Issuu on Google+

YEAR 7 - 2013

EDITION 79

Festas e fotos Artigos Exclusivos

www.papoTV.com

BATE PAPO MAGAZINE

1


2

BATE PAPO MAGAZINE

www.papoTV.com


BATE PAPO TV ON DEMAND É com prazer que informamos que o programa de TV Bate Papo com Shirley já pode ser visto a qualquer hora pelo Comcast/XFINITY On Demand. Através do Xfinity on Demand, o show está agora acessível em mais de 450 cidade em Massachusetts, Maine, New Hampshire, Connecticut e Vermont. Basta clicar em GET LOCAL> BRAZILIAN> BATE PAPO. Tres episódios já estão disponíveis para serem assistidos. Bate Papo TV show continua a ser exibido nas 25 cidades através das TVs comunitárias e está prestes a completar 8 anos de sucesso. Bate Papo é o primeiro programa de TV brasileiro On Demand da região. A Comcast abriu o arquivo Brazilian exclusivamente para o Bate Papo com Shirley que está prestes a comemorar 8 anos de sucesso no ar. Para mais informações sobre o programa visite www.papotv.com ou ww.facebook.com/batepapomagazine. O Centro do Imigrante Brasileiro participou no dia 23 de maio de um movimento em defesa dos direitos aos trabalhadores na State House. Organizações que lutam pelos direitos dos trabalhadores se uniram em um dia de ação com o tema: “Bons trabalhos e comunidades fortes” para defender projetos de lei em prol dos direitos dos trabalhadores que estão tramitando neste momento. Além das trabalhadoras, representantes e senadores também fizeram seus discursos. Dentre os projetos de lei destacados neste dia, esteve a Carta de Direitos dos Trabalhadores Domésticos, um projeto de lei que busca garantir direitos básicos para os trabalhadores domésticos de Massachusetts. Os ativistas também defenderam outros projetos de lei que buscam o aumento do salário mínimo, a garantia de dias pagos de licença por motivo de doença para os trabalhadores e a garantia de direitos para trabalhadores de contratos temporários.

Numa época em que políticos em Washington, D.C, elaboram as leis que decidirão a Reforma Imigratória é importante que nós imigrantes mantenhamos contato com os políticos locais. É importante que a voz dos imigrantes seja ouvida pelos nossos líderes eleitos. Os políticos que nos representam precisam saber quem nós somos e para isso é nossa função levar os assuntos da nossa comunidade até eles. Quanto mais os políticos conhecerem os problemas enfrentados pelos imigrantes, mais eles poderão nos ajudar. Em recente evento promovido na JFK Library pela Anti- Defamation League homenageando Mary Bonauto, diretora do GLAD (Gay and Lesbian Advocates and Defenders), tive a oportunidade de encontrar três políticos que apoiam os imigrantes em nosso estado. Ao lado estão: Deputado Estadual Carl Sciortino, candidato ao cargo de congressista, Vereador de Boston Mike Ross, candidato a prefeito da cidade e o Senador Jamie Eldridge, amigo de longa data da comunidade brasileira. (S.F.)

www.papoTV.com

Dep. Estadual Carl Sciortino, Vereador de Boston Mike Ross, Shirley Farber e Senador Jamie Eldridge

BATE PAPO MAGAZINE

3


Esperança

EDITORIAL

Alessandra Ribeiro

Enquanto continua o debate que decidirá a Reforma Imigratória meus leitores perguntam o que eu acho do assunto. A minha resposta é sempre cheia de esperança. Mas uma esperança realista com pé no chão e observando sempre o que os políticos discutem em seus debates em Washington, D.C. e as discussões na internet. Eu vejo um futuro promissor para os imigrantes que aqui estão onde eles passarão a ter crédito, comprar imóveis, ter melhores condições de trabalho e acesso à educação superior. Vejo também que a Reforma depende da segurança nas fronteiras americanas para que ninguém mais entre ilegalmente. Para muitos, o imigrante é visto como aquele que só quer ganhar dinheiro aqui e enviar para seu país, que não paga imposto mas recebe benefícios do governo. Para que o imigrante indocumentado seja bem visto diante da população em geral será preciso provar o contrário. Antes de se tornar cidadão americano, o imigrante tem de se comportar como um cidadão. Isso inclui aprender a língua do país, pagar todos os impostos, aprender as leis, contribuir com a sociedade e participar da comunidade local americana. É por isso que eu tenho prazer em mostrar na Bate Papo Magazine e TV show os imigrantes que fazem sucesso e contribuem para a sociedade americana. É com orgulho que informo que o meu programa Bate Papo com Shirley TV está disponível no Xfinity/Comcast On Demand nos estados de Massachusetts, Maine, New Hampshire, Connecticut e Vermont. Veja em Get Local>Brazilian. Fique atualizado das notícias locais através do www.facebook. com/ batepapomagazine. Shirley Nigri Farber - Editora Publisher & Editor: Shirley Nigri Farber 781-975-1009 Marketing Director: Scott A. Farber 781-975-0482 Contributors: Claudia Duek Amar, Lygya Maya, Leonina Heringer, Leonardo Teixeira, Jota Alves, Josimar Salum, Natividade Pereira, Shirlei Udell, Marco Fogel and Rafaela Garreta. Design: Farber Marketing Inc. tel: 781-975-1009 EMAIL: papoTV@msn.com Farber Marketing Inc. www.papoTV.com ADDRESS: 12 Edward Dr., Stoughton, MA 02072

4

BATE PAPO MAGAZINE

Hope

While the debate continues on the Immigration Reform some of my readers ask for my opinion on the matter. My answer is always full of hope but a realistic hope that is down to earth. I always watch what politicians argue in their debates in Washington, DC as well as the discussions on social media. I see a promising future for the immigrants in the U.S. They will have access to credit and to higher education, buy real estate and have better working conditions. I also see that the Reform depends on the American border security so that no one else will enter the country illegally. In the eyes of many people, immigrants are the ones who make money here and send it back to their country. The ones who do not pay taxes but receive government benefits. In order for undocumented immigrant s to be well regarded by the general public they will need to prove otherwise. Before becoming a U.S. citizen, the immigrant has to behave like a citizen. This includes learning the language of the country, paying all the taxes, learning the laws, contributing to society and participating in their local community. That’s why I’m happy to show in Bate Papo Magazine and our TV show immigrants who are successful and contribute to the American society. I’m proud to inform you that my program, Bate Papo with Shirley TV, is now available on Xfinity / Comcast On Demand in the states of Massachusetts, Maine, New Hampshire, Connecticut and Vermont. Just go to Get Local>Brazilian. Stay in touch through www. facebook.com/ batepapomagazine. Shirley Nigri Farber - Editor Contributing Photographers: Arilda Costa, SckyArt, Simoneide Almeida, and Oliveira Studios. Articles not signed were written by the editor. Articles signed are the writer’s responsibility. No article or photo can be reproduced without written permission from the publisher. Cover Photo: Festa da MIRA por Renato Castelo. TO ADVERTISE CALL 781-975-1009 Português / 781-975-0482 English Farber Marketing Inc. is not responsible for the services and products offered by our advertisers.

www.papoTV.com


www.papoTV.com

BATE PAPO MAGAZINE

5


Assista também online: www.accessfram.tv O radialista Leandro Alves de 32 anos nasceu em Governador Valadares, Minas numa família de 6 irmãos. Ele conta que em 1997 então com 17 anos, iniciou seu trabalho numa rádio comunitária em Matias Lobato, Minas. Ainda na escola era incentivado pelos colegas a imitar a voz de famosos no estilo do programa Café com Bobagem da Radio Transamerica. Em 2000 foi visitar a rádio Mundo Melhor em Governador Valadares, conseguiu um estágio e mais tarde uma posição de locutor. Quando decidiu vir para os EUA a intenção era juntar dinheiro para comprar uma casa para os seus pais e pagar seus estudos. Aqui trabalhou em várias funções até que conseguiu uma chance na rádio do Pr. Emidio e dai para frente passou por várias rádios. Ele conta que quando começou seu programa não tinha anunciantes e recebia ajuda financeira dos ouvintes. Agora apresenta Voz do Brasil na 650 AM, de segunda à sexta de 3 às 4 da tarde.

The 32 year old broadcaster Leandro Alves was born in Governador Valadares, Minas to a family of six brothers. He says that in 1997, at the age of 17, he began working in community radio in Matias Lobato, Minas. While at school he was encouraged by colleagues to mimic the voice of famous people which is a style that became popular at the São Paulo Radio Transamerica. In 2000 he was visited the Mundo Melhor Radio in Governador Valadares, where he got an internship and later became an announcer. When he decided to come to the U.S. his intent was to make money to buy a house for his parents and pay for his studies. Here he worked in various jobs until he got a chance in Pastor Emidio’s radio. From there he had successive radio shows in various stations. He says that when he began his program he did not have advertisers and received money from listeners. Now he presents Voice of Brazil on 650 AM, Monday to Friday from 3 to 4 pm.

Grasiela Roper é proprietária da Brigadeiro Barn. Ela é de Florianópolis e há 14 anos veio para o Cape Cod morar junto com sua mãe. Ao visitar o Brasil há 3 anos percebeu que o doce de brigadeiro passou a ter lugar de destaque e uma versão mais chique . Ela oferece o produto em caixas para presente e em apresentação mais elaborada para festas e casamentos. Ela conta que para divulgar seu produto, deu muito brigadeiro de graça em eventos tipo Farmer’s Market e festas beneficentes. Ela gosta de inventar novos sabores como tiramissu, cheesecake, maracujá e caipirinha. Sobre a origen do doce, ela contou a história do Brigadeiro Eduardo Gomes quando candidato a presidente (cerca 1946), várias senhoras fizeram doces a base de leite para arrecadar dinheiro para a campanha. O doce passou a ser conhecido como docinho do brigadeiro, ainda que ele não tenha sido eleito. Os brigadeiros são vendidos pelo www.brigadeirobarn. com e Facebook.com/brigadeirobarn

Grasiela Roper is the owner of Brigadeiro Barn. She is from Florianópolis, Santa Catarina and 14 years ago came to Cape Cod to live with her mother. While visiting Brazil three years ago she noticed that the popular sweet called Brigadier has gotten a more elegant and gourmet version. She offers the product in gift boxes and has more elaborate presentations for parties and weddings. She said that in order to present her Brigadeiro, she gives a lot of samples at Farmer’s Market and fundraiser events. She likes to create new flavors like tiramisu, cheesecake, passion fruit and caipirinha. She told the story about the origin of the milky treat in which Brigadier Eduardo Gomes was a presidential candidate (about 1946), and several ladies made the ​​ sweet to raise money for the campaign. The treat became known as Brigadier, even though he was not elected. The Brigadeiros are sold at www.brigadeirobarn. com and Facebook.com/brigadeirobarn

NOW OPEN IN ALLSTON! 181 Brighton Ave., Allston 617.268.0379

- Access to 40,000 Totally FREE Allpoint ATMs - Worldwide. - 24-hour Driveup ATMs - FREE Online Banking and BillPay - Mobile Banking - 9 convenient locations throughout Boston

Falamos Português Member FDIC/Member DIF

6

BATE PAPO MAGAZINE

www.papoTV.com


Bate Papo com Shirley TV - www.PapoTV.com O radialista Eduardo Meireles é natural de Goiania, Goiás. Aos 16 anos começou a frequentar as rádios da cidade para fazer teste de locução. Até que uma pessoa deu a dica de que seria mais fácil começar pelas rádios do interior e foi para Rio Verde em Goiás. Ele contou que ia para São Paulo só para escutar e gravar (para aprender) os programas de rádio da cidade, sem mesmo sair da rodoviária. Ele contou que seu sonho sempre foi ser locutor nas grandes rádios de São Paulo. Com o tempo passou a trabalhar em emissoras em Goiania e na Rádio Transamerica e Nativa em São Paulo. Até que perdeu o emprego e decidiu vir para os EUA. Aqui ele apresenta o programa Interação de segunda às sexta de 5 as 6 da tarde na 650 Am e também o programa Negócio Fechado na 1300.

The broadcaster Eduardo ­ eireles was born in Goiania, M Goias and at the age of 16 began visiting radio stations in search for a position. It was not until a person hinted that it would be easier to get into small town radios that he moved to Rio Verde, Goiás. He said he used to go to São Paulo and without even leaving the bus station, he would listen and tape the city radio programs. He said his dream was always to work at a large radio station in São Paulo. With the time he ended up working at larger stations in Goiania and in São Paulo. When he lost his job, he decided to move to the U.S. Here he presents the program Interação from Monday to Friday, 5 to 6 pm on 650 AM and also the Negócio Fechado on 1300 AM.

Marlucia Soares é dona da Golden Paws Pet Marlucia Soares is the owner of Golden Paws Pet Grooming. Natural de Minas Gerais, ela morava Grooming. Born in Minas Gerais, she lived in Espirito no Espirito Santo onde era corretora de imóveis. Santo where she was a real estate broker. She came Quando veio para os EUA há 13 anos tinha a intento the U.S. 13 years ago with the intention to make ção de juntar dinheiro e abrir sua própria imobiliária. enough money to open her own real estate office. She Ela conta que no início foi muito difícil pois teve says that in the beginning it was very difficult because de trabalhar para pagar a dívida da viagem e sua she had to work to pay for the cost of the trip and her irmã que morava em Massachusetts retornou ao sister whooflived in Massachusetts returned to Brazil. Shirley’s Hair by Romilda Brasil. De dia limpava casas e a noite trabalhava She cleaned houses during the day and worked at Victoria’s Hair Salon no Burger King. Começou a trabalhar num pet shop night at Burger King. She started working in a pet (774-274-2891) lavando cachorro com uma amiga até que decidiram shop washing dogs with with a friend and decided Snacks by Miranda together Bread of montar juntas a Golden Paws. Hoje ela é a única to open Golden Paws. Today she is the sole Stoughton ( 781-344-5503) proprietária. Ela contou que já cuidou do cachorro proprietor. She said she has taken care of the Boston do jogador de basquete Paul Pierce que tem em sua Celtics basketball player Paul Pierce’s dog and that coleira com o símbolo do Celtics em diamante. Ela on his dog leash is a diamond studded Celtics logo. deu a dica de que o cachorro não deve usar a roupa She said that dogs should not use clothes for a long por muito tempo pois enrola a raiz do pelo. Para o period of time because it damages the roots of their cachorro ter um pêlo bonito é preciso escovar pelo fur. Also, that in order for dogs to have beautiful fur, menos duas vezes por semana. A loja fica localizada no 395 Lowell, they must be brushed at least twice a week. Golden Paws is located Lexington, telefone: 781-274-9144. at 395 Lowell, Lexington, telephone: 781-274-9144.

www.papoTV.com

BATE PAPO MAGAZINE

7


Assista no Xfinity On Demand > Get Local > Brazilian Joseph Grimaldi é advogado de imigração Joseph Grimaldi is an immigration attorney and a former ime ex-funcionário da imigração em Boston. migration official in Boston. He talked about the fact that many Ele falou que muitos imigrantes têm immigrants have problems proving that they are dificuldades para provar que eles esreally married to an American citizen when filing tão realmente casados com um cidadão americano quando their papers. He talked about immigrants using the entram no processo de legalização. Ele falou sobre os imihelp of a notary instead of an attorney and then grantes usam a ajuda de um notário em vez de um advogado getting their process denied or delayed. He also e têm o seu processo negado ou atrasado. Ele mencionou mentioned that people think that once they hold a que as pessoas pensam que, por terem um Green Card estão Green Card they are safe but in actuality they can seguros, mas na verdade ainda podem ser deportados se still be deported if they commit a crime. He said cometerem algum crime. Ele disse que os imigrantes que já that when immigrants get their Green Card they possuem Green Card devem aplicar para a cidadania o mais should apply for citizenship as soon as possible. breve possível. Ele disse que com a Reforma Imigratória vai He said that with the Immigration Reform it will ser muito importante para os imigrantes pagarem imposto be very important for immigrants to pay taxes to de renda para provar que ganham dinheiro suficiente para prove that they earn enough money to support se sustentar. O advogado Grimaldi também atura na área themselves. Attorney Grimaldi also does Real de Direito Imobiliário e Acidentes Pessoais. Sua primeira Estate and Personal Injury Law. His contact is consulta é gratuita e seu contato é 508-587-6100. 508-587-6100. His first consultation is free. Jessica de Almeida é de Recife e em 2001, então com 8 anos, veio para os EUA com seus pais e seu irmão. Ela cresceu e estudou e Stoughton e agora é secretária do advogado Joseph Grimaldi. Ela fez curso de português na Umass Boston. Ela diz que sempre quis ajudar aos imigrantes pois viu a dificuldade pela qual seus pais passaram por não saber inglês. Ela conta que ajudou muito aos seus pais nas questões de imigração. Hoje ela diz que muitos brasileiros ligam para o escritório de advocacia para pedir ajuda em várias áreas além de informações sobre imigração. Ela comentou que conhece vários brasileiros que, assim como ela, se tornaram independentes dos pais bem jovens por trabalhar. Seu primeiro emprego foi no Dunkin Donuts aos 14 anos. Ela incentiva aos brasileiros a ligarem para o escritório de advocacia para esclarecer suas dúvidas. Seu contato é 508-587-6100.

8

BATE PAPO MAGAZINE

Jessica Almeida is native of Recife. In 2001, at age 8, she moved to the U.S. with her parents and brother. She grew up in Stoughton and is now a secretary for the Attorney Joseph Grimaldi. She took Portuguese courses at UMass Boston. She says she always wanted to help immigrants because she saw the difficulty her parents went through not knowing English. She says that she helped her parents on immigration issues. Today she says many Brazilians call her at the law firm asking for information in various areas besides immigration. She said that she knows many Brazilians that became independent from their parents at an early age because they started to work very young like her. Her first job was at Dunkin Donuts at 14. She encourages Brazilians to call the law firm to have their questions answered. Her contact is 508-587-6100.

www.papoTV.com


Bate Papo com Shirley TV - www.PapoTV.com Marcia Redding Cruz é jornalista e acabou de fazer um curso sobre mulheres na política na Umass Boston. Um dos objetivos do curso é incentivar as mulheres a entrarem na política e Marcia contou que não descarta a possibilidade de se candidatar a algum cargo. Ela falou que é importante que o imigrante contribuoa para este país mesmo que esteja aqui temporariamente. Pois querer levar mais do que oferece vai contra os valores da moral. Durante o curso ela fez estágio no escritório do Deputado Estadual Carl Sciortino. Ela pensa no futuro trabalhar com alguma organização política. A dica que ela deixou é de que os imigrantes aprendam a língua do país e contribuam não só para sua comunidade ou igreja mas para toda a sociedade.

Marcia Redding Cruz is a Brazilian journalist and just finished a course on Women in Politics at UMass Boston. One of the course’s goals was to encourage women to enter politics. Marcia said that she does not rule out the possibility of running for a political position. She said it is important that immigrants contribute to this country even if they are here temporarily. She said that taking more than one gives is against moral values. During the UMass course she did internship in the office of State Representative Carl Sciortino. She thinks about working for political organizations in the future. She suggested that immigrants learn the language of the country and contribute not only to their own community or church but to the society in general.

Rose Krongold morava em São Paulo, onde trabalhava na empresa de auto peças de sua família. Ela estudou Letras Inglês-Portugues na PUC de São Paulo e decidiu vir fazer cursos de especialização aqui nos EUA. Aqui já fez cursos de inglês e tradução na Harvard e na Boston University. Ela contou que em geral leva-se um ano e meio para obter um certificado. Ela tem interesse em trabalhar como intérprete aqui nos EUA na área de negócios. Ela contou que a sua classe de tradução na faculdade é formada por cerca de 20 brasileiros. Ela incentiva os brasileiros a fazerem cursos de inglês para se tornarem tradutores pois acredita que a demanda pela mão-de-obra está crescendo. Ela acredita que os brasileiros poderão ajudar as suas próprias comunidades aqui nos EUA se fizerem cursos de tradução. Rose também tem ajudado operar a camera durante a gravação do programa.

Rose Krongold is from São Paulo where she used to work for her family’s auto parts business. She studied English-Portuguese Literature at PUCSão Paulo and decided to come to the US to take courses in the same field. Here she took courses in English and Translation at Harvard and Boston University. She said it takes approximately a year and a half to get a certificate. She is interested in workingofas an interpreter in the U.S. in the area of​​ Shirley’s Hair by Romilda business. She said her Translator’s class in college Victoria’s Hair Salon is made ​​up of about 20 Brazilians. She encour(774-274-2891) ages Brazilians to take English courses to become Snacks by Miranda Bread of because she believes that the demand translators Stoughton ( 781-344-5503) in this field is growing. She believes that Brazilians living here can help their own communities in the U.S. if they take translation courses. Rose also voluntered to operate the camera during the Bate Papo tv show.

Se você tem um negócio e gostaria de oferecer patrocinar o nosso programa, ligue 781-975-1009

If you have a business and would like to sponsor this show, please call 781-975-1009

Start Your Future Now At …

BAY STATE SCHOOL OF TECHNOLOGY Learn by “HANDS ON” Training to become a DIGITAL AGE TECHNICIAN Install and Maintain Electronic Equipment including Computers and Networks

MAJOR APPLIANCE SERVICE TECHNICIAN Service and Repair All Household Major Appliances

AC/REFRIGERATION TECHNICIAN Service and Repair Air Conditioning Units & Refrigeration Systems

CLASSES STARTING IN JUNE Classes Starting in JANUARY CALL A BROCHURE 1-888-828-3434 CALL FOR A FOR BROCHURE 1-888-828-3434 www.papoTV.com

NEW LAPTOP COMPUTER IS INCLUDED IN TUITION, AS WELL AS CERTIFICATION PREP AND TESTING

Day & Evening Courses Dedicated Faculty with Industry Experience Financial Aid Assistance Available to Qualified Students Job Placement Assistance Approved for Veteran’s Training Benefits

BAY STATE SCHOOL OF TECHNOLOGY Accrediting Commission of Career Schools and Colleges

225 Turnpike St., (Rte. 138) Canton, MA 02021 For Information Visit: www.baystatetech.org

BATE PAPO MAGAZINE

9


A Reforma Imigratória Finalmente se aproxima a tão esperada reforma imigratória. Pela primeira vez em mais de uma década o Congresso Americano colocou em pauta uma proposta abrangente e extensa de um plano que irá transformar o país e, esperamos, trazer paz aos muitos imigrantes que vivem nas sombras da sociedade. Uma proposta de reforma imigratória completa foi colocada na pauta do Senado Americano no mês de Abril e votada pelo comitê judiciário em Maio. Mais de 300 emendas à proposta inicial foram também votadas e no dia 21 de Maio a versão final foi aprovada e enviada à assembléia geral do Senado. É importante infomar à nossa população imigrante que a proposta é apenas isso no momento: uma proposta. Quando uma proposta for aprovada no Senado, na Câmara de Deputados, e assinada pelo Presidente, ainda serão alguns meses até o início de aceitação de aplicações e petições junto ao departamento de imigração. O debate em assembleia geral do Senado teve início em 10 de Junho. Alguns dos pontos principais foram traduzidos e colocados no nosso site, www.BrackLaw.com, na seção do Blog: PROPOSTA DE IMIGRAÇÃO DO GRUPO DOS 8, 2013 (SB 744) TRADUZIDA - PONTOS PRINCIPAIS Legalização e Imigração Legal I. Ajustamento de Status para Status de Imigrante Registrado Provisório - RPI • Indivíduos em status ilegal poderão aplicar para ajustar seu status para Imigrante Registrado Provisório. • Critério de Qualificação: • Residência nos Estados Unidos anterior à 31 de dezembro de 2011, e presença física continua desde então. • Pagamento de multa de $500.00 (exceção aos estudantes qualificados no Dream Act), auditoria/cobrança de impostos, por adulto aplicante em adição às taxas necessárias aplicáveis para pagar os custo do processamento da aplicação. • Critério de Desqualificação: - Condenação por crime hediondo e/ou agravante; - Condenação por 3 ou mais crimes de delito ou estrangeiro; - Participação eleitoral ilegal; e - Inadmissível por razões criminais, de segurança nacional, saúde pública ou de moralidade. • Cônjuges e filhos de pessoas nesse status (“RPI”) podem requerer para dependents do aplicante principal (presentes nos Estados Unidos) • Imigrantes RPI poderão trabalhar para qualquer empregador e viajar fora dos Estados Unidos • Indivíduos fora dos Estados Unidos que estiveram aqui antes de 31

de dezembro de 2011 e foram deportados por razões não-criminais podem aplicar para re-entrar nos Estados Unidos em status de RPI se tiverem cônjuges ou filhos ou forem filhos de cidadãos americanos ou residentes permanentes, ou sejam qualificados através do Dream Act. • O período de aplicação será por 1 ano com possibilidade de extensão para um ano adicional. • Indivíduos com ordens de remoção (deportação) serão permitidos aplicar assim como imigrantes em processo imigratório judicial. • Status RPI deverá valer por um termo de 6 anos renovável se o imigrante não cometer atos que o tornariam deportável. Outra multa de $500.00 será aplicável nessa nova fase. • Indivíduos concedidos RPI não qualificarão para benefícios públicos federais. • Um estrangeiro com RPI será considerado legalmente presente nos Estados Unidos, exceto que esses indivíduos: - Não qualificarão para crédito de impostos; - Estarão Excluídos do programa Obamacare; • Após 10 anos indivíduos em status RPI poderão ajustar pra Residente Permanente - Green Card através do mesmo sistema de méritos geralmente aplicáveis à green cards se o abaixo existir: - O indivíduo mantiver presença continua nos Estados Unidos; - Impostos pagos durante todo o período de RPI; - Trabalharam nos Estados Unidos regularmente; - Demonstrado conhecimento cívico e de Inglês; - Todas as pessoas atualmente esperando por Green Card de família ou trabalho tenham tido suas prioridades atualizadas (completas); - Uma taxa de multa de $1,000.00 paga; • Indivíduos no Dream Act e programa agricultural poderão receber seu Green Card em 5 anos e crianças do Dream Act serão qualificados para cidadania imediatamente após receberem seus Green cards. Qualquer reforma exigirá que a demonstração de bom caráter e situação financeira de baixo risco de dependência governamental. Brasileiros recipientes de WIC ou equivalente, free day care e seguro médico por declarar pobreza/baixa renda…tudo virá à tona (Lucas 12:2 – “Mas nada há encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto que não haja de ser sabido”). Como demonstrar independência financeira em face de declarações de pobreza para obter day care, seguro, créditos em declaração de impostos, todos feitos sob juramento? O teste de bom caráter moral certamente será implementado, e nisso nosso jeitinho brasileiro já foi reprovado. Também precisamos ser mais participativos do processo. Existem muitas forças opondo-se à esperada reforma e os próximos meses serão criticos ao sucesso ou não da proposta. Ligue para o seu congressista local – estadual e federal – e informe-o de seu apoio a proposta imigratória (S. B. 744). Para contato de Senadores Federais: http://www.senate.gov/general/contact_information/senators_cfm. cfm; Deputados Federais: http://www.house.gov/representatives/ Voce só precisa dar seu nome e ZIP code de onde reside. Mas há razão para esperança: O país determinou pelo voto a reforma imigratória como prioridade. Estimativas colocam o povo latino como maioria da população em 2050. E o Presidente, após tantos escândalos da administração e tropeços econômicos, necessita uma causa positiva para seu legado. A reforma está chegando…resta saber o formato e se estamos mesmo preparados. Danilo J. Brack, ESQ é advogado de imigração formado pela Massachusetts School of Law e licenciado nos EUA.

“O teste de bom caráter moral certamente será implementado, e nisso nosso jeitinho brasileiro já foi reprovado.”

10 BATE PAPO MAGAZINE

www.papoTV.com


“Eu não tenho um trabalho no Wynn. Eu tenho uma carreira.” Daniela, brasileira e funcionária do Wynn há 7 anos

No Wynn, funcionários são tratados como família, com excelente pagamento, benefícios e treinamentos. Não é incomum ver várias gerações da mesma família trabalhando no Wynn resort. Em Everett, Wynn criará centenas de trabalhos – de manutenção a gerenciamento – com preferência dada a residentes de Everett e seus familiares. Vote “SIM” para Wynn, no sábado, 22 de Junho, na eleição especial em Everett. É um voto por uma cidade melhor…melhor qualidade de vida…melhor carreira.

Vota “sim” para Wynn no sábado, dia 22 de junho 13 Chelsea Street • Everett, MA 02149 • 617-294-4270 www.papoTV.com

Inscreva-se em EverettUnited.com BATE PAPO MAGAZINE

11


Give Liberty a Hand - MIRA Event

Viviane, Rafaela, Ludo Gardini e esposa

Shirley, Youko, Margaret, Catherine, Tania e Cynthia

O governador Deval Patrick foi o grande homenageado do evento Give Liberty a Hand realizado pela Massachusetts Immigrant and Refugee Advocacy Coalition no dia 5 de junho no Fairmont Copley Plaza. A homenagem foi entregue pela diretora do Massachusetts Office for Regugees and Immigrants, Josiane Martinez. Eva Millona, diretora da MIRA, entregou uma homenagem a Paul Grogan, presidente do The Boston Foundation. O evento de arrecadação de fundos da entidade homenageou também Kairos Shen, Diretor de Planejamento do Boston Redevelpment Authority e Robert Rivers, Presidente do Eastern Bank.

Josiane Martinez, Shirley Farber, Deval Patrick e Eva Millona

12 BATE PAPO MAGAZINE

www.papoTV.com


Sapatos para adultos e crianças, roupas e outros artigos de boa qualidade na Thrift Store da I.C.C.

Crianças são recebidas em clima de festa e abençoadas com oração em todas as reuniões. Traga também a sua!

International Christian Community

Jovens GPS a cada fim de semana uma programação atraente e divertida, para envolver-se entre em contato conosco!

Ampliação do estúdio que transmite as celebrações ao vivo aos domingos às 10:00am A I.C.C. prioriza a família porque sabe que ela é o projeto de Deus para a felicidade do ser humano. pelo www.livestream.com (search ICCstudio12) Participe de nossas redes. e clique no FOLLOW

Receba de volta o verdadeiro prazer de viver

www.papoTV.com

BATE PAPO MAGAZINE

13


Casamento de Lorena e Ricardo

Ricardo e Lorena com suas respectivas mães, Laurides e Leonina

No dia onze de maio celebrou-se na Igreja Metodista de Saugus, o casamento de Lorena, filha de Olímpio César Leite, de Manhuaçu, M.G. (in memorian), e Leonina Fortunato Heringer, ­colaboradora da Revista Bate Papo, e Ricardo, filho de Antônio Pagiola e Laurides Siqueira Pagiola, de Ipatinga, M.G. A cerimônia foi oficiada pelo tio da noiva, Pr. Gessuy Freitas, da Primeira Igreja Batista em Plymouth. Vários parentes e amigos vieram do Brasil e Canadá para participar do evento, inclusive o tio da mãe da noiva, Coronel aposentado e ex-membro do Coral da Fundação Salgado Filho, João de Freitas Heringer, que cantou para abrilhantar a festa. Fotos: Scky Art.

Lorena e Ricardo e seus padrinhos e madrinhas

14 BATE PAPO MAGAZINE

www.papoTV.com


Festas e Fotos

Sophia comemorou seu primeiro aniversรกrio Fotos: SckyArt.com 617-394-0900

Casamento de Larissa e Jair realizado dia 25 Maio

Alicia, 1 ano

Primeiro aniversรกrio da Bella

www.papoTV.com

Sabrina, 5 anos

BATE PAPO MAGAZINE

15


Uma nova esperança

Mayra Loureiro Uma nova esperança surge no horizonte de alguns imigrantes irregularmente presentes nos Estados Unidos. Me refiro àqueles que aqui encontraram em cidadãos americanos os companheiros de vida e, com eles, se casaram e formaram família e uma vida inteira em comum. Muitos estrangeiros que estando irregularmente presentes nos EUA se casam com cidadãos americanos, estão autorizados por lei a ajustarem seu “status” (em outras palavras, aplicarem para o Green Card)aqui mesmo no País. Outros imigrantes, por sua vez, devem retornar ao País de origem (no nosso caso, o Brasil)para, mediante entrevista no Consulado Americano competente, terem seu pedido de Green Card analisado pela imigração norte americana. Esse é o caso dos imigrantes que ingressaram nos EUA sem serem inspecionados e admitidos por um oficial de imigração. Em outras palavras, aqueles que aqui ingressaram sem visto, atravessando as fronteiras de países como o México ou o Canadá. Ocorre que no primeiro caso (daqueles que estão autorizados a ingressar com pedido de Green Card aqui mesmo nos EUA), o processo é muito rápido e eficiente. Por outro lado, no segundo caso (dos estrageiros que tem que retornar ao País de origem para passar pelo processo consular), tudo se torna infinitamente mais difícil, tanto para o imigrante, quanto para toda sua família. Isso porque a lei imigratória norte americana prevê uma penalidade para aquele que sai dos Estados Unidos depois de estar presente irregularmente por longos períodos de tempo no país. A penalidade é a impossibilidade de retornar aos EUA temporariamente (3 anos ou 10 anos, conforme o caso) ou, em alguns casos mais graves, até mesmo permanentemente. Quando o imigrante irregularmente presente no país parte dos Estados Unidos, ele está sujeito às penalidades legais que impedem temporariamente seu reingresso no país. Isso faz com que, enquanto o imigrante esteja aguardando o transcurso do processo de Green Card, ele fique por um longo período de tempo (em alguns casos até mesmo por anos) separado de sua família, que permaneceu nos EUA. Imagine você: estar casado com a pessoa que se ama, ter filhos, um

lar, ter planos, compartilhar alegrias, conquistas, sucessos e, para exercer um direito que a lei te confere, ter de partir e ficar longe de seus entes queridos, sem saber quando vai ser autorizado a retornar? É bem verdade que a lei imigratória contempla a possibilidade do imigrante ingressar com um pedido de perdão em relação a essas penalidades de inadimissibilidade. São os chamados pedidos de “waiver”. Ocorre que até recentemente, esse pedido só podia ser feito perante o Consulado Americano do país de origem do estrangeiro. Ou seja, o imigrante tinha que sair dos Estados Unidos, e só então, na ocasião do pedido do Green Card, ele saberia se estaria autorizado a reingressar nos Estados Unidos por ter sido perdoado pela presença ilegal no passado. Esse processo era muito custoso. Não falo apenas do custo financeiro. Me refiro também, e principalmente, ao custo emocional. A distância da família, do trabalho, do lar. Muitos imigrantes desistiam de exercer o direito de obterem o Green Card diante dessas dificuldades, arriscando continuarem irregularmente presentes nos Estados Unidos diante da incerteza quanto ao retorno. Atento a essa realidade, o Governo Federal Norte Americano anunciou novas regras acerca do tema, regras estas que entraram em vigor no dia 4 de Março de 2013. De acordo com a nova lei, o imigrante ainda terá de deixar os EUA para obter o Green Card perante o Consulado Norte Americano do seu país de origem, mas, diferentemente do que a lei previa antes, agora o pedido de perdão poderá ser feito aqui, nos Estados Unidos. A partir de 4 de Março de 2013, os imigrantes que estiverem presentes irregularmente nos EUA e que forem casados com cidadãos norte americanos, poderão ingressar com o pedido de perdão(“waiver”) ANTES de partirem dos EUA. Dessa forma, saberão, antes de partirem, que estarão perdoados da inadmissibilidade legal e, consequentemente, saberão antecipadamente que estarão isentos da penalidade legal de impedimento de reingresso aos EUA. O período que levava para esse pedido ser analisado no país de origem, agora transcorrerá aqui nos EUA. E a resposta será antecipadamente conhecida pelo imigrante. A mudança pode parecer pequena mas seu reflexo na vida dos imigrantes beneficiados é imenso. A nova lei reduzirá drasticamente o período em que o imigrante ficará longe de sua família enquanto aguarda o transcurso do processo consular de Green Card. Trata-se de um grande avanço. Com o advento desta nova lei, todos nós imigrantes, temos uma nova esperança. A esperança de que os governantes estão atentos às nossas necessidades e anseios. E a certeza de que somos ouvidos e de que nossas palavras fazem toda a diferença na sociedade em que estamos inseridos. Mayra Loureiro é advogada formada na Faculdade de Direito de São Bernado do Campo (São Paulo) no ano de 2002. Atualmente trabalha como assistente jurídica, especializada em direito imigratório, do escritório de advocacia Miller & Associates, P.C. (Mansfield/MA)

16 BATE PAPO MAGAZINE

www.papoTV.com


Enzo e Barbara, filhos de Fabricio e Rita Casamento de Glenda e Nuno

Fotos: Oliveira Studios 617-771-9413

Festas e Fotos

Melissa

www.papoTV.com

Plinea e Cristiano

BATE PAPO MAGAZINE

17


Exposição Fotográfica sobre Trabalhadoras Domésticas

Moradores de Everett são consultados sobre a construção de casino

EverettUnited.com

o projeto do Wynn

No último dia 6 de junho aconteceu a abertura da exposição fotográfica “Trabalhadoras domésticas: as rodas invisíveis que fortalecem nossa economia” do fotógrafo Mario Quiroz. A série de 20 retratos é uma celebração do potencial humano latente das pessoas que passam o dia cuidando de nossos entes queridos enquanto nós vamos trabalhar. A abertura da exposição que se encontra na Biblioteca Pública de Somerville contou com membros da comunidade e de organizações, trabalhadoras domésticas que foram modelos fotográficos e também com a presença do consul de El Salvador. O evento foi promovido pela organização Centro Presente e pela Coalizão de Trabalhadoras Domésticas de Massachusetts, formada pelo Centro do Imigrante Brasileiro, Grupo Mulher Brasileira, Mata Hari, Centro de Desenvolvimento Dominicano e Instituto de Desenvolvimento de Lideranças Femininas (WILD). O programa de abertura da exposição iniciou com a fala do fotógrafo Mario Quiroz que abordou a sua paixão por fotografia e pelo projeto com as trabalhadoras domésticas. Também discursaram o representante da organização Centro Presente, Patrick McDermott, a representante da Coalizão de Trabalhadoras Domésticas de Massachusetts e do Centro do Imigrante Brasileiro, Lydia Edwards, e o consul de El Salvador, Jose Molina. O ponto alto da abertura foi o depoimento emocionado das trabalhadoras domésticas, momento em que elas puderam compartilhar suas histórias, sua luta como trabalhadoras, como se engajaram no movimento e a importância de uma lei que proteja o direito deste grupo de trabalhadores no estado de Massachusetts. A exposição continuará até o dia 30 de junho e é aberta ao público. Para mais informações, entre em contato com o Centro do Imigrante Brasileiro pelo telephone 617 783 8001 ou pelo email bic@braziliancenter.org.

consul de El Salvador Jose Molina e representante do Centro Presente, Patrick McDermott 18 BATE PAPO MAGAZINE

Shirley N. Farber Quando eu me mudei para os EUA, uma das coisas que mais me chamou a atenção foi a participação dos residentes no destino de suas cidades. Quando eu morava no Rio de Janeiro nunca tive a oportunidade de dizer se queria ou não a construção de um novo prédio, de uma boate barulhenta, ou qual a verba que seria destinada à escola local. Esse tipo de democracia eu só vim a conhecer aqui ao participar dos town meetings e das eleições. Participar das decisões que afetarão o dia-a-dia da sua cidade não é obrigatório mas é um direito que vale a pena exercer. No dia 22 de junho os residentes de Everett participarão de uma votação onde vão opinar se querem ou não a construção do Wynn Resort na cidade que incluirá um casino, hotel, restaurantes e várias lojas. A rede Wynn inclui os famosos hotéis/casinos de Las Vegas como Bellagio e Mirage. A construção do Wynn Resort na região do Mystic River tem apoio do prefeito Carlo De Maria Jr. que espera trazer um grande investimento para sua cidade. A empresa Wynn pretende criar 4,000 empregos no Resort e promete dar preferência aos moradores de Everett. A cidade deverá inclusive receber uma verba para melhorar o tráfego, a maior preocupação dos que se opõem ao projeto. A votação não é decisiva mas será muito importante para que a Comissão do Jogo, que irá tomar a decisão final, saiba a opinião dos moradores. Fiquei curiosa para saber sobre algum brasileiro que trabalhe para a rede Wynn e encontrei a Luisa Ferreira de 62 anos. Como você começou a trabalhar no Wynn? - Eu me aposentei em 2004 e não consegui ficar sem trabalhar. Quando comecei a trabalhar no Wynn Encore, em 2008, a minha intenção era retornar à minha especialidade: área de jogo. Assim, aceitei o posto de Oficial de Segurança enquanto esperava alguma oportunidade de transferencia. Nesse aspecto devo admitir que considero Wynn, a melhor empresa Luisa Ferreira para contratar profissionais que já fazem parte da sua equipe. Contudo, enquanto esperava galgar os degraus profissionais da Wynn, uma nova porta se abriu e algo surpreendente ocorreu. O Wynn possui uma incrível Unidade K-9, com quatro cães. Mas uma nova vaga para Oficial K-9 surgiu e eu me inscrevi. O que você diria aos brasileiros sobre a construção de um Wynn Resort em Everett? - Eu diria que eles devem acolher esta oportunidade de braços abertos. Wynn é uma empresa maravilhosa para se trabalhar que trata a todos com respeito. Eu me sinto como uma família trabalhando aqui. www.papoTV.com


Oliveira Studios

Festas e Fotos

Primeiro aniversรกrio de Camila, com seus pais Jefferson e Diana

Francielle Photography

Hadassa Mikalixen (de azul claro) e suas amigas no prom da Boston University Academy

Francielle Photography

Stephany, filha de Valdirene da Silva, comemorou 4 anos no dia 10 de junho

Amber e Junior Santos www.papoTV.com

617.470.9336 BATE PAPO MAGAZINE

19


PREPARAÇÃO PARA O VERÃO - dicas de estética Shirley Nigri Farber um tratamento é se informar sobre as contra-indicações. Nem todos Vem chegando o verão e a maioria das mulheres começa a se estão saudáveis ou em condições para todos os tipos de tratamento. preocupar: como vou ficar num biquini? A vida da imigrante aqui é Por isso é essencial que a cliente converse com a esteticista e tire tão corrida, trabalho, casa, cuidar da família, que muitas vezes não suas dúvidas. Se você entrar muda e sair calada, vai sair perdendo sobra tempo para cuidar de sua aparência. Por isso resolvi fazer e ainda corre o risco de fazer algo contra indicado. Se você fez uma pesquisa e saber o que as brasileiras estão usando em termos algum tipo de cirurgia, tem alguma doença, é sensível a algum tipo de tratamentos estéticos para redução de medidas e de celulite. O de produto, tudo isso deve ser discutido antes da sessão. ideal para estar em forma é fazer ginástica e ter um alimentação Num outro dia fiz tratamentos de redução de medida no Beleza saudável. Mas tem hora que nem isso é suficiente. Tem sempre uma Pura Spa da Elizangela McNulty no 23 Hommer St, Ashland. O Spa gordurinha localizada ou uma pele que não tem uma boa aparência. super bem decorado tem 4 salas para diversos tipos de tratamentos. Para isso existem vários tipos de tratamentos. Só que para descrever Primeiro experimentei o Ultrasound Fat Cavitation. A máquina cada uma das opções, eu precisei experimentar. O primeiro passo parece o ultrasom que se faz durante a gravidez. A esteticista Celma foi marcar horário nas esteticistas brasileiras. Fiquei contente em colocou umas barras de metal nas minhas costas e com um metal saber que elas estão sempre com agenda lotada. A intenção desta redondo fazia movimentos na minha barriga e nas pernas. Esse matéria não é falar sobre os resultados dos tratamentos até porque o resultado não só depende de cada indivíduo mas da frequencia em que o tratamento é realizado. Neste artigo eu quis apenas saber mais sobre as profissionais que estão no mercado brasileiro, pegar informações sobre os serviços oferecidos, conhecer os espaços em que elas atendem e dar a visão que eu tive como cliente. A primeira visita foi a esteticista Fernanda Paula em Everett com espaço localizado na 433 Broadway suite H. Como ela tem duas salas de atendimento, a cliente pode relaxar após o tratamento sem ter de Fernanda Paula Celma mostra o aparelho de ultrasom se vestir correndo antes a próxima cliente ser atendida. Fernanda fez uma massagem ­modeladora com as mãos trabalhando as áreas da barriga e pernas com intenção de equipamento faz vibrar ondas magnéticas que produzem pressão quebrar a gordura e firmar a pele. Usando de força para atingir todas para quebrar as células de gordura. Não doi nem um pouco mas as áreas chegou a doer um pouco, até porque me pegou de surpresa máquina faz um barulho parecido com radio quando está fora do pois até então só havia feito massagem relaxante. Mas passou logo. ar. A idéia de quebrar a gordura sem fazer esforço é ótima mas No final ela me deixou deitada ligada num aparelho de micro cor- sou super sensível ao barulho. Fiz meia hora e vi que esse tipo de rentes que dá uma espécie de choque bem leve, tipo aquele que a tratamento não é para mim. Todas as mulheres com quem convergente leva no inverno por causa da estática. Sai de lá com a sensação sei sobre esses tratamentos me dizem que para ficar bonita tem de de ter saído do primeiro dia de ginástica, tendo feito mais de 100 sofrer um pouco. Depois da máquina, Celma fez uma massagem abdominais. Mas também relaxada e cheia de energia positiva. Eu com um creme especial para redução de celulite. Num outro dia eu acredito na transferência de energia através do contato, e como a experimentei o Sudatonic™ Infrared Therap. É uma espécie de Fernanda tem energia! Ela está com uma promoção de 8 sessões de sauna só que numa cama, bem relaxante. O objetivo é através do massagens por $250. Para mais informações ligue: 617-3782835. calor aumentar o metabolismo, eliminar toxinas e com isso é claro, Depois de lá, com fome, fui repor minhas calorias com uma empada reduzir peso. Fiquei lá por uns 40 minutos, com uma música bem na padaria da Norwood St. Um detalhe muito importante ao se fazer calma e com cremes para suar mais. Quando terminou, a esteticista

20 BATE PAPO MAGAZINE

www.papoTV.com


SAÚDE Elizangela fez uma massagem empurrando a gordura para certos pontos do corpo. No final ela colocou um creme que deve fazer efeito nas duas horas seguintes acelerando o metabolismo e queimando as gorduras. Beleza Pura Spa está com uma promoção de 10 sessões (Sudatonic™ ou Ultrasound) por $450. Mais informações no www. belezapuraspa.com ou 508-881-8751. Desta vez ao sair do Spa fui mais cuidadosa. Elizangela recomendou beber bastante água e não comer nada nas próximas duas horas. Tomei uma vitamina de frutas no Brazil America que fica bem ao lado do Spa. Voltei para casa cheia de energia como se tivesse tomado um copo de café do Starbucks mas também relaxada como se tivesse tomado um chá de capim cidreira daqueles que a vovó prepara quando a criança não consegue dormir. Lembrei disso por causa do cheiro do creme que ela passou no meu corpo. Na próxima edição estarei falando de outros tratamentos e outras profissionais. Se você quer fazer parte desta matéria e quer que eu visite o seu spa entre em contato pelo 781-975-1009.

Elizangela McNulty e o Sudatonic™

www.papoTV.com

Você sabe como está a sua pressão arterial? Omar Cabrera, Community Health Education Manager at DPH. A maioria das pessoas não sabe, mas qual é o problema? Enquanto você se sentir saudável não há nenhuma razão para se preocupar, certo? Muito errado. A hipertensão é chamada de “assassina silenciosa”, e com razão, pois geralmente ela não apresenta sintomas. O fato é que cerca de um terço dos americanos adultos tem pressão alta sem saber. Quando as pessoas não sabem que têm a pressão alta, elas não tomam os medicamentos que poderiam reduzir drasticamente o risco de doença cardíaca, de ataque cardíaco ou de acidente vascular cerebral. De fato, 70 por cento das pessoas com AVC (stroke) também têm a pressão alta. Então, como você pode saber como está a sua pressão? Você tem três opções fáceis: · Durante a sua próxima visita ao médico, certifique-se de que a enfermeira ou o médico verifique a sua pressão. · Ligue para o seu centro de saúde comunitário ou para a prefeitura da sua cidade para ver quando eles estarão oferecendo testes de pressão arterial. · Ache uma farmácia local que tenha uma aparelho para medir a pressão. Se a sua pressão arterial for “normal”, isso é ótimo. Certifique-se apenas de estar sempre muito consciente disso, e pergunte ao seu médico com que frequência deve medi-la. Se você tiver pressão alta, isso não é o fim do mundo. O seu médico pode receitar um medicamento para ajudar a baixar a pressão, e você também pode fazer a sua parte conferindo o site da Mass in Motion, que tem dicas sobre maneiras de comer melhor e se manter mais ativo. Uma terceira categoria de pressão arterial é a “elevada”, o que significa que ela está entre “normal” e “alta”. Isso também é conhecido como “pré-hipertensão”. A pressão elevada significa um risco para ter pressão alta. Comer melhor e se manter mais ativo podem ajudar a baixar a pressão. Certifique-se de que seu médico saiba como está a sua pressão, caso ele queira lhe receitar medicamentos para tratá-la. Visite o site do Departamento de Saúde Pública de Massachusetts para ver folhetos sobre a pressão arterial e vídeos que ensinam a medir a pressão e a tomar os medicamentos de forma correta. Para saber mais sobre o AVC, visite www.mass.gov/heartstroke. Lembre-se, em um AVC, cada segundo conta! Para mais informações sobre o AVC, ligue para 1-800-487-1119. Agradeço ao Ted Clark, diretor de comunicação do programa de doenças cardíacas e acidente vascular cerebral.

BATE PAPO MAGAZINE

21


Por Um Mundo Melhor : O Aborto - A concepção e a morte de um sonho por Roberto Carlos Fernandes Essa é a história vivida diariamente por milhões de pessoas ao redor do mundo. É possível que você seja uma dessas pessoas. Mas antes de abortar essa leitura, faça um esforço para ir até o final e então saberá do que pretendo transmitir. Há quem afirme que pessoas frustradas são aquelas que nunca viram seus sonhos tornarem-se realidade. Há quem declare que pessoas ansiosas nunca conseguem o que querem por não esperarem pelos resultados de seus projetos. Frustração e ansiedade são duas irmãs gêmeas que vivem no passado e no futuro respectivamente. O mais interessante é que essas duas irmãs andam de mãos dadas com as pessoas que as hospedam e exercem uma influência muito grande no dia-a-dia dessas pessoas. O ABORTO a que me refiro é o abandono da esperança. É a desistência de projetos gerados dentro de nós. O mundo seria diferente se os sonhos idealizados tivessem sido realizados. A desistência é uma declaração de fracasso antes do término do jogo. É o jogar da toalha no ringue declarando-se perdedor. É uma violência contra sí próprio. É o medo de perder. O ABORTO é a interrupção de uma gestação. Não importa quais sejam os motivos, o aborto sempre será uma violação contra a vida. Da mesma forma o ABORTO de sonhos fere a auto-confiança, tira o gosto pela vida e mantêm a pessoa num estado depressivo. O ABORTO de sonhos afeta até mesmo a família e amigos. Casamentos destruídos, filhos abandonados e amigos esquecidos são alguns dos resultados dessa violência pessoal. O ABORTO de sonhos não ocorre apenas uma só vez. Muitos passam a vida toda sonhando e abortando, sonhando e abortando. São sonhadores mas péssimos concluidores. Começam sempre, mas logo desistem. Iniciam projetos e os deixam inacabados. Idealizam grandes conquistas, mas abandonam a batalha assim que as dificuldades aparecem. No final de cada ano é sempre a mesma história, mil projetos e mil promessas que não sobrevivem porque são abortados logo nas primeiras semanas do ano novo.

22 BATE PAPO MAGAZINE

Se for assim com você, que tal acreditar novamente no potencial que existe dentro de você? Acreditar é mais do que dar um pulo no escuro. Acreditar é dar uma crédito a alguém, e você é quem mais precisa desse crédito. Comece reconhecendo que você não é perfeito e que tem todo direito de errar. Reconheça que você não tem todas as respostas e nem todas as soluções. Reconheça humildemente que sozinho você não vai chegar alugar algum. Em seguida, recuse o maldito pensamento que insiste em te dizer, “eu não vou conseguir”! Esse pensamento pode parecer uma declaração de humildade, sinceridade ou franqueza, mas no fundo é um inimigo que precisa ser destruído. Ao contrário, busque todos os esforços para conseguir o que desejas. Porém, o mais importante quando se gera um sonho, é estabelecer metas claras de como tornar esse sonho realidade. Muitos sonhos são abortados por falta de definição de uma data marcada. Estabeleça metas a curto, médio e a longo prazo. Por exemplo: Esta semana vou economizar $100.00. Em 30 dias vou economizar $400.00 e em um ano vou ter $ 5,200.00. Não diga, um dia vou ter esse valor. É preciso uma estratégia de como isso vai ocorrer. Assim acontece em todas as áreas da vida. Finalmente, estabeleça o que você precisa deixar de fazer para que o teu sonho se realize. Não existe construção sem destruição, ou seja, algo precisa ser mudado, quebrado, abandonado, trocado para dar lugar a coisas mais importantes. Para tudo o que queremos na vida, a vida te pede algo em troca. Deixe algo desnecesário para ter o que deseja. Troque maus amigos por bons amigos. Abandone velhos maus hábitos para adquirir bons e saudáveis hábitos. Não aborte teus sonhos... deixe o poder criador que há em você agir! Você pode sim, ser feliz, próspero e saudável! Você precisa CRER no que você acredita. Dê uma change à vida. Diga NÃO ao ABORTO de seus sonhos. Deixe teus sonhos tornarem-se realidade... Curta-o diarimente como uma mãe que carrega um filho por nove meses. Te vejo nas próximas edições... POR UM MUNDO MELHOR.

www.papoTV.com


Festas Juninas e o Folclore

Os endereços das próximas Festas Juninas nas seguintes Comunidades:

O Apostolado Brasileiro se prepara para dar início às Festas Juninas, que fazem parte do folclore brasileiro em várias paróquias da nossa região, geralmente nos finais de semanas. Uma pergunta muito comum é: de onde veio o Folclore brasileiro? Veio dos portugueses, eles trouxeram vários séculos de cultura. Nós herdamos dos portugueses a língua, o modo de viver, a religião, a religiosidade popular, seus usos e costumes. Além disso o nosso folclore tem origem nas tradições latinas, indígenas, africanas, romanas, fenícias, germânicas, árabes e egípcias.

Saint Anthony Church - Sábado, 15 de Junho 38 Oakes Street, Everett, MA St. Tarcisus Church - Sábado, 15 de Junho 562 Waverly Street, Framingham, MA St. Mary Church Holy Family Parish - Sábado, 15 de Junho 75 Chamberlain Street, Lowell, MA Saint Mary Church - Domingo, 16 de Junho 313 Court Street, Plymouth, MA Saint Anthony Church - Sábado, 22 de Junho 12 Properzi Way, Somerville, MA Saint Bridget Church - Sábado 22 de Junho 1 Percival Street, Maynard, MA Saint Anthony Church - Sábado, 29 de Junho 400 Cardinal Medeiros Avenue, Cambridge Holy Family Parish - Domingo, 30 de Junho 403 Union Street, Rockland, MA

Da península Ibérica veio a dança de fitas, muito comum na Espanha e em Portugal. As danças nobres vieram da França uma característica das quadrilhas no Brasil. O costume de soltar fogos de artifícios veio da China, uma região que inventou a pólvora para a fabricação dos fogos. É praxe acontecer, nas festas juninas, o casamento caipira que é uma “confusão com a noiva”. Tem briga de macho, duelo de facão, o casa e não casa, enfim chega o Padre que faz a reconciliação e o casamento acontece. Depois vem a quadrilha que é uma volta ao passado e muita diversão acontece com o cantador de quadrilha. Depois tem os comes e bebes com: quentão, vinho quente, pamonha, curau, milho cozido, canjica, cuscuz, pipoca, arroz doce, broa de fubá, pé-de-moleque, batata doce e muito mais. Quem de nós não tem saudades da roça, das noites enluaradas, das serestas, das fogueiras de São João, do quentão e de tantos sabores que se perderam no tempo? A Cultura Popular é uma força invisível, mas persistente, e está no nosso inconsciente coletivo. É o passado que se faz presente, em qualquer país do mundo, e que continua sendo re-significado na Pós Modernidade. No século passado, as pessoas que moravam na roça, sofriam preconceitos e eram vistas como, à margem da sociedade e símbolo do atraso. Com a chegada da indústria e a modernização das cidades, os agricultores passaram a serem vistos como: pobres, analfabetos, com roupas remendadas, chapéu de “paia” e se alimentavam de comidas simples, tipicamente da roça. Mas os escritores lhes deram voz e vez, e assim, o sotaque caipira virou moda nas novelas e canções, nos discursos e prosas. Descobrimos, com a globalização, que caipira somos todos nós! Espero na celebração das Festas Juninas possamos juntos reviver a nossa infância, cantar e nos encantar, rir e fazer rir. É sempre uma festa engraçada, divertida e você não pode faltar. Viva São João! Nos encontraremos lá.

Madonna Queen Shrine - Sábado, 13 de Julho 111 Orient Avenue, East Boston, MA Immaculate Conception - Sábado, 3 de Agosto 122 Canton Street, Stoughton, MA

Natividade Pereira, fsp é autora do livro: Cultura popular e folclore na Educação da Editora Paulinas.

www.papoTV.com

BATE PAPO MAGAZINE

23


TURISMO

Goddard Memorial State Park

praia gratuita com salva-vida e estacionamento Um bom programa de verão é passar o dia no parque. Estive recentemente no Goddard Memorial Park em Rhode Island e acho que o brasileiro vai gostar desta dica. O parque tem entrada gratuita e amplo espaço para passear, curtir o dia com a família. O parque fica localizado à beira do mar, com praia de água salgada sem onda, local para barcos, e uma floresta com vegetação de várias partes do mundo. Além disso tem campo de golf, área para passeios à cavalo que podem ser alugados por $30/hora, 355 mesas para picnic, trilha para caminhar ou andar de bicicleta, área para shows e amplo estacionamento gratuito. Goddard Memorial State Park 1095 Ives Road, Warwick, Rhode Island 02818 Tel:401-884-2010 www.riparks.com/Locations/LocationGoddard.html

floresta à beira da praia

aluguel de cavalo 24 BATE PAPO MAGAZINE

Nua Emocionalmente II - Declaração de uma metida à valente Por Lygya Maya Dá vontade de ir lá e bater em todos aqueles babacas!!! Gritava eu espumando de raiva entre os dentes e poros da juventude carente, pronta para morrer por um pingo de admiração perdida dentro de um sistema escolar falho e sem sensitividade bastante para evitar o bulling dos perversos estudantes ignorantes. Os anos se passaram, vi, testemunhei e me cansei de injustiças absurdas pelo mundo inteiro incluindo a falta de respeito dos pais com suas crianças. Pessoalmente eu tinha tanta raiva de quem me xingasse ou menosprezasse... que me lembro de ficar vermelha e tremula de ânsia para fazer alguma coisa que parasse ou calasse o desrespeito e a desconsideração da minha honra, ao ponto de quase matar alguém que nem conhecia um dia com um simples chute de capoeira na vagina. Parou por ai! Jurei que nunca mais deixaria minha raiva me arrastar com ela para a violência, me metendo à valente, para ser respeitada por alguem. Fui crescendo por dentro e por fora até ver que a raiva interior tinha razão de ser sentida mas a explosão de querer matar alguém, não. Perder a calma não tinha resultado positivo, a lei da violência não influenciava o outro a pensar positivo, pelo contrário, alastrava mais sangue no solo seco e carente de amor. O que fazer? Como mudar? Quem deve mudar primeiro? Eu ou eles? O que é mais fácil fazer? Cheguei a conclusão que... · Eu tenho 24 horas para lidar comigo mesma, portanto muito mais fácil de me mudar do que Maria ou João. · Ao invés de querer matar ao sentir raiva quando alguém me faltasse o respeito, podia me perguntar antes de qualquer ação, por que eu me sentia tão desrespeitada e sem opção? Por que a palavra ou ação de alguém era tão tocante ao ponto de me tirar do equilíbrio emocional? · Afinal das contas, por que cargas d’agua me importa tanto o que o outro pensa ou diz a meu respeito? Já sei, vou parar de ser espelho dos raivosos e vou assumir minha própria imagem e revidar com outra postura. Tenho a opção de analisar a incoerência do outro que me desacatou assim como posso lhe fazer perguntas que o faça pensar com inteligência ao invés de jogar com a mesma violência. É um sentimento super poderoso quando alguém joga ação negativa para cima de mim hoje em dia e eu revido com um balde d’agua fria de calma como opção e melhoria para esfriar o ânimo do fogo do conflito, para ultrapassar a ignorância animalesca da luta física, para utilizar a capacidade humana e inteligente da harmonia. E ai? Eles estão por ai? Provocando, instigando e loucos para bater e brigar. Como você vai preferir revidar? Matando ou pacificando e reciclando uma vida que tem a possibilidade de despertar para uma nova maneira de agir, viver e comunicar? L.) Lygya Maya é coach, escritora e palestrante. Desenvolveu sua carreira nos Estados Unidos, onde atuou na Companhia do mestre em motivação Anthony Robbins. É autora do e-book Ame as Emoções que Você Odeia (2008), disponível em www.lygyamaya.com.br. www.papoTV.com


Festa de Gala da MAPS A Massachusetts Alliance of Portuguese Speakers (MAPS) recebeu mais de 350 convidados para uma noite de elegância e glamour em sua Festa de Gala, realizada no dia 4 de maio, no Renaissance Boston Waterfront Hotel. “A comunidade de língua portuguesa é um dos maiores grupos linguísticos em Massachusetts, e soma aproximadamente meio milhão de pessoas em nosso estado, de acordo com a American Community Survey, do U.S. Census Bureau - e nós acreditamos que o número real seja muito, muito maior” disse Paulo Pinto, Diretor Executivo da MAPS. Sal Couto, CEO do Couto Management Airam da Silva Group, foi um dos seis premiados da noite. Ele adquiriu sua primeira loja Dunkin’ Donuts em Allston há mais de 25 anos. “Hoje, o Couto Management Group emprega mais de mil pessoas e possui mais de 60 lojas Dunkin’ Donuts,” disse Álvaro Lima, que entregou a Couto o Prêmio MAPS Álvaro Lima Empresa de Destaque. O Prêmio de Pessoa do Ano foi para Anthony Silva, editor de Negócios para a Nova Inglaterra e âncora da Rádio WBZ. Filho de um português que, por sua vez, também fez importantes contribuições para a comunidade, Silva é um premiado repórter, editor, produtor e âncora de rádio há quase 35 anos. O Prêmio MAPS Jorge Fidalgo de Serviço Comunitário foi entregue a Airam da Silva, presidente da Fundação Icla da Silva, uma organização sem fins lucrativos que faz campanhas em todo o país e em Porto Rico para recrutar doadores de medula óssea, especialmente entre as minorias comunitárias. Airam da Silva veio do Brasil para os Estados Unidos com sua família há mais de 20 anos, em busca de tratamento médico para sua irmã, Icla da Silva, que viria a falecer vítima de leucemia, aos 13 anos. Cissy Coutinho apresentou dois prêmios MAPS Manuel N. Coutinho de Voluntariado de Destaque, que levam o nome de seu pai. O primeiro foi dado a Maria Carvalho, presidente voluntária da Diretoria da Escola Portuguesa de Cambridge e Somerville. O outro prêmio de Voluntariado de Destaque foi para Nelson Augusto da Silva, voluntário de longa data na comunidade cabo-verdiana. Manuel Rogers, Jr., apresentou o prêmio MAPS Mary & Manuel Rogers da Vida Dedicada ao Serviço Comunitário, com o nome de seus pais, ao caboverdeano Donaldo Macedo, Professor de Artes Livres e Educação da UMass Boston. Os convidados da festa foram brindados com uma animada apresentação do grupo de percussão Grooversity do brasileiro Marcus Santos. (fotos Elias Polcheira)

EDUCADORES E EDUCADOS: EIS A QUESTÃO Por Mauro Wainstock Se você tem filhos abaixo dos cinco anos, este texto é para você. Se você é um filho acima desta idade, este artigo também é para você. Mas o bom senso adverte: as linhas a seguir são impróprias para crianças, de todas as idades, afinal, vamos falar sobre músicas e histórias infantis. De forma geral, elas são, simplesmente, aterrorizantes. No solitário berçário, o início da imaginação. Apesar da positiva intenção, o começo da ilusão. A partir daí, só decepção, mesmo sendo ficção. Cena familiar: o bebê tentando dormir com a canção “Nana neném que a Cuca vai pegar, mamãe foi para a roça e papai foi trabalhar”. Deixaram o indefeso sozinho, desesperado, prestes a ser atacado. Buá! Pesadelo assim, nem pensar. Sonhar, só com muita paz, esta não é a maneira eficaz. Mas tem mais: o que dizer de “Atirei o pau no gato, mas o gato não morreu...”? Tentativa de homicídio frustrada. Deveria ser censurada. E a “Dona Francisca (Chica)”, logo ela, admirou-se com o “berrô” de sofrimento da pobre criatura, mas não fez coisa alguma. No mínimo, deveria ter dado uma dura... miau!!! E por falar em animal, um exemplo magistral: “Boi, boi, boi... boi da cara preta, pega esta criança que tem medo de careta!”. Defina como quiser: ameaça, bullying, racismo ou todas as alternativas anteriores. Sem valores. Já na natureza, muita tristeza: “O cravo brigou com a rosa. Ele saiu ferido e a rosa despedaçada”. Quanta crueldade, só maldade! Mas também tem tragédia: “A canoa virou, pois deixaram ela virar (como assim???), foi por causa do (nome da criança) que não soube remar”. Conclusão: culpa, incompetência, futuro trauma. Faltou bondade. E o mínimo de solidariedade. Nem o amor escapou: “O anel que tu me destes era vidro e se quebrou... E o amor que tu me tinhas era pouco e se acabou...”. Um simples símbolo na mão estilhaçou o sincero desejo do coração. Humilhação, sem final feliz. Agora, as historinhas infantis. Doce fantasia, muita covardia. Era uma vez o Pinóquio, que ficou famoso por ser mentiroso. Exemplo do mal, quanta cara de pau! Chegamos a outro ponto: o conto do “Chapeuzinho Vermelho”. Não dá para dar desconto, trata-se de um confronto. A ingênua garotinha leva uma cestinha para a sua querida vovozinha. Mas encontra o lobo sedutor; assassinado pelo caçador protetor. Apesar do “Happy end”, suspense, crime, violência. Que terror, assustador! E se encurtássemos a versão, deixando a protagonista ser “devorada” pelo abominável ladrão (canibalismo ou pedofilia)? Aí sim, a moral da história seria: não se deve falar com estranhos, principalmente se forem animais. Devastador! Neste apavorante universo infantil, práticas nocivas são transmitidas inconscientemente, reforçadas repetidamente e consolidadas espantosamente. Francamente! A saudável convivência cede espaço à incoerência, a conscientização se desvencilha da razão, apesar da emoção. E a moral, ideal, não entra na história. Nenhuma vitória! Na inversão de valores, o ensinamento de horrores: um lado obscuro outro sem futuro. Este sim: real, fatal! No final, a lição: a educação, mais do que diversão, uma importante questão. Exige urgente transformação. Na individualidade, a responsabilidade; na ação coletiva, o presente formador para o amanhã de louvor. Mauro Wainstock é jornalista e editor de livros. Para saber mais sobre o autor, visite www.mwcomunicacaoempresarial.com.br/ MauroWainstock.html.

Paulo Pinto, Anthony Silva e Liz Chaves www.papoTV.com

BATE PAPO MAGAZINE

25


Negro + Branco = Café Com Leite? Por Rafaela Garreta Prats Serrano Há uma semana atrás, uma grande empresa de cereais, dos Estados Unidos, foi alvo de ataques racistas por causa de uma propaganda lançada, onde mostrava um casal de raças misturadas. Tais atitudes levaram uma das maiores empresas americanas a desativar todos os comentários feitos, pois esses não condiziam com os princípios dessa empresa. No vídeo, uma linda menina de cabelos cacheados e pele morena pergunta para a sua mãe branca, se o cereal faz bem para o coração. Quando a mãe confirma que o cereal é bom para o coração, a menina vai correndo até seu pai que está dormindo no sofá, e coloca o cereal do lado esquerdo do peito, perto do coração, acreditando que aquela ação faria bem para o coração do pai. O comercial termina com a palavra amor. Nitidamente, a intenção do video é mostrar a inocência e o amor que esta menina tem pelo seu pai. Entretanto, pelo pai ser um homem negro, o video gerou muitas interpretações preconceituosas completamente contrárias à verdadeira intenção do autor. Não dá para entender porque as pessoas ficam chocadas em ver um negro casado com uma branca, com uma filha mulata de cabelos cacheados. É incrível como em pleno século XXI ainda existam esse tipo de racismo e “profiling” como os do comercial do cereal. É uma hipocrisia julgarem ser errado uma pessoa negra casar-se com uma branca ou tentarem criar um modelo de família que seja correto. Essas atitudes são uma mediocridade e falta de educação. Também é contraditório, pois vivemos em uma época com tanta modernidade e descobrimentos, onde a diferença é tão presente. Especialmente nos Estados Unidos, um país cheio de diferenças com tantas faces, cores, culturas e religiões. Um país que tem como seu principal líder um homem negro que foi reeleito pela maioria - negros e imigrantes. Até mesmo várias pesquisas confirmaram que a “cara” da América mudou, pois brancos já não são mais a maioria neste país. Além disso, as famílias atuais são compostas de formas tão diversificadas. Hoje, existem famílias formadas por: pai e mãe, por dois pais, por duas mães, até mesmo mais de uma mãe ou mais de um pai. Vemos casais de pessoas mais velhas com pessoas mais novas, casais com filhos, casais sem filhos, altos com baixos, ricos com pobres, negros com brancos, pessoas de diferentes nacionalidades

26 BATE PAPO MAGAZINE

e religiões juntas. Hoje em dia é tão normal vermos as diferenças se unindo e se respeitando que nos chocamos quando lemos esses tipos de comentários feitos ao comercial do cereal. É difícil acreditar que mesmo em uma nova realidade tenha-se preconceitos antigos e arcaicos. Eu penso os críticos agiram dessa forma pois conseguem se esconder por trás da tela do computador. Quando as pessoas não são identificadas, elas tendem a criam coragem de falar, assumir posições, e tomar atitudes contrárias as tomadas no dia-a-dia. Geralmente, as atitudes na frente de outros são moldadas nos limites do que é “politicamente correto” para a sociedade. Mas não é só na internet que vemos ações preconceituosas. Lembrome do caso que citei em um outro artigo que escrevi, para a revista Bate Papo, sobre um casal que sofreu preconceitos em uma concessionária da BMW, no Rio de Janeiro, contra o filho de 7 anos. O casal teve o seu filho expulso da loja após ser confundido com um menino de rua, por causa da cor da sua pele. Também tem os casos na Europa dos torcedores de times de futebol jogando bananas no campo, comparando os jogadores negros com macacos. E em várias outras partes do mundo onde as pessoas tem uma pré-concepção que somente brancos podem cursar estudo superior, ter conhecimento e informação, e que negros estão em uma classe inferior. Essas atitudes são deprimentes. Entretanto, acredito que tenha muito mais gente aberta às diferenças do que racistas ou preconceituosas. Creio que nunca teremos um ideal ou igualdade plena, somos todos diferentes, seres individuais, com características individuais, idéias únicas, pensamentos diferentes, formas variadas de agir e acreditar. Nunca conheci ninguém igual a ninguém, nem mesmo os gêmeos univitelinos (irmãos que nascem da mesma placenta). Sempre haverá diferenças entre nós. Sermos de uma forma não nos tornará melhor que ninguém, por isso temos que respeitar uns aos outros e não tolerarmos nenhuma forma de preconceito ou agressão a pessoa humana, seja ela de qual raça, religião, idade, sexualidade, ou nacionalidade for! Rafaela Garreta é advogada, natural do Rio de Janeiro associada ao escritório Perez Gardini (Boston) e presidenta do Centro do Imigrante Brasileiro.

www.papoTV.com


GELÉIA REAL

...E a conversa na churrascaria rola solta entre nossos imigrantes em Londres: - Se o Brasil até quase que perde pra Inglaterra no Maracanã...- abre o Luis, ligado, e envergonhado de aparecer na cozinha do restaurante. - Mas é porque tiraram o Hulk! - exclama o Silvio, sempre atento - o que é aquela bunda? -Você viu aquilo, menino? Benzadeus. - Ângela faz o sinal da cruz. - Não mete religião nisso, é um sacrilégio!- arremata Mariana, do Goldman Sachs, e evangélica de carteirinha. - De que estan hablando?- Carla, peruana de carteirinha e esposa do Carlos, pergunta, atônita. - Isso é típico do brasileiro. Futebol, apesar de tudo, ainda é ideologia. O Luis aí tem vergonha de ir trabalhar porque o Brasil empatou. Luis, o que é que você tem a ver com isso? Na época da ditadura, encorajava-se a falar de futebol, pra neguinho não pensar em política. O Franco, ditador na Espanha durante quarenta anos, encorajava o povo a se engalfinhar entre Real Madrid e Barcelona. Mas o que o teu desenvolvimento pessoal tem a ver com o futebol brasileiro? - questiona Carlos. O Luis ficou calado, chateado com o “tranco”. - Voce tá errado, Carlos. No mundo todo esse sentimento nacionalista é bem real. Eu me lembro de jornalistas ingleses que fizeram uma crítica à torcida brasileira aqui nas Olimpíadas porque gritavam e vaiavam o time adversário, enquanto os ingleses eram citados como verdadeiros lordes. Eu fui ver um jogo paraolímpico de vôlei feminino entre Brasil e Inglaterra, e o inglês xingava e vaiava o time brasileiro. Não sei da onde eles tiraram essa história de gentleman. Nunca vi isso por aqui - a Angela estava revoltada. - Mas o inglês não fede como o brasileiro fede no ônibus - Mariana, nossa gatinha manhosa, adiciona - e não gritam, todo mundo fala baixo e com elegância. - Isso porque você não anda de metrô aqui no verão e porque lá no teu banco é todo mundo lindo e perfumado - diz o Silvio. - E se tudo é tão bom por aqui, por que essa churrascaria só serve alcatra, picanha e frango, e o bufê de saladas não tem camarão?- Luis se mostra inconsolável. Fez-se um silêncio. Carlos, o formado, educado e conformado, não tinha uma resposta. É verdade que o rodízio só custa £20.00, que significam US$30.00 e R$65.00. Tem rodízio no Rio por R$65.00? Não os que o Carlos frequenta. Mas o que o Carlos não sabe é que a churrascaria daqui, que tem quatro filiais, não nehum dos proprietários é brasileiro. - É uma troca. É o pot roast pelo maná - Mariana, num momento de inspiração, achou por bem revelar. Todos se entreolharam, já que todos sabem que Mariana acabava de trazer esta novidade “fresquinha fresquinha” da Igreja. E ninguém quer se mostrar mal-educado. Cada um na sua. Respeito pelo credo de cada um é o que o brasileiro tem de melhor. Fica assim estabelecido. - De que estan hablando? -Eu explico: quando o povo de Israel saiu do Egito, rodou o deserto por 40 anos antes de entrar na Terra Prometida. No Egito, o povo

www.papoTV.com

NOSSOS BRASILEIROS EM LONDRES - PARTE 2 de Israel foi escravo. Comia-se ensopado de carne. No deserto, o povo era livre. Deus providenciava o maná, que caía do céu, mas não era lá grandes coisas em termos de sabor. Só nutritivo. O povo de Israel, no começo, sentiu saudades do ensopadinho, da antiga cultura. Aí Deus disse: vai ser necessário duas gerações para estarem preparados a entrarem como um povo livre na Terra Prometida. O povo que aí está ainda está ligado à antiga cultura. Eles ainda são escravos na alma. - Taí, gostei da visão evangélica pela primeira vez - Sílvio, em toda sua magnanimidade, admitiu. - Fiquei sem entender - Luis fitava com pureza de olhar. - A Mariana quer dizer que a gente precisa se integrar, fazer parte da cultura atual, que seria o maná, que não parece tão apetitoso, mas é mais vantajoso pra gente, pra esquecer de vez o ensopadinho de carne. - a Angela pontificou. - Isso seria levar essa idéia literalmente, e fazer a nossa vida ainda mais difícil. Eu não quero esquecer do ensopado. Eu gosto de ensopadinho - Luis estava inconsolável. - Isso tudo é uma metáfora. Existe um longo caminho até você se sentir livre: talvez duas gerações até a completa integração. A primeira geração de imigrantes russos/italianos chegou em Nova Iorque no início do século XX. Morava em cortiços. A segunda geração foi ser artista como única saída da pobreza. E olha que ser artista e ser prostituta/prostituto era considerado a mesma coisa na época. Eles fizeram dinheiro, os filhos foram pra faculdade e viraram advogados, completamente integrados na realidade americana, incluindo cientistas, escritores, esportistas. - Carlos, a todos nós elucidou. Foi um alívio, e ao mesmo tempo um peso. Quanto tempo mais de sofrimento, então? De andar pelo deserto, de não estar integrado? Aí a Angela, mãe de todos, abriu o vozeirão: - “Ando devagar porque já tive pressa e carrego este sorriso, porque já chorei demais...” Todo mundo ficou com os olhos embargados na mesa. - De que están hablando? - Cala a boca, Carla!!!! Gritaram todos. Marco Fogel formou-se em Comunicação Social na Faculdade da Cidade, Rio de Janeiro. Mora em Londres desde 2007 onde tem uma empresa de importação de alimentos.

BATE PAPO MAGAZINE

27


Essa Vida Americana…. Limpando casas de estudantes Leoninafortunatoheringer@hotmail.com Final de ano escolar, estudantes saindo, outros chegando, e nós, as faxineiras, no meio da bagunça, limpando. - Liga o “vent”, põe a máscara (ou tampa o nariz com a camiseta), “spraya”, sai e fecha a porta - ensino pra uma ajudante, que vai colocar Tylex no banheiro. Faço o mesmo com o “Easy Off” no fogão. Estes produtos são os piores inimigos dos nossos pulmões, mas são os que resolvem, especialmente nestes casos extremos. Nem dá pra acreditar que colocamos entre vinte e trinta horas de serviço pra limpar três andares. Não admira que até o D., filho bagunceiro de uma cliente nossa de Newton, ficou abismado quando veio dividir um apartamento com outros estudantes em Somerville. - Imagine, para o D. achar que tem bagunça e sujeira demais, tem que ser mesmo muito sujo. Ele disse que estava acostumado a ter pelo menos os banheiros e a cozinha limpos - a mãe me disse. Por quase vinte anos, duas vezes ao ano, limpamos os dois prédios de propriedade da família L. em Somerville. O trabalho envolve retirar tudo o que foi deixado. Às vezes fico querendo deixar coisas para trás, para os novos estudantes, mas o dono dos prédios insiste - All must go, Leonina. (Tudo tem que ir). Então os quartos, armários e geladeira deverão ser esvaziados de roupas, calçados, comidas e mantimentos, o que faz com que voltemos para casa abarrotadas de todos os tipos de coisas. Normalmente, deixo que as pessoas que estão me auxiliando, escolham primeiro o que querem levar consigo. Ventiladores, aquecedores portáteis, liquidificador e até televisão de tela plana, já levei para a minha casa, que não comporta mais nada. Desta vez, Laurides e Léia, tia e mãe do noivo da minha filha, que vieram do Brasil para o casamento, além da Val, minha auxiliar costumeira, me ajudaram na limpeza. Fizeram um trabalho excelente, daquelas limpezas do Brasil. Léia ficou radiante com os tênis,

28 BATE PAPO MAGAZINE

roupas praticamente novas e uma mala, entre outras coisas. No dia seguinte, ao verificar os bolsos da mala, ficou ainda mais contente quando encontrou uma nota de cem dólares. No ano passado, aconteceu um fato interessante. Limpamos o terceiro e segundo andares da 175 College Ave e quando chegamos no apartamento do primeiro andar, além de latas de cerveja pela casa toda e até na beirada da banheira, havia um cartaz colado no vaso: -“Out of Order. Don’t shit here!” (Fora de serviço, Interditado. Não cague aqui!). Fiquei pensando em como alguém poderia viver num apartamento onde era permitido apenas urinar e não evacuar. Como os estudantes do primeiro andar sempre conhecem os do segundo, talvez estivessem usando um dos banheiros do apartamento de cima. Entretanto, como faziam à noite, caso o apartamento de cima estivesse trancado? Peguei o desentupidor de vaso e bati por uns bons minutos, disposta a resolver o problema e caso não pudesse resolvê-lo, ligaria para o dono do prédio comunicando que precisava de um “plumber” (encanador). Não havia nada visível que pudesse estar entupindo o vaso, mas quando dava descarga, a água subia e baixava com dificuldade. Depois de alguns minutos, apareceu um pedaço de alguma coisa parecida com um absorvente higiênico. Pensei que fosse realmente um “modess”, que havia sido jogado inteiro, e que o pedaço maior estivesse lá embaixo e não saía. Resolvi usar o desentupidor com mais força e por um tempo maior. Estava com o braço doendo, o coração disparado e já preparada para desistir quando, para minha surpresa, apareceu um garfo plástico, que apanhei usando uma luva. Retirei o cartaz colado na tampa do vaso e escrevi um outro: -“Unclogged. Plastic fork rescued. Shit here!” (Desentupido. Garfo plástico resgatado. Cague aqui!) Para ler outras crônicas da autora, visite o site www.towerjournal. com, clique no nome de Leonina F. Heringer e na bandeirinha do Brasil

www.papoTV.com


Espaço dos Leitores

Aniversário da fotógrafa Rosangela Lima realizado no dia 6 de junho em Natick

Emiliana Lima

Victoria Medeiros e os Cupcakes da S i m o n e ’s Cupcake

www.SckyArt.com

Lorena Rocha e Sheila Vieira no Encontro de mulheres da comunidade católica de Rockland

Jessica, 15 anos

www.papoTV.com

BATE PAPO MAGAZINE

29


Apoio ao Imigrante Attorney’s General office 617-727-2200 Defesa do consumidor hotline 617-727-8400 disputas com empregador e defesa do consumidor. Brazilian Total Assistance, Inc. 617-237-5450 Organização sem fins lucrativos de apoio ao imigrante brasileiro Centro do Imigrante Brasileiro www.immigrantcenter.org 14 Harvard Ave - 2nd Floor, Allston MA 02134 tel: 617-783-8001 Masschusetts Alliance of Portuguese Speakers (MAPS) 1046 Cambridge St, Cambridge MA 02139 www.maps-inc.org, tel: 617-864-7600 Grupo Mulher Brasileira www.verdeamarelo.org, 697 Cambridge St, Brighton. tel: 617-202-5775 Consulado do Brasil em Boston www.consulatebrazil.org 20 Park Plaza sala 1420, Boston MA 02116, tel: 617-542-4000 Consulado de Portugal em Boston 617-536-8740 Consulado de Cabo Verde em Boston tel: 617-353-1446 Federation for Children with Special Needs oferece ajuda aos pais e crianças com deficiência mental ou física 617-236-7210 ext 329 (Rhea em portugues) www.fcsn.org Health Care for All - 1-800-274-4232, opção 3 para português. ajuda a aplicar para plano de saúde mesmo sem documentação The Center for Cancer Support and Education - 781-643-3370 Oferece ajuda gratuita às vítimas de cancer Centro do Imigrante New Bedford - 508-996-8113 (Helena) Casa do Trabalhador do Metrowest 24 Union Avenue 19 Framingham, MA 508- 532-0575 Centro Bom Samaritano (Igreja Católica) Contato: Sr. Manoel Basilio - Tel.: 508-628-3721 Central do Trabalhador Imigrante Brasileiro 129 Concord St # suite 24 # Framingham, MA 01702 Tel: 978-648-1283 www.ctibus.org A New Day - Formerly Womensplace Crisis Center (Gisela Lopes) 950 W Chestnut Street, Brockton, MA 02301 Phone: 508-588-2045 x 27 , Hotline: 508-588-8255 Jewish Family Service of Metrowest Tel: 508-875-3100 ext.160 ou www.jfsmw.org. Alliance For Affordable Housing 391 Broadway, Suite 102, Everett, MA 02149 (Antonio Lima) Tel: 888-625-2990 - www.AFAHinfo.org - Dedicada a educar e ajudar os proprietários de imóveis em dificuldade financeira. OASIS Organization - prevenção contra o uso de drogas 110 Rockland Street, Stoughton 781-888-1134 (Cecilia)

30 BATE PAPO MAGAZINE

NOTÍCIAS DIÁRIAS NO FACEBOOK da BATE PAPO MAGAZINE www.facebook.com/batepapomagazine

Ligue para a Bate Papo para saber como ter as suas fotos ­publicadas na revista. Telefone: 781-975-1009 ou ­­ email: papotv@msn.com

Novo Consul do Brasil em Boston O consulado do Brasil em Boston informa a chegada do novo Cônsul-Geral do Brasil em Boston, Embaixador Frederico Cézar de Araújo, que vem de Santiago do Chile, onde esteve à frente da Embaixada do Brasil, desde 2010.

Bridges to College Enhance your future! Gain a great education! Discover a rewarding career in Biotechnology! Information Sessions will be held the following Thursdays: June 27 and July 9. Information Sessions will start sharply at 10:00 am on the 3th floor of JVS. Please allow up to 3 hours for the Info Session. Contact Cindy at cfirestein@jvs-boston.org or 617-399-3228 if you have any questions. JVS, 29 Winter Street, 3rd Floor, Boston, MA (Downtown Crossing). Information at: www.jvs-boston.org/bridges or www.facebook.com/bridgestocollege. Hurry, space is limited! Class begins July 16, 2013. In partnership with Quincy College, The Bridges to College program’s Biotechnology Learning Community is a FREE 23 week college preparatory program. Students accepted into the program will receive FREE math, science and college readiness classes. The program is designed to support people 18-years-old or older to transition into Quincy College’s Biotechnology and Compliance Certificate program and enter the growing career field of biotechnology after one full academic year (9 months) of college!

www.papoTV.com


Boas Vindas à Comunidade de Língua Portuguesa

www.papoTV.com

BATE PAPO MAGAZINE

31


32 BATE PAPO MAGAZINE

www.papoTV.com


Bate Papo Magazine Edit79