Issuu on Google+

Pesquisado e ilustrado por: Joana Pereira de 10 anos


Caro amigo, imaginemos a seguinte cena. Estamos nos atrios da estação de Santa Apolónia em Lisboa. Um homem da provincia sai da estação e apanha um táxi. Quando chega ao seu destino pergunta ao taxista quanto é. Paga a importância, mas jura que nunca mais andará de táxi em Lisboa. E porquê? Porque acha os táxis de Lisboa muito caros - muito caros mesmo. Voltemos à mesma estação e chegamos a tempo de ver um turista estrangeiro entrar num táxi.


Em imaginação, vamos acompanhar este homem até ao seu destino. Pergunta: "Quanto é?" e fica maravilhado com o preço. Pois, quanto a ele, os táxis de Lisboa são os mais baratos da Europa. Assim, caro amigo, o que para um é muito caro, para o outro é muito barato. Hoje vamos falar de dois casos. Um, quando alguém pagou muito dinheiro por uma coisa relativamente barata. E o outro, quando o que custou muito pouco saíu muito caro mesmo. São duas histórias intrigantes .......


Aconteceu num leil達o. Pouco a pouco o


lanço foi subindo no remate. Principiando com uma base de mil dólares, já ia subindo a

vinte

mil.

O

leiloeiro

comecou

a

transpirar, o público a escutar com mais atenção e os licitantes a fazer contas mentais sobre as suas possibilidades. O leilão seguiu: 25.000; 30 mil; 40 mil. O leiloeiro pensava: "Isto já é um absurdo". Mas,

havia

mais

uma

oferta.

47

mil

dólares. E o leiloeiro, na pequena cidade de

Anaheim,

na

Califórnia,

baixou

o

martelo: "Vendido ao Sr. Wright por 47 mil dólares. O que foi, afinal, que o sr. Wright comprara? Uma boneca alemã, feita à mão em

1910.

O

coleccionador observação:

comprador, de "Cara,

um

bonecas, mas

famoso fez

bela"

a .......


Caro amigo, um dos grandes negócios no

mundo

dos

ricos

antiguidades

e

negócios

coisas

as

antigo;

o

leilão

curiosidades. mais

podem alcançar preços botão

é

um

de

Nesses

inverosímeis

fabulosos. Um

castiçal

usado

por

Napoleão; um cinturão que usou María Antonieta, vendem-se por centenas de milhares de dólares. Esta vez foi uma boneca. Uma boneca que o comprador queria muito. Uma boneca que, se fosse feita com os processos mecânicos de agora, valia apenas um par de dólares, e mais nada. "Muito cara, mas bela" disse o homem

.......


Há muitas coisas assim, caro amigo. Coisas bonitas, atraentes, mas que têm um preço muito elevado. A droga, por exemplo.

Quantos

jovens

acham

a

experiência com a droga um prazer, uma sensação maravilhosa, inesquecível. Mas, depois,

descobrem,

para

inverter

as

palavras do comprador da boneca, que foi "bela ..... mas muito cara". Pois custoulhes não só o dinheiro que gastaram, como também a saúde, a honra, a pureza e, em alguns casos, a própria vida. O sexo ilícito, também, parece uma coisa bonita, bela. Mas,

depois,

quando

se

fragmentada,

arruinada

e

abandonados,

compreende-se,

a

família

os

filhos

e

tarde

demais, que foi uma experiência "bela ..... mas muito cara". Na realidade, o que parecia belo era, afinal,feio ...... e muito caro ....... Fim.


O Barato saíu caro