Page 1

Conhe莽a a Par贸quia


História da Paróquia Em fevereiro de 1967 iniciavam-se as obras da então Capela de São Domingos (na época ainda não era Paróquia) com apenas seis operários. Então, em 4 de agosto de 1967, foi criada a Paróquia de São Domingos através de decreto de Dom Paulo de Tarso Campos, arcebispo de Campinas. No dia 20 de agosto daquele ano, deu-se o lançamento da pedra fundamental e foram iniciadas as obras da Matriz. A concretagem das vigas e lajes foi em regime de mutirão, colaborando para isso funcionários da nova Matriz de Santo Antonio e voluntários do bairro. Dando continuidade, iniciou-se a construção da parte superior com a armação da primeira coluna que, todavia, foi interrompida sem ao menos ser concretada. As obras ficaram paralisadas desde agosto até novembro. Posteriormente, a construção da parte superior foi realizada por empreiteiros. Concluída essa fase, a construção sofre interrupção por mais ou menos, um ano. Em 1975 iniciou-se o trabalho de cobertura, cuja conclusão se deu em 1976. No ano seguinte, no mês de março, a Paróquia de São Domingos passa para Congregação dos Padres Canossianos, e a primeira missa, na parte superior da Igreja aconteceu às 18h, no dia 30 de julho de 1978.

História do São Domingos São Domingos iluminou seu tempo com a Luz do Evangelho Pertencente à alta linhagem dos Gusmão, São Domingos chegou a vender todos os seus ricos livros para comprar comida aos famintos. Domingos de Gusmão nasceu por volta do ano de 1170 numa pequena aldeia de Castela-a-Velha, chamada Caleruega, na Espanha. Antes mesmo de nascer, fora confiado a um tio, do qual não se sabe o nome, mas que devia provavelmente ocupar um cargo muito importante na igreja, pois documentos antigos qualificam-no como um dos colaboradores imediatos do bispo de Osna, que pertencia à paróquia de Caleruega. Ficou com o tio até os quinze anos de idade, com quem aprendeu a ler, a escrever e os estudos religiosos. Foi ordenado sacerdote provavelmente em 1195 com 25 anos de idade, tornando-se então parte da comunidade dos cônegos da catedral de Osna. Os cônegos na época eram pessoas que viviam em comum, segundo o modelo dos apóstolos, descrito no livro dos Atos. Usava o hábito de cônego: uma túnica e um escapulário de lã branca revestida de uma capa negra. São Domingos rezava à noite na capela e durante o dia se dedicava àquilo de que mais gostava: pregar o evangelho e propagar o Rosário da Virgem Maria. Sua preocupação com o próximo era tamanha, que abriu mão da nobreza e viveu sua santidade na mendicância. Um dos sonhos que São Domingos conseguiu realizar foi a criação de uma Ordem de Pregadores, a Ordem dos Dominicanos. Com suas pregações, conseguia, com simplicidade e dedicação, fazer com que, os que o escutavam se tornassem novamente católicos. Por duas vezes ofereceram-lhe o cargo de bispo, mas recusou, porque achava que deveria ficar livre para demonstrar a palavra de Deus. Frei Domingos fez alguns milagres que ajudaram muito seu processo de canonização. Um desses milagres aconteceu, quando escreveram, em uma folha, argumentos da Bíblia e entregue a seus adversários. Eles tentaram


queimar o papel, jogando-o três vezes no fogo, mas em nenhuma vez a folha se queimou. Mesmo assim, só um deles se converteu. Frei Domingos foi canonizado em 1234 pelo papa Gregório IX. É um grande exemplo que, sem dúvida, merece ser conhecido. Seu dia é comemorado em 08 de agosto.

Antes de Domingos nascer, sua mãe sonhou com um cão, que trazia na boca uma tocha acesa, que irradiava grande luz sobre o mundo. Mais tarde, ele fundou a Ordem dos Dominicanos (Dominicanes: cães do Senhor).

Festa do Padroeiro A festa iniciou-se na década de 60, quando a Capela São Domingos ainda nem existia. Era uma festa simples realizada em um barracão grande em frente à atual igreja, coordenada pelo Mons. Nazareno Maggi sempre no dia 08 de agosto, Dia de São Domingos de Gusmão. Com o passar do tempo a festa foi crescendo junto com a construção da Paróquia São Domingos e foi conquistando uma amplitude muito rapidamente. Com a chegada do padre Itamar Gonçalves junto com toda comunidade, a Festa do São Domingos passou a ser reconhecida por pessoas de outras cidades. Atualmente, o público médio que comparece para prestigiar o evento durante o mês de agosto é em torno de 100 mil pessoas. Durante todo o mês de agosto acontecerão várias celebrações eucarísticas especiais. Entre elas, o Dia Litúrgico de São Domingos (08 de agosto). Todos os finais de semana à noite haverá programação social, às sextas-feiras, Show de Prêmios, aos sábados, Quermesse e aos domingos, Noite da Pizza. Aos domingos a partir do 12h acontecem os almoços, realizado cada domingo por uma comunidade.


Benção do bolo Após a missa das 18 horas, no dia 08 de agosto, haverá a benção do bolo do padroeiro, este ano com 43 metros de comprimento. A tradição do bolo já permanece há 13 anos, com a contribuição de toda a comunidade, que oferece cerca de 420 receitas do bolo. Após a benção, será realizada a queima de fogos e a apresentação da Banda Municipal Monsenhor Nazareno Maggi.

Participe desta grande festa e traga sua família!

Tradição Considerado um dos mais tradicionais eventos religiosos de Americana, iniciará em agosto a festa de comemoração aos 43 anos da Paróquia São Domingos. Com uma intensa programação religiosa e social (que pode ser acompanhada na página 2), a festa de 2010 faz referência ao tema da Campanha da Fraternidade – “Economia e Vida” – “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro” (MT 6,24)


Entidades e Comunidade Como em todos os anos toda renda desta festa será dividida para os trabalhos sociais oferecidos pela Paróquia de São Domingos: • Centro de Orientação Humana São Domingos (COHSD) - cuida de aproximadamente 100 crianças de 3 meses a 6 anos; • Associação de Amparo ao Menor Carente de Americana (AAMCA) - abriga 13 meninas de 11 a 18 anos; • Centro de Promoção Humana São Domingos - serve semanalmente 500 refeições à população de rua; distribuí cestas de alimentos às famílias em situações difíceis; além de oferecer trabalhos da Confecção, do Artesanato e do Bazar. • Também deverá ser beneficiada a comunidade Nossa Senhora de Fátima, no Jd. Guanabara, que faz parte da Matriz de São Domingos.

Lançamento O lançamento da 43ª edição da festa do padroeiro São Domingos será dia 20 de julho, terça-feira, através de um coquetel organizado por equipes de casais da comunidade. Este lançamento é aberto para representantes da imprensa local e região, às autoridades e empresários locais, que receberão a programação religiosa e social do evento. Depois no dia 31, sábado haverá o Jantar de abertura oficial da festa, onde serão vendidos convites para o público.


Qualidade de vida tem destaque na Festa de São Domingos O assunto qualidade de vida é hoje essencial na vida das pessoas. Neste sentido, a 43ª Festa de São Domingos vai oferecer à comunidade dois eventos relacionados à atividade física: a 2ª Caminhada (15 ou 22 de agosto), coordenada pela professora de educação física, Cecília Benazzi e o 4º Passeio Ciclístico – Tem Festa na Paróquia (15 ou 22 de agosto), coordenado pelo educador físico, Roberto Barion (prof. Beto da ginástica).

Diversão Infantil Neste ano, na parte social, algumas novidades serão apresentadas ao público de todas as idades, especialmente para as crianças. Além das barracas tradicionais de diversão, alimentação e dos shows musicais promovidos pela Rádio Você e o Grupo O Liberal de Comunicação.

Av Nove de Julho, 1205, São Domingos - Americana-SP - CEP 13471-140 Telefone

(19) 3461-2865

Paróquia São Domingos  

Paróquia São Domingos