Page 1

Informações / Avisos

adoremos o Senhor que nos criou. O Senhor é o nosso Deus. 6 de Fevereiro de 2011

PÁGINA: http://sites.google.com/site/paroquiadebelinho2/home

A Santa Sé publicou a Mensagem do Papa para o “Dia Mundial do Enfermo” para 2011. O Papa Bento XVI convida todos a reflectirem sobre o mistério do sofrimento e escreve: “Uma sociedade que não consegue aceitar os que sofrem e não é capaz de contribuir, mediante a compaixão, para fazer com que o sofrimento seja partilhado e também assumido interiormente, é uma sociedade cruel e desumana” (Spe salvi, 38). O Papa pede que o enfermo e o necessitado tenham, como nas autênticas famílias cristãs, um espaço privilegiado, principalmente no coração. Acreditando em uma sociedade fraterna, ao final de sua mensagem convida "as autoridades para que invistam mais energias nas estruturas da saúde para que sejam de ajuda e suporte aos que sofrem, principalmente aos pobres e aos necessitados”. Para que essa reflexão tenha sua dimensão espiritual, o Santo Padre nos recorda as palavras de Pedro em sua primeira carta: “Por suas feridas fostes curados” (1Pe 2, 24). O Pontífice reconheceu o incomodo que sentimos quando o assunto é sofrimento e morte e disse que os discípulos do Senhor também o tiveram quando eram alertados sobre a futura realidade do Mestre. Ele alertou para o facto de que “Somente um Deus que nos ama até assumir para si nossas feridas e nosso sofrer, principalmente sendo inocente, é digno de fé” (Mensagem Urbi et Orbi, Páscoa de 2007). Olhando para a Jornada Mundial da Juventude de 2011 em Madrid, Bento XVI se dirigiu aos jovens e em particular aos jovens doentes: “A Cruz é o sim de Deus ao Homem, a expressão mais alta e mais intensa de seu amor e a fonte do qual jorra a vida eterna. Do coração trespassado de Jesus jorra esta vida. Só Ele é capaz de libertar o mundo do mal e de fazer crescer seu Reino de Justiça, de Paz e de Amor, ao qual todos aspiramos (cfr. Mensagem pela Jornada Mundial da Juventude 2011). A seguir o Papa fala da Eucaristia como alimento da caminhada e termina o parágrafo dedicado aos jovens, convidando os jovens doentes e sadios “a criarem pontes de amor e solidariedade, para que ninguém se sinta só, mas próximos de Deus e parte da grade família de seus filhos” (cfr Audiência Geral, 15/11/2006). Ainda dentro dessa solicitude de pastor, Bento XVI sugere ainda aos doentes voltarem-se para Jesus com o coração trespassado na cruz, e rezarem a Oração de Santo Inácio de Loyola: “Água do lado de Cristo, lavai-me. Paixão de Cristo, fortificai-me. Oh bom Jesus, escutai-me. Em vossas chagas, escondei-me”.

Vinde, prostremo-nos em terra,

EMAIL: paroquiadebelinho@gmail.com

Festa/Romaria de Santo Amaro À Comissão de Festas—em nome do Conselho Pastoral Paroquial— agradecemos a maneira briosa como decorreu a Romaria de Santo Amaro. A todos quantos, associados à Comissão de Festas, quiseram esmerar-se para que tudo decorresse bem, o nosso muito obrigado! Os direitos dos doentes, são os nossos deveres! Os Direitos do Doente, assentes na Carta dos Direitos e Deveres dos Doentes, consagrados na Lei de Bases da Saúde (Lei 48/90, de 24 de Agosto) e no Estatuto Hospitalar (Decreto-Lei n.º 48 357, de 27 de Abril de 1968). O doente tem direito: 1. a ser tratado no respeito pela dignidade humana. 2. ao respeito pelas suas convicções culturais, filosóficas e religiosas. 3. a receber os cuidados apropriados ao seu estado de saúde, no âmbito dos cuidados preventivos, curativos, de reabilitação e terminais. 4. à prestação de cuidados continuados. 5. a ser informado acerca dos serviços de saúde existentes, suas competências e níveis de cuidados. 6. a ser informado sobre a sua situação de saúde. 7. de obter uma segunda opinião sobre a sua situação de saúde. 8. a dar ou recusar o seu consentimento, antes de qualquer acto médico ou participação em investigação ou ensino clínico. 9. à confidencialidade de toda a informação clínica e elementos identificativos que lhe respeitam. 10. de acesso aos dados registados no seu processo clínico. 11. à privacidade na prestação de todo e qualquer acto médico. 12. por si ou por quem o represente, a apresentar sugestões e reclamações. Dia da Universidade Católica Portuguesa No primeiro domingo de Fevereiro (dia 6) vai celebrar-se, como é habitual, o Dia da Universidade Católica Portuguesa (UCP). “Esta efeméride é uma oportunidade para, em Igreja, reflectirmos sobre a importância desta Instituição da Conferência Episcopal Portuguesa”, pode ler-se no site da Arquidiocese bracarense. Com efeito, “a presença institucional da Igreja no mundo da formação universitária não só nos possibilita o contacto imediato com milhares de jovens e adultos como abre portas e constrói pontes com o decisivo mundo da cultura superior”, sendo “apostas, fundamentalmente de longo prazo, imprescindíveis para alimentar as raízes cristãs da nossa sociedade”. A “defesa e consolidação” da UCP é “particularmente oportuna e urgente quando, no nosso país, de variados quadrantes, mormente do próprio Governo, mais ou menos abertamente, não cessam as iniciativas que põem em causa o primordial protagonismo das famílias e a cooperação da Igreja nas opções pela educação” – lê-se ainda no comunicado da Vigararia Geral da Arquidiocese de Braga. Na Cidade dos Arcebispos, “berço da Universidade Católica”, a UCP disponibiliza formações ao nível de licenciatura, mestrado, doutoramento e pósgraduações, a cerca de 1.300 alunos, nas Faculdades de Filosofia, Teologia e Ciências Sociais. “Incentivamos os párocos e capelães das comunidades a abordarem esta temática e a pedir orações e ajuda financeira para a Universidade Católica”, sendo que “as colectas das celebrações litúrgicas desse domingo devem destinar-se a esta finalidade” e em Braga “os fundos que se recolhem destinam-se a minorar o défice da Faculdade de Teologia”. O Arcebispo Primaz presidirá, na Catedral, às 11.30 horas, à Missa comemorativa deste Dia da Universidade Católica Portuguesa.

Dia Mundial do Doente—11 de Fevereiro Memória da Bem-Aventurada Virgem de Lurdes “Pela suas chagas fostes curados” (1 Pd 2, 24)

Ano - VI Atendimento do Pároco: Residência Paroquial - 4740-165 Belinho Ter.: 16:00 às 17:30 hs / Sáb:10:00 às 12:00 hs Telefone: 253 871 128 - Telemóvel: 966 310 616

Nº 225 Ano Litúrgico A


Palavra do Senhor V Domingo Comum

N

aquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Vós sois o sal da terra. Mas se ele perder a força, com que há-de salgar-se? Não serve para nada, senão para ser lançado fora e pisado pelos Mt 5, 13-16 homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte; nem se acende uma lâmpada para a colocar debaixo do alqueire, mas sobre o candelabro, onde brilha para todos os que estão em casa. Assim deve brilhar a vossa luz diante dos homens, para que, vendo as vossas boas obras, glorifiquem o vosso Pai que está nos Céus» Ofertas para as obras da Igreja: Total 21.215€ Recuperação da Residência Paroquial: Total 45.590€. Peregrinação à Lourdes (França): As inscrições devem ser feitas até ao dia 1 de Junho, com o Sr. António Martins Torres (Casa Aço), com um adiantamento de 70€. O preço total é de 170€/pessoa, incluindo transporte, alojamento e refeições, excepto dia 25 e 28 de Junho, em que o almoço é livre.

Encontro de Noivos—18 de Fevereiro O encontro diz respeito aos Noivos das Paróquias de Belinho e Forjães, a realizar-se no Salão Paroquial de Belinho, às 20:30hs. Será um momento de conhecimento mútuo entre os noivos e partilha de algumas “dicas” sobre a preparação próxima do sacramento do Matrimónio. Daremos a conhecer o CPM (Centro de Preparação para o Matrimónio), como etapa importante na “recta final” da vida de namoro. Outros assuntos de ordem prática serão abordados no intuito de esclarecer dúvidas acerca dos documentos necessários e serão feitas as inscrições para o CPM, que decorrerá depois da Páscoa. Apareçam.

Reflexão: Dar sabor aos saberes “Então a tua luz despontará como a aurora!” Desde o regresso do exílio, muito tempo se passara e nada acontecera que pudesse ser interpretado como salvação. O momento histórico que se vive não é certamente glorioso. É verdade que Jerusalém é de novo habitada e o templo foi reconstruído. O povo esforça-se por cumprir as prescrições: jejua, oferece sacrifícios. Será Deus cego ou surdo, para não ver nem ouvir o que o povo faz e pede? O profeta dá uma resposta: a culpa não é de Deus, é vossa. O vosso jejum não é um verdadeiro jejum. O jejum que Deus quer é o amor do próximo. “Assim deve brilhar a vossa luz diante dos homens” O texto pertence ao sermão da montanha. O conteúdo é a vocação e o compromisso dos discípulos. As imagens “sal” e “luz” devem ser interpretadas com base nas bem-aventuranças. Com elas, Mateus quer apresentar o ensino fundamental acerca da verdadeira justiça do Reino. “Vós sois”, isto é, o grupo dos discípulos e a sua doutrina. O grupo dos discípulos e a sua doutrina são necessários. Se ele falha e não cumpre a sua missão (se o sal perde o sabor) não pode ser substituído por nada. A Sabedoria da Cruz Paulo apresenta com clareza as relações entre a sabedoria humana—como “filosofia” para os gregos e busca sinais para os judeus—e a fé da comunidade, como aceitação da loucura da Cruz. Esta fé significa para a comunidade uma força que vem de Deus e um critério que ajuda a discernir o sentido da vida. Não se pode esconder uma cidade situada sobre o monte. Paulo não fala como se estivesse acima da comunidade. Da sua experiência, Paulo deduz que o Espírito de Deus não está vinculado à pessoa ou à força de persuasão do pregador e que quem acolhe na fé a palavra de Deus faz experiência da força do Evangelho. • • • • • •

Datas e iniciativas do Conselho Pastoral Paroquial: Encontro de “Noivos 2011” (Belinho e Forjães) - 18 Fev Reunião de Catequistas, 27 Fev, às 19:30hs Sagrada Família: 19,10€ Lugar do Outeiro (Carreira Cova, José David) 31€ Rua da Praia e Outeiro 41,83€ Lugar do Feital

Acólitos Leitores Limpeza

Ana Catarina, Ana Patrícia, Hugo, Daniel, Tomás, Raquel, Beatriz, Renato, Joel, Diogo, Cátia e Paulo

Sáb. 12/02

Jovens Unidos de Belinho

Dom. 13/02

Jorge e Margarida Saleiro José Amorim e Olívia

12/02: Conceição do Poço, Maria José (Ministra), Angelina Amorim e Conceição Gomes

Intenções — 7 a 13 de Fevereiro Segunda-feira 19 horas •Joaquim Gonçalves Bedulho e esposa / António Pires Laranjeira •Almas do Purgatório / Manuel Rites Eiras •Mª Amélia Laranjeira de Barros / Almas mais abandonadas •Rosa Alves da Silva (Aniv.) / António Alves Arezes (Aniv.) •José Gonçalves da Costa / Américo Pires Afonso (Aniv.) Terça-feira 19 horas •Mª Ermelinda Machado P. de Barros / António Pires Laranjeira •Manuel do Vale Sampaio / Joaquim Gonçalves Bedulho e esposa •Conversão dos Pecadores / Mª da Conceição Martins Gomes •Benjamim Almeida dos Santos / Rosa Gonçalves (Aniv.) •Mª dos Anjos Gonçalves da Costa Azevedo Quarta-feira 19 horas •José da Silva Sá / Manuel do Vale Sampaio •José Martins Torres / Joaquim Gonçalves Bedulho e esposa •Amélia da Silva e marido / Honra de S. José e Agonizantes •Rosa Alves Coutinho / Honra de Santo António e S. Sebastião •Manuel Cândido Alves dos Santos e irmão, José Quinta-feira 19 horas •Teodora Yanez Pereira / Aníbal Bento da Costa (Aniv.) •José Martins Torres / Amélia da Silva e marido •Manuel do Vale Sampaio / Padre Campos Lima •Adelino Ferreira dos Santos / Luís Vicente Rei •Anselmo Gonçalves Pereira (Aniv.) / Mª da Torres Vieira Sexta-feira 19 horas •Amélia da Silva e marido / Mª Ermelinda Machado P. de Barros •Manuel do Vale Sampaio / Joaquim Gonçalves Bedulho e esposa •Honra do Coração de Jesus / Almas do Purgatório •Anselmo Gonçalves Pereira / Mª dos Anjos G. da Costa Azevedo •Mensagem de Fátima / Manuel G. Martins Cepa e filhos Sábado 19 horas •Amélia da Silva e marido / Mª Ermelinda Machado P. de Barros •José Torres Viana / Manuel do Vale Sampaio •Mª de Lurdes Pires Laranjeira e familiares / João Torres Almeida •José Francisco Pereira (Aniv.) / Manuel G. Martins Cepa e filhos •Manuel Gonçalves Bedulho Júnior (Aniv.) Domingo 8 horas—Intenções dos Fiéis Domingo 10 horas •José Martins Torres / Manuel do Vale Sampaio •António Pires Laranjeira / Mª de Jesus de Almeida Bedulho (Aniv.) •Mª da Saúde Martins / Mª Salete Sá Martins (Aniv.) •António G. Martins Cepa e filhos

V Domingo Comum  

Boletim Fonte Viva

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you