Page 1


2


Editorial Expediente DIREÇÃO Paschoal Sabatine paschoal@topbrasileditora.com.br PUBLICIDADE Marco Aurélio vendas1@topbrasileditora.com.br (11) 3271-5867

Atendimento: torne a experiência de compra única e inesquecível Atendimento e inovação

são dois aspectos que possibilitam às lojas e

qualquer empresa entregarem a tão desejada experiência de compra ao consumidor e tornar este cliente, um fã e seguidor da marca.

JORNALISTA RESPONSÁVEL Lia Freire (MtB 30.222) redacao@topbrasileditora.com.br PROJETO GRÁFICO, DIAGRAMAÇÃO Cristiana Lacutissa (ClStudio) (11) 2749-0738 Whats App (11) 9 96047300 producao@topbrasileditora.com.br CAPA - Patricia Chammas

A grande competitividade do varejo torna o momento da venda da mercadoria cada vez mais importante para as empresas, principalmente quando o consumidor está comparando valores de determinado produto. Nessa hora é fundamental ter na outra ponta um atendente especialista e preparado para conseguir converter a venda. Atualmente, existe um olhar atento para esse tema dentro do varejo. Investimentos em treinamentos, reciclagem e gestão das informações passaram a ser um tema frequente dentro das empresas. Vivemos em uma era tecnológica, isso é fato! Mediante esta constatação, sele-

ADMINISTRAÇÃO Av. Alcântara Machado, 924 cj. 03 – Brás CEP 03102-001 – São Paulo Fone (11) 2306-1246 www.topbrasileditora.com.br

cionar as tecnologias que melhor se adequam a cada negócio, certamente levará aos melhores resultados. Para tanto é preciso conhecer o perfil do seu consumidor, assim como, identificar em sua operação de atendimento o que deve ser automatizado e os aspectos em que o contato pessoal e a interatividade continuam sendo imprescindíveis. Dosar entre o uso da tecnologia e o contato pessoal é a grande sacada. Em entrevista à Revista Papelaria & Negócios, o especialista Fábio Miranda traz dicas e deixa suas impressões sobre este importante tema. Neste mês apresentamos o segmento de artigos voltados para o período pré-escolar e as suas novidades. A indústria vem se dedicando a desenvolver produtos

A Revista Papelaria e Negócios é uma publicação mensal da Top Brasil Editora dirigida a lojistas e fornecedores de artigos para papelaria e informática. Circulação nacional.

que atendam às necessidades de aprendizagem, que sejam esteticamente atraentes para os pequenos, além de totalmente seguros. Outra categoria apresentada nesta edição de fevereiro é a de artigos cortantes e perfuradores. Em meio ao sortimento formado por tesouras, grampeadores, perfuradores, estiletes, guilhotinas, refiladoras e fragmentadoras, destacam-se modernas e eficientes opções. Confira nas próximas páginas.

O conteúdo dos artigos e as declarações textuais contidas nas reportagens da Revista P&N são de responsabilidade dos articulistas e entrevistados.

4

Boa leitura!


Sumário

8 Entrevista Categoria de Produto

26 Tendência 34 Seções 6

12


Entrevista

Atendimento: nenhuma

tecnologia supera o contato pessoal Dosar entre os inúmeros recursos tecnológicos e o contato pessoal é a grande sacada no varejo

Os consumidores mudaram e as empresas vêm percebendo a importância de estarem próximas da área de atendimento, identificando assim as reais necessidades, queixas e desejos dos clientes. “Vivemos em uma era tecnológica, isso é fato! Mediante esta constatação, selecionar as tecnologias que melhor se adequam a cada negócio, certamente levará aos melhores resultados”, observa Fábio Miranda, líder da área comercial da Direct Talk - empresa que oferece desde 2000 soluções para atendimento ao consumidor. Confira a seguir, entrevista que Miranda concedeu à Papelaria & Negócios: Revista Papelaria & Negócios - Já ouvimos falar em atendimento gourmetizado, de vendas consultivas, os desafios de vender para o consumidor 2.0... o que poderíamos acrescentar em relação à inovação no atendimento ao cliente? O que vem por aí? Fábio Miranda - Quando me refiro à inovação, eu falo em experiência e nos profissionais envolvidos, não se trata de alguma tecnologia embargada, pois esta pode ser comprada. O que existe de mais inovador em atendimento é a experiência que levamos ao cliente, onde o cliente é o foco. Desta forma, além de cliente, o consumidor torna-se seguidor da marca e atingimos a tão esperada fidelização. É fundamental ter a visão de que o que estará sendo vendido é a experiência e não o produto, pois este pode ser inovador por um período até que outra empresa vem e copia, tornando-se uma commodity. Revista Papelaria & Negócios - Quais foram as mais relevantes mudanças observadas no atendimento ao cliente? Fábio Miranda – As empresas perceberam a importância de obter informações geradas pelos consumidores e estão mais próximas da área de atendimento, identificando assim as reais necessidades, queixas e desejos dos clientes. Com este método de trabalho torna-se mais fácil dar autonomia para que as pessoas da ponta solucionem os problemas, já no primeiro contato (first Call Resolution), garantindo um atendimento de qualidade.

“Vivemos em uma era tecnológica, isso é fato! Mediante esta constatação, selecionar as tecnologias que melhor se adequam a cada negócio, certamente levará aos melhores resultados”, Fábio Miranda.

8

Revista Papelaria & Negócios – Quais são os desafios no atendimento realizado pelos estabelecimentos comerciais? Fábio Miranda - Hoje em dia, com o avanço na tecnologia da informação e de acordo com o perfil dos novos consumidores é muito difícil desvincular comunicação e venda, ambiente físico e on-line; e as empresas buscam incessantemente estar onde o cliente está. O comércio eletrônico já vive bastante essa realidade, porém há ainda consumidores


que preferem a compra direto na loja física e enfrentam algumas dificuldades,

Fábio Miranda - Vivemos em uma era tecnológica,

como por exemplo, promoções que existem somente no site (na loja física o

isso é fato! Mediante esta constatação, selecionar as tec-

mesmo produto é mais caro) e mercadorias disponíveis apenas no site; tam-

nologias que melhor se adequam a cada negócio, certa-

bém é indicado que o lojista tenha um histórico dos clientes (conhecimento

mente levará aos melhores resultados. Para tanto é pre-

do perfil de compra dele); entre outros desafios que podem ser solucionados

ciso conhecer o perfil do seu consumidor, assim como,

através da evolução dos conceitos multicanal (Omnichannel).

identificar em sua operação de atendimento o que deve ser automatizado e os aspectos em que o contato pes-

Revista Papelaria & Negócios – Mesmo com toda a evolução tecnoló-

soal e a interatividade continuam sendo imprescindíveis.

gica e novas ferramentas que auxiliam no atendimento, tem algum pon-

Dosar entre o uso da tecnologia e o contato pessoal é a

to/aspecto que passa a sensação que regredimos?

grande sacada no varejo.

Fábio Miranda - No cenário atual é natural que as empresas busquem soluções que ofereçam redução de custos, porém ainda vejo empresas fazendo

Revista Papelaria & Negócios – Por falar em fer-

isto de uma maneira equivocada. Como por exemplo, disponibilizam linhas

ramentas tecnológicas, quais podem/devem ser utili-

onde o telefone toca e ninguém atende, não utilizam URA (Unidade de Res-

zadas em benefício ao atendimento?

posta Audível) ou sistema de autoatendimento, demoram para dar resposta

Fábio Miranda - As soluções de autoatendimento

via e-mail, isso quando retornam, contratam soluções amadoras pensando

vêm ao encontro do cenário atual do país. As empresas

em reduzir custo e acabam “queimando” o novo canal de atendimento que

vislumbram aumentar as vendas e desejam atender mais,

poderia ser uma solução para os problemas.

porém nem sempre as suas operações estão capacitadas para este aumento na demanda. Muitas dúvidas direcio-

Revista Papelaria & Negócios – Por outro lado, quais são os aspectos que nunca devem ser deixados de lado?

nadas ao SAC, por exemplo, poderiam ser solucionadas de uma maneira automatizada, “desafogando” a equipe


“As empresas vislumb ram aumentar as vendas e desejam atender mais, porém nem sempre a s suas operações estão capacitadas pa ra este aumento na demanda.”

Entrevista para atender as dúvidas mais técnicas. O mundo caminha para o autoatendimento. Temos, por exemplo, os sistemas de cobrança automática nos shoppings, nos postos de abastecimento, nas estradas, seguros on-line, entre outros serviços. Com o uso de FAQ’s inteligentes e assistentes vir-

dade é notável o desejo dos consumidores em interagirem. A passividade dos

tuais é possível ampliar o potencial dos atendimentos,

clientes é algo que ficou no passado. O próprio movimento das redes sociais

atender 24x7, reduzir custos de operação e gerar mais

mostra essa interatividade entre os consumidores e as marcas, levando as em-

produtividade para a empresa.

presas a adotarem e investirem nas ferramentas de monitoramento e relacionamento, entendendo cada vez mais quando, como e por onde interagir com o

Revista Papelaria & Negócios – Como você analisa a qualificação dos atendentes do varejo brasileiro? Fábio Miranda - A grande competitividade do varejo torna o momento da venda da mercadoria cada

público-alvo. O cliente é movido pela emoção, ao interagir com ele, aumentam-se as chances de vender mais, obter maior lucratividade e fidelização. É importante para as empresas ouvirem seus clientes e sua equipe de atendentes, pois aí estão as melhores fontes de ideias.

vez mais importante para as empresas, principalmente quando o consumidor está comparando valores de

Revista Papelaria & Negócios – No atendimento em ambiente on-line

determinado produto. Nessa hora é fundamental ter

quais devem ser os principais aspectos a serem levados em consideração

na outra ponta um atendente especialista e preparado

para que o serviço seja eficiente e atenda o consumidor em suas necessi-

para conseguir converter a venda.

dades?

Atualmente, existe um olhar atento para esse tema

Fábio Miranda - O ponto crucial é ter uma solução multicanal, em que o

dentro do varejo. Investimentos em treinamentos, re-

cliente possa ser atendido naquele que escolher, com a vantagem de ter todo o

ciclagem e gestão das informações passaram a ser um

histórico e traçar o perfil desse consumidor. Ignorar um canal de atendimento

tema frequente dentro das empresas.

pode significar ignorar um consumidor. É importante identificar quais os canais mais relevantes para o seu negócio e unificá-los em uma plataforma. Destaco

Revista Papelaria & Negócios – O que o cliente

alguns importantes: telefone com registro das chamadas, atendimento on-line

espera, hoje em dia, de uma experiência de consu-

(autoatendimento, chat on-line e gerenciamento dos emails), atendimento nas

mo?

redes sociais, um módulo de registro manual de ocorrências e, caso a empresa

Fábio Miranda - O consumidor espera poder rea-

tenha um aplicativo móvel dar esta mesma opção de interação dentro do app.

lizar suas compras tranquilamente, receber seu produto e não precisar acionar o SAC. Caso isso ocorra, que

Revista Papelaria & Negócios – Qual a mensagem para o mercado?

o atendimento seja feito por profissionais preparados

Fábio Miranda – Devemos olhar para o futuro e sempre acompanhar

e com as competências necessárias para a função. O

a evolução do perfil dos consumidores e estarmos antenados às mudanças,

cliente não quer perder tempo e esforço para resolver

revendo estratégias quando necessário. Não cometa o erro de ficar estacionado

os problemas. Espera-se ainda que o atendente tenha

no passado. São dois aspectos que possibilitam a empresa entregar a tão dese-

o histórico e suas preferências.

jada experiência ao consumidor e tornar este cliente, um fã e seguidor da marca: atendimento e inovação.

Revista Papelaria & Negócios – Sobre a intera-

Um atendimento multicanal oferece às empresas importantes informações,

tividade no ponto de contato com o cliente, o que

que podem ser trabalhadas com objetivo de aprimorar a experiência do cliente

você tem a dizer? O que melhorou, o que precisa ser

em novas compras, além de contribuir para identificar o perfil dos consumido-

aprimorado?

res, levar a um aumento do ticket médio das vendas, reduzir custos com proces-

Fábio Miranda - Independente do ramo de ativi-

10

sos e justificar o investimento em inovação.


“A passividade dos clie ntes é algo que ficou no passado. As e mpresas devem adotar e investir nas ferramentas de monitoramento e rela cionamento, entendendo cada vez mais quando, como e por onde interagir co m o público-alvo.”


Categoria de Produto

Artigos pré-escolares:

essenciais no aprendizado

A pré-escola prepara a criança para a vida escolar, desenÉ na idade pré-escolar, que volvendo habilidades sociais e afetivas, físicas e cognitivas que serão aprimoradas nos anos seguintes. A falta desta preparação compreende entre o 2º e 6º ano acarreta em dificuldades de aprendizagem e de socialização, que de vida, que a criança conquista podem se refletir no futuro desta criança. Por isso, os produtos esta faixa etária precisam auxiliá-la no desenvolvimento de importantes habilidades cognitivas, para maneira integral, ser visualmente atrativos e aguçar o interesse motoras e sociais e para a descoberta da brincadeira e do aprendizado. Pais e educadores mostram-se cada vez mais atentos em oferecer os melhores os itens indicados materiais escolares para as crianças. E a indústria vem se dedicando a desenvolpara essa faixa etária ver produtos que atendam às necesdesempenham uma sidades de aprendizagem, que sejam esteticamente atraentes para os peimportante função quenos, além de totalmente seguros. “Uma das principais preocupações

quando se trata desse tipo de produto é o desenvolvimento da criança, desde a coordenação motora - essencial para a alfabetização - até o lado criativo das cores e artes, e o aprendizado do manuscrito. A BIC® desenvolve esses produtos juntamente com profissionais de educação e as próprias crianças, criando itens que atendam às necessidades dos pequenos e que tenham o endosso A BIC Evolution Kids é uma lapiseira desenvolvida em conjunto com professores e alunos para crianças em fase de alfabetização, com design que orienta a posição adequada dos dedos. ®

12

dos educadores. Outras questões também são consideradas, como segurança e conforto no manuseio, com artigos mais resistentes e ergonômicos”, explica Felipe Favoretto, gerente de papelaria da BIC®.

Ponta supergrossa

Favoretto afirma que anualmente a empresa e mais resistência no realiza grandes investimentos em pesquisa. Estes Lápis de Cor Super recursos objetivam o melhor entendimento das

Macio, da BIC®.


Categoria de Produto necessidades das crianças para que desta forma possam oferecer as melhores alternativas que auxiliem na aprendizagem. Destinados a este público pré-escolar, a marca disponibiliza produtos para colorir e também para escrita. A mais recente novidade está na linha BIC®Evolution Kids com uma lapiseira desenvolvida em conjunto com professores e alunos para crianças em fase de alfabetização, acima dos seis anos de idade. O produto tem design que orienta a posição adequada dos dedos e é indicada para destros e canhotos. Pode ser encontrada nas cores rosa e azul, com grafite preto de 1,3mm. Também fazem parte desta linha Evolution Kids, o lápis preto e a caneta, ambos com espaço para que os pais escrevam o nome da criança na peça. Já em sua linha BIC®Evolution há o lápis de cor triangular gigante em formato mais ergonômico para facilitar o manuseio das crianças, além de resistente, sendo fácil para apontar e atóxico; além do giz de colorir triangular gigante que não suja as mãos e apresenta ultrarresistência à queda “Os produtos devem ter um tamanho maior tanto na área de contato da mão da criança, quanto na parte de contato do produto com a superfície. O formato triangular por auxiliar na coordenação motora é outra característica importante para esta faixa etária”, Leonardo Schappo, da Leonora.

e pressão no momento do uso. Também para os pequenos, a BIC® tem em seu portfólio o ergonômico Lápis de Cor Super Macio, com ponta supergrossa e resistente, em 8 cores e apontador gratuito. Complementando o mix, a marca desenvolveu as canetinhas hidrográficas gigantes com ponta cônica supergrossa 6mm e bloqueada, que não afunda e é resistente à pressão, com tinta lavável. O coordenador de marketing da indústria Leonora, Leonardo Schappo, lembra que ao longo dos anos a variedade de produtos para esta faixa etária aumentou, ou seja, o mercado buscou adaptar-se à necessidade em atender melhor estas demandas. “Trata-se de um público muito mais vulnerável, que tem a coordenação motora ainda limitada, necessitando de alguns cuidados extras. Os produtos, por exemplo, devem ter um tamanho maior tanto na área de contato da mão da criança, quanto na parte de contato do produto com a superfície. O formato triangular é outra característica importante para esta faixa etária, por auxiliar na coordenação motora durante o manuseio do produto, assim como a maciez destes itens é um atributo relevante, bem como a questão da segurança. Por “A BIC® desenvolve seus produtos juntamente com profissionais de educação e as próprias crianças, criando itens que atendam às necessidades dos pequenos e que tenham o endosso dos educadores”, Felipe Favoretto.

14

isso, todas as pontas precisam ser arredondas, o material deve ser atóxico, as tampas precisam possuir um respiro, exatamente como as normas do Inmetro requerem para poder emitir a certificação”, cita Leonardo. Em seu mix, a Leonora traz gizão de cera, giz de cera gel, lápis grafite big, lápis de cor big, lápis de cor super, hidrocor big, marcador hidrográfico, massa de modelar, régua flexível, tesoura sem ponta, borracha big e pincel escolar. As novidades para a temporada 2016 são as massas de modelar com base de amido em cores fortes


e neon, com embalagens coloridas das licenças Foxy e Tecnocars. Outro lançamento com a propriedade Foxy são as hidrocores laváveis (12 cores) no formato triangular e que vem em um prático estojo para as meninas. “Mas, a nossa maior expectativa para este ano está no lançamento do giz de cera gel ou “giz de seda” da Leo&Leo. Lavável, aquarelável e com corpo retrátil, que facilita o manuseio das crianças e é extremamente macio, possibilitando uma pintura mais suave. A Leonora procura acompanhar as novas tendências do mercado por meio do contato contínuo com seus clientes e representantes, também acompanha as publicações do setor e as indicações das listas escolares”, explica o coordenador de marketing. Atenta à segurança dos seus produtos, a Waleu traz em sua linha a certificação do Inmetro e dá uma atenção especial aos detalhes, como por exemplo, as bordas arredondadas para não machucar os pequenos. “Também somos desafiados a encontrar diferenciais que chamem a atenção das crianças na fase pré-escolar, pois para eles há uma grande variedade de produtos. Com isso, precisamos estar sempre atentos às novidades que possam surgir e pesquisamos novos produtos”, comenta Jéssica Borba, assistente de marketing da Waleu.

Destaque no mix da Leonora, o giz de cera gel ou “giz de seda” é lavável, aquarelável e com corpo retrátil.


Categoria de Produto Canetas com tintas laváveis é outra característica que estes produtos para a fase pré-escolar devem possuir. Linha hidrocores, da Leonora.

A empresa traz para a fase pré-escolar o kit normógrafo, que tem a finalidade de auxiliar a criança com os primeiros contatos com os números e letras; além dos kits geométricos e escolares, que permitem efetuar formas simples. Para esta fase também disponibiliza lápis de cor Norma Minhas Primeiras Cores, com 12 lápis, triangulares e em espessuras maiores para se

ajustarem às pequenas mãos. Com produtos direcionados a crianças a partir dos 3 anos, a Glitter tem em seu mix pintura facial (Pintakara), cola glitter, brocal, lantejoulas e glitter escolar, todos desenvolvidos de acordo com as normas de segurança do Inmetro. “Estamos constantemente desenvolvendo novos produtos, alinhando inovação às necessidades do mercado e priorizando a segurança. Proporcionar boas experiências e gerar emoção nas crianças é o nosso objetivo”, destaca André Vaccaro, diretor executivo da Glitter.

Colas atóxicas, laváveis e que divertem Também com o desafio de inovar e no seu caso criar novas maneiras de colar, garantindo a segurança das crianças, a empresa Henkel investe 3% do seu faturamento global em inovação, pesquisa e desenvolvimento. Além disso, a equipe da marca Pritt mantém constante contato com clientes, educadores e colégios para identificar as novas tendências e oportunidades de negócios. “Os pais procuram produtos confiáveis e seguros A Waleu traz para a fase pré-escolar o kit normógrafo, que tem a finalidade de auxiliar a criança nos primeiros contatos com os números e letras.

para os seus filhos e é exatamente isso que a Pritt oferece já que as suas colas são laváveis, livres de solventes, atóxicas, de fácil manuseio e ainda estimulam o desenvolvimento da coordenação motora e da criatividade”, destaca Marcela Inforzato Guimarães, gerente da marca Pritt. Para o período de volta às aulas 2016, a marca lançou a Pritt Bastão Multiuso. Como o próprio nome sugere, cola diversos materiais (EVA, tecido, feltro, espuma, papel, cartolina, madeira, metal, entre outros), o que a torna ideal para uso em artesanatos infantis e trabalhos escolares. Também tem os recém-lançados Pritt Bastão Colorido (nas cores amarelo, azul, verde e vermelho, conferindo um toque a mais de diversão, já que a cola seca colorida, estimulando a criatividade e o desenvolvimento das atividades manuais) e Pritt Líquida Multiuso que cola diversos materiais e está disponível nas versões verde e rosa, com secagem trans-

Lápis de cor em maior espessura e formato triangular para se ajustar às pequenas mãos. Linha distribuída pela Waleu.

16

lúcida, estimulando a criatividade e o desenvolvimento das atividades manuais. Também estão disponíveis no portfólio da marca e podem ser usadas pelos pequenos consumidores, as colas Pritt Bastão Original e Tenaz - cola branca também aplicada em vários materiais. Outra demanda identificada pela empresa é pelos produtos educativos que desenvolvem o aprendizado e a coordenação motora das crian-


ças. Diante disso, a Pritt, em parceria com pedagogos, criou o Kit de Artesanato Infantil nos temas princesas e piratas. Quem também oferece opções em colas para os pequenos em seus primeiros aprendizados em artes manuais é a Frama. A Maxi Cola é lavável, não tóxica e tem bico de fácil aplicação. “A nossa linha de colas escolares é produzida a partir de alta tecnologia. Atualmente, a nossa linha de produção atinge 180 frascos por minuto, de forma absolutamente automática. Os cuidados são inúmeros e diários. A nossa inspeção e rastreabilidade são rigorosas, antes de iniciarmos a produção na linha fabril, todos os lotes são analisados em nosso laboratório, garantindo total segurança para os nossos clientes e usuários”, ressalta Virgínia Maffei, analista de marketing da Frama. A empresa destaca o novo design da Maxi Cola. “Iniciamos um processo de mudança deste produto em outubro de 2014, que engloba principalmente a estética, deixando-o mais bonito, além da praticidade no fechamento da tampa, que agora é rosqueada, evitando vazamentos”, pontua Virgínia. As colas em bastão também são os destaques da Maxprint para o público infantil. O fabricante explica que os seus produtos são atóxicos e possuem glicerina na fórmula, em quantidade ideal para que haja conforto na aplicação, sem desperdício e sem sujeira, mantendo a alta aderência. “Acreditamos que os produtos voltados à idade pré-escolar devam primeiramente garantir total segurança na utilização, atestada pelo selo do Inmetro. Além disso, o design precisa ser próprio

“Somos desafiados a encontrar diferenciais que chamem a atenção das crianças na fase pré-escolar, pois para eles há uma grande variedade de produtos”, Jéssica Borba, da Waleu.

para facilitar o uso dos pequenos e a embalagem atrativa para garantir a escolha no momento da compra. Acrescentamos ainda como essenciais, a qualidade e

cia gel - quando não está sendo utilizada – evi-

a durabilidade do produto. Nossa marca vem ganhando espaço por oferecer

tando que escorra do pote) giz de cera vegetal

qualidade de ponta e preço bem mais acessível, uma ótima vantagem já que as

(produzido com cera de origem vegetal) e bor-

listas de materiais escolares estão cada vez mais caras”, lembra Gabriela Tavares,

racha de apagar (macia e fácil de apagar, pro-

gerente de produtos da linha de materiais de escritório da Maxprint.

duzida em látex das árvores seringueiras, que

Consumo responsável desde cedo

são renováveis). A empresa se vê estimulada a desenvolver produtos que realmente atendam às necessidades de uso. Além disso, existe sem-

Além das colas brancas atóxicas, livres de ftalato e laváveis, com bico dosador

pre uma grande preocupação com a qualidade

e formato para se adaptar de forma adequada à anatomia da mão, a Mercur de-

e a segurança. Os produtos não podem apre-

senvolve tinta têmpera guache (atóxica, lavável, em cores vibrantes e consistên-

sentar partes pequenas, facilmente removíveis,


Categoria de Produto

Os produtos da Glitter são produzidos de acordo com as normas de segurança do Inmetro.

bordas cortantes ou pontas agudas. O consumo responsável é uma importante reflexão que a empresa busca despertar nos pais, alunos, escolas e professores. Seguindo esta proposta, a principal novidade está na composição do giz de cera, agora produzido com ceras vegetais (recurso renovável na natureza), em substituição à parafina (derivado do petróleo). “O objetivo foi reduzir a quantidade de matérias-primas não renováveis presentes no produto, e ainda, torná-lo melhor de ser usado. Com essa substituição, foi possível proporcionar uma maior facilidade de transferência de cor para o papel. Entendemos que o giz de cera é “Os pais procuram produtos confiáveis e seguros para os seus filhos e é exatamente isso que a Pritt oferece”, Marcela Inforzato Guimarães.

muito mais do que um simples produto para colorir. Ele é um importante recurso pedagógico que permite não somente a expressão da criatividade da criança, mas também contribui para o desenvolvimento motor e cognitivo”, analisa Breno Strussmann, facilitador e diretor geral da Mercur. E se as crianças apresentam alguma deficiência motora, a Mercur por meio do seu projeto Diversidade na Rua – em que se aproximou de pessoas com deficiência – desenvolveu o borrachão de apagar e o borrachão longo, além do giz de cera tijolinho e o gizão de cera grosso, que possuem adaptações. As borrachas, por exemplo, são mais pesadas e têm um tamanho maior, tornando as atividades mais fáceis de serem realizadas.

Os produtos com personagens não podem faltar Importante ferramenta para impulsionar as vendas, especialmente, quando o público é o infantil, as licenças de

18


Diversão com colas. O recém-lançado Pritt Bastão Colorido (nas cores amarelo, azul, verde e vermelho) seca colorido.

marcas e personagens estão em diferentes itens escolares, sendo a aposta das empresas para cativar estes pequenos consumidores. Cadernos costurados (já que o espiral pode machucar a criança), folhas mais grossas para não cortar a mão e  versões de desenho, caligrafia, brochurão, dentre outros que facilitem a aprendizagem, são disponibilizados pela Foroni para a turminha da fase pré-escolar. O fabricante também está atento às preferências do universo infantil para fazer as escolhas certas dos personagens e ilustrações. Os lançamentos desta temporada são Henry Monstrinho, Palavra Cantada e Lalaloopsy. Além disso, a Foroni continua em seu portfólio com as linhas Peppa Pig, Galinha Pintadinha, Dora a Aventureira, entre outras licenças que vêm obtendo um excelente desempenho entre os pequenos. Em seus cadernos de cartografia, desenho, brochura, pedagógicos como caligrafia ou quadriculado, etiquetas adesivas, estojos, mochilas de rodas, lancheiras, tintas guache, giz de cera, massa de modelar, cola glitter, cola colorida, pintura a dedo e aventais, a Tilibra traz propriedades como Avengers, Hot Wheels, Spider Man, Ben 10, Adventure Time, Transformers, Toy Story, Mickey, Pac-Man, X-Racing, Ever After High, Cinderela, Distroller - fenômeno na TV mexicana e na América Latina, Chococat, Masha e o Urso - série de TV transmitida em mais de 100 países, O Bom Dinossauro - recente produção cinematográfica da Disney/Pixar, além das grandes marcas que estão no portfólio há anos como: Minnie, Hello Kitty, Jolie, Menininhas, Bichinhos, Fadas, Princesas e Pooh e as mais recentes Princesinha Sofia e Equestria Girls. Mas, a Tilibra conta também com suas próprias marcas, como Arca de Noé, que já é tradicional entre meninos e meninas em idade escolar, assim como Kids, uma ampla linha com cadernos pedagógicos, cadernos de cartografia e desenho, brochuras, lancheiras e mochilas. “Buscamos conhecer as necessidades deste público por meio de pesquisas de tendências e de outros mercados. Posteriormente nos atentamos para os estudos normativos que ditam formatos e tamanhos; por fim, estudamos a viabilidade de produção e, então, desenvolvemos a coleção. Como em cada produto Tilibra, nos preocupamos com os detalhes daqueles voltados às crianças. Analisamos componentes que agregam valor ao produto, o balanço de cores e os ícones da marca, todas características que, em conjunto, trazem para o dia a dia escolar ainda mais diversão e contribuem para o aprendizado e desenvolvimento das crianças”, esclarece Karina Marchini, gerente de produtos da Tilibra, acrescentando que a empresa se preocupa em atender às

Pritt Líquida Multiuso está disponível nas versões verde e rosa com secagem translúcida. O produto é lavável, atóxico e livre de solventes.


Categoria de Produto As colas escolares da Frama são submetidas a rigorosas inspeções. Os produtos chegam aos pequenos consumidores com a qualidade assegurada. O borrachão de apagar da Mercur torna as atividades mais fáceis de serem realizadas.

necessidades exigidas para o aprendizado e o desenvolvimento da criança, além de submeter produtos como, colas e borrachas, à certificação do Inmetro. Despertar o interesse das crianças que estão em constante contato com uma infinidade de opções e marcas e ao mesmo tempo agradar os pais. Estes estão dentre os principais aspectos apontados pela Xeryus para desenvolver suas lancheiras para as crianças na fase pré-escolar. “Nossa proposta é criar produtos inovadores, com valor agregado e diferenciados, por isso temos uma coleção de lancheiras em formatos inusitados As colas em bastão Maxprint têm glicerina na fórmula, em quantidade ideal para que haja conforto na aplicação, sem desperdício e sem sujeira.

“O nosso giz de cera agora é produzido com ceras vegetais. Reduzimos a quantidade de matérias-primas não renováveis do produto e ainda o tornamos melhor”, Breno Strussmann, da Mercur.

20

como mala de viagem, rosto dos personagens e coração, além de alças 2 em 1 e puxadores personalizados, sempre acompanhadas de potinho e garrafinha. Seguimos as exigências e normas de segurança e contamos com a certificação do Inmetro”, comenta Carolina Turtelli de Andrade, gerente de marketing da Xeryus, empresa que para entender as necessidades do mercado investe constantemente, em “focus group”. “Esta técnica


utilizada na pesquisa qualitativa nos auxilia assertivamente no desenvolvimento e aprimoramento de produtos para os mais variados perfis de consumidores”, explica Carolina.

Para os pequenos consumidores, a Foroni traz cadernos costurados com folhas mais grossas e personagens como Henry Monstrinho, Palavra Cantada e Lalaloopsy.

Estojos e aventais infantis dos mais diferentes personagens são os produtos oferecidos pela Art Manual. “Em nossos itens cuidamos para que haja um forte apelo visual, além de transmitirmos confiança e segurança por meio da certificação do Inmetro e sermos submetidos à aprovação de qualidade dos licenciadores”, destaca Fellipe do Vale, coordenador de marketing da Art Manual, lembrando que devido à crescente demanda, a linha de aventais infantis vem sendo ampliada. Praticamente toda licença traz este tipo de produto. Enquanto isso, sua linha de estojos também segue com várias novidades como os estojos da marca Monsters que vem com realidade aumentada. “Basta baixar o aplicativo que o estojo ganha vida no celular e o personagem mexe e faz ruídos”, explica Fellipe. “As crianças estão sempre buscando novidades e o que percebemos

Diferentes personagens estampam os produtos da Tilibra.


Categoria de Produto

As lancheiras da Xeryus têm formatos inusitados como mala de viagem, rosto dos personagens e coração, além de trazerem os mais queridos personagens da garotada.

é que produtos interativos têm ganhado maior destaque entre elas. Para isso, aumentamos as linhas com essas opções, investindo em peças com personagem em 3D, capa retrátil, saias, luzes que acendem, entre outros detalhes que fazem toda a diferença e que tornam a linha mais lúdica”, analisa Carla Gonçalves, da área de marketing da Clio Style, destacando que é imprescindível adaptar as necessidades das crianças nos produtos. Os itens infantis desenvolvidos pela Clio são mochilas com tamanhos especiais para esta fase, ou seja de 11” com e sem carrinho e 13”, além dos estojos e lancheiras, certificados pelo Inmetro. Estão no time da Clio Style a marca Hotel Transilvânia 2, com a turminha do Conde Drácula e uma capa retrátil que deixa a mochila ainda

Os aventais infantis vêm tendo uma importante demanda. Com isso, a Art Manual expandiu a linha.

mais incrível; Bob Zoom, a querida formiguinha da internet, em uma linha de EVA expandido, um diferencial que dá ao personagem ainda mais vida através do seu efeito 3D; assim como a repaginada gatinha Nini, que voltou com a personagem em 3D expandida e fundo holográfico. “Cada personagem, tema e história são minuciosamente pensados, buscando

22


Interatividade é o destaque no estojo Monsters, da Art Manual, que vem com realidade aumentada.

atender o desejo dos pequenos. Temos uma equipe atenta às novidades e inteirada deste universo infantil”, comenta Carla.

Os brinquedos educativos A indústria de brinquedos Carlu que tem em seu mix itens com foco na fase pré-escolar como jogos de alfabetização e matemática, dominós, quebra-cabeças, jogos da memória, alinhavos, fantoches, casinhas, peças plásticas de montar, jogos de psicomotricidade e de tabuleiro, aramados, materiais de musicalização, além de mobiliários residenciais e para salas de aula,

Efeito 3D, modelagens especiais e materiais que não irritam a pele são alguns dos diferenciais da linha de mochilas da Clio Style.


Categoria de Produto “Nossas crianças estão muito voltadas à tecnologia, por isso, o maior desafio é criar produtos que chamem a atenção deles e estimulem a curiosidade e a criatividade, unindo funcionalidade, segurança e diversão”, Carmen Ost, da Carlu.

participa de feiras internacionais para se atualizar sobre as tendências do mercado e está constantemente em busca de novidades e melhorias. Além disso, conta com a assessoria de profissionais e educadores especializados no desenvolvimento infantil. Lançou recentemente a “Mesa Baby - Rabiscos de Iniciação” para que crianças de 2 a 5 anos possam rabiscar o tampo com canetinhas à base d’água. Além disso ainda serve de base para outras atividades e brincadeiras. Outro lançamento para a fase pré A linha de aramados da Carlu auxilia no desenvolvimento da motricidade fina, coordenação viso motora, criatividade e curiosidade.

-escolar foi a linha de aramados, que auxiliam no desenvolvimento da motricidade fina, coordenação viso motora, criatividade e curiosidade. “Nossas crianças estão muito voltadas à tecnologia, por isso, o maior desafio é criar produtos que chamem a atenção deles e estimulem a curiosidade e a criatividade, unindo funcionalidade, segurança e diversão”, lembra Carmen Ost, presidente da Carlu, fazendo questão de reforçar que segue as rigorosas normas do Inmetro para desenvolver os seus brinquedos, incluindo desde a qualidade da matéria-prima até a embalagem e comercialização do produto final. “Todos os cuidados são tomados para garantir que a brincadeira seja saudável e segura.”

Novidade da Carlu, a “Mesa Baby - Rabiscos de Iniciação” permite que as crianças rabisquem o tampo com canetinhas à base d’água.

24


Tendência

Corta, recorta, picota, fura e grampeia Em meio ao sortimento dos produtos cortantes e perfurantes, destacam-se modernas e eficientes opções

Eles devem ter um bom acabamento, cortar ou perfurar sem a necessidade de grandes esforços, permanecerem afiados por um bom tempo, oferecerem segurança e cumprirem com eficiência suas funções. Atentos a estas características, as marcas empenham-se em aprimorar e surpreender em suas linhas de produtos. Especialista em tesouras, a Mundial Creative lançou recentemente a linha Soft Touch, para uso profissional, com diferenciais que prezam pelo conforto ao uso, como por exemplo, ergonomia adequada, argolas maiores e cabo emborrachado que facilitam o manuseio da tesoura, sem

A Mundial Creative lançou recentemente a linha Soft Touch, para uso profissional, com diferenciais que prezam pelo conforto ao uso: ergonomia adequada, argolas maiores e cabo emborrachado.

causar incômodo aos dedos durante o uso. As tesouras para canhotos também são apostas da Mundial e estão disponíveis nas linhas escolar e multiuso. “Os consumidores tendem a comprar e escolher a tesoura de acordo com o seu uso e cada vez mais vêm buscando informações a respeito das funcionalidades e diferenciais. Utilizar a tesoura adequada para cada atividade faz bastante diferença no desempenho e resultado final e isso tem sido percebido pelos consumidores. Um exemplo é a tesoura para canhotos, que tem diferencial no lado da lâmina em que está o fio de corte. Outro aspecto importante é em relação à segurança das tesouras escolares. Todas têm pontas arredondadas e são certificadas pelo Inmetro, o que garante que atendem todas as regras necessárias de segurança ao uso. Para pais atentos à segurança dos filhos este é um diferencial imprescindível”, pontua Priscilla Gomide, gerente de marketing da Mundial Creative. Com uma completa linha, a marca disponibiliza 35 tesouras escolares e 35 modelos office multiuso, que se diferenciam de acordo com o tipo

A mais conhecida versão de tesoura Mundial Creative é a linha Ponto Vermelho com cabo em polipropileno preto que evita o deslizamento e parafuso ajustável protegido pelo logo da Mundial.

26


de material e finalidade de uso. A mais conhecida versão de tesoura Mundial Creative é a linha Ponto Vermelho com cabo em polipropileno preto que evita o deslizamento e parafuso ajustável protegido pelo logo da Mundial, o tal “ponto vermelho”. Há também a linha Freestyle com produtos de design moderno, cabo ergonômico emborrachado e acesso livre de dedo; linha Cortfácil desenvolvida para uso doméstico ou no escritório,

A linha Freestyle, da Mundial, tem design moderno, cabo ergonômico emborrachado e acesso livre de dedo.

visando suavidade e conforto em seu manejo; e a linha Forjadas que abrange desde a tradicional tesoura de costura até as de artesanato. Todas são forjadas (ou seja, passam por várias fases de produção até ficarem prontas), temperadas e niqueladas, garantindo uma maior vida útil e um corte perfeito. A gerente Priscilla explica que a Mundial Creative trabalha com lâminas de aço inoxidável, adequadas para cada uso, além disso, todo processo (desde as lâminas até o desempenho dos cabos, passando por todas as características de materiais aplicáveis) é desenvolvido por engenheiros de produto que detém know-how há muitos anos. Quem também desenvolve tesouras é a Gramp Line que tem três linhas, inclusive algumas versões coloridas, sendo para uso

A tesoura escolar Gramp Line é certificada pelo Inmetro, atendendo a todos os quesitos de segurança.

geral, escolar (certificadas pelo Inmetro) e artesanato. Todas vêm em embalagem blister possibilitando que o produto fique exposto em um display com gancho, facilitando a exposição no ponto de venda. A única exceção é a tesoura Zig Zag de picotar que já vem em um display expositor aramado e com um box transparente que a mantém bem exposta e facilita a visualização do consumidor. “A nossa mais recente novidade são as tesouras escolares de 13 cm, certificadas pelo Inmetro, comercializadas em embalagem unitária”, destaca Paulo Werson Junior, diretor comercial da Gramp Line, reforçando que em relação às tesouras, os consumidores procuram produtos de alta qualidade em lâminas e versatilidade no uso. Seja para uso profissional, seja para as atividades escolares ou no cotidiano, a Tilibra tem uma opção em tesoura para oferecer. São 28 modelos todos confeccionados em aço inox, alguns com revestimento em titânio. A empresa também dedica atenção especial ao design para que seja além de peças bonitas, confortáveis ao uso, com cabos emborrachados e ergonômicos, além das cores sortidas. No segmento de tesouras multiuso, apresenta opções como o modelo Titanium que tem a lâmina em aço inox revestida em titânio, o que segundo o fabrican-

Há opções de tesouras Gramp Line para uso geral e no artesanato.


Tendência Modelo Titanium desenvolvido pela Tilibra. Tem lâmina em aço inox revestida em titânio, segundo o fabricante, característica que a torna três vezes mais resistente que o aço inoxidável.

te a torna três vezes mais resistente que o aço inoxidável, além do cabo ergonômico emborrachado. Tem também a linha Comfort Grip T411, que pode ser utilizada por canhotos e destros e possui lâmina reforçada em aço inox, cabo ergonômico e emborrachado. Em sua linha escolar, a Tilibra não descuida dos quesitos segurança e conforto. Com lâminas em aço inox, cabo em polipropileno, ponta arredondada, apresenta capa protetora plástica, que protege ainda mais a criança quando a tesoura não está sendo utilizada e garante que o estojo escolar não seja danificado. Para a garotada, os produtos são associados a personagens e marcas como: Snoopy, Ben 10, Jolie, X-Racing, Plush Poison, Red Nose, UNICEF, Bichinhos, Equestria Girls, Titio Avô e Chococat. “Nossa prioridade é levar ao mercado produtos duráveis, confortáveis e seguros, com excelente desempenho e design inovador”, pontua Karina Marchini, gerente de marketing da Tilibra.

O mínimo de esforço! Comfort Grip T411, da Tilibra, pode ser utilizada por canhotos e destros e possui lâmina reforçada em aço inox.

Quanto menos força, melhor! Essa é a principal característica que vem sendo observada nos grampeadores, levando as marcas a investirem em recursos e tecnologias para que o usuário possa grampear diferentes quantidades de folhas, utilizando o mínimo de força. Uma das empresas que apresenta essa solução é a distribuída Imex do Brasil que destaca a marca de grampeadores PaperPro. “Por meio do seu sistema patenteado, necessita de até 80% menos força do que um modelo tradicional e esse mesmo sistema impede que os grampos “travem” acidentalmente. O conceito trabalhado nestes produtos é a facilidade, permitindo que no momento de grampear se utilize a força de apenas um dedo e isso é oferecido em todos os modelos da linha, incluindo escolar, passando por uma grande variedade de modelos office, chegando as opções para grandes volumes de papéis, que grampeiam até 100 folhas”, exemplifica Cleber Krichinak, gerente comercial da Imex do Brasil. Os grampeadores PaperPro se diferenciam entre si em termos de capacidade de folhas que podem grampear e também em relação ao design, se adequando aos diferentes tipos de uso e consumidores. “Por meio do seu sistema patenteado, o grampeador PaperPro necessita de até 80% menos força do que um modelo tradicional e esse mesmo sistema impede que os grampos “travem” acidentalmente”, Cleber Krichinak, da Imex do Brasil.

28


Tendência

PaperPro 500 possui abertura de até 180°, permitindo grampear em murais e quadros de avisos.

O grampeador Nano, PaperPro, tem design compacto, se adapta ao polegar, cabendo na palma da mão e pode ser utilizado com segurança por adultos e crianças.

Cleber explica que no modelo desenvolvido para uso escolar chamado Nano, por exemplo, o seu design é compacto e se adapta ao polegar, cabendo na palma da mão e podendo ser utilizado com segurança por adultos e, principalmente, por crianças. Para o uso nos escritórios existem modelos com diferentes designs e capacidades, inclusive opções em que o usuário escolhe se quer deixar o grampeador na horizontal ou na vertical em sua mesa, o que for mais confortável. “Destaco ainda a questão da segurança presente nestes grampeadores. Versões como o PaperPro 500 e o PaperPro 1000 possuem uma abertura de até 180°, permitindo grampear em murais, quadros de avisos etc. Para prevenir disparos acidentais, estes modelos possuem o dispositivo de segurança “Cease Fire” que só permite grampear com a saída de grampos apoiada a uma superfície, tanto na vertical quanto na horizontal”, explica Cleber, lembrando que a PaperPro também oferece um perfurador de um furo que executa a tarefa de forma suave, além de não enroscar e guardar os resíduos em um compartimento, evitando sujeira.

Os perfuradores e grampeadores Light Work, da Gramp Line, utilizam 50% da força que um produto similar utilizaria e para o mesmo número de folhas.

Em sua linha de grampeadores, a Gramp Line oferece opções que vão do mini até o modelo que grampeia 240 folhas, em plástico ou metal. A marca afirma que trabalha o conceito de alta qualidade e design. “O consumidor tem procurado modelos com design mais moderno e que agreguem praticidade na sua rotina. A principal novidade está nos grampeadores e perfuradores Light Work, que utilizam 50% da força que um produto similar utilizaria e para o mesmo número de folhas. Temos com esta funcionalidade grampeadores para 12, 15, 20, 25, 30 e 40 folhas”, cita o diretor comercial, Paulo. Os grampeadores e perfuradores da Gramp Line de maior potência possuem dispositivo de trava de segurança para garantir o bem-estar dos usuários. Ao pautar o desenvolvimento dos seus produtos em aspectos

30


como durabilidade, praticidade, segurança e conforto durante o uso, a Tilibra tem investido em grampeadores, como por exemplo, o Less Power, em que os usuários necessitam de 50% menos força para grampear, já o Stand up é uma versão desenvolvida para ser utilizada na posição horizontal ou vertical, facilitando o manuseio em operações de uso frequente, como no caso de balconistas e atendentes de caixa. Agora, se o usuário quer um produto fashion tem o modelo de mesa B&W com moderna estampa em preto e branco e se a praticidade é o objetivo tem a opção de grampeador com extrator de grampos integrado (G114 Swingline), entre várias outras possibilidades. “Nossa oferta de grampeadores conta com mais de 20 opções, em estilos diversos e capacidades que podem variar de 2 a 160 folhas, várias cores, dentre as quais a neon, que vem sendo um sucesso em vendas. Também oferecemos até cinco anos de garantia”, afirma a gerente, Karina. Na categoria de perfuradores são 13 opções com variedade de cores e também na capacidade de perfuração, além da garantia de 2 anos. E no mix de estiletes a Tilibra disponibiliza qua-

As cores neon em grampeadores e estiletes vêm tendo uma grande procura.


Tendência A refiladora Swingline tem base de plástico resistente, grades de alinhamento, régua transparente, corte bidirecional e lâmina de corte extra.

tro modelos: estreito plástico (neon), estreito em aço escovado, estreito premium e largo premium. Os modelos premium vêm com grip ergonômico emborrachado e um deles traz uma lâmina extra integrada.

Opções em refiladoras, guilhotinas e fragmentadoras Também fazem parte da categoria de itens cortantes, as refiladoras, guilhotinas (ambas usadas para efetuar cortes precisos em papéis, sem deixar rebarbas) e fragmentadoras, para destruição (trituração ou corte) de materiais diversos, muitos deles que contenham informações confidenciais. Por essas características são itens facilmente encontrados no ambiente corporativo, que também prioriza produtos práticos, eficientes e seguros. Desde 2013 a Tilibra comercializa as refiladoras e guilhotinas Swingline, produtos que oferecem um corte preciso aliado Com dispositivo de bloqueio de lâmina, feixe laser vermelho, estabilidade no corte e base não deslizante, a guilhotina Swingline mostra-se segura, precisa e eficiente.

a recursos inovadores, podendo cortar, facilmente de 5 até 25 folhas. As novidades que a empresa traz em refiladoras são os modelos A425 e A445, multifuncionais com base metálica nos formatos A4 e A3, respectivamente, e lâmina com quatro diferentes tipos de corte: reto, ondulado, microperfurado e vinco para dobra. “Praticidade e comodidade em um único produto”, afirma a gerente de produto, Karina. Já na linha de guilhotinas, os modelos CL410 e CL420 vêm com uma base robusta em vidro temperado, além da lâmina em aço inoxidável e feixe com laser vermelho, que oferece precisão e exatidão no corte. “Modernas e fabricadas com um alto padrão de qualidade elas garantem um desempenho eficiente e preciso para qualquer ambiente, seja em casa ou no trabalho. Além disso, os produtos Swingline oferecem o máximo em proteção ao usuário. A segurança é sua principal característica. Tanto as refiladoras, quanto as guilhotinas permitem que as mãos do usuário fiquem longe das lâminas através de uma proteção em acrílico e também possuem um dispositivo de bloqueio de lâmina no intuito de evitar acidentes”, explica Karina. Na linha de fragmentadoras Swingline, também do portfólio Tilibra, há modelos tradicionais e com inovadoras tecnologias como as versões automáticas. Estas em três

32


modelos, fragmentam de 100 a 500 folhas, e são bem práticas, já que o usuário simplesmente empilha as folhas de papel, fecha a tampa e a máquina faz todo o trabalho. “As fragmentadoras automáticas também possuem a tecnologia patenteada jam free, que funciona constantemente para prevenir o atolamento do papel na abertura de alimentação manual. O desempenho silencioso é outro diferencial de nossas fragmentadoras”, afirma a gerente, destacando também os recursos de segurança destas peças como os cortadores ocultos e o desligamento automático quando a tampa ou o compartimento de detritos são abertos. “E quando o assunto é segurança da informação, as fragmentadoras automáticas Swingline como 300X e 500X possuem um teclado para bloqueio com senha de quatro dígitos, assim o usuário pode afastar-se sem se preocupar com os documentos que estão em processo de fragmentação. Segurança e praticidade são os principais conceitos utilizados no desenvolvimento de nossos produtos. Eles norteiam todo o processo criativo e direcionam os projetos para que os usuários finais tenham experiências fantásticas com eles”, finaliza Karina.

Também presente no portfólio da Tilibra, as fragmentadoras Swingline são silenciosas, têm tecnologia antiatolamento do papel, fragmentam cartões de crédito, grampos, clipes e correspondências.


Giro

A mídia impressa não vai acabar. O desafio é aprender a entregar conteúdo nos diferentes formatos: impresso, desktop, mobile.

34

A mídia impressa mantém-se indispensável para as marcas Cerca de 300 profissionais de publicidade, propaganda e marketing estiveram reunidos no final de 2015, durante o Summit de Comunicação – A Força da Mídia Impressa, que reuniu alguns dos maiores nomes da propaganda e do marketing na atualidade, para mostrar que não se constroem marcas apenas com mídia digital, como provam inúmeras pesquisas e a experiência de grandes marcas mundiais, incluindo o próprio Google. Federico Sader, executivo da Nielsen Brasil, lembrou que o bom uso do digital começa por não abandonar o off-line. “Cada meio tem seu valor e o importante é sua utilização dentro de um plano global de mídia”, disse, durante a apresentação “Estratégias eficazes para um cenário de mídia em desenvolvimento”, baseada em pesquisa mundial da Nielsen, na qual se constatou que a mídia impressa permanece estável em relação a 2013 e que um terço das campanhas digitais não trazem retorno. Sérgio Maria, do Google Brasil, destacou que a tecnologia muda tudo e acelerou o processo de fragmentação da comunicação, com novos canais e conteúdos. “Mas, o papel não vai acabar. O jornal não vai acabar e nunca se precisou tanto de credibilidade na notícia. O desafio é aprender a entregar conteúdo nos diferentes formatos – impresso, desktop, mobile”, afirmou. “Não se constrói uma marca apenas com mídia digital”. O consultor de marketing de varejo, na França, Michel Péroni, observou que o papel é uma mídia muito forte para anunciantes e o crescimento de sua utilização acompanha o PIB. “No Brasil, o consumo anual de papel é ainda de 55 kg por habitante, enquanto na França chega a 170 kg por habitante apenas em comunicação não dirigida, como folhetos promocionais. 90% da população francesa encara a leitura desses folhetos como um momento de lazer. Lá, a tiragem média é de 8 milhões de exemplares de 36 página cada; aqui, gira em torno de 4 milhões de exemplares com apenas 8 páginas. E sabe-se que, como vetor de comunicação, o papel gera mais tráfego em lojas do que a própria TV, a um custo cerca de dez vezes menor.” O também francês Jacques Claude, da Gutenberg Networks, acrescentou que a comunicação eficiente deve ter uma base estruturada, como catálogos, e ser complementada por outras mídias. “Estudos e pesquisas mostram que a mídia impressa é o principal recurso de marketing das empresas, consumindo de 50% a 70% do orçamento global de comunicação. Ela ainda é a ferramenta mais eficaz para a comunicação B-to-C (empresa-consumidor) e muitas empresas que tinham parado de imprimir catálogos, por exemplo, voltaram a fazê-lo a partir de 2013, pois ele aumenta o tempo passado nas próprias lojas on-line, o valor do ticket médio e o tráfego interno. Não existe mais conflito entre o impresso e o digital. Existe uma complementaridade, com o catálogo no centro das estratégias”, disse na ocasião. O executivo Luiz Lara, da Lew Lara/TBWA fez a seguinte afirmação: “A mídia impressa não é apenas um pilar da democracia. Ela é a democracia. É a mídia de maior credibilidade e pauta todas as outras. Jornais inspiram uma maior confiança e a transferem inclusive para os anúncios. O jornal vale como documento. Na crise, é papel das marcas manter sua conexão e cumplicidade com o consumidor, tendo em mente que as escolhas dele serão feitas com base na força das marcas que ele conhece, respeita e confia”, declarou. “Agências e anunciantes não devem desprezar a força da mídia impressa”. Nizan Guanaes, do Grupo ABC, disse: “Não dá para ter um país sem jornal e revista. E é imprescindível que essas vozes tenham credibilidade e responsabilidade. E, com todo respeito ao banner, nada substitui um grande anúncio em jornal e revista. E o fato é que a circulação impressa de jornal aumentou 16% nos últimos anos e a imprensa quintuplicou seu poder de comunicação com o digital. A mídia impressa é hoje uma das melhores oportunidades de mercado e, globalmente, alcançam uma receita maior do que as indústrias de música e de educação. Seu desafio é se modernizar e se flexibilizar para novas soluções, como anúncios de todos os formatos. O impresso tem apelo sensorial e o ser humano é guiado por toques, emoções e sensações”, frisou ao encerrar o evento com o tema “Na mídia impressa, ser criativo é ainda mais importante”. Andrea Costa, do Grupo Abril e Marjorie Fryszman, dos Correios foram as expositoras do painel “A Comunicação Impressa em Números”, mediado pelo jornalista Paulo Macedo, editor da PropMark, no qual se apresentaram métricas e cases ilustrativos da eficiência da comunicação impressa.


O volta às aulas da DAC A empresa se preparou com muitas novidades e que vão além dos vários lançamentos em produtos. Para o período, a marca lançou dois concursos culturais: um exclusivo para blogueiras e outro para consumidores com o título “O melhor caminho para o futuro” que está sendo divulgado nas mídias sociais. A empresa também investiu fortemente nos pontos de venda com promotores e materiais promocionais. Concursos e suporte aos lojistas fazem parte das ações da DAC para o volta às aulas.

Reis Office estreita relacionamento com parceiros comerciais Em pesquisa, o IDC revelou que as vendas de impressoras no primeiro semestre de 2015 caíram 13,7% em comparação ao mesmo período do ano passado. Em receita, foram movimentados US$ 380,85 milhões, um resultado 9,8% menor que o alcançado em 2014. Mesmo o setor apresentando queda, a distribuidora Reis Office – especializada em soluções de impressão e digitalização – mantém resultados positivos e próxima a seus parceiros. “Em tempos de recessão, investir, por exemplo, em suporte técnico facilita a aproximação e mostra a força da parceria para melhorar o relacionamento”, ressalta José Martinho Reis, presidente e sócio fundador da distribuidora

Em 2016, os produtos escolares estão, em média, até 10% mais caros Segundo a Associação Brasileira dos Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares e de Escritório (ABFIAE), nos últimos 12 meses, o preço do material escolar teve um aumento, em média, de 10% e para este ano, a expectativa é de que esta elevação se mantenha. “Por conta da desvalorização do real, do aumento dos insumos, e da mão de obra, os artigos de papelaria estão mais caros. Os produtos fabricados no país, como caneta, borracha e massa escolar podem ter um aumento de até 12% que os produtos importados, como mochilas, lancheiras e estojos que terão aumento entre 20% e 30%”, explica Rubens Passos, presidente da ABFIAE. A tributação excessiva também é uma das grandes vilãs e impacta profundamente no valor dos produtos escolares. Recentemente, o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) divulgou que esses artigos são taxados em até 47%, como no caso das canetas. Itens como apontador e a borracha escolar têm alíquota de 43%; caderno universitário e lápis, 35%. 


Giro

CiS apresenta a campanha “Cores para toda Vida” No ano em que comemora 22 anos, a marca de artigos para papelaria CiS planeja várias ações de branding visando fortalecer sua projeção em todo o País. O objetivo é alcançar um público de 10 milhões de pessoas com a nova campanha e obter crescimento de vendas de até 15% em comparação a 2015. Batizada de “Cores para toda Vida” a campanha 2016 da CiS engloba divulgações em diferentes mídias, ações em pontos de venda e uma forte divulgação através de blogs e redes sociais. No volta às aulas 2016, a meta é potencializar ao máximo a A campanha 2016 visibilidade da marca em todo o Brasil. da CiS engloba Além de abastecer lojas com um portfólio de produtos composto por mais de 500 itens – divulgações em com destaque para a linha de lápis de cor e canetinhas hidrocores, carros-chefes da CiS – a diferentes mídias, empresa contará com o apoio de um time de blogueiras de peso que reúne nomes como ações em pontos de Patrícia Maldonado, Mariana Belém, Raka Minelli, Glauciana Nunes e Loreta Berezutchi. venda e uma forte Juntas, elas falam para um público de mais de 1 milhão de seguidores. divulgação através de Comprometida com o desenvolvimento da educação no Brasil, a CiS também organiza blogs e redes sociais. várias ações através do Clube do Educador, que tem mais 55 mil seguidores, entre eles professores, coordenadores de ensino, além de pais de alunos. A iniciativa em prol das boas práticas de educação e do desenvolvimento de conteúdo já deu vida a mais de 400 projetos criativos em todo o País, sempre com o foco no educador. Para se preparar para as ações de 2016, ao longo de 2015 a CiS dedicou-se a um extenso trabalho de branding com o objetivo de fortalecer ainda mais a marca no mercado. Além de lançar produtos, todas as embalagens ganharam um novo padrão de cores. Todos os itens da marca destacam-se por possuir o certificado ISO 9001/ICEPEX, sinônimo de confiança e excelência, de acordo com os padrões internacionais. 

Foroni participou de ação no Morro do Vidigal (RJ) com a distribuição de cadernos e agendas escolares O evento “Esporte e Educação – Construindo o amanhã” realizado no mês de janeiro no Morro do Vidigal (RJ) fez parte de uma parceria entre a Foroni e o projeto da Vila Olímpica, o Vidiga na Social. Cerca de 800 crianças da comunidade participaram de brincadeiras, lancharam e ganharam cadernos e agendas. E ainda puderam conhecer de perto o surfista Gabriel Medina (embaixador dos Jogos Cariocas de Verão que aconteceram até o final de janeiro), que foi bater um papo com a criançada para mostrar como o esporte pode ser importante na superação de desafios e no crescimento social. A Foroni doou 3 mil cadernos e agendas escolares da linha Gabriel Medina e também da linha Rio 2016, em homenagem às Olimpíadas. Estiveram presentes no evento os atores Thiago Martins e Roberta Rodrigues, que ajudaram na distribuição dos cadernos e agendas.

O surfista Medina (ao centro) e os atores Roberta Rodrigues e Thiago Martins durante o evento “Esporte e Educação”, no Morro do Vidigal, em que a Foroni distribuiu 3 mil cadernos e agendas escolares.

36


Escolar & Papelaria

Pretinho nada básico A BIC® apresenta cores vibrantes em sua nova linha de lápis preto Evolution Neon. Com o corpo em tons fluorescentes de amarelo, verde, rosa e laranja, tem a ponta totalmente preta, o que resulta em um acabamento diferenciado do produto.

Uma cola e diferentes possibilidades A Cola Universal Artesanato, da Rendicolla, é livre de totueno e indicada para os mais diferentes tipos de trabalhos manuais. Pode ser aplicada em várias superfícies, tais como: papel, papel cartão, couro, renda, tecido, cortiça, passamanaria, madeira balsa, acrílico, PVC, plásticos, entre outros.

Livro de colorir tem proposta diferenciada O livro de colorir da Faber-Castell “Color PXL Lugares Incríveis” integra o universo digital ao analógico e traz 29 lugares incríveis de várias partes do mundo. A mecânica é a mesma da plataforma digital colorpxl.faber-castell. com.br, onde a pessoa é surpreendida ao conhecer os desenhos após colorir os pixels, no caso do livro na sua parte final, a pessoa se preferir saber o que vai pintar, pode consultar o gabarito de roteiros. A novidade estará disponível por meio de um pack especial, onde o livro é grátis na compra do EcoLápis de cor 24 cores. Além disso, o livro também acompanha um guia de cores.

38


Várias opções em etiquetas autoadesivas Para este ano, a marca Pimaco traz diferentes novidades em sua linha de etiquetas. Com a mesma aparência de um quadro negro, disponível em papel A5 e com recortes diferenciados, tem a Etiqueta Preta; stickers nos temas namoro, amizade e viagem são disponibilizadas nas Etiquetas para Scrapbook; em formato de estrelas e nas cores prata e ouro há as Etiquetas para Identificação; Animals e Pop Rock são os temas da Etiquetas Escolares e para finalizar o mix, há os Marcadores de Abas nas cores vermelha, amarela, verde, azul, laranja e magenta.

Mochilas para diferentes públicos A DAC apresenta nove novos modelos de mochilas escolares, aproveitando o gancho da pesquisa de tendência realizada para a coleção volta às aulas 2016. Com alças almofadadas e resistentes, bolsos com zíper, repartições internas, tecidos de alta qualidade e apliques de detalhes em metal há opções como a Princess Skull em matelassê na cor pink; Vintage Style, nas versões preta e roxa, com ilhós dourado e estampas animal print; So Cute em PVC nobuk na cor goiaba e estampa étnica e a linha Love Heart com etiqueta em metal, PVC preto com aplicação de tachas e detalhes em jeans com fita de cetim.


Licenças

As divertidas agendas escolares Quando o assunto é agenda escolar, uma marca é expert: a Foroni, que este ano traz modelos como da Galinha Pintadinha, Minions, Peppa Pig e muitos outros personagens. Com capa dura e duas opções de ilustrações, as agendas, no modelo lombada costurada e com laminação brilho, têm miolo decorado, são permanentes e possuem 1 dia por página.

Dos contos de fadas para a sala de aula A encantadora Cinderela, que em 2015 esteve também nas telas do cinema, e tem uma grande legião de fãs, ganhou diferentes versões de cadernos. A responsável por isso foi a Tilibra que desenvolveu o caderno universitário (com hot stamping dourado, guarda e miolo decorados, bolsa portfólio e folha de adesivo), além dos brochuras nos tamanhos universitário e ¼, cartografia e desenho, com guarda decorada e folhas de adesivos.

40


Licenças

Linha Star Wars Star Wars “O despertar da força”, que chegou nos cinemas em dezembro de 2015, agora ilustra uma coleção de cadernos (brochuras, pedagógicos e universitários) da Jandaia, além de agendas, fichários e gifts. São cinco linhas: Star Wars Rebels, Star Wars Classic, Star Wars Trends, Star Wars Trooper e Star Wars Episódio VII.

O carisma do famoso beagle Ele chegou aos 65 anos e em janeiro estreou nos cinemas. Snoopy e toda a sua turma (Woodstock, o célebre passarinho amarelo, Charlie Brown, Lucy, Linus e Patty Pimentinha) estão em diferentes produtos escolares, de papelaria e nos gifts da Imaginarium, que lançou almofadas de pescoço, canecas, copos térmicos, avental, bandeja de laptop e porta-retratos dos personagens.

42


Pn137site  
Pn137site  
Advertisement