Page 1

VOL. 22

ABRIL

2012

1000 CÓPIAS

(17) 3552-3853

WWW.MARTIRLOURENCO.COM.BR

Passagem

C

om imensa alegria, celebraremos mais uma vez a Páscoa do Senhor, festa oportuna para fazermos o rito da passagem. Por quê? Porque Páscoa significa passagem. No Antigo Testamento, o povo hebreu atravessou o Mar Vermelho a pé enxuto, passou da condição de escravidão egípcia para a de libertação. No Novo Testamento, Jesus passou da morte para a vida, os discípulos passaram da antiga vida para um jeito novo de viver. Saulo deixou a condição de perseguidor de Cristãos para ser Paulo, um exímio apóstolo. Santos e mártires passaram (e passam) de uma vida pagã para serem resgatados pelo sangue derramado de Cristo. A história da humanidade passa a ser delimitada

por dois momentos: antes e depois de Cristo. Por fim, cada um de nós é chamado a também fazer a passagem de uma vida medíocre para uma vida com sentido: de uma vida de dependência para a recuperação; de uma vida de pecado, traição e mentira para uma vida reta, fiel e verdadeira. Uma vida irresponsável, fugaz para uma vida compromissada e firme; de uma vida longe do amor de Deus para um mergulho em sua misericórdia e graça. Durante toda a nossa existência, somos chamados a dar passos, a irmos além, a superar os nossos limites, a passar de uma situação ruim para uma boa, a passar de um problema para uma solução. Foi e é Deus que nos concede a graça, abrindo-nos esses caminhos para nunca ficarmos parados, no negativo, mas andarmos em

Santo Sudário O Sudário de Turim - uma peça de linho que foi o lençol mortuário de Jesus - abriga pólens de plantas que só existem na região de Jerusalém e cuja data é anterior ao século 8 d.C. - podendo provir de épocas bem mais antigas. A informação foi divulgada pelo botânico Avinoam Danin, da Universidade Hebraica de Jerusalém. Ela derruba definitivamente a tese de que o Sudário seria uma falsificação produzida na Europa durante a Idade Média. Essa ideia, comunicada de maneira sensacionalista em 1988, baseava-se numa única prova: a datação da relíquia, realizada pelo método do carbono 14.

frente e viver o melhor que Ele tem para nós. A última passagem que todos nós iremos fazer é desta vida terrena, passageira para uma eterna, plena. Essa será nossa maior alegria, realização e plenitude. Mas para isso acontecer faz-se necessário, a cada instante, a cada dia, a cada ano, darmos passos, fazer a passagem. Deus nos concede a bênção, depende de nós querermos essa transformação. Ressurreição é isto: vida nova, plena, páscoa, passagem, eternidade, o melhor que Deus têm para nós. Viva a Páscoa com muita fé, esperança e amor, mais do que um almoço familiar, simplesmente a oportunidade de ressuscitar com o Cristo para sempre. Santa Páscoa a todos! Padre Edinho


2

O Mártir

Paróquia São Lourenço

Abril de 2012

Programação de Abril 1º/04

7h30

Missa e bênção dos Ramos (Matriz)

9h

Missa e bênção dos Ramos (São Judas)

18h

Procissão de Ramos com saída em frente ao velório (São João)

19h

Procissão de Ramos com saída em frente ao hospital (Urupês)

2/4

20h

Via Sacra nas ruas saindo da Matriz

3/4

20h

4/4

20h

5/4

19h30 20h

Adoração

6/4

Homens (Asilo) Mulheres (Capela do Hospital)

Missa do Crisma (Catedral – Catanduva) Início do Tríduo Pascal – Ceia do Senhor (Lava Pés) (São João) Início do Tríduo Pascal – Ceia do Senhor (Lava Pés) (Urupês)

22h às 23h

Apostolado, S.A.V. e Associação de São José

23h às 24h

Dízimo e Pastoral da Saúde

24h à 1h

Rede de Comunidades e Batismo

1h às 3h

Grupo de Jovens, Jovens Vicentinos e IAM

3h às 4h

Liturgia, Música, Grupo de Oração e Pastoral da Criança

4h às 5h

P.L.C.

5h às 6h

Capelinhas e Pastoral da Comunicação

6h às 7h

Exéquias e Sobriedade

7h às 8h

Vicentinos

8h às 9h

Acolhida e Coroinhas e Acólitos

9h às 10h

Catequese

10h às 11h

Crisma

11h às 12h

Pastoral Familiar

12h às 13h

Comunidades Rurais (Natal, Palmeiras, Barreirão e outras)

13h às 14h

M.E.C.E.

Sexta-feira da Paixão

15h 19h

7/4

19h30 21h

8/4

Procissão do Encontro

Adoração (Urupês e São João) Procissão e Encenação da Paixão (Urupês e São João) Vigília Pascal em São João Vigília Pascal em Urupês

Domingo da Ressurreição

19h30

Missa na Matriz

15/4 Festa da Misericórdia

19h 19h30

Terço da Misericórdia no Santuário Missa da Misericórdia no Santuário

28/4

21h30

Baile de Casais na Creche

29/4

10h

Formação da Equipe de Liturgia


3

O Mártir

Paróquia São Lourenço

Abril de 2012

Celebração do Tríduo Pascal

O

espírito quaresmal nos encaminha para a Semana Santa, que precede a Páscoa. A Semana Santa, começa no domingo de ramos e termina na páscoa. A Igreja prepara-se para o Tríduo Pascal, contemplando o Servo sofredor. Esse período, é o mais importante do ano litúrgico. Na liturgia romana o Tríduo Pascal é ponto culminante: "não se trata de um tríduo preparatório para a festa da Páscoa, mas são três dias de Cristo crucificado, morto e ressuscitado. Tem início na celebração da Ceia do Senhor, na Quinta-feira Santa, na missa vespertina, terminando com o domingo de Páscoa". São dias dedicados a celebrações e orações especiais. É uma única celebração. Na Quinta-feira Santa comemoramos a última Ceia da páscoa hebraica que Jesus fez com os 12 apóstolos antes de ser preso e levado à morte na cruz. Durante esta ceia, Jesus instituiu a Eucaristia e o sacerdócio Cristão, prefigurando o evento novo da Páscoa

cristã que haveria de se realizar dois dias depois. O Cordeiro pascal a partir dessa ceia, é Ele próprio, que se oferece num voluntário sacrifício de expiação, de louvor e de agradecimento ao Pai, mareando assim a definitiva aliança de Deus com toda a humanidade redimida do poder do maligno e da morte. A simbologia do sacrifício é expressa pela separação dos dois elementos: o pão e o vinho, a carne e o sangue, o Corpo e o Espírito de Jesus, inseparavelmente unidos e separados, sinal misterioso ao mesmo tempo de vida e de morte. Esse evento do mistério de Jesus é também profecia e realização do primado do amor e do serviço na sua vida e na dos que creem, o que se tornou manifesto no gesto do lava-pés. Depois do longo silêncio quaresmal, a liturgia canta o Glória. Ao término da liturgia eucarística, tiram-se as toalhas do altar-mor para indicar o abandono que o Senhor vai encontrar agora; a santa Eucaristia, que não poderá ser consagrada no dia seguinte, é

exposta solenemente com procissão interna e externa na igreja, dando-se início a vigília de adoração por parte dos fiéis. Na Sexta-feira Santa a Igreja não celebra a Eucaristia. Recorda a Morte de Cristo por uma celebração da Palavra de Deus, constando de leituras bíblicas, de preces solenes, adoração da cruz e comunhão sacramental. A noite do Sábado Santo é a "mãe de todas as vigílias", a celebração central de nossa fé, nela a Igreja espera, velando, a ressurreição de Cristo, e a celebra nos sacramentos. A liturgia da Noite Pascal tem as seguintes partes: Celebração da Luz, Liturgia da Palavra, Liturgia Batismal e Liturgia Eucarística. O Tríduo Pascal termina com as Vésperas do Domingo da Ressurreição. Na verdade o Cristo ressuscitou, aleluia! A ele o poder e a glória pelos séculos eternos. Uma feliz e abençoada Páscoa! Pe. Ademir Gonçalves, C.Ss. R

Novo Salão Paroquial Na quarta-feira, 29 de fevereiro, começaram as obras para a reconstrução do Salão Paroquial. Foi decidido o início das obras devido ao mal estado de conservação do mesmo, além disso, usaremos este salão em benefício da comunidade para cursos, eventos, formações, encontros e festas. Em janeiro de 1958 foi aprovado, por Dom Ruy Serra, então bispo de São Carlos do Pinhal à qual pertencia nossa paróquia, a planta do novo Salão Paroquial. Após sete meses da aprovação da planta, foi lançada a pedra fundamental do salão pelo bispo. Passados dois anos de construção, foi inaugurado, em 10 de agosto de 1960, dia do padroeiro, o nosso atual Salão Paroquial. Em outubro de 1967, fizeram uma reforma no salão paroquial e foi adquirido também nessa data um serviço de autofalante. O novo Salão Paroquial está previsto para o final do ano.


4

O Mártir

Paróquia São Lourenço

Abril de 2012

Aconteceu...

Formação do Apostolado da oração

Noite do Costelão

Voluntários na noite do Costelão

Formação da Infância e Adolescência Missionária

Missa em louvor à São José

Encontrão IAM

Furlan & Pereira CORRETORA DE SEGUROS

3552-2149 / 3552-2634

3552-1903 / 8127-6613

3552-3306

+ REDE MultiDrogas

3552-3249 9715-1249

FARMÁCIA MODELO (17) 3552-1719

AGROPECUÁRIA Paulo Caridá e Filhos (17) 3552-3384

(17) 3552-3769

Varejão do Produtor Marlene e Dema (17) 3552-2651

CasaBela materiais para construção (17) 3552-3901

22º Edição  

Jornal paroquial "O Mártir".

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you