__MAIN_TEXT__

Page 1

PROGRAMAÇÃO MAR 18

1


2


IN TRO DU ÇÃO

Travando batalhas internas e sociais ao longo dos séculos, as mulheres ergueram suas vozes em palcos e parágrafos. Mesmo quando musa dos poetas, seria ao menos contraditório considerá-las o sexo mais frágil dentre tantos papéis e responsabilidades. No mês de março, o Parque Vicentina Aranha coloca em cena as facetas e a resiliência das mulheres, mergulha no elemento mais feminino da natureza e completa a programação com a maestria da poesia, esta expressão íntima que tem o poder de sacudir a vida cotidiana, criar novas formas de diálogo e nos lembrar a beleza que nos cerca.

3


ÍNDICE DESTAQUES DO MÊS: CURSOS E OFICINAS LABFLIM ELOGIO AO FRÁGIL TEATRO “UM CANTO PARA CAROLINA” CIDADE EM 4 TEMPOS

06 08 10

MÚSICA NO PARQUE

12

MÚSICA NA CAPELA

20

CINEMA NO PARQUE

22

CLUBINHO DE LEITURA

26 32

BIBLIOTECA AO AR LIVRE

34

SARAU FCCR

38

CIÊNCIA NO PARQUE: ASTRONOMIA PARA TODOS

40

VICENTINA QUALIDADE DE VIDA

44

DIA A DIA NO PARQUE

50

CALENDÁRIO

52

4


DESTAQUES #LABFLIM

#ELOGIOAOFRÁGIL

#MULHERESNACENA

#DIAMUNDIALDAÁGUA

Os destaques da Programação Cultural de Março do Parque Vicentina Aranha direcionam seus olhares para as vulnerabilidades que moram ao lado. O projeto Elogio ao Frágil traz à tona a fragilidade humana. Em Um Canto para Carolina, o público infanto-juvenil poderá conhecer mais sobre a vida e obra da autora Carolina Maria de Jesus. O projeto Cidade em 4 Tempos navega pelas águas do Rio Paraíba do Sul que, mesmo permeando a vida e história dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, ainda sofre a com invisibilidade de sua importância. Esperamos você no Parque Vicentina Aranha!

5


DESTAQUE

ELOGIO AO FRÁGIL O projeto Elogio ao Frágil, contemplado pelo Fundo Municipal de Cultura, apresenta duas criações colaterais abordando o tema da fragilidade humana: um espetáculo cênico e uma instalação. O espetáculo Maré Morta tem dramaturgia e direção cênica de Marcus Groza, participação da Orquestra de Objetos Desinventados. A instalação Vulto foi concebida pela artista visual Célia Barros.

EXPOSIÇÃO VULTO #ELOGIOAOFRÁGIL

02 a 31/03

13h às 20h Pavilhão São José

Existe algo de inconcebível e, por isso, inominável, naquilo que nos fragiliza. Antes mesmo de se tornar perceptível, a fragilidade se encrua no corpo como uma carapaça dissimulada. A instalação que acolhe o espetáculo teatral e que pode ser visitada fora dos espetáculos, com algumas modificações, procura criar um espaço instável onde seja possível a cada um de nós, encontrar os indícios de vulnerabilidade que inevitavelmente forjam nossas estratégias de força e poder, mascarando eternamente aquilo que nos é essencial. 6


ESPETÁCULO MARÉ MORTA #ELOGIOAOFRÁGIL

Apresentações:

02,03,16 e 17/03

Sextas e sábados_ 20h Atrium do Pavilhão São José

Lugares limitados. Distribuição de ingressos com 1h de antecedência. Classificação indicativa: 16 anos. Falar da fragilidade é falar da ocultação da fragilidade e encobri-la, é geralmente impedir que se converta em potência de novas formas de vida. No mar, a zona intermaré é aquela que está coberta de água durante a maré alta e descoberta durante a maré morta. Esse movimento alternante de submersão e exposição ao sol nos parece sugerir a necessidade constante da vida frágil em depor couraças, camada após camada, ainda que o cerne da angústia permaneça oculto, por mais que busquemos lhe arrancar a casca, ainda que as raízes do rancor permaneçam enterradas, por mais que cavemos e cavemos possível a cada um de nós, encontrar os indícios de vulnerabilidade que inevitavelmente forjam nossas estratégias de força e poder, mascarando eternamente aquilo que nos é essencial. 7


DESTAQUE

UM CANTO PARA CAROLINA COM A CIA DOS INVENTIVOS #MULHERESNACENA

15/03

Quinta_ 14h Bambuzal

Agendamento para escolas: (12) 3911 7090 Apoio: Haruf Kebabs e Especialidades Árabes, Programa de Ação Cultural PROAC, Secretaria de Estado da Cultura e Governo do Estado de São Paulo. O espetáculo musical infanto-juvenil Um canto para Carolina, vêm ao encontro da expansão e disseminação da vida e obra de Carolina Maria de Jesus e de reflexões sobre as realidades de tantas “Carolinas” que há ainda hoje em nosso país. Tendo a dureza deste universo deflagrado, a Cia dos Inventivos propõe circular com este espetáculo feito a partir do diário de Carolina narrado por seus três filhos, trazendo assim um pouco de leveza e poesia para este duro cotidiano da favela, seguido de uma oficina de contação de histórias. Sinopse: Os irmãos João, José e Vera recebem de presente o primeiro exemplar da publicação do livro-diário “Quarto de despejo”, escrito por sua mãe, Carolina Maria de Jesus. Mergulhando no cotidiano registrado por ela, os filhos revivem suas histórias de luta por uma vida melhor.

8


9


CIDADE EM 4 TEMPOS

CIDADE EM 4 TEMPOS #DIAMUNDIALDAÁGUA

Paraíba do Sul, o Rio que passa em nosso quintal

22/03

Quinta_ 19h Sala de Leitura Réginaldo Poeta

Convidados: Pedro Oliva, Líliam Medeiros, Marcela Miranda e Felipe Pacheco.

No Dia Mundial da Água o projeto Cidade em 4 Tempos, em parceria com a Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade, dialoga sobre o Paraíba do Sul, o Rio que passa em nosso quintal. Para a esta conversa, convidamos Pedro Oliva, Líliam Medeiros (UNESP), Marcela Miranda (UFJF) e Felipe Pacheco (INPE). Em 2015, o profissional de caiaque extremo Pedro Oliva, percorreu 1.137 quilômetros a partir da nascente do rio Paraíba do 10


Sul até a sua foz, usando um caiaque como plataforma de coleta de dados científicos sobre a qualidade da água e da atmosfera. Com a sociedade, buscou-se promover um novo olhar para a melhoria da qualidade e conservação dos rios e de seu entorno, usando técnicas de cartografia social. Essa ação fez parte do Projeto Cachoeiras que promoveu uma abordagem integrada, envolvendo esporte, ciência e a comunidade; e que continua em sua 2ª edição em 2017/2018, com título Projeto Cachoeiras 2.0. Diversos artigos foram publicados sobre qualidade da água ao longo do rio Paraíba do Sul, além das influências do microclima e respostas às frentes frias e das atividades de cartografia social, feitos em parceria com INPE, UNESP, CEMADEN e escolas de vários municípios. 11


MÚSICA NO PARQUE

BELEZA RÚSTICA COM ADRIANA FARIAS #MULHERESNACENA

04/03

Domingo_ 10h30 Bambuzal

Beleza Rústica mescla composições próprias com clássicos consagrados da música caipira e chega com a proposta de ser um elo entre o tradicional e o moderno. Um projeto concebido com cuidado essencial em matéria de sonoridade, pautado pelo bom gosto e singeleza das letras e arranjos. Adriana Farias é violeira, cantora e atualmente é apresentadora do Programa Viola Minha Viola. Assim como Inezita Barroso, tem orgulho em defender a cultura caipira, entende a Viola Caipira como símbolo da música popular brasileira e a Moda de Viola, como a expressão da música de raiz. Espetáculo apresentado por Adriana Farias (voz e viola) e Joãozinho Barroso (violão).

fb.me/adrianaoliveira

@adrianafariasoficial 12


13


14


MÚSICA NO PARQUE

CANÇÃO AMIGA COM KARINE TELLES E VICTOR MENDES #MULHERESNACENA

11/03

Domingo_ 10h30 Bambuzal

Da união da voz de Karine Telles e do violão de Victor Mendes, nasceu o show Canção Amiga. Karine e Victor apresentam um repertório que surgiu dos encontros e cantorias promovidos pelo amigo que os apresentou, o poeta e letrista Paulo Nunes. Nascidos em cidades distantes, ela mineira e ele paulista, com carreiras que tomaram rumos diferentes, Karine e Victor descobriram um repertório em comum e que os une musicalmente, passando pelo samba, pela música latinoamericana, o jazz, e a música caipira. No show, temos músicas de Dominguinhos, Milton Nascimento, Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Tom Jobim, Dércio Marques, Augustin Lara além de canções inéditas de Paulo Nunes, Wagner Dias e Renato Braz. O título da apresentação faz referência ao poema de Drummond, musicado por Milton Nascimento, onde poesia, música e parceria se unem.

fb.me/karinetellescantora 15

@karinetellescantora


MÚSICA NO PARQUE

FAÇO RAP NA CANETA OU NO BATOM COM D’ORIGEM #MULHERESNACENA

18/03

Domingo_ 10h30 Bambuzal

O D’Origem representa a veia feminina do cenário Rap do Vale do Paraíba, com as mestras de cerimônia Meire MC & Preta Ary, ambas envolvidas com a Frente Nacional de Mulheres do Hip Hop no Brasil. Formado em meados de 2006, inicialmente constituído somente por mulheres, o grupo conseguiu destaque na cena do Hip Hop abordando temas cotidianos com muita personalidade e atitude. Adotando a postura de quem faz Rap na caneta ou no Batom, sua música também é um ato político, trazem no seu repertório questões de causas sociais, com o intuito de expressar através das suas letras a voz ativa da mulher brasileira. O grupo amadureceu musicalmente e tem se diferenciado por explorar cada vez mais às raízes ancestrais negras em suas composições, um hibridismo sonoro que vai da fusão do Rap, com o Soul, R&B, MPB, Jazz, Bossa Nova, Reggae, Samba, Repente, entre outros. D’Origem uma resistência presente na palavra e no beat. Neste espetáculo, o DJ Gabiru (pickups) acompanha Meire MC & Preta Ary.

fb.me/Dorigemrap

@dorigemrapoficial 16


Foto: Larissaisis

17


MÚSICA MÚSICA NO NO PARQUE PARQUE

FIRENZE COM BELLA N´JOKERS #MULHERESNACENA

25/03

Domingo_ 10h30 Bambuzal

Em seu show Firenze, a banda Bella N’ Jokers apresenta canções de seu primeiro álbum Te Seguindo (2016), e composições inéditas, dentre elas, a música “Firenze”, que aborda a arte como tema central. Firenze é a cidade natal de 18


Dante Alighieri, autor do poema “A Divina Comédia”, que já inspirou outra música do Bella N’ Jokers, e também é cenário de várias obras do pintor Leonardo Da Vinci, abordado na música. A banda amarra todas essas referências com arranjos bem dosados, transitando entre o rock e o folk de uma maneira bem interessante. Bella N’ Jokers é Bella Nogueira (voz e violão), Fabio Alba (guitarra), Jonnhy Jow (teclados), Tarciso Carvalho (baixo) e Vagner Alba (bateria).

fb.me/bellanjokers 19


MÚSICA NA CAPELA

XI ENCONTRO DE COROS DA SEMANA SANTA 27/03

Terça_ 19h Capela Sagrado Coração de Jesus

Idealizado por Rafael Braga e Sandra Mendes Sampaio, o projeto reúne corais de São José dos Campos e região para preparar um repertório de música sacra para a Semana Santa. No décimo primeiro ano do evento, o encontro apresenta canções do compositor francês Charles Gounod (1818 – 1893). Participam desse encontro o Coral da ADC-CTA, o Coral do ICT - UNESP (São José dos Campos), o Coral da FEG – UNESP (Guaratinguetá), a Schola Cantorum Tagaste e o Coral Libercanto, além de músicos convidados.

20


21


CINEMA NO PARQUE

SHE’S BEAUTIFUL WHEN SHE’S ANGRY – ELA FICA LINDA QUANDO ESTÁ COM RAIVA #MULHERESNACENA

06/03

Terça_ 19h Sala de Leitura

Com uma edição que mistura imagens históricas e entrevistas atuais, She’s Beautiful When She’s Angry (2014) é um revigorante retrato sobre as lutas e conquistas das mulheres que compuseram Segunda Onda do 22


Direção: Mary Dore | Gênero: Documentário Ano: 2014 | Duração: 1h32 min Classificação: 14 Anos | Legendado

feminismo nos EUA, nas décadas de 1960 e 70. Foi este período que pavimentou, sustentou e direcionou caminhos para a expansão do feminismo como o conhecemos e definimos hoje. Dirigido por Mary Dore e estrelado por figuras fundamentais da construção da episteme feminista moderna, como Kate Millet (autora de Política Sexual) e Eleanor Holmes Norton, primeira mulher a presidir o Comitê de Igualdade de Oportunidades de Emprego nos EUA; o documentário trata do nascimento de organizações como NOW (Organização Nacional das Mulheres) e da FLF (Feminist Liberation Front). 23


CINEMA NO PARQUE

MULHER MARAVILHA #MULHERESNACENA

17/03

Sábado_ 19h Telão de Cinema ao Ar Livre

A super-heroína da Editora DC Comics fez sua primeria aparição em 1941, na revista americana All Star Comics. A produção para as telas do cinema Mulher-Maravilha (2017), dirigida por Patty Jenkins, preocupa-se em apresentar uma heroína forte, que se distancie de atitudes de esteriótipos sexualizados. Lançado em 2017, o filme já coleciona premiações, como 4 estatuetas do Teen Choice Award. Além do recorde de bilheteria, também foi a maior estreia da HBO americana 24


Direção: Simon Aboud | Gênero: Drama/Fantasia Ano: 2016 | Duração: 1h40min Classificação: Livre | Legendado

desde 2016. Com a continuação garantida, MulherMaravilha 2 estreará nos cinemas em novembro de 2019. Sinopse: Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince (Gal Gadot) nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor (Chris Pine) se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra. 25


CURSOS E OFICINAS

WORKSHOP DE ESCRITA CRIATIVA: DO POEMA A MÚSICA Com Reynaldo Damazio

28/03

Quarta_ 19h às 21h30 Centro de Formação em Artes e Ofícios

Inscrições: (12) 3911 7090 A proposta do workshop é abordar a linguagem do poema e sua relação com a música. Existe diferença entre poesia e letra de canção? Seriam formas excludentes ou que se complementam? Durante a atividade serão lidos poemas e algumas versões para a música, de autores brasileiros contemporâneos, Alice Ruiz, Paulo Leminski, Arnaldo Antunes, Itamar Assumpção, entre outros. Reynaldo Damazio é editor, crítico literário, escritor e gestor cultural. Foi colaborador do Guia de Livros, CDs e DVDs da “Folha de S. Paulo” e é coordenador do Centro de Apoio ao Escritor da Casa das Rosas. Autor de “O que é criança” (Brasiliense), “Nu entre nuvens” (Ciência do Acidente), “Horas perplexas” (Editora 34) e “Com os dentes na esquina” (Dobra Editorial); organizador, com Tarso de Melo, de “Literatura e Cidadania” (Dobra Editorial); e tradutor de “Calvina” (SM Editora), de Carlo Frabetti, entre outros. parceria

26


27


CURSOS E OFICINAS

OFICINA DE VIOLA CAIPIRA Com Luiz Mauricio Gil de Souza Diniz

IInscrições encerradas. Informações: (12) 3924-7300 Vagas limitadas: 30 participantes a partir de 12 anos Período de Aulas: de 21/02 a 30/11 | Todas as quartas Horário: 19h às 21h Local: Sala de Leitura Réginaldo Poeta Parceria: AFAC – Associação para o Fomento da Arte e da Cultura Realização: FCCR – Fundação Cultural Cassiano Ricardo O Projeto Arte nos Bairros realiza a Oficina de Viola Caipira. A atividade será ministrada pelo professor Luiz Mauricio Gil de Souza Diniz, músico autodidata (violão, viola caipira e contrabaixo elétrico), licenciado em História pela UNIVAS (Universidade do Vale do Sapucaí de Pouso Alegre/MG) e em Educação Musical pela UNIMES (Universidade Metropolitana de Santos/SP). Também é membro desde 2006 da Orquestra de Viola Caipira da Fundação Cassiano Ricardo de São José dos Campos/SP.

28


Imagem retirada do vídeo “Pescaria no Cafundó”, de Daniel Viola.

CURSOS E OFICINAS

RODA DE VIOLA E CONTAÇÃO DE “CAUSOS” 29/03

Quinta_ 20h Quiosque Alfredo Galvão

Um grupo espontâneo que se reúne mensalmente no Parque para tocar viola caipira e trocar experiências sobre este instrumento que representa a cultura popular nacional.

29


CURSOS E OFICINAS

OFICINA DE ENCADERNAÇÃO Com Eliana Silva

Inscrições encerradas. Informações: (12) 3911 7090 Datas: 07/03 - Encadernação Medieval e 14/03 - Copta Quartas-feiras_ Horário: 19h às 21h30 Local: Centro de Formação em Artes e Ofícios Vagas Limitadas: 15 participantes por turma Para as aulas, solicitamos que os participantes tragam régua (se possível de aço) e agulhão para uso pessoal. Os demais materiais serão fornecidos. 30


Dividida em quatro encontros, a Oficina de Encadernação oferecerá conceitos introdutórios à encadernação manual artística, com a produção de cadernos em diferentes estilos. Atividade conduzida pela comunicóloga Eliana Silva, que ministrou o Curso Técnico de Encadernação no SENAI, e encadernação artística no Atelier Cecília Pine e Velho Livreiro.

31


BIBLIOTECA AO AR LIVRE

#MULHERESNACENA

17/03

Sábado_ 15h Biblioteca Itinerante

No segundo encontro do Clubinho de Leitura, vamos falar de poesia! Para introduzir o assunto aos pequenos, escolhemos duas poetas de extrema sensibilidade: Cecília Meirelles com o livro Ou Isto ou Aquilo, e na condução das leituras dialógicas, a escritora Zenilda Lua. Fazer escolhas nem sempre é fácil. O poema da Cecília Meireles apresenta com leveza aspectos de processos de escolha tão óbvios quanto difíceis de serem assumidos, por adultos, jovens e crianças. Faixa Etária: Livre

32


OU ISTO OU AQUILO de Cecília Meireles om ilustrações de Odilon Moraes Editora Global Publicado pela primeira vez em 1964, Ou isto ou aquilo, de Cecília Meireles, é um livro que imprimiu sua marca na memória afetiva de gerações de leitores e ocupa posto de destaque na literatura infantil brasileira. Cantigas de ninar, cantigas de roda e trava línguas são formas de expressão muito próximas do mundo da criança. Em Ou isto ou aquilo, Cecília utiliza de forma inigualável estes e outros recursos. A autora joga com as palavras, criando um universo encantador, e, de maneira leve, coloca a criança diante dos caminhos a seguir, como no poema que dá nome ao livro: “Ou se tem chuva e não se tem sol / ou se tem sol e não se tem chuva! / Ou se calça a luva e não se põe o anel, / ou se põe o anel e não se calça a luva!”. 33


BIBLIOTECA AO AR LIVRE

BIBLIOTECA AO AR LIVRE TODOS OS DOMINGOS 09h às 12h | Faixa Etária Livre Biblioteca Itinerante

Faixa Etária: Livre Necessária a presença do responsável durante a atividade. O Parque Vicentina Aranha abre as portas da Biblioteca ao Ar Livre, biblioteca rodante repleta de livros infantis e infantojuvenis, para crianças de todas as idades. Venha e desfrute de uma gostosa leitura ao pé da árvore.

34


Livros do mês em destaque na Biblioteca ao Ar Livre! ODE A UMA ESTRELA Pablo Neruda com ilustrações de Elena Odriozola e tradução de Carlito Azevedo. Editora Cosac Naify Ode a uma estrela de Pablo Neruda, nos mostra que existem coisas que, aparentemente, cabem na palma da mão. Coisas que desejamos sempre próximas. Com tradução do poeta carioca Carlito Azevedo, a obra é um passeio pelo amor e pelo sentimento de posse. Amar algo implica respeitar a liberdade que ele possui. FERNANDO PESSOA, O MENINO DA SUA MÃE de Amélia Pinto Pais com ilustrações de Mariana Newlands. Editora Companhia das Letrinhas Com ilustrações da designer brasileira Mariana Newlands, Fernando Pessoa, o menino da sua mãe não é apenas uma homenagem ao escritor, mas é principalmente um livro dedicado aos jovens leitores, pois, ainda que não entendam a complexidade do poeta, eles podem ser fisgados por sua história ou pela musicalidade de seus poemas. Nas palavras da autora, “aquilo que lemos e nos agrada em criança mesmo que só pelo ouvido - aprenderemos a amar e entender melhor quando adultos”. 35


LITERATURA

MARATONA POÉTICA No Dia Internacional da Poesia, declare seu afeto pelo Parque Vicentina Aranha! Criado em 1999 na 30ª Conferência Geral da UNESCO, o Dia Internacional da Poesia celebra a diversidade do diálogo, a livre criação de ideias através das palavras, da criatividade e da inovação. A data propõe uma reflexão sobre o poder da linguagem e do desenvolvimento das habilidades criativas de cada pessoa. Considerando que a poesia contribui para a diversidade criativa, compartilha percepções e ilumina a realidade o Parque Vicentina Aranha convida a todos para uma Maratona Poética, uma ação virtual que culminará em 24 horas de declarações de afeto ao Vicentina! COMO PARTICIPAR • Escreva um poema de autoria própria que discorra sobre a sua relação afetiva com o Vicentina; • Os poemas deverão ser enviados via mensagem inbox na fã page do Parque de 02/03 à 18/03/18, em Facebook.com/ parquevicentinaaranha; • Cada participante poderá enviar apenas um texto; • Serão selecionados 24 textos autorais; • No dia 21/03, Dia Internacional da Poesia, os textos selecionados serão publicados de hora em hora na fã page do Parque no Facebook. Expresse e compartilhe a sua visão pessoal sobre este importante patrimônio histórico, cultural e natural da região! Participe! Os textos não publicados irão compor uma publicação virtual que será compartilhada nos canais do Parque. 36


37


SARAU FCCR

A FEBRE E A MARIPOSA

Homenagem ao Dia da Mulher

10/03

Sábado_ 15h

Lançamento do livro A Febre e a Mariposa, da escritora Beth Brait Alvim. Todos conhecem a história da jovem sereia que vai longe demais por amor a um humano, criada por Hans Christian Andersen. Nesta obra, o texto ganha uma adaptação poética, de autores indianos, num belo livro costurado à mão. Uma experiência inovadora para leitores de todas as idades. Beth Brait Alvim é mestre em Ciências da América Latina pelo PROLAM – USP. Foi Diretora de Cultura em SJC, Assessora de Literatura em órgãos de cultura do ABCD, coordenadora da Casa da Palavra de Santo André. Tem atuado como curadora de teatro e literatura. É autora dos livro “Mitos e ritos”, 1987 (JAC Ed), “Visões do Medo”, 2007 (Escrituras Ed, prêmio PAC), “Ciranda dos tempos: espaços do desejo”, 2005, 2006 (Escrituras Ed), e neste sarau lançará “A febre e a mariposa”, 2018 (Patuá Ed). O Sarau, realizado pela Fundação Cultural Cassiano Ricardo, é aberto para participação artística do público e contará com uma apresentação do cantor e compositor Daniel Joppert, da banda Maravilhosos Malditos. Ficha técnica do Sarau de lançamento “A febre e a mariposa” Poemas de Beth Brait Alvim, de “ A febre e a mariposa” e outros livros Música de Daniel Joppert Direção musical: Daniel Joppert Curadoria: Beth Brait Alvim Foto: Carolina Montone Divulgação: George de Paula Furlan Indicado para maiores de 16 anos Duração: duas entradas de 20 minutos cada

38


CIÊNCIA NO PARQUE

EXPOSIÇÃO CIÊNCIA NO PARQUE 04 e 18/03

Domingos_ 10h Pavilhão São José

Uma exposição onde experimentos científicos são apresentados de forma lúdica e interativa, demonstrando fenômenos de mecânica, óptica, energia e ondas. Além da exposição, o Projeto Ciência no Parque contará com demonstrações de experimentos de física que podem ser feitos em casa, realizados por professores e especialistas sob coordenação do Professor Roberto Stempniak.

39


CIÊNCIA NO PARQUE

ASTRONOMIA PARA TODOS Mitos e verdades sobre a origem do universo.

29/03

Quinta_ 19h Pavilhão São José

Palestrante: João Braga - Pesquisador Titular do INPE Em 2018, o projeto Ciência no Parque ganha uma parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, para nos auxiliar na jornada de aproximar a ciência das pessoas. Em um ciclo de palestras durante o ano, pesquisadores da Divisão de Astrofísica discorrerão sobre assuntos ligados à astrofísica e astronomia: O que são buracos negros? O Universo é infinito? Como são formadas as estrelas? Apresentando estes assuntos de forma menos formal, o Astronomia para Todos quer aproximar as pessoas, quebrar o gelo, responder suas perguntas, instigar curiosidade e difundir conhecimento. Tudo isso com o privilégio de dialogar abertamente com doutores, pósdoutores e pesquisadores da região. Neste primeiro encontro, o Dr. João Braga discorrerá sobre Mitos e Verdades sobre a Origem do Universo. Desde que a mente humana evoluiu a ponto de adquirir consciência de sua própria existência, a questão da origem do universo, passou a ser uma das mais importantes e recorrentes em filosofia. 40


De onde vêm todas as coisas? Quem criou tudo? Será que o universo existiu desde sempre? A ciência do século XX abordou esta questão do ponto de vista físico e elaborou uma teoria muito bem corroborada por observações que mostram que o universo que observamos com nossos telescópios teve sua origem a 13,7 bilhões de anos atrás num evento cataclísmico batizado de Big Bang. Nesta palestra abordaremos a questão da origem do universo procurando mostrar o que de fato a ciência tem a dizer sobre isso, e ao mesmo tempo desmistificando a ideia de que a ciência já consegue explicar a questão ampla da “origem de tudo” de forma minimamente satisfatória. Palestrante: João Braga - Pesquisador Titular do INPE Graduado em Física pela PUC do Rio de Janeiro, Mestre em Astrofísica pelo INPE e Doutor em Astronomia pela Universidade de São Paulo (1990) e Universidade de Harvard, EUA. Tem pós-doutorado em astrofísica de raios X na Universidade do Colorado. Atualmente é pesquisador titular do INPE.

41


QUALIDADE DE VIDA

CINEMA & PSICANÁLISE COMO NOSSOS PAIS 17/03

Sábado_ 15h30 Sala de Leitura Réginaldo Poeta

O Cinema & Psicanálise é uma proposta da Sociedade Brasileira de Psicanálise que propõe-se a exibir e discutir um filme com o público, sob o vértice psicanalítico. Neste encontro, será exibido o filme nacional Como Nossos Pais (2017), seguido de uma roda de conversa. Com a participação de Cristina Maria Cortezzi Reis como comentadora. Sinopse: Rosa (Maria Ribeiro), 38 anos, é uma mulher que se encontra em uma fase peculiar de sua vida, marcada por conflitos pessoais e geracionais: ao mesmo tempo em que precisa desenvolver sua habilidade como mãe de suas filhas, manter seus sonhos, seus objetivos profissionais e enfrentar as dificuldades do casamento, Rosa também continua sendo filha de sua mãe, Clarice (Clarisse Abujamra), com quem possui uma relação cheia de conflitos.

42


Direção: Laís Bodanzky | País: Brasil Gênero: Drama | Ano: 2017 | Duração: 1h 42

43

Classificação: 14 anos


44


QUALIDADE DE VIDA

PALESTRA: A MICROFISIOTERAPIA NA SAÚDE FÍSICA E EMOCIONAL 08/03

Quinta_ 9h30 Sala de Leitura Réginaldo Poeta

Parcerias: CSS – Centro de Soluções em Saúde e Nibs Juice Bar Muitos problemas de saúde são gerados por fatores desconhecidos ou encarados como fatalidades ou defeitos do próprio corpo. Dentro desse contexto, muitas pessoas adquirem doenças físicas e emocionais sem saber quais são suas verdadeiras causas. Algumas dessas causas, podem variar desde sentimentos negativos ou até mesmo toxinas que sobrecarregam o organismo e que não são detectáveis em exames por imagem ou exames de sangue. Dessa forma, sem conhecer a causa verdadeira de uma doença ou sintoma, o tratamento se torna mais difícil, pois a cura, na maioria das vezes, só se torna capaz quando encontramos o real motivo de nossos problemas e a sua causa primária Atualmente, na área da saúde, existem diversas formas para se buscar a causa principal de uma doença, e uma delas é a Microfisioterapia, uma técnica manual desenvolvida na França que utiliza os potenciais do próprio corpo para combater os sintomas físicos e emocionais. Com Dr. Renan Boucault de Pasquali, Fisioterapeuta com Formações avançadas em Microfisioterapia e Nova Medicina Germânica. 45


QUALIDADE DE VIDA

FEIRA AGROECOLÓGICA NATURALMENTE Todos os domingos | *Entrada pelo portão da Avenida São João Horário: 09h às 13h30 Alimentos e produtos agroecológicos fresquinhos, como mel, hortaliças, legumes, frutas, queijos, cogumelos e pães; cultivados por produtores da nossa região. Traga sua sacola ecológica.

Patricínio Qualidade de Vida:

Realização:

46


QUALIDADE DE VIDA PILATES SOLO 03/03 - Sábado | Horário: 9h30 Local: Bambuzal Parceria: Centro de Soluções em Saúde – CSS

YOGA NO PARQUE 17/03 - Sábado | Horário: 9h30 Local: Bambuzal Parceria: Profºs. Eduardo Pereira e Cris Tomita

DANÇA CIRCULAR Todo o primeiro sábado do mês. 03/03 - Sábado | Horário: 10h às 12h Local: Quiosque Alfredo Galvão Parceria: Grupo Cirandança

TREINAMENTO FUNCIONAL 24/03 - Sábado | Horário: 9h30 Quiosque Cia Paulista Parceria: Cia Athletica

RODA DE CAPOEIRA NO PARQUE Todo o primeiro sábado do mês. 03/03 | Sábado Horário: 16h Local: Quiosque São João Parceria: Besouro Mangangá RODA BEBEDUBEM Segundo e quarto sábado do mês. 10 e 24/03 - Sábados Horário: 10h30 Local: Quiosque São José EXPOSIÇÃO, OFICINA DE CULTIVO E VENDA DE ORQUÍDEAS 11 e 25/03 - Domingos Horário: 10h às 12h Local: Quiosque São João Parceria: União Joseense de Orquidófilos DANÇANDO NO PARQUE 13/03 - Terça | Horário: 19h às 21h Local: Quiosque São João Parceria: Samba Rock do Vale 47

ARTES CORPORAIS DA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA Todas as quintas e sábados das 08h30 às 09h30 Local: ao lado da Capela Parceria: PRÁXIS – Estudo e Prática das Artes Corporais Terapêuticas Chinesas ACADEMIA AO AR LIVRE Segunda à sexta, das 7h às 9h e segunda, quarta e sexta das 18h às 20h Presença de Educadores físicos da Secretaria de Esportes e Qualidade de Vida


PATRIMÔNIO E RESTAURO

VOCÊ CONHECE A HISTÓRIA DO SANATÓRIO VICENTINA ARANHA? PAVILHÃO MARINA CRESPI Pavilhão Pequeno para Mulheres Pensionistas Inaugurado em 1924, o Pavilhão Marina Crespi era destinado às mulheres pensionistas, isto é, que podiam pagar pelo tratamento. A Condessa Marina Regoli Crespi era casada com Conde Rodolfo Crespi, importante industrial italiano radicado na cidade de São Paulo. Ficou conhecida por participar de atividades beneficentes e por prestar auxílio financeiro a diversas instituições de caridade. Foi membro da comissão que angariou recursos para o início da construção do Sanatório Vicentina Aranha. Atualmente, o Pavilhão Marina Crespi está em processo de Restauro, com previsão de entrega para 2018. Foto: Acervo APM FCCR

48


VISITA MONITORADA Grupos de até 25 pessoas. Com agendamento prévio no telefone (12) 3911 7090.

49


DIA A DIA NO PARQUE CAPELA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Visitação de Terça a Sábado De terça a sábado | Das 07h às 10h e das 16h às 19h Celebração: Quarta às 18h Missa: Sexta às 7h e Domingo às 12h VIAGEM LITERÁRIA NO VICENTINA Traga um livro que você já leu e leve outro que alguém deixou disponível para a viagem! Todos os dias | 05h às 22h Locais: Quiosque Alfredo Galvão BORDANDO NA PRAÇA Data: 24/03 - Sábado | Horário: 9h Local: Quiosque Alfredo Galvão FEIRA DE ARTESANATO “MÃOS E ARTE” Todos os domingos | Horário: 09h às 13h30 Local: ao lado da Capela Sagrado Coração de Jesus PIQUENIQUE LITERÁRIO NO PARQUE 25/03 - Domingo | Horário: 9h Local: Quiosque Alfredo Galvão Livro do mês: “Mensagem de uma mãe chinesa desconhecida”, da escritora Xinran. Local: Quiosque Alfredo Galvão Parceria: Blog Além da Capa

50


DESTAQUE

QUADRADINHOS QUE ACOLHEM De março a junho, todos os domingos. Horário: 9h às 12h Local: ao Lado da Capela Um projeto solidário e voluntário que consiste em fazer quadradinhos de 20 x 20cm em tricô ou crochê, em qualquer cor e ponto, para depois juntá-los para formar mantas que serão entregues a pessoas em situação de rua.

51


CALENDÁRIO | MARÇO DIA 01 | QUINTA-FEIRA 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa DIA 02 | SEXTA-FEIRA 20h Abertura da Exposição “Vulto” e apresentação do espetáculo “Maré Morta” DIA 03 | SÁBADO 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa 9h30 Aula Aberta de Pilates Solo 10h Danças Circulares 16h Roda Aberta de Capoeira 20h Espetáculo Maré Morta

DIA 08 | QUINTA-FEIRA 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa 9h30 Palestra: A Microfisioterapia na saúde Física e Emocional DIA 10 | SÁBADO 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa 10h30 Roda Bebedubem 15h Sarau FCCR

DIA 11 | DOMINGO 9h Biblioteca ao Ar Livre 9h Feira Agroecológica Naturalmente 9h Feira de Artesanato Mãos e Arte 9h Roda de Tricô : Quadrinhos que DIA 04 | DOMINGO acolhem 9h Biblioteca ao Ar Livre 10h Exposição, Oficina de Cultivo e 9h Feira Agroecológica Naturalmente Venda de Orquídeas 9h de Artesanato Mãos e Arte 10h30 Música no Parque: Karine 9h Roda de Tricô: Quadrinhos que Telles Acolhem 10h Ciência no Parque DIA 14 | QUARTA-FEIRA 10h30 Música no Parque: Adriana 19h Oficina de Encadernação – Copta Farias DIA 15 | QUINTA-FEIRA DIA 06 | TERÇA-FEIRA 8h30 Artes Corporais da Medicina 19h Cinema no Parque: Ela fica linda Tradicional Chinesa quando está com raiva 14h Um Canto para Carolina com Cia dos Inventivos DIA 07 | QUARTA-FEIRA 19h Oficina de Encadernação DIA 16 | SEXTA-FEIRA Medieval 20h Espetáculo Maré Morta

52


DIA 17 | SÁBADO 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa 15h Clubinho de Leitura 15h30 Cinema & Psicanálise: Como Nossos Pais 19h30 Cinema ao Ar Livre: Mulher Maravilha 20h Espetáculo Maré Morta DIA 18 | DOMINGO 9h Biblioteca ao Ar Livre 9h Feira Agroecológica Naturalmente 9h Feira de Artesanato Mãos e Arte 9h Roda de Tricô : Quadrinhos que acolhem 10h Ciência no Parque 10h30 Música no Parque: D’ Origem DIA 20 | TERÇA-FEIRA 19h Dançando no Parque

DIA 25 | DOMINGO 9h Biblioteca ao Ar Livre 9h Piquenique Literário no Parque 9h Feira Agroecológica Naturalmente 9h Feira de Artesanato Mãos e Arte 9h Roda de Tricô: Quadrinhos que acolhem 10h Exposição, Oficina de Cultivo e Venda de Orquídeas 10h30 Música no Parque: Bella N’ Jorkers DIA 27 | TERÇA-FEIRA 19h Música na Capela: XI Encontro de Coros da Semana Santa DIA 28 | QUARTA-FEIRA 19h Workshop de Escrita Criativa com Reynaldo Damazio

DIA 29 | QUINTA-FEIRA 8h30 Artes Corporais da Medicina DIA 22 | QUINTA-FEIRA Tradicional Chinesa 8h30 Artes Corporais da Medicina 19h Ciência no Parque: Astronomia Tradicional Chinesa para todos 19h Cidade em 4 tempos: Paraíba do 20h Roda de Viola Sul, o Rio que passa no meu quintal DIA 30 | SEXTA-FEIRA DIA 24 |SÁBADO 20h Espetáculo Maré Morta 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa DIA 31 | SÁBADO 9h30 Treinamento Funcional 8h30 Artes Corporais da Medicina 10h30 Roda Bebedubem Tradicional Chinesa 9h Bordando na Praça 20h Espetáculo Maré Morta 53


MAIS INFORMAÇÕES Acesse o calendário completo da programação: www.pqvicentinaaranha.org.br Curta e siga o Parque nas redes sociais: Facebook/parquevicentinaaranha Instagram @parque_vicentina Spotify parque_vicentina #AmeVicentina Horário de Funcionamento: Todos os dias das 05h às 22h Endereço: R. Eng. Prudente Meireles de Morais, 302 Vila Adyana, São José dos Campos | SP Contato: Email: contato@pqvicentinaaranha.org.br Telefone: (12) 3911-7090

* Programação sujeita a alterações.

VEM AI! O ANIVERSÁRIO DE 94 ANOS DO PARQUE VICENTINA ARANHA


55


patrocínio

apoio

promoção

gestão

realização

Profile for Parque Vicentina Aranha

Programação de Março do Parque Vicentina Aranha  

Programação Cultural de Março/2018 do Parque Vicentina Aranha.

Programação de Março do Parque Vicentina Aranha  

Programação Cultural de Março/2018 do Parque Vicentina Aranha.

Advertisement