Issuu on Google+

IIP dá início à edição de 2012 do PEA Em março, nas unidades da IP de Mogi Guaçu e Luiz Antônio, interior de São Paulo, teve início a mais nova edição do Programa de Educação Ambiental (PEA). Realizada pelo Instituto International Paper (IIP), a iniciativa tem como objetivo transmitir conceitos de sustentabilidade e conservação do meio ambiente a alunos do 4º e 5º anos do Ensino Fundamental I, e 6º ao 9º anos do Ensino Fundamental II. Acompanhados por educadores ambientais, os participantes são convidados a visitar o horto de eucalipto, o museu de animais empalhados (taxidermizados) e uma trilha ecológica em uma vegetação nativa. Para colocar os conhecimentos sobre sustentabilidade em prática, os alunos também participam de atividades educativas. Realizado há 19 anos em parceria com as Secretarias de Educação e Diretorias de Ensino, o PEA já impactou aproximadamente 69 mil crianças e jovens nas regiões em que a International Paper atua.

48

IP, UMA marca DE SUCESSO

David Kiser, executivo da IP Memphis, visita a sede da companhia no Brasil O vice-presidente de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Sustentabilidade da IP Memphis (EUA), David Kiser, esteve no país de 27 de fevereiro a 2 de março. O executivo visitou todas as unidades brasileiras da IP com o objetivo de se aprofundar nas iniciativas do programa LIFE e de conhecer e contribuir para ações em suas áreas de atuação.

IP patrocina O projeto Gerando Demanda pelo Conhecimento Oferecer soluções e sugestões para profissionais do mercado papeleiro e de informática: esse é o objetivo do projeto Gerando Demanda pelo Conhecimento. Em sua 5ª edição, e contando com o patrocínio da IP com a marca Chamex, a iniciativa levará gratuitamente palestras e workshops a nove cidades brasileiras. Confira a programação e saiba mais sobre o evento no site www.gerandodemanda.com.br.

Alunos participam do PEA

Um parque de diversão cultural onde crianças e adolescentes aprendem a importância da leitura por meio de atividades lúdicas. Essa é a proposta da Cidade do Livro, projeto educacional patrocinado pela International Paper, com a marca Chamequinho. A 15ª edição da iniciativa deve receber a visita de 76 mil estudantes e de oito mil professores. Neste ano, a Cidade do Livro conta com uma novidade exclusiva que mostra aos pais dos estudantes a importância de se contar histórias e de ler para os filhos. Já os Projetos Kids e Teens pretendem reunir crianças de até 12 anos para brincadeiras como as aventuras da Traça e do Detetive Xerox Holmes.

ABRIL 2012

Alunos brincam com o Chamequinho no Cantinho da Leitura, da Cidade do livro

• Diretoria Jurídica e de Assuntos Corporativos Ricardo C. Zangirolami • Direção do Projeto Gisele Gaspar - Gerente de Comunicação Corporativa (e-mail: gisele.gaspar@ipaperbr.com) • Coordenação do Projeto Tayla Monteiro - Comunicação e Marketing Institucionais (e-mail: tayla.monteiro@ipaperbr.com) • Estagiário de Comunicação e Marketing Henrique Ishihara • Criação e Produção Agência Ideal • Direção de Arte e Projeto Gráfico Tom Comunicação • Coordenação Editorial Marina Rodriguez • Redação Camila Gonçalves e Marina Rodriguez • Revisão Ricardo Cesar • Impressão Ogra • Jornalista responsável Ricardo Cesar – MTB 33669. • Colaboraram nesta edição: Armando Santiago, diretor de Supply Chain, Sourcing e Florestal da IP América Latina; Doug Haefer, diretor de Recursos Humanos da IP América Latina; Elizabeth de Carvalhaes, presidente executiva da Bracelpa; Fabiana Andrade, analista de Marketing da IP; Gisele Gaspar, gerente de Comunicação Corporativa da IP; Gláucia Faria, analista de Responsabilidade Social e Sustentabilidade da IP; Leonardo Vieira, trainee da IP; Lizzi Colla, gerente de Responsabilidade Social e Sustentabilidade da IP; Marina Villela, estagiária de Comunicação Interna Corporativa da IP; Nilson Cardoso, diretor comercial da IP América Latina; Priscila Zahn, assistente de Produção e Processos da IP; Rodrigo Dávoli, gerente de Exportação da IP • Sugestões e Correspondências Avenida Paulista, nº 37, 14° andar – CEP 01311-000

esta é uma publicação mensal da

Além de ajudar a fixar a imagem de uma empresa no mercado, uma boa escolha de cores para um logotipo demonstra a área de atuação da companhia e é capaz de despertar reações psicológicas nas pessoas que se relacionam com a marca. O vermelho e o amarelo são tons quentes e intensos que costumam ser usados por grupos do ramo alimentício para incitar fome. Já o verde é uma cor que sugere frescor, tranquilidade e harmonia, funcionando muito bem para marcas ligadas ao setor ambiental. Uma paleta azul representa autoridade e pode ser aplicada a logotipos de empresas na área de tecnologia e segurança. A cor branca alinhada a uma tipografia de traços retos e formas curvilíneas sugere pureza e cria uma impressão de infinidade.

Pense

nisso

Na próxima edição: O ato de escrever Esta publicação foi impressa em papel certificado pelo programa brasileiro de certificação florestal

Paper foi impressa em papel Chambril 240 g/m² da International Paper. Acabamento: verniz UV localizado e relevo.

15ª edição da Cidade do Livro deve atrair 84 mil visitantes


MUITO PRAZER, ESTA É A IP A International Paper é uma das empresas mais éticas e admiradas no mundo. Saiba mais sobre a filosofia da companhia e conheça seu novo conceito de comunicação

Um dos ativos mais valiosos das empresas é a sua marca, força que se constrói ao longo do tempo e está baseada em fortes valores e resultados positivos, atingindo seus vários públicos de interesse. Criar e manter marcas fortes que transmitam mensagens consistentes e confiáveis não é tarefa fácil. Trata-se de um trabalho contínuo, baseado na missão, visão e valores que regem a atuação da companhia e que se refletem na sua imagem, que se perpetua ao longo dos anos.

Uma das ferramentas de expressão desse conteúdo é a forma gráfica, por meio do logotipo. No caso da International Paper, por exemplo, o logotipo sempre foi motivo de orgulho. Criado em 1960 por Lester Beall, ele é reconhecido no mundo todo. Em 1988, foi inserido entre as palavras International e Paper um círculo com as letras "I e P", formando a figura de uma árvore. Juntas, as letras também compõem uma seta, que sugere movimento e trajetória sempre ascendente, e o círculo dá foco à imagem que está em seu interior. A iniciativa fortaleceu ainda mais a identidade global da empresa.

Compromisso com as pessoas, os clientes e a excelência operacional

O círculo da IP Em 2012, o círculo foi escolhido como elemento gráfico a ser usado em todos os materiais da comunicação da marca corporativa, fortalecendo o seu reconhecimento. Ele tem amplos significados. Literalmente, representa vários processos de fabricação da IP, como o formato dos eucaliptos, o diâmetro das bobinas, as rodas que entregam os produtos e o globo terrestre. Metaforicamente, ele pode ser interpretado como a representação do ciclo da sustentabilidade, o compromisso sem começo nem fim, a precisão e a força. Também devemos lembrar o significado filosófico: no círculo, o todo é maior do que a soma das partes. Ele é completo e não tem fim.

Os pilares de excelência e ética da IP são os responsáveis por sustentar o trabalho de sua marca. Uma das prioridades da IP são as pessoas. Atualmente, a empresa possui uma ampla e estruturada política de Recursos Humanos. "Do ponto de vista do resultado nos negócios, o que separa as empresas com desempenho excelente, médio ou bom são as pessoas, especialmente suas habilidades e nível de engajamento", afirma Doug Haefer, diretor de Recursos Humanos da IP América Latina. A preocupação em oferecer boas condições de trabalho abrange desde os novos profissionais até os que estão há algum tempo colaborando para a trajetória de sucesso da IP.

O círculo é o símbolo perfeito para ser associado à imagem da IP. Na companhia, independente do aspecto a ser tratado _ da produção à logística, da atuação no mercado aos projetos sociais _ todas as áreas caminham juntas para obter resultados maiores que a soma das partes. A reputação da IP é construída dia a dia, e vai além do tamanho da empresa, focando no compromisso com as pessoas, nos clientes e na excelência operacional.

A empresa também preza pela realização de negócios de sucesso que visam a satisfação para todas as partes. "A companhia tem como premissa desenvolver sua relação com clientes por meio da geração de valor para ambos, e busca ser reconhecida como a melhor equipe comercial do mercado", explica Nilson Cardoso, diretor comercial da IP América Latina. No que diz respeito à excelência operacional, Armando Santiago, diretor de Supply Chain, Sourcing e Florestal da IP América Latina explica que: "Para nós, o termo significa produzir com excelência, de maneira sustentável, respeitando o meio ambiente e suas interações. Também é estar inserido na comunidade da qual fazemos parte e, como parte, sermos cidadãos responsáveis."

A construção de uma marca forte De acordo com Maria Silvia Souza, diretora de Contas da agência global de pesquisas Millward Brown, quatro fatores compõem o sucesso de uma marca: forte base de negócios, produtos excelentes, clareza de associações e liderança projetada. E, para garantir o bom entendimento das mensagens que deseja transmitir, as marcas devem prezar pela clareza. "Ela é conquistada por meio da consistência da sua mensagem ou comunicação, que deve ser trabalhada não apenas durante um período de tempo longo, como também permear todos os pontos de contato com o consumidor", afirma.

É importante manter a continuidade da mensagem que se deseja comunicar, para garantir a fidelidade do cliente. "Em muitos casos, nós encontramos marcas iniciando seu processo de declínio quando a comunicação perde a visão dos valores que a fizeram se tornar forte no primeiro momento. Ela começa a se recuperar quando esses valores são reconquistados ou retrabalhados", sinaliza Maria Silvia. Todo o esforço da IP ao longo dos anos se reflete em premiações internacionais. Entre os resultados conquistados está, pela 9ª vez, o recebimento do prêmio Empresa mais Admirada da Indústria de Produtos Florestais e de Papel, organizado pela revista Fortune. A IP também foi reconhecida como uma das empresas mas éticas do mundo pelo sexto ano consecutivo, de acordo com o Instituto Ethisphere. A companhia conquistou o prêmio por manter práticas éticas de negócios e nos padrões que a definem desde sua fundação. "Ter uma base ética forte é uma vantagem competitiva, e a International Paper reconhece o papel importante que a responsabilidade social corporativa desempenha ao trazer resultados", explica Alex Brigham, diretor executivo do Instituto Ethisphere.

A filosofia de negócios da IP garante o sucesso da companhia e sua relevância e influência positiva no setor. "A International Paper contribui para o entendimento global da indústria de celulose e papel nacional, e também promove a construção contínua da imagem do setor", reflete Elizabeth de Carvalhaes, presidente Executiva da Bracelpa (Associação Brasileira de Celulose e Papel). "Por meio de expressivos investimentos em tecnologia e infraestrutura, a International Paper colabora constantemente para a geração de empregos e riqueza no País, além do consequente crescimento do setor, sempre a partir dos princípios da sustentabilidade e da inovação. A empresa é, ainda, um elemento importante na balança comercial, com grande participação nas exportações do setor", finaliza Elizabeth.


MUITO PRAZER, ESTA É A IP A International Paper é uma das empresas mais éticas e admiradas no mundo. Saiba mais sobre a filosofia da companhia e conheça seu novo conceito de comunicação

Um dos ativos mais valiosos das empresas é a sua marca, força que se constrói ao longo do tempo e está baseada em fortes valores e resultados positivos, atingindo seus vários públicos de interesse. Criar e manter marcas fortes que transmitam mensagens consistentes e confiáveis não é tarefa fácil. Trata-se de um trabalho contínuo, baseado na missão, visão e valores que regem a atuação da companhia e que se refletem na sua imagem, que se perpetua ao longo dos anos.

Uma das ferramentas de expressão desse conteúdo é a forma gráfica, por meio do logotipo. No caso da International Paper, por exemplo, o logotipo sempre foi motivo de orgulho. Criado em 1960 por Lester Beall, ele é reconhecido no mundo todo. Em 1988, foi inserido entre as palavras International e Paper um círculo com as letras "I e P", formando a figura de uma árvore. Juntas, as letras também compõem uma seta, que sugere movimento e trajetória sempre ascendente, e o círculo dá foco à imagem que está em seu interior. A iniciativa fortaleceu ainda mais a identidade global da empresa.

Compromisso com as pessoas, os clientes e a excelência operacional

O círculo da IP Em 2012, o círculo foi escolhido como elemento gráfico a ser usado em todos os materiais da comunicação da marca corporativa, fortalecendo o seu reconhecimento. Ele tem amplos significados. Literalmente, representa vários processos de fabricação da IP, como o formato dos eucaliptos, o diâmetro das bobinas, as rodas que entregam os produtos e o globo terrestre. Metaforicamente, ele pode ser interpretado como a representação do ciclo da sustentabilidade, o compromisso sem começo nem fim, a precisão e a força. Também devemos lembrar o significado filosófico: no círculo, o todo é maior do que a soma das partes. Ele é completo e não tem fim.

Os pilares de excelência e ética da IP são os responsáveis por sustentar o trabalho de sua marca. Uma das prioridades da IP são as pessoas. Atualmente, a empresa possui uma ampla e estruturada política de Recursos Humanos. "Do ponto de vista do resultado nos negócios, o que separa as empresas com desempenho excelente, médio ou bom são as pessoas, especialmente suas habilidades e nível de engajamento", afirma Doug Haefer, diretor de Recursos Humanos da IP América Latina. A preocupação em oferecer boas condições de trabalho abrange desde os novos profissionais até os que estão há algum tempo colaborando para a trajetória de sucesso da IP.

O círculo é o símbolo perfeito para ser associado à imagem da IP. Na companhia, independente do aspecto a ser tratado _ da produção à logística, da atuação no mercado aos projetos sociais _ todas as áreas caminham juntas para obter resultados maiores que a soma das partes. A reputação da IP é construída dia a dia, e vai além do tamanho da empresa, focando no compromisso com as pessoas, nos clientes e na excelência operacional.

A empresa também preza pela realização de negócios de sucesso que visam a satisfação para todas as partes. "A companhia tem como premissa desenvolver sua relação com clientes por meio da geração de valor para ambos, e busca ser reconhecida como a melhor equipe comercial do mercado", explica Nilson Cardoso, diretor comercial da IP América Latina. No que diz respeito à excelência operacional, Armando Santiago, diretor de Supply Chain, Sourcing e Florestal da IP América Latina explica que: "Para nós, o termo significa produzir com excelência, de maneira sustentável, respeitando o meio ambiente e suas interações. Também é estar inserido na comunidade da qual fazemos parte e, como parte, sermos cidadãos responsáveis."

A construção de uma marca forte De acordo com Maria Silvia Souza, diretora de Contas da agência global de pesquisas Millward Brown, quatro fatores compõem o sucesso de uma marca: forte base de negócios, produtos excelentes, clareza de associações e liderança projetada. E, para garantir o bom entendimento das mensagens que deseja transmitir, as marcas devem prezar pela clareza. "Ela é conquistada por meio da consistência da sua mensagem ou comunicação, que deve ser trabalhada não apenas durante um período de tempo longo, como também permear todos os pontos de contato com o consumidor", afirma.

É importante manter a continuidade da mensagem que se deseja comunicar, para garantir a fidelidade do cliente. "Em muitos casos, nós encontramos marcas iniciando seu processo de declínio quando a comunicação perde a visão dos valores que a fizeram se tornar forte no primeiro momento. Ela começa a se recuperar quando esses valores são reconquistados ou retrabalhados", sinaliza Maria Silvia. Todo o esforço da IP ao longo dos anos se reflete em premiações internacionais. Entre os resultados conquistados está, pela 9ª vez, o recebimento do prêmio Empresa mais Admirada da Indústria de Produtos Florestais e de Papel, organizado pela revista Fortune. A IP também foi reconhecida como uma das empresas mas éticas do mundo pelo sexto ano consecutivo, de acordo com o Instituto Ethisphere. A companhia conquistou o prêmio por manter práticas éticas de negócios e nos padrões que a definem desde sua fundação. "Ter uma base ética forte é uma vantagem competitiva, e a International Paper reconhece o papel importante que a responsabilidade social corporativa desempenha ao trazer resultados", explica Alex Brigham, diretor executivo do Instituto Ethisphere.

A filosofia de negócios da IP garante o sucesso da companhia e sua relevância e influência positiva no setor. "A International Paper contribui para o entendimento global da indústria de celulose e papel nacional, e também promove a construção contínua da imagem do setor", reflete Elizabeth de Carvalhaes, presidente Executiva da Bracelpa (Associação Brasileira de Celulose e Papel). "Por meio de expressivos investimentos em tecnologia e infraestrutura, a International Paper colabora constantemente para a geração de empregos e riqueza no País, além do consequente crescimento do setor, sempre a partir dos princípios da sustentabilidade e da inovação. A empresa é, ainda, um elemento importante na balança comercial, com grande participação nas exportações do setor", finaliza Elizabeth.


IIP dá início à edição de 2012 do PEA Em março, nas unidades da IP de Mogi Guaçu e Luiz Antônio, interior de São Paulo, teve início a mais nova edição do Programa de Educação Ambiental (PEA). Realizada pelo Instituto International Paper (IIP), a iniciativa tem como objetivo transmitir conceitos de sustentabilidade e conservação do meio ambiente a alunos do 4º e 5º anos do Ensino Fundamental I, e 6º ao 9º anos do Ensino Fundamental II. Acompanhados por educadores ambientais, os participantes são convidados a visitar o horto de eucalipto, o museu de animais empalhados (taxidermizados) e uma trilha ecológica em uma vegetação nativa. Para colocar os conhecimentos sobre sustentabilidade em prática, os alunos também participam de atividades educativas. Realizado há 19 anos em parceria com as Secretarias de Educação e Diretorias de Ensino, o PEA já impactou aproximadamente 69 mil crianças e jovens nas regiões em que a International Paper atua.

48

IP, UMA marca DE SUCESSO

David Kiser, executivo da IP Memphis, visita a sede da companhia no Brasil O vice-presidente de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Sustentabilidade da IP Memphis (EUA), David Kiser, esteve no país de 27 de fevereiro a 2 de março. O executivo visitou todas as unidades brasileiras da IP com o objetivo de se aprofundar nas iniciativas do programa LIFE e de conhecer e contribuir para ações em suas áreas de atuação.

IP patrocina O projeto Gerando Demanda pelo Conhecimento Oferecer soluções e sugestões para profissionais do mercado papeleiro e de informática: esse é o objetivo do projeto Gerando Demanda pelo Conhecimento. Em sua 5ª edição, e contando com o patrocínio da IP com a marca Chamex, a iniciativa levará gratuitamente palestras e workshops a nove cidades brasileiras. Confira a programação e saiba mais sobre o evento no site www.gerandodemanda.com.br.

Alunos participam do PEA

Um parque de diversão cultural onde crianças e adolescentes aprendem a importância da leitura por meio de atividades lúdicas. Essa é a proposta da Cidade do Livro, projeto educacional patrocinado pela International Paper, com a marca Chamequinho. A 15ª edição da iniciativa deve receber a visita de 76 mil estudantes e de oito mil professores. Neste ano, a Cidade do Livro conta com uma novidade exclusiva que mostra aos pais dos estudantes a importância de se contar histórias e de ler para os filhos. Já os Projetos Kids e Teens pretendem reunir crianças de até 12 anos para brincadeiras como as aventuras da Traça e do Detetive Xerox Holmes.

ABRIL 2012

Alunos brincam com o Chamequinho no Cantinho da Leitura, da Cidade do livro

• Diretoria Jurídica e de Assuntos Corporativos Ricardo C. Zangirolami • Direção do Projeto Gisele Gaspar - Gerente de Comunicação Corporativa (e-mail: gisele.gaspar@ipaperbr.com) • Coordenação do Projeto Tayla Monteiro - Comunicação e Marketing Institucionais (e-mail: tayla.monteiro@ipaperbr.com) • Estagiário de Comunicação e Marketing Henrique Ishihara • Criação e Produção Agência Ideal • Direção de Arte e Projeto Gráfico Tom Comunicação • Coordenação Editorial Marina Rodriguez • Redação Camila Gonçalves e Marina Rodriguez • Revisão Ricardo Cesar • Impressão Ogra • Jornalista responsável Ricardo Cesar – MTB 33669. • Colaboraram nesta edição: Armando Santiago, diretor de Supply Chain, Sourcing e Florestal da IP América Latina; Doug Haefer, diretor de Recursos Humanos da IP América Latina; Elizabeth de Carvalhaes, presidente executiva da Bracelpa; Fabiana Andrade, analista de Marketing da IP; Gisele Gaspar, gerente de Comunicação Corporativa da IP; Gláucia Faria, analista de Responsabilidade Social e Sustentabilidade da IP; Leonardo Vieira, trainee da IP; Lizzi Colla, gerente de Responsabilidade Social e Sustentabilidade da IP; Marina Villela, estagiária de Comunicação Interna Corporativa da IP; Nilson Cardoso, diretor comercial da IP América Latina; Priscila Zahn, assistente de Produção e Processos da IP; Rodrigo Dávoli, gerente de Exportação da IP • Sugestões e Correspondências Avenida Paulista, nº 37, 14° andar – CEP 01311-000

esta é uma publicação mensal da

Além de ajudar a fixar a imagem de uma empresa no mercado, uma boa escolha de cores para um logotipo demonstra a área de atuação da companhia e é capaz de despertar reações psicológicas nas pessoas que se relacionam com a marca. O vermelho e o amarelo são tons quentes e intensos que costumam ser usados por grupos do ramo alimentício para incitar fome. Já o verde é uma cor que sugere frescor, tranquilidade e harmonia, funcionando muito bem para marcas ligadas ao setor ambiental. Uma paleta azul representa autoridade e pode ser aplicada a logotipos de empresas na área de tecnologia e segurança. A cor branca alinhada a uma tipografia de traços retos e formas curvilíneas sugere pureza e cria uma impressão de infinidade.

Pense

nisso

Na próxima edição: O ato de escrever Esta publicação foi impressa em papel certificado pelo programa brasileiro de certificação florestal

Paper foi impressa em papel Chambril 240 g/m² da International Paper. Acabamento: verniz UV localizado e relevo.

15ª edição da Cidade do Livro deve atrair 84 mil visitantes


Paper 48 :: IP, uma marca de sucesso