Page 1

sexta

22° 16°

sábado

25° 16°

domingo

27° 17°

São Paulo - Capital

9 de novembro de 2018

nº. 2 - Capital e região

www.patriapaulista.com

12 páginas quinzenais

Queen vai ao cinema

Como dar mesada

Adoniran em hebraico

FIM DE SEMANA Página 12

SOCIEDADE Página 8

CULTURA Página 11

PT quer Lula fora da prisão, por 'temer por sua vida' Com a eleição de Bolsonaro para presidente, expoentes do PT argumentam que o ex-presidente, e atual presidiário, Lula, 'corre risco de vida' na prisão e que por isso 'deve ser libertado' BRASIL

Lideranças do Partido dos Trabalhadores querem que órgãos internacionais ajudem a aumentar a pressão para livrar Lula Flavio Rebello flavio.rebelo@patriapaulista.com

 E o PT (Partido dos Tra-

balhadores) mostra que ainda continua o mesmo, ao perder a eleição presidencial de 2018. Em lugar de uma saudável autocrítica, o partido de Esquerda prefere perseguir objetivos vazios, e até ilegais, como tirar de qualquer jeito o ex-presidente atual presidiário - Lula da Silva da cadeia em que se encontra, em Curitiba, no Paraná. Condenado em segunda instância a 12 anos de prisão por seu envolvimento indireto nos escândalos de corrupção que devastaram a Petrobrás nos últimos 10 anos, Lula tem quase nenhuma margem de manobra. E agora que Jair Bolsonaro foi conduzido pelo

voto ao cargo máximo da república, a situação para o líder esquerdista fica ainda mais complicada. De fato, Bolsonaro disse que, se depender dele como presidente, 'Lula vai apodrecer na cadeia'. CAMPANHA INTERNACIONAL

Declarações como essa, por parte de Bolsonaro, apenas turbinaram ainda mais o discurso petista, que lançou até uma campanha internacional pela libertação de Lula. Há o temor, ainda não muito claro se autêntico ou oportunista, de que, com a ascenção do novo presidente eleito, a vida de Lula 'estaria em risco', por conta de uma eventual ação dos apoiadores de Bolsonaro contra o líder de esquerda em Curitiba. E a tal campanha internacional já começou 'bem', segundo os petistas, já que a ONU emitiu até um parecer favorável à libertação de Lula.

Página 4

ARTE: PÁTRIA PAULISTA

IDIOMA

ESPECIAL

EPIDEMIA

ESPORTES

Jeito de falar dos paulistanos tem agora um dicionário Página 2

 Dois anos e meio após o fim da grande crise de desabastecimento de água, São Paulo não está livre de mais racionamentos Páginas 6 e 7

 A descoberta de macacos infectados com vírus da Zika, em cidade do interior paulista, indica que a doença veio para ficar Página 3

 A família paulista mais tradicional do automobilismo pode voltar a contar com um dos seus nas corridas de Página 5 Fórmula 1

Falta de água ainda assombra

ARTE: PÁTRIA PAULISTA

Zika pode virar endêmica em SP

Um Fittipaldi de volta à F1


SÃO PAULO

2

Editorial

Flavio Rebelo Editor

Vem aí um Sérgio Moro com teto de vidro afinal

E

ssa história do agora ex-juiz Sérgio Moro virar ministro da Justiça do futuro governo Bolsonaro pegou muita gente desprevenida. Mesmo os mais otimistas não imaginavam que o novo presidente eleito do Brasil convidaria o juiz mais famoso da Operação Lava-Jato para fazer parte de seu ministério. Afinal, quem vivia dizendo, ao longo da última campanha eleitoral, que poria Moro como ministro, era Álvaro Dias, e tal convite soava, à época, como um expediente bobo de caça aos votos. Mas a imprevisibilidade de Jair Bolsonaro deu as caras novamente, e eis que tivemos o convite para o magistrado assumir um ministério - e não qualquer ministério, mas sim uma verdadeira 'super-pasta da Justiça', com a junção dos ministérios da Justiça, o da Segurança Pública e até de órgãos antes ligados apenas à Receita Federal. O ministro Moro terá sob seu comando praticamente todo o aparato investigativo e punitivo do governo federal, e tal concentração de poder já está incomodando alguns em Brasília. Membros do Congresso nacional deixaram claro, publicamente, que não gostaram da indicação de Moro como novo ministro. Até aí, tudo bem - ainda há dezenas de deputados e alguns senadores sendo investigados, tendo seus últimos anos de atividade parlamentar sendo esmiuçados pela forçatarefa de Curitiba, e a ascensão de uma de suas estrelas ao cargo de ministro da Justiça apenas dá mais fôlego, e mesmo legitimidade, para que a devassa

nos esquemas de corrupção de Brasília avancem. O problema vem, entretanto, de um pequeno detalhe que Sérgio Moro parece ter esquecido, ou na melhor das hipóteses, desprezado. Na figura de ministro da Justiça, Moro perde as prerrogativas que tinha como membro de um Poder à parte do mundo 'político'. Enquanto era parte do Poder Judiciário, Moro tinha a seu lado a impossibilidade de ter seus atos questionados oficialmente pelos políticos, já que se tratava apenas de um caso judicial. Mas a partir de janeiro, com sua posse como ministro,

De pedra, Moro pode se converter em vidraça, e já há muita gente em Brasília com pedras nas mãos Moro perde essa condição, e passa a estar exposto à sanha dos mesmos políticos que sua força-tarefa investigou com tanto afinco nos últimos anos. De fato, o que impediria que o ministro Sérgio Moro fosse convocado pelo Senado, por exemplo, para dar explicações sobre suas decisões? Se antes havia apenas reclamações vagas na imprensa, os políticos agora tratarão Moro como mais um político, que ocupa (sabe-se lá por quanto tempo) o cargo de ministro. Por isso mesmo, no Congresso já há gente disposta a dificultar ao máximo a vida do futuro ministro da Justiça.

Meio informativo quinzenal, de distribuição gratuita

TIRAGEM exemplares

PARA ANUNCIAR

Para anunciar 11 99012-1441

Sexta-feira 9 de novembro de 2018

pátriapaulista

‘Os mano pira’ com esse dicionário SOCIEDADE

O jeito de falar paulistano conta com dicionário online

Prefeitura lança dicionário de ‘paulistanês’, com guia de culinária e expressões Flavio Rebelo redacao@patriapaulista.com

 Que nós, paulistas, temos um jeito todo nosso de falar português disso não dá para ter dúvida alguma. Nossa culinária é única, nossa cultura é rica e variada, graças às levas de imigrantes e migrantes que vieram para nosso território para virarem, com o passar do tempo, paulistas também. Por isso, não é de estranhar que haja um jeito paulista de usar a língua portuguesa. Tanto isso é verdade, que a prefeitura da capital lançou um divertido dicionário de ‘paulistanês‘. Criado já faz algum tempo, mas muito mal divulgado – pouca gente sabe de sua existência – esse dicionário online

tem mais de 150 palavras, expressões e gírias típicas de São Paulo, que podem ser desconhecidas por estrangeiros, e mesmo de muitos brasileiros O dicionário lista palavras como 'véio', 'farol', 'geladinho', 'mano', 'mina', 'quebrada', e mais uma série de termos como 'É nóis', com exemplos práticos de

seu uso e até traduções em inglês. O mais interessante é notar que, nesse dicionário online paulista, a palavra ‘biscoito’ não existe – é ‘bolacha’, e ponto final! O dicionário ainda tem uma curiosa seção de gastronomia paulista, com 'dogão', 'mexerica', 'pão francês', 'virado à pau-

lista' e outras comidas, além de realçar a mania dos paulistanos de comer o R dos verbos ou ignorar o plural algumas vezes. Uma iniciativa, enfim, excelente da prefeitura de São Paulo. 'Afinal, véio, tá ligado que os mano e as mina usa um português que é mó paulista nas quebrada de Sampa, certo?'

CRIME

INTERIOR

ELEIÇÕES

LITORAL

Mercenários a serviço do PCC

Fogo em shopping de Itupeva

'Fake news' tiveram efeito nas eleições

Aquário de Santos volta a funcionar

 Investigação do Ministério Público paulista descobriu que o PCC se preparava para tentar resgatar Marcola, líder do sindicato do crime, com o uso de mercenários.

 Um incêndio de grandes proporções atingiu duas lojas em um shopping na região da Rodovia dos Bandeirantes, em Itupeva, interior paulista, nesta semana.

 Notícias falsas, as chamadas 'fake news', tiveram forte impacto nas eleições deste ano, principalmente por meio do What spp, segundo relatório de especialistas do TSE .

 O Aquário Municipal de Santos foi reaberto, após passar 15 dias em reforma. Novas estruturas foram acrescentadas para aumentar o bem-estar dos animais em exibição.

ARTE: PÁTRIA PAULISTA


Sexta-feira 9 de novembro de 2018

pátriapaulista

SÃO PAULO

Para anunciar 11 99012-1441

Epidemia de zika pode se tornar constante em SP

3

CORRUPÇÃO

Operação policial desmantela grupo no Porto de Santos

Cientistas estão preocupados com a possibilidade da zika passar a ser uma doença com ciclo de vida ligado a animais nativos da fauna paulista DOENÇA

Descoberta de vírus da zika em macacos sugere que doença pode ter também um ciclo silvestre em território paulista  O vírus da zika foi encon-

trado em carcaças de macacos nas cercanias de São José do Rio Preto, no interior paulista. Esses macacos haviam sido mortos a tiros ou pauladas pela população local, quando se suspeitou que pudessem estar acometidos por febre amarela. Não estavam, mas a infecção por zika fez com que adoecessem e se tornassem mais vulneráveis ao ataque humano. “A descoberta indica que existe o potencial de um ciclo silvestre para a zika no Brasil – a exemplo do que ocorre com a febre amarela. Se o ciclo silvestre for confirmado, isso muda completamente a epidemiologia da zika, porque passa a existir um reservatório natural a partir do qual o vírus pode reinfectar muito

mais frequentemente a população humana”, disse Maurício Lacerda Nogueira, coordenador do estudo. O vírus da zika já havia sido encontrado em macacos habituados à presença humana no Ceará. Mas agora é a primeira vez em que ele é identificado em território paulista. Os pesquisadores analisaram carcaças dos animais e verificaram que estavam infectadas pelo zika na cidade do interior. O sequenciamento completo mostrou que o vírus era muito parecido com aquele que estava infectando os humanos. A infecção natural e experimental de macacos com zika indica que esses animais podem ser hospedeiros na transmissão e circulação do vírus em ambientes urbanos. “Como a febre amarela nos mostrou, doenças que ocorrem ao mesmo tempo em vários animais de uma mesma

IMAGEM: REPRODUÇÃO

área geográfica podem gerar novas epidemias entre humanos, mesmo após um possí-

vel controle e erradicação do ciclo de transmissão urbana”, disse Nikos Vasilakis.

João Doria já atua para tirar o PSDB de cima do muro Candidato do PSDB eleito para o governo estado quer controle do partido que parece desprezá-lo Flavio Rebelo flavio.rebelo@patriapaulista.com

 As últimas eleições para

governador em São Paulo consagraram a aposta do candidato João Doria, do PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira): ligar-se à imagem combativa contra o petismo, uma linha mais próxima da campanha vitoriosa de Jair Bolsonaro. Essa aposta, porém, azedou o clima entre os tucanos, que já não era dos melhores desde antes da eleição. João Doria sempre foi visto como um forasteiro no partido. Trazido à tona pelo então

FOTOS: VALTER CAMPANATO / AGÊNCIA BRASIL

O vírus da zika apareceu originalmente em macacos na África. Esporadicamente, saía das florestas e infectava populações humanas. Quando se propagou da África para a Ásia, o vírus passou a circular somente entre humanos. E, aparentemente, manteve essa característica quando se instalou nas Américas – o que sugeria um ciclo semelhante ao do vírus da dengue. Mas a nova descoberta indica uma outra aterradora possibilidade, o que levaria a doença a ter ciclos, como acontece já há algumas décadas com a febre amarela. Se essa hipótese for confirmada por mais pesquisas, o combate à zika poderá ser muito mais árduo do que se supunha, pois o ciclo de contaminação passaria a ser 'abastecido' por levas de macacos infectados, fazendo desta doença um mal endêmico (permanente) em São Paulo.

 Continua repercutindo

a grande operação feita pela Polícia Federal e a Receita contra um grupo que atuava em processos licitatórios das áreas de tecnologia da informação, dragagem e consultoria no Porto de Santos. As suspeitas de irregularidades surgiram com um vídeo postado na internet em setembro de 2016, no qual um assessor da presidência da Codesp confessava a prática de diversos delitos. O inquérito teve início em novembro de 2017. As investigações apontam irregularidades em vários contratos, com fraudes envolvendo agentes públicos ligados à estatal e empresários paulistas ADOÇÃO

Iniciativa ajuda na adoção de crianças

Com informações da Agência Fapesp

governador Geraldo Alckmin, o empresário atropelou o candidato preferido do diretório paulistano - Andreazza - e a despeito de maledicências internas, virou o candidato do partido à prefeitura da capital. Tendo sido eleito prefeito, Doria quis voar mais alto, iniciando um sistemático e agressivo enfrentamento com petistas, da capital e além. A verdade é que Doria já percebia a ventania anti-petista que varreria para a insignificância os partidos tradicionais. Com seu habitual posicionamento 'em cima do muro' , o PSDB não soube ouvir a mensagem das ruas, e perdeu espaço. Doria quis evitar isso, saindo como candidato a presidente. Foi acusado de 'traidor' por Alckmin e os que apoiavam o governador em sua raquítica candidatura à presidência. Resultado: Alckmin fragilizado e humilhado nessas eleições; Doria vitorioso, de novo. Agora é ver se ele conseguirá tomar o partido de seu antigo padrinho político.

 Uma iniciativa do Tribu-

nal de Justiça de São Paulo (TJSP) está ajudando a encaminhar para um lar as crianças que tinham dificuldades de encontrar famílias interessadas na fila da adoção. O projeto “Adote um boanoite” divulga a imagem e o perfil de crianças e adolescentes cadastradas nas varas da Infância e Juventude do estado. Os divulgados são aqueles que até hoje não tiveram nenhuma demonstração de intenção para serem adotados. O juiz Iberê de Castro Dias, um dos responsáveis pelo projeto, conta que em um ano já foram concluídos quatro processos de adoção e 17 estão em andamento. Para ele, os números mostram que a iniciativa tem dado certo, apesar de estar ainda em seu início.


4

BRASIL

Para anunciar 11 99012-1441

Sexta-feira 9 de novembro de 2018

pátriapaulista

FOTO: WILSON DIAS/AGÊNCIA BRASIL

Receita abre consulta a novo lote de restituição

FOTO: FERNANDO FRAZÃO/AGÊNCIA BRASIL

PT diz 'temer pela vida' de Lula preso

A Receita Federal abriu, nesta sexta-feira, a consulta ao sexto lote da restituição do Imposto de Renda Pessoa Física da declaração de 2018. O Fisco também abriu consulta a lotes residuais das declarações de 2008 a 2017. Ao todo, a Receita pagará R$ 1,9 bilhão a 1.142.680 contribuintes. Desse total, 991.153 declarações são do Imposto de Renda deste ano, cujo pagamento totalizará R$ 1,676 bilhão. As restituições têm correção de 4,16%, relativa às declarações de 2018, a 106,28%, para as declarações de 2008. Os índices equivalem à taxa Selic – juros básicos da economia – acumulada entre a data de entrega da declaração até este mês. A relação dos contribuintes

já está disponível na página da Receita Federal na internet. A consulta também pode ser feita pelo telefone 146 ou nos aplicativos da Receita Federal para tablets e smartphones. O pagamento será feito no próximo dia 16. Caso o valor não seja creditado nas contas informadas na declaração, o contribuinte deverá receber o dinheiro em qualquer agência do Banco do Brasil. Também é possível ligar para os telefones 4004-0001 (capital), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, no nome do declarante, em qualquer banco. Com informações da Agência Brasil

Bravatas de Bolsonaro contra a Esquerda alimentam discurso petista de que a vida de seu líder estaria 'ameaçada' POLÍTICA

Petistas argumentam que o jeito com o qual o novo governo se dispõe a tratar a Esquerda põe 'em risco' vida de Lula Flavio Rebelo flavio.rebelo@patriapaulista..com

 O PT é uma agremiação

política grande e variada, com diversas tendências que muitas vezes lutam entre si pelo controle do partido. O problema é que, dentre os tantos grupos que compõem o partido, há os mais exacerbados. E aparentemente este grupo mais estridente está pondo a boca no trombone mundial, dizendo a torto e a direito que "houve um golpe de estado contra a presidenta (sic) Dilma em 2016", ou mesmo que a condenação de seu expoente máximo, o ex-presidente, agora presidiário Luís Inácio Lula da Silva, teria sido "um outro golpe contra a so-

berania popular, que teve negada a chance de reconduzi-lo ao Palácio do Planalto". Os petistas parecem ignorar sistematicamente as enormes manifestações contra corrupção que varreram São Paulo e o Brasil nos últimos anos. O pior é que essa ladainha sem base na realidade começa a ser repetida por gente com algum nível de influência, como o ex-presidente Mujica, do Uruguai, como o pensador norte-americano Chomsky, e parte da imprensa europeia mais à Esquerda. PARANOIA ASSOLA O PARTIDO

Depois de tantos revezes consecutivos nos últimos anos, parece que estes setores mais radicais do partido, longe de fazerem uma autocrítica sincera sobre os erros do PT, começaram a acreditar efetivamente nas acusações que berram aos quatro ventos, e mais ainda - já há gente no PT que diz 'temer pela vida de Lula', pre-

so em Curitiba, na sede regional da Polícia Federal. Segundo essa lógica torta, "as elites" fizeram tudo que puderam para evitar que Lula não participar das eleições presidenciais de 2018, e agora iriam para o golpe final: ti-

Discurso de Bolsonado na avenida Paulista, recheado de ameaças à esquerdistas, apenas aumentou a paranoia petista rar a vida de Lula. E como um candidato claramente de Direita ganhou, o novo governo, segundo essa parcela mais delirante do partido, o eventual assassinato de Lula seria a etapa final do "projeto de destruição do PT". Nada mais longe

da verdade. Luis Inácio Lula da Silva foi condenado por um juiz de primeira instância após uma ampla investigação, e sua pena foi não só confirmada, mas até expandida pela corte de segunda instância, que se mostrou ainda mais mão-pesada com Lula do que o juiz Sérgio Moro.

Suspensa adoção das placas 'padrão Mercosul'

CAMPANHA INTERNACIONAL

 Os veículos brasileiros se-

Tais acusações contra a Justiça brasileira, o governo (atual e o eleito) são absorvidos por uma mídia internacional ávida por pintar Bolsonaro como um "fascista", um "radical de Direita que vai destruir a democracia brasileira". Essa atitude, ainda que ecoe bem em corredores da ONU (Organização das Nações Unidas) ou da OEA (Organização dos Estados Americanos), não ajuda o Brasil a sanar suas feridas para voltar à normalidade política. Precisamos de postura democrática, e aceitar a derrota é parte dessa conduta.

FOTO: DIVULGAÇÃO/MIN. DAS CIDADES

rão, em breve, obrigados a adotar um novo formato de placa. Trata-se das placas com ‘padrão Mercosul’. Com novo formato, mais compridas, com um sequenciamento de números e letras que não será padronizado, as placas valeriam para todos os países que compõe o Mercosul: Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela. Mas há uma forte resistência à adoção dessas novas placas, o que ficou evidenciado quando o Conselho Nacional de Trânsito (Conatran) suspendeu a vigência das duas resoluções que tratavam do assunto, em

cumprimento à decisão judicial. A suspensão atendeu a pedido da Associação das Empresas Fabricantes e Lacradoras de Placas Automotivas do Estado de Santa Catarina (Aplasc). A entidade catarinense argumenta que as resoluções do Conatran atribuem competência ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) para fazer o credenciamento de empresas fabricantes e estampadoras de placas. Entretanto, a atribuição é dos departamentos de Trânsito (Detrans) dos estados. Com informações da Agência Brasil


Sexta-feira 9 de novembro de 2018

ESPORTES

Para anunciar

pátriapaulista

11 99012-1441

5

AUTOMOBILISMO

FOTO: GETIMAGE

Um Fittipaldi de volta à Fórmula 1

FOTO: DIVULGAÇÃO

Final da Libertadores eletriza Argentina Com dois times argentinos fazendo a final de mais uma Libertadores da América, fica evidente a supremacia dos 'hermanos' no campeonato FUTEBOL

Final inédita entre River Plate e Boca Juniors está sendo chamada de 'jogo do século' na Argentina Estevão Kroll estevao.kroll@patriapaulista.com

 Durante mais de 100 anos,

os clubes Boca Juniors e River Plate cultivam uma rivalidade que transcende o mundo da bola. Ambos nasceram no bairro de La Boca, em Buenos Aires , e assim como dividem os corações dos moradores da capital argentina, agora dividem as atenções do continente pela

inédita final que farão na Copa Libertadores de América deste ano. A imprensa argentina, tão ou mais passional que a brasileira quando se trata de futebol, tem usado de manchetes bombásticas para ilustrar o peso desta final. "O duelo do século", "O jogo de todos os tempos" ou "O início da III Guerra Mundial" são algumas das manchetes que estampam os principais meios de comunicação dos 'hermanos' sobre esta final que acabou virando um superclássico do futebol argentino. Para um país que não conhece bons resultados com sua se-

leção nacional já faz algum tem- go nos estádios da Bombonepo, esta final 100% argentina, ra, primeiro, e depois no Monuentre dois dos times mais tra- mental, nas próximas semanas, dicionais da capital, acabou é muito mais do que apenas por se tornar o assunmais um título. to do dia em toda De fato, a rivaBuenos Aires. lidade que Boca É difícil pensar Juniors e River em outro tePlate alimenvezes a taça da Libertadores foi parar ma que tenha tam é maior na Argentina. Os maiores campeões tamanha imdo que qualsão também deste país: 'Boca portância paquer coisa Juniors', 'Independientes, ra um argentique existe no e 'Estudiantes' no atualmente. futebol brasileiO mais interesro. Corinthians versante é constatar o pesus Palmeiras? Nem so que cada uma das equipes chega perto. Flamengo versus dá à conquista da Libertadores Fluminense? Nada disso. Para deste ano. O que estará em jo- um torcedor do Boca Juniors,

25

uma derrota humilhante do time rival, o River Plate, vale mais, se bobear. E o mesmo serve para um torcedor do River. E agora que estes dois times se enfrentarão pela final da Libertadores, uma torcida ficará, ao final, duplamente feliz - porque ganhou a Copa, e porque a equipe adversária perdeu. Com essa final fica, mais uma vez, comprovada a superioridade dos times argentinos na Libertadores. Bem adaptados ao ritmo da competição, os 'hermanos' costumam emplacar seus times no mínimo entre os semifinalistas do torneio. E neste ano de 2018, na final.

Paulista surfa maior onda do mundo Pedro Lucas Rogério pedro.lucas@patriapaulista.com

 A cidade de Nazaré, na

FOTO: REPRODUÇÃO / ARTE: PÁTRIA PAULISTA

costa ocidental de Portugal, foi construída à beira de um promontório, cuja projeção criou uma enseada onde se pode ver o mar. Mas este promontório também tem uma

face oculta – graças a suas características físicas, o mar ao largo desta faixa de terra apresenta um mar turbulento, com ondas fortes e, muitas vezes, enormes. E justamente tais ondas gigantes atraem surfistas de todo o mundo. Um desses surfistas, o paulista Rodrigo Ko-

xa, nascido na cidade de Jundiaí, talhou seu nome na história do esporte de maneira espetacular, ao dropar a maior onda do mundo, seguindo registros oficiais. A onda, com mais de 24 metros de altura, agora faz parte da conquista histórica desse grande surfista paulista.

 São Paulo está perto de ter novamente um piloto numa equipe de Fórmula 1 para a próxima temporada. Ao que tudo indica, Pietro Fittipaldi será anunciado em breve como terceiro piloto da equipe Haas em 2019, na posição de substituto imediato dos pilotos Romain Grosjean e Kevin Magnussen. Trata-se da volta de um sobrenome paulista de peso - Fittipaldi - à Fórmula 1, depois de tantos anos. Para os mais novos, a figura de Émerson Fittipaldi não é muito lembrada, mas este piloto paulista marcou época por seu arrojo e competitividade.


6

ESPECIAL

Para anunciar 11 99012-1441

Sexta-feira 9 de novembro de 2018

pátriapaulista

SP ainda precisa d

Passados mais de dois anos do último grande desabastecimento de água na região da Grande São P desapareceu - mudanças climáticas ainda podem ocasionar uma nova crise hídrica em breve ECOLOGIA

O racionamento de água parece uma lembrança distante para os paulistanos, mas ele pode voltar  Em novembro, a capital

paulista completou exatos dois anos e meio do anúncio do fim da crise hídrica no estado. À época, em 2016, a informação era de que a Região da Grande São Paulo não enfrentava mais problemas de falta de água e que os reservatórios que abasteciam a cidade estavam em níveis seguros. Hoje, em plena primavera, o reservatório da Cantareira, o principal da metrópole, apresenta

os mesmos níveis da fase anterior ao início da crise, quatro anos atrás. De fato, o atual secretário de Saneamento e Recursos Hídricos de São Paulo e presidente do Conselho Mundial da Água, Benedito Braga, afirmou que a situação atual é mais tranquila e que obras e a conscientização da população ajudaram nessa melhora. “Estamos numa situação relativamente tranquila do ponto de vista dos recursos hídricos. Passamos em 2014 e 2015 uma situação muito complexa, mas as obras que executamos e as medidas que foram tomadas no controle do

Precipitação média no estado de SP

Grande parte do estado tem chuvas esparsas ao longo do ano, dificultando o reabastecimento de nossos mananciais

uso das águas pelas pessoas tiveram uma colaboração importante”, ressaltou. Embora considere a situação normal, o secretário espera pelas chuvas: “Estamos aguardando as chuvas do verão para que a gente possa encher os reservatórios e ficar mais sossegados ainda no início do ano que vem”. O engenheiro especializado em gestão de recursos hídricos e professor da Universidade Mackenzie, Paulo Ferreira, concorda que a situação está mais tranquila, mas, segundo ele, não há água de sobra no estado. “Hoje estamos no limite, o que produz gasta, e nós

não temos reserva. Dizer que estamos fora da crise hídrica é um pouco temerário. Se ficarmos com um período hidrológico de um ano irregular, acho que voltamos para a crise. A Sabesp [Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo] tem gestão eficiente para trabalhar, tem recursos, capacidade técnica para enfrentar, então vai ser minimizado esse problema, mas não vai deixar de existir, estamos no fio da navalha em termos de consumo e produção”. A interligação Jaguari-Atibainha é uma das principais obras em execução para ampliar os níveis de seguran-


Sexta-feira 9 de novembro de 2018

pátriapaulista

Para anunciar 11 99012-1441

ESPECIAL

7

de chuva

FOTO: MARCELO CAMARGO / AGÊNCIA BRASIL

Paulo, a ameaça não ça hídrica da região metropolitana de São Paulo, e liga as represas Jaguari, na Bacia do Paraíba do Sul, e Atibainha, uma das que compõem o Sistema Cantareira. Segundo a Sabesp, quando estiver concluída, a interligação permitirá transferências de água a uma vazão média de 5.130 litros por segundo (l/s) e máxima de 8,5 mil l/s da represa Jaguari para a Atibainha, e de 12,2 mil l/s no sentido contrário, garantindo assim o abastecimento de toda a população atendida pelos dois sistemas. “Hoje, o Sistema Cantareira abastece cerca de 9,5 milhões de pessoas e o Pa-

raíba do Sul, 3 milhões. Ao conectarem-se ao sistema integrado que abastece a Grande São Paulo, mais de 20 milhões de pessoas serão beneficiadas. As obras foram 96,5% concluídas”, disse em nota. A companhia não informou a data de inauguração. Não só a Região da Grande São Paulo sofre com secas esporádicas – outras áreas de nosso país já padecem desse mal Os índices dos sistemas de abastecimento de água da Grande São Paulo são divulgados diariamente pela Sabesp. De acordo com última atualização, o índice global de armazenamento de água marcava 58,9%. Já no Sistema Cantareira o índice era de 51,9% armazenado. O Cantareira é o maior e o mais importante reservatório do Estado de São Paulo e abastece cerca de 9,5 milhões de pessoas na Grande São Paulo. De acordo com a Sabesp, a obra é fundamental para o abastecimento da capital. “A interligação Jaguari-Atibainha é uma obra prioritária da Sabesp para garantir o abastecimento à população, ao lado do novo Sistema Produtor São Lourenço e da captação no rio Itapanhaú.” O investimento de R$ 555 milhões é financiado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Na opinião do professor Paulo Ferreira, a interligação Jaguari-Atibainha vai apenas amenizar o Sistema Cantareira: “É uma obra que melhora a eficiência, a flexibilidade do Sistema Cantareira, não vai ajudar em nada no Paraíba, é uma válvula de escape do Cantareira se tiver esse problema [falta de água]”. O engenheiro explicou que o Jaguari é uma vertente do Rio Paraíba. “Essa água pertenceria à bacia do Paraíba, do outro lado você tem a bacia do Cantareira. No desespero da crise hídrica, o Paraíba tinha mais água”, disse. Composto por seis represas, que juntas têm uma capacidade de armazenamento de quase 1 trilhão de litros de água, o Cantareira é, segundo a Sabesp, o maior sistema produtor da região metro-

politana de São Paulo. As represas Jaguari, Jacareí, Cachoeira e Atibainha estão localizadas na Bacia Hidrográfica dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ), enquanto que as represas Paiva Castro e Águas Claras localizamse na Bacia Hidrográfica do Alto Tietê. As represas são interligadas por cerca de 28 quilômetros de túneis e canais e contam com uma estação elevatória com capacidade para impulsionar 33 mil litros por segundo de água em um desnível geográfico de cerca de 120 metros. O tratamento é feito na estação do Guajaú, a maior instalação de tratamento da Grande São Paulo. Já o Sistema Produtor São Lourenço é uma Parceria Público-Privada (PPP) entre a Sabesp e um consórcio de empresas para instalar um novo sistema produtor de água para a Região Metropolitana de São Paulo. Ele vai bombear até 6,4 mil litros de água por segundo da represa Cachoeira do França, em Ibiúna (SP), até a Estação de Tratamento de Água (ETA) em Vargem Grande Paulista. “Especialistas concordam que a situação atual é melhor, mas alertam que risco de desabastecimento em São Paulo não está totalmente afastado” “Essa água abastecerá cerca de 2 milhões de pessoas em Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Santana de Parnaíba e Vargem Grande Paulista. A obra, um investimento de R$ 2,21 bilhões, gerou cerca de 4,5 mil empregos diretos e indiretos durante sua execução. Os testes de pré-operação do Sistema Produtor São Lourenço já se iniciaram”, informa a Sabesp. Outra obra para ampliar a oferta de água para a capital e a Grande São Paulo foi autorizada pelo governo estadual: as obras de reversão das águas do Rio Itapanhaú para o Sistema Produtor Alto Tietê permitirão bombear em média 2 mil litros de água por segundo na média anual, respeitando a outorga definida e a disponibilidade hídrica da bacia. Essa vazão equivale ao consumo de 600 mil pessoas. Com informações da Agência Brasil

FOTO: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Brasil não cuida bem das reservas hídricas que tem  Não é só a região metropolitana de São Paulo que está sob a ameaça velada da volta do racionamento de água. A verdade é que muitas outras regiões do Brasil também estão convivendo, em maior ou meno escala, com um futuro de escassez, quando se trata de água potável. Parte do problema vem da

crença, ainda muito arraigada, que o Brasil "tem gigantescas reservas de água", e que por conta disso, não há como faltar água em nossas cidades. Mas esse pensamento simplista não chega ao âmago da questão: o Brasil tem sim muita água, mas ela é mal distribuída. Grande parte das regiões Centro-Oeste, Sudeste e Nordeste

depende de intensas temporadas de chuva para repor seus estoques de água. Brasília, por exemplo, teve uma estiagem em 2017 mais intensa - ainda que menos longa - que a paulista, e a população da capital federal foi obrigada a conviver com rodízio de água, assim como os habitantes da Grande São Paulo.


8

SOCIEDADE

Para anunciar 11 99012-1441

Sexta-feira 9 de novembro de 2018

pátriapaulista

FOTO: FREEIMAGES

Vício em games passa a ser doença real para a OMS FOTO: FREEIMAGES / ARTE:PÁTRIA PAULISTA

Estevão Kroll

Ensinando seus filhos a lidar com a mesada do jeito certo Dar mesada pode ser um instrumento de educação financeira para seus filhos, e para tanto, eis algumas sugestões Pedro Orlandi redacao@patriapaulista.com

 Mesada para os filhos: dar

ou não dar? A pergunta que fica para muitos pais sobre essa questão pode ser resumida da seguinte maneira: se o ideal não é dar o peixe para alguém, mas sim ensiná-la a pescar, a mesada seria o peixe ou a vara? Todos querem que seus fi-

lhos aprendam a dar valor e a lidar com o peixe, mesmo antes de aprenderem a pescar. Quando nascem os pais dão o peixe. Conforme crescem, os pais vão ensinando a pescar. A mesada ou semanada, deve servir como um primeiro contato com o dinheiro, onde a maior lição é assimilar a relação de troca, entre o esforço para obter ou poupar o dinheiro e aquilo que se quer ou precisa. Ao invés de decidir se sim ou não, quando ouvir “Papai, quero isso”, “Mamãe, quero aquilo”, o melhor, segundo muitos especialistas, é dizer: “Vamos ver se tem dinheiro no

seu cofrinho”. Pois a educação financeira é um dos melhores presentes para a vida destes pequenos pescadores. A maioria dos psicólogos e pedagogos entende que, a partir dos 6 ou 7 anos, a criança já está madura o suficiente para guardar umas notas de dinheiro na carteira. Quanto mais nova for a criança, mais curta deve ser a periodicidade. Antes dos 6 anos prefira uma moeda por dia e um horizonte de consumo mais curto – de uma semana, por exemplo. Nessa primeira fase, basta o cofrinho do ‘curto prazo’. É importante que tenham clareza de re-

compensa cada vez que usarem o cofrinho. Entre 6 e 12, talvez seja hora de implantar a semanada. De 12 em diante, mesada. E conforme vão compreendendo melhor o custo das coisas, podemos introduzir o cofrinho do médio e do longo prazo. Incentive que ao menos parte seja sempre poupado para algo mais caro, que ‘custe’ mais de três ou quatro ciclos da ‘renda’ da criança. Chegando a adolescência, ao invés de simplesmente subir o valor da mesada, podemos incluir algum tipo de mérito., pois sempre vale o incentivo ao empreendedorismo.

estevao.kroll@patriapaulista.com

 A Organização Mundial da Saúde (OMS) incluiu, pela primeira vez, o vício em videogames como uma perturbação mental, ou seja, uma doença real, caracterizada pela “perda de controle no jogo”. O diagnóstico considera, por exemplo, a falta de controle e a prioridade dos jogos na vida da pessoa. A OMS publica, todos os anos, um compêndio das doenças reconhecidas pela comunidade médica internacional. Tal publicação, a "Classificação Internacional de Doenças’ (CID), lista, sob um mesmo padrão, as principais enfermidades, problemas de saúde pública e transtornos que causam morte ou incapacitação de pessoas. Nesta nova versão, além do vício em videogames, o documento também passou a incluir condições relacionadas à

identidade de gênero no capítulo sobre saúde sexual. A OMS recebeu mais de 10 mil sugestões de profissionais de saúde de todo mundo para a formatação da nova classificação. A CID anterior, ainda em vigor, foi aprovada em 1990. De acordo com as propostas, serão incluídos um capítulo sobre medicina tradicional, outro sobre saúde sexual, considerando o tema relativo a transgêneros, e o transtorno gerado pelos jogos de videogame. Neste último caso, o tema está entre as “desordens de dependência”. Para o diagnóstico do vício em videogame, a OMS diz que é necessário haver um comportamento extremo com consequências sobre as “atividades pessoais, familiares, sociais, educativas ou profissionais” e, “em princípio, manifestar-se claramente sobre um período de pelo menos 12 meses”.


Sexta-feira 9 de novembro de 2018

pátriapaulista

Para anunciar 11 99012-1441

TURISMO

9

Ilha Comprida, uma parte do litoral como você nunca viu Praias paradisíacas, ótima estrutura turística e natureza intocada fazem da Ilha Comprida um passeio inesquecível

TURISMO

Muito além de praias lindas, esta ilha do Litoral Sul paulista oferece de esportes a avistamento de golfinhos Pedro Lucas Rogério pedro.lucas@patriapaulista.com

 Ilha Comprida é um dos

melhores destinos no litoral paulista, e um dos menos conhecidos, o que é extremamente injusto. Longe de ser um local afastado, com nada para se fazer, a ilha – com ênfase nesse ‘a’, pois se trata da maior ilha em comprimento de todo o litoral de São Paulo – faz jus ao seu nome, com seus 74km de comprimento

e apenas 4km de largura em A parte norte da ilha tem alguns trechos. praias com uma maior esE a população daquela trutura comercial. Mas Ilha área entende bem esComprida oferece sa sua vocação mais que apenas para o turismo, praias – a natue se esforça reza oferece para atender um atrativo à a todos os parte. quilômetros, pouco mais de três gostos. Há Consihoras e meia de carro, pela rodovia praias disderada uma BR-116, separam os moradores tantes dos das mais imda capital da Ilha Comprida centros coportantes merciais, assim áreas de precomo umas mais servação das aves badaladas. As praias no litoral paulista, na mais desertas, para quem ilha não é difícil você avisquer sossego, ficam na por- tar uma ave que nunca viu, ção sul da ilha, onde há bal- e muitos dos passeios locais sas que vêm de Cananeia. oferecem esse tipo de expeNo local dá para ver, inclusi- riência. Além disso há manve, vilas de pescadores. gues, dunas, lagoas e até pis-

211

cinas naturais. É possível curtir uma a grande variedade de passeios, atividades de ecoturismo, esportes náuticos e eventos culturais. Devido aos fortes ventos da região, a ilha é muito procurada por praticantes de esportes a vela. E para quem quer se aventurar ainda mais, os passeios de catamarã revelam as belezas naturais da ilha. O ponto alto do passeio de catamarã é o eventual avistamento de golfinhos. A Ilha Comprida é um dos mais importantes viveiros de espécies marinhas do mundo e um dos últimos ecossistemas ainda conservados do litoral paulista. Vale a visita!

FOTOS: DIVULGAÇÃO/PREFEITURA DE ILHA COMPRIDA


10

BEM ESTAR

Para anunciar 11 99012-1441

Dicas de Nutrição

Daniela Munhoz Nutricionista

Rótulos, os desprezados aliados de sua dieta Ler o rótulo com ingredientes dos produtos alimentícios que você consome deveria ser um hábito

V

ocê lê os ingredientes listados no rótulo dos produtos? Se a sua resposta foi negativa, você precisa mudar sua atitude. Você precisa ler os rótulos. Por muitas vezes um produto parece uma coisa, mas quando você vê o rótulo e lê seus ingredientes, percebe que na verdade o produto é outra coisa. Na disposição dos ingredientes de um produto, o fabricante tem, por legislação da ANVISA, que colocar em ordem decrescente os ingredientes, ou seja, ele é obrigado a colocar em 1º lugar o maior ingrediente da receita, depois o segundo maior e assim por diante. Desta forma, vamos pegar um exemplo de suco de laranja de uma grande companhia versus o suco de uva tinto integral de outra grande companhia. Suco de laranja – Ingredientes: água, açúcar, suco concentrado de laranja, aroma natural, acidulante ácido cítrico e antioxidante ácido ascórbico. Suco de uva – Ingredientes: suco natural de uva. Sem adição de açúcar ou corantes. A escolha será sempre

pela melhor composição de ingredientes, o suco de uva nesta comparação é a melhor escolha. Em todos os alimentos, mesmo aqueles preparados em padarias, há uma obrigatoriedade de exibir os ingredientes que os compõem. Mesmo um bolo de padaria deve ter indicado, clara-

mo sempre eu gido, o equilíbrio é a chave. O açúcar é um dos itens que mais encontramos entre os ingredientes dos produtos, por isso é importante que você não delegue a escolha dos seus alimentos pelas informações dispostas apenas do rótulo da frente. Leia os ingredientes. Vamos

nato de amônio e bicarbonato de sódio), acidulante ácido láctico, aromatizante e melhorador de farinha protease (INS 1101 i). Torrada integral – Ingredientes: farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, farinha de trigo integral, gordura vegetal, açúcar, sal, extrato de malte, açúcar invertido, fécula de mandioca, polidextrose e emulsificante, lecitina de soja (INS

arroz, mel, sal, estabilizante polidextrose, umectantes sorbitol e glicerol. Percebem que o açúcar está entre os 5 primeiros ingredientes, às vezes até com nomes diferentes? Tudo no final será açúcar, e se você comer alimentos com essa alta concentração de açucares, não estará pensando em suas escolhas e, consequentemente, seus resultados não serão equilibrados. Imagine

Sexta-feira 9 de novembro de 2018

pátriapaulista

Horóscopo  Áries Uma semana difícil que espera, mas sua tenacidade vai falar mais algo, como sempre.  Touro Desafios profissionais vão testar sua paciência no começo da próxima semana.   Gêmeos Sua eloquência natural será seu grande aliado nos dias que virão.  Câncer Roman-

ce e mistério darão as caras no fim de semana. Aproveite para se descobrir.  Leão Fim de semana tranquilo antecede uma semana complicada. Paciência é a tônica.  Virgem Algumas coisas terão de ser postas em ordem, para que sua semana comece bem.  Libra Equilíbrio entre o que você deseja e o que você precisa marcarão sua semana.  Escorpião Uma pessoa do passado voltará para lhe assombrar. Use de seu natural charme.  Sagitário A com-

preensão do lugar dos outros em sua vida é a chave par sua tranquilidade. FOTO: DIVULGAÇÃO

mente, quais são seus ingredientes, de maneira que você possa fazer uma escolha consciente, ou seja, comprálo sabendo que ele tem açúcar em grande quantidade, mas equilibrando suas escolhas. Assim o tal bolo estará liberado no seu dia-a-dia. Co-

a mais exemplos: Bolacha maizena – Ingredientes: farinha de trigo fortificada com ferro e ácido fólico, açúcar, gordura vegetal, creme de milho, açúcar invertido, amido, sal, estabilizante lecitina de soja, fermentos químicos (bicarbo-

322). Contém Traços de: avelã, aveia, castanha de caju, leite e derivados, centeio, gergelim, ovo e derivados. Barrinha de cereal de banana, aveia e mel – Ingredientes: aveia em flocos, flocos de trigo, xarope de glicose, flocos de arroz, banana, açúcar invertido, óleo de palma, gordura vegetal, açúcar, farinha de

isso, todos os dias? Lembre-se que você é responsável por sua saúde física, mental e emocional. Não delegue suas escolhas alimentares, não delegue sua saúde. Reduza o açúcar, faça exercícios e alimente-se bem. Equilíbrio e boas escolhas! Abraço carinhoso!

 Capricórnio Semana excelente para fechar negócios - não perca tempo e agite as coisas.  Aquário Uma sena tranquila depois de dias de turbulência.  Peixes Uma pes-

soa especial vai voltar a lhe ver. Aproveite o momento!


Sexta-feira 9 de novembro de 2018

TEATRO

CULTURA

Para anunciar

pátriapaulista

11 99012-1441

11

em Israel, "Trem das Onze", em SP As marcantes canções do mestre ítalo-paulista do samba fazem sucesso pelo mundo afora – e em Israel Adoniran Barbosa virou mania MÚSICA

Biblioteca e teatro pouco frequentados por paulistanos  Pesquisa realizada pe-

la Rede Nossa São Paulo mostra que as bibliotecas e os teatros figuram como as atividades ou equipamentos culturais menos frequentados pelos paulistanos. O levantamento levou em consideração também a frequência a museus, shows, cinema e centros culturais. A pesquisa indica que, dentre as seis atividades culturais pesquisadas, apenas o cinema é frequentado por mais de 50% dos moradores da cidade. De acordo com os resultados, 65% dos entrevistados não frequentam bibliotecas; 59% disseram não ir ao teatro; 58% não vão a museus; 53% não frequentam shows; e 52% disseram não ir a centros culturais. Já 68% responderam que vão a cinemas. Segundo o levantamento, 24% dos paulistanos, ou 2,4 milhões de pessoas, não frequenta nenhuma das atividades culturais avaliadas. De acordo com a pesquisa, apenas 17% dos paulistanos frequentam (pelo menos, uma vez ao ano) todas as seis atividades e espaços mencionados no levantamento. A pesquisa entrevistou 800 paulistanos de 16 anos ou mais.

!

Levadas por judeus paulistas, músicas desse ícone de São Paulo fazem sucesso em Israel Pedro Lucas Rogério pedro.lucas@patriapaulista.com

  Adoniran Barbosa é uma dessas pessoas especiais, que moldaram a cultura paulista como a conhecemos. Suas composições são únicas, mesclando o samba brasileiro com elementos típicos de São Paulo: o falar italianado dos imigrantes, a ambientação das temáticas musicais em bairros da capital (tais como Brás, Moóca, Barra Funda, Jaçanã) e uma certa dose de doce melancolia típica de grande aglomerado urbano como o nosso. Dessa mistura incomum, ele gerou o que se convencionou chamar de ‘samba paulista’. Mas com certeza, a aventura musical de Adoniran Barbosa pelo samba ecoou muito além das fronteiras paulistas. Da fato, ‘Trem das Onze’, um dos maiores sucessos do cantor e compositor ítalo-paulista, teve uma enorme repercussão não só dentro de São Paulo – ela é tida como música-símbolo da cidade paulistana – mas também em diversos países do mundo. E um dos países onde Adoniran e suas canções

FOTO: DIVULGAÇÃO / ARTE: PÁTRIA PAULISTA

alcançaram um sucesso além do esperado foi Israel. Com a ida de judeus paulistas para Israel, nas últimas décadas do século 20, a cultura paulista foi junto com eles ‘na mala’. Assim, os is-

nnoVa PRINT

raelenses tiveram contato com músicas de Adoniran que os judeus paulistas ouviam por lá, e foi paixão à primeira ouvida. Tanto é que há versões de quase todas as musicas

do compositor paulista em hebraico, a língua de Israel. Existe até um museu sobre ele – a ‘Casa de Adoniran Barbosa’, em um kibutz no sul do país. Adoniran Barbosa é, indu-

bitavelmente, um embaixador cultural informal de Sâo Paulo. Graças a ele, e a tantos outros paulistas ilustres, a cultura de São Paulo brilha pelo mundo, e agora, também em Israel.

ADESIVOS / FAIXAS / BANNERS

IMPRESSÃO DIGITAL / OFF-SET / PLASTIFICAÇÃO LOGOTIPOS EM ACRÍLICOS / MDF / AÇO ESCOVADO CANECAS PERSONALIZADAS / ENCADERNAÇÕES

contato@innovaprint.com.br

www.innovaprint.com.br

11 2305-2678


12

FIM DE SEMANA

Para anunciar 11 99012-1441

Sexta-feira 9 de novembro de 2018

pátriapaulista

Estreias da Semana

EXPOSIÇÃO

50 anos de realismo na pintura

 A Garota na Névoa

Dir. Donato Carrisi Com Com Toni Servillo e Lorenzo Richelmy — O detetive Vogel é chamado para investigar o misterioso caso do desaparecimento de Anna Lou, uma menina de 15 anos de família religiosa. Suspense — Itália/2018 — 14 anos — 127min  A Prece

Dir. Cédric Kahn. Com Anthony Bajon e Damien Chapelle — Thomas tenta se reabilitar do vício em drogas em uma comunidade de ex-usuários que vivem isolados nas montanhas e usam a oração como uma forma de se curarem. Drama — França/2018 — 14 anos — 107min

 Uma exposição de pin-

turas realistas acontece no Centro Cultural Banco do Brasil, no centro da capital. Nessa exposição, o visitante poderá ver diversas pinturas dos principais expoentes dessa escola artística que prima pelas representações detalhadas de pessoas, objetos e lugares. A mostra reúne 94 obras de trinta artistas brasileiros e estrangeiros. Para mais informações, visite o site do Centro Cultural Banco do Brasil.

 A Tecnologia Social

Dir. Patricia Innocenti Com Nathalie Siqueira e Saidy Brown — Após criar um aplicativo focado na educação sexual e a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, Náthalie Siqueira vai ajudar uma jovem africana soropositivo. Documentário — Brasil/2018 — 12 anos — 83min  Homem Livre

Dir. Alvaro Furloni Com Armando Babaioff e Flavio Bauraqui — Após anos preso por um crime brutal, o ex-ídolo do rock só tem uma intenção: ser esquecido. O que ele não imagina é que partes do seu passado trarão mais um problema. Drama — Brasil/2017 — 14 anos — 84min FOTO: REPRODUÇÃO / ARTE: PÁTRIA PAULISTA

MÚSICA AO VIVO

Bacchiana Filarmônica ao meio-dia

Um mergulho na história do Queen Ficha  Direção: Bryan Singer / Biografia / Atores principais: Rami Malek, Gwilym Lee, Lucy Boynton

 Neste domingo, ao meio-

dia, terá lugar no Theatro Municipal de São Paulo uma apresentação da orquestra Bacchiana Filarmônica, sob a regência de seu maestro titular e diretor artístico, João Carlos Martins. A imperdível apresentação promete emocionar a todos com um novo repertório de composições que vão do clássico ao popular. Para maiores informações, acesse o site oficial do Theatro Municipal.

Cinema

Bohemian Rhapsody oferece uma visão tocante da trajetória de uma das maiores bandas britânicas Mayara de Lima mayara.lima@patriapaulista.com

 Bohemian Rhapsody é um filme estranho, à primeira vista. Os fãs mais apaixonados da banda Queen certamente sentiram uma certa superficialidade no jeito que sua trajetória é apresentada na telona. Já quem conhece pouco ou quase nada da banda, excepetuando-se talvez a música que dá nome ao filme (Bohemian Rhapsody, um dos maiores sucessos do Queen), pode se supreender com o roteiro do filme, baseado na história da banda de rock britânica, desde o início do grupo até sua lendária performan-

Cinema

Políticos corruptos na mira da arma

Saudosismo televisivo na telona

 Nada mais atual do que

 O filma apresenta um dos maiores ícones da televisão brasileira, o apresentador Abelardo Barbosa, mais conhecido como 'Chacrinha'. Uma viagem emocionante pelos bastidores de sua vida e de seu famoso programa.

um heroi 100% brasileiro, que sai abatendo políticos corruptos. Eis a premissa do primeiro filme do 'Universo Guará', uma aposta de produtores nacionais para a criação de toda uma linha de herois.

ce no concerto do Live Aid, no estádio de Wembley. O filme gira em torno do principal vocalista do grupo, Freddie Mercury, cobrindo sua ascenção, de um imigrante marginalizado pela sociedade para um artista mundialmente famoso.

 Millennium: A Garota na Teia de Aranha Dir. Fede Alvarez Com Claire Foy, Sverrir Gudnason — Lisbeth é contratada pelo criador de um programa de computador bélico, para deletá-lo por ser considerado perigoso demais. Mas outro grupo também tem interesse nele. Drama, Suspense — EUA/2018 — 14 anos — 117min

O SHOW DO SÉCULO

O filme cobre não só o período aúreo da banda, mas também a saída de Freddie, em busca de uma carreira solo. O Live Aid mostra-se, então, a oportunidade de um retorno da banda. Já enfrentando bravamente um então recente diagnóstico de AIDS, Freddie lidera o grupo em uma das maiores performances da história do rock. Esse filme, ainda que superficial, é uma merecida homenagem a uma banda que continua a inspirar muitas pessoas até hoje.

 Moacir - O Santista que Conquistou os Argentinos

Dir. Tomás Lipgot Com Com Tomás Lipgot e Sergio Pangaro — Após viver por vários anos em um hospital psiquiátrico, o brasileiro Moacir dos Santos sonha revelar suas fantasias e medos. Documentário — Argentina/2018 — 90min  Museu

Dir. Alonso Ruizpalacios Com Gael García Bernal e Leonardo Ortizgris — Dois estudantes invadem o Museu Nacional de Antropologia na Cidade do México para roubar peças históricas e a polícia não suspeita da dupla inexperiente. Comédia dramática, Crime — México/2018 — 126min  O Grinch Dir. Yarrow Cheney Com Benedict Cumberbatch — O Grinch é um ser verde que não suporta o Natal e, decidido a acabar com a festa, ele resolve invadir os lares dos vizinhos e roubar tudo o que está relacionado ao Natal. Animação, Família — EUA/2018 — Livre — 90min  Operação Overlord Dir. Julius Avery Com Jovan Adepo e Wyatt Russell — Uma tropa de militares americanos é lançada atrás das linhas inimigas para uma missão crucial. Mas logo percebem que tem mais coisas estranhas acontecendo na guerra. Terror, Ação, Guerra — EUA/2018 — 16 anos — 110min  Todas as Canções de Amor

Dir. Joana Mariani Com Marina Ruy Barbosa e Bruno Gagliasso — Chico e Ana acham um fita K7 durante a mudança e descobre que é uma mixtape que outro casal fez. Apesar da diferença de tempo, os casais têm muito em comum. Romance — Brasil/2018 — 14 anos — 90min

Jornal Pátria Paulista - 2 - 09/11/18  
Jornal Pátria Paulista - 2 - 09/11/18  
Advertisement