Page 1


INTRODUÇÃO Dia 20 de novembro é a data que se lembra da morte de Zumbi, o líder do Quilombo dos Palmares que morreu em 1695. Além de comemorar as tradições e costumes da cultura africana e o modo como elas ajudaram a formar a identidade cultural brasileira, é um mês em que se reflete sobre o preconceito e a violência contra o negro. As melhores qualidades dos seres humanos não são vistas a olhos nus, o que ilegítima todos os estereótipos segregatícios. Quem deseja viver dias de felicidade e paz, precisa primeiro aprender a amar a sua própria espécie.


ÍNDICE 05 ANTES DO PÔR DO SOL 10 MÚSICA NO PARQUE 14 MÚSICA NA CAPELA 22 CINEMA NO PARQUE 24 CINEMA AO AR LIVRE 26 DESTAQUES DO MÊS

CINEMA NO PARQUE BIBLIOTECA AO AR LIVRE CIÊNCIA NO PARQUE VICENTINA QUALIDADE DE VIDA DIA A DIA NO PARQUE CALENDÁRIO

28 34 36 38 48 50

4


DESTAQUES DO MÊS No mês de novembro a programação cultural do Parque Vicentina Aranha faz uma imersão no mundo do jazz. Destaca a influência da música negra prestigiada mundo afora e evidencia o resultado dessa mistura na música instrumental brasileira, que bebe dessa fonte repleta de resistência e inquietação, cheia de improviso, ritmos não lineares e que na mão desses instrumentistas ganhou uma ginga calorosa e inusitada. Coragem e Determinação são colocadas em cena no Projeto Fora da Caixa e no Cinema do Parque, promovendo a reflexão sobre fatos e personagens importantes na história da luta pela igualdade racial. Representatividade importa! 5


FORA DA CAIXA

CorAgem e DeterminAção 23/11

Quinta - 19h

Sala de Leitura Réginaldo Poeta

Convidadas: Sonia Guimarães - Professora e pesquisadora no ITA / IEA. Edna Gomes da Silva - Assessora de Políticas Públicas de Promoção da Igualdade Racial. Quando perguntado sobre quais antídotos contra o racismo podemos adotar cotidianamente, o Prof. Dr. de História da USP, Carlos Eduardo Días Machado responde sem meias palavras: “É necessário admitir a vantagem e o prestígio 6


#MÊSDACONSCIÊNCIANEGRA de ser branco no Brasil, que os brancos aprendem a ser racistas por construção social e têm privilégios simbólicos e materiais na exploração do negro e do índio. A dor do negro e do índio não é vitimismo. O racismo fere, desequilibra e mata.” Autor de Gênios da Humanidade – Ciência, Tecnologia e Inovação Africana e Afrodescendente. Foi em seu livro que nos deparamos com a história da primeira mulher brasileira e negra a fazer mestrado e doutorado em ciências, e não demorou muito para descobrirmos que ela não estava longe, e sim lecionado em São José dos Campos no ITA. O Fora da Caixa conversa com duas mulheres de São José dos Campos e que além de suas profissionais, atuam na sociedade de forma consciente pela equidade racial e contra o racismo. 7


FORA DA CAIXA Sonia Guimarães É PhD em Física da Matéria Condensada, pela The University of Manchester Institute of Science and Technology, Inglaterra. Primeira Afro-Brasileira a obter PhD em Física no exterior, segundo o blog Black Women of Brazil. Mestre em Física Aplicada pela USP – Instituto de Física e Química de São Carlos, Licenciada em Física, pela UFSCAR. Conselheira Fundadora da ONG Afrobras, mantenedora da Universidade Zumbi dos Palmares, que tem 90% de seus alunos negros e é a única da América Latina. Voluntária na ONG Integra São José dos Campos, como professora de inglês, sendo que uma de suas alunas (negra) passou no exame TOEFL e ganhou uma bolsa do CAPES - Ciência Sem Fronteira para estudar na Virginia University, nos EUA. É conselheira do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República. Conselheira do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial de SJC e colaboradora da Fundação Carlos Chagas.

8


#MÊSDACONSCIÊNCIANEGRA Edna Gomes Silva 6ª filha de uma família composta por 10 irmãos, é natural de São Paulo, reside em São José dos Campos desde a adolescência. É assistente social, formada na UNIVAP, especialista em Gestão de Políticas Públicas e Gerenciamento de Projetos Sociais. Funcionária Pública Municipal iniciou suas atividades profissionais na Prefeitura de SJC aos 19 anos como agente de saúde. Como servidora municipal desenvolveu diversas atividades profissionais nas seguintes secretarias: Saúde, Juventude e Promoção da Cidadania. Foi Conselheira Tutelar do município. Atualmente exerce a função de Assessora de Políticas Públicas de Promoção da Igualdade Racial na Secretaria de Apoio Social ao Cidadão. Representa a Prefeitura nos Conselhos Municipais: Direitos da Criança e do Adolescente, Mulher e Igualdade Racial. Também presta serviços à Justiça Federal, como perita. Neste trabalho tem a oportunidade de realizar visita domiciliar e apresentar um estudo social de muitas famílias que recorrem à justiça para ter garantido direitos assistenciais e previdenciários. 9


DESTAQUE

#MÊSDACONSCIÊNCIANEGRA

OFICINA DA BONECA ABAYOMI COM ARIADNA DA MATA 12/11

Domingo - 10h às 12h Ao lado do Bambuzal

Faixa Etária: adultos, jovens e crianças a partir de 5 anos | 20 participantes por ordem de chegada. Venha fazer a sua própria Abayomi nesta oficina de confecção de bonecas! Para acalentar seus filhos durante as terríveis viagens a bordo dos navios que realizavam o transporte de escravos entre África e Brasil, as mães africanas rasgavam retalhos de suas saias e a partir deles criavam pequenas bonecas, feitas de tranças ou nós, que serviam como amuleto de proteção. As bonecas, símbolos de resistência, ficaram conhecidas como Abayomi, palavra que tem origem iorubá, uma das maiores etnias do continente africano, e representa aquele que traz felicidade e alegria. Quando presenteamos alguém com uma Abayomi, significa que estamos oferecendo o que temos de melhor. Através das bonecas Abayomis busca-se o fortalecimento e o reconhecimento da identidade Afro-Brasileira, além disto, permite à criança ou adolescente construir o seu próprio objeto estimulando a fantasia. 10


11


fb.me/djgoulart

@dj.goulart

fb.me/hotclubdobrasil

12


ANTES DO PÔR DO SOL

#JAZZNOPARQUE

BATE-PAPO SOBRE OS PERCURSOS DO JAZZ COM DJ GOULART & SHOW DJANGOLOGIA, COM HOT CLUB DO BRASIL 09/11

Quinta - 19h

Quiosque São José

*Em caso de chuva a atividade será transferida para a Sala de Leitura.

Embalados pelo swing jazzístico que marca a programação musical de novembro do Parque, o projeto Antes do Pôr do Sol convida o DJ Goulart para um bate-papo com o público sobre Os Percursos do Jazz. No encontro, Goulart apresenta uma mescla de áudios e vídeos com fatos curiosos para um rico diálogo sobre os caminhos que o gênero musical percorreu, além de contar com a participação dos músicos integrantes das bandas Chuim Quarteto, CQI Quinteto, Inbloco Hepteto e LAB 3 que estarão na programação do projeto Música no Parque, que acontece aos domingos. Após o bate-papo, a partir das 20h o grupo Hot Club do Brasil apresenta o show Djangologia, um verdadeiro resgata o jazz manouche do Hot Club de France, quinteto liderado pelo guitarrista belga Django Reinhardt e pelo violinista françês Stephane Grappelli, verdadeiras lendas do jazz. O HCdeFrance fez muito sucesso na Europa dos anos 30 e 40 pela sonoridade e virtuosismo dos solos de violão e violino e até hoje existem discípulos espalhados por todo o mundo desse estilo conhecido como Gypsy Jazz. O repertório do grupo inclui música francesa e standarts do jazz com forte influencia da música cigana.O Hot Club do Brasil é formado por Sergio Janicki - Violino, Benoit Decharneaux - Violão, Albano Porto Cunha Jr. Violão e Luis Umberto Bertrami - Baixo Acústico.

13


ANTES DO PÔR DO SOL

#rapnoparque

A RIMA É IMÃ, RATO & RALPH 18/11

Sábado - 18h

Em frente ao Telão de Cinema Ao Ar Livre

A rima é como um ímã. Que contagia e aproxima as pessoas. Isso não foi diferente com os compositores Rato e Ralph que, ao produzirem um novo trabalho musical, registraram claramente como a magia da rima os conectou. Rato se destacou rapidamente como produtor independente e seu talento na escrita após lançar a mixtape “Paz Inquieta”, em 2014. Ralph, há mais de 15 anos no RAP, já gravou com Emicida, Criolo, Rael, e é um dos pioneiros na arte das rimas improvisadas no Vale do Paraíba. Unindo referências do RAP clássico dos anos 90 (a Golden Era do Rap) aos valores espirituais, ambos trouxeram suas ideologias para o novo trabalho sem deixar de lado as crenças pessoais. A dupla aposta na força de comunicação que a música possui e na vibração positiva que ela traz para os ouvintes. Quebrando barreiras e preconceitos eis que surge este belo projeto A rima é ímã.

14


15


MÚSICA NO PARQUE

PANORAMA DA MÚSICA INSTRUMENTAL BRASILERA, POR CHUIM QUARTETO 05/11

Domingo - 10h30 Bambuzal, ao lado da Capela Sagrado Coração de Jesus

fb.me/luizchuimdesiqueira

16


#JAZZNOPARQUE O quarteto apresenta um repertório de música instrumental autoral brasileira e de diversos compositores nacionais. Muitas das obras executadas pelo grupo são canções inéditas ou tiveram apenas uma gravação, resultado de mais de 50 anos de carreira do baterista Chuim, que foi ganhando de seus parceiros várias partituras, muitas delas manuscritas, e que receberam com o quarteto uma releitura influenciada pelo jazz. O grupo tem se reunido há dois anos, e hoje apresenta um show baseado em ritmos brasileiros e improvisações de linguagem jazzística.

17


MÚSICA NO PARQUE

SAMBA JAZZ, POR CQI QUINTETO 12/11

Domingo - 10h30 Bambuzal, ao lado da Capela Sagrado Coração de Jesus

fb.me/CQI-Quinteto-1618836031724126

18


#JAZZNOPARQUE Quinteto formado em 2013, pelo músico e produtor musical Anderson Delavéquia com o intuito de difundir a música instrumental, clássicos do jazz e da MPB, e também composições e arranjos autorais de seus integrantes. Uma apresentação recheada de solos improvisados, lindas melodias e ricos acordes, com muito ritmo e alto astral.

19


MÚSICA NO PARQUE

BRASIL INSTRUMENTAL, POR INBLOCO HEPTETO 19/11

Domingo - 10h30 Bambuzal, ao lado da Capela Sagrado Coração de Jesus

O grupo Inbloco foi criado em São Paulo no ano de 2010, por Walmer Carvalho, com o objetivo de trabalhar composições instrumentais originais. Seu primeiro CD “Vertical” foi gravado em dezembro de 2011 em quarteto. No ano seguinte o grupo 20


#JAZZNOPARQUE trabalhou o lançamento e divulgação do álbum, e dentre os trabalhos realizados, destaca-se o título de vice campeão do Prêmio BDMG Instrumental de 2012, disputado no Teatro SESI Minas, em Belo Horizonte. Em 2015 a banda amplia a formação para um hepteto, buscando novas possibilidades orquestrais, abrindo espaço para arranjos mais sofisticados e uso de outras texturas. A proposta inicial de trabalhar um repertório autoral e original é mantida, mas abrindo espaço para releituras de mestres como Moacir Santos, Edu Lobo, Hermeto Pascoal, entre outros. Na sua formação o Inbloco Hepteto conta com músicos que já se apresentaram em festivais de jazz dentro e fora do país. fb.me/inblocohepteto

21


MÚSICA NO PARQUE

O SOM DO BRASIL NO JAZZ, POR LAB 3 - 10h30 26/11 Domingo Bambuzal, ao lado da Capela Sagrado Coração de Jesus O Som do Brasil no Jazz imprime a influência mútua nas músicas americana e brasileira, fato que pode ser percebido em movimentos como a bossa-nova, a qual foi muito influenciada pelo jazz. Do mesmo modo, existem diversos temas americanos compostos na forma de ritmos brasileiros, por isso o grande Hermeto Pascoal denomina este fenômeno com a Música Universal, ou seja, a música sem fronteiras. Pensando nisso, o Lab 3 reuniu composições de grandes nomes do jazz norte22


#JAZZNOPARQUE americano como Herbie Hancock, Chick Corea, Joe Herdenson, Wayner Shorter dentre outros, para realizar uma interpretação sob uma óptica dos ritmos brasileiros. Além disso, traz temas de compositores brasileiros consagrados como Moacir Santos, João Donato, Nene, reinterpretando-os através da música americana como o jazz e o funk. No show todos os músicos trabalham como solistas e utilizam a improvisação como forma de imprimir suas digitais em temas já consagrados da Música Universal. Nesta apresentação, o trio formado por Lucas Seabra (guitarra), Bruno Pineli (baixo), Marcos Melo (Bateria), contará com a participação do saxofonista Renato Félix, o que dará ainda mais brilho à performance. fb.me/musiclab3

23


MÚSICA NA CAPELA

ORQUESTRA DE CÂMARA BARROCA E SOLISTAS 05/11

Domingo - 18h Capela Sagrado Coração de Jesus

Realização: Centro Ambiental Eduardo Bonetti e SOCEM O Concerto de Música Barroca traz ao público belíssimas obras para soprano e orquestra de câmara, de compositores como Antônio Vivaldi (1678-1741) e Johan Sebastian Bach (1685-1750). 24


Os instrumentos da orquestra são cópias de modelos do século XVIII, e seus músicos dominam o estilo e a técnica de execução desses instrumentos de cordas (violino barroco, viola barroca, violoncelo barroco e violone), de sopro (oboé barroco), e de teclas (Cravo). Orquestra de Câmara Barroca e Solistas Marília Vargas – Soprano Natália Chahin – Oboé barroco Juliano Buosi – Violino barroco Raquel Aranha – Violino barroco Jonas Góes – Viola barroca João Guilherme Figueiredo – Violoncelo barroco Walter Valentini – Violone Isabel Kanji – Cravo 25


CINEMA NO PARQUE

##MÊSCONSCIENCIANEGRA

CINEMA NO PARQUE: EU NÃO SOU SEU NEGRO 07/11

Terça - 19h Sala de Leitura Réginaldo Poeta

Narrado por Samuel L. Jackson, o documentário constrói uma reflexão sobre como é ser negro nos Estados Unidos. Baseado no livro inacabado do escritor James Baldwin, o documentário compara as propostas dos líderes ativistas Medgar Evers, Malcolm X e Martin Luther King com questões raciais contemporâneas. Indicado ao Oscar 2017 de Melhor Documentário, o longa dirigido pelo haitiano Raoul Peck, foi vencedor do Los Angeles Films Critics Association Awards e do Urso de Ouro do Festival de Cinema de Berlim. Sinopse: O escritor James Baldwin escreveu uma carta para o seu agente sobre o seu mais recente projeto: terminar o livro Remember This House, que relata a vida e morte de alguns dos amigos do escritor, como Medgar Evers, Malcolm X e Martin Luther King Junior. Com sua morte, em 1987, o manuscrito inacabado foi confiado ao diretor Raoul Peck.

26


Direção: Raoul Peck | Gênero: Documentário Ano: 2017 | Duração: 1h 34min Classificação: 12 anos

27


CINEMA AO AR LIVRE

CINEMA AO AR LIVRE: ENIGMA – QUE FILME É ESSE? 18/11

Sábado - 19h30 Telão de Cinema Ao Ar Livre, ao lado do Pavilhão Marina Crespi

O filme é um mistério. Desconhecido. Uma Surpresa. Para a sessão de Cinema ao Ar Livre do mês de novembro, o Parque Vicentina Aranha propõe um enigma: Qual filme vocês irão assistir no telão do Cinema ao Ar Livre? A partir da sexta-feira (10), acompanhe as pistas em nosso evento no Facebook, tente adivinhar o enigma e concorra a prêmios! Caso a charada não seja descoberta, o filme a ser exibido será revelado dia 17/10 às 12h. Participe!

Enquete: 10 à 17/11 até às 12h. Local da Enquete: fb.me/parquevicentinaaranha

28


29


CINEMA NO PARQUE

##MÊSCONSCIENCIANEGRA

CINEMA NO PARQUE: BRANCO SAI, PRETO FICA 21/11

Terça - 19h Sala de Leitura Réginaldo Poeta

Branco sai, preto fica é uma frase pronunciada por um policial durante a invasão de um baile popular nos anos 1980. O drama, que mistura elementos de documentário, musical e ficçao, é uma obra instigante que reafirma Adirley Queirós como uma importante voz do cinema marginal brasileiro. Em 2015, foi premiado como Melhor Filme no 47º Festival de Brasilia, no Festival de Mar del Plata e no Festival Internacional de Cinema do Uruguai. Sinopse: Tiros em um baile de black music na periferia de Brasília ferem dois homens, que ficam marcados para sempre. Um terceiro vem do futuro para investigar o acontecido e provar que a culpa é da sociedade repressiva.

30


Direção: Adirley Queirós | Gênero: Drama Ano: 2015 | Duração: 1h 33min Classificação: 12 anos

31


CINEMA NO PARQUE

##MÊSCONSCIENCIANEGRA

CINEMA NO PARQUE: MY NAME IS NOW, ELZA SOARES 28/11

Terça - 19h Sala de Leitura Réginaldo Poeta

My Name is Now, Elza Soares põe, literalmente, a diva diante do espelho, a refletir em fragmentos sobre sua vida. Em uma abordagem original, o documentário intimista sobre esta grande cantora brasileira é mais que um retrato multifacetado, é um esboço do perfil polêmico, contraditório e transgressor de uma mulher que reafirma que seu tempo é hoje. 32


Fotografia: Paolo Giron

Direção: Elizabete Martins Campos | Gênero: Documentário, Musica Ano: 2014 | Duração: 1h 11min Classificação: 14 anos

Sinopse: A cantora Elza Soares não precisa de maiores apresentações. Diva da música, e com uma grande trajetória, ela conquistou, não só os palcos brasileiros, mas sim o mundo inteiro. Mas este não é um filme sobre a carreira da cantora, mas sim um filme que ela está vivendo. A partir da cantora, vemos um Brasil com um povo criativo, que vence seus obstáculos.

33


BIBLIOTECA AO AR LIVRE

BIBLIOTECA AO AR LIVRE TODOS OS DOMINGOS Das 09h às 12h

Local: Biblioteca Itinerante Faixa Etária: Livre

O Parque Vicentina Aranha abre as portas da Biblioteca ao Ar Livre, uma biblioteca rodante repleta de livros infantis e infantojuvenis, para uma gostosa leitura ao pé da arvore. Livros do mês em destaque na Biblioteca ao Ar Livre! Tem Gente Com Fome, de Solano Trindade Píííí... Nos trilhos da velha estrada de ferro, um trem poético desabafa: Tem gente com fome / tem gente com fome / tem gente com fome... Não é uma fome só de comida: é também de diversão, de paz, de escola boa e para todos. É a fome de ter um país melhor. Um dos mais emocionantes textos de Solano Trindade, o nosso maior “poeta negro”, que dedicou sua arte para denunciar injustiças, sempre com muita coragem e esperança.

34


#MÊSCONSCIENCIANEGRA Pequenos Contos Negreiros, de Blaise Cendrars Publicado na Europa no fim dos anos 1920, este livro traz histórias recriadas pelo poeta Blaise Cendrars com base em fontes etnográficas recolhidas por missionários e colonos africanos. Tais contos, cheios de bichos e seres sobrenaturais, chegam agora ao Brasil com apresentação do professor Carlos Augusto Calil. O Mundo no Black Power de Tayó, de Kiusam de Oliveira Tayó é uma menina negra que tem orgulho do cabelo crespo com penteado black power, enfeitando-o das mais diversas formas. A autora apresenta uma personagem cheia de autoestima, capaz de enfrentar as agressões dos colegas de classe, que dizem que seu cabelo é “ruim”. “Mas como pode ser ruim um cabelo fofo, lindo e cheiroso?”, responde a garota. Com essa narrativa, a autora transforma o cabelo de Tayó numa metáfora para a riqueza cultural de um povo e para a riqueza da imaginação de uma menina sadia.

35


SARAU FCCR

ALMA GRANDE - EM HOMENAGEM AO MÊS DA CONSCIÊNCIA NEGRA Com participação especial do multi-instrumentista Sérgio Pererê e também recebe um espetáculo de Dança AfroBrasileira Afoxé Eurekerê

11/11

Sábado - 15h Sala de Leitura Réginaldo Poeta

A Fundação Cultural Cassiano Ricardo promove no mês de novembro o sarau Alma Grande – Em homenagem ao mês da Consciência Negra, aberto a participação do público, com apresentação especial do multi-instrumentista Sérgio Pererê e também recebe um espetáculo de Dança Afro-Brasileira Afoxé Eurekerê. O músico, cantor e compositor Sérgio Pererê é um intérprete de timbre peculiar, melódico e potente. Seu domínio de diversos instrumentos o faz figurar entre os grandes instrumentistas da cidade, com destaque para o trabalho como percussionista. Suas composições já foram gravadas por nomes como Ceumar, Titane, Eliana Printes, Fabiana Cozza e Maurício Tizumba, além de ser cantado por nomes como João Bosco, Milton Nascimento, Chico César e Vander Lee.

fb.me/sergioperere

@sergio_perere

36


37


CIÊNCIA NO PARQUE

EXPOSIÇÃO ZEBRAFISH NO CIÊNCIA NO PARQUE 05/11

Domingo - 10h às 12h Pavilhão São José

Visitas Monitoradas para escolas com agendamento prévio pelo telefone (12) 3911-7090.

01/11

Quarta - 14h às 17h

O Projeto Ciência no Parque recebe a exposição itinerante Plataforma Zebrafish: a construção de uma rede. Realizada pela Plataforma Zebrafish do Centro de Toxinas, RespostaImune e Sinalização Celular (CeTICS), a exposição conta com desenhos, fotografias, projeto gráfico e comunicação visual integram a mostra, que retrata formas de uso do também conhecido como “peixe paulistinha” como modelo de pesquisa, além de curiosidades sobre o animal, como a explicação de suas cores e tamanhos.

38


O Instituto Butantan é referência no manejo e criação do peixe e tem um criadouro com capacidade para 6 mil peixes adultos. Ele pode ser utilizado em pesquisas científicas em diferentes áreas, como virologia, toxicologia, psicologia, regeneração de tecidos, tumores, manipulação genética e agentes terapêuticos. Por ser um animal de pequeno porte e com alta taxa reprodutiva, similar à dos mamíferos, o zebrafish pode substituir ou complementar os estudos nesses animais. A exposição itinerante, coordenada por Mônica LopesFerreira, percorrerá 21 instituições brasileiras, componentes da Rede Zebrafish. A UNIFESP e o Parque Vicentina Aranha serão os locais onde a mostra poderá ser vista pelo público joseense a partir de 16 de outubro, iniciando pela UNIFESP no Parque Tecnológico. 39


VICENTINA QUALIDADE DE VIDA

PALESTRA: TRAUMA EMOCIONAL E SUAS REPERCUSSÕES FÍSICAS 09/11

Quinta - 9h30 Sala de Leitura Réginaldo Poeta

Parceria: CSS – Centro de Soluções em Saúde e Nibs Juice Bar Em várias fases da vida passamos por experiências emocionais traumáticas que nos desequilibram e estas experiências podem repercutir no corpo físico através de vias neurológicas. Cada tipo de experiência traumática pode afetar um órgão diferente, provocando tipos específicos de doenças. Apesar de todas as experiências estarem no passado, seu reflexo continua presente no corpo pode ser tratado a fim de impedir o aparecimento de doenças. Nesta palestra, abordaremos de que forma podemos identificar traumas, os seus reflexos e técnicas simples de equilíbrio do Sistema Nervoso Central. Encontro ministrado pelo osteopata Dr. Marcel Andrade de Paula, docente do Instituto Docusse de Osteopatia - IDOT .

40


VICENTINA QUALIDADE DE VIDA

PALESTRA: ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PARA A MULHER, O HOMEM E O IDOSO 23/11

Quinta - 9h30 Sala de Leitura Réginaldo Poeta

Parceria: NAIS - Núcleo de Atenção integral à Saúde UNIMED e Café na Horta Entenda a importância da água, da atividade física regular e da alimentação equilibrada para o controle do peso e manutenção da saúde. Boas escolhas à mesa podem ser a garantia de maior longevidade. Com Sheila Maria Costa e Castro, Nutricionista Especialista em Gerontologia.

41


VICENTINA QUALIDADE DE VIDA

AÇÃO UNIMED 12/11

Domingo - 9h às 12h Quiosque Cia Paulista

O NAIS/Viver Bem da Unimed São José dos Campos promove uma manhã saudável no Parque Vicentina Aranha. Confira as atividades: • Orientação Nutricional • Treinamento Físico • Aferição de Pressão • Pintura Facial Infantil • Quick Massagem • Teste de Glicemia • Vacinação da Gripe • foto com participantes – com utilização nas redes sociais

AÇÃO INSTITUTO SABIN 19/11

Domingo - 9h às 12h

O Instituto Sabin, apoiador do Projeto Vicentina Qualidade de Vida, traz ao Parque quatro estações para celebrar hábitos saudáveis. 1ª Estação Conheça sua Saúde – com aferição de pressão e bioimpedância. Local: Quiosque São João; 2ª Estação Hidratação e Alimentação. Local: próxima à Feira Agroecológica; 3ª Estação Música e Artesanato. Local: Feira de Artesanato Mãos e Arte; 4ª Estação Crianças – com caricaturista, pintura facial e aula de slingada. Local: Quiosque São José.

42


VICENTINA QUALIDADE DE VIDA

DIA NACIONAL DE COMBATE AO CÂNCER COM IOV 26/11

Domingo - 8h às 12h

Pontos próximos às atrações do Parque e na pista de corrida.

Com o tema Proteja-se no Vicentina, o Instituto de Oncologia do Vale realiza uma manhã para estimular hábitos saudáveis e a prevenção do câncer, em prol do Dia Nacional de Combate ao Câncer. Os visitantes do Parque poderão retirar um mapa em uma das Estações de Prevenção do IOV e visitar cada umas delas. Em cada estação, o participante receberá informações sobre vida saudável, tirar dúvidas com especialistas e retirar um selo para colar no mapa. Ao completar o Mapa da Proteção com os selos, o participante poderá trocá-lo por uma linda camiseta da ação. Serão disponibilizadas 300 camisetas. Participe!

43


44

Foto: Fernando Faria


VICENTINA QUALIDADE DE VIDA

CONHEÇA AS AVES DO PARQUE Corruíra Troglodytes musculus Outro nome bastante popular dessa espécie é cambaxirra. É muito comum em áreas abertas e semi-abertas. Pode ser observada em casais ou apenas um indivíduo, geralmente pulando pelo solo ou a pouca altura da vegetação. Ela é inconfundível pelo seu tamanho (12 cm) e coloração castanha, além de ter um dos cantos mais admirados entre as espécies urbanas, muito por ser parente do famoso uirapuru da Amazônia. Alimenta-se de invertebrados (pequenas aranhas, besouros, formigas etc.) e até de filhotes de lagartixa, que captura com seu bico fino inclusive entre frestas de cascas de árvores e construções. Constrói o ninho em qualquer cavidade, inclusive em ninhos artificiais fornecidos pelas pessoas.

OBSERVATÓRIO DE PÁSSAROS 11/11 e 25/11

Todo 2º e 4º sábado do mês às 16h Saída do Quiosque Alfredo Galvão

Médico veterinário responsável: Vagner Luis Camilotti Grupos de até 10 pessoas

45


VICENTINA QUALIDADE DE VIDA

VISITA ABERTA AO PRODUTOR DA FEIRA AGROECOLÓGICA 14/11

Terça Chácara Korujão, na Rodovia dos Tamoios km 46, Bairro do Comércio, em Paraibuna

Inscrições até 10/11 pelo telefone (12) 3911 7090. Vagas limitadas. Nessa visita, os produtores da Feira Agroecológica do Parque Vicentina Aranha irão conhecer a Chácara Korujão em busca de novos conhecimentos. Atividade também é aberta ao público com vagas limitadas, sendo a locomoção por conta do visitante. Programação da visita: • 13h - Saída do Parque Vicentina Aranha • 14h - Visita à propriedade • 16h30 - Encerramento e retorno

46


VICENTINA QUALIDADE DE VIDA

FEIRA AGROECOLÓGICA Todos os Domingos - 9h às 13h30 Entrada pelo portão da Avenida São João Alimentos e produtos agroecológicos, cultivados por produtores regionais. Não se esqueça de trazer a sua sacola ecológica.

Foto: Gustavo Torres

47


VICENTINA QUALIDADE DE VIDA

PIQUENIQUE VIVA A INCLUSÃO Datas: 11/11 - Sábado | 14h às 17h Local: Bambuzal Parcerias: Grupo ‘Viva a Inclusão’, Wanderley Musicoterapia e Secretaria de Esportes e Qualidade de Vida.

Patricínio Qualidade de Vida:

Realização:

48


VICENTINA QUALIDADE DE VIDA PRÁTICA POSTURAIS

04/11 - Sábado | 9h30 Local: Bambuzal Parceria: Círculo Saudável

DANÇA CIRCULAR 04/11 - Sábado | 10h às 12h Local: Quiosque Alfredo Galvão Parceria: Grupo Cirandança

RODA DE CAPOEIRA NO PARQUE 04/11 - Sábado | 16h Local: Quiosque São João Parceria: Lobão Capoeira

YOGA PARA CRIANÇAS 05/11 - Domingo | 10h Local: Quiosque Alfredo Galvão Parceria: Canto da Yoga

RODA BEBEDUBEM

11 /11 e 25/11 Horário: 10h30 Local: Quiosque São José

YOGA NO PARQUE

11/11 - Sábado | 9h30 Local: Bambuzal Parceria: Profs. Eduardo Pereira e Cris Tomita

PILATES SOLO

18/11 - Sábado | 9h30 Local: Bambuzal Parceria: Centro de Soluções em Saúde - CSS

DANÇANDO NO PARQUE 21/11 - Terça | 19h às 21h Local: Quiosque Cia Paulista Parceria: Samba Rock Vale

TREINAMENTO CAMINHADA E CORRIDA Todos os sábados 7h para quem já treina distancias acima de 7 até 21 km 8h para iniciantes de caminhada e corrida Local: Quiosque São José Parceria: Cia. Athletica Unidade São José dos Campos

ARTES CORPORAIS DA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA

Todas as quintas e sábados das 08h30 às 09h30 Local: ao lado da Capela Parceria: PRÁXIS – Estudo e Prática das Artes Corporais Terapêuticas Chinesas

ACADEMIA AO AR LIVRE Presença de Educadores físicos da Secretaria de Esportes e Qualidade de Vida Segunda à sexta, das 7h às 9h e Segunda, quarta e sexta, das 18h às 20h

49


DIA A DIA NO PARQUE VIVÊNCIAS E ATIVIDADES RECREATIVAS

CAPELA SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS Visitação de Terça a Sábado De terça a sábado | Das 07h às 10h e das 16h às 19h Celebração: Quarta às 18h Missa: Sexta às 7h e Domingo às 12h EXPOSIÇÃO, OFICINA DE CULTIVO E VENDA DE ORQUÍDEAS 12 e 26/11 - Domingo Horário: 10h às 12h Local: Quiosque São José Parceria: União Joseense de Orquidófilos FEIRA DE ARTESANATO “MÃOS E ARTE” Todos os domingos das 09h às 13h30 Local: ao lado da Capela BORDANDO NA PRAÇA 25/11 - Sábado Horário: 9h Local: Quiosque Alfredo Galvão

VIAGEM LITERÁRIA NO VICENTINA Traga um livro que você já leu e lev e outro que alguém deixou disponível nas malas de troca do Parque! Todos os dias Horário: 05h às 22h Locais: Entrada da Sala de Leitura e Quiosque Alfredo Galvão VISITA MONITORADA NO PARQUE VICENTINA ARANHA Com agendamento prévio no telefone (12) 3911 7090 QUADRADINHOS QUE ACOLHEM 05/11 - Domingo | 9h Horário: 20h Local: Ao lado da Capela Sagrado Coração de Jesus Doe lã para este movimento solidário! Entregue no local do encontro ou na administração do Parque no horário comercial.

50


RODA DE VIOLA E CONTAÇÃO DE “CAUSOS” 30/11 - Quinta | 20h Local: Quiosque Alfredo Galvão

51


CALENDÁRIO | NOVEMBRO DIA 01 | QUARTA 14h Ciência no Parque: Exposição Zebrafish DIA 02 | QUINTA 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa DIA 04 | SÁBADO 7h Treinamento Caminhada e Corrida 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa 9h30 Práticas Posturais 10h Dança Circular 16h Roda de Capoeira no Parque DIA 05 | DOMINGO 9h Feira Agroecológica 9h Feira de Artesanato 9h Quadradinhos que Acolhem 9h Biblioteca ao Ar Livre 10h Ciência no Parque: Exposição Zebrafish 10h Yoga para Crianças 10h30 Música no Parque: Chuim Quarteto 18h Orquestra de Câmara Barroca e Solistas DIA 07 | TERÇA 19h Cinema no Parque: Eu não sou seu Negro

DIA 09 | QUINTA 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa 9h30 Palestra: Trauma Emocional e suas Repercussões Físicas 19h Antes do Pôr do Sol: Os percursos do Jazz 20h Antes do Pôr do Sol: Hot Club do Brasil DIA 11 | SÁBADO 7h Treinamento Caminhada e Corrida 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa 9h30 Yoga no Parque 10h30 Roda Bebedubem 15h Sarau FCCR: Alma Grande – Consciência Negra 14h Piquenique Viva a Inclusão 16h Observatório de Pássaros DIA 12 | DOMINGO 8h Ação Unimed 9h Feira Agroecológica 9h Feira de Artesanato 9h Biblioteca ao Ar Livre 10h Exposição, Oficina de Cultivo e Venda de Orquídeas 10h Oficina da Boneca Abayomi 10h30 Música no Parque: CQI Quinteto

52


DIA 14 | TERÇA 13h Visita Aberta ao Produtor Feira Agroecológica DIA 16 | QUINTA 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa DIA 18 | SÁBADO 7h Treinamento Caminhada e Corrida 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa 9h30 Pilates Solo 18h Antes do Pôr do Sol: Rato & Ralph 19h30 Cinema ao Ar Livre: Enigma – Que Filme é Esse? DIA 19 | DOMINGO 9h Feira Agroecológica 9h Feira de Artesanato 9h Biblioteca ao Ar Livre 9h Ação Instituto Sabin 10h30 Música no Parque: Inbloco Hepteto DIA 21 | TERÇA 19h Dançando no Parque: SambaRock do Vale DIA 23 | QUINTA 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa 9h30 Palestra: Alimentação saudável para a Mulher, o Homem e o Idoso

53

DIA 25 | SÁBADO 7h Treinamento Caminhada e Corrida 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa 9h Bordando na Praça 10h30 Roda Bebedubem 16h Observatório de Pássaros DIA 26 | DOMINGO 9h Feira Agroecológica 9h Feira de Artesanato 9h Biblioteca ao Ar Livre 9h Ação IOV 10h Exposição, Oficina de Cultivo e Venda de Orquídeas 10h30 Música no Parque: Lab3 DIA 28 | TERÇA 19h Cinema no Parque: My Name Is Now, Elza Soares DIA 30 | QUINTA 8h30 Artes Corporais da Medicina Tradicional Chinesa


MAIS INFORMAÇÕES Acesse o calendário completo da programação: www.pqvicentinaaranha.org.br Curta e siga o Parque nas redes sociais: Facebook/parquevicentinaaranha Instagram @parque_vicentina Spotify parque_vicentina #AmeVicentina Baixe o Aplicativo do Parque Disponível para Android e IOS Horário de Funcionamento: Todos os dias das 05h às 22h Endereço: R. Eng. Prudente Meireles de Morais, 302 Vila Adyana, São José dos Campos | SP Contato: Email: contato@pqvicentinaaranha.org.br Telefone: (12) 3911-7090

* Programação sujeita a alterações.

Vem Aí! 16 e 17 de dezembro acontece o Natal no Vicentina! Uma programação especial para encerrar as atividades culturais de 2017! Ame o Vicentina! #VemproParque


patrocínio

apoio

promoção

gestão

realização

Programação de Novembro do Parque Vicentina Aranha  

Programação Cultural de Novembro/2017 do Parque Vicentina Aranha.