__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

Ano LI Nº 1 MAIO/2021

Revista Digital

Paróquia Nossa Senhora do Rosário e Santa Luzia - Torre


SIGA-NOS EM NOSSAS

REDES SOCIAIS @paroquiadatorre

/paroquianossasenhoradorosariotorre

ATENDIMENTO

Ouve-me WebTv

PARÓQUIA

SECRETARIA PAROQUIAL

Paróquia Nossa Senhora do Rosário e Santa Luzia

Horários de atendimento: Terça a Sexta: 08h às 12h | 14h às 17h Sábado: 08h às 12h

PÁROCO Mons. Romeu Gusmão da Fonte VIGÁRIO Pe. João Bosco Costa Lima DIÁCONO PERMANENTE Diác. Maurício Alecrim

Telefone: 81 3227-1641 E-mail: secretariadaparoquiadatorre@gmail.com


3

EDITORIAL

Editorial

MENSAGEM DE FÉ | Mons. Romeu

Caros leitores,

Virgem do Rosário

Celebrando os 92 anos do Monsenhor Romeu, apresentamos uma singela homenagem. O Diácono Maurício falou sobre a vocação, a partir do exemplo de São José. O Padre João Bosco trouxe uma importante indicação de leitura, para conhecermos o dogma da Santíssima Trindade. Também pudemos conhecer um pouco sobre o trabalho da Pastoral da Gestante. Boa leitura.

Revista

Paróquia Nossa Senhora do Rosário e Santa Luzia - Torre

REVISTA PERIÓDICA DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO E SANTA LUZIA TORRE, DESENVOLVIDA PELA PASTORAL DA COMUNICAÇÃO - PASCOM.

4

VIDA DOS SANTOS | Diac. Maurício

8 INDICAÇÃO DE LEITURA |Pe. Bosco

SANTÍSSIMA TRINDADE

13

PARÓQUIA Nossa Senhora do Rosário e Santa Luzia

HORÁRIO DAS CELEBRAÇÕES*

Nesta edição de nossa revista paroquial vamos refletir sobre a devoção a Nossa Senhora, com uma mensagem de Fé do nosso pároco, que nos ajuda a compreender a importância da Virgem Maria no plano da Salvação.

MISSAS NA MATRIZ - ABERTAS AO PÚBLICO Sábado - 16h Domingo - 07h (com transmissão no Youtube) | 11h | 16h Terça - 19h com Adoração (com transmissão no Youtube) Quarta e Sexta - 19h MISSAS NA MATRIZ - APENAS TRANSMITIDAS NO YOUTUBE Sábado - 19h Domingo - 19h MISSAS NA CAPELA DE S. FRANCISCO - ABERTAS AO PÚBLICO Domingo - 09h Quinta - 19h (com Adoração após a Missa) BATIZADOS NA MATRIZ Domingo - 09h Agendamento na Secretaria Paroquial, durante a semana. *Esses horários podem mudar, de acordo com novas orientações das autoridades sanitárias. Qualquer mudança, informaremos nas Redes Sociais da Paróquia.

PASTORAL DA COMUNICAÇÃO | PASCOM

EDIÇÃO VIRTUAL

Coordenação: Valfrido Curvêlo e Juliana Curvêlo

Acesse as outras edições da Revista Ouve-me no link issuu.com/paroquiadatorre ou usando o QR Code:

Equipe: Bruna Ferreira|Horácio Eric| João Campello|José Cordeiro|José Neto|Juliane Gama|Luiz Felipe|Luciana Bertollino|Rosângela Diniz|Carlos Eduardo|Carolina Maia| Raphael Jucá| Deborah Edduarda|Ingridy Allani|Kaline Domingos|Mycaella Passos|Thiago Felipe| Verusca Bandeira | Rodrigo Xavier. Contato: pascomtorre@gmail.com


4

MENSAGEM DE FÉ

Virgem do

Rosário

Foto: freeimages.com

‘‘O Rosário acompanhou-me nos momentos de alegria e nas provações. A ele confiei tantas provações; nele sempre encontrei conforto” (São João Paulo II).

É deslumbrante e nos faz meditar com muita alegria a expressão anunciada pelo Arcanjo Gabriel, mensageiro de Deus, a uma linda jovem: “Ave, cheia de graça!” Cheia de Deus, aquela onde não há lugar para mais nada. Estas palavras fazem tremer o inferno, mas encontram no coração da gente uma linda melodia de felicidade.


Em Lepanto, foi a estonteante singeleza das mãos dedilhando o Rosário, com a mente voltada para os passos de Jesus, a grande arma causadora da vitória dos cristãos contra os turcos, que ameaçavam uma invasão no Ocidente. Quanta ternura! Maria aparece a três crianças, em Fátima-Portugal, para dizer-lhes da grandeza dessa oração, capaz de nos salvar do comunismo instalado na Rússia, e de nos libertar da guerra que estava porvir. O necessário seria que todos a abraçassem, com carinho e amor a Jesus.

Nossa Paróquia é dedicada a Nossa Senhora do Rosário. Muita honra para nós! Quando rezarmos o terço, lembremo-nos da saudação do anjo. O restante se torna um espelho da bondade do Senhor, testemunhado seu amor por nós, deixando-nos vibrantes e dandonos a graça de dizer: Maria, a Mãe de Deus, é também minha Mãe! Mons. Romeu da Fonte Pároco da Torre

A história da Festa de Nossa Senhora do Rosário: A devoção ao Rosário surge do amor dos cristãos por Maria, durante o período Medieval. Relatos sobre o uso de um cordão com grãos enfiados em um barbante para contagem dos pai-nossos surgem na época de São Beda, o Venerável, no século VII. No século XIII, São Domingos narra uma experiência de encontro com Nossa Senhora que indicou-lhe a recitação do Rosário. Posteriormente, os dominicanos tornam-se os grandes promotores da devoção. Em Lepanto, acontece a vitória naval de Dom João d'Áustria sobre os turcos, no Golfo de Corinto, em 1571. O Papa São Pio V, para celebrar a data institui a festa de Nossa Senhora do Rosário (inicialmente chamada de Santa Maria da Vitória), no dia 07 de outubro. Em 1913, São Pio X estendeu a festa para toda a Igreja.


NOSSAS PASTORAIS

Foto: freeimages.com

6

Pastoral das

Gestantes

Neste mês mariano vamos falar da Pastoral das Gestantes que é fruto da Pastoral da Ação Social da nossa Pa r ó q u i a . Pe r c e b e n d o a necessidade de ajudar mulheres durante a gestação, foi criado um projeto de auxílio e acompanhamento a mulheres grávidas da comunidade da Torre. A gestante e sua família precisam ter consciência de quais são os seus direitos e o que é necessário fazer para que a gestação ocorra da maneira mais saudável possível. Para conversar sobre isso, convidamos a coordenadora do projeto, Mercês Carneiro de Souza.

Segundo Mercês, esse projeto era pouco visto e atuava somente para doar enxoval e não realizavam atividades com as gestantes. “A gente não conhecia de fato a vida dessas mulheres, não tínhamos contato, não evangelizávamos, só nos encontrávamos para entregar os enxovais que conseguíamos através de doação” - ressalta Mercês. “Hoje, antes de começar qualquer atividade, a gente faz u m m o m e n t o d e evangelização. Isto é umas das coisas que Padre Romeu sempre pede: antes de iniciar qualquer


atividade, ensinem a palavra de Jesus, e é isso que a gente leva para elas, a oração do terço, a leitura da bíblia e depois a gente começa as atividades”. A coordenadora ainda coloca que os maiores desafios são as doações, que ainda são poucas para o tamanho do projeto que tem ajudado muitas mulheres da comunidade. Muitas vezes, Mercês recorre ao marido para pedir ajuda para comprar alguns acessórios para montar o enxoval. O que a pastoral recebe como doação da sociedade são materiais para bordar, como linhas, tecidos, agulhas, bicos e rendas. “A gente tem uma carência grande de objetos e acessórios para o cuidado e bem-estar do bebê como banheira, carrinho, berço e roupinhas. Por isso eu peço para quem tem essas coisas e não necessita mais, doem, mesmo usadas, porque tudo se aproveita. Toda mulher que tem o seu primeiro filho quer ter um enxoval bonito”. Atualmente, a pastoral acolhe 6 gestantes e tem três

pessoas na equipe que ajudam no monitoramento que continua de forma virtual. Devido a pandemia as consultas médicas ainda estão suspensas e muitas ainda não realizaram o pré-natal. Então é importante ficar acompanhando essas mulheres até o nascimento do bebê. Antes da pandemia, o projeto chegou a atender mais de 20 grávidas no mesmo período. Para a coordenadora é muito difícil ajudar um número alto de participantes porque o custo para manter o projeto é alto. Mercês Carneiro Coordenadora da Pastoral das Gestantes

Conheça mais sobre a Pastoral das Gestantes em nosso canal Ouve-me WebTV, através do QR Code ou link: https://youtu.be/skE4W8oOtYw


São José Quando nós pensamos em servir a Deus de uma maneira vocacional, me veio à mente a imagem de São José, que além de ser um homem justo, foi chamado à obediência concreta a Deus pelo seu Filho, que não era dele, mas de Deus. Sabendo concretamente que o Filho não era dele, narra o evangelista Mateus (Mt 1, 20), que mesmo pensando de uma maneira humana, José decidiu obedecer ao chamado vocacional que Deus o deu através da revelação do anjo, pois compreendeu que para servir a Deus é necessário

livrar-se dos pensamentos humanos e simplesmente servir, mas neste contexto, o mundo não compreende o que de fato é uma vocação. E nós, homens vocacionados, ao matrimônio e à vida ordinária do diaconato, temos que nos aconselhar com Deus, a partir da revelação e, com os seus enviados: os profetas e os homens justos como São José. É por isso que o testemunho de São José é tão importante para a vida matrimonial e eclesiástica. A jaculatória “Valei-me, São José!”, significa instruí-me, direciona-me, converte-me em direção da justiça, do amor, da obediência às coisas divinas das quais somos vocacionados. Olhar as coisas do alto, mas cá embaixo, onde preciso estar, me requer uma disciplina, mas principalmente um exemplo a dar e a receber, do qual é o grande baluarte o nosso querido São José. Conheça um pouco mais sobre São José: https://youtu.be/eLkGWvz0TN8

Diac. Maurício Alecrim Diácono Permanente

Foto: Acervo da Paróquia da Torre

VIDA DOS SANTOS

Foto: Adobe Stock

8


MENSAGEM DA PASTORAL DO

DÍZIMO Por Amanda Nunes Lessa e Márcia de Fátima Lessa dos Santos Nunes

Na parábola da ovelha perdida, Jesus nos conta a história do pastor que possui um rebanho com cem ovelhas, mas não deixa para trás uma única que se perdeu das demais. Nós sempre refletimos sobre pastor e na sua responsabilidade enquanto ovelhas e integrantes do também temos o papel de salvação nossa realidade.

essa parábola focando na figura do perante seu rebanho. Porém nós, rebanho, que é nossa comunidade, do nosso próximo, que se afasta de

A PASTORAL DO DÍZIMO traz para a comunidade a reflexão e a ação sobre essa parábola. REFLEXÃO, quando evangeliza no sentido de entender o quão importante deve ser nossa participação, enquanto comunidade. E AÇÃO, quando mostra o que é possível ser feito com a devolução do DÍZIMO, pois através dele, principalmente, conseguimos manter as diversas ações sociais e evangelizadoras da Paróquia, desde a entrega mensal de cestas básicas à distribuição semanal de sopas e manutenção do ambulatório, no atendimento diário aos mais carentes da nossa comunidade, entre outras ações. Também vemos sua importância na manutenção do Templo e tudo o que envolve mantê-lo (funcionários, despesas operacionais, entre outros). Ouso dizer que a PASTORAL DO DÍZIMO é uma das maiores molas propulsoras para que as ações pastorais na Paróquia aconteçam. Portanto, sigamos fortes, unidos, atentos e comprometidos com a causa de Jesus, cuidando de nós mesmos, para que nenhuma ovelha fique para trás. Entre em contato com a Pastoral do Dízimo através do Whatsapp (81) 99306-8003 e colabore com a nossa Paróquia!

Seja Dizimista!


DOUTRINA CRISTÃ

Foto: freeimages.com

10

A Fé de todos os cristãos consiste na TRINDADE O Catecismo da Igreja Católica nos diz que o principal mistério da nossa fé e da vida cristã é a Unidade e Trindade de Deus. Ao mesmo tempo, sabemos que esse Deus uno e trino é um mistério inacessível. A Santíssima Trindade é, como já dissemos, um mistério da nossa fé, que conhecemos pela revelação. Jesus Cristo, o Filho, tendo-se feito homem a fim de nos redimir, nos revelou a verdade a respeito de si próprio, do Pai e do Espírito Santo. Nestas poucas linhas faremos um resumo acerca desse Dogma.

Existem três Pessoas numa só natureza divina: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Essas Pessoas são iguais e realmente diferentes. Por que são iguais? Porque possuem a mesma natureza divina, ou seja, os três são Deus. Mas por que são diferentes? Porque o Pai não é igual ao Filho, o Filho não é igual ao Espírito Santo e o Espírito Santo não é o Pai. É importante deixar claro que NÃO existem três DEUSES, mas apenas um Deus em três pessoas. Examinando rapidamente essas afirmações, logo vem à nossa mente a ideia de que existe uma contradição. Como podem ser três e três podem ser um, tudo ao mesmo tempo? Porém, se analisarmos tudo com mais cuidado, perceberemos que tudo isso implica uma NATUREZA e três Pessoas. Estamos tratando de conceitos diferentes. A distinção entre natureza e pessoa pode ser compreendida num exemplo: Tanto Antônio como Severino são seres humanos; eles têm a mesma natureza humana, mas são duas pessoas diferentes. Com mais atenção a esta


temática, perceberemos que não há contradição, mas sim uma grandiosa sabedoria divina diante da nossa pequenez, ao passo que nunca conseguiremos compreendê-la perfeitamente, pois Deus é um mistério inacessível. O Pai tem esse título não por ser superior, como muitas heresias do início do cristianismo pensavam, mas porque d'Ele procedem as outras Pessoas. O Filho originase dele devido ao conhecimento do Pai sobre si mesmo. Deus Pai conhece-se a si próprio, mas com um poder infinito de conhecimento. Assim, a ideia que Ele tem em sua mente não contém apenas uma imagem de si mesmo, mas uma realidade total que é infinita e igual a si mesmo. Essa realidade é Deus Filho. Neste caso, não há questão de tempo, ou seja, jamais houve um momento em que Deus Pai não se conhecesse, e também jamais houve um tempo em que Deus Filho não tivesse existido. Sua qualidade de Filho não surge pelo fato de só ter existido depois do Pai, mas porque Ele se origina do Pai e partilha da

Sua natureza. De modo semelhante, o parentesco tanto do Pai como do Filho necessariamente implica a existência do outro, ao passo que um não pode existir sem o outro. Contudo, se Deus contém o conhecimento infinito, Ele também contém o amor infinito. O Pai e o Filho amam-se com amor infinito, mas um amor infinito deve conter tudo o que está naquele que ama. Se os que amam são seres infinitos, então o resultado desse amor deve também ser infinito, assim o Pai e o Filho são. Damos a esse ser o nome de Espírito Santo. Assim, o Espírito Santo, como rezamos no Credo, procede do Pai e do Filho, e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado. Existe um hábito de associar as diferentes Pessoas da Santíssima Trindade com diferentes ações. Por exemplo, a criação é atribuída ao Pai. A redenção da humanidade é associada ao Filho. A ação do poder divino no Pentecostes é dada ao Espírito Santo. Entretanto, mesmo com essas atribuições, não podemos esquecer que a Trindade é a


comunidade perfeita e qualquer ação de Deus é uma ação trinitária. Quanto a isso, existe uma exceção para a Encarnação do Verbo, quando somente Deus Filho assumiu a natureza humana, exceto no pecado. A Bíblia não cita diretamente o termo Santíssima Trindade, mas temos nos Evangelhos algumas ações atribuídas à Trindade, como o Batismo de Jesus e a Transfiguração, algo que é chamado de Teofania. A má interpretação dos termos bíblicos gerou muitas heresias ao longo da história do Cristianismo, ao passo que só o Pai (a primeira Pessoa) foi isenta das diversas especulações e dúvidas. Muitos acreditavam que Jesus não era da mesma natureza que o Pai e, dessa maneira, não era Deus (Arianismo); outros pensavam que Jesus tinha sido adotado como Filho de Deus (Adocionismo); alguns diziam que a humanidade e os sofrimentos de Cristo eram aparentes e não reais (Docetismo), dentre outras heresias. Essas doutrinas erradas foram sendo combatidas nos primeiros concílios da Igreja.

O Espírito Santo, também chamado de Consolador ou Paráclito, foi acusado por muitos de não ter a mesma natureza do Pai e do Filho, sendo assim um ser de grau inferior e sem poder divino. Outros diziam que o Espírito procedia tão somente do Pai, mas depois a Igreja concluiu que Ele procede do Pai e do Filho (Filioque), como professamos no Credo. Ao longo da economia da salvação, a terceira Pessoa da Trindade manifestou-se de diversas formas e modos. A representação clássica do Espírito Santo é uma pomba, pois foi assim que essa Pessoa divina se manifestou no Batismo de Jesus. O Catecismo ainda nos diz que a Trindade é um mistério de fé no sentido estrito, um dos mistérios escondidos em Deus, que não podem ser conhecidos se não forem revelados do alto. Sem dúvida Deus deixou vestígios do seu ser trinitário na sua obra de Criação e na sua revelação ao longo da história. Nestas breves linhas, fizemos um pequeno resumo sobre a Trindade, ao passo que


nem de longe podemos considerá-lo como algo completo. Recomendamos uma pesquisa mais aprofundada aos leitores que se interessam pelo assunto. A leitura orante da Sagrada Escritura é fundamendal no início de um estudo sério sobre a Trindade. Uma das obras mais conhecidas sobre a Santíssima Trindade é De Trinitate, de Santo Agostinho.

“E, proclamando que sois o Deus eterno e verdadeiro, adoramos cada uma das Pessoas, na mesma natureza e igual majestade” (trecho do prefácio da Ss. Trindade). Ewerton Angelo Seminarista

INDICAÇÃO DE LEITURA

Pe. Bosco separou pra gente um ótimo texto para conhecermos o dogma da Santíssima Trindade. O texto apresenta 12 chaves para compreender o mistério. Vale a pena ler:

Foto: VaticanNews

https://www.acidigital.com/noticias/12-chaves-paracompreender-o-dogma-da-santissima-trindade-78591


14

ACONTECEU

Semana Santa 2021

Foto: Acervo Paróquia da Torre

Encontro de Preparação para vida matrimonial - on-line Entre os dias 14 e 21 de março foi realizado o I Encontro d e Pr e p a r a ç ã o p a r a v i d a matrimonial on-line da nossa Paróquia. O próximo encontro acontecerá nos dias 29 e 30 de maio e 05 e 06 de junho. Ações Sociais da Paróquia em tempos de pandemia

Foto: Acervo Paróquia da Torre

Foto: Acervo Paróquia da Torre

Mesmo enfrentando uma redução nas doações, nossa Paróquia continua com seu compromisso de auxiliar as pessoas mais vulneráveis de nossa comunidade. São diversas famílias que recebem auxílio das nossas Pastorais Sociais e contam com a sua colaboração. Festa em honra ao Glorioso São José Entre os dias 16 e 18 de março, nossa Paróquia celebrou o tríduo em preparação para a Festa de São José. No dia 19, o Monsenhor Romeu presidiu a Missa Solene em honra ao Padroeiro da Igreja.

Foto: Acervo Paróquia da Torre


No dia 13 de maio, nosso querido Mons. Romeu completou 92 anos de vida. Para prestigiar esse grande dia, a Pascom preparou uma homenagem no formato de vídeo, com alguns depoimentos. Você pode assistir a homenagem através do link ou QR Code: https://youtu.be/NfJ_dRGc0wI

As homenagens continuaram com um belo vídeo, produzido pela Equipe da Liturgia, contendo frases do Monsenhor Romeu e algumas fotos. Você pode assistir essa homenagem através do link ou do QR Code: https://www.youtube.com/watch?v=D0RqwMvjCd8


Profile for Paróquia da Torre | Revista Ouve-me

Revista Ouve-me maio 2021  

1ª Edição de 2021 da Revista Paroquial Ouve-me.

Revista Ouve-me maio 2021  

1ª Edição de 2021 da Revista Paroquial Ouve-me.

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded