Issuu on Google+

Próxima Edição: 05 de maio

ANO 1 - Nº 02

Campinas, ABRIL 2010

Publicação mensal de distribuição gratuita nas residências, condomínios e comércios dos bairros Nova Europa, Parque Prado, Jd.Oliveiras, São Martinho, Parque Jambeiro, Parque da Figueira, Jardim do Trevo, Vila Campos Sales, Jardim Leonor, Vila Marieta, Ponte Preta e Vila João Jorge. Luciane Nohama

Inclusão social A organização não governamental Casa Maria de Nazaré, com unidade no Jardim do Trevo, cuida de crianças e adolescentes carentes, que vivem em situação de risco. Página 07.

Obras da Estação de Transferência iniciadas no canteiro da Avenida Washington Luis

Bonecas Reborn A artista Cris Couto expõe bonecas confeccionadas pela técnica Reborn, no Shopping Prado. Página 10.

Estação de Transferência em construção no Parque Prado As Estações de Transferência, miniterminais de ônibus coletivos, implantadas na região central no ano passado, começam a ser construídas também nas vias de maior movimento nos bairros da cidade. No Parque Prado, as obras na Avenida Washington Luis serão concluídas dentro de 90 dias. Ao todo serão 12 abrigos, com infraestrutura, como plataforma elevada, pavimento rígido nas paradas, piso podotátil, rampas acessíveis, reforço nas sinalizações, iluminação especial, lixeiras e projeto paisagístico. Página 3.


02 - Parques e Região

Editorial

Informação democrática É com grande expectativa que estamos lançando a segunda edição do Parques e Região e gostaríamos de agradecer aos amigos e a todos os leitores pela boa receptividade, mensagens de incentivo e sugestões de pauta. Aproveitamos a oportunidade para reafirmar o nosso compromisso de sermos, de fato, um jornal de bairro. A nossa proposta é manter um diálogo constante com a população, com o intuito de informar, ao mesmo tempo, valorizar a nossa região. Para atender todos bairros, inicialmente propostos, ampliamos a nossa tiragem de 10 para 15 mil exemplares e estamos mantendo contato com síndicos e zeladores dos condomínios para uma distribuição eficiente aos moradores. Nesta edição, registramos o início das obras da Estação de Transferência Parque Prado, estimada em R$ 950 mil, e que beneficiará uma população de cerca de 30 mil pessoas. As obras, certamente, causarão alguns transtornos, mas deverão revitalizar toda a área a seu redor. O projeto social que destacamos é a Casa Maria de Nazaré, uma organização não governamental, com núcleo no Jardim do Trevo, que assiste cerca de 500 crianças e adolescentes da periferia; a maioria vive situações de risco. A boa notícia é para quem ama os animais. Acaba de ser inaugurada em Campinas um setor no 4º Distrito Policial, no Taquaral, que vai cuidar de crimes de maus tratos. Em Saúde, uma especialista fala sobre Pilates. A técnica consiste em exercícios que fortalecem a musculatura, proporcionando o equilíbrio físico e mental. Especialistas alertam também sobre os perigos da obesidade, que é responsável por muitos casos de câncer e males da vida sedentária. Outra recomendação é o consumo de fibras diariamente para o bom funcionamento do organismo. Em tempos de declaração de Imposto de Renda, uma boa dica é buscar ajuda com os alunos das Faculdades Anhanguera, que estarão de plantão, gratuitamente. E dia 19 de abril, é dia de Santo Expedito, um dos santos mais populares no Brasil, evocado nas causas urgentes e conhecido como protetor dos estudantes e militares. A Paróquia Santo Expedito, no bairro Ouro Verde, realiza festa há 13 anos e atrai fiéis de diferentes regiões de Campinas e até de outras cidades. Dos leitores, aguardamos sugestões, que podem ser enviadas pelo e-mail: jornalparqueseregiao@terra.com.br.

O jornal Parques e Região é uma publicação mensal de distribuição gratuita nas residências, condomínios e comércios dos bairros Parque Prado, São Martinho, Jambeiro, Figueira, Jardim do Trevo, Nova Europa, Vila Campos Sales, Jardim Leonor, Vila Marieta, Ponte Preta e Vila João Jorge. Editoras: Luciane Nohama - luciane.nohama@terra.com.br Clarice N. Tanaka – MTb. 15474

Redação e publicidade: (19) 3386.4411 jornalparqueseregiao@terra.com.br

Abril 2010

Artigo

Equilíbrio entre desenvolvimento e meio ambiente Luis Yabiku

Recentemente o jornal Correio Popular, de Campinas, publicou uma matéria, na qual pesquisadores da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ) afirmam que a má conservação das estradas aumenta a poluição. Segundo o estudo quanto pior as condições das rodovias, maior o desgaste do automóvel, maior o consumo de combustível e, consequentemente, maior as emissões de CO2, que é o principal agente do efeito estufa na atmosfera. Lendo a reportagem lembreime de outra notícia publicada, no mesmo, jornal no início do mês. A questão era referente à recuperação da antiga estrada que ligava Campinas a São Paulo, que inter-

liga 11 municípios e vai beneficiar inúmeros motoristas que poderão usufruir da isenção dos pedágios. Porém, as obras foram interrompidas, pois a recuperação da estrada estava prejudicando o meio ambiente - uma grande área verde estava sendo desmatada para que a pavimentação asfáltica, sinalização e espaço para passeio ciclístico fossem realizados na região. Com isso, o Ministério Público proibiu a continuidade das obras. De acordo com a reportagem do Correio Popular o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) firmou um Termo de Compromisso e Ajustamento de Conduta (TCAC) e conseguiu a liberação dos serviços. Desta vez, uma solução viável para que a região do Parque Prado, incluindo Jardim Nova Europa, Parque Jambeiro, entre outras que estão bem próximas de vias de acesso à cidade, e que conseguiram unir o desenvolvimento com a preocupação do meio am-

biente. A região é uma área em expansão, que se desenvolve a passos largos, e a reconstrução da estrada trará grandes benefícios para o local, que até o início da próxima década, deve abrigar 20 mil novos moradores atraídos pelos mais de 70 condomínios programados para a região. O mais importante é perceber que os próprios moradores da região se preocupam em manter de forma harmônica o desenvolvimento e as áreas verdes daquela região. Digo isso, pois soube da preocupação e manifestação da associação de moradores de bairro da região. Vamos ficar atentos e cobrar atitudes como a que aconteceu na questão citada acima. Devemos sempre buscar um equilíbrio, que traga benefícios para o município e seus moradores. Luis Yabiku é economista, vereador, agente fiscal de rendas da Secretaria Estadual da Fazenda e pós-graduado em Gestão Pública pela PUC-Campinas.

Os impactos ambientais nas cidades brasileiras Antonio Gonçalves

As alterações climáticas decorrentes da emissão de poluentes à atmosfera causando danos como aquecimento global, efeito estufa, etc., já são sentidos no planeta como um todo, em especial nas cidades brasileiras - estações do ano mais bem definidas, um verão mais intenso, bem como um inverno forte para um País não afeito a esse clima, contudo, o “privilégio” não é exclusividade nacional. Acompanhamos todos os dias na televisão, nos jornais e revistas as catástrofes climáticas e as mudanças que estão ocorrendo no clima mundial. Nunca se viu alterações tão rápidas e com efeitos devastadores como tem ocorrido nos últimos anos. O continente europeu foi castigado recentemente por ondas de calor de até 40 graus centígrados, com queimadas e temperaturas insuportáveis que aumentam ano após ano. Fortes furacões causam mortes e destruição em várias regiões do planeta, terremoto assola Haiti e deixa o Chile em estado de alerta. Na América do Norte, os furacões e os ciclones assolam a população, inclusive ao destruir por completo a cidade de Nova Orleans. E não é somente isso, uma vez que as calotas polares estão derretendo, o que pode ocasionar o avanço dos oceanos sobre cidades litorâneas. A maioria da população mundial pergunta o que está acontecendo e os cientistas afirmam com veemência que a culpa é do aquecimento global. Novamente no cenário nacional, as chuvas incessantes afe-

tam o cotidiano dos brasileiros, primeiro em São Paulo - desde outubro até meados de fevereiro, quando as inundações e as fortes chuvas fizeram parte do cotidiano paulista - agora, o Rio de Janeiro recebe a visita indesejada do caos trazido pela chuva. As fortes chuvas que caem incessantemente no Rio de Janeiro são mais um exemplo de que a cada dia que passa é primordial tomar providências mais sérias. Após 15 horas de chuvas ininterruptas, um dos cartões postais do Brasil ficou destruído, centenas de pessoas mortas e milhares sem abrigo. Não há como não relacionar todo esse problema com a interferência do homem: o ser humano degradou o clima até o ponto de que efeitos que estavam previstos para o futuro já estão acontecendo. A emissão de gases poluentes, principalmente, derivados da queima de combustíveis fósseis na atmosfera, aliados ao desmatamento e queimadas de florestas contribuem ainda mais para o aquecimento global. A conseqüência de tudo isso está no nível dos oceanos, devido ao derretimento de calotas polares; surgimento de desertos, o aumento da temperatura provoca a morte de várias espécies animais e vegetais, somado ao desmatamento; aumento de furacões, tufões e ciclones; e ondas de calor. Diversas alternativas apareceram para tentar conter esse desequilíbrio, uma delas é o Protocolo de Kyoto, que visa a redução da emissão dos poluentes que aumentam o efeito estufa no planeta. Com esse tratado, a tendência é que diminua a temperatura global

nos próximos anos. Mas, os Estados Unidos, país que mais emite poluentes no mundo, alega ser prejudicial para o crescimento industrial. A mais recente alternativa foi a Conferência de Copenhague, realizada no final do ano passado e reuniu líderes do mundo no intuito de tomarem medidas para evitar as mudanças climáticas e o aquecimento global. Na realidade, muito se discutiu e poucas foram as medidas tomadas. Entretanto, de nada adiantará a iniciativa dos governantes se descumprem os tratados, como a inoperabilidade do Protocolo de Kyoto. São alternativas que podem adiar e muito os efeitos do aquecimento global, mas que se não saírem do papel e continuar a discussão de interesses, serão cada vez mais frequentes e com maior intensidade catástrofes como a que estamos vivendo no Rio de Janeiro e em outros países. A degradação continua ao meio ambiente, a poluição encontra um limite limítrofe, a natureza já demonstra claros sinais de saturação, a ponto de modificar o clima como um todo e temas como reformas ambientais, discussão de proteção ambiental, se fazem urgentes. A pergunta que urge, então, é: mesmo com a redução da degradação, ainda haverá tempo? Antonio Gonçalves é advogado c riminalista, membro consultor da Comissão de Direitos Humanos da OAB/SP. Mestre em Filosofia do Direito e Doutorando pela PUC-SP.


Abril 2010

Parques e Região - 03

TRANSPORTE

Estação de Transferência chega ao Parque Prado

As obras já começaram na Avenida Washington Luis e o Parque Prado terá, dentro de três meses, a sua Estação de Transferência, cujo investimento será de R$ 950 mil. O miniterminal de ônibus terá 12 abrigos, com seis pontos de embarque e desembarque, sendo três no sentido Centro - bairro; e os outros três no sentido inverso. Eles serão implantados no canteiro central da junção da Avenida Washington Luís com a Rua Lux Aeterna, em frente ao Shopping Prado. O local vai receber toda a infraestrutura das estações de transferência: plataforma elevada, pavimento rígido nas paradas, piso podotátil, 10 rampas acessíveis, implantação e reforço nas sinalizações, iluminação especial com quatro luminárias duplas, nova comunicação visual, lixeiras e projeto paisagístico. Cinco linhas do transporte público (3.48; 3.71; 3.77; 3.78; e 4.08) vão atender a estação; e, futuramente, há o projeto de criação de uma linha de ônibus atendendo ao Swiss Park, que também terá ponto de parada na estação. Cerca de 30 mil usuários do transporte público serão beneficiados com a Estação Parque Prado. O PROJETO Implantadas em 2009, nas regiões centrais de Campinas, as Estações de Transferência oferecem uma infraestrutura especial aos

Obras para a implantação da Estação de Transferência começaram no início do mês ...

... e deverão se estender por cerca de 90 dias

usuários, que podem mudar de linhas, utilizando o Bilhete Único para completar viagens, ou iniciar novos trajetos. OUTRAS ESTAÇÕES Iniciativa da Prefeitura, através da Empresa de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), as Estações de Transferência, começam a ser construídas nas principais avenidas de bairros. Recentemente, foram inauguradas na Avenida Francisco de Paula Oliveira Nazaré, no Parque Industrial, e na Avenida João Jorge, que liga o Centro às regiões da Amoreiras, Ouro Verde e Campo Grande. Nova Europa, Vila Georgina, Jardim São José, Jardim Campos Elíseos, Carlos Lourenço, Nova Aparecida, Barão Geraldo, Matão, Parque dos Eucaliptos, Jardim Itajaí e Campina Grande são outros bairros que também serão beneficiados com a construção de estações. Para o secretário Municipal de Transporte e presidente da Emdec, Gerson Bittencourt, os investimentos no transporte público e em infraestrutura acarretam um impacto positivo no trânsito. “O transporte público está mais seguro, rápido, melhorando a mobilidade urbana, mudando para melhor o entorno das estações e permitindo economia para a população, com as integrações por meio do Bilhete Único”, salienta.

Usuários aprovam a iniciativa

Altino Alves Teixeira

Atual ponto: sem segurança e lixo acumulado

O motorista Altino Alves Teixeira está há três anos na linha 3.71 e acredita que “a obra será importante tanto para os usuários como para os motoristas, pois a Estação de Transferência dará mais segurança, com faixas e iluminação, que ainda não existem”. Rose Pires, moradora do Par-

Anuncie no jornal Parques e Região. Ligue: 3386-4411

que Jambeiro, também acha que a estação facilitará o transporte com segurança. “Mas o local deve ser fiscalizado para que não acumule lixo e não atraia usuários de drogas, pois temos duas escolas por perto, inclusive uma infantil”, ressalta. José Gomes, engenheiro da Vial Engenharia, empresa res-

ponsável pelas obras, diz que será construído um corredor de concreto, no centro do canteiro da Avenida Washington Luis, para que os ônibus possam parar com segurança. As árvores serão replantadas em outro local, pela Prefeitura, e a rua que dá acesso ao retorno será fechada para a construção de abrigos.


04 - Parques e Região

Abril 2010

Estudantes fazem declaração de imposto gratuitamente Uma boa dica para quem tem dificuldade na hora de declarar imposto de renda. Alunos de Ciências Contábeis da Faculdade Anhanguera de Campinas (Unidade 4) irão prestar o serviço de entrega da declaração de imposto para a população. Os interessados devem comparecer na instituição, situada no Jardim Morumbi, nos próximos dias 10, 17 e 24 de abril (sábados), das 8 às 14 horas. Além de praticar a responsabilidade social, o projeto visa propiciar oportunidades para que os estudantes coloquem em prática os conceitos adquiridos em sala de aula. Os interessados no serviço de declaração de imposto de renda devem levar os seguintes documentos: declaração do imposto de renda do ano anterior; informe de rendimentos (assalariado, autônomo, aluguéis) no calendário 2009 do titular e dos dependentes; extratos bancários consolidados do titular e dos dependentes; documentos pessoais do titular e dependentes (RG, CPF, Título de Eleitor e comprovante de endereço); e comprovantes de despesas do titular e dos dependentes (médias e de instrução). O prazo para a entrega da declaração de imposto de renda iniciou em 1º de março e se estenderá até 30 de abril de 2010. Vale lembrar que a não entrega ou atraso da declaração poderá acarretar em multa de 1% ao mês sobre o

imposto devido, balizados entre o mínimo de R$ 165,74 e o máximo de 20% do imposto devido. Em caso de atraso, não existindo imposto devido, a multa é de R$ 165,74. O coordenador de Ciências Contábeis, professor Allan Rocha Freiria, tem uma boa expectativa de atendimentos para esse ano: “Atendemos em média 15 declarações por dia no ano passado. Esperamos atender 30 este ano”, destaca. Freiria ressalta a importância da ação e explica que a comunidade, muitas vezes, não tem condições financeiras e técnicas para elaborar e enviar a declaração. “Nossos alunos podem oferecer esse serviço, já que estão aptos e serão supervisionados pelo professor”, completa. Quem declara Em 2010 estão obrigados a fazer a declaração do imposto de renda todos que em 2009 estavam em pelo menos uma das seguintes situações: rendimentos brutos tri-

butáveis superiores a R$ 17.215,08; rendimentos não-tributáveis, tributados e isentos, acima de R$ 40 mil; contribuintes que obtiveram, em qualquer mês de 2009, ganho de capital na alienação de bens e direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsa de valores, de mercadorias, de futuros; com posse ou a propriedade de bens e direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil em 31 de dezembro de 2009; e que passaram à condição de residente no Brasil durante o ano de 2009 e nessa condição se encontravam em 31 de dezembro. Preenchimento As informações necessárias poderão ser obtidas no site da Receita Federal (www.receita.fazenda.gov. br), além dos programas de envio e preenchimento dos dados para que o próprio contribuinte faça a sua declaração não delegando esta importante responsabilidade a outrem. A entrega da declaração poderá ser feita pela Internet (pelo site citado acima), através de disquete nas agências do Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal, ou em formulários que estão à disposição do contribuinte nas unidades da Receita Federal e nos Correios (para a entrega nos Correios há uma taxa de R$ 5,00). A unidade 4 da FAC fica na Avenida Emília Stefanelli Seregatti, s/nº, Jardim Morumbi.

Encarte a propaganda de sua empresa no jornal

Ligue: 3386-4411

Próxima edição 5 de maio. Ligue e anuncie 3386-4411

Campanha pede respeito aos direitos de idosos e deficientes A Comissão Permanente de Acessibilidade (CPA), vinculada à Secretaria Municipal de Urbanismo, lança a campanha “Vagas reservadas, pare nesta ideia”, com o objetivo de conscientizar a população para não utilizar os locais de estacionamento reservados aos idosos e pessoas com deficiência nos estabelecimentos comerciais da cidade. O trabalho piloto começou na terça-feira, dia, 6 de março, no hipermercado Enxuto, situado na Avenida John Boyd Dunlop, Jardim Aurélia, na região Norte. A reserva de vagas em estacionamentos de supermercados, hipermercados e outros estabelecimentos comerciais está determinada no Decreto Federal 5.296/2004. A programação da CPA

abrangerá a distribuição de folhetos e cartilhas educativas, exibição de filmes sobre acessibilidade, apresentação de danças e de coral. Serão também instaladas barracas com artesanato produzido pelas pessoas com deficiência visual atendidas pela entidade Louis Braille e com deficiência física assistidas pela Casa da Criança Paralítica e Centro de Referência em Reabilitação. Em razão de constantes reclamações registradas no Sistema Telefônico 156 e diretamente na CPA, tendo como alvo a utilização das vagas preferenciais por pessoas que não fazem parte dos grupos citados, o trabalho de conscientização será realizado também em outros estabelecimentos comerciais da cidade.

Palestra aborda os reflexos da crise para empresas e profissionais As empresas já superaram a crise? Que tipo de profissionais elas estão procurando agora? Perguntas como estas que ainda movimentam rodas de conversa em todo País serão o tema central da palestra “A crise passou? Reflexos na economia e na sua carreira”, promovida na quartafeira, dia 14, pela Veris Faculdades, unidade Campinas – campus Central. O evento, gratuito, será dirigido a profissionais que procuram uma recolocação ou já estão inseridos no mercado de trabalho, mas ainda estão receosos e querem estar bem preparados para enfrentar este momento pós-crise. A palestra contará com a presença do coordenador do curso de Relações Internacionais do

Ibmec do Rio de Janeiro e de Belo Horizonte, José Luiz Niemeyer, e da coordenadora de Carreiras da Veris Faculdades, Priscila Costa. Niemeyer, que tem pós-doutorado em Ciência Política pela Unicamp e doutorado também em Ciência Política pela USP, comentará sobre os reflexos da crise econômica no mercado brasileiro, enquanto Priscila, que é psicóloga com pós-graduação em Orientação Profissional, ficará responsável por abordar as perspectivas do mercado de trabalho pós-crise, além de ensinar como planejar a carreira diante dessa nova realidade. Os interessados em participar da palestra devem confirmar presença pelo telefone 0800 7231818. As vagas são limitadas.


Abril 2010

Parques e Região - 05

TRANSPORTE

Animais

Ônibus executivos integrarão transporte público O transporte público de Cam pinas terá uma Rede Executiva para complementar o atendimento do Sistema InterCamp com oito novas linhas de deslocamento. Segundo a Emdec, a previsão é de que quatro veículos circulem de segunda a domingo e quatro nos dias úteis, até final de julho. Os veículos, semelhantes aos rodoviários, serão operados pelas empresas concessionários InterCamp e contará com monitoramento por meio de GPS. Futuramente, os usuários poderão acessar o site da Emdec para conhecer o ponto de passagem dos ônibus e acessá-los nas paradas. Os passageiros só serão trans-

portados sentados e não haverá cobrador. As tarifas serão diferenciadas, variando de R$ 5,00 a R$ 8,00, e os usuários poderão pagar com o Bilhete Único, mas sem direito à integração. Serão garantidas ligações pa ra o Aeroporto, a partir da Rodoviária (via Prestes Maia) e do Aeroporto ao Cambuí (via Aquidaban); do Centro ao Campo Grande (via Chapadão), do Centro à Cidade Judiciária (via Norte-Sul), do Centro ao Shopping Iguatemi (via Nova Campinas), do Centro à Cidade Universitária 2 (via Primavera); da Prefeitura até o Parque Prado (via UNIP) e, futuramente, Swiss Park; e do DIC VI ao Shopping D. Pedro.

Trajeto das linhas

Prefeitura - Parque Prado: Rua Barreto Leme, Av. Júlio de Mesquita, Av. Princesa D’Oeste, Av. Jorge Tibiriçá, Av. Washington Luiz e Av. São José dos Campos. Cambuí - Aeroporto: Av. NorteSul, Centro de Convivência, Av. Aquidaban, Av. Prestes Maia e Rodovia Santos Dumont. Rodoviária – Aeroporto: Av. Rui de A. Barbosa, Av. Prestes Maia e Rodovia Santos Dumont. Centro - Cidade Judiciária: Av. Francisco Glicério, Rua Conceição, Av. Norte-Sul, Rodovia Miguel N. N. Burnier e Rodovia Adhemar de Barros. Centro - Shopping Iguatemi: Av. Francisco Glicério, Rua Conceição, Av. Anchieta e Rua Barreto Leme; Av. Norte e Sul, Rua Carlos Stevenson e Av. José Bonifácio. Centro - Cidade Universitária II: Av. 2 Cidade Universitária, Av. Roxo Moreira, Av. Guilherme Campos, Av. Almeida Garret, Av. Carolina Florence e Av. Orosimbo Maia. DIC VI - Shopping Dom Pedro: Av. Suaçuna, Rodovia Santos Dumont, Av. Alberto Sarmento, Av. Francisco José de Camargo Andrade e Av. Almeida Garret. Centro - Campo Grande: Av. John Boyd Dunlop, Av. José Pancetti, Av. Mal. Rondon, Av. Andrade Neves e Rua Delfino Cintra.

Campinas ganha Praça Chico Xavier

Crimes de maus tratos ganham setor no 4º DP de Campinas Numa noite, o gato voltou para casa, em chamas, para o desespero de sua dona. Ela acredita que o seu animal de estimação foi vítima de uma “brincadeira” de um grupo de crianças da vizinhança. Socorrido pelo veterinário, o gato está se recuperando aos poucos, mas a notícia continua a chocar, especialmente aqueles que amam os animais. Crimes como esse e outros casos de maus tratos contra animais, agora devem ser denunciados em um setor específico do 4º Distrito Policial de Campinas, que funciona na Av. Heitor Penteado, no Taquaral. A delegada Rosana Mortari, que está à frente do setor, lembra que maltratar animal é crime conforme Lei nº 9605, artigo 32, que prevê multa e detenção dos autores. “É considerada maus tratos toda ação que possa causar dor ou sofrimento para o animal. Deixar faltar água, alimentação, confinar em local pequeno impedindo a sua locomoção, deixar acorrentado por muito tempo ou sem abrigo contra sol, chuva e frio, assim como ferir, mutilar e envenenar”, explica a delegada. Rosana Mortari, que sempre foi ligada às causas animais, “quando criança já recolhia cães e gatos de rua”, atuava como

Rosana Mortari, delegada do setor de animais

delegada plantonista no 4º DP. Foi nomeada para o novo setor, criado há um mês. “Graças à mobilização das ONGs e dos protetores, as pessoas estão mais conscientes e cuidando melhor dos animais. Com a criação do setor, as denúncias tendem a aumentar e os culpados serão punidos, mas o nosso objetivo principal será inibir os crimes de maus tratos”, ressalta. Ainda em fase de organização, o setor de animais é constituído por uma escrivã e dois investigadores. Quadro suficiente,

segundo a delegada para realizar um bom trabalho. “Vamos contar com o apoio do pessoal da própria DP, da Polícia Militar, Vigilância Sanitária, das organizações não governamentais e protetores de animais”, revela. O setor de animais funciona de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas. Nos demais horários, os Boletins de Ocorrência devem ser feitos em outras delegacias, que continuarão aptas a receber as queixas, que serão automaticamente encaminhadas ao novo setor do 4º DP.

Protetores comemoram conquista

Na passagem do centenário de nascimento (2 de abril) do médium Francisco Cândido Xavier, Campinas ganhou a Praça Chico Xavier, em frente ao Departamento de Limpeza Urbana (DLU), no Parque Itália. Na cerimônia de inauguração, com várias entidades espíritas representadas, o prefeito Hélio de Oliveira Santos destacou o trabalho social desenvolvido pelos espíritas, “que fazem o bem no anonimato”. E ressaltou: “Chico Xavier transformou a vida de muitas pessoas com suas obras

A criação de um setor de animais no 4º DP de Campinas é motivo de comemoração entre os protetores. “Para nós, ligados à causa animal, a designação de uma estrutura policial para atender aos casos de maus tratos é um avanço muito grande, um exemplo para outras cidades. A Delegacia de Proteção Animal, no 4º DP, no Taquaral, vai acabar com a sensação de impunidade,

Eliana Santos, Alberto Leite e o prefeito Hélio de Oliveira Santos

sociais, seu compromisso com a vida e a cultura de paz”. O prefeito entregou uma rosa vermelha (símbolo de Chico Xavier) a Alberto Leite, presidente da União Espírita de Campinas, que adotou a praça.

ORAÇÃO AO DIVINO ESPÍRITO SANTO Oh! Divino Espírito Santo. Vós que me esclareceis, em tudo, que iluminai os meus caminhos para que eu possa atingir a felicidade. Vós que concedeis o sublime dom de perdoar, esquecer as ofensas e até o mal que tenho feito. A Vós que estais comigo em todos os instantes, eu quero humildemente agradecer por tudo que sou, por tudo que tenho e confimar mais uma vez a intenção de nunca me afastar de Vós, por maior que sejam as tentações materiais com esperança de um dia merecer o poder de juntar-me a Vós e a todos os meus irmãos na perpétua Glória e Paz. (A pessoa deverá fazer o pedido). Dentro de 3 dias terá alcançado a graça por mais difícil que seja. Publicar assim que receber a graça.(C.O.C.)

porque agora temos uma delegada, investigadores e escrivão para apurar e encaminhar ao Judiciário para punição”, diz o jornalista Flávio Lamas, presidente do Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais Para advogada Rita de Cássia Vitachi, voluntária da causa animal, a criação do setor “significa um avanço do ponto de vista legal, embora o Brasil seja conhe-

cido por ter leis que não são conhecidas e tão pouco conhecidas. Por outro lado, é o fortalecimento do lado humano de se enxergar um animal, um ser indefeso, que não sabe e não pode falar e nem gritar por seus direitos, e cabe ao homem fazê-lo. É, sem dúvida, é um trunfo para todos os que envolvem e de certa forma se compadecem com os animais maltratados”, analisa.


06 - Parques e Região

Abril 2010

Lazer

“Viva Mais” realiza primeiro baile do ano O primeiro baile do ano do projeto “Viva Mais” foi realizado no dia 12 de março, no Parque das Águas. Contou com a presença de Cid Ferreira, da Coordenadoria Especial do Idoso e presidente da Associação dos Aposentados das Indústrias Metalúrgicas e Outras Categorias. Em breve discurso o coordenador ressaltou que a importância do projeto “Viva Mais” para a população de Campinas. “Agora todos podem participar de atividades regulares, curtir feriados, ir ao clube, coisas que antes muitos não podiam.” Eles também integram um bloco de Carnaval, que este ano contou com a participação de 1.500 idosos. “Hoje a terceira idade pode ser feliz, ao invés de ficar na frente da TV”, disse ele. O próximo baile ocorrerá no dia 16 de abril. Filhos e netos também podem participar do evento. O casal Osmar Santos e Adelaide Bosco da Silva veio da Vila Industrial. Eles participam das atividades do Grêmio e pela primeira vez estiveram no Parque das Águas. “Achamos tudo muito bonito por aqui e gostamos de participar”, disse Adelaide. Adriana Santos, que mora no Jardim dos Oliveiras, participa das atividades físicas do parque e trouxe, pela primeira vez, o avô Juvêncio Ferreira de 88 anos, para o baile. Ferreira mostrou que está em forma: dançou com a amiga Terezinha Borges. As amigas Cleide Martins, Loren da Silvia Santos, Dul-

Cid Ferreira e Olga Fukuda

Casais dançam...

...ao som de música ao vivo

Outros apreciam os encontros

ce Helena Carvalho e Rosa Maria de Souza estão sempre no parque e participam de todas as atividades. “Estou mais alegre, fiz muitos amigos”, contou Cleide. Loren concordou com a amiga “até emagreci com as atividades”, disse. Dulce ia até o Parque dos Guarantãs para fazer suas atividades, mas achava muito longe. “Agora venho todos os dias e encontro os amigos do Nova Europa, gosto também de vir às quintas-feiras para assistir ao professor, o

contador de histórias”. Rosa vive de alto astral. “Faço exercícios nos aparelhos da academia, e não perco os bailes. Trouxe minha filha Camila de Souza Braga, de 16 anos e o amigo Carlos Henrique Pavan, de 17, para participarem”, contou. Camila e Carlos participaram pela primeira vez e gostaram. “É legal ver os idosos dançando, se divertindo”. Carlos participou do curso de informática (Jovem.Com). “Gostei muito. Abri espaço para o conhecimento”.

Adelaide Bosco da Silva e Osmar Santos

Próximos bailes

Camila de Souza Braga, Carlos Henrique Pavan, Rosa Maria de Souza, Dulce Helena Carvalho, Ceide Martins e Loren da Silvia Santos.

Juvêncio Ferreira e Terezinha Borges

• 16 de abril • 14 de maio • 11 de junho • 16 de julho • 13 de agosto • 10 de setembro • 15 de outubro • 12 de novembro • 9 de dezembro Informações pelo telefone 3271-1921


Abril 2010

Parques e Região - 07

Inclusão social

ONG assiste crianças e jovens carentes

A Casa Maria de Nazaré é uma organização não governamental que assiste cerca de 500 crianças e adolescentes carentes, e suas famílias. Moradores de regiões periféricas vivenciam situações de risco social em meio a violência, narcotráfico e marginalidade. A instituição atende desde 1988, e hoje são quatro núcleos de assistência: Casa dos Anjos, Casa Betel, Casa Hosana e Casa Divina Pastora. Os núcleos têm projetos sociais distintos, que são mantidos por doações da comunidade, eventos beneficentes e com venda de bolos e salgados preparados na cozinha industrial da casa sede (Casa Maria de Nazaré), pelas voluntárias. Unidade 1 – Casa dos Anjos: assiste crianças e adolescentes carentes. Realiza atividades esportivas, leitura, teatro, coral, capoeira, dança, artes, informática, além de oferecer acompanhamento escolar. O programa Ação Jovem é um projejto desenvolvido em parceria com o Governo Federal, e tem por objetivo orientar jovens entre 15 e 24 anos, quanto à postura profissional e a inclusão no mercado de trabalho. Outros jovens são atendidos pelo programa Centro de Juventude que visa o desenvolvimento através do esporte, da leitura, informação, teatro e coral. Unidade 2 – Casa Betel: é um abrigo provisório que aten-

Conversa com Jesus

“Meu querido Jesus Cristo, em vós depo-

sito toda a minha confiança. Vós sabeis de tudo, ó Pai e Senhor do Universo. Vós sois o Rei dos Reis.Vós que fizestes o paralítico andar, o morto voltar a viver e o leproso sarar. Vós que vedes minhas angústias, minhas lágrimas, bem sabes, Divino Amigo, como preciso alcançar de vós esta graça que espero, com muita fé e confiança. Fazei, Divino Jesus Cristo, que eu a alcance, pois, necessito muito, por isso lhe peço com muita fé (fazer o pedido com bastante fé e firmeza). A conversa convosco, meu grande mestre, me dá ânimo e alegria para viver. Como gratidão estou publicando esta oração, para que outros que precisam de vós aprendam a ter fé e confiança em Vossa Misericórdia. Ilumina meus passos, assim como o sol ilumina todos os dias o amanhecer. Jesus Cristo, tenho total confiança em vós e cada dia que passa aumenta minha fé e meu amor!”. Rezar Pai Nosso (S.H.).

Divulgação

Mães adolescentes aprendem artesanato para gerar renda fora da instituição

Profissionais voluntários orientam com palestras

de, durante 24 horas, crianças e adolescentes moradores de rua. Eles recebem, além do acolhimento, roupas e alimentação. Durante o tempo que ficam na casa, participam de oficinas de artesanato, canto, higiene, etc.

Unidade 3 – Casa Hosana: desenvolve um trabalho semelhante ao da Casa dos Anjos, pois é voltado para a prevenção à situação de risco social, evitando que as crianças e adolescentes fiquem na rua, em contato com

a violência, a marginalidade e as drogas. Entre as atividades desenvolvidas, recebem acompanhamento psicológico e social, que se estende às famílias. Unidade 4 – Casa da Divina Pastora: atende adolescentes carentes grávidas, moradoras de bairros periféricos. Orientadas por assistentes sociais, psicólogas e outros profissionais voluntários, são preparadas para a maternidade. Aprendem sobre prevenção de uma nova gravidez na adolescência e a priorizar a educação da criança que irá nascer. Elas também realizam oficinas voltadas para a geração de renda, como confecção de bolsas, porta-guardanapos, pintura em tecidos, corte e costura industrial, confecção de bolsas, etc. Os núcleos aceitam doações (mantimentos, roupas, calça-

dos, etc., além de fraldas e leite para os bebês) que devem ser levados em um dos endereços: Casa dos Anjos – Rua Dois, 546, Jardim Liliza. Telefone 3221-0433. Casa Betel – Rua Pedro Álvares Cabral, 327, Bosque. Telefone 3255-3553. Casa Hosana – Rua Benedito Etelvino Alexandre, 353, Cidade Satélite Irís. Telefone 3269-9421. Casa Divina Pastora – Rua Clodomiro Franco de A. Junior , 208, Jardim do Trevo. Telefone 3272-5603. Outra maneira de contribuir é encomendando salgados, tortas e bolos que são fabricados na cozinha industrial da entidade. Os produtos também são vendidos na barraca ao lado da Catedral, de segunda a sábado, em horário comercial. Mais informações ou encomendas pelo telefone 3233-6644.

Inscrições para concurso público O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) abre concurso público para o preenchimento de cargos na Categoria Funcional de Professor de Educação Básica, Técnica e Tecnológica, nas classes e níveis iniciais, além de cargos técnico-administrativos de nível intermediário e superior do quadro permanente de pessoal. As inscrições podem ser feitas até 20 de abril pelo endereço eletrônico: www.ifsp.edu.br. Campinas receberá um campus do IFSP que oferece 15 vagas nas áreas de assistente de alunos, assistente em administração, técnico em laboratório (área quími-

ca), administrador, pedagogo, técnico em assuntos educacionais, mecânica, química, informática (programação e banco de dados); automação industrial (eletrônica) e automação industrial (eletrotécnica). Os cursos a serem implantados no município são das áreas de mecânica, química, Tecnologia da Informática (TI); automação industrial (eletrônica e eletrotécnica) e gestão. O processo seletivo do concurso terá três etapas, divididas em prova teórica, prova de desempenho e prova de títulos. As avaliações estão previstas para serem iniciadas em maio, com as provas teóricas. Mais informações

podem ser obtidas no site: www. ifsp.edu.br. Campus Campinas O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo está sendo construído em uma área de 22.734,57 metros quadrados, entre a Rua Heitor Lacerda Guedes (antiga Rua 163) e Avenida Antonio Carlos do Amaral (antiga Avenida 3), no bairro Satélite Íris, na região Noroeste de Campinas. O terreno, doado pela Prefeitura para a construção do Instituto pelo governo federal, está dentro da área reservada ao Quarteirão do Saber, projeto municipal que reúne um novo conceito de

educação de qualidade no ensino fundamental e técnico em Campinas em um complexo educacional, cultural e esportivo. Com investimento de cerca de R$ 5 milhões para construção, e mais R$ 2 milhões para equipar o prédio, o Instituto Federal terá 4,8 mil metros quadrados de área construída e capacidade inicial para 1,5 mil alunos a partir do ensino médio, que prestarão vestibular para terem acesso aos cursos. A princípio, serão oferecidos cursos técnicos, e posteriormente, os tecnológicos. A previsão é que 240 vagas sejam oferecidas em cursos técnicos a partir de 2011.


08 - Parques e Região

Abril 2010

Saúde

Pilates nas doenças neurológicas Lydianna Silveira de Macedo

O Método Pilates consiste em uma série de exercícios físicos que buscam a harmonia entre o corpo e a mente, isto é, um treinamento físico e mental que melhora a consciência corporal por trabalhar o corpo como um todo. É composto pelos exercícios desenvolvidos por Joseph Pilates, que são realizados em solo, com a bola suíça ou nos aparelhos elaborados por ele, tendo como princípios a centralização, o controle, a precisão, a fluidez do movimento, a concentração e a respiração. Nos últimos anos muito tem sido comentado sobre o Método Pilates e seus benefícios e indicações. A importância desse método como uma técnica de reabilitação está cada vez mais reconhecida entre os diversos profissionais da área da saúde. Os seus benefícios nas alterações posturais, como hiperlordose, escoliose, dor nas costas, hérnia de disco, ou nos distúrbios músculoesqueléticos como tendinites, artroses ou lesões relacionadas ao esporte já são bastante reconhecidos. Nos últimos tempos, um destaque especial tem sido dado à reabilitação neurológica associada a este interessante método.

Acidente vascular encefálico (AVE), doenças de Parkinson e Alzheimer, esclerose múltipla, lesões de nervos periféricos, paralisia cerebral, incoordenação motora, lúpus e distrofias musculares são algumas das doenças neurológicas que se beneficiam deste método. Este benefício se deve a importante relação dos princípios do método (citados acima) com os objetivos na reabilitação dessas doenças. Pacientes neurológicos, vítimas dessas doenças, apresentam sequelas como alterações de tônus muscular, déficit do controle motor, diminuição de força muscular, alteração do equilíbrio, dificuldade na marcha, distúrbios sensitivos, diminuição da flexibilidade, contraturas musculares, alterações posturais e respiratórias, dificuldade de concentração, raciocínio e memória, fatores que levam a diminuição da independência física e, consequentemente, à diminuição da qualidade de vida. Com os exercícios do pilates trabalha-se o equilíbrio muscular, pois fortalece e alonga a musculatura globalmente mantendo a flexibilidade, a tonicidade e a força muscular; como se preconiza a qualidade do movimento e não a quantidade deste, a precisão dos movimentos e a concentração durante os exercícios são indispensáveis, melhorando, assim, o controle motor, a consciência corporal e a coordenação dos

movimentos. São exercitados constantemente, durante as sessões, os músculos profundos sustentadores da coluna (multífidos), os abdominais (destaque para o transverso do abdômen), o assoalho pélvico e os glúteos, melhorando a postura, estimulando o controle de tronco, prevenindo a incontinência urinária (perdas constantes de urina), melhorando a marcha e o equilíbrio do paciente. Por fim, o trabalho da respiração, que é a base do método em questão, tende a diminuir as complicações respiratórias, que são agravantes da expectativa de vida desses pacientes e a melhorar a oxigenação cerebral, estimulando a formação de novas conexões, diminuindo a ansiedade e o estresse. Sem falar dos benefícios de se praticar uma atividade física, de encarar um novo desafio e de se superar a cada dia com exercícios variados. O paciente tem que procurar um profissional devidamente capacitado a identificar e atender às suas reais necessidades. Se uma minuciosa avaliação for realizada, os exercícios poderão ser direcionados especificamente ao seu quadro clínico, melhorando, então, a sua independência e sua qualidade de vida. Lydianna Silveira de Macedo é fisioterapeuta com especialização na Unicamp, mestre em neurologia e professora da Faculdade Anhanguera de Santa Bárbara e atende na Clinica Vila Saúde .

Obesidade é a segunda maior causa de câncer A maioria das pessoas acredita que a obesidade, os problemas cardíacos, vasculares e diabetes, são doenças ligadas diretamente ao excesso de peso, mas poucos sabem que os quilos preocupam de maneira significativa os oncologistas em todo o mundo, pois essa doença vem em segundo lugar entre as prováveis causas do aparecimento de câncer, depois do cigarro. Para o diretor científico do Centro de Oncologia Campinas, Fernando Medina da Cunha, “Muitos se preocupam com a estética, mas a obesidade hoje se tornou um problema de saúde pública e é vista como uma epidemia, principalmente na América Latina”, lembra o diretor. Segundo a Organização Mundial de Saúde, entre um terço e um quarto dos casos de câncer em todo o mundo podem estar relacionados ao excesso de peso e à falta de atividade física. Segundo o relatório, os riscos de câncer de mama após a menopausa, câncer de cólon, próstata, esôfago, endométrio e rins aumentam entre não fumantes acima do peso e entre adultos obesos. “Andar ao menos 30

minutos por dia, parar de fumar e manter uma alimentação equilibrada devem ser as primeiras medidas adotadas para se ter uma vida saudável. A obesidade e o hábito de fumar são os fatores que mais contribuem para a manifestação do câncer e podem ser fatores decisivos na sobrevida dos pacientes que convivem com a doença” ressalta Fernando Medida. A pesquisa revela que a obesidade aumentou nos brasileiros: 13% dos adultos são obesos, sendo maior o índice nas mulheres (13,6%) do que entre os homens (12,4%). Ainda segundo a pesquisa, o índice de brasileiros com excesso de peso se manteve estável nos últimos três anos. Entre os adultos das 26 capitais e do Distrito Federal, 43,3% estão acima do peso. Neste caso, a frequência entre os homens é maior: 47,3% contra 39,5% das mulheres.

A importância das fibras na alimentação Nas últimas décadas, os padrões de vida mudaram não só os relacionamentos sociais, mas nossos hábitos alimentares se tornaram menos saudáveis. A correria do dia a dia da sociedade globalizada desvalorizou a qualidade de vida, e os novos hábitos alimentares desequilibram o funcionamento de nosso organismo - são pobres do ponto de vista nutricional, pois se baseiam em carboidratos. A baixa ingestão de fibras pela população tem sido associada ao aumento de inúmeras doenças crônicas como diabetes, doenças cardíacas, constipação, etc. levando a maior ocorrência de cansaço, estresse e desmotivação. O consumo diário de alimentos com teor de fibra adequado leva a uma alimentação mais saudável melhorando o estado nutricional. Benefícios As fibras ajudam a regular o trânsito intestinal, aumentando o

bolo fecal e estimulando o movimento que empurra as fezes para a eliminação. A fermentação das fibras no intestino ajuda a aumentar e melhorar a flora intestinal (bactérias boas que colonizam nosso corpo), que protegem o intestino e o organismo em geral.

Segundo a nutricionista Vanessa C. Gallo, “esse tipo de alimento ajuda a complementar a alimentação, no entanto, é importante manter uma dieta balanceada e saudável, tomar bastante água e praticar exercícios regularmente”, orienta.


Abril 2010

Parques e Região - 09

Eventos

Festa Paroquial marca Dia de Santo Expedito Evento é organizado pela comunidade há 12 anos, na região do Ouro Verde

A tradicional Festa de Santo Expedito, na região do Ouro Verde, terá este ano um significado especial. Depois de 12 anos, a comunidade tornou-se paróquia e realiza a 1ª Festa Paroquial, com programação a partir de 10 de abril, quando tem início a Novena de Santo Expedito. No dia 19 de abril (Dia de Santo Expedito), haverá quatro missas, mas a grande festa será nos dias 24, a partir das 18 horas, e 25, a partir das 13 horas, com barracas de alimentação e muita música. No domingo, rodadas de bingo com prêmios de R$ 3,5 mil em dinheiro. A Paróquia Santo Expedito fica na Avenida Jacaúna, 2517, no Jardim Ouro Verde. Mais informações pelo telefone 3226-0048. A seguir, toda a programação: De 10 a 18 de abril: Novena de Santo Expedito, às 19h30. De 16 a 18 de abril: Tríduo, sempre às 20 horas. Dia 19 de abril, Dia de Santo Expedito, missas às 7h30, 10, 15 e 20 horas. Dia 24 de abril, a partir das 18 horas, barracas de alimentação e música. Dia 25 de abril, a partir das 13 horas, barracas de alimentação, música e bingo.

A Paróquia de Santo Expedito, localizada no bairro Ouro Verde, é a única da região de Campinas. Nas comemorações do dia do padroeiro, costuma atrair fiéis de cidades distantes e até mesmo de outros Estados.

Sobre a vida de Santo Expedito Pe. Paulo Emiliano Santo Expedito, segundo o Martirológio Romano, que narra a memória dos Santos (as) sofreu o martírio em 19 de Abril, com mais cinco outros companheiros, no mesmo dia, na cidade da Melitene, atual Malátia, na Armênia, no ano de 303, sob o Imperador Diocleciano. O Santo era alto oficial do Exército e comandava uma legião romana. A legião era um corpo de soldados composto por dez cortes, totalizando, na época, 6.850 combatentes 6.100 soldados de infantaria e 750 cavaleiros, sem falar nas forças auxiliares, de carregadores, serviçais, etc. Contemporaneamente, o posto de Santo Expedito seria talvez o equivalente ao de um General de Divisão. A missão que sua tropa havia recebido era a de defender os confins do Império contra as investidas de povos bárbaros que ameaçavam a integridade do domínio romano. Melitene era, na

época, a capital da então província romana da Armênia, no extremo limite oriental do Império. Não era uma legião comum; era a XII Legião, conhecida como “Legião Fulminante”, que pelas preces de Santo Expedito, ao estarem em plena batalha, com muita escassez de água para fortalecer e reanimar a tropa, foi agraciada com a vitória após terem elevado a Deus com seu Comandante a oração e conseguido alcançar a vitória almejada, causando a conversão de muitas pessoas ao presenciarem a intervenção de Deus naquela circunstância difícil Da origem do Santo, nada se tem como certo em termos de história, como também não é possível precisar sua idade ao sofrer o martírio pela causa do Evangelho. A tradição da Igreja o representa com traje do exército romano, tendo aos pés, esmagado, um corvo no qual está escrita a palavra “cras” que em latim significa ‘amanhã ‘, e tendo na mão direita

uma cruz em que se lê a palavra “hodie”, que significa ‘hoje’. Na mão esquerda, a palma, símbolo cristão do martírio. Já adulto , se

converteu ao cristianismo e nos símbolos antes citados, estão a chave de todo o ensinamento de vida deste Santo. O demônio, com a figura de um corvo, se pôs a voar em torno dele, crocitando “crás...crás.. crás...” (‘amanhã’, ‘amanhã’, ‘amanhã’...). A atitude decidida de Santo Expedito foi de não se deixar levar pela tentação do mal e disciplinado e habituado a cumprir sem hesitações e por inteiro, venceu o demônio com o sinal da Santa Cruz e tomando, assim, a resolução contrária ao que a tentação lhe sugeria, disse: “Hodie” (‘hoje’). Sim, é hoje mesmo! Agora mesmo! A idéia da devoção a este que-rido Santo para nós é a mesma: o tempo urge, a vida é curta. Cuidemos do que realmente importa; amar, servir a Deus para estarmos com Ele na eternidade! O nome “Expedito” (do latim Expeditus) significa pronto ligeiro. Daí se conclui que o nome combina perfeitamente com seu perfil, com sua proposta de fé.

EM NOSSOS DIAS Após este breve resumo da vida de Santo Expedito, concluise que aprendamos a amar a Deus e nunca adiar o que no torna filhos (as) Dele. Em uma realidade marcada por uma cultura de morte, o Santo Mártir quer animar a Igreja para que se mantenha firme no propósito de anunciar e defender a vida, fazendo com que também aconteçam iniciativas que favoreçam o bem, que tornem as relações mais humanas e solidárias, enfim, que a paz seja fruto da justiça em todos os âmbitos da sociedade. Que a atitude de Santo Expedito nos inspire a sonhar e a fazer uma grande corrente de paz, derrubando as fronteiras para uma nova civilização do amor e da tolerância que começa a partir de cada um no presente, somando forças, unindo crenças e culturas para também, consequentemente, termos um futuro de paz... Pe. Paulo Emiliano é ároco da Paróquia São Geraldo Magela.

Atividades da comunidade Cristo Rei na Igreja Santa Cruz A Comunidade Cristo Redentor realiza no dia 17 de abril, o baile Flash Back com músicas dos anos 60, 70 e 80. Os convites são limitados e deverão ser adquiridos com antecedência na secretaria pa-roquial. O evento ocorrerá no salão da comunidade na Rua Jerônimo Tognolo, 255, próximo ao Posto de Saúde do Parque da Figueira. Mais informações pelo telefone 3278-3575, com André.

Fiéis da Igreja Santa Cruz durante a procissão da Sexta-feira Santa


10 - Parques e Região

Abril 2010

Paula Guerra

Abril 2010

Horóscopo astroway@hotmail.com

Astrologia pessoal e empresarial

O Céu Agora

Urano em peixes se opõe a Saturno em virgem. Esta tensão se reflete no corpo do planeta na forma de terremotos, tempestades violentas, problemas graves com eletricidade e todo tipo de energia. Nas pessoas, se cria uma ansiedade intensa, necessidade de cumprir pequenas tarefas e rotinas para se sentir seguro, lutando contra imprevistos e alterações que nos tiram o chão. Nem as regras que “sempre funcionaram” são as mesmas atualmente. A grande mágica se chama FLEXIBILIDADE, afinal, uma cabeça dura batendo numa parede rígida não produz nada além de contusão e fratura. Nem tudo está complicado, Vênus vai entrar em gêmeos e anuncia reuniões e eventos sociais e corporativos de grande repercussão com excelentes resultados. ÁRIES (21/3 a 20/4) - Neste período, poderá confrontar teimosamente qualquer autoridade ou regra que lhe for imposta. Se lhe for dada liberdade de ação poderá, no seu ritmo, encontrar soluções e novos rumos para problemas latentes e mal resolvidos. Dores de cabeça são reflexos de energia mal dirigida e servem de alerta para uma direção errada que se tomou.

LIBRA (23/9 a 22/10) - Com toda calma e tato você poderá assumir a liderança em situações inesperadas, de forma que nunca esperou, mas a bola caiu no seu colo e é a sua deixa. Novas oportunidades profissionais e pessoais podem levá-lo a locais que não conhecia ou a novos círculos de relações.

TOURO (21/4 a 20/5) - A imobilização devida a excesso de regras, controles e cobranças que os outros lhe impõem pode se tornar sufocante a ponto de criar uma explosão. Antes deste vulcão ser acordado, reveja experiências antigas e pessoas do passado que podem lhe dar no momento atual um novo direcionamento e ajuda.

ESCORPIÃO (23/10 a 21/11) -

GÊMEOS (21/5 a 20/6) - Existe uma dúvida acentuada entre cumprir o que esperam de você e fazer o que a sua intuição lhe pede neste momento. Compromissos antigos podem ser cumpridos satisfatoriamente com uma visão atualizada das situações, sem problemas. É preciso se esforçar para não derrubar pontes entre o passado e o presente, porque nunca se sabe quando serão necessárias.

SAGITÁRIO (22/11 a 21/12) - É uma fase de descobertas filosóficas e espirituais que proporcionam nova forma de ver a vida cotidiana, mas tendo consciência que as pessoas ao redor não acompanham esta visão e preferem uma postura mais pé no chão. Assuntos jurídicos podem ser difíceis ou complicados, mas tenderão a se resolver, mesmo que lentamente.

CÂNCER (21/6 a 21/7) - Problemas de familiares podem alterar toda sua rotina e planejamento, e exigir tolerância com pessoas de mentalidade e prioridades muito diferentes das suas. Informações que antes eram sigilosas ou estavam perdidas podem aparecer de repente e mudar sua visão sobre assuntos importantes.

CAPRICÓRNIO (22/12 a 20/1) - Este é um período de testes de resistência e de paciência. Nada do que você espera vai ocorrer no prazo previsto, mas os resultados serão positivos, então não é preciso ficar tenso. O corpo físico pede atenção com alimentação e imunidade.

LEÃO (22/7 a 22/8) - Uma necessidade urgente de resolver tudo, chegar antes ou tomar decisões pelo grupo precisa ser canalizada de forma produtiva e não agressiva para ter resultados positivos. Outros lados da vida estão em boa maré; a vida afetiva e social está movimentada.

AQUÁRIO (21/1 a 19/2) - Você está muito impressionável: livros, filmes ou casos cotidianos podem ter um impacto acima da média sobre você. As finanças pessoais e empresariais estão complicadas por motivos alheios ao seu desempenho, há problemas com documentos e papéis em geral - todo cuidado é pouco ao conferir dados, escritos e contratos antes de assiná-los.

VIRGEM (23/8 a 22/9) - Nada está acontecendo como devia e nem como você gosta. Aprender a contornar imprevistos é uma necessidade, e é bom saber que os resultados destas mudanças serão altamente positivos de uma maneira como você não imaginava. Cuidado com aparelhos eletrônicos: eles podem dar problemas e prejuízos.

PEIXES (20/2 a 20/3) - É um período em que tudo é muito intenso; experiências marcantes e inusitadas podem deixá-lo perdido, sem foco, sufocado em emoções. Fixar a vontade, a atenção e o raciocínio em uma coisa de cada vez pode ser a ponte que o conduz sobre águas revoltas. Todo contato com arte, beleza e estética terá bons resultados.

Quando tudo e todos não fazem o que você acha certo se cria um gerador de mau humor. Agora é hora de ver os pontos de vista de outros e usar esta nova perspectiva estrategicamente a seu favor. As mudanças que ocorrem agora são definitivas e bater o pé não resolve nada. Diálogo com os filhos é a coisa mais importante neste momento.

Artes

Exposição de bonecas Reborn As bonecas confeccionadas por Cris Couto, pela técnica Reborn, que as deixa com aparência real, estão em exposição no Shopping Prado. A visitação pública vai até o dia 25 de abril, das 14 às 20 horas. A arte Reborn exige do artista paciência, dedicação e dias de trabalho. A técnica surgiu na Alemanha, durante a Segunda Guerra Mundial. Devido as dificuldades, as mulheres consertavam e reformavam as bonecas quebradas para que as meninas pudessem brincar. Essa arte se difundiu pela Europa e pelos Estados Unidos, onde foi aprimorada. No Brasil, chegou recentemente. A artista Cris Couto, uma das poucas brasileiras a usar a técnica, conta que é necessário cerca de 30 dias para confeccionar uma boneca. “O realismo é muito grande,

temos possibilidade de realizar o trabalho nos mais variados tons de pele, trazer detalhes reais como micro-vasos sanguíneos e até mesmo cabelos microenraizados fio a fio”, revela.

Quadrinhos Bartolo - Cristovam Tadeu

http://bartolo-bebum.blogspot.com/2007/10/bartolo-o-bebum.html

Divulgue os eventos da sua comunidade no Parques e Região envie mensagem no e-mail: jornalparqueseregiao@terra.com.br


Abril 2010

Parques e Região - 11

Artes

Projeto Arte Ambiente O Projeto Arte Ambiente é desenvolvido no Parque das Águas, com atividades relacionadas a arte e ao ambiente com objetivo de valorizar e conscientizar os indivíduos em questões ambientais, culturais, esportivas e artísticas e permitir o aprendizado em contato direto com a natureza. O projeto idealizado pelas professoras Elizete de Oliveira Coelho Betanho e Maria Rose Darros Barbosa, da Secretaria Municipal de Educação de Campinas (SME), e pelo Centro de Formação, Tecnologia e Pesquisa Educacional (Cefortepe), tem como público-alvo alunos de escolas públicas municipais, estaduais e professores.

Todas as atividades temáticas são monitoradas, como o “Caminho das Águas” em que os alunos podem observar as diferentes espécies de plantas ornamentais e nativas, e aprender a função delas num jardim e a adaptação ao clima do parque. Outra atividade é o “Encontro em Noite de Lua Cheia”, um programa noturno e educativo, que compreende atividades culturais e artísticas. Proporciona aos participantes (jovens, adultos e terceira idade) um passeio botânico monitorado pelo coordenador do Parque das Águas, Murilo Soares. Também assistem às palestras durante o encontro que tem duas horas e meia de duração e é finalizado com o chá da noite. O 14º Encontro ocorrerá no dia 27 de abril, a partir das 19h30.

Para anunciar ligue: 3386-4411

Rosa Morena - Além do Olhar O Museu de Arte Contemporânea de Campinas (MACC) “José Pancetti” abre para o público a exposição interativa da artista plástica Rosa Morena. A proposta de “Além do Olhar” é captar impressões de portadores de deficiência visual sobre o contato com uma exposição que, além do olhar, poderá ser fruída por outros sentidos proporcionados pelos objetos e instalações de cerâmica, alumínio e tecido que formam um acervo de texturas, sons e aromas. A proposta é resgatar sentidos, por vezes negligenciados nas artes plásticas. O projeto cultural patrocinado pela Prefeitura Municipal de Campinas, por meio do FICC (Fundo de Investimentos Culturais de Campinas), é uma experiência sensorial que convoca o tato, a audição e o olfato para apreciação das obras. A exposição vai até o dia 9 de maio e os horários de visitação são de terça a sexta, das 9 às 17 horas; sábados, das 9

Divulgação

às 16 horas, domingos e feriados, das 9 às 13 horas. O Museu de Arte Contemporâ-

nea de Campinas fica na Rua Benjamin Constant 1633, Centro. Telefone 3236-4716.

Curiosidade

Como inventaram o sabão O processo de fabricação de sabão é antiga e simples. Sua origem não tem data precisa, mas foi documentada em tábuas de argila dos antigos sumérios por volta de 2500 a.C., também foram encontrados registros em escavações na antiga Babilônia que datam de 2800 a.C., que revelam que os habitantes ferviam gordura de animais com cinzas para utilizar como pomadas para ferimentos ou para auxiliar nos penteados artísticos, pois suas propriedades de limpeza eram desconhecidas. Acredita-se que o sabão não era utillizado para a higiene pessoal e sim para a limpeza e processamento do couro de animais e lã de ovelhas. Segundo uma lenda romana, a palavra ‘sabão’ teve sua origem no Monte Sapo, próximo à Roma, onde os animais eram oferecidos em sacrifício aos deuses. A gordura dos animais imolados no fogo misturava-se

com as cinzas da madeira queimada no altar. Quando chovia essa mistura corria no solo, próximo de rios, local onde as mulheres ao lavarem as roupas, perceberam que limpavam com mais facilidade quando em contato com essa mistura. Talvez o termo ‘saponificação’ (reação química que origina o sabão) tenha sua origem no nome deste monte. Uso medicinal Documentos relatam que os antigos egípcios usavam um material semelhante ao sabão, para tratar doenças de pele e tomavam banho com o produto. Na mesma época, Moisés entregou aos israelitas, leis detalhadas sobre os cuidados de limpeza pessoal. Ele também relacionou a limpeza com a saúde. Relatos bíblicos sugerem que os israelitas sabiam que as misturas de cinzas e óleos produziam uma espécie de pomada. Aparentemente os primeiros

Gregos não usavam sabão. Eles limpavam seus corpos com blocos de barro, areia e cinza, em seguida ungiam o seu corpo com óleo e raspavam a sujeira com instrumento (strigilis). Após a queda do império Romano e do declínio dos hábitos de banho na Europa, sentiu-se o impacto da sujeira sobre a saúde pública. Esta falta de asseio pessoal, aliada às condições de vida insalubres, contribuiu para as grandes epidemias da Idade Média em especial, para a Peste Negra no século 14. No século 19, houve um movimento sanitário para evitar a propagação de doenças como a cólera e a febre tifóide, com a criação de casas de banho e de

lavanderias. Industrialização A fabricação comercial do sabão ocorreu com a criação patenteada do químico francês, Nicolas Leblanc. Em meados de 1800. O químico Ernest Solvay inventou o processo da amónia em que o sal comum era utilizado para fazer a soda. Esse processo reduziu o custo do produto e aumentou a qualidade e a quantidade de soda disponível para a fabricação. Hoje os verdadeiros sabões não existem mais. Os produtos encontrados no mercado são derivados de petróleo e transformados por processos industriais.

Reciclagem é o aspecto mais interessante Cada litro de óleo despejado na rede de esgoto polui aproximadamente um milhão de litros de água, o equivalente à quantidade que uma pessoa consome ao longo de 14 anos. Além de causar entupimentos, contamina rios e consequentemente o mar. Para retirar o óleo e desentupir (as redes de esgoto) são utilizados produtos químicos que têm efeitos negativos sobre o meio ambiente e elevam o custo do sistema de tratamento. Como o óleo é mais leve que a água, fica na superfície criando uma barreira que dificulta a entrada de luz e a oxigenação da água, comprometendo a vida aquática. Provoca também a impermeabilização do solo, contribuindo para as enchentes.


12 - Parques e Região

Abril 2010

Artes

Campinas sedia Salão Nacional de Arte Contemporânea Artistas de todo o Brasil já podem se inscrever para o 1º Salão Nacional de Arte Contemporânea, promovido pela Organização Campineira de Artes (OC-Arte), com abertura prevista para setembro deste ano. As inscrições vão até o dia 31 de maio e os artistas poderão participar com trabalhos de desenho, pintura, gravura, escultura e outras técnicas de arte contemporânea ou figurativa moderna. Os trabalhos classificados como acadêmicos ou decorativos serão automaticamente desclassificados. As inscrições poderão ser feitas por meio de amostragem fotográfica (portfólios), enviados, via Correios, ou entregues pessoalmente em um dos endereços: Rua Pirassununga, 249, Chácara da Barra, CEP 13092-610 Campinas, SP; ou na Rua Alferes Raimundo, 334, Vila Industrial, CEP 13035-020. Para efetuar a inscrição, o artista deverá encaminhar portfolio contendo a ficha de inscrição devidamente preenchida, cinco fotos, tamanho mínimo 10 x 15 cm e máximo de 15 x 21 cm; currículo resumido e breve relato so-

bre a técnica utilizada, o suporte usado e tema abordado. As fotos deverão estar fixadas, individualmente, em folhas suportes tamanho ofício, com as informações técnicas do artista e da obra, a

saber: nome artístico, título da obra, técnica empregada, dimensão, ano de produção, seção a ser inscrito (contemporâneo ou figurativo moderno, categoria (desenho, pintura, gravura, escultura,

outras técnicas). Mais informações poderão ser obtidas pelos telefones 32542015, 3388-6780, 9305-3299 ou 9610-3112. Os interessados poderão solicitar informações

também através do e-mail: ocartes@yahoogrupos.com.br, mamcampinas@terra.com.br ou dg.dimasgarcia@gmail.com, ou através do site www.mamcampinas.com.br.


Parques e Região