda mais alto do que era antes de se tornar homem, mesmo pr ximo ao pr prio Deus . Se Jesus tivesse sido igual a Deus antes de ser `feito carne', ent o o Deus Todo-poderoso n o podia ter exaltado a Jesus ainda mais, pois isso teria exigido que Jeov exaltasse a Jesus acima do 29. (a) Por que jamais tentou Jesus ser igual ou superior a Jeov seu pai? Jo o 14 : 28 . (b) Como foi Jesus recompensado por tal proceder humilde? Fil . 2 : 9-11 .


"ESTĂ PRĂ&#x201C;XIMO O REINO" 50 pr prio Jeov , o que uma impossibilidade e o c mulo da irracionalidade ! 30 A genealogia de Jesus o Messias ou Cristo como "o Filho de Deus" portanto provada pelas Escrituras mesmo al m da contradi o do Diabo. Mas por que preciso tomar tanto cuidado para conservar essa genealogia de Jesus segundo a carne? Porque se deve demonstrar que o Filho de Deus nasceu como homem na tribo de Jud , e que era descendente do rei Davi bem como do patriarca Abra o, o "amigo de Deus" . Foi esta a provis o amorosa de Jeov para conosco a fim de que pud ssemos saber com maior o Filho predito de Deus, certeza que ste Aqu le escolhido por Deus para ser Rei no "reino dos c us". Esta evid ncia geneal gica era o modo de Deus nos resguardar contra sermos enganados por qualquer anticristo religioso ou qualquer anticristo pol tico, ou cristos dissimulados. ` Foi predito que apareceriam muitos desta esp cie de anticristos ou cristos dissimulados, especialmente em nosso s culo, marcado como pela guerra global e pelos esfor os infrut feros dos homens para manterem a paz total sob um gov rno global . (Mateus 24 : 6, 7, 24) Se devemos seguir um rei, sigamos o nico verdadeiro sancionado por Deus, Aqu le que possui o verdadeiro direito divino . Portanto, para estabelecermos que Deus veraz, e por isso em nosso pr prio inter sse tamb m, folhemos as p ginas iluminadas da B blia e determinemos por que o 30 . Se Jesus era de fato o "filho de Deus" por que t o grande cuidado devia ser tomado em preservar sua genealogia segundo a carne? Jo o 7 : 40-43. particularmente importante para n s neste 31 . Por que tempo deteminar quem tem o "direito divino" de ser Rei? e como podemos fazer isto? Jo o 20 : 31.


51 Rei do novo mundo de justiça havia de se tornar o "filho de David, filho de Abrahão" . (Mateus 1 :1) Esforcemo-nos principalmente com o desejo de vindicar a Palavra e o santo nome do único Deus verdadeiro e vivo, "a quem só pertence o nome de JEOVÁ ." -Salmo 83 :18, APRESENTANDO O REI

Almeida .


CAPÍTULO IV A PRIMEIRA PROMESSA DO REINO BRAAO, o antepassado do Regente do noA vo mundo, não era um rei. Levando uma vida nômade no meio dos reinos dêste mundo,

êsse patriarca não buscou para si um reino . Êle adotou a vida de um peregrino que vivia na organização dêste mundo mas não fazia parte dela, porque acreditava que no tempo devido seria fundado um reino perfeito mediante a única Fonte verdadeira de todo govêrno válido, a saber, o Supremo Governador, Jeová Deus . De fato, Abraão como antepassado fiel do prometido Reino "reino dos céus" era êle próprio figura ou tipo do Senhor Deus Altíssimo . 2 0 "reino dos céus" não poderia ter outra origem ou fonte a não ser a celestial . Seu fundador tinha de ser celestial, quer dizer, mais alto do que o homem e invisível ao homem . Jeová Deus é Aquêle que primeiro prometeu tal reino, e êle é o seu Fundador, sendo que só Êle poderia fornecê-lo para a bênção e salvação da humanidade . Jeová Deus é o grande Criador de tôdas as coisas, visíveis e invisíveis, através do universo sem fim . Êle é maior do que tôdas as suas obras, e como 0 Supremo êle rege sôbre elas e tôdas se acham à sua disposição . Êle é o legítimo Regente 1 . Por que Abraão não buscou para si um reino mundano? Heb . 11 : 8-10 . 2. Qual é a posição da origem do Reino dos céus, e que pena está fixada pela rebelião contra a Sua dominação? Jer . 10 : 10, Almeida . 52


53 Universal, 0 Soberano Universal, e êle só exerce o domínio universal absoluto sôbre tôdas as suas obras . A sua soberania universal está além do alcance de qualquer criatura que trate de a usurpar ou tirar das mãos divinas pela violência, agressão ou por quaisquer outros meios . Qualquer criatura vivente no céu ou na terra que lute contra a dominação divina universal e não escolha voluntàriamente submeter-se a ela tem de ser e será exterminada pelo Regente Universal . 3 0 Deus Todo-poderoso é o Governador Legítimo . Por esta razão êle é 0 Teócrata, título que significa Regente-Deus . Seu Govêrno é uma Teocracia, que quer dizer um govêrno sob a imediata direção e admnistração do Deus Altíssimo . A sua regência e a organização que êle cria são teocráticas, e as criaturas viventes na Sua organização têm de estar sujeitas à regência teocrática se quiserem continuar a viver e gozar das suas ilimitadas bênçãos . A sua regência teocrática liga em unicidade todo o universo obediente . Submissão a essa regência é o único meio pelo qual se pode estabelecer permanente "paz na terra aos homens de boa vontade" . -Lucas A PRIMEIRA PROMESSA DO REINO

2 : 14, Negromonte .

Jeová Deus não é o Fundador dos reinos dêste mundo nem o Responsável por êles . É difamação a Deus e vitupério ao Seu nome ensinarem solenemente os clérigos religiosos que êsses reinos mundanos são `ordenados por Deus' . (Romanos 13 : 1) 0 Reino ou Govêrno que Êle ordenou é aquêle pelo qual pactuou no jardim do Éden depois que a humanidade começou sua 4

3. Que forma de govêrno unirá o universo em uma s6 regência de paz? Judas 25 . 4. Que govêrno ordenou Jeová para reger a humanidade? Dan. 2 : 44 .


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 54 oposição à regência teocrática de Jeová .-Gênesis 3 :15. 6 Quando Deus criou esta terra e colocou o homem e a mulher perfeitos no seu jardim do Éden, êle não lhes deu instruções em relação a um reino. Não os instalou como rei e rainha, quer com respeito a seus filhos por nascer, quer com respeito à criação animal inferior . Gênesis 1 : 28 reza : "Deus os abençoou, e lhes disse Fructificae, multiplicas-vos, enchei a terra - e sujeitas-a ; dominas sobre os peixes do mar, sobre as aves do céo e sobre todos os animaes que se arrastam sobre a terra ." Êste mandato declarou privilégios e deveres que Deus lhes dava . Portanto era a sua comissão teocrática como filhos e servos dêle . Enquanto cumprissem amorosamente a sua comissão de subjugar a terra até que chegasse a um estado edênico e enchê-la com seus descendentes justos, estariam executando o mandato divino . Fazendo isto, permaneceriam membros da organização universal de Jeová e formariam a parte visível dessa organização. Também seus filhos, que teriam um princípio justo de vida no Éden, seriam membros da secção visível da organização universal do Criador . 6 Antes da criação do homem e da mulher, a organização inteligente de Deus compunha-se inteiramente de seus filhos espirituais ou filhos celestiais de Deus . Era então totalmente celestial e estava acima em relação à terra . 0 Filho unigênito de Jeová, 0 Verbo, era o Principal 5. Que posição com respeito às outras criaturas na terra designou Deus a Adão e Eva, e como estavam êles relacionados com sua organização universal? Gen. 1 : 26, 27 . 6 . Que relação familiar mantinham o homem e mulher perfeitos no jardim do Éden com Jeová e Sua organização universal, e como? Gál . 4 : 26 .


55 dessa organização celestial . Por meio dêle Jeová Deus criou o primeiro casal humano, dizendo "FAÇAMOS o homem á nossa imagem, conforme a nossa semelhança ." (Gênesis 1 :26) Por esta razão o Adão perfeito era "filho de Deus" . Êle era tal por meio da organização de Deus sob o Filho unigênito de Deus, O Verbo . Na ocasião em que se designaram os deveres ao homem e a mulher imaculados no Éden e se lhes ordenou que trabalhassem, foram admitidos na organização universal de Deus, como seus filhos terrestres . Ao mesmo tempo em que eram membros visíveis ou terrestres da Sua organização universal, eram também os filhos dela por meio do Verbo. A organização servia-lhes de grande mãe, e nesta qualidade a organização universal das criaturas santas de Deus era a "mulher" ou "esposa" de Deus . 'Assim como Adão foi o primeiro a ser criado e era o chefe de família humana, e Eva lhe foi dada como espôsa e ajudados e se juntou a êle, assim também existiu Jeová antes de sua organização de criaturas inteligentes . Do mesmo modo, essa organização santa está sujeita a êle como Chefe Teocrático e serve a todos seus bons propósitos, juntando-se a êle em unicidade que provém de estar em harmonia com êle . Ela está num estado de santo matrimônio com seu Criador e Deus . As criaturas que se desharmonizam com o Espôso Teocrático da organização e se rebelam contra a vontade divina são divorciadas da organização . Quanto a elas o seu fim derradeiro é a destruição ; pois não há vida eterna sem A PRIMEIRA PROMESSA DO REINO

7. (a) Quem é o marido dá organização universal, e como? Osé. 2 :16,19,20, V. Eras. e Alm. ; margem da Ver . Rei Jaime. (b) Para terem vida eterna, que relação com o Marido Teocrático precisa ser mantida por tôdas as criaturas inteligentes? Sal . 36 : 9 .


"ESTA PRÓXIMO O REINO" 56 a união com Deus na sua organização universal . Dêste belo ponto de vista o Senhor Deus fala palavras consoladoras à sua organização universal, em Isaías 54 : 5, 6, e diz : "Pois o teu Creador é teu marido ; Jehovah dos exercites é o seu nome : e o Santo de Israel é o teu redemptor ; será chamado o Deus de toda a terra . Porque Jehovah te chamou como a mulher ." 8 Por que, então, fez o Regente Supremo no Éden um concêrto com sua "mulher" (ou organização universal) para estabelecer um reino sôbre a terra 1 Porque estalou uma rebelião contra a Sua regência teocrática naquele jardim de delícias, e a Teocracia que ali se achava deixou de existir . Por abrir as Escrituras Sagradas, Deus levanta o véu para revelar o que sucedeu na parte invisível do mundo justo que então funcionava na terra e arredor dela . Foi o seguinte : Para o bem da humanidade Jeová Deus, o grande Marido, tirou de sua santa organização ou "mulher" certas criaturas celestiais, espíritos, e colocou-as sôbre os perfeitos Adão e Eva como invisível organização celestial . A parte superior da organização "mãe" forneceu assim proteção e instrução à inferior ou membros inferiores da organização . Tinha ela de cuidar de todos seus filhos, até o menor . Aquêle a quem Jeová colocou à testa da organização invisível especial acima do homem era um santo anjo . Seu gôsto ou cargo era querubínico . Por causa da sua designação sôbre os interêsses da humanidade êle se chamava "querubim cobridor" . Os que estavam debaixo dêle na organização invisível eram anjos santos . Sendo espírito e portanto superior

8. Que constituiu o "céu" local do homem no Éden? e que levou Jeová a pactuar com Sua organização universal para estabelecer um reino justo sôbre a terra? Pro . 6 : 20 ; 2 Cor. 12 : 14.


57 e invisível ao homem, o querubim e sua organização de anjos formavam uns céus locais sôbre a humanidade. 9 0 perfeito Adão e Eva, formados do pó da terra, constituíam a organização terrestre . Juntos, aquêles cens e terra constituíam um "mundo" distinto neste setor do universo de Jeová . Sendo então justas ambas as partes, era um mundo justo e formava também parte da organização universal de Deus . Foi o primeiro mundo que o homem conheceu . "Bem diferente da ação que mais tarde af ormosearia o Filho unigênito de Deus, o "querubim cobridor" tornou-se soberbo e começou a exaltar-se acima do cargo para o qual Deus o havia designado . Isto êle intentou fazer, procurando mudar aquêle mundo justo de teocrático a seu próprio, sujeito a êle como deus para ser adorado e como governador independente do Teócrata Universal, Jeová Deus . 0 querubim propôs tornar-se um deus demoníaco e substituir a Teocracia sôbre a terra por uma demonocracia, ou regime dos demônios . A humanidade seria desviada por êle do caminho da justiça perfeita de Deus . Seduziria os anjos debaixo dêle e os transformaria em demônios. A soberba da vida a que cedeu então o querubim para lançar-se nesse curso iníquo o levaria finalmente à sua queda em humilhação e aniquilamento . 0 grande Inspirados de profecia mostra que êle se torna um brilhante (Lúcif er) na sua organização babilônica iníqua, e diz : "Como caíste do ceo, ó Lucifer, filho da alva ! como foste cortado A PRIMEIRA PROMESSA DO REINO

9 . Qual foi o primeiro mundo que o homem conheceu, e do que era parte? Deu . 32 : 3, 4 . 10. Quem chefiou a iníqua rebelião contra a perfeita disposição universal, e qual foi o seu objetivo? I João 3 :8.


58 "ESTÁ PRÓXIMO O REINO" por terra, tu, que desbaratavas os gentios [as nações] ! E tu disseste no teu coração : Subirei ao ceo ; exaltarei o meu throno acima das estrellas de Deus : e ficarei assentado no monte da congregação, aos lados do norte : Subirei acima das alturas das nuvens : far-me-hei similhante ao Altíssimo . E com tudo Beras abatido ao inferno [o túmulo, Sheo1], aos lados do poço.-" -Isaías 14 :12-15, Versão Trinitária . 11 Referindo-se à sua organização universal como a um alto monte que se eleva até os céus, Jeová disse ainda ao querubim, que pretendia ser rei da sua própria rocha : "Estiveste no Eden, jardim de Deus ; . . . Tu eras o cherubim ungido que cobre ; e estabeleci-te de sorte que estivesses sobre o monte santo de Deus ; andaste no meio das pedras de fogo . Tu eras perfeito nos teus caminhos desde o dia em que foste criado, até que a iniquidade se achou em ti. . . . peccaste ; portanto te lancei, profanado, do monte de Deus, e te exterminei, ó cherubim cobridor, . . . não subsistirás mais ." (Ezequiel 28 : 12-19) O querubim, profanando-se mediante a infidelidade e tornando-se Satanás o Diabo, foi divorciado ou expulso da fiel organização universal ou "monte santo" de Jeová . 12 Empregando então a astúcia da serpente no Éden, o ardiloso querubim enganou Eva . Fêz com que ela pensasse que a lei teocrática de Jeová fôra lavrada errôneamente, não se lhe aplicava, a qual dispunha incorretamente a pena de morte. Induziu-a a desobedecer à lei divina e comer do fruto proibido no paraíso do Éden, 11 . Que punição imediata pronunciou Jeová contra o querubim por ter-se êle profanado? Pro . 16 :18 . 12 . Como conseguiu Satanás levar primeiro Eva e depois Adão a violarem o mandamento de Deus? e que sentença resultou para Satanás? 1 Tim . 2 :13, 14 .


59 assegurando-lhe que não era ofensa mortal . Daí, pela mulher pecadora o querubim exerceu pressão sôbre seu marido, Adão, que conhecia a lei de Deus . A concupiscência para com a mulher atraindo-o, Adão comeu junto com ela da árvore do conhecimento do bem e do mal . Ambos então eram transgressores, sobretudo Adão, o cabeça responsável da mulher. De nada valia tentarem esconder-se do grande Legislador e Juiz, Jeová Deus. Embora soubesse tudo, êle concedeu a todos os culpados no jardim uma audiência franca. A evidência indicava Satanás, então simbolizado pelo seu intermediário, a serpente, como instigador da revolta do homem contra a lei e dominação universal de Deus . Logo, Jeová julgou a Serpente, o "querubim", cuja sabedoria falhara . Deus disse : `Porquanto assim o fizeste, maldita és tu dentre todos todos os animais domesticas [animais feitos para serem presos e destruídos] e dentre todos os animais do campo ; sobre teu ventre [simbolizando cobiça e egoísmo] andarás de rastos, e pó comerás todos os dias de tua vida. Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente ; esta te ferirá a cabeça, a tu lhe ferirás o calcanhar." -Gênesis 3 :13-15. " Deus assim rebaixou o satanizado querubim de sua elevada organização ao nível duma cobra rastejante e o sentenciou à morte . Embora a execução da sentença fôsse adiada até o tempo marcado por Deus, contudo o prolongamento de sua existência não resultaria em conseguir êle apropriar-se da vida ; seria comer do pó sem vida . Também, o próprio Deus não tencioA PRIMEIRA PROMESSA DO REINO

13. Quem foi apontado como destruidor de tôda iniqüidade, e quando será executada por Jeová a sentença de morte contra Satanás e todos seus obreiros de iniqüidade? Apo . 20 :1-3, 7-10.


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 60 nava executar a Serpente traidora, mas sim usar seu Filho, o descendente de sua "mulher" ou organização santa . Êste Filho ou Semente da "mulher" de Deus odiaria tanto a iniqüidade que jantais transigiria, mas destruiria por completo a antiga Serpente, Satanás o Diabo . 24 As palavras de Deus predisseram que Satanás a Serpente formaria uma organização, uma "semente", todavia existiriam aquêles da organização universal de Deus que não cederiam às seduções de Satanás mas se manteriam inabalàvelmente ao lado de Jeová Deus e dentro da sua organização santa . Entre estas duas organizações Deus poria ódio, hostilidade e inimizade infindáveis . Da sua santa organização universal, ou "mulher", procriaria Jeová Sua semente, armada com todo o poder no céu e na terra . Embora Satanás e sua semente atacassem pelas costas e perseguissem a Semente no calcanhar, ainda assim êste poderoso Vencedor esmagaria sob o calcanhar a cabeça da Serpente e exterminaria esta e sua semente . t5 Pronunciar Jeová em seguida a sentença contra Eva e seu marido, Adão, prova que Deus não tencionava que fôsse Eva "a mulher", nem sequer uma das filhas de Eva, nem mesmo se fazendo ereção da virgem judia Maria . Adão e Eva, por causa de sua violação da lei teocrática de Jeová., foram expulsos da organização dos filhos de Jeová, e então a organização universal de Jeová constava sòmente de criaturas espirituais ou celestiais e, portanto, estava "acima" com respeito ao homem. Era desta organização que ain14. Que desenvolvimento predisseram as palavras de Deus entre a Sua Semente e a organização de Satanás? João 15 : 18-20 . 15. Por que é que nem Eva nem qualquer uma de suas filhas podia ser a "mulher" da qual viria a "semente" prometida? Gál . 4 : 26.


A PRIMEIRA PROMESSA DO REINO

61

da aderia fielmente a Deus como sua "espôsa" e permanecia livre do pecado e do autor do pecado, Satanás, sim, era do corpo dessa "mulher" que o grande Marido, Jeová Deus, produziria a Semente santa . A Semente não está manchada pelo pecado e é capaz de destruir o responsável pelo pecado, o demônio invisível, Satanás o Diablo . Uma mãe humana nunca poderia produzir tal Semente, uma Semente espiritual . "A declaração do propósito de Jeová foi um pacto em relação a sua "mulher" ou organização fiel . De fato, foi um pacto do Reino, visto que o Principal, que em primeiro lugar é A Semente, seria o Rei ou Governador Teocrático no "reino dos céus" . Êste aspecto real do concêrto, tornou-se mais claro e evidente nos dias em que Jeová tratou com Abraão. Êsse pacto foi também a primeira profecia à humanidade . Foi Deus quem a pronunciou sem intermediário humano, e é inteiramente fidedigna e sem dúvida se cumprirá . Embora fôsse um pacto unilateral ou seja de um só lado, declarado sem prévio consentimento ou acôrdo de criaturas, contudo Jeová Deus diz "Assim será a minha palavra que sahir da minha bocca . Não tornará para mim vasia, mas effectuará o que me apraz, e prosperará naquillo para que e enviei ." (Isaías 55 : 11) Era preciso que tivesse bom êxito o seu concêrto a fim de produzir a Semente ; e a destruição da Serpente e da sua semente aguarda apenas a vinda da Semente e o estabelecimento do seu reino . 17 Isto explica por que o Deus Todo-poderoso 16 . (a) Qual, de fato, era a declaração do propósito de Jeová no Éden? Sal . 105 :8-10 . (b) Por que era unilateral o pacto de Jeová, e por que êsse fato não afeta a certeza do seu cumprimento? 1 Ped . 1 : 24, 25 . 17. De que modo o pacto explica o Jeová permitir Satanás e sua prole continuarem a existir? Éxo . 9 :16 .


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 62 permitiu que Satanás e tôda sua prole iníqua continuassem a existir e praticar a iniqüidade ; pois era necessário que êles tivessem as mãos livres para ferir o calcanhar da Semente Real e experimentar a integridade dela a Deus por meio de sofrimentos, provas, oposição e perseguição . Mas a Palavra de Deus não deixa dúvida que a Semente teria de suportar o ordálio penoso e derrotar as intenções cruéis do inimigo . A Semente da "mulher" de Deus nunca se afastará iniquamente da dominação universal de Jeová mas lutará por ela e destruirá todos os que se rebelarem contra ela . Desta maneira a Semente, que recebe o "reino dos céus", vindicará a palavra e o nome de Jeová Deus, os quais a antiga Serpente, Satanás o Diabo, tem vituperado . 18 Comparar Jeová o pérfido querubim a uma serpente que se arrasta mostrou que o querubim já havia sido expulso da organização universal de Deus como rebelde. Isto não quer dizer que não se permitiu a Satanás continuar a atividade no céu e ter ali contacto com as autras criaturas . Tendo logrado dominar o homem e a mulher, Satanás prosseguiu daí a roubar o mundo, isto é, tanto os céus dêste quanto os seus membros terrestres. Excerceu influência sôbre os anjos sôbre os quais Deus o tinha instalado no cargo de querubim cobridor . Muitos dêstes, desertaram para o lado do rebelde . Parecia então estar aberto o caminho de lograr Satanás o Diabo a dominação mundial sem a intervenção divina. A medida que Adão e Eva procriassem filhos, Satanás tencionava estender seu domínio sôbre

18. (a) Após o seu rebaixamento no Éden, como procedeu Satanás para conseguir a dominação mundial? Efë . 6 :11,12 . (b) Que deixou assim de existir, mas que prometeu o pacto de Deus? 2 Ped . 3 :13 .


A PRIMEIRA PROMESSA Da REINO

63

éstes . Dificultaria a qualquer dêles livrar-se e passar para o lado do Soberano Universal, Jeová Deus . Dêste modo os anjos celestiais tornaram-se endemoninhados e corruptos os habitantes humanos na terra . Assim o mundo inteiro se tornou corrupto. O mundo justo que a humanidade conhecera no princípio terminou e já não existia. Apesar disso, o pacto de Jeová no jardim do Eden grantiu a promessa de que seria recriado e restaurado um mundo de justiça, em vindicação da dominação ou soberania universal de Jeová. "'Adão e Eva foram expulsos do jardim do Éden a fim de cumprir a pena pela transgressão "No dia em que delia comeres, certamente morrerás." (Gênesis 2 : 17) No mesmo dia de 24 horas em que êles comeram Jeová o Juiz os sentenciou e perderam todo o direito à vida eterna, tornando-se assim como mortos a Seus olhos. Antes que passassem mil anos, a contar de então, tinham êles de voltar à não-existência informe no pó da terra do qual foram tomados, pois "um dia deante do Senhor é como mil annos, e mil annos como UM DIA" . (2 Pedro 3 : 8) Ao passo que vagarosamente iam morrendo no pecado e na imperfeição, tiveram muitos filhos, tanto meninos como meninas, porém não segundo o mandato divino que lhes foi dado enquanto eram perfeitos no Éden . (Gênesis 5 : 4, 5) Seu filho primogênito, Caim, possuiu-se da ambição de ser a `semente da mulher' ou desempenhar o papel de tal, segundo entendia o assunto, e matou seu irmão Abel . Abel tinha o favor de 19. (a) Qual foi a pena imediata pela desobediência do homem no Éden? Rom. 5 :12-14. (b) O que fêz Caim assassinar seu irmão Abel? e por que não designou Jeová alguma criatura humana para executá-lo por êste ato iníquo? 1 João 3 : 12, 8 .


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 64 Deus por causa da sua fé genuína no pacto edênico . Isto fez Caim sentir que Abel era seu rival na honra que parecia caber a Caim como primogênito da família humana . Deus amaldiçoou o assassino Caim para ser "fugitivo e vagabundo" todo o resto dos seus dias, mas não autorizou ninguém na terra que tirasse a vida a Caim . Não havia pessoa justa sôbre a terra a quem Deus- pudesse dignificar para atuar por executor . "Nod" significa "fuga" ou "peregrinação" ; e Caim "sahiu . . , da presença de Jehovah, e habitou na terra de Nod, ao oriente do Eden". (Gênesis 4 :15, 16) A mulher de Caim, uma das filhas de seu pai, foi junto com Caim a Nod . 2° As ambições de Caim revelaram-se mais adiante : edificou e organizou uma cidade para sôbre ela reinar, a primeira cidade, conforme se relata, que existiu na terra . "Conheceu Caim a sua mulher ; ella concebeu, e deu á luz a Enoch. Caim edificou uma cidade, e chamou o nome da cidade do nome de seu filho, Enoch." (Gênesis 4 : 17) Não foi edificada em honra de Jeová ou do Seu nome, mas para prover segurança contra o dano e satisfazer a "vaidade da vida" de Caim, no sentido de ser êle regente . Seu trineto Lamec mostrou-se também assassino como êle . Êstes moradores citadinos ocupavam-se na pecuária, na música instrumental, nas indústrias pesadas de cobre e ferro, e, sem dúvida, entre outras coisas, forjavam armamentos . -Gênesis 4 :18-24. 21 Outra linhagem dos descendentes de Adão 20. Por que edificou e organizou Caim uma cidade? e que ocupação seguiram seus descendentes? Sal . 10 :2-11. 21 . Que começou a ter lugar nos dias de Enós, e em que diferiu o descendente de Set, Enoc, do seu homônimo filho de Caim? Sal . 1 : 6 .


João Imerge o Rei Eleito .-Capítulo 1 .


0 IU ngido de J enová Destrói o ú igante Totalitário .-Capítulo 9 .


65 veio por meio de seu filho Set, nascido após o assassínio do homem de fé, Abel . Set teve um filho, Enós. Seu dia é digno de menção . Em que sentido? No que diz respeito aos homens, já multiplicados consideràvelmente, organizarem a religião que o Diabo introduzira no Éden para causar a queda do homem . Os contemporâneos de Enós não tinham fé em Deus nem no pacto edênico, mas começaram a chamar a si mesmos ou seus deuses falsos pelo nome de Jeová. 0 registo, em Gênesis 4 : 26, no hebraico, diz : "Então houve um princípio de invocação do nome de Jeová." Cinco gerações depois de Set nasceu seu descendente Enoc . Diferente de Enoc, filho de Caim, o descendente de Set, que também se chamava Enoc, não escolheu andar com os homens do seu dia na religião organizada dêles, mas `andou com Deus' . Êle tinha fé no pacto de Jeová e por isso era justo aos olhos de Deus e f oi constituído profeta de Jeová . 22 Por meio de Enoc foi dada a primeira profecia de Deus mediante um homem. Esta profecia baseava-se no pacto edênico, e sua substância dá-se em Judas 14,15, que reza : "A estes tambem é que prophetizou Enoch, o setimo depois de Adão, quando disse : Eis que o Senhor veiu com myriades de seus santos a executar juizo sobre todos e a convencer a todos os impios de todas as obras impias que impiamente commetteram, e de todas as palavras duras que peccadores ímpios pronunciaram contra elle ." Isto predisse a vinda do Rei e a destruição da Serpente e sua semente para que fôsse estabelecido A PRIMEIRA PROMESSA DO REINO

22. (a) Que profecia costumava Enoc proferir? (b) de que teve Enoc uma visão, e como escapou êle das vascas da morte? Heb . 11 :1,5.


66 "ESTÁ PRÓXIMO O REINO" outra vez um novo mundo de justiça. Os religiosos que chamavam a criaturas pelo nome de Jeová e ao mesmo tempo vituperavam o Seu nome e faiavam coisas duras contra Êle teriam desejado fazer o mesmo a Enoc que se fêz a Abel . Jeová livrou seu servo fiel da semente terrestre da Serpente. Êle trasladou Enoc para lhe dar uma visão do mundo de justiça restabelecido, onde não haverá mais morte, porém onde o Rei será um "Eterno Pai" a seus súditos obedientes . Enquanto esta visão extasiante abraçava a Enoc, "Deus o tomou," e assim Enoc "não apareceu mais", e escapou de tôda a agonia da morte. Êle dorme na morte, aguardando que no Reino se venha a realizar a visão . -Gênesis 5 :21-24. LIQUIDADO O MUNDO ANTIGO

Passadas três gerações depois de Enoc, nasceu outro homem que se recusou a andar nos caminhos da religião organizada . Êsse homem era Noé, que chegou a ser conhecido como "prégador da justiça" . Êle tinha fé no pacto edênico e na profecia de Jeová por meio da sua testemunha Enoc. Adorava a Jeová, e por isso, também, "Noé andou com Deus ." Sendo êle testemunha de Jeová se lhe revelou que Deus, nos dias de Noé, assolaria tôda a terra com um dilúvio e eliminaria todos os religiosos . (Gênesis 6 : 8-17 ; 2 Pedro 2 : 5) Êste dilúvio não seria o cumprimento da profecia de Enoc, mas se destinava a ser uma prefiguração do cumprimento grandioso e completo daquela profecia quando a Semente de Deus atuasse por executor de Jeová contra os ímpios. Z~

23. Como foi Noé distinguido, e que lhe revelou Jeová? Heb . 11 : 7 .


67 Nos dias de Noé antes do dilúvio os homens e as mulheres comiam, bebiam, casavam-se e davam-se em casamento e praticavam a religião . A história mostra que edificaram cidades, mas não há registo de que houvesse reinos, quer fôssem reinos sôbre uma cidade ou reinos sôbre um território que abrangesse várias cidades . Por isso, não há indicação que o superintendente invisível do homem, Satanás o Diabo, designasse quaisquer de seus poderosos demônios espirituais para servirem como intendentes especiais, como príncipes invisíveis sôbre reinos. A criação de principados no domínio invisível do mundo corrupto de Satanás estava ainda sem fundação, não havendo então reinos terrestres . Um obstáculo a isto talvez fôsse que anjos, "os filhos de Deus", desceram e apareceram quais homens na carne e se casaram com as lindas filhas dos homens . Tal casamento de anjos com mulheres não melhorou de modo algum a cena terrestre . Seus filhos híbridos se desenvolveram em "valentes que houve na antigüidade, os varões de fama", mas não homens para o nome de Jeová . Tais eram sòmente Noé e seus filhos . Êstes gigantes eram os nefilins, derrubadores ou valentões, e eram os principais a encher a terra com violência. A corrupção da família humana avançava rapidamente, e com ela aumentou a violência até encher a terra . 4 "mundo antigo" inteiro, que Satanás criara, era um mundo corrupto, tanto na parte invisível ou espiritual como n visível ou humana.-Gênesis 6 :1-5, 11, 12, Almeida. !4

A PRIMEIRA PROMESSA DO REINO

24 . (a) Existiam reinos e cidades antes do dilúvio? (b) Quem eram os Nefilins, quem os "filhos de Deus", e quem os "varões de fama"? e que condições se originaram sôbre a terra? Luc . 17 :27.


g$

"

"ESTÁ PRÓXIMO O REINO"

Então Jeová Deus, por meio duma demonstração genuína, fez um quadro mostrando como no tempo devido sobrepujaria tôda a organização de Satanás, invisível e visível, com destruição, e restauraria um mundo de justiça e de adoração ao Deus vivo e verdadeiro . 0 grande Criador desatou terríficas fôrças naturais a fim de produzir um dilúvio possante. Êste destruiu inteiramente a combinação ímpia terrestre de Satanás . Os desobedientes "filhos de Deus" escaparam com suas vidas desfazendo-se corpos humanos e voltando ao domínio espiritual invisível. Os "filhos de Deus" casados, perdendo suas mulheres no dilúvio, não foram readmitidos no organização livre de Jeová Deus . Por causa da sua desobediência nos dias de Noé, tornaram-se "espíritos em prisão" . (1 Pedro 3 :19, 20) Dentre as criaturas humanas só Noé e sua família, oito almas foram salvas dum túmulo aquoso, e isso por meio da arca que Noé construiu à ordem de Deus . Éstes oito eram justos por causa da sua fé e obediência a Jeová Deus, e com estes êle deu um novo e justo começo à família humana .-Gênesis 7 e S . 2' Quando os ocupantes da arca saíram dela para a terra purificada, havia passado um ano e dez dias a contar da época que começou a cair a primeira chuva na experiência humana . Durante êsse tempo pereceu o mundo dos ímpios . "Pereceu o mundo de então, afogado em agua." (2 Pedro 3 : 6) Fora da arca, a primeira coisa que Noé

25. (a) Por que dois propósitos desencadeou Jeová o dilúvio sôbre a terra? Mat. 24 : 37-39 . (b) Quando o dilúvio desabou sóbre a terra, que aconteceu aos "Nefilins", aos "filhos de Deus% aos "varões de fama", e às oito almas da família de Noé? 2 Ped . 2 : 4 . 26 . Que pereceu enquanto Noé e sua família estavam na arca, e qual foi seu primeiro ato ao emergir dela? Gên . 8 : 13-21 .


69 fez foi iniciar a adoração familiar de Jeová . Não edificou nenhum templo, mas um um simples "altar ao Senhor", e neste ofereceu sacrifícios para si mesmo e sua família salva . " Excetuando-se êles, a terra estava despovoada . Visto que Deus "não a criou vazia, mas a formou para que fôsse habitada% o Criador revivificou o mandato divino e o reiterou diante de Noé e seus filhos. Êle disse a êstes justos, ao abençoá-los : "Fructificae, multiplicas-vos e enchei a terra. . . . povoas abundantemente a terra, e nella multiplicas-vos ." (Gênesis 9 : 1, 7) Isto foi um evento profético . Mostrou de antemão que no mundo novo de justiça, governado pela semente da "mulher" de Deus, Jeová Deus emitiria de novo por meio dela, o mandato divino aos fiéis "homens de boa vontade", os quais êle preservará através do fim dêste mundo . Quando esses sobreviventes, representados pelos filhos de Noé e suas mulheres, gerarem filhos em retidão para encher a terra, não haverá a Serpente e sua prole vil quer no céu ou na terra . Êstes dois últimos terão sido destruídos até a última "víbora" pela Semente reinante da "mulher" de Jeová na batalha final do Armagedon que eliminará êste mundo, a qual foi representada pelo dilúvio nos dias de Noé . " Noé não era aquela Semente . Não a podia ser . Êle era apenas um tipo ou modêlo profético da Semente, pois Satanás e seus demônios iníquos não foram destruídos pelo dilúvio. Os demônios foram simplesmente forçados a voltar ao domínio espiritual invisível . A organização deA PRIMEIRA PROMESSA DO REINO

27. Que mandato renovou Jeová a Noé? e de Que é profético êste evento? Isa . 45 : 8, 18 . 28 . Depois que passou o dilúvio, que determinou fazer a organização demoníaca de Satanás? 1 Ped. 5 : 8.


"ESTA PRÓXIMO O REINO" 70 moníaca foi obrigada a recomeçar a dominação mundial . Seu problema agora era o de como transtornar o fundamento para a justiça lançado na terra em Noé e sua família . A Semente da mulher ainda não chegara . A ardente inimizade no coração dos demônios os inflamou desde Satanás seu príncipe para baixo, a estarem à espreita da Semente para destruí-Ia à primeira vista, se fôsse possível. Juntamente com o mandato divino Jeová Deus fez um pacto com Noé e sua família contra o derramamento desenfreado de sangue, dizendo : "Se alguem derramar o sangue do homem, pelo homem será derramado o seu sangue ." (Gênesis 9 : 6 ) Mas os demônios estavam inclinados a destruir o seu predito inimigo, a Semente, ainda que significasse a violação flagrante desta "aliança eterna" concernente à santidade do sangue das criaturas .


CAPITULO V

A REALEZA TEOCRÁTICA era o novo pai da futura família huN OÉmana, mas não lhe podia dar vida eterna .

Caso quizesse aventurar-se, Noé tinha ampla oportunidade de estabelecer um reino mundano e agarrar com mão firme as rédeas da dominação mundial, na terra pós-diluviana . Porém, a sugestão de tal coisa só poderia vir de Satanás, o Diabo, que desejava fazer-se um deus "semelhante ao Altíssimo" . Jeová, o grande Regente teocrático, não cometeu reino algum ao perfeito Adão no Éden, e Noé recusou aceitar sugestão de outras fontes para fundar tal coisa . Êle reconheceu ao Senhor Deus por Soberano Universal e a si mesmo unicamente por testemunha e servo de Jeová na terra . Como então, começaram os reinos dos homens sôbre a terra? 'Ao aprender alguma coisa dos propósitos de Deus, Satanás, seu opositor, trata sempre de correr na frente dêle num esfôrço para derrotar ou frustrar Seus propósitos e enganar os homens . Durante certo tempo o nome de Jeová foi grande na terra por causa do dilúvio, e o seu poder era temido . Guardava-se o seu pacto eterno com respeito à santidade da vida . Esta situação não agradou o inimigo de Deus . Êle se inclinava à dominação do mundo e portanto de-

1 . Que oportunidades egoístas apresentaram-se a Noé na terra depois do dilúvio, e como reagiu a elas? I Ped . 5 : 6 . 2 (a) Como o nome de Jeová foi considerado na terra imediatamente depois do dilúvio, e por quê? Isa . 26 : 9 ; Sal. 106 : 11, 12 . (b) Que passos tomou o Diabo para interromper isto, e que registo temos a respeito? Apo . 12 : 3, 4, 9 . 71


"ESTÁ PROXIMO O REINO" ¡2 sejava corromper a humanidade e assim revivificar um mundo corrupto de que êle próprio seria o deus para se adorar e temer . Recobrando-se do transtôrno causado pelo dilúvio, Satanás o Diabo reorganizou suas hostes invisíveis, os demônios . Para os mais poderosos ou favoritos entre êles planejou o cargo de príncipes sôbre potências mundiais da terra . No decorrer do tempo um dêles poderia tornar-se o "principe da Pérsia e outro o "principe de Rosh, Meshec e Tubal", e assim por diante . (Daniel 10 : 13, 20 ; Ezequiel 38 :2, 3) Jeová Deus dera a Satanás e seus servos o estigma de serpente e sua semente . Pois, muito bem ! Satanás o Diabo organizaria uma enorme monstruosidade similar a uma serpente gigantesca, um dragão . Visto que sete é o número simbólico de inteireza espiritual, ela teria sete cabeças, sendo cada cabeça um dos príncipes debaixo de Satanás . L assim que pareciam a Jeová Deus os novos ou reorganizados "céus" de Satanás no mundo pós-diluviano, e assim êle os retratou no seu Apocalipse . As sete cabeças principescas do "dragão" tiveram sua parte correspondente em sete reinos ou potências na terra . Assim nos mostra a história bíblica . a Dos três ramos da descendência de Noé passando por Sem, Jaf et e Cam, apoderou-se Satanás o Diabo da linhagem de Cam para encaminhar o plano dos reinos humanos na terra . Nimrod, neto de Cam, foi o primeiro a se mostrar suficientemente audaz para desafiar Jeová, rejeitar o seu pacto eterno e ceder à ten3 . De que linhagem se apoderou o Diabo, e, com isso, como encaminhou êle seu plano de reinos feitos por homens sôbre a terra? I Crô . 1 : 4, 8-10 .


73 tação de dominação mundial . Êle foi o primeiro dos homens a fazer-se rei . 0 breve relato bíblico conta muita coisa, embora só diga : "Cush gerou a Nimrod, que começou a ser poderoso na terra . Elle era poderoso caçador deante de Jehovah ; pelo que se diz : Como Nimrod, poderoso caçador deante de Jehovah. 0 principio do seu reino foi Babel, Erech, Accad e Calneh, na terra de Shinar." (Genesis 10 : 8-10) L certo que Jeová Deus não autorizou o reino de Nimrod . Não ungiu nem ordenou Nimrod como as "autoridades superiores" na terra a quem os povos deviam estar sujeitos como a uma instituição representativa da vontade de Deus . 4 Sendo o rei Nimrod "poderoso caçador", era uma potência humana, mas o seu poder não vinha de Deus . Os homens que perderam a fé em Jeová Deus viam em Nimrod um poderoso caçador, diante ou na frente de Deus ou superior e em oposição a Êle . Nimrod conseguiu a proeza de caça pela imoderada matança de animais brutos e também de gente mais fraca, em violação do pacto eterno que Deus celebrou com Noé e todos seus descendentes . Nimrod desviou de Jeová os povos que subjugara, tendo estabelecido o * culto religioso de adoração a um chefe e seu estado de modo que o homem dava glória ao regente e chefe de estado antes que a Deus. Foi em Babel, o princípio do reino de Nimrod, que se construiu a tôrre para unir os homens em tôrno dum govêrno global centralizado, e ali, em desaprovação, Jeová Deus confundiu a língua dos construtores ímpios . Essa é a Babel, ou BabilôA REALEZA TEOCRÁTICA

4. (a) Qual era a fonte do poder de Nimrod, e como o adquiriu? Rom . 1 : 21-24 ; Isa. 24 : 5, 6 . (b) Como desviou Nimrod seus povos subjugados para longe de Jeová? e de que se tornou símbolo sua capital? Apo . 17 : 4, 5 .


"ESTA PRÓXIMO U REINO" 74 nia, usada através das Escrituras Sagradas para simbolizar a organização de Satanás o Diabo . Apropriadamente, portanto, Babilônia é figurada por uma mulher imunda, a mulher ou espôsa de Satanás mãe da semente dêle .-Gênesis 11 :1-9 . 'Na terra, Babilônia tornou-se o berço da religião organizada, que é demonismo ou demonolatria. Todos os reis de Babilônia, a começar por Nimrod, praticaram a religião ou adoração do Diabo . Imbuíam-se na mesma idéia que a do Diabo, a de dominação sem considerar Deus e em desafio á sua prometida Semente da "mulher" . Êste primeiro reino humano f oi, portanto, fundado por Satanás, seu deus . Foi o começo da sua organização visível ou terra corrupta . A reformada organização demoníaca de Satanás constituía os "céus" sôbre ela . Juntos formavam o seu mundo pós-diluviano . Êsse mundo tem continuado até agora ; e é chamado "os céus e a terra que agora existem" . (2 Pedro 3 :7, Almeida) Seus dias estão contados e são poucos agora, porque está próxima a Semente da "mulher" . Embora Noé vivesse 350 anos após o dilúvio, nada teve que ver com aquêle mundo injusto recém-formado. Êle continuou a ser um homem de fé, andar com Jeová Deus e ser um "pregador da justiça" . Dez gerações após Noé nasceu outro homem que tinha fé no Deus verdadeiro e vivo, pela linhagem de Sem. Seu nome era Abrão, o qual mais tarde foi mudado para Abraão, signí-

5 . (a) Qual foi o espirito de Babilônia, e como a usou o Diabo? Eze . 21 :21 . (b) Que constituiu o mundo pós-diluviano de Satanás? Isa. 13 : 1, 10, 11, 13 . 6 . (a) Quanto tempo viveu Noé depois do dilúvio, e teve êle alguma coisa a ver com o mundo injusto recém-formado? Eze. 14 : 14, 20. (b) Que homem de fé no verdadeiro Deus nasceu pela linhagem de Sem umas dez gerações depois, e qual sua atitude para com a realeza terrena? Rom . 4 :3.


75 ficando "pai duma multidão':. Êle vivia cêrca de 240 quilômetros a sudeste de Babilônia, em Ur dos Caldeus . Nessa ocasião já se tinha espalhado a idéia de "rei" e havia muitos dêsses regentes, tais como o "rei de Sinar", o "rei de Elasar o "rei de Elão o "rei de nações", Faraó, o rei do Egito, e os reis de Sodoma, Gomorra, Admá, Zeboim, e Belá respectivamente . (Gênesis 12 :14,15 ; 14 :1,2, Almeida, margem) Abraão tinha fé na promessa pactuada de Jeová no Éden e Sua profecia mediante Enoc . Êle percebeu o debate, que consistia na escolha entre êsses reis mundanos e a dominação universal de Jeová . Quando Deus o provou no tocante a êste debate, Abraão tomou imediatamente o lado do Todo-poderoso, em vez de buscar para si a realeza . ' Por ordem de Deus Abraão afastou-se do reino mundano debaixo do qual nasceu . Tornou-se um peregrino livre, sob a orientação do Soberano Universal, Jeová. Por causa disso êle foi contado digno de se tornar um antepassado terrestre do Regente prometido do "reino dos céus" . "Ora disse Jehovah a Abrão : Sae-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pae para a terra que te mostrarei ; farei de ti uma grande nação, e te abençoarei, e engrandecerei o teu nome. Sê tu uma bemçam : abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei aquelle que te amaldiçoar ; por meio de ti serão bemditas todas as famfilias da terra ." (Gênesis 12 :1-3) Abraão estava sinceramente interessado no duradouro bem-estar dos povos da terra, e tinha satisfação de entregar-se a Jeová Deus para a bênção dêles . A REALEZA TEOCRÁTICA

7 . Que proceder levou Abraão a tornar-se antepassado terrestre do regente prometido do "reino dos céus"? Heb . 11 : 8-16.


76

"ESTA PRÓXIMO O REINO"

s A declaração acima revelou o propósito de Jeová de trazer bênçãos à humanidade . Não se originou de Abraão, mas de Jeová Deus . Por isso era Seu pacto unilateral . Abraão podia tornar-se participante dêle pela obediência à ordem de Deus ; e assim fêz . Portanto é chamado • "pacto abraâmico" . A promessa de fazer de Abraão uma "grande nação" mostrou que o Deus Todo-poderoso lhe daria uma semente, embora naquela época Abraão, aos 75 anos, não tivesse filhos, sendo sua espôsa, Sara, dez anos mais moça. Se tôdas as famílias da terra devessem ser abençoadas em Abraão, então, a "Semente" prometida no Éden à "mulher" de Deus teria de vir por meio dêste homem Abraão . Por esta razão, Abraão servia de simples tipo ou modêlo profético do seu Amigo e Deus, Jeová, visto que Semente seria na realidade a Semente de Jeová e viria por meio da "mulher" de Jeová . Portanto, a promessa pactuada de engrandecer • nome do obediente Abraão significava que Jeová Deus engrandeceria o seu próprio nome por meio da sua Semente . Significava que os que honrassem e abençoassem o nome de Jeová seriam os únicos a receber as bênçãos dêle por intermédio da sua Semente . s Vinte e quatro anos mais tarde, quando Abraão já contava noventa e nove anos de idade • sua espôsa oitenta e nove, e ainda não tinham filhos, o Senhor disse-lhe : "Eu sou o Deus Todo-poderoso ; anda em minha presença a sê perfeito ; e porei o meu concerto entre mim e ti, e te

8. (a) Como se chamou êste pacto de Deus com Abraão, e por quê? Heb. 6 : 13. (b) Que foi indicado pela declaração de que tôdas as famílias da terra seriam abençoadas em Abraão? Ro n. 4 :16-18 , margem, Ver. Rei Jaime (inglês) . 9 . Que certeza deu Deus a Abraão quando êste tinha 99 anos de idade e sua espôsa 89? Gên . 18 : 9-15.


77 multiplicarei gradissimamente . . . . E te farei frutificar grandissimamente, e de ti farei nações, e reis sairão de ti ; . . . A Sarai tua mulher não chamarás mais pelo nome de Sarai, mas Sara será o seu nome ; porque eu a hei de abençoar, e te hei de dar a ti dela um filho ; e a abençoarei e será mãe de nações ; reis de povos sahirão dela." (Gênesis 17 : 1, 2, 6,15,16, Almeida) Abraão riu de alegria por causa da promessa, e Deus ordenou que o filho de Abraão por Sara fôsse chamado "Isaac", nome que significa "riso". 1° A luz destas manifestações divinas quanto à prole de Abraão e Sara, torna-se claro que o pacto abraâmico era em realidade um pacto do Reino . Era apenas uma ampliação ou extensão do pacto do Reino que Jeová fêz com Sua "mulher" no Éden . Isto removeu o pacto do campo das generalidades e mostrou que a sua Semente por meio da "mulher" seguiria uma carreira terrestre como descendente de Abraão e Sara, de modo que a Semente viria por meio dêles e seus descendentes . Abraão, o hebreu, e sua descendência mediante Sara, tornaram-se aquêles que Satanás a Serpente e sua semente haviam de vigiar em inimizade, para até impedir, se fôsse possível, que aparecesse a Semente da "mulher" de Deus. Os demônios começaram a fazer de Isaac o alvo de perseguição, ameaçando-lhe a vida . Como? Dentro da própria família de Abraão e por um membro dela . 11 Quatorze anos antes de nascer Isaac, AbraA REALEZA TEOCRÁTICA

10. Que esclarecem as declarações precedentes quanto à natureza do concêrto e da semente? Sal . 105 : 6-10. 11 . (a) Qual era a posição de Ismael na casa de Abraão, e como se modificou pela promessa de Deus acêrca de Isaac? Gên. 15 : 2-4 . (b) Quais foram as circunstâncias do nascimento de Isaac? Rom. 4 : 19-22 ; Heb. 11 : 11, 12.


78 "ESTÁ PROXIMO O REINO" ão gerou, com o consentimento de sua espôsa Sara, um filho da escrava dela, Agar, uma egípcia. 0 filho chamava-se "Ismael" . Durante os treze anos seguintes cria-se que êle fôsse o herdeiro de Abraão, e sobretudo o herdeiro dos privilégios do pacto abraâmico . Daí, com a revelação divina de que Abraão teria um herdeiro de sua mulher livre, sua espôsa Sara, essa esperança para Ismael desvaneceu-se, e até o próprio Abraão disse a Deus : "Oxalá que viva Ishmael deante de ti ." (Gênesis 16 : 1-16 ; 17 : 17,18) Isaac nasceu no tempo predito, quando Abraão tinha 100 anos de idade e sua espôsa, a livre, 90 anos . Isto se deu por milagre do Deus Todo-poderoso, pelo Seu espírito ou fôrça ativa, especialmente porque já há muito Sara passara a idade de ter filhos . 12 Certamente Isaac era um filho mediante a promessa de Deus e nasceu "segundo o espírito" . Isto é muito significativo, pois Abraão era tipo do grande Pai Jeová . Portanto, a idosa Sara representou a mulher de Deus, ou sua organização universal acima nos céus, e ela representou esta livre organização quando se tornasse idosa ou tivesse 4.000 anos mais de idade, computados desde o pacto edênico no que toca à Semente da mulher . A concepção miraculosa de Sara e o nascimento de Isaac, filho de Abraão, prefiguraram como o Filho unigênito de Jeová, Jesus, foi tirado, perto do começo do ano 2 A .C., da livre organização universal de cima, que é a "mulher" de Deus, e como sua vida foi transferida, por milagre, do domínio espiritual su-

12 . O que representou a concepção de uma semente pela idosa Sara em sua velhice? Isa. 54 : 1, 5, 6.


?g perior para o ventre da virgem, donde Jesus nasceu como criança da tribo de Judá . " A espôsa Sara, tendo passado muito a idade de ter filhos, não representou a jovem virgem Maria, ainda não unida a seu noivo José . Sob inspiração divina o apóstolo Paulo nos diz, em Gálatas 4 : 22-31, que Sara representou a "mulher" de Jeová, a sua fiel organização espiritual de cima que está livre de tôda escravidão ou servidão por estar inteiramente unida a Jeová . Isaac representou de modo especial a "Christo Jesus homem", quando foi batizado no Jordão, e o espírito desceu sôbre êle e a voz de seu Pai disse do céu : "Este é o meu Filho dilecto, em quem me agrado ." Esta descida do espírito e êste reconhecimento por Deus perante sua testemunha João Batista foi exemplo de como o Pai celestial gera . Foi então, na verdade, que Sua "mulher" lhe produziu a Semente, seu Filho "cheio de espirito santo". 1' O rancor que amargou o adolescente Ismael, filho de Agar, por ocasião do nascimento de Isaac, manifestou-se em especial quando alguns anos mais tarde Isaac foi desmamado . Em vez de regozijar-se pelo progresso do propósito divino, Ismael desprezou e perseguiu seu meio-irmão Isaac, o filho livre . Observando isto, e temendo pela vida de seu filho, Sara insistiu que tanto Agar como o filho se afastassem das tendas de Abraão : "Deita f ora esta escrava e seu filho ; pois o filho desta escrava não será herdeiro com meu filho, com Isaac ." Deus aprovou o pedido de Sara, dizendo a Abraão : "Em tudo o A REALEZA TEOCRÁTICA

13 . A quem representou Sara, a espôsa idosa de Abraão? e quando deu à luz a Sara antitípica sua semente? Mat. 3 : 13-17 . 14 . Quais foram os desenvolvimentos entre Ismael e Isaac? e por que são de interêsse especial? Mat .21 : 43-45 ; 23 : 37, 38 .


$Q

"ESTA PRÓXIMO O REINO"

que Sarah te diz, ouve a sua voz : pois em Isaac será chamada a tua descendencia ." (Gênesis 21 :1-12) 0 apóstolo Paulo comenta isto, dizendo : "Ora a Abrahão foram feitas as promessas, e á sua semente. Não diz : E ás sementes, como falando de muitos ; mas, como de um : E á tua semente, a qual é Christo ." (Gálatas 3 :16) Por isso, o acontecimento inteiro foi um drama profético . Exatamente como esta cena da perseguição contra Isaac e expulsão de Agar e seu filho se cumpriu nos momentosos eventos cêrca de dezenove séculos mais tarde, leremos com grande interêsse nas páginas adiante . 11 Tornar-se Isaac o herdeiro único de Abraão deu-lhe grande segurança . Mas ainda não havia terminado a prova de Abraão relativa à sua fé no pacto do Reino. Quando Isaac chegou a ser rapaz ou moço, vieram as ordens de Jeová a Abraão : "Toma teu filho, teu unico filho, Isaac, a quem amas, e vae á terra de Moriah ; off erece-o alli em holocausto sobre um dos montes que te hei de mostrar." (Gênesis 22 : 1, 2) 0 nome da montanha, Moriá, que havia de testemunhar êste sacrifício significa "Jeová provê (ou indica) ". Com obediência inquestionável Abraão satisfez a sua parte do pacto e viajou com Isaac para o Monte Moriá e edificou o altar sacrificial . Talvez considerasse na mente a pergunta : `Mas de que maneira poderá Jeová Deus cumprir o seu pacto, ligado como está a meu filho único por Sara, se Isaac for morto e sacrificado V A fé em Deus respondeu ao coração e mente de Abraão `0 Deus Todo-poderoso é capaz de ressuscitar os mortos . Êle pode cumprir o pacto após ressusci-

15. A que grande prova de fé foi Abraão sujeito relativamente ao pacto do Reino, e como reagiu êle? João 3 :16.


81 tar a Isaac.' Sustentado por esta convicção, Abraão atou Isaac em cima do altar ê passou a oferecer o sacrifício . Quando estava prestes a matar seu filho, o anjo dê Deus gritou do céu e lhe ordenou quê parasse . Deus providenciou miraculosamente então um carneiro para o sacrifício, ê confirmou o Seu pacto . " "Então o anjo Senhor bradou a Abraão pela segunda vez desde os céus, ê disse : Por mim mesmo, jurei, diz o Senhor : Porquanto fizeste esta ação, ê não me negaste o teu filho, o teu único, quê deveras tê abençoarei, ê grandissimamente multiplicarei a tua semente como as estrelas dos céus, ê como a areia quê está na praia do mar ; ê a tua semente possuirá a porta dos seus inimigos ; ê em tua semente serão benditas todas as nações da terra ; porquanto obedeceste à minha voz ." (Gênesis 22 : 15-18, Almeida) Por si mesmo, sendo êle o todo-altíssimo ê onipotente, Jeová jurou cumprir o pacto do Reino . Isto dá esperança inabalável ê verdadeiro confôrto a todos os de qualquer nacionalidade quê aguardam as bênçãos dê Jeová por intermédio da Semente dê sua "livre", sua organização universal dê cima. 17 O inspirado apóstolo Paulo fortemente sugere o significado de ser Isaac restaurado das garras da morte, ao escrever : "Pela fé Abrahão, sendo provado offereceu Isaac, sim aquelle que tinha recebido com alegria as promessas, ia offerecendo seu filho unigênito, a quem se havia dito : Em Isaac será chamada a tua descendencia, julgando [Abraão] quê Deus o podia resusA REALEZA TEOCRÁTICA

16. Como confirmou Jeová então seu pacto com Abraão? e a quem dá isto esperança e conforto? Gál. 3 :17-19 . 17. (a) Que foi sugerido na restauração de Isaac? Efé . 1 : 19, 20. (b) Que certeza posterior foi dada a Abraão de que a primogenitura do pacto continuaria? Gên . 24 : 1-7, 61-67.


82

"ESTA ~MIMO O REINO"

citar até dentre os mortos ; donde Lambem em figura o recobrou ." (Hebreus 6 : 13-20 ;11 :17-19) Foi um quadro da ressurreição, indicando no futuro o maior milagre do Deus Todo-poderoso . Abraão mais tarde teve o prazer de ver a êste aparentemente ressuscitado Isaac casado e feliz com sua linda sobrinha-neta, Rebeca, e ver abençoado êsse enlace com filhos gêmeos . Isto foi confirmação de que o direito à primogenitura do pacto seria passado adiante até que viesse a Semente da "mulher" . Antes da sua morte . "Abrahão deu a Isaac tudo quanto possuis", como o legítimo herdeiro do pacto .-Gênesis 25 : 5-8 . REI TÍPICO POR DIREITO DIVINO

Há mais um evento que não deve ser desconsiderado na carreira de Abraão na Terra Prometida que tem relação definitiva com o pacto do Reino e serve para ilustrar seu cumprimento. Realizou-se na terra de Canaan antes do nascimento tanto de Ismael como de Isaac, e pouco depois de Abraão voltar de uma estada na terra do Egito . Deus ainda não tinha dado a Abraão a terra de Canaan, mas deixou os ocupantes pagãos permanecer ali . Abraão, por isso, manteve-se neutro quanto aos negócios dos reinos do país . Não se intrometeu na sua política, pois sabia que se achava num pacto com Deus relativo a um Govêrno vindouro muito mais alto do que êsses reinos gentios . Quando quatro reis agressores do norte invadiram Canaan e cinco reis de Canaan se uniram e trataram de rechaçar os invasores, Abraão não tomou partido, pois era uma luta entre reinos dêste mundo . 18

18. Por que permaneceu Abraão neutro quanto aos assuntos dos reinos cananeus? e como lhe surgiu uma prova? I Ped . 2 : 11, 12 ; 4 : 15.


83 Nenhum dêles era govêrno teocrático . Contudo, sobreveio a Abraão unia prova quando os cinco reis aliados foram derrotados e saqueados e os quatro reis agressores fugiram com os despojos ; pois Lot, o sobrinho de Abraão foi apanhado pela maré da batalha e levado cativa, com todos os seus bens . " "Veiu um que escapara, e deu parte a Abrão, o hebreu. . . . Tendo Abrão ouvido que seu irmão estava preso, levou os seus homens mais bem disciplinados, nascidos em sua casa, em numero de trezentos e dezoito, e os perseguiu até Dan:' (Gênesis 14 :13,14) Embora fosse neutro quanto às controvérsias do mundo, Abraão mostrou que não era pacifista, de modo que saiu para perseguir os captores do filho de seu irmão. Não foi porque Lot era seu parente consanguíneo. Foi porque Lot era homem de fé e servo justo de Jeová Deus, que Abraão se decidiu lutar pelo livramento e liberdade de Lot . 0 apóstolo Pedra fala de Lot como o "justo Lot" e "aquelle justo", cuja "justa alma" se desagradou da iniqüidade dos ímpios . (2 Pedro 2 : 7, 8) Abraão sentiu, por conseguinte, a responsabilidade perante Deus Jeová de fazer o que podia para libertar seu companheiro e servo do Senhor Deus . Quando se tratava dum ataque dos inimigos aos que serviam a Jeová Deus, neste caso Abraão não era neutro . Jeová indicou que aprovara o proceder de Abraão por abençoá-lo com êxito contra as forças inimigas superiores . "Dividiu-se contra elles de noite, elle e seus servos, e, ferindo-os, os perseguiu até Hobah, que fica á esquerda de Damasco . Tornou a trazer A REALEZA TEOCRÁTICA

tS . Se ADralo era assim neutro, por que fez êle guerra aos captores de Lot? Gál . 6 : 10.


84 "ESTÁ PROXIMO O REINO" todos os bens, e tornou a trazer a Lot, seu irmão, e os seus bens, e também as mulheres e o povo ." -Gênesis 14 :15,16. 20 Agora, dum notável evento, vem forte confirmação de que o Supremo, Jeová, era responsável pela vitória de Abraão e que Êle não tinha ordenado êsses quatro reis agressores em "autoridades superiores" a quem tanto Lot como Abraão deviam sujeitar suas almas ; e, ainda mais, que a luta de Abraão pelos interêsses do povo de Deus prefigurou a maneira em que procederia a Semente da "mulher" de Deus, que é a "semente de Abrahão" . Êste evento foi o encontro de Abraão com o único rei então na terra a quem Deus aprovou, o único rei teocrático que nessa época reinava na terra . A inspirada narração disto reza : "Melquisedech, rei de Salem, trouxe pão e vinho : este era sacerdote do Deus Altíssimo. Abençoou a Abrão, e disse : Bemdito seja Abrão pelo Deus Altissimo, Creador do céo e da terra ! e bemdito seja o Deus Altissimo, que entregou os teus inimigos ás tuas mãos!" Abraão deu então a Melquisedec dízimos, ou seja, a décima parte de todos os bens que êle trouxe de volta como frutos da vitória . Por outro lado, manifesta-se que Abraão não buscava favores e proteção da parte de nenhum regente mundano pela sua recusa de aceitar uma só coisa do rei de Sodoma, "nenhum fio nem uma correia dos sapatos." Por quê? Para que o rei de Sodoma não achasse que Abraão estava debaixo de obrigação alguma para com êle e devia sua riqueza e prosperidade àquêle regente mundano . 20. Que evento posterior confirma que a luta de Abraão pelos interêsses do povo de Deus foi correta e prefigurou o curso da semente da mulher de Deus? Sal . 115 : 13-15 .


85 (Gênesis 14 :18-24) Se êste foi o caso quanto ao rei de Sodoma, por que atuou Abraão de modo diferente para com o rei de Salém1 "` Abraão sabia que Melquisedec, rei de Salém, era ao mesmo tempo "sacerdote do Deus Altissimo" . Portanto, quando Abraão pagou dízimos a Melquisedec, êle atribuía ao seu Amigo, Jeová Deus, a vitória sôbre os reis da organização de Satanás . Também, a bênção que Melquisedec pronunciou sôbre Abraão era inspirada por Jeová e expressava a aprovação de Deus sôbre Abraão o guerreiro. " Melquisedec era rei de Salém, cidade cujo nome significa "paz" ; "prosperidade" . Isto não discordava da sua bênção sôbre o guerreiro, porque a luta do servo de Jeová tinha sido no interêsse da paz e prosperidade do povo de Jeová na terra. 0 nome do regente de Salém, Melquisedec, significa "rei de justiça" ; e êle abençoou a Abraão porque a guerra era justa e em vindicação do nome de Jeová . Melquisedec não era religioso, mas sim sacerdote sôbre o seu trono e adorava o grande Teócrata, Jeová Deus . Não herdou o seu sacerdócio e realeza de fonte humana, não foi elevado a êsse cargo por seleção democrática ou popular de seus súditos, nem adotou êle o proceder de Nimrod fazendo-se de si sacerdote e rei . Melquisedec foi ordenado pelo Soberano Universal, o Deus Altíssimo, e não teve sucessores na terra . Para mostrar que tudo isto é verdade, que Jeová Deus suscitara MelA REALEZA TEOCRáTICA

21 . Que significou Abraão pagar dízimos a Melquisedec e receber dêle uma bênção? Mal . 3 : 10 . 22. (a) Tendo em mente a realeza de Melquisedec e o significado do seu nome, como conciliamos êstes fatos com sua bênção a um guerreiro? Apo. 19 : 11 . (b) Qual a peculiaridade de sua realeza e sacerdócio ?


"ESTA PRÓXIMO O REINO" 86 quisedec para representar o Rei vindouro, o apóstolo inspirado escreve 23 "Assim também Christo não se exaltou a si mesmo para ser feito summo sacerdote, mas aquelle que lhe disse : Tu és meu Filho, hoje eu te gerei ; como também em outro logar diz : Tu és sacerdote para sempre segundo a ordem de Melquisedec. Jesus . . , se tornou summo sacerdote para sempre segundo a ordem de Melquisedec . Pois este Melquisedec, rei de Salero, sacerdote do Deus Altíssimo, que encontrou a Abrahão quando voltava da matança dos reis, e o abençoou, a quem também Abrahão repartiu o dizimo de tudo (sendo, por interpretação, primeiramente Rei de justiça, e depois também Rei de Salero, que é Rei de paz, sem pae, nem mãe, sem genealogia, que não tem principio de dias nem fim de vida, mas FEITO SEMELHANTE Ao FILHO DE DEUS,) permanece sacerdote continuamente ." " "Consideras quão grande era este, a quem Abrahão, o patriarcha, deu o dizimo do melhor dos despojos . . . . Ainda isto se manifesta mais claramente, se á semelhança de Melquisedec se levanta outro sacerdote, o qual não se tem tornado sacerdote segundo a lei de um mandamento carnal, mas segundo o poder de uma vida indissoluvel . Pois delle se testifica : Tu és sacerdote para sempre segundo a ordem de Melquisedec . . . . Por quanto não é sem prestar juramento (pois aquelles [sacerdotes levíticos e aarônicos], na verdade, foram feitos sacerdotes sem juramento, mas este [sacerdote] com juramento por aquelle que lhe disse : O Senhor jurou, e não se 28, 24 . Com que argumentos mostra o apóstolo a semelhança de Melquisedec com Cristo?


87 arrependerá : Tu és sacerdote para sempre [segundo a ordem de Melquisedec)) ; por tanto também Jesus se tem tornado fiador de uma melhor alliança . Pois nos convinha tal summo sacerdote santo, innocente, immaculado, separado dos peccadores e feito mais alto que os céus ." -Hebreus 5 : 5, 6 ; 6 : 20 ; 7 : 1-4,15-17, 20-22, 26 ; também Almeida . 15 0 escritor inspirado nos diz acima que o sacerdote-rei Melquisedec, que não teve sucessor e cuja morte não se relata, tipificava a Semente da "mulher" de Deus, Cristo Jesus . Isto mostra ainda que o pacto edênico e também o pacto abraâmico eram de fato pactos do Reino, e por esta razão era apropriado que Abraão se encontrasse com Melquisedec . Ao explicar o quadro, o apóstolo Paulo fêz tal citação do Salmo 110 . Para esclarecer que o Rei de Jeová, da justiça e paz, não será pacifista quando chegar o tempo devido de Deus para êle reinar, o Salmo 110 : 4-6 diz profèticamente ao Senhor Jesus Cristo "Jehovah jurou, e não se arrependerá : Tu és sacerdote para sempre segundo a ordem de Melquisedec. 0 Senhor [segundo o texto original hebraico sem emenda : JExovAH] , á tua mão direita, quebrantará reis no dia da sua ira. Julgará entre as nações, enchel-as-á de cadaveres, quebrantará cabeças por toda a extensão da terra." -Versão Brasileira ; também Rotherham, nota marginal (em inglês) . " Por tais previsões proféticas registadas na Bíblia acumula-se cada vez mais a evidência de A REALEZA TEOCRÁTICA

25 . (a) Que mostra o fato de o Rei-Sacerdote Melquisedec ser um tipo de Jesus Cristo relativamente aos pactos edênico e abrad.mico? Zac. 6 :12,13 . (b) Que mostra o Salmo 110 quanto ao Rei de Jeová? 26. Que argumentam essas previsões proféticas quanto ao prometido reino de Deus? Zac. 9 : 9, 10.


$$

"ESTÁ PRÓXIMO O REINO"

que o Rei prometido de Deus seria um Rei celestial e que o seu reino não seria um pequeno e insignificante "Estado da Cidade do Vaticano", na bota italiana, que mantém relações diplomáticas com os reinos dêste mundo. Tem de ser o "reino dos céus", que "não é dêste mundo" . Por êste motivo deixou Abraão a sua terra nativa de Ur dos Caldeus e peregrinou de lugar em lugar, sem manter relações políticas com qualquer dos reinos dêste mundo. Êle e seu fiel filho Isaac e seu neto Jacó, pela fé contemplavam no futuro o estabelecimento do govêrno celestial da semente da "mulher" de Jeová . Testificando neste sentido, Hebreus 11 :13-16 reza ""Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas ; mas vendo-as de longe, e crendo-as e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra . Porque, os que isto dizem, claramente mostram que buscam uma patria . E se, na verdade, se lembrassem daquela donde haviam saído, teriam oportunidade de tornar . Mas agora desejam uma melhor, isto é, a celestial . Pelo que também Deus se não envergonha deles, de se chamar seu Deus, porque já lhes preparou uma cidade ." (Almeida) Também o Salmo 105 :13-15 diz a respeito dêles : "E andavam de nação em nação, dum reino para outro povo . Não permittiu que alguém os offendesse ; antes por amor delles reprehendeu a reis, dizendo : Não toqueis os meus ungidos, nem maltrateis os meus prophetas ." " A fim de que todos os que põem a sua con27. De que modo mostram as escrituras que Abraão, Isaac, e outros servos fiéis de Deus esperavam por êste reino prometido? João 8 : 56. 28. Que promessa deu Deus então a Abraão? e que certeza podem disso retirar todos os que depositam sua confiança no Reino? Isa. 41 : 8-10 .


A REALEZA TEOCRÁTICA

$ J

fiança no pacto do Reino atribuíssem a sua proteção, salvação e benefícios ao Deus Altíssimo, disse Jeová a Abraão depois de ter êle desbaratado os quatro reis agressores : "Não temas, Abraão, eu sou o teu escudo, o teu grandíssimo galardão ." (Gênesis 15 :1, Almeida) Abraão experimentou o cumprimento desta garantia divina até o dia da sua morte . Os que hoje tomam posição ao lado do reino celestial do Sacerdote-Rei de Jeová segundo a ordem de Melquisedec, a Semente de Abraão, são também "estrangeiros e peregrinos" numa terra alheia, estando neste mundo mas `não sendo' do mundo . Semelhantes a Abraão, podem estar certos de que o Todo-poderoso Jeová é o seu escudo protetor contra os reinos agressivos dêste mundo, em cuja inimizade êles incorrem . Tôdas as bênçãos que Jeová Deus tem ao alcance, serão para êles o "grandíssimo galardão" mediante o govêrno teocrático de seu Filho amado .


CAPITULO VI

A TEOCRACIA TÍPICA

PACTO que o Regente de universo fêz 0 cole Abraão foi renovado com o herdeiro de Abraão, Isaac, e depois com o herdeiro de Isaac, Jacó, a saber : "Em ti e na tua semente serão benditas todas as famílias da terra ." Gênesis 26 : 1-5 ; 28 : 10-16, Almeida) Isto mostrou o rumo que a linhagem ancestral tomava em direção ao nascimento humano da Semente real . Quando Jacó foi abençoado com doze filhos, mediante qual dêles passariam os privilégios régios do pacto? Sòmente Jeová Deus, o Autor e fundador do Reino, podia determinar e mostrar isto. 2 Por algum tempo parecia que os privilégios do pacto prosseguiriam mediante o primogênito de Jacó, Ruben, segundo a lei de primogenitura ou prioridade do filho mais velho, a qual então vigorava . Quando todavia, Ruben se provou desqualificado, parecia que as honras do pacto foram tranferidas a José, o primogênito de Jacó por a amada segunda espôsa, Raquel . Contudo, nas coisas de Deus, as leis humanas baseadas na carne e nos seus direitos aparentes não são os fatores decisivos . 0 que decide é a vontade e prazer daquele que exerce a soberania ou

1 . Que mostrou o rumo da linhagem ancestral da Semente real desde Abraão até Jacó e por quem sòmente poderia ser decidida e revelada a sua continuação através da descendência de Jacó? Gên. 35 : 9-13 . 2. Qual o fator decisivo na execução dos propósitos do Altíssimo, e como se mostra isso na relação dos filhos de Jacó para com a linhagem da Semente prometida? I Crô . 29 : 10-13 . 90


91 dominação universal, Aquêle de quem procede todo o poder e autoridade legítimos . Todo o govêrno do reino sôbre a terra, procedente de outras fontes, embora Jeová Deus permita que tal opere por algum tempo, não é autorizado ou ordenado por êle . Todos êsses têm de finalmente ceder ao único govêrno sempiterno que Êle ordenou para dominar sôbre êste globo . -Daniel 7 : 9-14, 22, 27. 3 0 mistério ou santo segredo que só era conhecido por Jeová f oi revelado no tempo que êle escolheu. Foi quando Jacó estava para morrer na terra do Egito, rodeado de seus doze filhos adultos. A escolha divina tinha de se revelar então para servir de guia aos sobreviventes de Jacó. Sob a direção de Deus, Jacó pronunciou uma bênção sôbre cada um dos filhos . Começando pela ordem de nascimento, Jacó abençoou Ruben ; daí Simeão e Levi . As bênçãos desses mostraram que não eram os escolhidos . Depois veio Judá para receber a sua bênção . 0 nome Judô significa louvor, e foi dado a êsse filho em louvor a Jeová . (Gênesis 29 : 35) Embora fosse o quarto filho de Jacó pela ordem, foi êle abençoado com esta bênção divina 4 "Judá, a ti te louvarão os teus irmãos ; a tua mão será sobre o pescoço de teus inimigos ; os filhos de teu pai a ti se inclinarão . Judá é um leãozinho, da presa subiste, filho meu . Encurva-se, e deita como um leão, quem o despertará? 0 cetro não se arredará de Judá nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló ; e a ele se congregarão os povos . Ele A TEOCRACIA TÍPICA

3 . Quando e sob que circunstâncias revelou Jeová sua escolha dos filhos de Jacó, através de quem passaria o privilégio do pacto? Gên . 49 : 1, 2. 4 . Na bênção a Judá, que expressões mostram que êle foi o selecionado por Jeová? Sal . 60 : 7 .


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 92 amarrará o seu jumentinho à vide, e o filho da sua jumenta à cepa mais excelente ; ele lavará • seu vestido no vinho, e a sua capa em sangue de uvas. Os olhos serão vermelhos [resplandescentes] de vinho e os dentes brancos de leite ." -Gênesis 49 : 8-12, Almeida. 'Esta bênção resolveu a questão : o privilégio do Reino residiria na tribo de Judá . As bênçãos proferidas sôbre todos os outros patriarcas das tribos não diminuíram nem tiraram essa designação divina de Judá . Por meio dêle viria • Legislador e a êle tinham de vir as pessoas de boa vontade para ser abençoadas com permanente paz, Siló significando 0 Pacifico . Êle será • Rei inconquistável, semelhante a um leão e a provocação da ira dêste, por meio de incessante oposição a Êle, pressagia a destruição de todos os inimigos, Satanás e sua semente . Diante dêle se inclinarão todos os que obtêm a vida na organização universal de Jeová, no céu e na terra . Louvá-lo-ão como a Semente que Jeová ordenou viesse do corpo de Sua "mulher" . Êle beberá o vinho de alegria do Senhor Deus, e o seu glorioso reinado será de grande gôzo para os "homens de boa vontade" . ` Acêrca da decisão de Jeová neste tempo crítico se escreveu : "Ruben, primogénito de Israel (elle era o primogénito ; mas, porquanto violou o leito de seu pae, foi o seu direito da primogenitura dado aos filhos de José, filho de Israel ; e a genealogia não se deve contar segundo o direito da primogenitura. Pois Judah pre5. Qual é o significado do nome "Siló" e que grandes feitos executaria êste descendente de Judá? Isa . 9 : 6, 7 . 6. (a) Que mostra que não foi a primogenitura quem determinou a escolha de Judá? (b) Por que são os descendentes de Jacó chamados "os filhos de Israel", ou "Israel", e qual o significado do nome? Gên . 32 :27, 28 .


93 valeceu sobre seus irmãos, e delle veiu o príncipe ; mas o direito da primogenitura foi de José) ." (1 Crônicas 5 : 1, 2) Israel foi o novo nome dado ao patriarca Jacó por causa de sua fidelidade ao pacto de Deus, e significa "reinando com Deus" . Por esta razão, os descendentes de Jacó por seus doze filhos chamavam-se "os filhos de Israel", ou, como nação, simplesmente "Israel" . 0 historiador escreve : "Todas estas são as doze tribus de Israel e isto é o que lhes disse seu pae quando os abençoou ; a cada um segundo a sua bençam os abençoou ." (Gênesis 49 : 28) Era um povo abençoado. z Ao longo do caminho, porém, espreitava a Serpente, ávida de cravar seus malignos dentes no calcanhar da Semente. Despeitando a bênção divina e sua ligação com a Semente, a antiga Serpente, Satanás o Diabo, odiava as doze tribos de Israel . Ale pensava que já os tinha onde pudesse efetivamente tratar com êles e destruir tanto a êles como à odiada esperança da Semente. Caso calhasse ser a Semente a nação israelita inteira, então êle eliminaria essa nação ou a corromperia para que Deus não a pudesse usar mais. Estavam êles então na terra do Egito, o domínio dos faraós . 0 Egito era a primeira potência mundial, embora Babel, o reino de Nimrod, fôsse mais antigo . Visto, tôdas as nações descerem ao Egito em busca de alimento na devastadora fome mundial, aumentou sua importância como primeira potência mundial dos tempos antigos . Segundo o plano de Satanás para a organização dos demônios invisíveis, êle designou um `príncipe do Egito' demoníaco A TEOCRACIA TÍPICA

7. Que ação tomou o Diabo quanto ao Egito? para que propósito e com que resultados? Gên . 42 : 1, 2 ; 41 : 8.


94 "ESTÁ PRÓXIMO O REINO" para se tornar uma das cabeças da organização dragontina . Durante a dominação do Egito sôbre a terra êsse príncipe demoníaco foi o principal debaixo de Satanás . Todos os egípcios praticavam a religião sob êsse príncipe invisível e adoravam os demônios . Os monumentos, obeliscos, pirâmides, túmulos, e templos egípcios, os hieroglifos e pinturas acompanhantes, mostram isto . Os israelitas eram adoradores de Jeová, o Deus de Abraão, Isaac e Jacó . Durante o tempo em que seu irmão José era primeiro ministro de Faraó do Egito, foram oficialmente protegidos na província de Gosen . Imediatamente depois de ser removida esta barreira oficial com a morte de José, Satanás, por meio de seu `príncipe do Egito', cuidou que subisse ao trono um faraó para os oprimir. Por meio dum decreto que ordenava fôssem mortos ao nascer todos os meninos israelitas, Faraó, representante de Satanás, pensou que pudesse exterminar os varões durante uma geração e forçar tôdas as mulheres israelitas a casarem-se com os egípcios adoradores de demônios. Igual ao decreto de Herodes contra as crianças de Belém, a medida de Faraó visava destruir na infância qualquer menino que nascesse para ser a Semente. Quanto à obediência a êste decreto que violava o pacto eterno de Deus sôbre a santidade do sangue, os israelitas não reconheceram que deviam estar sujeitos aos regentes egípcios como as "autoridades superiores e assassinar seus pequenos inocentes .

8. A quem adoravam os israelitas? e que mudança se deu em sua situação com a morte de José? Gên . 50 : 24-26. 9. Que decreto emitiu o regentes do Egito ; que fizeram os israelitas e que resultou a Moisés? Gên . 9 : 5, 6.


95 Obedeceram a Deus e pouparam suas criancinhas. Graças a essa fé e fidelidade nasceu Moisés, terceiro filho de Amrão e Jocabed, e foi conservado vivo . Irônicamente, êste menino foi até adotado pela família de Faraó e criado ali até sua maioridade, mas isso só depois de ter sido ensinado por seus pais acêrca do Deus de seus antepassados . -Êxodo 1 :1-22 ; 2 : 1-10 . 10 Moisés não era da tribo real de Judá, mas pertencia à de Leví . Aarão, seu irmão, era três anos mais velho. Moisés não era pacifista, mas quando tinha quarenta anos de idade matou um capataz egípcio que oprimia brutalmente um escravo israelita . Os israelitas, embotados por mais de quarenta anos de `nazificada' opressão, não se juntaram em tôrno de Moisés como libertador prometido, e êle se viu obrigado a fugir para a terra de Midian à espera do dia que Deus escolhesse . (Êxodo 2 :11-25) Durante quarenta anos Moisés trabalhou para seu sôgro como pastor, e depois apareceu o anjo de Jeová a Moisés num arbusto ardente ao pé do monte Horeb . Por meio do anjo Deus ordenou a Moisés que voltasse ao Egito e conduzisse seus irmãos, os israelitas, tirando-os da escravidão. Quando Moisés perguntou o que devia dizer quando lhe perguntassem quem o comissionara por libertador, "Disse Deus a Moysés : EU Sou 0 QUE Sou ; e accrescentou : Assim dirás aos filhos de Israel : EU SOU enviou-me a vós . Mais disse Deus ainda a Moysés : Assim dirás aos filhos de Israel : Jehovah, o Deus de vossos pães, o Deus de Abrahão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacob, A TEOCRACIA TÍPICA

10. Quais foram os eventos que levaram à revelação, por parte de Jeová Deus, do seu nome a Moisés, e qual foi êsse nome? Osé. 12 . 5 .


96 "ESTÁ PRÓXIMO O REINO" enviou-me a vós . É este o meu nome para sempre, e é este o meu memorial para todas as gerações ."-Êxodo 3 :13-15. Logo após revelar o seu nome a Moisés, Jeová declarou seu propósito com respeito aos israelitas . Isto associou o nome Jeová com seu propósito e mostrou que o nome Jeová representa ou infere seu propósito para com suas criaturas . O nome Jeová significa literalmente "Êle causa que seja", isto é, causa para um propósito. ` Por meio das devidas credenciais, Moisés, tendo seu irmão Aarão por porta-voz, ganhou a confiança de seus irmãos no Egito e daí apareceu perante Faraó para requerer a imediata libertação dos israelitas do Egito . Faraó obedeceu ao seu deus, o Diabo, e recusou ceder à exigência de Jeová. Mediante Moisés Jeová trouxe então nove pragas sôbre todo o país, as primeiras três afligindo tanto os israelitas como os súditos de Faraó . O número dez simboliza inteireza terrestre ; e a décima completou a série de pragas, a qual se predisse acarretaria a morte a todos os primogênitos egípcios . Por meio dessa praga se demonstraria então quem eram as "autoridades superiores" . São tais Faraó e seus apoiadores demoníacos ou Jeová Deus e o Verbo, seu unigênito Filho i (Sem dúvida o anjo que apareceu a Moisés na sarça ardente era o Verbo, o Filho de Deus .) -Êxodo, capítulos 5-11 . 11 . Como mostrou Jeová a importância do seu nome aqui revelado? Sal . 83 :18. 12. (a) Que exigência fêz Jeová a Faraó, por meio de Moisés, e como agiu Faraó? Exo . 3 : 18, 19 . (b) Que coisas ca.iram sôbre o Egito ; da parte de quem vieram e que demonstraram? Pro. 29 : 1, 2.


J7 19 Anunciou-se aos israelitas que a matança dos primogênitos do Egito estava marcada para pouco depois do equinócio da primavera, a saber, para o dia quatorze do primeiro mês do ano dêles, ou seja, ou seja, 14 de nisan . Para êles seria uma noite de "páscoa" . O anjo de destruição enviado por Deus passaria pelas casas dos israelitas e pouparia seus primogênitos se obedecessem às Suas instruções de fazer o seguinte Na noite do dia 14 de nisan, que começava ao por do sol segundo os israelitas, êles haviam de matar um cordeiro sem mácula, selecionado quatro dias antes, e aspergir o sangue dêste nas vergas das suas portas . Deviam entrar em suas casas para passar a noite, assar a carne do cordeiro sem lhe quebrar os ossos, e então a faA TEOCRACIA TÍPICA

13 . Qual foi a última praga sôbre o Egito ; quando devia dar-se e que teriam de fazer os israelitas nessa ocasião? Isa. 43 : 3 .


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 9$ mília, incluindo qualquer estrangeiro que peregrinasse no meio dêles, deviam comer o cordeiro, junto com ervas amargas e pães asmos. Tinham de comê-lo de pé, calçados, com os lombos cingidos, e o cajado na mão, prontos para saírem das casas e marcharem para fora do Egito ao sinal de Deus. 14 Chegou a meia noite de 14 de nisan (ou abib) . Silenciosamente a décima praga passou por todo o Egito, e o primogênito de Faraó e os primogênitos de todos os seus súditos expiraram . Os primogênitos israelitas foram poupados pelo anjo de Jeová . Naquela mesma noite Faraó, vencido, ordenou que todos os israelitas saíssem do Egito com todos os seus bens móveis . Nesse dia 14 de nisan fazia exatamente 430 anos que Abraão deixara a Mesopotâmia, atravessara o rio Eufrates e entrara na Terra Prometida tornando-se assim partícipe do pacto de Jeová relativo à Semente na qual tôdas as famílias humanas serão abençoadas . Fazia 400 anos que Ismael começara a perseguir o filho e herdeiro legítimo de Abraão, Isaac . (Êxodo 12 : 1-51 ; Gálatas 3 : 17 ; Gênesis 15 : 13,14) Com o fim de comemorar esta libertação do Seu povo em vindicação do Seu nome, Jeová ordenou que os israelitas celebrassem a festa da páscoa todos os anos daí em diante na data do seu aniversário. 15 Jeová não havia terminado, na noite da páscoa, de fazer um nome para si pela exibição

14. (a) Que aconteceu nesse 14 de nisan ; qual a relação desta data ao tempo em que Abraão entrou na terra prometida, e também ao tempo que Ismael começou a perseguir Isaac? Atos 7 :6 . (b) Como observariam os israelitas esta data dal em diante? Mat. 26 :17 . 15. Que ato adicional realizou Jeová ao fazer para si um nome, e qual o resultado tanto para os egípcios como israelitas? Exo . 14 : 1-31.


99 do seu poder superior sôbre Satanás e a primeira potência mundial, o Egito . Jeová guiou seu inimigos a uma armadilha quando conduziu os israelitas que escapavam sob a chefia de Moisés, para as margens ocidentais do mar Vermelho e o vingativo Faraó, seus carros e hostes que os encalçavam precipitadamente . Daí Jeová abriu a bôca da armadilha, partindo as águas do mar Vermelho e permitindo a seu povo escolhido que passasse por êle a pé enuxto e alcançasse as margens arábicas do outro lado . Impelidos pelo ódio cego e iludidos por Jeová a pensar que o caminho fôsse também para êles seguro, os carros e a cavalaria de Faraó avançaram ao leito do mar. Quando o último havia entrado, o poder de Jeová fechou a armadilha, e os muros de água se abateram sôbre êles, batizando-os em destruição retributiva. Salvos nas praias da Arábia, as testemunhas do "estranho ato" de libertação de Jeová cantaram seus louvores como nação livre . "Então cantou Moysés, e os filhos de Israel, este cantico a Jehovah, e disseram : Cantarei a Jehovah, porque gloriosamente trimphou ; precipitou no mar o cavallo e o seu cavalleiro . Jehovah é a minha força e o meu cantico, e elle se tem tornado a minha salvação . Este é o meu Deus, e louval-o-ei ; elle é o Deus de meu pae, exaltal-o-ei . Jehovah é homem de guerra ; Jehovah é o seu nome . . . . JEHOVAH REINARÁ ETERNA A TEOCRACIA TÍPICA

E PERPETUAMENTE ."-Êxodo 15 : 1-18 .

Com êsse cântico de vitória o profeta de Deus, Moisés, dirigiu os israelitas a declarar 16

16 . (a) No cântico de vitória registado em Êxodo 15 :1-18, que se declara acêrca de Jeová Deus? Isa . 12 : 2 . (b) No Egito e depois, que passos tomou Jeová para um pacto com Israel? xo . 19 : 1-3 .


100 "ESTÁ PRÓXIMO O REINO" abertamente que Jeová é o Soberano Universal, a despeito dos poderosos reinos sôbre a terra ; e que Êle é o legítimo Rei de seu povo pactuado, Israel. Pelo sangue do cordeiro pascoal imolado no Egito êste Rei Universal celebrou um pacto com a nação israelita por seu mediador Moisés . No terceiro mês após saírem do Egito, Jeová inaugurou ou dedicou êste concêrto com êles . Isto se deu no monte Horeb, ou Sinai, onde, conforme tinha êle dito a Moisés, os israelitas deviam adorá-lo . 11 Ao chegarem ao monte, Deus instruiu Moisés para dizer aos israelitas : "Tendes visto o que fiz aos Egypcios, de que modo vos trouxe sobre azas de aguias e vos cheguei a mim . Agora, pois, se attentamente ouvirdes a minha voz e guardardes a rainha alliança, sereis a minha possessão peculiar dentre todos os povos (pois minha é toda a terra), e vós me sereis reino de sacerdotes e nação santa ." (Êxodo 19 :4-6) Os israelitas disseram a Moisés que assegurasse ao Senhor Deus que êles guardariam o Seu pacto para se tornarem êsse "reino de sacerdotes e nação santa" . Deus dedicou, então, o pacto dando-lhes os Dez Mandamentos, e depois muitos outros preceitos, estatutos e ordenanças relativos a êstes Mandamentos e baseados nêles . Por êsse motivo veio a ser conhecido como o "pacto da lei" com Israel . 18 Sob o arranjo dêste pacto o povo de Israel foi organizado segundo a lei e regra de Deus, e tornou-se uma nação teocrática . Êles tornaram-

17. A que privilégios apontavam os tèrmos do pacto, e por Que se fala dêle como "o pacto da lei" com Israel? Eao. 20 : 1-23 . 18 . Que fatos capacitaram a nação de Israel para ser uma Teocracia típica? e do que era ela tipo ou modelo? 1 Ped. 2 : 9, 10 .


101 -se uma Teocracia típica . Isto é, as suas doze tribos, unidas sob a lei e regência do grande Teócrata Jeová, eram tipo ou modêlo profético do Govêrno Teocrático que Jeová propunha estabelecer para bênção de tôdas as famílias e nações da terra . Êsse govêrno Teocrático futuro é o mencionado "reino de sacerdotes e nação santa", que, conforme disse Jeová, os israelitas se poderiam tornar se guardassem fielmente o Seu pacto com integridade inquebrantável para com êle . " Examine-se diligentemente tôdas as leis e provisões com as quais Deus inaugurou o pacto da lei, e ficar-se-á impressionado com o fato de que êle não designou um rei humano sôbre a nação de Israel . Moisés não era seu rei, nem o presumia ser . Jeová era seu Rei, invisível e imortal . Enquanto permanecessem obedientes ao seu pacto podiam ser chamados "Jeshurun", que significa "o reto" . Moisés declarou : "Jehovah veiu do Sinai, . . . Tornou-se rei em Jeshurun, quando se reuniram os cabeças do povo, com todas as tribus de Israel ." (Deuteronômio 33 : 1-5) Quando o rei de Moab assalariou um profeta infiel para amaldiçoar os israelitas, Deus virou a maldição em bênção e fêz que Balaão dissesse : "Eis que recebi mandado de abençoar ; pois ele tem abençoado, e eu não o posso revogar . Não viu iniquidade em Israel, nem contemplou maldade em Jacó ; o Senhor seu Deus é com ele, e nele, e entre eles se ouve o alarido dum rei ." -Números 23 : 19-21, Almeida . 20 0 Rei invisível de Israel estabeleceu-lhes um sacerdócio na família de Aarão, irmão de A TEOCRACIA TíPICA

19 . Na Teocracia típica, quem era então o Rei? Sal . 24 : 1-10. 20 . Que serviço designou Deus a Aarão e aos levitas, e quais seus deveres? Lev . 8 :1-13 ; Núm . 3 :5-10 .


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 102 Moisés. Aarão tornou-se sumo sacerdote . Ordenou-se a Moisés que ungisse a Aarão com o óleo sagrado de unção quando êste fôsse empossado no cargo sagrado, e Moisés o fêz . 0 resto da tribo de Leví, além dos filhos de Aarão, foi designado para serem servos e ajudantes do sacerdócio como levitas. Os sacerdotes tinham de oferecer vários sacrifícios a favor de Israel no altar santo de Deus . Aarão, porém, não era semelhante a Melquisedec, que era sacerdote sôbre um trono real, um sacerdote-rei. Aarão como sumo sacerdote não se tornou rei . Além de Moisés, o profeta e mediador, Aarão era o principal representante de Jeová em Israel, e êle tinha de ensinar-lhes cuidadosamente as leis e mandamentos do grande Teócrata, Jeová o Rei dêles . 21Para o fim de sua adoração, Deus ordenou a construção dum altar de cobre e também dum tabernáculo com um "santo dos santos", compartimento "santíssimo" em que devia ser depositada a arca da aliança ou testemunho . Esta arca sagrada coberta de ouro tinha uma tampa ou propiciatório de ouro sôbre o qual se achavam montados dois querubins de ouro . Diante do propiciatório o sumo sacerdote tinha de aspergir o sangue dos sacrifícios expiatórios no dia anual da expiação . A arca continha as tábuas de pedra dos Dez Mandamentos e outros objetos sagrados. A preparação de tôdas as coisas para a adoração no tabernáculo foi feita inteiramente pelas mãos consagradas dos israelitas . No primeiro dia do segundo ano após saírem do Egito, a saber, no dia 1 de nisan, erigiu-se o tabernáculo 21 . Que coisas mandou Deus ter preparadas para uso na sua adoração, e quando ficou pronto e arranjado para seu serviço? Éxo . 28 : 36 .


103 com tôda a sua mobília e Moisés ungiu a Aarão por sumo sacerdote . -Êxodo, capítulos 35-40 . 22 Além da festa anual da páscoa, Jeová ordenou outras festas a seu povo pactuado . 0 dia após a páscoa devia ser guardado como um sábado ou dia de descanso, e, no dia seguinte, ou seja, em 16 de nisan, o sumo sacerdote de Israel tinha de oferecer ao Senhor um môlho da primeira cevada madura da ceif a na Terra Prometida como as "primicias a Jehovah" . Começando com êsse dia e contando cinqüenta dias traria os israelitas à data da próxima festa, conhecida por a "festa das semanas" . Séculos mais tarde veio a ser chamada a festa de Pentecostes pelos judeus que falavam o grego, pois Pentecostes significa quinquagésimo (dia) . Naquele dia o sumo sacerdote devia oferecer ao Senhor dois pães de movimento feitos das primícias do trigal. No sétimo mês do ano, no dia dez, deviam ser oferecidos os sacrifícios de expiação pela nação inteira de Israel . Cinco dias mais tarde, no dia quinze do sétimo mês, devia começar a celebração durante uma semana da festa dos tabernáculos ou festa da colheita . Esta comemorava a moradia em tabernáculos ou tendas no deserto, enquanto estavam na jornada do Egito à Terra Prometida. Marcava também a seara final do ano, e era a celebração mais alegre de todo o ano . A tôdas estas festas eram bem-vindos os estrangeiros de boa vontade, uma grande multidão dos quais tinham saído junto com os israelitas do Egito, contanto que fôssem primeiro circuncidados . -Êxodo 12 : 48, 49 ; Levítico 23 : 4-44 ; Deuteronômio 16 : 1-17 . A TEOCRACIA TíPICA

22. Em adição à festa da páscoa, que outras festas anuais ordenou Jeová a Israel ; em que datas se observavam ; que comemorava cada uma e quem era benvindo? Êxo . 23 :14-19 .


Ido

"ESTA PRóXIMO O REINO"

"

Como bênçãos adicionais a seu povo pactuado o todo-sábio Regente teocrático de Israel ordenou-lhes a observação dum dia semanal de sábado. Também, em benefício da terra que lhes prometeu dar, declarou um sábado maior com a duração de um ano, corno segue : "Seis annos semearás o teu campo, e seis annos podarás a tua vinha, e recolherás os seus fructos ; mas no setimo anuo haverá sabbado de descanço soiemne para a terra, sabbado de Jehovah : não semearás o teu campo, nem podarás a tua vinha . Não segarás o que nascer de si mesmo da tua seara, nem colherás as uvas da tua vinha não podada ; anuo de descanço solemne será para a terra ." -Levítico 25 : 1-7 . 1` Além disso, Jeová caracterizou as leis do seu pacto por adicionar um sábado cada quinquagésimo ano, um ano jubilar da libertação da escravatura . "Então no mês sétimo, aos dez do mês, farás passar a trombeta do jubileu ; no dia da expiação fareis passar a trombeta por toda a vossa terra. E santificareis o ano quinquagésimo, e apregoareis liberdade na terra a todos os seus moradores ; ano de jubileu vos será, e tornareis, cada um á sua possessão, e tornareis, cada um à sua família . O ano quinquagésimo vos será jubileu ; não semeareis nem segareis o que nele nascer de si mesmo, nem nele vindimareis as uvas das vides não tratadas . Porque jubileu é." (Levítico 25 :8-12, Almeida) Em cada período de cinqüenta anos, portanto, Israel gozaria de sete anos sabáticos, e um sábado de jubileu no quinquagésimo ano, perfazendo oito sábados de 23 . Que dia sabático e ano sabático lhes proveu Jeová e à sua terra? Êxo . 23 : 10-12 . 24. Que era o arranjo do ano do jubileu ; quantos anos sabáticos deu isto aos israelitas cada cinqüenta anos e quando começou esta contagem de anos? 2 Crã . 36 :21 .


105 um ano de duração para a terra dada por Deus a Israel. A contagem dos anos para calcular êstes anos sabáticos devia começar assim que entrassem na terra. 25 Todos êstes preceitos concernentes ao tabernáculo e ao sacerdócio e às festas e aos sábados não constituíram simples rito ou sistema de divertimentos públicos para o povo . Jeová, o Dador da Lei teocrática, não faz nada sem propósito ou com intento vão . Todos êstes aspectos da sua lei perfeita tinham grande significado, prefigurando futuras boas coisas e tempos gloriosos para todos os "homens de boa vontade" por meio da Semente prometida do Abraão Maior. Conforme está escrito : "Havendo ainda sacerdotes que oferecem dons segundo a lei, os quais servem de exemplar e sombra das coisas celestiais, como Moisés divinamente foi avisado, estando já para acabar o tabernáculo ; porque foi dito : Olha, faze tudo conforme o modelo que no monte se te mostrou ." "Porque, tendo a lei a sombra dos bens futuros, e não a imagem exata das coisas [não a representação perfeita das realidades] ." (Hebreus 8 : 4, 5 ; 10 : 1 ; Almeida) "Ninguem, portanto, vos julgue pelo comer, nem pelo beber, nem a respeito de um dia de festa, ou de lua nova ou de sabbado, as quaes cousas são sombras das vindouras, mas o corpo é de Christo ." (Colossenses 2 : 16,17) As coisas no pacto da lei de Israel foram apenas típicas, e Israel debaixo de Jeová foi uma Teocracia típica . Visto que não era a coisa real, esta e seu pacto típico foram estabelecidos só para durar até a vinda de Cristo. -Gálatas 3 :17-19. A TEOCRACIA TfPICA

25. A que propósito serviram o tabernáculo, o sacerdócio, as festas e os sábados? e qual é o seu grande valor para nós neste tempo? Heb . 9 :1-28 .


CAPÍTULO VII

JUIZES TEOCRÁTICOS

STANDO agora organizada a nação teocráE tica, instalado o seu sacerdócio, e seus juízes nos cargos debaixo de Moisés, as hostes de

Israel se aproximavam da terra que Deus prometeu a Abraão, Isaac e Jacó e à sua semente depois dêles . Decorria o segundo ano após o seu êxodo do Egito . Entraria Israel na "terra, que mana leite e mel" nesse mesmo ano? Possivelmente. Estavam êles dispostos a entrar, até que os espias, enviados na frente, regressaram da terra de Canaan . Dez deram informações amedrontadoras sôbre as cidades de altos muros e a presença de gigantes semelhantes aos nefilins. Só dois deram informações que demonstravam fé no seu Rei teocrático e Deus . Disse esta minoria, Josué e Caleb, aos perturbados israelitas : "Tão somente não sejaes rebeldes contra Jehovah, nem temaes o povo desta terra ; porque são nosso pão . Retirou-se de sobre elles a sua defesa, e Jehovah está comnosco ; não temaes ."--Números 14 : 9. 2 Os israelitas esqueceram seu invisível Rei e Libertador, escutaram a propaganda derrotista, e faleceu-lhes a fé . Expressaram temor por causa de suas mulheres e filhos, e recusaram seguir seu Chefe Jeová Deus à terra da promissão. A tribo de Leví e o seu sacerdócio não estavam representados neste distúrbio . Tinham

1 . Por que não concordaram os doze espias quanto à entrada na terra prometida? Núm . 13 :25-33 . 2 . Que esqueceram os israelitas e a que deram atenção? e por que não estavam os levitas envolvidos? Núm . 14 :1-5 . 106


107 sido separados de tôdas as outras tribos para o serviço do tabernáculo . Os descendentes de José haviam sido divididos nas tribos de Ef raim e Manassés para compensar a separação da tribo de Leví . Não havia espia da tribo de Leví entre aquêles doze espias . 'Em desagrado, Jeová declarou que das doze tribos não-levíticas sòmente os filhos de menos de vinte anos de idade sobreviviriam à jornada pelo deserto para entrar na terra junto com Josué e Caleb . Todos os outros morreriam no deserto. Os espias tinham investigado por quarenta dias. De acôrdo com isso, andariam vagando por quarenta anos, "cada dia representando um anuo," até que a geração responsável, sem fé, houvesse morrido. Aquêles israelitas não se mantiveram firmes pela liberdade de mêdo e pela fé em Jeová Deus . -Números 14 :10-38. 4 0 escritor inspirado, Judas, fêz êste comentárïo : "Ora eu vos quero lembrar (se bem que sabeis tudo uma vez para sempre) que o Senhor, tendo libertado a um povo, tirando-o da terra do Egypto, destruiu em seguida aquelles que não creram ." (Judas 5) Esta verdade refuta completamente a doutrina religiosa da chamada "salvação universal" e nos avisa contra a atitude religiosa de "uma vez salvo, salvo para sempre" . Tendo entrado no caminho da Sua salvação, devemos guardar-nos de provocar o Deus da nossa salvação para a nossa própria ruína. "Vede irmãos, que nunca haja em qualquer de vós um coração mau de incredulidade, para se apartar JUIZES TEOCRATICOS

3 . Em que não se mantiveram firmes os israelitas? e, por isso, que decretou Jeová concernente a êles? Deu . 1 :22-36. 4. (a) Por que muitos dos israelitas em caminho da salvação foram destruídos? e que doutrina religiosa se refuta assim? Heb . 10 : 38, 39. (b) Que admoestação, portanto, dá-nos o apóstolo Paulo? Heb . 6 : 4-6 .


10$ "ESTÁ PRÓXIMO O REINO" do Deus vivo. Enquanto se diz : Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações, como na provocação . Porque, havendo-a alguns ouvido, o provocaram ; mas não todos os que saíram do Egito por meio de Moisés . Mas com quem se indignou por quarenta anos? Não foi porventura com os que pecaram, cujos corpos caíram no deserto? E a quem jurou que não entrariam no seu repouso, senão aos que f oram desobedientes z E vemos que não puderam entrar por causa da sua incredulidade . Temamos pois que, porventura, deixada a promessa de entrar no seu repouso, pareça que algum de vós fica para trás. Porque tambem a nós foram pregadas as boas novas, corno a eles, mas a palavra da pregação nada lhes aproveitou, porquanto não estava misturada com a fé naqueles que a ouviram . Porque nós, os que temos crido, entramos no repouso, . . . Procuremos pois entrar naquele repouso, para que vinguem caia no mesmo exemplo de desobediência ."-Hebreus 3 :12, 1519 ; 4 : 1-11, Almeida, margem. 5 Submetermo-nos à regência, direção e organização teocráticas requer fé constante no grande Governador invisível, o Soberano Universal, Jeová Deus. Como no Éden, Satanás a Serpente trata de instigar a descrença ou falta de fé por meio de pensamentos maus ou boatos malignos acêrca do grande Teócrata e assim fomentar a rebelião contra a Sua Teocracia . Por causa de irromper a descrença no meio dos israelitas perto do fim dos quarenta anos de peregrinação, Moisés foi provocado a cometer um ato de im5 . (a) Submeter-se à regência teocrática requer o quê? mas que procurou Satanás instigar? Heb . 11 :6 . (b) Por que não entraram Moisés e Aarão em Canaan, e quem sucedeu Moisés? Deu . 1 : 37, 38 .


109 paciência. Êle excedeu a sua autoridade quando se realizou o milagre de fazer brotar água duma rocha em Meribá . "Disse Jehovah a Moysés e a Aarão : Porque não crêstes em mim, para me santificardes aos olhos dos filhos de Israel, portanto não introduzireis esta assembléia na terra que lhes dei ." (Números 20 :1-13) Pouco depois Aarão morreu, e seu filho Eleazar foi nomeado e designado por Jeová Deus como sumo sacerdote em lugar de Aarão . Prevendo a morte de Moisés, Jeová indicou o fiel Josué para lhe suceder. Deus instruiu Moisés a transmitir o cargo a Josué como sucessor perante tôda a congregação de Israel. (Números 20 : 23-29 ; 27 : 15-23) Josué não foi constituído rei de Israel, mas sim, juiz e comandante . Êle pertencia à tribo de Efraim. Mais de mil anos mais tarde, quando as Escrituras Hebraicas foram traduzidas para o grego, formando a Versão dos Setenta das Escrituras, o nome de Josué foi traduzido Jesus . -Atos 7 : 44, 45 ; Hebreus 4 : S. No quadragésimo ano da peregrinação de Israel no deserto êles transbordaram pelas planícies de Moab no lado oriental do rio Jordão . Ali acamparam, defrontando com a cidade de Jericó situada no outro lado do Jordão . No primeiro dia do décimo primeiro mês Moisés f oi inspirado a proferir diante de Israel seu discurso de despedida, suas admoestações e bênçãos, conforme exposto no livro de Deuteronômio . Êle os avisou profèticamente contra a adoção da religião, que é demonismo. Disse êle : "Porque estas nações que tu estás possuindo ouvem os proJUIZES TEOCRÁTICOS

6. Qual o propbsito do pacto da lei com a nação de Israel, conforme demostrado no aviso final de Moisés a ela feito? Gál . 3 : 19-24 .


110

"ESTA PRóXIMO O REINO"

gnosticadores e os advinhadores ; mas quanto a ti Jehovah teu Deus não te permittiu tal cousa . Jehovah teu Deus te suscitará um propheta do meio de ti, dentre os teus irmãos, semelhante a mim ; a este ouvirás ; segundo tudo o que pediste de Jehovah teu Deus em Horeb no dia da assembléa, dizendo : Não ouvirei mais a voz de Jehovah meu Deus, nem tornarei a ver mais este grande fogo, para que não morra . Disse-me Jehovah : Falaram bem tudo quanto disseram. Dentre os seus irmãos lhe suscitarei um propheta semelhante a ti ; porei na sua bocca as minhas palavras, e elle lhes falará tudo o que eu lhe ordenar . Todo aquelle que não ouvir as minhas palavras que elle falar em meu nome, eu o requererei delle ." asse vindouro Profeta, maior que Moisés, foi Jesus Cristo . O pacto da lei foi celebrado com os israelitas para resguardá-los da religião até a vinda dêle . -Deuteronômio 18 : 14-19 ; Atos 3 : 20-23 . Alguns dias mais tarde, à chamada de Deus, Moisés subiu sòzinho no cume do monte Nebo . Daquela elevação, ao profeta de 120 anos de idade, cuja visão ainda era aguda e clara, permitiu-se ver a "terra que mana leite e mel", estendida no outra lado do rio Jordão . Sózinho com Deus, Moisés morreu, conforme Deus lhe tinha dito . "E o sepultou num vale, na terra de Moabe, defronte de Bete-Peor ; e ninguem tem sabido até hoje a sua sepultura ." (Deuteronômio 34 :1-7, Almeida) Como libertador e mediador e profeta do poderoso Teócrata, Moisés serviu de tipo ou figura profética de Cristo Jesus o Rei . 7 . Quais foram as circunstâncias da morte de Moisés? e como serviu êle de tipo? Heb . 3 : 1-6 .


111 Josué, filho de Nun, assumiu então o comando sujeito a Jeová Deus . Debaixo de Josué as hostes de Israel atravessaram o rio Jordão a pé enxuto por um milagre de Jeová, e entraram na Terra Prometida, Canaan . Os cananeus pagãos ficaram atemorizados com o poder milagroso do Deus de Israel . Outros prodígios sucederam-se no país em benefício do Seu povo pactuado. Os muros elevados da cidade de Jericó caíram abaixo, e da sua destruição só se salvou uma mulher de fé e boa vontade, Raab a meretriz, junto com sua parentela. Esta é a Raab que o apóstolo Mateus arrola como espôsa de Salmon, na linhagem de Jesus Cristo. (Josué, capítulos 2-6) A cidade de Ai foi destruída com a ajuda de Deus. Os habitantes da cidade de Gibeon, reconhecendo que se achavam sob o decreto de Jeová referente à exterminação demonólatra de Canaan, usaram de estratégia no sentido de conseguir um tratado de paz e isenção da parte de Josué e dos israelitas . As vidas dêstes gibeonitas foram poupadas, mas êles se tornaram "rachadores de lenha e tiradores de agua para a congregação, e para o altar de Jehovah". -Josué, capítulo 9 . 0 rei cananeu de Jerusalém e os reis de outras cidades do país uniram as fôrças e sitiaram Gibeon . Ao apêlo dos gibenoitas, Josué fêz uma marcha forçada, levantou o sítio, e derrotou os inimigos combinados . Enquanto êstes adoradores de demônios, oponentes da Teocracia de Jeová em Canaan, se achavam em fuga, Êle fêz JUIZES TEOC11 TICOS

8 . Depois que Josué tomou o comando, qual em resumo, o progresso dos eventos? e quem dos cananeus escapou ao decreto de extermínio? Heb . 11 :30, 31 . 9 . Que combinações militares anti-teocráticas foram então vencidas, e como? Jos . 23 : 1-3 10 .


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 112 com que chovesse miraculosamente enormes pedras de saraiva sôbre êles, matando mais do que os israelitas mataram com a espada . Precisando luz para completar a destruição, Josué orou que o sol poente e a lua nascente permanecessem imóveis . Milagre dos milagres, "deteve-se o sol, e parou a lua, até que o povo se vingou dos seus


113 inimigos ." (Josué, capítulo 10) Formou-se então uma combinação ainda maior de reis cananeus . As suas hostes eram "conto a areia que está na praia do mar, levando muitíssimos cavallos e carros" . Êles avançaram contra o capitão Josué, mas o Senhor os entregou todos na sua mão e foram atacados, derrotados e destruídos . Assim continuou a conquista de Canaan, e em pouco tempo foram derrubados trinta e um reis de cidades .-Josué 11 e 12. t° Tudo isso foi uma guerra teocrática . Não foi violação do pacto eterno quanto à santidade do sangue, que Jeová fez com Noé e que se aplicava à tôda a humanidade . Êsse pacto dizia "Se alguem derramar o sangue do homem, pelo homem será derramado o seu sangue ; porque o homem foi f eito á imagem de Deus ." (Gênesis 9 6) Jeová é o Juiz Altíssimo e Executor dos iníquos. Êle fêz com que os fiéis israelitas atuassem por executores "à imagem de Deus" . Pela destruição dos iníquos, portanto, Deus tomou a responsabilidade . A luta foi travada por ordem direta de Deus, que declarou guerra de morte aos religiosos cananeus . (Deuteronômio 20 :16-18) A presença dêles na terra representava um contínuo perigo e laço para os israelitas em seus esforços de adorar Deus em espírito e em verdade . Além disto, os cananeus tomaram partido com o Diabo em oposição ao estabelecimento da Teocracia típica de Jeová naquele país . Deus não advogou nenhuma "política de boa vizinhança" com os religiosos demonolatras . Êle ordenou a destruição dêstes combatentes de sua Teocracia. JUIZES TEOCR rTICOS

10. (a) Porque a destruição dos inimigos de Israel não foi quebra do pacto eterno de Jeová? Deu . 7 : 16, 23-25 . (b) Por que não advogou Jeová uma "política de boa vizinhança" para com religiosos adoradores de demônios? Deu . 7 :1-4 .


114

"ESTÁ PRÓXIMO O REINO"

Por meio de milagres ajudou na destruição dêles ; "porque o Senhor pelejava por Israel ." ---Josué 10 :14, Almeida. 11 A invasão do país não era ato de agressão injusta contra os cananeus . Ao Senhor Deus pertence tôda a terra, e êle deu êsse país ao seu povo de acôrdo com o pacto que fizera com Abraão 470 anos antes . Os cananeus eram intrusos ilegais no território . Sob o decreto divino de expropriar tais oponentes os israelitas em fé e obediência para com Jeová, estavam tomando posse legítima da terra que Deus lhes havia dado. Essa ação era típica de como Jeová Deus precisa tornar conta do globo inteiro e destruir dêle todos os religiosos e oponentes, para que o seu povo dedicado na terra viva debaixo do Seu Govêrno teocrático e o adore livremente sem interferência, impedimentos ou laços. 12 Após a derrota dos 31 reis cananeus, mas antes da subjugação do país inteiro, dividiu-se o território entre as doze tribos de Israel . Aos sacerdotes e levitas não se deu herança na terra . Jeová Deus e o seu serviço eram a herança dêles . Indicaram-se cidades de refúgio, ao todo seis delas, dentre as 48 cidades designadas para os sacerdotes e levitas . Qualquer israelita ou estrangeiro que sem intenção e sem malícia matasse uma pessoa poderia fugir do vingador de sangue até essas cidades e viver nelas em segurança ; porém sòmente após a morte do sumo sacerdote de Israel êle estava livre para sair da cidade de refúgio e voltar à sua própria . -Josué, capítulos 13 e 20 ; Números 35 :1-32 .

11 . Por que não foi a evicção dos cananeus um ato de agressão injusta? Sal. 24 : 1 . (b) De que foi tipo a evicção dos cananeus? Sof. 3 : 8, 9 ; Apoc . 19 : 19-21 . 12. Por que não se deu herança aos secerdotes e levitas? e para que serviram as cidades de refúgio? Deu . 10 : 8, 9


115 Ao entrarem no país tinha de começar também a contagem dos anos para se calcularem o ano sabático de cada sétimo ano e o sábado de jubileu cada quinquagésimo ano . Sem dúvida, durante a vida de Josué e dos anciãos que a êle sobreviveram, se guardaram fielmente êstes anos sabáticos . "Israel serviu a Jehovah todos os dias de Josué, e todos os dias dos anciãos que ainda viveram depois de Josué, e sabiam todas as obras que Jehovah havia feito a f avor de Israel." -Josué 24 : 31. 14 Após a morte de Josué, Jeová deu a posição mais eminente em Israel à tribo de Judá a fim de impelir a ofensiva contra os demonólatras cananeus remanescentes na Terra Santa . No decorrer da ofensiva ocupou-se a cidade de Jerusalém, porém só parcialmente . A sua fortaleza ou cidadela cominou a ser retida e ocupada pelos jebuseus pagãos . -Juízes 1 :1, 2, 21. 15 Deus tinha prometido a Israel : "Não os lançarei de deante de ti num só anuo, para que não fique a terra reduzida a um ermo, e se multipliquem contra ti as feras do campo . Pouco a pouco os lançarei de deante de ti, até que te augmentes e possuas a terra por herança . Porei os teus termos desde o Mar Vermelho até o mar dos Philisteus, e desde o deserto [da Arábia] até o Rio [Eufrates] ; pois entregarei ás tuas mãos os habitantes da terra, e expulsai-os-ás de deante de ti. Não farás alliança com elles, nem com os seus deuses . Elles não habitarão na tua terra, JUIZES TEOCRÁTICOS

1~

13 . Que contagem de anos começaria com a entrada na terra prometida, e começou realmente? Lev. 25 :1-10. 14. Após a morte de Josué, a que tribo foi assinalada a posição princ pai? e que êxito teve a ofensiva contra Jerusalém? 2 Sam . 5 :6 ; 24 :16 . 15 . (a) Com que progresso gradual, e até que limites, prometeu Deus expulsar os inimigos da terra? Exo . 34 : 11-17 . (b) Por que parou a ofensiva de Israel, e por isso, qual foi a sentença de Jeová contra êles? Jos . 23 : 12, 13 .


"ESTA PRóXIMO O REINO" 116 para que te não façam peccar contra mim ; pois se servires os seus deuses, certamente isso te será um tropeço." (Éxodo 23 : 29-33) Portanto foi renovada a ofensiva e prosseguiu. Parou antes que alcançasse os limites divinamente estabelecidos, o mar Vermelho a sudoeste, o Mediterrâneo a oeste, o deserto da Arábia a sudeste e leste, e o rio Eufrates ao norte . Por quê? Os israelitas perderam seu zelo por Jeová e sua fé nele . Foram enlaçados pela religião demoníaca . Desatentos ao aviso de seu Teócrata, cederam a lisonjas e às filosofias humanas e se entregaram a uma "política de boa vizinhança" com os remanescentes religiosos cananeus . Visto que os israelitas transigiram no tocante à adoração de Jeová Deus com a fraude diabólica da religião, o Senhor Deus não expulsou o resto das nações religiosas da Terra da Promissão . Deixou-as lá para que continuamente fôssem um espinho no lado dos israelitas, "para por ellas provar a Israel, se guardarão ou não, como seus pães o guardaram, o caminho de Jehovah para nelle andar ."-Juízes 2 : 20-22 ; 3 : 1-4 . 11 Os pagãos, cuja religião os israelitas imitavam ou apropriavam, não se lhes provaram amigos proveitosos em termos religosos, mas cometeram agressões contra os israelitas e os oprimiam. Quando os israelitas se lembravam do seu pacto com Jeová e apelavam para êle, arrependendo-se e convertendo-se aos seus mandamentos, então o Senhor Deus levantava juízes para atuar como figuras ilustres na Sua libertação dêles . Levantou-lhes Otniel para li16 . (a) Por que desvantagens passaram os israelitas por abandonarem a Jeová, e como foram repetidas vezes libertos? Juí . 2 :11-18 . (b) Que prefiguram as façanhas dos juízes de Israel? 1 Cor. 10 : 11 .


JUIZES TEOCRÁTICOS

117

vrá-los da opressão do rei da Mesopotâmia ; Aod para chefiar o movimento de "Israel livre" contra o rei moabita Eglon ; Barac, junto com a profetisa Débora, para quebrantar o poder sôbre Israel do rei cananeu Jabin e seus 900 carros de guerra sob o capitão Sísera ; Gideão para expulsar os midianitas pilhantes ; Je f té para recuperar o território teocrático e fazer que os amonitas recuassem para trás das suas próprias fronteiras ; Sansão para abater na sua morte mais de 3.000 filisteus que adoravam a Dagon, sendo êstes mais do que todos os abatidos por êle durante os vinte anos em que julgou Israel ; e Samuel para desconcertar os filisteus enquanto o Senhor Deus trovejava do céu, e assim as cidades israelitas foram arrancadas das mãos dos filisteus . (Juízes, capítulos 3 a 16 ; 1 Samuel 7 : 3-17 ; 12 :11 ; Hebreus 11 : 32-34) As façanhas dêstes juízes da antiguidade proveram fracos clarões antecipados das maravilhas mais possantes do vindouro Juiz e Libertador maior, Cristo Jesus, a Semente da "mulher" de Jeová .


CAPITULO VIII

FRACASSA O REI HUMANO

do repetido desvio de Israel à O EFEITO religão demoníaca e à violação do seu pacto de não ter outro Deus a não ser Jeová o Rei dêles, começou a mostrar-se nas inclinações más da nação quanto à regência. Isto os levou ao desejo de se conformarem com as nações políticas que os perturbavam . Veio à tona nos dias de Gideão, homem da tribo de Manassés . Ao voltar êle, após fustigar os reis e príncipes midianitas, os homens de Israel disseram ao juiz Gideão "Domina sobre nós, tanto tu, e teu filho, bem como o filho de teu filho ; porque nos livraste do poder de Midian ." Fiel a Deus, Gideão reconheceu o govêrno teocrático sôbre Israel e replicou : "Eu não dominarei sobre vós, nem sobre vós dominará meu filho ; Jehovah vos dominará." -Juízes 8 : 22, 23. 2 Abimelec, o filho que Gideão teve de sua concubina, não era do mesmo pensamento de seu pai . Depois da morte de seu pai empenhou-se na politicagem com os cidadãos de Siquém . Daí comprou os serviços de uma porção de apaniguados e matou todos os muitos outros filhos de Gideão, com exceção do mais jovem . O caminho ao trono estava livre agora. "Então se ajuntaram todos os cidadãos de Shechem, e toda Beth-Millo, e foram e constituíram rei a Abimelech ." (Juízes 9 : 1-6) O reino de Abimelec foi meramen-

1 . (a) Quando e como se começou a mostrar a efeito do repetido desvio de Israel para a religião? (b) Como o juiz Gideão se mostrou leal a Jeová ao tratar da situação? Isa . 33 : 22. 2 . Que tentativa de reinar sôbre Israel seguiu-se à morte de Gideão e com que êxito? 2 Sam . 11 : 21 . 118


119 te local e não abrangeu o resto de Israel . Êle veio sob a maldição de Deus, e o seu reinado de três anos terminou com uma rebelião contra êle, e sua morte violenta à mão duma mulher . -Juízes, capítulo 9 . 3 A história de Israel serve para mostrar que tais desvios regulares do reconhecimento de que Jeová é Deus têm ao mesmo tempo a tendência de obscurecer a visão de que êle é o "Rei da Eternidade" . (Jeremias 10 : 10, leitura marginal da Versão Rei Jaime, em inglês) 0 efeito da apostasia foi fazer Israel impaciente no aguardo de o Rei celestial produzir a Semente da "mulher", a Semente de Abraão, da tribo de Judá. Até então os israelitas se abstiveram de seguir o exemplo dos babilônios ao estabelecerem o sanguinolento Nimrod como rei . Assim não se dava, porém, com os outros povos . Até os edomitas, descendentes do irmão gêmeo de Jacó, Esaú ou Edom, entronizaram reis sôbre si enquanto os israelitas peregrinavam no Egito . Sobre isto está escrito : "São estes os reis que reinavam na terra de Edom, antes que reinasse rei algum sobre os filhos de Israel . Bela, filho de . Beor, reinou em Edom ." -Gênesis 36 : 8,9,31,32 Durante os dias em que os juízes regeram 4 Israel como representantes visíveis do Senhor Deus, o fato de êles terem uma teocracia na qual o Deus invisível era o Rei dêles diferenciou-os tão nitidamente de tôdas as outras nações que sôbre isso se comentava . Os israelitas tiveram a lei teocrática de Jeová e estavam obrigados a FRACASSA O REI HUMANO

3. (a) Que mostra a história de Israel quanto ao efeito do fracasso de reconhecer Jeová como Deus? Pro . 29 : 18, 25 . (b) Que classe de reis tiveram outros povos, tais como os edomitas? Gên. 10 : 8-10 . 4. Como a regência e lei teocráticas diferenciou Israel notdveimente de tôdas as nações? e a que se deve atribuir o fracasso desta regência entre êles? Sal . 147 : 19, 20.


120

"ESTÁ PRÓXIMO O REINO"

proceder corretamente de acôrdo com a mesma . "Naqueles dias não havia rei em Israel ; porem cada um fazia o que parecia reto aos seus olhos ." (Juízes 21 : 25, Almeida) Não havia falha nessa regência teocrática . 0 seu encanto, quando os israelitas viviam em harmonia com ela, está descrito no livro de Rute, a qual era antepassada de Jesus segundo a carne. 0 fracasso dessa regência teocrática jamais pode ser atribuído a Jeová, mas deve ser atribuído inteiramente à falta de fé e obediência da parte de seu povo pactuado, o Israel . 5 Chegou finalmente o dia acêrca do qual Deus tinha avisado de antemão no discurso de despedida de Moisés a Israel, dizendo : "Quando entrares na terra que Jehovah teu Deus te está dando, e a possuíres, e nella habitares, e disseres : Estabelecerei sobre mim um rei, como o fazem todas as nações que estão ao redor de mim ; certamente estabelecerás como rei sobre ti aquelle que Jehovah teu Deus escolher . A um dentre os teus irmãos estabelecerás como rei sobre ti ; não poderás por sobre ti um estrangeiro que não seja teu irmão ." (Deuteronômio 17 : 14,15) 0 que tal iniciativa dos israelitas significava aos olhos de Deus, tornou-se claro quando o fato realmente ocorreu nos dias de Samuel. 0 Registo inspirado nos mostra isso . 0 juiz Samuel era já velho, e os representantes anciãos da nação de Israel vieram a êle na cidade em que residia., Ramá . Disseram : "Eis que tu estás velho, e teus filhos não andam nos 5. Como avisou Jeová antecipadamente por meio de Moisés acêrca da rejeição de Deus como rei por parte de Israel? Sal . 118 : 8-10. 6 . Como pediu Israel a mudança de regime e que mostrou o comentário de Deus quanto ao significado desta petição? Atos 13 : 20, 21.


121, teus caminhos . Constitue-nos um rei, como o teem todas as nações, para que elle nos julgue ." "Porem esta palavra pareceu mal aos olhos de Samuel, quando disseram : Dá-nos um rei, para que nos julgue . Então Samuel orou a Jehovah . Disse Jehovah a Samuel : Ouve a voz do povo em tudo o que elles te dizem ; pois não é a ti que elles rejeitaram, mas a mim, para eu não reinar sobre elles . Segundo todas as obras que teem feito desde o dia em que os fiz subir do Egypto até o dia de hoje, pois me abandonaram a mim e serviram a outros deuses, assim tambem te fazem a ti. Agora ouve a sua voz : comtudo lhes declararás solemnemente e lhes farás ver como se portará o rei que ha de reinar sobre elles .'' -1 Samuel 8 :1-9 . z A pormenorização que Samuel fêz da carga que seria para êles um rei visível humano e das restrições que seriam colocadas sôbre as suas liberdades e independência de ação, falhou em obscurecer a miragem de terem um homem como rei. "Jehovah disse a Samuel : Escuta a sua voz, e constitue-lhe um rei ." (1 Samuel 8 : 10-22) De acôrdo com a direção de Deus, Samuel, o levita, ungiu em particular Saul da tribo de Benjamim, derramando sôbre a cabeça dêle um vaso de óleo e dizendo : "Não te ungiu Jehovah para ser principe sobre a sua herança?" O ungido Saul foi pouco depois trazido à apreciação pública como a escolha de Deus, numa reunião de tôdas as tribos em Mizpah. "Então todo o povo rompeu em gritos e disse : Viva o rei ! Declarou Samuel deante do povo o que faFRACASSA O REI HUMANO

7. (a) Qual foi ordem dos eventos que levaram à apresentação de Saul para o reino? (b) Por causa de sua unção, como foi Saul chamado, e portanto, que pergunta se aplicava agora a êle? 1 Sam . 24 : 5, 6.


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 122 riam os reis e, escrevendo-o num livro, depositou-o deante de Jehovah ." Mesmo esta concessão da parte do Regente teocrático não agradou a todos, e houve muitos descontentes . Saul, em virtude de sua unção, foi chamado o "ungido", ou "messias" ou "cristo" . Provar-se-ia êle quadro fiel do prometido Cristo o Rei i ou seria êle um "cristo" [ou ungido] infiel, abusando de sua comissão ou unção como rei i 0 irresoluto e tímido Saul parecia não fazer esfôrço par organizar o reino de todo o Israel, mas voltou para casa e retomou a lavoura . -1 Samuel 10 : 17-27 . 'Seguiu-se logo uma crise proveniente da invasão dos amonitas da terra de Gilead, a leste do rio Jordão . Os israelitas apelaram de novo para que um rei humano os guiasse . 0 espírito de Deus veio sôbre Saul, e êle deixou o arado e guiou os israelitas na vitória sôbre os agressores. Isto demonstrou a Israel que Deus estava usando Saul . "Então disse Samuel ao povo Vinde, e vamos a Gilgal, e renovemos alli o reino. Partiu todo o povo para Gilgal ; alli em Gilgal constituíram a Saul por seu rei deante de Jehovah." (1 Samuel 11 :1-15) Por ocasião desta confirmação do reino nas mãos de Saul, Samuel se dirigiu ao povo regozijante e, ao terminar, disse "Quando vistes que Nahash, rei dos filhos de Ammon, vinha contra vós, dissestes-me : Não, mas um rei dominará sobre nós : QUANDO JEHOVAH vosso DEUS ERA VOSSO REI . Agora eis o rei que que escolhestes e pedistes ; e eis que Jehovah poz sobre vós um rei. Se temerdes a Jehovah, e 8 . Como se demonstrou a Israel que Deus servia-se de Saul e que ação nacional seguiu-se então? Sal . 3 : 8 . 9 . Com que palavras indicou então Samuel a rejeição de Jeová como Rei por Israel, e que admoestou sõbre como servf-lo daí em diante? 2 Crõ . 15 : 2.


123 • servirdes, e derdes ouvidos á sua voz, e não fordes rebeldes ás suas ordens, e tanto vós, como • rei que vos domina, fordes seguidores de Jehovah vosso Deus, bem está ; mas se não derdes ouvidos á voz de Jehovah, e f ordes rebeldes ás suas ordens, será a mão de Jehovah contra vós como o era contra vossos paes." -1 Samuel 12 : 12-15 . 10 Era então a primavera, aproximadamente • tempo da festa das semanas ou Pentecostes, quando se ofereciam a Deus dois pães das primícias do trigo para serem movidos pelo sumo sacerdote no tabernáculo . A estação chuvosa do inverno tinha passado dois meses antes, e a estação de contínua sêca ainda duraria quatro meses ou mais . Sob esta circunstância Samuel disse a seguir : "Agora ficae aqui, vêde esta grande cousa que Jehovah vae fazer deante dos vossos olhos . Não é hoje a sega do trigo? invocarei a Jehovah, e elle enviará trovões e chuva. Sabereis e vereis que é grande a vossa maldade, que fizestes perante Jehovah, pedindo um rei sobre vós ." A tempestade miraculosa que se seguiu atemorizou os israelitas cheios de remorsos, e nos lembra o que posteriormente foi dito por Oséias o profeta de Deus "Disseste : Dá-me rei e príncipes 1 Dei-te um rei na minha ira, e tirei-o no meu furor ." (Oséias 13 :10, 11) Samuel avisou os israelitas ainda mais, dizendo : "Se, porém, perseverardes em fazer o mal, perecereis tanto vós como o vosso rei ." Embora 0 rejeitassem como Rei, Jeová não abandonou ou rejeitou os israelitas, pois o FRACASSA O REI HUMANO

10 . (a) Como confirmou então Jeová as palavras de Samuel aos israelitas quanto ao seu pecado? Jer. 14 : 22 . (b) Por que não os abandonava e rejeitava Jeová, e por meio de que conduta por parte do rei decidir-se-ia agora o destino do reino? Deu . 7 : 6-8.


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 124 seu nome estava ligado à nação dêles da qual se agradou em fazer seu povo, perante o Egito e perante tôdas as outras nações gentias. (1 Samuel 12 : 16-25) Que determinaria agora o destino do reino de Israel com seu chefe visível? Tão principalmente as medidas econômicas que o rei adotasse ou as proezas militares que fizesse, mas sim, como promovesse e cuidasse da adoração de Jeová . Reinaria êle para a vindicacão do nome de Jeová? 110 rei Saul cedo mostrou se êle usaria sua posição e poder em harmonia com a regência teocrática . Essa regência ainda estava em vigor em Israel por causa do pacto dêles, apesar do estabelecimento dum reino . A sucessão do seu filho Jónatas no trono dependia disso . Depois de Saul reinar dois anos, ocorreu a pior das invasões do seu reino pelos filisteus . Seus súditos se achavam em grande tribulação e terror, sendo Saul e Jónatas prMicamente os únicos homens armados em Israel. Segundo entendimento prévio Saul esperou em Gilgal durante sete dias que o profeta Samuel descesse e oferecesse sacrifícios . Impaciente por esperar muito tempo, Saul no sétimo dia atreveu-se perante Deus a oferecer o sacrifício . Usurpou assim o serviço assinalado à tribo de Levi e estava combinando o cargo sacerdotal com o cargo de rei . Logo após o sacrifício apareceu Samuel . Saul desculpou-se pelo seu ato de correr à frente, dizendo que, por causa da emergência perigosa, "constrangi-me, pois, e offereei o holocausto." Então vieram as palavras proféticas de Samuel : "Procedeste nesciamente em não guardar o mandamento de 11 . Que ato de presunção de Saul mostrou que não era homem segundo o coração de Deus e como as conseqüências afetaram Jónatas? Atos 13 :22


125 Jehovah teu Deus, que elle te ordenou . Jehovah teria confirmado para sempre o teu reino sobre Israel, porém agora não subsistirá o teu reino . Jehovah buscou para si um homem segundo o seu coração, e mandou-lhe que fosse principe sobre o seu povo, porque não guardaste o que te ordenou." (1 Samuel 13 : 1-14) Jeová Deus não entrou, portanto, em nenhum pacto do reino com o Saul indigno de confiança . Jónatas seu filho estava agora definitivamente excluído como successor, e o Senhor Deus se propôs a selecionar um "homem segundo o seu coração" que com certeza se provaria obediente, confiando e obedecendo ao grande Teócrata . No décimo ano do reinado de Saul nasceu êste homem, em Belém. ` Outra prova da consideração de Saul pelas ordens teocráticas de Jeová veio no tempo devido . Ao empossar Saul, que era considerado representante do Senhor sôbre o trono, Jeová ordenou a Saul que destruísse os amalequitas . Muito tempo antes, os amalequitas tinham atacado os israelitas debaixo de Moisés, enquanto marchavam para fora do Egito . Depois da derrota dos amalequitas "disse Jehovah a Moysés Escreve isto para memorial num livro, e faie-o ouvir a Josué ; porque eu hei de extinguir totalmente a memória de Amalek de debaixo do céo . Moysés edificou um altar, e poz-lhe este nome, Jehovah-Nissi ; e disse : Jehovah jurou isto Jehovah fará guerra contra Amalek de geração em geração". (Êxodo 17 : 8-16) Agora, no adiantamento dêsse propósito divino, Saul tinha de ir e destruir todos os amalequitas sem poupar FRACASSA 4 REI HUMANO

12. Como, no caso dos amalequitas, veio outra prova sôbre Saul quanto A sua consideração pelas instruções teocráticas de Jeová? Deut . 25 :17-19.


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 126 "homem e mulher, o menino e creança de mamtna, boi e ovelha, camello e jumento" . 0 Senhor Deus devotou à destruição tudo o que pertencia aos amalequitas. 13 Como executor de Deus o rei Saul saiu à matança, dos amalequitas . Falhou, porém, nesta missão. Êle poupou o rei amalequita Agag, e permitiu que os judeus se apoderassem do melhor do gado de tôda espécie, mas "a tudo o que houve de vil e desprezível, isso destruíram" . Quando Samuel desceu a Saul em Gilgal, o profeta perguntou : "Porque não obedeceste á voz de Jehovah, mas te lançaste ao despojo, e fizeste o mal á vista de Jehovah?" Saul explicou que os animais tinham sido tomados para serem sacrificados a Deus e que, com exceção de Agag, êle tinha completamente destruído os amalequitas. Samuel disse então : "Tem, porventura, Jehovah tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, quanto tem em que se obedeça à sua voz? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrifício, e o attender do que a gordura de carneiros . Porque a rebellião é como o peccado de adivinhação, e a obstinação é como a idolatria e os teraphins . Porquanto rejeitaste a palavra de Jehovah, elle te rejeitou também a ti, para que não sejas rei ." ` Ao voltar-se Samuel para abandonar o rei suplicante, Saul agarrou a orla do manto de Samuel, rasgando-o porém. Isto se mostrou simbólico, e Samuel disse : "Hoje rasgou de ti Je13. Como fracassou Saul na sua comissão como executor de Deus, e que resultou para si mesmo, conforme declarado por Samuel? Miq . 6 : 6-8. 14 . (a) Quais foram as palavras de Samuel ao se rasgar seu manto às mãos de Saul? (b) Como se mostrou então que o "triumphador de Israel" não mente nem se arrepende? Núm . 23 : 19 .


127 hovah o reino de Israel, e o entregou ao teu proximo, que é melhor do que tu . Tambem o Triumphador de Israel não mentirá nem se arrependerá, porque não é um homem, para que se arrependa." Depois de dirigir a adoração do verdadeiro Regente e Triunfador de Israel, adoração à qual o rei Saul se juntou, Samuel chamou que se trouxesse o prisioneiro Agag . Agag esperava que Jeová revogasse o seu decreto de extermínio de Amalec . Mas, visto que Deus não mente nem se arrepende, Samuel executou a missão na qual Saul tinha fracassado e o próprio Samuel matou Agag. Samuel saiu então da presença de Saul e não o viu nunca mais . "Jehovah arrependeu-se de ter constituído a Saul rei sobre Israel."--1 Samuel 15 :1-35 . ` 0 primeiro rei humano de todo o Israel fracassou. A causa foi sua recusa em obedecer ás instruções teocráticas em vindicação do nome e da palavra de Jeová Deus . Ao mostrar tal rebeldia seguiu êle o caminho do querubim cobridor no Éden. Praticou assim a adoração do diabo . Pela sua obstinação neste proceder desobediente cometeu iniqüidade e perversidade e idolatrava a si mesmo e sua vaidade . Êle rejeitou a Palavra de Deus e falhou em ver ou apreciar a organização teocrática de Jeová . Não podia corretamente sentar-se no trono do Senhor em Israel . Por isso Deus rejeitou Saul e sua casa . Deus arrependeu-se, não do Seu propósito de permitir um reino sôbre Israel, mas de ter feito rei a FRACASSA O REI HUMANO

15. (a) Por que fracassou o primeiro rei humano de Israel, e que proceder demonstrou com isso? Rom . 6 : 16 (b) Neste caso, de que modo se arrependeu Jeová e de que outra maneira não o fêz?


"ESTÁ PRÓNIDIO O REINO" 128 Saul. Concordemente, pois, Deus permitiu que o reino continuasse, mas voltou-se a outro homem adequado para ser feito o próximo rei .


CAPITULO IX

0 PACTO PARA 0 REINO

óNATAS, o filho mais velho de Saul, foi hoJcrática. nem de fé e fiel a Deus e à organização teo(1 Samuel 14 : 1-15, 44, 45) Contudo, por

causa da rebeldia do pai de Jónatas contra a lei de Deus, Jeová Deus não poderia considerar próprio fazer um pacto com o rei Saul para o trono de Israel . Não se podia estabelecer uma linhagem real começando com Saul, e por isso não foi da vontade divina que o fiel Jónatas sucedesse no trono sôbre o Israel teocrático . 0 "homem segundo o seu coração", a quem Deus buscou para a realeza, tinha, por isso, de ser outro israelita que não Jónatas . 'Depois de Jónatas ter sido príncipe debaixo de Saul seu pai durante dez anos, nasceu um filho a um homem chamado Jessé em Belém, uma cidade da tribo de Judá. Belém veio a ser chamada "a cidade de David" em comemoração a êste filho ali nascido . Davi foi o oitavo filho de Jessé. Êle cresceu e veio a ser um moço pastor que guardava o rebanho de seu pai, e também se tornou perito atirador de funda e hábil tocador de harpa . Certo dia foi chamado do campo . Chegando em casa viu o profeta Samuel que tinha pedido a sua presença . Samuel aproximou-se imediatamente do corado e bem parecido Davi e ungiu-o com óleo, assim como tinha feito com Saul mais de vinte anos antes . Por quê? Porque 1 . Embora o filho de Saul, Jónatas, fõsse fiel, por que não podia a linhagem real continuar através de sua casa? 1 Sam . 13 : 13, 14 . 2 . Quem foi escolhido para substituir Saul ; como se indicou esta seleção e com que resultado imediato? Sal . 78 : 67-70 . 129


130 "ESTA PRóXIMO O REINO" Deus tinha enviado o seu profeta para secretamente ungir o sucessor do rei Saul . "E daquelle dia em deante se apoderou de David o espirito de Jehovah. . . . Tendo-se retirado de Saul o espirito de Jehovah, atormentava-o um espirito maligno da parte de Jehovah ." Para aliviá-lo da sua depressão o rei Saul empregou Davi para tocar para êle na côrte, até que os assuntos urgentes da guerra com os filisteus fizessem com que Davi fôsse enviado para casa .-1 Samuel 16 : 1-23 . 3 Certo dia o pai de Davi enviou-o para levar algumas provisões especiais aos seus três irmãos mais velhos, que se achavam no fronte à face com os incircuncisos filisteus . As linhas estavam em ordem de batalha, quando Davi viu uma montruosidade, o filisteu gigante Golias, avançar na "terra de ninguém" e desafiar os israelitas a decidir a guerra inteira por meio de um duelo entre êle e o capmeão escolhido dêles . Isto já ocorrera durante vários dias . Nenhum israelita entrou na liça contra Golias, mas todos fugiram para trás. A indignação de Davi cresceu ao ouvir o gigante `desafiar os exercites do Deus vivo' . Êle expressou a disposição de lutar . A armadura pesada que Saul experimentou em Davi mostrou-se inadequada . Davi a tirou . Avançou então na frente dos israelitas e entrou na "terra de ninguém", só com seu cajado, a funda de pastor, e cinco pedras escolhidas em seu Burrão. 0 rei Saul vigiava à distância . 4 0 pesadamente armado Golias, com o escudeiro diante dêle, sentiu-se altamente insultado 3. Que eventos se deram agora ; como aproveitou-se Davi da oportunidade e com que equipamento? Sal . 144 :1, 2. 4. Como a resposta de Davi às ameaças do gigante mostrou a sua confiança em Jeová e o propósito da vitória? Sal. 79 : 9, 10 .


131 ao ver êste pastorzinho posto em campo contra um rijo lutador como êle . Amaldiçoou Davi por todos os seus deuses demoníacos e ameaçou fazê-lo pasto dos animais . Davi retrucou : "Tu vens a mim com espada e com lança e com escudo ; eu, porém venho a ti em nome de Jehovah dos exercitos, do Deus das tropas de Israel, as quais tens desafiado . Hoje mesmo Jehovah te entregará nas minhas mãos ; matar-te-ei, e tirar-te-ei a cabeça . Darei hoje ás aves do céo e ás feras do campo os cadaveres do arraial dos philisteus, e toda a terra saberá que há Deus em Israel . Saberá toda esta congregação que Jehovah salva, não pela espada e lança . Porque de Jehovah é a guerra, e elle vos entregará nas nossas mãos ." 'Aí estava um vindicados do nome de Deus, e Jeová não o podia agora abandonar, porém acelerou a pedra da funda de Davi sem errar até o ponto vital na testa de Golias . Davi cortou então a cabeça do caído adorador de demônios, enquanto os filisteus fugiam, com os israelitas em sua perseguição, derrotando-os . Quando Davi apareceu com a cabeça de Golias na presença do rei Saul, Jónatas amou-o à primeira vista, *'como a si mesmo" . Reconheceu-o como destinado a tornar-se rei de Israel . (1 Samuel 17 : 1-58 ;18 : 1) Quanto à Saul, o Diabo mostrou-lhe logo uma causa para ficar com ciúmes de Davi . Duas vezes tentou Saul atravessar Davi com a lança enquanto êle tocava música suave para o rei . Fracassando, Saul planejou então sua morte . Davi escapou de tôdas estas maquinações e fugiu para salvar a sua vida . Davi e Jónatas se encontraram secretamente depois O PACTO PARA O REINO

5. (a) Em resultado da vitória de Davi que reconheceu Jónatas? (b) Que pacto fizeram êstes dois homens? e como isso afetou Saul?


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 132 disso e fizeram entre si um pacto de que a casa de Davi, uma vez no poder do reino, não negaria benevolência à casa de Jónatas para sempre . Vendo que Jónatas se empenhava por Davi, o rei Saul ficou irado e intentou até contra a vida do próprio filho . -1 Samuel 18 : 5 a 20 : 42. 'Davi, o ungido do Senhor, tornou-se um virtual proscrito no domínio do rei Saul, e isso sem causa justa . Isto fazia parte do plano de Satanás a Serpente para matar qualquer um com probabilidades de ser a Semente da "mulher" de Deus e assim fazer fracassar o pacto edênico de Jeová. Depois dum refúgio temporário na Filistia, Davi "escapou para a cova de Adullam . 0 que tendo ouvido seus irmãos e toda a casa de seu pae, desceram para lá a ter com elle . Ajuntaram-se a elle todos os que se viam opprimidos, todos os que se achavam endividados, e todos os amargurados de espirito ; e elle se fez chefe sobre elles . Eram com elle cerca de quatrocentos homens" . (1 Samuel 22 : 1, 2) Daí em diante homens poderosos de boa vontade de várias das tribos de Israel chegaram-se ao foragido Davi : guerreiros ambidestros de Benjamim, a própria tribo de Saul ; guerreiros de Gad com rostos semelhantes a leões e bastante fortes para forçarem a passagem do "o Jordão no primeiro mez, quando elle transbordava por todas as suas ribeiras" ; homens de Judá que perceberam que Deus estava ajudando Davi ; e também homens valentes de Manassés . 0 séquito de Davi tornou-se um "grande exercito" . 7 Mesmo enquanto continuava a caça do rei 6. De quem foi êste injusto plano contra Davi? e na sua posição proscrita quem se juntou à sua causa? Sal . 69 : 4. 7. De que outro modo demonstrou Jónatas boa vontade para com Davi quando proscrito? 2 Sam . 1 : 26.


133 Saul a Davi, o príncipe Jónatas visitou-o no seu esconderijo para fortalecê-lo, e disse : "Não tenhas medo, pois não te achará a mão de Saul, meu pae . Tu reinarás sobre Israel, e eu serei o segundo depois de ti ; o que também Saul, meu pae, bem sabe." "Ambos fizeram alliança deante de Jehovah ; ficou David em Horesh, e Jonathas voltou para sua casa." -1 Crônicas 12 : 1-22 ; 1 Samuel 23 : 14-18 . 'Embora Davi estivesse exilado e proscrito, êle e sua fôrça de guerreiros nunca se tornaram sediciosos . Nunca levantaram suas armas contra o rei Saul e seu domínio . Davi persistiu em considerar Saul como "o ungido de Jehovah" e deixou entregue ao Deus Todo-poderoso a remoção de Saul . Davi não achou que sua própria unção por Deus o autorizava a levantar-se e derrubar o rei Saul . Duas vêzes, quando o sanguinário Saul perseguia Davi no deserto de Judá como se fôsse um cabrito montês pelas rochas, Davi teve em seu poder o matar êste perseguidor implacável . Recusou, porém, fazer isso, não querendo `estender a mão contra o ungido de Jeová' e adiantar-se a Jeová Deus . Deus libertou Davi do cêrco das hostes de Saul várias vêzes, e Davi reconheceu Jeová como seu Salvador . -1 Samuel 23, 24, 26 . 'Finalmente Saul desistiu da perseguição, mas não levantou a proscrição de Davi. Quando os filisteus se prepararam para a guerra e fizeram a sua marcha final contra contra Saul, Davi e suas fôrças não se juntaram a êles na agressão ao rei de Israel . Ao mesmo tempo Davi, O PACTO PARA O REINO

8 . Que atitude e ação por parte de Davi provam que não era sedicioso? e que explicação deu para isto? 2 Sam . 1 :4-16 . 9 . Que aconteceu para levar Saul buscar conselho junto à feiticeira de Endor, e que resultou? 2 Sam . 1 : 17-27.


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 134 como proscrito, ficou impedido de ajudar Saul contra os inimigos tradicionais de Israel, os filisteus . 0 desastre enfrentou Saul, e tôdas as comunicações entre êle e o grande Teócrata foram interrompidas . Sua rebeldia tinha sido como o pecado de feitiçaria . Agora, em desespêro, Saul desceu à feiticeira de Endor, desobedeceu a Deus por não matá-la, e pediu o impossível, que ela suscitasse a Samuel dos mortos . A feiticeira estabeleceu contato com um demônio que fingiu ser o morto Samuel e que deu uma mensagem mentirosa mas desencorajante ao rei . Desesperançado, Saul guiou seus exércitos à batalha do monte Gilboa, e êle e as seus três filhos foram mortos, enquanto os filisteus derrotaram e desbarataram os israelitas. (1 Samuel 28-31) Davi lamentou amargamente a morte do rei Saul e do príncipe Jónatas . ~° De acôrdo com as instruções de Deus, Davi voltou como o seu bando à Judá, à cidade de Hebron, cêrca de vinte e quatro quilômetros ao sul do seu lugar de nascimento, Belém . "Vieram os homens de Judah, e ungiram alli a David rei sobre a casa de Judah ." Tinha êle trinta anos de idade quando foi assim ungido para ser rei sôbre a tribo de Judá, fato que nos lembra a unção de Jesus com o espírito de Deus aos trinta anos no rio Jordão . (2 Samuel 2 : 1-4 ; 5 :4 ; Lucas 3 : 21-23) Os aderentes à casa de Saul puseram seu filho sobrevivente sôbre o trono das outras tribos, e durante muito tempo houve guerra entre êles e a tribo de Judá . Quando a causa da casa de Saul falhou devido à falta da bênção de Deus, tôdas as tribos voltaram-se para Davi . "Todos 10. (a) Que unção veio agora para Davi, e como nos lembra a unção de Jesus? 1Crô . 10 : 13, 14 . (b) Como veiu Davi finalmente a ser reconhecido rei de Israel? 1 Crô . 11 : 1-3 .


135 ter com o rei em elles alliança em Ungiram a David terceira unção de

O PACTO PARA O REINO

os anciãos de Israel vieram Hebron, e o rei David fez com Hebron deante de Jehovah . rei sobre Israel ." Esta foi a Davi.- 2 Samuel 5 :1-4 . 11 Hebron cominou durante sete anos e seis meses como capital de Davi . Então a obediência de Davi ao decreto de Deus, no sentido de impelir a ofensiva contra os religiosos dentro das fronteiras que Deus havia marcado a Israel, levou a importantes mudanças . Os jebuseus pagãos ainda ocupavam a fortaleza ou cidadela em Jerusalém, cêrca de 32 quilômetros a nordeste de Hebron. Davi investiu primeiro contra êles. Através do "canal" secreto, ou passagem subterrânea que levava o suprimento de água à f ortaleza dos jebuseus, os homens de Davi sob o capitão Joab conseguiram entrada na fortaleza e ela foi tomada. "David tomou a fortaleza de Sião esta é a cidade de David . . . . David habitou na fortaleza, e chamou-lhe a cidade de David . Levantou edifícios ao redor desde Millo, e para dentro ." (2 Samuel 5 : 5-9) Davi fez assim Jerusalém a capital de Teocracia típica . Visto que o rei morava na fortaleza de Sião, a parte proeminente da cidade, Jerusalém como um todo foi também chamada "Sião". Os dois nomes Sião e Jerusalém foram aplicados alternadamente à capital teocrática. 12 Mostrando de novo a inimizade venenosa de Satanás a Serpente contra qualquer representante da Semente da "espôsa" de Jeová, os filis11 . Como se estabeleceu finalmente a capital teocrática em Israel, e que dois nomes vieram a ser-lhes aplicados ao mesmo tempo? 1 Crõ . 11 : 4-8 . 12. Que ação repetida por parte dos filisteus suscitou Satanás contra êste representante da "Semente"? e com que resultados? Sal . 2 : 1-6.


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 136 teus tentaram derrubar Davi . "Quando os Philisteus ouviram que David fôra ungido rei sobre Israel, subiram todos em busca delle ." Davi, por um milagre de Deus, derrotou-os em Baal-Perazim . Quando se refizeram de novo e tentaram interferir no govêrno da Teocracia típica, Deus deu a Davi outra vitória sôbre os adoradores de demônios, em Gibeão . E o prestígio de Davi cresceu,2 Samuel 5 : 17-25 ; 1 Crônicas 14 : 8-17 . 13 Muito tempo havia passado desde a vitória dos filisteus em Siló nos dias da mocidade de Samuel. Desde a captura temporária da arca do concêrto naquele tempo, a arca sagrada não tinha conhecido o interior do santo dos santos do tabernáculo . Ela fôra guardada no lar dum levita em Gibeá . O rei Davi tirou-a da obscuridade e fêz com que fôsse levada no meio de grande júbilo a um lugar no monte Sião, para uma tenda especial perto do seu palácio. Mas o tabernáculo edificado por Moisés e seu altar de sacrifício permaneciam no lugar alto em Gibeão . Enquanto a procissão trazia a arca à cidade real, os levitas cantaram êste salmo de Davi ` "Cantae a Jehovah, ó terra toda ; annunciae de dia em dia a sua salvação. Publicae a sua gloria entre as nações, as suas obras maravilhosas entre todos os povos, porque grande é Jehovah, e mui digno de louvor : elle é Lambem mais temível do que todos os deuses . Todos os deuses dos povos são ídolos, mas Jehovah fez os céos . Honra e majestade acham-se deante delle, fortaleza e alegria na sua morada . Tributae a

13. Onde fôra guardada a arca do pacto, e sob que circunstancias foi agora mudada? 2 Sam. 6 : 1-15 . 14. No salmo de Davi cantado pelos levitas, que fatos acêrca de Jeová foram feitos proeminentes? e que ação se lhe devia, portanto?


0 PACTO PARA 0 REINO

137


"ESTA . PRÓXIMO O REINO" 138 Jehovah, ó famílias dos povos, tributae a Jehovah gloria e fortaleza . Tributae a Jehovah a gloria devida ao seu nome : Trazei uma offerta, e vinde á sua presença ; adorae a Jehovah na belleza da santidade . Trema deante delle toda a terra : O mundo se acha firmado, de maneira que se não pôde mover . Alegrem-se os céos e regosije-se a terra ; que digam entre as nações : JEHovAH REINA ."-1 Crônicas, capítulos 15 e 16 . " Passou-se o tempo. Davi, morando numa casa de cedro, achou que uma tenda era indigna de cobrir a arca de Deus . Êle falou ao profeta Natan de seu desejo de promover a adoração de Deus em Israel por edificar em Jerusalém um templo glorioso para a arca . Foi então que, embora não autorizasse Davi a edificar um templo, Jeová Deus fez um pacto para o reino com êste "homem segundo o seu coração" . Por meio de Natan, Deus enviou esta mensagem do pacto a Davi : "lambem te declaro que Jehovah te edificará casa. Quando forem cumpridos os dias de ires para teus paes, depois de ti suscitarei a tua semente, um de teus filhos ; e estabelecerei o seu reino. Esse me edificará casa, e estabelecerei o seu throno para sempre . Eu lhe serei por pae, elle me será por filho ; não tirarei delle a minha misericordia, como a tirei do teu predecessor [Sauí], mas o confirmarei na minha casa e no meu reino para sempre ; o seu reino será para sempre estabelecido ."-1 Crônicas 17 :1-15 . " Como um pacto para o Reino, essa declara15 . (a) Mais tarde, qual foi o desejo de Davi quanto à adoração de Jeová? 2 Sa.m. 7 : 1-7. (b) Que pacto fêz então Jeová com Davi? 2 Sam . 7 : 8-16 . 16 . (a) Com que concêrtos prévios estava êste pacto do Reino diretamente relacionado, e desde a sua conclusão, de que fonte sòmente podia vir a "semente" prometida? Mat . 1 :1. (b) De que era profecia êste pacto, e que tinha de ser e fazer a semente na realidade? Atos 13 : 22, 23, 32-34 .


139 ção da vontade e propósito divinos se achava diretamente relacionada ao concêrto de Jeová no Éden e ao seu pacto posterior com Abraão . Seu pacto com Davi não deixou mais incerteza A Semente da "mulher" de Deus, semente que é também a Semente do Abraão Maior, Jeová, tinha de vir, segundo a carne, através da linhagem real do rei Davi da tribo de Judá. Portanto, a Semente seria corretamente chamada "filho de David", indicando sua herança real . 0 pacto com Davi foi uma profecia, que teve apenas cumprimento parcial e ilustrativo no sucessor de Davi, à sua morte . A Semente da "mulher" é Aquêle de quem na realidade Jeová é o Pai, e a Semente é para Êle filho . É o trono da Semente que tinha de ser estabelecido para sempre . A Semente é Aquêle a quem Jeová estabelece para sempre na casa divina e cujo reino deve estar sempre na Teocracia de Jeová . A Semente é Aquêle privilegiado para edificar a verdadeira casa ou templo do Deus Altíssimo . A Semente é o Herdeiro único do pacto do Reino . Êle é portanto, o Ungido de Jeová, o único Regente legítimo no "reino dos céus" no novo mundo de justiça . " 0 nome de Davi significa "Amado" . Êle ficou profundamente movido pela benignidade do Senhor, e orou : "Agora Jehovah, seja estabelecida para sempre a palavra que falaste a respeito do teu servo e a respeito da sua casa, e faze como falaste . Que ella seja estabelecida, e seja magnificado para sempre o teu nome, em dizer-se : Jehovah dos exercites é Deus de Israel, sim Deus para Israel ; deante de ti está estaO PACTO PARA O REINO

1 7. Qual foi a resposta de Davi em oração ao estabelecimento do pacto do Reino? Sal . 89 : 1-5 .


"ESTA PRóXIMO O REINO" 140 belecida a casa do teu servo David ."-1 Crônicas 17 : 16-27 ; 2 Samuel 7 : 18-29 . "Quando mais tarde, possivelmente durante o cativeiro dos israelitas na Babilônia, parecia que o pacto do Reino tinha fracassado, o escritor inspirado do Salmo 89 tirou confôrto, quanto à certeza do seu cumprimento, destas palavras divinas inquebrantáveis : "Fiz alliança com o meu escolhido, jurei ao meu servo David : Para sempre estabelecerei a tua semente, e firmarei o teu throno por todas as geraçães . . . . Feliz o povo que conhece o som de jubilo, que caminha, ó Jehovah, na luz do teu rosto . . . . Pois a Jehovah pertence o nosso escudo, e ao Santo de Israel, o nosso rei. . . . Achei David, meu servo ; com o meu santo oleo o ungi . . . . E eu o farei meu primogenito, o mais excelso dos reis da terra. Conservar-lhe-ei para sempre a minha benignidade, e persistirá com elle firme a minha alliança . . . . Não violarei a minha alliança, nem alterarei o que os meus labios proferiram . Uma vez jurei pela minha santidade : (Não mentirei a David) A sua semente persistirá para sempre, e o seu throno como o sol deante de mim . Elle será estabelecido para sempre como a lua ; fiel é a Testemunha no céo ."-Salmo 89 : 3, 4,15, 18, 20, 27, 28, 34-37.

1 8 . Que certeza absoluta se dá de que apesar das aparências exteriores, o pacto do reino permanecerá de pé? Sal . 132 : 10-18 .


141

O PACTO PARA O REINO

34

35

36

37

38

39

. ,.archewsh

ArP

ó

0 A

5 r

4 oHe141m

~~ ~ . ~ :eth-emek

3

~o$ Gp$ ~Y ~ SK ~ ~~

eaFaróth

Aph,h olan ~g~~mEdrei

s

.t1r

RámoQrgilead ~~ Mzpeh a_Os R• a 0 er Abél=cheIawm °i[eshbon o °Hezer ~~ Bíedeba oer ~

32

o$ os

31

DOMINIOS DE DAVI E SALOMÃO

.s ia

Escala em milhas 10

34

O

IIO

40

CO


CAPÍTULO X O PALÁCIO DO TEÓCRATA PACTO que Êle fez com Abraão, o SeN Onhor Deus predisse que a terra que propôs

dar à semente de Abraão se estenderia "desde o rio do Egypto até o grande rio, o rio Euphrates" . Quando conduzia os descendentes de Abraão, os filhos de Israel, àquela terra prometida, êle declarou que suas fronteiras se estenderiam desde o Mar Vermelho até ao mar Mediterrâneo, com o qual a Filistia confinava, e desde os desertos a leste até acima no rio Eufrates. (Gênesis 15 : 18-21 ; Êxodo 23 : 31) Visto que o pacto do Reino com o rei Davi fêz adaptação para que seu sucessor fôsse tipo ou figura profética do vindouro Rei, Cristo, era também apropriado que o domínio do sucessor de Davi atingisse os limites divinamente estabelecidos . Seria então, um tipo correto, representativo de como a Semente real da "mulher" de Deus reinaria até os confins da terra .-Salmo 72 : 8. 2 Sentindo sua responsabilidade neste particular, o rei Davi se encheu de zêlo ardente pelo concêrto do Reino . Êle tomou a ofensiva contra todos os povos pagãos inamistosos e perturbadores dentro dos limites marcados pelo Senhor, tais como os sírios, os moabitas, os amonitas, os filisteus, os edomitas, e os amalequitas . Todos êstes subjugou e fêz tributários . "Jehovah guardava a David por onde quer que elle ia. 1 . A que limites se estendia a terra prometida, e que representava a extensão do domínio de Davi até os mesmos? Sal . 2 : 6,8 . 2 . Como reagiu Davi às responsabilidades agudamente sentidas, e com que resultados? 1 Crô . 20 :1-8 . 142


143 Reinou David sobre todo o Israel, e admnistrava o juizo e a justiça a todo o seu povo." (2 Samuel 8 :1-15) Com todo o território dado por Deus, trazido sob a regência teocrática, Davi podia com satisfação entregar o reino a seu filho • sucessor. 3 A carreira de Davi foi de luta árdua . Caracterizou-se seu reinado por grandes dificuldades e tentações . Em profunda contrição e humilhação sofreu castigo retributivo e recobrou-se do seu pecado com Bat-Seba, espôsa de Urias, e foi reintegrado no favor de Deus . Tramaram-se conspiração e rebelião contra êle pelo seu filho amado, Absalão, ajudado pelo pérfido Aitofel, • conselheiro em quem Davi mais confiava . Isso terminou em desastre para os rebeldes e falhou em anular o pacto do Reino de Deus . Absalão foi enforcado com seus próprios cabelos compridos e Aitofel enforcou-se a si mesmo ; ambos eram protótipos do infame Judas Iscariotes e da classe do "homem do pecado" . A fome afligiu • país três anos inteiros até que, às ordens de Davi, se expiou corretamente o pecado do rei Saul contra os gibeonitas . A peste matou de uma só vez 70 .000 israelitas devido ao êrro de Davi ao fazer um censo ilegal da população . Contudo, • humilhado Davi mostrou uma atitude correta de coração para com Deus, a quem reconheceu como o verdadeiro Rei invisível de Israel ; e assim permaneceu de pé o pacto do Reino para com êle . -2 Samuel 11-24. 4 Aproximava-se o fim dos quarenta anos do reinado de Davi . Ele tinha em consideração a O PALÁCIO DO TEóCRATA

3. Quais eram algumas das dificuldades e tentações a marcarem o reinado de Davi, e contudo por que permaneceu de pé o pacto do Reino feito com êle? Sal . 34 :17-19 . 4. Que obra especial estava Davi considerando, e que proceder adotou? Gén . 22 :2 .


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 144 obra especial assinalada ao seu sucessor, a de construir um templo ao nome de Jeová . No clímax da pestilência o anjo do Senhor lhe indicou onde seria o lugar do templo, na eira de Arauna no contraforte conhecido como monte Moriá que se estendia para o norte do monte Sião . (2 Samuel 24 : 15-25 ; 1 Crônicas 21 e 22) Com zêlo para com a casa de Jeová, Davi preparou muito material de construção para uso de Salomão. Foi dirigido pelo Senhor para fazer arranjos teocráticos para a obra dos levitas no templo, para a música e os músicos, sistematizando o método de serviço das muitas famílias de sacerdotes . Todos os assuntos do reino foram dispostos de maneira adequada para que o sucessor de Davi continuasse .-1 Crônicas 21 : 28 a 27 : 34. 'Em seguida, o idoso Davi, na presença duma assembléia representativa de tôdas as tribos em Jerusalém, transmitiu o cargo a seu filho Salomão, a quem Deus escolheu "para se assentar no throno do reino de Jehovah sobre Israel" . Davi disse : "Tu, meu filho Salomão, conhece o Deus de teu pae, e serve-o com um coração perfeito e uma plena vontade ; porque Jehovah esquadrinha todos os corações e entende todas as imaginações dos pensamentos . Se o buscares, será achado de ti ; mas se o deixares, rejeitar-te-á para sempre. Toma cuidado, porque Jehovah te escolheu para edificares uma casa para o santuario ; esforça-te, e f aze-o ." "Então David deu a seu filho Salomão o modelo . . . o modelo de tudo o que tinha na mente com referencia aos atrios da casa de Jehovah e a todas as Gamaras .,,.o redor, . . . tambem para as turmas de sacerdo5 . (a) Que consêlho ofereceu Davi ao seu sucessor e que modêlo lhe entregou? Efé . 6 :4 . (b) Como recebera Davi o modêlo? 2 Ped . 1 :21 .


145 tes e dos Levitas, e para toda a obra do serviço da casa de Jehovah, . . . É por uma escripta da sua mão, disse David, que Jehovah me revelou tudo isso, todas as obras do modelo ."-1 Crônicas 28 : 9-21 . õ O rei que abdicava dirigiu-se então a tôda a congregação de Israel, dizendo : "Salomão, meu filho, o unico a quem Deus escolheu, é ainda moço • tenro, e a obra é grande ; porque o palacio não é para homem, mas para Deus Jehovah [O Teó. Com todas as minhas forças preparei crata] para a casa do meu Deus, . . . alem disso porque puz o meu affecto na casa do meu Deus, dou a ella o ouro e a prata do thesouro que possuo, afora tudo o que preparei para a santa casa ." -1 Crônicas 29 :1-3 . ' Ao verem êste exemplo régio de devoção à obra do templo de Jeová, os príncipes e o povo contribuíram voluntàriamente de coração para • sustento do templo . Isto fêz que se regozijasse • rei Davi que disse : "Sê bemdito, ó Jehovah, Deus de nosso pae Israel, para todo o sempre . Tua é, ó Jehovah, a grandeza, e o poder, e a gloria, e a victoria, e a magestade, porque tudo • que ha no céo e na terra é teu . Teu é, ó Jehovah, o reino, e tu te exaltaste por chefe sobre todos. Tanto riquezas como honra veem de ti, e tu dominas sobre tudo ; na tua mão está força e poder ; e na tua mão está o engrandecer e o dar forças a todos . Agora nosso Deus, te rendemos graças e louvamos o teu glorioso nome . . . . Dá a meu filho Salomão um coração perfeito, para que guarde os teus mandamentos, os teus testeO PALÁCIO DO TEÓCRATA

6 . Por que fizera Davi preparativos para o templo e que apõio adicional deu-lhe agora? Pro . 3 : 9 7 . Como reagiu o povo a êste exemplo real de devoção a Deus e que disse Davi? Sal . 110 : 3 .


"ESTÁ PRõXIMO O REINO" 146 munhos e os teus estatutos, e cumpra todas estas cousas e edifique o palacio, para o qual providenciei ."-1 Crônicas 29 : 6-19 . 8 Isto foi uma confissão real perante Deus e tôda a nação de Israel de que o Deus Altíssimo, a fonte de todo o poder e autoridade, era o verdadeiro Rei em Israel. Foi uma confissão de que esta nação era uma Teocracia . A nação inteira, a começar pelo rei até o último dos súditos, se achava sob a regência de Deus e o seu pacto da lei. Seu pacto era a Constituição da nação, e era obrigatório tanto para o representante real sôbre o trono como para o sumo sacerdote no ofício sagrado . Por isso se acha registrado : "Pela segunda vez proclamaram rei a Salomão, filho de David, e ungiram-n-o a Jehovah para ser principe, e a Zadok para ser sacerdote . Salomão assentou-se no throno de Jehovah como rei em logar de seu pae David, e foi prospero ; e todo o Israel lhe rendeu obediencia . Todos os príncipes, os homens poderosos, e do mesmo modo todos os filhos de David se submetteram ao rei Salomão ." (1 Crônicas 29 :22-24) Todo o povo pactuado deveria temer a Deus o Supremo Teócrata e honrar o seu rei, fazendo-o como a Jeová .-1 Pedro 2 : 17. 9 Esta foi a segunda vez que ungiram a Salomão. A primeira foi para frustrar a tentativa sediciosa de usurpação do trono adeantando-se a Salomão. Adonias, filho de Davi, desprezou a designação feita por Jeová de Salomão para suceder a seu pai, e disse : "Eu reinarei ." Então

8. (a) Que fatos acêrca da nação confessaram as palavras de Davi? Sal. 103 : 19. (b) Como se demonstrava agora êstes fatos com respeito ao sucessor de Davi? 2 Crõ . 13 :5, ver. Rei Jaime, margem, (em inglês) . 9. Que tentativa se fizera anteriormente para arrebatar o trono a Salomão e como foi frustrada? Sal . 75 : 6, 7 .


147 convocou uma assembléia preparada na qual se fez proclamar rei, ungindo-o o sacerdote Abiatar . A notícia logo alcançou o idoso rei Davi. Imediatamente ordenou Davi que se convocasse uma assembléia de coroação, e que se fizesse Salomão cavalgar na mula do rei até a fonte de Gihon nos arredores de Jerusalém e ali o constituíssem rei . Isto se deu. "0 sacerdote Zadok tomou da Tenda o chifre do oleo, e ungiu a Salomão . Tocaram a trombeta e todo o povo disse Viva o rei Salomão 1 Todo o povo subiu após elle, tocando flauta e alegrando-se com grande alegria, de modo que a terra retiniu com o seu clamor ." (1 Reis 1 :1-40) Outra tentativa anti-teocrática de Satanás, a Serpente, de causar perturbação e de frustrar o concêrto do Reino de Jeová foi assim malograda . Jeová era a Autoridade Superior em Israel e reinava . 10 Após a morte de Davi, o Senhor Deus apareceu a Salomão em sonhos e prometeu, a pedido de Salomão, dar-lhe sabedoria e entendimento . Essa sabedoria se mostrou nos seus julgamentos para com seus súditos ; "tiveram medo do rei porque viram que estava nelle a sabedoria de Deus, para fazer justiça ." (1 Reis 3 : 4-28) Desde o principio o seu reinado de quarenta anos foi uma época de prosperidade para seus súditos felizes . A nação era populosa e tinha os meios de sê-lo : estavam livres da penúria . "Judah e Israel eram tão numerosos como a areia que está á beira do mar ; comiam e bebiam e se alegravam . Salomão dominava sobre todos os reinos desde o Rio até a terra dos Philisteus, e sobre o termo do Egypto ; os quaes lhe pagavam tributo e o serviam todos os dias da sua vida . . . . e tinha O PALÁCIO DO TEóCRATA

ïo. Como foi Salomão abençoado? e quais foram as condições no seu reinado? Ecl. 1 :16 .


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 148 paz por todo o derredor . Em Judah e Israel habitava cada qual em segurança, debaixo da sua videira, e debaixo da sua figueira, desde Dan [ao norte] até Beer-Sheba [ao sul], por todos os dias de Salomão . Deu tambem Deus a Salomão sabedoria e entendimento em alto grão, e conhecimentos multiplos, como a areia que está á beira do mar . Era mais sabio do que todos os homens,— De todos os povos vinham pessoas a ouvir a sabedoria de Salomão, da parte de todos os reis que tinham ouvido da sua sabedoria ." -1 Reis 4 : 20, 21, 24, 25, 29, 31, 34 . 11 Isso aconteceu mais de mil anos antes de Cristo, ou séculos antes da primeira olimpíada grega (776 A.C.) ou da fundação de Roma (753 A.C.) 0 reinado de Salomão terminou no ano de 997 A.C. " 0 que caracterizou a regência de Salomão, acima de tôdas as outras realizações, foi sua construção do templo da Jeová em Jerusalém . (2 Crônicas 2 : 1) Hirão de Tiro, um rei aliado, amava a Salomão . De bole grado cooperou com êle, até o limite permissível, na construção dêste palácio glorioso de Jeová, que, segundo os valores de hoje custou mais de sessenta bilhões de cruzeiros . 0 rei Salomão começou a construção do templo no quarto ano a partir do início do seu reinado, na primavera, aproximadamente meio mês após a celebração da páscoa . Conforme registrou o historiador : "No anuo quatrocentos e oitenta depois que sahiram da terra do Egypto os filhos de Israel [depois da celebração da páscoa], no quarto anuo do reinado de Salomão sobre Israel, no mez de Ziv, que é o segundo mez, 11 . Em que época da história secular reinou Salomão? 12. Que projeto fêz destacar-se o reinado de Salomão, quando começou o trabalho nêle? 1 Reis 5 :5 .

e


149 começou-se a edificar a casa de Jehovah." (1 Reis 6 : 1) 0 cronista relata : "Salomão começou a edificar a casa de Jehovah em Jerusalém no monte Moriah, onde Jehovah appareceu a David, seu pae, no logar que tinha preparado David na eira de Ornan jebuseu . Começou a edificar no segundo dia do segundo mez, no quarto anuo do seu reinado ."-2 Crônicas 3 : 1, 2. O PALACIO DO TEÓCRATA


150

"

"ESTA ~XIMO O REINO"

0 rei Salomão seguiu o modêlo teocrático do templo que lhe fôra dado . Isto era importante, porque o templo foi típico, sendo um modêlo profético dum maior e mais grandioso templo o qual era o propósito de Jeová edificar, não com mãos humanas ou pedras inanimadas . (Hebreus 8 : 2-5) Os dois compartimentos vitais, a saber, o santo e o santo dos santos, dentro do templo glorioso, eram exatamente o dôbro do tamanho dos compartimentos semelhantes no tabernáculo construido por Moisés no deserto do monte Sinai . 14 A obra prosseguiu calmamente no sítio do templo : "Ao edificar-se a casa, empregavam-se pedras preparadas na pedreira ; não se ouviu na casa martello, nem machado nem instrumento algum de ferro, emquanto ella se edificava ." Quão típico foi isso da verdade declarada pelo apóstolo Paulo acêrca do verdadeiro templo "Faça-se tudo para edificação . Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas as igrejas dos santos ." (1 Coríntios 14 : 26, 33, Almeida) Mesmo com todo êste progresso tranqüilo, devido aos preparativos de antemão, a construção era de tal magnitude que tomou mais de sete anos para ser concluiria . "Lançou-se o fundamento da casa de Jehovah no quarto anuo, no mez de Ziv. No undecimo anuo, no mez de Bul, que é o oitavo mez, foi acabada a casa em todas as suas partes, e tal como devia ser. Levou Salomão sete annos para edificai-o" ; ou, mais exa13. (a) Por que foi tão importante seguir o modêlo exato na construção do templo? Heb . 9 : 11, 23 . (b) Como se comparou o templo com o tabernáculo erigido por Moisés? 2 Crõ . 3 : 3, 8 ; 1 Reis 6 : 19, 20 . 14. Que tipificou serem as pedras do templo preparadas antes de colocadas no lugar e quanto tempo levou a construção do templo? 1 Ped . 2 :5 .


151 tamente, sete anos e seis meses .-1 Reis 6 : 7-38 ; 2 Crônicas 3 : 3-17 ; 4 : 1-22 . " 0 templo se completou no oitavo mês, Bul, mas o registo diz que foi dedicado "na occasião da festa, no mez Ethanim, que é o setimo mez`' . A festa dos tabernáculos ou da ceifa, sete dias de duração, se celebrava no sétimo mês, de 15 a 21 de Etanim ; e não se tem certeza se Salomão adiantou o tempo da dedicação para um mês antes do remate do templo aproveitando-se da festa dos tabernáculos . 0 registo talvez signifique que êle esperou até o sétimo mês do ano seguinte, o oitavo ano desde que se iniciara a construção . Isto permitiria levar para dentro tôdas as coisas pertencentes ao templo e treinar os sacerdotes e levitas para o serviço regular, que seria contínuo uma vez começado . (1 Reis 8 : 51) Em todo o caso, a dedicação do templo durante sete dias resultou na festa mais alegre do ano judaico, tornando-a quatorze dias de gôzo contínuo. '6 "Então o rei Salomão congregou junto a si em Jerusalém os anciãos de Israel, e todos os cabeças das tribus, príncipes das casas paternas dos filhos de Israel, para fazerem subir da cidade de David, que é Sião, a arca da alliança de Jehovah . Todos os homens de Israel se congregaram junto ao rei Salomão na ocasião da festa, no mez de Ethanim, que é o setimo mez ." Os sacerdotes levaram a arca para dentro do Santo dos Santos do templo, com as suas decorações de querubins e palmas . "Na arca não havia senão as duas taboas de pedra que Moysés nella mettera O PALÁCIO DO TEóCRATA

15 . Em que época do ano se dedicou o templo, e que dois pensamentos são propostos quanto ao ano da dedicação? 2 Crô. 7 :8-11 . 16. Que se colocou então no templo e como indicou Jeová sua presença? Êxo. 40 : 34 .


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 152 em Horeb, quando Jehovah fez alliança com os filhos de Israel, ao sahirem da terra do Egypto ." Então, como símbolo do fato de que Jeová tomara assento sôbre seu trono no meio dos querubins na arca e dos outros querubins que decoravam o Santíssimo, ocorreu um milagre . "Tendo os sacerdotes sahido do santuario, uma nuvem encheu a casa de Jehovah, de modo tal que os sacerdotes não podiam ter-se em pé para ministrarem por causa da nuvem . Pois a gloria de Jehovah encheu a casa de Jehovah . Então falou Salomão : Jehovah disse que habitaria na escuridão. Na verdade edifiquei uma casa para a tua morada, logar de tua habitação para sempre ." -1 Reis 8 :1-14. 1' Depois, quando o rei se achava em pé perante o altar do Senhor no pátio do templo, perante tôda a congregação, êle estendeu as suas mãos ao céu e orou para que o Senhor continuasse a cumprir o seu pacto do Reino com a casa real . Êle suplicou que Jeová Deus respeitasse êste palácio-templo, do qual êle dissera : "O meu nome estará alí" ; e que atendesse as orações do seu povo pactuado que seriam oferecidas nêle ou em direção a êle. Por quê? "Para que te temam todos os dias que viverem na terra que deste a nossos pais ."-1 Reis 8 : 22-40, Almeida. 18 Então, para mostrar que as bênçãos do templo não se restringiriam sòmente ao povo pactuado mas se estenderiam também a todos os estrangeiros de fé e boa vontade para com Jeová Deus, qualquer que fôsse a sua nacionalidade, o Senhor inspirou Salomão a continuar a orar com estas palavras : "Também quanto ao 17. Que oração ofereceu Salomão e para que fim? Sal . 99 : 1-5, 9 . 18 . Como mostrou a oração de Salomão que as bênçãos do templo se estenderiam a outros além dos israelitas? Zac . 8 : 22, 23 .


153 estrangeiro, que não é do teu povo de Israel, quando vier dum paiz longínquo por causa do teu nome (porque hão de ouvir do teu grande nome, e da tua mão poderosa, e do teu braço estendido) ; quando vier e orar voltado para êste logar : então ouve no céo, logar da tua habitação, • faze tudo o que o estrangeiro te pedir, para que todos os povos da terra conheçam o teu nome, temendo-te, como faz o teu povo de Israel, • para que saibam que o teu nome foi invocado sobre esta casa que edifiquei."-1 Reis 8 : 41-43 ; 2 Crônicas 6 : 32, 33. 19 A súplica do rei rogava de novo em favor do povo da herança de Jeová, para que Êle "defenda . . . a causa do seu servo [o rei], e a causa do seu povo de Israel, como cada dia o exigir ; afim de que todos os povos da terra saibam que Jehovah é Deus : não ha outro ." (1 Reis 8 : 44-61) A oração inteira foi para que o Senhor Deus fizesse um nome para si mesmo e vindicasse o seu nome perante tôdas as nações . Ao terminar a oração o Ouvinte misericordioso de orações respondeu com um sinal visível . "Tendo Salomão acabado de orar, desceu do céo o fogo e consumiu o holocausto e os sacrifícios ; e a gloria de Jehovah encheu a casa . Os sacerdotes não podiam entrar na casa de Jehovah, porque a gloria de Jehovah encheu a sua casa ." 20 Além disso, depois da dedicação do templo • a festa se acabar e o povo partir no vigésimo terceiro dia, Jeová apareceu a Salomão de noite • assegurou diretamente ao rei que Êle ouvira O PALÁCIO DO TEóCRATA

19 . (a) Que súplicas adicionais incluiu Salomão na sua oração, e que tema principal seguiu através de tõda ela? Sal .83 :18 . (b) Como respondeu então o grande Ouvinte de orações? Lev. 9 : 23, 24 . 20 . Que certeza adicional recebeu Salomão de que sua oração fôra ouvida? e que dois caminhos se lhe apresentaram? Deu . 30 : 19, 20.


"ESTA PRóXIMO O REINO" 154 sua oração. Também, se Salomão guardasse fielmente o pacto de Deus, então não lhe faltaria um sucessor real . Mas se êle e o seu povo abandonassem a Deus e se voltassem à religião demoníaca, Deus os desarraigaria da sua terra e tiraria da sua vista êste palácio construído para o seu nome e o deixaria tornar-se uma espantosa ruína . -2 Crônicas 7 :1-22 .


CAPÍTULO XI INTERROMPIDA A LINHAGEM REINANTE ONTINUOU ininterrupta a linhagem real C provinda do fiel rei Davi até a vinda da Semente na qual o pacto do Reino se cumpriria

completa e eternamente? Sim. Mas nem todos da linhagem ocuparam o trono da Teocracia típica em Israel . 0 reino cessou de funcionar após 511 anos a contar do tempo em que o rei Saul começou a reinar sôbre a nação escolhida . Para a vindicação do nome e da palavra de Jeová, Êle não rejeitou o pacto do Reino feito com Davi . Embora obscurecido durante centenas de anos, devido à queda do reino típico, brilhou de novo em tôda a sua glória, como o sol no céu, para reanimar as esperanças de todos os que buscam a verdade e a vida . 2 Após dedicar o palácio sagrado de Jeová o Rei Universal, Salomão ocupou-se durante treze anos na construção do palácio da família real e também da "casa do bosque do Líbano" e também dum "portico do throno, onde julgasse ." Depois de vinte anos, nos quais construiu o templo e o seu próprio palácio, Salomão dirigiu seus esforços dentro de um programa de construções em outras cidades do reino .-1 Reis 7 : 1-12 ; 2 Crônicas 8 :1-6 . 1 . (a) Embora a linhagem real desde o Rei Davi até a Semente fôsse contínua, quando se interrompeu a linhagem reinante e se derrubou o reino típico? 2 Reis 25 : 1-7 . (b) Por que não rejeitou Jeová o pacto do Reino que fizera com Davi? Luc . 1 : 31-33 . 2 . Após a dedicação do templo que programa de construção empreendeu Salomão no reino típico? 1 Reis 9 : 10-19 . 155


156

"ESTÁ PRóXIMO O REINO"

1

A fama de Salomão espalhou-se por tôdas as nações da terra . A rainha de Sabá, de muito longe, ouviu dela e empreendeu uma longa viagem para vir vê-lo e entrevistá-lo . Quando contemplou suas obras de construção, a administração do seu reino e ouviu-o responder sàbiamente a tôdas as suas difíceis perguntas, ficou maravilhada. Então disse : "Eis que não me contaram a metade da grandeza da tua sabedoria ; tu excedes a fama que ouvi . Felizes são os teus homens e felizes estes teus servos que estão sempre deante de ti e ouvem a tua sabedoria . Bemdito seja Jehovah teu Deus que se agradou de ti para te collocar sobre o SEU throno, como rei para fazer as vezes de Jehovah teu Deus ; porque teu Deus amou a Israel, para o estabelecer perpetuamente, por isso te constituiu rei sobre elles, para fazeres juizo e justiça ." Depois de receber as suas dádivas de apreciação, Salomão deu à rainha tudo o que ela desejava, e ela voltou então à terra de Sabá . -2 Crônicas 9 : 1-12 . 'Não se pode biblicamente imaginar que Deus desse tôda esta fama, sabedoria e glória ao rei Salomão apenas para glorificar um homem . Devia ter sido, e foi, porque tôda esta glória do reino de Israel debaixo do grande Teócrata Jeová era típica . Retratou em pequeno grau a glória e o govêrno sábios, a piedade e a prosperidade que distinguirão o reino teocrático da Semente reinante da "mulher" de Jeová, Cristo o Rei. A pesar de tôdas as previsões proféticas a êsse respeito, e o testemunho dado pelas teste3. Por que veio a rainha de Sabá de longe para falar com Salomão? e qual foi o seu comentário após falar com êste rei e ver o seu reino? 1 Reis 10 : 1-13 . 4 . De que era tfpica tôda esta fama, sabedoria e glória do reino de Israel e Salomão, e como é veraz antitìpicamente a declaração de que 'nem a metade se contou'? Mat . 12 :42.


157 munhas de Jeová, `eis que nem a metade se contou' . 5 Que a glória do reinado de Salomão não constituiu a realização, em sua inteireza do pacto do Reino mas fôra meramente típica, prova-se por ter tido o seu fim . Portanto, se os israelitas pensaram que o Reino, através do qual tôdas as famílias e nações da terra seriam abençoados estava próximo, aguardava-os o desapontamento. Para um reinado bem sucedido, abençoado pelo Senhor Deus, estas instruções suas, contidas no pacto com o povo típico, deviam ser cumpridas pelo rei : "Não multiplicará para si cavalos, nem fará voltar o povo ao Egito, para multiplicar cavalos ; pois o Senhor vos tem dito : Nunca mais voltareis por este caminho . Tão pouco multiplicará para si mulheres, para que o seu coração se não desvie ; nem prata nem ouro multiplicará muito para si . Será tambem que, quando se assentar sobre o trono do seu reino, escreverá para si um traslado desta lei num livro, do que está diante dos sacerdotes levitas . E o terá consigo, e nele lerá todos os dias da sua vida, para que aprenda a temer ao Senhor seu Deus, para guardar todas as palavras desta lei, e estes estatutos, para fazê-los ; para que o seu coração não se levante sobre os seus irmãos e não se aparte do mandamento, nem para a direita nem para a esquerda ; para que prolongue os dias no seu reino, ele e seus filhos no meio de Israel ." (Deuteronômio 17 : 14-20, Almeida) A principal preocupação do rei devia ser a de informar-se acêrca da lei teocrática, meditar INTERROMPIDA A LINHAGEM REINANTE

5. Que prova ser o reinado de Salomão apenas típico e não a realização completa do pacto do Reino? e que instruções e obrigações tinha de cumprir o rei para ter um reinado próspero? 2 Crõ . 9 :29-31.


I5$

"ESTA PRóXIMO O REINO"

continuamente sôbre ela, cumpri-la fielmente e assim colocar em primeiro lugar a adoração e o serviço do Senhor Deus Jeová . O rei Salomão multiplicou para si muitas mulheres bem como cavalos e carros . Sem considerar qual possa ser o seu significado típico, a pressão que estas coisas exerceram sôbre um homem imperfeito para o mau caminho, finalmente provou ser desastrosa para o sábio rei Salomão. Com referência às alianças matrimoniais de Salomão com governadores estrangeiros pagãos, Neemias disse : "Não peccou nisto Salomão, rei de Israel? todavia entre muitas nações não havia rei semelhante a elle, e elle era amado do seu Deus, e Deus o constituiu rei sobre todo o Israel. Não obstante isso as mulheres extrangeiras o fizeram cahir no peceado ." (Neemias 13 : 26) Na sua velhice Salomão enfraqueceu-se, e as suas espôsas não- israelitas adoradoras de demônios, prevelaceram sôbre êle para voltar-se à adoração dos falsos deuses . Por esta razão Salomão caiu no desagrado de Deus . Pelo respeito a seu pacto com Davi, Deus não retirou o reino completamente da família de Salomão, mas sim a maior parte dêle entregando-a a homens de outras tribos de Israel para que as governassem . Deus avisou o infiel Salomão de que faria isto depois de sua morte . (1 Reis 11 :114) Não há nada mostrando que Salomão se contristou por êste proceder ou que escreveu o livro de Eclesiastes depois de tal arrependimento . 7 O decreto de Deus sôbre a divisão do reino 6. (a) Em que sentido falhou Salomão em guardar estas instruções, a que pecado isto o conduziu e arrependeu-se êle? 1 Reis 10 : 26-29 . (b) Conforme avisado por Jeová, como a infidelidade de Salomão afetou o reino típico? Sal . 89 :30-34 . 7 . Após a morte de Salomão que eventos ocorreram em cumprimento do decreto de Jeová de partilha do reino? 2 Crô. 11 : 1-4 .


159 cumpriu-se . Ao iniciar-se o reinado de Reoboão, filho de Salomão, os israelitas enviaram uma delegação sob a chefia de Jeroboão da tribo de Efraim pedindo um afrouxamento das suas cargas. Reoboão dando ouvidos a maus conselheiros respondeu dura e ameaçadoramente . Em vista disto, dez tribos de Israel se revoltaram contra a casa real de Salomão e constituíram a Jeroboão qual rei . Sòmente a tribo de Benjamim permaneceu leal à tribo de Judá e sua linhagem real de Davi . Quando Reoboão empreendeu trazer de volta as tribos rebeldes, Jeová Deus fêz conhecer ao rei sua reprovação. Havia agora dois reinos no país, o reino de Judá sob Reoboão em Jerusalém, e o reino das dez tribos de Israel governado por Jeroboão em Siquém no monte Ef raim .-1 Reis 11 : 26-43 ; 12 : 1-33 . 'Em seu pacto da lei com Israel o grande Teócrata proibira expressamente que se introduzisse qualquer religião ou demonismo no Reino . Visto que o rei Saul errara neste respeito Deus permitiu que o matassem e êle perdeu a corôa para sua família. (1 Crônicas 10 : 13, 14) Por razões semelhantes Deus retirou o reino unido da casa real de Salomão . Se Jeroboão evitasse êste cerceante pecado da religião demoníaca, seria abençoado no seu govêrno sôbre o reino setentrional das dez tribos . Se obedecesse, então, disse Jeová, "eu serei contigo, e te edificarei . uma casa firme, como o fiz para David, e te darei Israel. Por isso affligirei a descendencia de David, porém não para sempre ." Sim, "não para sempre ." porque Jeová propôs a reunião de toINTERROMPIDA A LINHAGEM REINANTE

s . Que promessa, e sob que condições, deu Jeová a Jeroboão? contudo, por que a coisa prometida seria "não para sempre"? Jer. 3 : 17, 18.


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 160 do o Israel sob a Semente da sua "mulher" no tempo devido .-Ezequiel 37 :15-28 . 9 0 rei Jeroboão, porém, não confiava na oferta de Deus . Temendo que seus súditos voltassem à casa de Davi se continuassem a subir regularmente a Jerusalém para adorar Jeová e celebrar ali as Suas festas, estribou-se no próprio entendimento e violou o pacto de Deus. Por razões políticas, a saber, para assegurar o reino para si, Jeroboão desviou-se da adoração de Jeová, inventou a adoração idólatra de bezerros de ouro e nomeou um sacerdócio de usurpadores religiosos. Ordenou a seus súditos que se afastassem da adoração de Jeová em Jerusalém e adotassem a nova religião do estado. Com êste passo Jeroboão selou a ruína do seu novo reino bem como da sua própria dinastia . Êle se fêz notar dali por diante como "Jeroboão, filho de Nebate, que fez pecar a Israel." (I Reis 12 : 25-33 ;13 : 1-6, 33, 34) Contudo, um restante das dez tribos permaneceu fiel a Jeová Deus e recusou-se a adotar a religião dos ídolos-bezerros dourados . 1 ° Tirou-se do novo reino das dez tribos a paz acompanhada das bênçãos de Deus por causa da religião de demônios . A regência da nação passou com violência e derramamento de sangue das mãos de uma família a outra em rápida sucessão. Onrí, o sétimo rei, mudou a capital da nação para uma nova cidade que construiu num monte. Chamou-a "Samaria" . Samaria, portanto, tornou-se símbolo do reino das dez tribos de Israel constituindo-se rival de Jerusalém .

9 . Como selou Jeroboão a destruição do novo reino das dez tribos bem como da sua própria dinastia? 2 Crô . 11 :13-17. 10 . Como mostra a história inicial do novo reino das dez tribos que estava sem a bênção e paz de Deus? e como foi que mais tarde Samaria se tornou símbolo dêste reino? I Reis 15 : 25-29.


161 ~~ 0 filho de Onrí, Acab, excedeu em iniqüidade a todos os reis anteriores . "Tomou por mulher a Jezabel, filha de Etbaal, rei dos sidonios ; e foi e serviu a Baal, e se encurvou diante dele . E levantou um altar a Baal, na casa de Baal que edificara em Samaria . Tambem Acab fez um bosque [ou Asherah, símbolo da mulher de Satanás] ." (1 Reis 16 : 1-33, Ahneida) "Baal" significa "senhor, amo, marido, dono" . Baal foi um símbolo idólatra de Satanás o Diabo como o deus-sol . A sua adoração se praticava com impureza moral e com sacrifícios de crianças vivas no fogo, sugestivos da doutrina religiosa de tormentos num inferno ardente ou num purgatório . Em completa abominação a essa prática religiosa Jeová Deus disse : "E edificaram os altos de Baal, para queimarem no fogo seus filhos em holocausto a Baal ; o que não ordenei, nem falei, nem entrou na minha mente ."-Jeremias 19 : 5 ; 7 :31. " Jezabel, a espôsa do rei Acab, era tão iníqua quanto apoiadora da adoração de Baal que a Palavra de Deus fala dela como símbolo da "mulher" ou organização de Satanás o Diabo, a mãe da sua semente iníqua . Ela intentou a destruição de todos os profetas de Jeová em Israel, inclusive Elias e Eliseu, mas fracassou . Por causa da sua idolatria e crimes sangrentos encontrou morte violenta às mãos do rei Jeú a quem Deus instruiu Elias para o ungir a fim de agir como executor de Deus contra os adoradores de Baal na terra de Israel . INTERROMPIDA A LINHAGEM REINANTE

11 . Que imoralidade e demonismo Acab, filho de Onrf, promoveu no novo reino, fazendo seu reinado exceder a todos os prévios em iniqüidade? 1 Reis 21 : 25, 26 . 12 . De que era símbolo Jezabel, espbsa do rei Acab, que tentou ela e qual a sua recompensa? 1 Reis 18 : 4, 13 ; 21 : 23.


162

"ESTÁ PRÕXI111O O REINO"

'g Jeú eliminou a adoroção de Baal por algum tempo. Neste esfôrço associou-se com êle um homem de coração reto, não israelita, chamado Jehonadab (ou Jonadab) filho de Recab. (2 Reis, capítulos 9 e 10) Contudo, a adoração dos bezerros continuou em Israel, e mais tarde reapareceu a adoração de Baal . Os reis de Israel, em rivalidade, lutaram contra seus irmãos do reino de Judá e até fizeram aliança com as nações pagãs para êste fim. Finalmente, em vindicação da sua palavra e nome, Jeová Deus pôs têrmo ao reino das dez tribos de Israel, depois de 258 anos de existência . "4 Jeová permitiu ao rei da Assíria, a segunda potência mundial depois do Egito, elevar-se ao poder e agir como executor de Deus contra os iníquos quebrantadores do pacto e destruir o reino de Israel no ano 740 A .C. (2 Reis 17 : 1-23) Os israelitas sobreviventes, com exceção dum restante fiel que escapara ao reino de Judá, foram levados para fora da Palestina e mantidos cativos na terra da Assíria . Para ocupar seu lugar na Palestina o rei da Assíria transplantou religiosos pagãos e "pol-[os] nas cidades de Sararia em lagar dos filhos de Israel ; eles possuíram Sararia e habitaram nas suas cidades" . Pensando proteger-se contra qualquer dano, adotaram o nome de Jeová e uma forma religiosa da sua adoração no seu culto ao diabo . Dêles descenderam os samaritanos, com alguns dos quais Jesus entrou em contacto nos seus dias . A parábola de Jesus do "bom samaritano" é bem

13. Até que ponto destruiu Jeú a demonolatria em Israel? e por que e depois de quanto tempo terminou o reino das dez tribos? Osé. 13 :1-4 . 14. Quando e por meio de quem executou Jeová sua sentença contra o rei de Israel? e que aconteceu aos israelitas e 8 terra em que habitavam? Isa. 10: 5-11 .


163 conhecida.-2 Reis 17 : 22-41 ; Lucas 10 : 30-37 ; 17 : 11-19 ; 'João 4 : 1-42 . 15 0 reino de Judá sobreviveu o da outra casa de Israel por 133 anos . Visto que o espaço não nos permite entrar em pormenores sôbre os reinados dos reis de Judá, e visto que o apóstolo Mateus não nos dá a lista completa da genealogia desde Davi até José, o espôso de Maria, apresentamos aqui uma lista dos reis de Judá a começar de Davi e indicamos também o ano A .C. (antes de Cristo) em que cada um dêles começou a reinar INTERROMPIDA A LINHAGEM REINANTE

ANO

NOME DO REI

ANO

NOME DO REI

1077 A.C . Davi 826 A.C. Uzias 1037 " Salomão 774 Jotão 997 Reoboão 759 Acaz 980 Abias 745 Ezequias 978 " Asa 716 Manassés 938 " Josafat 661 Aman 917 " Jeorão 659 Josias 910 " Acazias 628 Jeoacaz 909 " [rainha Atália] 628 Jeioaquim 903 " Joás 618 Joaquim 866 " Amazias 617 " Zedequias 607 A .C. Jerusalém é destruída no quinto mês, Ab .

" Na lista acima toma-se em conta o reinado de seis anos da rainha Atália, espôsa do rei Jeorão, a mãe do rei Acazias . 0 pacto de Deus com a nação de Israel e o seu concêrto para o reino com Davi não fizeram provisão alguma para uma mulher usurpar o lugar de um homem e reger o povo de Deus . Pelo assassínio Atália se estabeleceu no trono de Judá. Na ocasião de se instalar Joás, seu neto, como rei, o sumo sacerdo15. Por quantos anos sobreviveu o reino de Judá ao reino de ïsrael? e que provisão se fêz para mostrar quais os reis de Judá e os períodos dos seus reinados? 16. Que usurpador do trono do reino de Judá se considera na lista dos reis de Judáã e que regra prova que êste indivíduo era um usurpador? I Tim . Z : 11


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 164 te Jeoiada desprezou seus fingidos gritos de "Traição ! traição!" e ordenou que fôsse morta como assassina e usurpadora, filha dos idólatras Acab e Jezabel. Disse o sumo sacerdote Jeoiada : "Eis que o filho do rei reinará, como falou Jehovah a respeito dos filhos de David ." -2 Crônicas 22 : 2, 3, 10, 11, 12 ; 23 : 3. 11 Sômente durante o reinado de Atália pareceu faltar a Davi um homem que se assentasse sobre o trono em Jerusalém . Mas o único herdeiro remanescente foi preservado por seis anos nos recintos do templo e então foi reentronizada a linhagem real de Davi. Frustrado de novo, Satanás a Serpente estava determinado, caso não pudesse destruir a linhagem real davídica, a corromper a nação de tal maneira, da cabeça real para baixo, que significasse a sua destruição . Por que meios? Por aquilo contra o que Jeová avisou seu povo solenemente e por aquilo contra o que êle providenciara como proteção, a lei do seu pacto, a saber, a religião demoníaca . Tomando o rei a dianteira na religião, a adoração dos demônios espalhou-se ràpidamente através do povo . Negligenciou-se a adoração no templo, sim, o mesmo foi até profanado e roubado dos seus muitos tesouros . Veio o tempo em que até foi fechado e as cópias escritas da Palavra de Deus se perderam e se tornaram desconhecidas . Isto não passou de um esfôrço do grande adversário de Jeová para mostrar que o Deus Todo-poderoso não podia estabelecer um govêrno sôbre esta terra mas que o Diabo poderia corrompê-lo a ponto de se tornar inútil a Deus . Fa17 . (a) Durante quanto tempo pareceu que a linhagem reinante estava interrompida, e contudo, como foi Satanás frustrado até nisso no seu intento de destruir a linhagem real davídica? 2 Reis 11:1-12 . (b) Que decidiu Satanás fazer então, por que meios e com que êxito? Jer. 16 : 10, 11.


165 zia parte do plano do Diabo trazer vitupério em todo o mundo sôbre o nome de Jeová . Foi um desafio de Satanás à dominação universal de Jeová. " Apareceram reis fiéis na linha de sucessão, que tentaram deter a onda crescente de religião demoníaca e firmemente colocar os pés do povo pactuado de Deus nos caminhos da adoração pura de Jeová . Nos seus dias Jeová adicionou nova glória a seu nome ao derrotar os inimigos endemoninhados da sua nação . Nos dias de Asa deu ao seu povo em perigo uma assombrosa vitória sôbre um milhão de etíopes chefiados pelo invasor Zerá, respondendo assim à oração de Asa "Em teu nome viemos contra esta multidão . Jehovah, tu és nosso Deus ; não prevaleça o homem contra ti." (2 Crônicas 14) Durante o reinado de Josafat, quando os exércitos combinados de Moab, Amon e do Monte Seir investiram contra Jerusalém, Jeová golpeu com a confusão êstes inimigos de sua Teocracia . Voltou suas armas contra êles próprios numa sangrenta matança entre si, enquanto o povo de Josafat, saía da cidade ameaçada cantando : "Dae graças a Jehovah, porque a sua misericordia dura para sempre ." (2 Crônicas 20) Nos dias do rei Ezequias, oito anos após a potência assíria do norte haver derrubado o reino de Israel, o conquistador assírio Senaquerib sitiou Jerusalém e desafiou Jeová, Deus de Ezequias, a salvá-la. Então, numa única noite, Jeová vingou êste vitupério ao seu nome golpeando a 185 .000 das hostes de Senaquerib, forçando-o a retirar-se para a Assíria onde o assassinaram . (2 Reis 18 e 19 ; Isaías 36 e 37) O inINTERROMPIDA A LINHAGEM REINANTE

18. Que eventos serviram para barrar a onda de religião no reino típico de Judá e para rechaçar Satanás e suas fõrças em seus planos de vituperar o nome de Jeová? 2 Crõ . 3! : 2-5 .


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 166 visível `principe da Assíria' de Satanás foi assim rechaçado decisivamente. A segunda cabeça do dragão de sete cabeças ou organização demoníaca do Diabo fora abatida, e a terceira que funcionava como o `príncipe da Babilônia', veio a proeminência . 1' Além disso, Jeová suscitou muitos profetas para chamar a atenção do seu povo pactuado ao desvio dêles do seu pacto e ao seu enlaçamento e escravidão à religião demoníaca . Entre êstes profetas cujos escritos se preservam na Bíblia achavem-se Oséias, Amós, Miquéias, Naum, Soaonias, Isaías, Jeremias e Ezequiel. Por meio dêles Deus fêz ressoar o aviso da próxima derrocada do reino típico por causa do pecado religioso e de que a salvação se achava sòmente na volta ao Deus verdadeiro e vivo e à sua adoração . Todos os profetas predisseram o triunfo final de Jeová sôbre as potências gentias e de como restauraria ou reintegraria o reino teocrático nas mãos da Semente prometida da linhagem de Davi . Não obstante, em geral, não se deu atenção às mensagens dos fiéis profetas de Jeová . Os portadores da mensagem foram perseguidos e vários mortos . Z° Nos dias finais de Jerusalém sob seus reis houve uma disputa guerreira entre duas potências antigas, "o rei do norte" e "o rei do sul," a respeito da influência ou controle sôbre o reino de Judá . 0 fiel rei Josias morreu no vão esfôrço de deter o avanço das hostes egípcias para o norte .

19 . Que aviso, soado por intermédio de quem, deu Jeová ao seu povo pactuado concernente ao reino tfpico? e que se predisse relativo ao cumprimento completo do pacto do Reino? Jer. 7 : 13, 25, 26 . 20 . Nos dias finais de Jerusalém que potências mundiais lutaram pelo controle do reino de Judá? Jer. 37 : 1, 6, 7, 8.


167 21 0 vitorioso rei do Egito removeu então Jeoacaz, o escolhido pelo povo, do trono de Jerusalém e em seu lugar fêz rei a Eliaquim, outro filho de Josias, e mudou o seu nome para Jeoiaquim . Depois disso foi o rei do Egito derrotado pelos exércitos babilônios de Nabucodonosor na batalha de Carquemis no rio Eufrates. Avançando para o sul, Nabucodonosor subjugou o rei Jeoiaquim e forçou-o a uma aliança como rei tributário . Depois, no décimo primeiro ano da regência de Jeoiaquim em Jerusalém ou no terceiro ano do seu reinado como tributário de Nabucodonosor, Jeoiaquim rebelou-se e o rei da Babilônia desceu de novo contra Je rusalém . No ínterim, Jeoiaquim foi morto e entronizado seu filho Joaquim . Depois de reinar três meses, rendeu-se á chegada de Nabucodonosor diante de Jerusalém . 0 rei da Babilônia levou-o junto com muitos milhares de israelitas importantes e indispensáveis para o cativeiro na Babilônia . Entre êstes se achou o jovem príncipe judeu Daniel e seus três companheiros Hananias, Misael e Azarias . (Daniel 1 :1-7) Antes de partir, Nabucodonosor colocou o tio de Joaquim, Matanias, filho de Josias, sôbre o trono de Jerusalém e fê-lo jurar-lhe obediência. Êle mudou o nome de Matanias para Zedequias,2 Reis 23 : 28-37 ; 24 : 1-18 . 22 Apesar do conselho fiel do profeta Jeremias, o rei Zedequias rebelou-se no nono ano do seu reinado contra o rei da Babilônia . Nabucodonosor avançou contra Jerusalém. 0 apêlo de ZeINTERRO :IIPIDA A LINHAGEM REINANTE

21 . Que eventos e mudanças nos reis de Judá marcaram a luta entre estas duas tências antigas? e que passos tomou Nabucodonosor para fortalecer o seu domínio sõbre Judá? Jer. 22 : 18, 19, 24-30. 22. Que eventos precederam diretamente a queda de Jerusalém ; quando e de que maneira se cumpriu a profecia de desolação completa do país do reino típico? Jer . 43 : 1-7.


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 168 dequias ao Egito para ajudá-lo trouxe apenas alívio temporário, pois após uma breve retirada perante os exércitos egípcios os babilônios voltaram e fecharam o cêrco da cidade condenada . Zedequias recusou dar atenção ao consôlho de último momento de Jeremias para sair ao encontro do rei da Babilônia, como seu predecessor Joaquim o fizera . No décimo primeiro ano do seu reinado Jerusalém caiu e foi destruída junto com seu templo no qual o povo infiel estivera confiando como num talismã contra o desastre . Milhares de sobreviventes foram levados cativos à Babilônia nesse desastroso quinto mês do ano 607 A . C. Deixou-se ficar no país o povo pobre da terra . Contudo êstes pobres não puderam impedir o cumprimento da profecia de Jeremias de que haveria uma completa desolação da terra de Judá, "sem homem nem animal." Dois meses mais tarde, ou no sétimo mês de 607 A.C., êles abandonaram o país, fugindo para o Egito, em desrespeito à instrução de Jeremias e levando consigo o profeta . 0 país do reino típico tornou-se assim uma espantosa desolação, inhabitado, evitado pelos homens .-2 Reis 25 : 8-26 . 23 Isto aconteceu em execução do aviso de Deus aos quebrantadores do pacto conforme dado pelo inspirado profeta Moisés, em Levítico 26 : 31-39 . 0 profeta Jeremias avisou dêste castigo divino . Começou a fazer soar o aviso quarenta anos antes da queda de Jerusalém. (Jeremias 25 :1-3, 8-13) Quanto à execução desta profecia sôbre os israelitas transgressores do pacto, o cronista escreve o seguinte acêrca da destruição 23 . Que avisos contra o quebrantamento do pacto deu Jeová ao reino típico por meio dos seus profetas e que mostra o registro quanto à execução destas profecias? Lev. 26 :21 .


169 de Jerusalém por Nabucodonosor : "Os que escaparam da espada, a esses levou elle para Babylonia ; e tornaram-se seus servos e de seu filhos até o império do reino da Pérsia, para se cumprir a palavra de Jehovah por bocca de Jeremias, até ter a terra gozado dos seus sabbados . Pois emquanto ella jazia desolada, guardava os sabbados para se completarem setenta annos ."-2 Crônicas 36 :20, 21. 24 tilas, por que impor setenta sábados de um ano de duração à terra 7 Porque a terra era de Jeová e êle ordenara a seu povo pactuado que a deixasse gozar de anos sabáticos regulares. (Levítico 25 : 1-23) Segundo o pacto de Deus com Israel, dentro de cada cinqüenta anos a terra dada por Deus tinha de gozar oito anos sabáticos : um ano sabático cada ano sétimo e um sábado no ano quinquagésimo do jubileu . Se calcularmos o tempo baseados nas medidas que se nos dão em 1 Reis 6 : 1, então, desde o tempo em que os israelitas entraram na terra da Promessa e foram obrigados a começar a contagem até ser Jerusalém destruída e a terra desolada, em 607 A.C., passaram-se 867 anos . Dentro dêste período de tempo podiam ter sido guardados 17 sábados de jubileu para a terra, e também 121 sábados de sétimo ano, ou um total de 138 anos sabáticos de descanso para a terra . 25 Não há dúvida de que, durante o tempo em que os israelitas foram fiéis ao pacto, observa .-ram os sábados da terra quando devidos . Quantos foram ao todo não se revela . Mas o número setenta representa inteireza, sendo multiplicaINTERROMPIDA A LINHAGEM REINANTE

24. Por que se impuseram sábados à terra e quantos deviam ter sido guardados até 607 A . C. ? Lev. 26 : 43 . 25 . Por que se estabeleceu o número de anos sabáticos em setenta? Jer. 25 : 11,12 ; 29 : 10.


170

"ESTÁ PRÕYIMO O REINO"

ção de 10x7 ; 10 simbolizando inteireza terrestre, e 7 simbolizando inteireza espiritual . Por isso Jeová Deus deu o número 70 como um tipo para representar de modo compreensivo todos os descansos de anos sabáticos da terra que êles deixaram de observar. Êle deixou então 70 anos de desolação forçada para compensar ou suprir todos aquêles anos sabáticos não guardados . Sua" palavra e lei justa estavam vindicados ! Durante êstes anos de desolação a linhagem de Davi, de reis que se assentavam em um trono material numa capital terrena foi interrompida . Depois disso nunca mais na história, essa linhagem sentou-se entronizada em Sião ou Jerusalém . Isto não queria dizer que o pacto de Jeová com Davi fracassara e nunca se cumpriria na inteireza . Não ; mas ao rei Zedequias, Jeová enviou esta mensagem pelo seu profeta Ezequiel : "Porque fizestes que seja lembrada a vossa iniquidade, sendo descobertas as vossas transgres, sões, de maneira que em todos os vossos feitos apparecem os vossos peccados ; porquanto sois lembrados, sereis apanhados com a mão . ó tu, ímpio mortalmente ferido, principe de Israel, cujo dia é chegado, no tempo em que termina a iniquidade ; assim diz o Senhor Jehovah : Remove o diadema, e tira a coroa ; o que é não mais será o mesmo : exalte-se o que está abatido, e abata-se o que está exaltada Eu o transtornarei, transtornarei, trantornarei ; tambem o que é não continuará, até que venha aquelle a quem pertence o direito ; e lWo darei a elle ."-Ezequiel 21 :24-27.

26. Durante êstes anos de desolação e os que se seguiram, que aconteceu quanto à linhagem de Davi ocupar o trono em Sião ou Jerusalém? e contudo, que mensagem divina mostrava que o pacto de, Reino de Jeová com Davi se cumpriria completamente? Jer. 23 : 5, 6 .


171 A interrupção no reinado da linhagem real de Davi foi causada diretamente pelo Deus Altíssimo, mas foi sòmente temporária. Devia continuar únicamente até que viesse o digno Herdeiro de Davi, a Semente da "mulher" de Deus. Jeová, então, coroaria o pacto do Reino com glória por dar o Govêrno "àquele a quem pertence o direito" de reinar . 0 pacto de Jeová nunca falhará . Jeremias 33 : 15-22, 25, 26 . 11 A cronologia seguinte situa a data da destruição de Jerusalém no ano 60'7 antes de Cristo . Isto, em consideração ao fato de que a antiga contagem do ano comum começava no outono . INTERROMPIDA A LINHAGEM REINANTE

27

IMPORTANTE : No livro "A Verdade Vos Tornará Livres% publicado em português em 1946, a cronologia nas páginas 151, 152 concernente aos reis de Jerusalém, desde o sucessor de Salomão até Zedequias, se baseia no livro de 2 Crônicas, capítulos 12 a 36 . Isto parece mostrar que os reinados dêstes reis eram sucessivos, um ligado ao outro . Na realidade, porém, não foi assim, como se mostra claramente nos livros de 1 e 2 Reis, livros êsses que nos permitem uma verificação sôbre os sucessores de Salomão pela comparação dêstes reis de Judã com os reis visinhos do reino das dez tribos de Israel . A cronológica Tabela de .Projetas Contemporâneos e dos Eventos Relacionados, nas quatro páginas seguintes, mostra como os livros de 1 e 2 Reis permitem uma conferência mais exata dos reinados dos reis de Judá que o de 2 Crônicas . Calculado por 2 Crônicas, o período dos reis desde Saul até Zedequias seria de 513 anos . Calculado pelos livros mais precisos e detalhados dos Reis, o período foi realmente de 511 anos, ou seja, de 2 anos menos . Este fato afeta a cronologia em geral e traz a criação do homem para 2 anos mais perto de 1 E . C . e lhe dá a data de 4026 A . C., e não 4028 A . C.

27. Quem era responsavel por esta interrupção da linhagem reinante e por quanto tempo ainda continuaria? Dan . 4 : 13-17, 23, 25 . 28. Que fato acêrca do antigo ano comum toma esta cronologia em conta, e logo, quando começaram e quando terminaram os Tempos dos Gentios?


TABELA DE REIS E PROFETAS CONTEMPORÃNEOS E DOS EVENTOS RELACIONADOS (Com Textos Bíblicos Comprovantes) REIS DE JUDÁ PROFETAS A. C. REIS DE ISRAEL PROFETAS [SAUL] (40 anos) SAMUEL 1 Sam . 10 :1 ; 1117 [SAUL feito rei na Atos 13 : 21 Atos 13 : 20 primavera] 1077 DAVI (40) 1 Crõ . GAD 1 Sam . 22 :5 ; 1 Sam. 11 : 15 ; 12 : 1, 2, 29 : 27 ; 1 Reis 2 : 11 1 Crô. 21 : 9 17 NATAN 1 Cró . 17 :1 ; 2 Sam . 12 :1-15 1037 SALOMÃO (40) 2 Crõ. NATAN 1 Reis 1 :34 ; 9 :30 ; 1 Reis 11 : 42 2 Crô. 9 : 29 997 JEROBÃO (22) REOBOÃO (17) SEMAIAS 1 Reis AIAS 1 Reis 11 : 29-31 ; 1 Reis 14 :20 ; 2 Crô . 1 Reis 14 :21 ; 2 Crô. 12 :22,23 ; 2 Crô. 1 Reis 14 :1-6 HOMEM DE DEUS 12 . 13 11 :2,3 10 :12-19 980 1 Reis 13 : 1, 2 ABIÃO (ABIAS) (3) IDO 2 Cró. 12: 15 ; 1 Reis 15 : 1, 2 ; 2 Crô. 13 : 22 2 Crõ . 13 : 1, 2 AZARIAS 2 Cró . 15 :1,2 978 ASA (41) [um ano 977 NADAS (2) junto com Abião] HANANI 2 Crô . 16 :7 1 Reis 15 : 25 1 Reis 15 : 1, 2, 9, 10 ; 976 BAASA (24) JEÚ, filho de Hanani 2 Cró . 14: 1 ; 16: 13 1 Reis 15 : 33 1 Reis 16 :1,7,12,13 953 ELA (2) 1 Reis 16 : 8 952 ZIMRI (7 dias) 1 Reis 16 :15 952 TIBNI E ONRI (4) 1 Reis 16 : 21 948 ONRI sózinho (8) 1 Reis 16 : 23 941 ACAB (22) 1 Reis ELIAS 1 Reis 17 :1 16 : 29 ; 2 Crô . 18 : 1, 2 M ICAIAS 1 Reis 22 : 8, 938 JOSAFAT (25) JEÚ, filho de Hanani 14 ; 2 Cró . 18: 7-28 922 [um ano junta com 2 Crõ. 19: 2 ACAZIAS (2) E L 1 AS 2 Reis 1 : 2, 3, 17 Asa] -1 Reis 22 :41,42 ; JAAZIEL 1 Reis 22 :51,52 921 ELISEU 2 Cró. 20 :31 2 Cró. 20 :14-18 JEORÃO ( 12) 2 Reis 3 : 1, 11-14 ELIEZER 2 Reis 3 : 1 . 20 2 Cró :35-37


JEORAO (8) [4 anos junto com Josafat] 2 Reis 8 : 16,17 ; 1 Reis 22 : 42 ; 2 Crõ. 21 : 5, 20 ACAZIAS (1) [1 ano junto com Jeorão] 2 Reis 8 :25,26 ; 9 :29 ; 2 Crõ. 22 : 2 [RAINHA ATALIA] (6) 2 Reis 11 :1-3 ; 2 Crô. 22 : 10-12 JOAS (40) 2 Reis 12 :1 ; 2 Crõ. 24 : 1

ELIAS 2 Crõ. 21 :12 JOEL (?)

917

JOEL ( .?)

910

JOEL (?)

909

ZACARIAS 2 Crõ. 24 :19-22

903

AMAVAS (29) [3 anos junto com Joás] 2 Reis 14 : 1, 2 ; 2 Crõ. 25 : 1 INTERREGNO (11) 2 Reis 14 : 1, 2 ; 15 : 1 UVAS (AZARIAS) (52) 2 Reis 15 : 1, 2 ; 2 Crõ. 26 : 3

HOMEM DE DEUS 2 Crõ . 25 : 7-9, 15 AMES Amós 1 . 1 OSÉIAS Osé . 1 :1 [SAIAS Isa . 1 :1

881 867 866 852 837 826 811 789 788

788 778 JOTAO (16) 2 Reis 15 :32,33 2 Crõ . 1.7 :1

OSÉ IAS Osé . 1 :1 ISAíAS Isa. 1 :1 MIQUÉIAS Miq . 1 :1

777 775 774

JEÚ (28) 2 Reis 9 : 24, 27 ; 2 Reis 10 : 36

ELISEU 2 Reis 9 :1-é

J EOACAZ (17) 2 Reis 13 : 1 JEOAS (16) 2 Reis 13 : 10 JEROBOÃO 11 (41) 2 Reis 14 : 23

ELISEU 2 Reis 13 : 14

INTERREGNO (22) 2 Reis 14 :23 ; 15 :8 ZACARIAS (6 meses 2 Reis 15 : 8 SALUM (1 mês) 2 Reis 15 : 13 MENAEM (10) 2 Reis 15 : 17 INTERREGNO (1) 2 Reis 15 :17,23 PECAIAS (2) 2 Reis 15 :23 PECA (20) 2 Reis 15 : 27 ; 2 Crõ. 28 : 6

JONAS (?) 2 Reis 14 :23-25 Jonas 1 : 1

AMES Amós 1 :1 OSÉIAS Osé. 1 :1

O D E D 2 Crõ . 28 : 6-9 [Tiglate-Pileser rei da Assíria aceita tributo de Acaz e captura


REIS DE JUDÁ ACAZ (16) [1 ano junto com Jotão] 2 Reis 16 :1 . 2 ; 2 Crõ . 28 :1

PROFETAS OSSIAS Osé . 1 :1 ISAIAS Isa . 1 :1 MIQUÉIAS Miq. 1 :1

EZEQUIAS (29) [2 anos junto com Acaz] 2 Reis 18 : 1, 2, 10 ; 2 Crõ. 29 : 1 MANASSÉS (55) 2 Reis 21 :1 ; 2 Crõ . 83 : 1

OSÉIAS Osé . 1 :1 ISAIAS Isa . 1 : 1 ; 2 Crõ. 32 : 20 MIQUÉIAS Miq. 1 : 1

AMOLA (2) 2 Reis 21 :19 ; 2 Crõ . 93 : 21 JOSIAS (81) 2 Reis 22 : 1 ; 2 Crõ . 34 :1

JEOACAZ (3 meses) 2 Reis 28 : 31 ; 2 Crõ. 36 : 2 JEOIAQUIM (ELIAQUIM (11) 2 Reis 23 :36 ; 2 Crõ. 86 : 6 JOAQUIM (3 meses e 10 dias)

A . C. 759

REIS DE ISRAEL

755

INTERREGNO (7) 2 Reis 15 :30 fundação de Roma] O [a 2 Reis 17 : 1 ; 18 : 1, 9, 10

740

A queda de Samaria] Reis 17 :6,13,20,23

753 748 745

PROFETAS 2 Reis 21 : 10-16 ; 2 Crõ . 33 :10,18 NAUM Naum 1 :1 (?)

716

SOFONIAS Sof. 1 :1

659

EVENTOS IMPORTANTES

661

JEREMIAS Jer . 1 : 1-3 ; 25 :1-3 HULDA 2 Crõ. 34 : 1, 8 22 ; 2 Reis 22 : 3, 1i, 15

642

JEREMIAS Jer . 1 :1-3 HABACUC (?) Hab . 1 : 5, 6 ; 2 : 20

628 626

DANIEL Dan . 1 :1-6

PROFETAS Damasco matando a Rezim rei da Síria] 2 Reis 16 :7-9

647

633 628

625 618

[Ninive, a capital da Assíria, destroida]

[Nabucodonosor derrota o exército egípcio na batalha de Carquemis perto do rio Eufrates] Jer . 46 : 2 [Nabucodonosor reina como rei de Babilõnia] Jer . 25 : 1 [Nabucodonosor subjuga Jerusalém levando mil-


2 Reis 24 : 6, 8, 12 ; 2 Crõ. 36 : 9, 10, margem

ZEDEQUIAS (MATANIAS (11)

2 Reis 24 : 17, 18 ; 2 Crõ . 36 :11 Jerusalém é destruía no quinto mês (Ab ] 2 eis 25 : 2, 8 ; Jer . 52 :12-14

[Terminam os 70 anos de desolação de Jerusalém] 2 Crõ . 36 :21-23 Esdras 1 :1 ; 3 :1 n sttrUÇão do tempo] Esdras 6 : 14, 15 [Reconstrução dos muros de Jerusalém] Nee. 1 : 1 ; 2 : 1, 11 ; 6 : 15 [Começa a tradução da Bulia grega dos Setenta (LXX) J

NASCE JESUS

(cêrca de 1 de outubro) Luc . 2 :1-17

hares de israelitas importantes e essenciais cativos à Babilõnia] 2 Reis 24 :8-17

Jer . 1 :1-3 ; 2 Crõ. 36 : 11, 12 EZEQUIEL Eze . 1 : 1, 2 OBADIAS Oba . 11-14 JEREMIAS Jer . 43 :8 ; 44 :1 DANIEL Dan . 2 :1,19 EZEQUIEL Eze . 40 :1

617

DANIEL

539 537

JEREMIAS

Dan . 5 : 13-31 ; 11 : 1

DANIEL Dan . 10 :1 AGEU Age. 1 :1 ZACARIAS Zac. 1 : 1

Esdras 5 : 1

MALAQUIAS

Mal . 3 : 10 (?) profetisa Luc. 2 : 36-38

ANA,

JOÃO BATISTA

Mat . 11 : 9-11

613 607 607 até 591 588

535 520 516 455 332 Cérea de 280 63 2

E. C. 14 29

[A terra de Judá é abandonada e deixada desolada no sétimo mês (Etanim)] 2 Reis 25 : 22-26 ; Jer . 41 :1-3 ; 43 :1-7 [Nabucodonosor invade o Egito e derrota a Faraó-hofra] Jer . 43 :8-13 ; 44 :1,11-14,24-30 [Cai Babilõnia e reina Dario] [Primeiro ano de Ciro] 2 Crõ . 38 :20-23 [Terceiro ano de Ciro] [Segundo ano de Dario II] [Sexto ano de Dario II]

Vigésimo ano de Artaxerxes III] Domínio grego sõbre a Judéia] [Domínio romano sõbre a Judéia] [Nasce João Batista, seis meses antes de Jesus] Lucas 1 : 26, 36, 57-63 [19 de agõsto, morre o César Augusto ; sucedelhe Tibério] [Décimo quinto ano do imperador Tibério César de Roma] Luc . 3 : 1


JESUS S BATIZADO e ungido. Mat. 3 :3-17 ; Luc. 3 : 21-23 JESUS ANUNCIA o Reino próximo. Mat . 4 :12-17 JESUS MORRE no madeiro (em 14 de Nisan)

Mat . 27 : 37-50 de Nisan) Mat. 28 :1-10 O espírito santo derramado em Pentecostes . Atos 2 :1-4 Cornéìio, o gentio, recebe o espírito . Atos 10 :1-46 JESUS ENTRONIZADO como Rei Teocrã,tico Apo . 12 : 1-5 O REI chega ao templo (primavera) Mal . 3 : 1 JESUS RESSUSCITADO dos mortos (em 16

Que fatos ac€rca do reino típico, do pacto do reino e do verdadeiro reino de Deus mostra esta tabela?

E. C .

29

30 33 33 33 36

1914

1918

EVENTOS IMPORTANTES

[Começa a setuagésima semana] Dan . 9 :24-27 [João Batista é encarcerado] Mar . 1 :14, 15 ; Luc . 3 . 19, 20 [Meado da setuagésima semana] Dan . 9 :24-27

[Fim da setuagésima semana] Dan . 9 :24-27 [Terminam os "sete temos", ou "tempos dos gentios", cêrca de outu ro] Dan . 4 :16,23,25, 32 ; Lucas 21 . 24, Almeida . [A Primeira Guerra Mundial usada como meio para cessar o testemunho do Reino]


CAPÍTULO XII

ASCENSÃO E QUEDA DO REINO DE SATANÁS

A DESTRUIÇÃO de Jerusalém em C OM 607 A.C., que trouxe consigo a interrupção

do reinado dos reis da casa real de Davi, começaram os tempos da dominação completa dos gentios . Jerusalém fôra pisada pelos gentios . Isto continuaria, por decreto divino, até que se cumprissem êstes "tempos dos gentios" . 0 cumprimento por Jeová do seu pacto com Davi não podia significar nada menos que um fim dêstes tempos da dominação gentia debaixo de Satanás o Diabo. Isto traria uma grande crise à organização de Satanás. Devia pressagiar a breve destruição dessa organização iníqua de demônios e homens. Ao cair a Teocracia típica com sua capital em Jerusalém, Satanás tornou-se, no sentido mais amplo, "o deus dêste mundo" . Sem o reino da casa de Davi a interceptar-lhe a completa regência da terra, Satanás continuaria governando ininterruptamente até que o pacto do reino de Jeová funcionasse de novo pela entronização Daquele "a quem pertence o direito" de reinar em poder ativo. 2 Desde os dias de seu primeiro rei, Nimrod, e da confusão das línguas da humanidade na tôrre de Babel, a cidade de Babel ou Babilônia estive1 . A destruição de Jerusalém em 607 A . C. marcou o comêço de que regência não-teocrática? e quanto tempo devia durar? Luc. 21 . 24 . 2. (a) Que recomposição, tanto na organização demoníaca de Satanás como nas potências mundiais terrestres, se deu com a ascensão de Nabucodonosor ao trono? (b) Como foi representada dessa maneira a organização inteira de Satanás? Isa . 47 : 1, 5, 10-13 . 177


178

"=ESTA PRóXIMO O REINO"

ra na obscuridade . Aí se deteve até os dias do profeta Isaías, que profetizou acêrca da sua dominação mundial e então de sua ruína . (Isaías, capítulos 13, 14, 21, 39, 47, 48 ; 2 Reis 17 : 24, 30 ; 20 :12-19) Com a subida do poderoso Nabucodonosor ao poder em Babilônia, na parte visível da organização de Satanás, a terceira cabeça de sua organizção dragontina tornou-se a principal debaixo do seu demoníaco "príncipe da Babilônia". A sua correspondente terrestre, o império de Babilônia, tornou-se a terceira potência mundial. A segunda, a Assíria, fôra subjugada e até "o rei do sul", ou Egito, submetido. Babilônia, ora representando o "rei do norte", tornou-se a cabeça dos reinos dêste mundo . Asse poderoso império tornou-se símbolo da organização inteira de Satanás no céu e na terra . A organização mundial de Satanás é, portanto, simbolizada na Bíblia como uma rainha orgulhosa e iníqua, uma "mulher" chamada "Babilônia" . No oitavo ano de Nabucodonosor a rebelião do rei Jeoiaquim fêz com que aquêle descesse contra Jerusalém . Naquela ocasião, o filho e sucessor do rei, Joaquim, rendeu-se a Nabucodonosor sem luta e foi levado cativo à Babilônia . Entre os de linhagem nobre que Nabucodonosor levara cativos consigo achava-se o jovem Daniel . Na Babilônia, Daniel e três dos seus companheiros foram escolhidos para receberem especial adestramento da côrte durante três anos e em seguida apresentados a Nabucodonosor . Foram reconhecidos serem os homens mais sábios do império. No décimo nono ano da sua regência 3. (a) Que se deu durante o oitavo ano do reinado de Nabucodonosor? quem se achava entre os levados cativos e qual sua sorte em Babilõnia? Dan . 1 : 1-6, 14-20. (b) Que Ma Nabucodonosor em seu décimo nono ano que destacou seu reinado daí em diante? e que aviso lhe deu Deus? 2 Reis 25 :8-21 .


179 Nabucodonosor f oi usado como executor de Deus para destruir a infiel cidade de Jerusalém e interromper o domínio dos reis da linhagem de Davi. Na ocasião Nabucodonosor começou a reinar dum modo singular, como o primeiro dos regentes mundiais dos tempos dos gentios . No segundo ano do seu reinado nesta qualidade especial, quando o poder do império babilônico parecia firmemente estabelecido, Jeová Deus avisou-o da vindoura destruição de tôda a organização de Satanás. 0 aviso veio por meio dum sonho inspirado e pela sua inspirada interpretação, conforme registrado na profecia de Daniel, capítulo dois . "'No segundo anuo do reinado de Nebuchadnezzar [Nabucodonosor], teve Nebuchadnezzar sonhos ; e o seu espírito ficou perturbado, e passou-se-lhe o somno." Ao despertar, o rei não podia lembrar-se do sonho. Chamou todos os seus conselheiros religiosos e homens eruditos para que lhe fizessem lembrar o sonho e lhe explicassem o seu significado . Quando confessaram a incapacidade dos seu deuses demoníacos em ajudá-los a fazer isto, o rei ordenou que fôssem executados . Esta ordem era tão ampla que incluía também Daniel e seus três companheiros hebreus . Daniel mandou pedir ao rei que sustasse a execução, porque êle traria a interpretação do sonho . Então, à custa de oração conjunta de Daniel e seus três companheiros, Jeová revelou-lhe o segrêdo e Daniel foi introduzido à presença de Nabucodonosor . Ali Daniel renunciou a qualquer crédito para si, e atribuiu tôda a sabedoria pela solução do problema a ASCENSÃO E QUEDA DO REINO DE SATANÁS

4. Que ação quanto ao seu sonho tomou o rei ao despertar? e como se mostrou Daniel testemunha fiel? Dan . S : 1-12,27-30.


180 "ESTÁ PRÔXIMO O REINO" Jeová Deus. Era assim uma testemunha fiel de Jeová . Êste foi o sonho que êle contou ó "Tu, ó rei, estavas olhando, e eis uma grande imagem . Esta imgem, que era enorme, e cujo resplendor era excellente, tinha-se em pé deante de ti ; e a sua vista era espantosa. Quanto a esta imagem, a sua cabeça era de ouro fino, o seu peito e os seus braços de prata, o seu ventre e as suas coxas de cobre, as suas pernas de ferro, os seus pés em parte de ferro, em parte de barro . Estavas vendo até que uma pedra foi cortada sem auxilio de mãos, a qual feriu a imagem nos seus pés que eram de ferro e de barro, e os fez em pedaços . Então foi juntamente feito em pedaços o ferro, o barro, o cobre, a prata e o ouro, e se tornaram como a pragana das eiras do estio ; e o vento levou-os, de sorte que não se 41 achou logar para elles . A pédra que feriu a imagem, tornouse uma grande montanha que encheu a terra toda ."-Daniel 2 : 31-35. 6 Clérigos religiosos tentaram dar uma interpretação dêste sonho, fazendo-o referir-se à ascensão e queda das quatro potências mundiais sucessivas, a Babilônia, a Medo-Persia, a Grécia e o império romano. Explicam o esmagamento da imagem como significando a introdução do cristianis5. Pela graça de Deus, que revelou Daniel ao rei quanto ao seu sonho? 6. Como tentaram os clérigos religiosos uma interpretação particular dêste sonho? e a que conclusão adicional baseada nesta chegaram êles? 2 Ped . 1 :20,21 .


ASCENSÃO E QUEDA DO REINO DE SATANÁS

181

mo, seguido pela interferência ~ da Hierarquia Católica Romana e das das outras denominações religiosas nos sistemas políticos da terra inteira . O fato de a montanha encher a terra inteiraé representado pelos religiosos como sendo a adoção do nome "nação cristã" por todos os países da assim chamada "Cristandade", mas sem mu-

cos.e Pretende-see além disso

que "todos os outros impérios, reinos e estados sôbre a face da terra podem tornar-se cristãos, e preservar as

suas formas características de govêrno político" . (Clarke) ' Vista à luz crescente que brilha sôbre a Santa

Palavra de Deus, tal interpretação religiosa torna-se mais e mais insustentável e patenteia-se errônea. É uma interpretação de origem demomaca para esconder a verdade sôbre a principal doutrina da Bíblia, o reino de Jeová Deus por seu Filho Jesus Cristo . Por meio do seu profeta Daniel, o 7. De que origem é tal Interpretação e como se fornece a verdadeira? Dan. 2:47 .


"ESTA PRÓXIMO O REINO" 182 grande Revelador de segredos forneceu uma interpretação geral do sonho . Nestes últimos anos o mesmo Deus de revelação provê a interpretação bíblica do drama profético pelo descerramento das Escrituras e pelos fatos físicos em cumprimento do sonho . 'Daniel prosseguiu : "Este é o sonho ; e diremos a sua interpretação na presença do rei . Tu, ó rei, és reis dos reis, ao qual o Deus do céo deu o reino, o poder, a força e a glória ; e onde quer que habitem os filhos dos homens, nas tuas mãos entregou os animais do campo e as aves do céo, e te fez reinar sobre todos elles : tu és a cabeça de ouro. Depois de ti se levantará outro reino inferior a ti ; e outro terceiro de cobre, o qual dominará sobre a terra toda . O quarto reino será forte como ferro, porquanto o ferro faz em pedaços e subjuga todas as cousas . Como o ferro esmiuça todas estas cousas assim elle fará em pedaços e esmiuçará . Porque viste os pés e os dedos, em parte de barro de oleiro e em parte de ferro, será elle um reino dividido ; mas nelle haverá alguma cousa da firmeza do ferro, porquanto viste o ferro misturado com o barro de lodo. Como os dedos dos pés eram em parte de ferro e em parte de barro, assim o reino será em parte firme e em parte fragil . Porque viste o ferro misturado com o barro de lodo, misturar-se-ão com a semente de homens ; porém não se apegarão um a outro, assim como o ferro não se une com o barro. "'Nos dias desses reis suscitará o Deus do céo um reino que não será jamais destruido, 8. Que interpretação da imagem deu o grande Revelador de segredos por meio de Daniel? Amós 3 :7. 9 . Que foi representado no sonho peta obra destruidora contra a "Imagem"? Mat. 21 :42-44 .


183 nem passará a soberania deste a outro povo ; mas fará em pedaços e consumirá todos estes reinos, e elle mesmo subsistirá para sempre . Porquanto viste que do monte foi cortada uma pedra sem auxilio de mãos, e que ella fez em pedaços o ferro, o cobre, o barro, a prata e o ouro ; o grande Deus fez saber ao rei o que ha de acontecer no futuro . Certo é o sonho e fiel a sua interpretação."-2 : 36-45 . '° Em face das visões posteriores dadas ao profeta e registadas por êle em Daniel capítulos 7, 8,11 e 12, torna-se claro que Jeová Deus não está prevendo no capítulo 2 o que devia ser mais tarde repetido várias vezes . Como primeira duma série de profecias esta é fundamental e permanece distinta . Ela não se aplica simplesmente a certas partes terrestres da organização de Satanás . A imagem do sonho representa a organização de Satanás como um todo, invisível e visível, e inclue o próprio "deus dêste mundo" . Representa o mundo ou kosmos inteiro de Satanás, composto tanto dos céus como da terra que êle organizou desde o dilúvio, "os céus e a terra que agora existem ." (2 Pedro 3 : 7, Almeida ) Tôda ela é só uma organização da cabeça aos pés. Sua destruição significa o fim do mundo . '-'Satanás o Diabo é a cabeça de ouro da imagem, pretendendo ser divino, e querendo ser "semelhante ao Altíssimo" . Que êle foi representado pelo adorador de demônios Nabucodonosor, o rei de Babilônia se mostra na profecia de Isaías, capítulo 14, onde se fala do rei de ASCENSÃO E QUEDA DO REINO DE SATANÁS

10. Por que é manifesto que esta visão de Daniel 2 é fundamental e distinta das outras dadas por meio do mesmo profeta? e que representa a imagem como um todo? Isa . 14 : 4,12-17.22, 26,27 . 11 . Como foi Satanás bem representado pela cabeça de ouro, a quem se deu um `reino, o poder, a força e a gloria"? Eze . 28 : 13-15.


184

"ESTA PRóXIMO O REINO"

Babilônia como radiante, Heylel, ou Lúcifer . Por ocasião da criação do homem no Éden, deu-se a um anjo uma organização de anjos santos e êle foi nomeado "querubim cobridor" em relação à humanidade e seus interêsses . Ordenou-se ao homem perfeito sob o querubim que dominasse sôbre todos os animais, aves e peixes e sujeitasse tôda a terra enchendo-a com uma raça humana justa. Isto é o que se quer dizer pela declaração de Daniel ao rei (representando Satanás) de que Jeová lhe havia dado um "reino, o poder, a força e a gloria", e o fizera governador sôbre tôdas as criaturas viventes na terra . Visto que a posição de Satanás antigamente fôra de origem divina, êle era como uma "cabeça de ouro" . 12 Quando o querubim se revoltou e arrastou a humanidade consigo à rebelião, Deus não o destruiu ou o removeu do posto de superintendente invisível da humanidade . Deus permitiu que êste querubim rebelde continuasse a ser o "príncipe das potestades do ar, [o] espírito que agora opera nos filhos da desobediencia" . (Efésios 2 : 2, Almeida) E em 607 A .C., quando Deus por meio de Nabucodonosor derrubou a Sua Teocracia típica, êle permitiu a Satanás o Diabo a maior amplitude no exercício de sua dominação mundial. Mais tarde, por um segundo sonho de Nabucodonosor (Daniel, capítulo 4) *, foi revelado que Satanás teria daí em diante um govêrno ininterrupto durante "sete tempos", tempos que, segundo as Escrituras mostram, significam 2 .520 anos a partir de 607 A. C. * veja-se o livro "A Verdade Vos Tornará Livres", capítulo XVIII .

12. Embora se rebelasse, que grau de liberdade se permitiu era Nabucodonosor símbolo apropriado de seu deus, Satanás? Mat . 4 : 8, 9 .

a Satanás reter no exercício de sua dominação mundial? e como


1H5 Dêste modo, o rei Nabucodonosor como regente da então dominante potência política da terra, e durante cujo reinado começaram os "sete tempos" dos gentios, foi símbolo bem apropriado do seu deus, Satanás. " Depois de o querubim se retirar de sob o domínio universal de Jeová e desviar a humanidade da submissão ao grande Teócrata, êle se voltou aos anjos com o intúito de fazê-los organização sua . Que êle teve amplo êxito na sua pretensão é demonstrado biblicamente nisto : em que êle é chamado o "príncipe dos demônios" ; e legiões dêstes espíritos imundos servem ativamente às ambições de Satanás contra a soberania universal de Jeová . (Mateus 12 : 24-27, Almeida ; Lucas 11 :15) Demolira-se a organização espiritual de Satanás no fim do "mundo dos ímpios" no dilúvio, mas depois disso êle reorganizou seus espíritos imundos, os demônios. Os que mostraram maior capacidade e agressividade foram escolhidos por Satanás para formar uma secção superior ou principesca da sua organização invisível. Êstes estão simbòlicamente representados na exposição feita por Deus desta organização secreta como sete cabeças de um ígneo dragão no céu. A êste respeito está escrito "Foi visto tambem outro signal no céo ; eis um grande dragão vermelho com sete cabeças e dez chifres e nas suas cabeças sete diademas, e a sua cauda arrastava a terça parte das estrellas do céo, e lançou-as sobre a terra ."-Apocalipse 12 3, 4. 14 Êstes principelhos demoníacos, Satanás féASCENSÃO E QUEDA DO REINO DE SATANÁS

13. Até que ponto teve Satanás êxito em organizar os demõnios sob sua direção? após o dilúvio que se viu obrigado a fazer e como se representa simbòlicamente o produto? Jer. 51 : 34 . 14 . Que se quer dizer pela declaração : "Depois de ti se levantará outro reino inferior a ti"? Dan . 10 : 13, 20 .


186

"ESTA PRóXIMO O REINO"

-los príncipes invisíveis sôbre as potências ou impérios dominantes que surgiriam em ordem histórica sôbre a terra . Entre outros príncipes demoníacos, a Bíblia nomeia "o príncipe da Pérsia" ou "príncipe do reino da Pérsia", e "príncipe da Grécia", como opostos ao poderoso Filho espiritual de Deus, Miguel, o príncipe do povo de Jeová. É à formação desta organização principesca de demônios debaixo de Satanás e sujeita a êle depois do Dilúvio que se refere a declaração : "Depois de ti se levantará outro reino inferior a ti." Mas a "cabeça de ouro" permanece em cima, como chefe, e os principelhos demoníacos sob êle formam `o peito e os braços de prata'. 15 As legiões de outros demônios espirituais, Satanás o Diabo reuniu numa organização subsidiária abaixo dos príncipes demoníacos . Ordenou-lhes que tivessem imediato ou o mais íntimo contacto com a humanidade sôbre a terra . Seriam intermediários entre o homem e os príncipes espirituais . 0 ato de assinalar esta posição a tais demônios ou espíritos imundos pode ser o que é representado no Apocalipse como o arrastamento da terça parte das estrêlas do céu com a sua cauda e o lançamento delas sôbre a terra. Êstes conservam-se em contacto com a humanidade religiosa por meio de mediuns espíritas, astrólogos, magos e outros usurpadores religiosos, e espalham as suas "doutrinas de demônios" por meio de clérigos religiosos . (1 Timóteo 4 : 1 ; Deuteronômio 18 : 10-12 ; Isaías 47 : 1,12,13) 0 clero religioso é o elo direto e visível entre a humanidade e os demônios invisíveis . É à organização desta ordem inferior de 15 . Que é "outro terceiro de cobre, o qual dominará sobre a terra toda"? e como fica em contacto com a humanidade religiosa? Isa . 8 : 18, 20 .


187 demônios espirituais logo abaixo dos príncipes espirituais que a profecia se refere ao dizer "Depois de ti se levantará . . . outro terceiro [reino] de cobre, o qual dominará sobre a terra toda." Êles correspondem, portanto, ao `ventre e às coxas de cobre' da imagem terrível, e estão debaixo da cabeça de ouro . 16 0 cobre (ou bronze), a prata e o ouro, são metais superiores, e por isso são bem empregados para simbolizar as partes espirituais invisíveis da organização totalitária de Satanás . É com êstes espíritos sobrehumanos que os cristãos, as testemunhas de Jeová, estão em conflito, ao invés de com os homens ; segundo está escrito : "Pois não temos que luctar contra carne e sangue, mas contra os principados, contra os poderes, contra os governadores do mundo destas trevas, contra as hostes espirituaes da iniquidade nas regiões celeste s."-Efésios 6 :12. "Muitos anos depois do Dilúvio e primeiramente nos dias dos bisnetos de Noé, Satanás o Diabo teve êxito em fazer funcionar uma nova organização visível terrestre . Isto, pelo estabelecimento do primeiro reino na terra, o de Nimrod em Babel, ou Babilônia . (Gênesis 10 :1, 6-12) Foi ao norte, na ponte de terra entre a Ásia e a Europa . Outros descendentes de Noé, notadamente os irmãos de Nimrod, foram para o sul à África e pouco depois apareceu o reino do Egito na cena de ação . Êste tomou cêdo o lugar de primeira potência política dominante da terra . Contudo, com o decorrer do tempo desenvolveu-se uma potência dominante setentrional em conASCENSÃO E QUEDA DO REINO DE SATANÁS

16. Quem é simbolizado pelos metais superiores da imagem? e contra quem lutam as testemunhas de Jeová? Rom . 8 : 38, 39 . 17. Como teve Satanás êxito em pOr em !unção uma nova organizagiLo terrestre visível? e como vieram a ser aplicados os têrmos "o rei do norte" e "o rei do sul"? Gén . U : 9-15.


188

"ESTÁ PRÓXIMO O REINO"

oito com a potência dominante meridional . Estas duas esferas de influência política e poder são mencionadas em Daniel, capítulo 11, como "o rei do norte" e "o rei do sul" 18 Êstes dois "reis" são ambos parte da organização visível de Satanás o Diabo, a "cabeça de ouro É muitíssimo provável que a imagem do sonho de Nabucodonosor olhasse para o leste, em oposição aos "reis do oriente" que no devido tempo destroem a organização de Satanás . Os babilônios eram também adoradores do sol e encaravam o lado oriental em adoração ao sol nascente . Assim as duas pernas de ferro da imagem estariam plantadas, uma para o norte e outra para o sul, e simbolizavam as divididas potências políticas dos homens . 0 poder da posição de "rei do norte" passou sucessivamente da organização política da Assíria à Babilônia, em seguida à Medo-Pérsia, para oeste à Grécia e mais adiante à Roma . A posição de "rei do sul" foi com propriedade ocupada pelos aliados democráticos do Egito, de modo particular pelo Império Britânico e a América em conjunto . Estas potências visíveis, semelhantes ao ferro, são os meios de que as partes de ouro, prata e cobre da imagem se tem utilizado para `fazer em pedaços e esmiuçar' a humanidade . Assim, "o quarto reino será forte como o ferro ." 19 Os pés e os dedos dos pés da imagem do sonho do rei foram vistos como sendo de ferro misturado com barro, representando poder e organização divididos . 0 barro endurecido se parece

18. (a) Como os reis e as duas pernas da imagem concordam no significado e que potências mundiais sucessivas estas representam? Dan . 11 : 5, 13 . (b) Como, pois, tem o "quarto reino" sido "forte como o ferro"? 19 . Que representam os pés e os dedos de ferro e barro apropriadamente e como se mantêm juntos? Apo . 17 : 3, 16.


189 com pedra, mas não é tão forte como a pedra verdadeira. Por isso é a parte mais fraca da terrível imagem . 0 barro lodoso, portanto, representa a religião e o seu clero : religião que pretende ser cristianismo e clero que se faz passar por representante do reino de Deus . 0 clero de barro têm-se misturado com os políticos semelhantes ao ferro e se intrometido na política e se fêz a si mesmo parte dêste mundo por meio de fornicação espiritual . Mas os políticos não conseguiram tirar qualquer fôrça verdadeira desta união de religião e estado político ; a sua confiança na religião está como se fôsse posta em barro sêco e quebradiço. É uma mistura desnatural, e êles não se amalgamarão . Quando vier a grande crise do mundo de Satanás num futuro próximo, o ferro político separar-se-á nitidamente do barro religioso . Os dez dedos dos pés da imagem representam o número completo, ou seja, todos os governos político-religiosos dos homens por ocasião dêste clímax. 20 0 "monte" do qual se corta a pedra de destruição sem mãos humanas representa o monte de Deus. 0 querubim traidor foi expulso dêle, a saber, da organização universal de Jeová, composta de criaturas espirituais santas . Essa organização é a sua "mulher" da qual êle `corta' ou produz a Semente que está destinada a esmagar a cabeça da grande Serpente e destruir todo o seu ninho de répteis . 21 É preciso, então, que a pedra cortada represente a Semente em quem é cumprido o pacto do Reino de Jeová ., a saber Jesus Cristo o Rei . 0 ASCENSÃO E QUEDA DO REINO DE SATANÁS

20. (a) Que é ilustrado pelo "monte"? (b) Que foi "cortado' dêle? Zac. 14 :4 . 21 . (a) Que se representa pelo cortar da pedra? Apo . 12 :5 . (b) Nos dias de que "reis" suscita o Deus do céu um reino?


190

"ESTA PRóXIMO O REINO"

cortar a pedra aponta para Cristo Jesus entronizado e investido de poder para agir no fim dos "tempos dos gentios", quando se escoa o tempo ininterrupto da regência de Satanás . A respeito diz a profecia de Daniel : "Nos dias desses reis suscitará o Deus do céo um reino que não será jamais destruido ." A expressão "dêsses reis" não se refere simplesmente aos presentes regentes políticos e religiosos representados pelos enlameados dedos dos pés da imagem . 0 ouro, a prata, o cobre e o ferro da imagem são todos para representar reinos, e portanto, "dêsses reis" deve referir-se aos invisíveis principados, poderes, regentes das trevas dêste mundo, e aos espíritos iníquos nos lugares celestiais bem como aos visíveis reis e regentes sôbre a terra . Não são apenas os dedos e os pés da imagem que recebem sentença de destruição, porém a organização inteira, a parte demoníaca e a parte humana juntamente, tudo agora existindo como uma só imagem . " Nos dias em que a organização completa do adversário de Deus estivesse em poder, ativamente reinando, esmiuçando e quebrando em pedaços tôda a humanidade, é que o Deus do céu cortaria a sua "Pedra" e estabeleceria o reino da Semente da sua "mulher" . Êste reino toma o lugar sôbre a raça humana que o querubim deixou vago quando abandonou a organização de Jeová no Éden. 0 reino não terá sucessor, pois será eterno . Quando Jeová cumprir o pacto para o Reino em sua inteireza, então o Filho de Davi, que tomará posse do Reino não terá sucessores . Por quê? Porque êle tem o poder de vida eterna,

22. Durante que situação da organização inimiga é cortada a "pedra" ; que cargo desempenha e por quanto tempo? Sal . 145 : 13 .


ASCENSÃO E QUEDA DO REINO DE SATANÁS

191

a imortalidade . Êle continua como Rei para sempre, "sacerdote para sempre segundo a ordem de Melquisedec."-Hebreus 7 : 17, 23-25. 2'Decidir-se-á' então de uma vez para sempre a questão do domínio universal de Jeová . Seu reino por seu Filho, A Pedra, e a imagem simbólica da organização de Satanás não poderão existir lado a lado para sempre . A "imagem" é oposta ao Reino, porque A Pedra representa o domínio universal de Jeová e o mantém e o impõe contra todos os oponentes . Por isso, a "pedra" tomará a iniciativa contra a "imagem" . 24 Já a Pedra está em movimento contra essa "imagem" terrível . Na "guerra do grande dia do Deus Todo-Poderoso", agora próxima, golpeará a imagem com impulso irresistível, atingindo primeiro a parte visível de ferro e barro da organização de Satanás . Então, depois que os demônios testemunharem o esmagamento da sua organização terrestre, a Pedra de Jeová invadirá a parte invisível da organização de Satanás e esmagará ainda a cabeça da própria grande Serpente . A fôrça ativa de Deus semelhante a poderoso vento removerá todo o traço da organização de Satanás do universo . Permanecerá o reino de Jeová nas mãos do seu Filho, para sempre, qual montanha enchendo a terra tôda . Seu poder de abençoar os "homens de boa vontade" alcançará a tôdas as partes da terra. 23. Por que é imperativo que a "pedra" tome ação contra a "imagem"? 2 Cor. 6 : 14, 15. 24. (a) Em que ordem e até que ponto destruirá a Pedra a imagem terrível? Apo . 19 :19-21 ; 20 : 1-3 . (b) De que maneira .tornou-se a pedra uma grande montanha que encheu a terra tôda'? Dan . ? : 13, 14.


CAPITULO XIII

VOLTA UM RESTANTE

o profeta estava grandemente inD ANIEL teressado na profecia duma co-testemunha

de Jeová, a saber, Jeremias, relativa à desolação de setenta anos de Jerusalém . Ansiava que terminasse essa desolação . Sabia que o fim dela significaria a repatriação dum restante do povo pactuado de Jeová e que a cidade santa e o seu templo seriam reconstruídos outra vez nos seus antigos sítios . Por isso humilhou-se diante de Jeová e orou pela volta do favor divino ao seu povo pactuado na época determinada . 0 Senhor, pelo seu anjo Gabriel, deu uma resposta confortadora a Daniel e assegurou-lhe que Jerusalém seria reconstruída e além disso, que num tempo definido, a saber, 69 semanas de anos depois que se ordenasse a reconstrução dos muros de Jerusalém, viria o Messias, o Rei . (Daniel 9 : 1-27) Durante a prova em que desatendeu uma lei malignamente forjada pelo govêrno imperial da Medo-Pérsia, sendo por isso atirado à cova dos leões, Daniel manteve-se orando a Deus com as janelas do seu aposento abertas na direção de Jerusalém. Foi livrado dos leões, porque Daniel era reto, e errada a lei feita pelo homem, pois era contrária à lei de Deus.-Dan. 6 : 1-28 . 2 Em Babilônia um fiel restante judeu se1 . (a) Em que profecia estava Daniel interessado e que significava ela para o restante do povo pactuado de Deus? Jer. 25 : 12, 13 ; 2 Crõ . 36 : 21 . (b) Como favoreceu o Senhor a Daniel pela fidelidade na oração, mas como foi êle severamente provado neste ponto? Col . 4 : 2. 2. Em ~Unia, de que palavras do rei Salomão lembrou-se o restante fiel e por quê? Jer . 29 : 10-14 . 192


193 melhante a Daniel lembrou-se das palavras do rei Salomão ao dedicar o templo em Jerusalém "Todavia se, na terra para onde forem levados cativos, cahirem em si e se converterem e orarem a ti na terra dos que os levaram captivos, dizendo : Peccámos, obrámos perversamente, procedemos iniquamente ; se voltarem a ti de todo o seu coração e de toda a sua alma na terra dos seus inimigos, que os levaram captivos, e orarem a ti, voltados para a sua terra que déste a seus paes, para a cidade que escolheste e para a casa que edifiquei ao teu nome : ouve no céo, logar da tua habitação, a sua oração e a sua supplica, defende a sua causa, perdoa ao teu povo que houver peccado contra ti, e bem assim todas as transgressões que tiverem commetido contra ti, e dá-lhes mover a compaixão aos que os levaram captivos, para que estes se compadeçam delles (pois são o teu povo) ." (1 Reis 8 : 46-53) Esta oração de Salomão não foi oferecida em vão, nem foi registada em vão no relato bíblico, mas se preservou para o confôrto e guia do povo de Jeová quando se achasse nesta dificuldade amarga . O Deus fiel estava preparado para responder esta oração de libertação do seu restante devotado, mesmo que isto exigisse o derrubamento do poderoso império de Babilônia . E o Deus Todo-poderoso assim fêz, exatamente no tempo designado, embora fôsse apenas para restaurar à liberdade um pequeno restante fiel. Nisto estava envolvido mais do que um restante dos israelitas ou judeus . A questão era a de dominação uni(a) Até que ponto e por que estava Jeová preparado para a.responder a oração do restante fiei? Sal . 25 : 11 ; 79 : 9-12 . (b) EmVOLTA UM RESTANTE

bora Jeovã predissesse que um restante voltaria, qual foi a atitude de Babilónia para com êle e que lhe resultou por isso? Jer. 50 : 4, 5 33, 34..


"ESTÁ PRõXIMO O REINO" 194 versai, e de quem é supremo e todo-poderoso e a palavra e nome de quem seriam vindicados . Deus havia inspirado seu profeta Isaías para declarar : "0 resto, sim o resto de Jacob, voltará para Deus Poderoso. Pois ainda que o teu povo, ó Israel, seja como a areia do mar, apenas um resto delle voltará ; uma consummação está determinada, trasbordando em justiça ." (Isaías 10 : 21, 22) Não se podia esperar que a Babilônia tivesse compaixão dos cativos judeus, pois foi dito profèticamente do rei da Babilônia, que agiu em favor de Satanás o Diabo, que "a seus presos não os deixou ir soltos para suas casas" . (Isaías 14 :4-17) Os dias de Babilônia estavam por isso contados . Fôra "pesad [a] na balança e achada em falta" . Jeová abateu o seu poder agressivo dividindo o seu reino entre os conquistadores medos e persas .-Daniel 5 : 24-31 . 4 Predizendo até o nome do conquistador de Babilônia e que a conquista seria em cumprimento do julgamento de Jeová sôbre o opressor, Isaías profetizou : "Assim diz Jehovah ao seu ungido, a Cyro a quem tomei pela mão direita para lhe sujeitar nações ante a sua face, desapertar os lombos de reis e lhe abrir portas [da Babilônia sôbre o rio Eufrates] cujas entradas não serão fechadas . Eu o despertei em justiça e o endireitei em todos os seus caminhos . :Elle edificará a minha cidade, e deixará ir livres os meus exilados, não por preço nem por presentes, diz Jehovah dos exercites . Israel . . . será salvo por Jehovah com uma salvação eterna ; vós não sereis envergonhados nem confundidos para todo o sempre ." (Isaías 45 : 1,13,17) Em4. Que predisse Jeová, por meio de Isaías concernente ao conquistador de Babilõnia? e como se cumpriria isto? Isa. 44 : 88 .


195 bera esta profecia indicasse um cumprimento maior e final por um Rei Maior que Ciro, contudo a profecia teria um cumprimento inicial ou típico sôbre o povo típico de Jeová .-1 Coríntios 10 :6,11. 5 A cidade cativa, Jerusalém, se ergueria de novo e os mensageiros nos altos anunciariam alegremente a sua reconstrução como evidência de que Jeová reina como o Teócrata . 0 profeta Isaías assim o predisse duzentos anos antes "Desperta, desperta, veste-te da tua fortaleza, ó Sião ; veste-te dos teus vestidos formosos, ó Jerusalém, cidade santa. . . . Sacode-te do pó ; levante-te senta-te, Jerusalém ; desata as cadeias do teu pescoço, captiva filha de Sião . Quão formosos são sobre os montes os pés do que anuncia cousas boas, do que préga a paz, do que anuncia cousas boas, do que préga a salvação, do que diz a Sião : 0 TEU DEUS REINA ! Ouve a voz dos teus vigias ! elles alçam a voz, juntamente exultam ; porque olho a olho verão, quando Jehovah voltar a Sião. (Isaías 52 : 1, 2, 7, 8 ) 0 cumprimento desta profecia na Jerusalém típica é uma garantia do seu cumprimento completo em escala maior sôbre um fiel restante nos nossos dias, como prova de que Jeová reina . Segundo as crônicas mais exatas, Dario o medo e Ciro o persa, seu sobrinho, tomaram juntamente a capital do império babilônico em 539 A.C . Depois de breve regência de Dario, subiu ao poder Ciro, em 537 A .C. Êsse ano marcou o VOLTA UM RESTANTE

5. De acôrdo com Isaías 52 : 1-8 que tinha de acontecer à Jerusalém cativa? e que significa o cumprimento típico para o restante fiel ora na terra? Sal . 156 :1-4 . 6 . (a) Em que ordem veio Ciro ao poder e que mareou seu primeiro ano em cumprimento da profecia? Dan. 9 :1 ; 1 :21 . (b) Por que restaurou Jeová os israelitas cativos? e que grande fato acêrca de Jeová provaria aos pagãos sua plena restauração? Eze . 50 : 41-44 .


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 196 fim da desolação de setenta anos de Jerusalém e naquele mesmo ano moveu Jeová o coração de Ciro para soltar os seus cativos . Por causa do seu próprio nome fêz Jeová isso : "Tive compaixão [dêles por causa] do meu santo nome, ao qual a casa de Israel profanara entre nações, para onde foram . Portanto dize á casa de Israel : Assim diz o Senhor Jehovah : Não é por amor de vós, casa de Israel, que eu faço isto ; mas é em attenção ao meu santo nome, que tendes profanado entre as nações, para onde fostes . Santificarei o meu grande nome, . . . Pois vos tirarei dentre as nações, e vos congregarei de todos os paizes, e vos trarei para a vossa terra . . . . Dir-se-á : Esta terra que estava desolada, tem-se tornado como o jardim do Eden ; e as cidades desertas e desoladas e arruinadas estão fortalecidas e habitadas. Então as nações que tiverem ficado ao redor de vós, saberão que eu Jehovah reedifiquei os logares arruinados, e plantei o que estava desolado . Eu Jehovah o disse, e o farei :'-Ezequiel 36 :21-24, 32, 35, 36 . 7 Qual foi o propósito principal ao soltar os cativos judeus para voltarem à sua terra natal e ao lugar desolado de Jerusalém ou Sião, a cidade cativa? Foi por causa da sua apregoada 9ndependência política"? Não ; mas para restauração da adoração do Deus verdadeiro e vivo e da liberdade de adorá-lo de acôrdo com sua lei teocrática . Para êste fim o decreto emitido no primeiro ano do reinado do rei rezava : "Assim diz Cyro, rei da Pérsia : Jehovah, Deus do céo, deu-me todos os reinos da terra, e encarregou-me de lhe edificar uma casa em Jerusalém de Judah . 7. (a) Se não foi para independência política., qual o propósito de Deus em libertar o fiel restante judeu? (b) Como cooperou o rei Ciro neste propósito? Esd . S : 13-1? .


197 Quem dentre vós é do seu povo, seja com elle seu Deus, suba para Jerusalém de Judah, e edifique a casa de Jehovah, Deus de Israel (elle é Deus), a qual está em Jerusalém ." (Esdras 1 :1-3 ; 2 Crônicas 36 : 22 1 23) 0 rei Ciro também restituiu ao restante judeu que partira de Babilônia "os vasos da casa de Jehovah, os quaes Nebuchadnezzar tinha levado de Jerusalém, e posto na casa dos seus deuses" . Ordenou-se aos portadores dos vasos e requereu-se dêles que estivessem limpos de corrupção com a religião babilônica . Sesbazar era o tesoureiro oficial .-Isaías 52 : 11 ; Esdras 1 : 7-11 . 'Uma congregação de 42 .360, junto com 7 .337 servos e criadas, e 200 cantores especiais, ou, ao todo, uma companhia de 49 .897 homens e mulheres devotados, empreenderam a viagem perigosa e voltaram à sua pátria desolada . Pela proteção miraculosa do Deus Todo-poderoso a terra ficara inhabitada durante os setenta anos de guarda do sábado . Um descendente direto do rei Davi foi indicado por governador do restante restaurado, para dirigir a reedificação do templo, a saber, Zorobabel, filho de Sealtiel, da tribo de Judá. Êste é o Zorobabel que aparece em ambas as linhagens de descendência que levam a Jesus, e é em Zorobabel que se encontram ambas as linhagens a partir do rei Davi, um ramo através de Salomão e outro pelo irmão de Salomão, Natan. De acôrdo com 1 Crônicas 3 : 17-19, Zorobabel era evidentemente neto de Salatiel (Sealtiel) e filho de Pedalas . Mas, como quer que fôsse, Zorobabel era descendente de Joaquim (Jeconias), penúltimo rei de Jerusalém . VOLTA UM RESTANTE

8 . (a) A volta para a terra natal foi feita por quantos? goEsd. 2 : 64, 65 . (b) Quem do restante reinstalado foi feito vernador e qual sua relação ao rei Davi? Mat . 1 :6-12 .


19$ "ESTA PRÕXIMO O REINO" 'Proeminentemente associado com o governador Zorobabel na obra do templo achava-se o sumo sacerdote Josué (ou Jesua) . (Esdras 2 : 1, % 64-70 ; 3 : 1-4) O tempo da volta do restante à sua pátria foi tão bem calculado que, no mesmo mês do ano em que a desolação completa da terra se efetivara, foi erigido um novo altar no lugar do templo em Jerusalém e o restante pôde celebrar a festa dos tabernáculos . Esta era a festa do sétimo mês . " Por causa de sua destacada relação com o novo levantamento do templo de Jeová, tanto o sumo sacerdote Josué como também Zorobabel o principe de Judá foram usados como tipos . Tipos de quem? Do Construtor do verdadeiro templo, a saber, Cristo Jesus . Zacarias, dirigindo-se a ambos os homens como prefigurando Jesus Cristo o Sumo Sacerdote e a Pedra Angular da casa de Deus, escreveu : "Ouve, pois, Josué, summo sacerdote, tu e teus collegas que se assentam deante de ti ; porque são homens de presagio ; porquanto eis que farei vir o meu servo, O RENOVO. Eis a pedra que tenho deante de Josué ; sobre uma só pedra são sete olhos . Eis que eu farei ao buril a sua esculptura, diz Jehovah dos exércitos. . . . 11 "Esta é a palavra de Jehovah a Zerubbabel, a qual diz : Não por força nem por poder, mas por meu espirito, diz Jehovah dos exércitos . Quem és tu, ó grande monte? deante de Zerubbabel tornar-te-ás uma campina ; elle produzirá 9. Quem estava associado com Zorobabel na obra do templo e por que a volta foi notável quanto á sua ocasião? 2 Reis 25 : 22, 25, 26 . 10. Josué e Zorobabel eram tipos de que grande edificador, e como se lhes referiu Zacarias profèticamente? Jer. 23 :5 ; Zac. ® : 12. 1t . Que mensagem profética enviou-lhes Jeová tanto por Zacarias como por Ageu?


199 a pedra angular, dizendo com algazarras ; Graça, graça a ella ." "As mãos de Zerubbabel teem posto os alicerces desta casa ; Lambem as suas mãos a acabarão ; e saberás que Jehovah dos exercites me enviou a vós." (Zacarias 3 : 8, 9 ; 4 : 6, 7, 9) E o profeta Ageu escreve : "Fala a Zerubbabel, governador de Judah : Eu comoverei os céos e a terra, subverterei o throno de reinos das nações ; subverterei os carros e os que nelles montam ; os cavallos e os seus cavalleiros cahirão, cada um pela espada de seu irmão . Naquelle dia, diz Jehovah dos exercites, tomar-te-ei, meu servo Zerubbabel, filho de Shealtiel, diz Jehovah, e far-te-ei como um sello ; porque te hei escolhido, diz Jehovah dos exercitas ."--Ageu 2 : 20-23 . 12 Surgiu uma oposição à reconstrução do templo, dentre as nações gentias da Palestina . Estas moveram uma perseguição oficial aos construtores do templo e tentaram impedir a obra dêles durante todos os dias do rei Ciro . Juntaram-se então e mandaram uma carta ao sucessor de Giro, o rei Artaxerxes, e acusaram os construtores do templo de alimentar pretensões sediciosas contra o estado político . O rei Artaxerxes acreditou na sua acusação . Contràriamente à lei dos medos e persas, êle revogou o decreto de Ciro acêrca do templo e fêz parar a obra do templo . "A obra . . . foi interrompida até o segundo anuo do reinado de Daria, rei da Pérsia." Porém o propósito de Deus não seria frustrado. 0 cumprimento típico destas profecias devia ser sustentado por causa do seu nome . Após uma interrupção de cêrca de dezesseis anos na reconstrução do templo, Jeová Deus levantou VOLTA UM RESTANTE

12. Como trabalharam as nações gentias em oposição a construção do templo e por quanto tempo tiveram êxito? Como se revivificou a obra do templo? Sai . 33 . 10-12 .


200 "ESTA PRóXIMO O REINO" seus profetas Ageu e Zacarias . Éle usou-os para incitar Zorobabel e o sumo sacerdote Josué a renovar a obra do templo a despeito do decreto do estado político . 0 trabalho continuou 1 ' 1 Os inimigos apelaram ao rei Dario no senti» do de punir êstes aparentes violadores da lei do estado . Os edificadores do templo sustentavam corajosamente que sua obra dada por Deus não era contra os interêsses do estado mas perfeitamente legal segundo o decreto original do rei Ciro . Em vista disso o rei Dario voltou à lei básica e ordenou uma busca nos arquivos do estado . 0 decreto real de Ciro foi descoberto. Devia vigorar e ser impôsto segundo a regra da lei dos medos e dos persas, que não muda . '* Confirmou-se então a aprovação do estado quanto à obra do templo e Zorobabel e Josué terminaram sua construção. Os inimigos olhavam com despeito . Pior ainda, o rei lhes ordenara que dessem ajuda à obra do templo . No décimo segundo mês, que é o mês Adar, e no sexto ano do rei Dario, o templo reconstruído foi dedicado pelo restante com grande alegria, sendo vindicados a palavra e o nome de Jeová .-Esdras, capítulos 4 a 6 . 25 Mais tarde, no sétimo ano do reinado de Artaxerxes III, veio da Babilônia para Jerusalém o sacerdote levita chamado Esdras, "escriba versado na lei de Moysés." Estava acompanhado de outro grupo de judeus repatriados . Êle trouxe consigo uma carta do rei que providenciava 13. Para quem e com que argumento apelaram os construtores do templo e que descobriu a investigação legal? Atos 25 : 10, 11,2 5 . 14. Como então prosseguiu a obra do templo até sua conclusão e p. 127 : 1 . 15. (a) visitou Quem u então ara Jerusalém? o que Sal providenciou a carta que trouxe? (b) Que trabalho literário seguiu-se do seu tempo em diante? Atos 15 :21 ; 17 :11.


201 sustento para o templo e seus serviços . A carta real decretava também que os que ministravam no templo ficariam isentos . dos impostos do estado. Dizia : "Nós vos declaramos tambem que, no tocante a qualquer um dos sacerdotes e Levitas, dos cantores, porteiros, Nethinis, ou servos desta casa de Deus, não será licito exigir-lhes nem tributo, nem imposto, nem direito de transito ." (Esdras, capítulo 7) Entende-se que do tempo do escriba Esdras em diante houve um crescente copiar dos livros hebraicos da Bíblia e a circulação dos Escritos Sagrados foi expandida pelo restante. VOLTA UM ]RESTANTE


202

"ESTÁ PRÓXIMO O REINO"

No ínterim, os muros de Jerusalém permaneciam necessitando de reparos . Êste fato chegou ao conhecimento do judeu Neemias, copeiro de Artaxerxes III em Susa, no Elam . Entristeceu-lhe grandemente o saber que "os restos que ficaram do captiveiro lá na província estão em grande afflição e oprobrio. Os muros de Jerusalém estão demolidos, e as suas portas consumidas do fogo" : No vigésimo ano de Artaxerxes III, no primeiro mês judaico do ano sagrado, ou seja, em nisan, o triste Neemias fê-lo saber ao rei. A pedido de Neemias, o rei deu "ordem para restaurar e para edificar Jerusalém", conforme predito em Daniel 9 : 25. (Almeida) Portanto o vigésimo ano de Artaxerxes III marcou o comêço das setenta semanas de anos, ou 490 anos, que o anjo Gabriel disse a Daniel teriam seu clímax com o aparecimento do Messias . Êsse ano corresponde ao de 454 A.C., ano comum que realmente começava cêrca de outubro de 455 A .C. Assim, no tempo devido, Neemias foi autorizado a superintender a reconstrução dos muros de Jerusalém . +`le empreendeu imediatamente a viagem de quatro meses para a cidade, assim como Esdras o fizera anos antos .-Esdras 7 : 8, 9 . 17 Primeiro, Neemias inspeccionou os muros e fêz os seus cálculos . Depois, pelo terceiro dia do quinto mês, pós o fiel restante a trabalhar na obra de cercar Jerusalém com muros adequados . Neemias começou a sentir cêdo o cumprimento da profecia, em Daniel 9 : 25, acêrca de Jerusalém, que "serão reedificadas as praças e os mu16

16. (a) Que notícias recebeu Neemias de Jerusalém e do restante e que privilégio lhe deu o rei a favor de Jerusalém? Nee . 1 : 1-4 ; 2 : 1-6 . (b) Que importante período profético iniciou, portanto, o vigésimo ano do reinado de Artaxerxes? 17. Que procedimento adotou Neemias quanto aos muros de Jerusalém e que logo experimentou? Nee. 2 :12-20.


203 ros nos tempos de angústia", ou, "no aperto dos tempos ."-Traduções de Soares e Trinitária . 18 De novo trataram os adversários endemoninhados de interferir no progresso da obra do restante. Os chefes dos inimigos, Sanbalat o moabita, Tobias o amonita e Gesem o árabe, conspiraram juntos para impedir a reparação das muralhas . Mas não encontraram pacifista em Neemias. Êle levantou-se na defesa dos interêsses da obra do Senhor contra os assaltos injustificáveis e ilegais dos oponentes. Armou os construtores do muro e pô-los de guarda dia e noite em cada secção do mesmo . A sua ordem foi : "Não tenhaes medo delles ; lembrae-vos do Senhor, que é grande e terrível, e PELEJAS PELOS VOSSOS IRMÃOS, vossos filhos, vossas filhas, vossas mulheres e vossas casas ." (Neemias, capítulo 4) Derrotados, os inimigos planejaram fazer Neemias afastar-se da obra para matá-lo, mas Neemias recusou abandonar a obra e perder tempo falando com os contrários . Levantaram então êstes a acusação de que o restante construtor da muralha tinha planos sediciosos contra o estado . Espalharam a notícia de que Neemias assalariara homens para que dissessem dêle em Jerusalém : "Ha rei em Judah," e que esta traição seria relatada a Artaxerxes. Porém, fracassaram todos os esforços destinados a enfraquecer as mãos trabalhadoras do restante e atrair Neemias à morte . Sob a bênção e proteção de Jeová, Neemias terminou a obra que lhe fôra comissionada . "Acabou-se o muro no dia vinte e cinco do VOLTA UM RESTANTE

18 . (a) Como enfrentou Neemias a oposição contra os edificadores do muro e como encorajou ao povo? (b) Que planos e propaganda do inimigo fracassaram então, e quando, portanto, terminou-se o muro? Sal . 147 : 12, 13.


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 204 mês de Elal [o sexto mês], em cincoenta e dois dias."-Neemias, capítulos 4-6 . 19 Quando veio o mês sétimo todo o restante israelita se achava muito confortável e seguramente alojado em tôdas as suas cidades . Então • escriba Esdras e o governador Neemias instruíram o povo conforme o lei do seu concêrto com Deus, de que êste é o mês da celebração da festa dos tabernáculos . Encorajaram o restante a deixar agora sua tristeza por causa do pecado • alegrar-se no Senhor Jeová, dizendo : "A alegria de Jehovah é a vossa fortaleza ." Alegremente, e nos dias próprios, o restante então celebrou a festa. (Neemias, capítulo 8) A seguir deram-se os passos para que o restante provesse • sustento regular do templo, tomando a "obrigação de darmos cada ano a terça parte de um ciclo para o serviço da casa do nosso Deus" . Fizeram-se também esforços sinceros para purificar o restante de quaisquer ligações impróprias com religiosos, para resguardá-los do enlace à religião demoníaca .-Neemias, capítulos 10-13. 20 Os "tempos dos gentios" ainda tinham de correr por mais de dois mil anos . Por isso, Neemias, ao orar perante o povo dentro de Jerusalém novamente murada, disse : "Eis que nós hoje somos servos, e quanto à terra que déste a nossos paes para lhe comerem os fructos e os bens, eis que nella somos servos . Ella dá muito lucro aos reis que pozeste sobre nós por causa dos 19 . (a) Com o restante israelita seguro nas suas cidades, que instrução e auxílio deram Esdras e Neemias ao povo? (b) Que ação adicional se tomou quanto ao serviço do templo e para resguardar o restante da religião? Mat . 17 :24-27 . 20 . Como indicaram a oração de Neemias e a profecia de ~as que os "tempos dos Gentios" ainda não haviam terminado? Luc. 21 : 24.


205 nossos peccados. Tambem elles dominam sobre nós e sobre o nosso gado, como bem lhes apraz, e nós estamos em grande angustia . Todavia, por causa de tudo isso nós fazemos uma firme alliança e a escrevemos ; e sellam-n-a os nossos príncipes, os nossos Levitas e os nossos sacerdotes ." (Neemias 9 : 43-38 ; Esdras 9 : 7, 8) E Oséias profetizou : "Os filhos de Israel ficarão muitos dias sem rei, e sem principe e sem sacrifício . . . Depois tornarão os filhos de Israel, e buscarão a Jehovah, seu Deus, e a David, seu rei ; e nos ultimos dias tremerão deante de Jehovah e de sua bondade."-Oséas 3 : 4, 5. Zi No decorrer do tempo o domínio sôbre o restante restaurado passou das mãos dos medo-persas à dos gregos, e depois, em 63 A .C., às mãos da Roma imperial. VOLTA UM RESTANTE

21. No decorrer do tempo, como mudou sôbre o restante restaurado? Apo . 17 :10.

de mãos o

domínio


CAPITULO XIV

0 REI ESTÁ PRÓXIMO!

EPOIS de Neemias e Esdras e até o comêD ço do período E .C, ou Era Cristã, apenas um profeta de Jeová Deus apareceu entre o res-

taurado restante do Seu povo . Foi Malaquias, cujo nome significa "mensageiro (ou anjo) de Jeová". A sua profecia encerrou o cânon (ou coleção de livros inspirados) das Escrituras Hebraicas, partindo dos primeiros cinco livros de Moisés em diante. A de Malaquias f oi uma profecia do templo, instando por um sacerdócio levítico limpo e pela adoração pura de Jeová Deus com dignos sacrifícios a Êle . E por quê? Porque Jeová, mediante seu grande Mensageiro do pacto com Abraão concernente à Semente real de bênção, está vindo ao templo para julgamento. "Eis que envio eu o meu mensageiro, e elle ha de preparar o caminho deante de mim ; de repente virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscaes ; e o ANJO [OU, MENSAGEIRO] DA ALLIANçA, no qual vós vos agradaes, eis que elle vem, diz Jehovah dos exercites . Mas quem pôde supportar o dia da sua vinda? quem subsistirá quando elle apparecer? porque elle é como o fogo de fundidor e como o sabão de lavandeiros . Sentar-se-á como fundidor e purificador de prata ; purificará os filhos de Levi e os refinará como ouro e como prata . Elles farão a Jehovah offertas em justiça ." Isto presagiava que a vinda do Messias, Cristo o Rei, se estava aproximando . 1 . Quem foi o ultimo dos antigos profetas antes da Era Cristã? e por que razão especial instou a sua profecia por um sacerdócio limpo e uma adoração pura? João 4 : 25, Diapiott . 206


o REI ESTA PRóXIMO! 207 Além do acima, Malaquias também predisse a vinda dum dia ardente de destruição. asse dia seria precedido do envio dum profeta, um profeta semelhante a Elias que, após uma prova pelo fogo no Monte Carmelo, causou a matança de 450 profetas da religião de Baal enviados pela rainha Jezabel . "Pois eis que vem o dia, arde como fornalha ; todos os soberbos e todos os que obram impiedade serão como o rastolho ; o dia que vem os abrazará, diz Jehovah dos exércitos, de sorte que não lhes deixará nem raiz nem ramo. Mas para vós, os que temeis o meu nome, nascerá o sol da justiça, trazendo curas nas suas azas ; . . . Eis que vos enviarei o propheta Elias, antes que venha o grande e terrível dia de Jehovah. Elle converterá o coração dos Paes aos filhos, e o coração dos filhos a seus paes ; para que eu não venha e fira a terra com anathema." ---Malaquias 3 : 1-3 ; 4 : 1, 2, 5, 6. 3 Estas profecias sôbre o precursor que devia preceder o Mensageiro do pacto de Jeová e sôbre o dia perturbador de Jeová correspondem em certa medida a João Batista . 0 anjo Gabriel e também Jesus Cristo assim as aplicaram . Como em outros casos, entretanto,o cumprimento parcial destas profecias na primeira vinda do Mensageiro de Jeová indica um cumprimento muito maior e final na vinda do Reino em poder . Harmonizando com o cumprimento em miniatura das profecias, João nasceu seis meses antes de Jesus .-Lucas 1 :13-17,36 ; Mateus 11 : 7-10 ; 17 : 10-13 . 2 . Que mais predisse o profeta Malaquias como certo de vir e de que seria precedido? 1 Tes . 6 : 2-6,1C 3 . Em quem teve a profecia de Malaquias aplicação parcial, e que indicava tal cumprimento? Luc . 1 : 60, 76-79.


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 208 * Jeová Deus sempre vindica a sua palavra, provando-a verdadeira, sempre cumprindo o que ela diz . Davi, com quem se fêz o pacto do Reino, nasceu em Belém na tribo de Judá, pelo que Belém foi chamada a "cidade de David" . Em vista dum futuro evento semelhante, o profeta Miquéias foi inspirado a dizer do Rei amado de Jeová do qual Davi foi tipo ou figura profética : "Mas tu, Bethleem Ephratah, que és pequena para se achar entre os milhares de Judah, de ti é que me sahirá aquelle que ha de ser reinante em Israel ; e cujas sahidas são desde os tempos antigos, desde a eternidade ." (Miquéias 5 : 2) O Prometido nasceria em carne na cidade natal de Davi no outono do ano 2 A.C., porque a última das "setenta semanas", conforme predito ao profeta Daniel, teria de começar no outono do ano 29 E .C. O nascimento em Belém marcaria, não a vinda do Messias ou Cristo, mas simplesmente a produção Daquele que se destinava a ser o Messias ou Cristo o Senhor . Êle não podia aparecer como o Cristo antes que fôsse ungido . 'Meses antes dêsse evento miraculoso o Filho unigênito o amado de Deus, "O Verbo," desapareceu dentre os santos anjos no céu . Despira-se ou esvaziara-se de sua glória e poder celestiais e se submetera ao propósito do seu Pai celestial de transferir sua vida do organismo celestial para o ventre duma fiel virgem judia . Sob o poder e a proteção santa de Jeová a criança assim concebida desenvolvou-se até o ponto de nascimento . Então o Pai celestial notificou os anjos do céu e os encarregou de dar 4. (a) Onde nasceu Davi e que profetizou MIquéas acêrca dêsse lugar? (b) Quando devia dar-se o nascimento do Prometido e que marcou êsse nascimento? Luc. 1 : 26, 27, 30-33 . 6. Que ocorreu para efetivar a mudança do Filho de Deus da forma celestial à carnal? Heb . 2 : 9, 16, 17.


o REI ESTÁ ~XIMO1 209 testemunho do nascimento àquêles homens escolhidos para serem dignas testemunhas do fato . O Registo reza "E subiu tambem José da Galiléia, da cidade de Nazaré, à Judéia, à cidade de David, chamada Belem (porque era da casa e família de David) afim de alistar-se com Maria, sua mulher, que estava grávida . E aconteceu que, estando eles alí, se cumpriram os dias em que ela havia de dar à luz . E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa mangedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem . Ora havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam durante as vigílias da noite o seu rebanho . E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles e a gloria do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor. E o anjo lhes disse : Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo ; pois, na cidade de David, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor . E isto vos será por sinal : Achareis o menino envolto em panos, e deitado numa mangedoura. E, no mesmo instante, apareceu com o anjo uma multidão dos exércitos celestiais, louvando a Deus, e dizendo : Gloria a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens [e na terra paz aos homens de boa vontade] ."-Lucas 2 : 4-14, Almeida; e Soares . ' Não foi uma chamada "estrêla no oriente" o

"sinal" dado aos pastores . Não precisavam depender de cálculos mágicos astrológicos para descobrir que nascera o futuro Rei . Não olhavam

6 . Quais as circunstâncias e eventos acompanhantes do nascimento de Jesus? Sal . 25 :14. T . Qual era pois o meio de os pastores identificarem o recém-nascido futuro Messias e como se tornaram testemunhas do nascimento? João 7 : 42 .


210

"ESTÁ PRÓXIMO O REINO"

para uma estrêla que os guiasse através daquela noite de outono parando sôbre o lugar onde a criança estava deitada dentro da manjedoura . Tiveram o aviso do anjo, e conheciam o sinal pelo qual identificar o futuro Messias ou Cristo . Isto foi-lhes dado para que pudessem ir e ver por si mesmos e se tornassem testemunhas da verdade do nascimento . Depois de ver, testificaram a outros das coisas que aconteceram . "E vendo isto, divulgaram o que lhes havia dito a respeito deste menino . Todos os que o souberam, se admiraram das cousas que lhes referiam os pastores ; . . . 4s pastores voltaram, glorificando e louvando a Deus por tudo quanto tinham ouvido e visto, como lhes fora annunciado."--Lucas 2 : 15-20 . 8 Quão sábio foi Jeová em tornar conhecido êste nascimento, aos pastores de Belém tementes a Deus, como o foi Davi, ao invés de aos sumos sacerdotes e doutores da lei e outros chefes religiosos proeminentes em Jerusalém, a uns dez quilômetros ao norte 1 Éster dignitários religiosos estavam dispostos a representar sob a batuta de Satanás o Diabo . Éles se utilizaram da profecia de Miquéias para avisar o sanguinário rei Herodes de que a criança, a quem os magos ou astrólogos do oriente estavam procurando, nascera em Belém. Nenhum "sinal" podiam dar pelo qual identificá-la . Nem mesmo ficaram emocionados pelos cálculos astrológicos dos magos relativos ao nascimento e não se interessaram em ir e ver por si mesmos e aclamar o futuro Messias . Êstes lideres religiosos deixaram-se ficar indiferentes em Jerusalém . Se bem que 8. (a) Como mostrou Jeová sabedoria em escolher pastores em lugar dos dignitários religiosos para testemunhas do nascimento de Jesus? 1 João 4 : 5, 6. (b) Qual era o desejo de Satanás em excitar o interêsse pelo nascimento de Jesus? Atos 4 : 26, 27 .


211 próprio fôsse não acreditarem nas conclusões inspiradas por demônios dos magos orientais contudo seu desinterêsse em fazer suas próprias investigações mostra que não teriam acreditado no relato verdadeiro das testemunhas oculares, os humildes pastores de Belém . Pouco importava isso, porém . Satanás, a Serpente, não estava interessado em excitar êstes religiosos santimoniosos com a ilusão da "estrêla" viajante, assim chamada, para que fôssem, vissem e cressem. Estava interessado em incitar o rei Herodes a temer por seu reino e mandar seus soldados liquidarem a criança em Belém, se possível. -Mateus 2 :1-18 . Em Jerusalém sòmente duas pessoas foram privilegiadas por revelação da parte do Senhor, a se tornarem testemunhas do nascimento de Jesus . Estas eram o fiel Simeão e a profetiza Ana. Êles foram favorecidos em ver a criança . Isto se deu quando a trouxeram ao templo para ser apresentada ao Senhor após os quarenta dias da purificação de Maria, segundo a lei de Deus por Moisés .-Lucas 2 : 21-39 ; Levítico 12 : 1-8 . 10 Moisés predisse que Deus suscitaria um profeta semelhante a êle . Satanás o Diabo tentou certa vez destruir Moisés quando ainda criança, mas Moisés cresceu e abandonou mais tarde o Egito . Da mesma maneira tratou o Diabo de destruir o menino Jesus . Sob a direção de Deus os pais fugiram com o bebê para o Egito, quando o Diabo da mesma maneira tratou de destruir o menino Jesus, e o trouxeram de volta O REI ESTÁ PRóXIMO !

9 . Que duas pessoas em Jerusalém foram favorecidas para se tornarem testemunhas do nascimento e como? Sal. 25 : 3 . 10. Como se cumpriu a profecia de Oséas, "do Egypto chamei a meu filho," com respeito a Jesus? (b) Para onde foi Jesus então trazido e que se desenvolveu mais tarde com 81e devido a êste fato? Mat . 21:11 .


"ESTÁ PROXIMO O REINO" 212 depois da morte de Herodes . Isto estava em harmonia com a profecia de Oséias 11 :1 : "Do Egypto chamei a meu filho ." Mas, porque o filho de Herodes, Arquelau, reinava então na Judéia, os pais de Jesus o levaram para o norte à província independente da Galiléia, à cidade de Nazaré, da qual foram a Belém . Isto foi para "se cumprir o que foi dito pelos rophetas : Elle será chamado Nazareno" . ste fato fêz com que mais tarde surgisse a dúvida quanto a ser êle o Messias, o filho de Davi . Falava-se dêle : "Examina e vê que da Galiléa não se levanta propheta." (Mateus 2 : 13-23 ; João 7 : 50-52) Por causa da baixa reputação de Nazaré, devido à presença de muitos gentios ali, isto era causa muito freqüente para ofenderem a Jesus . Apontando-o, levantou-se a questão : "De Nazareth pôde sahir cousa que boa seja" (João 1 : 46) Finalmente sua associação com Nazaré na Galiléia trouxe Jesus à presença de o rei Herodes Antipas . (Lucas 23 : 5-15) Contudo, foi em tal lugar desacreditado que, pela vontade de Deus, "Jesus crescia em sabedoria, em estatura e em graça deante de Deus e dos homens ." Era conhecido ali como o "carpinteiro" ou "filho do carpinteiro".-Lucas 2 : 51, 52 ; Mateus 13 : 55. 11 Durante os muitos anos que seguiram a destruição de Jerusalém ninguém da linhagem de Davi fôra ungido rei sôbre Israel . Quando Davi, o antepassado de Jesus, atingiu os trinta anos de idade, foi ungido por um sacerdote levita para ser regente de Judá em Hebron e tornou-se assim o rei ungido da Teocracia típica de Jeová . Segundo as palavras de Gabriel a Daniel, o tem11 . Qual o significado de "Messias" ou "Cristo"? e portanto, que ação era necessária e essencial para Jesus antes de se tornar Rei, conforme prefigurado no caso de Davi? 2 Sam . 2 : ! ; 5 : !.


213 po seria 62 semanas e 7 semanas, ou um total de 69 semanas, a partir da ordem de reconstruir os muros de Jerusalém, "até ao Messias, o Príncipe" . (Daniel 9 : 25, Almeida) Messias ou Cristo significa 0 Ungido . 0 fim da 69' semana de anos, em 29 E.C., encontrou Jesus homem feito com trinta anos de idade . Devia então tornar-se o Messias, de acôrdo com a época disignada por Deus . Visto que seria ungido para o "reino dos céus" tinha que ser ungido por Alguém superior ao homem e com algo de virtude maior que óleo. Éle dirigiu-se por isso a João Batista, um levita e filho dum sacerdote, não para ser ungido, mas para ser imerso nágua . 12 0 batismo de Jesus nágua simbolizava a consagração de si mesmo para fazer a vontade de Deus, pois para isso nascera como homem . Tão cedo quanto aos doze anos de idade reconheceu ter uma missão em harmonia com a vontade do seu Pai celestial. Isto demonstrou êle no templo onde havia estado a fazer perguntas, quando disse a seus pais : "Por que é que me procuráveis 1 Não sabeis que me convem tratar dos negocios de meu Pai?" A seguir, Jesus, embora fôsse herdeiro do pacto do reino, voltou a Nazaré e se sujeitava a José e Maria, porque "o herdeiro, enquanto menino, em nada differe de um escravo, embora seja senhor de tudo ; mas está debaixo de tutores e curadores, até o tempo designado por seu pae ." (Lucas 2 : 41-52, Almeida ; Gálatas 4 :1, 2) Ao chegar à maioridade e não mais sendo menino, Jesus começou a tratar dos negócios do seu Pai . Para êste fim consagrou-se . "Eis aqui venho (no ról do livro está escripto de O REI ESTÁ PRóXIMO 1

12. Como simbolizou Jesus sua consagração a Deus e para que fim se consagrou? Mat . 3 : 13, 15 .


214

"ESTA PRÕXIMO O REINO"

mim) para, fazer, o Deus, a tua vontade ." (Hebreus 10 : 5-9) A revelação desta vontade certamente devia vir após sua unção para ser Rei. 18 A unção se seguiu imediatamente ao batismo de Jesus . Foi uma unção com o espírito santo ou fôrça ativa de seu Pai, espírito êsse que é invisível. Foi acompanhada com poder dinâmico . A respeito o apóstolo Pedro diz : "Esta é a mensagem que Deus enviou aos filhos de Israel, evangelizando-lhes a paz por meio de Jesus Christo -este e o Senhor de todos . Vós sabeis o que sucedeu por toda a Judéa, começando desde a Galiléa, depois do baptismo que prégou João, como Deus ungiu a Jesus de Nazareth com o espirito santo e poder, o qual andou por toda a parte, fazendo o bem e sarando a todos os opprimidos do Diabo, porque Deus era com elle ." (Atos 10 : 36-38) Por meio desta unção Jesus se tornou o Messias ou Cristo, e aquêle Messias o Principe chegra agora. Seu Pai, Jeová, ungira-o como tal. Lá estava o Ungido, "a quem pertence o direito," e Jeová Deus deu-lhe o direito ao "reino dos céus" e o admitiu plenamente no pacto para o Reino eterno .-Ezequiel 21 : 27. `Um mero homem, tal qual Jesus era nascido do ventre de Maria, não podia ser Rei no "reino dos céus". A regra bíblica proíbe isto, dizendo : "A carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus ." (1 Coríntios 15 :50, Almeida) Não foi como criatura humana que Jesus fôra ungido para o Reino. Embora ainda estivesse na carne, foi como "nova criatura" que Jesus fôra ungido. Não adotara a natureza humana para 18. Que seguiu imediatamente ao batismo de Jesus e com isso, quem chegara, agora, que Deus lhe deu e fêz? Sal . 89 : 3, 4 . 14. Por que foi Jesus ungido para o Reino não como criatura humana? e como está relacionado a êste fato o tornar-se éle sumo sacerdote sacrificante? 2 Cor . 5 :14-16 .


215 ficar homem para sempre mas a fim de provar a sua integridade a Deus aqui em baixo e então sacrificá-la para o benefício eterno do homem . Por isso êle não trouxe sacrifícios animais a Deus para fazer expiação pelos pecados da humanidade . Êle veio para oferecer-se a si mesmo como sacrifício, depondo a sua natureza humana perfeita e seu direito à vida . Disse êle "Sacrifício e offerta não quizeste, mas corpo me formaste ." E segundo a vontade de Deus seus seguidores são "santificados pela offerta do corpo de Jesus Christo feita uma vez para sempre ." (Hebreus 10 :5-10) Jesus tornou-se assim, no seu batismo, sacerdote sacrificial, conforme representado ou tipificado pelo sumo sacerdote sacrificial Aarão . 18 Torna-se claro, portanto, que, por ocasião do batismo de Jesus, êle foi gerado do espírito de Deus, o mesmo espírito que veio sôbre Maria quando êle foi concebido no seu ventre . 0 batizado Jesus foi assim gerado ou produzido como "nova criatura" com esperanças espirituais ou celestiais . Êste fato se atesta ou prova pela voz de Deus desde o céu, conforme João Batista a ouviu : "Este é o meu Filho dilecto, em quem me agrado ." Naquele instante a "mulher" ou organização universal celestial de Deus deu à luz à Semente a quem Satanás odeia . 11 Foi êste Filho recém-gerado, esta "nova criatura", que foi ungido com o espírito de Deus . Foi esta a nova criatura que, depois do sacrifício completo da sua carne circuncisa, entraria no domínio celestial do reino . "Porque em Cristo O REI ESTÁ PRÓXIMO !

15 . Em razão de que era Jesus uma "nova criatura ." na sua unção e como atestou Deus então riste fato? Mat . 3 : 16,17. 16 . Como tinha Jesus de entrar no Reino, e por isso, que ato de Deus para com êle era necessário? 2 Cor . 5 : 17 .


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 216 Jesus nem a circuncisão nem a incircuncisão tem virtude alguma, mas sim o ser uma nova criatura." (Lucas 2 : 21 ; Gálatas 6 : 15, Almeida) Relativamente a êste gerar de Jesus para ser uma nova criatura está escrito : "Ninguem arroga para si esta honra, senão quando é chamado por Deus, como Lambem foi Aarão. Assim Lambem Christo não se exaltou a si mesmo para ser feito summo sacerdote, mas aquelle que lhe disse : Tu és meu Filho, hoje eu te gerei." (Hebreus 5 : 4, 5) Falava-se dêle relativo a Deus o Pai como "o teu santo Filho Jesus, que tu ungiste" . -Atos 4 : 27, Almeida . '7 Fôra Jesus ungido para começar a reinar imediatamente como Rei ? Era essa a vontade do grande Teócrata que o ungira? Êste tornou-se o desejo egoísta do povo comum em favor de quem Jesus fêz tantos milagres por meio daquele poder que assistiu à sua unção, mas Jesus sabia que não era da vontade de Deus . "Percebendo Jesus que elles estavam para vir e levai-o á força, afim de constituü-o rei, retirou-se novamente para o monte, elle só." Esta tentação de começar a reinar antes do tempo estabelecido de Deus não encontrou maior sucesso do que a tentação no monte quando Satanás o Diabo mostrou-lhe os reinos dêste mundo e a sua glória e os ofereceu a Jesus para comprar a sua adoração . (João 6 : 15 ; Mateus 4 : 8-10) Como, pois, poderia alguém, pretendendo ser um seguidor de Jesus e inferior a êle, aceitar um reino terrestre das mãos de outro? Jesus bem sabia que o Reino não era govêrno terrestre e que se tinha de fazer certo trabalho antes de seu estabelecimento . 17. Que desejo egoísta mostrou o povo para com Jesus, por que os tratou êle assim como o fêz? João 1 8 :36 .


217 "Durante os quarenta dias que passou no deserto depois da sua unção, Jesus, com os céus ou coisas celestiais abertas aos seus olhos do entendimento, determinou o que devia fazer na terra . 0 que devia fazer demonstrou êle quando deu testemunho ao legislador judeu Nicodemos acêrca do reino de Deus. (João 3 : 1-24) Também demonstrou sua missão na fonte em Samaria, quando a mulher samaritana lhe disse : "Eu sei, respondeu a mulher, que vem o Messias (que se chama Christo) ; quando elle vier, annuncfar-nos-á todas as coisas" ; e Jesus lhe disse : "Eu o sou, eu que falo comtigo ." E os samaritanos, ao ouvi-lo, disseram : "Nós mesmos o temos ouvido, e sabemos que este é verdadeiramente o Cristo, o Salvador do mundo." (João 4 :1-30 ; e 4 : 39-43, Almeida) Seguiu-se então o encarceramento do precursor de Jesus, João Batista, que proclamara : "Arrependei-vos, porque está proximo o reino dos céus ." Tendo passado por Samaria e chegado de novo à Galiléia, Jesus desenvolveu sua proclamação do Reino . "E depois que João foi entregue à prisão, veio Jesus para a Galiléia, pregando o Evangelho do reino de Deus, e dizendo : 0 tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo . Arrependei-vos, e crede no Evangelho." "Desde esse tempo começou Jesus a prégar e a dizer : Arrependei-vos, porque está proximo o reino dos céos ."-Marcos 1 :14,15, Almeida ; Mateus 4 :17 ; Lucas 4 :14, 15. 1s Que Jesus fêz fielmente aquilo para o qual fôra ungido ou comissionado, êle mesmo expressamente tornou público durante esta viagem de O REI ESTA PRóxIMO !

18. Pelos seus atos até o encarceramento de João, como mostrou Jesus que êle compreendera sua missão verdadeira e estava determinado a cumpri-la? Luc. 4: 43 . 19. Onde e como expôs Jesus qual era o seu trabalho enquanto na terra, para o qual fôra principalmente ungido? João 18 : 37 .


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 21$ pregação á Galiléia . Expôs ali que o seu trabalho principal na terra era ser testemunha do reino de Jeová Deus e assim vindicar o nome e a palavra de Jeová. "E, chegando a Nazaré, onde fora criado, entrou num dia de sábado, segundo o seu costume, na sinagoga, e levantou-se para ler. E foi-lhe dado o livro do profeta Isaías ; e, quando abriu o livro, achou o lugar em que estava escrito : 0 Espírito do Senhor [Jeová] é sobre mim,

pois que me ungiu para evangelizar os pobres, entrou-me a curar os quebrantados de coração, a apregoar liberdade aos cativos, e dar vista aos cegos ; a pôr em liberdade os oprimidos ; a anunciar o ano aceitavel do Senhor ." As palavras que

Jesus citou aqui se acham em Isaías 61 :1, 2. Se Jesus leu a tradução grega da Bíblia ou o original hebraico nao se sabe com certeza, mas a evidência é que Jesus, da Galiléia das nações, podia falar tanto o grego como o hebraico . "E cerrando o livro, e tornando-o a dar ao ministro, assentuo-se ; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos nele . Então começou a dizer-lhes : Hoje se cumpriu esta escritura em vossos ouvidos ." (Lucas 4 :16-21, Almeida) Êle queria dizer que esta profecia da unção se cumpria nêle e que êle era e é o Cristo ou Messias. 20 Quando sua assistência retrucou a este anúncio com palavras de dúvida : "Não é este o filho de José", Jesus os avisou de que "nenhum propheta é acceito na sua terra". Ilustrou então isto referindo-se aos casos dos profetas Elias e Eliseu . Sentindo-se condenados pelas suas palavras, seus conterrâneos trataram então de fazer a vontade de Satanás, a Serpente, e ferir o calca-

20. Como tentou Satanás ali ferir o calcanhar da Semente da "mulher" sem consegui-lo? Mar. 6 : 1-6.


219 nhar da Semente da "mulher" de Deus por apedrejá-lo até a morte. "Mas Jesus, passando pelo meio delles, seguiu o seu caminho", e continuou a pregar . 11 Entrementes os discípulos que deixaram João Batista e se haviam juntado a Cristo retornaram, pelo menos em parte do tempo, às suas ocupações terrestres de antes . Jesus, por outro lado, sabia que "o tempo está cumprido, e o reino de Deus está proximo", e por isso, era tempo de incrementar a proclamação do Reino e de trazer mais proclamadores para a obra como seus ajudantes. "Apertado pela multidão que ouvia a palavra de Deus, achava-se Jesus na praia do lago de Gennesareth [o mar de Tiberíades ou da Galiléia], e viu duas barcas junto à terra ; mas os pescadores, havendo desembarcado, lavavam as redes. Entrando em uma das barcas, que era de Simão, pediu-lhe que a afastasse um pouco da terra ; e sentando-se na barca, dalli ensinava a multidão . Quando acabou de falar, disse a Simão : Faze-te ao largo, e lançae vossas redes para a pesca. Disse Simão : Senhor, tendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos ; porém sobre tua palavra lançarei as redes . 11 "Feito isto, apanharam uma grande quantidade de peixe ; e as redes rompiam-se . Acenaram aos seus companheiros que estavam na outra barca, para virem ajudai-os ; elles vieram e encheram ambas as barcas, a ponto de começarem ellas a afundar . Mas vendo isto, Simão Pedro cahiu aos pés de Jesus, dizendo : Retira-te de mim, Senhor, porque sou um homem peccador . Pois à O REI ESTÁ PRóXIMO !

21. Como prosseguiu Jesus agora a chamar mais publicadores do Reino e por quê? Mat. 9 :36-38 . 22 Que milagre fez Jesus então e com que efeito sõbre os que iam ser chamados? Mat . 14 : 33 .


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 220 vista da pesca que haviam feito, a admiração apoderou-se de Pedro e de todos os seus companheiros, bem como de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram sócios de Simão. 23 "Disse Jesus a Simão : Não temas ; de ora em deante serás pescador de homens . Elles, levadas as barcas para a terra, deixando tudo, seguiram-n-o ." (Lucas 5 : 1-11) Os quatro que ali deixaram o negócio de pescaria, os irmãos Simão Pedro e André, e os irmãos Tiago e João, seguiram a Jesus daí em diante até o fim do seu ministério de pregação, para se tornarem `.pescadores de homens". (Mateus 4 :18-22 ; Marcos 1 :16-20) Mais tarde, ao progredir seu trabalho, Jesus chamou outros homens para seguí-lo exclusivamente todo o tempo . No ocasião oportuna, enquanto se achava ainda na Galiléia, organizou-os para o trabalho de testemunho . "E subiu ao monte, e chamou para si os que ele quis ; e vieram a ele . E nomeou doze para que estivessem com ele e os mandasse a pregar ; e para que tivessem o poder de curar as enfermidades e expulsar os demonios : a Simão, a quem pôs o nome de Pedro, e a Tiago, filho de Zebedeu, e a João, irmão de Tiago, aos quais pôs o nome de Boanerges [hebraico : B'nei Rogez], que signi fica : Filho do trovão ; e a André, e a Filipe, e a Bartolomeu, e a Mateus, e a Tomé, e a Tiago, filho de Alfeu, e a Tadeu, e a Simão, o cananeu, e a Judas Iscariotes, o que o entregou."-Marcos 3 : 13-19, Almeida ; Lucas 6 : 12-16 . " 0 discurso de Jesus ao povo reunido no 23. (a) Em que têrmos se expressou então o convite e quem respondeu? (b) Quem mais foi então chamado e para que foram organizados? Mat . 13 : 47, 48 . 24. Durante o discurso de Jesus no monte, que tornou claro sáre a participação no Reino e que bemaventurança expressou? Luc . 6 :20-23.


221 monte veio em seguida . Nêle esclareceu que haveria outros que se-lhe juntariam no "reino dos céus" e mostrou o requisito para ganhar êste privilégio . Citou muitas bem-aventuranças, tais como : "Bemaventurados os humildes de espirito, porque delles é o reino dos céos . . . . Bemaventurados os que tem sido perseguidos por causa da justiça, porque delles é o reino dos céus . Bemaventurados sois, quando vos injuriarem, vos perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa . Alegrae-vos e exultae, porque é grande o vosso galardão nos céos ; pois assim perseguiram aos prophetas que existiram antes de vós ."-Mateus 5 : 1-12 . zB Disse-lhes então que a coisa principal em tôdas as suas orações devia ser a vindicação do nome de Jeová pelo estabelecimento do "reino dos céus" . Ensinou-os : "Pae nosso que estás nos céos ; santificado seja o teu nome ; venha o teu reino ; seja feita a tua vontade, assim na terra, como no céo. 0 pão nosso de cada dia nos dá hoje ; e perdoa-nos as nossas dividas, assim como nós tambem temos perdoado aos nossos devedores ; não nos deixes cahir em tentação, mas livra-nos do mal" . Em harmonia com esta oração deviam fazer do serviço dêste reino a preocupação principal das suas vidas . Não precisariam preocupar-se pelas coisas materiais passageiras ou procurá-las . Estas coisas Deus forneceria aos seus fiéis servos sem falta . "Mas buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas :' 26 Jesus disse depois que muitos religiosos a O REI ESTÁ PRóXIMO !

25. Que declarou Jesus devia ser o principal na oração? e como se pode demonstrar a harmonia duma pessoa com tal oração? Luc . 11 : 1, 2. 26. Por que, pelo mero chamar a Jesus de "Senhor", não ganharão os religiosos o reino? Mat . 25 :11, 12, 44. 45.


"ESTA PRóXIMO O REINO" 222 êle se dirigiriam como "Senhor" e fariam muitas obras aparentemente caridosas às quais ligariam presunçosamente o nome de "Cristo" ou de "Jesus," mas que seriam hipócritas e não ganhariam o Reino . "Nem todo o que me diz : Senhor, Senhor, entrará no reino dos céos, mas aquelle que faz a vontade de meu Pae que está nos céos. Naquelle dia muitos hão de dizer-me : Senhor, Senhor, não prophetizámos em teu nome, e em teu nome não expellimos demonios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi claramente : Nunca vos conheci ; apartae-vos de mim, os que praticams a iniquidade ." Sábios são aquêles que dão ouvidos às palavras de Jesus e as praticam . Tolos são os que ouvem mas nada fazem e que portanto sofrerão desastre.-Mateus, capítulos 5 a 7 ; também Almeida. " Depois disso, para impressionar mais profundamente a importância do Reino bem como de reter as suas verdades dos tolos e egoístas, Jesus contou muitas parábolas ou ilustrações do Reino baseadas na vida real . Perguntado por que fazia isto, êle tornou claro que o seu propósito não era converter o mundo antes de estabelecer o Reino . Disse êle aos seus discípulos obedientes : "porque a vós vos é dado conhecer os mysterios do reino dos céos, mas a elles não lhes é isso dado. . . . Por isso lhes falo em parabolas, porque vendo, não vêem ; e ouvindo, não ouvem, nem entendem. Nelles se está cumprindo a prophecia de Isaias, . . . Mas ditosos são os vossos olhos, porque vêem ; e os vossos ouvidos, porque ouvem. Pois em verdade vos digo que muitos prophetas e justos desejaram ver o que vêdes, e 27 . Por que usou Jesus parábolas ao acentuar o reino? e de que modo mostrou se os homens justos da antigüidade seriam membros do mesmo? Atos 2 ;29,34.


223 não no viram ; e ouvir o que ouvis, e não no ouviram ." (Mateus 13 : 3,10-17) Assim êle indicou que êsses profetas e homens justos não seriam membros do "reino dos céus", mas favorecidos do outro modo com vida eterna na terra sob o Reino . Por isso, aquêles no Reino seriam mais altos e maiores do que êstes favorecidos na terra . Êste é o sentido das palavras de Jesus relativas a João Batista : "Em verdade vos digo que, entre os que de mulher tem nascido, não apareceu alguem maior do que João Batista ; mas aquele que é o menor no reino dos céus é maior do que ele . E, desde os dias de João Batista até agora, se faz violencia ao reino dos céus, e pela força se apoderam dele . Porque todos os profetas e a lei profetizaram até João:'-Mateus 11 :11-13, Almeida. O REI ESTA PRóXIMO !

TRABALHANDO COMO PIONEIRO DE CASA EM CASA "

Jesus era a testemunha principal de Jeová pelo Reino e foi o pregador mais fiel e exemplar dêste . Para educar o povo gratìiitamente acêrca do Reino, ia Jesus como pioneiro diretamente ao povo com a mensagem . Nada de construir templo ou catedral custosa, nem bimbalhar sinos para que o povo viesse ouvi-lo pregar ; nada disso fêz êle ! 0 registo do seu ministério diz : "Logo depois andava Jesus pelas cidades e aldeias, prégando e annunciando as boas novas do reino de Deus, e iam com elle os doze ." (Lucas 8 :1) Além de ir às sinagogas públicas onde o povo se reunia, foi aos lares do povo . Criou interêsse pela mensagem do Reino em seus lares . Fêz revisitas ou visitou de novo as famílias . Nos quatro rela28. Quem era a testemunha principal de Jeováã para o Reino? onde e de que maneira efetuou êle a obra educacional de ensinar a verdade do Reino? Atos 20 : 20 .


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 224 tos da sua vida segundo Mateus, Marcos, Lucas • João, que perfazem ao todo 89 capítulos, as palavras casa e lar ocorrem mais de 130 vêzes ; • a vasta maioria dêstes casos refere-se às habitações do povo comum que Jesus visitava para pregar e dar instruções sôbre o Reino . Verifique o leitor tôdas estas palavras numa concordância bíblica . 28 Jesus disse aos discípulos que seguissem seu exemplo na maneira de pregar . Em certa ocasião lhes disse : "A seara, na verdade, é grande, mas os trabalhadores são poucos ; rogae, pois, ao Senhor [Jeová] da seara, que envie trabalhadores para a sua seara ." Jesus enviou então seus próprios discípulos íntimos, os doze apóstolos, de aldeia em aldeia e de casa em casa . Jesus não foi êle mesmo aos pagãos para converter • mundo, nem a êles enviou seus discípulos . Enviou-os ao povo pactuado de Deus . Disse êle "Não ireis aos gentios nem entrareis nas cidades dos Samaritanos ; mas ide antes às ovelhas perdidas da casa de Israel . Pondo-vos a caminho, prégae que estáá proximo o reino dos céos . . . . Em qualquer cidade ou aldeia em que entrardes, indagae quem nela é digno ; e ahi ficae até vos retirardes. Ao entrardes na casa, saudae-a ; se 29 . Que instrução deu Jesus aos seus doze apóstolos concernente ã maneira de pregar, e, depois de enviá-los, que fez êle mesmo? Luc . 9 : 1-6.


O REI ESTA PRÓXIMO!

225

ella for digna, desça sobre ella a vossa paz ; mas se não for, torne para vós a vossa paz . Se alguem não vos receber, nem ouvir as vossas palavras, ao sahirdes daquella casa ou daquella cidade, sacudi o pó dos vossos pés. . . . O que vos digo ás escuras, dizei-o ás claras ; e o que se vos diz ao ouvido, proclamae-o dos eirados ." Imediatamente após enviar os doze apóstolos nessa atividade pregadora como pioneiros, êle mesmo "partiu dalli a ensinar e a prégar nas cidades delles".-Mateus 10 :1-42 ; 11 :1. 30 Mais tarde Jesus ampliou e apressou a obra de testemunho de casa em casa para fazer ainda reais publicadores do Reino . "Depois disto o Senhor designou outros setenta, e enviou-os de dois em dois adeante de si a todas as cidades e logares, aonde elle estava para ir. Disse-lhes . . . Em qualquer casa em que entrardes, dizei pri30. Como expandiu e apressou Jesus a obra, e que instrução deu êle concordemente? Mat. 23 :34 .


2 26

"ESTA PRóXIMO O REINO"

meiro : Paz seja nesta casa. Se alli houver algum filho da paz, repousará sobre elle a vossa paz ; e se não houver, ella tornará para vós . Permanecei naquella mesma casa, comendo e bebendo o que vos offerecerem ; pois digno é o trabalhador do seu salario . Não vos mudeis de casa em casa [para comer e beber coisas materiais] . Em qualquer cidade em que entrardes, e vos receberem, comei o que vos offerecerem ; curae os enfermos que nella houver, e dizei : Está proximo a vós o reino de Deus . Mas na cidade em que entrardes, e não vos receberem sahindo pelas suas ruas, dizei : Até o pó que da vossa cidade se nos pegou aos pés, sacudimos contra vós ; todavia sabei que está proximo o reino de Deus." Disse então Jesus : "Quem vos ouve, a mim me ouve ; quem vos rejeita, a mim me rejeita ; e quem me rejeita, rejeita aquelle que me enviou ."-Lucas 10 : 1-16 . 11 Alguns perguntarão : Não estavam êstes publicadores enganados ao pregar "Está próximo o reino dos céus", visto que Jesus não estabeleceu então ali o reino começando a reinar? Não ; êles estavam certos. Em que base? Nesta : Reino não significa apenas uma monarquia ou um govêrno em ação, cujo chefe seja um rei. Pode significar também aquêle que tem a dignidade, qualidade, atributos e autoridade dum rei. E se êste tiver outros associados consigo na dignidade real, êstes estariam incluídos no têrmo reino . 0 govêrno do Reino não precisava ser pôsto em operação ativa no dia de Jesus para estar próximo ou ter-se aproximado . 0 pró31 . Por que não estavam enganadas as testemunhas de Jeová ao anunciarem então que "está próximo o reino dos céus" quando Jesus não começara naquele tempo a reinar como Rei? Mar. 11 : 7 -11, Roth .


227 prio Jesus, aquêle "a quem pertence o direito" para reinar de acôrdo com o pacto do reino e que fôra ungido por Deus para ser Rei, estava presente . Por causa dêste fato, o reino de Deus ou reino dos céus estava próximo ; de fato, estava presente . Além disso, quando os enviados ou delegados do Senhor saíam pregando o Reino como estando próximo, saíam como seus representantes, pela sua autoridade e com a sua mensagem e êles mesmos eram candidatos a membros do Reino junto com êles . Quem quer que rejeitasse a mensagem dêles rejeitava o Rei que os enviara . " Dêste ponto de vista devem-se entender as palavras de Jesus aos seus inimigos, os fariseus religiosos, aos quais Jesus certa vez disse : "Vós tendes por pai ao diabo ." "Tendo os phariseus perguntado a Jesus quando viria o reino de Deus, elle respondeu : 0 reino de Deus não vem visivelmente, nem dirão : Eil-o aqui ! ou : Eil-o acolá! porque o reino Deus está no meio de vós ." (Lucas 17 : 20, 21) Outra tradução autorizada das palavras de Jesus diz : "0 Reino de Deus não vem com inspecção curiosa . Nem dirão Eil-o aqui, ou, Eil-o alli : Porque o Reino de Deus, eil-o dentro de vós ." (Versão Trinitária ; também The Emphasised Bible de Rotherham) Ainda outra tradução autorizada reza : "0 reino de Deus não vem com aparência exterior ; nem dirão, `Eil-o aqui ! ou ali ! pois, eis que a majestade real está entre vós."(The Emphatic Diaglott [em inglês] ) 0 Rei a quem Deus ungiu devia ser reconhecido e identificado, não por uma porção de adornos faustosos e outra notável aparência exterior, O REI ESTÁ PRóXIMO !

32. Ao responder aos fariseus descrentes que declarou Jesus provando que `estava próximo o reino' e por que era verdadeira esta declaração? João 1 : 37 .


228

"ESTÁ PRóXIMO O REINO"

mas pelas suas palavras e obras . Nem foi êle guardado em segrêdo no templo ou em outro lugar por mêdo das potências políticas gentias, assim como o foi Joás durante o reinado da sanguinária rainha Atália em Jerusalém . Ao contrário, Êle estava aqui em pessoa, abertamente no meio dos seus inimigos pregando "Está próximo o reino dos céus", sem consideração pelo governador Pôncio Pilatos, o rei Herodes Antipas, ou o imperador Tibério César . " Viriam, porém, os dias em que o Rei não estaria no meio dêles na terra. "Então disse aos discípulos : Virá tempo em que desejareis ver um dos dias do Filho do Homem, e não o vereis . Dir-vos-ão : Eil-o acolá ! Eil-o aqui ! não vades nem os sigaes ; pois assim como o relampago, fuzilando em uma extremidade do céo, brilha até a outra, assim será no seu dia o Filho do homem. Mas é necessario primeiro que elle padeça muitas cousas e que seja rejeitado por esta geração." (Lucas 17 : 22-25) Naquele intervalo de ausência a mensagem "Está próximo o reino dos céus" ficaria silenciosa . 34 Certa vez, quando Jesus curou um menino que estava cego, mudo e possesso de demônios ou espíritos imundos, o povo disse : "É este porventura, o filho de DavidV' Ouvindo isto, os chefes religiosos tentaram cegar o povo quanto ao fato de que o Rei, o herdeiro legítimo de Davi, estava no seu meio. "Mas os phariseus, ouvindo isto, disseram : Este não expelle os demonios senão por Beelzebul, chefe dos demonios . Jesus, porém, 33 . Quando e por que, não seria anunciada a mensagem : "Está próximo o reino dos céus"? Mar. 2 : 19, 20 . 34. Quando falsamente acusado por expulsar demônios, como tornou Jesus ainda mais claro aos fariseus que o Reino estava próximo" 2 Cor. 4 : 2-4 ; Núm. 23 : 21 .


229 conhecendo-lhes os pensamentos, disse : Todo o reino dividido contra si mesmo será desolado, e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá. Se Satanaz expelle a Satanaz, está dividido contra si mesmo ; como, então subsistirá o seu reino? Se eu expulso os demonios por Beelzebul, por quem os expellem vossos filhos? por isso elles mesmos serão os vossos juizes. Mas se pelo espirito de Deus eu expulso os demonios, logo é chegado a vós o reino de Deus . . . . A rainha do sul se levantará no juizo juntamente com esta geração, e a condemnará, porque veiu dos confins da terra para ouvir a sabedoria [do rei] Salomão ; e aqui está quem é maior do que Salomão ."-Mateus 12 : 22-42 ; Lucas 11 : 14-31 . " Realmente, quão próximo estava o Rei ! 0 Messias, o Príncipe chegara, mas não da maneira que a falsa religião o desejava . A sua presença se distinguia pela pregação das boas novas do Reino feita por êle mesmo e seus discípulos, de cidade em cidade e de casa em casa . O REI ESTÁ PRôXIMO !

35 . Quando o Rei estava próximo, como se distinguia a sua presença? Luc . 19 : 38-40 .


CAPÍTULO XV FERINDO 0 CALCANHAR DO REI

da Serpente seguia continuaASEMENTE mente os passos do Rei ungido de Deus,

Jesus Cristo, a predita Semente da "mulher" . No Éden, Jeová Deus dissera que a Serpente feriria o calcanhar da Servente da mulher . Por isso a Serpente e sua semente sibilavam inimizade contra êle . Arreganhavam suas presas prontas a injetar o veneno da morte em sua vítima. Seus olhos fosforescentes brilhavam com malícia prontos a feri-lo mortalmente mesmo por uma inocente palavra . A organização dragontina do Diabo nos céus sustentava sua sexta "cabeça" coroada, a saber, o endemoninhado "príncipe de Roma", pronta a, com o chifre afiado do poder, traspassar de morte qualquer desafiante ao poder de Satanás . Os demônios que obsedavam homens e mulheres gritaram a Jesus : "Deixa-nos! que temos nós comtigo, Jesus Nazareno? vieste a perder-nos? Bem sei quem és, és o Santo de Deus ." E ao serem expulsos de suas vítimas, sua inimizade para com Jesus absolutamente não diminuía .-Lucas 4 : 33-36 ; 8 : 2, 27-33 ; Mateus 8 : 28-32 . 2 Os chefes religiosos se opunham à mensagem do Reino, e Jesus lhes disse : "Ai de vós, Escribas e Phariseus hypocritas ! porque fechaes aos homens o reino dos céos ; pois nem vós entraes, 1 . Como demonstraram a Serpente e sua semente invisível seu ódio pela semente da "mulher" e por quê? Gên . 3 : 15 . 2 . A quem na terra identificou Jesus como sendo da semente da Serpente e que aviso lhes deu? João 8 :44. 230


231 nem deixaes entrar os que estão entrando . . . . Serpentes, raça de víboras i Como escapareis da condemnação da Gehena ?" (Mateus 23 : 13, 33) Até entre os doze discípulos a grande Serpente introduziu um dos de sua semente e se aninhou no coração dêle . Referindo-se a êste, Jesus disse aos seus apóstolos : "Não vos escolhi eu a vós os doze? comtudo um de vós é um demonio ." "Falava de Judas, filho de Simão Iscariotes ; porque era elle o que o havia de trahir, sendo um dos doze ."-João 6 : 70, 71 ; 13 : 2, 27 ; Lucas 22 : 3. 'Chegou o tempo em que Jesus começou a dizer a seus apóstolos em particular que êle sofreria a morte por instigação de Satanás e sua semente . Isto ocorreu depois que os apóstolos haviam chegado à firme convicção de que Jesus é "o Christo, o Filho do Deus vivo' . Naturalmente, esperavam naquele tempo que o Reino fôsse estabelecido em breve e que tôda a oposição seria vencida . (Lucas 19 : 11) "Então começou a ensinar-lhes que era necessario que o Filho do homem padecesse muitas cousas, que fosse rejeitado pelos anciãos, pelos principaes sacerdotes e pelos escribas, que fosse morto e que depois de tres dias resuscitasse . Isto dizia claramente . Pedro, chamando-o á parte, começou a admoestál-o [dizendo : Deus tal não permitta, Senhor ; isso de modo algum te acontecerá] . Mas Jesus, virando-se e olhando para seus discipulos, reprehendeu a Pedro e disse : Sae de deante de mim, Satanaz, porque não cuidas das cousas de Deus, mas sim das dos homens . Chamando a si a multidão com seus discipulos, disse-lhes ; Se FERINDO O CALCANHAR DO REI

3. De que modo preparou Jesus os seus discípulos, para o ferir da semente e por que era necessário que fizesse isso? Correspondentemente que se requeria daqueles que desejassem participar do seu reino? João 15 : 18-25 .


"ESTA PRóXIMO O REINO" 232 alguem que vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua [estaca, stauros (no grego)] e siga-me. Pois quem quizer salvar a sua vida, perdel-a-á ; e quem perder a sua vida por amor de mim e do Evangelho, salvai-a-á." (Marcos 8 : 31-37 ; Mateus 16 :21-26) Os que desejam participar com êle do pacto para o Reino devem, assim como seu Rei dos reis, sofrer uma morte sacrificial por causa dêle e no serviço do evangelho do Reino . 4 A negligência de alguém em pregar as boas novas do Reino e de Cristo seu Rei equivale a sua rejeição para qualquer lugar com Êle no govêrno teocrático . Quanto a isto, disse Jesus : "Se alguem nesta geração adultera e peccadora se envergonhar de mim e das minhas palavras, tambem delle se envergonhará o Filho do homem quando vier na gloria de seu Pae com os santos anjos ." A seguir Jesus disse : "Alguns dos que estão aqui, de maneira nenhuma morrerão, emquanto não virem já chegado o reino de Deus com poder" ; "até que vejam o Filho do homem vir no seu reino ."-Marcos 8 :38 ; 9 :1 ; Mateus 16 :27, 28 . 5 Uma semana mais tarde esta profecia teve um cumprimento simbólico, apontando dezenove séculos à frente, para um cumprimento real a um pequeno restante fiel . "Quasi oito dias depois destas palavras, tomou consigo a Pedro, a João e a Tiago, e subiu ao monte a orar . E, estando ele orando, transfigurou-se a aparencia do seu rosto, e o seu vestido ficou branco e mui resplan4 . A falha em pregar as boas novas do Reino e de confessar o seu Rei resulta em quê? 2 Tim. 2 : 12 . 5. As palavras de Jesus que 'alguns não morreriam até que vissem o Filho do homem vir no seu reino' tiveram que cumprimento simbólico? Mat. 17 :1-8.


233 descente. E eis que estavam falando com ele dois varões, que eram Moisés e Elias, os quais apareceram com gloria, e falavam da sua morte, a qual havia de cumprir-se em Jerusalém . E Pedro e os que estavam com ele estavam carregados de sono ; e, quando despertaram, viram a sua gloria e aqueles dois varões que estavam com ele . E aconteceu que, quando aqueles se apartaram dele, disse Pedro a Jesus : Mestre, bom é que estejamos aqui, e façamos três tendas : uma para ti, uma para Moisés, e uma para Elias ; não sabendo o que dizia . E, dizendo ele isto, veio uma nuvem, que os cobriu com a sua sombra ; e, entrando eles na nuvem, temeram . E saiu da nuvem uma voz que dizia : Este é o meu amado Filho ; a ele ouvi. E, tendo soado aquela voz, Jesus foi achado só ." --Lucas 9 :28-36, Almeida ; 2 Pedro 1 :16-18. O Moisés e o Elias que os três discípulos viram eram visionários . Não eram homens de carne e sangue ressuscitados dos mortos, nem Moisés e Elias descidos dos céus . Moisés e Elias estavam mortos . Jesus disse que nenhum dêles era maior que João Batista, e que até o menor no reino dos céus era maior do que João e por isso maior também que Moisés e Elias . Depois que o próprio Jesus subira ao céu, o apóstolo Pedro, que era um dos que presenciaram a transfiguração de Jesus, disse do rei Davi : "David não subiu aos céos," mas "elle morreu e foi sepultado". Portanto, Moisés e Elias se achavam na mesma condição de Davi . Além disso, enquanto Jesus e êsses três discípulos "desciam do monte, ordenou-lhes Jesus : A ninguém conteis esta FERINDO O CALCANHAR DO REI

6. (a) Por que não eram o Moisés e o Elias que os discípulos viram homens russuscitados de carne e sangue nem pessoas que desceram do céu? Mat . 11 : 11 . (b) Que cumprimento em miniatura profetizou Malaquias concernente à vinda de Elias? Luc. 1 : 13-17.


234

"ESTA PRóXIMO O REINO"

até que o Filho do homem ressuscite dentre os mortos" . Êle prosseguiu a dizer que o Elias acêrca do qual Malaquias profetizara que viria, não era o Elias da visão, mas sim João Batista, num cumprimento primário ou em miniatura da profecia de Malaquias .-Mateus 17 9-13 ; Atos 2 : 29, 34 ; 12 : 9. 'Por que, então apareceram êstes profetas na visão? Para retratar que Jesus Cristo na glória do Reino é o profeta semelhante a Moisés a quem Jeová, conforme disse, suscitaria para o seu povo pactuado, e a quem êstes discípulos tinham de escutar e obedecer, pois, do contrário, seriam destruídos . (0 próprio Pedro confessou êste fato em Atos 3 : 20-23) Era para retratar também que Jesus na sua vinda ao seu reino faria uma obra destruidora contra o demonismo como Elias o fizera nos dias da rainha Jezabel . Essa obra o rei Jesus Cristo efetuaria por meio dos seus seguidores que então estariam na terra. Foi prefigurada pela obra de Elias mas é maior do que a dêle e maior do que a que João Batista fizera como um primeiro cumprimento de Elias .-Atos 7 : 37 ; Malaquias 4 : 5, 6 ; Mateus 17 : 12. 'Depois disso, na última viagem a Jerusalém, Jesus disse aos fariseus que o reino de Deus, representado em Jesus, estava entre êles . Ao aproximar-se Jesus de Jerusalém veio-lhe ao encontro a espôsa de Zebedeu com os seus dois filhos, Tiago e João, e pediu-lhe : "Manda que estes meus dois filhos se assentem, um á tua direita, e

VISÃO,

T . Por que, então, apareceram êstes profetas na visão? Apo. 2 : 20-22 . 8. (a) Quem, disse Jesus, determina as posições no Reino, e que incidente provocou esta expressão? Heb . 5 :4 . (b) Que mostra isto quanto às pretensões de qualquer pontífice religioso de canonizar "santos"? Luc . 16 :15 .


235 outro á tua esquerda no teu reino." A isso Jesus objetou : "Não sabeis o que pedis . Podeis beber o calix que eu bebo, ou ser baptizados com o baptismo com que eu sou baptizado?" Êles disseram : "Podemos." Jesus replicou-lhes : "bebereis, na verdade, o calix que eu bebo, e sereis baptizados com o baptismo com que eu sou baptizado ; mas o tomar assento á minha direita ou á minha esquerda, não me pertence concedêl-o ; porém será isso concedido áquelles para quem está destinado" ; isto é, "destinado por meu Pae ." (Marcos 10 :35-40 ; Mateus 20 : 20-23) Isto mostra que é presunção qualquer "pontífice religioso" na Itália pretender canonizar pessoas mortas para serem santos e colocá-las no reino dos céus . Jeová Deus é o Autor do pacto para o Reino, e êle controla o seu cumprimento e determina as posições no Reino . Conforme se acha escrito em I Coríntios 12 :18 : "Mas agora Deus dispoz os membros no corpo cada um delles como lhe aprouve ." 9 Atravessara-se o equinóxio da primavera de 33 E.C . e a lua se achava no quarto crescente quando Jesus alcançou a aldeia de Betânia no Monte das Oliveiras, a leste de Jerusalém . As expectativas do povo a seu respeito eram então bem grandes . Outro cumprimento em miniatura da profecia devia agora ocorrer. Parece que o dia foi o dez de Nisan, dia em que os judeus no Egito estiveram sob as instruções de levar o cordeiro pascoal para dentro das suas moradas reservando-o para a ceia da páscoa no dia 14 do mesmo . Neste dia Jesus enviou os discípulos à FERINDO O CALCANHAR DO REI

9 . Quando e sob que circunstâncias alcançou Jesus a aldeia de Betãnia, a leste de Jerusalém? Êxo . 12 : 3-5 .


"ESTA PRÓXIMO O REINO" 236 frente à procura de um jumentinho para êle montar. 1 ° "Ora isto aconteceu, para se cumprir o que foi dito pelo profeta [Zacarias 9 : 9] : Dizei á filha de Sião : Eis que vem a ti o teu rei, manso e montado em uma jumenta, e em um jumentinho, filho de jumenta . Indo os discipulos, fizeram como Jesus lhes ordenara ; trouxeram a jumenta e o jumentinho, pozeram sobre elles as capas, e fizeram-n-o montar ." Uma grande multidão de pessoas de boa vontade se ajuntou para acompanhá-lo no percurso. "Quando elle jáia chegando á descida do monte das Oliveiras, toda a multidão dos discipulos começou jubilosa a louvar a Deus em altas vozes por todos os milagres que tinha visto, dizendo : Bemdito é o Rei que vem em nome do Senhor ! paz no céo e gloria nas maiores alturas!" Outros que o precediam e que o seguiam gritavam : "Hosanna ao filho de David ! Bemdito aquelle que vem em nome do Senhor! Hosanna nas maiores alturas V'-Mateus 21 :19 ; Lucas 19 : 29-38 ; Salmo 118 : 25, 26. ` Por tal conduta estas pessoas de boa vontade estavam recebendo, em figura, nos seus lares "o Cordeiro de Deus, que tira o peccado do mundo". "Tomaram ramos de palmeiras e sahiram ao seu encontro clamando : Hosanna ! Bemdito o que vem em nome do Senhor ! Bemdito o Rei de Israel!" Os chefes religiosos, porém, estavam profundamente desgostados . "Os phariseus disseram entre si : Vêdes que nada conseguis ; eis 10. Que se deu no dia 10 de Nisan 33 E . C . e que profecia se cumpriu assim? Isa . 62 :11. 11 . (a) Em vez de também saudarem Jesus como Rei e ungi-lo, como reagiram os chefes religiosos a estas expressões de alegria da multidão? Atos 4 :11 . (b) Por que não atendeu Jesus às objeções dêstes chefes mandando cessar os gritos de coroação? Sai. 8 :2 .


237 ahi após elle foi todo o mundo ." (João 12 : 12-19 ) Jesus entrou no átrio do templo, onde, nos dias do reino típico o sumo sacerdote costumava ungir o herdeiro real para reinar, perto dum pilar ou tribuna . (2 Reis 11 :14) Pensavam os regentes religiosos fazer tal coisa com Jesus? Fale o Registo : "No templo cegos e coxos o procuraram, e elle os curou . Mas vendo os principaes sacerdotes e os escribas as maravilhas que elle fez, e os meninos que clamavam no templo : Hosanna ao filho de David, indignaram-se, e perguntaram-lhe : Ouves o que estes estão dizendo?" E alguns dos fariseus disseram : "Mestre, reprehende os teus discípulos ." Jesus deixou que êstes gritos de coroação continuassem, porque isto cumpriu a profecia e foi também profético dos eventos em nosso dia . Êle disse : "Sim ; nunca lestes : Da bocca de pequeninos e creanças de peito tiraste perfeito louvor?" Então acrescentou : "Declaro-vos que, se estes se calarem, as pedras clamarão ."-Mateus 21 :14-16 ; Lucas 19 : 39, 40. 12 Sendo rejeitado, semelhante a uma pedra principal desprezada pelos edificadores do templo, Jesus voltou a Betânia . No dia seguinte retornou a Jerusalém. "Entrando elle no templo, começou a expulsar os que alli vendiam e compravam, e derrubou as mesas dos cambistas, e as cadeiras dos que vendiam as pombas . Não permittiu que ninguem atravessasse o templo, levando qualquer objecto, e ensinava, dizendo Não está escripto que minha casa será chamada casa de oração para todas as nações? mas vós a FERINDO O CALCANHAR DO REI

12. (a) Ao entrar no templo no dia seguinte, que condição encontrou Jesus e que fêz êle? Jer . ? :11 . (b) Que profecia teve assim um cumprimento parcial e quando teria o cumprimento completo? Hab . 2 : 20 .


238 "ESTÁ PRóXIMO O REINO" tendes feito um covil de salteadores . Ouvindo isto os principaes sacerdotes e os escribas, procuravam um modo de lhe tirar a vida ; pois o temiam, porque toda a multidão estava muito admirada do seu ensino ." (Marcos 11 :11-18) A ação de Jesus foi aqui cumprimento parcial da profecia de Malaquias de que o "mensageiro da aliança" viria ao templo para purificá-lo . Aquilo que Jesus fêz ilustrou também como Malaquias 3 : 1-4 se cumpriria finalmente na inteireza em nossa geração . " Todos os judeus fiéis contribuíam com um impôsto para o sustento do templo . (Mateus 17 : 24-27 ; Neemias 10 : 32) Como pagador de impôsto Jesus utilizou os átrios do templo para pregar. Irritados pelas suas atividades educacionais, os principais sacerdotes e anciãos desafiavam sua obra. 14 "Com que autoridade fazes estas coisas? quem te deu tal autoridade i" Jesus não a recebera dos homens ; igualmente João Batista . Se Jesus dissesse que tinha autoridade do céu, os religiosos não o acreditariam nem cessariam de interferir . Êles pensavam que eram os filhos do reino, isto é, os candidatos e estavam certos dum lugar nêle ; mas Jesus rebaixou-lhes a soberbia, dizendo : "Os publicanos e as meretrizes entrarão primeiro do que vós no reino de Deus", por causa de arrependimento e crença . Daí expôs suas intenções assassinas anticristãs contando-lhes a parábola da vinha, cujos trabalhadores mataram o filho e herdeiro do proprietário mas 13 . Por que estava Jesus plenamente no seu direito de tomar tal ação quanto ao templo e pregar nêle? 14. (a) Por que não respondeu Jesus ao desafio dos religioà autoridade para sua pregação e ações? Prov . W 4 quanto . (b) Por meio de que parábola expõs êle suas intenções antieristãs? e que sòmente impediu êstes religiosos de assaltá-lo? Mar . 12 :12 .


239 foram por sua vez destruídos e a vinha arrendada a outros . Jesus aplicou a parábola imediatamente, dizendo : "Nunca lêstes nas Escripturas [Salmo 118 : 22, 23] : A pedra que os edificadoFERINDO O CALCANHAR DO REI

res rejeitaram, essa foi posta como a pedra angular ; isto foi feito pelo Senhor, e é maravilhoso

Portanto vos declaro que o reino de Deus vos será tirado e offerecido a uma nação que dará os fructos delle . 0 que cahir sobre esta pedra, far-se-á em pedaços ; mas aquelle sobre quem ella cahir, será reduzido a pó ." Só o mêdo que êles tinham dos homens de boa vontade para com Jesus é que impedia os principais sacerdotes e fariseus de assaltá-lo .-Mateus 21 : 23-44. " Em seguida vieram os tais renegados judeus políticos, os herodianos . Seus maliciosos esforços no sentido de pôr Jesus em conflito com o estado romano sôbre a questão dos impostos foram prejudicados pelo comentário de Jesus sôbre o denarius ou centavo romano : "Dae, pois, a Cesar o que é de Cesar, e a Deus o que é de Deus". (Mateus 22 : 16-21) Quer dizer, tôdas as leis de César ou leis do estado político deviam ser obedecidas pelos seguidores de Cristo, exceto onde elas tiram ou restringem a obediência ao Deus Altíssimo . Então, os discípulos de Cristo teriam de prestar obediência e serviço a Deus antes que a César ou a quaisquer outros homens . -Atos 5 : 29 ; 4 : 19, 20. " 0 julgamento de Jerusalém estava em pro~ aos nossos olhosY

15 . (a) Como frustrou Jesus a tentativa dos herodianos de apanhá-lo numa armadilha? Mat . 10 : 16. (b) Como se devem entender e aplicar as palavras de Jesus neste particular? Rom. 13 : 1-3. 16. (a) Como tinha Jerusalém fracassado ao ser julgada e que sentença de condenação expressou o Rei sóbre ela? Mat . 12:41,42. (b) De que única maneira podiam os judeus daí em diante discernir o Messias? Rom. 11 : 23 .


"ESTÁ PRóXIMO O REINV' 240 gresso ! A evidência mostrava que ela, representando o povo judaico inteiro sob os seus cabeças religiosos, falhou em discernir e saber que êste era o tempo da visitação de Deus para com ela mediante seu Filho amado . Portanto ela e o seu templo ou casa que levava o nome de Deus estavam condenados . Perante uma grande assistência disse Jesus : "Jerusalém, Jerusalém ! que matas os prophetas e apedrejas os que te são enviados ! quantas vezes quiz eu ajuntar teus filhos, como uma gallinha ajunta os do seu ninho debaixo das suas azas, e tu não o quizeste ! Eis ahi vos é deixada a vossa Casa . Declaro-vos, pois, que desde agora não me vereis mais, até que digaes : Bemdito aquelle que vem em nome do Senhor." (Mateus 23 :37-39 ; Lucas 19 :44) Daí em diante nenhum judeu poderia esperar discernir em Jesus o Messias a menos que o aceitasse e o aclamasse como Aquêle que foi enviado como autoridade da parte de Jeová Deus . 17 Pouco depois Jesus predisse que aquela casa ou templo literal sofreria o mesmo destino de destruição do templo construído por Salomão, devido à sua profanação pelo demonismo . Alguns de seus discípulos perguntaram-lhe em particular : "Declara-nos, quando suecederão estas cousas, e qual o signal da tua vinda e do fim do mundo?" Jesus deu uma profecia de longo alcance que atinge os nossos dias . Êle apontou adiante para aquilo que era prefigurado pela redução do templo em Jerusalém a um montão de cascalho . Que foi? A destruição por Deus, em nossos dias, da organização religiosa de 17 . (a) Em resposta à pergunta dos seus discípulos acêrca de quando se dariam estas coisas, que profecia de longo alcance fêz Jesus? 1 Cor . 10 :11. (b) O cumprimento desta profecia seria uma indicação de que fato e razão para qual modo de proceder? Luc . 17 : 30-33 .


241 âmbito mundial. Tendo citado todos os sinais que apareceriam à nossa vista, Jesus disse, realmente, para nosso benefício hoje "Assim tambem vós, quando virdes acontecer estas cousas, sabei que elle está proximo, ás portas ." "Assim tambem vós, quando virdes acontecerem estas cousas, sabei que está proximo o reino de Deus ."A geração que testemunhasse êstes sinais do Reino êle dirigiu então êste aviso contra o ficar sobrecarregado e preocupado com as coisas dêste mundo, dizendo "Não passará esta geração, sem que tudo se cumpra. Passará o céo e a terra, mas não passarão as minhas palavras ."-Mateus 24 ; Marcos 13 ; Lucas 21. FERINDO O CALCANHAR DO REI

A SERPENTE ATACA

Entrementes, no campo religioso, sob a chefia da Serpente astuta, desenvolvia-se a conspiração para causar a morte de Jesus enquanto ainda estivesse em Jerusalém . Quem vem lá? Êle responde ao nome de Judas Lscariotes . Êle se identifica como um dos próprios discípulos de Jesus . Estava levantando o calcanhar contra o seu próprio Mestre . Veio agora aos religiosos para f azer um trato, o de entregar Jesus nas mãos dêles quando o povo não pudesse interferir. Fecham o negócio com Judas por trinta moedas de prata, o prêço usualmente oferecido para comprar um escravo adulto . Não tomam em consideração Zacarias 11 :12,13 . para ver que sua barganha infame fôra prevista e predita pelo Senhor Deus . Para êles a nefanda oportunidade vem, também, conforme predito, dois dias mais ~8

18. Entrementes, com quem fecharam negócio os conspiradores? Que profecia estavam cumprindo incõnscientemente e quando veio a oportunidade dêles? Sal . 41 :9 .


"ESTÁ PRõXIMO O REINO" 242 tarde, na noite da páscoa, 14 de Nisan, ocasião em que o cordeiro pascoal devia ser abatido em Jerusalém e comido dentro das casas . " O 14 de nisan começou ao pôr do sol e estendeu-se até o próximo pôr do sol. Era lua cheia naquela noite quando Jesus se reuniu com seus discípulos numa sala alta em Jerusalém para celebrar a páscoa conforme ordenado pela lei de Jeová por Moisés. Portanto, a morte do cordeiro que êles comeram precedeu só em algumas horas no mesmo dia a morte do Cordeiro antitípico . Êle é "Cristo, nossa páscoa" . (1 Coríntios 5 : 7, Almeida) Enquanto a ceia da páscoa estava em progresso, Jesus fêz Judas saber que êle sabia dos planos dêle de traí-lo . Então despediu Judas do meio dêles . Tendo-se ido Judas, Jesus agora encerra a ceia da páscoa e inicia uma nova observância para seus discípulos . Por ela revelou-lhes êstes fatos, a saber : Jeová Deus tinha disposto para que êle tivesse um corpo de seguidores que deviam derramar suas vidas em morte sacrificial assim como Jesus o estava fazendo . Desta maneira seriam ajuntados a êle na sua morte . Além disso, a sua própria morte em integridade perfeita para com Deus não só vindicaria o nome de Jeová mas também forneceria um sacrifício pelos pecados dos seus muitos crentes futuros . Seria a base para o estabelecimento dum pacto novo e melhor entre Jeová Deus e os membros do seu corpo. Jesus agiu, assim, como o Mediador maior do que Moisés ao efetivar êste novo concêrto . O Registo das Escrituras reza 19. (a) Como foi possível tanto ao cordeiro pascoal típico como o antitípico serem sacrificados no mesmo dia? Gên . 1 :5 . (b) Na páscoa, Jesus revelou a Judas que tinha conhecimento de que fato? e que revelou adicionalmente aos seus discípulos depois de despedir Judas? João 13 :21-30 .


243 20 "Estando elles comendo, tomou Jesus o pão FERINDO O CALCANHAR DO REI

e, tendo dado graças, partiu-o e deu aos discípulos, dizendo : Tomae e comei ; este é o meu corpo . Tomando o calix, rendeu graças e deu-lh'o, dizendo : Bebei delle todos ; porque este é o meu sangue, o sangue da alliança, que é derramado por muitos para remissão de pescados . Mas digo-vos que desta hora em deante não beberei deste f ructo da videira, até aquelle dia em que o hei de beber novo comvosco no reino de meu Pae ." (Mateus 26 :26-29) Aqui estava a segurança de que, tendo participado fielmente na sua morte, participariam com êle no reino de Deus .-2 Timóteo 2 :11, 12. ` Discutiu-se então o pacto do Reino desta maneira : "Houve também entre êles uma contenda, acêrca de qual dêles seria considerado o maior. E Êle lhes disse : `Os reis das nações exercem domínio sôbre êles ; e os que têm autoridade sôbre êles são chamados Benfeitores . Mas vós não deveis ser assim ; porém o maior dentre vós torne-se como o menor, e o governador como aquele que serve . Pois quem é maior, aquele que se reclina, ou aquele que serve 7 Não é aquele que se reclina 1 mas eu estou entre vós como o que serve . E vós sois os que tendes permanecido comigo nas minhas provas . E eu pactuo para vós, assim como meu Pai pactuou para mim, um reino, para que possais comer e beber à minha mesa no meu reino, e sentar-vos sôbre tronos, julgando as doze tribos de Israel." (Lucas 22 : 24-30, The Emphatic Diaglott) Esta expres20. Ao instituir a nova observância, que disse Jesus, e que certeza deu assim aos seus discípulos? 1 Cor . 10 : 16, 17. 21 . (a) Que regra estabeleceu Jesus acêrca de quem seria o maior no Reino? Mat . 18 :1-4 . (b) Que certeza deu Jesus aos seus discípulos de que estariam com êle no pacto para o Reino e participariam também no próprio Reino? Apo . 3 :21 .


"ESTA PRóXIMO O REINO" 244 são podia ligar-se nas mentes dos discípulos às palavras anteriores dêle : "Buscai antes o reino de Deus, e todas estas coisas vos serão acrescentadas . Não temas, ó pequeno rebanho, porque a vosso Pai agradou dar-vos o reino ." (Lucas 12 : 31, 32, Almeida) Isto foi uma garantia clara de que Jesus não estaria sòzinho no pacto para o Reino nem sòzinho no "reino dos céus" . Os membros fiéis do seu "corpo" ou "pequeno rebanho" de seguidores teriam de ser incluídos no pacto para o reino e finalmente aperfeiçoados no próprio Reino. 22 Em harmonia com o precedente, Jesus encerrou suas palavras de confôrto aos seus discípulos com oração a Jeová Deus. Na oração êle disse : "Eu lhes tenho dado a gloria que tu me tens dado, para que sejam um como nós somos um ; eu nelles e tu em mim, para que sejam aperfeiçoados em um ; e para que o mundo conheça que tu me enviaste e que tu os amaste, como tambem amaste a mim . Pae, quero que onde eu estou, estejam commigo os que me tens dado, afim de verem a minha gloria que me tens dado, pois me amaste antes de fundação do mundo ." (João 17 : 22-24) Depois de entoarem um cântico, Jesus e seus onze apóstolos fiéis saíram através da noite de luar para o jardim de Getsêmane. Uns momentos de cruciante oração ali e finalmente a sua prisão por um bando de homens armados que Judas Iscariotes guiara até lá. 23 A hora dos inimigos chegara . Por entre a 22 . (a) Em harmonia com suas palavras de confÔrto, que revelou a oração de Jesus s8bre a relação entre si e seus discípulos? João 15 :1-11 . (b) Que seguiu imediatamente a essa oração? Mat . 26: 30-50 . 23. Que resposta repreensiva deu Jesus ao bando que veio prendê-lo? 1 Ped . 2 : 23 .


245 escuridão a cabeça da Serpente se erguera para ferir o Rei no calcanhar . "Disse Jesus aos principaes sacerdotes, officiaes do templo e anciãos, que vieram prendei-o : Sahistes com espadas e varapaus como contra um salteador? Todos os dias estando eu comvosco no templo, não me tocastes ; porém esta é á vossa hora e o poder das trevas ." -Lucas 22 : 52, 53 . 24 Jesus não permitiu que qualquer homem lhe tirasse a vida ; êle mesmo a depôs voluntàriamente . Podia ter chamado em sua ajuda "doze legiões de anjos", mas êle escolheu beber o cálice de sofrimento, vitupério e morte que seu Pai lhe preparara. Pediu que deixassem ir seus discípulos sem serem molestados ; e êstes, num assomo de temor, fugiram dêle, conforme predisse a profecia . (Mateus 26 :51-56) Abandonado por todos na terra, estava determinado a manter sua integridade para com o Soberano Universal, Jeová Deus, pela obediência e submissão irrepreensíveis à vontade divina. João 16 : 32 ; 10 : 17,18 . " Satanás a Serpente e sua principal semente terrestre, os religiosos, estavam preparando uma morte rápida e violenta para a Semente da mulher de Deus. Isto se torna manifesto considerando o primeiro tribunal perante o qual levaram e julgaram Jesus, um tribunal religioso, o Sinédrio judeu . Pelo respeito ao sôgro do sumo sacerdote, a cambada de títeres religiosos levou Jesus primeiro a Anás para uma audição e castigo preliminares . Puseram-no então no banco dos réus perante o sumo sacerdote, Caifás, que FERINDO O CALCANHAR DO REI

24. Em vez de chamar anjos em seu auxilio, que preferiu o Rei fazer e por causa de que determinação? Isa . 53 : 7 . 25. (a) Como prosseguiram a Serpente e sua principal semente terrestre com o julgamento religioso do Rei e que ficou manifesto com isso? Sal . 35 : 15, 16 . (b) Que testemunho destemido deu o Rei e como foi êste torcido? Isa . 50 :6-8.


"ESTA PRóXIMO O REINO" 246 presidia numa reunião ilegal noturna do Sinédrio . Fracassaram em fazer Jesus testificar contra si mesmo, e tiveram de recorrer às suas próprias falsas testemunhas subornadas . "O summo sacerdote disse-lhe : Eu te conjuro pelo Deus vivo que nos digas se tu és o Christo, o Filho de Deus ." Sem mêdo, e sem esforço para proteger-se contra qualquer má interpretação das suas palavras pelo juiz que presidia ou pelo tribunal, Jesus os deixou ouvir a verdade : "Eu o sou, e vereis o Filho do homem assentado à direita do poder de Deus, e vindo sobre as nuvens do céu ." Só para armar efeito, "então o summo sacerdote rasgou as suas vestes, dizendo : Blasphemou : acabaes de ouvir agora mesmo a blasphemia ; que vos parece?" "Responderam elles : Ê rôo de morte . Então uns lhe cuspiram no rosto e lhe deram punhadas, outros o esbofetearam, dizendo : Adivinha-nos, ó Christo, quem é o que te deu V" Ajuntando-se a êste julgamento de escárneo, Pedro lá fora no pátio do palácio negou três vezes Aquêle que estava em julgamento . -Marcos 14 :53-72, Almeida ; João 18 :13-24 ; Mateus 26 :57-75. " Acreditaram piamente ser bom disfarçar que Jesus estava sendo morto por causa de ódio e intolerância religiosos ; logo devia ser dada uma côr política às razões de exigência da morte do "Cordeiro de Deus". Concordemente, tendo ratificado a sentença de morte contra êle em outra reunião ao despontar do dia, as autoridades religiosas constrangeram Jesus a ir perante o presidente político da Judéia, o governador Pôn26 . (a) Qual foi o verdadeiro motivo dêles ao exigirem a morte do Rei e por meio de que passos tentavam êstes hipócritas religiosos encobri-lo? Sal. 94 : 20. (b) A que proceder induziram êstes eventos Judas Iscariotes e de que maneira agiu êle como seu protótipo? 2 Sam . 17 : 23.


247 cio Pilatos . Judas Iscariotes, intimamente transtornado, que espiava de perto, vendo na realidade até que ponto tinha conduzido o seu ato pérfido arremessou as trinta moedas de prata àquêles que o subornaram, declarando que o homem a quem traíra não era impostor nem blasfemados . Então êste "filho da perdição" se enforcou, à semelhança de seu protótipo anterior, o infiel conselheiro de Davi, Aitofel . Quando a corda se partiu, êle se rebentou ao meio nas rochas em baixo. (Mateus 27 : 3-10 ; Atos 1 :16-19) "Pela manhã todos os principaes sacerdotes e os anciãos do povo entraram em conselho contra Jesus, para o entregarem à morte ; e tendo-o manietado levaram-n-o e entregaram-n-o ao governador Pilatos ."-Mateus 27 : 1, 2 ; Marcos 15 : 1 ; Lucas 22 : 66-71 . 27 Temendo alimentar a profanação religiosa, os captores de Jesus não iriam ao Pretório do governador gentio, e Pilatos veio a êles . "Que accusação trazeis contra esse homem!" perguntou. Os religiosos, sentindo-se demasiado santos para cometer um engano e pecar, responderam "Se elle não fosse malfeitor, não t'o entregariamos ." Achando que não era caso da sua alçada, Pilatos replicou : "Tomae-o vós mesmos e julgae-o segundo a vossa Lei ." Os religiosos tinham pronta resposta : "A nós não nos é permitido tirar a vida a ninguem" ; "para se cumprir o que dissera Jesus, significando o modo por que havia de morrer ." Não muito tempo depois disto tal desculpa não os restringiu, porém de apedrejar Estêvão até a morte, sob a inspeção de Saulo de Tarso . (Atos 7 : 57-60) Eram hipócriFERINDO O CALCANHAR DO REI

27 . Como prosseguiram então ao chamar o Rei hipocritamente de ofensor político, e por quê?


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 248 tas, decididos a infamar Jesus como ofensor político, tudo por causa do reino de Deus . Acusaram Jesus dizendo : "Achámos este homem pervertendo a nossa nação, vedando pagar tributo a Cesar e dizendo ser elle Christo, rei ." -João 18 : 28-32 ; Lucas 23 : 1, 2 . '8 Agora, pela sua fidelidade, apresentou-se a Jesus a oportunidade de atingir o clímax do seu testemunho em prol da soberania universal de Jeová Deus perante a autoridade mais alta do país, o representante de Tibério César, imperador de Roma . Pilatos chamou Jesus ao Pretório para um interrogatório particular e perguntou "És tu o Rei dos JudeusV Jesus perguntou se isto era uma simples pergunta legal ou se Pilatos perguntava com interêsse sincero para sua informação pessoal : "Dizes tu isso por ti mesmo, ou foram outros os que t'o disseram de mimV' Pilatos não era judeu para esperar por um Messias e disse : "Porventura sou eu judeu? A tua própria nação e os principaes sacerdotes entregaram-te nas minhas mãos . Que fizeste?" Jesus testificou então : "O meu reino não é deste mundo Rosmos] . Se o meu reino fosse deste mundo, os meus subditos pelejariam, para não ser eu entregue aos Judeus ; mas agora o meu reino não é daqui ." Pilatos perguntou : "Logo tu és rei?" Jesus, indicando agora sua missão principal e primária em vir do céu à terra, disse : "Tu dizes que sou rei . Eu para isso nasci e para isso vim ao mundo, afim de dar testemunho da verdade . Todo aquelle que é da verdade, ouve a minha voz." Era sarcasmo quando Pilatos comentou "Que é a verdade?" Porém, mesmo o que ouvira 28. (a) Pela sua fidelidade, que grande oportunidade de testemunho se apresentou a Jesus? Apo . 1 : b . (b) Como respondeu éle ao interrogatório de Pilatos e com que efeito? 1 Tim . 6 : 13 .


249 dos próprios lábios de Jesus não o convencera de que Jesus era sedicioso, contra o estado político. 29 Tentando fugir à responsabilidade, Pilatos enviou Jesus, visto ser galileu, ao rei Herodes, que se achava em visita vindo da Galiléia . Não satisfazendo Jesus a curiosidade do rei, Herodes zombou das pretensões reais de Jesus e mandou-o de volta ao governador . Pilatos intentava dar a Jesus o benefício de seu costume usual de soltar um prisioneiro na ocasião da páscoa dos judeus, mas os judeus gritaram preferir a soltura do notório ladrão Barrabás . Os soldados de Pilatos então açoitaram Jesus e zombaram de sua realeza . Num manto de púrpura e com uma FERINDO O CALCANHAR DO REI

29 . (a) Por que Pilatos mandou Jesus ao rei Herodes? e que tratamento deu êsse regente a Jesus? Luc . 23 :6-12 . (b) Por meio de que esforços tentou Pilatos soltar Jesus? e que testemunho deu então Jesus concernente à supremacia? Atos 3 : 14 .


"ESTA PRóXIMO O REINO" 250 coroa de espinhos Jesus foi exibido ao povo por Pilatos como sendo achado inocente, e Pilatos disse : "Eis o homem!" Mas gritos de "Estaqueia-o, estaqueis-o!" vieram dos principais sacerdotes e oficiais . Pilatos lhes disse que o fizessem êles mesmos, pois que não achava culpa em Jesus . Quando os Judeus retrucaram que até de acôrdo com a lei dêles Jesus devia morrer "porque se fez Filho de Deus", Pilatos ficou mais amedrontado. De novo interrogou Jesus em particular : "Donde és V" Não recebendo resposta, Pilatos disse : Não me falas 7 não sabes que tenho poder para te soltar e poder para te [estaquear] V" Em visto disto Jesus abriu sua bôca em apóio da soberania universal e poder supremo do grande Teócrata Jeová, dizendo : "Não terias sobre mim poder algum, se elle te não fosse dado lá de cima ; por isso o que entregou a ti, tem maior peccado ." -João 19 : 1-12 . 3° 0 estado político não desejava punir Jesus . mas os religiosos não diminuíram a pressão sôbre o estado . Aos esforços de Pilatos de soltar a vítima da intolerância religiosa os judeus gritaram, dizendo : "Se soltares este homem, não és amigo de Cesar ; todo aquelle que se faz rei, oppõe-se a Cesar ." Já era quase meio-dia, a sexta hora de luz do dia, quanda Pilatos fez um apêlo ao senso de patriotismo dêles, dizendo de Jesus "Eis o vosso Rei !" Levantou-se o grito : "Tira-o! Tira-o [estaqueis-o] !" Pilatos gritou de volta "Hei de [estaquear] o vosso Rei?" É quase incrí* A palavra grega aqui é staurooson, significando, Pôr numa estaca. 30 . (a) Como foram repelidos os esforços de Pilatos pelos chefes judeus e que posição quase incrível tomaram nos seus esforços de destruir o Rei? Isa . 53 :3,8,12. (b) Que fêz com que Pilatos finalmente cedesse e onde foi Jesus pregado na estaca? Mat. 27 :33 ; Luc. 23 : 33


251 vel que os principais sacerdotes, supostos servidores de Jeová Deus, fôssem aquêles a responder a Pilatos : "Não temos outro rei senão Cesar ." Os próprios principais sacerdotes tinham falado . Isto era definitivo . Um motim estava prestes a levantar-se, inflamado pelos chefes religiosos . Pilatos, debaixo de incessante pressão entregou Jesus às demandas dêles. Pouco depois Jesus, carregando uma estaca, estava sendo levado fora de Jerusalém para um lugar, não um "morro verde", mas para um local chamado "lugar da caveira", Gótgota em hebraico e Calvário em latim. Ali pregaram Jesus na estaca entre criminosos . 31 A acusação que Pilatos mandou colocar por escrito acima de Jesus na estaca devia ter lembrado aos religiosos que êles estavam rejeitando o seu Rei . Ela dizia : "Este é o Rei dos Judeus ." Endurecidos no seu proceder os principais sacerdotes objetaram à maneira de expôr a acusação, mas Pilatos a deixou ficar, dizendo : "O que escrevi, escrevi ."-João 19 : 13-22 ; Lucas 23 : 38. 32 Não sabendo ser necessário "que o Christo padecesse e ressurgisse dentre os mortos ao terceiro dia", um dos malfeitores que fôra estaqueado ao lado de Jesus clamou : Não és tu o Christo? salva-te a ti mesmo e a nós também ." Êle estava imitando os principais sacerdotes, escribas e anciãos, nas imediações, que diziam "Elle salvou aos outros, a si mesmo não se pôde salvar ; Rei de Israel é elle ! desça agora da [estaca], e creremos nelle . Confia em Deus ; Deus que FERINDO O CALCANHAR DO REI

31 . Que acusação mandou Pilatos afixar acima de Jesus, apesar das objeções e que devia isso ter lembrado aos judeus? Sal . 22 : 12-18 . 32 . (a) Que vitupérios suportou Jesus enquanto na estaca? Sal . 22 : 8 . (b) Por que não aceitou o desafio de provar que era o Filho de Deus por libertar-se? Heb . 7 : 26, 27.


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 252 o livre agora, se lhe quer bem ; pois disse : Sou o Filho de Deus ." Mas Jesus entrara num pacto de sacrifício com o seu Deus . Êle fôra chamado para ser um grande Sumo Sacerdote e recusou quebrantar seu pacto e retirar o sacrifício sacerdotal . Êle manteve sua integridade no cargo . 33 Um homem honesto agora falava ao responder o segundo malfeitor ao primeiro : "Nem ao menos temes a Deus, estando debaixo da mesma condemnação ? Nós certamente com justiça, porque recebemos o castigo que merecem os nossos actos ; mas este nenhum mal fez ." Daí disse a Jesus : "Jesus, lembra-te de mim quando entrares no teu reino ." Êste malfeitor devia ter esperado que Jesus entrasse no seu reino sòmente por uma ressurreição dos mortos, visto que todos os judeus de boa vontade, inclusive os apóstolos de Jesus, esperavam o estabelecimento do reino na terra, no país de Israel . (Atos 1 :1-6) O malfeitor não estava pedindo para ir ao céu, mas estava pedindo uma ressurreição dos mortos quando o Messias Cristo devia reinar sôbre a terra . 34 "E Jesus lhe disse : Na verdade te digo hoje, que serás comigo no Paraíso ." (Versão Trinitária ; também The Emphasized Bible de Rotherham) A colocação errônea duma vírgula por parte dos tradutores depois da palavra digo e antes da palavra hoje fêz com que o clero religioso argumente haver Jesus subido ao céu naquele dia e tomado o malfeitor, que não era 33. Como demonstrou um dos malfeitores préso num madeiro ao lado de Jesus que era homem honesto e de alguma fé? João 11 : 24 . 34. Que resposta deu Jesus ao malfeitor que mostrou boa vontade? e por que não se pode tomar sua declaração como prova de que ambos foram ao céu naquele dia? João 20 :17 .


253 batizado nem regenerado, consigo para o céu . Mas no registo original em grego do historiador Lucas, e nas primitivas cópias do seu registo, não havia sinais de pontuação tais como vírgulas, pontos, etc . Êstes foram inseridos por mais recentes impressores e tradutores de acôrdo com o entendimento religioso geral, como se vê na Versão Soares e em outras traduções ds Bíblia. Jesus não foi ao Paraíso naquele dia da sua morte . 0 Paraíso ainda está para ser restaurado nesta terra debaixo do reino estabelecido de Deus. 35 Jesus foi ao "inferno" (o túmulo ou Nades), e o malfeitor foi ao "inferno' com Jesus . Jesus não esperava sair do inferno até o terceiro dia, . 0 malfeitor ainda está no inferno, aguardando ser lembrado por Jesus no Seu reino e ser despertado dos mortos quando o Reino tiver restaurado o Paraíso na terra. 0 malfeitor despertado no Paraíso terá de decidir então o assunto Continuará com Jesus ou ao lado dêle? Se êle então permanecer com Jesus como Rei Legítimo, significará vida eterna na terra para êsse antigo malfeitor pelo sacrifício Daquele ao lado de quem morreu .-Lucas 23 39-43 . " Baixou sôbre a terra escuridão anormal a partir do meio-dia. Cêrca das três horas da tarde Jesus, na estaca, encomendou tudo a seu Pai Jeová e morreu, tendo terminado sua obra terrestre em integridade . Um poderoso terremoto e o rasgar em dois do véu interno do templo, FERINDO O CALCANHAR DO REI

35 . (a) Em vez de ir ao paraíso naquele dia, que mostram as Escrituras acêrca de aonde foram Jesus e o malfeitor e por quanto tempo? Atos 2 : 27 ; Apo . 20 :13. (b) Que pergunta terá de responder o malfeitor despertado e com que resultado? Apo. 22 : 14, 15 . 36 . Que fen8meno desusado marcou o ferir do calcanhar da semente da "mulher"? e como se predisse a morte do Rei na profecia de Daniel? Mat . 27 :45,50,51 .


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 254 assinalou que 0 Rei estava morto . A Serpente o ferira como se fôsse no calcanhar . 0 Messias o Príncipe fôra "exterminado" da vida terrestre, embora não tivesse perdido seu direito à mesma . Muito antes disso o anjo Gabriel falou a Daniel das sete semanas seguidas por sessenta e duas semanas "até o ungido, o principe", e que "depois de sessenta e duas semanas será exterminado o ungido, e não terá nada" . (Daniel 9 : 25, 26) A setuagésima semana de anos já estava então pela metade, tendo começado no outono de 29 E.C ., quando Jesus foi imerso e ungido ; e agora era a primavera de 33 E .C. 37 Pelo sacrifício de sua própria humanidade perfeita Jesus Cristo proveu o verdadeiro sacrifício resgatados e oblação pelos pecados da raça humana, tornando assim os sacrifícios típicos de animais pelos judeus como impróprios e de nenhum efeito para Deus . Esta ocorrência no meio da setuagésima semana de anos foi o que Gabriel predisse falando do Messias o Príncipe, o Mensageiro do Deus do concêrto : "Elle fará uma firme alliança com muitos por uma semana ; na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oblação ." (Daniel 9 : 27 ; Hebreus 10 : 1-9) Isto não foi o que Satanás a Serpente pretendeu ao ferir o calcanhar da Semente real da "mulher" de Deus. Para que o mérito do seu sacrifício de resgate pudesse ser apresentado a Deus no céu a favor da humanidade, e também para que a Semente pudesse esmagar a cabeça da Serpente no fim dêste mundo, a ferida no calcanhar tinha de ser curada e o f oi . 37 . (a) Que proveu Jesus pela sua morte e que efeito teve isso sôbre os sacrifícios típicos oferecidos pelos judeus? e de que modo se predisse também isso por Daniel? Col . 2 : 14 . (b) Por que tinha de curar-se a ferida feita no calcanhar?


CAPÍTULO XVI CHAVES IDO REINO TEMPO preordenado no irresistível N Opropósito de Jeová, seu Rei morreu, "fiel

até a morte" e sem comprometer-se com o Diabo, sua semente ou com a religião . Era o dia da páscoa, 14 de Nisan . Tinha de se executar agora a lei que Jeová dera por meio de Moisés, que se um homem "f or morto, e o pendurares num madeiro ; o seu cadaver não ficará toda a noite no madeiro, porém certamente no mesmo dia o sepultarás ; pois aquelle que é pendurado, é maldito de Deus. Não contaminarás a tua terra que Jehovah teu Deus te está dando por herança" . (Deuteronômio 21 : 22, 23) Naquele mesmo dia, portanto, "tirando-o do madeiro, pozeram-n-o em um tumulo." (Atos 13 : 29) Por que, porém, tinha sido Jesus pendurado num madeiro e assim feito maldição? Para que se pagasse o resgate da humanidade, sòmente a morte dum homem perfeito, igual a Adão no Lden era requerida (Deuteronômio 19 : 21) ; e por que, en tão, foi Jesus morto duma maneira tão dolorosa e ultrajante, como um escravo comum? 0 apóstolo Paulo responde : "Christo nos remiu da maldição da Lei, tornando-se maldição por nós, porque está escripto : Maldito todo aquelle que é pendurado no madeiro ."-Gálatas 3 :13. ' 0 pacto da lei fôra feito com a nação de Is1 . Por que foi Jesus enterrado no mesmo dia da sua morte e por que foi pendurado num madeiro como um 'homem maldito de Deus'? João 3 : 14, 15 2. Que relação pactuada e responsabilidades da nação de Israel para com Jeová Deus tornaram necessário que êle fõsse feito uma maldição para êstes judeus naturais? Lev . 16 : 20-22. 255


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 256 rael . Fôra adicionado ao pacto abraâmico que prometeu a Semente de bênção, e que era um concêrto pertinente ao Reino . Pelo fato de os israelitas entrarem no pacto da lei com Deus Jeová, tornaram-se uma nação teocrática e vieram a ser candidatos ao Reino com Cristo Jesus, que é a Semente de Abraão . (Gálatas 3 : 15-19) Com isso a nação de Israel estava sob uma responsabilidade especial perante Jeová Deus, uma responsabilidade não compartilhada por nenhuma das nações gentias . Os povos gentios, em razão do pecado e da morte herdados, se achavam realmente sob condenação perante Deus . Os judeus, porém, por falharem em confirmar e cumprir tôdas as palavras do pacto da lei e, assim, fracassarem como nação teocrática rejeitando o Rei legítimo, caíram sob a maldição de Jeová. (Deuteronômio 27 :26) Tornou-se portanto necessário que Cristo o Redentor fôsse feito maldição por êles a fim de levantar essa maldição que inabilitava a todos os judeus de o aceitarem como seu Salvador . Essa maldição não impedia o caminho dos crentes gentios .-Gálatas 3 :10. 3 0 15 de nisan, o dia depois da páscoa, era um sábado duplo, sendo tanto sábado semanal ou de sétimo dia como também o sábado ordenado para o dia seguinte ao da páscoa. Durante êsse dia de sábado Jesus descansava no inferno ou túmulo . (Isaías 53 : 9) Quanto a êste estado do Santo de Deus, Salmo 16 : 10, 11 predisse : "Pois não deixarás a minha alma no inferno, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção . Far-me-ás ver a vereda da vida." (Almeida) 0 16 de nisan, o dia que seguia o sábado depois da páscoa, 8. Onde se achava o morto Jesus e em que dia marcado se cumpriu o Salmo 16 : 10, 11 para com êle? Mat. 28 : 1-8.


257 era o tempo que o pacto da lei de Deus designava para o sacerdote levita oferecer no templo as primícias da colheita de cereais dos israelitas . Êste dia, o terceiro dia desde a morte e entêrro de Jesus, era o tempo próprio para que o Salmo 16 :10,11 se cumprisse nêles e assim foi . Deus curou então a ferida causada pela Serpente no calcanhar da Semente da sua "mulher" ressuscitando a Jesus dentre os mortos . 4 Pedro viu Jesus após Sua ressurreição dos mortos e disse : "Ao qual Deus resuscitou, soltas as dôres do inferno, porquanto era impossível que por este fosse elle retido. Porque David diz delle : Eu via sempre ao Senhor deante de mim . CHAVES DO REINO

. . . não deixarás a minha alma no inferno, nem permittirás que o teu Santo experimente corrupção . . . . VARõES irmãos, seja-me permittido

dizer-vos ousadamente do patriarcha David, que elle morreu, e foi sepultado, e o seu sepulchro se vê entre nós até ao dia de hoje . Sendo elle pois um propheta, e sabendo que com juramento lhe havia Deus jurado que do fructo dos seus lombos se assentaria um sobre o seu throno ; prevendo isto, fallou da resurreição de Christo, que nem foi deixado no inferno, nem a sua carne viu a corrupção . A este Jesus resuscitou Deus, do que todos nós somos testemunhas . . . . Porque David não subiu ao céu ."-Atos 2 : 23-34, Figueiredo . 5 Também o apóstolo Paulo testifica : "Christo morreu por nossos peccados segundo as Escripturas, e que foi sepultado, e que foi resuscitado ao terceiro dia segundo as Escripturas, . . . agora 4 . Que testemunho temos da parte de Pedro de que o Salmo 16 : 10, 11 teve o seu cumprimento na ressurreição de Jesus? Luc. 24 : 44 . 5. Como era característico o ser Jesus levantado dos mortos, e de que era isso o principio? Atos 26 :23 .


258

"ESTÁ PRÔXIMO O REINO"

Christo foi resuscitado dentre os mortos, sendo elle as primícias dos que dormem ." (1 Coríntios 15 : 3, 4, 20) "E elle é a cabeça do corpo, da Egreja. Elle é o principio, o primogenito dentre os mortos para que em todas as cousas tenha a primazia ." (Colossenses 1 :18) Jesus Cristo foi portanto o primeiro na história universal a ser ressuscitado dos mortos à vida eterna . A sua revivificação foi o comêço da "primeira resurreição", da qual todo o seu corpo fiel de seguidores deve participar.-Apocalipse 1 : 5 ; 20 : 6. No rio Jordão, após à imersão, Jesus fôra gerado pelo espírito de Deus para ser uma "nova criatura% com uma herança celestial . Na morte, êle pôs de lado o organismo humano no qual ministrou como nova criatura durante três anos e meio ; e na sua ressurreição não mais humano era êle . Foi ressuscitado qual criatura espírito, tanto no organismo como no direito à vida de espírito no céu . Pedro, que viu as Suas manif estações depois de ressuscitado, testifica : "Assim Lambem Christo morreu uma só vez pelos pescados, o justo pelos injustos, para nos levar a Deus, sendo, na verdade, MORTO NA CARNE, MAS VIVIFICADO NO ESPIRITO ." (1 Pedro 3 : 18) O "corpo" dos seus fiéis seguidores está destinado a participar da "primeira ressurreição", ou "sua ressurreição" ; e quanto à ressurreição dêste corpo-igreja está escrito : "Semeia-se corpo animal, é ressuscitado corpo espiritual ." (1 Coríntios 15 :44) Jesus foi ressuscitado à imortalidade, além do poder da morte tocá-lo de novo, e jamais pode morrer pelos pecados outra vez . -Romanos 6 : 9 2 10. 6. Que espécie de criatura era Jesus ao ser levantado dos mortos e por que assim? Que testemunho das escrituras temos nêste sentido? João 3 : 5, 6.


259 Portanto, os corpos nos quais Jesus se manifestou aos seus discípulos depois da sua volta à vida não eram o corpo no qual fôra pregado no madeiro. Eram materializados para a ocasião, parecendo-se em uma ou duas delas com o corpo no qual morreu, sendo, porém, na maioria das vezes, irreconhecíveis aos seus discípulos mais íntimos . O corpo colocado no sepulcro foi dissolvido sem corrupção segundo a profecia de Deus e pelo seu poder onipotente . Anos depois, quando o ressuscitado Jesus apareceu a Saulo de Tarso sem um corpo de carne para velar sua glória celeste, êsse futuro apóstolo foi ferido com a cegueira . A sua vista foi restaurada três dias mais tarde por um milagre .-Atos 9 : 3-18 8 Quando Jeová ressuscitou seu Filho amado da morte à vida imortal, então, no sentido mais completo o gerou pelo Seu espírito por meio do qual êle o ressuscitara. Diz o apóstolo Paulo "Nós vos annunciamos as boas novas da promessa feita a nossos paes, como Deus a cumpriu plenamente a nossos filhos, suscitando a Jesus, como tambem está escripto no psalmo segundo Tu és meu filho, eu hoje te gerei . Que o resuscitou dentre os mortos para nunca mais tornar á corrupção, elle o disse desta maneira : Dar-vos-ei as santas e firmes cousas promettidas a David."-Atos 13 :32-34 ; Isaías 55 :3. Em virtude da vida imortal de Jesus daí em diante, sua ressurreição foi uma elevação dêle CHAVES DO REINO

7 . Por meio de que processo manifestou-se o ressuscitado Jesus aos discípulos? Como apareceu êle a Saulo de Tarso, e com que resultado? Mat . 28 : 9, 10, 16, 17 . 8 . Como e quando foi Jesus completamente gerado do espirito de Deus e lhe foram dadas "as santas e firmes cousas promettidas a David"? 2 Sam . 7 :12-17 . 9 . Como foi Jesus feito sacerdote semelhante a Melquisedec de um modo eterno e qual o testemunho das escrituras a respeito? Heb . 6 :20 .


"ESTA PRóXIMO O REINO" 260 ao sacerdócio segundo a ordem de Melquisedec de um modo duradouro . Isto foi devido ao "juramento por aquelle que lhe disse : O Senhor [Jeová] jurou, e não se arrependerá : Tu és sacerdote para sempre) ; por tanto tambem Jesus se tem tornado fiador de uma melhor alliança . . . . este, porque permanece para sempre, tem o seu sacerdocio inviolavel ; por isso tambem pôde salvar completamente os que por elle se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por elles. Pois nos convinha tal summo sacerdote santo, innocente, immaculado, separado dos peccadores e feito mais alto que os céos, . . . Filho, para sempre aperfeiçoado ." (Hebreus 7 :21-28) Igual a Melquisedec, sòmente maior de que êle, Jesus é sacerdote sobre o seu throno', e êle diz : "E o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre . Amem. E tenho as chaves da morte e do inferno ."-Zacarias 6 : 12,13 ; Apocalipse 1 :13-18, Almeida . '° No dia da sua ressurreição Jesus não subiu ao céu, nem durante os quarenta dias seguintes . (João 20 :17) "Deus o resuscitou dentre os mortos ; e foi visto muitos dias por aquelles que com elle subiram da Galiléa a Jerusalém, os quaes agora são as suas testemunhas para com o povo ." "Até o dia em que foi recebido acima, depois de haver dado preceitos pelo espirito santo aos apostoles que escolhera ; aos quaes elle tambem, depois de haver padecido, apresentou-se vivo, dando disto muitas provas, apparecendo-lhes por espaço de quarenta dias e falando das cousas concernentes ao reino de Deus ." (Atos 13 : 30, 31 ; 1 : 2, 3) Em dado momento, no dia da sua ressur10 . Quando ascendeu Jesus ao céu e, antes de fazê-lo, que ordem deu aos seus seguidores? João 14 : 16, 17, 26.


261 refrão, êle soprou sôbre seus discípulos e lhes disse : "Recebei o espírito santo ." Mas isto foi apenas um aviso preliminar do que receberiam no tempo devido, pois lhes disse de antemão "Vos convem que eu vá ; porque, se eu não for, o Consolados não virá a vós ; mas se eu for, enviar-vo-lo-ei." (João 20 : 22 ; 16 : 7, Almeida) "Reunido a elles, ordenou-lhes que não sahissem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa feita pelo Pae, a qual (disse elle) de mim ouvistes ; pois João, na verdade, batizou com agua, mas vós sereis baptizados com o espirito santo dentro de poucos dias ."-Atos 1 :4, 5. 11 Os discípulos ainda não entendiam, não tendo recebido o batismo do espírito santo . Pensavam êles que Reino seria logo restabelecido na nação terrestre de Israel . "Elles estando reunidos outra vez, perguntaram-lhe : Senhor, é agora, porventura, que restabeleces o reino a Israel? Elle lhes respondeu : A vós não vos compete saber os tempos ou as epochas, que o Pae fixou pela sua propria auctoridade ; mas recebereis poder, ao descer sobre vós o espirito santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém, como em toda Judéa e Samaria, e até as extremidades da terra." Isto foi uma declararão clara de que se seguiria uma obra de testemunho mundial sob o poder do espírito santo ou fôrça ativa de Deus. "E, tendo dito isto, elevou-se à vista deles ; e uma nuvem o ocultou aos seus olhos . E, como estivessem olhando para o céu, quando êle ia subindo, eis que se apresentaram junto deles dois personagens vestidos de branco, os CHAVES DO REINO

11 . (a) Por não entenderem, que pergunta fizeram a Jesus e como indicou a sua resposta que se faria uma obra formidável? Luc . 24 :47-49 . (b) Sob que circunstâncias ascendeu Jesus ao céu? e de que maneira viria de novo? Luc . 24 : 54-52 .


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 262 quais lhes disseram : Homens da Galiléa, porque estais olhando para o céu? Êsse Jesus que, separando-se de vós, foi arrebatado ao céu, virá do mesmo modo que o vistes ir para o céu ." (Atos 1 : 6-11 ; também Soares) Êle viria de novo, não num corpo carnal tal como teve antes de desaparecer da vista dêles atrás duma nuvem, mas "do mesmo modo", quietamente e inobservado pelo mundo, discernido a princípio só pelos seus discípulos .-João 14 :19. " Tendo o Rei ressuscitado finalmente ascendido ao céu na presença de Deus para apresentar o mérito ou valor redentor do seu sacrifício humano, estabeleceu êle então o Reino e começou a sua função ativa? Não ; não era ainda o tempo designado de Jeová. 0 glorificado Jesus tinha de esperar até o fim dos "tempos dos gentios", em 1914 E .C. 0 Rei Davi na antiguidade reconheceu a Semente da "mulher" de Deus como Meu Senhor, e disse profèticamente : "Diz Jehovah ao meu Senhor : Senta-te á minha mão direita, até que eu ponha os teus inimigos por escabello dos teus pés. Jehovah jurou, e não se arrependerá : Tu és sacerdote para sempre segundo a ordem de Melquisedec ." (Salmo 110 : 1, 4) Sob inspiração o apóstolo Paulo aplica êste Salmo 110 a Jesus e diz : "Mas este havendo offerecido para sempre um só sacrificio pelos peccados, sentou-se á dextra de Deus, dahi em deante ESPERANDO até que os seus inimigos sejam postos por escabello dos seus pés ." (Hebreus 10 : 12, 13) Clérigos religiosos têm negado estas palavras e têm

12. (a) Estabeleceu o ressuscitado Rei Jesus Cristo imediatamente o Reino em plena operação, e por quê? Mat . 22 : 41-45 . (b) Como têm contradito os clérigos religiosos as palavras do apóstolo Paulo em Hebreus 10 :12, 13? e que fatos provam definitivamente que a sua interpretação está errada? João 18 : 36; 37 .


263 dito, e continuam a dizer, que Jesus estabeleceu o seu reino dezenove séculos atrás . Dizem que foi um chamado "reino de graça" e que seu reino é seu "reinado nos corações dos homens", deturpando asim Romanos 14 :17 e 1 Coríntios 4 : 20. Nunca foi a falsidade de tal interpretação religiosa mais visível do que nas condições e eventos dêste século vinte, mesmo dentro da chamada "cristandade" . " Em 33 E.C., o 16 de Nisan foi o dia em que o sumo sacerdote judeu ofereceu as primícias da ceifa dos cereais no templo e também o dia em que Jesus foi ressuscitado para tornar-se "as primícias dos que dormem" . Foi o dia em que se começou a contar os cinqüenta dias até a festa das semanas ou Pentecostes, o nome Pentecostes significando quinquagésimo dia . Em Pentecostes o sumo sacerdote judeu no templo oferecia as segundas primícias, duas ofertas movidas de pão de trigo levedado do primeiro trigo maduro da colheita. (Êxodo 34 :22) 0 quê, semelhante a isso, fêz o glorificado Sumo Sacerdote no céu, Cristo Jesus, nesse mesmo dia de Pentecostes Seria algo tipificado pela oferta dêstes dois pães levedados movidos ao Senhor Deus . Note o registo do que aconteceu 14 "Ao cumprir-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo logar ; de repente veiu do céu um cuido, como de um vento impetuoso, que encheu toda a casa onde estavam sentados e lhes appareceram como umas línguas de fogo, as quaes se distribuíram, para repousar sobre cada um delles . Todos ficaram cheios do CHAVES DO REINO

13. (a) Em 16 de Nisan, como se cumpriu o tipo das "primícias", e ue se começou a contar naquele dia? 1 Cor . 15 : 23 . (b) Que tina de fazer o Sumo Sacerdote Jesus Cristo em Pentecostes? 14. Que milagre se deu no dia de Pentecostes?


"ESTA PRÔXIMO O REINO" 264 espirito santo e começaram a falar em outras linguas, conforme o espirito lhes concedia que falassem ."-Atos 2 : 1-5 . " Êste não era batismo de fogo . 0 batismo de destruição ígnea foi reservado para os inimigos de Jeová Deus que rejeitam o seu Rei Messiânico . Êste era o batismo do espírito santo . Quando Jesus foi assim batizado, esta fôrça ativa invisível de Jeová Deus se manifestou sob o emblema duma inocente pomba, mas não era batismo com uma pomba . No dia de Pentecostes a fôrça invisível de Jeová Deus se manifestou como línguas de fogo sôbre a cabeça daqueles batizados com o espírito . No caso de Jesus, a descida do espírito sôbre êle foi evidência de que sua consagração a Deus fôra aceita, de que êle estava sendo aceito num pacto de sacrifício corno resgate para a humanidade pecadora, e de que êle fôra ungido e comissionado para o serviço do "reino dos céus" . 0 derramamento do espírito em Pentecostes era evidência de que Jesus aparecera na presença de Deus a favor dos seus fiéis discípulos, cêrca de 120 dos quais se achavam de comum acôrdo reunidos num lugar em Jerusalém. (Atos 1 :15) Isto foi evidência de que o mérito de seu sacrifício fôra oferecido e fôra aceito por Deus e aplicado a favor dêles ; e de que tinham sido aceitos no pacto para o Reino corno filhos espirituais de Deus e foram ungidos para o serviço do Reino .-Hebreus 9 : 24-26. " Isto foi representado no tipo pentecostal dos dois pães das primícias do trigo : "Então o sacerdote . . . offerecerá [os sacrifícios] junta15 . Que espécie de batismo era êste e que fato evidenciava visivelmente? Atos 2 : 32, 33, 38 . 16 . Que se representou pelos dois pães das primícias pentecostais oferecidos pelo sumo sacerdote e pelo fato de serem aceitos embora feitos com massa levedada? Heb . 10 :10 .


265 mente com o pão das primicias por urna offerta movida deante de Jehovah, com dois cordeiros ; santos serão a Jehovah para o uso do sacerdote ." (Levítico 23 :20) Ambos os pães movidos das primícias da colheita do trigo eram santos a Jeová Deus, e nenhum dos pães foi rejeitado ou lançado fora . Êstes dois pães representavam os discípulos de Jesus como sendo movidos ou apresentados pelo Sumo Sacerdote Jesus Cristo perante Jeová Deus como santos para Êle . 0 fato de ambos êstes pães de trigo serem levedados representava que êstes discípulos eram naturalmente, por hereditariedade, criaturas pecadoras ; mas o mérito de Jesus Cristo apresentado a seu favor os justificava aos olhos de Deus e dêste modo eram "santos" para Êle . " Os pães eram dois em número. Isto mostrou que, diferente das primícias da cevada oferecidas no 16 de Nisan, que representam sòmente Jesus Cristo, os pães movidos representavam mais do que uma só pessoa e que estas segundas primícias eram compostas de muitos daqueles que se tornariam membros do "corpo" de Cristo. Mostrava além disso que haveria duas classes nesta companhia de "primícias", a saber : (1) um restante de crentes cristãos dentre os judeus naturais ; e (2) o resto dos membros do corpo que são tirados dentre os não-judeus ou "gentios" . Nem todos os que compõem esta classe de "primícias" foram oferecidos ou movidos perante o Senhor no dia de Pentecostes, mas sim o comêço do oferecimento dêles . Os membros representativos ou fundamentais dela, a saber, os apóstolos CHAVES DO REINO

17. (a) Que se representava pelo fato de serem dois os pães? Efé . 2 : 11-16. (b) Como que espécies de criaturas se ofereciam os dois pães antitípicos, e como se prova por que textos? 1 Cor. 12 : 12, 13 .


"ESTÁ PRóXIDIO O REINO" 266 de Jesus Cristo, foram oferecidos em Pentecostes. Os que são assim oferecidos não são movidos ou apresentados como criaturas humanas, mas como filhos de Deus gerados pelo espírito. Acêrca disto está escrito : "Pela sua propria vontade nos gerou pela palavra da verdade, para que de algum modo fossemos as PRIMICIAS das suas creaturas ." (Tiago 1 :18) "Estes foram comprados dentre os homens para serem as primícias para Deus e para o Cordeiro [o Sumo Sacerdote Cristo Jesus] ."-Apocalipse 14 : 4. " Naquele mesmo dia de Pentecostes, Jeová Deus interpretou êste evento como sendo um cumprimento inicial ou em miniatura da profecia de Joel 2 : 28-32. Jeová f êz com que seu porta-voz inspirado se levantasse e dissesse : "0 que dissera o propheta Joel : E acontecerá nos

ultimos dias, diz o Senhor, que derramarei do meu espírito sobre toda a carne ; vossos f ilhose vossas filhas prophetizarão, vossos mancebos terão visões, e sonharão vossos anciãos ; e sobre meus servos e sobre as minhas servas derramarei do meu espirito naquelles dias e prophetizarão . Mostrarei prodigi,os em cima no céo e signaes em baixo na terra ; sangue, fogo e vapor de fumo . 0 sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e glorioso dia do Senhor. E acontecerá que todo aquelle que invocar o nome do Senhor [Jeová] será salvo ."

(Atos 2 : 16-21) Nem tôda a carne humana foi batizada com o espírito santo naquele dia de Pentecostes nem recebeu tôda a carne o derramamento do espírito durante os dezenove séculos 18. (a) Que profecia fez Jeová seu servo inspirado aplicar em Pentecostes, e quem são aqueles em quem se cumpre? (b) O que prova ser a manifestação em Pentecostes sòmente um cumprimento parcial desta profecia? Mat . 5 : 18 .


267 desde então . Sòmente os "servos" e "servas" de Jeová Deus tiveram o espírito derramado sôbre êles, mostrando que tôda a carne significa todos os fiéis e consagrados gerados do espírito na carne . O f ato, também, de que outras coisas espetaculares menciondas na profecia, tais como sangue, fumo, trevas, não aconteceram naquele Pentecostes, prova que a manifestação lá atrás era meramente um cumprimento parcial ou em miniatura da profecia e que o cumprimento completo em grande escala se dará nestes "últimos dias", conforme disse Pedro. "Muitos judeus de dentro e de fora do Império Romano se achavam naquele tempo em Jerusalém para a celebração da "festa das semanas" ou Pentecostes e êles ouviram acêrca dêste derramamento do espírito de Deus . "Habitavam em Jerusalém judeus, homens religiosos, de todas as nações debaixo do céo ; quando se ouviu este ruído, ajuntou-se alli a multidão e ficou pasmada porque cada um os ouvia falar na sua propria lingua. Estavam attonitos e maravilharam-se, perguntando Não são galileus todos estes que estão falando 1 Como os ouvimos falar cada um na lingua de nosso nascimento, parthos, medas e elamitas, e os que habitam a Mesopotamia, a Judéa e a Cappadocia, o Ponto e a Asia, a Phrygia, a Pamphilia, o Egypto e as partes da Lybia proximas a Cyrene, e forasteiros romanos, sendo uns judeus e outros proselytos, cretenses e arabes ; como é que os ouvimos falar em nossas línguas as grandezas de Deus? Ficaram todos attonitos e perCHAVES DO REINO

19 . Quem se ajuntou para testemunhar esta manifestação, e por que ficaram assombrados? 1 Cor . 14 : 2 1 , 22 .


"ESTÁ ~MAIO O REINO" 268 plexos, e perguntavam uns aos outros : Que quer isto dizer V"-Atos 2 : 5-12 . 20 Neste momento crítico, quem daqueles ungidos com o espírito foi favorecido com o privilégio de explicar o que tudo isto significava? Quem pois abriria ao entendimento dêstes "judeus e . . . proselytos" as oportunidades de invocarem o nome de Jeová e serem aceitos no pacto para o Reino? Êste privilégio não se conferiu aos escribas e fariseus religiosos e aos doutores da lei judaica ; pois a êstes Jesus disse : "Ai de vós, Escribas e Phariseus hipocritas ! porque fechaes aos homens o reino dos céos ; pois nem vós entraes, nem deixaes entrar os que estão entrando." "Ai de vós, doutores da lei ! porque tirastes a chave da sciencia : vós mesmos não entrastes, e impedistes aos que entravam ." (Mateus 23 : 13 ; Lucas 11 : 52) Em lugar dêstes clérigos, o então favorecido pelo céu para usar a chave do conhecimento e abrir o entendimento dos indagadores judeus, foi aquêle a quem Jesus dissera : "Tarnbem eu te digo que tu és Pedro [Petros], e sobre esta pedra [petra] edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ella . E eu te darei as chaves do reino dos céus . E tudo o que ligares sôbre a terra será ligado tambem nos céus ; e tudo o que desatares sobre a terra será desatado tambem nos céus ." -Mateus 16 : 18, 19, Figueiredo . 21 Isto não significava que Simão Pedro fôra feito papa, como é chamado, ou que se lhe dera a primazia na igreja cristã ou que êle teria suces20. Le acõrdo com as palavras de Jesus, a quem se negaria o privilégio de explicar esta manifestação, mas a quem se conferiria o mesmo? Sal . 25 : 14 . 21 . (a) Como se mostra biblicamente que Pedro não era a "pedra" a que se referiam as palavras de Jesus? 1 Cor . 3 : 11 . (b) Que indica o têrmo "chaves", e como se aplicou até Pentecostes o ligar e o desatar em conexão com elas? Atos 1 : 8 .


269 sores no uso das "chaves do reino dos céus" . Jesus Cristo é o Edificador da Sua igreja, e êle a edifica sôbre a grande pedra, ou "pedra", que é Êle mesmo . Para os judeus descrentes Jesus era unia "pedra de tropeço e rocha de escandalo para as duas casas de Israel" ; mas para os judeus crentes êle era uma Rocha ou petra sôbre quem seriam edificados como um seguro fundamento da igreja de Deus . (Isaías 8 :14 ; 28 : 16 ; Romanos 9 : 31-33 ; 1 Pedro 2 : 3-8 ; Atos 4 : 8-12) Quando o próprio Jesus estava com seus discípulos, "então lhes abriu o entendimento para que comprehendessem as Escripturas ." (Lucas 24 :27, 45) Mas, prevendo o ajuntamento à igreja tanto dum restante judeu como de gentios desde e após o ]Pentecostes, Jesus designou Pedro para ser aquêle a usar as chaves do entendimento na ocasião oportuna ; e o céu o confirmaria no uso destas chaves . Chaves, estando no plural, indica pelo menos duas chaves, e os eventos dirigidos pelo céu provaram que havia exatamente duas . Até Pentecostes, Pedro estava ligado ou impedido de usar as chaves, porque êle mesmo não tinha o entendimento próprio, visto que o espírito santo não fôra derramado do céu até aquêle dia . Em Pentecostes, o céu desatou Pedro para usar a primeira das chaves e abrir o caminho aos judeus . De que maneira? 22 "Mas Pedro, estando em pé com os onze, levantou a voz e disse-lhes : Homens da Judéa e todos os que habitaes em Jerusalém, seja-vos isto notorio, e prestae ouvido ás minhas palavras ." Pedro explicou então a êstes judeus o cumprimento da profecia de Joel, e que os Salmos 16 e 110, escritos pelo rei Davi se cumpriam CHAVES DO REINO

22. Como usou Pedro a primeira chave?


270

"ESTA PRóXIMO O REINO"

em Cristo Jesus, o Herdeiro de Davi como Rei . "A este Jesus Deus resuscitou, do que todos nós somos testemunhas . Exaltado, pois, pela dextra de Deus e, tendo recebido do Pae a promessa do espirito santo, derramou o que vêde e ouvis . Pois David não subiu aos céus, mas elle mesmo declara : Disse o Senhor [Jeová] ao meu Senhor : Assenta-te á minha mão direita até que eu ponha os teus inimigos por escabello de teus pés . Fique,

pois, certa toda a casa de Israel de que a este Jesus que vós [estaqueastes], Deus o fez Senhor e Christo [Messias] ." " Os judeus acusados pela consciência perguntaram a Pedro e ao resto dos apóstolos : "Que faremos, irmãos?" Pedro lhes disse : "Arrependei-vos, e cada um de vós seja baptizado em nome de Jesus Christo para remissão de vossos peccados, e recebereis o dom do espirito santo . Pois para vós é a promessa e para vossos filhos, e para todos os que estão longe, a quantos chamar o Senhor nosso Deus . . . . Salvae-vos desta geração perversa ."-Atos 2 :14-40. " Ninguém jamais poderia se tornar sucessor de Pedro no uso dessa primeira chave, porque a obra com ela estava terminada e a porta da oportunidade se achava aberta aos judeus naturais . Em resultado, cêrca de três mil almas foram adicionadas à igreja de Jesus Cristo naquele dia . Êstes judeus foram batizados em água em nome de Jesus para simbolizarem a consagração plena de si mesmos a Jeová Deus por meio de Jesus . Quando êstes receberam o "dom 23. Sõhre isso, que perguntaram os judeus e qual foi a resposta de : 19, 25, 26. Por que queAtos não 3podia ter Pedro sucessor no uso dessa Primeira chave? (b) Por que não houve manifestação de línguas de fogo' ou dum `vento impetuoso' quando os convertidos receberam o espirito de Jeová depois do primeiro espetáculo? Atos 2 : 41 ; 4 : 4 .


271 do espírito santo', não houve manifestação alguma de línguas de fogo ou dum vento impetuoso em relação a êles. Tal espetáculo não era mais necessário . Fôra uma vez dado só para indicar o comêço do derramamento do espírito sôbre os judeus naturais que se consagraram a Jeová Deus por Cristo Jesus. 25 Quando Jesus foi ungido com o espírito de Deus, começou a pregar e dar testemunho do reino de Deus. Como se caracterizou o derramamento pentecostal do espírito santo sôbre tôda a carne consagrada? Pela renovação da pregação pública, que fôra silenciada por causa da prisão e morte de Jesus e a dispersão dos discípulos. Renovou-se também o testemunho de casa em casa para levar o pão espiritual ao povo em seus lares . Acêrca dos três mil convertidos em Pentecostes e os que posteriormente creram o Registo diz : "E perseverando de dia em dia unanimemente no Templo, e partindo o pão pelas casas, tomavam a comida juntos com regozijo, e singeleza de coração, louvando a Deus, e tendo graça para com todo o povo ." (Atos 2 : 41-47, Versão Trinitária) É digno de nota, entretanto, que, então e durante o resto dos dias apostólicos, êles não pregaram : "Está próximo o reino dos céus" . Pregavam acêrca do Reino mas não que estava próximo ou se tinha aproximado . Por que não? Porque o rei Jesus Cristo tinha subido ao céu e estava ausente, e os sinais que êle predissera ainda não tinham aparecido para indicar a sua vinda e o fim do mundo .-Atos 8 :12 ; 14 :22 ; 19 : 8 ; 20 : 25 ; 28 : 23, 31 . CHAVES DO REINO

25. (a) Que pez Jesus depois da sua unção com o espirito de Jehová? ; semilhantemente como se marcou o derramamento do espírito em Pentecostes e depois? Atos 5 : 42 . (b) Por que não pregaram os apóstolos dai em diante que "está próximo o reino dos céus"? Atos 17 : 2, 3 .


272

"

"ESTÁ PRÓXIMO O REI W'

Vários anos se passaram . A profecia do anjo Gabriel a Daniel relativa às setenta semanas declarava quanto à última ou setuagésima semana : "Será morto o Messias, mas não será por si mesmo : . . . E elle confirmará para muitos o concerto, n'uma só semana : e na metade da semana elle fará que cesse o sacrificio, e a oblação ." (Ver . Trinitária) Nesta setuagésima semana, pela unção de Jesus e pelo oferecimento do seu sacrifício para justificar pecadores do pecado e da maldição, e pelos eventos posteriores durante essa semana de sete anos, Jeová Deus fêz "consumir a transgressão, para dar fim aos pescados, para expiar a iniquidade, para trazer a justiça eterna, para sellar a visão e prophecia [como sendo verídica] e para ungir o santíssimo" . (Daniel 9 : 24-27) O meio da semana, ao ser o Messias cortado na morte, ocorreu na primavera de 33 E .C. Portanto, o resto da semana duraria ainda três anos e meio, a saber, até o outono de 36 E .C. Esta é uma só semana durante a qual o Messias o Príncipe confirmou o concêrto abraâmico com muitos judeus, os crentes. 27 Durante a primeira metade dessa semana Jesus confinou sua pregação e a de seus discípulos sòmente aos judeus, dizendo : "Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel ." "Não ireis aos Gentios, nem entrareis nas cidades dos Samaritanos ; mas ide antes ás ovelhas perdidas da casa de Israel ." (Mateus 15 : 24 ;

26 . (a) Quando foi o meio da setuagésima semana e que coisas tinham sido cumpridas até então em cumprimento da profecia de Daniel? (b) Quanto tempo duraria esta semana ainda e que se confirmaria por ela? Gál . 3 : 15-18, 29. 27 (a) Durante a primeira metade desta setuagésima semana a quem confinou Jesus sua pregação e por quê? (b) Durante o restante desta semana após a sua morte, por que estava Pedro impedido de levar a mensagem do Reino aos gentios? Atos 3 : 25, 26 .


CHAVES DO REÂN0 273 10 : 5, 6) Pelo resto dessa semana de sete anos, Jesus, por seus apóstolos, continuou a confirmar o concêrto com os judeus naturais . Durante a "semana" êle não desatou Pedro da proclamação dos privilégios do pacto do Reino unicamente aos judeus e aos samaritanos aparentados . Desde o céu Jesus ligava Pedro para que não levasse a mensagem do Reino aos não-judeus ou gentios . " Dêste modo, durante a setuagésima semana até 36 E .C . Jeová Deus demonstrou respeito aos judeus naturais em consideração a seus antepassados, Abraão, Isaac e Jacó. Se um número suficiente dêles tivesse apoveitado a oportunidade de preencher o número completo da família real ou "corpo" de Cristo, êstes judeus consagrados ter-se-iam tornado para Jeová "reino de sacerdotes e nação santa" com exclusividade . Entretanto, só um restante do "Israel segundo a carne" apreciou o favor especial de Deus e se aproveitou da oportunidade de se tornarem os "eleitos" de Deus . 0 apóstolo Paulo, que concorreu durante esta setuagésima semana, escreve : "Do mesmo modo, pois, ainda no tempo presente, ha um resto segundo a eleição da graça ; . . . 0 que Israel busca, isso não tem conseguido, mas a eleição o conseguiu ; e os mais foram endurecidos ." (Êxodo 19 : 6 ; Romanos 11 : 5, 7) Quando a setuagésima semana terminou, no outono de 36 E .C ., Deus deixou de dar atenção exclusiva aos israelitas carnais e abriu as portas do Reino aos não-israelitas ou gentios . 0 resto do "corpo de Cristo" precisava ser composto na maioria por aquêles dentre os gentios que agora deviam crer . 28 . (a) Se um número suficiente tivesse correspondido, de que oportunidade especial se teriam aproveitado os judeus durante esta setuagésima semana, mas quantos responderam? (b) Ao findar este, semana, que mudança de proceder se daria? Atos 13 : 46 .


274

"ESTÁ PRÓXIMO O REINO"

O céu teria de desatar Pedro para usar a segunda chave do Reino . Como? 29 Pedro achava-se então em Jope, à beira mar, cêrca de 48 quilômetros a sudoeste de Cesaréia . Em Cesaréia vivia um centurião italiano chamado Cornélio, não inteiramente pagão, mas um gentio que temia o Deus dos judeus e que orava devotamente a Jeová Deus . Deus enviou seu anjo a Cornélio, notificou-o de que as suas orações e esmolas tinham sido lembradas por Deus, e instruiu-o a mandar chamar Simão Pedro de Jope . Por ocasião da chegada dos mensageiros de Cornélio, Pedro se achava no eirado . Lá em cima, enquanto êle orava, estava lhe sendo dada uma visão simbólica na qual lhe foi dito três vêzes : "Ao que Deus purificou, não faças tu impuro ." Enquanto Pedro meditava sôbre a visão, Deus disse por meio do seu espírito : "Eis que [três] homens te procuram ; levanta-te, pois, desce e vae com elles, nada duvidando ; porque eu os enviei ." Dois dias mais tarde Pedro chegou à casa de Cornélio, casa essa que Pedro até ali teria suposto comum ou imunda para um judeu natural entrar . 30 Quando Cornélio caiu aos pés de Pedro, êste recusou aceitar tal reverência, e levantou-o, dizendo : "Levanta-te, que eu também sou homem." Êle explicou que tinha sido ilegal a um judeu manter relações ou visitar alguem de gentia descendência ; "Todavia Deus mostrou-me que a ninguém chamasse de impuro ou imundo ." Cornélio relatou-lhe a visita do anjo, e então pela primeira vez Pedro disse : "Na verdade ré29 . Quais foram os tratos de Deus com Cornélio e Pedro que levaram êste a visitar o lar do gentio Cornélio? Luc . 7 :1-7 . 30 . Que se deu no encontro de Pedro e Cornélio e como usou êle então a 'segunda chave do reino'? Atos 11 : 1-4, 18 .


275 conheço que Deus não se deixa levar de respeitos humanos, mas que em toda a nação aquelle que o teme e faz o que é justo, este lhe é aeceito ." Logo depois Pedro passou a usar a segunda `chave do reino dos céus' . Isto êle fêz dando a Cornélio e à assembléia em sua casa um testemunho acêrca do ungido Jesus, a quem os judeus "tiraram a vida, pendurando-o em um madeiro% mas a quem Deus ressuscitou para ser o Juiz dos vivos e dos mortos . " 0 uso das chaves por Pedro terminou aqui ; e êle não precisava nenhum sucessor para manejá-las depois . 0 céu confirmou então o uso da chave por Pedro . "Enquanto Pedro ainda falava estas cousas, desceu o espirito santo sobre todos os que ouviam a palavra ." Os circumeisos judeus que tinham vindo com Pedro ficaram pasmos, "porque tambem sobre os Gentios foi derramado o dom do espirito santo ; pois os ouviam falar outras línguas e engrandecer a Deus ." Este não foi um segundo Pentecostes, sendo agora outono, mas foi uma extensão daquilo que começou três e meio anos antes em Pentecostes . 0 derramamento do espírito santo tinha agora alcançado os gentios e êstes foram trazidos ao pacto para o Reino e ao "corpo" de Cristo . 11 "Então perguntou Pedro : Porventura pôde alguem negar a agua, para que não sejam baptizados estes, que receberam o espirito santo como nós? E ordenou que fossem baptizados em nome de Jesus Christo ." (Atos 10 : 1-48 ; também Almeida) Este não foi o batismo que João Batista CHAVES DO REINO

31 . Por que não precisava Pedro de sucessor no uso das chaves? Como confirmou o céu o uso da segunda chave e porque não era êste um segundo Pentecostes? Efé . 3 : 5, 6 . 32. (a) Que ordenou Pedro então a êstes crentes gentios? (b) Como se mostra que êste não era o batismo de João, mas que ordem de Jesus começou aqui a atingir o seu pleno alcance? Atos 13 : 24, 26.


276

"ESTÁ PRÓXIMO O REINO"

pregara . 0 seu batismo era estritamente para judeus por causa dos pecados dêles contra o pacto da lei . Algum tempo depois da imersão de Cornélio, outros gentios foram batizados em água por Apolo, um aderente do batismo de João . Rstes não receberam o espírito santo. 0 apóstolo Paulo disse-lhes : "Que baptismo, pois, recebestes?" Responderam êles : "0 baptismo de João ." Então Paulo deu explicações . Quando êstes gentios ouviram isto, "foram baptizados em o nome do Senhor Jesus . Havendo-lhes Paulo imposto as mãos, veiu sobre elles o espirito santo, e falavam em diversas línguas e prophetizavam ." (Atos 18 :24-28 ; 19 :1-6) Vê-se, portanto, que com a aceitação do evangelho do Reino por Cornélio as instruções do ressuscitado Jesus começaram a atingir seu pleno alcance, a


277 saber : "Foi-me dado todo o poder no céo e na terra. Ide, pois, e fazei discípulos de TODAS AS NAÇOES, baptizando-as em o nome do Pae e do Filho e do espirito santo ; instruindo-as a observar todas as cousas que vos tenho mandado . Eis que eu estou comvosco todos os dias até o fim do mundo ."-Mateus 28 :18-20. 33 A partir do tempo da missão de Simão Pedro junto a Cornélio, o povo para o nome de Jeová Deus não mais foi tirado exclusivamente dentre os judeus . Mais tarde Pedro disse numa reunião especial dos apóstolos e anciãos em Jerusalém "Deus escolheu-me dentre vós, para que da minha bocca ouvissem os Gentios a palavra do Evangelho e cressem. Deus, que conhece os corações, apresentou testemunho a favor delles, dando-lhes o espirito santo, como tambem a nós." 0 que êste evento significava Tiago expôs então, dizendo à assembléia : "Simeão acaba de relatar como Deus primeirmente visitou os Gentios, para tomar delles um povo para o seu Nome . Com isto concordam as palavras dos prophetas, como está escripto ."-Atos 15 : 6-18 . 34 Dêste modo o ulterior derramamento do espírito santo de Deus sôbre a carne consagrada foi feito para alcançar até os gentios . Os gentios crentes e consagrados, sendo adotados por Deus pela geração de seu espírito e, corno filhos, sendo então ungidos com o seu espírito, foram feitos parte do seu Israel espiritual. (Romanos 2 : 28, 29) Tornaram-se com isso membros da chamada CHAVES DO REINO

33 . A partir do tempo da missão de Pedro a Cornélio que privïlégio se estendeu a outros além dos judeus naturais e como foi isto confirmado tanto por Pedro como por Tiago? Rom . 11 : 11-13 . 34 . Que privilégios se tornaram o quinhão dêstes gentios sôbre os quais se derramou o espírito e qual foi o resultado geral conforme atestado por Paulo? Col . 1 : 25-27 .


278 "ESTÁ PRÓXIMO O REINO" e escolhida ou eleita companhia de Deus . Isto resultou em um aumento do povo para o nome de Jeová. Êstes eram publicadores do evangelho, e a obra de testemunho se espalhou a tôda a terra habitada então acessível às ungidas testemunhas de Jeová . Em testemunho desta realização, uma destas testemunhas, o apóstolo Paulo, escreve "O Evangelho que ouvistes, e que foi prègado a tôdas as criaturas que há debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, fui constituído ministro ."-Colossenses 1 : 23, Soares .


CAPITULO XVII

A FAMÍLIA REAL os milhares de anos desde a proD URANTE fecia de Deus no Éden, o mistério encobriu

a resposta à pergunta : Quem será a Semente da "mulher" de Deus que esmagara a cabeça da Serpente? E ligada a esta estava a pergunta Quem será a Semente de Abraão na qual tôdas as famílias e nações da terra seriam abençoadas? 2 À unção de Jesus para ser Rei e com sua ressurreição e ascensão à destra de Deus, a maior parte do mistério foi solvida . Só depois do derramamento do espírito em Pentecostes sôbre os judeus consagrados e mais tarde sôbre os gentios consagrados é que se resolveu completamente o mistério . Tornou-se então conhecido que haveria uma família real a ser glorificada com Cristo no "reino dos céus" . Um tradutor moderno verteu bem as palavras do apóstolo Paulo aos colossenses a respeito dêste mistério sagrado, assim : "Êste segrédo, escondido dos séculos e das gerações, mas agora desvendado aos que lhe estão consagrados, aos quais Deus escolheu para fazerem conhecido entre os pagãos quão glorioso é realmente êste mistério de Cristo em vós, a promessa da glorificação ." (Colossenses 1 : 26, 27, Urna Trad . Americana [em inglês]) 0 mesmo apóstolo escreve mais : "Mysterio guar1 . Que duas perguntas misteriosas ficaram juntas de pé durante milhares de anos depois da profecia de Deus no Éden? 1 Ped . 1 :10-12 . 2. (a) Por meio de que eventos importantes resolveu-se o mistério escondido? Efé. 6 :19 . (b) Qual foi o mistério finalmente revelado e entendido pelos servos fiéis de Deus? Col. 4 : 3 . 279


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 280 dado em silencio durante os tempos eternos, mas manifestado agora e, por meio das Escripturas propheticas segundo o mandamento do Deus eterno, dado a conhecer a todas as nações para obediencia da fé ."-Romanos 16 :25, 26 . 3 Assim está desvendado que o mistério ou segrêdo sagrado se cumpre, não sòmente em Jesus Cristo mas também na família real inteira de Deus, sendo Jesus o "Senhor dos senhores" nessa família e os seus fiéis seguidores seus reis associados . "É Senhor dos senhores e Rei dos reis ; tambem vencerão os que estão com elle, os chamados, os escolhidos e os fieis." (Apocalipse 1 : 5 ; 17 : 14) 0 número dos que compõem a família real é limitado, e por isso só poucos dentre as criaturas aqui na terra irão ao céu . 0 corpo humano perfeito, tal como possuía "Christo Jesus homem", tem um número perfeito mas limitado de membros . A família real do céu é comparada a um organismo humano perfeito, do qual Jesus é o membro principal, a cabeça, e os seus seguidores são os membros do corpo . Aos "santos" ou consagrados em Roma, Paulo escreveu : "Pois assim como temos muitos membros em um só corpo, e todos os membros não teem a mesma função ; assim nós, sendo muitos, somos uni só corpo em Christo, mas individualmente somos membros uns dos outros ." (Romanos 12 : 4, 5) A igreja dos consagrados em Corinto o apóstolo escreveu : "Pois assim como o corpo é um e tem muitos membros, e todos os membros do corpo, embora muitos, constituem um só corpo ; assim tambem é Christo . Em um só Espirito fomos baptizados todos nós em uni só corpo, quer

3 . Segundo o mistério revelado, de quem se compunha a famfliareal e de que modo é semelhante a um organismo humano perfeito? Efé . 5 : 29, 30 .


281 judeus, quer gregos, quer escravos, quer livres ; e a todos nós foi dado beber dum só espirito . Tambem o corpo não é um só membro, mas muitos. . . . Deus dispoz os membros no corpo, cada um delles como lhe aprouve . . . . Ora vós sois o corpo de Christo, e individualmente um de seus membros."-1 Coríntios 12 :12-27. 0 corpo humano perfeito é uma organização maravilhosa da criação de Deus . Assim também a família real do "reino dos céus", composta de Jesus a Cabeça e dos membros do "corpo de Cristo", é a organização especial de Deus. Por causa de o Deus Altíssimo designar Jesus Cristo para o lugar mais alto no universo próximo a si mesmo ; por causa de o "corpo de Cristo" estar unido com Jesus Cristo ali, Jeová Deus faz a família real a organização principal ou capital do seu universo . Naturalmente, a família real é parte da organização universal de santas criaturas de Deus . Contudo, por causa da sua posição e cargo especiais, a família real ocupa um lugar separado de distinção e é a capital da organização universal de Jeová. Efésios 1 : 19-23 testifica que isto está de acôrdo com o supremo poder de Deus, "que operou elle em Christo, resuscitando-o dentre os mortos, e fazendo-o sentar-se á sua mão direita nos logares celestes, muito acima de todo o domínio e auctoridade e poder e senhorio e de todo o nome que se nomeia não só neste mundo, mas também no que ha de vir. Elle lhe sujeitou todas as cousas debaixo dos pés e para ser cabeça sobre todas as cousas o deu á Egreja, a qual é o seu corpo, o complemento daquelle que enche tudo em todas as cousas ." A FAMILIA REAL

4 . Que posição ou situação ocupa a família real na organização universal de Deus? Fil. 2 . 9-11 ; João 17 : 24 .


282 "ESTA PRóXIMO O REINO" Cristo Jesus "está á mão direita de Deus, tendo subido ao céo, ficando-lhe submissos anjos, auctoridades e poderes" . (1 Pedro 3 : 22) Por esta razão, a família real, como organização capital de Deus, foi prefigurada por Jerusalém ou Sião, a cidade capital ou real de Davi, o rei de Israel . 5 Jeová Deus prometeu à nação de Israel que, se fielmente guardassem seu pacto da lei feito com êles, os faria "um reino de sacerdotes" . As doze tribos do Israel carnal falharam em fornecer suficientes membros para compôr esta nova "nação santa" de reis e sacerdotes . A mão de Jeová não ficou impedida por isto, mas êle atraiu crentes gentios para preencher o número dos membros desta "nação santa" do Israel espiritual.-Romanos 11 : 25, 26 ; Gálatas 6 : 15,16 . Desde que o número doze distinguiu o Israel natural é de se esperar que doze marcaria a nova nação de Israel segundo o espírito . Deus descerrou o mistério para mostrar que debaixo de Jesus o número estabelecido da família real e capital será, ao todo, uma multiplicação de doze, aumentada mil vêzes, a saber : 12 x 12 x 1 .000, ou, 144 .000 membros . 0 apóstolo João escreve : "Ouvi o numero dos que foram com sello assignalados, cento e quarenta e quatro mil, assignalados de todas as tribus dos filhos de Israel ." Então êle enumera 12 .000 de cada uma das doze tribos do Israel espiritual . (Apocalipse 7 :4-8) Mostrando a posição capital que êstes ocupam com Jesus Cristo, João escreve : "Olhei, e eis o Cordeiro em pé sobre o monte Sião, e com elle 5 . Por que o fracasso da nação judaica não frustrou o propósito de Deus de completar o número dos membros da família real? Atos 13 : 46-48. 6. Como é o número doze apropriadamente associado com o Israel espiritual? e quantos comporão a família real? Apo. 21 : 12, 16, 21.


2$3 cento e quarenta e quatro mil que tinham escripto o nome delle e o nome de seu Pae sobre as suas testas. . . . Cantavam um novo cantico deante do throno e deante das quatro creaturas viventes e dos anciãos ; e ninguem podia apprender aquelle cantico, senão os cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra . Estes são os que não se contaminaram com mulheres, porque são virgens . Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá." (Apocalipse 14 :1-4) Seu número, em certa época foi desconhecido, semelhante às estrêlas inumeráveis .-Gênesis 15 :5. Das Escrituras alvorece sôbre nós que os requisitos para tornar-se um membro da organização capital de Jeová, Sião, têm de ser teocráticos e muito mais altos do que os padrões dos homens e religiosos . Visto que "estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontram% então o caminho ao "reino dos céus" tem de ser realmente estreito . Nunca foi propósito de Deus converter o mundo inteiro e levar todos êstes bilhões ao "reino dos céus". (Mateus 7 :13,14, Almeida) Quais então, são os passos que a criatura na terra deve tomar para entrar no reino? Cristo Jesus estabeleceu um requisito fundamental, que em si mesmo dá a certeza de que João Batista e todos os outros homens fiéis antes dêle até Abel, todos os quais morreram antes de Pentecostes, não podem estar nem estarão no reino celestial . Numa conferência noturna com Nicodemos, Jesus disse a êste legislador judeu A FAMILIA REAL

7 . Que mais exclue a idéia de que milhões de homens se tornarão membros da família real no céu? Luc . 13 : 23, 24. 8 . Que enfatizou Jesus a Nicodemos e por que não participarão do reino celestial aquêles da humanidade que permanecerão homens? Mat . 11 : 11 .


"ESTÁ PR.ÚXIMO O REINO" 2$4 "Em verdade, em verdade te digo que se alguem não nascer de novo, não pôde ver o reino de Deus." A tradução da E~hatic Diaglott de João 3 : 3 diz : "Na verdade te asseguro, se alguém não nascer do alto, não pode ver o reino de Deus ." (Também margem da Ed . Bras . Rev . de Almeida) Jesus mostrou então a Nicodemos que isto não significava entrar a pessoa pela segunda vez no ventre da sua mãe humana e nascer de novo de origem humana, de baixo . "Respondeu Jesus : Em verdade, em verdade te digo que se alguem não nascer da agua e do espirito, não pôde entrar no reino de Deus . 0 que é nascido da carne, é carne ; e o que é nascido do espirito, é espirito ." (João 3 : 5, 6) Isto decide que o reino de Deus não é algum reino humano visível sôbre esta terra e que êle não tem fase terrestre alguma. Aquêles que permanecem humanos não serão parte dêsse reino celestial . 9 Quem então, são os favorecidos por Deus para nascerem de novo ou nascerem do alto 1 Certamente não os pecadores desconsagrados . Desde que todos nós somos pecadores por herança do rebelde Adão, como podia qualquer dentre os homens alcançar o Reino? Ê tudo pela graça ou imerecido favor de Jeová Deus através do seu Filho Jesus Cristo . "Ninguem pôde vir a mim, se o Pae que me enviou, o não trouxer ; e eu o resuscitarei no ultimo dia . Está escripto nos Prophetas : E serão todos ensinados por Deus. Todo aquelle que do Pae tem ouvido e apprendido, vem a mim. Não que alguem tenha visto o Pae, somente aquelle que vem de Deus, tem visto 9. Quem é impedido de nascer de novo? A quem têm de ser trazidos os homens e por quem têm de ser ensinados? João 3 : 36.


285 o Pae . Em verdade, em vos digo : Quem crê, tem a vida eterna ."-João 6 : 44-47 . "Desde que não podemos ver a Deus, como então podemos ser ensinados por Deus e ser trazidos a Jesus? Jeová Deus proveu sua Palavra escrita, a Bíblia, como Compêndio para ensinar-nos agora, e é pelo estudo da Sua Palavra inspirada que somos "ensinados por Deus" . Se somos ensinados por clérigos religiosos contràriamente à Bíblia, não somos ensinados por Deus . A Palavra de Deus fala-nos acêrca de Jesus Cristo, a Semente da "mulher" de Deus, e é por assim aprendermos de Deus através de sua Palavra que somos trazidos a Jesus . Se formos honestos, chegamos a êle como o Ungido de Deus, por meio de quem unicamente se derramam as bênçãos de Deus. Se tivermos fé em Jeová Deus e, portanto, na sua Palavra, agradaremos a êle, e êle nos trará ao Rei Cristo Jesus . (Hebreus 11 : 6) 0 trazer, contudo, não é uma chamada ao Reino celestial . 11 Através da Palavra da verdade de Jeová podemos ver a necessidade de vir a Jesus, pois se revelou que somos pecadores e porque Cristo Jesus morreu pelos nossos pecados e proveu o resgate para os que fielmente nêle crêem . Em Romanos 6 : 23 Deus nos ensina : "0 salário do peccado é a morte, mas o dom de Deus é a vida eterna em Christo Jesus nosso Senhor ." Para obter os benefícios do sacrifício humano de Jesus, aquêle que finalmente alcança o reino celestial tem de crer nêle, não sòmente como Redentor mas também como verdadeiro Exemplo a seguir a fim de alcançar o Reino . Crer nêle significa A FAMfLIA REAL

10. De que modo são os homens trazidos ao Senhor e ensinados por Ele? Rom. 10 : 14-17 . 11 . Por que temos de chegar a Jesus Cristo e que significa crer nêle? 1 João 2 : 3-5.


286

"ESTÁ PRóxIMO O REINO"

reais do que apenas aceitar na mente certas verdades quanto aos poderes redentores de Jesus . Significa também obedecer-lhe e seguir-lhe os exemplos.-1 Pedro 2 : 21 . 12 0 próprio Jesus, a fim de obter o Reino, não ficou em Nazaré continuando como carpinteiro, vivendo uma vida imaculada como homem perfeito no meio do povo pactuado de Deus, o Israel . Estando maduramente perfeito à idade de trinta anos, êle se consagrou inteiramente ao serviço de Deus e deixou atrás de si sua carpintaria . Essa consagração, êle a simbolizou abertamente por ser batizado em água. Êle não tinha pecados para a remissão dos quais precisasse ser batizado em água por João. Então o consagrado Jesus fêz a obra que seu Pai lhe revelou seria feita pelo seu Filho . Cumpriu assim fielmente a sua consagração até o fim da obra . Dêle foi escrito profèticamente : "Então disse eu : Eis que venho ; no rolo do livro está escripto a meu respeito : Em fazer a tua vontade, Deus meu, eu me deleito ; a tua lei está dentro de meu coração . Proclamei ." -Salmo 40 : 7-9 . " Jesus disse além disso : "Se alguem quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome cada dia a sua [estaca, stauros] e siga-me ." (Lucas 9 : 23) 0 crente obediente nega-se a si mesmo quando se consagra a Deus por meio de Cristo Jesus e confia no mérito redentor do sacrifício de Jesus para saldar os seus pecados e fazê-lo aceitável a Deus. Em consideração ao seu ato de fé e obediência, Jeová justifica o tal cansagrado por lhe 12 . Por que se consagrou Jesus inteiramente ao serviço de Deus e foi batizado? Heb . 10 : 5-10 . 13 . Como nega a pessoa a si mesma, conforme disse Jesus, e consegue aceitação por seu ato? Gál . 2 : 16 .


287 aplicar o mérito do Redentor . Daí, Deus aceita a sua consagração. 14 0 entrelaçamento da graça de Deus, do sangue de Jesus e da fé do consagrado se mostra nos seguintes textos das Escrituras : "A saber, a justiça de Deus mediante a fé em Jesus Christo para com todos os que creem . Pois não ha distincção ; porque todos pescaram e necessitam da gloria de Deus, sendo justificados gratuitamente pela sua graça mediante a redempção que ha em Christo Jesus ; ao qual Deus propoz como propiciação, pela fé, no seu sangue ." "0 qual foi entregue por causa das nossas offensas, e resuscitado por causa da nossa justificação . Justificados, pois, pela fé, tenhamos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Christo . Ora muito mais, sendo agora justificados pelo seu sangue, seremos por elle salvos da ira." (Romanos 3 : 22-25 ; 4 : 25 ; 5 : 1, 9 ; Tito 3 : 7) 0 sangue de Jesus era humano, e portanto cobre ou lava o pecado inerente da carne e também os pecados decorrentes dêle . Portanto, a justificação que a pessoa recebe é como criatura humana . Do ponto de vista de Deus a pessoa se acha então no estado ou posição de Jesus como homem perfeito quando se apresentou no rio Jordão em consagração. 0 justificado é creditado com o direito à vida humana . " Não foi da vontade de Deus que o consagrado Jesus continuasse a viver na carne . Nem é Sua vontade a vida eterna na carne para o justificado seguidor de Cristo . Portanto, o direito do justificado à vida na terra é sacrificado através A FAMfLIA REAL

14. Após a consagração baseada na fé no sangue de Jesus, que posição primeiro adquire a criatura perante Deus? 1 João 1 : 7. 15. Que torna possível a sua justifica São, que faz Deus então e o que se torna o justificado? 1 Ped . 1 : , 4 .


2$$

"ESTÁ PRóXIMO O REINO"

do Sumo Sacerdote Jesus . Agora Jeová gera a criatura consagrada pelo Seu espírito ou fôrça vitalizadora . Esta geração é para a vida espiritual, à vida nos céus . Enquanto ainda permanece no corpo de carne, êle tem um direito condicional à vida celestial . 0 seu direito à vida determina que criatura êle realmente é perante Deus, e logo êle é uma "nova criatura". (Gálatas 6 : 15, 16, Almeida) Êle tem de viver agora como tal, na esperança da vida eterna nos céus quando o reino de Deus está estabelecido . " A geração da criatura não se dá de acôrdo com a vontade ou poder de qualquer homem, nem mesmo a sua própria, mas segundo a vontade de Deus . +` por meio da verdade de Deus que êle tem sido conduzido e ajudado até esta relação com Deus, e também pelos poderes vitalizadores do espírito de Deus . A vontade ou determinação de Deus é que a criatura consagrada viva como "nova criatura" com esperança de vida acima . É pelo poder da verdade, qual água pura, que êle é habilitado a estar limpo da religião e do curso dêste mundo . É pelo poder do espírito ou fôrça ativa de Deus junto a si que é capacitado a viver de novo como "nova criatura" . (2 Coríntios 5 :17, Almeida) "Não por obras de justiça que nós fizemos, mas segundo a sua misericordia nos salvou, pelo lavatorio da regeneração e renovação do espirito santo, que elle derramou sobre nós abundantemente por Jesus Christo nosso Salvador, afim de que, justificados pela sua graça, fossemos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna."-Tico 3 : 5-7. 16 . Por meio de que especificamente se dá a geração e por meio de que provisão graciosa é o consagrado capacitado a viver como nova criatura? Rom . S : 1-4 .


289 17 É por meio dêste proceder de Deus que o consagrado e justificado é gerado ainda uma vez do alto, ou `nascido de novo' e `nascido de cima'. (No texto grego original gerado e nascido são uma e a mesma palavra .) Quanto aos que aceitam assim o Rei e Redentor Jesus Cristo está escrito : "Mas a todos os que o receberam, aos que creem em seu nome, deu elle o direito de se tornarem filhos de Deus : os quaes não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas sim de Deus ." (João 1 :12,13) "Pela sua propria vontade elle nos gerou pela palavra da verdade, para que de algum modo f ossemos as primícias das suas creaturas ." (Tiago 1 :18) Esta geração é o "nascer da agua [que representa a palavra da verdade] e do espirito", e deve preceder a visão e entrada do consagrado no reino celestial de Deus .-João 3 : 3, 5. 18 Tal filho gerado de Deus, sendo espiritual, é recebido na organização universal de Deus, que é a sua "mulher" . Em vista do pecado do homem no Éden e a sua expulsão da organização de Deus, essa organização tem sido desde então tôda espiritual, composta de criaturas espirituais junto com aquêles filhos de Deus que são candidatos à vida espiritual nos céus. Por isso, essa organização universal, a "mulher" de Deus, tem sido de cima em comparação com o homem que é terreno . A "mulher" de Deus, em estado de gestação para produzir a Semente real que esmagará a cabeça da Serpente, é chamada Sião ou Jerusalém. Os que fazem parte dela são chamados seus filhos . Por causa dêsse fato, o apósA FAMILIA REAL

1T. De que modo, pois, nascem de novo os justificados e nascem da água e do espirito? 1 Ped . 1 : 23 . 18. Por que é a organização de Deus agora t8da espiritual, e de que modo se tornam os gerados do espirito seus filhos? Rom. 9 .8 .


290 "ESTA PRóXIMO O REINO" tolo Paulo escreve aos consagrados, gerados do espírito e diz : "Mas a Jerusalém que é lá de cima, é livre, a qual é nossa mãe, . . . Por isso irmãos, não somos filhos da escrava, mas da livre ." (Gálatas 4 :26,31) Jeová é o Pai dêstes tais e a sua "mulher" livre, de cima, é a mãe dêles . 1' Desde que o Govêrno é o "reino dos céus", é a êstes filhos espirituais ou gerados do espírito que Deus chama ou convida para o Reino . Não é uma `chamada de pecadores ao arrependimento', mas de filhos justificados ao Govêrno real . (Marcos 2 : 17) Acêrca da vocação celestial se escreve : "Fiel é Deus pelo qual fostes chamados á communhão de seu Filho Jesus Christo nosso Senhor." (1 Coríntios 1 : 9) Enquanto estão na carne, êstes "chamados" podem ser judeus ou gentios, circuncisos ou incircuncisos, escravos ou livres, do ponto de vista humano . Porém, êles não são chamados como tais e sim como filhos gerados de Deus. (1 Coríntios 7 :18-24) "Que andeis de uma maneira digna da vocação com que fostes chamados, . . , como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação ." (Efésios 4 :1, 4) "Fostes chamados em um só corpo." (Colossenses 3 :15) "Instando que andasseis de uma maneira digna de Deus que vos chama ao seu reino e á sua gloria." (1 Tessalonicenses 2 :12 ; 5 :24) "Vos chamou pelo nosso Evangelho para alcançardes a gloria de nosso Senhor Jesus Christo ." (2 Tessalonicenses 2 :14) "Os que teem sido chamados, recebam a promessa da eterna herança." (Hebreus 9 :15) "0 proprio Deus de toda a graça, que vos chamou em Christo para a 19 . A quem se estende a chamada ao reino de Deus? e afeta ao assunto ser a pessoa judia ou gentia? Heb . 2 : 13 .


291 sua eterna gloria ." (1 Pedro 5 : 10 ; 2 Pedro 1 : 3 ) Os pecadores podem ouvir acêrca desta chamada, mas isto não significa que é para lhes ser aplicada . A geração do espírito constitui a chamada. . 20 Em vista desta chamada para o reino e glória com Cristo Jesus, Jeová Deus unge o filho gerado do espírito, batizando-o com o seu espírito de unção . Isto é evidência de que Êle os escolheu e de que êles são os Seus "eleitos" . Eleito significa escolhido . Aos eleitos o apóstolo escreve : "Já vos despistes do velho homem com os seus feitos, e vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou ; onde não ha grego nem judeu, circuncisão nem incircuncisão, bárbaro, cita, servo ou livre ; mas Cristo é tudo em todos . Revesti-vos pois, como eleitos de Deus, santos, e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade ." (Colossenses 3 :9-12, Almeida) Outro apóstolo escreve "Eleitos segundo a presciencia de Deus Pae, na santificação do espirito, para a obediencia e para a aspersão do sangue de Jesus Christo ." (1 Pedro 1 :2) Em Apocalipse 17 :14, Jesus Cristo é mencionado como "Rei dos reis" ; e para mostrar quem são aquêles reis se acrescenta "Os que estão estão com ele, chamados, e eleitos, e fiéis ."-Almeida . " Deus teve presciência dos eleitos ; não que êle escolhesse preconhecer os indivíduos, mas que propôs ou predestinou que haveria tal comA FAMfLIA REAL

20. Que evidéncia dá Deus de que a pessoa fôra eleita ou escolhida para fazer parte da companhia do Reino e com quem são eleitos? 1 Cor. 1 : 27, 28 . 21 . Que predestinou ou predeterminou Deus concernente a sua compana de eleitos? e com que resultado? 1 Ped . 2 : 9.


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 292 panhia eleita. Êles eram parte ou tinham sido incluídos no Seu grande "mistério" . Éle não precisava preocupar-se com os indivíduos ou os seus nomes e identidades pessoais . Éle simplesmente determinou de antemão ou predestinou quais seriam os requisitos para a comunidade nesta classe e a que padrões teriam de atingir e que qualidades teriam de manifestar. Portanto, sem conhecer de antemão os membros individuais, o Deus Todo-poderoso sabia antecipadamente que classe de companhia seriam os eleitos e qual o número déles . Éle trata com os eleitos de tal maneira que serão a companhia qualificada que predestinou para o Seu uso e serviço . 22 Foi predestinada a exigência de que todos deveriam ser seguidores de Jesus Cristo e conformes ao seu exemplo e modo de proceder ; e isto, antes de Jesus Cristo vir e colocar os alicerces do novo mundo de justiça . "Assim como nos escolheu [elegeu] nelle antes da fundação do mundo para sermos santos e sem defeito perante elle, e em amor nos predestinou para sermos adoptados como filhos por Jesus Christo para si mesmo, conforme o beneplacito da sua vontade . [Em Cristo] tambem fomos feitos herança, tendo sido predestinados conforme o proposito daquelle que faz tudo segundo o conselho da sua vontade ."-Efésios 1 : 4, 5, 11 . " Por isso escreve o apóstolo Paulo aos elei* Segundo o Manuscrito Vaticano No . 1209, o MS. Alexandrino e outras versões ; e também o manuscrito papiro P 46 dos princípios do terceiro século, que é em muito o texto mais antigo da epístola de Paulo aos Romanos e descoberto em 1935 . Veja-se a nota marginal de The Emphatic Diaglott, página 532. 22. Que requisito predestinou Deus para os seus escolhidos, e quando? João 15 : 16, 19 . 23. Na ordem demonstrada em Romanos 8 : 28-30, como justifica e glorifica Deus os seus eleitos? Sal . 149 : 4-9.


293 tos : "Sabemos que os que amam a Deus, Deus faz que todas as coisas lhes cooperem para o bem, a saber, aos que são chamados segundo o seu proposito. Porque os que dantes conheceu, tambem predestinou para serem conformes á imagem do seu Filho, afim de que elle fosse o primogenito entre muitos irmãos ; e aos que predestinou, a estes tambem chamou ; e aos que chamou, a estes tambem justificou ; e aos que justificou, a estes tambem glorificou . Quem formará accusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica ." (Romanos 8 : 28-30, 33) Deus • Juiz, aprova tais "chamados" ou os pronuncia justos e retos, e os glorifica ou honra com o ministério glorioso do novo pacto debaixo de Jesus • Mediador .-2 Coríntios 3 : 7-18 ; 4 : 1-7 . 24 Davi, na antiguidade, quando escolhido para ser rei e também quando feito rei, foi ungido com óleo. Porém, as "novas criaturas" de Deus, os gerados do espírito, chamados e escolhidos, são ungidos com sua fôrça ativa invisível, que é • seu espírito santo . A êstes se diz : "Aquelle que nos confirma comvosco em Christo, e nos ungiu, é Deus, que tambem imprimiu em nós o seu sello e em nossos corações deu o penhor [fiança] do espirito ." (2 Coríntios 1 : 21, 22) Não há sim e não, ou vacilação e equívoco sôbre isto . Deus confirma e verifica os seus chamados e escolhidos em Cristo Jesus por ungi-los com o seu espírito. Desta maneira imprime nêles • seu sêlo de aprovação . O fato de êles terem • espírito de Deus em seus corações e estarem produzindo os frutos do espírito é um penhor • segurança para êles de que a sua esperança A FAMILIA REAL

24 . (a) Como são êstes ungidos? (b) Que penhor ou certeza dá Deus aos seus escolhidos de que êles têm a esperança de estarem com Cristo no seu Reino? Heb. 6 : 17-19 .


294

"ESTÁ PRóXIMO O REINO"

em Cristo é real, para serem por fim reunidos com êle no Reino assim como estão agora juntos com êle na proclamação do seu reino. Efésios 1 :13,14 lhes diz : "Havendo tambem crido, fostes sellados com o espirito da promessa, a saber, o espirito santo, [ou o espírito santo prometido], que é penhor [como sinal adiantado] da nossa herança para a redempção da possessão adquirida por Deus [ou até a libertação da igreja comprada de Deus], para o louvor da sua gloria." Por isso êles são avisados para não ofender ou ir de encontro ao espírito de Deus "Não entristeçaes ao espirito santo de Deus, no qual fostes sellados para o dia da redempção." -Efésios 4 : 30 ; 1 Tessalonicenses 5 :19. " Os que são ungidos com o Seu espírito devem ser fiéis e não recair em pecado . "Pois é impossível que os que uma vez foram illuminados e provaram o dom celestial, e se tornaram participantes do espirito santo, e provaram a boa palavra de Deus, e os poderes do mundo vindouro, e depois cahiram ; impossível é renovai-os outra vez para o arrependimento, visto que elles [estaqueiam] de novo para si o Filho de Deus e o expõem á ignominia." "Pois se peccamos voluntariamente, depois de termos recebido o pleno conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pescados, senão uma expectação terrível do juizo e um ardor de fogo que ha de devorar aos adversarios ."--Hebreus 6 : 4 , 5 ; 10 : 26, 27 . " Alguns dos que se associam com os eleitos de Deus na terra podem mais tarde se afastar dêles 25. Por que não há esperança para os ungidos que são volunUriamente infiéis e se voltam contra a iluminação do espirito de Deus? 2 Ped . 2 : 20-22. 26. Que precisam fazer aquêles que, ungidos, finalmente re . ceberão o prémio do Reino? João 15 : 1-8.


295 e se tornarem anticristos, mas os que finalmente recebem o galardão do Reino devem se unir à verdade e não se comprometerem com êste mundo e seus desejos cobiçosos. A êles escreve o apóstolo João : "E vós tendes a unção do Santo, e sabeis tudo . E a unção, que vós recebestes dêle, fica em vós, e não tendes necessidade de que alguem vos ensine ; mas, como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecereis ." (1 João 2 : 20, 27, Almeida) Êles conhecem os têrmos da sua comissão ou para fazer o que Deus os ungiu . Aquilo que Jesus citou da profecia e aplicou a si mesmo como Cabeça dêles aplica-se também a êles como membros do seu corpo, a saber : "0 espirito de Jehovah está sobre mim, porque Jehovah me ungiu para prégar boas novas aos mansos ; . . . e o dia da vingança do nosso Deus ; para confortar a todos os que choram ."-Isaías 61 :1, 2 ; Lucas 4 : 14-21 . 27 Para copiar sua Cabeça, Cristo Jesus, os seus seguidores devem dar público testemunho ou símbolo da sua consagração a Deus por serem batizados ou imersos em água . Cristo Jesus foi imerso antes de receber o espírito e ser ungido . (Mateus 3 : 13-17 ; 4 :1) Cornélio e os seus concrentes gentios foram batizados em água depois de o espirito santo descer sôbre êles e serem ungidos ; mas essa diferença do caso de Jesus foi devida á necessidade imediata de dar prova aberta de que os gentios eram daí em diante candidatos a serem aceitos no "corpo" de Cristo . (Atos 10 :44-48) Os crentes samaritanos, aos A FAMÍLIA REAL

27 . Segundo os fatos históricos registrados, por que é necessário que os seguidores de Cristo Jesus sejam batizados? Mat. 16 : 24 .


"ESTA PRóXIMO O REINO" 296 quais o evangelista Filipe pregara, foram batizados em água, mas não favorecidos com o espírito santo até a vinda dos apóstolos Pedro e João . "Os quais, tendo descido, oraram por eles para que recebessem o espírito santo . (Porque sobre nenhum deles tinha ainda descido ; mas somente eram batizados em nome do Senhor Jesus.) Então lhes impuseram as mãos, e receberam o espírito santo."-Atos 8 :15-17, Almeida. 28 Quanto aos crentes em Éfeso, na Asia, aos quais Paulo testemunhou, se declara (Atos 19 : 5, 6) : "Elles, tendo ouvido isto, foram baptizados em o nome do Senhor Jesus . Havendo-lhes Paulo imposto as mãos, veio sobre elles o espirito santo, e falavam em diversas línguas e prophetizavam." Segundo o exemplo de Jesus e o dêstes outros, aquêle que se consagra a Deus não necessita esperar até que haja evidência de ter sido ungido com o espírito de Deus . Tão cêdo quanto possível depois da consagração êle deveria simbolizá-la pela imersão nágua . Nenhum texto das Escrituras diz que uma mulher deveria efetuar o batismo . " Para alguém que ganhe a vida eterna na terra o símbolo da sua consagração a Deus pela imersão em água pode ser o fim de tudo o que concerne ao batismo . Entretanto, para os que são aceitos no Reino há ainda um outro batismo, que nenhuma criatura humana na terra pode administrar. Êste é o batismo do espírito santo, que Cristo Jesus administra como Servo de Jeová. Êste batismo indica que o consagrado tem sido batizado dentro do corpo de Cristo . 28. Em vista de todos os exemplos de batismo, quando deve o consagrado ser batizado em égua? Atos 2 : 38, 41 . 29. Que batismo adicional vem sõbre os que são aceitos no Reino? e contudo, por que se diz que há "um s6 baptismo"? Efé . ! : 4, 6.


297 Disse Pedro na manifestação pentecostal do espírito santo da parte de Cristo : "Exaltado, pois, pela dextra de Deus e, tendo recebido do Pae a promessa do espirito santo, derramou o que vêdes e ouvis ." (Atos 2 :33) +` "um só batismo", comum a todo o seu corpo . 30 Aos que recebem a dádiva do espírito santo e as suas várias manifestações, Paulo escreve "Mas tôdas estas coisas opera um só e o mesmo espírito, distribuindo a cada um em particular como quer . Pois assim como o corpo é um, e tem muitos membros, mas todos os membros do corpo, embora muitos, são um só corpo ; assim também o Ungido . Pois, na verdade, por um só espírito fomos todos imersos em um só corpo -quer judeus quer gregos, quer escravos quer livres ; e a todas nós se fêz beber de um só espírito [ou, fomos embebidos, saturados, com um só espírito] ." (1 Coríntios 12 :11-13, The Emphatic Diaglott) É êste único espírito ou fôrça ativa da parte de Deus que liga o corpo e o mantém junto à Cabeça, Cristo Jesus, por meio do qual se derrama o espírito . " Que significa tal batismo com o espírito de Deus dentro do "corpo de Cristo" quanto ao organismo carnal destas "novas criaturas"? Paulo escreve em resposta : "Porventura ignoraes que todos os que fomos baptizados em Christo Jesus, fomos baptizados na sua morte? Fomos, pois, sepultados com elle na morte pelo baptismo, para que, como Christo foi resuscitado dentre os mortos pela gloria do Pae, assim tambem nós andemos em novidade de vida . Se A FAMfLIA REAL

30. Por meio de que foram batizados em um só corpo e como se manifesta êste fato? 1 Cor . 12 : 4-10 . 31 . Que significa, o batismo de espírito santo com relação ao organismo carnal dos que são novas criaturas? Gál . 5 : 24 ; 6 : 14 .


29$ "ESTA PRóXIMO O REINO" temos sido unidos a elle na semelhança da sua morte, com certeza o seremos tambem na da sua resurreição ; . . . Mas se já morremos com Christo cremos que tambem viveremos com elle ; sabendo que, havendo Christo sido resuscitado dentre os mortos, já não morre mais ; a morte não domina mais sobre elle. Pois quanto ao morrer, elle morreu uma só vez ao peccado ; mas quanto ao viver, vive para Deus . Assim vós tambem consideras-vos mortos ao peccado, mas vivos para Deus em Christo Jesus ."---Romanos 6 : 3-11 . " Isto nos esclarece a pergunta de Jesus aos seus discípulos : "Podeis . . . ser baptizados com o baptismo com que eu sou baptizado?" Ao expressarem a sua disposição, assegurou-lhes que seriam batizados "com o baptismo com que eu sou baptizado" . (Marcos 10 :38,39) Êste batismo na sua morte está terminado ou acabado no momento da morte do organismo humano . Tal batismo traz aos consagrados muita aflição ou dificuldade por causa do mundo oposto que trata de forçar cada um a viver e a guardar-se vivo para seus rumos e padrões . Até Jesus disse : "Mas tenho de ser baptizado com um baptismo, e como me angustio até que elle se cumpra ! Pensaes que vim trazer paz á terra? Não, eu vol-o digo, mas divisão . "-Lucas 12 : 50, 51 . 33 Aquêle que se torna membro do "corpo de Cristo" torna-se parte da Semente da "mulher" de Deus . Torna-se também parte da Semente de Abraão na qual tôdas as famílias da terra se destinam a ser abençoadas . Por meio de que arranjo 7 Por ser adotado como filho de Deus . 32 . Por Que traz o batismo na morte de Cristo sofrimento e dificuldade sôbre o consagrado? João 16 : 19 ; 1 João 3 : 13 . 33 . Aquêle que se torna membro do corpo de Cristo, de que mais se torna também e como? 1 João 3 : 1, 8 .


299 s' Cristo Jesus, sobretudo, é a Semente de Deus e da sua "mulher" : "tua semente, a qual é Christo ." Os membros do seu corpo, pela adoção como filhos de Deus, são contados como um, com Jesus, que é a Cabeça e fundamentalmente a Semente . "Pois todos vós sois filhos de Deus mediante a fé em Christo Jesus ; porque tantos quantos fostes baptizados em Christo, vos revestistes de Christo . Não pôde haver Judeu nem Grego, não pôde haver escravo nem livre, não pôde haver homem nem mulher, pois todos vós sois um em Christo Jesus . Mas se vós sois de Christo, então sois semente de Abrahão, herdeiros segundo a promessa. . . . Enviou Deus a seu Filho, nascido de mulher, nascido debaixo da Lei, afim de resgatar os que estavam debaixo da Lei, para que recebessemos a adopção de filhos." (Gálatas 3 : 16, 26 -29 ; 4 : 4, 5) "Não recebestes o espirito de escravidão para estardes outra vez com temor, mas recebestes o espirito de adopção, pelo qual clamamos : Abba, Pae. 0 espirito mesmo dá testemunho com o nosso espirito de que somos filhos de Deus . E se filhos, também herdeiros ; herdeiros de Deus, e coherdeiros de Christo, se realmente padecemos com elle, para que também com elle sejamos glorificados . Tenho para mim que os sofrimentos da vida presente não teem valor em comparação com a gloria que ha de ser revelada em nós ." (Romanos 8 15-18) Êsses co-herdeiros são portanto aceitos no pacto para o Reino com o Davi Maior, Cristo Jesus, 0 "Rei dos reis".-Lucas 22 : 28-30, Diaglott ; Isaías 55 :3. A PAMILTA REAL

34. (a) Quem, principalmente, é a "semente", e como explica Paulo o modo pelo qual outros se tornam parte da mesma? (b) Em que pacto são êstes aceitos? Heb . 2 : 10-12, 16, 17.


300

"ESTÁ PRóXIMO O REINO"

86 A Palavra de Deus é clara e direta, àqueles chamados para serem herdeiros de Deus no Reino, em que uma grande prova de sua integridade para com Deus será feita por meio de sofrimentos às mãos da Serpente e sua semente . "Pois para isto fostes chamados, porquanto tambem Christo padeceu por vós, deixando-vos exemplo, para que sigaes as suas pisadas ." (1 Pedro 2 : 21) Por isso êles são exortados a "permanecer na fé e dizendo que por muitas tribulações nos é necessario entrar no reino de Deus" . (Atos 14 : 22) Paulo disse de si mesmo : "Soffro, a ponto de ser preso como malfeitor, mas a palavra de Deus não está presa . Portanto soffro tudo por amor dos e s c o l h i d o s, para que elles tambem alcancem a salvação que é em Christo Jesus com a gloria eterna. Fiel é esta palavra : se, pois, já merremos com elle, com elle tambem viveremos ; se perseveramos, reinaremos tambem com elle."-2 Timóteo 2 :9-12 . " A fim de que os membros do seu corpo possam firmar sua integridade e ganhar o Reino, o vitorioso Jesus ressuscitado diz : "Não temas o que estás para soffrer ; eis que o Diabo está para metter alguns de vós em prisão para serdes provados, e passareis por uma tribulação de dez [ou todos os] dias. Sê fiel até a morte, e eu te darei a coroa da vida . Ao vencedor, fal-o-ei sentar-se commigo no meu throno, assim como eu venci e sentei-me com meu Pae no seu throno ." (Apocalipse 2 :10 ; 3 : 21) Os que cumprem a sua consagração até a morte e guardam a sua integridade inquebrantável têm parte com Cristo o Rei na 35 . Qual é a prova de integridade que vêm sôbre os herdeiros do Reino, e por que é necessária? 1 Ped . 1 : ? . 36 . Que diz o Senhor ipara ajudar os membros do seu corpo a manterem sua integridade e em que privilégio têm parte os vencedores? Apo. 3 : 10, 11.


301 vindicação do nome do Pai . A êles se diz para confôrto : "0 Deus da paz em breve esmagará a Satanaz debaixo dos vossos pés ."-Romanos 16 : 20. " Tudo isso acentua a verdade repetidamente falada por Jesus : "Quem persevera até o fim, esse será salvo ." (Mateus 10 :22 ; 24 :13) Enquanto se empenham ativamente no serviço de Deus como proclamadores do seu reino, e enquanto sof rem o ódio de homens e nações por causa dessa pregação do evangelho, os herdeiros do Reino têm de praticar e fazer as coisas vitais enumeradas pelo apóstolo inspirado : "Usando tôda diligência, acrescentai à vossa fé, fortaleza ; e à fortaleza, conhecimento ; e ao conhecimento, temperança ; e à temperança, paciência ; e à paciência, piedade ; e à piedade, bondade fraternal, e à bondade fraternal, amor. . . . Portanto, irmãos, esforçai-vos diligentemente em fazer firme a vossa chamada e eleição ; porque fazendo estas coisas, jamais caireis ; pois dêste modo ricamente vos será fornecida a entrada no reino [eterno] do nosso Senhor e Salvador Jesus ." (2 Pedro 1 : 5-11, Diaglott) Porque muitos não fazem firme a sua chamada `poucos são escolhidos' . 38 É sòmente por adotar o proceder que o "Rei dos reis" adotou e por participar em seus sofrimentos e sua maneira de morte que aquêles chamados ao reino celestial têm alguma esperança de participar em sua ressurreição . 0 previdente Paulo declara ser isto o seu esfôrço constante : "Para o conhecer e o poder da sua reA FAMfLIA REAL

37. Que proceder têm de adotar os que querem fazer firme a sua vocação, eleição, e serem salvos? Mat . 22 : 14 . 38. Qual tem de ser o esfõrço constante dos que esperam ter parte na ressurreição de Cristo? Heb . 12 : 1, 2 .


302 "ESTÁ pRóXIMO O REINO" surreição e a participação dos seu soffrimentos, conformando-me com elle na sua morte, para ver se de algum modo posso attingir á resurreição dentre os mortos. . . . uma cousa faço, esquecendo-me das cousas que ficam para traz, e avançando para as que estão adeante, prossigo em direcção ao alvo, para obter o premio da vocação celestial de Deus em Christo Jesus ."-Filipenses 3 :10-14. 3'A aquisição gloriosa do prêmio real por aquêles que não se inclinam diante de qualquer criação bestial de Satanás o Diabo mas que copiam Jesus em serem testemunhas fiéis com a Palavra de Jeová Deus é retratada em Apocalipse 20 : 4-6 : "E ví tronos, (e se assentaram sôbre êles, e foi-lhes dado o julgamento,) e as pessoas daqueles que tinham sido degolados por causa do testemunho de Jesus, e por causa da palavra de Deus,-os que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam a marca nas suas testas, e nas suas mãos ; e viveram [foram restaurados à vida] e reinaram com o Ungido [Cristo] os mil anos . Mas o resto dos mortos não viveu até terminarem os mil anos. Esta é a primeira ressurreição . Bendito e santo é aquêle que tem uma porção na primeira ressurreição ; sôbre êstes a segunda morte não tem autoridade, mas serão sacerdotes de Deus e do Ungido, e reinarão com êle mil anos."--Diaglott ; nota marginal. 40 A dêles é a "primeira ressurreição", primeira em tempo, porque Jesus Cristo sua Cabeça foi o primeiro a ser em qualquer tempo ressuscitado à vida eterna e na sua segunda vinda "os 39. Qual é o prèmio real alcançado no fim pelos que recusam Prometer-se com o mundo de Satanãs? Apo. 2 . 10, 26, 27 . Por q a se fala da ressurreição dêles nas Escrituras como a "primeir" ressurreição? Apo . 1 . 6, 18.

w


303 mortos em Christo resuscitarão primeiro' (1 Tessalonicenses 4 :16) ; também é primeira em importância, pois e a ressurreição da família real, dos herdeiros do Reino que é a organização capital de Jeová sôbre o universo . A "primeira ressurreição" de Cristo Jesus e do "corpo de Cristo" se descreve em 1 Coríntios 15 : 20, 42-57, como segue ` "Mas agora Cristo ressuscitou dos mortos, e foi feito as primícias dos que dormem . Assim também a ressurreição dos mortos . Semeia-se o corpo em corrupção ; ressuscitará em incorrupção. Semeia-se em ignominia, ressuscitará em gloria. Semeia-se em fraqueza, ressuscitará com vigor. Semeia-se corpo animal, ressuscitará corpo espiritual . Se há corpo animal, há também corpo espiritual, Assim está também escrito : 0 primeiro homem, Adão, foi f eito em alma vivente : o último Adão em espírito vivificante . Mas não é o primeiro o espiritual, senão o animal ; depois o espiritual . 0 primeiro homem, da terra, é terreno ; o segundo homem, o Senhor, é do céu . Qual o terreno, tais são também os terrenos ; e qual o celestial, tais também os celestiais. E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do . celestial 42 "E agora digo isto, irmãos : que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herda incorrupção . Eis aqui vos digo um mistério : Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a A FAMfLIA REAL

41 . Como descreve o apóstolo Paulo a primeira ressurreição de Cristo e do seu corpo? 2 Cor. 5 : 1-4. 42. Qual é o mistério dessa ressurreição e que grande vitória é ganha peia ressurreição do corpo de Cristo para a imortalidade? Osé 18 : 14 ; Isa. 25 : 8 .


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 304 última trombeta : porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados . Porque convem que isto que é corruptivel se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista de imortalidade . E, quando isto que é corruptivel [o corpo de Cristo] se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita : Tragada foi a morte na vitoria. Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno [(nota marginal) morte], a tua vitoria? Ora o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei . Mas graças a Deus que nos dá a vitoria por nosso Senhor Jesus Cristo."-Almeida . " pelas razões acima descritas a ressurreição dos membros do "corpo de Cristo" tem de ser invisível aos olhos humanos. Diferente do caso de Jesus durante os quarenta dias depois da sua ressurreição, não haverá materializações por êles em corpos de carne após sua ressurreição para provar aos homens na terra que os membros mortos da família real foram restaurados à vida, porque o Reino já foi estabelecido. "0 que é nascido do espirito, é espirito," disse Jesus. Por meio da ressurreição, o "corpo de Cristo" que no princípio é composto de criaturas ungidas na carne, em humilhação, passa por uma mudança. Por quê? 0 apóstolo explica aos herdeiros do Reino : "Pois a nossa patria está nos céos, donde tambem aguardamos como Salvador o Senhor Jesus Christo, o qual transformará o corpo da nossa humilhação, de maneira que seja conforme ao corpo da sua gloria, segundo a 43 . Por que permanecerão para sempre invisíveis aos olhos humanos os da primeira ressurreição? João 14 : 19 ; 1 Tim . 6 :16.


305 operação com que tambem pôde sujeitar a si todas as cousas ."-Filipenses 3 : 20, 21 . " A família real precisa tôda participar da glória celestial . Portanto, os membros do "corpo" de Cristo precisam ser transformados para serem um "corpo" glorioso, participando e refletindo a glória da Cabeça real, Jesus Cristo . Então reinará tôda a família real desde o céu como reis e sacerdotes por mil anos sôbre a terra para abençoar todos os "homens de boa vontade." (Apocalipse 5 : 10 ; 20 : 4, 6) Então, a êstes 144.000 santos, ou consagrados, que são "os chamados, os escolhidos e os fiéis" com Cristo Jesus apesar da guerra de oposição movida contra êles pela organização de Satanás, Jeová Deus, o "ancião de dias", deu a sua decisão aprobatória e lhes designou um lugar permanente com seu Filho amado no Reino . Há muito tempo atrás foi dada uma visão desta triunfante ocasião, conforme está escrito : "Veio o ancião de dias [ao seu templo por meio do seu representante real Cristo Jesus], e foi dado o juizo aos santos do Altíssimo ; e chegou o tempo em que os santos possuíram o reino [do novo mundo] . E o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo : o seu reino será um reino eterno, e todos os domínios o servirão, e lhe obedecerão ." --Daniel 7 : 22, 27, Almeida. A FAMÍLIA REAL

44 . (a) Como participará e refletirá a família real a glória celestial da cabeça Jesus Cristo? Col 3 :4. (b) Que sentença lhes da Jeová, e para que lugar os designa? 2 Tim . 2 : 11, 12.


CAPITULO XVIII

EMBAIXADORES DA TEOCRACIA

ao fato de João Batista e Jesus D EVIDO Cristo confinarem seu ministério aos ju-

deus na Palestina, a mensagem, "Está próximo o reino dos céus", nunca fôra anunciada às nações gentias do mundo . A vinda de Jesus como o Rei Messias, o Príncipe, há dezenove séculos, era de tal importância que foi precedida de um precursor, João Batista, especialmente levantado pelo Deus Todo-poderoso . Isto preparou o povo para a chegada e aparecimento do próprio Rei . Contudo, a vinda ou estabelecimento do Reino em si no poder é de máxima importância na história universal, porque o Reino é o Govêrno teocrático e por meio dêle o Deus Altíssimo Jeová vindicará o seu grande e santo nome . "0 reino dos céus" é, como as páginas precedentes juntas concordam, a principal doutrina da Palavra de Deus, a Bíblia. 2 Seria de esperar-se então, que o evento de maior importância para o nome de Deus e para tôda a Sua organização universal fôsse precedido de tôda a publicidade antecipada e merecida . A própria Palavra de Jeová garantiu que seria assim . 0 estabelecimento de seu govêrno teocrático às mãos do seu Rei ungido leva à mais terrível luta e batalha na história da criação, e 1 . (a) De que foi precedida a vinda de Jesus como Messias o Príncipe, e por quê? (b) Que é de importãncia ainda maior, e por quê? Sal . 22 : 27, 28 . 2 . (a) Por que, então, se deve agora proclamar a mensagem "Está prbximi- o reino dos céus"? (b) Por meio de quem prometeu Jeová dar o aviso? Eze . 3 : 17-21. 306


307 há uma necessidade imperiosa de aviso à humanidade. Jeová prometeu dar pleno aviso antes do dia no qual, por meio do seu Reino, êle travará a batalha, dizendo : "Eis que eu vos enviarei o propheta Elias, antes que venha o grande e terrivel dia de Jehovah . Elle converterá o coração dos paes aos filhos, e o coração dos filhos a seus paes ; para que eu não venha e fira a terra com anathema."-Malaquias 4 : 5, 6 . 3 A obra proclamatória de João em 29-30 E .C. foi sòmente um cumprimento em miniatura dessa profecia . 0 "grande e terrível dia de Jehovah" não seguiu o ministério de João . Sua voz f oi silenciada na morte por degolação, e o rei Herodes e outros regentes gentios e religiosos continuaram no poder e até causaram a morte do Rei ungido de Jeová . Quarenta anos mais tarde a partir de João, a saber, em 70 E .C., quando a cidade de Jerusalém foi destruída pelos exércitos romanos gentios, Cristo Jesus não veio de novo . Naquela destruição da infiel Jerusalém êle não agiu pessoalmente como executor de Deus, nem ajuntou então a si todos os seus discípulos . Êles foram obrigados a fugir para fora de Jerusalém e largamente espalhados . (Lucas 21 : 20-24) 0 dia de Jeová tinha ainda de vir ! 4 Agora, mais uma vez, depois dum silêncio de dezenove séculos sôbre o assunto, a mensagem "Está próximo o reino dos céus" é proclamada na maior campanha de publicidade da história humana . Todos os religiosos da "Cristandade" desafiam a mensagem . Como pois, saberemos se a EMBAIXADORES DA TEOCRACIA

3. Que fatos mostram que a obra de João Batista era apenas um cumprimento em miniatura da profecia de Elias? Luc . 19 :41-44 ; 21 : 5, 6 . 4. Agora, dezenove séculos mais tarde, qual é a mensagem que se proclama de novo? e que perguntas surgem? Apo . 12 : 10.


308 "ESTÁ PRÓXIMO O REINO" mensagem é verídica e o tempo correto? Será ela a precursora assinalando que o dia da batalha de Jeová está imediatamente à frente com a vitória do seu reino 1 Onde está Elias que se predisse viria i Que mostram os fatos modernos? 5 0 nome do profeta "Elias", ou "Elijah", significa "Meu Deus é Jeová", sendo jah a abreviação para Jehovah . 0 Elias da antiguidade era uma testemunha em prol de Jeová como Deus . Depois que expôs os sacerdotes do demonismo por meio duma prova espetacular de fogo no monte Carmelo, o povo gritou : "Jehovah é o Deus ; Jehovah é o Deus ." Imediatamente depois disso os sacerdotes da religião foram executados . Elias fugiu da sanguinária rainha Jezabel. No seu esconderijo foi instruído pelo Senhor Deus para sair de novo como servo de Jeová e ungir o seu sucessor Eliseu e também a Jeú para ser rei . Éste Jeú é aquêle que trancou os religiosos no templo de Baal e os executou todos, extirpando assim a religião de Baal do reino de Israel . Também matou sua patrocinadora, a rainha Jezabel. 6 Além disso, antes de reassumir a sua obra profética, foi dito a Elias que Jeová tinha um restante de verdadeiros adoradores deixados no país, "sete mil em Israel : todos os joelhos que se não dobraram a Baal, e toda a bocca que o não beijou ." (1 Reis, capítulos 18 e 19 ; 2 Reis, capítulos 9 e 10) Depois que Elias foi arrebatado num redemoinho, Eliseu continuou como seu sucessor. 0 rei Jeú fêz a sua obra contra a religião durante os dias de Eliseu . 0 nome "Eliseu" 5 . Que significa, o nome de Elias e que fêz de destacado quanto à religião? Tia . 5 : 17, 18. 6 . Quem continuou depois de Elias e que significa o seu nome? 2 Reis 2 : 8-15 ; 9 : 1-8.


309 significa "Deus é Salvador" ou "Deus é salvação". 'João Batista obrou "no espirito e poder de Elias". Semelhante a Elias, fêz uma obra de destruição contra a religião, denunciando os religiosos fariseus e caduceus (o que incluiu os sacerdotes) como "raça de víboras" sujeita à ira de Jeová. Êle anunciou o Reino como próximo . Os religiosos descrentes se sentiram grandemente aliviados com a morte de João, mas então Jesus e os seus discípulos continuaram, pregando publicamente e de casa em casa . 0 nome Jesus corresponde rigorosamente ao nome Eliseu (Elisha) no significado "Jeová é salvação" . Tanto a obra de Elias e Eliseu nos dias do reino típico de Israel, como a obra de João Batista e de Jesus e dos seus discípulos nos dias da presença do Rei ungido de Deus, prefiguravam uma obra maior a ser feita em relação ao estabelecimento do reino de Jeová. Essa obra que é destruidora para a falsa religião e que anuncia o Reino é feita sob a superintendência do Rei Cristo Jesus . Êle é o Elias Maior e o Eliseu Maior, e êle associa consigo nesta obra o restante dos membros fiéis do seu "corpo" . Êstes prosseguem debaixo Dêle sua Cabeça . Portanto, o Elias que Jeová prometeu enviar no tempo devido não é um indivíduo, mas uma companhia dos Seus servos na terra que agem sob o seu Cabeça, Cristo Jesus . É o sinal mais seguro e eloqüente de que "está próximo o reino dos céus" . Conforme foi predito acêrca de Jesus pelo profeta EMBAIXADORES DA TEOCRACIA

7. De que modo era a obra de João semelhante à de Elias e quem lhe seguiu na proclamação "está próximo o reino dos céus"? Luc . 1 : 13-17. 8 . (a) Pelo trabalho de quem, portanto, foi prefigurada o obra feita em relação ao estabelecimento do Reino? Luc . 4 :27 . (b) Quem é pois, o Elias que Jeová prometeu enviar? e que sinal se prove por meio do antitípico Elias? Zac . 3 .8 .


"ESTA PRÓXIMO O REINO" 310 Isaías : "Ata o testemunho e sella a lei entre os meus discípulos . Eis que eu e os filhos que Jehovah me tem dado, são para signaes e para portentos em Israel da parte de Jehovah dos exercites, que habita no monte de Sião ."--Isaías 8 : 16,18 ; Hebreus 2 : 13. 'Em julho de 1879 E .C. começou a aparecer uma pequena mas portentosa publicação . Era uma revista chamada Zion's Watch Tower and

Herald o f Christ's Presente (A Sentinela de Sido e Arauto da Presença de Cristo) . Seu nome

falava por si . Os cristãos que lançaram esta publicação eram pessoas consagradas que se tinham separado de tôdas as organizações religiosas da "cristandade" e do paganismo . Dedicaram-se à pesquisa direta da pura Palavra de Deus não misturada com as tradições religiosas dos homens . Quem os indivíduos eram não é importante ; estarem consagrados diretamente a Deus por meio de Jesus Cristo e à mensagem para a proclamção da qual Éle os empregou, isso é o importante. Tão cêdo quanto o seu número de junho de 1880, a revista publicou que o fim dos tempos de govêrno ininterrupto dos gentios terminaria em 1914 . Mostrou a prova bíblica disto . Os mesmos editores da revista publicaram em 1889 um livro intitulado "The Time Is at Hand" ("0 Tempo Está Próximo"), e em 1891 outro chamado "Thy Kingdom Come" ("Venha o Teu Reino") . Ambos obtiveram uma circulação de milhões de exemplares, em muitas línguas, e ambos mostraram que o reino de Deus tomaria o poder no fim dos tempos dos gentios em 1914 . 9 . (a) Que revista começou a aparecer em julho de 1879, quem os editores, e para que evento apontou desde logo? (b) Que publicações companheiras de igual importAncia apareceram pouco depois e que efeito teve a mensagem sõbre os religiosos? Atos 13 : 40, 41.


311 Existiam muitas outras publicações da Watch Tower, e em 1909 mudou -se o título da revista para The Watch Tower and Herald of Christ's EMBAIXADORES DA TEOCRACIA

Presente (A Sentinela e Arauto da Presença de Cristo) . Em tôda a parte os religiosos, católicos,

protestantes e judeus, ridicularizavam a mensagem e se opunham a ela . Sòmente um restante ficou convencido pela mensagem e consagrou-se a Jeová Deus e tomou parte na obra publicitária . 11 1914 E.C . foi um ano de prova . Alguma coisa, cujas conseqüências desastrosas ainda estão afetando o globo inteiro, aconteceu naquele ano . Com o espírito malvado da semente da Serpente, as fôrças religiosas combinadas serviram-se das condições de emergência da primeira Guerra Mundial para exercer pressão política sôbre êstes publicadores do reino de Deus. As publicações da sua Sociedade f oram proscritas pelos governos, os distribuidores da mensagem foram presos ou assaltados e expulsos, e em 1918 nos Estados Unidos da América os funcionários mais altos da Sociedade foram falsamente acusados e levados à prisão por um termo de 80 anos cada um . A obra da única organização na terra a proclamar que o reino celestial de Jeová estava próximo fôra abatida . Foi então lembrado com conf ôrto que, quando Elias era arrebatado num redemoinho, seu sucessor o viu ir. 0 ungido Eliseu tomou o manto do profeta e feriu as águas do Jordão e atravessou-o para continuar a obra de testemunho de Jeová Deus contra todos os religiosos do país . Assim também depois que João Batista fôra decapitado pelo rei Herodes a 10. (a) Como foi a obra de publicar o Reino abatida em 1918? Mat. 24 :9-13. (b) Nesta condição abatida que confórto receberam os publicadores da Palavra de Deus? e, em harmonia com isso, que estava destinado a acontecer à obra? Pro. 24 : 16.


"ESTA PRóXIMO O REINO" 312 instigações da religiosa Herodias e da sua filha Salomé, Jesus e seus discípulos continuaram a levar a mensagem do Reino pràticamente à cada cidade, vila e lar dos judeus na Galiléia e Judéia . A obra de testemunho, portanto, que fora prefigurada pelas duas testemunhas, Elias e João Batista, e que fora morta em 1918 não se destinava a ficar na desgraça, no pó, como um cadáver . Devia surgir de novo . E assim foi, no tempo devido, pelo poder de Deus, o Todo-poderoso, e conforme predito em Ezequiel 37 : 1-14 e Apocalipse 11 :1-13. ` Em Março de 1919, os funcionários encarcerados da Sociedade foram soltos e mais tarde vindicados de tôdas as falsas acusações . Reviveu-se então a obra de testemunho com coragem, assim como quando o governador Zorobabel e o sumo sacerdote Josué recomeçaram a construção do templo a despeito da lei injusta que os inimigos contra êles tinham alcovitado em contraste com o decreto de Ciro . Q efeito foi similhante ao de Pentecostes em 33 E.C., depois que os discípulos de Jesus se recuperaram da sua dispersão por sua morte, e da sua inatividade . (Zacarias 12 :10) Então o espírito veio sôbre o restante dos crentes judeus e moveu-os a dar um testemunho através da sua nação e Samaria . Isso também trouxe grande perseguição e oposição da parte dos chefes religiosos . Três anos e meio mais tarde a obra de testemunho foi estendida a tôdas as nações e povos quando Deus deu uma nova manifestação do derramamento do espírito santo sôbre os primeiros crentes gentios . Três e 11 . (a) Como se comparou a revivifica ção da obra do Reino em 1919 com os eventos de 33 E . C .? Es d. 5 : 1, 2 . (b) Como se compararam os eventos três anos e meio depois de 1919 com os de 36 E. C.? Atos 15 : 7, 8, 14, 17 .


313 meio anos a partir de março de 1919, a saber, em setembro de 1922, na maior assembléia internacional de publicadores do Reino efetuada até então, o testemunho ao govêrno teocrático de Jeová foi infundido com maior espírito de poder e EMBAIXADORES DA TEOCRACIA

ANUNCIAI

O

REI

E O

SEU

REINO

ação do que jamais antes, sob o grito emocionante : "Anunciai o Rei e o seu reino!" " Um fenomenal testemunho ao nome e reino de Jeová seguiu-se após 1922, em mais de oitenta 1 2. Que seguiu de 1922 em diante e que profecia teve portanto o seu cumprimento final desde 1919? Mat . 28 :19, 20 .


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 314 línguas e em tôda a terra e por todos os meios de publicidade. Êste crescente testemunho fala que desde 1919 em diante a profecia de Joel 2 : 28-32 está alcançando seu completo e final cumprimento. Diz ali : "Acontecerá depois que derramarei o meu espirito sobre toda a carne ; vossos filhos e vossas filhas prophetizarão, os vossos anciãos sonharão, terão visões vossos mancebos ; tambem sobre os servos e sobre as servas naquelles dias derramarei o meu espirito. . . . Acontecerá que todo aquelle que invocar o nome de Jehovah será libertado ; pois no monte de Sião e em Jerusalem estarão os que escaparem, como disse Jehovah, e entre os sobreviventes aquelles que Jehovah chamar ." 0 apóstolo Pedro, pela expressão do espírito de Deus, comentou a profecia de Joel e declarou que o espírito é derramado não sôbre a carne de tôda a humanidade, mas apenas sôbre todos os servos e servas de Jeová . Êstes são novas criaturas em Cristo Jesus e ainda estão na carne. 13 0s que recebem o espírito são renovados na fôrça para servirem a Deus. Êstes, com os poderes de mancebos para discernir, têm visão do Reino e do seu estabelecimento à luz da Palavra de Deus, e de tôdas as suas profecias . Isto é, proclamam phblicamente a visão conforme se baseia na profecia cumprida de Deus . Por outro lado, os que não são renovados pelo espírito de Deus, mas vivem como "anciãos" e permanecem inativos e se estribam no seu passado, se entregam a sonhos vãos e não-bíblicos que enganam a si mesmos e a outros . Jeremias 23 :21-32 ; Efésios 4 : 22. 1 3. De que modo têm os 'mancebos visões', e 'sonham os anciãos'? 1 João 2 , 13, 14, 20, 27 .


315 Para cumprir os requisitos da profecia, o derramamento do espírito tem de se cumprir sôbre o restante das testemunhas de Jeová que são membros do "corpo" de Cristo . Em virtude disto são feitos embaixadores do govêrno teocrático . Nos tempos bíblicos não se trocavam embaixadores entre govêrnos amistosos mas sim em tempos de relações tensas ou durante a guerra. Portanto, os embaixadores do Reino são enviados aos que necessitam de se reconciliar ou de chegar a relações cordiais e pacíficas com o Rei e o reino de Deus, para não serem destruídos na "batalha", naquele grande dia do Deus Todo-poderoso' . Dêste ponto de vista o apóstolo Paulo escreve, expressando a posição do restante ungido de Jeová : "A saber, que Deus em Cristo estava reconciliando o mundo consigo, não lhes imputando as suas ofensas ; e depositou conosco a palavra da reconciliação . Somos, portanto, embaixadores por Cristo ; como se Deus convidasse por meio de nós, rogamos [os pecadores], a favor de Cristo .-reconciliai-vos com Deus ! Pois aquêle que não conheceu pecado, fêz êle oferta pelo pecado a nosso favor, para que nos tornássemos a justiça de Deus nêle ."-2 Coríntios 5 : 19-21, T he Em phatic Diaglo tt (em inglês) . " Sendo enviados aos que vivem sob governos mundiais hostis, os embaixadores de Jeová para o Reino não podiam esperar fôssem em todo lugar recebidos favoravelmente ou que escapassem da perseguição . E assim é . Os registos nos tribunais dos países e a amplamente conhecida perseguição, assaltos, encarceramentos e opresEMBAIXADORES DA TEOCRACIA

14

14 . Em quem se cumpre o derramamento final do espirito, e de que maneira agem na qualidade de embaixadores? Luc. 14 : 31, 32. 15 . Deve-se esperar que os embaixadores do reino de Deus sejam recebidos de maneira amistosa por todos? e, desde 1914, quais são os fatos? Mar . 13 : 9, 10 .


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 316 sões para com êstes embaixadores em países democráticos como também em países sob regência totalitária provam que a Bíblia é verídica nas suas profecias quanto às experiências dêles de 1914 E .C . em diante .-Mateus 10 :16-22. " Mas êstes embaixadores ou enviados são apenas um restante . Deve-se atribuir qualquer significado à atividade mundial duma minoria desprezada e perseguida como êles? Deve-se tomar a sua mensagem a sério ? Certamente que Sim ! A sua proclamação até os confins da terra de que "está próximo o reino dos céus" é em si mesma uma prova destacada de que atingimos o fim do mundo e de que o Reino está realmente estabelecido . Por quê? Porque, ao predizer as evidências visíveis da vinda de Cristo o Rei no seu Reino, Jesus disse : "E estas boas novas do reino serão pregadas em tôda a terra habitada, em testemunho à tôdas as nações, -e então terá vindo o fim." (Mateus 24 :14, Rotherham [em inglês]) São as boas novas ou evangelho, não do reino por vir, mas do Reino chegado : É de suprema importância, então, verificar a verdade da mensagem por outras provas disponíveis . 16 . Quantos são agora tais embaixadores e que significa, o fato de que "Está próximo o reino dos céus" seja amplamente proclamado por êles? Isa . 52 : 7, 8 .


CAPÍTULO XIX

CONSIDERE A EVIDÊNCIA "REINO dos céus" é a Teocracia sempiterna de Jeová, seu govêrno real exercido por meio do seu Rei ungido, Cristo Jesus . Por isso temos de nos estribar na Palavra de Deus a fim de aprendermos o que se dá nos céus invisíveis quando o Reino fôr estabelecido . 2 Jeová é sem princípio : "desde a eternidade até a eternidade tu és Deus ." (Salmo 90 : 2) Èle é o mais antigo de todos . A cena que se dá nos céus por ocasião do estabelecimento do govêrno teocrático com respeito à terra se revela num quadro inspirado escrito pelo profeta Daniel . Êle escreve : "Eu estava olhando até que foram postos uns thronos, e um que era antigo de dias se assentou ; o seu vestido era branco como a neve, e os cabellos da sua cabeça como pura lã ; o seu throno era chammas de fogo, e as rodas do mesmo fogo ardente . De deante delle manava e Bahia um rio de fogo ; milhares de milhares [milhões] o serviam, e myriades de myriades assistiam deante delle ; assentou-se o juizo, e abriram-se os livros . Vi nas visões nocturnas, e eis que vinha com as nuvens do céo um como filho de homem, que se chegou até o antigo de dias ; foi apresentado deante delle . Foi-lhe dado dominio e gloria e um reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem ; o seu dominio é um 1 . Que é o "reino dos céus" e onde aprendemos os eventos celestiais relacionados com o mesmo? Apo. 4 : 1, 2. 2 . Como narrou Daniel o que ocorreu nos céus com respeito à terra por ocasião do estabelecimento do Govêrno Teocrático? Sal. 72 : 1, 2, 7, S . 317


"ESTA PRÓXIMO O REINO" 31$ domino sempiterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruido ."- Daniel 7 : 9, 10,13,14 . 3 Essa visão foi uma previsão da ocasião quando terminavam os 2 .520 anos do "tempo dos gentios" em 1914 E .C. e Jeová deu o Reino do novo mundo de justiça "àquêle a quem pertence o direito" . Desde o seu batismo no Jordão como homem perfeito, Êste, o Rei ungido de Deus, teve êsse direito . Mas êle esperou voluntàriamente até que viesse o tempo em que Jeová pusesse os seus inimigos por escabêlo dos seus pés e autorizasse o seu Rei a enviar seu poder desde a capital Sião para baixo contra os inimigos na terra . A profecia diz isso : "Diz Jehovah ao meu Senhor Senta-te á minha mão direita, até que eu ponha os teus inimigos por escabello dos teus pés . Jehovah enviará de Sião o sceptro do teu poder, dizendo : Domina no meio dos teus inimigos . Jehovah jurou, e não se arrependerá : Tu és sacerdote para sempre segundo a ordem de Melquisedec. Q Senhor [Jehovah], á tua mão direita, quebrantará reis no dia da sua ira . Julgará entre as nações ." (Salmo 110 : 1, 2, 4-6) Êste empossar do Rei ungido de Jeová significa, portanto, o nascimento do Reino, o dar à luz da Semente da sua "mulher" como Rei reinante . Agora que terminou a regência ininterrupta de Satanás sôbre a terra, Jeová toma a si o seu grande poder. Êle reveste Cristo Jesus com poder para brandir a vara do govêrno teocrático e de tratar os inimigos como merecem . 3. (a) De que eram previsão a visão de Daniel? e por que não exerceu o Rei de Jeová o seu direito até então? Heb. 10 : 12, 13. (b) Que, portanto, significa a posse do seu Rei? Sal . 103 : 19.


319 Que Jeová começasse a reinar com respeito à parte do universo que tem estado rebelde é um evento de máxima importância para todo o universo. As hostes celestiais de santos anjos jubilam por causa disto . "0 setimo anjo tocou a trombeta. Houve grandes vozes no céo, dizendo : 0 reino do mundo [do novo mundo] passou a ser de nosso Senhor e de seu Christo, e elle reinará pelos seculos dos seculos . Os vinte e quatro anciãos, que estão sentados deante de Deus sobre os seus thronos, prostraram-se sobre os seus rostos e adoraram a Deus, dizendo : Graças te damos, Senhor Deus Todo-poderoso, que és e que eras ; porque tens tomado o teu grande poder, e entraste no teu reino . As nações encheram-se de ira, mas veiu a tua ira e o tempo de serem julgados os mortos, e de dar a recompensa aos teus servos, os prophetas, e aos santos e aos que temem ao teu nome, aos pequenos e aos grandes, e de destruir os destruidores da terra . Abriu-se o santuario de Deus, que está no céo, e no seu santuario foi vista a arca da sua alliança. Houve relampagos, e vozes, e trovões, e terremoto e tempestade de saraiva ." (Apocalipse 11 :1519) No tempo devido se transmitiu essa informação aos embaixadores de Jeová na terra, e o Apocalipse mostra que isto foi depois da revivificação das Suas "duas testemunhas". 'Os milhares de milhares que a visão de Daniel mostra como estando de pé perante o Antigo de dias, e os miríades de miríades que lhe servem, representam a organização universal fiel CONSIDERE A EVIDÊNCIA

4

4 . (a) Que proclamação jubilante se fez no céu quando Jeová começou a dominar sõbre a parte rebelde do universo? Heb . 1 :6 ; 2 :8. (b) A quem se transmitiu essa informação devidamente? Apo . 11 : 11, 12. 5. O que e representado pelos "milhares de milhares" de Daniel, qual o seu nom- e de que modo corresponde a ação com a descrita no capítulo 12 do Apocalipse? Isa . 6 : 7 .


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 320 de Jeová, a sua "mulher" . A apresentação do Filho do homem, o Rei ungido de Deus, próXimo e diante de Jeová Deus no seu trono para receber os poderes do Reino bem representa como a "mulher" ou organização santa de Deus dá à luz o novo govêrno que Jeová f az para ser a sua organização capital no universo . Na sua capacidade de dar à luz o govêrno capital, a "mulher" de Deus é chamada "Sião" ou "Jerusalém" e é a organização mãe. O evento de ela dar à luz o Reino do "Filho do homem", Cristo Jesus, diante da oposicão da organização inteira de Satanás é maravilhosamente descrito em linguagem simbólica Apocalipse 12 : 1-5, como segue `Foinovisto um grande signal no céo : uma mulher vestida de sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrellas sobre a sua cabeça, e estando gravida, gritava com as dores do parto e soffria tormentos para dar á luz. Foi visto também outro signal no céo ; eis um grande dragão vermelho com sete cabeças e dez chifres e nas suas cabeças sete diademas, e a sua cauda arrastava a terça parte das estrellas do céo, e lançou-as sobre a terra . O dragão parou em frente da mulher que estava para dar á luz, afim de devorar ao filho delia logo que ella o tivesse dado á luz . Ella deu á luz um filho varão, que ha de reger todas as nações com uma vara de ferro ; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu throno ." 7 Agora, o Apocalipse revela coisas que se deram nos céus mvisivels, coisas que os nossos limitados poderes de visão nunca poderiam ver . 6 . Como se descreve o adversário mortal da mulher e da sua semente? e ainda que acontece? Apo . 12 : 13 . 7 . (a) Como ce cumpriu êsse quadro de Apocalipse 12 . 1-5 em 1914? Gên. 3 : 14, 15 . (b) Que se seguiria no céu e qual o nome apropriado do que toma a ação? Rom. 16 : 20.


"Jesus, lembra-te de mim quando entrares no teu reino ."-CapĂ­tulo 15 .


0 Sinal do Reino dos Cinco Cavaleiros .-CapĂ­tulo 19 .


321 Cêrca de seis mil anos antes, no Éden, Jeová declarou que poria inimizade perpétua entre a sua "mulher" e a Serpente, e entre a sua semente e a semente da Serpente ; e que, embora a Serpente ferisse o calcanhar da semente dela, contudo a sua semente esmagaria a cabeça da Serpente . Em 1914 E. C. a organização dragontina preparou-se para assaltar o esperado novo govêrno e devorá-lo na sua infância . Mas o govêrno recém-nascido foi entronizado a salvo à destra de Deus. 0 fato de Jeová dar poder ao govêrno teocrático significava guerra imediata contra a demoníaca organização dragontina no céu. 0 Seu Rei tinha de reinar no meio dos inimigos . A profecia de Daniel chama o Rei pelo título de "Miguel, o grande principe que se levanta a favor dos filhos do teu povo" . (Daniel 12 :1 ; 10 : 21) 0 nome "Miguel" significa "Quem é semelhante a Deus?" e é perfeitamente apropriado ao Campeão de Deus, que vindica o nome de Jeová. 0 Apocalipse abre os nossos olhos para vermos a guerra que êle travou (Apocalipse 12 :7-12) : $ "Houve no céo uma guerra, pelejando Miguel e seus anjos contra o dragão . 0 dragão e seus anjos pelejaram, e não prevaleceram ; nem o seu logar se achou mais no céo . Foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama Diabo e Satanaz, aquelle que engana todo o mundo ; sim ; foi precipitado na terra, e precipitados com elle os seus anjos . Ouvi uma grande voz no céo dizendo : Agora é vinda a salvação e o poder e o reino do nosso Deus e a auctoridade do seu Christo, porque foi precipipitado o acCONSIDERE A EVIDÊNCIA

8 . Como se decidiu a guerra no céu a que alta proclamação se fêz nêle . Isa . 14 : 12-15 .


322

"ESTÁ PRóXIMO O REINO"

cusador de nossos irmãos, que os accusava de dia e de noite deante do nosso Deus . Elles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho ; e não amaram as suas vidas até a morte . Por isso exultae, ó céos, e vós que nelles habitaes ; ai da terra e do mar porque desceu a vós o Diabo cheio de grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta ." As palavras inspiradas do apóstolo em Hebreus 1 : 8, 9 mostram que o Salmo 45 se dirige profèticamente a Jesus Cristo depois da sua entronização como Rei em 1914 . Êste salmo esclarece que as nações do mundo não se convertem a Cristo por ocasião do comêço da Teocracia de Jeová, mas que o Reino começa diante de oposição e tem de lutar para derrotar a Semente da Serpente e todos inimigos . Note o seu relato da luta, e que, após o comêço da mesma, se dá o casamento do Rei com sua "noiva" " "De boas palavras trasborda o meu coração Repito o que compuz no tocante a um rei : A minha língua é penna de escriptor expedito . . . . Cinge a tua espada, ó grande heroe, cinge a tua gloria e a tua majestade . Na tua majestade monta prosperamente pela causa da verdade, da mansidão e da justiça, e a tua dextra te ensinará cousas terríveis . As tuas settas são agudas (os povos caem debaixo de ti) no coração dos inimigos do rei . O teu throno é o throno de Deus para sempre [versão marginal da American Standard V ersion (em inglês) ], e sceptro de equidade é o sceptro do teu reino . Amaste a justiça, e odiaste a iniquidade ; portanto Deus, o teu 9 . Que esclarece o Salmo 45 quanto ao estado e à conduta das nações de 1914 em diante? 10. Quais são as "boas palavras" com as quais o coração do salmista transbordou?


323 Deus, te ungiu com o oleo de alegria acima dos teus companheiros. . . . Ouve, filha, considera e inclina o teu ouvido, esquece-te do teu povo e da casa de teu pae ; assim o rei desejará a tua formosura ; pois elle é o teu Senhor ; presta-lhe tu homenagem. . . . Toda esplendida está a filha do rei [Jeová] lá dentro do palacio ; a sua vestidura é recamada de ouro . Em vestidos bordados é ella conduzida ao rei ; as virgens, suas companheiras que a seguem, serão trazidas á tua presença . Serão conduzidas com alegria e regozijo ; entrarão no palacio do rei . Em logar de teus paes [os pais do rei] serão teus filhos, a quem farás príncipes por toda a terra ."-Salmo 45 : 1-16. 11 A noiva do Rei é o "corpo de Cristo", ao qual se escreve : "vos desposei com um só esposo, para vos apresentar a Christo como uma virgem pura." (2 Coríntios 11 : 2) "Porque o marido é a cabeça da mulher, como tambem Christo é a cabeça da Egreja, sendo elle o salvador do corpo . . . . tambem Christo amou a Egreja e por ella se entregou a si mesmo, para que a santificasse, tendo-a purificado pela lavagem de agua com a palavra, afim de que elle a apresentasse a si mesmo Egreja gloriosa, sem macula, nem ruga, nem qualquer cousa semelhante, mas que fosse santa e sem defeito ." (Efésios 5 : 23, 25-27) A noiva, "a espôsa do Cordeiro," se compõe dos que são gerados do espírito de Deus e adotados como seus filhos, sendo por isso a "filha" do grande Rei da Eternidade, Jeová Deus. 12 Visto que a mãe dêstes filhos livres de Deus CONSIDERE A EVIDÊNCIA

11 . Quem é a noiva do Rei e por que é também chamada a "Filha do rei"? João 3 :29. 12. Qual é a relação da organização-filha com a organização-mãe, e por meio de que mulheres aparentadas foram prefiguradas estas organizações? Isa . 66 :8-10 .


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 324 é "a Jerusalém que é lá de cima", a organização universal de Deus, segue-se que ela é a mãe da "noiva" de Cristo . A organização-filha é a representante principal e capital da organização-mae. A filha leva, portanto, o nome da organização- mãe, a saber, "Jerusalém" ou "Sião" . Nos tempos antigos, nos dias de Abraão, usou-se Sara, sua esposa, para tipificar ou prefigurar a "mulher" de Deus, a sua organização universal . Isaac, o filho de Abraão e Sara, foi utilizado como tipo de Cristo Jesus . Rebeca, com quem se casou Isaac, tornou-se tipo da noiva de Cristo, "a espôsa do Cordeiro" . Rebeca ocupou assim a posição de nora em relação à mãe de Isaac, Sara, que representava a "mulher" de Deus .-Gênesis, capítulo 24 ; Gálatas 4 : 22-31 . " Cristo Jesus e sua "novia", a igreja, formam juntos os novos céus com respeito ao nosso globo . Êles substituem os velhos céus formados por Satanás a Serpente e sua organização demoníaca em relação às nações da terra . Mostrando que a organização-filha toma o nome da mãe, "Jerusalém", e mostrando outrossim que o casamento de Cristo com os membros do seu corpo ou igreja se dá depois da expulsão de Satanás e seus anjos iníquos da posição celestial, o Apocalipse diz : "Alleluia : porque o Senhor nosso Deus, o Todo-poderoso, reina . Alegremo-nos e exultemos, e demos-lhe a gloria, porque são chegadas as bodas do Cordeiro, e sua esposa ia se preparou, e foi-lhe permitido vestir-se de linho finíssimo, resplandecente e puro . Pois o linho finíssimo 13 . (a) Que compõe os "novos céus' com respeito ao nosso globo e por que são chamados "novos"? Apo . 20 : 6 . (b) Como mostra o relato de Apocalipse que a organização-filha toma o nome da mãe, e também, quando se realiza o casamento da filha com Cristo? Isa . 62 :1-5.


325 são os actos de justiça dos santos ." "Vi um novo céo e uma nova terra : porque o primeiro céo e a primeira terra já se foram, e o mar já não é . Vi também a cidade santa, a nova Jerusalém, descendo do céo da parte de Deus, preparada como uma noiva adornada para seu noivo . Veiu um dos sete anjos que tinham as sete taças, cheias das sete ultimas pragas e falou commigo : Vem cá, e mostrar-te-ei a noiva, a esposa do Cordeiro . Levou-me pelo espirito a um grande e alto monte, a mostrou-me a santa cidade de Jerusalém, descendo do céo da parte de Deus, e tendo a gloria de Deus ."-Apocalipse 19 : 6-8 ; 21 :1, 2, 9-11. 14 Pelas Escrituras é evidente que os membros da "noiva", os membros do "corpo" de Cristo, não participaram da guerra no céu na qual se expulsaram a Satanás e suas hostes demoníacas para a vizinhança da terra . A razão é clara . A profecia de Malaquias, capítulo 3, declara que o Mensageiro do pacto de Jeováá tinha de vir ao templo depois que o precursor houvesse preparado o caminho do Senhor perante o Mensageiro de Jeová . 0 verdadeiro templo ou palácio de Jeová Deus, o Rei da Eternidade, é sua família real . Cristo Jesus é ao mesmo tempo a pedra fundamental, a principal pedra angular e o capitel ou pedra angular do cimo dêste templo, pois êle é o membro base, seu membro mais proeminente e exemplar, e a Cabeça sem a qual aquêle nunca poderia estar completo . " Os membros do seu "corpo", a "igreja", são CONSIDERE A EVIDÊNCIA

14. (a) Tiveram os membros do corpo de Cristo parte na `guerra no céu'? (b) Que é o templo de Jeová, quem é a sua pedra principal e quando aparece lá o mensageiro do pacto? Efé : 2 : 19-22. 15. (a) Como identifica a Palavra de Deus o templo, e as pedras vivas? (b) Como é considerada a principal pedra angular pelos religiosos e pelos crentes? Isa . 28 : 16 .


32 6

"ESTÁ PRóXIMO O REINO"

as outras "pedras vivas", que se edificam no prumo sôbre e com êle. Ao "corpo" da igreja a Palavra de Deus diz : "Não sabeis vós que sois o templo de Deus, e que o espírito de Deus habita em vós 1 Se alguem destruir o templo de Deus, Deus o destruirá ; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo. Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do espírito santo, que habita em vós proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?" (1 Coríntios 3 : 16,17 ; 6 : 19, Álmeida ; também 2 Coríntios 6 :14-18) "0 Senhor é benigno. Chegando-vos para elle, pedra viva, rejeitada, na verdade, pelos homens, mas para Deus eleita e preciosa, sois vós tambem quaes pedras vivas, edificados como casa espiritual para serdes um sacerdocio santo, afim de offerecerdes sacrifícios espirituaes, acceitaveis a Deus por Jesus Christo . Por isso é que se acha na Escriptura : Eis que ponho em Sião a principal pedra angular [Cristo Jesus] eleita e preciosa, e aquelle que nelle crê, não será envergonhado ." Os

religiosos descrentes tropeçaram nesta pedra e para êles Cristo Jesus como Rei tem sido uma "pedra de tropeço" . Mas aos eleitos que nele crêm e o aceitam como Rei ou Pedra de Jeová está escrito : "Vós sois a geração eleita, o sacerdocio real, a nação santa, o povo todo seu para que proclameis as grandezas daquelle que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz." -1 Pedro 2 : 3-9 ; Êxodo 19 : 5, 6 . " 0 rei Salomão, que construiu o templo em Sião ou Jerusalém terrestre, colocou a pedra fundamental da mesma depois de ter reinado por 16 . Como têm um primeiro cumprimento na presença de Cristo em 29-33 E. C . a construçõo do templo na Sião terrestre por Salomão e a profecia de Malaquias sôbre a vinda do Senhor ao seu templo? Zac . 6 : 12, 13 .


327 três anos, ou seja, no quarto ano depois que fôra ungido rei. (1 Reis 6 : 1) Séculos mais tarde, Malaquias profetizou acêrca da vinda do mensageiro de Jeová ao templo para urna obra de julgamento sôbre todos os que professam servir e adorar nêle . Note agora o cumprimento da profecia . Três anos e meio após o batismo de Jesus no Jordão e a sua unção para ser Rei, a saber, no quarto ano depois disso, Jesus não só veio ao templo típico em Jerusalém e o purificou do elemento comercial, mas fêz ainda mais . Os judeus trataram de destruir o verdadeiro templo de Deus por matar Jesus, o Fundamento, a Principal pedra Augular e Capitel do templo. Mas ao terceiro dia esta Pedra todo-necessária foi ressuscitada dos mortos, e a "Pedra viva", Cristo Jesus, começou imediatamente a edificar o templo espiritual de Deus por ajuntar os discípulos espalhados e cinqüenta dias mais tarde, derramar sôbre êles o espírito santo em Pentecostes.-João 2 :19-22 ; 12 :12-16 ; Marcos 11 :1-18 . 11 No cumprimento maior e completo de Malaquias 3 : 1-5, os eventos teriam de se desenrolar paralelamente às coisas ilustrativas tanto dos dias do rei Salomão como do primeiro advento de Cristo . Como 1 Os tempos dos gentios terminaram no outono de 1914, e Jesus foi entronizado como Representante de Jeová no govêrno teocrático. Os três anos e meio após isso expiraram na primavera de 1918 . Então, conforme todos os eventos em cumprimento da profecia indicam, Jesus Cristo veio ao templo para o julgamento como o grande Sumo Sacerdote entroniCONSIDERE A EVIDÊNCIA

17 . No cumprimento completo, que relação existe quanto ao tempo e que anúncio o acompanhou? 2 Tim . 4 : 1 .


32 8

"ESTÁ PRôXIMO O REINO"

zado. "Pois é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus ." (1 Pedro 4 : 17) Tendo expulso do céu o "dragão" e os seus anjos, Jesus veio ao templo no meio do som duma grande trombeta no céu que anunciava : "O reino do mundo passou a ser de nosso Senhor e de seu Christo, e elle reinará pelos seculos dos seculos ." " Desceu então a ira de Deus sôbre as nações ; e não só isso, mas veio também o'tempo de serem julgados os mortos, e de dar-se a recompensa aos seus servos' . Também naquele tempo "abriu-se no céu o templo de Deus", e se viu nêle a evidência da presença de Jeová . (Apocalipse 11 :15-19 ; também Almeida) Dêste modo Cristo Jesus `desceu do céu como Mensageiro Principal ou Arcanjo de Jeová e veio ao templo ; e então ocorreu que `os mortos em Cristo ressuscitaram primeiro' . 2stes eram os que haviam morrido fiéis e foram julgados dignos dum lugar no Reino . Como um corpo êstes santos fiéis que dormiam na morte f oram ressuscitados dos mortos e unidos com Cristo Jesus no templo . Assim começaram "as bodas do Cordeiro" .-1 Tessalonicenses 4 :13-16. 19 Êste fato deixou vivo na terra um restante fiel, os últimos membros do corpo de Cristo . (1 Tessalonicenses 4 : 17) Durante a primeira guerra mundial passaram por uma severa prova de julgamento quando as fôrças religiosas da "Cristandade" os cercaram e "mataram" a obra de testemunho público na primavera de 1918 . Então, conforme predito por Malaquias, o men18 . (a) Que veio sôbre as nações, mas que se viu respeito ao templo de Deus no céu? (b) Que ocorreu então para começar as "bodas do Cordeiro"? Age. 2 :6, 7 . 19 . (a) Como foram postos à prova os últimos membros do corpo de Cristo na terra? (b) De que modo tratou o Juiz no templo com cada uma das duas classes que se desenvolveram? Isa . 65 : 13-15 .


329 sageiro judicial de Jeová no templo julgou os consagrados na terra, para ver quem dentre êles, debaixo de prova, mostraria ser seu restante fiel . Aos que suportaram a perseguição e então corresponderam aos privilégios reabertos de serviço por ocasião da revivificação da obra em 1919 Cristo Jesus uniu a si mesmo no templo . Sôbre êstes se derramou o espírito santo em cumprimento da profecia de Joel, e êles foram feitos a classe do "servo fiel e prudente" de Jeová sob sua Cabeça Cristo Jesus . Os infiéis foram expulsos como classe do "servo mau" e foram eliminados do serviço no templo .-Mateus 24 : 45-51 . 20 Enviou-se em seguida o fiel restante como testemunhas de Jeová, como Seus embaixadores do Reino estabelecido . Têm de pregar "este Evangelho do reino" em tôda a terra habitada em testemunho a tôdas as nações e tem de proclamar "o dia da vingança de nosso Deus" contra todos os opositores premeditados do Reino . 0 seu testemunho mundial têm sido desde então a evidência mais clara de que "está próximo o reino dos céus" . Êsse tem sido o tema principal da sua surpreendente mensagem . Deus declara-lhes : "Vós sois as minhas testemunhas, diz Jehovah, o meu servo a quem escolhi ." (Isaías 43 10,12) A perseguição terrível que lhes movem os religiosos é prova ampla de que Satanás tem sido expulso do céu e lhes faz guerra com grande ira . Ao persegui-los êle persegue a "mulher" de Deus, visto que êles são o "resto da sua semente ." -Apo. 12 :13, 17, Almeida. CONSIDERE A EVIDÊNCIA

20 . Qual tem sido desde então a evidência mais clara de que "está próximo o reino dos céus"? e quem apresentou esta evidência, e sob que condições? Luc . 21 :12, 13 .


330

"ESTÂ PRóXIMO O REINO" SINAIS VISíVEIS

zl Mas, espere! Quais são as evidências físicas dentro das próprias nações da terra? Mostram os sinais que os tempos dos gentios já terminaram, que se atingiu o fim do govêrno ininterrupto de Satanás, e que o fim derradeiro da sua organização tem de vir em breve às mãos do Reino estabelecido de Deus? Sim . Consideremos, pois, as muitas evidências e o seu significado à luz da profecia da Bíblia . " 0 salmo 45, já considerado, lança luz sôbre o Apocalipse 6, cujo segundo versículo reza "Olhei, e eis um cavallo branco, e o que estava montado sobre elle tinha um arco ; foi-lhe dada uma coroa, e elle sahiu vencendo, e para vencer ." 0 cavaleiro sôbre o cavalo branco é Jesus Cristo, que é assim representado também em Apocalipse 19 : 11-16 . Que se lhe dá a corôa mostra que o tempo é o outono de 1914 e que desde 607 A .C . passaram "sete tempos" sôbre as nações gentias . A aterrorização "dragontina" opõe-se à entronização do cavaleiro e à sua posse como Rei . Se pudesse, devoraria o govêrno do novo mundo . Por isso monta o Rei num "cavalo branco", animal limpo que é simbólico de guerra teocrática justa, porque é necessário que reine no meio e diante dos inimigos, Satanás a Serpente e sua semente . 0 arco de guerra que o Rei toma na mão simboliza que êle é capaz de atirar destruição contra o inimigo à distância sem precisar estar na proximidade imediata dos seus inimigos . " 0 grande Teócrata, Jeová, envia a vara do 21 . Que mostram as evidências físicas dentro das nações quanto aos tempos dos gentios e ã regência e organização de Satanás? 22. Como se ilustra no Apocalipse 6 : 2 o comêço do reinado justo e da guerra teocrática do Rei? Sal . 21 : 1, 3, 8, 12 . 23 . Como se indica assim o estabelecimento do domínio do Reino, e com que vitória principia? Sal . 2 : 6.


331 poder do seu Rei desde Sião, a organização capital, dizendo : "Domina." (Salmo 110 : 2) Esta ação corresponde àquela fase do sonho de Nabucodonosor onde "do monte foi cortada uma pedra sem auxílio de mãos" . Isto representa Jeová estabelecendo o seu Reino, que nunca será destruído nem sucedido por outros govêrnos. (Daniel, capítulo 2) 0 Reino é vitorioso desde o princípio ; pois trava uma guerra no céu e expulsa o dragão e os seus demônios e em seguida o Rei vitorioso cavalga para mais conquistas . 24 As conseqüências da oposição do dragão ao Reino recém-nascido no céu mostram-se na terra . Satanás o Diabo é o "Deus dêste mundo" e de tôdas as nações que fazem parte dêste mundo . (2 Coríntios 4 :4) Não existe nenhuma razão para se esperar que as nações do mundo favoreçam o Rei, pois foi profetizado que êle "ha de reger todas as nações com uma vara de ferro" "Tu as quebrarás com uma vara de ferro, fal-as-ás em pedaços como vaso de oleiro ." (Apocalipse 12 : 5 ; Salmo 2 : 8, 9) 0 ungido Davi da antiguidade representou bem êste Rei, na ocasião em que, quando Davi foi entronizado como rei, se viu obrigado a reinar no meio dos seus inimigos . Quando os filisteus ouviram que êle fôra feito regente sôbre todo o Israel ajuntaram os seus exércitos e saíram em fôrça contra êle. Seguiram-se as vitórias de Davi em Baal-Perazim e Gibeão . Assim também em 1914, sob a influência do "deus dêste mundo", as nações se enfileiraram em hostilidade contra o recém empossado Rei de Jeová e decidiram defender suas posições mundiais, a despeito da expiração dos tempos CONSIDERE A EVIDÊNCIA

24. Como apareceram na terra as conseqüências da oposição do dragão ao Rei? e como se representou isso no reinado do Rei Davi? 1 Crô. 14 : 8-16 .


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 332 dos gentios . Como a profecia predizia : "As nações encheram-se de ira."-Apocalipse 11 :18. 2 'A fim de desviar a atenção delas do reino de Deus, e prover condições de emergência para suprimir a informação acêrca do estabelecimento do Reino, que fêz Satanás o Diabo 1 Atirou um certo número de nações na primeira guerra mundial e ensinou-lhes a guerra total . Isto se deu apesar da Conferência Internacional de Haia, que funcionava desde 1899 . Em 1918, no clímax da luta, as nações baniram a obra e a literatura dos consagrados de Jeová, os publicadores do Reino . " Esta guerra terrestre foi vividamente simbolizada no Apocalipse por aquilo que apareceu depois de o Rei sair cavalgando no cavalo branco . "Sahiu outro cavallo, vermelho, e ao que estava montado sobre elle, foi-lhe dado que tirasse a paz, e que os homens se matassem uns aos outros . Foi-lhe entregue uma grande espada ." Era a espada da guerra total, apoiada pela regimentação do povo . " Antes do momentoso ano de 1914, a sexta cabeça da organização "dragão", a saber, a romana, cedera o lugar à sétima cabeça, isto é, a potência democrática anglo-americana, com o Egito por aliado . Essas duas cabeças dragontinas tiveram a sua correspondente sôbre a terra (1) nas potências imperiais teutônicas ou germânicas, com as quais o papa de Roma simpatizou de 25. Que fêz Satanás para suprimir as boas novas acèrca do estabelecimento do Reino, e até que ponto teve êxito? Zac . 14 . 1,2 . 26 . Como se mostra essa luta e arregimentação totais do povo no Apocalipse 6 :4? 27 . (a) Que mudança em posição na organizalão "dragontina" se operara antes de 1914, afetando também a terra? Apo . 13 : 1, 2. (b) Que prova se deu então de que o "tempo do fim" começou em 1914 e como descreve Daniel a oposição do poder totalitário ao Rei de Jeová? Apo . 13 : 3.


333 tal maneira que o Tratado de Londres de 1915 privou-o de qualquer participação na conferência de paz no fim da Primeira Guerra Mundial ; e (2) nas intimamente ligadas democracias britânica e americana . Estas duas potências mundiais foram preditas e simbolizadas na profecia de Daniel, capítulo 11, como o totalitário "rei do norte" e o democrático "rei do sul". 0 conflito que estalou entre êles em 1914 por causa da dominação da terra, para a exclusão do Rei ungido de Jeová, renovou-se em 1939 ; e acêrca disto profetiza Daniel 11 :40 : "No tempo do fim contenderá o rei do sul com elle . 0 Rei do norte virá como turbilhão contra elle, com carros, e com cavalleiros, e com muitas naus ; entrará nos paizes, e inundará, e passará." Para mostrar a oposição do "rei do norte" (que inclue o pontífice romano na cidade do Vaticano) contra o Rei ungido de Jeová no monte Sião, Daniel 1.1 : 45 diz do totalitário "rei do norte" : "Armará as tendas do seu palacio entre o mar e o glorioso monte santo ; comtudo virá ao seu fim, e vinguem lhe dará auxilio ." Tudo isto é prova de que as nações se acham no seu "tempo do fim" desde 1914 . 2$ Êsses fatos em cumprimento de Apocalipse 6 : 4 correspondem àquilo que Jesus disse seria o sinal visível da sua vinda e do fim do mundo, a saber : "Pois se levantará nação contra nação, reino contra reino ." Então, para avisar-nos que outra evidência acompanharia a guerra total, Jesus aditou ràpidamente : "E haverá fomes e terremotos em diversos logares : porém tudo isto é o princípio das dores ." (Mateus 24 : 7, 8) São CONSIDERE A EVIDÊNCIA

28 . De que era sinal visível essa guerra mundial? e que outras aflições precisam vir também, e para quem elas não são tais? Luc. 21 : 28 .


"ESTA PRóXIMO O REINO" 334 dôres para a organização de Satanás ; mas estas evidências inconfundíveis suscitam grande alegria naqueles que esperam pelo sinal do fim do mundo de Satanás e de que "está próximo o reino dos céus". As dôres do mundo seguindo a guerra total são também representadas no Apocalipse em visão simbólica depois da revelação do cavaleiro sôbre o cavalo vermelho, assim " "Quando abriu o terceiro sello, ouvi a terceira creatura vivente dizendo : Vem. Olhei, e eis um cavallo preto, e o que estava montado sobre elle, tinha uma balança na mão . Ouvi uma como voz no meio das quatro creaturas viventes dizendo : Um queniz de trigo por um denario e três quenizes de cevada por um denario [ou, em linguagem moderna, trigo a vinte cruzeiros o litro, e três litros de cevada por vinte cruzeiros] ; mas não faças damno ao azeite nem ao vinho." (Apocalipse 6 : 5, 6) Não obstante as "hortas da vitória% os subsídios dados aos plantadores de alimentos e os arranjos de empréstimos e arrendamentos entre as nações, grande fome é aqui profèticamente representada como seguindo as pisadas da guerra total. A falta de alimentos, quer criada artificialmente quer devida a causas naturais, elevará os preços até aos céus e requererá se ponha em vigor a partilha e o racionamento dos suprimentos. 30 "E, havendo aberto o quarto selo, ouvi a voz do quarto animal, que dizia : Vem e vê. E olhei, e eis um cavalo amarelo, e o que estava assentado sobre ele tinha por nome Morte ; e o inferno 29 . Como se prefigurou profèticamente a grande penúria e a fome que acompanhariam a guerra total? e que planos desesperados são postos em execução para vencê-las? Luc . 21 :11 . 30 . Que se revelou com a abertura do quarto sêlo e que pressagia isto com respeito à paz e segurança global do após-guerra? Eze . 7 : 15 .


335 [túmulo] o seguia ; e foi-lhes dado poder para matar a quarta parte da terra, com espada, e com f ome, e com peste, e com as f eras da terra ." (Apocalipse 6 :7,8, Almeida) Aqui se prevê que os esforços dos homens para restabelecer a paz global e fazê-la permanente fracassarão . A morte por meio de pragas e pestilências e por outras causas de destruição em massa da vida humana continuarão a cavalgar através da "nova ordem" do após-guerra ; e o "inferno" ou (túmulo) cavalgará nos seus calcanhares para reclamar as muitas vítimas da morte . "A quarta parte da terra" é apenas um modo simbólico de dizer "os quatro cantos da terra", uma parte representando o inteiro . 3~ Cristo Jesus, "o Cordeiro de Deus," avisou que os seus fiéis seguidores e embaixadores seriam perseguidos em relação à guerra total ou que "sereis odiados por todas as nações por causa do meu nome" . (Mateus 24 :9) Durante os séculos desde os dias dos apóstolos até o "tempo do fim" o sangue das fiéis testemunhas de Deus que testificaram acêrca do seu Rei e reino tem sido derramado em sacrifício . 0 seu sangue clamou a Deus, assim como o sangue de Abel, pela Sua vingança sôbre os perseguidores religiosos que derramaram tal sangue justo : "porquanto a vida [alma] de toda a carne é o seu sangue ." (Levítico 17 :14) 0 Apocalipse chama atenção para isto e mostra que se cometeriam durante êste tempo do fim ainda mais atos de violência contra os embaixadores do Reino pelas CONSIDERE A EVIDÊNCIA

31 . (a) Desde os dias apostólicos, o sangue de quem tem sido derramado sacrificialmente e para o que clama êle a Deus? (b) Como foi predito que ainda mais de tal sangue seria derramado no "tempo do fim"? Sal. 72 :14.


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 336 fôrças totalitárias endemoninhadas. A profecia diz " "E quando êle abriu o sétimo sétimo sêlo, vi debaixo do altar as pessoas daqueles que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus, e por causa do testemunho que mantinham . E êles clamavam com alta voz, dizendo, `Até quando, ó Soberano Senhor! Santo e verdadeiro ! deixas de julgar e de tirar vingança pelo nosso sangue dos que habitam sôbre a terra V E a cada um dêles foi dada uma vestidura branca ; e foi-lhes dito que repousassem ainda por um tempo, até que o número dos seus conserves e irmãos, que Beriam mortos como êles o foram, estivesse completo ." (Apocalipse 6 :9-11, Diaglott) Em tal sangue injustamente derramado pelos religiosos intolerantes pode repousar seus clamores pela vingança divina, porque, ainda um pouco de tempo, e a medida de tal derramamento de sangue das testemunhas de Jeová estará cheia . O grande Soberano Universal vingará então ràpidamente todos os seus eleitos que sofreram às mãos da semente da Serpente .-Lucas 18 : 7, 8. 1' Em 1918, quando o Mensageiro do concêrto de Jeová veio ao templo para julgar a casa de Deus, êstes membros do "corpo de Cristo" que terminaram a sua carreira na morte foram ressuscitados em sinal de que Deus os aprovara como membros da sua família real. Êste é o significado da "vestidura branca" que se deu a cada um dêles. Eram justos aos olhos de Deus, embora perseguidos e mortos sob as acusações falsas do 32. Que visão profética se teve com a abertura do quinto sélo e até quando demorará a vingança divina? Isa . 26 : 21 ; Sal . 9 : 12 . 33. Que indica o "linho finíssimo", que lhes foi dado vestir, e que acontece quando qualquer do restante termina fielmente a sua carreira terrestre depois disso? Apo . 19 : 8 .


337 inimigo de serem "antipatriotas ; sediciosos ; uma ameaça ao estado ; herejes hipócritas". Quanto ao fiel restante vivo na terra desde 1918, não precisam dormir na morte quando terminam sua carreira de embaixadores como testemunhas de Jeová para o Reino . 0 Rei com poder para ressuscitar os mortos está presente no templo . Quando os membros do restante terminam seu serviço comissionado `fiéis até a morte', êles têm uma ressurreição instantânea para a vida em espírito com o seu Rei. São "mudados, num momento, num abrir e fechar de olhos", de modo que não há para êles espera no sono da morte . (1 Coríntios 15 : 51, 52) Eles são os abençoados dos quais o Apocalipse 14 : 13 diz : "Bemaventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor . Sim, diz o Espirito, para que descansem dos seus trabalhos ; porque as suas obras os acompanham." Depois da sua mudança os perseguidores não serão mais capazes de fazer-lhes laboriosa a obra do Senhor . " Sob os céus demoníacos não será mais estável a organização terrestre de homens . Uma vez chegado o "tempo do fim", Jesus declarou, terá de haver abalo e instabilidade gerais das organizações dêste velho mundo feitas pelos homens como por um terremoto global . Isto é sòmente o prelúdio do fim derradeiro, no qual os velhos céus, Satanás e seus demônios agora derrubados das alturas, e a velha tera da organização do homem, serão removidos completamente e para sempre. Visto que Jesus profetizou assim será ; pois, diz êle, "passará o céo e a terra, mas não passarão as minhas palavras ." (Mateus 24 : 35) CONSIDERE A EVIDÊNCIA

34 . Por que não pode haver estabilidade na organização dos homens sob os céus demoníacos? E como é esta condição ameaçadora considerada pelos homens e pelo povo de Deus? Isa . 2 : 10-21.


"ESTÁ PRôXIMO O REINO" 338 Prevendo claramente o que seguiria ao fim dos tempos dos gentios, disse ainda mais : "Haverá signaes no sol, na lua e nas estrelas, e sobre a terra haverá angustia das nações em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas, desfallecendo os homens de medo e pela expectação das cousas que sobreveem ao mundo ; pois as potestades dos céos serão abaladas . Então verão o Filho do hemem vir numa nuvem com poder e grande gloria. Quando, porém, estas cousas começarem a acontecer, exultae e levantae as vossas cabeças ; porque a vossa redempção [libertação] se aproxima ." -Lucas 21 : 24-28 . 35 O "sol" da prosperidade no céu egoísta do homem está se tornado negro como em lamentação. A "lua" da regência do homem na escuridão dêste mundo está se tornado sangrenta com os métodos totalitários. As "estrêlas" que adornam as noções humanas com coisas superiores, estrêlas às quais o homem olha para se guiar através da noite provam-se falsos profetas . As "luzes brilhantes" religiosas, políticas e comerciais não são guias seguros para o povo e estão caindo de seus altos lugares estelares perante os olhos do povo . São tão enganosas como a figueira cheia de fôlhas na qual Jesus não achou nenhum fruto e amaldiçoou . (Marcos 11 :1321) Esta crise tem de atingir o clímax com a remoção dos céus demoníacos, à semelhança de um livro que se leu e se põe de lado, tendo terminado o seu iníquo registo . A parte visível da organização de Satanás será também arremessada para fora da existência pela destruição das instituições humanas, altas e baixas, grandes e 35. Que experimentam o figurativo sol, lua e estrêlas? e como terminará a crise sôbre os céus demoníacos e sôbre a terra de Satanás? Ageu 2 : 6, 7.


339 pequenas, pertencentes a êste mundo . Isso se dará exatamente no tempo em que todos os homens dêste mundo buscarão abrigo porque discernem êles mesmos que o fim está próximo . 36 Ao apóstolo João foi dada uma previsão destas coisas e êle escreveu : "Vi quando abriu o sexto sello, e houve um grande terremoto ; o sol tornou-se negro como um sacco de cilicio, a lua toda tornou-se como sangue, as estrellas do céo caíram sobre a terra como a figueira, agitada de um grande vento, deixa sahir os seus figos verdes, o céo recolheu-se como um pergaminho quando se enrola, e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus logares . Os reis da terra, e os príncipes, os chiliarchas, e os ricos, e os poderosos, e todo o escravo e todo o livre se esconderam nas cavernas e entre os penhascos dos montes ; e diziam aos montes e aos rochedos : Cahi sobre nós e escondei-nos da face daquelle que está sentado sobre o throno, e da ira do Cordeiro, porque é chegado o grande dia da ira delles, e quem pôde subsistir V"-Apocalipse 6 :12-17 . 37 Jeová é Aquêle que está sentado sôbre o trono como Possuidor do domínio universal . Em 1.914 êle tomou a si o seu grande poder de destruir o velho mundo e estender o seu reinado a esta terra, onde Satanás tem sido o superintendente invisível da humanidade por seis mil anos . Cristo Jesus, "o Cordeiro," é o Executor de Jeová e é a Semente, entronizada da "mulher" de Deus . Nesta categoria odeia a Serpente e sua semente, e na sua ira o Cordeiro esCONSIDERE A EVIDÊNCIA

36 . Que teve o apóstolo João o privilégio de ver ao se abrir o sexto sêlo retratando as coisas acima discutidas? Isa . 34 : 4, 5. 37 . (a) Quem é o que está sentado sôbre o trono, e quem é seu Executor? Apo 5 : 1-7 . (b) Como tal, que causa decidira e como? João 5 .22 . 27.


"ESTÁ PRÓXIMO O REINO" 340 magará a cabeça da Serpente que se acha agora na terra desde a expulsão do dragão do céu . O debate sôbre o domínio universal é agora a questão principal a ser decidida para a glória de Deus, e o dia da ira contra todos os objetores de Seu domínio universal está muito próximo . 3$ Os elementos religiosos, políticos e financeiros dêste mundo, e o povo comum que tem bajulado êstes elementos para obter alguns favores, desdenharam crer na mensagem proclamada pelo restante das testemunhas de Jeová . Agora, pela fôrça dos eventos que lhes são visíveis e que sentem penosamente, começam a ter seus olhos do entendimento abertos . Discernem que o Rei de Jeová voltou sua atenção para a terra e sua organização humana, e que êle vem contra ela em ira . A nuvem que o escondeu dos seus olhos é a evidência da tempestade que prepara a destruição dêste velho mundo . "Eil-o que vem com as nuvens . Todo o olho o verá, e aquelles que o traspassaram ; e todas as tribus da terra se lamentarão sobre elle ." (Apocalipse 1 : 7) Por rejeitarem Seus embaixadores e a mensagem do Reino que êstes pregam, rejeitam a Cristo o Rei e não escolhem outro rei senão César . Dêste modo traspassaram o Rei e em conseqüência desta ação anticristã lamentar-se-ão todos êles . Buscarão cedo esconderijos da ira divina nas varias instituições protetoras da organização visível de Satanás, que êles acham tão fortes como montanhas e rochedos fortes . `Caí sôbre nós, e escondei-nos,' gritam com mêdo, `senão êste mundo estará perdido e o fim chegado!' E centenas de milhões buscam refúgio junto ao pontífice reli38. (a) Quem são os que se lamentam por causa da vinda do Rei, e por quê? Apo . 18 :9, 15, 16, 19 . (b) Como `traspassaram o Rei', e onde buscam esconderijos? Luc . 23 : 29, 30 .


341 gioso do Vaticano que pretende ser a rocha sôbre a qual se construiu a verdadeira igreja de Jesus Cristo. 39 A alta montanha debaixo da qual a humanidade trata de esconder-se no mundo após-guerra é a organização internacional de paz sob a chefia espiritual da religião . Não querem que a Rocha ou Pedra cortada sem mãos do "monte" de Jeová em 1914 despedace a imagem organizacional de Satanás e se torne depois uma grande montanha que encha a terra tôda . Os fundadores e apoiadores da maquinária internacional de paz para a segurança coletiva, protegida por uma fôrça policial-militar adequada, querem que esta se torne a organização que envolva o globo . Esta organização de dez dedos nos pés, requerida pelos líderes religiosos, está enlameada com o barro da religião para parecer-se "cristã." Mas por baixo se acham o pé e os dedos de ferro da organização visível de Satanás, tanto do "rei do norte" como do "rei do sul" . É uma falsificação da montanha de Jeová, A Teocracia, e por isso odiosa e abominável para êle. Não recebe a sua aprovação ou bênção, mas obra a desolação e destruição para os que rejeitam o Rei e o reino de Jeová e que põem a sua confiança em tal coisa do após-guerra criada pelas próprias mãos de homens sob inspiração demoníaca . 40 Como uma das evidências mais positivas de que "está próximo o reino dos céus" e de que está perto o fim do arranjo mundial, Jesus CONSIDERE A EVIDÊNCIA

39 . (a) Qual é o monte alto sob o qual a humanidade busca esconder-se e que rejeitam os seus sustentadores? Isa . S : 9-12 . (b) Como é camuflada esta montanha, quem a inspirou e o que falsifica? 2 Cor . 11 : 14, 15 . 40. Que organização predisse Jesus como evidência positiva de que "está próximo o reino dos céus"? Como avisou contra ela, e por quê? Mar. 13 : 14 .


"ESTA PRóXIMO O REINO" 342 predisse o estabelecimento dessa organização anticristã. Não é uma organização anti-religiosa, mas é definitivamente religiosa . Piamente pretende ocupar o santo lugar que só o reino de Deus pode ocupar provendo bênçãos eternas para os homens de boa vontade . Por isso está em oposição a Cristo o Rei justo, que nos põe em guarda contra ela, dizendo : "Quando, pois, virdes a abominação de desolação, predita pelo propheta Daniel [Daniel 11 :31 ; 12 :11], estabelecida no logar santo (quem lê, entenda), então os que estiverem na Judéa, fujam para os montes ; . . . porque haverá então grande tribulação, tal como nunca houve desde o principio do mundo até agora, nem haverá jamais . Se não se abreviassem aquelles dias, ninguem seria salvo ; mas por amor dos escolhidos esses dias serão abreviados."-Mateus 24 :15-22. ` O aparecimento da organização para a colaboração internacional feita pelos homens sob a bênção da religião torna urgente que todos os que buscam a vida eterna procurem abrigo, não debaixo dela, mas sob o govêrno teocrático de Jeová . A "abominação da desolação" fêz seu primeiro aparecimento na forma de Liga das Nações depois da Primeira Guerra Mundial . Devido à agressão totalitária em 1939 essa criatura desceu ao abismo de animação interrompida durante a guerra global. No período de após-guerra saiu de novo da cova de inação na forma duma nova organização internacional de paz e segurança . A religião, a grande prostituta babilôni41 . (a) Onde precisam buscar abrigo urgentemente as pessoas que buscam vida eterna? Joel 2 :32 . (b) De que modo apareceu pela primeira vez a "abominação da desolação"? Quando foi para o abismo e em que forma sai de lá? Isa . 24 : 17, 18.


343 ca, sobe então nas suas costas e a cavalga .-Apocalipse 17 : 1-11 .* " A harmonia acima apontada da profecia com os eventos históricos desde 1914 provam que Jesus era e é um profeta veraz. Prova mais do que isso . Garante que o significado hodierno que Jesus atribuiu a êstes eventos modernos é a única interpretação verdadeira . Disse êle tendo em mira o restante dos seus seguidores e dos seus companheiros de boa vontade : "Assim tambem vós, quando virdes todas estas cousas, sabei que elle está próximo, ás portas." (Mateus 24 : 33 ; Marcos 13 : 29) O que está próximo? Lucas 21 : 31, 32 completa a declaração de Jesus em benefício desta geração, dizendo : "Assim tambem vós, quando virdes acontecerem estas cousas, sabei que está proximo o reino de Deus . Em verdade vos digo que não passará esta geração, sem que tudo se cumpra." 43 Todos os fatos destacam o reino de Deus . Que todos os que vêem com entendimento levem avante a proclamação alegre : "Está próximo o reino dos céus ! São boas novas de que Jeová Deus reina por meio do seu Rei Cristo Jesus e de que a organização iníqua de Satanás será em breve destruída completamente no Armagedon . Começará então o reino de Cristo de mil anos para a bênção de toda a humanidade . Êste é o evangelho que tem de ser publicado em todo lugar CONSIDERE A EVIDÊNCIA

* Veja-se o livro XXVI .

"A Verdade Vos Tornará Livres% capitulo

42. (a) O que prova e garante a harmonia entre a profecia e a história moderna quanto 'd profecia e sua interpretação? Luc. 24 : 19. (b) Que, portanto, está próximo? Tia . 5 : 8, 9 . 43 . (a) Que destacam todos os fatos e que anunciarão os entendidos? Dan . 12 : 3. (b) Que, pois, é "êste evangelho do reino"? e até quando será pregado e por quê? Mar. 13 : 10, 30, 31 .


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 344 durante a era do após-guerra antes que venha o fim derradeiro . Êste evangelho, já está sendo publicado e continuará a sê-lo até que se dê o completo testemunho do Reino e nenhum poder da organização de Satanás poderá interrompê-lo até então . 0 consorte reinante de Jeová, seu Rei Cristo Jesus, cuidará para que a profecia que êle próprio expressou quando homem na terra se cumpra fielmente, a saber : "E a boa mensagem do reino será proclamada em tôda a terra habitada, em testemunho a tôdas as nações,-e então virá o fim." (Mateus 24 :14, Rotherham) Benditos aquêles que vêem que esta proclamação do Reino é a vontade de Deus para com êles agora e feliz quem se empenha nela sem vacilar até o fim 1


CAPÍTULO XX

SÚDITOS DO REI QUE se provam dignos súditos do Rei do O SNovo Mundo de justiça têm de pôr sua con-

fiança nêle e não na chamada "nova ordem" do após-guerra . Aderem à regra teocrática declarada em Tiago 1 : 26, 27 e 4 : 4 : "Se alguém pensa que está adorando a Deus, e não ref reis a sua língua, mas o seu coração o engana ; a sua adoração é vã. Pois a adoração que é pura e santa perante Deus o Pai, é esta : visitar os órfãos e as viúvas na sua aflição e guardar-se a si mesmo imaculado do mundo . Adúlteros, não sabeis que o amor do mundo é hostilidade contra Deus? Aquêle pois, que escolher ser amante dêste mundo, é inimigo de Deus ." (Versão Siríaca conforme traduzida por Murdock [em inglês]) A religião é uma adúltera e idólatra que apoia os elementos políticos e comerciais e comete fornicação religiosa com êles . Ela é amante dêste mundo e abençoa ao mesmo desde os balcões do Vaticano e dos púlpitos . A religião, cujo representante mais poderoso tem regido desde Roma durante dezesseis séculos, teve sua origem lá atrás na Babilônia fundada por Nimrod, levando a religião organizada merecidamente o nome "BabiIônia" . Fêz que tôdas as nações bebessem o cálice das conseqüências resultantes das suas ambicões imundas de dominação global como hierarquia religiosa supernacional. 1 . (a) Qual é um requisito vital agora e no após-guerra aos que se tornam súditos dignos do Rei do Novo Mundo? 1 João 2 . 15-17 . (b) Que papel desempenhou a religião durante milênios, e sob que nome é simbolizada? 345


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 346 2 A curta exaltação da religião mundana na era do após-guerra, com referência à criatura de muitas cabeças da colaboração internacional pró paz e estabilidade, mostra-se no Apocalipse 17 : 1-6 : "Vem cá, e mostrar-te-ei a sentença da grande prostituta [ou idólatra] que está sentada sobre muitas aguas . Com ella f ornicaram os reis da terra, e os habitantes da terra f oram embebedados com o vinho da sua f ornicação . . . Vi uma mulher sentada sobre uma besta de cor de escarlata, cheia de nomes de blasphemia, que tinha sete cabeças e dez chifres . A mulher estava vestida de purpura e de escarlata, e adornada de ouro, de pedras preciosas e de perolas, tendo na mão um calix de ouro, cheio de abominações, isto é, as immundicies da sua fornicação . Na sua testa estava escripto um nome : MYSTERIO

A GRANDE BABYLONIA, A MÃE DAS PROSTITUTAS E DAS ABOMINAÇõES DA TERRA . Vi a mulher embriagada

com o sangue dos santos e com o sangue dos martyres [testemunhas] de Jesus ." 0 poleiro da religião organizada em cima desta oitava e última potência mundial da história humana não é a posição adotada pela "noiva" de Cristo, "a espôsa do Cordeiro", a verdadeira igreja . 3 A posição da igreja é ao lado do seu Rei, o Ungido de Jeová com o direito divino de reinar . Ela é uma virgem pura e se simboliza como a "Nova Jerusalém" . Os que são membros da companhia da sua noiva são os que reinarão com o seu Rei sôbre a terra. Dela está escrito : "As nações caminharão á sua luz, e os reis da terra lhe trarão a sua gloria ."-Apocalipse 21 : 2, 9, 10, 24. 2. Como se representa no Apocalipse a posição exaltada da religião na era do após-guerra e com a posição de quem está isto em contraste? Eze . 16 : 24-26 . 3 . Qual é a posição e condição da verdadeira igreja? Efé . 5 : 25-27 .


347 A religião organizada, a meretriz babilônica dêste mundo, escolhe a criatura da confederação internacional do após-guerra como seu rei, seu César, e ela incita os seus elementos governantes ao conflito direto contra o Rei de Jeová no Monte Sião . Ela os engana para que se tornem anticristãos por meio da criatura ou besta internacional do após-guerra . Êstes poderes governantes, semelhantes a dez chifres, "receberam auctoridade como reis, juntamente com a besta, por uma hora . Estes estão todos de accordo e entregam o seu poder e auctoridade á besta. Elles pelejarão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é Senhor dos senhores e Rei dos reis ; tambem vencerão os que estão com elle, os chamados, os escolhidos e os fiéis ." (Apocalipse 17 : 11-15) 0 Rei vitorioso é o Cavaleiro no cavalo branco da guerra justa para a vindicação do nome de Jeová : "Vi . . , um cavallo branco ; o que estava montado sobre elle chamava-se Fiel e Verdadeiro, e com justiça julga e peleja . . . . e o seu nome se chama o Verbo de Deus. Os exercites que estão no céo, seguiam-no montados em cavallos brancos, e vestidos de linho finíssimo, branco e puro . . . , e elle é o que pisa o lagar do vinho do furor da ira do Deus Todo-Poderoso. Elle traz sobre a sua capa e sobre a sua coxa este nome escripto : REI DOS REIS, E SENHOR DOS SENHORES ."-Apocalipse 19 : 11-16. 'Ofenda-se quem quiser, mas é verdade : A religião conduz os governadores e povos desta SÉDITOS DO REI

4

4. A que conflito incita a religião os regentes do mundo na eraa do após-guerra e contra quem? Apo . 17 : 7-12. 5 . (a) Como virá a destruição sôbre a religião e quando? (b) O que farão os seus destruidores com o restante de Deus e seus companheiros? Eze . 23 : 17, 22-35.


"ESTA PRóXIMO O REINO" 348 terra a um choque com o Rei dos reis . Os que a seguirem cegamente serão destruídos com ela . No arranjo internacional cio após-guerra, quando a religião e seus amantes disserem "Paz e segurança", então os atingirá a repentina destruição na "guerra do grande dia do Deus Todo-Poderoso" . A religião não livrará a ninguém dessa batalha no Armagedon . De fato, o Rei dos reis lançará confusão nas fileiras das nações unidas guiadas pela religião, e os elementos políticos voltarão os seus chifres de poder contra a organização religiosa. Descobrirão que ela é uma meretriz gasta incapaz de jamais satisfazê-los e servir aos seus propósitos . Êles "odiarão a prostituta e a farão desolada e nua, e comerão as suas carnes, e a queimarão no fogo" . (Apocalipse 16 :13-16 ; 17 : 15-18) 0 que sobrar da sua fúria contra as fôrças religiosas desorganizadas o Rei dos reis consumirá diretamente com o batismo de destruição ardente no Armagedon . Aquêles elementos reinantes não agirão assim por amor a Deus e ao seu Cristo ; pois ao mesmo tempo ou imediatamente depois dirigirão seus atos bestiais de oposição e perseguição contra o restante das testemunhas de Jeová e seus companheiros de boa vontade . s "Vi a besta e os reis da terra e os seus exercitos reunidos para fazerem guerra áquelle que estava montado sobre o cavallo, e ao seu exercito. A besta foi presa e com ella o falso propheta que fez os milagres deante delia, com os quaes seduziu aos que receberam a marca da besta e que adoraram a sua imagem ; estes dois foram lançados vivos no lago de fogo, que arde 6 . Como se retrata figurativamente o fim ardente da "velha terra" de Satanás depois disso? Sal. 11 : 2-6 .


349 com enxofre . Os outros foram mortos pela espada que Bahia da bocca daquelle que estava montado sobre o cavallo ; e todas as aves se fartaram das carnes delles ." (Apocalipse 19 :19-21) Isto significa o fim ardente da velha "terra" ou parte visível da organização de Satanás . 0 apóstolo Pedro discute a certeza da palavra de Deus e escreve : "Mas os céus e a terra que agora existem, pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o f ogo, até o dia do juizo, e da perdição dos homens impios . . . . o dia do Senhor virá como ladrão de noite ; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão ." (2 Pedro 3 : 7, 10, Almeida) Todos os que neste globo recusam tornar-se súditos do Rei dos reis não sobreviverão a batalha do Armagedon . Nessa batalha é que a Pedra "cortada" do "monte" de Deus sem auxílio de mãos ferirá a imagem da organização de Satanás nos pés e moerá a figura totalitária até reduzi-la o pó . 8 Satanás a Serpente e a sua organização invisível de demônios já foram expulsos do seu antigo lugar celestial . Êles testemunharão a destruição da organização ou terra visível de Satanás e suas obras de construção do após-guerra . Os demônios e seu príncipe agiram durante muito tempo como céus superintendendo os assuntos humanos . Mas, uma vez desaparecida a velha terra, a sua própria destruição seguir-se-á ràpidamente, às mãos do grande "anjo" ou Mensageiro de Jeová . Uma previsão disto está nas SúDITOS DO REI

7. Como descreve Pedro o fim ardente do velho mundo? e nesse tempo, que fará a Pedra "cortada" de Deus? Sof . 1 : 14-18 . 8 . Que obra adicional de destruição segue o aniquilamento da organização visível de Satanás? e como retrata a previsão profética? Eze . 39 : 1-6.


"ESTÁ PRÔXIMO O REINO" 350 palavras seguintes : "Vi um anjo descendo do céo, tendo a chave do abysmo e uma grande cadeia na mão . Elle se apoderou do dragão, da antiga serpente, isto é, do Diabo e Satanaz, e o amarrou por mil annos, e o lançou no abysmo, do qual fechou a porta e a sellou sobre elle, para que elle não enganasse mais as nações até que fossem cumpridos os mil annos ; e depois disto cumpre que elle seda solto por um pouco de tempo.-Apocalipse 20 :1-3 . 9 Tendo sido assim eliminados os velhos céus e terra, êste mundo iníquo, que tem estado no seu "tempo do fim" desde 1914, terá chegado ao seu fim derradeiro . Jesus Cristo o Rei não será mais obrigado a reinar no meio dos seus inimigos. Tendo agora ferido e esmagado a cabeça da Serpente, a sua inimizade terá sido cumprida contra êsse iníquo . Então êle e seus associados, os membros do seu "corpo" ou a sua "noiva", reinarão mil anos, como reis e sacerdotes sôbre os súditos obedientes do Rei na terra purificada . Jesus Cristo e os 144 .000 coherdeiros reinarão como "o reino dos céus", o govêrno teocrático de Jeová. Como tal funcionarão como "novos céus" com respeito à humanidade obediente . "NOVA TERRA"

~° Aquilo que a Bíblia chama a "nova terra" será a organização visível sôbre êste globo . Após descrever a destruição dêste velho mundo o apóstolo Pedro escreve : "Mas nós, segundo a sua promessa [em Isaías 65 :17, 18 ; 66 : 22], esperamos novos céus e uma nova terra, nos quaes habita a justiça . Por isso, ama9. Sob que condições e associações reinará então Cristo Jesus, e que funcionará assim com respeito à humanidade? Apo . 20 : 4,6. 10. Que se quer dizer pelo tèrmo bíblico "nova terra" e de que se comporá? Sal. 96 : 10 .


351 dos, visto que estaes esperando estas cousas, procurae diligentemente que por elle sejaes achados immaculados e irreprehensiveis em paz, e tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor." (2 Pedro 3 :13,15) A "nova terra" ou organização visível será, portanto, composta de súditos justos do Rei dos reis que recebem sua vida por meio dêle, seu Resgatados e Redentor. 11 Os homens de boa vontade na terra constituirão essa organização visível justa . Quem, então representará visivelmente "o reino dos céus" como príncipes do mesmo? Em Hebreus, capítulo 11, o apóstolo Paulo relata brevemente as façanhas de fé de homens devotados da antiguidade até João Batista . Embora sèriamente provados quanto à sua fé e integridade para com Deus, abstiveram-se de aceitar qualquer libertação dos seus inimigos não se comprometendo com os adversários de Deus, "para alcançarem melhor ressurreição" . Morreram demasiado cêdo para terem parte na promessa de serem feitos membros da "semente de Abraão" espiritual com Jesus Cristo . Por isso é que os membros do "corpo de Cristo" têm uma recompensa muito mais alta e melhor do que êstes homens da antigüidade visto que são feitos coherdeiros com Cristo no "reino dos céus" . Não obstante, êstes fiéis homens da antigüidade serão restaurados à terra por meio do poder da "melhor ressurreição" . Segundo está escrito : "Todos estes, tendo alcançado bom testemunho pela sua fé, comtudo não alcançaram a promessa, tendo Deus provido alguma cousa melhor no tocante a SÚDITOS Do REI

11 . Que grupo de homens fiéis comporá a "nova terra" e como será isso possível? Heb. 11 : 13-16 .


"ESTA PRóXIMO O REINO" 352 nós, para que elles, sem nós, não fossem aperfeiçoados ."-Hebreus 11 :35, 39, 40 . 12 Recebendo a vida por meio do Rei dos reis, êstes homens dignos da antigüidade, vários dos quais foram até antepassados do Rei segundo a linhagem carnal, se tornarão seus filhos . Isto está de acôrdo com aquilo que foi predito de Jesus Cristo como Regente Paternal : "Porque a nòs nos é nascido um menino, e a nós nos é dado um filho : o governo está sobre os seus hombros, e elle tem por nome Maravilhoso Conselheiro, Poderoso Deus, ETERNO PAE, Principe da Paz . Do augmento do seu governo e da paz não haverá fim sobre o throno de David e sobre o seu reino, para o estabelecer e para o firmar com juizo e com justiça desde agora e para sempre ." (Isaías 9 : 6, 7) Por conceder a vida eterna em perfeição humana a êstes homens fiéis da antigüidade, o Príncipe da Paz torna-se seu Pai Eterno . 13 Nos dias do antigo govêrno teocrático de Israel, quando Jeová Deus era seu Rei invisível e antes que se lhes concedesse um rei humano, o grande Teócrata teve representantes visíveis no meio dessa nação . Muitos dêstes são mencionados entre os homens fiéis da antigüidade, desde Moisés até Samuel . Estes receberam comunicações do Rei invisível e as transmitiram e executaram para com a "nação que tem por Deus a Jehovah". Da mesma maneira, durante a Teocracia verdadeira e eterna exercida pelo "reino dos céus", Jeová colocará representantes visíveis 12 . Por receberem a vida através do Rei reinante, que relação se inverterá com respeito aos antigos servos de Deus? e como concorda com isto Isaías 9 : 6, 7 ? Mat. 22 : 41-45. 13 . (a) Como a maneira do próprio Jeová se comunicar com Israel na, Teocracia típica ilustra a comunicação no novo mundo? (b) Qual será a posição oficial dêstes representantes e o que serão para a humanidade obediente? 1 Sam . 12 : 1-5 .


353 do reino entre as nações . Êstes representantes incluirão os fiéis homens da antigüidade que se provaram dignos duma "melhor ressurreição" . Como filhos do Rei, serão príncipes para o representar. 0 Salino 45, depois de falar com gôzo do Rei e da sua noiva e das suas virgens companheiras, dirige-se ao Rei com respeito aos homens fiéis que o precederam na terra, dizendo : "Em logar de teus paes serão teus filhos, a quem farás principes por toda a terra ." (Salmo 45 : 16) No seu cargo de príncipes não oprimirão a humanidade, mas serão como escudos protetores para o povo obediente . Daquele tempo do reinado de Jeová Deus por meio do seu govêrno teocrático debaixo de Cristo Jesus está escrito : "Pois Deus é o Rei de toda a terra ; cantae louvores com canto harmonioso . Deus reina sobre a nações . Deus está sentado sobre o seu santo throno . Os principes dos povos estão reunidos para serem o povo do Deus de Abrahão, porque a Deus pertencem os escudos da terra ; elle é summamente exaltado ." -Salmo 47 : 7-9 . 14 A ressurreição e instituição dos fiéis homens da antigüidade como príncipes será parte da criação da "nova terra" . Tomará o lugar da organização iníqua visível do Diabo . Haverá assim "novos céos e uma nova terra", e o novo mundo estará plenamente constituído e completo . 0 mundo em que habita a justiça será assim recriado ou regenerado . É disto que Jesus falou aos seus fiéis discípulos, ao dizer : "Em verdade vos digo que vós que me seguistes, quando na Regeneração o Filho do hemem se assentar no throno SúDITOS DO REI

1 4. O que constituirá a criação da "nova terra"? e com esta, que terá sido regenerado? Apo . 21 : 1 .


354

"ESTA PRóXIMO O REINO"

da sua gloria, sentar-vos-eis tambem em doze thronos, para julgardes as doze tribus de Israel . Todo o que tem deixado casas, irmãos, irmãs, pae, mãe, filhos ou terras por causa do meu nome, receberá muitas vezes mais, e herdará a vida eterna ."-Mateus 19 : 28, 29 ; também Marcos 10 : 29, 30 ; Lucas 18 : 29, 30. ` A palavra do manuscrito grego original traduzida aqui regeneração é palingenesía e é composta de palia que significa de novo, e genesía, que significa gênesis, nascimento ou nascer . Portanto "regeneração", ou palingenesía, significa "gênesis de novo" ou "renascimento" . Vários tradutores modernos traduzem-na aqui como "nova criação" (Weymouth, [em inglês]) ou como "novo mundo" .Mo f fatt ; a Siríaca de Murdock; Goodspeed (tôdas em inglês) . " O mundo justo original do qual o "querubim cobridor" e o homem faziam parte foi corrompido e desapareceu com a rebelião dêsses dois contra Deus . O nascimento do "reino dos céus" ou Teocracia pela entronização do Rei de Deus em 1914 marcou o início da regeneração do mundo de justiça, e a criação da "nova terra" marca a conclusão dela . Aqui, pois, regeneração se refere ao mundo de justiça., enquanto em Tito 3 : 5 a mesma palavra se aplica aos indivíduos cristãos, conforme se mostra na página 288 § 1 . "OUTRAS OVELHAS"

~' Como uma das evidências visíveis de que "está próximo o reino dos céus" Jesus declarou

15 . Que significa a antiga palavra grega traduzida "regeneração", conforme as traduções modernas? 16. Por que se tornou necessária a regeneração? quando começou e quando termina? 2 Ped . 3 : 13, 14. 17. (a) Evidenciando a presença do Reino, como usa o Rei os seus anjos a favor dos eleitos? Mar . 13 :26, 27 . (b) Que prega o anjo no meio do céu e que representa o "meio do céo"? Mat . 24 : 14 .


355 que, quando êle viesse invisivelmente "sobre as nuvens do céo com poder e grande gloria", então usaria os seus anjos para ajuntar em unidade de ação e serviço todo o restante dos seus escolhidos . "Elle enviará os seus anjos com grande trombeta, os quaes ajuntarão os escolhidos dos quatro ventos, de uma á outra extremidade dos céos ." (Mateus 24 :30, 31) Êste restante compõem os últimos ou "pequeninos" dos irmãos de Cristo . Sendo o tempo para soar a trombeta da mensagem do Reino, êle envia o restante sob guia angélica para proclamar as boas novas do Reino chegado . Isto foi prefigurado numa visão que João contemplou depois de ver o Cordeiro real e os 144 .000 no Monte Sião : "Vi outro anjo voando pelo meio do céo, tendo um Evangelho eterno para annunciar aos habitantes da terra, e a toda a nação, e tribu, e língua, e povo, dizendo em alta voz : Temei a Deus e dae-lhe gloria, porque é chegada a hora do seu juizo ; adorae aquelle que fez o céo, e a terra, e o mar e as fontes das aguas ." (Apocalipse 14 : 6, 7) 0 "meio do céo" no qual o mensageiro voa parece representar o tempo de transição dos velhos céus para os novos céus, depois de Satanás e seus demônios serem expulsos do céu e se levantar o clamor : "Agora chegada está a salvação, e a força, e o reino do nosso Deus, e o poder do seu Cristo."-Apocalipse 12 : 7-12, Almeida. 18 A pregação do eterno evangelho do Reino a tôdas as nações e povos pelo restante dos seus enviados ou embaixadores traz resultados . Tôdas as nações estão sendo ajuntadas perante o Rei no seu trono para o julgamento à base de SÚDITOS DO REI

i8. Que resultado produz a pregação pelo restante como prova de que o Reino está próximo e desde quando se manifestaram tais resultados? 2 Reis 2 : 13, 14 .


356 "ESTÁ PRóXIMO O REINO" como reagiram à informação de que ele reina como Rei . Isso resulta na divisão do povo sôbre a questão do Reino . Isto tem tido lugar desde 1918, tornando-se as linhas de divisão mais e mais acentuadas . Também é isto sinal seguro que reza, "Está próximo o reino dos céus," visto que Jesus predisse êste sinal na sua profecia sôbre o fim do mundo . Disse êle : Quando vier o Filho do homem na sua gloria, todos os anjos com elle, então se assentará no throno de sua gloria . Todas as nações serão reunidas deante delle, e separará uns dos outros, como o pastor separa as ovelhas dos cabritos ; porá as ovelhas á sua direita, mas os cabritos á esquerda ."-Mateus 25 : 31-33 . " Os cabritos simbolizam a semente da Serpente que amaldiçoa o nome de Jeová e que se opõe ao Rei . Êstes não mostram nenhuma simpatia pelas testemunhas de Jeová que são o restante dos irmãos de Cristo . Tratam-nos friaajuda nem alívio em suas dificuldades . Preferem a organização e a "abominação de desolação" do após-guerra . Por isso, o Rei força êstes religiosos e anticristos para a sua esquerda de julgamento adverso e os amaldiçoa e recusa admiti-los no novo mundo regenerado . "Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos ." Por quê? Porque a sua atitude e ação para com os irmãos eleitos do mente, rejeitam a sua mensagem, e não oferecem Rei trai a condição do seu coração para com o próprio Rei . "E irão êstes para o castigo eterno" ; isto é, uma destruição eterna ou um corte da vida (Kolasin, grego .) Não sobreviverão a ba19 . Quem são os "cabritos", qual o seu fado, e por quê? João 13 : 20 .


357 talha do Armagedon .-Mat. 25 : 41-46, Almeida Ed. Bras. Rev . ; veja-se The Emphatic Diaglott. 20 As ovelhas são um belo símbolo daqueles que recebem a mensagem do Reino . Êles manifestam a sua boa vontade para com o Rei por tratarem o seu restante de embaixadores com consideração, conf ortando-os nas suas perseguições e ajudando-os em levar a mensagem a outros de casa em casa. Para êles, o Rei se torna o Bom Pastor. Olhando-os como adição ao seu "pequeno rebanho" de herdeiros do Reino . Êle diz : "Tenho tambem outras ovelhas que não são deste aprisco, estas tambem é necessario que eu as traga ; ellas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um pastor ." (João 10 : 16) Êle os ajunta ternamente num rebanho à sua mão direita de juizo favorável e os convida a entrar nas bênçãos terrestres que resultam do estabelecimento do Reino, dizendo : "Vinde, bemditos do meu Pae, possui como herança o reino que vos está destinado desde a fundação do mundo ." Por quê? Porque o que fizeram aos embaixadores do Reino o fizeram ao próprio Rei . 21 "0 Rei responderá : Em verdade vos digo que quantas vezes o fizestes a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes ." Destinam-se à vida eterna porque são contados como justos por meio de fé e obediência para com o Rei. Uma grande multidão dêstes será escondida do Executor da vingança de Jeová na batalha do Armagedon e passará através dela sem morrer sobrevivendo para o mundo de justiça completamente regenerado . Então, conforme Jesus nos SÚDITOS DO REI

20 . Quem são as "ovelhas"? A que as convida o Rei e por quê? Mat. 10 : 40-42 . 21 . Além de seu destino sob o Reino, que grande bênção estenderá o Rei entronizado a muitas das "outras ovelhas" durante o Armagedon? João 11 : 25, 26 .


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 358 assegura, "Em verdade, em verdade vos digo : Se alguem guardar a minha palavra, nunca gamais verá a morte ."-Mateus 25 :34-40 ; Sofonias 2 :"1-3 ; João 8 : 51. Essas "outras ovelhas" não adoram ou servem à "abominação de desolação" da era do após-guerra, mas fogem a Jeová e seu Rei para proteção e salvação . Isto está prefigurado no Apocalipse : "Depois destas cousas olhei, e eis uma grande multidão que vinguem podia contar, de toda a nação e de todas as tribus, povos e línguas, que estavam em pé deante do throno e deante do Cordeiro, cobertos de vestiduras brancas com palmas nas mãos ; e clamavam com uma grande voz : Salvação [seja atribuída] a nosso Deus que está sentado sobre o throno, e ao Cordeiro. . . . Estes são os que veem da grande tribulação, lavaram as suas vestiduras e as embranqueceram no sangue do Cordeiro . Por isso estão deante do throno de Deus, e o adoram dia e noite no seu santuário ; e o que está sentado sobre o throno extenderá o seu tabernáculo sobre elles . Elles não terão fome, nem sêde nunca jamais ; nem cahirá sobre elles o sol, nem calor algum [de perseguição insuportável], porque o Cordeiro que está no meio do throno os pastoreará e os conduzirá ás f optes da agua da vida, e Deus enxugará toda a lagrima dos olhos delles ."-Apocalipse 7 :9-17. 11 Estas "outras ovelhas" que se empenham no serviço do templo tornam-se sócios do restante na proclamação dêste "evangelho do Reino' . Elas portanto são o mesmo que as companheiras 22. Qual é o curso de ação tomado por estas "outras ovelhas" que lhes traz tais bênçãos e como é êle retratado? Isa . 25 : 9. 23. De quem se tornam companheiros de serviço e como as simboliza o Salmo 46?


359 da "noiva" do Rei, previstas em Salmo 45 : 14,15, que a acompanhavam : "As virgens, suas companheiras que a seguem, serão trazidas á tua presença . Serão conduzidas com alegria e regozijo ; entrarão no palacio [templo] do rei ." -Salino 122 : S. 24 Há muito, foram também prefiguradas num tempo de crise mundial semelhante ao nosso, no fim do "mundo de então" nos dias de Noé . Os três filhos de Noé e suas espôsas que eram companheiros de Noé e sua espôsa na arca durante o dilúvio formavam um quadro do destino de tais "outras ovelhas" . Uma ilustração está no saírem da arca para uma terra purificada e receberem o mandato divino de multiplicar-se e encher a terra. Mostra como a grande multidão de "outras ovelhas" sobreviverá o fim dêste mundo sob a proteção da organização teocrática de Jeová e receberá no novo mundo o mandato divino de serem frutíferos e encherem a terra com uma raça justa. 25 Essas "outras ovelhas" não buscam a linha de menor resistência . Amam a justiça e a buscam agora . O maior símbolo de justiça é o Govêrno teocrático de Jeová, porque é o Reino que purifica o nome de Jeová de todo o vitupério que a organização de Satanás trouxe sôbre o Seu Nome e luta pelo domínio universal de Jeová . As "outras ovelhas" tomam por isso a sua posição ao lado do perseguido restante das testemunhas de Jeová e se juntam a êle na guerra agressiva da verdade divina contra a falsa religião . Regozijam-se de ver que foram prefiguradas nas EsSÚDITOS DO REI

24. Como foram elas e os seus privilégios prefigurados nos dias de Noé? Gên . 7 : 7 ; 8 : 18 ; 9 : 1 . 25 . Como mostram agora as "outras ovelhas" o seu amor genuíno pela justiça? e quais são alguns dos exemplos típicos nos dias de Davi prefigurando-as? Heb . 10 : 33 .


"ESTÁ PRóXIMO O REINO" 360 crituras pelas várias centenas de israelitas que se juntavam a Davi, o ungido de Jeová, enquanto ainda exilado e proscrito pelo rei Saul e obrigado a tomar refúgio em cavernas, florestas ou no deserto . Êstes aderentes de Davi eram lutadores destemidos como os companheiros valentes do restante hoje, ligeiros no serviço de Deus e com rostos cheios de coragem de leões, peritos no manejo das "armas da nossa milícia" . Amam o restante com o mesmo amor e devoção inquebrantável de Jónatas por Davi, "ultrapassando o amor às mulheres". Estão dispostos mesmo com perigo pessoal, a defender os ungidos de Jeová diante de parentes carnais e altas autoridades do país. Estão contentes em descer à morte agora, lutando fielmente contra os religiosos filisteus assim como Jónatas o fêz no Monte Gilboa, pois sabem que os espera uma ressurreição terrestre para a vida eterna no novo mundo . " Semelhantes à rainha de Sabá, nenhuma distância lhes é demasiado grande para vir ao Maior do que Salomão e ouvir a Sua sabedoria e para que lhes responda êle tôdas as suas perguntas difíceis, tais como : o por que a iniquidade é permitida até agora ; qual o destino do homem ; por que há disputa entre o demonismo e a verdadeira adoração de Jeová Deus . Iguais ao estrangeiro mencionado na oração de Salomão por ocasião da dedicação do templo, ouvem de longe a fama de Jeová, que se espalha a tôdas as nações . Em honestidade de coração abandonam a religião, que é demonismo, e no espírito de adoração verdadeira vêm ao templo adorando com o Seu nome, casa de oração que é para tôdas as na26. No tempo do Rei Salomão e no tempo do Rei Jeú como foram prefigurados tanto elas como seu modo de proceder? 1 Reis 8 : 41-43~ 10 : 1-9 ; 2 Reis 10 : 15-28 .


361 ções, para ali adorá-lo e servi-lo e a seu Rei para sempre . Semelhantes ao não-israelita Jonadab, filho de Rechab, juntam-se ao povo escolhido de Jeová . Seus corações são retos para com o Rei ungido de Jeová o Maior do que Jeú, na sua execução da moderna rainha Jezabel e de todos os SÚDITOS DO REI

s


"ESTA PRóXIMO O REINO" 362 outros perseguidores e adoradores do Diabo . Dão-lhe a sua mão e entram com êle no carro da organização do Rei . Vão juntos com êle para ver o seu zêlo por Jeová na destruição dos religiosos da face da terra e no extermínio de todos os adoradores do Diabo . " De todas os modos êstes "Jonadabes" do dia presente, ou "outras ovelhas" manifestam-se agora como súditos amantes do Rei . São "homens de boa vontade", de quem os anjos cantaram por ocasião do nascimento terrestre do menino que se devia tornar o Rei dêles . A paz de Deus é agora dêles na terra. Nada que possa acontecer neste velho mundo, nada que lhes possam fazer os demônios e os homens, pode tirar-lhes essa paz. Ouviram o convite do Rei e vieram ao "rio puro da agua da vida" que procede do "trono de Deus e do Cordeiro" . Dêle bebem até a plenitude de satisfação . Esta dóse da verdade é alegre antegôsto da vida abundante no novo mundo . Também, altruìstamente, êles dizem a outros : "Vem" . -Apocalipse 22 : 1,17, Almeida . RESSURREIÇÃO GERAL

Outros, além dos "príncipes" e das "outras ovelhas" de hoje, tornar-se-ão súditos leais do Rei Jeová. Num capítulo que trata da ressurreição de Jesus Cristo e dos membros do seu "corpo", Q apóstolo Paulo insere esta palavra de esperança geral : "Então virá o fim, quando elle entregar o reino ao Deus e Pae, quando houver destruido todo o domínio e toda a auctoridade e 28

27. Como os preditos "homens de boa vontade", de que gozam elas agora, e o que ouvem e passam a outros? Luc . 2 : 14, Soares ; Almeida Ed . Bras . Rev . ; Pereira. 28. Na primeira epistola de Paulo aos Corfntios que esperança geral se apresenta provando que outros além dos "príncipes" e das "outras ovelhas" se tornarão súditos leais do Rei de Jeová? Atos 24 :15 .


$g$ poder . Pois é necessário que elle reine, até que ponha todos os seus inimigos debaixo dos seus pés . 0 ultimo que será destruido, é a morte ; porque : Todas as cousas sujeitou debaixo dos pés delle. . . . Quando tudo lhe estiver sujeito, então também o mesmo Filho estará sujeito áquelle que lhe sujeitou todas as cousas, para que Deus seja tudo em todas as cousas ."-1 Coríntios 15 : 24-28. 29 A morte que segue o homem desde o pecado de Adão no Éden será destruída quando vier o tempo devido de o Rei de Jeová ressuscitar os "outros mortos" que estão nos túmulos . (Apocalipse 20 :5, 11-15 ; João 5 :28, 29) Isto se dará quando o seu reinado já estiver bem adiantado e depois que o Paraíso tiver sido restaurado e estendido sôbre êste globo . Êle reina durante mil anos. No fim dêles êstes despertados assim como os descendentes dos sobreviventes do Armagedon que se tornam os seus súditos devotados terão sido trazidos à perfeição de humanidade. 30 Para por à prova a escolha que fazem da dominação universal de Jeová através de sua Teocracia de uma vez por tôdas, Satanás será então solto do abismo de inação, por "um pouco de tempo" . Os que egoistamente sucumbirem aos seus enganos serão completamente destruídos junto com êle na destruição eterna, sem esperança alguma de reviver . Os que sob prova de integridade continuarem como incondicionais, devotados súditos do Rei de Jeová serão justificados para a vida eterna . Viverão então com o direito SúDITOS DO REI

29. Como e quando será destruído o último inimigo, a morte? Isa . 25 : 8 . 30. Que prova final se imporá, no fim do reinado de mil anos, para que propósito, e com que resultados duradouros? Sal. 72 : 7-9, 19 .


"ESTA PRÓXIMO O REINO" 364 à vida sem fim sôbre a terra aperfeiçoada . "E o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus . E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima ; e não haverá mais morte, nem pranto nem dor, nem clamor ; porque já as primeiras coisas são passadas . E [Jeová, o Soberano Universal] o que estava assentado sobre o trono disse : Eis que faço novas todas as coisas . E disse-me : Escreve ; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis" .-Apocalipse 21 : 3-5, Almeida. 11 Tôda a humanidade que então viver torna-se parte da organização universal de Jeová e todos se tornarão assim filhos de Deus . Restaura-se dessa maneira a unidade do universo . 0 reinado de Jesus Cristo terá então alcançado o seu pleno propósito de vindicar o nome, a palavra e o domínio universal de Jeová . Havendo terminado o reinado de mil anos de Cristo, Satanás e todos os rebeldes destruídos, e tôda a humanidade que vive sendo abençoada com o dom do direito à vida eterna, então a Semente da mulher de Deus entregará o Reino ao Autor de tôda a soberania, Jeová Deus, por cujo poder tudo isso foi conseguido . Fielmente Jesus Cristo, o Filho, se sujeitará a si mesmo ao Supremo, seu Pai, para fazer tudo o que possa ser do futuro desejo de Jeová Deus . "Para [Deus] mostrar nos seculos futuros a suprema riqueza da sua graça em bondade para comnosco em Christo Jesus ." -Efésios 2 : 7. 31 . (a) Que terá então o reinado de Cristo efetuado e alcançado? (a) Que proceder adotará então a Semente da "mulher" de Deus? Efé . 3 : 21 .


CAPITULO XXI "JEOVÁ REINA" LLELUIA [Hallelujah] : porque o Senhor A nosso Deus, o Todo-Poderoso reina ." Todos os que agora são abençoados com a visão de

que o Reino está às portas adotam estas palavras como éco desde o céu à terra . Os julgamentos do Senhor Jeová contra a grande organização babilônica de Satanás estão agora sendo declarados, pouco antes de sua execução . A operação ininterrupta da iniqüidade organizada e da opressão sôbre a humanidade aproxima-se ràpidamente do seu fim . Em breve o nome vindicado de Jah, Jeová, será louvado por todos os que forem privilegiados de viver, e Sua perfeita e justa vontade será feita tanto na terra como no céu.-Apocalipse 19 : 1, 6 ; Lucas 11 : 2. 2 A regência ininterrupta de Satanás o Diabo durante os "tempos dos gentios" terminou em meio ao estrondo dos canhões da Primeira Guerra Mundial, e o Deus Onipotente do universo tomou a si o poder de reinar com relação ao nosso planeta . 0 Deus Altíssimo associa consigo neste reinado o seu Filho amado, e Jeová reina por meio da Sua organização capital, Sião, a Cabeça da qual é o glorioso Rei, Jesus Cristo . (Salmo 132 :13-18) Agora estamos num período de incontrolável inquietação para a raça huma1 . Por que o reinado de Jeová, já iniciado, traz um jubiloso eco de louvor desde o céu até a terra? Apo . 12 : 10-12 . 2. (a) Como reina Jeová, e por que agora podemos estar agradecidos por isso? Apo . 11 : 17, 18 . (b) O que fazem os povos, as nações, e os regentes, e contudo que fato permanece de pé? Sal . 29 :10 ; 93 :1-4. 365


"ESTÁ PRõXIMO O REINO" 366 na. Deve-se, portanto, realmente dar graças por haver um Poder Supremo irresistível e estabilizante no universo . Êle não desapontará os homens de boa vontade que confiam Nêle . Enfureçam- se as nações, imaginem os povos coisas vãs para o mundo de após-guerra ; conspirem juntos os governadores e monarcas políticos, comerciais e religiosos pelo domínio mundial contra Jeová e seu Rei ordenado. Sim, JEOVÁ RELA . Rindo-se dos esforços presunçosos e totalitários dos regentes do mundo, Jeová zomba dêles ao avançar com o Seu próprio justo propósito e diz : "Eu, porém, tenho estabelecido o roeu rei em Sião, meu santo monte ." Por recusarem tolamente a instrução da Palavra de Jeová, as potências governantes egocêntricas da terra estão brincando com a destruição de si mesmas pelo Rei de Jeová na batalha do Armagedon . -Salmo 2 :1-12 . 3 As nações da terra e os seus governantes políticos e religiosos desdenham reconhecer "As Autoridades Superiores", e dão á Bíblia sua própria interpretação . O restante fiel de Deus e seus companheiros reconhecem que "As Autoridades Superiores" são O Teócrata, Jeová, e seu Rei, Cristo Jesus . Vêem que agora é importante como nunca antes conservar no coração as palavras inspiradas, dirigidas ao povo organizado de Deus : "Todo o homem esteja sujeito ás auctoridades superiores . Pois não ha auctoridade que não venha de Deus ; e as que ha, teem sido ordenadas por Deus ." No Seu tempo designado Jeová tomou o poder e ordenou seu Filho como po3. (a) Quem são as verdadeiras "autoridades superiores" e por que não são reconhecidas pelos regentes e povos em geral? 1. Crâ 29 : 11 . (b) Que classe discerne as verdadeiras Autoridades Superiores, e como afeta isso o seu curso de ação por obedecê-las? Dan. 3 : 17, 18 .


367 tência governante do novo mundo . "Porque a auctoridade é ministro de Deus para o teu bem. Mas se fizeres o mal, teme ; porque ella não traz debalde a espada ; pois é ministro de Deus, vingador para exercer ira naquelle que pratica o mal ." (Romanos 13 : 1-4) Por isso os verdadeiros cristãos não reverenciam ninguém a não ser "As Autoridades' Superiores" ; e, onde houveruma diferença entre a lei de Deus e a dos homens, mantêm a sua integridade a Deus e dizem : "Importa antes obedecer a Deus que aos homens ." (Atos 5 : 29 ; 4 : 19, 20) Rendem primeiro a Deus e seu Rei o que é de Deus . Estando ao lado da Teocracia do novo mundo, são forasteiros e estrangeiros neste mundo . Embora estejam nêle, contudo não são dêste mundo, assim como seu Rei e seu reino não são dêste mundo.-João 17 : 16 ; 15 : 19. 4 Pedro era homem de Deus . Isto foi o que êle escreveu àquêles dentro da organização teocrática de Deus como uma ordenança para ordem e unidade nela : "Sujeitae-vos a toda a ordenação humana por amor do Senhor, quer seja ao rei como supremo, quer seja aos governadores, corno enviados por elle para castigo dos malfeitores e para o louvor dos que fazem o bem ." (1 Pedro 2 :11-17) Em benefício de mesma organização do consagrado povo pactuado de Deus o apóstolo Paulo escreveu : "Admoesta-os a que se sujeitem aos principados e potestades, que lhes obedeçam, e estejam preparados para toda a boa obra ." (Tico 3 :1, Almeida) Os súditos fiéis da Teocracia cumprirão e obedecerão prontamente ao mandamento do grande Governador de Jeová, "JEOVÁ REINA"

4 . Que instrução teocrática escreveram tanto Pedro como Paulo para manter a ordem e unidade dentro da organização do Senhor hoje? e como a cumprem os fiéis? Efé . 4 : 1-3 .


"ESTÁ PRÓxIMO O REINO" 368 o "Príncipe da Paz% e participarão nas suas boas obras de sustentar o testemunho do Reino . 5 Os que esperam no reino de Deus cumprirão atentamente a exortação que lhes vem como "ordenação humana" do apóstolo . Todos os que agora oram em conformidade com a vontade divina oram por todos aquêles que se colocam ao lado da organização de Deus para que haja paz e unidade no meio dêles para salvação . Não podem orar pelos reis do mundo que conspiram contra

5. Como oram agora os cristãos 'por todos os homens, e pelos reis', em harmonia com a vontade de Deus? e por que devem continuar a orar "Venha o teu reino" quando o Reino já está estabelecido? Apo. 20 :1-4 .


369 Jeová e seu Cristo, mas a sua oração é conforme Jesus ensinou : "Venha o teu reino ." 0 Reino, agora estabelecido, é como `a pedra cortada do monte sem auxílio de mãos'. Ainda tem de vir contra a imagem da organização de Satanás e destruí-Ia no Armagedon . Por esta vinda do Reino é que oramos . Conforme fomos instruídos, oferecemos súplicas e graças ao Rei da Eternidade, Jeová Deus, e oramos a favor dos interêsses do reino de seu Rei dos reis, Cristo Jesus . -Salmo 72 : 1,15 ; 1 Crônicas 29 : 10-19. Nada no céu ou na terra se iguala agora em interêsse e importância ao govêrno teocrático de Jeová por meio do seu Filho . É o Seu instrumento por meio do qual êle vindica o seu nome santo e esclarece para sua eterna glória o debate supremo de Seu domínio universal . A todos os buscadores da vida eterna e que agora tomam sua posição ao lado da Sua dominação universal e a apoiam, se dá esta ordem divina neste dia quando "está próximo o reino dos céus" : "Louvae a Jehovah . Louva, ó minha alma, a Jehovah . . . . Não confieis em príncipes, nem no filho do homem, no qual não ha auxilio . . . . Feliz é aquelle que tem por seu auxilio o Deus de Jacob, cuja esperança está em Jehovah seu Deus, o qual fez o céo e a terra, o mar, e quanto nelles ha ; que guarda para sempre a verdade, . . . JEHOVAH REINARÁ PARA SEMPRE, teu Deus, ó Sião, reinará por todas as gerações . LOUVAS A JEHOVAH ."-Salino 146. "JEOVÁ REINA„

6 . Por que é o reino de Jeová de tal importância mundial e que devem fazer todos os que desejam a vida para viver nêle para sempre? Sal. 145 : 1-13.


íNDICE DOS ASSUNTOS NOTA : Os números se referem às páginas ; romanos aos parágrafos. Aarão,

108, I

terceira potência mundial, 177, 11 Batismo, de Jesus, 20, I, 11 ; 213, I ; 214, I do espirito predito, 14, i ; 260, I ; 261, i do espírito sõbre discípulos, 263, li em água, 270, 1, 11 ; 275, 11 ; 295, 1-296, li maneira do, 11, 1 na morte, 234, 11 ; 297, 11 ; 298, 1 no corpo de Cristo, 296, 11297, ll significado do de João, 11, 11 ; 275, II simbólico, 213, 1 : 286, I tempo do de Jesus, 18, 1-19, 1 Belém, 208, 1-211, 11 Besta, a Babilônia cavalga a, 346, I ; 347, 1 destrói a religião, 347, 11 destruída na guerra, 348, 1 Bíblia, compêndio, 285, 1, li Bõdas do Cordeiro, 324, 1 ; 328, I

A 95, I ; 96, 11 ; 101, li ;

Abalo, do mundo de Satanás,

337, 1-339, 1 1-342, II Abraão, encontra Melquisedec, 82, 1-86, li esperava govêrno celestial, 87, 11-88, li não desejava reinado para si, 74, li neutro, 82, I ; 83, i tipo de Deus, 52, I ; 76, i Agar, 77, II-79, li Ageu, 198, 111 ; 199, 1 Água da Vida, 362, I Aliança ; Veja-se Pacto Almas dos mortos debaixo do altar, 335, 1-336, 1 Amarração de Satanás, 349, li Anjo, no meio do céu, 354, III Anticristos, 294, II ; 347, I proteção divina contra, 50, I, li A IIa, colocade no templo, 151, trazida à Sião, 136, 1, 11 vista no templo, 319, I ; 328, 1 Armagedon (Batalha do), sobreviventes do, 356, 1 ; 357, II ; 363, I Arrependimento, batismo de João para, 11, 1i-15, i dos judeus em Pentecostes, 270, I, 11, por parte de Deus, 126, II ; 127, 1 Artaxemes I, 199, I, III, 200, III-203, 1 Assíria, 162, 11; 165, I Atália, 163, I ; 164, I Autoridades Superiores, ordenades por Deus, 85, li ; 366, 1 regentes do mundo não são as, 72, 1 ; 84, 1 sujeição às verdadeiras, 366, I Abominação de desolação, 341,

B Baal, adoração de, 161, I-162, 1 Babilônia, desola a Judéia, 166, 11-168, li mulher de Satanás, 73, 1 ; 74, I os medo-persas derrubam, 193, 1 ; 194, I religião organizada, 345, I ; 346, I

os algarismos

C

Cabritos, 355, i ; 356, I Caim, 63, I ; 64, 1 Calcanhar, a Serpente fere o

370

da Semente, 253, II ; 254, I cura da ferida, 256, 1 da Semente a ser ferido, 58, 11 ; 61, li Canaan, conquista de, 111, 1114, 1 ; 115, 111 Cânon, 200, li ; 206, 1 Causa do Nome, Jeová age pela, 123, 1 ; 195, li Cavalo, amarelo, 334, li branco, 330, 11, 111 preto, 333, 1 ; 334, 1 vermelho, 332, 11, 111 Ceifa, festa da, 103, I 144 .000 do Israel espiritual, 282, 11 ; 350, I César, dar a, 239, 1 escolhido como rei pelos religiosos, 250, I Tibério, 18, 11 Céus, dêste mundo, 71, 11 ; 74, I destruição dos velhos, 348,1349, 11 novos, 324, 1 ; 350, 1 recolhem-se como rõlo, 337, I-339, I sôbre o homem no Éden, 56, I


ÍNDICE DOS Chamada ao Reino, 27, I ; 290, I ; 292, II Chaves do Reino, 268, I, Il ; 270, II ; 274, I1 ; 275, I Cidadania, 304, I Cidade, primeira, 64, I Cidades de Refúgio, 114, 1 Ciro, 194, I-196, I Clero e política, 180, II ; 189, I Companheiros, 359, II Concêrto : Veja-se Pacto Consagração, 286, 1, II ; 295, 1, 296, II Cornélio, 274, I-277, I Corpo de Cristo, 280, I ; 281, I . 296, I1-297, II ; 298, II ; 323, 1 ; 325, I-326, I ressurreição do, 302, H-304, I transformação do, 304, 1 ; 305, i Crer em Cristo, 285, II Criação, primeira, 47, I Cristo, João Batista não é, 15, II significado de, 33, 1 ; 121, I ; 212, I Veja-se : Ungido ; Corpo ; Jesus ; Messias Cronologia, base da, 171, I-IV dos reis, 172-175 D Daniel, cativo, 167, I ; 178, I fiel, 192, I interpreta, 179, I-182, II Dario, o medo, 195, II O persa, 199, I-200, 11 Davi, captura Jerusalém, 135, I constituído rei, 134, I derrota os filisteus, 135, II ; 331, I dificuldades do reinado de . 143, I e Jónatas, 131, I ; 132, 11 ; 133, entrega reino a Salomão, 144, I-146, II estende o domínio, 142, I, 11 homens de boa vontade juntam-se a, 132, I ; 359, R mata a Golias, 130, I-131, I pacto para reino feito com, 138, I-140, I prepara para templo, 138, 1140, I Saul persegue a, 131, I-133, II traz arca a Sião, 136, I, II ungido, 129, 11 134, I Defesa, direito de,; 83, I-85, 11 Demônios, 57, II ; 67, 1-69, 11 Desolação, 70 anos, 167, 11169, II termina, 192, I-195, II Dia, de 1 .000 anos, 63,; I198, 1 Dilúvio, 66, I-69, 11 ; 359, I Dominação Universal, Jesus se decide pela de Deus, 25,

ASSUNTOS 371 1I-29, II ; 249, I Jesus sujeita-se à, 362, II ; 364, I questão da ; decidida, Doze Apóstolos, 220, 191, I I, II Dragão, de sete cabeças, 71, I1 ; 185, I ; 319, II-321, I ; 349, II

E Egito, Jesus no, 211, II pragas sôbre o, 96, 11-98, II primeira potência mundial, 93, I Eleição, da graça, 273, I fazer firme, 301, I Eleitos, 291, I-292, I ajuntamento dos, 354, 111 Elias, antes do dia do Senhor, 207, I ; 306, II João Batista semelhante a, 31, I ; 207, II na transfiguração, 232, Il234, I profeta, 161, II virá identificado, 307, II-309, II Eliseu, 308, I-309, II Embaixadores, 315, I-316, I ; 329, I Enoc, 64, 11, 65, I Ensinados por Deus, 284, I ; 285, I Escolhidos, 291, I-292, I Esdras, 200, III ; 204, I Espírito, batismo do, 18, I ; 260, 1 ; 261, I ; 263, II ; 264, 1 corpo de Cristo tem um só, 297, I de adoção, 298, II ; 299, 1 derramado em Pentecostes, 266, I derramamento final do, 312, 1-314, I ; 328, II desce sôbre gentios, 275, 1277, 11 ; 295, 1 ; 296, I desce sôbre Jesus, 20, II fôrça ativa de Deus, 214, I ; 264, I modêlo do templo dado pelo, 144, I nascido do, 289, 1 penhor do, 293, ressurreição em, I258, I unção do ; como assinalada, 261, I ; 270, 11 ; 277, II Espíritos, demônios iníquos, 185, 1-187, I em prisão, 68,; 230, I I Saul se comunicaa com, 133, lf Estrangeiros, abandonam religião, 360, I nas festas, 103, I Salomão ora pelos, 152, 11


372

INDICE DOS magos vêem, 209, II ; 210, I Evangelho, do Reino pregado, 316, I ; 343, II ; 354, III ; 355, 1 eterno, 355, I Expiação, 102, I F Família Real, organização capital, 281, I uma vez um mistério, 279, I ; 280, I Fé, israelitas fracassam na, 106, I-108, I justificados pela, 286, 1 ; 287, 1 Fidelidade, 294, I ; 300, I, II Filha, Organização, 322, I-324, II Filhos de Deus, poder para se tornar, 289, I Fim, tempo do, 332, III ; 350, I Fim do Mundo, explicado, 348, I-350, I sinais que provam, 240, I sobreviventes do, 359, I Fomes, 333, I ; 334, I G Gentios, aceitos no pacto do Reino, 273, I-277, II Deus visitou, 277, I Gerado, como nova criatura, 214, II-215, II pelo espírito, 265, I ; 287, 11289, I Jesus, 79, I ; 259, II, III Gibeonites, 111, I, II Glorificados com serviço, 292, II Govêrno Global, 73, I Govêrno Teocrãtico, de máxima importância agora, 369, I tipo do, 100, I, II Grande Multidão, 358, I, II Guerra no céu, 320, II ; 321, I ; 325, I teocrática, 113, I ; 114, I ; 322, 1, II ; 330, II-331, I total, 332, 1-333, 1 Guerra Mundial, Primeira, 332, 1-333, 1 H Herodes Antipas, encarcera a João, 31, I ; 217, I Jesus perante, 211, H ; 249, I tolera mensagem do Reino, 15, II ; 17, I Homens de Boa Vontade, 132, I ; 209, I ; 362, I Homens Fiéis da antiguidade recompensados, 351, I-353, I I Igreja, edificada sôbre Rocha, Estrêla,

ASSUNTOS 268, I, II noiva, espôsa do Cordeiro, 322, I-325, I templo, 325, I-328, I Imagem, sonho da, 179, I-183, I Imortalidade, 258, I-259, III Impiìsto, ministros isentos de, 200, III pago a César, 239, I ; 247, I para sustentar o templo, 204, I ; 238, I Inferno, alma de Jesus não deixada no, 256, I ; 257, I Jesus foi ao, 253, I segue à morte, 334, II Integridade, das "outras ovelhas", 359, II-360, I dos súditos do Reino, 363, II Jesus manteve até o fim, 245, I-251, II Jesus sob tentação mantém, 28, I plrlova da dos cristãos, 300, I, Interpretação, 180, II-182, II ira, dia da, 339, I, II Isaac, 76, II-81, 1I ; 323, II Ismael, 77, II-79, II Israel, 92, II ; 282, I, 11 Israelitas, peregrinam 40 anos, 106, I-109, I perseguidos no Egito, 93, I-95, I

a

Jacó, 87, II ; 88, I ; 90, I-92, II abençoa filhos, 90, I-92, II Jehonadab (Jonadab), 162, I Jeová, Deus, Antigo de Dias, 317, II dia de, 306, II ; 307, I faz novas tôdas as coisas, 363, 11 faz-se nome, 98, II ; 152, 11153, I Fundador do Reino, 52, II ; 53, II não mente nem se arrepende, 126, II ; 127, I Rei sôbre Israel, 101, I reina para sempre, 98, II ; 136, II ; 195, I ; 324, I ; 365, I, II ; 369, I revela nome, 95, I ; 96, I ri-se dos opositores, 365, II Soberano Universal, 52, II Teócrata, 53, I tomo poder para reinar, 318, I ; 319, I Jeremias, 166, I ; 167, II ; 168, I Jeroboão, 158, II-160, I Jerusalém, capturada, 115, II ; 135, I condenada, 239, II feita capital, 135, 1


INDICE DOS ASSUNTOS

filha chamada, 323, li Nabucodonosor destrói, 167, 1168, li Nova, 324, I reconstruídos os muros, 192, 1 restaurada, 195, I-11 romanos destroem, 307, I Jesus, anjos ministram a, 28, 1 ascensão de, 261, I Associado de Jeová no trono, 339, li ; 343, li ; 365, li batismo de, 19, I-20, li ; 212, 1 ; 213, I cavalga para Jerusalém, 235, I concebido Imaculado por Maria, 42, I-44, li ; 208, li derrama espírito, 269, I discute o pacto do Reino, 243, li empossado para reinar, 318, 1320, I entêrro de, 255, I esperou à destra de Deus, 262, 1 estuda no deserto, 23, 1 existência prehumana de, 46, 1-47, I expulsa a Satanás do céu, 320, li feito maldição, 321, 1 Filho de Deus, como, 36, I ; 38, 1 ; 41, 1-50, I Filho do homem, 317, 11 geração de, 214, 11-215, li, 259, li ; 260, I geneologia humana de, 38, 141, 11 ; 50, i idade de ; no batismo, 41, I ileso no deserto 22, I institue Memorial, 242, 1 ; 243, I luta como Rei, 322, 1, li morte de, 253, I-254, I mostra-se vivo, 259, I, III na sinagoga de Nazaré, 217, 11 ; 218, I não é Jeová Deus, 46, li ; 47, I ; 49, I nascimento de, 78, I ; 209, 1211, 1 Nazareno, 211, l1 Noivo, 322, I-324, 1 no madeiro, 250, 1-252, 11 oferece-se em sacrifício, 214, 11 ; 245, li ora pela unidade, 244, I ordena doze apóstolos, 220, 1 perante Pilatos, 246, i-250, 1 perante Sinédrio, 245, li ; 246, i pioneiro aos lares, 223, 1225, I prediz a morte, 231, I prefigurado por Zorobabel e

373

Josué, 197, I-198, 111 prega Reino próximo, 31, I ; 37, I ; 217, 1 prega verdades do Reino, 220, 11-222, I primícia dos mortos, 256, I ; 257, 11 ; 263, I promete espírito, 260, I ; 261, 1 provou-se digno para reinar, 29, I, li purifica tempo, 237, I Rei em Sião, 365, li ; 369, I religiosos rejeitam a, 236, V239, 11 resiste tentações de Satanás 24, 1-27, I ressuscitado dos mortos, 256 . 1 ; 259, li significado do nome, 45, I sujeita-se ao Pai, 362, li ; 364, I sujeito aos pais, 213, 1 Sumo Sacerdote, 214, li ; 260, i testemunha, 217, I ; 218, I ; 245, li ; 248, 1 traído, prêso, 244, I-245, 1 transfigurado, 232, 1-234, I traz primeiros discípulos, 34, I-36, 11 ; 219, I-220, I ungido, 212, I-217, li verdadeiro Cristo a ser seguido, 50, I, 11 verdadeiro profeta, 343, 1 Jeú, 162, I ; 360, I Jezabel, 161, I, li João Batista, aconselha pesgisadores, 15, 1 alimento, vestimenta de, 10, 1 anuncia Cordeiro, 33, l ; 34, 1 anuncia Reino, 15, li ; 306, 1 batiza a Jesus, 20, I começou a pregar, quando? 18, 11 cumpriu profecia, 12, I decrescimento, 32, I ; 36, li denunciou religião, 14, I discípulos de, 33, I encarcerado, 36, 11 ; 37, 1 esperava pelo Messias, 18, I identificou-se, 32, I, li não no Reino, 222, I nascimento de, 207, l1 por que chamado Batista, 11, I por que não era sacerdote, 13, I predisse batismo do espírito, 14, I pregou arrependimento, 11 . profecia quanto à missão de, 31, I semelhante a Elias, 31, 1 ; 306, li ; 307, I ; 309, 1, li


fNDICE DOS ASSUNTOS

374

significado do nome, 13, I vê espírito descer, 20, II vê Jesus chegar, 19, I Jonadab, (Jehonadab), 162, 1 Jonadabes, 360, I ; 362, I ~atas, 124, I ; 129, I, II ; 131, 1 ; 132, II ; 133, II ; 359, II Josué, juiz, 106, I-107, I ; 108, I ; 111, I-115, III sumo sacerdote, 198, I, 11 ; 199, 1-200, II Jubileu, 104, 11 ; 115, I Judá, 91, I-92, II ; 115, II Judas Iscariotes, 230, 11 ; 241, 1 ; 242, I ; 244, I ; 246, I Juízes, de Israel, 116, I Julgamento, das nações, 355, I no templo, 326, I-328, II ; 336, II Justificação, 286, II ; 287, I dos chamados, 265, I ; 292, II no fim dos 1 .000 anos, 363, II

L

Leví, tribo de, 101, II ; 106, 11 ; 114, II Liga das Nações, 342, I Ligado no céu, 268, I, II ; 272, II ; 273, 1 Limites da Terra Prometida, 115, III Línguas, em Pentecostes, 263, II ; 267, I gentios falam em, 275, I, 11 Lúcifer, querubim, rebela-se, 57, I, II semelhante â cabeça de ouro, 183, II

M

Magos, 209, II ; 210, I Malaquias, 206, I-207, II Maldição, Jesus feito ; 255, I, II Malfeitor, favorece Jesus, 252, I ; 253, 1 Mancebos, 313, I-314, I Mandato Divino, declarado novamente, 69, 1 ; 359, I emitido, 54, I Maria, cocebe, 42, II-44, II dá ã, luz Jesus, 209, I da tribo de Judá, não imaculada, 42, I, II filha de E1í, 41, II não é "a mulher", 60, II ; 79, I não é mãe de Deus, 46, I-48, I Melquisedec, abençoa Abraão, 84, I-85, 11 sacerdote segundo a ordem de, 85, II-87, I ; 259, III ; 318, i Memorial, 242, I, 11 Messias, aparecimento do, 202, I ; 212, I-214, I exterminado, 253, I ; 254, I ;

272, I Miguel, 320, II ; 321, 1 Mistério da semente da mulher, 279, I ; 280, I Moisés, guia para fora do Egito, 98, II ; 99, I mediador no monte Sinai, 100, I-101, II na transfiguração, 232, II234, I não entrou em Canaan, 108, I-110, I no Egito, 94, II-98, I Profeta semelhante a, 109, I Montanha, pedra se torna, 180, I ; 191, II Monte, pedra cortada dum, 180, I ; 188, II Montes, chamados para proteção, 338, I-341, I Morte, cavalga sõbre cavalo amarelo, 334, II de Cristo, 297, li ; 298, I ; 300, I ; 301, 1 nunca ver a, 357, II último inimigo, 362, II-363, I Mortos, os outros, 363, I Mulher (de Jeová), 54, II-56, I dá à luz a Semente, 215, I, II ; 318, I-320, I de cima, 54, 11 ; 60, 11 ; 289, II mãe da Semente, 58, II-61, I ; 289, II Sara tipo da, 76, 1-79, I Mundo, depois do dilúvio, 74, I destruição do velho, 66, 169, I Novo, 353, I originalmente justo, 57, I ou aibn, 184, I promessa de restaurar o justo, 62, I ; 65, I rebelde Lúcifer rouba, 62, I regeneração do justo, 363, 1354, III Muros, reconstruídos, 202, I, II ; 203, I

N

Nabucodonosor, sonho da imagem, 178, I-180, I subjuga a Judéia, 167, I-168, I ; 177, II ; 178, I tipo de Satanás, 182, 1 ; 183, II Nação Santa, 282, I, II Nações, iradas com reinado de Cristo, 331, I-333, I ; 365, II odeiam o povo de Jeová, 315, II ; 335, I Nascer da água e do Espírito, 283, II ; 289, I Nascer de Novo, necessidade de, 283, 11 quem são os que, 284, I-289, 1


ÍNDICE DOS ASSUNTOS

Neemias, 202, I-204, li Nefilins, 67, I ; 68, I ; 69, II ; 106, I Neutralidade, 82, I ; 83, I ; 88, II Nimrod, 72, I ; 73, I ; 187, li Noé, 66, I-71, I ; 74, 11 ; 359, I Noiva, 322, I-325, I ; 346, 11 Nome, povo para o de Jeová, 277, 1, II Novo Criatura, 214, 11-215, I1 ; 258, I ; 287, li ; 288, I

O

Obediência a Deus, 366, I Obra de Testemunho, desde 1922, 313, I morta, 311, I revivificada, 312, I ; 328, li ; 329, I Ofensiva, contra cananeus, 114, I-115, 111 Oração, na dedicação do templo, 152, I-153, li ; 192, II pela unidade, 244, I pelos reis e todos em autoridade, 368, 1 Ordenação Humana, submissão a tôda, 367, I ; 368, I Organização Capital, O Cirsto, 281, I Organização de Satanás, destruição da, 349, li ; 350, I imagem da, 183, I-192, II mulher simboliza, 177, li semelhante a dragáo, 71, II Organização Universal de Deus, Adão e Eva parte da, 54, I, II ; 57, I anterior à criação do homem, 54, II desobedientes expulsos da, 58, I ; 62, I ; 63, I humanidade torna-se parte da, 364, I mãe da Semente, 58, II-60, II monte, 182, li ; 189, I mulher de Deus, 54, II-56, 1 Pacto edênico com, 61, I Prefigurada, 317, I ; 319, li Sara tipo da, 77, II-79, II Ovelhas, outras, 358, I-362, I separadas dos cabritos, 355, 1-357, II

P

Pacifista, Abraão não era, 83, I-85, II Melquisedec-Sacerdote não era, 87, 1 Moisés não era, 95, I Neemias não era, 203, 1 Pacto, contra derramamento de sangue, 69, II ; 113, I de sacrifício, 264, I Mensageiro do, 206, I ; 326, 1-

375

328, II por uma semana, 254, 1 ; 272, I-273, 1 Pacto Abraâmico, 75, 1-77, I ; 80, I-81, li ; 272, I linha de transmissão do, 90, I-92, II renovado com a descendência, 90, I, II Pacto da Lei, com Israel, 99, I-105, I ; 255, II proteção contra religião, 109, I ; 164, 1 Pacto do Reino, com Abraão, 75, I-77, I ; 80, I ; 81, I com Davi, 138, 1-140, I discípulos aceitos no, 264, 1 ; 299, I fidelidade requerida no, 153, li gentios aceitos no, 273, 1 ; 275, 1 Jesus discute, 243, II não feito com Saul, 129, I não rejeitado, 155, I ; 170, II ; 171, I no Éden, 53, II ; 61, I Pacto Edênico, 53, II ; 61, 163, I Paraíso, 252, li ; 253, I ; 363, I Páscoa, Jesus celebrou a, 242, I ; 243, I no Egito, 97, I-98, II Paz, global fracassa, 334, II organização internacional para, 341, I-342, I Príncipe da, 352, I tirada da terra, 332, I-III Pedra, cortada, 180, I ; 182, II ; 189, li ; 190, I ; 330, III fere imagem, 180, I, II ; 182, li ; 191, I, II igreja edificada sôbre, 268, I, i1 torna-se montanha, 180, I ; 190, I-191, li Pedro, Jesus chama, 219, 1220, I Jesus chama-o Simão, 34, I não foi papa com sucessores, 268, li ; 270, II ; 275, I nega a Jesus, 245, II usa chaves do Reino, 268, 1270, li ; 274, II ; 275, I Pentecostes, correspondente moderno de, 312, I espirito derramado em, 263, 11 ; 264, I ; 266, I ; 270, I, II festa de, 103, I ; 263, I ; 264, li ; 265, I Perseguição, 314, I ; 315, li ; 332, I ; 335, I ; 336, 1 ; 347, II Pioneiros, 223, I-225, I Política, iniciada, 72, I-74, I ; 187, 1


fNDICE DOS ASSUNTOS

376

Pôncio Pilatos, 246, I-251, I Por Amor do Seu Nome, Jeová

age, 123, I ; 195, II Presciência, 291, I ; 292, I Predestinação, 291, II ; 292, I Primícias, em 16 de Nisan, 103, I ; 263, I ; 256, I ; 257, II em Pentecostes, 263, I-265, I Principados, sujeição aos, 367, i Príncipe, da Assíria, 165, I da Babilônia, 165, I ; 177, II do Egito, 93, I ; 94, I da Grécia, 71, II da Pérsia, 71, II de Rosh, 71, II Príncipes, da organização demoníaca Satanás, 71, II ; 154, i, II em tôda a terra, 352, II ; 353, 1 Profetas, Jeová envia, 166, I Tabela dos, 172-176 Prosperidade, tipo da, 147, II Proteção, 75, I ; 84, I ; 88, II homens buscam falsa, 338, 1341, I

Q

endemoniha sua organização, 62, I ; 184, I rebela-se, 57, II sentenciado, expulso, 58, II ; 59, I sôbre o homem no Éden, 56, I ; 183, II ; 189, I ; 190, I torna-se Lúcifer, 57, II

Querubim,

R

Rainha, de Sabá, 156, I

não autorizada, 163, II ; 164, 1 353, I-354, III lavatório da, 288, I Rei, Abimelee se torna, 118, II do norte e do sul, 166, II ; 167, I ; 177, II ; 187, II ; 332, III dos reis, 280, I ; 346, II ; 347, I Gideão recusa ser, 118, 1 israelitas pedem, 118, I ; 120, I-122, II lei não ordena, 101, I no princípio não os havia em Israel, 119, I, II presença do, 226, I-228, II requisitos para, 157, I tempo da emposse, 123, I Reinado de Mil Anos, 302, I ; 305, I ; 349, II ; 350, I Reinar com Cristo, 300, II ; 302, I ; 305, I Reino, de Israel, 158, II-162, 1 de Judá, 158, II ; 163, I-168, I de sacerdotes, 100, I, II ; 273, I ; 282, 1 Regeneração, do mundo justo,

direito ao, 170, I ; 171, I ; 214, i dividido após Salomão, 158, I, II ; 171, 111 do mundo passa a ser de Deus e Cristo, 319, I-321, I entre vós, 227, I linhagem reinante do ; interrompida, 155, I ; 170, I ; 171, I oração pela vinda do, 368, I santos recebem, 305, I significado de, 226, I teocrático, 156, I-157, I Reino dos Céus, A Teocracia, 317, I começa contra oposioção, 320, II-322, II dado ao Filho do homem, 317, II ; 318, I da graça? 262, I Jesus pregava, 220, II-223, I maneira do, 15, II ; 37, II não dêste mundo, 248, I nascimento do, 318, I ; 319, II; 320, I origem, fundador do, 52, II passos para entrar no, 283, 1305, I pedra representa, 180, I ; 182, II ; 189, II-191, II principal doutrina, 306, I proclamação do, 312, I-316, I publicidade devida ao estabelecimento do, 306, I, II representantes visíveis do, 351, I-353, I requisitos para, 220, I-221, II ; 231, I ; 232, I ; 234, II ; 283, I ; 300, I-302, I sem sucessor, 182, 11 ; 189, II191, II súditos do, 346, I ; 350, II ; 362, I-363 II veio, 321, I Reino dos Céus está Próximo,

anunciado, 9, I ; 31, I ; 37, I ; 217, I anunciado agora de novo, 307, II evidência, sinais que, 240, I ; 330, I-343, II ; 354, III ; 355, I mensagem do silenciada, 228, I ; 271, I não anunciado aos gentios, 306, I não é mensagem enganosa, 226, I-229, 1 primeira vez pregado, 9, I ; 15, II prova que o, 309, II-316, 1 ; 329, I Reinos, Jesus recusa os do mundo, 25, II-27, I ; 216, I não fundados por Deus, 53, II ; 72, I


fNDICE DOS ASSUNTOS 377 primeiro dos mundanos, 72, 1típico, 156, li ; 157, 1 74, 1 torna-se infiel, 158, 1 representados pela imagem ungido rei, 146, I, li do sonho, 181, 1-189, li Salvação, após prova de fé, Reis, de Judá, 163, I ; 165, 1107, 11 167, II por perseverar até o fim, 301, oração pelos, 368, I 1 Tabela de Contemporãneos, Samaritanos, origem dos, 162, 171-175 li Religião, aliados destroem, privilágio do evangelho aos, 347, li 217, 1 ; 224 . 1 ; 272, 11 aviso contra, 109, 1 recebem espírito, 295, I Babilõnia adúltera, 345, I Samuel, anuncia rejeição de exaltação no após-guerra da, Saul, 124, I-126, li 346, 1 empossa o rei, 120, 11-123, 1 israelitas enlaçados pela, 115, um juiz, 116, I III ; 116, I ; 164, I unge a Davi, 129, 11 não é adoração de Deus, 345, Sangue vingado, 335, I i Sara, 76, I-79, 11 ; 323, 11 obra Elias contra, 308, 1Satanás, amarrado, 349, li 309, li deus dêste mundo, 177, I oposta ao Rei de Deus, 347, 1 esmagamento de, 300, 11 ; organizada, 64, 11 ; 73, 1 ; 74, I 350, 1 restante purificado da, 204, 1 expulso do céu, 320, li 321, 1 Resgate, 264, I ; 285, 11 Lúcifer torna-se, 57, li Ressurreição, a primeira, 256, reorganiza-se após dilúvio, I-258, 1 ; 302, I-304, I 71, li de Cristo, 297, 11 ; 301, li soltura de, 363, 11 do Corpo de Cristo, 302, 11tenta Jesus, 24, 1-28, 1 303, 11 Sauí, morte de, 133, li do restante instantãneamenpacto do reino não feito com, te, 336, li 130, I, 11 dos mortos em Cristo, 327, I persegue a Davi, 131, 1-133, I geral, 362, 11 ; 363, I rei, 121, 1-127, 1 melhor, 350, li Sedição, acusação de, 133, I ; no espírito, 258, I 199, I ; 203, I ; 246, I-250, I prefigurada, 80, I-81, li Semente de Abraão, 75, I-77, I Restante, ajuntado, prega, 354, é Cristo, 79, li III ; 355, I filhos adotivos parte da, 298, crê agora, 313, I 11-299, I de judeus crê, 273, 1 Semente da Mulher, dada ã julgado fiel, 328, 11 ; 329, 1 luz, 78, I ; 79, I ; 318, 1-320, 1 volta a Jerusalém, 192, 11filhos adotivos parte da, 298, 198, I 11 ; 299, I Rocha, igreja construída sômistério acêrca da, 279, I bre, 268, I, li predita, 58, II-61, I ; 78, 1 Rochedos, homens escondem-se Regente do Reino, 138, li para proteção entre, 338, 1Semente da Serpente, cabritos, 341, I 356, I Roma, ocupa a Judéia, 205, 1 inimizade da, 58, 11-60, I ; 230, 1, li Serpente, tentador, 24, 1-28, I S Sete Tempos, 184, I Sábados, sistema de, 104, 1Setenta, Versão grega dos, 105, I ; 115, I ; 168, I ; 169, 1 108, 1 ; 175 Sacerdócio, 101, 11 Setenta Anos de desolação, Sacrifício, cessou, 2"r2, I 167, 11-169, 1 mérito do, 264, I, 11 ; 286, li Setenta Semanas, começam, Salomão, encarregado por Da202, I vi, 144, I-145, 11 fim das, 272, I-273, I programa de construção de profecia das, 192, I ; 208, I 20 anos de, 155, li 69 ,1 das, 212, 1 rainha de Sabá visita a, 156, Setuagésima Semana, 253, 11 ; I, li 254, I ; 272, I-273, 1 reinado pacifico de, 147, 1-148, li Sião, arca trazida à, 136, I, li


INDICE DOS cativeiro de ; levantado, 195, I Jeová reina em, 369, I mulher de Deus, 289, li ; 319, II-320, li nome da mãe e da filha, 323, li Rei estabelecido em, 365, li tipo da organização capital, 281, I, 282, I tomada, feita capital, 135, I vara enviada da, 318, I Siló, 91, li ; 92, I Sofrimentos, 300, I-301, li Sonho, anciãos têm, 313, 1, 314, I da imagem, 179, I-183, I Sumo Sacerdote : Veja-co Aarão ; Jesus ; Melquisedec

378

T Tabernáculo, de adoração, 102, r Tabernáculos, festa dos, 103, I Templo, aberto no céu, 319, I ; 328, I a igreja, 325, li Davi encarrega o filho sôbre o, 143, II-145, li decreto para reconstruir, 196, I dedicado, 151, I-153. If destruição do ; predita, 240, I Jesus purifica, 237, I julgamento no, 327, I-328, li Mensageiro vem ao, 325, 1328, li reconstruído, 197, I-200, li reconstruído em três dias, 326, I Salomão edifica, 148, 11-151, I Semente edifica, 138, I, li Tempos dos Gentios, começam, 177, 1 ; 184, I duração dos, 184, I ; 204, II ; 205, I fim dos, 189, li ; 318, I ; 331, I Tentação, de Adáo e Eva, 58, 11 de Jesus, 24, I-27, I Teocracia, significado de, 53, I típica., 100, 11-105, I ; 145, 11 ; 146, I Terra, fim da velha, 348, 1350, I nova, 350, 11-353, 1 simbólica, 57, I ; 74, I Terremotos, 333, I ; 337, I-339, 1

ASSUNTOS Testemunhas, do nascimento de Jesus, 209, I-211, I duas, revivificadas, 311, I ; 319, I ; 328, li ; 329, I Testemunhas de Jeová, 277, li ; 329, I Testemunho de Casa em Casa, pelos ungidos, 223, I-225, I ; 271, I Tipos, 105, I ; 156, li ; 157, I Transfiguração, 232, I-234, I Trazidos a Jesus, 284, I-285, li Trombeta, 327, 1 ; 328, I U Unção, espírito de, 294, I Ungido, Aarão, 101, li-, 102, I Davi três vêzes, 134, I do espírito, quando? 263, li ; 277, I ; 293, I ; 295, I gentios, 275, I-277, I Jesus, 212, I-215, li não devem ser tocados, 88 I O santíssimo, 272, I-275, I para quê? 216, I-217, li pastor Davi, 129, 11 rei Saul, 121, I Salomão duas vêzes, 146, I, li Unigênito Filho, 46, I-47, I V Verdade, como água, 288, I ; 289, I testemunho da, 248, I Vida, com Cristo, 300, I ; 302, I Vinda ao templo, 326, I-328, I com nuvens, 340, I de Jesus, 261, I oração pela do Reino, 368, I Vindicação do Nome de Jeová, nome louvado após a, 365, I oração pela, 153, I ; 221, I pelo seu reino, 369, I reinado de Cristo para, 364, 1 Virgens, companheiras da Noiva, 358, li W Watch Tower, 310, I-312, I T Zacarias, 13, I ; 31, I Zedequias, 167, I, li ; 170, I Zombabel, (Zerubbabel), 39, I ; 40, I ; 197, I-200, li ; 312, I


ÍNDICE DOS TEXTOS CITADOS Gên . Página 1 :26 55 1 :28 54 2 :17 63 3 :13-15 59 3 :15 54 4 :15, 16 64 4 :17 64 4 :18-24 64 4 :26 65 5 :4, 5 63 66 5 :21-24 6 :1-5, 11, 12 67 6 :8-17 66 Cap. 7, 8 68 9 :1, 7 69 9 :6 70, 113 187 10 :1, 6-12 10 :8-10 73 Cap. 10, 11 39 11 :1-9 74 12 :1-3 75 12 :14, 15 75 14 :1, 2 75 14 :13, 14 83 14 :15, 16 84 14 :18-24 85 15 :1 89 283 15 :5 15 :13, 14 98 15 :18-21 142 78 16 :1-16 17 :1, , 1,66, 77 78 17 :17, 18 21 :1-12 80 22 :1, 2 80 81 22 :15-18 Cap . 24 324 25 :5-8 82 90 26 :1-5 28 :10-16 90 29 :35 91 36 :8 . 9, 31, 32 119 49 :8-12 92 49 :28 93

23 :20 25 :1-7 25 :1-23 25 :8-12 26 :31-39

265 104 169 104 168

Números 14 :9 14 :10-38 20 :1-13 20 :23-29 23 :19-21 27 :15-23 35 :1-32

106 107 109 109 101 109 114

Êxodo 1 :1-22 2 :1-10 2 :11-25 3 :13-15 Cap . 5-11 12 :1-51 12 :48, 49 15 :1-18 17 :8-16 19 :4-6 19 :5, 6 19 :6 23 :29-33 23 :31 34 :22 Cap. 35-40

95 95 95 96 96 98 103 99 125 100 326 273 116 142 263 103

Levítico 12 :1-8 17 :14 23 :4-44

211 335 103

1 Samuel 7 :3-17 8 . 1-9 8 :10-22 10 :1 10 :17-27 11 :1-15 12 :1, 2, 17 12 :11 12 :12-15 12 :16-25 13 :1-14 14 :1-15, 44, 45 15 :1-35 16 :1-23 17 :1-58 18 :1 18 :5-20 :42 22 :1, 2 22 :5 23 :14-18

Deuteronômio 103 16 :1-17 17 :14, 15 120 17 :14-20 157 186 18 :10-12 18 :14-19 110 19 :21 255 20 :16-18 113 21 :22, 23 255 256 27 :26 33 :1-5 34 :1-7 110 Josué Cap. 2-6 Cap. 9 Cap . 10 10 :14 Cap. 11, 12 Cap. 13, 20 24 :31 Juízes 1 :1, 2, 21 2 :20, 22 3 :1-4 Cap. 3-16 8 :22, 23 Cap . 9 9 :1-6 21 :25

111 111 113 114 113 114 115 115 116 117 118 119 118 120 117 121 121 172 172 172 117 123 124 125

Cap . 23, 24 26 Cap. 28-31

133 134

2 Samuel 2 :1-4 5 :1-4 5 :4 5 :5-9 5 :17-25 7 :18-29 8 :1-15 Cap. 11-24 12 :1-15 24 :15-25

134 135 134 135 136 140 143 143 172 144

1 Reis 1 :1-40 1 :34 2 :11 3 :4-28 4 :20, 21, 24, 25, 29, 31 34 6 :1 149, 6 :7-38 7 :1-12 8 :1-14 8 :22-40 8 :41-43 8 :44-61 8 :46-53 8 :51 11 :1-14 11 :26-43 11 :29-31 11 :42 12 :1-33 12 :22, 23 12 :25-33 13 :1, 2 13 :1-6, 33, 34 14 :1-6 14 :20 14 :21 15 :1, 2 15 :1, 2, 9, 10

147 172 172 147 148 327 151 155 152 152 153 153 193 151 158 159 172 172 159 172 160 172 160 172 172 172 172 172 172 172

15 :25 15 :33 16 :1, 7, 12, 13 172 16 :1-33 161 16 :8 172 16 :15 172 16 :21 172 16 , 23 172 16 :29 172 17 :1 172 Cap. 18, 19 308 22 :8, 14 172 22 :41, 42 172 22 :42 173 22 :51, 52 172

129 127 130 131 131 132 2 Reis 132 1 :2, 3, 17 172 3 . 1 133 3 :1, 11-14 379

172 172 172

173 173 173 173 173 162, 308 10 :36 173 11'1-3 173 11 :14 237 12 :1 173 13 :1 173 13 :10 173 13 :14 173 14 :1, 2 173 14 :23 173 14 :23-25 173 15 :1 173 15 :1, 2 173 15 :8 173 15 :17 173 15 :17-23 173 15 :23 173 15 :27 173 15 :30 174 15 :32, 33 173 16 :1, 2 174 16 :7-9 174 17 :1 174 17 :1-23 162 17 :6, 13, 20 23 174 17 :22-41 163 17 :24, 30 178 18 :1, 2, 10 174 18 :1, 9, 10 174 Cap . 18, 19 165 20 :12-19 178 21 :1 174 21 :10-16 174 21 :19 174 22 :1 174 22 :3, 14, 15 174 23 :28-37 167 23 :31 174 24 :1-18 167 24 :6, 8, 12 175 24 :8-17 175 24 :17, 18 175 25 :2, 8 175 25 :8-26 168 25 :22-26 175 8 :16, 17 8 :25, 26 9 :1-4 9 :24, 27 9 :29 Cap . 9, 10

1 Crônicas Cap. l-3 3 :17-19 3 :19, 21 5 :1, 2 10 :13, 14 12 :1-22 14 :8-17 Cap. 15, 16 17 :1 17 :1-15 17 :16-27 21 :9 21 :28-27 :34 Cap. 21, 22 28 :9-21 29 :1-3

89 197 40 93 159 133 136 138 172 138 140 172 144 144 145 145


380

29 :6-19 29 :10-19 29 :22-24 29 :27

ÌNDICE DOS TEXTOS CITADOS

146 369 146 172

2 Crônicas

2 :1 148 3 :1, 2 149 3 :3-17 151 4 :1-22 151 6 :32, 33 153 7 :1-22 154 8 :1-6 155 9 :1-12 156 9 :29 172 9 :30 172 10 :12-19 172 11 :2, 3 172 12 :13 172 12 :15 172 Cap. 12-36 171 13 :1, 2 172 172 13 :22 Cap. 14 165 14 :1 172 15 :1, 2 172 16 :7 172 16 :13 172 18 :1, 2 172 18 :7-28 172 19 :2 172 Cap. 20 165 20 :14-18 172 20 :31 172 20 :35-37 172 21 :5, 20 173 21 :12 173 22 :2 173 22 :2, 3, 10-12 164 22 :10-12 173 23 .3 164 24 :1 173 24 :19-22 173 25 :1 173 25 :7-9, 15 173 26 :3 173 173 27 :1 28 :1 174 28 :6 173 28 :6-9 173 29 :1 174 32 :20 174 174 33 :1 33 :10, 18 174 33 :21 174 174 34 :1 34 :1, 8, 22 174 36 :2 174 36 :5 174 36 :9, 10 175 36 :11 175 175 36 :11, 12 36 :20, 21 169 36 :20-23 175 175 36 :21-23 36 :22, 23 197

Esdras 1 1 1 2

:1 175 :1-3 197 :7-11 197 :1, 2, 64-70 198

3 :1 3 :1-4 Cap. 4-6 5 :1 6 :14, 15 Cap . 7 7 :8, 9 9 :7, 8

175 198 200 175 175 201 202 205

Neemias

1 :1 175 2 :1, 11 175 Cap . 4 203 Cap . 4-6 204 6 :15 175 Cap . 8 204 9 :33-38 205 10 :32 238 Cap . 10-13 204 13 :26 158

Salmos

2 :1-12 2 :8, 9 Sal. 16 16 :10, 11

366 331 269

256, 257 40 :7-9 286 Sal . 45 322 . 330, 353 45 :1-16 323 45 :14, 15 359 45 :16 353 47 :7-9 353 72 :1, 15 369 72 :8 142 83 :18 51 Sai. 89 140 89 :3, 4, 15, 18, 20, 27, 28 . 34-37 140 90 :2 317 105 :13-15 88 Sal . 110 262, 269 110 :1, 2, 4-6 318 110 :1, 4 262 110 :2 331 110 :4-6 87 118 :22, 23 239 118 .25, 26 236 122 :8 359 132 :13-18 365 143 :10 23 Sal . 146 369

Isaías

1 :1 173, 174 8 :14 269 8 :16, 18 310 9 :6, 7 352 10 :21, 22 194 Cap. 13, 14, 21 39, 47, 48 178 Cap . 14 183 14 :4, 17 194 14 :12-15 58 28 :16 269 Cap. 36, 37 165 40 :25 49 43 :10, 12 329 45 :1, 13, 17 194 47 :1, 12, 13 186 52 :1, 2, 7, 8 195 52 :11 197

53 :9 256 54 :5, 6 56 55 :3 259, 299 61 55 :11 61 :1, 2 218, 295 65 :17, 18 350 66 :22 350

Jeremias

1 :1-3 174, 175 7 :31 161 10 :10 119 19 :5 161 23 :21-32 314 25 :1 174 25 :1-3 174 25 :1-3, 8-13 168 33 :15-22 . 25 26 171 41 :1-3 175 43 :1-7 175 43 :8 175 43 :8-13 175 44 :1 175 44 :1, 11-14, 24-30 175 46 :2 174 52 :12-14 175

Ezequiel

1 :1, 2 175 21 :27 214 21 :24-27 170 28 :12-19 58 36 :21-24, 32 35, 36 196 37 :1-14 312 37 :15-28 160 38 :2, 3 72 40 :1 175

Daniel

1 :1-6 174 1 :1-7 167 Cap. 2 331 2 :1, 19 175 2 :31-35 180 2 :36-45 183 Cap. 4 184 4 :16, 23, 25, 32 176 5 :13-31 175 5 :24-31 194 6 :1-28 192 7 :9,10,13,14 318 7 :9-14, 22, 27 91 7 :22, 27 305 9 :1-27 192 9 :24-27 176, 272 9 :25 202, 213 9 :25, 26 254 9 :27 254 10 :1 175 10 :13, 20 72 10 :21 321 Cap. 11 188, 333 11 :1 175 11 :31 342 11 :40 333 11 :45 333 12 :1 32 12 :11 342

Oséas

1 :1 173, 174 3 :4, 5 205 11 :1 212 13 :10, 11 123

Joel

2 :28-32 266, 314

Amós 1 :1

173

Obadias

Vers. 11-14

Jonas

175

1 :1

173

1 :1 5 :2

173, 174 208

M iquéias Naum 1 :1

Habacuque

1 :5, 6 2 :20

Sofonías

1 :1 2 :1-3

Ageu

1 :1 2 :20-23

Zacarias

174 174 174 174 358 175 199

1 :1 175 3 :8, 9 199 4 :6, 7, 9 199 6 :12, 13 260 9 :9 236 11 :12, 13 241 12 :10 312

Malaquias

Cap. 3 3 :1 3 :1-3 3 :1-4 3 :1-5 3 :10 4 :1, 2, 5, 6 4 :5, 6 234,

Mateus

325 176 207 238 327 175 207 307

1 :1 51 1 :2-16 39 1 :16-25 45 1 :20 41 Cap . 1-4 30 2 :1-18 211' 2 :13-23 212 3 :13-17 176, 295 4 :1 295


4 :8-10 4 :12-17 37, 4 :17 4 :18-22 5 :1-12 Cap. 5-7 7 :13, 14 8 :28-32 10 :1-42 10 :5, 6 10 :16-22 10 :22 11 :1 11 :7-10 11 :9-11 11 :11-13 12 :22-42 12 :24-27 13 :3, 10-17 13 :55 45, 15 :24 16 :18, 19 16 :21-26 16 :27, 28 17 :9-13 17 :10-13 17 :12 17 :24-27 19 :28, 29 20 :20-23 21 :1-9 21 :14-16 21 :23-32 21 :23-44 22 :16-21 23 :13 23 :13, 33 23 :37-39 Cap . 24 24 :6, 7, 24 24 :7, 8 24 :9 24 :13 24 :14 316, 24 :15-22 24 :30, 31 24 :33 24 :35 24 :45-51 25 :31-33 25 :34-40 25 :41-46 26 :26-29 26 :51-56 26 :57-75 27 :1, 2 27 :3-10 27 :37-50 28 :1-10 28 :18-20

Marcos

fNDICE DOS TEXTOS CITADOS 327 10 :36-38 11 :1-18 João 10 :44-48

216 176 217 220 221 222 283 230 225 273 316 301 225 207 175 223 229 185 223 212 272 268 232 232 234 207 234 238 354 235 236 237 33 239 239 268 231 240 241 50 333 335 301 344 342 355 343 337 329 356 358 357 243 245 246 247 247 176 176 277

Cap . 1 30 1 :14, 15 37, 176, 217 1 :16-20 220 2 :17 290 3 :13-19 220 8 :31-37 232 232 8 :38 9 :1 232 10 :29, 30 354 235 10 :35-40 10 :38,39 298

11 :11-18 11 :13-21 Cap . 13 13 :29 14 :53-72 15 :1

Lucas

238 338 241 343 246 247

Cap . 1-4 30 207 1 .13-17,36 1 :16, 17, 76-79 32 1 :26, 36, 57-63 175 1 :26-56 44 2 :1-17 175 2 :4-14 209 2 :14 53 2 :15-20 210 2 :21 216 211 2 :21-39 2 :36-38 175 2 :41-52 313 2 :51, 52 212 Cap. 3 18 175 3 :1 3 :19, 20 176 3 :21-23 41, 134, 176 3 :23-34 39 3 :34-38 39 3 :38 42 4 :14, 1,5 37, 217 4 :14-21 295 4 :16-21 218 4 :33-36 230 220 5 :1-11 6 :12-16 220 8.1 223 27-33 230 9 :23 286 9 :28-36 233 226 10 :1-16 10 :30-37 163 11 :2 365 229 11 :14-31 11 :15 185 11 :52 268 12 :31,32 244 1 ,2 51 298 17 :11-19 163 227 17 :20, 21 17 :22-25 228 18 :7, 8 336 354 18 :29, 30 19 :11 231 19 :39, 40 237 240 19 :44 Cap . 21 241 21 :20-24 307 21 :24 176 21 :24-28 338 21 :31, 32 343 22 :3 231 22 :24-30 2 ,13 299 22 :28-30 22 :52, 53 245 22 :66-71 247 248 23 :1, 2 23 :5-15 212 23 :38 251 23 :39-43 253 24 :27, 45 269

Cap. 1 1 :1-14, 18 1 :12, 13 1 :19-25 1 :28-34 1 :35-42 1 :43-51 1 :46 2 :12-25 2 :19-22 3 :1, 2, 22-31 3 :1-24 3 :3 3 :3, 5 3 :5, 6 3 .26-30 4 :1-3 4 :1-30, 39-43

30 47 289 33 34 35 36 212 37 327 37 217 284 289 284 36 37

217 163 4 :1-42 5 :28, 29 363 216 6 :15 285 6 :44-47 6 :70, 71 231 212 7 :50-52 8 :51 358 10 :11, 14, 15 45 10 :16 357 10 :17, 18 245 327 12 :12-16 12 :12-19 237 13 :2, 27 231 262 14 :19 15 :19 367 16 :7 261 245 16 :32 17 :16 367 17 :22-24 244 246 18 :13-24 18 :28-32 248 250 19 :1-12 19 :13-33 251 20 :17 260 261 20 :22

Atos

1 :1-6 252 1 :2, 3 260 261 1 :4, 5 1 :6-11 262 1 :15 264 247 1 :16-19 2 . 1-4 176 2 :5-12 268 2 . 14-40 270 2 :16-21 266 2 :23-34 257 234 2 :29, 34 2 :33 297 2 :41-47 271 3 :20-23 110, 234 4 :8-12 269 4 :19, 20 239, 367 4 :27 216 5 :29 239, 367 7 :37 234 7 :44, 45 109 7 :57-60 247 8 :12 271 8 :15-17 296 9 .3-18 259 10 :1-46 176 10 :1-48 275

3$1

214 295 12 :9 234 13 :20 172 13 :21 172 255 13 :29 13 :30, 31 260 13 :32-34 259 14 :22 271, 300 15 .6-18 277 18 :24-28 276 276 19 :1-6 19 :5, 6 296 19 :8 271 20 :25 271 28 :23, 31 271

Romanos

2 :28, 29 3 :22-25 4 :25 5 :1, 9 5 :12 6 :3-11 6 :9, 10 6 :23 8 :15-18 8 :28-30, 33 9 :31-33 11 :5, 7 11 :25, 26 12 :4, 5 13 :1 13 :1-4 14 :17 16 :20 16 :25, 26

1 Coríntios 1 :9 3 :16, 17 4 :20 5 :7 6 :19 7 :18-24 10 :6, 11 12 :11-13 12 :12-27 12 :18 14 :26, 33 15 :3, 4, 20 15 :20, 42-57 15 :24-28 15 :44 15 :50 15 :51, 52

2 Coríntios 1 :21, 22 3 :7-18 4 :1-7 4 :4 5 :17 5 :19-21 6 :14-18 11 :2

Gálatas

3 3 3 3

:10 :13 :15-19 :16

277 287 287 287 42 298 258 285 299 293 269 273 282 280 53 367 263 301 280 290 326 263 242 326 290 195 297 281 235 150 258 303 363 258 214 337 293 293 293 331 288 315 326 323 256 255 256 80


382

!NDICE DOS TEXTOS CITADOS

3 :16, 26-29 3 :17 3 :17-19 4 :1, 2 4 :4, 5 4 :22-31 79, 4 :26, 31 6 :15 6 :15, 16 282,

299 98 105 213 299 324 290 216 288

Efésios 1 :4, 5, 11 1 :13, 14 1 :19-23 2 :2 2 :7 4 :1, 4 4 :22 4 :30 5 :23, 25-27 6 :12

292 294 281 184 364 290 314 294 323 187

Filipenses 2 :5-8 3 :10-14 3 :20, 21

49 302 305

Colossenses 1 :15-17 48 1 :18 2,58 1 :23 278 1 :26, 27 279 2 :16, 17 105 3 :9-12 291 3 :15 290 1 Tessalonicenses 2 :12 290 4 :13-16 328 4 :16 303 4 :17 328 5 :19 294 5,24 290

2 Tessalonicenses 2 :14 290 1 Timóteo 4 :1 186 2 Tímóteo 2 . 9-12 2 :11, 12

300 243

Tito 3 :1 3 :5 3 :5-7 3 .7

367 354 288 287

Hebreus 1 :8, 9 2 :13 3 :12, 15-19 4 :1-11 4 :8 5 :4, 5 5 :5, 6 6 :4, 5 6 :13-20 6 :20 7 :1-4, 15-17, 20-22, 26 7 :17, 23-25 7 :21-28 7 :26 8 :2-5 8 :4, 5 9 :15 9 :24-26 10 :1 10 :1-9 10 :5-9 10 :5-10 10 :12, 13 10 :2G, 27 Cap . 11 11 :6 11 :13-16

322 310 108 108 109 216 87 294 82 87 87 191 260 48 150 105 290 264 105 254 214 215 262 294 351 285 83

11 :17-19 82 11 :32-34 117 11 :35, 39, 40 352 Tiago 1 :18 266, 289 1 :26, 27 345 4 :4 345

1 Pedro 1 :2 2 :3-8 2 :3-9 2 :11-17 2 :17 2 :21 28G, 3 .18 3 :19, 20 3 :22 4 :17 5 :10

291 269 326 367 146 300 258 68 1, 82 328 291

2 Pedro 1 :3 291 1 :5-11 301 1 :16-18 233 2 :5 66 2 :7, 8 83 3 :6 68 3 :7 74, 183 3 :7, 10 349 3 :8 63 3 :13, 15 351 1 João 2 :20, 27

295

Judas Vers . 5 Ven . 14, 15

107 65

Apocalipse 1 :5 258, 280 1 :7 340 1 :13-18 260

2 :10 3 :14 3 :21 5 :10

300 47 300 305 330 330 333 334 334 336 339 282 358 312

6 6 :2 6 :4 6 :5, 6 6 :7, 8 6 :9-11 6 :12-17 7 :4-8 7 :9-1.7 11 :1-13 11 :15-19 319, 328 11 :18 332 12 :1-5 176, 320 12 :3, 4 185 12 :5 331 12 :7-12 321, 355 12 :13, 17 329 14 :1-4 283 14 :4 266 14 :6, 7 355 14 :13 337 16 :13-16 348 17 :1-6 346 17 :1-11 343 17 :11-15 347 17 :14 280, 291 17 :15-18 348 19 :1, 6 365 19 :6-8 325 19 :11-16 330, 347 19 :19-21 349 20 :1-3 350 20 :4-6 302 20 :4, 6 305 20 :5, 11-15 363 20 :6 258 21 :1, 2, 9-11 325 21 :2, 9, 10, 24 346 21 :3-5 364 22 :1, 17 362 Cap.


Para obter mais conhecimento valioso que lhe ajude em sua instrução para a vida eterna leia

"A VERDADE VOS TORNARÁ LIVRES"

Nos trinta capítulos dêste livro mencionam-se, citam-se e se explicam mais de 850 textos das Escrituras desde o primeiro até o último livro da Bíblia. Todos êstes estão ligados harmoniosamente de modo a formar uma cativante história a começar do tempo em que Deus estava sozinho até a época em que êle trará liberdade completa à humanidade pelo glorioso reino de seu Filho. "A VERDADE VOS TORNARÃ LIVRES" tem encadernação de côr roxa, com título e desenho dourados, está impresso em letras graúdas e com muitas belas gravuras em côr para visualizar os pontos principais do tema . Envia-se, porte pago, mediante contribuição de Cr$ 15,00 (50e nos Estados Unidos) por exemplar . Veja os endereços na última página para encomendú-lo

"SEJA DEUS VERDADEIRO"

Permitir que `Deus seja verdadeiro' significa aceitá-lo pelo que êle diz em sua palavra . Para podermos fazer isso devemos não somente ler mas tambén entender as Escrituras Sagradas . Há muitas pessoas que por anos leram os escritos dos profetas e todavia ainda não apreciam completamente o valor daquilo que foi escrito . A melhor maneira de se obter um entendimento da Bíblia é a de estudá-la pelo método tópico, por meio do qual os diversos textos relativos a certo tópico são reunidos e dispostos numa ordem lógica . Isto é exatamente o que faz o livro de 320 páginas intitulado "Seja Deus Verdadeiro" . Discutem-se, juntamente com mais de vinte outros tópicos fundamentais, assuntos tais como : "Por que a Evolução Não Pode Ser Verdadeira% "Quem é Jeová?", "Que é o Homem?% "A Volta de Cristo% "O Fim do Mundo" . Faz-se uma exposição de concepções errôneas e mostra-se a harmonia que existe entre textos aparentemente contraditórios. "Seja Deus Verdadeiro" é um compêndio básico para o estudo da Bíblia, escrito em linguagem simples e compreensível e apoiado em numerosas referências e citações das Escrituras . Cada parágrafo tem uma ou mais perguntas dadas com a finalidade de capacitar o leitor a verificar se entendeu ou não aquilo que acabou de ler . Visto apresentar um índice completo dos textos citados e dos assuntos, o livro também serve como valiosíssima obra de referência . "Seja Deus Verdadeiro" pode ser obtido mediante a contribuição de Cr$ 15,00 (50e nos Estados Unidos) . Veja os endereços na última página para encomendá-lo .


Matriz e enderéço oficial da WATCH TOWER BIBLE & TRACT SOCIETY WATCHTOWER BIBLE AND TRACT SOCIETY, INC . INTERNATIONAL BIBLE STUDENTS ASSOCIATION é

124 Columbia Heights, Brooklyn 1, New York, U. S . A.

Endereços das fábricas e publicadores : América (U .S .), 117 Adams St . Brooklyn 1, N . Y . **Australia,

11 Beresford Road, StratMield, N .S .W . **Áustria, Liechtensteinstr. 24, Vienna IX . **Bahamas, Box 1247, Nassau, N .P . **Bel$ium, 28 Ave . Gen . Eisenhower, Schaerbeek-Brussels . **Bolívia, Casilla No . 1440, La Paz . **Brazil, Rua Licfnio Cardoso 330, Rio de Janeiro . **British Guiana, 50 Brickdam, Georgetown. **British Honduras, Box 257, Belize . **British West Indies, 21 Taylor St ., Woodbrook, Port of Spain, Trinidad . **Burma, P .O . Box 62, Rangoon . **Canada, 40 Irwin Ave., Toronto 5, Ontario . **Chile, Moneda 1710, Santiago . **Colombia, Carrera 24, 16-23, Bogotá . **Costa Rica, Apartado 2043,, San José . **Cuba, Calle D No . 206, Almendares, Marianao, Havana. **Cyprus, Box 196, Famagusta . **Denmark, Sondre Fasanvej 54, CopenhagenValby . **Ecuador, Casilla 4512, Guayaquil . **Egypt, Post Box 387, Cairo . **Eire, 86 Lindsay Road, Glasnevin, Dublin. **El Salvador, Apartado 401, San Salvador. **England, 34 Craven Terrace, London, W. 2 . **Ethiopia, Box 1781, Addis Abatia . **Fiji, Box 23, Suva . **Finland, Vainamoisenkatu 27, Helsinki . **France, 3 Villa Guibert, Paris 16° . **Germany (Western), Am Kohiheck, (16) Wiesbaden-Dotzheim . **Gold Coast, B.W .A ., Box 760, Acera . **Greece, 16 Tenedou St ., Athens 8 . **Guatemala, 11 Avenida Norte No . 5-67, Guatemala . **Haiti, Post Box B-185, Port-au-Prince . **Hawaii, 1228 Pensacola St ., Honolulu 14 . **Honduras, Apartado 147, Tegucigalpa . **Hong Kong, 232 Tai Po Rd ., 2d Floor, Kowloon. **India, 167 Love Lane, Bombay 27 . **Indonésia, Postbox 105, Djakarta . **Israel, P .O. Box 385, Jerusalém. **Italy, Via Monte Maloia 10, Monte Sacro, Rome 742 . **Jamaica, 151 King St ., Kingston . **Japan, 1 Toyooka-cho, Shiba-Mita, Minato-Ku, Tokyo . **Jordan, P . O . Box 18, BeitJala . **Lebanon, P.O . Box 1122, Beirut. **Libéria P .O . Box 171, Monrovia . **Luxembourg, 66 Boulevard General Patton, Luxembourg . **México, Calzada Melchor Ocampo 71, México 4, D.F . **Netherlands, Koningslaan 1, Amsterdam-Z . **Netherlands West Indies, Breedestraat 12, Otrabanda, Curaçao . **Newfoundland, Canada, Post Box 521, St . John's . **New Zealand, G.P .O. Box 30, Wellington, C . 1 . **Nicaragua, Apartado 183, Managua, D .N . **Nigéria, West Africa, P .O. Box 695, Lagos . **Northern Rhodesia, Box 5, Lusaka . **Norway, Inkognitogaten 28 B., Oslo. **Nyasaland, Box 83, Blantyre . **Pakistan, Post Box 7227, Karachi 3 . **Panama, Box 274, Ancon, C .Z . **Paraguay, Ayolas 394, Asunción . **Peru, Pasaje Velarde 165, Lima. **Philippine Republic, 104 Roosevelt Rd ., San Francisco del Monte, Quezon City . **Puerto Rico, 704 Calle Lafayette, Pda. 21, Urb . Hip ., Santurce 34 . **Sierra Leone, Box 136, Freetown . **Singapore 15, 33 Poole Road. **South Africa, Private Bag, P .O . Elandsfontein, Transvaal. **Southern Rhodesia, P.O . Box 1462, Salisbury . **Surinam, Zwartenhovenbrugstraat 181 Boven, Paramaribo. **Sweden, Luntmakaregatan 94, Stockholm Va . **Switzerland, Allmendstrasse 39, Berne 22 . **Thailand, Box 67, Bangkok . **Uruguay, Joaqufn de Salterain 1264, Montevideo . **Venezuela, Ave. Prindel Paraíso 27, Quinta Savtepaul, Paraíso, Caracas .


Está próximo o reino  

1944, edição portuguesa

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you