Issuu on Google+

Tiago Walter Vera

PESQUISA COM CÉLULAS-TRONCO É REFERÊNCIA NO PAÍS

O pesquisador Samuel Goldemberg com sua equipe no Laboratório do Instituto Carlos Chagas, Fiocruz PR

Com uma sofisticada estrutura e modernos laboratórios de Biologia Molecular e Biologia Celular, o Instituto Carlos Chagas, Fiocruz/PR mantém uma parceria há seis anos com a PUCPR realizando pesquisas com células-tronco. “Buscamos entender como é que os genes se manifestam nas células-tronco. O que faz com que elas se diferenciem em uma função específica. Por exemplo, de que forma a célula-tronco vai se transformar em

18

PARANÁ FAZ CIÊNCIA

um tecido cardíaco”, explica o pesquisador Samuel Goldenberg, doutor em Biologia Molecular e diretor do instituto. “A PUCPR faz a parte aplicada e nós a pesquisa fundamental em um trabalho de estreita colaboração”, acrescenta. As descobertas nesta área vêm avançando rapidamente em todo o mundo. “A ideia é que no futuro dominemos uma metodologia que permita induzir e controlar a diferenciação das

células-tronco. Como pesquisador, estou muito otimista”, diz Goldenberg. Para o pesquisador, que também é presidente da Sociedade Brasileira de Genética, o Paraná é um dos destaques nacionais no que diz respeito às pesquisas com células-tronco, junto a São Paulo e Rio de Janeiro. “É uma área que necessita de grandes e constantes investimentos por parte dos governos estadual e federal. Só assim poderemos avançar”, conclui.


Revista Parana Faz Ciência - Edição 1