Page 1

PROGRAMAÇÃO ABR 18

1


2


IN TRO DU ÇÃO

Toda cidade conta com um parque icônico. A caminho de completar 100 anos, o Vicentina Aranha marcou os primórdios do desenvolvimento de São José dos Campos. Seu legado vem sendo construído por personagens visionários e anônimos. Desde a salvaguarda deste Patrimônio Histórico às suas inúmeras formas de ressignificação. O pulmão foi o prelúdio dessa história, e hoje o Parque Vicentina Aranha também é um patrimônio ambiental. Abriga uma floresta urbana e segue exercendo sua vocação natural, um lugar de cura. Vicentina 94 anos, eu me curo aqui!

3


ÍNDICE DESTAQUES DO MÊS: ANIVERSÁRIO DE 94 ANOS DO PARQUE VICENTINA ARANHA

CURSOS E OFICINAS

42

CLUBINHO DE LEITURA

46

06

BIBLIOTECA AO AR LIVRE

48

MÚSICA NO PARQUE

20

CIÊNCIA NO PARQUE

50

FESTIVAL DE CHORO

28

VICENTINA QUALIDADE DE VIDA

52

CINEMA NO PARQUE

32

DIA A DIA NO PARQUE

62

40

CALENDÁRIO

64

FASHION REVOLUTION COM FEIRA DE TROCA Aniversário de 94 Anos do Vicentina Patrocínio Especial

Patrocínio

Apoio

DIAGNÓSTICO POR IMAGEM

4


PROGRAMAÇÃO ESPECIAL DE 94 ANOS DO PARQUE #VICENTINA94ANOS

20, 21 e 22/04

Sexta, sábado e domingo

O Aniversário de 94 Anos do Vicentina será marcado por três dias de uma programação especialíssima. Música clássica, contemporânea e um encontro com Leandro Karnal prometem um final de semana animado no Parque. Comemorações à parte, o presente que o Vicentina oferece aos seus frequentadores é diário. Ele está em suas alamedas, pavilhões, fauna e flora, que abraçam seus frequentadores com momentos de paz neste oásis urbano. Vem pro Parque, ele está de braços abertos esperando você!

5


PROGRAMAÇÃO ESPECIAL VICENTINA 94 ANOS

SOTAQUES DO BRASIL COM QUARTETO IAPÓ 20/04

Sexta_ 19h Capela Sagrado Coração de Jesus

Capacidade do local: 250 pessoas

A Programação Especial de Aniversário do Vicentina começa com um entrelace de estilos brasileiros em um emocionante concerto dentro da Capela.

fb.me/quartetoiapo 6


Foto: Rodrigo T. Marques

Com a clássica formação de quarteto de cordas, o grupo tem uma abordagem popular brasileira e não se prende a um único estilo musical. Iapó vem do Tupi, e significa encontro de raízes, rio enraizado. Encontro das diferentes raízes sonoras de cada integrante, encontro das raízes do Brasil, através de diversos estilos musicais executados pelo quarteto. Entremeados de rebuscados e originais arranjos, o show Sotaques do Brasil proporciona ao público um passeio artístico pelos estilos brasileiros: choro, samba, forró, frevo, canção; e traz para a formação clássica de quarteto de cordas uma abordagem popular. O grupo é formado por Carol Panesi (violino, arranjos e direção musical), Wanessa Dourado (violino), Elisa Graciela (viola) e Thiago Faria (cello). 7


PROGRAMAÇÃO ESPECIAL VICENTINA 94 ANOS

ADRIANO GRINEBERG COM PARTICIPAÇÃO ESPECIAL DE GRAÇA CUNHA 21/04

Sábado_ 19h Palco ao ar livre, ao lado da Capela Sagrado Coração de Jesus

A energia do blues de Adriano Grineberg invade a segunda noite do Aniversário de 94 Anos do Vicentina. Com mais de vinte anos de carreira, Adriano Grineberg é considerado um dos maiores músicos de blues contemporâneo do Brasil. Sua música é o resultado da combinação de uma variedade de referências da música internacional como Ray Charles, Taj Mahal e Bob Marley, e de grandes mestres da música brasileira, como Pixinguinha, Luiz Gonzaga e Tim Maia. Em seu trabalho reverencia também as raízes da música da África e da Índia. Esta combinação inusitada de influências traz para a sua música uma originalidade e singularidade sem fronteiras. Para o show no Parque, o Quarteto Adriano Grineberg formado por Adriano Grineberg (piano e Voz), Fabá Jimenez (guitarra), Rodrigo Jofré (baixo) e Marco da Costa (bateria), recebe a cantora Graça Cunha (ex-integrante da banda do programa “Altas Horas”) para uma apresentação especial.

8


9


Foto: R.Trumpauskas

10


PROGRAMAÇÃO ESPECIAL VICENTINA 94 ANOS

PALESTRA COM LEANDRO KARNAL Protagonismo – Onde eu quero estar quando o futuro chegar?

22/04

Domingo_ 10h Palco ao ar livre, ao lado da Capela Sagrado Coração de Jesus

Não haverá distribuição de ingressos, basta comparecer.

No mundo líquido os valores estão em permanente mudança. Oscilações de mercado, de paradigmas, de metas e de tradições: tudo parece dotado de grande velocidade de transformação. A palestra com o professor Leandro Karnal trata dos valores do indivíduo neste mundo, seu protagonismo e sua capacidade de interferência, sua estratégia e suas relações com as variáveis em questão. O que determina o sucesso ou o fracasso? Qual o grau de liberdade e de ação de cada um de nós? Quais as forças que, na tradição social brasileira, impulsionam ou impedem o desenvolvimento do indivíduo? O encontro é um presente do Colégio Poliedro à cidade, comemorando 25 anos de história junto a programação de Aniversário do Vicentina.

11


PROGRAMAÇÃO ESPECIAL VICENTINA 94 ANOS

ANDRÉ MEHMARI COM PARTICIPAÇÃO ESPECIAL DE NÁ OZZETTI 22/04

Domingo_ 11h Palco ao ar livre, ao lado da Capela Sagrado Coração de Jesus

André Mehmari é pianista, arranjador, compositor e multiinstrumentista. Músico de destaque no cenário nacional, é autor de composições e arranjos para algumas das formações orquestrais e câmera mais expressivas do país, como OSESP, Quinteto VillaLobos, OSB, Quarteto de Cordas da Cidade de S.P, entre outros. Como instrumentista, já atuou em importantes festivais brasileiros como Chivas, Heineken, Tim Festival e no exterior, como Spoleto USA e Blue Note Tokyo. A discografia já reúne oito cds solo, além de participações em numerosos projetos. No show de encerramento do Aniversário de 94 anos do Vicentina, André Mehmari fará um concerto com repertórios de Ernesto Nazareth e de compositores populares brasileiros, como Milton Nascimento, Chico Buarque e Dorival Caymmi. O pianista também convida para uma participação a cantora Ná Ozzetti. Com mais de 30 anos de carreira Ná Ozzetti é uma maiores intérpretes da música brasileira. apoio

12


13 Foto: Jean Viduolis


CARTOGRAFIAS AFETIVAS

CARTOGRAFIA AFETIVA: DECLARE SEU AFETO PELO VICENTINA O que você sente ou pensa sobre o Parque Vicentina Aranha? Dando continuidade a composição das Cartografias Afetivas do Vicentina, no aniversário de 94 anos serão realizadas intervenções propondo construções coletivas. Esse mapa vem sendo construído a partir de depoimentos dos visitantes que poderão dividir suas impressões sobre o Parque com convidados que farão uso de linguagens como a modelagem e o vídeo para traduzirem sentimentos. As cartografias afetivas buscam expor singularidades humanas que representam o vínculo que criamos nos territórios que percorremos. Construa esse mapa conosco, traga suas emoções! Convidados: Pitiu Bonfim - Artista Plástica Maria Siqueira Campos – Historiadora Fábio Bueno - Historiador Projeto Santo de Casa - Figueiros de São José

14


15


16


CARTOGRAFIAS AFETIVAS

OFICINA FOLHAGENS ESTAMPADAS Com Pitiu Bonfim

21/04

Sábado_ Turma I das 14h às 16h | Turma II das 16h às 18h

Centro de Formação Artes e Ofícios

Vagas Limitadas. Inscrições pelo telefone (12) 3911 7090.

A Oficina Folhagens Estampadas oferece a oportunidade de experimentar o processo de estampa sobre papel e tecido utilizando as folhagens coletadas no próprio Parque como carimbos. A estamparia artesanal está presente nos mais diversos processos artísticos, e aqui usaremos a técnica simples dos carimbos, testando cores e formas criando padrões e ritmos. Ao final deste processo experimental, teremos faixas de tecido estampadas com uma estética que represente a diversidade de folhagens do Parque. Ana Maria Bonfim Pitiu é formada em Desenho Industrial com pós-graduação em Artes Plásticas e estudos em Arquitetura. Desenvolve pesquisas e workshops na área da educação em artes para alunos e professores com foco em processos criativos. Também atua como figurinista, cenógrafa e curadora de exposições de artes plásticas. Participa do Coletivo Usina 14 com mais sete artistas realizando exposições do grupo.

17


CARTOGRAFIAS AFETIVAS

VIVÊNCIA MODELANDO FIGURAS, TECENDO MEMÓRIAS com Projeto Santo de Casa

21/04

Sábado_ 15h às 17h30

Quiosque Cia Paulista

Vagas limitadas. Atividade gratuita por ordem de chegada.

Os artesãos figureiros são incentivados a apresentar sua técnica e seu processo de criação, enquanto narram suas memórias. O que nos permite conhecer quem são esses mestres e resgata valores 18


importantes para o coletivo. . Nesta Cartografia Afetiva, vamos criar um ambiente de trocas e promover o exercício da memória, por meio das narrativas que apontam o que faz sentido para o indivíduo, enquanto resgata importantes valores para o coletivo. Uma roda de conversa, seguida da produção de uma peça em argila sob a orientação do mestre figureiro. O Projeto Santo de Casa visa realizar ações voltadas para a manutenção do fazer artesanal tradicional de produtores da cidade, estimulando o fortalecimento dos praticantes enquanto grupo e promovendo atividades de transmissão deste saber, expressão da cultura caipira valeparaibana. 19


MÚSICA NO PARQUE

VERSOS QUE COMPOMOS NA ESTRADA 01/04

Domingo_ 10h30 Bambuzal

fb.me//versosquecompomosnaestrada @versosquecompomosnaestrada 20


Foto: Mário Aguas

Versos que Compomos na Estrada é um duo formado por Livia Humaire (voz e bombo leguero) e Markus Thomas (voz e violão), a anacrônica e singela dupla que encontra seu verdadeiro lar na estrada, vislumbrando ineditismo no cotidiano para, assim, permear suas canções com sonho, fantasia e rara delicadeza sonora. Resgatando a sonoridade do tradicional voz e violão, a poesia cancioneira do grupo já excursionou pelo país e Europa, e recentemente passou por 10 bibliotecas em São Paulo com shows profundamente poéticos e intimistas. No Parque Vicentina Aranha, o show especial contará com a presença de Kabé Pinheiro, para encorpar e relativizar a apresentação. 21


MÚSICA NO PARQUE

PONTA DE FACA COM HOMENS DE MELO 08/04

Domingo_ 10h30 Bambuzal

Em março de 2018, a Homens de Melo lançou seu primeiro álbum, que leva o mesmo nome da banda para firmar uma nova fase, agora mais madura e com novos objetivos. Contando com oito faixas, gravadas e mixadas no Estúdio Wasabi por Diego Xavier, o disco é uma síntese dos últimos anos da Homens de Melo que, após algumas mudanças, firmou-se com a Rafael Pessoto na guitarra, Luise Martins no baixo, Rodrigo Leal na bateria, dando ênfase na poesia das letras escritas pelo vocalista da banda Gabriel Sielawa.

fb.me/homensdemelo

@homensdemelo_ 22


23


MÚSICA NO PARQUE

THAT’S ME ON THE ROAD COM JOHN JOHN BLACKSMITH 15/04

Domingo_ 10h30 Bambuzal

Em 2013, quatro amigos formaram o John John Blacksmith em São José dos Campos, interior de São Paulo. Logo após o lançamento do primeiro single “When the magic happens”, juntamente o videoclipe, a canção tornou-se o carro chefe fb.me//johnjohnblacksmith

@johnjohnblacksmith 24


das apresentações ao longo de 2015, entre céu-aberto, festas populares e casas noturnas do estado. Neste mesmo ano, foi gravado o primeiro disco da banda, homônimo, com 11 faixas masterizadas por Jeff Lipton (Grammy 2012, Jeff Tweedy, Bon Iver, City & Colour). Em Abril de 2016, a banda lançou o álbum tão esperado e seu segundo videoclipe That’s me on the road, firmando seu estilo predominantemente folk com apresentações enérgicas e bem recebidas pelo mais variado público. John John Blacksmith é André Filú (baixo e backing vocals), Edson Penha (voz e violão), Thiago Milani (guitarra e backing vocals) e Túlio Aquino (bateria). 25


MÚSICA NO PARQUE

ENCERRAMENTO DO III FESTIVAL DE CHORO PIXINGUINHA NO VALE 29/04

Domingo_ 10h30 Bambuzal

O show de encerramento da 3ª Edição do Festival de Choro Pixinguinha no Vale reúne três grandes nomes do choro: Antônio Rocha (flauta), Gian Correa (violão 7 cordas) e Rafael Toledo (pandeiro). No repertório, serão executados temas clássicos do choro, como composições de Pixinguinha, Ernesto Nazareth, Jacob do Bandolim, entre outros; além de obras do choro moderno.

26


Foto: AntĂ´nio Rocha

27 Foto: Leonardo Gomes

Foto: Renato Freixeda


FESTIVAL DE CHORO

III FESTIVAL DE CHORO PIXINGUINHA NO VALE A 3ª Edição do Festival de Choro Pixinguinha no Vale faz homenagem aos Maestros de Choro do Vale do Paraíba: José Antônio Cunha (de São José dos Campos) e José Pires de Almeida (de Jacareí). Com o apoio da AFAC, SESC e da FCCR, entre os dias 22 a 29 de abril os convidados Messias Britto (cavaquinho / SP), 28


Foto: Paula Loureiro

Antônio Rocha (flauta / RJ), Éverton Campos (flauta / SJC), Milton Mori (bandolim / SP), Gian Correa (violão de 7 cordas / SP), Rafael Toledo (pandeiro / SP), Choronas (SP), Projeto Guri (SJC), além de regionais de Chorões do Vale do Paraíba, participam de mesas redondas, workshops, vivências de choro e apresentações por diversos espaços da cidade. O Parque Vicentina Aranha recebe parte das atividades. Confira a programação completa do Festival nas redes sociais:

fb.me//pixinganovale 29

@pixinganovale


FESTIVAL DE CHORO

MESA REDONDA PATRIMÔNIO MUSICAL NO VALE : O CHORO 25/04

Quarta_ 19h Atrium do Pavilhão São José

Nesta mesa-redonda, vamos dialogar sobre a importância de ações de salvaguarda patrimonial para a preservação do Choro, um legado da cultura popular urbana brasileira expresso com particularidades regionais. A discussão passa também pela necessidade de conhecer, cuidar e difundir a memória dos chorões, reunidas informalmente em inúmeros registros que compõem seus acervos pessoais. Com Dr. Paulo Castagna e Dra. Raquel Aranha (Centro de Documentação Musical do Vale do Paraíba), André Bazanella (IPHAN – S. Luiz do Paraitinga), Fábio Bueno (Pesquisador historiador do Centro de Estudos da Cultura Popular - SJC) e Rogério Guarapiran (Pesquisador e integrante do Clube do Choro Waldir Azevedo - Taubaté). apoio

30


OFICINAS DE CHORO 28/04

Sábado_ 9h às 12h Quiosques do Parque

20 vagas por oficina. Inscrições até o dia 26/04 através do e mail: pixinganovale@gmail.com. Colocar no e-mail a experiência prévia com o instrumento escolhido. Oficinas de Instrumentos Horário: 9h às 12h Oficina de flauta com Antônio Rocha (flauta), Violão de 7 cordas com Gian Correa, Pandeiro com Rafael Toledo, Bandolim com José Marcos e Cavaquinho com Ricardo Ferreira. Os professores e monitores vão oferecer os cursos concomitantemente, preparando um repertório pré-definido pelos docentes. Bandão Horário: 14h30 às 17h Direção Alexandre Wuensche O Bandão é uma atividade em grupo, realizada com a participação dos professores, monitores e alunos, a partir do repertório estudado na parte da manhã, nas Oficinas de Instrumento. Para participar do Bandão, os alunos devem obrigatoriamente fazer uma das Oficinas do Festival, oferecidas no período matutino.

31


CINEMA NO PARQUE

CINEMA NO PARQUE: PIRIPKURA 10/04

Terça_ 19h Centro de Formação Artes e Ofícios

O documentário nacional Piripkura (2017) retrata a história de um funcionário da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) que há anos busca índios do povo Piripkura para manter a proteção de uma vasta área ameaçada pela extração de madeira na Amazônia. Piripkura aborda as consequências de uma tragédia e revela a força, resiliência e autonomia daqueles que foram expostos a todo tipo de ameaças e têm resistido ao contato com a civilização.

32


Direção: Mariana Oliva, Renata Terra e Bruno Jorge Gênero: Documentário | Ano: 2017 Duração: 1h22 min | Classificação: 12 anos

Recebeu o prêmio de melhor documentário na mostra Première Brasil 2017 e o Prêmio Direitos Humanos de Amsterdã, no Festival Internacional de Documentários de Amsterdã 2017 (IDFA). Sinopse: Dois indígenas nômades, do povo Piripkura, sobrevivem cercados por fazendas e madeireiros numa área ainda protegida no meio da Floresta Amazônica. Jair Candor, servidor da FUNAI, acompanha os dois índios desde 1989. Ele realiza expedições periódicas, muitas delas acompanhado por Rita, a terceira sobrevivente Piripkura, para monitorar vestígios que comprovem a presença deles na floresta e para impedir a invasão da área. Packyî e Tamandua vivem com um facão, um machado cego e uma tocha. Parceria

Site oficial: http://mff.com.br/ 33


CINEMA NO PARQUE

CINEMA NO PARQUE: MARTÍRIO #CULTURAINDÍGENA

17/04

Terça_ 19h Centro de Formação Artes e Ofícios

Martírio (2017) é o segundo filme da trilogia ainda em andamento do diretor Vincent Carelli, indigenista, documentarista, criador do projeto Vídeo nas Aldeias. Um documentário denso e profundo que analisa a violência sofrida pelo grupo Guarani Kaiowá, uma das maiores populações indígenas do Brasil nos dias de hoje e que habita as terras do centro-oeste brasileiro. Vincent nos conduz para o coração das trevas do agronegócio, e nos mostra a luz e a 34


Direção: Vincent Carelli, Ernesto de Carvalho, Tatiana Almeida Gênero: Documentário | Ano: 2017 Duração: 2h42 min | Classificação: 14 Anos

beleza que move os índios lutarem para existir. O filme coleciona premiações, entre elas o Melhor Filme de longa-metragem no 49º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e Melhor Documentário Brasileiro na 40ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Sinopse: O retorno ao princípio da grande marcha de retomada dos territórios sagrados Guarani Kaiowá através das filmagens de Vincent Carelli, que registrou o nascedouro do movimento na década de 1980. Vinte anos mais tarde, tomado pelos relatos de sucessivos massacres, Carelli busca as origens deste genocídio, um conflito de forças desproporcionais: a insurgência pacífica e obstinada dos despossuídos Guarani Kaiowá frente ao poderoso aparato do agronegócio. 35


CINEMA AO AR LIVRE

CINEMA AO AR LIVRE: BABY DRIVER - EM RITMO DE FUGA 14/04

Sábado_ 19h Telão de Cinema ao Ar Livre, atrás do Pavilhão Marina Crespi

Serão disponibilizadas 1000 cadeiras. Em caso de chuva a sessão será cancelada. O Cinema ao Ar livre de abril acelera os motores com Baby Driver – Em Ritmo de Fulga (2017). O longametragem é uma experiência surpreendente e bem-humorada, onde o diretor Edgar Wright transforma o som em narrativa, coreografando cenas de ação de 36


Direção: Edgar Wright | Gênero: Filme policial/Thriller Ano: 2017 | Duração: 1h53min Classificação: 14 anos | Legendado

acordo com ritmo da trilha sonora. Foi indicado a três categorias do Oscar 2018: Melhor Edição, Melhor Edição de Som e Melhor Mixagem de Som. Sinopse: O talentoso motorista de fuga, Baby confia nas batidas de sua própria trilha sonora para ser o melhor que existe. A música silencia um zumbido que o perturba desde um acidente na infância. Após conhecer a mulher dos seus sonhos, ele reconhece uma oportunidade de se livrar do estilo de vida questionável e recomeçar do zero. Obrigado a trabalhar para um chefão do crime, Baby lida com a música ao mesmo tempo em que um golpe fadado ao fracasso ameaça sua vida, seu amor e sua liberdade.

37


CINEMA NO PARQUE

CINEMA NO PARQUE: RIVERBLUE #FASHIONREVOLUTION

24/04

Terça_ 19h Centro de Formação Artes e Ofícios

Após exibição do filme haverá um bate papo com Ricardo Carneiro Novaes da WWF Brasil – Águas e Mara Débora, representante do Fashion Revolution SJC. Considerado um dos documentários mais ambiciosos sobre rios já realizado, o filme canadense RiverBlue (2017) mostra toda poluição dos rios causada pelo processo de tingimento de tecidos, lavanderias de jeans e curtumes de couros. Apresentando pelo famoso conservacionista Mark Angelo, que é um dos maiores expecialistas do mundo sobre rios, o documentário apresenta a triste poluição dos rios nos países asiáticos pelas milhares de fábricas que produzem artigos para alimentar a indústria da moda. Sinopse: RiverBlue é um documentário canadense que faz uma viagem ao redor do mundo por via fluvial. Apresenta a triste poluição dos rios nos países asiáticos pelas milhares de fábricas que produzem artigos de moda para alimentar a indústria do fast fashion. Esse é o primeiro documentário que explora com profundidade a destruição das vias navegáveis para atender a imensa fabricação de têxteis e curtumes.

38


Direção: David McIlvride, Roger Williams Gênero: Documentário | Ano: 2016 Duração: 1h35 min | Classificação: 14 Anos 39


FASHION REVOLUTION

Em 2018, acontece a quarta celebração do Fashion Revolution. O mundo se une para perguntar: Quem fez minhas roupas? e exigir mais transparência da cadeia produtiva da moda. Além disto, este ano o mundo quer saber: O que aconteceu após 5 anos do desabamento do Rana Plaza. No dia 24 de abril de 2013, um edifício que abrigava diversas confecções de roupas desabou em Bangladesh, causando a morte de 1.133 trabalhadores e deixando outros 2.500 feridos. Esse foi o ponto de partida para que duas ativistas e designers pioneiras em moda sustentável, Carry Somers e Orsola de Castro, criassem o movimento Fashion Revolution. De Londres, a campanha se espalhou para o mundo, com o objetivo de mostrar o verdadeiro custo de nossas roupas, revelando os impactos socioambientais, desde a extração da matéria-prima até o consumo. O movimento acredita em uma indústria da moda que valoriza e respeita as pessoas, preserva o meio-ambiente, promove criatividade e inovação e distribui riquezas em medidas justas. O Parque Vicentina Aranha recebe parte da programação do Fashion Revolution Day em São José dos Campos.

40


TROCA TROCA 29/04

Domingo_ 9h Feira de Artesanato Mãos e Arte

Retire do armário todas as peças que não servem mais, que não combinam com seu estilo, que não são adequadas ao seu tipo físico e troque por outra que irá usar. O Troca-Troca é uma iniciativa da consultora de estilo sustentável Mara Débora para as pessoas tenham a oportunidade de trocar as peças que não usam por outras. Assim as roupas e acessórios ganharão uma vida útil a mais no armário de outra pessoa.

41


CURSOS E OFICINAS

OFICINA DE MODELAGEM EM ARGILA: CRIATIVIDADE E PROCESSOS DE CRIAÇÃO Com Luciana Melo

04, 06,11 e 13/04

Quartas e sextas-feiras_ 14h às 16h

Faixa etária: a partir de 4 anos Turma: até 20 alunos Investimento: R$200 por aluno Inscrições: (12) 3911 7090 De segunda à sexta, das 08h às 12h e das 13h às 18h Introdução ao universo das Artes Visuais, por meio de vivência e prática artística a partir da experimentação de diversos materiais, processos e técnicas, tendo como ênfase a técnica tradicional popular da modelagem em argila. A arte popular figurativa no Vale do Paraíba, marcada pela intensa produção dos figureiros, está impregnada de valores simbólicos que articulam o presente e o passado, a tradição e a modernidade. A oficina busca sensibilizar o olhar para o reconhecimento desta prática enquanto referência patrimonial, ampliando o repertório de conteúdo cultural, além de trabalhar a coordenação motora. O investimento será aplicado para a compra de materiais e suporte as Figureiros do Projeto Santo de Casa. Orientação da Arte Educadora Luciana Melo, que integra o projeto Santo de Casa Tecnologias Populares como Figureira. 42


43


CURSOS E OFICINAS

OFICINA DE CARTONAGEM Com Sandra Eiko Kiko

11 e 18/04

Quartas_ 19h às 21h30 Centro de Formação Artes e Ofícios

Classificação: a partir de 15 anos Vagas Limitadas: 15 participantes por turma. Investimento: R$ 50,00 pelos dois módulos. Todos os materiais serão fornecidos. Inscrições: (12) 3911 7090 De segunda à sexta, das 08h às 12h e das 13h às 18h Nesta oficina, vamos aprender os princípios básicos da arte de transformar materiais como papelão, papel cartão e tecido em peças de decoração a assessórios. Os encontros serão ministrados pela arquiteta Sandra Eiko Kiko, artesã desde 2000, há seis anos utiliza a técnica de cartonagem para produzir e comercializar seus produtos.

44


45


BIBLIOTECA AO AR LIVRE

14/04

Sábado_ 15h Biblioteca Itinerante

O Clubinho de Leitura ruma para o seu terceiro encontro, promovendo o estímulo à leitura de forma lúdica e conectando crianças e familiares. Juntos vamos dialogar sobre a obra A Cicatriz de Ilan Brenman, um dos mais reconhecidos autores infantis nacionais da nova geração. Com uma protagonista hilária e questionadora, o livro faz um paralelo entre a cicatriz e a memória, cada uma tem a sua própria história e isso a torna única. Na condução das leituras dialógicas, a Terapeuta Ocupacional, Instrutora de Arte e Cultura e especialista em Musicoterapia Regiane da Silveira.

46


OBRA: A CICATRIZ DE ILAN BRENMAN de Ilan Brenman com ilustrações de Ionit Zilberman Editora Companhia das Letrinhas Silvinha caiu da cama no meio da noite e tomou um sustão ao saber que precisaria ir ao hospital para que um médico costurasse seu queixo. Mas como assim? O que será que iria acontecer com ela? Conversando com os pais, Silvinha descobre que o que vai ganhar é uma cicatriz - e, o mais impressionante, que ela ficará para sempre no queixo dela. A novidade deixa a menina tão empolgada que ela resolve investigar as cicatrizes de todos os parentes. E assim, a partir de seu machucado, Silvinha se põe a pensar sobre a passagem do tempo, sobre as marcas dos acontecimentos na vida das pessoas, e vai conhecer histórias interessantíssimas dos avós, tios, primos e primas. 47


BIBLIOTECA AO AR LIVRE

BIBLIOTECA AO AR LIVRE TODOS OS DOMINGOS 09h às 12h | Faixa Etária Livre Biblioteca Itinerante

Faixa Etária: Livre Necessária a presença do responsável durante a atividade. O Parque Vicentina Aranha abre as portas da Biblioteca ao Ar Livre, biblioteca rodante repleta de livros infantis e infantojuvenis, para crianças de todas as idades. Venha e desfrute de uma gostosa leitura ao pé da árvore.

48


Livros do mês em destaque na Biblioteca ao Ar Livre! HISTÓRIAS DE ÍNDIO de Daniel Munduruku com ilustrações de Laurabeatriz Editora Companhia das Letrinhas O livro traz um conto da cultura munduruku. O menino que não sabia sonhar fala de Kaxi, um garoto como outro qualquer, exceto pelo fato de o pajé tê-lo escolhido como seu sucessor. Para ser iniciado nos segredos da pajelança, o pajé lhe ensina que é preciso sonhar, pois nos sonhos residem os grandes mistérios da vida. No enredo, a cultura indígena é apresentada do ponto de vista de um dos seus integrantes. LENDAS DE FRUTAS E ÁRVORES DO BRASIL A obra traz lendas inspiradas na tradição popular, sobretudo nas contribuições cabocla, indígena e africana. São narrativas que têm em vegetais, como o milho, o açaí, a mandioca, o inhame e o algodão, seu elemento principal. E há ainda textos que mostram a relação dos animais com as plantas. As histórias aqui reunidas, sejam “nativas”, sejam “importadas” de terras distantes, refletem sabedoria e inventividade, com bom humor e mistério. 49


CIÊNCIA NO PARQUE

EXPOSIÇÃO CIÊNCIA NO PARQUE 08 e 22/04 Domingos_ 10h Pavilhão São José Uma exposição onde experimentos científicos são apresentados de forma lúdica e interativa, demonstrando fenômenos de mecânica, óptica, energia e ondas. Além da exposição, o Projeto Ciência no Parque contará com demonstrações de experimentos de física que podem ser feitos em casa, realizados por professores e especialistas sob coordenação do Professor Roberto Stempniak.

50


ASTRONOMIA PARA TODOS

PALESTRA: COMO NASCEM AS ESTRELAS Com Dr. José Williams Vilas-Boas

26/04

Quinta_ 19h Atrium do Pavilhão São José

Parceria: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). De forma mais simples e menos formal, o Astronomia para Todos quer aproximar as pessoas, quebrar o gelo, responder suas perguntas, instigar curiosidade e difundir conhecimento. Em um ciclo de palestras durante o ano, pesquisadores da Divisão de Astrofísica do INPE discorrerão sobre assuntos ligados à astrofísica e astronomia. Nessa palestra serão explorados os pensamentos de filósofos présocráticos sobre os corpos brilhantes que observavam no céu e como essas ideias evoluíram até a época do Renascimento. Em seguida, como a evolução da ciência utilizando tecnologias modernas, mostrou detalhes sobre o nascimento das estrelas e qual a relação existente entre o nascimento dessas estrelas e a vida como a conhecemos. José Williams dos Santos Vilas Boas Graduado em Astronomia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Mestre e Doutor em Ciências Espaciais pelo INPE SJC. PósDoutorado em Radioastronomia pela Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics, USA. Pesquisador Titular da Divisão de Astrofísica do INPE e Assessor da Agencia Nacional de Telecomunicação. 51


QUALIDADE DE VIDA

PALESTRA: LOMBALGIA E SUAS CAUSAS 12/04

Quinta_ 9h30 Atrium Pavilhão São José

Parcerias: CSS – Centro de Soluções em Saúde e Nibs Juice Bar A lombalgia é um sintoma caracterizado por dor na região da coluna lombar, podendo ser de origem física ou emocional. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, 80% da população mundial sentirá em algum momento da vida um desconforto na coluna, e dados da previdência social no Brasil apontam a lombalgia como umas das maiores causas de afastamento ocupacional. A coluna vertebral é a sustentação do corpo e assim se torna suscetível a sofrer danos, como desgaste das vértebras, desvios posturais, hérnia discal, abaulamentos entre outros. Venha aprender mais sobre o assunto e conhecer formas de prevenção e tratamento. Encontro ministrado pela Dra. Mariana Campos, fisioterapeuta e pós graduada em Acupuntura.

52


53


VICENTINA QUALIDADE DE VIDA

13ª CAMINHADA AGITA SÃO JOSÉ 08/04

Domingo

Inscrições: 1kg de alimento não perecível (exceto sal e açúcar) Informações: (12) 3922-1079 Realização: APM – Associação Paulista de Medicina Programação 08h Saída da Casa do Médico - Av. São José 1.187, Centro, SJC – SP. 09h Chegada no Parque Vicentina Aranha A 13ª edição da Caminhada Agita São José, celebra o Dia Mundial e Estadual da Atividade Física, que objetiva estimular a população à prática de atividades físicas. Saída às 08h da Casa do Médico, onde acontecerá a concentração, alongamento e em seguida a caminhada até o Parque Vicentina Aranha. Recepção da caminhada às 9h no Quiosque Cia Paulista, com ações de aferição de pressão arterial e teste glicêmico.

54


VICENTINA QUALIDADE DE VIDA

DANÇA PARA MULHERES 14/04

Sábado_ 9h30 Quiosque Cia Paulista

Parceria: Cia de Dança Halimah A dança é fonte preventiva e terapêutica para desequilíbrios físicos, emocionais e psicossomáticos, ajuda a conquistar um organismo saudável e livre de toxinas. Os estudos dos movimentos da Dança do Ventre, com compreensão e entendimento pessoal, podem contribuir para o perfeito funcionamento do metabolismo. Um conteúdo prático e explicativo à todas as mulheres, sem limites de idade, embora muito apropriada a fase da maturidade, pois resgata um corpo esquecido e/ou adormecido e o cura de enfermidades. Com Mônica Halimah, bailarina Profissional em Dança Oriental Árabe, com formação acadêmica em Educação Física e Terapeuta Holística Naturopata. 55


VICENTINA QUALIDADE DE VIDA

RODA DE CONVERSA NA FEIRA AGROECOLÓGICA NATURALMENTE A agroecologia na agricultura familiar

08/04

Domingo_ 10h

Encontro conduzido pelo expositor da Feira Agroecológico do Parque Valdir Martins, camponês desde criança, assentado da reforma agrária desde 2002. Produz com sua família em sistema agroflorestal no Sítio Ecológico, em São José dos Campos, onde possuem cerca de 80 espécies vegetais catalogadas. Além de comercializar na Feira do Parque, também ministra palestras e cursos dentro ou fora do Sítio e já recebeu visitas de mais de 10 países para intercâmbios agroecológicos. E por Suelyn da Luz, Jornalista, Mestre em Comunicação pela Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da UNESP de Bauru e Especialista em Agroecologia e Educação do Campo na Agricultura Familiar e Camponesa pela Faculdade de Engenharia Agrícola da UNICAMP. Atua há dez anos em organizações da sociedade civil do estado de São Paulo, principalmente na assistência técnica para elaboração e acompanhamento de projetos agroecológicos.

56


VICENTINA QUALIDADE DE VIDA

FEIRA AGROECOLÓGICA NATURALMENTE Todos os domingos | *Entrada pelo portão da Avenida São João Horário: 09h às 13h30 Alimentos e produtos agroecológicos fresquinhos, como mel, hortaliças, legumes, frutas, queijos, cogumelos e pães; cultivados por produtores da nossa região. Traga sua sacola ecológica.

57


VICENTINA QUALIDADE DE VIDA

OBSERVATÓRIO DE PÁSSAROS 01 e 15/04 - Domingos | Horário: 8h15 Local: Quiosque Alfredo Galvão Biólogo responsável: Vagner Luis Camilotti PILATES SOLO 07/04 - Sábado | Horário: 9h30 Local: Bambuzal Parceria: Centro de Soluções em Saúde – CSS DANÇA CIRCULAR Todo o primeiro sábado do mês. 07/04 - Sábado | Horário: 10h às 12h Local: Quiosque Alfredo Galvão Parceria: Grupo Cirandança RODA DE CAPOEIRA NO PARQUE Todo o primeiro sábado do mês. 07/04 | Sábado Horário: 16h Local: Quiosque São João Parceria: Besouro Mangangá

DIA MUNDIAL DE COMBATE AO CÂNCER 08/04 - Domingo| Horário: 9h Local: Parque Vicentina Aranha Realização: IOV - Instituto de Oncologia do Vale EXPOSIÇÃO, OFICINA DE CULTIVO E VENDA DE ORQUÍDEAS 08 e 22/04 - Domingos Horário: 10h às 12h Local: Quiosque São João Parceria: União Joseense de Orquidófilos DANÇANDO NO PARQUE 10/04 - Terça | Horário: 19h às 21h Local: Quiosque São João Parceria: Samba Rock do Vale RODA BEBEDUBEM Segundo e quarto sábado do mês. 14 e 21/04 - Sábados Horário: 10h30 Local: Quiosque São José

58


YOGA NO PARQUE 21/04 - Sábado | Horário: 9h30 Local: Bambuzal Parceria: Profºs. Eduardo Pereira e Cris Tomita ARTES CORPORAIS DA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA Todas as quintas e sábados das 08h30 às 09h30 Local: ao lado da Capela Parceria: PRÁXIS – Estudo e Prática das Artes Corporais Terapêuticas Chinesas

Patricínio Qualidade de Vida:

59

TREINAMENTO FUNCIONAL 28/04 - Sábado | Horário: 9h30 Quiosque Cia Paulista Parceria: Cia Athletica ACADEMIA AO AR LIVRE Segunda à sexta, das 7h às 9h e segunda, quarta e sexta das 18h às 20h Presença de Educadores físicos da Secretaria de Esportes e Qualidade de Vida

Realização:


PATRIMÔNIO E RESTAURO

VOCÊ CONHECE A HISTÓRIA DO SANATÓRIO VICENTINA ARANHA? PAVILHÃO SÃO JOSÉ Pavilhão Antonieta Penteado Silva Prado Inaugurado em 1924 e conhecido popularmente como Pavilhão São José, era destinado às mulheres que não tinham condições de pagar pelo tratamento. Possuía até o final da década de 1930 pouco menos da metade das suas atuais dimensões, quando então foi ampliado para atender a demanda crescente. Antonieta Penteado da Silva Prado, filha do Conde e da Condessa Álvares Penteado, era casada com Caio da Silva Prado, também de família tradicional paulista. Esta senhora foi membro da comissão que angariou recursos para viabilizar o início da construção do Sanatório Vicentina Aranha. Atualmente, o Pavilhão São José já está em processo de Restauro, sendo que parte dele já está apta para um novo uso.

60


VISITA MONITORADA Grupos de até 25 pessoas. Com agendamento prévio no telefone (12) 3911 7090.

61


DIA A DIA NO PARQUE CAPELA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Visitação de Terça a Sábado De terça a sábado | Das 07h às 10h e das 16h às 19h Celebração: Quarta às 18h Missa: Sexta às 7h e Domingo às 12h FEIRA DE ARTESANATO “MÃOS E ARTE” Todos os domingos | Horário: 09h às 13h30 Local: ao lado da Capela Sagrado Coração de Jesus VIAGEM LITERÁRIA NO VICENTINA Traga um livro que você já leu e leve outro que alguém deixou disponível para a viagem! Todos os dias | 05h às 22h Locais: Quiosque Alfredo Galvão OFICINA DE VIOLA CAIPIRA Com Luiz Maurício Gil de Souza Diniz Inicio das aulas: 05/03 a 30/11 Local: Todas as quartas das 19h às 21h Local: Sala de Leitura Réginaldo Poeta Informações: (12) 3924-7300 Realização: FCCR – Fundação Cultural Cassiano Ricardo Parceria: AFAC RODA DE TRICÔ – QUADRINHOS QUE ACOLHEM Todos os domingos das 09h às 12h Local: ao lado da Capela RODA DE VIOLA E CONTAÇÃO DE “CAUSOS” 25/04 - Quarta | 20h Local: Quiosque Alfredo Galvão 62


BORDANDO NA PRAÇA 28/04 | Sábado_ 9h Local: Quiosque Alfredo Galvão

63


CALENDÁRIO | ABRIL DIA 01 | DOMINGO 8h15 Observatório de Pássaros 9h Biblioteca ao Ar Livre 9h Qualidade de Vida: Feira Agroecológica 9h Dia a Dia no Parque: Feira de Artesanato 9h Roda de tricô: Quadrinhos que Acolhem 10h30 Música no Parque: Versos que Compomos na Estrada DIA 04 | QUARTA-FEIRA 14h Figureiras de São José: Oficina – Criatividade e Processos de Criação 19h Oficina de Viola Caipira

10h Palestra: A Agroecologia na Agricultura Familiar 10h30 Música no Parque: Homens de Melo DIA 10 | TERÇA-FEIRA 19h Cinema no Parque: De Onde Eu Te Vejo 19h Qualidade de Vida: Dançando no Parque DIA 11 | QUARTA-FEIRA 14h Figureiras de São José: Oficina – Criatividade e Processos de Criação 19h Oficina de Cartonagem 19h Oficina de Viola Caipira

DIA 12 | QUINTA-FEIRA DIA 05 | QUINTA-FEIRA 8h30 Qualidade de Vida: Artes Corporais 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa da Medicina Tradicional Chinesa 9h30 Palestra: Lombalgia e suas causas psicossociais DIA 06 | SEXTA-FEIRA 14h Figureiras de São José: Oficina – DIA 13| SEXTA-FEIRA Criatividade e Processos de Criação 14h Figureiras de São José: Oficina – Criatividade e Processos de Criação DIA 07 | SÁBADO 8h30 Artes Corporais da Medicina DIA 14 | SÁBADO Tradicional Chinesa 8h30 Artes Corporais da Medicina 9h30 Pilates Solo Tradicional Chinesa 10h Danças Circulares 9h30 Dança para Mulheres 16h Roda de Capoeira 10h Roda Bebedubem 15h Clubinho de Leitura DIA 08 | DOMINGO 19h Cinema ao ar livre: Baby Driver, Em 9h Biblioteca ao Ar Livre Ritmo de Fuga 9h Feira Agroecológica Naturalmente 9h Feira de Artesanato Mãos e Arte DIA 15 | DOMINGO 9h Roda de tricô: Quadrinhos que 8h15 Observatório de Pássaros Acolhem 9h Biblioteca ao Ar Livre 9h 13º Caminhada Agita São José 9h Qualidade de Vida: Feira 10h Ciência No Parque Agroecológica 10h Exposição, Oficina de Cultivo e Venda de Orquídeas

64


9h Dia a Dia no Parque: Feira de Artesanato 9h Roda de tricô: Quadrinhos que Acolhem 10h30 Música no Parque: John John Blacksmith

11h Aniversário de 94 anos do Vicentina: André Mehnari com participação especial de Ná Ozzetti

DIA 17 | TERÇA-FEIRA 19h Cinema no Parque : Martírio

DIA 25 | QUARTA-FEIRA 19h Oficina de Viola Caipira 19h Mesa Redonda – III Festival de Choro Pixinguinha no Vale 19h Mesa Redonda - III Festival de Choro Pixinguinha no Vale

DIA 18 | QUARTA-FEIRA 19h Oficina de Viola Caipira 19h Oficina de Cartonagem DIA 19 | QUINTA-FEIRA 8h30 Qualidade de Vida: Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa DIA 20 | SEXTA-FEIRA 19h Aniversário de 94 anos do Vicentina: Quarteto Iapó DIA 21 | SÁBADO 8h30 Qualidade de Vida: Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa 9h30 Qualidade de Vida : Yoga no Parque 10h Qualidade de Vida: Roda Bebedubem 19h Aniversário de 94 anos do Vicentina: Adriano Grineberg com participação especial de Graça Cunha DIA 22 | DOMINGO 9h Biblioteca ao Ar Livre 9h Feira Agroecológica Naturalmente 9h Feira de Artesanato Mãos e Arte 9h Roda de tricô: Quadrinhos que Acolhem 10h Ciência No Parque 10h Exposição, Oficina de Cultivo e Venda de Orquídeas 10h Aniversário de 94 anos do Vicentina: Leandro Karnal

65

DIA 24 | TERÇA-FEIRA 19h Cinema no Parque: River Blue

DIA 26 | QUINTA-FEIRA 8h30 Qualidade de Vida: Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa 19h Roda de Viola e Contação de “Causos” 19h Ciência no Parque - Astronomia para todos “Como nascem as estrelas” DIA 27 | SEXTA-FEIRA Aniversário de 94 anos do Parque Vicentina Aranha DIA 28 | SÁBADO 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa 9h Bordando no Parque 9h30 Treinamento Funcional 9h Workshops - III Festival de Choro Pixinguinha no Vale DIA 29 | DOMINGO 9h Biblioteca ao Ar Livre 9h Feira Agroecológica Naturalmente 9h Feira de Artesanato Mãos e Arte 9h Roda de tricô: Quadrinhos que Acolhem 9h Troca Troca 10h30 Encerramento do III Festival de Choro Pixinguinha no Vale


MAIS INFORMAÇÕES Acesse o calendário completo da programação: www.pqvicentinaaranha.org.br Curta e siga o Parque nas redes sociais: Facebook/parquevicentinaaranha Instagram @parque_vicentina Spotify parque_vicentina #AmeVicentina Horário de Funcionamento: Todos os dias das 05h às 22h Endereço: R. Eng. Prudente Meireles de Morais, 302 Vila Adyana, São José dos Campos | SP Contato: Email: contato@pqvicentinaaranha.org.br Telefone: (12) 3911-7090

* Programação sujeita a alterações.

VEM AI!


67


patrocínio

apoio

promoção

gestão

realização

Programação de Abril do Parque Vicentina Aranha  

Programação Cultural de Abril de 2018 do Parque Vicentina Aranha. São José dos Campos - SP

Programação de Abril do Parque Vicentina Aranha  

Programação Cultural de Abril de 2018 do Parque Vicentina Aranha. São José dos Campos - SP

Advertisement