Issuu on Google+

A Voz da Ilha

JORNAL DA PARÓQUIA DE NOSSA SENHORA APARECIDA - RUA 10, 46 - ILHA DOS ARAÚJOS - GOV. VALADARES/MG - WWW.PAROQUIADAILHA.COM.BR

Ano XLVI - nº 728 - Governador Valadares - Novembro/2010 - Distribuição gratuita

Dízimo: faça esta experiência de fé, gratidão e amor a Deus... “São João Crisóstomo ensina: “para os judeus o dízimo era uma norma, para os cristãos uma fonte de alegria e agradecimento pela grande oferta recebida em Jesus Cristo”. Dizia Santa Teresa de Ávila: “Teresa sem a graça de Deus é uma pobre mulher, com a graça de Deus uma força; com a graça de Deus é muito dinheiro, uma potência”. Cada católico fiel nos dízimos e nas ofertas constrói essa potência na paróquia e na Igreja no mundo inteiro em prol da salvação das almas e das obras de caridade.” Aceita Senhor, com meus Dízimos, a minha gratidão. Quero ser membro ativo da Igreja. O Senhor me dá tanto dons. A começar pela própria vida. Eu quero devolver em forma de serviço, em forma de oferta no amor da Santíssima Trindade. Aceita Senhor, o meu desejo de participar na missão da Igreja de santificar,de ser anúncio da Boa Nova de Jesus Cristo de transforma o mundo para ser de paz e de prosperidade para todas as pessoas. Aceita Senhor, minha oferta, fruto do meu trabalho e sacrifício de cada dia. Não quero me omitir e nem dar só uma esmola. Sou dizimista porque Deus supre a cada dia as minhas necessidades.* Bendito Seja Deus…Que nos abençoou em Cristo.

Advento: “Quem Orçamento particEspera sempre ipativo 2009/2010 - Cadê as obras? alcança” PÁGINA 03

PÁGINA 06

Com quem você deixa seu filho?

As Dimensões do Dízimo

PÁGINA 07

PÁGINA 09


A Voz da Ilha

2

Novembro/2010

palavradopároco

AGENDA PAROQUIAL

O Mundo precisa de Santos

M

uitos acontecimentos dolorosos têm se verificado este ano. Quantos questionamentos e suposições as pessoas já fizeram sobre a causa dos fenômenos cósmicos e das convulsões sociais! Citam-se, entre outras, as agressões à natureza, as injustiças, o esfacelamento da família, o desprezo pelos valores éticos. Poucos se preocupam com um motivo que pesa na origem dos dramas da humanidade: a ausência de santos, de gente que busque, na intimidade com Deus, o sentido da própria vida. Hoje são muito evidentes as armadilhas do mal, que só perde sua força quando se bate com testemunhos de fé e santidade. Está provado, em toda a vigência da historia, que o ser humano não consegue derrotar a violência com a agressividade nem vencer a maldade com o coração fechado à compaixão e ao perdão. Atualmente há grande preocupação com a formação intelectual e o preparo físico. As academias funcionam intensamente, e as pessoas estão sempre buscando cursos que lubrifiquem sua inteligência e renovem seus conhecimentos. Mas quantos se empenham em ser mais fiéis à sua vocação à santidade? Talvez pareça antiquado propor santidade a quem almeja ser campeão em tantos torneios de atualidade. Mas, na verdade, se o cristão não busca viver a vontade de Deus e fazer do seu cotidiano um reflexo da misericórdia e justiça

NOVEMBRO De 01 a 05 - Confissão dos jovens do catecumenato crismal

do Pai, é difícil à humanidade encontrar um ponto de apoio que lhe dê segurança em meio às ameaças do momento. A sociedade e a Igreja precisam de santos, porque eles são um testemunho dos valores de que o ser humano carece para ser feliz neste mundo e na eternidade.

Dia 02 - Finados - Missas às 19h30 Dia 03 - Entrega do mandamento do Amor aos catecúmenos do catecumenato crismal - Missa das 19h30 - Reunião do conselho de Pastorais - 20h30

D. Geraldo Majella Agnelo Cardeal Arcebispo de Salvador

“No primeiro dia do mês de novembro celebramos numa só festa todos os santos e santas, ocasião em que Jesus nos propunha, a nós seus discípulos e discípulas, o caminho para santidade através das Bem-aventuranças”. Acolho com carinho as palavras tão sábias de D. Geraldo, partilhandoas com vocês queridos leitores e leitoras do nosso jornal, na esperança de que sejam motivadoras para lutarmos pela santidade, alegrando-nos e fazendo-nos exultar de alegria pela promessa de Nosso Senhor, de que será grande a nossa recompensa no céu, ou seja, vai valer a pena todo esforço e renúncia na busca da santidade que para nós não é um status, mas vocação.” Que ao receber o nosso jornal, chegue com ele para você e os seus a bênçãos de Deus e a intercessão da Santa Mãe Aparecida e de todos os Santos e Santas.

Fraternamente Pe. Paulo

Dia 05 - Celebração penitencial com os pais e padrinhos dos crismandos - 19h30 Dia 06 - Celebração do sacramento da Crisma - 19h30 Dia 07 - Solenidade de Todos os Santos Dia 10 - Reunião geral com os catequistas e Pe. Paulo 20h30 Dia 15 - Feriado Nacional - Proclamação da República Dia 20 - Reunião com a EDC (Equipe Diocesana de Catequese) Dia 21 - Solenidade de Cristo Rei do Universo - Encerramento do Ano Litúrgico Dia 27 - Assembléia Paroquial de 4 às 18h Dia 28 - Primeiro Domingo do Advento - Ano A

Diretor responsável: Padre Paulo Roberto Carlos Fernandes Equipe de Comunicação: Maria Lúcia Cotta Soares / Sandra Pitanga Diagramação: Fausto Gomes (3083-5765) Impressão: Inforgraf (3275-5444)

Jornal da Paóquia Nossa Senhora Aparecida - Ilha - (33) 3275-1720 Rua 10, 46 - Ilha dos Araújos - www.paroquiadailha.com.br

- Horário de Missas: Quartas-feiras, Sábados e Domingos: 19h30 / Domingo: 9h com crianças. - Adoração ao Santíssimo todas as Quintas-feiras às 16h. Na primeira quinta-feira do mês, responsáveis; Pe. Paulo ou Diretoria do Apostolado da Oração. - Toda última terça-feira do mês no Grupo de Oração. - Grupo de Oração Jesus e Maria: Toda terça-feira às 19h 30. - Atendimento paroquial (Secretaria):de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 18h. - Atedimento pastoral: Terça-feira: visita as doentes / Quarta e quinta-feira, das 9h às 11h. - Sexta-feira: confissão individual de 9h às 11h.

Artigos Odontológicos

www.dentalibituruna.com.br

F: 3271-7195

Dr. Geraldo M. Mourão Dr. Jhoner M. Resende Dr. Marcos V. Mourão Dr. Thiago M. Miranda CRF/MG - 4729 CRF/MG - 11001 CRF/MG - 4610 CRF/MG - 15083


Novembro/2010

3

Advento: “Quem Espera sempre alcança” “Cruzar os caminhos de nossa vida com os caminhos de Deus faz de nossa história uma verdadeira história de salvação”

T

empo da gravidez na vida de um casal é a gestação da novidade, do acontecimento esperado e, de alguma forma, já presente naquela casa. Aguardar a chegada de alguém ou o cumprimento de uma promessa torna-se tempo de ansiosa expectativa, pois a proximidade do fato traz mudança, outra maneira de pensar e de organizar a vida, principalmente porque se espera passar para uma situação melhor. Advento é a gestação da novidade num tempo grávido de esperança e de cumprimento da promessa do Senhor. Ele, em pessoa, vem cumprila. Esse é o tempo de dizer: “Maranatá – vem, Senhor, Jesus”. A visita de Deus é extraordinária, sem hora marcada, mas é transformadora. Nos Evangelhos, quando Jesus curava, todos se admiravam e concluíam: “Um grande profeta surgiu entre nós! E Deus visitou o seu povo” (Lc 7,16). O cristianismo é uma religião histórica. O Emanuel, o Deus-conosco, se manifesta em nosso tempo, se faz carne e vem habitar em nosso meio. Se formos sensíveis aos sinais de Deus, saberemos encontra-lo, particularmente quando a Igreja se prepara para a sua chegada. Esse encontro é inadiável, pois Ele vem. Cruzar os caminhos de nossa vida com os caminhos de Deus faz de nossa historia verdadeira história de salvação.

Mensagem do Advento – O tempo de preparação para a vinda do Senhor dura quatro semanas. “Revestido da nossa fragilidade, Ele veio a primeira vez para realizar seu eterno plano de amor e abri-nos o caminho da salvação. Revestido de sua glória, Ele virá uma segunda vez para concerder-nos em plenitude os bens prometidos que hoje, vigilantes, esperamos” (Missal Romano, Prefácio do Advento I). A liturgia sempre une as três dimensões da história da salvação: a comemoração do fato passado - a primeira vinda histórica de

Jesus em Belém; a graça da celebração do seu nascimento que hoje, vigilantes, esperamos, e a iminente segunda vinda gloriosa. Os dois primeiros domingos, ao celebrarem a sua segunda vinda, profetizam a realidade plena do reino à qual nos dirigimos: “Às nações Ele dará a sentença, decisão para povos numerosos: devem fundir suas espadas, para fazer bicos de arado, fundir as lanças, para delas fazer foices” (Is 2,4). “O bebê vai brincar no buraco da cobra venenosa, a criancinha enfia a mão no esconderijo da

serpente” (Is 11,8). Os outros dois domingos nos apresentam a identidade d’Aquele que vem para salvar a humanidade. Em Jesus se cumprem as profecias sobre o Messias: “Os olhos dos cegos vão se abrir (...) e se abrem também os ouvidos dos surdos” (Mt 11,5). “Então os aleijados vão pular como cabritos e a língua dos mudos entoará um cântico, porque águas vão correr no deserto, rios na terra seca” (Is 35,6). A Espiritualidade do tempo do Advento leva-nos a aguardar Jesus imitando as atitudes de João Batista, José e Maria, a mãe de Jesus. João é o precursor, aquele que prepara os caminhos do Senhor, isto é, um povo bem-disposto e com o coração convertido para colher a novidade do Reino. José, o homem justo, renuncia aos seus próprios planos de vida pessoal para ouvir a voz do Senhor e, sem dizer uma palavra, protege a mãe e o menino. Maria é a serva fiel, que, ao ser investida da missão de dar a luz o Salvador e mesmo percebendo as consequências que lhe viriam, foi capaz de dizer: “Eis aqui a serva do Senhor! Faça-se em mim segundo a tua palavra” (Lc 1,37). Fonte: Revista Família Cristã Padre Antônio Francisco Lelo - Teólogo e assessor teológico de Paulinas Editora


A Voz da Ilha

4

Casais da Ilha participam de ECC “Que nenhuma família comece em qualquer de repente, Que nenhuma família termine por falta de amor. Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente E que nada no mundo separe um casal sonhador.”

M

ovidos por este belo estrofe da música Oração pela Família, de autoria do Padre Zezinho, foi realizado o 6º Encontro de Casais com Cristo da Paróquia de Santo Antônio, no período de 17 a 19 de Setembro de 2010, com o tema “Família, diálogo e oração”, e lema “Construir uma nova sociedade”. Com muita satisfação registramos que nesse 6º ECC da Catedral houve uma parceria com a nossa Paróquia de Nossa Senhora Aparecida que enviou 8 casais para participar do encontro, o que fizeram com muito envolvimento, espiritualidade e dedicação. É bem verdade que as atribulações do dia a dia levam as pessoas ao automatismo em suas ações, por isso encontros como o ECC servem como uma reciclagem no relacionamento entre casais, quando têm a oportunidade de fazerem uma revisão na vida a dois. A Oração dos Encontristas, que apresentamos a seguir, retrata bem esse contexto: “SENHOR, estamos aqui diante de Ti, pedindo a tua graça e a tua atenção. As atribulações do dia-adia às vezes enfraquecem nossa caminhada, dificultando o convívio com o outro. Reconhecemos que esses pequenos desencontros geram conflitos que não te agradam e ferem o coração de cada um. Assim, hoje, diante de Ti, queremos fortalecer

nosso pacto de união, pedindo-Te que faça viva a Tua presença em nossos corações, além de nos proporcionar sabedoria para enfrentar os problemas que nos tiram o amor e a perseverança. Senhor, faze-Te luz, quando só avistamos trevas. Mostra-nos o caminho, quando nos encontramos perdidos, vagando sem sossego e sem destino. Acalenta nossos sonhos, fortalecendo nossos ideais e, se possível, perdoa-nos Senhor, por nossa fraqueza em preferir desistir da luta, ao invés de seguir acreditando no outro, pois nós nos amamos e sentimos a Tua presença nesse reino de amor. Amém.” Os casais da Ilha que participaram do Encontro formaram um grupo que se encontra quinzenalmente para discutir a vida do casal no âmbito da família, igreja e sociedade. São os seguintes os casais: Heldo e Inez (coordenadores do grupo); Toninho e Daniela; Hamilton e Ieda; Júnior e Magda; Antônio Calos e Inês; Lucas e Milena; Fernando e Roberta; Marco Antônio e Simone. Queremos mais uma vez, agradecer ao Pe. Vidal pelo convite e a todos aqueles que tornaram possível a realização deste encontro, especialmente ao casal diocesano, Dim e Olívia. Desejamos a todos perseverança nessa caminhada.

Novembro/2010

idadefeliz

Amigos para sempre Amigos não partem Só existe saudade porque existe amor. Deus nos deu o sublime exemplo do amor, ele nos faz mais próximos da verdadeira luz da vida que nos dá a esperança de um dia sentarmos juntos na casa do Pai. Ao virar estrelas, nossas amigas legaram o exemplo de vivacidade, da juventude, que não se conta em anos, mas na alegria de cada amanhecer. Vocês vão, eternamente, alegrar nossos encontros, são amigas para sempre, saudades de cada encontro em nossas vidas! Certeza de que a vida vale a pena ser vivida com amigos que nos deixaram marcas de amor. Dona Graciema Rainhas são eternas! ...e você é a nossa rainha, a que com seu brilho e sabedoria inundou nossas vidas como símbolo de alegria, fé e otimismo. O Grupo Idade Feliz e a nossa hidro ficou mais pobre sem você. Sua doce presença marcou as nossas vidas e fez a saudade, que hoje sentimos, ter nome e beleza em nossas lembranças. O céu brilhou com sua chegada. Anjos felizes levaram, ao Pai a nossa rainha. Para sempre vamos sentir o brilho da nossa amiga tão querida. Dona Zizinha O céu está em festa de amor, você foi morar ao lado do Pai. Nosso mundo perdeu seu bom senso, sua palavra tão amiga. Ficamos com eterna lembrança da estrela que nos iluminou e hoje nos dá a esperança de olhar para o céu e ver luz a interceder por nós.

Janine Damásio - Grupo Idade Feliz

Leve essa qualidade para seu município

Rua Trinta e Seis, 497 - Ilhas Telefone: (33) 3277-4951 Gov. Valadares


Novembro/2010

cedescedes

5

CENTRO DE EDUCAÇÃO E DESENVOLVIMENTO SOCIAL DA ILHA - CRECHE DA ILHA

Outubro, um mês que tem tudo a ver com a criança.

E, na Creche da Ilha, todas as atividades foram minuciosamente planejadas para envolver e encantar as crianças. Nem as comemorações nas praças, no shopping, no teatro e outros espaços culturais da cidade; nem os passeios, as visitas, as surpresas e presentes recebidos; nem o feriadão, tão esperado por todos; nem mesmo o recesso escolar, quando a criançada fica em casa, no aconchego da família e os educadores curtem um tempo de descanso; nem todas essas atrações, juntas, foram capazes de diminuir o brilho e o carisma da “SEMANA DA CRIANÇA”, na volta dos pequenos, notáveis, à entidade.

O Que Dizer... O que dizer de uma semana onde o riso e o sorriso foram constantes?... O que dizer de momentos mágicos onde aconteceu o “Casamento da D. Baratinha “ e Onde o coelho descobriu o segredo da “Menina Bonita do Laço de Fita” O que dizer da presença de personagens recebendo e despedindo das crianças; O que dizer do show de palhaços que encantou a todos... O que dizer de saborear com os amigos: algodão doce, picolé, gelatina... O que dizer da alegria de brincar na piscina de bolinhas e cama elástica... O que dizer de uma festa com cachorro quente, bolo e refrigerante... O que podemos dizer é que as CRIANÇAS viveram momentos que vão ficar par sempre na memória. Da INFÂNCIA, precisamos levar a certeza de que somos amados e que podemos ser FELIZES. Brincar, pular, cantar, rir se divertir: Esse foi o presente que a CRECHE DA ILHA, com todos os seus funcionários, ofereceu às crianças.

Notícia: Grupo de jovens do PROJETO “TEMPO DE APRENDER “ do CEDES/CRECHE DA ILHA - apresenta RODA DE CAPOEIRA, na Praça, sob a orientação do professor Paulo “TETÊ”. Você pode fazer parte desse grupo. Ligue 32718557, para informações. CONVITE: Noite Dançante na Creche da Ilha - SABADÃO SERTANEJO - Dia: 20/11/10 - às 21h - Local: Rua 14, 850 Valor do ingresso: R$ 10,00 - Dupla: Beto e João


A Voz da Ilha

6

Novembro/2010

amaiamai

Orçamento participativo 2009/2010 - Cadê as obras? N

esta ultima quarta feira, os representantes da AMAI - (Associação de Moradores e Amigos da Ilha), Danilo Gomes de Souza - Presidente; e o vice Clero Neves de Castro Junior estiveram durante toda a tarde em reunidos com a prefeita Elisa Costa, esclarecendo algumas questões que envolvem as obras conquistadas pela AMAI no orçamento participativo 2009/2010 e que ate agora não tiveram início. No Orçamento Participativo 2009/2010, A Amai conseguiu mobilizar grande parte da comunidade, garantindo um investimento no bairro da ordem de R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais), foi o bairro que teve maior número de participantes, conseqüentemente maior número de delegados, bem como o que conquistou maior número de obras, sendo elas: • Drenagem e calcamento da rua 24; • Asfaltamento da Avenida Paranaíba; • Projeto arquitetônico e estrutural da cobertura da passarela da ponte. Durante a audiência foi questionado o atraso no inicio das obras já que transcorreram quase dois anos das mobilizações da AMAI para o OP 2009/2010 e até o presente momento não aconteceu a efetividade do OP. As obras conquistadas pela AMAI foram amplamente divulgadas, inclusive com data de inicio marcadas pelo então secretario de planejamento, Senhor JAIDER BATISTA sendo a principio 08 de julho de 2010; 10 de agosto de 2010 e por ultimo, para no Maximo final de setembro. Infelizmente todas frustradas. Uma vez que o orçamento participativo pode ser um instrumento de consulta ou um mecanismo governamental de democracia participativa que permite aos cidadãos influenciar ou decidir sobre os orçamentos públicos. Seja qual for o modelo ele serve para indicar as demandas por obras, programas e projetos. Seja qual for o formato é fato que sua funcionalidade e eficiência dependem de sua efetividade.

Passagens aéreas nacionais e internacionais, cruzeiros e pacotes de viagens

(33) 3271-1755 Av. Minas Gerais, 372 - Centro Governador Valadares/MG

A prefeita Elisa Costa reconhece que o atraso em tais obras causam uma grande frustração na comunidade que seria beneficiada e apresentou entre outras justificavas “... que problemas no Hospital Municipal fizeram com que o foco fosse temporariamente mudado”; “... a implementação da escola em tempo integral, também onerou de forma significativa os cofres municipais”. Tivemos uma garantia de empenho pessoal da prefeita Elisa Costa, que reafirmou que “... mesmo que as obras estejam atrasadas não deixarão de forma alguma de ser realizadas.”“que o recurso para estas obras esta garantido e que no decorrer do próximo ano serão iniciadas e concluídas.” Isto nos trás uma certa tranqüilidade, pois vale lembrar que na Gestão do falecido Prefeito João Domingos Fassarela, a Ilha foi contemplada pelo processo da OP, com a drenagem e calcamento da rua 24, o que infelizmente não ocorreu em sua gestão e com a alternância de poder caiu no esquecimento.

Trânsito engarrafado! Um grande problema para quem só tem uma via.

Nesta oportunidade também foi apresentado uma proposta que viabilizaria a fluidez do transito de entrada/saída do bairro, resolvendo de forma provisória os constantes engarrafamentos enfrentados pelos moradores da Ilha no horário de pico, até que uma solução definitiva como a cons-

trução de uma nova ponte seja realizada. * Não permitir estacionar no primeiro quarteirão da rua Prudente de Morais, sentido bairro São Tarcisio, tornando-a mão dupla; * O transito que se afunila, ou melhor, fica engarrafado no sinal em frente aos Correios, passa a fluir livremente; * Para que esta fluidez seja constante, é necessário que o referido sinal tenha direita livre. Desta forma, simples e eficaz, todos os carros da faixa da direita teriam o acesso liberado, já que quase todas as escolas e inclusive hospital pronto socorro ficam naquela direção. Nossa preocupação maior é que se um de nós, quase 16.000 moradores da Ilha, tendo apenas a ponte como saída, precisarmos de um atendimento médico emergencial, com o transito da forma que está, certamente estaríamos com a vida comprometida, por melhor que seja o mo-

torista da ambulância e ainda que todos os outros motoristas cooperem. O que infelizmente nem sempre acontece. A prefeita Elisa Costa, recebeu nossa sugestão com bons olhos; achou plenamente viável e comprometeu-se a colocar em análise pelos órgãos de transito para que tão logo se comprove sua eficácia, seja implantado. Caso isto aconteça e as vozes dos 16.000 moradores da Ilha sejam ouvidas, os atrasos escolares diminuiriam; o atendimento emergencial ficaria menos comprometido; ganharíamos no mínimo 02 horas por dia em nossas vidas e enfim, levar as crianças na escola deixaria de ser um jogo de paciência. Os moradores da Ilha em uma só voz agradecem.... Danilo Gomes de Souza Presidente da AMAI Clero Neves de Castro Junior Vice Presidente da AMAI


Novembro/2010

7

Com quem você deixa seu filho? “É dentro de casa que acontece a maior expressão de convivência e de relacionamento fraterno entre as pessoas. É o ambiente familiar o local onde cada indivíduo constrói sua própria identidade, as raízes da sua personalidade e a fonte para estruturar uma melhor ou pior vida social”.

A

(Dom Paulo Mendes Peixoto)

o planejar um filho ou quando, mesmo sem planejamento, o casal engravida, surgem vários preocupações e dúvidas em relação aos cuidados desta criança. Uma dessas preocupações é com quem deixá-la quando acabar a licença maternidade ou quem poderá ajudar a mãe a cuidar dos filhos, mesmo quando ela está em casa. A decisão de contratar uma babá muitas vezes pode ser pesarosa, pois os pais lhe confiam o que tem de mais valioso. Desta forma, a babá desempenha uma função muito importante na vida profissional e emocional do casal, que encontram nela uma aliada na educação, cuidados, higiene e bem estar dos filhos. A babá marca muito a vida de uma criança, pois passa a maior parte do dia com ela. Quando a criança se identifica com a babá, e vice versa, a criança fica mais feliz, deixando assim, os pais mais tranquilos e confiantes. Não é função da babá substituir os pais, e sim, complementar o papel que só eles desempenham. Quando os pais precisam contratar uma babá, esta deve ser eficiente, sensível, consciente e gostar do que faz, pois os primeiros seis anos de vida são muito importantes para o desenvolvimento da criança. O trabalho da babá tem relação direta com

a casa e a família da criança, por isso, a babá deve lembrar que irá trabalhar em um ambiente que possui rotina, regras, hábitos, religião e pessoas com jeito e personalidade diferentes da sua, desta forma, é preciso se orientar sobre o dia a dia desta casa e desta família, sem se esquecer da sua real função ali dentro. A babá se tornará uma pessoa muito importante na vida da criança, desta forma, ela deve prestar atenção na sua forma de agir e falar, e se certificar que está fazendo o melhor que pode, pois as crianças tendem a copiar gestos e linguagem. Para conseguir manter uma babá em casa é imprescindível que haja um bom relacionamento entre a babá, os pais e a criança. Para que isso dê certo, é necessário que o casal esclareça o que é papel da babá e o que é papel dos pais. Assim, a babá irá ajudar o casal a cuidar da criança, e não fazer isso para eles. A babá precisa passar confiança para os pais, e deve ter iniciativa e estar sempre pronta e alerta para atender as necessidades da criança.

É de suma importância que a criança simpatize e mantenha um laço forte com a babá, pois é ela quem vai cuidar das suas atividades diárias. E a babá deve estar sempre atenta à criança para que consiga perceber suas características individuais, uma vez que cada criança se comporta e desenvolve de maneiras diferentes uma da outra. A babá deve ser sincera com os pais da criança e com ela mesma. Se perceber que não gosta de criança, ou que não está se adaptando ao trabalho, é melhor que não o faça. Cibele Eloá de Andrade Coelho - Psicóloga CRP04/30395 - Educadora Perinatal, Prof. de Shantala, Consultora em Aleitamento Materno Juliana Cotta Ferreira Soares - Psicóloga CRP04/28894 - Educadora Perinatal, Prof. de Shantala, Consultora em Aleitamento Materno Prevent Gestantes: 33 3271.8030

Aviario da Ilha mercearia e sacolAo Rua 12, 26 - 3275-1191


A Voz da Ilha

8

Novembro/2010

apostoladodaoração

P

rometeu Jesus a Santa Margarida Maria: “Darei às almas dedicadas ao meu coração todas as graças necessárias a seu estado”. Sim, se mergulharmos no Sagrado Coração, encontraremos o Amor ao “Paizinho”, o “Abbá”, e a confiança nele. E que amor! Tão imenso, pessoal e divino é o Espírito Santo! Jesus se deu a nós exclusivamente para cumprir a vontade do Pai. Na sua oração no horto, Ele mostrou claramente que, em sua doce humanidade, mesmo experimentado indescritivelmente agonia, a vontade do Pai era nossa Salvação (1Ts 4,3)! Assim, Jesus nos ensinou a rezar: “Pai nosso... “Na segunda metade de “Sua” oração, Ele nos faz dizer: “O pão nosso de cada dia nos daí hoje...”. O “pão” significa o resumo de tudo o que precisamos para viver. Isso inclui, é claro, o mesmo Jesus, o Doador da Vida, Pão Eucarístico, “Pão Vivo descido dos céus”! Como percebemos e cremos, a Primeira Promessa é resposta ao nosso pedido na Oração da Comunhão, da Fraternidade e da Filiação: “O pão nosso de cada dia nos dai hoje”. No coração de Jesus nos é revelado que, vivendo como filhos e filhas, devotados ao Pai do Céu – conforme a bela vontade de nosso Redentor – teremos todas as graças necessárias às circunstâncias da vida nesta terra, na alegria ou na tristeza, na saúde ou na doença! Fonte: O mensageiro do Coração de Jesus

Aniversariantes do mês de novembro 02 Célia M. Ferreira dos Santos 07 Mércia Greco de Oliveira Parabéns! Felicidades! Que o Sagrado Coração de Jesus os guarde abençoe com seu coração Misericordioso.

Zeladora Maria da Glória de Assis

A Sagrada Escritura diz: “Honra ao Senhor com tua renda…” (Provérbios 3,9)

S

e você tem dizimado e ofertado, com certeza, já tem provado das bênçãos do Senhor e da sua sustentação: continue sendo fiel. Aprenda a repreender o devorador no nome de Jesus, através dos dízimos e ofertas (Malaquias 3, 10.11; Marcos 16,17). Separe o dízimo ao Senhor do salário mensal, das férias, das bonificações, do recebimento de uma herança, do 13º salário. Enfim, dê o dízimo de toda a sua renda, tudo o que Deus colocar na sua mão é bênção. Dizime com alegria e com expressão de total obediência e confiança. Creia no poder de Deus para mudar a sua história, como Ele tem mudado a história de milhares de pessoas. Para Deus nada é impossível (Lucas 1,37).

Para você: “Tudo é possível aquele que crê” (Marcos 9, 23). Tome posse da vitória afirmando: “Posso tudo naquele que me fortalece” (Filipenses 1, 13). Amém! (para ler o artigo completo Sou católico fiel nos dízimos? do Pe. Inácio José do Vale acesse o site católicos na rede) *Pe. Inácio José do Vale - Pároco da Paróquia São Paulo Apóstolo Professor de História da IgrejaFaculdade de Teologia de Volta Redonda

ASSEMBLÉIA PAROQUIAL É tempo de agradecer, avaliar e planejar. Por isso, julgamos de grande necessidade fazermos uma assembléia paroquial, reunindo os membros do conselho de pastoral- coordenadores dos movimentos da nossa paróquia e também outros representantes indicados pelo próprio grupo. Data da micro assembléia: 27 de novembro de 2010 Hora: ínicio às 14h e término às 18h QUEM DEVE PARTICIPAR? Todos os coordenadores de pastorais e diretorias dos movimentos e mais 5 representantes indicados pelo grupo, que tenham participado da reunião preparatória. Pe. Paulo e Cristina e Geraldo (Cordenadores do CP)


Novembro/2010

9

dízimodízimodízimo

As Dimensões do Dízimo 01 - Pelo Batismo nos tornamos filhos adotivos de Deus e membros de sua Igreja.

02 - Assumimos desde então o compromisso de fidelidade a Deus e o dever de prestar-lhe um culto de louvor, estabelecendo-se a dimensão religiosa do nosso ser cristão. 03 - Esse mesmo compromisso de fidelidade a Deus exige de nós o cuidado para com o nosso próximo pois não é possível amar a Deus a quem não se vê se não amamos ao nosso próximo a quem vemos. É a dimensão fraterna ou social do ser cristão. 04 - Ainda pelo mesmo compromisso de fidelidade a Deus somos convocados a proclamar o Evangelho a todos os povos, na dimensão missionária de todo batizado. 05 - Como podemos perceber, toda a ação pastoral da Igreja está envolvida com estas dimensões. Seja a catequese, a liturgia, o cuidados com os doentes, os jovens, os idosos, etc. (A catequese da primeira eucaristia, por exemplo: procura preparar os catequizandos para a recepção da primeira comunhão e de todas as outras que hão de vir). Mas a comunhão só é possível quando acontece com Deus e com o próximo e quan-

do dá sentido à missão de evangelizar que compete a todo batizado.

06 - Assim, também o dízimo que é a retribuição a Deus de uma parte de tudo o que Ele nos dá, contempla essas 3 dimensões quando aplica os recursos partilhados pela comunidade. 07 - Na dimensão religiosa o dízimo deve suprir com recursos, todas as necessidades direta ou indiretamente ligadas ao culto e aos seus ministros. Gastos com o templo - construção e manutenção, salário do padre e dos funcionários, encargos, energia elétrica, água, telefone, impressos, paramentos litúrgicos, velas, vinho, hóstias, equipamentos de som e audiovisuais, etc. 08 - Na dimensão social o dízimo deve suprir as necessidades dos irmãos mais necessitados da comunidade, atendidos pelas pastorais sociais. As nossas pastorais sociais cuidam da promoção do ser humano e neste seu trabalho de misericórdia e compaixão resgatam a dignidade dos irmãos assistidos. 09 - Na dimensão missionária, o dízimo deve sustentar financeiramente as ações de evangelização da comunidade exercidas fora do território da paróquia. Ajuda à Cúria, ao Seminário e às missões de um modo geral.

Confira o demonstrativo financeiro e veja como nós temos procurado ser fiéis na observância das três dimensões do dízimo. Seja você também fiel na devolução do seu dízimo e comprove como Deus não se deixa vencer em generosidade. TELE-JÓIAS - CONSERTOS 3271-4044 / 9102-9374 Jairinho busca e entrega Chamem-me / Appelez-moi Voku Min / Call Me Rua 20, 251 - Ilha dos Araújos


A Voz da Ilha

10

Novembro/2010

Crisma Anunciando Na Igreja, a experiência de nossa vida é celebrada no sacramento da crisma. A Crisma é o sacramento do cristão que está amadurecendo na fé. Através dele confirmamos o nosso Batismo.

No dia 06 de novembro, vários de nossos jovens em uma cerimônia muito bonita presidida por Dom Werner e concelebrada por Pe. Paulo e pelo Diácono Gilberto Metzker, confirmaram sua fé e pelo dom do Espírito Santo assumiram o compromisso de serem testemunhas de Jesus.

Parabéns jovens crismados por terem dito sim ao chamado de Cristo. Sejam fiéis a Jesus e perseverantes na caminhada.


Novembro/2010

11

catequese AGENDA DA CATEQUESE OUTUBRO: 06/11 - Celebração da Crisma dos jovens e adultos 07/11 - Espiritualidade com os catequistas 09/11 - Reunião da catequese com os representantes da Pastoral Familiar 08/11 a 12/11 - Avaliação das etapas da catequese 23/11 - Reunião geral com os pais da catequese, 19h30 no salão comunitário 27/11 - Planejamento geral de 2011 às 14 horas 26/11 - Apresentação do estudo do documento de Aparecida, 19 hs 29/11 a 03/12 - Planejamento das etapas 06/12 - Encerramento geral da catequese cantata e confraternização 19hs

ANIVERSARIANTES Pré-catecumenato: 04 - André Ribeiro Baviloni 13 - Júlia Bitarelli Cerqueira Trindade 21 - Thais Mara Viana de Souza 23 - Eduarda Delarto Sá 28 - Vitória Regina Torqueato Castro Catecumenato Eucarístico 06 - Caio Lopes de Souza Sá 10 - Jeferson Bonifácio de O. Souza 13 - Rafael Pereira Alves Perseverança e Mini-Jovem: 01 - Henrique Figueiredo dos Santos 09 - Matheus M. Moura Silva Barbosa Catequistas e Colaboradores: 07 - Mércia Greco de Oliveira 25 - Bruna Vasconcelos Bittencourt A vida é uma festa. Deve ser temperada com alegria, entusiasmo e esperança!! Parabéns, felicidades!!!

Ecoando... O que eu senti e vivi ao receber pela primeira vez Jesus no sacramento da Eucaristia?

Primeira Comunhão 2010 “Feliz será quem come deste pão, pois sempre irá ter Jesus no coração, com este pão somos fortes imortais”. O dia da minha 1ª Eucaristia foi muito especial, pois eu esperava ansiosamente por esse momento tão abençoado. Senti muita felicidade por receber o corpo e o sangue de Jesus Cristo junto com minha família. Foi uma celebração muito bonita de paz e união entre as pessoas presentes. Invadiu-me uma alegria enquanto se cantava: ‘Com este Pão somos fortes e imortais... Eis o Pão da Vida, eis o Pão do céu!”...

Natália M. Almeida

O Espírito Santo, neste final de ano quer nos levar a tomar atitudes. Para que servem os dons do Espírito Santo em nossa vida? Para sermos bons. Só para fazer coisas corretas. Para ter respeito com as pessoas. Para amar Como fazer frutificar os dons do Espírito Santo? Respeitando as pessoas, compartilhar, não bater, não ter violência. Catequese - João M., Vitor, Béborah, Larissa

Agradecimento Em nome da nossa comunidade paroquial da ilha, venho agradecer a todos os patrocinadores, que abrilhantaram as nossas noites com a música ao vivo. Que Nossa Senhora Aparecida continue abençoando a todos vocês e suas famílias.

• Mecânica São Lucas - Sr. Osvaldir • Hotel Panorama - Marcelo Neto • Precoce - Tê e Oswaldo • Papel Crepon - Eliana Vidal • Controle - Reinaldo • Super Vetal - Bernardo e Fernando • Ao Farmacêutico - Drª Marlene Borela • Casa do Criador - Heber Pinho • Oficina da Fantasia - Lauciane • Juber Imóveis - Juber Neve • Ananda - Ceci e Paulo • Heldo Armond • Unival - Hamilton e Leda • Mayer Química - Drª Ana Godoy • Mobiliadora Brasil - Beto e Valeria • Livraria João Paulo - Heberth Um abraço - Rita Baldim


12

A Voz da Ilha

Galeria Infantil

Tia Rita

Novembro/2010

“Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro.” (Lc 16, 13) Leia Lucas 16, 10-13. Depois preencha o quadro abaixo com as letras que estão faltando.

O Domingo nº 38

ANIVERSARIANTES COROINHAS Parabéns aos ANIVERSARIANTES COROINHAS, que Deus derrame sobre vocês muitas bênçãos pela intercessão de São Tarcísio e de São Domingos Sávio aumentando-lhes a piedade e o desejo sincero de Servi-lo sempre com alegria.

11 - Túlio Coelho Silva / 25 - Bruna Vasconcelos / 03 - Marcos Destro


A Voz da Ilha - Novembro de 2010