Page 1

“Combustível a partir de Algas’’ Brasileiros desenvolvem combustível com algas marinhas http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI3315055-EI8278,00.html 8 de novembro de 2008

José Victor Blois e Rafael Martins

Resumo Crítico

“Combustível verde: A grande solução”

As microalgas são minúsculos organismos, não visíveis a olho nu que podem ser insignificantes para muitas pessoas, porém são as maiores produtoras de oxigênio do planeta, responsáveis por 54% do oxigênio na atmosfera. Além de serem as principais responsáveis pela vida terrestre, as algas podem ser a grande solução da substituição do petróleo por bicombustível. A produção do combustível a partir de algas é um projeto que está sendo avaliado há alguns anos, principalmente por empresas americanas e algumas de países europeus. No Brasil, foram iniciadas pesquisas para a viabilização de produção deste combustível da Petrobrás em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina e a Fundação Universidade Federal do Rio Grande. O projeto é uma das principais tentativas dos centros de pesquisa no país para que encontre a microalga ideal para a produção do combustível. Existem mais de 300 mil espécies de algas na natureza, sendo que apenas pouco mais de 30 mil são catalogadas. Elas produzem óleo, proteínas e carboidratos de alta qualidade e praticamente todos os derivados que podem


ser extraídos do petróleo podem ser obtidos a partir do óleo de algas. O grande desafio do projeto brasileiro é justamente descobrir qual espécie seria mais adequada para a produção do combustível. Com rápida reprodução e boa produtividade de óleo, as microalgas são vistas como opção plausível de alternativa ao petróleo, pois contam com uma vantagem imbatível: são reproduzidas em tanques de água marinha, ou seja, elas não entram em conflito na disputa por terras agrícolas. O processo realizado para a produção do combustível é divido em três etapas. Na primeira, as microalgas são coletadas, isoladas e identificadas, depois levadas para tanques de cultivo para que se reproduzam. Na segunda etapa, são isoladas novamente e levadas para secagem e depois embaladas para evitar o contato com a luz e o oxigênio do ar. Por fim, na última etapa, as microalgas secas são colocadas em um reator para extração do óleo, a partir de reações químicas, que será utilizado na fabricação do combustível. O “combustível verde” apresenta grandes vantagens, as microalgas se reproduzem de forma exponencial, mantidas em tanques de cultivo, elas conseguem se duplicar em qualquer tipo de água, doce ou salgada e seu principal alimento é o dióxido de carbono, que apesar de ser um gás que ajuda a reter parte do calor do Sol perto da Terra, o que é importante para garantir a vida no planeta, sua queima em excesso retém mais calor do que o necessário na atmosfera, ou seja, as algas são muito benéficas ecologicamente. Outra importante vantagem é o fato de não precisar de terras agrícolas para sua produção, pois as algas são cultivadas em tanques, diferentemente da soja, principal base do biodiesel, que tem a necessidade de grandes plantios agrícolas para que produza o combustível. E a soja rende de 400 a 600 quilos de óleo por hectare e tem apenas um ciclo por ano e uma pesquisa indicou que microalgas encontradas no litoral brasileiro têm potencial energético para produzir 90 mil quilos de óleo por hectare. O grande problema para a produção do combustível a partir de algas ainda é seu custo, pois no processo de obtenção do óleo é preciso de centrifugação para separar as microalgas da água, tornando o processo muito caro já que


uma centrífuga grande hoje chega a custar em média US$ 100 mil, sem contar a grande quantidade de filtros necessários para a realização de tal processo.

Referências Bibliográficas: Brasil pesquisa alga como combustível, Publicado em 24 de janeiro, 2009 por HC, Disponível em: < http://www.ecodebate.com.br/2009/01/24/brasil-pesquisaalga-como-combustivel/ > Acesso em: 16 de maio, 2011. Cientistas desenvolvem combustível a partir de algas, Publicado em 7 de maio de

2011

por

AFP,

Disponível

em:

<http://mais.uol.com.br/view/65k9fo807g7i/cientistas-desenvolvem-combustvela-partir-de-algas-04024D993970E4911326?types=A > Acesso em: 16 de maio, 2011 Pesquisa da UFRJ quer transformar algas em combustível, Publicado em 13 de abril de 2009, Disponível em: < http://g1.globo.com/bomdiabrasil/0,,MUL1082755-16020,00PESQUISA+DA+UFRJ+QUER+TRANSFORMAR+ALGAS+EM+COMBUSTIVEL.html > Acesso em: 16 de maio, 2011

resumocritico-josevictorerafael-vfinal  

ciencia, midia

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you