Issuu on Google+

ANO 2 - Nº 15

CAMpinas, JUNHO 2011

Publicação mensal de distribuição gratuita nas residências, condomínios e comércios dos bairros Nova Europa, Parque Prado, Jardim dos Oliveiras, São Martinho, Parque Jambeiro, Vila Ipê, Parque da Figueira, Jardim do Trevo, Vila Campos Sales, Jardim Leonor, Vila Marieta, Ponte Preta e Vila João Jorge.

Campinas merece apuração das denúncias.

Pág. 2.

O gênio Leonardo da Vinci Uma oportunidade para conhecer um artista de muitas facetas. O Museu de Arte Contemporânea de Campinas (MACC) expõe uma série de protótipos do gênio Leonardo da Vinci - pintor, cientista, matemático, engenheiro, inventor, poeta, músico, entre outras qualificações, do Renascimento italiano. A mostra faz parte das comemorações do Ano da Itália no Brasil. Página 6.

Festa junina da Paróquia Santa Luzia

Terapia em forma de arte Mais de 300 pacientes do Serviço de Saúde Cândido Ferreira participam regularmente de diversas oficinas, como mosaico, papel artesanal, serralheria, vitral e culinária, entre outras. O objetivo é a terapia ocupacional, mas o resultado revela uma sensibilidade artística surpreendente. Página 5.

Festas juninas animam comunidades da região Em junho comemoramos os dias de três santos bem populares: Santo Antonio (13), São João (24) e São Pedro (29). É tempo de muita festa nas escolas, igrejas e associações, com comidas típicas e muitas brincadeiras. Página 8. Atividades marcam Semana do Meio Ambiente no Bento Quirino Palestras e exposições, entre outras atividades, foram realizadas no Colégio Bento Quirino durante as comemorações da Semana do Meio Ambiente. Exemplares do jornal Parques e Região, que veicula com frequência matérias sobre sustentabilidade ambiental, foram distribuídos no local. Página 4.


02 - Parques e Região

Junho 2011

EDITORIAL

Que pena Dr. Hélio! Há séculos atrás, o filósofo Jean Jacques Rousseau já afirmava que a igualdade e a liberdade são valores fundamentais e que “sob os maus governos a igualdade é ilusória e aparente, e não serve senão para manter o pobre na miséria e o rico na usurpação”. John Locke, também filósofo, dizia que todos os homens, ao nascer, tinham direitos naturais como o direito à vida, à liberdade e à propriedade. Para ele a criação do governo garantiria esses direitos, mas se os direitos não fossem respeitados o povo poderia contestar esse governo injusto e não eram obrigados a aceitar suas decisões. No Brasil atual, a impressão que temos é que muitos políticos almejam acima de tudo usurpar os cofres públicos em benefício próprio. A vida pública tornou-se nada mais que o sonho de consumo de maus políticos, considerando que o individuo conquista posição social, altos salários e o direito de se apoderar do dinheiro público, sem qualquer constrangimento, para comprar empresas, mansões ou enviar montanhas de dinheiro para o paraíso fiscal. Ou seja, multiplicar o patrimônio sem ter que dar explicações a ninguém. Não é exagero dizer que eles conquistam sim, ao serem eleitos, o direito de usurpar o que não lhes pertence. Afinal, desconhecemos qualquer cidadão que tenha devolvido qualquer centavo depois de lesar os cofres públicos. Em Campinas está nas mãos dos integrantes da Câmara Municipal o afastamento ou não do prefeito Hélio de Oliveira Santos, que insiste em negar qualquer envolvimento com o escândalo da administração municipal. Pior: subestima a inteligência dos eleitores ao defender a inocência da primeiradama, acusada-mor do escândalo. Agora, mesmo sem uma oposição convincente, a um ano das eleições municipais, tudo indica que teremos o impeachment do prefeito - o que é desolador para quem ama a cidade. Seja qual for o resultado, aqueles que “mais precisam” nesta cidade não esquecerão jamais do prefeito que tinha tudo para ser “o melhor que Campinas já teve”, mas que depois de eleito e reeleito, preferiu mudar o rumo da história.

O jornal Parques e Região é uma publicação mensal de distribuição gratuita nas residências, condomínios e comércios dos bairros Parque Prado, São Martinho, Jambeiro, Vila Ipê, Parque da Figueira, Jardim do Trevo, Nova Europa, Vila Campos Sales, Jardim Leonor, Vila Marieta, Ponte Preta, Jardim dos Oliveiras e Vila João Jorge.

CONDOMÍNIOS: Parque Prado (Club House, Parnaso, Monet, Rugendas, Renoir, Debret-Village, Saint Louis, Condomínio Chácara Prado, Caapuã), Ponte Preta (Praia do Pontal, Tormalina, Condomínio Saudade, Residencial Cinthia, Spazio Calabria, Edifício Olga), Jardim do Trevo (Marinalva, Praia do Pontal, Edifício Itapoã, Edifício Arthur Paioli), Jardim Nova Europa (Canadá, Edifício Estados Unidos, Brasil, Conjunto Europa, Edifício Artur Paioli), Parque da Figueira (Residencial Parque da Figueira), Vila Marieta (Condomínio Europa, Edifício Dona Rita Corrêa), Vila João Jorge (Condomínio Santa Helena, Edifício Elizabeth Jorge, Edifício Arezzo), Jardim Leonor (Edifício Velasquez), Vila Ipê (The Palms American House), Jardim das Oliveiras (Condomínio Parque dos Pássaros), Parque São Martinho (Condomínio Plaza das Flores). O Parques e Região pode ser encontrado também nas bancas Diamante, Baden, Banca do Roberto (Jd. Nova Europa) e Space Box (Shopping Prado). Banca Nossa Senhora das Graças. (Ponte Preta), Banca de Prata (Vila João Jorge), RR (Jardim Oliveiras das Oliveiras) e nos seguintes comércios: Supermercado Monte Belo, Mercearia Jambeirinho, Mercado Passoli, Panificadora Jambeiro de Campinas e Contilub -Troca de óleo (Parque Jambeiro). Panificadora Dan Re (Parque São Martinho).

Editoras: Luciane Nohama - Mtb. 58866/SP luciane.nohama@terra.com.br

Clarice N. Tanaka – Mtb. 15474

Veja o jornal na internet http://issuu.com/parqueseregiao

Redação e publicidade: (19) 3386.4411 jornalparqueseregiao@terra.com.br

ARTIGOS

A tradição das festas juninas Padre Bruno Alexandroni* O frio já está apertando, a noite de São João, a mais fria e comprida, e, se São Pedro ajudar, vamos ter estiagem e na roça a colheita do milho vai começar... É a temporada junina. Viva São João! Na nossa região Sudeste do Brasil, é tradicional a realização de quermesses, promovidas por igrejas, escolas, asilos, casas de repouso, colégios, sindicatos e empresas, condomínios e instituições. Possuem barraquinhas com comidas típicas e jogos para animar os visitantes. A dança da quadrilha, geralmente ocorre durante toda a quermesse. Falou que é Festa Junina todo mundo vai. No Brasil, faz um bom tempo que é assim. É uma festa que veio da Europa, principalmente dos países católicos e que foi trazido pelo colonizador português católico. Aqui encontrou outros parceiros: os donos da terra (os índios) e os que foram trazidos para cá (os negros). Pesquisando sobre o assunto,

vamos encontrar que a dança da quadrilha tem muito a ver com as danças típicas dos nobres, influenciada pela que se dançava na França. O gosto de soltar fogos de artifício teria vindo da China, de onde se crê tenha surgido a manipulação da pólvora para a fabricação de fogos. A dança de fitas era muito comum na Espanha e em Portugal. E ainda temos que levar em conta que nas diversas regiões do Brasil, as Festas Juninas têm características diferentes. De qualquer

forma, são tantos elementos, que deu nessa coisa bonita e gostosa que chamamos de Festa Junina. A Festa Junina é sempre celebrada em junho e recebe este nome por causa de São João, cuja festa se refere ao seu nascimento. E mesmo que seja bem antes, no mês de maio, ou depois, no mês de julho, será sempre festa “junina”, porque é São João o dono do nome: João, joanino, junino. Mas no calendário dos santos do mês de junho

não encontramos só São João. Também são lembrados Santo Antonio (celebrado no dia 13 de junho) e São Pedro (celebrado no dia 29 de junho, junto com São Paulo, pois é o dia do martírio dos dois santos). Santo Antonio tem a fama de casamenteiro e a de São Pedro é a de quem manda a chuva. A Festa Junina tem sabor de milho, pois é a época da colheita; por isso que não pode faltar doces, bolos e salgados de milho: pipoca, canjica, pamonha, cural, milho cozido, bolo de milho, cuscuz. Mas não tem só derivado de milho: tem arroz doce, pinhão, vinho quente, quentão, pé de moleque, cocada, broa de fubá, bolo de amendoim, batata-doce, bom-bocado. Há brincadeiras que são típicas da época: passar descalço na fogueira na noite de São João, subir no pau de sebo, pular a fogueira, soltar balão. Também tem a reza e o levantamento do mastro tendo na ponta as figuras dos os santos juninos. *Padre Bruno Alencar Alexandroni, é pároco da Paróquia de Santa Cruz

A falsa polêmica dos inibidores de apetite Antonio Carlos Lopes* Desde o início de 2011, um tema controverso tem ocupado na imprensa páginas e páginas das editorias de saúde e medicina. Trata-se da possibilidade de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibir no Brasil a comercialização e o uso dos inibidores de apetite a base de sibutramina, de anfetamina e derivados. A discussão tem como ponto de partida uma falsa polêmica. Dizer que tais fármacos possuem efeitos colaterais é algo que os mais antigos classificariam de ?chover no molhado?. Até porque todos os medicamentos, sem exceção, os têm, em maior ou menos escala. Antes de acirrar qualquer debate, portanto, é essencial analisar a questão do ponto de vista da saúde pública. Os inibidores de apetite são

importantes no combate à obesidade, hoje uma das principais causas de diabetes, câncer e hipertensão arterial, entre outras enfermidades. Proibilos certamente só agravará uma situação já preocupante. Em nosso país, atualmente, mais da metade da população está acima do peso. O número de obesos cresce a cada dia, reproduzindo, aliás, um mal que é mundial. Claro que não defendemos a utilização indiscriminada, pois, em medicina, a permissividade é inaceitável. Dessa forma, é imperioso que sejam estabelecidos critérios rigorosos de controle.

A prescrição deve ser feita apenas do receituário amarelo, retirado nas Secretarias da Saúde. Também é necessária forte fiscalização da Vigilância Sanitária sobre a prescrição destes, para saber como e com quais finalidades estão sendo ministrados. Por fim, um dos focos da controvérsia deve ser colocado no seu devido lugar. A prescrição médica envolve ciência e arte. Só ciência e só arte não resolvem. Para bem fazê-la, necessitamos de médicos competentes e bem formados, mas esses não estão sobrando no mercado. Um médico para receitar

fármacos assume um compromisso não apenas com a prescrição realizada no momento da consulta, mas também com as suas possíveis complicações e com o dever de saber identificá-las e tratálas. O grande problema é que muitos que prescrevem não têm a qualificação adequada. Pior, sentem-se na obrigação de fazer o indivíduo emagrecer a qualquer custo, sem nem ter o diagnóstico da causa da obesidade. Com rigor na formação dos profissionais de medicina, controle na venda e fiscalização sobre abusos, resolveremos o problema, ou boa parte dele. Resta-nos, assim, somente adotar um remédio que sempre faz bem: o bom senso.

*Antonio Carlos Lopes, presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica.

Os prejuízos da queda de energia Os consumidores que se sentirem prejudicados com a queima de aparelhos elétricos e/ou eletrônicos, como geladeira e computador, em decorrência da falta de energia elétrica, têm direito de solicitar ressarcimento junto à concessionária de energia elétrica, conforme Resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica e o Código de Defesa do Consumidor (CDC). A queima de equipamentos eletrônicos e elétricos normalmente acontece no retorno da energia elétrica após a sua interrupção, causando avarias por sobrecorrente ou sobretensão, explica o Procon de Campinas. A sobretensão acontece quando a energia volta de repente e tem um

pico de milésimos de segundos que pode alcançar os 500 volts quando a rede da cidade é 127 volts, como em Campinas. De acordo com o artigo 22 do CDC, “os órgãos públicos, por si ou suas empresas, concessionárias, permissionárias ou sob qualquer outra forma de empreendimento, são obrigados a fornecer serviços adequados, eficientes, seguros e, quanto aos essenciais, con-

Carta dos leitores “Resido próximo ao recém-inaugurado “Bar do Minho”, localizado na Rua Otoniel Mota, no Jardim Leonor. Minha preocupação é quanto ao trânsito de veículos diante do estabelecimento nos dias de maior movimento, (quintas, sextas e sábados). Já presenciei por três vezes graves desavenças entre motoristas que entram naquele quarteirão e se veêm frente a frente,

sem poder passar devido o estacionamento que é permitido em ambos os lados. Nenhum deles quer recuar dando ré no veículo. Numa das vezes, que por ali ia passando, presenciei dois veículos na situação citada. De um deles, desceu um jovem, grosseiro e mal educado, que aos palavrões e em altos brados ordenava a motorista (uma senhora) do outro veículo que desse ré, afinal, o carro

tínuos. “O consumidor tem até 90 dias para reclamar o ressarcimento de valores ou o re-paro do aparelho. Portanto, as pessoas que tiverem seus equipamentos queimados, por exemplo, na noite do último dia 7 de junho em consequência da tempestade que atingiu a cidade, pode reclamar até o dia 5 de setembro”, diz o diretor do Procon de Campinas, Anderson Gianetti. O interessado em solicitar o ressarcimento deve ligar para o 0800-0101010 para agendar uma visita de um técnico da concessionária para verificar o “nexo causal”, que significa a relação de causa e efeito. Outros Prejuízos Outra situação que o

consumidor pode enfrentar com a falta ou interrupção de energia elétrica é a perda de produtos, como alimentos, quando uma geladeira ou um freezer industrial para de funcionar, provocando prejuízos. Um exemplo: o dono de um restaurante, que sem poder atender sua clientela terá seu faturamento afetado no final do mês. Nesses casos, o consumidor também pode pedir ressarcimento dos prejuízos. O Procon de Campinas faz o atendimento pessoal na Avenida Francisco Glicério, 1307, no Centro das 9h às 16h, de segunda a sexta-feira. As reclamações também podem ser registradas no site www. proconsumidor.org.

dele era importado e o dela popular. A qualquer momento algo grave poderá ocorrer no local, razão pela qual apelo a este conceituado jornal que interceda junto as autoridades do trânsito, no sentido de solucionar o problema enquanto é tempo. Uma sugestão seria permitir o estacionamento em apenas um dos lados do quarteirão, facilitando assim, o trânsito de dois veículos em ambos os sentidos. É bom destacar que o proprietário do

bar, demonstrando boa vontade, já tentou solucionar o impasse, sem obter sucesso”. F.G. A assessoria de imprensa da Emdec, nos respondeu que o problema seria encaminhado para o Departamento de Projetos de Sinalização da Emdec, para que seja realizada uma “vistoria técnica no local”. Questionada novamente no dia 30 de maio, a Emdec não se manifestou até a data do fechamento dessa edição.


Junho 2011

Parques e Região - 03

NOSSA REGIÃO

Obra embargada preocupa moradores da região

A interferência na paisagem, provocada pelas obras de dois grandes condomínios populares na região do Parque das Águas, já não agradava aos moradores dos bairros adjacentes. “A construção de grandes condomínios ao redor do parque nos dá a sensação de sufocamento”, lamenta um morador do São Martinho, que mudou-se para a região atraído pela área verde que ali se formava. Agora, o que preocupa o morador é a notícia do embargo da obra. “Meu medo é que isso acabe ficando assim, por muito tempo, como tantos outros que já existem na cidade, abandonados”, desabafa. A pedido do Ministério Público, a Prefeitura de Campinas está revisando todos os empreendimentos habitacionais considerados de interesse social (EHIS), aprovados nos últimos sete anos. A investigação nos processos é uma recomendação do promotor Valdir Paulo Kobori, a partir de irregularidades apontadas na aprovação de construções, liberadas pela Secretaria de Urbanismo - um dos focos de denúncias na atual administração municipal. São considerados de interesse social, empreendimentos como do programa Minha Casa, Minha Vida, que só podem ser liberados mediante o pagamento

Empreendimento da MRV vista do Parque das Águas: obra embargada

Interferência na paisagem não agrada aos moradores

de contrapartida fixada em 3,5% do valor do empreendimento ou montante equivalente em lotes urbanizados de 126 metros quadrados. O valor dos lotes são recebidos pelo Fundo de Apoio à População de Subabitação Urbana (Fundap), destinado à construção de casas para retirada de famílias em áreas de risco. A promotoria alega que, apesar do crescimento imobiliário registrado na cidade, a arrecadação do Fundap não tem sido proporcional. Kobori ressalta que as dezenas de empreendimentos aprovados no

programa Minha Casa, Minha Vida, não correspondem aos depósitos feitos na conta do Fundap. A Prefeitura está notificando empreendedores para regularização de obras construídas sem as necessárias contrapartidas. Enquanto isso, técnicos analisam os processos e já determinaram o embargo de duas obras. Primeiro do hipermercado Extra, na região do Alphaville e depois do conjunto habitacional da MRV, no Parque Jambeiro. As empresas estão tentando regularizar a situação para retomar as obras.

Conscientização é tudo quando o assunto é meio ambiente As cidades crescem, se modernizam, mas a sustentabilidade não acompanha o ritmo do desenvolvimento, o que torna mais importante ainda a necessidade de conscientizar o homem sobre as questões do meio ambiente. Alunos de 27 cursos técnicos da Escola Bento Quirino realizaram trabalhos sobre o tema e apresentaram, em forma de exposições, durante a Semana do Meio Ambiente. Especialistas da Unicamp, Sanasa e Polícia Ambiental proferiram palestras

sobre temas como vigilância ambiental e uso racional

Alunos apresentam maquete e a professora Rosa, do curso de Turismo

da água. E no Ano Mundial da Química, alunos da área

pesquisaram sobre os tipos de tratamentos do solo, fontes de enrgia e a necessidade de dar destino correto aos resíduos químicos. Estudantes de Nutrição falaram sobre a importância da alimentação adequada e de turismo sobre o turismo em Campinas, ressaltando a vocação da cidade para o turismo de negócios. Durante o evento, exemplares do jornal Parques e Região foram distribuídos pelos alunos de Turismo, como sugestão de leitura aos participantes.

Fique por dentro! Internet A Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura de Campinas, através do Departamento de Publicidade, desenvolveu uma página na internet (www.campinas. sp.gov.br/defesacivil),com objetivo de fornecer informações úteis à população como boletins meteorológicos atualizados diariamente e medidas preventivas no caso de ameaça de desastres naturais como enchentes e queimadas que serão emitidos pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, bem como a previsão do tempo específica para Campinas pelo período de nove dias. Boldrini Com o objetivo de arrecadar recursos para atendimento de crianças com câncer o Centro Infantil Boldrini realizará o sorteio de um automóvel Uno 0 km, de uma TV LCD de 32 polega-

das e de um GPS. Para concorrer é necessário adquirir um número da rifa que custa R$10,00. Mais informações pelos telefones 3787-5115 e 3787-5127. Cidadania A Universidade Presbiteriana Mackenzie iniciou um projeto de reciclagem destinado à separação de todo papel descartado na Instituição. O objetivo é conscientizar alunos e funcionários sobre a importância de práticas do desenvolvimento sustentável, como essa do descarte correto de papel e ainda auxiliar cooperativas de catadores no processo de reciclagem, cumprindo nosso papel social. Tecnologia Vitor Pamplona (26), doutorando da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, inventou recentemente, um gadget (dispositivo eletrônico portátil) que oferece diagnósticos oftalmológicos por ce-

lular. O Netra, sigla em inglês de Ferramenta para Avaliação das Condições Refrativas do Olho Humano em Proximidade, é um pequeno aparelho plástico que, acoplado a um celular Android (sistema operacional criado pelo Google para uso em celulares) realiza testes e avalia a saúde da visão do usuário. O aparelho custa dois dólares.

Vitor Pamplona usa Netra

Terapia das compras Um estudo coordenado pelo centista Yu-Hung Chang, do Instituto de Ciências de Saúde Populacional de Taiwan,

indicou que ir às compras pode ser benéfico para a saúde, principalmente para os indivíduos da terceira idade, pois promove a atividade física, interação social com outros consumidores. Pimenta e dietas Segundo estudo publicado (revista científica Physiology & Behavior), o consumo em pequenas quantidades, de pimenta vermelha ou malagueta, pode ser uma aliado das dietas, pois ajuda a perder calorias e a reduzir o apetite. Famácia Popular A primeira Farmácia Popular do Brasil (FPB) em Campinas, que fica na Rua Ferreira Penteado, 854, centro, completou quatro anos de atendimento a 210 mil clientes e com movimento de 700 mil itens. A segunda farmácia fica na Rua Clóvis Bevilacqua, 535, no Guanabara. Tarifa de boleto De acordo com Resolução do Banco Central (Bacen), os

bancos estão proibidos de cobrar a tarifa de emissão de boletos desde 2009. A cobrança indevida deverá ser ressarcida na hora pelo banco que a emitiu. Se o consumidor receber essa cobrança, ele deve reclamar no Procon de Campinas trazendo uma cópia do contrato e do boleto. E também pode procurar a Justiça, nos termos do artigo 51, § 4.º do CDC. Cérebro adormece Antes da fadiga se manifestar, o cérebro poderá dar sinais que indicam que deverí-

amos interromper certas atividades que exigem estado alerta. Alguns dias não nos lembramos onde deixamos as chaves ou os óculos. Será distração, esquecimento ou apenas um sinal de que precisamos dormir? Segundo estudo, realizado na Universidade de Wisconsin-Madison (EUA), feito com ratos, o cérebro cansado pode adormecer por uma fração de segundo, mesmo que esteja funcionando ativamente. Produção de lixo Segundo estudo realizado pela Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), entidade que reúne as empresas de coleta e destinação de resíduos, mostra que a produção de lixo cresceu em 6,8%. Isso significa foram produzidos, no país em 2010, 195 mil toneladas de resíduos sólidos por dia, mas os programas de coleta seletiva não avançam na mesma proporção.


04 - Parques e Região

Junho 2011

EDUCAÇÃO

POLÍTICA

Oficinas temáticas promovem interação entre professores Encontro visam troca de ideias e informações

O Programa Arte e Movimento da Secretaria Municipal de Educação (SME) vem realizando novas oficinas temáticas livres para os educadores da rede municipal, no Centro de Formação, Tecnologia e Pesquisa Educacional) Cefortepe. O objetivo é promover a interação entre os professores, através de atividades socioculturais. A coordenadora do programa, Lúcia Bachiega Kolokathis, explica que as atividades são oferecidas para que os educadores possam se socializar e adquirir mais conhecimento interno, sem vínculos com a formação pedagógica. Ou seja, sem a necessidade de aplicar o conteúdo em salas de aula. “É um momento para que o educador possa relaxar. As oficinas visam o encontro das pessoas e a troca de informações e de ideias. Eles estão aprendendo coisas diferentes relacionadas à arte e cultura”, diz Lúcia. Ainda segundo ela, as oficinas são muito importantes para ampliar a visão de conhecimento sobre a cultura de outros povos, como a dança do ventre, atividade voltada ao corpo e que obteve maior procura por parte dos inscritos. “As pessoas estão gostando bastante, as oficinas estão sempre cheias. Para algumas, temos de abrir aulas extras. Teremos até que pensar, no segundo semestre, em aumentar a variedade da temática para atender também outras áreas”, comenta

Professoras confeccionam Olho de Deus

Patrícia, Valéria, Amiltom, Gabriela, Luzia, Kátria e Lais

a coordenadora. Os interessados em participar das oficinas podem se inscrever no site cefortepe. artemovimento@campinas. sp.gov.br, ou entrar em contato com o Cefortepe pelo telefone 3259.1496. A Oficina Olho de Deus foi uma das atividades acompanhadas pela reportagem do Parques e Região. Olho de Deus é o artesanato dos povos nativos (índios mexicanos, índios norte-americanos, celtas, etc), feito à mão com fios coloridos, que representa o equilíbrio, a re-

flexão, a meditação e a serenidade. É um símbolo de proteção que, por sua beleza e pureza, tem o poder de dissolver as energias negativas que possam estar presentes no ambiente onde for colocado. A intenção é pendurálo onde se deseja um olhar para maior proteção e amparo. Na oficina da Cefortepe, o olho de Deus é confeccionado com linhas coloridas, como barbante cru ou lã, a partir de palitos de churrasco ou pequenos galhos de árvores.

Como proteger a pele dos ventos e tempo Temperaturas mais baixas, frio e tempo seco... A combinação perfeita para uma pele ressecada e sensível. Para evitar problemas, é preciso caprichar na hidratação da pele durante o inverno. Segundo a dermatologista Christiana Blattner, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia, áreas como rosto, mãos e pernas, sofrem mais por estarem mais expostas. “O frio e o vento constante contribuem para tirar a proteção natural da pele, deixando-a mais seca e exposta a irritações”. O inverno acaba sendo a época do ano mais propícia para irritações na pele. Os cuidados podem variar de acordo com o tipo de pele, por isso “o ideal é que se procure um dermatologista para indicar o hidratante adequado e fornecer as orientações para se enfrentar com facilidade a estação”, explica a dermatologista, de Campinas. Segundo Christiana Blattner, uma das mais importantes dicas para o período é evitar banhos muito quentes. “A água quente retira a gordura da pele, o que também contribui para deixá-la ainda mais sensível”, afirma. A médica lembra ainda que, apesar do sol mais fraco, o uso do protetor solar continua sen-

do importante e até os lábios podem receber proteção especial. “O protetor labial é importante nesta época, pois os lábios costumam sofrer bastante com o frio. Sem o protetor, temos a tendência de levar a língua aos lábios, para molhá-los com a saliva, mas o efeito é passageiro e a saliva, na verdade, seca-os ainda mais rapidamente”, esclarece. “O ideal é reaplicar o filtro nos lábios várias vezes ao dia”. Se o inverno traz um pouco mais de dificuldade nos cuidados diários com a pele, por outro lado, ele é a época propícia para alguns tratamentos estéticos. “Naturalmente o paciente fica menos exposto ao sol nessa época do ano, então é mais fácil realizar alguns procedimentos a laser, por exemplo. No inverno, a recuperação acaba sendo mais fácil e corre-se

menos risco de irritação”. Novas técnicas de rejuvenescimento a laser são as mais procuradas Rejuvenescer continua sendo o maior desejo das mulheres, que aproveitam a época do inverno para investir nos tratamentos faciais. “As técnicas de rejuvenescimento mais utilizadas hoje em dia envolvem laser, como o Fraxel e o CO2”, explica Christiana Blattner, que comanda em Campinas a Dermatolaser, clínica especializada em tratamentos a laser. “Atualmente trabalhamos com a tecnologia do laser fracionado, que consegue atingir profundamente a pele, mas em áreas específicas, mantendo a pele ao redor intacta. A recuperação é rápida e os efeitos ainda mais visíveis”, completa. O inverno é um bom período também para retirada de pelos. “Para depilação a laser é indicado que o paciente não esteja bronzeado e evite o sol por 15 dias após a aplicação”, comenta a dermatologista Christiana Blattner. “Os equipamentos atuais, como Gentlelaser ou laser de Alexandrite emitem um jato que resfria imediatamente a pele, fazendo com que a retirada dos pelos seja praticamente indolor”, garante.

Encarte a propaganda de sua empresa no

Para anunciar ligue: 3386-4411 / 9778-7207

Jonas Donizette apresenta projetos em defesa da ética O deputado de Campinas busca apoio de parlamentares paulistas O deputado federal Jonas Donizette (PSB/SP) lamentou da tribuna da Câmara as acusações envolvendo a administração pública de Campinas. “As denúncias são muito graves e envolvem a companhia de abastecimento de água da cidade e pessoas do secretariado municipal, inclusive a chefe de gabinete e esposa do Prefeito”, afirmou. O parlamentar defende uma apuração rigorosa. “A minha bancada, do PSB, na Câmara de Vereadores votou favoravelmente ao pedido de instalação de Comissão Processante, porque julgamos necessário que tudo seja devidamente apurado. Não podemos mais conviver com uma situação em que a desonestidade seja varrida para baixo do tapete”, declarou no discurso. PROJETOS DE LEI Jonas Donizette tem pautado sua história política pela postura ética. Em seu primeiro ano de atuação na Câmara dos Deputados, o parlamentar já apresentou dois projetos de lei, o 124/11 e o 998/11, que buscam mais transparência e democracia para a classe política. O projeto de lei 124/11 torna imprescritíveis ações judiciais que correm em foro especial por que a pessoa exerce mandato eletivo ou exerce car-

go ou função pública. Isso significa que processos movidos contra esses réus não “perdem a validade” na Justiça. Políticos condenados que atrasam processos por meio de recursos ou por meio de mudanças de cargos públicos terão de se haver com a lei, não importa quanto tempo durar as manobras jurídicas para atrasar o pronunciamento da sentença. Atualmente, diversos casos na Justiça Brasileira contra autoridades públicas prescrevem por conta de artifícios que atrasam a conclusão do julgamento, transmitindo à população uma sensação de impunidade. O projeto de lei 998/11 veda a decretação de segredo de justiça em qualquer ação

judicial instaurada em decorrência de ação ou omissão de agente público. O recurso jurídico da decretação do segredo proíbe a consulta dos autos de um determinado processo pelo público em geral. Muitos julgamentos de casos em que há suspeita de desvio de recursos públicos houve decretação de segredo de justiça, o que impossibilitou a imprensa de cobrir de modo apropriado às denúncias. “A decretação de segredo de justiça por exigência do interesse público protege de fato os investigados, tanto da área pública quanto privada. Temos de rever esse conceito. O povo precisa saber sobre essas denúncias”, acrescentou o deputado federal Jonas Donizette.

Tarefa interdisciplinar no Colégio Crescer

Desafio: construir uma ponte pênsil com macarrão Grupos de alunos do Ensino Médio do Colégio Crescer, do Jardim Novo Campos Elíseos, enfrentaram um desafio interdisciplinar. Durante dois meses, cada grupo criou uma ponte pênsil com macarrão tipo espaguete, a partir de pesquisas sobre pontes existentes em diversas partes do mundo. As réplicas tinham que estar dentro de especificações de peso e medida. Depois, as pontes foram apresentadas no ginásio da escola e avaliadas pelo professor de Física Cristiano, o mentor do projeto, e por um engenheiro mecânico da Unicamp. Os trabalhos aprovados foram submetidos ao teste de resistência com a suspensão de um balde de areia. Muitas caíram rapidamente, outras suportaram mais. O grupo vencedor foi da 2ª série B, formado por Michel, Júlia, Emanuela, João Paulo, Lucas e Natália. A ponte suportou 6,1 kg.

Professores conferem especificações de peso e medida

Todas as pontes ficaram expostas no ginásio do colégio para avaliação: réplicas

Próxima edição: 8 de julho 3386-4411 / 9778-7207


Junho 2011

Parques e Região - 05

INCLUSÃO SOCIAL

Armazém das oficinas: opção de boas compras Na luta pela reabilitação psicossocial de pessoas que sofrem de transtonos mentais, o Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira, localizado no distrito de Sousas, é referência no Brasil e reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS), desde 1993. É pioneiro em abolir os métodos agresivos de tratamento. Para propiciar a reinserção social, o Cândido Ferreira oferece hoje, a mais de 300 pacientes, 14 oficinas de artesanato (papel reciclável, velas, mosaico, vitral etc.), agricultura, construção civil, marcenaria, serralheria, culinária e outras. As oficinas atendem a necessidade de trabalho para quem tem baixa renda e tem dificuldade de inserção no mercado formal de trabalho. Toda a diversidade de peças produzidas pelas oficinas é comercializada no Armazém das Oficinas. Localizada no Cambuí, a loja oferece hoje cerca de 800 itens de produtos, a preços que variam de R$ 2,00 a R$ 2 mil. A qualidade das peças, garantida pela criatividade dos “oficineiros” faz do armazém uma opção interessante para quem busca presentes e artigos de decoração. Sustentabilidade A maioria das oficinas privilegia os materiais sustentáveis e ecologicamente corretas. A de papel reciclável, por exemplo, alimenta a oficina gráfica, que confecciona cartões de visitas, convites, agendas, cadernos e bloco de anotações. A marcenaria produz móveis de fino acabamento, utilizando madeira certificada, que garante a origem legal da madeira e seu cultivo sustentável.

Culinária e nutrição “Quando os pacientes são encaminhados para a terapia ocupacional, faz-se uma triagem para que cada um descubra a atividade pela qual tem maior afinidade”, explica Silvio Burza, um dos atendentes do Armazém das Oficinas. Uma das oficinas mais antigas e movimentadas é de culinária, que tem duas frentes de atividades: Eventos e Oficina Culinária e Nutrição. A primeira organiza e produz coquetéis, café da manhã, coffe break, para eventos e festas em geral. Gera renda e qualifica os participantes para a confecção de salgados, pães, doces, bolos, além de capacitá-los também para serviços de buffet. Já a oficina de nutrição prepara refeições que são servidas em um restaurante próprio, aberto ao público, além de fornecer refeições para entrega. Os “oficineiros” recebem cursos de capacitação em alimentação, são auxiliados por monitores e nutricionistas na elaboração de pratos, e seguem normas estabelecidas pela Vigilância Sanitária. O Armazém das Oficinas fica na Rua Cel. Quirino, 172, Cambuí. Telefone 3251-9677.


06 - Parques e Região

Junho 2011

EXPOSIÇÕES

A genialidade de da Vinci

Barco canhão giratório

Aberta para visitação no Museu de Arte Contemporânea de Campinas (MACC), a exposição “O Legado de Leonardo”, reunindo, até o dia 26 de junho, 21 protótipos do gênio da Renascença, Leonardo da Vinci (1452-1519), construídos a partir de seus estudos e desenhos. A mostra, apoiada pela Associazione Ricercatori Storici d’Itália e do Instituto Vinciano Italiano, está dividida em quatro setores com as chamadas máquinas de Leonardo: Ar, Guerra, Água e Civis. Dos protótipos de “O Legado de Leonardo”, alguns são considerados inéditos (carro cortador, balestra, ponte giratória, inclinômetro), jamais expostos em qualquer acervo sobre o autor no País. Diferentemente de outra mostra sobre o gênio, apresentada no passado em algumas cidades brasileiras, a maior parte das peças foi construída em tamanho natural. A exposição ocorre neste 2011, o Ano da Itália no Brasil. A exposição “O Legado de Leonardo”, que tem como

Máquina para medir a velocidade do vento

Em homenagem aos 90 anos O Instituto Thomaz Perina abre para o público até o dia 23 de julho a exposição em comemoração dos 90 anos do artista. O evento acontece de terça a sábado, das 10 às 16 horas. O Instituto Thomaz Perina fica na Rua Santo Antonio Claret, 229, no Castelo. Mais informações pelo telefone 3213-0398. Obra de Thomaz Perina

PASSATEMPO

Palavras Cruzadas

curador o historiador Franco Gentili, apresenta em Campinas as seguintes peças: barco com pás, carro metralhadora, balestra, escavadeira de trincheira, catapulta, inclinômetro, mecanismo de bater asas, parafuso e porca, estudo da asa, máquina voadora, bate estaca, bicicleta, câmbio, caminhar sobre a água, grua, barco canhão giratório, serra hidráulica, carro cortador, anemômetro, máquina para medir a velocidade do vento, ponte giratória e técnica de assalto. Leonardo da Vinci é gênio multifacetado do Renascimento italiano, reconhecido

em todo mundo como pintor, engenheiro, anatomista, escultor e poeta, entre outras áreas do conhecimento. A exposição “O Legado de Leonardo” é uma realização da Mais Comunicação - SP. Outros detalhes sobre a mostra estão disponíveis no endereço www. olegadodeleonardo.com.br. Serviço Local: Museu de Arte Contemporânea de Campinas. Endereço: anexo ao Palácio dos Jequitibás, Rua Benjamin Constant. Horários: de terçafeira a sexta-feira, das 9 às 17 horas. Sábado, das 9 às 16 horas. Domingo, das 9 às 13 horas.

Mostra do acervo reúne artistas Quem visitar a mostra de Leonardo da Vinci no Museu de Arte Contemporânea de Campinas (MACC) terá a oportunidade de conhecer também parte do acervo do museu, em exposição no mesmo período. Destacamse quadros de artistas que integraram o Grupo Vanguarda, movimento de arte contemporânea em Campinas, nos anos 60, como Thomas Perina, Maria Helena Motta Paes e Mário Bueno. De Francisco Biojone, uma composição da série “Mar”, além de obras de Burle Marx e Marcos Serra (foto) completam a seleção.

HORIZONTAIS - 1. Tempo determinado/conjunto de condições atmosféricas que caracterizam uma região; 2. Espécie de aguardente/ sagüi; 3. Principal universidade brasileira/pequeno átrio; 4. Não acertar/bacharel (abrev.); 5. Invulgar, extraordinária/veloz, ligeiro; 6. Repetição de som no final de versos/ (...)-de-cintura: besouro comum no cerrado; 7. Defumado/alegria, contentamento; 8. Faca cerimonial do candomblé/concepção; 9. Recolher, retirar/a força aérea britânica; 10. Arrabalde/país asiático; 11. O mais simples é o de hidrogênio/ neste ano (antigo). VERTICAIS - 1. O mesmo que prurir/maneira; 2. Pequena árvore chinesa que fornece o charão, um verniz/massa de mandioca que, desfeita em molho de peixe, serve de tempero; 3. Medidor de intensidade de corrente elétrica; 4. Ramagem/etapa do sono em que se verificam sonhos e movimentos oculares rápidos; 5. Montículo de areia e pedras que em geral surge após uma colina/ postergado; 6. Perfume indiano à base de óleo de pétalas de flores/ rancor, raiva; 7. Onde se recolhe o

ROBERTO S. FERREIRA Rosfer Editorial

gado/desacerto; 8. 52 (romanos)/ armadilha usada em rios para apanhar peixes; 9. Empresa de comércio e administração de imóveis; 10.

Risonhas, alegres/o ácido ribonucléico; 11. Deus que conduzia o carro do Sol (Mitologia)/que perdeu os pais ou um deles.

SOLUÇÃO

HORIZONTAIS: 1. Prazo, Clima, 2. Rum, Sauim, 3. USP, Atríolo, 4. Errar, Bel, 5. Rara, Rápido, 6. Rima, Lala, 7. Fumado, Riso, 8. Obé, Idéia, 9. Retrair, RAF, 10. Redor, Irã, 11. Átomo, Ogano. VERTICAIS: 1. Pruir, Forma, 2. Rus, Arube, 3. Amperímetro, 4. Rama, REM, 5. Osar, Adiado, 6. Atar, Ódio, 7. Curral, Erro, 8. LII, Pari, 9. Imobiliária, 10. Ledas, ARN, 11. Apolo, Órfão.

Sudoku

ROBERTO S. FERREIRA Rosfer Editorial

O objetivo é encaixar no quadro números de 1 a 9 de tal maneira que eles não se repitam em cada linha horizontal ou vertical. Dentro de cada área de 3x3 quadrados também não pode haver repetições.

Moiza - Moisés Gonçalves

http://universomutum.blogspot.com

Bartolo - Cristovam Tadeu

http://bartolo-bebum.blogspot.com/2007/10/bartolo-o-bebum.html

Horóscopo

JUNHO 2011

ÁRIES (21/3 a 20/4) - Os fluxos indicam um bom dia que se inicia para você. As pessoas a sua volta deverão colaborar bastante, a felicidade matrimonial e familiar será evidente e lucrará pelo esforço no trabalho e nos negócios que fizer.

TOURO (21/4 a 20/5) - Período benéfico e favorável em tudo o que pretenda realizar ou conceber. Ideal para o amor. Talvez esta seja uma ótima fase para realizar assuntos pessoais. Escolha um local que você possa ficar em contato com a natureza.

GÊMEOS (21/5 a 20/6) - Originalidade em seus pensamentos e total independência mental está previsto para você hoje. É hora de você buscar um ponto de equilíbrio entre sua vida profissional e pessoal.

CÂNCER (21/6 a 21/7) - Os

negócios que tem em vista, poderão ser realizados com vantajosos lucros. As transações estarão em evidência. Agora evite receios infundados, preocupações negativas. Excelente para o amor, assuntos familiares e o romance.

LEÃO (22/7 a 22/8) - Haverá possibilidades de elevação material através do esforço que tem enviado no trabalho e dos bons negócios realizados ou a realizar. Dê aos outros a chance de conhecer seu lado intelectual e amistoso.

VIRGEM (23/8 a 22/9) - Será bem sucedido nesta fase, se você adotar uma atitude pessoal mais otimista. Momento excelente para estudos, testes, férias e contatos pessoais. Melhor ainda para contratar servidores.

LIBRA (23/9 a 22/10) - Momento dos mais afortunados aos negócios, ao trabalho, a prosperidade financeira e social. Poderá lucrar, também pela ciência e educação. Todavia, evite desentendimentos com a pessoa amada.

ESCORPIÃO (23/10 a 21/11) - Momento em que sua mente estará bastante alerta para obter novas e valiosas informações em relação aos amigos e parentes. Fase boa para passeios e diversões.

SAGITÁRIO (22/11 a 21/12) -

CAPRICÓRNIO (22/12 a 20/1) -

AQUÁRIO (21/1 a 19/2) - As

PEIXES (20/2 a 20/3) - Enormes

Não invente coisas novas, neste período. Deixe para uma época mais propícia. Tome cuidado com acidentes, causados por inflamáveis e corrosivos, e cuide de sua saúde e reputação. Neutro ao amor.

Pessoas conhecidas podem auxiliá-lo neste período. A influência astral é das melhores para fazer novas amizades e contatos públicos, pois estará com ânimo para falar e influenciar os outros.

oposições e críticas frequentes deverão ser evitadas, juntamente com as ações violentas. Terá sucesso financeiro, profissional, social e bastante felicidade, na vida sentimental e amorosa.

probabilidades de realizar suas mais antigas esperanças e desejos se apresentarão neste período. Terá também, aumentos de lucros e muito progresso profissional. Ótimo às novas amizades e ao amor.


Junho 2011

Parques e Região - 07

SAÚDE

Tosse: um alerta para outras doenças Sintoma inicial de doenças graves, não deve ser inibido com pastilhas ou xaropes sem orientação médica A tosse já é considerada por muitos uma reação normal, corriqueira. Algumas pessoas já se acostumaram com este sintoma e não procuram auxilio médico. Oliver Nascimento, diretor de assuntos científicos da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia (SPPT) alerta que ninguém nasce tossindo. “Esse sintoma é sinal de que há alguma coisa errada nas vias respiratórias. É um mecanismo de defesa do organismo contra uma inflamação, irritação ou infecção nas vias aéreas, que seguem do nariz ao pulmão.” Por isso, nenhum medicamento que iniba a tosse deve ser tomado sem orientação médica, pois pode mascarar

uma doença grave, cujo primeiro sintoma é a tosse, como tuberculose, câncer de pulmão, asma, rinossinusite crônica, doença do refluxo gastroesofágico e a DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica). “Há casos em que inibidores de tosse são indicados pelos médicos, mas são casos específicos, de tosses residuais, ou seja, quando a gripe já foi tratada, mas o quadro de tosse persiste”, explica o médico pneumologista.

E l e ainda alerta para os riscos da automed i c a ç ã o. “Todos os xaropes com comprovação científica de melhora só podem ser vendidos sobre prescrição médica. Porém, ainda são vendidos, em farmácias, medicamentos sem a devida comprovação”. Quando procurar atendimento médico? Segundo o especialista,

como a tosse é sempre sintoma de outras doenças, é importante procurar um médico assim que ela começa. “Quanto mais precoce for o diagnóstico, mais rápido o tratamento começa e maiores são as chances de sucesso” explica. Nas crianças e nos bebês, o quadro de tosse é bem comum, pois eles ficam resfriados frequentemente. “Nesta faixa etária, a tosse geralmente é sintoma de infecções respiratórias. Assim que os sintomas começam, as mães já levam ao pediatra. É exatamente essa a atitude recomendada”, comenta Oliver Nascimento. Em casos mais raros, a tosse pode ser sintoma da aspiração de algum corpo estranho ou produto químico.

Estiagem: população pode colaborar Não queimar lixo, não fazer fogueiras, evitar acumular entulho no quintal e não fazer queimadas urbanas são medidas simples, que devem ser adotadas pela população, também são determinantes para o sucesso da Operação Estiagem 2011, iniciada dia 1º de junho, segundo Sidnei Furtado, diretor da Defesa Civil. Ele também lembra que soltar balões pode causar uma série de problemas, como incêndios florestais e urbanos, além de ser crime, conforme a lei 9.605/98. Sidnei observou, ainda, que jogar fósforos ou tocos de cigarro acesos às margens das rodovias é uma atitude que pode resultar na ocorrência de incêndios florestais. “São medidas simples, mas extremamente importantes para que a Operação Estiagem 2011 seja ainda mais bem-sucedida que as edições anteriores. A cooperação da população é fundamental para que preservemos a qualidade do meio ambiente”, diz Sidnei Furtado. Caso avistar fumaça ou focos de incêndio, a população deve avisar a Defesa Civil (fone 199) e o Corpo de Bombeiros (fone 193).

Saúde antecipa vacinação contra sarampo A Secretaria de Saúde de Campinas inicia no dia 18 de junho a Campanha de Seguimento contra o Sarampo, que acontece junto com a primeira fase da Vacinação contra a Poliomielite. Todas as crianças entre um ano e menores de sete anos (6 anos, 11 meses e 29 dias) devem se vacinar contra o sarampo, mesmo que já tenham sido vacinadas antes. Em Campinas, a população nesta faixa etária está estimada em 76 mil. A Campanha de Seguimento estava programada para agosto, mas foi antecipada pelo Ministério da Saúde em oito estados devido à situação epidemiológica do sarampo no mundo. A Europa enfrenta epidemia da doença, onde 33

PET Jorge Pereira* Que cachorro é tudo de bom a gente já sabe. Alguns vão muito além disso. Embora sejam mais conhecidos os cães guias e os cães terapeutas, existem muitas outras atividades em que esses peludos são imbatíveis. Atualmente, as ações terapêuticas dos cães são estudadas em muitos países: Estados Unidos, Austrália e Inglaterra têm papel importante na divulgação dos resultados desses trabalhos. Já é fato que diversos males, tais como: depressão, fobias, solidão, timidez, entre outros, tem seus efeitos diminuídos quando cães e gatos são incorporados aos tratamentos convencionais. Estudos revelam que pessoas na melhor idade que tem animais tendem a diminuir as idas a hospitais e, também, o contato com esses animais tornam suas vidas mais ativas. Crianças que tem animais tendem a serem mais sociáveis e preocupadas com o bem estar do próximo, seja ele

países registraram mais de 6,5 mil casos, sendo os mais afetados a França, Espanha, Bulgária e Bélgica. Além disso, o órgão considerou que, embora esteja livre da circulação autóctone sustentada do sarampo, o Brasil tem identificado casos importados e de pessoas que tiveram contato com viajantes. Em Campinas, este ano, foi confirmado um caso de pessoa que viajou para o exterior. Também foram confirmados, nos últimos dias, casos em Americana e Nova Odessa de criança e adultos que não viajaram. Indicação da vacina Considerando este cenário e a proximidade das férias, quando há intenso fluxo de tu-

ristas, a Secretaria de Saúde recomenda também a vacinação seletiva de outros segmentos da população. A dose está indicada para todas as pessoas nascidas a partir de 1960 que não tenham o esquema completo de vacinação, especialmente viajantes que vão para o exterior, profissionais de turismo, motoristas de táxi, funcionários de hotéis e restaurantes e outros que mantenham contato com turistas como profissionais do

sexo. Também devem se vacinar profissionais das áreas de saúde e educação. A vacina contra o sarampo é a única medida preventiva e a mais segura. É importante que o esquema vacinal esteja completo. Para todas as pessoas até 19 anos o esquema inclui duas doses. Pessoas entre 20 e 50 anos, apenas uma dose. A vacina está disponível em todos os Centros de Saúde de Campinas. A dose é gratuita e quem tiver deve levar

a carteira de vacinas. Existe contra indicação para pessoas com história de reação grave a dose anterior ou a algum de seus componentes e no caso de gravidez e de imunossupressão. O sarampo é uma doença infecciosa aguda, altamente contagiosa, transmitida por vírus, de pessoa a pessoa, por meio das secreções expelidas pelo doente ao tossir, falar ou respirar. “A vacinação é a forma mais eficaz de se prevenir o sarampo. Por isso reforçamos a necessidade da vacina para todos que não tenham comprovação de dose em carteira, em especial aos viajantes”, afirma Maria do Carmo Ferreira, enfermeira sanitarista da Vigilân-

Um remédio de quatro patas

homem ou animal, desta forma, melhorando a vida em sociedade. Se pesquisarmos, mesmo que de forma superficial na internet, vamos nos deparar com uma quantidade impressionante de trabalhos realizados por ONGs, hospitais e universidades tendo como foco a saúde das pessoas que têm animais. Se não bastasse ser o melhor amigo do homem, muitos cães têm uma grande tarefa: ajudar

pessoas. Os cães assistentes são exemplos de animais que ajudam as pessoas. Esses cães são treinados para ajudar deficientes físicos a ter uma vida mais independente, ajudam a rebocar a cadeira de rodas, obviamente são cães fortes e de porte grande, buscar objetos que caem, abrir portas e até pagar as compras realizadas por seus tutores, levando o dinheiro até o balcão que, geralmente, fica fora do alcance dos cadeirantes. Temos também os cãesguia que, como todos conhecemos, são literalmente os olhos dos deficientes visuais. Alguns desempenham um papel menos conhecido do público geral, mas não tem menor importância por isso, um exemplo típico de animais que prestam serviço ao homem e não são conhecidos por todos são os cães que auxiliam pessoas que sofrem convulsões. Esses cães têm uma habilidade extraordinária em prever, através de mudanças químicas no corpo humano, quando uma

pessoa está na eminência de um ataque, com uma antecedência de, aproximadamente, 12 minutos. Essa ajuda prestada pelo amigo de quatro patas pode fazer a diferença, pois com essa antecedência é possível achar um lugar seguro para ter a crise, evitando que ela aconteça durante a travessia de uma grande e movimentada avenida. O que aconteceria se o cão não desse o alarde? Outra habilidade fantástica desenvolvida por esses cães doutores é a capacidade de identificar uma célula cancerígena com uma precisão fantástica. Sabemos que para esse tipo de doença quanto mais cedo for diagnosticada, maiores são as chances de combatermos com sucesso o problema. Não podemos deixar de falar dos ‘Cães Ouvintes”. Da mesma forma que os cães guias são os olhos dos seus tutores, os cães ouvintes são os ouvidos deles. São cães treinados para identificar sons que passam des-

percebidos pelos tutores e que em algumas situações podem representar perigo. Alarmes de incêndio, apito de leiteiras, campainha, choro de bebê, buzina de carro são alguns dos sons que podem ser ensinados para os cães e estes, por sua vez, alertam seus tutores qual é a fonte desses sons. Além disso, os cães assistentes podem, ainda, ser ótimos companheiros, pois ajudam em outros problemas comuns entre deficientes: o isolamento e a depressão causada pelo afastamento do convívio social, pois, muitas vezes, eles sofrem preconceito ou são tratados como se não fossem integrantes da sociedade. Um cão assistente é uma boa ferramenta para conseguir novos amigos, e, quem sabe, até um grande amor, afinal os animais sempre geram bons assuntos para conversar e ainda mais quando ele é tão especial. Os cães são realmente maravilhosos. Ainda não sabemos tudo sobre esses peludos de

cia em Saúde de Campinas. Para os viajantes que retornam a Campinas, a orientação é para que fiquem atentos aos sintomas do sarampo. Os principais sintomas são febre e exantema ou manchas avermelhadas no corpo, acompanhados ou não de tosse, coriza e conjuntivite. Nesses casos a recomendação é para que a pessoa procure imediatamente um centro de saúde e evite contato desnecessário com outras pessoas até que receba avaliação médica. Aos médicos a orientação é que, frente a uma doença exantemática, considere o sarampo no seu diagnóstico diferencial, especialmente no caso de pessoas que chegam do exterior.

olhinhos redondos, mas a cada dia que passa descobrimos mais coisas boas que podem proporcionar esses “danados”, mas já sabemos que eles, além de fazerem maravilhas em nossas vidas, também fazem muito bem para nossa saúde, por isso, eu digo que são remédios de quatro patas! Jorge Pereira é Cinotécnico e Etólogo, especializado em comportamento canino.


08 - Parques e Região

Junho 2011

EVENTOS

Arraial do Nhô Tonico na Arauto da Paz A festa junina promovida pela Prefeitura de Campinas, denominada Arraiá do Nhô Tonico, em homenagem ao compositor campineiro Antonio Carlos Gomes, acontece em d A festa terá início no dia 23 de junho, quinta-feira e segue nos dias 24, 25 e 26. E no final de semana seguinte, dias 30 de junho a 3 de julho. A novidade da edição 2011 do Arraiá do Nhô Tonico ocorrerá de forma descentralizada, ou seja, além de acontecer na Praça Arautos da Paz, como em todos os anos anteriores, a Prefeitura levará também toda a infraestrutura para o Espaço Cultural Campo Grande, localizado na Praça João Amazonas, no Parque Itajaí, região do Campo Grande. “Por sugestão do prefeito Hélio, os grandes eventos da cidade deverão acontecer de forma descentralizada para que o máximo de pessoas possam ser contempladas. No Arraiá do Nhô Tonico do Campo Grande, a população contará com a mesma infraestrutura da festa que acontece tradicionalmente na Arautos da Paz, com barracas típicas, atrações musicais e culturais, queima de fogos dentre outras atrações”, adianta a secretária de Cultura, Renata Sunega. No Espaço Cultural Campo Grande a festa acontece nos dias 24, 25 e 26 de junho e 1º, 2 e 3 de julho. Atrações Diversos grupos de música sertaneja e forró se

Divulgação

As comunidades da Paróquia de Santa Cruz também realizam suas festas juninas, com muitas barracas típicas, lanches de pernil e cachorro-quente, quentão, vinho quente e demais bebidas, churrasco, pastel, quadrilha e brincadeiras paras as crianças. Nas comunidades, as quermesses acontecem nos próximos finais de semana, sendo nos dias 18 e 19, na Comunidade Maria Mãe da Igreja - Rua Maestro Salvador Bove, Parque da Figueira I. Dias 25 e 26, na Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro - Rua Maestro Jaime Lopes Diniz, Jardim Nova Europa.

Festa Junina promovida pela comunidade da Igreja Santa Cruz e da Igreja Santa Luzia

Mazinho Quevedo

apresentarão nos palcos da Arautos da Paz e do Campo Grande. Além da música, o Arraial Nhô Tonico também oferecerá 64 barracas na Praça Arautos da Paz e outras 40 barracas no Espaço Cultural Campo Grande. Nos locais o público encontrará alimentação, artesanato e jogos e brincadeiras. Os visitantes poderão degustar os quitutes típicos juninos, como quentão, vinho

quente, pipoca e vão se divertir nas brincadeiras de boca de palhaço, cor-reio elegante e bingo. A infraestrutura da festa contará com segurança feita pela Guarda Municipal, além de posto de atendimento do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), bolsões de estacionamento e esquema especial para o trânsito da região das festas comandado pela Emdec.

Programação Arautos da Paz

Dia 23, quinta-feira: Laiza e Laira, Jackson e Alessandro e Trio Marrom. Dia 24, sexta-feira: Vitor e Henrique, Mequetrefe e Forró da Véia Dia 25, sábado: Trio Ceará, Família Virgulino e Tanatan e Luan. Dia 26, domingo: Rodrigo e Rudmar, Orquestra Cabocla, Mazinho Quevedo e Banda. Dia 30, quinta-feira: Laiza e Laira, Gandaieira e As Bastianas. Dia 1º de julho, sexta-feira: Washington Brasil, Sinhá Flor e As Bastianas. Dia 2, sábado: Nino Cancioneiro, Banda de Pífanos e Caruaru e Mariângela Zan. Dia 3, domingo: Washington Brasil, Orquestra Cabocla e Pardinho. O primeiro show começa sempre às 19 horas. O segundo, às 20 horas, e o terceiro, às 22 horas.

Homenagem aos migrantes Na Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Pompéia, na Vila Pompéia, junho é o mês da Festa do Migrante. Este ano, o evento será aberto sábado, às 19 horas, com Missa do Crisma, com Dom Bruno Gamberini. Depois, haverá show da dupla sertaneja Matheus e Juliano. No domingo, a programação começa às 8 horas, com Missa do Migrante, com padre Edmundo Magalhães, seguida de apresentações de dança e capoeira. Ao meio-dia, Almoço do Migrante (porco no rolete). A partir das 14 horas, Bingo do Migrante. Às 18 horas, haverá apresentação de pagode, seguido de show do Trio Paulistinha. O Bingo do Migrante vai sortear, entre outros prêmios, uma bicicleta, um notebook,

Festas Juninas nas comunidades da região

uma TV LCD 32”, além de R$ 1,5 mil e R$ 3 mil, nas últimas rodadas. Nos dois dias de festa, haverá barracas de churrasco, pastel, doces, tapioca, acarajé, milho-verde, mini-pizzas,

cachorro quente, lanches de pernil e calabresa, sucos, refrigerantes e cervejas. A Paróquia da Vila Pompéia fica na Rua Macatuba, 47. Mais informações pelo telefone 3227-2128.

Receitas de época

As festas juninas sugerem sempre as deliciosas receitas de época. Para quem gosta de praticidade, a Fleischmann promete tornar o arraial ainda mais saboroso com a linha de produtos “Sabores Brasileiros”, que inclui misturas para Bolo de Aipim, Fubá e Milho. E para diversificar ainda mais os pratos juninos, a sugestão é o Mix Quindim, que compõe a linha de Sobremesas Líquidas da mesma marca. Além de serem muito práticas e inovadoras na categoria de sobremesas, são as únicas que não precisam de refrigeração e têm validade de seis meses. QUINDIM 500 g de Mix Quindim Fleischmann; ½ xícara (chá) de leite (120 ml); 1 1/3 de xícara (chá) de flocos de coco (100 g); Massa do Bolo 1 pacote de Mistura para Bolo de Chocolate Fleischmann; 3 ovos; 2/3 de xícara (chá) de leite (160 ml); 60 g de margarina. Modo de Preparo 1. Quindim: misture o conteúdo do Mix Quindim Fleischmann com o leite e os flocos de coco e reserve;

2. Massa: adicione o conteúdo do pacote aos ovos, ao leite e à margarina; 3. Bata em velocidade alta por aproximadamente 5 minutos ou à mão durante 7 minutos até obter uma massa lisa e homogênea; 4. Em uma forma (24 cm) untada com margarina e pol-

vilhada com açúcar, coloque primeiramente o quindim e, em seguida, a massa de bolo; 5. Leve ao forno, pré-aquecido, a 180ºC em banho-maria por cerca de 45 minutos; 6. Desenforme ainda morno e sirva gelado. Rendimento: 10 a 12 porções Tempo de preparo: 10 minutos. Tempo de forno: 45 minutos aproximadamente. Dicas: se desejar um sabor mais brasileiro, acrescente 100 ml de leite de coco na massa do quindim. Variação: se desejar, substitua os flocos de coco por coco fresco.

Obra inédita sobre Santo Expedito Em 10 de agosto do ano passado, 33 mineiros ficaram soterrados na mina de San Jose, no deserto de Atacama, no Chile, a uma profundidade de 622 metros. O resgate estava previsto somente para o final de dezembro. Mas, no dia 13 de dezembro, dois meses antes do previsto, todos foram resgatados sãos e salvos. Na porta da mina havia montado um altar, com a imagem de Santo Expedito, que era cuidado por um garoto de seis anos, sobrinho de um dos mineiros soterrados. Santo das causas urgentes, Santo Expedito é cada vez invocado em todo o mundo. No Brasil, é um santo dos mais populares e, em Campinas, onde há uma igreja em sua homenagem, na região do Ouro Verde, a fé em Santo

Expedito também é crescente. Dois devotos acabam de lançar uma obra inédita, sendo uma revista com a história do santo, sua trajetória e seu martírio, e um CD de seis faixas, incluindo a oração, o hino (em três versões), as reflexões sobre a simbologia de Santo Expedito e “Ave Maria de Santo Expedito”.

Lançamento da Alliance Editora, “A Verdadeira Oração de Santo Expedito – O Santo das Causas Urgentes” foi idealizada pelo músico Paulo Pugliesi (criação, composição e arranjos) e pelo publicitário Celso Soares (pesquisa e redação), numa produção de Dimas D’Amico, com participação do padre Luiz Roberto Teixeira di Lascio. Apesar de apresentarem produtos de alta qualidade, o principal objetivo dos autores é divulgar o poder de Santo Expedito para beneficiar um número cada vez maior de pessoas. Por isso, a revista e o CD podem ser adquiridos a preço único de R$ 9,90. E os interessados devem solicitar o pedido na Paróquia de Santo Expedito, pelo telefone 32260048.

Veja o jornal na internet http://issuu.com/parqueseregiao

3386-4411 / 9778-7207


Parques e Região