Page 1

[ASSIM SE FAZ ARTE: KANDINSKY] Instituição: Escola Municipal Orlando Breno Município: Jaboatão dos Guararapes - PE

Iniciando a conversa No ano de 2011, as turmas da educação infantil da Escola Municipal Orlando Breno sistematizaram e vivenciaram um projeto a partir da linguagem da arte, tendo como referência o artista russo Wassily Kandinsky (1866-1944). Kandinsky é considerado o iniciador da pintura abstrata, ou seja, da ausência de relação imediata entre as formas e as cores do mundo e as formas e as cores da representação pictórica. Este registro, portanto, tem como objetivo apresentar o processo de escolha e de vivência trilhado pelas crianças da educação infantil desta unidade escolar, mediado pelas professoras a partir das inferências e/ou provocações do projeto Paralapracá. O artista Nascido em Moscou, no dia 4 de dezembro de 1866, Kandinsky passou grande parte da infância em Odessa. Estudou direito e economia na Universidade de Moscou, chegando a diplomar-se em direito aos 30 anos, mas desistiu desta carreira. Casou-se em 1892 com a sua prima Anya Chimiakin, que o acompanhou de mudança, naquele ano, para Munique, na Alemanha, onde iniciou seus estudos em pintura. O estilo da escola de Ažbè desiludiu Kandinsky, que preferia pintar paisagens coloridas ao ar livre, em vez de modelos “mal cheirosos, apáticos e inexpressivos”. Após vinte anos, Kandinsky tenta inscrever-se, sem sucesso, num curso ministrado por Franz von Stuck. Um ano depois, ele ingressou finalmente no curso que frequentou até 1900. Em maio de 1901, Kandinsky cofundou a sociedade artística Phalanx e foi professor na escola fundada pouco tempo depois pela entidade. Uma das suas alunas foi Gabriele Münter, que se tornou sua companheira até 1917. Ele se separou-se de Anya Chimiakin em 1916. Já na década de 1911, Kandinsky desenvolveu seus primeiros estudos não figurativos, fazendo com que fosse considerado o primeiro pintor ocidental a produzir uma tela abstrata. Suas obras mostram a influência dos verões que ele passava em Murnau, na Alemanha, notando-se um crescente abstracionismo nas suas paisagens. Outra influência


nas suas pinturas foi a música do compositor Arnold Schönberg, com quem Kandinsky manteve correspondência entre 1911 e 1914. Com a eclosão da Primeira Guerra Mundial, Kandinsky é forçado a abandonar a Alemanha, partindo para a Suíça, acompanhado por Gabriele Münter, em 3 de agosto de 1914, esperando um fim rápido do conflito. Como este não se concretizou, ele voltou à Rússia, separando-se de Münter, em 16 de novembro do mesmo ano. Aproveitando uma exposição em Estocolmo em 1916, Kandinsky permanece na Suécia, onde conhece a sua terceira companheira, a russa Nina de Andreewsky, até o advento da Revolução Russa. Volta então à Rússia, interessado nos rumos do país, mas desentende-se com as teorias da arte oficiais e retorna à Alemanha em 1921. Em constante contato com os artistas da vanguarda, passa a lecionar na Bauhaus até 1933, quando a escola é fechada pelo governo nazista. Muda- se para Paris, onde viveu até o fim de sua vida. Faleceu em Neuilly-sur- Seine em1944 e foi sepultado no New Communal Cemetery, Hauts-de- Seine, Ilha de França. Desenvolveu a arte abstrata até o final de sua vida. Junto com Piet Mondrian e Kasimir Malevich, Kandinsky faz parte do “trio sagrado” da abstração, sendo o mais famoso. As obras As imagens produzidas por Kandinsky não possuem preocupação em representar o mundo real. Ao contrário, são imagens ricas em cores, formas livres, desinteresse pelos elementos da gramática visual, mas são, sobretudo, cheias de expressão de liberdade e de felicidade. Influenciado pelas cores da natureza e pela música, o artista buscou representar um mundo destituído de guerras e de conflitos e impregnado de cores e de espontaneísmos. Muito criticado na sua época, hoje Kandinsky é considerado um dos principais artistas modernos do mundo ocidental.

Vejamos algumas de suas Imagens:



Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.