Issuu on Google+

Pag. 1

PAPER SCRAPPERS MAGAZINE A tua fonte de inspiração

Novembro de 2012

3ª Edicção

inas g á p 0 São 5 ara p s a i de com I ito u m e al o Nat mais

dos o d n u Om —para s t e k c po rvem e s e u q

Oferta da IamRose s pág. 51

Gra

Mix Média

nde

Layout e BAM (continuação) Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

BSS

Car

S

feir a

imb

os e pbo okin g

Scra —©

de


Pag. 2

Apresentamos a 3ª Edição Magazine do Paper Scrappers, cheia de criatividade e recheada de projectos bonitos. Obrigada pela vossa atenção e divirtam-se!

04 Layoust Happy Days -

06 Halloween Goodies Bag

08 Embellisments - Pockets

36

Novidades Papeis

40

Christmas Canvas

42 Big Stamp & Scrapbooking Show

12 Entrevista a um Membro 16 BAM - Mix Média 18

46

Desafios do Design Team

48 Destaques de Projectos

I Am Roses

50 Novidades PS

22 Entrevista a Jo Thompson 26 Moldura de Natal 28 Casinha de Biscoito

Direitos reservados de todos os trabalhos e seus desenhos.

33

Livrinhos na Árvore de Natal

É proibida a reprodução total ou parcial por qualquer meios, sema expressa autorização escrita do editor.

34 Layout's Alternativos

Os trabalhos apresentados nesta edição são da inteira responsabilidade dos artistas que os realizam.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 3

As Editoras:

Marisa Figueiredo Nidia Ponte

http://maribellscrapsportugal.blogspot.pt/

http://scrapshanifa.blogspot.pt/

COLABORADORAS EM TEMAS ESPECÍFICOS... Ana Carvalheiro Novidades de Papel www.facebook.com/ana.carvalheiro

Isabel Rocha Scrapbooking Alternativo Yanira Rodrigues Scrapbooking c/ Mix Media www.yanirascrap.blogspot.pt

Colaboradoras & Designers Ana Bela Leal www.coresetexturas.blogspot.pt Dulce Codinha www.artesdadulce.blogspot.pt

Margarida Teixeira www.o-scrap-da-nokas.blogspot.pt

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 4

LAYOUT HAPPY DAYS INSPIRAÇÕES Em conversa com um dos membros do PS, propusemos-lhe que fizesse um projecto em exclusive para esta edição. Foi com agrado que a Milay ( Adelaide Teles) aceitou este nosso convite.

Este projecto foi inspirado na designer Donna Salazar. Como sempre, tem uma componente de reciclagem;

embossing) é quase que uma ima-

as flores foram todas elaboradas por

gem de marca da designer.

mim. Utilizei cartão, canvas, papel do

Usei a Distrezz-it-All para "distressar"

Tim Holz, carimbos e tintas Distress

o cartão.

também do Tim holtz. O doillie foi pintado com distress ink O lacinho de tule (fica assim todo

Chipped Sapphire e utilizei vários

"encolhidinho" com o secador de

tons de distress inks azuis para o resto. O toque final foi dado com o meu home made glimmer mist feito com Pearlex.As duas flores maiores são feitas com o cortante do Tim Holtz e as restantes cortadas à mão. As borboletas são cortantes da Donna Salazar. Nota: (não há em Portugal produtos da Donna Salazar)

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 5

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 6

HALLOWEENGOODIES BAG INSPIRAÇÕES

Ana Carvalheiro, mostrar como fez um saco para colocar guloseimas do Halloween. Contudo o mesmo tipo de saco pode ser usado com motivos de Natal e transforma-se num pequeno presente. Aproveitem a ideia.

Materiais necessários: 

Carimbo We Are Memorie Keepers

Cartolinas

Saco papel pequeno

Papel decorativo Chillingsworth Manor da Echo Park Paper Co.

Fita organza

Charm abobora

Pre-cortado sizzix

Edge punch

Indicações de como fazer: 1º Cortar as asas do saco de papel e cortar uma tira de cartolina (para a tampa do saco) à largura do saco. 2º Depois com o furador de bordas furamos uma das pontas e colamos a parte sem borda num dos lados exteriores do saco.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 7

3º O papel decorativo cortamos num tamanho inferior ao saco de modo a fazer moldura e colamos no lado oposto a que colamos a tampa. 4º De seguida carimbamos a abobora num circulo, e colámos noutro circulo scalopado, numa cor de cartolina diferente. E vamos colar com esponjas 3D só a meio do circulo de modo que a tampa dê para prender ao circulo e voltar a tirar quando quisermos abrir o saco. 5º Decoramos a tampa com a fita. Divirtam-se a construir este belíssimo saco que dará a tua prenda uma ar mais apetitoso que o seu interior!.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 8

Embellisments /Enfeites POCKETS / ENVELOPES

Marisa Figueiredo, fala sobre um dos enfeites mais usados nos mini-álbuns.

Os Pockets, ou se preferires bolsas, são um dos enfeites mais utilizados no Srapbooking. Grandes, médios, ou pequenos, adoramos ver este simples elemento nos nossos projetos. Comprados ou feitos por nós, não o dispensamos.

Ou podemos usa-los para guardar aquelas peças de recordação, como uma carta de amor, ou bilhete de um concerto, um panfleto de uma viaE para quem ainda não descobriu esta

gem, ou até um pacote de açúcar

peça fundamental nos seus mini álbuns,

invulgar que encontraste num café

deve estar a perguntar, “mas, para que

durante um passeio.

serve?”

Os tags são um objeto que encontra-

Os pockets servem para colocar “coisas”

mos muitas vezes nos pockets.

lá dentro. Podemos optar por pôr poc-

Os pockets podem fazer parte da

kets no nosso projeto simplesmente

decoração do nosso mini álbum,

para arranjar mais espaço para colocar

podemos inseri-los nas nossas pagi-

mais e mais fotos.

nas ao alto, na diagonal ou ao lado.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 9

Mas também podem ser a estrutura do nosso mini álbum, ou seja o nosso mini é completamente construído com envelopes. Já podemos encontrar muitas marcas a venderem pockets nas suas coleções, já com papel decorativo ou um design especial. A maioria já vem com o estilo vintage ou com imagens tipo carimbada. Existe uma variedade de marcas já com cortadores para as nossas máquinas de corte (Sizzix, Cricut, Slice). Isto facilita muito em vários aspetos, o stock nunca acaba, e podemos fazer os pockets nas cores que queremos, desde que temos o papel ou cartolina que queremos. Os envelopes são o elemento mais utilizado para criar um pocket. Podemos encontrar muitos envelopes no mercado, com cores à escolha. Mas muitas vezes não encontramos os envelopes com os tamanhos que precisamos. Por isso acabamos por fazer os nossos próprios envelopes, e acaba por ser muito mais divertido! É bem diferente ter um mini álbum com envelopes comprados e um mini álbum com envelopes feitos por nós! A sensação de que todo no álbum foi feito à mão e por nós tem outro significado! Aqui tem alguns quer podem copiar e imprimir.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 10

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 11

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 12

ENTREVISTA A UM MEMBRO DO PS

Desta vez convidamos a Maria Freitas, conhecida por Maria Lua (ML) para nos contar as suas histórias do Scrapbooking

PS: Primeiro, gostaríamos que fizesses uma pequena introdução sobre ti, dizeres por exemplo, há quanto tempo estas nesta arte, como chegas-te ao Scrapbooking, o que te motivou e o que te cativa no Scrapbooking. ML: Em primeiro lugar quero agradecer a administração do PS por ter-me escolhido para esta entrevista. Para mim é uma honra fazer parte desta comunidade cheia de pessoas talentosas, simpáticas e generosas. Meu nome é Maria Freitas. “Maria Lua” em homenagem a lua, claro, sou Brasileira vivo há 10 anos em Portugal. Eu sempre fiz parte do mundo das artes manuais, desde criança já fazia minhas artes com as bonecas... e assim cresci sempre interessada em tudo que dizia respeito a esta área, aprendi várias técnicas como decoupage, pirogravura, vitral, e muitas outras. Mas um dia navegando nas ondas do YT (onde conheci os trabalhos da Marisa Figueiredo) há pouco mais de 1 ano descobri o Scrapbooking e me apaixonei por aqueles “Minis Álbuns” muito fofinhos, então quis aprender a técnica. O que me encantou mesmo foi a perspetiva de “fazer um livro:” fazer as páginas, encadernar, decorar, isso tudo é fasci-

nante, gostava de restaurar livros antigos e de repente poder eu mesma construir um, foi o máximo! PS: Tens algumas técnicas favoritas? Onde mais gostas de aplicar essas técnicas? ML: Minha técnica favorita é o distress, adoro o efeito envelhecido e aplico em quase todos os projetos que faço. PS: Existe alguma técnica ou projeto que sempre te fascinou e gostarias muito de aprender? ML: Meu gosto é eclético, então não tenho nada assim que gostaria mais ou menos, gosto de tudo que se relaciona ao Scrapbooking, quero aprender tudo que poder... PS: Tens preferências por marcas ou é indiferente? ML: Minhas marcas favoritas são também muitas... vou citar aqui algumas: Martha Stewart, Tim Holtz, We Memory Keepers, G45, Prima Marketing, My Mind's Eyes... e muitas

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 13

outras que não caberia aqui...

voltas a repetir).

PS: Onde vais buscar a tua inspiração para os teus projetos e o que fazes quando te falta a inspiração e não sabes o que fazer, ou seja, olhas para o que tens na frente e ficas sem saber por onde começar ou o que fazer?

ML: Sim, dei meu primeiro WS de Scrapbooking numa loja em Lagos, a convite da proprietária da loja. Foi uma experiência magnifica construímos um Mini Álbum 6x6, e pretendo voltar a repetir caso haja oportunidade.

ML: Nada melhor do que visitar a galeria de fotos do PS para nos dar a inspiração que precisamos...aqui temos trabalhos fantásticos! E mesmo assim se a inspiração faltar eu paro tudo, descanso recobro as energias a assim ela volta.

PS: Descreve o teu Scraproom ideal.

ML: O meu Scraproom ideal seria um espaço unicamente para este fim, com bancadas amplas prateleiras organizadas com tudo ao alcance das mãos. O que não é meu caso aqui, mas no PS: O PS ouviu dizer que já deste o teu Brasil será quando voltar para lá. 1º workshop. Parabéns! Conta-nos como foi. (que projeto fizeram, onde deste o ws, como foi a experiencia, se

Maria da Lua O Scrap-Room da Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 14

PS: Como concilias o Scrapbooking com o teu trabalho e vida pessoal?

faço...e compro sempre o que preciso.

ML: Concilio isto muito bem, partindo do princípio que o Scrapbook é o que mais gosto de fazer na vida.

O Paper Scrappers não podia deixar de mostrar alguns dos trabalhos desta excelente Scrapper. Inclusive alguns dos seus trabalhos foram alvo dos destaques quinzenais no PS.

PS: O PS notou que ultimamente tens ganho a maratona das Compras Compulsivas. Quando vais às compras, és muito controlada e só compras o que precisas ou existe sempre aquele artigo que não consta na lista de compras que tens de comprar. ML: Eu controlada nas compras? Nãao... o que me controla é o dinheiro que é só um “bocadinho assim”...compro sempre o que não está na lista até porque não a

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 15

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 16

SCRAPBOOKING C/ MIX MÉDIA

Yanira Rodrigues, a nossa jornalista scrap do Mix Média continua o BAM iniciado na edição anterior.. Técnicas : Base de gesso e Lápis

de aquarelas

Folhas de um jornal;

Dando seguimento ao B.A.M., vou dedica a primeira pagina ao tema da “CASA”. Pois, é o sitio onde nós sen-

 

Distress inks; E almofadas de carimbos.

timos confortáveis. É o nosso espaço, e onde deixamos voar nossa criatividade. Vamos utilizar uma técnica muito fácil, com matérias que muitas têm ou

podem

arranjar

em

qualquer

papelaria: 

O Gesso que nunca deve faltar, porque como já falei

na edição

anterior, é o que vai fazer com que as nossas folhas fiquem preparadas para levar todo tipo de decoração; 

Precisamos de lápis de cor de aquarelas vários cores;

Um pincel plano;

Um bocadinho de agua;

Uma foto da nossa casa, que

folhas umas às outras e deixa-las

pode ser a cores ou a branco e

secar, colocamos um bocado de ges-

preto;

so em nossas páginas com um cartão

Carimbos;

PASSO 01: Despois de colar várias

de débito que já não usemos. Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 17

PASSO

04:

Recortamos a palavra

casa de uma folha de jornal e recortamos as imagens das fotos que estamos a usar. Aplicamos um bocado de distress ink nas beiras das letras e na beira das folhas do livro.

PASSO 02: Riscamos com o lápis de aquarelas, onde queremos uma cor em específico.

PASSO 05: Cola todos os complementos na folha de maneira que de mais goste. Não coles nada antes de estar satisfeita com o resultado. Eu escrevi várias frases sobre a casa a volta da folha com marcador preto, carimbei em várias flores e deixei PASSO 03: Com o pincel e um boca-

voar minha imaginação.

dinho de água expandimos a cor na folha,

podemos

fazer

efeitos

com

várias cores, no meu caso quis diferenciar o céu da relva e o sol, para colocar minha casa no alto da montanha.

Bom Trabalho! O próximo tema é “meu anjo”.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 18

I AM ROSES APRESENTAÇÃO DE UMA MARCA

Marisa Figueiredo, apresenta a marca de flores I am Roses.

Quem não gosta de

Figueiredo. Sou designer para a IAR

flores para os seus

há mais de um ano! Tem sido uma

projectos?! De certeza que de alguma

experiencia excelente e fantástica,

forma já utilizaste flores nos teus projectos. Ou comprada ou feita por ti, a flor é um elemento que adoramos usar e, se fores como eu, encher as páginas de flores de diferentes cores e tamanhos.

É claro que a marca de flores que vou destacar é a bem conhecida I am Roses. A IAR é uma empresa localizada em Tailândia gerida por uma mulher cheia de visão, a Bunma. Todas as suas flores são feitas à mão de papel de Mulberry, desde as maiores até as mais pequenas!

sem esta oportunidade não tinha a hipótese de conhecer melhor a IAR e os seus extraordinários produtos! Com mais de 1000 flores de tamanhos, cores e feitios diferentes a IamRose é uma das marcas mais compradas e utilizadas no mundo do Scrapbooking.

A IAR tem 13 Designers, 12 das quais todas Norte Americanas, entre

A sua gama vai de flores maiores do

elas nomes conhecidas como a Arlene

tipo as R50 que tem cerca de 8cm e

Butterflykisses, Jo Paperdrama e a

as lindíssimas e tão reais R78 tam-

Yvonne Scrapbliss. E é com muito

bém com 8cm. Até as mais pequenas

orgulho que posso dizer que existe

com as R2 (uma das minhas favori-

uma portuguesa no meio de tantas

tas) com 1cm e as minis T20 com

designers Americanas - eu - Marisa

menos de 1cm.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 19

Existem variadíssimas formas de flores, desde as mais conhecidas Rosas G3, as Gardénias GB4, as flores de cerejeira S3 (outra na lista das minhas favoritas), as Malmequeres D1 e as pequenas S10.

As suas flores rasas para podermos fazer as nossas próprias criações. As Hydrangea P8, as pétalas de malmequeres P70 e PS, as pétalas das Gardénias GP2, pétalas redondas P20, as poinsietas P40, e outras como as P25.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 20

As novidades deste ano foram os Cravos CA1, e os arranjos SP2.

Alem das flores de papel tem também outros elementos que adoramos ver nos nossos projectos como as borboletas BF1 e Libelinhas BFT, flores de croché ZJC1, cestos pequenos, fitas, os centros das flores ST1.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 21

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 22

JO THOMPSON ENTREVISTA A UMA DESIGNER DA I AM ROSES

Marisa Figueiredo, entrevista uma das talentosas designer da I am Roses.

E que tal conhecermos uma das

tudo muito novo para mim, enlou-

designers da IAR?

queci e fui comprar tudo que via,

Eu fui entrevistar a Jo, mais conhecida por PaperDrama no Youtube. É uma das minhas favoritas, simplesmente adoro o trabalho dela e quis também conhecê-la melhor.

ahaha, bem não era tudo mas foi muita coisa. Aprendi com o meu erro e agora só compro o que preciso para cada ocasião. Ocasionalmente, sim, compro algo só porque achei giro.

PS: Há quanto tempo fazes Scrap-

PS: Tens algum estilo que adoras

booking?

aplicar nos teus trabalhos de Scrap-

JP: Comecei com esta arte em 2005.

booking? JP: Tudo me inspira, por isso gosto

PS: Lembraste dos teus primeiros

de experimentar estilos diferentes.

projetos? O que fazias?

Gosto de um trabalho simples e limpo

JP: Hmmmm... Comecei com os car-

mas também gosto do Shabby Chic.

tões, projetos mais simples e pequenos.

PS: Tens um Scraproom? Se sim, ele é o teu espaço ideal ou ainda tens

PS: Como começaste com o Scrap-

que o moldar para ser o teu espaço

booking? Tiveste aulas, navegaste na

dos teus sonhos?

net? Compraste todo o material que

JP: Tenho um espaço para o meu

achavas que ias precisar ou começas-

Scrapbooking. Temos que usar o que

te com o material que tinhas em

temos e aproveitar o espaço que

casa?

temos. Ainda precisa de uns acertos,

JP: A minha irmã começou com o

mas tenho uma mesa grande com

Scrapbooking primeiro e foi ela que

muitas gavetas de arrumação.

me inspirou a começar também. Era Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 23

como se fosse a Disneylândia para PS: Tu já és uma celebridade no

Scrappers, hahaha! Podes conhecer

mundo do Scrapbooking! Mas já

todas as caras por de trás das mar-

tiveste o privilégio de conhecer

cas. Conheces toneladas de celebri-

outras celebridades? Conta-nos como

dades. Alguns stands têm “Make ’N

foi!

Takes”, onde crias coisas com os pro-

JP: Celebridade no mundo do Scrap,

dutos deles e levas as tuas criações

eu? LOL acho que não. Eu adoro par-

para casa.

tilhar os meus projetos e a minha paixão desta arte, só isso. Sim, já

PS: Como vieste a conhecer a marca/

conheci outras celebridades do Scrap,

produto IamRoses?

o Tim Holtz, Teresa Colins, Malissa

JP: Vi pela primeira vez a IamRoses

Frances, e a lista não acaba aqui.

através dos vídeos no Youtube. Vi

Eles são pessoas fantásticas e mes-

tantos projetos lindos com as flores

mo talentosos.

deles que tive que comprar umas para as ter nas minhas mãos. Depois

PS: Alguma vez foste ao CHA? Se

fiquei viciada, lol.

sim, conta-nos como foi, adoraríamos saber! JP: Sim! já lá estive, é tão fixe! É Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 24

* Christmas Wreathe PS: Como era o teu Scrapbooking antes

* “Say Cheese” Greeting Card

da IamRoses?

* “The Bride” Banner

JP: Os meus projetos eram pouco volu-

* Decorated Glassine Bags

mosos com uma só dimensão. No

* Journals

momento que comecei a criar com IAR os meus projetos tornaram-se mais 3D. Também comecei a fazer coisas diferentes como alterar objetos. PS: Agora és Designer para a IamRoses e muito mais. Há quanto tempo és Designer e qual é a tua função na equipa? JP: Juntei-me à equipa em Maio de 2011. Neste momento sou também Coordenadora dos desafios no nosso Blog. Tento fazer desafio divertidos para as nossas designers e para os seguidores, para todos criarem coisas lindas com a IamRoses. PS: Qual é o teu artigo favorito da IamRoses? Podes nos mostrar um ou dois projetos com os teus favoritos? JP: Por acaso tenho dois favoritos. Adoro as R40, são flores com quase 5cm e são lindíssimas. São ótimas para criar dimensão em todos os projetos e é uma flor forte. A minha outra favorita são as S10. São ótimas em qualquer projeto para preencher, até para usar em cartões porque não são muito volumosas e ficam sempre bonitas. Por último a Jo partilha connosco alguma dos seus projectos que utilizam flores de IamRoses.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 25

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 26

MOLDURA DE NATAL IDEIAS DE PROJECTOS

A Designer Dulce Codinha, faz um tutorial em vídeo onde constrói uma moldura de Natal e dá algumas ideias de projectos.

É por esta altura que começamos a ver as decorações de Natal e a preparar os presentes para amigos e família, então lembrei-me desta moldura muito fácil de executar para a decoração da nossa mesa ou como lembrança para amigos e/ou familiares. Criei um vídeo, pelo qual podem seguir as instruções para a construção deste projecto e onde terão todas as medidas necessárias para sua a execução. Link do vídeo: http://youtu.be/ fwvs2H893SQ

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 27

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 28

CASINHA DE BISCOITOS IDEIAS DE PROJECTOS

Ana Bela Leal, Designer do PS, mostra-nos como fazer uma casinha de biscoito muito deliciosa!

Olá! O Natal está-se a aproximar e

Vincar o lado com 40,5cm a 10cm, a

começa a agitação. A árvore precisa

20cm, a 30 cm e a 40cm e o lado

de ser decorada, as prendas compra-

com 31,5cm a 10cm, a 20cm e a

das, a ceia planeada e tudo isto em

30cm.

plena crise. Para facilitar uma das tarefas, trago-vos neste sentido uma

A partir daqui podemos começar a

ideia gira para um presentinho de

decorar!

Natal “handmade”. Lembram-se

daquele

tutorial

da

“Casinha de Pássaro” que eu fiz para o Paper Scrappers? Para quem não viu ou para quem já não se lembra, fica aqui o link com o tutorial: http://www.youtube.com/watch? v=Zo0Dkli98ec&feature=plcp Então a ideia é pegar no passo a passo e em vez de fazer uma casinha de pássaro, fazer uma casinha de biscoi-

Cortei quatro tiras de papel cor bran-

tos. No fundo o que muda é a deco-

ca e fiz uma borda “scallop” e colei à

ração. Também alterei as dimensões,

volta da casinha conforme a imagem

fiz

que se segue.

um

pouco

maior

para

puder

rechear com biscoitos/bolachas. Dimensões da cartolina: 40,5cm x 31,5cm Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 29

Para cada janela cortei um pedaço de cartolina (3,7cm x 4,7cm) e quatro pedaços de papel decorativo (1,5cm x 2,0cm), arredondei os cantos e montei a janela.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 30

Para a porta utilizei uma cartolina escura (4cm x 7cm) e uma cartolina clara (3,5cm x 6,5cm). Cortei um círculo para o puxador.

Mais guloseimas para a casinha:

Os “Christmas Candy Canes” foram carimbados, coloridos e recortados.

Para os chupas usei um círculo, cola quente, duas tirinhas de cartolina branca e cordão “Bakers Twine”.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 31

Umas floreiras não podiam faltar nas Para o telhado cortei uma cartolina

janelas.

branca (10cm x 23cm) e dobrei ao meio. Depois cortei várias tiras de cartolina branca, fiz uma borda “scallop” para criar o efeito das telhas.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 32

Agora é só realçar alguns detalhes com tinta relevo, glossy accent e talvez uns carimbos e a casinha de biscoitos está concluída. Falta só rechear com biscoitos ou bolachas deliciosas e presentear alguém especial. Espero que tenham gostadoJ

O resultado final handmade by Ana Bela Leal:

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 33

LIVROS NA ÁRVORE DE NATAL SUGESTÃO DE MARISA

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 34

LAYOUT’S ALTERNATIVOS SCRAPBOOKING ALTERNATIVO Isabel Rocha mostra 2 layouts que elaborou usando a téncia favorita dela—materiais alternativos.

Uma página de Natal com um trabalho muito simples, e com material que todos temos em casa. Só o destaque é para as batidinhas com tinta acrílica na borda da página. Fiz vários pinheiros e cosi-os ao meio e abri-os, para lhes dar mais relevo. O titulo foi recortado do papel que

No trabalho seguinte, usei uma

protege os computadores.

sacola de presente, o tamanho é

Aventurem-se e registem as recordações.

ideal e dá para fazer duas páginas. Troquei a posição do papel acrescentei e uns adereços para completar o ambiente. Tudo muito fácil, só me preocupei com a cor da foto para a decoração dos Layouts. Desafiem a vossa criatividade e divirtam-se muito !

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 35

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 36

NOVIDADES: PAPEIS

Ana Carvalheiro mostra-nos as tendências dos papeis. Cá estou eu com mais novida-

Camp-a-lot

ser

des de papéis e nesta 3ª edição optei

mais

por me focar mais nas temáticas

do com campis-

Outono/Halloween e Natal…

mo,

relacionaconsegui-

Selecionei quatro marcas, que lança-

mos enquadra-lo muito bem no tema

ram novidades no CHA 2012, e pre-

Outono. O Apple Cider é completa-

parem-se pois são fantásticas ou não

mente “delicioso”, as cores e as ima-

gostasse eu de papéis!!!

gens não nos deixam dúvidas sobre

Vou começar pela Bo Bunny, na qual

os incríveis projetos que poderão sur-

selecionei quatro coleções:

gir.

Camp-A-Lot Como podem ver estas duas coleções são ideias para projetos Outonais. As

Apple Cider

cores são fantásticas e, apesar do Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 37

A Carta Bella lançou duas coleções de Natal completamente distintas:

Rejoice & Mistletoe

Merry & Bright em tons rosa, azul e verde, fugindo das cores clássicas da temátia, vão deixar os nossos projetos muito “sweet”. E com umas fantásticas corujas que tornam toda a coleção adorável. Christmas Day no clássico vintage respeitando as cores habituais do Natal, vermelhos e verdes.

Estas duas coleções de Natal são fantásticas. A coleção Rejoice numa vertente mais vintage com os tons clássicos da época, e a Mistletoe exatamente nas mesmas cores mas em tons mais vivos. Ideias para os nossos projetos de Natal!

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 38

Para os projetos do Halloween

cores tradicionais mas num estilo

temos o All Hallow’s Eve num esti-

também divertido e com figuras

lo clássico e elegante com cores

ilustrativas super amorosas!

neutras mas escuras!

Com a Doodlebug temos a Haunted Manor, nos tons característicos do Halloween, preto, roxo e laran-

Por último a Graphic45 com o seu estilo muito próprio e inconfundível.

ja, mas num estilo bastante divertido!

Happy Haunting muito vintage e com os tons tradicionais do HalloE a coleção North Pole com as

ween. No PS já podem ver alguns trabalhos com este papel

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 39

Para trabalhos natacílios o Nutcracker Sweet em tons de roxo. Confesso que como papel de Natal não fiquei muito satisfeita..

Eis algumas ideias de projectos de Natal:

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 40

CHRISTMAS CANVAS IDEIAS DE PROJECTOS A Designer Margarida Teixeira traz um fantástico projecto usando a técnica Mix-Média.

Para esta edição especial Natal, o

Todos os papeis usados neste traba-

meu projecto foi uma tela "Mixed

lho, são pequenas sobras de papel

Media Christmas Canvas". Foi uma

com motivos natalícios, combinados

mistura de cores e texturas, no qual

com mascaras da Litoarte, pasta de

prevaleceu o dourado natalício.

modelagem da Corfix, gesso branco da Winsor & Newton para o fundo, tintas spray metálicas da Atila for Hobby nas cores bronze e pink. Também usei os meus carimbos BoBunny de Natal, e as palavras Peace, Hope , Joy também carimbadas.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 41

Pontualmente foram utilizados Rub-ons de alfabeto e o meu punch de floco de neve. Em destaque a minha estrela no topo da árvore, recortada com a Slice do cartão “Basic elements”. Por ultimo a realçar o efeito neve, conseguido com a tinta relevo Effekt SNE da Schjerning.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 42

BSSS BIG STAM & SCRAPBOOKING SHOW Sábado, 22 de Setembro, 04h30 da manha, acordamos, tarefa difícil para a Nidia que gosta de ficar na cama até tarde. Entramos no avião às 6h30 da manhã, uma tarefa delicada para a Marisa, que gosta de espaços mais abertos e com uma porta de saída para sair quando quiser! Mas tudo foi esquecido porque íamos passar um dia inteiro numa das maiores feiras de Scrapbooking de Ingraterra – Big Stamp & Scrapbooking Show.

A feira estava cheia de gente, muitas senhoras, e por incrível que pareça também vimos muitos senhores... a carregar as sacas das senhoras! Havia gente de todas as faixas etárias, jovens... como nós, até as mais velhotas.

O Avião aterrou em Stansted UK às 8h30, tivemos um chofer privado (o

A primeira impressão que tivemos da

irmão da Marisa) que nos levou dire-

feira, a quando demos a 1ª volta, é

tamente ao “Alexandra Palace” –

que parecia ser uma feira apenas

onde se realizou a feira.

para “stampers” e pouco ou nada vía-

Chegamos às 9h30 e entramos. A nossa estratégia... ver tudo primeiro, e comprar depois. Sim porque não podíamos esquecer que tínhamos que trabalhar para a revista.

mos para “scrappers”. Material para fazerem cartões era o que dominava, e quase que ficamos um pouco desiludidas. Pois, pensávamos que íamos mergulhar num mundo de Scrapboo-

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 43

king e deliciar-nos.

de comprar, e tínhamos comprado

Mas a verdade era essa mesma,1 em cada 20 standes dedicava-se exclusivamente a materiais de scrapbooking. Enquanto outros eram uma mistura, mas a maioria era para Stampers. Contudo nem tudo era mau, nos standes dos stampers havia

mais se as nossas malas não fossem tão pequenas, e não tivéssemos que carregar o peso nas nossas costas durante o fim semana. Ah! E o nosso budget, claro, que não era muito grande. No final do fia era literalmente contar os trocos.

demonstrações de produto e técnicas

O nosso chofer veio-nos buscar e

fantásticas, as quais também se apli-

poupou-nos assim mais gastos. Pas-

cam ao scrapbooking e aprendemos

samos a noite em Luton, e no Domin-

coisas novas. E pedimos autorização

go de manhã, apanhamos o comboio

de alguns, se podíamos gravar e par-

e foi fomos para Londres. A ideia era

tilhar com os nossos leitores.

passarmos o resto das horas que ain-

Os preços eram bons e maus. Como

da tínhamos naquele país gelado e chuvoso. Mas não aconteceu, pois ficamos presas no metro durante 1 hora e meia. Andamos para trás e para a frente, apanhamos o mesmo metro 3 vezes para ver se conseguíamos chegar a algum lado. Só depois é que descobrimos que 3 das 4 linhas que passavam por Londres estavam em manutenção. A única linha disponível estava no outro lado do mundo e finalmente após quase 2 horas chegamos ao centro de Londres e em frente a torre do relógio. Mas apesar da chuva gelada e do céu cinzento ganhamos coragem e

demos o 1º passeio pela feira antes

tiramos umas

de comprar, deu para ver 1º onde

fotografias. E

estavam os standes de scrappers, e

depois pensamos

2º quais praticavam os preços mais

e agora para

convidativos. Encontramos algumas

onde ir?”

pechinchas que não podíamos deixar Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 44

Depois decidimos que se lixe, vamos mas é para casa que em Portugal está mais quente! Apanhamos o transfere até o aeroporto e quando entramos no aeroporto a reparamos que ambas estavam roxas de frio. Fomos diretamente para uma casa de banho e aquecemo-nos e secamo-nos com os secadores potentes que tinham. Para finalizar o processo de Fomos a uma paragem de autocarro e começamos analisar quando de repente a alguém fala connosco e a

descongelação, viramos para um restaurante para encher a barriga que já eram 15h da tarde. Enquanto reclamávamos da fila do Marisa muito espantada diz: “ Olha uma mulher Portuguesa!”.

restaurante aparece uma empregada portuguesa a dizer que nos arranjava já uma mesa. A reação da Marisa foi

Tivemos coragem de ir ainda visitar o

logo: “Olha outra Portuguesa!” A

Tower Bridge, e para tal andamos

Luciana foi fantástica, uma Madeiren-

nos tradicionais autocarros de Lon-

se em peras ali no país do gelo!

dres.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 45

Nos vários stands por onde passa-

E voltando a furadoras fomos desco-

mos, ficamos impressionadas com

brir uns que conseguem furar cartoli-

uma demonstração de um sistema de

na grossa, mais de 250 gr. E acredi-

um furador—o “Woodware Craft

tem são mesmos bons, a Nidia com-

Edger Cassette”.

prou 1 e já experimentou. Clica no link para veres o vídeo, para veres este furadores da Tonic Studios a funcionar.

Vejam neste link a demonstração: www.youtube.com/watch? v=Aas2UsxfHo

http://www.youtube.com/watch?v=-

Encontramos uma scrap, a Sam Poole, que nos mostrou como usar fita prateada para fazer umas tags maravilhosas:

0IeONG7sqE Por último vimos como utilizando várias técnicas se consegue fazer este efeito de luz numa Tag

http://www.youtube.com/watch?

http://www.youtube.com/watch?

v=c3RRB9oyTcA

v=b8RYgcaUMUs Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 46

DESAFIOS DO DESIGN TEAM DO PS Inspirem-se nestas páginas com os trabalhos maravilhosos que o Design Team do Paper Scrappers criou exclusivamente para os seus membros! No mês de Setembro tivemos uma convidada no nosso Design Team—a Milay (Adelaide Teles) que nos presenteou com estes trabalhos fantásticos.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 47

Com o baixar das temperaturas e as chuvas frias, já conseguimos ter um cheirinho do Inverno. Quem já não se sentou à frente da lareira a fazer flores para os projectos de Scrapbooking?! Para este mês o nosso Design Team foram buscar a sua inspiração ao Inverno. Vejam os lindos trabalhos.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 48

PROJECTOS DESTACADOS AGOSTO A NOVEMBRO O Paper Scrappers , tem neste momento cerca de 3188 fotos de trabalhos lindíssimos que os seus membros partilharam. Partilhamos nesta edição alguns dos destaque feitos.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 49

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 50

NOVIDADES PAPER SCRAPPERS

Chamada para o Design Team

ra, pois a data limite será a data limi-

do PS

te do envio das fotos do projecto.

Vamos entrar numa nova época e

Vamos a isso! Precisamos do vosso

precisamos de renovar a nossa equi-

talento!

pa de Design. Gostaríamos que TODOS os membros concorressem para o Design Team do Paper Scrappers, pois sabemos que

Acção de Beneficência

Os membros do Paper Scrappers

há muitas e muitas meninas com

juntaram-se e fizeram postais e eti-

imenso talento. Não tenham medo,

quetas com o tema de Natal/Ana

nunca se sabe!

Novo. A venda total destes reverterá

Eis o que têm de fazer: - Elaborar um projecto de Scrapbooking ao vosso gosto. Pode ser um mini álbum, layout, projecto alterado, home decor, etc - O tema tem que ser S. Valentim ou Primavera.

a 100% para a Casa do Caminho (uma associação que acolhe crianças ). Participa comprando um dos postais ou um pack de etiquetas! A loja Flor de Avilhó em Custóias e a Lembranças Soltas no Porto são as lojas onde poderás adqui-

- Tens que enviar no máximo 5 fotos

rir os postais.

do projecto para o e-mail: paperscrappers@gmail.com até 3 de Paper Scrappers 1 ano

Dezembro 2012.

- As Designers que neste momento

O Paper Scrappers vai fazer um ano

fazem parte do DT do PS terão que

no dia 01 de Janeiro de 2013.

apresentar uma nova candidatura.

E para comemorar este evento

Este Call é para uma época de 6

durante o mês de Dezembro e Janei-

meses, ou seja, Janeiro a Junho de

ro. Iremos ter vários desafios, por

2013.

isso está atento e visita o nossa rede

Podem-se inscrever a qualquer altu-

social para participares.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 51 

Oferta IamRoses

A IamRoses quer dar a cada leitora até 30 de Janeiro 2013 um pack de flores brancas na compra das vossas flores. Para receberem esta oferta, basta irem ao site www.iamroses.com, fazer a vossa compra como normal e no fim no “Check out”, no campo de “Company Name”, onde têm que preencher os dados do envio, preenchem esse campo com “Refered to IAR by Portugal IamRoses Design Team ”. Depois seguem para o processo de Pagamento.

Paper Scrappers Magazine - Julho 2012

—©


Pag. 52

http://paperscrappers.ning.com/ http://www.youtube.com/user/ThePaperScrappers http://www.facebook.com/paperscrappers.scrappers http://www.ustream.tv/channel/paperscrappers Paper Scrappers Magazine - Julho 2012 — Š


Scrapbooking Magazine