Issuu on Google+

Escola Básica e Secundaria de Canelas Área de Projecto Tecnologias de informação e comunicação Ano Lectivo 08/09 Tema: Segurança na Internet Sub-Tema: Hackers

Professora: Liliana Monteiro

Alunos: Maria Jertudes Maria trotineta

Tribo: Demolidores do Nestum

1


Índice

1. Capa 2. Índice 3. Historia de Hacker 4. O que é um hacker? 5. Como programar um hacker? 6. A atitude de um Hacker 7. Algumas coisas a não serem feitas 8. Bibliografia

2


Hacker Algum tempo atrás, era considerada uma honra ser chamado de “hacker”. O termo tinha uma conotação positiva. Um hacker sabe como usar e explorar um objecto em seu estado existente, para que possa ser usado de forma diferente do seu objectivo ao grande número de crimes virtuais, actualmente o termo hacker está mais associado com alguém que usa seu computador para atacar de forma mal-intencionada o computador de outro usuário.Tecnicamente, a pessoa que comete um crime agindo como um hacker em outro computador é um hacker criminoso, também chamado de “cracker”. A actuação do hacker consiste em explorar funções aplicativas e periféricos vulneráveis do sistema operacional para obter acesso não autorizado a um computador ou uma rede.O phishing é considerado como uma acção de hackers porque utiliza a engenharia social para enganar as pessoas. Por exemplo, um remetente de phishing pode enviar um e-mail disfarçado como um banco, um cartão de crédito ou um serviço de pagamento electrónico. O e-mail parecerá fácil, mas não é, e também seu nome de domínio de rede e endereço de resposta terão uma aparência verdadeira. O corpo conterá uma mensagem inofensiva, como: É necessário actualizar as informações de sua conta. A pessoa que envia o phishing presume que os destinatários abrirão o e-mail, e lerão e acreditam no conteúdo. É esperado que o leitor clique no link fornecido, pois sua aparência é verdadeira e ele direcciona a um site que parece exactamente como o oficial. Na realidade, o usuário é direccionado a um site falsificado, podendo inserir informações confidenciais da conta que serão registradas e enviadas para o criminoso.

3


O que é um hacker? Hackers construíram a Internet. Hackers fizeram do sistema operacional Unix o que ele é hoje. Hacker’s mantém a Usenet. Hackers fazem a World Wide Web funcionar. Se você é parte desta cultura, se você contribuiu a ela e outras pessoas o chamam de hacker, você é um hacker. A mentalidade hacker não é confinada a esta cultura do hacker-de-software. Há pessoas que aplicam a atitude hacker em outras coisas, como electrónica ou música – na verdade, você pode encontrá-la nos níveis mais altos de qualquer ciência ou arte. Hackers de software reconhecem esses espíritos aparentados de outros lugares e podem chamá-los de "hackers" também – e alguns alegam que a natureza hacker é realmente independente particular em que o hacker trabalha. Mas no restante deste documento, nos concentraremos nas habilidades e dos hackers de software, e nas tradições da cultura compartilhada que deu origem ao termo hacker. Existe outro grupo de pessoas que se dizem hackers, mas não são. São pessoas (adolescentes do sexo masculino, na maioria) que se divertem invadindo computadores e estragando o sistema telefónico. Hackers de verdade chamam essas pessoas de "crackers", e não tem nada a ver com eles. Hackers de verdade consideram os crackers preguiçosos, irresponsáveis, e não muito espertos, e alegam que ser capaz de quebrar sistemas de segurança torna alguém hacker tanto quanto fazer ligação directa em carros torna alguém um engenheiro automobilístico. Infelizmente, muitos jornalistas e escritores foram levados a usar, obrigatoriamente a palavra "hacker" para descrever crackers, isso é muito irritante para os hackers de verdade.

4


Como programar um Hacker?

Aprender a programar é como aprender a escrever bem em linguagem natural. A melhor maneira é ler um pouco dos mestres da forma, escrever algumas coisas, ler mais um monte, escrever mais um monte, ler mais um monte, escrever... e repetir até que seu estilo comece a desenvolver o tipo de força e economia que vê em modelos. A habilidade básica do hacker. Em 1997, a linguagem que absolutamente precisa aprender é (apesar de não ser a que se deve aprender primeiro). Mas não é um hacker e nem mesmo um programador se souber apenas uma linguagem – você tem que aprender a pensar sobre problemas de programação de um modo geral, independentemente de qualquer linguagem. Para ser um hacker de verdade, precisa ter chegado ao ponto de conseguir aprender uma nova linguagem em questão de dias, relacionando o que está no manual ao que já sabe. Isso significa que deve aprender várias linguagens bem diferentes.

5


A Atitude Hacker Hackers resolvem problemas e constróem coisas, e acreditam na liberdade e na ajuda mútua voluntária. Para ser aceito como um hacker, uma pessoa tem que se comportar de acordo com essa atitude. E para se comportar de acordo com essa atitude, tem que realmente acreditar nessa atitude. Mas se acha que cultivar a atitude hacker é somente um meio para ganhar aceitação na cultura, está – se a enganar. Tornar-se o tipo de pessoa que acredita nessas coisas é importante – para ajudar a aprender e manter-se motivado. Assim como em todas as artes criativas, o modo mais efectivo para se tornar um mestre é imitar a mentalidade dos mestres – não só intelectualmente como emocionalmente também.

6


Coisas a Não fazer

Não use um nome de usuário ou pseudónimo bobo e grandioso. Não entre em flame wars ("guerrinhas") na Usenet (ou em qualquer outro lugar). Não se auto-intitule e não perca seu tempo com alguém que o faça. Não escrever e-mail cheio de erros de ortografia e gramática.

7


Bibliografia

Wikipédia, “ Os Hackers “ [ consulta a 10 de Dezembro ] http://hacker.com.br/

8


aptic