Page 8

ePharma 15 anos

ePharma 15 anos

2

2

A base dos próximos 15 anos A ePharma é a maior empresa brasileira de gerenciamento de benefícios farmacêuticos. A ePharma é a maior empresa brasileira de gerenciamento de benefícios farmacêuticos. Em 2014, ajudou a cuidar de 27,8 milhões de vidas, autorizou a compra de 26,6 milhões de unidades dispensados, num total de R$1,037 bilhão em transações comerciais em 21.889 farmácias conveniadas. Esse volume representa 1,6% de todas as vendas de medicamentos no Brasil. A empresa alcançou esse patamar em apenas 15 anos de existência, completados em setembro de 2014. Mas seria impreciso contar a história da ePharma a partir apenas da sua fundação. Na verdade, o caminho começou bem antes, ao longo da trajetória de vida de seu fundador e presidente, o médico Luiz Carlos Silveira Monteiro. Ao montar a empresa, Dr. Luiz já reunia mais de 20 anos de experiência em diferentes áreas da saúde. Tinha a visão abrangente necessária para introduzir no Brasil o conceito de PBM (Pharmacy Benefit Management).

Medicina e gestão

Dr. Luiz se formou no fim dos anos 1970 e se especializou em cirurgia pediátrica. Paralelamente ao trabalho como médico, passou a atuar na gestão da recém-criada Unimed São Paulo, um dos primeiros planos de saúde privados do País, chegando ao cargo de superintendente da Federação das Unimeds do Estado de São Paulo. Após alguns anos, resolveu deixar o cargo executivo em

12

São Paulo para atuar num dos mais importantes centros de cirurgia pediátrica do País, o Hospital de Pesquisa e Reabilitação de Lesões Labiopalatais da Universidade de São Paulo, em Bauru. Foi nessa época que começou a estudar o tema que iria constituir os alicerces da ePharma: a dificuldade de acesso a medicamentos, o baixo nível de atenção ao tratamento de doenças crônicas e os impactos dessa realidade na piora da qualidade de vida das pessoas e nos custos da saúde.

A conta do remédio

Alguns anos depois, voltou para a Unimed para criar um serviço de oferta de remédios com desconto aos usuários do plano de saúde. Nessa função, aprofundou seu conhecimento sobre as necessidades dos pacientes, aproximou-se da indústria farmacêutica e expandiu sua visão sobre o assunto. Nascia ali seu entusiasmo pelo conceito de PBM, um sistema que concilia vários interesses para ampliar o acesso a medicamentos. “Nos países desenvolvidos, há todo um cenário diferenciado sobre a questão do acesso a medicamentos. Na Europa, o cidadão recebe do governo os remédios de que necessita. Nos EUA, são as seguradoras de saúde e as empresas, por meio de benefícios, as responsáveis por promover esse acesso a medicamentos”, explica Dr. Luiz. No Brasil, a conta do medicamento ainda era considerada em grande parte uma obrigação do paciente.

Princípios Missão

Prover soluções inovadoras em assistência farmacêutica e de ações em saúde, gerando conhecimento e resultados.

Visão

Através de vocação inovadora e parcerias de confiança, contribuir para que mais pessoas melhorem sua condição de saúde.

Valores

1. Relação de confiança, com ética e transparência. 2. Respeito à vida e à saúde. 3. Inovação e excelência no desempenho. 4. Orgulho de ser ePharma. No fim dos anos 1990, resolveu introduzir o modelo de PBM no País e encontrou no empresário Francisco Deusmar Queirós, então presidente da Abrafarma (Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias), o parceiro ideal. Deusmar trouxe para o negócio a sua rede de farmácias Pague Menos, então com 400 lojas (hoje, mais de 700), e juntos atraíram outras seis redes, para garantir que a ePharma iniciasse suas atividades já com abrangência nacional.

Primeira rede interligada

Fundada oficialmente em 9 de setembro de 1999, a empresa começou sua trajetória dando conta do desafio de interligar milhares de farmácias a um sistema de autorização de descontos em tempo real. Numa época em que a internet apenas engatinhava e muitas farmácias ainda não estavam plenamente informatizadas, criar a rede exigiu um grande esforço tecnológico. Em torno da rede, a ePharma começou a construir seu portfólio de serviços. O primeiro foi uma linha de planos de PBM para empresas, lançado junto com um esforço para mostrar a elas as vantagens de oferecer esse benefício a colaboradores ou clientes. Em seguida, lançou o Follow, para gerenciar o relacionamento da

indústria farmacêutica com usuários de seus produtos. O pioneirismo rendeu para a ePharma um papel de destaque na história do programa Farmácia Popular, do Ministério da Saúde, que concede descontos acima de 90% em diversos medicamentos. Em 2006, para ampliar sua abrangência, o governo federal decidiu oferecer os remédios também em farmácias particulares. Graças à rede conveniada e ao sistema autorizador de que já dispunha, a ePharma viabilizou a iniciativa em poucos meses. O conhecimento abrangente e a inteligência adquirida em suas operações habilitaram a empresa a lançar serviços de orientação em saúde (Concierge) e gestão de riscos e custos (GRS).

Tratamentos complexos

Com a evolução dos medicamentos e as mudanças em leis que regulamentam o acesso aos tratamentos, a ePharma lançou novos serviços. Entrou no segmento de remédios de alta tecnologia por meio da ePharma Specialty Care, criou a Flex, uma divisão para garantir a entrega e a aplicação adequadas de medicamentos de custo elevado e extremamente sensíveis, fez parceria com clínicas de infusão para tratamentos complexos e passou a prestar serviço também para os planos de saúde. Em 2013, o perfil inovador chamou a atenção de dois fundos de investimentos norte-americanos especializados em empresas de alta tecnologia no segmento de saúde. Com o aporte de recursos, a ePharma adquiriu uma start-up que vinha se destacando na gestão de programas de pacientes de doenças de alta complexidade, a In Health; e tornou-se pioneira mais uma vez ao lançar o primeiro plano de medicamentos do Brasil, o Plenus, em 2014, pouco depois da aprovação de uma norma autorizando esse tipo de serviço no País. Chega aos 15 anos como uma empresa de “inovação, integração e cuidado em saúde”, como define em sua assinatura. Com a força de um grupo experiente de executivos e o talento de 329 colaboradores, está preparada para atender às necessidades de um país ainda com muito por fazer para garantir que os avanços da medicina cheguem a todas as pessoas.

13

Anuário 2014  
Anuário 2014