Issuu on Google+


Palavra do Pároco Agosto a gosto de Deus!

A

gosto das vocações, agosto de Afonso, agosto de Roque, agosto da Senhora da Glória. Agosto do tempo seco, dos ventos, da baixa umidade. Agosto, a gosto de Deus! O missionário, escritor, poeta, bispo, homem de oração, Afonso, abriu o mês, na celebração de sua memória, convidando-nos a darmos também nosso sim generoso ao Senhor. O peregrino Roque, bom samaritano por onde passou, nos inspirou a seguirmos em frente, mesmo diante do sofrimento e da perseguição. Maria, a Senhora assunta ao céu, a Virgem Gloriosa, aponta-nos o destino final da humanidade redimida: o céu! Agosto, a gosto de Deus! Do Seu jeito, na busca da Sua vontade. Exemplos, como vimos, não nos falta. Não podem ser apenas uma lembrança de algo bom que aconteceu, mas que ficou no passado; precisa nos inspirar hoje em nosso jeito de ser Paróquia. Ao celebrarmos a festa de nossa padroeira, sejamos imbuídos deste espírito. É preciso colocar-se a caminho! Parece-me que foi este o traço comum aos três servos de Deus: Afonso, Roque e Maria. Será que somos por eles mobilizados? O Tríduo e a Festa de Nossa Senhora da Glória serão uma oportunidade para mergulharmos profundamente nessa espiritualidade. Não, deixe, pois de participar e, consequentemente, de colaborar. Há, ainda, um horizonte à frente para todos nós como Arquidiocese: é hora de nos debruçarmos sobre o Documento do Sínodo Arquidiocesano. Vamos nos mobilizar nesse sentido. Que ninguém fique de fora ao ser convocado. Proponho, ainda, a você um caminho espiritual com aqueles que foram designados como companheiros nossos de jornada: os Arcanjos e Anjos de Deus. É a Quaresma de São Miguel. Faça a experiência! Você despertará para uma consciência espiritual da presença destes irmãos espirituais que nos assistem. Sobretudo, que seja um agosto a gosto de Deus, no discernimento de Sua Vontade! Poderíamos dizer que vocação é isso: viver a gosto de Deus! Olhe para sua vida, especialmente você, jovem. E se o Senhor sussurra em seus ouvidos um chamado para a Ele se consagrar, não diga não; siga em frente, pois nisso está sua verdadeira realização. Saúde e Paz! Pe. Sérgio Luiz e Silva, CSsR. Twitter: @padresergioluiz Facebook: falecompadresergio@gmail.com

2

Festa da padroeira

P

assados os festejos de São Roque, a Paróquia se prepara agora para a festa de sua Padroeira, entre os dias 18 e 21. Antes, dentro das atividades da Semana Nacional da Família, a comunidade poderá refletir sobre a importância da Igreja doméstica. A programação completa pode ser conferida no folheto Celebrando ou no site www.paroquiadagloria.org.br. Confraternização e reflexão Na comunidade São Roque, um belo tríduo marcou as comemorações do padroeiro, com bênção da saúde, dos trabalhadores, dos animais, das águas, culminando com uma caminhada pelas ruas adjacentes e uma belíssima missa. Foram momentos de reflexão sobre a vida de São Roque e seu exemplo para os dias de hoje. As fotos poderão ser conferidas também no site www.paroquiadagloria.org.br

Pastoral inicia atendimento

A

Pastoral da Aids inicia, neste dia 16 de agosto, os atendimentos no Ambulatório Nossa Senhora da Glória. Será um trabalho de escuta, voltado para as pessoas que necessitarem de assistência psicológica, espiritual ou até mesmo uma palavra amiga. O atendimento poderá ser agendado pelo telefone 8841-1814, às terças e quintas-feiras, no horário das 13h às 17h.

Sínodo Arquidiocesano

P

romulgado na Festa de Santo Antônio, nossa Paróquia, em comunhão com todas as Paróquias da Arquidiocese, prepara-se para estudar o Documento Final do Sínodo. Fique atento para as convocações que serão feitas nesse sentido. VOCÊ QUER SER PADRE OU IRMÃO REDENTORISTA?

Secretariado de Vocações Redentoristas Rua Capitão Leonídio Soares, 751 - Planalto Belo Horizonte – MG Caixa Postal 1125 - CEP 30161-970 E-mail: pvredentoristarj@ig.com.br Fone: (31) 3494-4519 / Fax: (31) 3494-3234 Informativo Mensal da Paróquia Nossa Senhora da Glória Av. dos Andradas, nº 855 • Morro da Glória Juiz de Fora/MG - (32) 3215-1831 www.paroquiadagloria.org.br gloria@paroquiadagloria.org.br Produção: Pastoral da Comunicação Tiragem: 3.000 exemplares Impressão: D.I Gráfica e Editora Redação e edição: Pe. Sérgio, Pe. Américo, Silvia Carvalho e Alessandra Assis Jornalista responsável: Silvia Carvalho - MTB: 5.917

Novo Tempo


Memória agradecida pelos 60 anos

“T

his church is very beautiful” (Esta Igreja é muito linda”). Esta foi a expressão usada pelo Superior Geral da Congregação Redentorista, Padre Michael Brehl, CSsR, para definir a Igreja da Glória, onde esteve no dia 16 de julho, para celebrar a Missa Solene em Ação de Graças pelos 60 anos da Província Redentorista do Rio de Janeiro. A celebração contou com a presença de sacerdotes redentoristas de várias partes do país e ainda dos conselheiros gerais da Congregação, que estavam em visita à Província e que participavam de um Encontro Nacional de Formadores. A celebração foi presidida pelo Padre Michael Brehl, que fez questão de realizá-la em português, demonstrando todo o seu carinho pelo local que foi o berço da Congregação Redentorista no Brasil. “Há 118 anos, os primeiros redentoristas chegaram ao Brasil, vindos da Holanda. Guiados por esses missionários holandeses e reforçados com as vocações brasileiras, esses confrades anunciaram a Boa Nova nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro. A missão foi bem recebida pelo povo de Deus e eles foram assistidos pelo apoio de muitos leigos e leigas. (...) Sessenta anos atrás, em 29 de junho de 1951, vocês estavam prontos e capazes de se tornar uma Província Independente. Nos 60 anos que se seguiram vocês têm continuado essas obras importantes, mas desenvolveram ainda mais seu trabalho entre os abandonados e os pobres e continuam a procurar formas novas e criativas de ‘proclamar o evangelho de modo sempre novo’ no espírito da nossa Congregação”, ressaltou o Superior Geral. Padre Vicente de Paula Ferreira, CSsR, Superior Provincial, destacou a felicidade pela visita de Michael Brehl. “O senhor não pode imaginar como nosso coração está feliz. Sua presença é um sinal vivo de Cristo Redentor.” fotos: Sílvia Carvalho

3


‘Os dons são diferen Jesus viu um homem, chamado Mateus, sentado à banca de impostos e disse-lhe: “Segue-me!” Ele se levantou e o seguiu”. (Mt 9,9).

N

o mês d e agosto, a Igreja no Brasil nos convoca para um tempo mais profundo de reflexão, oração e ação pelas vocações. O mês vocacional foi instituído numa assembléia geral da CNBB em 1981, tendo como objetivos, entre outros, o de afirmar “que todos os membros da Igreja, tem a graça e a responsabilidade do cuidado pelas vocações”. Em sentido geral, vocação é dom, talento, aptidão para um ofício ou profissão. Etimologicamente vocação é uma palavra que vem do latim: “VOCATIO”, que significa chamado. À luz da fé cristã, vocação é chamado de Deus. Chamado para seguir Jesus Cristo. É Ele quem toma a iniciativa. Nas Sagradas escrituras temos vários exemplos: como a vocação de Maria, a mãe de Jesus, dos primeiros discípulos, de São Paulo e tantos outros personagens bíblicos. Porque nos ama, nos chama. “Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu quem vos escolhi...”.(Jo 15,16). É um chamado universal, porque todos são chamados por Deus. Todos são vocacionados. “Deus não faz discriminação de pessoas” (1Cor 2,11). No processo vocacional o mais impor-

4

Pe.Américo de Oliveira, C.Ss.R. aocssr@yahoo.com.br

tante é a missão, isto é, o serviço que se presta a Deus através dos irmãos e de modo especial dos mais pobres e abandonados. Para a concretização deste chamado, Deus também usa de mediações humanas. João Batista apresenta Jesus: “Aí está o Cordeiro de Deus”, então os discípulos seguem a Jesus. André apresenta Jesus a seu irmão Simão e este também o segue. Portanto, é necessário que nossas comunidades se empenhem para suscitar e acompanhar as diversas vocações da Igreja. Sendo a vocação um DOM, fruto da graça de Deus, ela requer uma resposta livre e consciente. A pessoa é livre diante do chamado de Deus. Infelizmente há pessoas que por egoísmo e apegos a bens terrenos se fecham diante do convite do Senhor: é o caso do jovem rico do evangelho. A realização de uma pessoa depende de sua escolha vocacional. Santo Afonso, no livro A Prática de Amar a Jesus Cristo, citando o Pe. Granada, afirma que a escolha da vocação é “roda mestra” da história pessoal. “No relógio, estragada a roda mestra, todo o relógio fica desacertado. Do mesmo modo, quando se trata da nossa salvação, estando errada a nossa vocação, toda a nossa vida ficará desacertada”. Para Santo Afonso todos os cristãos são chamados à santidade no seu estado de vida; isto é, na sua opção vocacional. E você, já fez a sua escolha vocacional? Também colocou-se a serviço de Deus e dos irmãos com seus dons e talentos? Como afirma São Paulo em 1Cor 12,4: “os dons são diferentes, mas o Espírito é o mesmo”. Que nossas comunidades sejam um terreno fértil, onde as diversas vocações germinem, floresçam e frutifiquem segundo a ação do Espírito Santo.


ntes, mas o Espírito é o mesmo‘ ”Hoje, posso dizer que uma vocação nunca é pronta. O que acontece é que, em um determinado momento da vida, você sente um desejo diferente, sente um pulsar ardente te dizendo que as coisas dentro de você não podem continuar como estão, que e sociedade com seus ideais previsíveis já não te satisfaz como humano desejoso do bem e da paz. Daí, no meio de tantos caminhos que te cruzam e roubam sua atenção, você decide optar por um. E opta dentro da sua liberdade, por aquele que lhe parece mais belo, mais justo e que te fará feliz. É nesse momento que ao meu ver, acontece a mais linda e corajosa atitude humana, a atitude de se jogar por inteiro e de coração aberto na construção e ressignificação de sí mesmo em função de sua própria escolha, assumindo verdadeiramente sua real vocação e todas as suas consequências. Assim aconteceu comigo quando optei por iniciar o caminho no ideal da congregação redentorista.” Benedito Brandão. Formando redentorista, estudante de Filosofia. “Ser pai é como um semeador que planta, cuida, poda, faz tudo para que sua plantação cresça forte e com vigor e com sua vivacidade não deixa que nada a afete. Ser pai é saber que seus filhos se espalham nele, por isso, quer oferecerlhes sempre o melhor. Ser pai amor, sabedoria, paciência, coragem...sempre agradecendo e pedindo a Deus para que seja digno de ser chamado de pai. “ Elídio Joaquim de Oliveira. Pai e Ministro Extraordinário da Comunhão.

“A experiência da Vocação é a experiência de um ´chamamento`, a intuição interior de que Deus também deseja o melhor de mim e está comprometido comigo para o alcançarmos juntos.” A vocação do Leigo é viver, encarnar o chamado de Jesus! E me parece, ainda hoje, que é ajudar a igreja a responder fielmente a este chamado. Mas qual o chamado de Jesus?! Canta a canção: “Amar como Jesus amou, pensar como Jesus pensou, viver com Jesus viveu...”. De certo, precisamos nos aprofundar na pedagogia de Jesus, para conseguirmos responder tais perguntas. Fato é que Jesus veio ao mundo e às suas necessidades reais, e por onde passava restaurava, resgatava, trazia de volta a dignidade de ser gente, em todas as suas dimensões. E assim, a vocação do leigo é lutar por essa causa e construir junto, em comunidade reunida o Reino do Bom Deus!” Diana Esteves. MLR

“Como monja beneditina vejo a vocação como um grande dom de Deus, sinal de sua gratuidade e de seu mistério, igualmente porém, como imensa responsabilidade. Para São Bento, o mosteiro é a “escola do serviço do Senhor”, onde dia após dia o Espírito vai nos ensinando a servir como a Virgem Maria, como Jesus, o servo do Senhor. E assim, através da vida em comunidade, na oração, na leitura saboreada da Palavra de Deus (lectio divina) e no trabalho, a monja vive sua vocação na certeza de que agindo em e através de sua pobreza o Senhor faz chegar misteriosamente sua graça, sua infinita misericórdia e seu amor a muitos corações.” Uma monja do Mosteiro da Santa Cruz.

5


Atividades Paroquiais IGREJA DA GLÓRIA

Missas - 2ª feira: 7h (Missa e Novena de São Geraldo) - 3ª feira: 7h, 15h e 19h (Missa e Novena de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro) - 4ª a 6ª feira: 7h e 19h - Sábado: 7h e 18h30 - Domingo: 7h, 8h30, 10h, 17h e 19h30 - 1ª sexta-feira do mês: 7h, 15h e 19h - 1º domingo do mês: 19h30 - Celebração da Juventude

Pintura das faixas no adro da Igreja

N

a primeira semana de agosto, foi feita a pintura das faixas e da sinalização horizontal do adro da Igreja da Glória. A Paróquia agradece a Secretaria de Transporte e Trânsito pela realização do serviço. Fernando Toledo

Confissões Individuais - 3ª, 5ª e 6ª feiras: 8h30 às 10h30 e das 14h30 às 18h - 4ª feira: 14h30 às 18h - Sábado, domingo e 2ª feira: não há atendimento Adoração ao Santíssimo Sacramento 1º domingo do mês: 18h (Juventude) 5ª feira: 8h às 19h Inscrições para Batismo Toda terça-feira, entre 19h30 e 21h, na Secretaria

 CAPELA SÃO ROQUE Missas - 5ª feira: 18h - Sábado: 16h, 18h (Missa dos Surdos – todo 1º sábado) - Domingo: 9h - 1ª sexta-feira do mês: 18h Adoração ao Santíssimo Sacramento 5ª feira: 14h às 18h (19h - Padre Sérgio)

Casal, venha participar do ECC!

C

ontinuam abertas as inscrições para o Encontro de Casais com Cristo (ECC), que acontecerá nos dias 16, 17 e 18 de setembro, no Ambulatório Nossa Senhora da Glória. As inscrições podem ser feitas com o casal Ádria e David pelos telefones 9199-9399 ou 4141-1285.

Falando direto ao seu coração!

Novena de N. Sra. do Perpétuo Socorro 3ª feira: 12h

Todas as quintas e sextasfeiras, das 15h20 às 17h, você tem um encontro com Padre Sérgio, na Rádio Catedral FM - 102,3

La

Novena da Sagrada Face 3ª feira: 16h Terço da Misericórdia 6ª feira: 15h

am

en to

 AMBULATÓRIO N.SRA. DA GLÓRIA Missas aos domingos: 18h Rua Sen. Feliciano Pena, 187 - Mariano Procópio

 PRAÇA DO JARDIM GLÓRIA Missa toda 1ª sexta-feira do mês: 8h

HORÁRIOS DA SECRETARIA PAROQUIAL

- Segundas-feiras: das 7h às 19h - De terça-feira a sábado: das 7h às 21h - Domingos: das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h30 - Feriados: das 8h às 12h Endereço: Av. dos Andradas, 855 – M. da Glória Telefone: (32) 3215-1831

6

À venda na Festa da Glória

Novo Tempo


A

Quaresma de São Miguel

Quaresma de São Miguel foi difundida através dos discípulos de São Francisco, que o imitavam nessa devoção e recebiam graças. E até hoje, temos esse belíssimo costume de consagrar nossas vidas a São Miguel.

Pe. Sérgio Luiz e Silva, CSsR Twitter: @padresergioluiz Facebook: falecompadresergio@gmail.com

O que é necessário?

Um coração reconciliado com Deus e cheio de bons propósitos. Após uma análise de sua vida, faça um altar com a imagem ou foto de São Miguel colocando velas ou lamparinas bentas, e flores para enfeitar o altar. Durante a quaresma, faça alguma penitência, jejuns e abstinências e uma boa confissão. Faça seu pedido particular, principalmente pela libertação da família, quebra de maldições, de jugos hereditários, ocultismo e outras intenções. Desenvolva um espírito de vigilância, como nos exorta Jesus no Evangelho. Leia diariamente a Bíblia, especialmente a Liturgia da Palavra (leituras da Missa) do dia. Alguns textos bíblicos que nos remetem aos Arcanjos e ao Anjo da Guarda: • Miguel: significa “Quem é como Deus”. Na Bíblia: Daniel 10, 13.21; 12,1; Apocalipse 12, 7; Judas 9. • Gabriel: significa “fortaleza de Deus” ou “homem de Deus”. Na Bíblia: Daniel 7, 13-15; 9, 24; Lucas 1, 19.33. • Rafael: significa “Medicina de Deus” ou “Deus cura”. Na Bíblia: sua manifestação acontece no livro de Tobias a partir do capítulo 6. • Anjos de Guarda: “Anjo” significa mensageiro não designa a essência de que são constituídos – são puro espírito – e sim a missão que desempenham. A festa dos Santos Anjos de Guarda acontece no dia 02 de outubro. (Ex 23, 20; Dn 6, 22; 10, 13-20; Sl 33, 8; 90, 11-12; Mt 18,10) Reze as orações mencionadas abaixo de 20 de agosto a 28 de setembro e, no dia 29 de setembro, celebre a Festa dos Santos Arcanjos participando da Santa Missa. Convido você ainda para a VIGÍLIA DOS ARCANJOS que iremos realizar no sábado, 1º de outubro, das 22h às 6h, em nossa Igreja da Glória.

Novo Tempo

Todos os dias:

- Acender uma vela benta - Oferecer uma penitência - Fazer o sinal da cruz - Rezar a oração inicial - Rezar as orações indicadas e outras conhecidas, como a Ladainha de São Miguel.

Continua na página 8

7


Orações para a Quaresma de São Miguel

continuação da página 7

Oração Inicial

S

enhor Jesus, Tu estás no centro! De ti tudo procede e para ti tudo converge. Seja este dia e todo este tempo para maior honra e glória de teu nome. É por ti e para ti que aqui estou. Quero ser teu discípulo e peço tua autoridade para lutar contra todos os inimigos de minha salvação, de minha família e todos aqueles pelos quais oro (apresente aqui suas intenções, pedindo cura e libertação). Tu que és Deus com o Pai, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Oração a São Miguel

S

ão Miguel, príncipe das milícias guerreiras do nosso Deus, invoco a tua intercessão. Não tenho consciência plena das arquitetações que o mal faz para tentar me alcançar, ludibriar e derrotar. Sei que o diabo já está derrotado pelo Sangue que Jesus derramou na cruz. Mas ele tenta arrastar outros atrás dele e nós somos o seu principal alvo. Em minhas batalhas espirituais, ó São Miguel, vem com tua força. Com tua espada, expulsa toda e qualquer obra do inimigo que se levanta contra mim ou contra os meus. Pelo Sangue do Senhor Jesus, eu me levanto contra elas. Combate comigo, ó São Miguel, nas lutas de minha família, na qual o inimigo tantas vezes tenta semear sua cizânia. Tomo por minha especial intercessora Maria, Rainha dos Anjos. Vem e roga por mim e por todos nós, ó São Miguel, príncipe das milícias celestes! Amém.

S

Oração a São Rafael

ão Rafael, Arcanjo da cura, que ministras a cura aos que estão cativos, guia meus passos enquanto caminho em direção à Luz. Vem sobre o meu ser e ministra toda a força de cura do Senhor. Tu que protegeste Tobias em toda sua jornada, ó Anjo do Caminho, guarda-me em minha jornada e vence “Asmodeu”, força de morte que tenta especialmente destruir as famílias. Peço, São Rafael, que vás ao encontro daqueles que estão enfermos e padecem algum mal; de forma especial, que vás àqueles pelos quais estou intercedendo. Que teus anjos ministrem o remédio que eles precisam em suas dores. Levanta, também, aquele que está caído. São Rafael, roga por mim e por todos nós. Amém.

S

Oração a São Gabriel

ão Gabriel, Arcanjo das consolações e das boas novas de Deus. Anjo de Daniel, de Maria e José, de Isabel e Zacarias. Fortaleza de Deus nos momentos de fraqueza. Clara manhã anunciadora da Luz. Abro-me em singela sintonia à tua suave visita. Como um raio de sol que irrompe iluminando, mesmo através das mais pequenas frestas, faz-te presente em meu coração e em minha casa, trazendo a alegria de Deus. Apresenta também minha terna e filial saudação à tua senhora, Maria, como quando humildemente apareceste a ela. Também eu quero dizer: “Ave, Maria, cheia de graça. O Senhor é contigo!” Fecunda a esterilidade de minha vida. Peço, ainda, que visites (mencione aqui a pessoa ou situação que precisa de alegria e fortaleza) e comuniques a ele (a) a bênção divina. Amém.

C

Oração ao Anjo da Guarda

eleste amigo, eu o saúdo! Você me acompanha desde o dia de meu nascimento, antes mesmo de eu ser concebido! Eu o bendigo porque sua vida só tem uma meta: servir. Eu o bendigo, porque é parte do poder de Deus, expressão do seu amor. Divino aliado faça com que eu possa compreender que nunca estou sozinho. Que eu vença a tristeza, o mau humor, a depressão com a simples invocação da sua presença. Que eu possa superar os meus medos confiando em seu amparo. Que eu elimine os sentimentos negativos, sabendo que você está sempre ao meu lado para me apoiar, quando desperto meu desejo para o bem. Permita que eu olhe sua face para esquecer o passado, confiar no futuro e por um momento viver o presente, esse eterno “agora” que é a forma humana de abordar o infinito. Invisível companheiro, que eu seja capaz de sentir sua presença na minha vida, para compreendê-lo cada dia mais. Amém. * As orações são de autoria de Pe. Sérgio Luiz e Silva, CSsR, excetuando-se a Oração ao Anjo de Guarda.

8

Novo Tempo


Informativo Novo Tempo Agosto 2011