Page 1

LÍNGUA PORTUGUESA GÊNERO TEXTUAL: DIÁRIO DE BORDO...........................................................7 ESTUDO DA COMUNICAÇÃO . . .............................................................................13 ORDEM ALFABÉTICA E SIGNIFICADO DAS PALAVRAS . . .............................20 SEPARAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DAS SÍLABAS.............................................26 SÍLABA TÔNICA......................................................................................................31 ENCONTROS VOCÁLICOS: DITONGO, TRITONGO E HIATO.........................36 ORTOGRAFIA: O, U E OU......................................................................................42 ENCONTRO CONSONANTAL E DÍGRAFOS.....................................................47 ORTOGRAFIA: “M” ANTES DE “P” E “B” . . ........................................................52 GÊNERO TEXTUAL: CONTO DE FICÇÃO CIENTÍFICA...................................58 ORTOGRAFIA: S E SS. . ...........................................................................................63 SINAIS GRÁFICOS. . .................................................................................................69 ORTOGRAFIA: SONS DO X .................................................................................75 ACENTUAÇÃO GRÁFICA.......................................................................................80 ORTOGRAFIA: POR QUE / POR QUÊ / PORQUE / PORQUÊ........................86

LÍNGUA ESPANHOLA ¡CONOCIENDO A NUEVOS AMIGOS!.................................................................95 EL PRESENTE DE INDICATIVO - VERBOS SER Y ESTAR.............................102 ¿CUÁNTOS AÑOS TIENES? - LOS NUMERALES CARDINALES.................110 ¿DÉ DÓNDE ERES?................................................................................................116 MI AULA ES ASÍ...- VERBO GUSTAR.................................................................122

MATEMÁTICA SISTEMA DE NUMERAÇÃO DOS ROMANOS, EGÍPCIOS E MAIAS.. .........133 ALGORÍTIMO DA ADIÇÃO....................................................................................140 ALGORITMO DA SUBTRAÇÃO.. ...........................................................................144 NÚMEROS ATÉ 9 999.. ..........................................................................................148 DEZENA DE MILHAR.............................................................................................154 CENTENA DE MILHAR.. .........................................................................................160 NÚMEROS QUE DÃO IDEIA DE ORDEM..........................................................167 SITUAÇÕES DE ADIÇÃO. . ......................................................................................171 SITUAÇÕES DE SUBTRAÇÃO. . ...........................................................................177 ADIÇÃO E SUBTRAÇÃO RELAÇÕES INVERSAS. . ...........................................182 ESTIMATIVAS...........................................................................................................187 MULTIPLICAÇÃO. . ....................................................................................................191


CIÊNCIAS UNIVERSO. . ...............................................................................................................199 A TERRA E SEUS MOVIMENTOS.......................................................................208 O PLANETA TERRA POR DENTRO. . ..................................................................214 O SOLO. . ....................................................................................................................221 O AR...........................................................................................................................230 A ÁGUA.. ....................................................................................................................240 OS ESTADOS FÍSICOS DA ÁGUA........................................................................246 MISTURAS E SEPARAÇÃO DE MISTURAS......................................................254 AS TRANSFORMAÇÕES DA MATÉRIA E AS CONDIÇÕES DO AMBIENTE . . ..........260

GEOGRAFIA PAISAGENS NATURAIS E ARTIFICIAIS..............................................................269 A TRANSFORMAÇÃO DAS PAISAGENS PELA AÇÃO HUMANA...............276 A AÇÃO DA NATUREZA NAS PAISAGENS . . .....................................................283 LOCALIZAÇÃO: O SOL, PONTOS CARDEAIS E COLATERAIS.....................282 O MUNICÍPIO. . ..........................................................................................................301 AS CIDADES. . ...........................................................................................................309 AS METRÓPOLES.. .................................................................................................316 OS PROBLEMAS NAS CIDADES.. .......................................................................323

HISTÓRIA O ESTUDO DA HISTÓRIA.. ....................................................................................335 AS FONTES HISTÓRICAS.....................................................................................342 A CONTAGEM DO TEMPO NA HISTÓRIA. . ......................................................350 ARQUEOLOGIA........................................................................................................358 PRÉ-HISTÓRIA: PERÍODO PALEOLÍTICO (OS PRIMEIROS SERES HUMANOS) . . ....366

PRÉ-HISTÓRIA: PERÍODO NEOLÍTICO..............................................................374 OS PROCESSOS MIGRATÓRIOS DOS PRIMEIROS SERES HUMANOS . . ..........383

AS TROCAS COMERCIAIS....................................................................................391

ARTE ARTES CÊNICAS: TEATRO. . ..................................................................................403 MÚSICA.. ....................................................................................................................414 DANÇAS....................................................................................................................424 ARTES VISUAIS.......................................................................................................434


LÍNGUA PORTUGUESA LINGUAGENS


GÊNERO TEXTUAL: DIÁRIO DE BORDO

01

Juju, você vai viajar nas férias? Vou sim, Helena. Vou a um Cruzeiro com meus pais e vou escrever tudo o que acontecer dia a dia para não esquecer de nenhum detalhe.

Você sabia que em uma viagem marítima, por exemplo, são registradas informações, tais como: data, clima, observações, local etc.? Essas informações constam no diário de bordo. Nesta aula, você aprenderá o conceito de diário de bordo, qual a sua finalidade e como produzi-lo. O diário de bordo é um documento que, originalmente, desenvolveu-se para registrar diariamente dados de uma viagem. Esses dados são muito importantes porque, por meio deles, muitos costumes, culturas e ambientes puderam ser estudados e fatos históricos foram registrados, além de serem muito úteis para traçar roteiros de viagens turísticas. Trata-se de um tipo de tabela com informações de data, hora, local de partida e chegada e espaço para observações. É necessário informar no cabeçalho o destino da viagem, data e o nome da pessoa que faz as anotações. Data

Hora

Local

Condição do tempo

Veículo

Observação

15 de fevereiro

10:30

Aeroporto Galeão

calor

avião

Saída – Rio

15 de fevereiro

13:30

Aeroporto Guararapes

calor

avião

Chegada – Recife

15 de fevereiro

15:00

Hotel do Porto

calor

táxi

Chegada ao hotel 7


LÍNGUA PORTUGUESA

. 4º ANO

Hoje o diário de bordo é utilizado até mesmo no ambiente escolar registrando todo o desenvolvimento de um determinado projeto, indicando as informações do processo, como datas, locais, descobertas, testes, resultados, etc. Sendo assim, podemos também usar esse gênero textual para documentar nossas próprias viagens, sejam ou não a bordo de um navio, ou ainda registrar nossos projetos.

Trecho do diário de bordo de Amyr Klink

“Doze de julho. Primeiras chuvas. Estranhamente não consegui me molhar. A manhã inteira, blocos isolados de chuva passavam com o vento, às vezes a poucos metros do barco. Podia ouvir o delicioso barulho de chuva caindo na água, até mesmo sentir alguns respingos, mas, me molhar, nada! Havia pelo menos meia dúzia de pequenas chuvas ao meu redor. Instintivamente senti sede, a sede de quem vê água e não alcança. Ridícula sensação. [...] Não estava tão interessado em água para beber e nem no banho em si. Já me habituara perfeitamente aos banhos de água salgada. Mas sentia uma falta tremenda de um sabonete comum e muita espuma. Ainda que usando sabonetes especiais, com água do mar estaria privado desse prazer. ” [...] Três dias se passaram sem que se conseguisse calcular a posição. Mas tão decidido estava a não passar novamente pela vergonha de voltar para trás que dobrei o ritmo de trabalho, fazendo mesmo algumas horas extras não remuneradas. Nos intervalos, em vez de ligar o rádio para pescar algumas notícias, apanhava a caixinha de ferramentas e freneticamente procurava melhor regulagem para o barco...” Amyr Klink Cem dias entre céu e mar. São Paulo: Companhia das Letras,1996 Disponível em: <http://www.amyrklink.com.br>. Acesso em: 24 out. 2018.

8


DIÁRIO DE BORDO

 DICIONÁRIO Instintivamente – automaticamente, naturalmente. Remuneradas – pagas, remunerar significa pagar salário. Freneticamente – de forma agitada.

 EXERCÍCIO RESOLVIDO 1) Por que o diário de bordo é tão importante? A) Porque desfaz a curiosidade de quem quer saber da viagem do outro. B) Porque evita que quem faz as anotações fique sem atividade.

XC) Porque permite que conheçamos culturas, povos, costumes etc.

D) Porque, hoje em dia, as pessoas precisam escrever para expor o que estão fazendo.

Os relatos do diário de bordo nos ajudam a conhecer um pouco mais da história de povos, navegações que levaram às descobertas relevantes etc.

EXERCÍCIOS NÍVEL 1 1) O texto que você leu é um diário de bordo. A) Qual é o objetivo desse texto? Justifique.

B) No texto, quem faz o relato dos acontecimentos? C) Quando o fato relatado ocorreu? D) Um diário de bordo é mais apropriado para viagens longas ou curtas? Explique.

9


LÍNGUA PORTUGUESA

. 4º ANO

2) Assinale a imagem que representa como estava o dia doze de julho segundo o relato de Amyr, em seguida, transcreva do texto o trecho que comprova a sua resposta. ( )

( )

3) Releia um trecho retirado do texto inicial. “Havia pelo menos meia dúzia de pequenas chuvas ao meu redor. Instintivamente senti sede, a sede de quem vê água e não alcança. Ridícula sensação. [...] Não estava tão interessado em água para beber e nem no banho em si. [...]” A) Em “Instintivamente senti sede ...”. O que significa a palavra destacada?

B) Qual era o maior desejo do narrador do texto com a chegada da chuva? Por quê?

4) No último parágrafo do texto, Amyr Klink afirma que dobrou o ritmo do trabalho. •

10

O que fez Amyr dobrar o ritmo do trabalho? Justifique.

Profile for Pedro Netto

Livro do 4º Ano Fudamental do Sistema CEV  

Livro do 4º Ano Fudamental do Sistema CEV  

Advertisement