Page 1

“Detetive Molecular” http://revistapesquisa.fapesp.br/?art=4287&bd=1&pg=1&lg= Diego Marchezepe Victor Figueiredo de Oliveira 3ª série A Um detetive diferente A partir da reportagem da revista FAPESP em o “Detetive Molecular” (publicado em novembro de 2010) é notório a participação da Química, e outras disciplinas, no contexto social e popular no que tange a falsificação de documentos e dinheiro. Neste caso, a reportagem esclarece que houve a produção da EASI-MS (Easy Ambient Sonic- Spray Ionization Mass Spectrometry) em 2006 pelo professor Marcos N. Eberlin como sendo uma modalidade nova de espectrometria de massas desenvolvida para contornar os problemas envolvidos em uma das etapas da técnica: a ionização. Ao lermos a pesquisa, refletimos que a técnica funciona como um identificador de íons, uma vez que os íons de duas moléculas de composições distintas não exibem o mesmo peso molecular, ou o mesmo perfil de isótopos. Porem há uma grande diferença entre a EASI e os métodos convencionais, já que enquanto os espectrômetros de massas usuais utilizam técnicas de ionização tradicionais como lasers, campos elétricos e altas temperaturas para obter os íons, o EASI usa ar sob alta pressão para obtê-los, necessitando apenas de um micro compressor. Resumidamente, a técnica funciona assim: os íons formados no processo atravessam um campo magnético e, dependendo de suas massas, apresentam diferentes trajetórias. O campo separa os íons, sendo assim, sua massa e carga podem ser medidos por sua posição no espectro, cabendo aos cientistas identificarem os isótopos presentes no objeto.


Por outro lado, não pelo aspecto cientifico, mas social, podemos notar que o aprimoramento de antigas técnicas podem nos ajudar a enfrentar sérios problemas decorrentes em nosso dia-a-dia. Um exemplo que se pode notar a participação do EASI, foi em 2007, nos jogos Pan-Americanos, no qual foi comprovado que o uísque scotch, servido na festa de abertura, era falsificado; ou até mesmo em 2009, quando também foi útil na verificação da assinatura química dos perfumes de marca internacional apreendidos, resultado: realmente tudo era autêntico (embalagem, frasco...), menos o perfume em si. Sendo assim, o EASI é útil para detectar documentos falsos, dinheiros adulterados e outros, sendo muito importante para questões jurídicas, pois servem de prova concreta, ou até mesmo às questões econômicas, pois servem para desestabilizar falsificações que podem causar danos à economia do país, alterando normas que determinam o direito do cidadão. Neste contexto, de fato, é notório a participação da tecnologia, pois além de enriquecer a capacidade de pessoas gerar conhecimento, sua utilização possibilita uma reflexão crítica e elaborada da realidade, gerando inovações que melhoram o mundo onde vivem, até mesmo em relação a pequenos passos de desenvolvimento, porém, no futuro, que faram a diferença para representar os direitos de um cidadão.

Referência Bibliográfica: http://revistapesquisa.fapesp.br/?art=4287&bd=1&pg=1&lg= http://pt.wikipedia.org/wiki/Espectrometria_de_massa

Um detetive diferente  

“Detetive Molecular”

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you