Page 1


2


Editorial

DIREÇÃO Paschoal Sabatine paschoal@papelariaenegocios.com.br William Gimenes william@papelariaenegocios.com.br PUBLICIDADE Marco Aurélio Sabatine marco@papelariaenegocios.com.br JORNALISTA RESPONSÁVEL Lia Freire (MtB 30.222) redacao@papelariaenegocios.com.br PROJETO GRÁFICO, DIAGRAMAÇÃO Cristiana Lacutissa/Vitor Lacutissa CL Studio (11) 2749-0738 clstudio@terra.com.br

Como anda o atendimento em sua loja? Quem já não entrou numa loja e teve a sensação de que ficou “invisível” por ter passado despercebido pelos vendedores? Ou então, foi destratado? Nestas situações, o mais provável é que o cliente nunca mais volte, não indique a loja e espalhe que o atendimento é bem ruim, algo desastroso para o comércio. Por que, o que parece ser tão simples e óbvio no comércio, o bom atendimento, dá a nítida impressão, em determinadas situações (e não são poucas), que se perdeu? É claro que com o passar dos anos os hábitos mudaram e, sem dúvida, o consumidor já não é mais o mesmo. Ele está muito mais exigente e bem informado, conclusão: o atendimento também não deve ser o mesmo que o observado há anos atrás, envolvendo alguns aspectos, nada dispensáveis, quando se deseja obter lucratividade e longevidade nos negócios. Uma abordagem

CAPA Patricia Chammas

comercial deve no mínimo considerar algumas perguntas básicas sobre o que

ADMINISTRAÇÃO E PUBLICIDADE Av. Alcântara Machado, 924 cj. 03 – Brás – CEP 03102-001 – São Paulo Fones (11) 3207-3896 / 3271-5867 pn@papelariaenegocios.com.br www.papelariaenegocios.com.br

tema conversamos com o consultor e diretor executivo da V2 Consulting, Vladi-

o cliente deseja e seus gostos, bem como, as preferências. Para falar sobre o mir Valladares. Confira! Em plena temporada de negócios para o volta às aulas 2014 fomos saber do mercado quais as expectativas para o período. Há certa cautela quanto às projeções, mas é claro, todos esperam ser surpreendidos positivamente e concordam que é preciso empenho ao máximo para beneficiar-se da data. Cada um traça a sua estratégia e segue rumo a 2014. E, por falarmos em volta às aulas, os estojos escolares são acessórios bastante procurados na época, por isso, apresentamos as novas referências. E nesta edição da Papelaria & Negócios também destacamos as tendências na categoria de organizadores de mesa, as novidades em carimbos e maquinários para confeccioná-los, representando uma boa oportunidade para o lojista incrementar

A Revista Papelaria e Negócios é uma publicação mensal da Top Brasil Editora dirigida a lojistas e fornecedores de artigos para papelaria e informática. Circulação nacional.

O conteúdo dos artigos e as declarações textuais contidas nas reportagens da Revista Papelaria & Negócios são de responsabilidade dos articulistas e entrevistados.

os negócios. A poucos meses do Natal já é a hora de pensar em um mix especial para a data, por isso, fomos checar os cartões, as embalagens e algumas sugestões de presentes para as papelarias trabalharem. Boa Leitura!

4


Sumário

14 30

08 Marketing e Negócios 14

Entrevista

24

Categoria de Produto

30 Raio X dos Negócios

24

36 Negócios 54 Mercado

52

66 Fornecedor

68

66

88

84

6

68

Tendência

77

Licenciamento

84 Prateleira 88 Prateleira Especial


Marketing & Negócios

Está no ar o novo site da DAC Mais dinâmico, com novos conteúdos, de fácil navegação e links de acesso para o facebook, twitter e o blog da empresa. É desta maneira que o novo endereço eletrônico da DAC é apresentado. Além das notícias da empresa, os internautas terão acesso ao catálogo, inclusive poderão fazer download. Há ainda um moderno sistema de busca de produtos. www.dac.com.br

As novidades no site da Cadersil Informações sobre produtos, lançamentos e detalhes de cada linha são disponibilizadas pela Cadersil em seu site, que foi reformulado para oferecer mais interatividade aos internautas e conexão com as mídias sociais. A partir de agora, trará links para o facebook, e assim curtir as páginas relacionadas à Cadersil, Instagram e conferir as fotos ou assistir aos playlists no Youtube. Também será possível votar nas enquetes semanais, e ainda, manter-se informado sobre o que anda acontecendo no mundo da moda, esporte, cotidiano, música, cinema, gastronomia, entre outros, com conteúdo exclusivo e atual. A proposta do endereço eletrônico é manter contato direto com os consumidores e estar em perfeita sintonia com o mercado. www.cadersil.com.br

8


Marketing & Negócios Carbrink completa 37 anos Fundada em 1976, na vila Carrão (zona leste de São Paulo) por José Angelo Miranda, a empresa inicialmente industrializava datadores e numeradores, depois incrementou o portfólio com carimbos educativos e recreativos, obtendo uma importante projeção em virtude destes itens, o que a levou a investir num parque fabril de 25 mil metros quadrados, também na zona leste de São Paulo onde permanece até hoje. De lá para cá também não deixou de investir em infraestrutura, nas máquinas, equipamentos e novas tecnologias que permitissem obter excelência na qualidade e expandir os negócios, produzindo produtos escolares e de organização. Vale ressaltar ainda, os investimentos na criação de um novo departamento de marketing. Após a aposentadoria de José Angelo, em 1989, a direção da empresa ficou a cargo de seus três filhos: Geraldo, Cibele e Valter. Atualmente, membros da terceira geração da família começam a dedicar-se à empresa, seguindo a filosofia de trabalho do fundador, ou seja, o máximo de perfeição dentro do conceito da qualidade, atuando nos segmentos de papelaria, brinquedos educativos e recreativos, além dos carimbos (destacando-se a linha de autoentintados Traxx Printer) e das máquinas e insumos para a fabricação de carimbos. A diretoria da Carbrink aproveita o momento para agradecer os seus colaboradores que assimilaram a filosofia de trabalho da empresa, aos seus parceiros comerciais que acreditam nos produtos e no trabalho da Carbrink e, sobretudo, aos consumidores, reiterando que não medirá esforços para levar ao mercado sempre as melhores soluções. www.carbrink.com.br

10

Hoje, a Carbrink tem um amplo portfólio, que inclui carimbos, máquinas e insumos, brinquedos, itens escolares, de organização, entre outros.


Chamex tem novo posicionamento

A International Paper tem um novo posicionamento para a sua marca de papéis para imprimir e escrever Chamex. Com o slogan “É melhor pôr no Chamex”, o novo conceito foi desenvolvido a partir de pesquisa com consumidores que indicou a percepção que eles têm sobre a marca. “O objetivo é ressaltar a superioridade na qualidade do Chamex e nos mantermos como líderes de mercado no segmento de papel. Chamex é percebido como uma marca superior em qualidade e praticidade, por isso a ideia de posicioná-la como referência quando o assunto for papel”, destaca Nilson Cardoso, diretor comercial.  A campanha do novo posicionamento, assinada pela agência Sabbre, contará com uma série de anúncios com situações corporativas e residenciais em revistas, emissoras de rádio, pontos de vendas, mídias de elevador, portais, outdoors, cinemas e nas redes sociais. “Queremos ressaltar justamente as qualidades do nosso papel, que é fácil de ser encontrado, pode ser utilizado em diversas situações e está com o consumidor onde ele estiver, por isso, ele pode confiar”, ressalta Cardoso. O novo slogan é uma derivação do posicionamento anterior “Expresse o seu melhor”, que agora faz parte da nova identidade da marca. “Acreditamos que para expressar o seu melhor, é importante se organizar, planejar e pôr tudo isso no Chamex”, explica.  www.internationalpaper.com.br Chamex tem novo slogan: “É melhor pôr no Chamex”, desenvolvido a partir de pesquisa com consumidores que indicou a percepção que eles têm sobre a marca.


Marketing & Negócios Maxprint tem campanha antecipada de volta às aulas para as papelarias A empresa já começou a sua campanha de volta às aulas. Desde setembro, as papelarias e grandes redes que realizarem compras antecipadas, terão até 150 dias para iniciar o pagamento. “Essa iniciativa contribui para que as lojas se programem para aquele que é considerado o melhor momento para o setor”, destaca Adelaide Anzolin, diretora comercial da Maxprint. Em 2013, o consumo de material escolar cresceu 13% no Brasil em relação a 2012, segundo o Pyxis Consumo, ferramenta de dimensionamento de mercado do IBOPE Inteligência. Para o próximo ano, a expectativa é manter o mesmo índice de crescimento.Os produtos da Maxprint mais procurados pelas papelarias e revendas são colas em bastão, marcadores de texto, permanentes, canetas para quadro branco, retroprojetor, CD e DVD, canetas esferográficas, borrachas e corretivos, tesouras e calculadoras. www.maxprint.com.br

Targus adere ao programa de parceria de acessórios para mobilidade da Samsung

A Targus passará a oferecer uma gama completa para os dispositivos móveis da Samsung.

Fabricante global das mochilas para laptops, a Targus Inc, acaba de anunciar que aderiu ao Programa de Parceira de Acessórios para Celular Samsung (SMAPP), com isso, passará a oferecer uma gama completa para os dispositivos móveis da Samsung com o selo indicativo de acessório projetado para produtos da marca, atendendo a todos os perfis do “cliente móvel Samsung”. “Estamos entusiasmados com o Programa de Parceria da Samsung para proporcionar aos consumidores produtos que combinam a mais alta proteção de qualidade com funcionalidade superior”, disse Bob Shortt, vice-presidente sênior de vendas e marketing da Targus Inc . “Os consumidores móveis já confiam na marca Targus, e com o logotipo impresso para o Samsung Mobile na embalagem dos produtos, eles podem ter certeza de obter a melhor solução para o seu dispositivo.” Todos os cases Targus e acessórios para dispositivos móveis da Samsung, podem ser encontrados em lojas especializadas, megastores e lojas da web, inclusive no Brasil. www.targus.com/br

12


Entrevista

Não se consegue desenvolver relacionamento e capturar informações relevantes para as vendas se não houver a mínima capacidade de atender bem a todos que passam pela loja

“Atendemos bem para atendermos sempre”. Será?

Vladimir Valladares Consultor e Diretor executivo da V2 Consulting

14


Décadas atrás, quando era comum encontrarmos nos comércios, as plaquinhas com os dizeres: “Atendemos bem para atendermos sempre”. “Obrigado pela preferência” ou “Volte sempre”, inclusive estampados em saquinhos e sacolinhas, realmente pareciam ser mais do que frases de efeito, a impressão era que os lojistas levavam a sério o lema de que se atendessem bem o cliente, ele voltaria e o negócio se perpetuaria. Quem já não entrou numa loja e teve a sensação de que ficou “invisível” por ter passado despercebido pelos vendedores? Ou então, foi destratado? Nestas situações, o mais provável é que o cliente nunca mais volte, não indique a loja e espalhe que o atendimento é bem ruim, algo desastroso para o comércio. Por que, o que parece ser tão simples e óbvio no comércio, o bom atendimento, dá a nítida impressão, em determinadas situações (e não são poucas), que se perdeu? É claro que com o passar dos anos os hábitos mudaram e, sem dúvida, o consumidor já não é mais o mesmo. Ele está muito mais exigente e bem informado, conclusão: o atendimento também não deve ser o mesmo que o observado há anos atrás, envolvendo alguns aspectos, nada dispensáveis, quando se deseja obter lucratividade e longevidade nos negócios. Uma abordagem comercial deve no mínimo considerar algumas perguntas básicas sobre o que o cliente deseja e seus gostos, bem como, as prefe-

“Quanto mais eu conheço o comportamento do meu cliente potencial, melhores serão as minhas condições para definir as estratégias de vendas, preço e a melhor abordagem do vendedor”, Vladimir Valladares.

rências. “Não gosto de falar sobre a qualidade dos profissionais. Prefiro tratar a questão do perfil dos profissionais contratados, porque temos hoje uma dificuldade, no mercado em geral, para encontrar e contratar profissionais com as competências requeridas. E quando se contrata um que não tem o perfil que se precisa, não adianta pensar que ao aplicar um treinamento estará compensando essa deficiência, porque isso não é verdadeiro. Invista na identificação do perfil mais adequado de vendedor e em um bom programa de capacitação, customizado para o negócio e para o público de interesse”, ensina o consultor Vladimir Valladares e diretor executivo da V2 Consulting, graduado em Administração de Empresas, com pós-graduação em Qualidade e Produtividade pela Fundação Vanzolini/Escola Politécnica da USP, com mais de 20 anos de experiência nas áreas de Gestão, Qualidade, Processos e Relacionamento com Clientes. Confira a entrevista que Valladares concedeu à Papelaria & Negócios: Revista Papelaria & Negócios – Em seu artigo “Atendimento ao cliente do varejo merece dinâmica diferenciada” é mencionado que o lojista deve filtrar e analisar as oportunidades que cada experiência traz. Como fazer isso e em quais ocasiões? Vladimir Valladares – Toda vez que acontece uma venda, ou mesmo quando há insucesso na sua realização estamos diante da oportunidade para identificar os gostos, preferências e fatores que levaram o cliente a decidir pela compra, assim como, é importante para se verificar a atratividade do produto que está sendo avaliado. Quanto mais eu conhecer o comportamento do meu cliente potencial, melhores serão as minhas condições para definir as estratégias de vendas, preço e a melhor abordagem do vendedor. Somado a isso,


Entrevista quando identifico o nível de atratividade, de aceitação ou rejeição de um produto, tenho condições de calibrar meus estoques adequadamente, reposicionar a exposição no ponto de venda e até mesmo interagir e estreitar o relacionamento com os fornecedores. Revista Papelaria & Negócios – Quais os benefícios em adotar esta postura? Vladimir Valladares – Como disse anteriormente, trabalhando desta maneira é possível conhecer o público que visita a loja e assim posicionar adequadamente produtos, preços, condições comerciais e estabelecer relacionamentos para agradar diretamente este público. Fatores estes cruciais para o sucesso das vendas. Devido à evolução no comportamento dos consumidores e o acirramento da concorrência, já não basta simplesmente ter um ponto comercial bem estruturado, com bons produtos na vitrine e vendedores à disposição para atender os clientes. Para ter êxito nas vendas, torna-se preciso utilizar a chamada “inteligência de negócio” e de “processos”. Eu posso ter vendedores natos, que produzem bons resultados, mas quando se soma a capacidade dos vendedores a uma estratégia bem definida e a processos pensados para atrair e ofertar produtos do interesse do público alvo, os resultados são potencializados. Revista Papelaria & Negócios – Quais são os pontos de maior vulnerabilidade no relacionamento entre os lojistas e os consumidores finais? Vladimir Valladares – Não se consegue desenvolver relacionamento e capturar informações importantes para as vendas se não houver a mínima capacidade de atender bem a todos que passam pelo estabelecimento. Quem é bem atendido, volta, indica e torna-se um promotor de vendas. Porém, mais do

que isso, o bom atendimento cria uma relação de confiança e um ambiente favorável para a troca de importantes informações, que serão utilizadas para se chegar à venda. Revista Papelaria & Negócios – Fala-se da necessidade em adotar estratégias e rotinas diferenciadas, que permitem identificar o perfil e as preferências dos consumidores. Teria exemplos? Vladimir Valladares - Os exemplos variam de negócio para negócio, mas exemplificando de forma extrema, podemos utilizar, a situação daquelas lojas em que o vendedor, em sua primeira fala, já menciona que o produto que o cliente está olhando pode ser pago em até 10 vezes sem juros e em qualquer cartão. Ele não sonda o que o consumidor busca, nem valoriza o produto ou sequer busca informação para saber a forma de pagamento de preferência. Ele faz uma abordagem padrão e espera “O bom atendimenter sucesso na maioria das situações. Agora, vamos imaginar este mesmo vendedor, com to cria uma relação de esta mesma abordagem, em uma loja de veíconfiança e um ambiente culos importados de luxo. Um potencial comfavorável para a troca de prador gostaria de escutar que o produto pode importantes informações, ser pago em até 10 vezes? Certamente não! E, que serão utilizadas para para esse público, seria até uma ofensa uma citação deste tipo, porque é bem provável que se chegar à venda.” quem busca a compra de um automóvel de elevado valor não esteja tão preocupado com a prestação mensal ou a fatura do seu cartão de crédito. E assim é para cada público. Um pipoqueiro, em outro exemplo, ao servir todos os clientes da mesma forma, colocando sal ao seu gosto no saquinho das pipocas, será que atenderá bem um consumidor que tem hipertensão? Portanto, uma abordagem comercial deve no mínimo considerar algumas perguntas básicas sobre o que o cliente deseja e seus gostos e preferências. Observar a vestimenta, os gestos e a forma de se expressar do consumidor já permitem ao vendedor fazer algumas leituras preliminares para “encaixar” a sua abordagem. No entanto, não se pode confiar fielmente apenas no que está sendo visto, isso pode gerar graves enganos, por outro lado, em um primeiro momento pode evitar colocações ou ofertas que tragam riscos e não agradem de início. Revista Papelaria & Negócios – Em sua opinião qual a razão da falta de interesse em descobrir os hábitos dos clientes?

16


Entrevista Vladimir Valladares - Há vendedores que acreditam que quanto mais clientes atender, mais irão vender. E isso pode ser verdade quando o produto ou a marca atraem muitos consumidores que, inevitavelmente, consomem na loja. A própria pressão por metas pode levar alguns vendedores a terem essa “pressa”. Quantos não atendem mais de um cliente ao mesmo tempo? Mas, o conceito de CRM - Customer Relationship Management, que fundamentalmente sustenta o que estamos falando, é desconhecido por muitos comerciantes. Mesmo porque, o uso básico da tecnologia contribui para se aplicar algumas das questões que estamos abordando, porém, muitos comerciantes ainda não utilizam todos os recursos tecnológicos disponíveis. Revista Papelaria & Negócios – Como analisa o atendimento no varejo brasileiro? Vladimir Valladares - A minha visão é de que o atendimento pessoal é bom, mas com espaço para melhoras, justamente no processo de abordagem inicial do cliente, bem como, no estabelecimento de ações de relacionamento (ainda que remotas), para que o cliente seja um visitante mais frequente da loja. Revista Papelaria & Negócios – Quais os aspectos mais críticos e quais melhoraram no quesito atendimento? Vladimir Valladares - O ponto crítico está exatamente no atendimento inicial, onde a relação entre o consumidor e a loja começa a ser traçada. Começando bem, as chances de vendas aumentam. Quando inicia mal, é praticamente uma oportunidade perdida. Mas, eu vejo justamente essa preocupação com o bom atendimento, o ponto que mais vem avançando no comércio. Temos hoje, pequenos comércios com páginas no facebook, websites e outros canais de contato com o seu público e

isso, até pouco tempo atrás, não existia. Revista Papelaria & Negócios – Sobre a qualidade e o preparo dos profissionais/atendentes das lojas, o que tem a dizer? Vladimir Valladares - Não gosto de falar sobre a qualidade dos profissionais. Prefiro tratar a questão do perfil dos profissionais contratados, porque temos hoje uma dificuldade, no mercado em geral, para encontrar e contratar profissionais com as competências requeridas. E quando se contrata um que não tem o perfil que se precisa, não adianta pensar que ao aplicar um treinamento estará compensando essa deficiência, porque isso não é verdadeiro. O treinamento certo precisa estar acompanhado do profissional correto. Falhar em um ou outro, indica que algo se perderá pelo caminho. Sobre treinamentos, há muitos progra“Invista na identificamas de capacitação no mercado, mas poução do perfil mais adequa- cos deles levam em consideração o perfil de do de vendedor e em um cada negócio e dos clientes, até porque para bom programa de capaci- o pequeno comércio fica mais difícil contratar algo customizado devido os valores serem tação, customizado para o superiores aos de treinamentos abertos, com negócio e para o público conteúdo generalista. A dica nestes casos, quando possível, seria que cada comércio tede interesse.” nha alguém que consiga pegar os conceitos do atendimento ao cliente e vendas e a partir disto prepare um material próprio e exclusivo para a equipe. Revista Papelaria & Negócios – Até que ponto o lojista tem responsabilidade nesta questão da qualidade e preparo do profissional? Vladimir Valladares - Ele tem total responsabilidade na medida em que toma todas as decisões do negócio e acompanha o dia a dia da sua loja. Ele é o “radar” que deve captar a necessidade para contratações, treinamentos, mudança de produtos, de política comercial etc. Revista Papelaria & Negócios – Também no seu artigo, afirma-se que “as relações de consumo se tornaram mais complexas nos últimos anos”. Poderia destacar alguns aspectos que denotam essa complexidade? Vladimir Valladares - Os consumidores têm muito mais informações sobre os produtos, da concorrência, de preços, condições e, portanto, estão mais exigentes na busca do melhor negócio. Os

18


lojistas precisam acompanhar este perfil de consumidor para não ficar para trás. Hoje, um cliente está dentro de uma loja ou em frente a uma vitrine, vendo um produto e preço e, pelo telefone celular, acessa uma loja virtual para saber se o preço está interessante. Quando se pensou, há poucos anos atrás, que se poderia ter um concorrente atuando dentro da minha própria loja? Revista Papelaria & Negócios – Mediante este cenário, qual deve ser o posicionamento do lojista? Vladimir Valladares - Os lojistas precisam conhecer os seus concorrentes, estejam eles onde estiver, para ter domínio total do que oferece aos seus clientes e, principalmente, dos seus diferenciais para convencer o consumidor a comprar em sua loja. Revista Papelaria & Negócios – Atualmente o varejo brasileiro está mais profissional? Qual a sua opinião a esse respeito? Vladimir Valladares - Sim, sem dúvida. Temos o uso crescente de tecnologias que melhoram o gerenciamento dos negócios. A expansão no mercado das franquias, que já utilizam de práticas profissionais de gestão em todas as áreas, tem servido como referência para o comércio em geral. Revista Papelaria & Negócios – Qual a análise em relação à gestão atual do varejo e o seu futuro? Vladimir Valladares - Assim como a economia, acredito ainda em um grande espaço para a evolução do varejo, talvez com o surgimento de lojas cada vez mais direcionadas a públicos específicos, as lojas de nicho. Os estabelecimentos que se propõem a agradar a todos, talvez precisem se reposicionar, pois não é possível agradar todo mundo a todo momento. Então, o varejo terá que ser bom naquilo que fizer. A preocupação que tenho está ligada à questão da segurança pública nos centros urbanos e o quanto as lojas de bairro terão tranquilidade para seguirem adiante neste ambiente e, também, às grandes redes que podem, com poderio desigual, ocupar o espaço dos pequenos comércios. Revista Papelaria & Negócios – Que mensagem deixaria? Vladimir Valladares – Invista na identificação do perfil mais adequado de vendedor e em um bom programa de capacitação, customizado para o negócio e para o público de interesse. E, que nesse treinamento do vendedor, inclua técnicas para sondagem e captação de importantes informações para melhor conhecimento do consumidor e nos argumentos que devem ser utilizados para se chegar à venda.

20


22


Categoria de Produtodos Negócios

Soluções que

organizam e decoram Com a correria do dia a dia e o tempo cada vez mais esFundamentais para manter os ambientes organizados, bonitos e decorados, as peças para organização ganham um novo status

Trabalhando com peças em poliestireno, a Dello oferece diferentes opções de caixas para correspondência.

casso, a organização, seja no âmbito pessoal ou profissional se tornou essencial. Com isso, a demanda por itens para organizar os home offices ou escritórios cresce consideravelmente. A empresa Dello, especialista em desenvolver estes produtos, afirma que o mercado está aquecido há algum tempo, com uma média de crescimento de 10% ao ano. Trabalhando com peças em poliestireno, o fabricante oferece ao mercado, caixas para correspondência (simples, dupla, tripla, nas orientações horizontal e vertical); diferentes versões de porta caneta; porta revista; maletas organizadores e organizadores com pastas suspensas, todos desenvolvidos em cores clássicas a vibrantes. “Também apostamos nos itens com design arrojado, moderno e damos ênfase à durabilidade e qualidade. É fato que a procura ainda concentra-se nas peças de cores azul, cristal e fumê, especialmente entre o público executivo, porém este mesmo consumidor, assim como o público mais jovem, está em busca de peças coloridas e com design diferenciado. Estes atributos atraem tanto por facilitar a organização (por cores), quanto na questão da personalização dos ambientes de trabalho”, analisa Juliana Rett, gerente de marketing e relações públicas da Dello. Em pesquisa de observação no ponto de venda, a Dello constatou que 75% dos consumidores ao decidirem pelos itens de organização, seguem a seguinte ordem de importância: custo-benefício, design e marca. “E, na categoria de organizadores de mesa, se posicionam de uma maneira mais forte na decisão de compra do consumidor, os porta canetas, os arquivos organizadores e as caixas para correspondência”, cita Juliana.

24


Cores, formatos e madeiras certificadas A marca Waleu aposta nas cores e novos formatos de seus organizadores para atrair os consumidores. Recentemente, a empresa lançou o Trio Plus (que reúne em uma única peça o porta caneta, porta clips e porta lembrete), nas cores rosa, branco e preta; as caixas para correspondência nas versões individual, dupla e tripla móvel nas tonalidades preta e rosa; os gaveteiros branco e rosa e o suporte para monitor e notebook preto e cinza. A Carbrink constantemente investe em novidades e agora prepara mais um lançamento, o Trio de Mesa, que está mais compacto e com novo design, nas cores cristal e opacas. Entretanto, o maior destaque desse lançamento, segundo o fabricante, será o valor de venda, bastante competitivo. Em seu portfólio, a Carbrink tem ainda as caixas de correspondências, fixas ou móveis (dupla ou tripla) em cores cristais e fumê, além da black. “Vale ressaltar que o grande diferencial dos nossos produtos está na qualidade e durabilidade das peças”, afirma Valter C. Miranda, diretor comercial da Carbrink. Peças em MDF, com madeira de reflorestamento de empresas certificadas, são os destaques da indústria Stalo, que utiliza no acabamento tinta e verniz ultravioleta, que de acordo com o fabricante, garantem acabamento perfeito e uniforme, além de contribuir para a durabilidade dos produtos, como a papeleira modular, porta papéis/revisteiro e o suporte para monitores. “Também produzimos peças que embora não sejam para uso em mesa, estão dentro do nicho de organizadores, como os cestos para papéis e os gaveteiros. Inclusive, estamos desenvolvendo para estes últimos uma nova linha”, adianta Adriano Timber, gerente comercial da Stalo.

Em suas peças, a Dello procura criar um design arrojado.

A cor rosa vem em diferentes produtos da Waleu.


Categoria de Produto Mil e uma utilidades

Expositor modular, da Acrimet, permite que seja pendurado em baias ou divisórias ou parafusado em paredes.

A porta correspondência Flex é a grande novidade da Acrinil. A peça permite montagem “escadinha”, modular e invertida para 4 andares. “Além do design inovador, a peça apresenta uma cartela de cores que dará mais “vida” ao ambiente. Temos ainda o display triplo com suporte de monitor, reunindo duas funcionalidades em um único produto”, descreve Ademir Felix Vernice, presidente da Acrinil. Completam as opções de organizadores da empresa, o seguintes itens: o porta lápis/ clips/lembrete, porta revistas e diferentes opções de porta correspondência, todos desenvolvidos em poliestireno e cores translúcidas, para combinar com vários estilos de ambientes. Já são 41 anos atuando no segmento de produtos para organização e a Acrimet possui uma abrangente linha de itens para facilitar e organizar o dia a dia do escritório, casa e home office. “Hoje em dia, percebemos que as pessoas procuram peças que organizem o maior número de itens ocupando o menor espaço possível”, observa Natália Gastaldo, gerente de marketing da empresa. Em seu portfólio, a Acrimet oferece organizadores de mesa em diversos modelos e tamanhos, seis modelos de caixas para correspondência, organizador de gavetas, fichários de mesa, registradores AZ, organizadores de escritório, porta revistas, além do Mini e Maxi Office, que são organizadores de mesa que acompanham acessórios e seguem esta tendência de uma única peça para organizar mais de um item. “O posicionamento da Acrimet é o de oferecer ao mercado produtos de alta qualidade, sem rebarbas e perfeita estabilidade sobre a mesa, duráveis e que criem um ambiente de trabalho mais agradável. Possuímos um departamento de desenvolvimento de produtos que trabalha para oferecer peças que superem as expectativas, com design arrojado e ergonomia, facilitando e

Diversidade nas caixas de correspondência e expositores para atender a qualquer demanda. Produtos Acrimet.

A porta correspondência Flex é a grande novidade da Acrinil. A peça permite montagem “escadinha”, modular e invertida para 4 andares.

26


organizando o dia a dia de maneira prática e eficiente, sem deixar o estilo de lado. Nós fomos, por exemplo, pioneiros quando lançamos a linha rosé para o público feminino”, lembra Natália. Dentre as recentes novidades trazidas pela Acrimet, destacam-se: o Maxi Office, com base giratória de 360°, é um organizador de mesa que vem com lápis, caneta, régua, borracha, clips, grampeador, grampos, papel lembrete, tesoura e estilete; e a caixa de correspondência Facility Frontal. Segundo o fabricante, é a maior caixa de correspondência do mercado, já que tem maior capacidade de armazenagem de documento e maior facilidade de manuseio devido a maior distância entre as bandejas. Este ano, a Acrimet lançou uma nova família de organizadores e expositores, como o expositor modular em que o consumidor pode adquiri-lo conforme

A Stalo destaca suas peças em MDF, com acabamento em verniz ultravioleta para maior durabilidade.


Categoria de Produto sua necessidade. Ele acompanha suportes, permitindo que seja pendurado em baias ou divisórias e parafusos, para que seja fixado em paredes; tem o organizador vertical com três divisórias; o expositor horizontal, totalmente transparente, sendo ideal para apresentação de folhetos, catálogos e quaisquer materiais impressos. “A cada ano percebemos um crescimento no consumo dos organizadores, as pessoas estão mais conscientes que a organização leva a facilidade do trabalho e evita o stress da procura por documentos. A organização não vai acabar nunca, só tende a crescer”, analisa Natália.

Multifunção. O display triplo, da Acrinil, tem suporte de monitor.

As caixas de correspondência da Carbrink.

28


Raio X dos Negócios

Papelaria Ideia Criativa

A Papelaria leva esse nome, pois desde o início o objetivo é refletir a expectativa do cliente, ou seja, uma papelaria que desperte a criatividade e imaginação dos clientes.

Algo mais que um simples bazar “Nossa papelaria deseja encantar os clientes. O nosso conceito é diferenciar-se das tradicionais, comercializando produtos criativos e modernos, de boa qualidade a preços justos”

Foi em agosto de 2010 que o contador Leandro Guizi abriu juntamente com a sua esposa, a pedagoga e professora Andréa, uma papelaria no bairro do Butantã, em São Paulo. Tudo começou com o desejo de atingir a independência financeira e profissional, além de ser o seu próprio patrão, porém faltava definir em qual ramo atuar, foi quando uma pergunta feita por Andréa a seu marido, foi decisiva: “O que acha de abrirmos uma papelaria? Achei a ideia excelente, pois ela conhecia bem o público alvo que é o mercado escolar, os materiais necessários e também gostava muito de papelarias, tendo afinidade com o setor. Começamos a planejar e estudar o mercado, os concorrentes, fornecedores, público alvo, o ponto do estabelecimento etc e oito anos depois (em 2010) decidimos abrir a loja. No entanto, ainda continuo na minha profissão, vou aguardar um pouco mais até chegar o momento em que a loja possibilite dar o próximo

30


passo: abrir a segunda unidade”, conta Guizi. A Papelaria Ideia Criativa leva esse nome, escolhido por Andréa, pois desde o início o objetivo é refletir a expectativa do cliente, ou seja, uma papelaria que desperte a criatividade e imaginação das pessoas. “O desejo sempre foi fazer com que a papelaria se tornasse mais que um simples bazar”, destaca a proprietária. O mix, que inicialmente era formado por itens escolares, de escritório e presentes, atualmente conta com produtos para artesanato, informática e gifts, como pelúcias, canecas, porta retratos, além dos serviços de cópia, encadernação, plastificação e carimbos. Tendo a maioria dos clientes pertencentes à classe média, a Papelaria Ideia Criativa recebe mulheres que gostam de presentes e artesanato, pessoas que necessitam

Os negócios da loja estão divididos em: itens escolares (30%), artigos para escritório (25%), gifts (20%), informática (5%) e serviços (20%).


Raio X dos Negócios cionários horários para treinamentos e cursos on-line, adequando-os em suas rotinas para que não interfiram nos estudos e demais obrigações. Devemos respeitar os nossos funcionários e fazê-los perceber que são fundamentais para os negócios. Ouvir as suas opiniões e ideias colabora para criarmos um ambiente agradável e harmonioso. Com toda certeza, o resultado é benéfico para empregados e empregadores”, afirma Andréa.

de materiais para o dia a dia no trabalho e em casa, como também, estudantes dos colégios ao redor do bairro. “De um modo geral acreditamos que as papelarias precisam investir mais nas linhas gifts, informática, serviços e no ambiente. Nossa loja tem formato de autosserviço, é toda colorida e procuramos superar as expectativas dos clientes com a excelência no atendimento. Disponibilizamos para os fun-

Parcerias com as escolas e atendimento especial aos clientes corporativos No período de volta às aulas, a papelaria procurar firmar parcerias com escolas da região e atua de duas maneiras: em uma delas, os colégios disponibilizam suas listas de materiais e divulgam a parceria com a papelaria e quando os responsáveis entram em contato, basta informar a série do aluno para que tenham uma cotação e ao fechar a compra, além da facilidade de pagamento (à vista tem desconto, ou então, a prazo em 3x sem juros, no cartão de crédito) a própria papelaria separa todo o material, oferecendo a comodidade e rapidez aos clientes, que vão até a loja apenas para efetuar o pagamento e retirar o material, evitando o transtorno de ficar em filas e perdendo o tempo procurando os produtos, que às vezes nem conhecem. Ou então, a papelaria recebe as listas diretamente dos pais por e-mail, fax ou na loja, solicitando a cotação. Com relação ao atendimento a clientes corporativos, a Papelaria Ideia A papelaria tem na linha de gifts, composta por pelúcias, canecas, porta retratos, entre outros itens, um dos destaques.

32


Criativa trabalha com o sistema cliente correntista, em que é feito um cadastro, o cliente realiza as suas compras na loja e assina um canhoto gerado por este sistema. Ao final do mês é encaminhado o detalhamento das compras e o pagamento é programado para todo dia 15.

A prestação de serviços A Papelaria oferece serviços de cópias, encadernação, plastificação, confecção de carimbos e envio de fax, que juntos representam 20% do faturamento da loja. “Investimos na compra da máquina de encadernação e plastificação que não nos custou muito dinheiro. A máquina de cópias é alugada e a confecção de carimbos é feita por uma empresa parceira. Estamos com projeto de personalização de álbuns do tipo scrapbook e cadernos. Estes investimentos são importantes para uma papelaria, pois agregam valor aos nossos negócios”, afirma o proprietário Guizi.

Em agosto de 2010 o contador Leandro Guizi abriu juntamente com a sua esposa, a pedagoga e professora Andréa, uma papelaria no bairro do Butantã, em São Paulo.


Raio X dos Negócios

Destaque para as datas comerciais e vendas online em 2014 “É extremamente importante para os negócios de uma papelaria trabalhar as datas comerciais. Costumamos enfeitar a vitrine e o interior da loja com artigos correspondentes à época. Separamos um lugar específico, próximo à vitrine somente com itens que possam alavancar as vendas relacionadas à data. Divulgamos em nosso site fotos dos produtos como sugestões de presente. Estas ações proporcionam um aumento em torno de 20% do faturamento. Exceto Natal, que representa um aumento de 50%”, cita Andréa. A Ideia Criativa pretende até o final de 2014 dar início às vendas online. “Nós queremos expandir a nossa marca para o Brasil inteiro e acreditamos que o comércio eletrônico nos permitirá essa visibilidade, além do aumento nas vendas. No entanto, temos plena consciência de que primeiro precisamos ter uma estrutura logística bem estabelecida e disponibilidade de produtos, suficiente para que os prazos das entregas não sejam prejudicados”, opina a proprietária.

Estoque enxuto e diversidade de produtos Quando questionados sobre as dificuldades enfrentadas no ramo de papelaria, os proprietários da Ideia Criativa apontam que a principal está no pouco incentivo ao empreendedorismo, assim como acontece em outros ramos de negócios, devido às burocracias, à falta de crédito e as dificuldades para locar um ponto comercial, desestimulando a continuidade de negócios promissores. “O empreende-

dor precisa comprovar, depois de muito tempo de existência, que o seu negócio é sustentável para conseguir o apoio necessário como linhas de créditos, prazos de pagamento com fornecedores, estímulo do governo etc. A forma como driblamos todas estas dificuldades foi acreditar em nosso negócio. Buscamos trabalhar com um estoque mais enxuto, porém, com diversidade de produtos para obter mais giro num espaço menor de tempo, assim renovamos constantemente sem engessar o nosso giro de capital”, explica Guizi. Por outro lado, o que os encanta e os motiva a permanecerem neste ramo de negócios é perceber que o cliente está sendo surpreendido. “Na papelaria os produtos têm o “poder” de expressar sentimentos, afetos e emoções e cabe a nós, papeleiros, desfrutarmos destes benefícios e promovermos essa sensibilidade para encantar os clientes. Isso nos impulsiona a seguirmos em frente, buscarmos novidades e constantes inovações. Temos como meta em dois anos triplicarmos o faturamento, agregando e expandindo os negócios, com as vendas corporativas, e-commerce e a abertura de filiais em São Paulo”, almeja os proprietários.

Raio X da loja Ano de fundação: 2010 Onde está localizada: bairro do Butantã, São Paulo - SP Há filial? Não Quantos funcionários: 4 Metros quadrados: 80m2 Categorias de produto: escolar, escritório, informática, artes, expressão social e serviços. Serviços prestados: cópias, encadernação, plastificação, envio e recebimento de fax e confecção de carimbos. 34


Negócios

Volta às aulas 2014

Aprovado

Reprovado

Em recuperação

A resposta, nós fomos buscar no mercado Se o volta às aulas 2014 fosse um aluno recebendo o seu boletim escolar de final de ano, haveria uma certa preocupação. É mais ou menos aquela situação em que passou para a série seguinte, porém “raspando”, ou seja, há um “sinal de alerta”, indicando que para o próximo ano seja necessário um empenho maior, dentre outras medidas, para que a situação se reverta e melhore. É desta maneira que os empresários encaram os negócios a serem gerados no período mais importante para o setor. No geral, o cenário econômico tem as suas oscilações, além disso, os pavorosos encargos tributários continuam massacrando o empresário brasileiro, dentre outros aspectos que interferem significativamente nos negócios. Mas é claro, todos esperam ser

“Nos últimos anos, os negócios têm se mantido estáveis principalmente pelo fato de que as famílias brasileiras estão tendo menos filhos e o total de matrículas em escolas não está crescendo”, Rubens Ferreira Passos.

surpreendidos positivamente e concordam que é preciso empenho ao máximo para beneficiar-se da data. Cada um traça a sua estratégia e segue rumo a 2014. Segundo pesquisa IBOPE, em 2013, os negócios gerados com o volta às aulas chegou a R$6,8 bilhões, o que representou um crescimento de 11% em relação a 2012. Para a próxima temporada de negócios, o instituto, até o fechamento desta edição, não possuía dados consolidados.

ABFIAE

Associação Brasileira de Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares

De acordo com Rubens Ferreira Passos, presidente executivo da Associação, com relação aos negócios a serem gerados no período de volta às aulas 2014, as expectativas são de crescimento baixo devido a

36


atual situação econômica do país. “Nos últimos anos, os negócios têm se mantido estáveis principalmente pelo fato de que as famílias brasileiras estão tendo menos filhos e o total de matrículas em escolas, segundo o IBGE, não está crescendo. Outro fenômeno é o aumento de oferta de produtos por novas empresas no mercado, o que gera menor pressão no aumento dos preços, que têm sido reajustados abaixo dos aumentos de custos.” www.abfiae.com.br

ACRINIL Com uma linha de acessórios escolares que inclui réguas, transferidores, esquadros, kits, estojos e fichários, a Acrinil, tem no volta às aulas cerca de 10% a 20% do seu faturamento anual. A empresa espera manter a média de negócios gerados nos últimos três anos. “Se isso ocorrer já estará ótimo, pois a economia do Brasil, assim como a mundial, não sinaliza para grandes melhoras. As nossas vendas vêm se mantendo estáveis, apesar das dificuldades geradas pela alta carga tributária da matéria-prima e outros encargos, devido à política que adotamos para não perdermos mercado”, analisa Ademir Felix Vernice, presidente da Acrinil. www.acrinil.com.br

ADISPA

Associação dos Distribuidores de Papelaria “Acredito que durante os meses que antecedem o volta às aulas de 2014 teremos alguns fatores que podem afetar diretamente os resultados neste período, como o crescimento da inflação, que muitos, principalmente o governo, dizem que está sob controle, mas que na verdade está crescendo e atingindo grande parte do setor produtivo, como também o aumento do dólar, que

“As nossas vendas vêm se mantendo estáveis, apesar das dificuldades geradas pela alta carga tributária da matéria-prima e outros encargos”, Ademir Felix Vernice.

afeta em muito as matérias-primas utilizadas na produção de diversos produtos e, claro, a grande carga tributária já conhecida por todos do setor. Contudo, existe uma expectativa que o segmento consiga alavancar as vendas neste período, que sem dúvida, é o melhor em faturamento  para a maioria do mercado papeleiro. Se houver um maior crescimento dos municípios que utilizam o benefício do Cartão Educação (concedido aos estudantes da rede pública municipal para aquisição do próprio material escolar em papelarias conveniadas, substituindo os famosos kits escolares distribuídos por prefeituras), por exemplo, traria um novo fôlego ao setor”, observa Luiz Renato de Souza, diretor comercial da Reval e presidente da entidade. Souza lembra que o mercado de papelaria sofreu um desgaste nos últimos anos, principalmente após 2009, quando grande parte dos produtos escolares teve a incidência da substituição tributária, mesmo assim, vem se movimentando e crescendo ano a ano, com muitos lançamentos e o aumento de produtos licenciados, que dão ao mercado um melhor valor agregado e que foram responsáveis por um importante impacto nos hábitos de consumo, impulsionando inclusive a venda “casada” de vários itens de um mesmo personagem/ marca. As sugestões de Souza para que os papeleiros tenham sucesso nos negócios é que façam um bom planejamento de compras, que deve começar entre outubro e novembro, evitando a falta de mercadoria no período. Além disso, acrescenta que é importante expor adequadamente as categorias mais procuradas, de maneira que sejam vistas facilmente e que destaque os itens de valor agregado, bem como os lançamentos. Tudo isso combinado a um atendimento dinâmico e eficiente. www.adispa.com.br


Negócios reforçando o valor da marca”, afirma Luciano Andrade, gerente de papelaria. Além de investir em inovação e tecnologia para os lançamentos de produtos, a empresa também investe em comunicação para manter a marca presente na lembrança do consumidor, principalmente durante este período de volta às aulas. Estes investimentos incluem divulgação em TV paga e aberta, revistas, material de ponto de venda, promoções, entre outras ações. A BIC também realiza parceria com escolas por todo o Brasil, com o intuito de mostrar os benefícios dos produtos e auxiliar na confecção das listas. Além disso, estão sendo programadas ações nos lojistas, mas estes projetos estão em fase de finalização e os pontos de venda sendo determinados, de acordo com o potencial de mercado e objetivos estratégicos. www.bic.com.br

ART MANUAL A expectativa do fabricante de estojos escolares é aumentar as suas vendas em 15%, um pouco a mais do que nos anos anteriores que registrou 10%. Com uma linha renovada e repleta de licenças para o período de volta às aulas, época mais importante para a empresa, concentrando 70% dos seus negócios, a Art Manual estará também com novos modelos de expositores e testeiras diferenciadas para destacar os produtos e as marcas nos pontos de venda. “O produto bem exposto resulta em reposição imediata”, afirma Rosana P. Rovai, gerente de vendas, destacando que muitas das marcas que trabalham estarão com campanhas em vários tipos de mídias, o que também ajuda a alavancar as vendas. www.artmanual.com.br

“Estamos com uma linha renovada e repleta de licenças para o período de volta às aulas. A época concentra 70% dos nossos negócios”, Rosana P. Rovai.

BIC “Nossa expectativa para o próximo ano é de crescimento, principalmente com o fortalecimento das linhas de marcadores, colorir, lapiseiras e acessórios. Para 2014 estamos trazendo quase 30 lançamentos a fim de movimentar o mercado. Além do investimento em produtos inovadores, a BIC pretende manter-se como uma das grandes investidoras de comunicação em papelaria e continuar

Para 2014 a BIC traz quase 30 lançamentos a fim de movimentar o mercado.

Cadersil O fabricante de cadernos e agora agendas, projeta para o período um crescimento de 20% nas vendas. Este índice se deve ao aumento no mix de produtos, lançamentos de linhas e nas recentes melhorias que realizou em coleções já existentes. O investimento que mais se destaca nesta época está nas ações integradas de marketing, que baseandose em estudos preliminares, permite à empresa identificar quem são e onde estão os seus clientes estratégicos e, então, elaborar a melhor ação para atingir com maior eficiência os seus objetivos. “O trabalho que realizamos no ponto de venda é adequado à realidade da maioria de nossos clientes. Neste período, em que os estabelecimentos apresentam um movimento elevado de pessoas, se não respeitarmos o layout e nos adequarmos a eles, podemos contribuir para gerar um ambiente desconfortável, no que diz respeito à grande quantidade de material promocional. O que levamos sempre em consideração é a eficiência e maximização do espaço de nossos clientes. Para dar subsídios e apoiar os lojistas, promovemos ações e campanhas relacionadas ao posicionamento de produtos no PDV”, explica Patrícia de Sousa Cabral, diretora de marketing. www.cadersil.com.br

38


Negócios Carbrink

Carplac

“Para nós, o volta às aulas tem sido muiEspecialista no segmento de to positivo ao longo dos anos, aumentando o carimbos, a Carplac em sua loja volume de vendas no período, em cerca de também incluiu artigos escolares, 25%. Nos baseamos nesse percentual em virmas como este segmento ainda é tude da matéria-prima que compramos para pequeno em seus negócios, analisa com cautela o período. “Não industrializar os produtos relativos ao segmento. Esse é o nosso termômetro. A estabilidaacreditamos em um crescimento de econômica é a principal razão para esse significativo nas vendas, mesmo crescimento, além de ações internas da nossa porque este não é o nosso principal negócio, com isso, perdemos empresa, como os lançamentos que acabam “Estamos com novos em preço e variedade de artigos, atraindo os lojistas e consumidores”, afirma o planos e estratégias mas, estamos mais atentos às categorias de artigos diretor, Valter C. Miranda. de negócios, escolares e materiais para escritório. Estamos com noA empresa se prepara para o período, inqueremos dar mais vestindo em matéria-prima para produzir os vos planos e estratégias de negócios, queremos dar ênfase às categorias itens escolares, além da modernização de uma ênfase a estes setores, inclusive entrar nas escode artigos escolares las para oferecer os nossos serviços e artigos ligados seus equipamentos. Em paralelo, o departae materiais para mento de marketing atua fortemente nas redes a papelaria e também carimbos. Hoje, acabamos fiescritório”, Ricardo Luiz Andrade. cando com o cliente de oportunidade, aquele que passociais, a fim de destacar para os clientes e sa e vê que temos tal material que ele precisa”, explica mercado de maneira geral, os lançamentos Ricardo Luiz Andrade, sócio-gerente. da marca. “Não temos ações previstas nos www.carplac.com.br pontos de vendas tendo em vista que não trabalhamos com produtos de forte impacto, ou seja, quem fabrica canetas, por exemplo, necessita de A empresa espera bons resultados nas vendas com a sua ações porque coleção 2014 de mochilas infantis, juvenis, lancheiras e estojos. “Na feira Escolar observamos uma ótima aceitação dos existe a preferência do consumidor novos personagens que investimos e isso nos faz acreditar por esta ou aquela que a temporada será de bons negócios. Procuramos sempre melhorar e mostrar novidades aos consumidores, sem marca. No caso da perder a identidade das marcas. Isso contribui para uma boa Carbrink, nossas venda e também para um aumento nos negócios, é assim ações são muito que a Clio tem obtido resultados positivos e crescimento”, mais voltadas para afirma Fernanda Braga, do departamento de marketing. os compradores do Após investir no desenvolvimento da nova coleção, a Clio segmento de papelarias, oferecendo parte para o investimento em publicidade. “Selecionamos “Para nós, o volta às aulas tem preços justos e compatíveis com sido muito positivo ao longo dos algumas marcas e criamos um plano de mídia a ser seguido. No ano passado, por exemplo, Reynaldo Gianecchini fez o mercado”, justifica Miranda. anos, aumentando o volume de vendas no período, em cerca de a campanha da Sou Fã de Criança e teve uma boa reperwww.carbrink.com.br

Clio Style

25%”, Valter C. Miranda.

40


Negócios cussão na mídia e nas vendas. Para este ano, renovamos a parceria com o ator e foi feito um novo ensaio com a coleção 2014. Também há novos materiais para os pontos de vendas, com o intuito de deixar as lojas mais atraentes e consequentemente alavancar as vendas, com a presença da marca e da imagem do ator. Além disso, a Clio procura estar presente no dia a dia do consumidor e já realizou algumas parcerias com produções de TV para promover a aparição de seus produtos em novelas”, lembra Fernanda. www.cliostyle.com.br

DAC

A coleção 2014 da Clio Style traz mochilas infantis, juvenis, lancheiras e estojos.

Colacril “Nós esperamos uma evolução nas vendas das nossas etiquetas adesivas para identificação dos materiais escolares nesta temporada de volta às aulas. Para este período, concentramos os nossos investimentos nas ações de e-mail marketing e mídia direcionada ao segmento de papelaria”, explica Vagner Jorge, gerente comercial. “No volta às aulas De acordo com Jorge, as vendas dos prevemos um itens de identificação, onde estão incluí- crescimento na receita dos os produtos que comercializam para entre 10% e 15%”, Valter Jorge. as papelarias, se mantêm em um nível equilibrado durante o ano. “Porém, no volta às aulas prevemos um crescimento na receita entre 10% e 15%.” www.colacril.com.br

“Apostamos em um ótimo volta às aulas e para a data investimos em novas coleções de pastas, fichários, estojos e demais itens fundamentais ao dia a dia dos estudantes, assim como, inserimos novos produtos e adquirimos uma máquina de PP”, cita Michelle Cirera, do departamento de marketing. As campanhas publicitárias são alvo da DAC neste período. A empresa levará os seus produtos para revistas voltadas ao consumidor final como: Atrevida, Capricho, Gloss e Toda Teen, também estará nas mídias sociais. Para os pontos de venda foram criadas novas caixas display, há testeiras e rolo plástico. “Complementando as ações nos PDV’s, temos uma equipe de promotores para atuar nas papelarias”, acrescenta Michelle. www.dac.com.br

Eco Office As lojas Eco Officce que oferecem cartuchos de tinta e toners remanufaturados, papéis, canetas, além de serviços de gráfica rápida (encadernações, cópias etc), estimam para o período de volta às aulas um crescimentode nos negócios na ordem de 13%. Os artigos de papelaria, além de serviços como as cópias e encadernações têm uma representatividade no período de volta às aulas de aproximadamente 27,55% sobre o faturamento total das lojas. “No consumo educacional, o público universitário é significativo e procura por produtos de qualidade e serviços rápidos, especialmente impressões, fotocópias, encadernações e recargas de cartuchos. Há unidades da Eco Office que estão instaladas próximas às universidades e que possuem um faturamento diferenciado devido o consumo frequente deste público. Há outras que promovem ações de descontos especiais para estudantes que fazem a recarga de cartucho atrelado com algum tipo de serviço público, que faça com que esse universitário entre na loja, como por exemplo, a recarga de crédito de vale transporte para estudantes”, exemplifica Weder Rodrigo, gerente de operações. Weder afirma que os produtos relacionados ao segmen-

42


Negócios to de papelaria vêm trazendo bons resultados, com um aumento significativo no faturamento total (em média vem crescendo 9% anualmente) e para a próxima temporada de negócios, a projeção está mais audaciosa. A empresa procura investir sempre em mídia, principalmente as sociais, Facebook, blog e Twitter, pois elas vêm apresentando resultados satisfatórios para o negócio. “Sem contar que a visibilidade destas mídias é gigantesca. Também estamos programando uma ampanha nacional de volta às aulas, porém o assunto no momento é tratado com sigilo.” www.ecoofficenet.com

Faber-Castell Por questões estratégicas, a Faber-Castell não divulga números ou projeções, mas afirma que nos últimos anos os resultados gerados com o volta às aulas foram positivos e destaca que dentre os fatores que contribuiram para isto foram: o trabalho de visibilidade dos produtos junto ao consumidor, um mix mais completo e lançamentos com tecnologia e alto valor agregado, como as Canetinhas Ponta Vai e Vem e a Linha Grip, com exclusivas esferas antideslizantes. “Atualmente, o consumidor busca por produtos com maior valor agregado, que auxiliem na escrita, no desenho e pintura e que tenham diferencial de design. A Faber-Castell entende a necessidade desse consumidor e, por isso, tem o desafio de lançar itens cada vez mais sofisticados,

que aliam tecnologia ao design moderno, sem deixar de lado a funcionalidade”,diz Elaine Mandado, gerente de comunicação corporativa. Nesse período, a empresa investe em materiais de PDV, ação de relacionamento com clientes, equipe de vendas, mídias especializadas para lançamentos e nas ações com foco na equipe de merchandising. “Todos os anos, a Faber-Castell investe fortemente em ações de marketing. São investimentos realizados na TV, mídia online e offline, redes sociais e mer“Há unidades da chandising, além de campanhas estratégicas para os pontos Eco Office que de venda (desde papelarias a supermercados), confecção estão instaladas de displays, expositores e demais materiais para o PDV e treipróximas às namento junto aos promotores e divulgadores.” universidades e que possuem Não apenas no período de volta às aulas, mas ao longo um faturamento do ano, a companhia participa da educação e desenvolvidiferenciado mento criativo das crianças. Um dos projetos realizados há devido o consumo cerca de 20 anos é o Programa Escolar, um canal de cofrequente deste municação direto com as escolas do ensino infantil e fundapúblico”, Weder mental. Por meio de Encontros com Educadores, visa levar Rodrigo. conhecimento e novas ideias aos educadores, além de colaborar no processo de desenvolvimento da criatividade das crianças, fornecendo conteúdo para a elaboração das aulas. O programa traz um tema diferente por ano e em 2013/2014, o foco é Tempo de Aprender - Criatividade. A Faber-Castell realiza também uma ação especial no período de volta às aulas junto às escolas, conhecida como “Faxina nos Armários”, em parceria com a TerraCycle. A ideia é Lançamentos com incentivar a coleta de materiais de estecnologia e alto valor crita que não são utilizados neste período de começo agregado, como as do ano letivo.  A escola que arrecadar mais resíduos Canetinhas Ponta Vai e recebe produtos upcycled e um prêmio oferecido pela Vem e a Linha Grip são Faber-Castell. destaques da Faberwww.faber-castell.com.br Castell para o volta às aulas.

44


Negócios Foroni O fabricante de cadernos e agendas está com um planejamento agressivo de crescimento para o período que concentra os melhores negócios. “Nos primeiros dias de vendas houve um crescimento significativo muito bom, por isso, tudo indica que vamos atingir a meta. Isso se deve a um mercado cada vez mais consolidado, que ano a ano forma mais parceiros, além do fato de que o segmento caderneiro está com menos empresas atuantes”, observa a diretora Marici Foroni. Ao analisar as vendas nos últimos anos, Marici destaca que houve uma importante variação, tanto com alto crescimento em 2 dígitos a menores com apenas um dígito (2009/2010). “Em nossos negócios observamos sempre um crescimento, ainda que variável. Isso se deve a nossa estrutura e credibilidade no mercado, ao fato de que buscamos um mix com aceitação tanto do fornecedor, quanto do cliente final. Além disso, vamos atrás de informações sobre o mercado, realizamos investimentos em logística e produção. E, em relação ao consumidor, falamos diretamente com ele, uma geração conectada e que muda rapidamente”, cita Marici. A Foroni prepara para a temporada 2014 campanhas com lojistas e ações promocionais com os licenciados. www.foroni.com.br

Frama Para a empresa este promete ser o melhor volta às aulas dos últimos anos. Parte deste otimismo se deve ao lançamento de duas novas marcas de cadernos: Futurellas e Luttah, que juntam-se a sua consagrada linha de caderno costurado Splash e as colas escolares. Além disso, a empresa está com uma produ-

“Esta época é a de investirmos em marketing. Neste ano subimos de patamar com nossas novas marcas e, por isso, não vamos medir esforços para que elas sejam bem sucedidas”, Maurício Fischer Costa.

ção mais automatizada e uma logística mais eficiente. “Esta época é a de investirmos em marketing. Neste ano subimos de patamar com nossas novas marcas e, por isso, não vamos medir esforços para que elas sejam bem sucedidas. Temos focado nos anúncios em revistas, televisão e ações em escolas. Estamos estruturando uma ação nas escolas, que se chamará “Futurellas na Escola”, que conta com uma ampla divulgação das marcas Futurellas, Turma da Mônica e Luttah. Este tipo de ação é muito importante devido o contato direto e assim possibilitar uma comunicação direta”, cita Maurício Fischer Costa, coordenador de marketing. A Frama também acaba de lançar o site das Futurellas (www.futurellas.com.br) e o facebook.com/Futurellas, além disso, ações em ponto de venda e em revistas do setor e para o público alvo também estão sendo planejadas. “Somos uma empresa dinâmica, que busca crescimento efetivo, fato que pode ser comprovado com a pesquisa da Revista Exame PME que nos listou entre as 250 médias e pequenas empresas que mais cresceram no país”, justifica Costa. www.frama.com.br / www.futurellas.com.br

Fuseco Um aumento nas vendas de 12% a 20%, esta é a projeção para o período, feita pela Fuseco. Após participar da feira Escolar, realizada no mês de agosto, e ter obtido recordes de vendas, a empresa, que tem no seu mix, mochilas, lancheiras, estojos e guarda-chuvas, segue bastante otimista. “Com o fechamento das parcerias de licenciamento e o redesign da nossa coleção juvenil, temos como objetivo dobrar as vendas”, enfatiza Alexandre Faria, designer e coordenador de projetos na Fuseco. Faria afirma que por dois/três anos houve um certo desequilíbrio nos negócios para este período. “Em 2012/13 tivemos uma baixa significativa de aproximadamente 8% com relação aos outros anos, por diversos fatores, desde a oscilação do dólar até especulações e gastos do varejo com ou-

46


tros interesses, como viagens, automóveis, imóveis etc. Para o volta às aulas 2014 a Fuseco com o seu planejamento e novas estratégias, acredita e almeja para este perído uma desenfreada curva de crescimento.” Para o período, a Fuseco pretende realizar ações no ponto de venda, com o consumidor final e parceiros. Os detalhes ainda estão sendo definidos. www.fuseco.com.br

semestre, principalmente para as indústrias houve uma grande reação em virtude da valorização do dólar. Por isso, nós temos a expectativa de superarmos a casa dos 20% de crescimento na linha de fabricação”, pontua Flávio Nogueira de Queiroz, diretor executivo, que na ocasião do volta às aulas investe em ações com promotores nos pontos de venda, visitas periódicas de representates, desenvolve material de PDV e, em alguns casos, promove campanhas motivacionais para a equipe de vendas. “Nos últimos anos, a Injex Pen obteve “Com o fechamento crescimento e a principal razão para isto foi a indas parcerias de A atuação da empresa no segmento escolar se dá por licenciamento e o clusão de produtos em seu mix, descentralizando meio de suas etiquetas adesivas usadas para identificar os redesign da nossa o resultado em um item isolado. Nosso mix atual materiais; os adesivos plásticos transparentes (Infortact) para coleção juvenil, possui canetas esferográficas e gel, lápis preto encapar livros, cadernos etc e os recados adesivos (Inforno- temos como e de cor, giz de cera, massa de modelar, cola objetivo dobrar as te), produtos lançados pela empresa nos últimos dois anos. branca e mais recentemente incluímos mochilas”, vendas”, Alexandre “Apesar de não sermos totalmente sazonais, existe um aucita Flávio. Faria. mento gradativo de negócios neste período. O mercado em Uma dica do executivo para o mercado é que si passa por forte transformação. Percebe-se um certo pesem virtude da Copa do Mundo de 2014 haverá simismo, mas o que ocorre com a Informs é de certa forma mudanças no calendário escolar e consequentemente no comércio voltado para a época. “É inverso, pois temos adotado uma política de investimento e muito importante estar atento para não perder as de cobertura de áreas até então não vislumbradas pela empresa. O ano de 2013 tem sido desafiador, mas estamos busoportunidades e deixar de ser competitivo. Sugicando novos caminhos e, principalmene, o de crescimento. ro um estudo antecipado e aprofundado do mercado, levando-se em conta as características das Acreditamos que poderemos atingir um aumento entre 10% e regiões de atuação.” 15%”, afirma Marcos Minassian, diretor presidente. www.injexpen.com.br Estão sendo programadas pela Informs, ações pontuais para o período, em conjunto com a equipe de representantes, visando destacar a marca no PDV. “Os clientes são escolhidos de acordo com o relacionamento comercial que foi construído.” Além disso, são realizados investimentos em publicidade em revistas do trade, catálogos etc. “Este ano foi difícil, as www.informs.com.br expectativas não eram das mais

Informs

Injex Pen “Este ano foi bem difícil, as expectativas não eram das mais otimistas, reflexo da atuação do mercado global, em 2012. De maneira geral, as empresas tiveram que trabalhar muito para enfrentar as dificuldades, porém neste segundo

otimistas, reflexo da atuação do mercado global, em 2012. As empresas tiveram que trabalhar muito para enfrentar as dificuldades, porém neste segundo semestre houve uma importante reação”, Flávio Nogueira de Queiroz.


Negócios Leonora

com produtos premium a preços bastante competitivos. O consumiDisponibilizando uma gama de produtos dor está valorizando cada vez mais escolares, que vai do lápis de cor em resina o seu poder de compra: pesquisanao lápis de madeira da linha Ouro (lançamendo e até preferindo gastar um pouco to), a tesouras, colas, apontadores, réguas, mais por um produto que ele sabe compassos, entre outros, a empresa Leonora que vai durar. Nossa estratégia para faz uma projeção positiva para a temporada o mercado está justamente nessa do volta às aulas 2014, que chega a ultradireção. Há décadas a Microservice passar a perspectiva de crescimento para o se orgulha de introduzir no mercaano, elevando em 40% as suas vendas. “Esse do brasileiro produtos exclusivos e resultado deve-se a variedade no mix de profocados para um consumidor que dutos que equilibra qualidade e peço justo. busca qualidade”, reforça Cibele Apesar do aumento do dólar, que prejudica Fonseca, gerente de marketing. os artigos importados, os itens de papelaria O foco da Microservice como continuam super competitivos, atuais e crialembra Cibele está nos produtos de tivos. As vendas se mantêm crescentes e os escritório, por esta razão, o volta às “Nossa expectativa nossos números de crescimento ultrapassam aulas não representa um grande impacto em vendas. “Poé que tenhamos os 30% ao ano”, comenta Carolina Moya, ana- um incremento em rém, desde a introdução da marca Leitz , renomada marca lista de controle de qualidade. internacional de itens de organização, estamos desenvoltorno de 20% no No volta às aulas, a empresa Leonora cos- faturamento até vendo mais o mercado de papelaria em conjunto com outros tuma realizar ações promocionais com os seus o final do ano em produtos de nosso mix e consequentemente o volta às aulas principais clientes-parceiros. São feitas cam- função do volta passará a ter uma importância maior.” às aulas”, Cibele panhas de premiação com os clientes, com A empresa disponibilizará para a ocasião, sua equipe de Fonseca. funcionários das lojas participantes e com os promotores para atuar nos pontos de venda no sentido de representantes comercias. Também acontedemonstrar  e otimizar a presença dos produtos, estará com cem divulgação e homologação dos produtos uma campanha promocional e fará divulgação através de canas escolas “Estão sendo programadas novas nais online e offline. ações para os pontos de vendas durante o volwww.microservice.com.br ta às aulas, mas por enquanto, é supresa!” www.leonora.com.br

MultiSlim

Microservice “Nossa expectativa é que tenhamos um incremento em torno de 20% no faturamento até o final do ano nas linhas ofertadas em função do volta às aulas. Faremos uma campanha bastante agressiva para os produtos Rapid (grampeadores e perfuradores) e Leitz (pastas e outros itens de organização). Os clientes terão a oportunidade de renovar seus estoques

Para obter no volta às aulas 2014 (período que concentra 65% do faturamento anual da empresa), o melhor resultado dos últimos anos, a SLIM se preparou e fez sua lição de casa. A boa expectativa se deve por ter conseguido introduzir os produtos de forma significativa nos mercados de autoatendimento e no canal alimentar, que já representam 20% do seu faturamento. “A busca do mercado por produtos com certificação também nos trouxe vantagens competitivas. Soubemos aproveitar e crescer nossa carteira 13%, além do previsto”, conta Carlos Eduardo Sodelli, gerente nacional de

48


Negócios vendas. Sodelli afirma que nos últimos 5 anos, os resultados dos negócios gerados da SLIM têm se mostrado estáveis, com variações de crescimentos dentro das expectativas. “Este ano, os reflexos do bom desempenho de vendas do primeiro semestre e a introdução de produtos que fogem da sazonalidade do período escolar como pilhas, luminárias e lanternas, vêm nos remetendo a uma projeção de crescimento muito superior a temporada passada. Dois outros fatores relevantes para esta análise positiva é a da antecipação do volta às aulas por conta da Copa do Mundo 2014 e a alta do dólar, fazendo com que  muitos de nossos clientes optassem pela compra de seus estoques antes do  repasse aos preços de nossos produtos, o que explica em parte, o excelente desempenho das vendas nos meses de agosto e setembro”, destaca o gerente. www.multislim.com.br

de desenvolvimento da marca Pritt na região. Alguns pontos de vendas são parceiros de longa data e se tornaram estratégicos para alcançar o nosso o principal target”, afirma Carolina Camelier, gerente de marca – Pritt. www.prittworld.com.br

Rendicolla

Fabricante de itens voltados para as atividades artesanais ou para uso no dia a dia, como as colas quentes em bastão, as pistolas aplicadoras, os adesivos instantâneos, “Este ano, os reflexos os produtos de limpeza para itens de indo bom desempenho formática e as colas líquidas de silicone, a de vendas do primeiro semestre e a introdução Rendicolla espera também pegar carona na de produtos que fogem temporada de volta às aulas e alavancar as da sazonalidade do vendas. “Esperamos manter o crescimenperíodo escolar como to da empresa nos parâmetros dos últimos pilhas, luminárias e anos, ampliando nossa área de atuação. lanternas, vêm nos Acreditamos que todos os produtos que remetendo a uma compõem o mix das papelarias têm ótimas projeção de crescimento muito superior a chances de terem suas vendas aumentatemporada passada”, das, já que neste período de volta às aulas Carlos Eduardo Sodelli. o movimento de pessoas nas lojas é significativo. Escolhemos alguns clientes lojistas, "No geral há uma boa expectativa com relação localizados em pontos estratégicos, e realizamos um trabalho com promotoras com isso aos negócios para a temporada de volta às aulas, sobretudo chamamos atenção para a nossa marca/proporque 2014 será um ano atípico, por conta da antecipação duto”, afirma Carlos Olimpio Malucelli, diretor do calendário escolar em função da realização da Copa do comercial. Mundo, em junho. Na prática isso significa que os resultados www.rendicolla.com.br do período de volta às aulas 2014 também serão antecipados, tanto no atacado quanto no varejo. Por política, não revelamos números, entretanto, a expectativa é sim de aumento do “Acreditamos que todos os produtos que compõem o mix volume de negócios e há uma projeção muidas papelarias têm ótimas to relevante. Fazemos investimento em mídia, chances de terem suas vendas ponto de venda e ações com o consumidor aumentadas, já que neste final, que são replicadas ao longo do ano. Alperíodo de volta às aulas o gumas ações estão sendo planejadas espemovimento de pessoas nas cialmente para o ponto de venda, respeitando lojas é significativo”, Carlos as características de cada canal e estágio Olimpio Malucelli.

Pritt

50


“Em relação aos negócios, estamos confiantes que teremos um volta às aulas mais positivo e abrangente que este ano de 2013”, Antonio Martins Nogueira.

SIMPA -SP

Sindicato do Comércio Varejista de Material de Escritório e Papelaria de São Paulo e Região “Em relação aos negócios, estamos confiantes que teremos um volta às aulas mais positivo e abrangente que este ano de 2013. Esta projeção baseia-se no envolvimento maior do comércio varejista das papelarias com os artigos a serem comercializados”, afirma Antonio Martins Nogueira, presidente da entidade. Nogueira acrescenta que nos últimos anos os negócios têm se mantido estáveis nesta temporada e o resultado disso se deve principalmente ao envolvimento das negociações com os fornecedores. Também destaca o trabalho dos lojistas nesta época. “Os pontos de venda trabalham muito bem este período. No geral, eles mantêm uma exposição que valoriza os itens escolares, com foco nos artigos mais divulgados pela mídia.” Pesquisas apontam que o ticket médio gasto pelo consumidor deve variar entre R$ 70,00 a R$ 110,00. Uma importante mudança observada no hábito de consumo neste período, segundo Nogueira, é que os pais passaram a ter a companhia dos filhos no momento da compra dos materiais escolares. www.simpasp.com.br


Negócios

Targus As mochilas com compartimento para tablets são destaques no portfólio da Targus e, segundo a empresa, este tipo de mochila vem sendo cada vez mais usada por estudantes, o que acaba impulsionando a sua venda no período de retorno às aulas. “A cada ano, mais instituições de ensino massificam o uso de notebooks e tablets em sala. Por conta disso, a demanda por mochilas com compartimentos para dispositivos entre os jovens estudantes vem crescendo. O volta às aulas tem se tornado pico de vendas de acessórios de informática não só pelo uso destes produtos em instituições de ensino, mas também pela proximidade com o Natal. As pessoas que ganham ou compram notebooks e tablets nesta época, acabam adquirindo os seus acessórios no volta às aulas pelas ofertas mais atraentes”, analisa o diretor, Luiz Sales. Com relação ao trabalho feito pelos pontos de venda, Sales acredita que há muito que se melhorar nas campanhas de voltas às aulas, principalmente em relação a positivação do ponto de venda. “É na gancheira, por exemplo, que a decisão de compra da nossa linha de produtos é tomada. Se a oferta não for bem comunicada e atraente, pode-se perder a oportunidade de fechar o negócio”, alerta. www.targus.com.br

“A cada ano, mais instituições de ensino massificam o uso de notebooks e tablets em sala. Por conta disso, a demanda por mochilas com compartimentos para dispositivos entre os jovens estudantes vem crescendo e o período de volta às aulas passou a ter grande relevância para o nosso negócio”, Luiz Sales.

52


Mercado

Os carimbos em suas várias formas Dos tradicionais aos inovadores, seja nas cores, nos formatos ou nas tecnologias empregadas. E não é só! Para os lojistas que comercializam carimbos, também há a oportunidade de confeccioná-los e incrementar os negócios. São máquinas e softwares modernos, fáceis de operar

Fabricantes nacionais e distribuidores de marcas consagradas apresentam as suas novidades e apontam as principais tendências no ramo de carimbos. Categoria que tem uma importante demanda entre os cartórios, bancos, empresas e profissionais liberais. A personalização dos produtos, não apenas no corpo, mas também na borracha, que pode receber diferentes tipos de logos, fotos e imagens é na análise de Ronaldo Sutto Bassi, gerente de marketing da distribuidora e fabricante Nova Era, uma das mais significativas evoluções pelas quais a categoria foi submetida. Atualmente, a Nova Era distribui carimbos flash, equipa-

A caneta carimbo Smart Flash Pen, distribuída pela Nova Era, combina três funções: a escrita, o carimbo e o touchscreen.

mentos para fabricação de carimbos, os autoentintados da marca austríaca Colop, que tem como principal característica o design, a inovação e a qualidade e as canetas carimbos alemãs, Heri, além de fabricar os seus próprios autoentintados e tradicionais em madeira. O principal lançamento para este ano é a caneta carimbo Smart Flash Pen, um produto que combina três funções: a escrita, o carimbo e o touchscreen. “Outra novidade é que temos a possibilidade de parceria e disponibilização de um equipamento consignado, de fácil manuseio, que permite de maneira simples e rápida, personalizar as borrachas para as canetas carimbo”, explica Bassi.

54


Mercado Também distribuidora da marca Colop, a Gold News inclui em seu mix a linha própria Gold, além de máquinas e suprimentos. São versões autoentintadas, em madeira e carimbos flash. Seguindo uma das tendências que é a segmentação das linhas, atendendo com isso, a públicos específicos, a empresa lançou recentemente, Lady Line, da marca Colop Printer 30, uma delicada linha voltada para o público feminino, com destaque para as cores rosa, azul e creme. “Buscamos sempre atender as tendências do mercado com novidades em nosso mix. São carimbos de alta qualidade, com diversidades de cores, travas e borrachas antiderrapante, capacidade de 5 mil carimbadas com o mesmo refil etc. Além disso, temos A Nova Era disponibiliza, de maneira consignada, equipamento que personaliza as borrachas para as canetas carimbos.

linhas, que entra ano e sai ano, continuam tendo uma grande demanda como é o caso dos autoentintados Gold Printer 20 C, com o corpo em seis opções de cores”, cita Ana Odete, gerente de negócios carimbos da Gold News. Recentemente, a empresa, que também oferece máquinas para a confecção de carimbos flash e fotopolímeros, apresentou a máquina PC Stamp que produz as borrachas para os carimbos e conta com um exclusivo software de controle de tempo, sem a necessidade de botões ou chaves de acesso (temporizador). A capacidade de produção varia de acordo com o tamanho de cada carimbo, respeitando o limite da folha A4. “Em virtude da praticidade de uso, o lojista terá uma maior capacidade de produção em

Há pouco mais de três anos presente no Brasil, a marca Deskmate busca novos mercados no País.

56


um menor tempo. E a principal vantagem que oferecemos com a PC Stamp é o software que minimiza e reduz os custos de manutenção do temporizador”, explica Ana. Para que os lojistas possam manusear adequa-

Uma das tendências é a segmentação dos produtos, atendendo a públicos específicos. Na foto, Lady Line, da Gold News.

damente o software e produzir carimbos de qualidade, a Gold News oferece cursos e treinamentos gratuitos, com hora e data marcada. Além disso,

tros tipos. “São itens de design arrojado, com

a empresa frisa que mantém o departamento de vendas dis-

excelente acabamento e qualidade de impres-

ponível para atender todos os clientes e caso seja necessário

são. As nossas vendas vêm aumentando anu-

deixar a máquina na assistência técnica, a Gold News dispo-

almente, à medida que o mercado conhece o

nibiliza uma outra até o término do conserto.

produto e confere o seu desempenho. Agora

Presente no mercado brasileiro há mais de três anos, a

estamos focados em expandir a nossa atua-

marca de carimbos Deskmate, distribuída no Brasil pela em-

ção, por meio de parcerias com distribuidores

presa Mercado dos Carimbos, é encontrada em diferentes

por todo o Brasil”, almeja Flávio Ferreira Mar-

versões de produtos: automáticos, datadores, flash, entre ou-

ques, diretor da Mercado dos Carimbos.


Mercado

Gravação em estilo 3D e qualidade na impressão Carimbos em metal, perfuradoras e chancelas para relevo a seco, que se destinam a personalização de convites, são oferecidos pela Marca D’ Água, que destaca como diferencial em seus carimbos o fato de serem antifraudes em relevo a seco (não usam tinta). “Mudanças no sistema de gravação em estilo 3D, para proporcionar mais seguran-

A Marca D’Água apresenta novas chancelas para relevo a seco.

ça são as últimas novidades trazidas ao mercado”, destaca Antonio Gunther Steffens, diretor da empresa. Com o relevo a seco e o sinete para lacres, os lojistas podem oferecer aos clientes o serviço de confecção e personalização de convites, com o fechamento de envelopes em cera.

A novidade da Flexograff está na linha CSI dos carimbos Nykon®, uma coleção moderna e soft, com novo design.

Coloridos, modernos e precisos na impressão Manuais, automáticos, numeradores e datadores com ou sem placa texto, a Flexograff tem em seu mix diferentes soluções em carimbos. Além de fabricar modelos da marca Nykon®, distribui outras como: Top Plus, Colop, Shiny, DataKanji, Reiner e Trodat. A novidade da Flexograff está na linha CSI dos carimbos Nykon®, uma coleção moderna e soft, com novo design, com a qual a empresa pretende obter um crescimento anual nos negócios na ordem de 10%. “As novidades são param por aí. Apresentamos também os carimbos Nykon® com a bor-

58


racha para gravação a laser; a linha eco, produzida a partir de produtos naturais que não agridem o meio ambiente e no segmento de presentes, as canetas carimbos, modelo smart 3 em 1, reunindo as funções de escrever, carimbar e ponta smart para tablets e aparelhos touchscreen”, cita Erico Luiz Nunes, diretor da Flexograff. Para o lojista que deseja iniciar a sua própria fabricação de carimbos, a Flexograff apresenta a linha de máquinas Nykon®, que produzem todos os tipos de carimbos para gravação com polímero. “É uma maneira fácil, rápida e “limpa” de confeccionar carimbos, a preços acessíveis”, afirma Nunes. A empresa destaca dois modelos de máquinas, a Nykon-ImagePac, que possibilita produzir carimbos para scrapbooking e, segundo a empresa, tem como vantagens: menor investimento, baixo custo de manutenção, menor tempo de fabricação (5 minutos), praticidade no processo e não requer mão de obra especializada. Esta máquina vem acompanha-

“Oferecemos aos lojistas opções de máquinas para confeccionar carimbos. O uso é simples, rápido e limpo”, Erico Luiz Nunes, da Flexograff.


Mercado da com insumos para fabricação da placa texto em polímero. São 10 sachês tamanhos A8, 5 sachês tamanho A7, 3 folhas especial para impressão a jato de tinta, tem um vídeo tutorial e passo a passo com dúvidas frequentes. A outra máquina é a Nykon SR, que está com novo sistema acelerador de exposição, possibilita formato de gravação A4, dupla exposição ( sem virar os vidros) e temporizador digital com alarme. A Nykon SR não vem com um kit e a sugestão é a aquisição de um enxoval de carimbos, polímeros, folhas de substrato, guarnição, pos-ex e detergente. Ela produz, em média, 40 carimbos por folha A4. “Para operar esta máquina é preciso que a pessoa saiba fazer a gravação”, alerta o diretor da Flexograff. Como o investimento A Nykon-ImagePac, da Flexograff, possibilita produzir carimbos para scrapbooking.

é baixo, com mil reais já é possível adquirir uma máquina para iniciar a fabricação de carimbos, muitos segmentos estão investindo neste negócio, dentre eles, as papelarias.

Mais do que bons produtos “Hoje em dia, carimbo qualquer um pode fazer, mas atendimento eficiente, um bom prazo de entrega, preço justo, qualidade aliada a durabilidade do produto são fundamentais. É isso que vendemos há mais de 25 anos. Produzimos o que o nosso cliente precisa, seja uma frase ou um complexo logotipo. Trabalhamos com todos os tipos de carimbos, dos mais simples de madeira aos específicos como os de metais para estamparia ou numeradores. Também têm os automáticos, pessoais, de bolA Nykon SR, também da Flexograff, está com novo sistema acelerador de exposição.

so, linha profissional etc. Somos fabricantes e distribuidores de diversas marcas. Para todos fazemos a borracha e utilizamos o

Há mais de 25 anos, a Carplac distribui as principais marcas de carimbos e comercializa linhas próprias.

60


estojo ou carcaça da marca que o cliente preferir”, ressalta Ricardo Luiz Andrade, sócio-gerente da Carplac. O executivo destaca como uma das tendências no mercado de carimbos, o uso de insumos e matérias-primas ecológicas, assim como, a escolha por processos produtivos menos poluentes. Andrade afirma que no decorrer dos anos a empresa sentiu uma importante queda no volume de vendas de carimbos e acredita que o principal desencadeador deste cenário foi o aumento da concorrência, no entanto, o período agora é de retomada e regularidade nos negócios. “Estamos com um novo plano de negócios que se iniciou a partir da reformulação do nosso site, tornando-o mais moderno e dinâmico; em seguida alteramos o nosso logotipo, também incluímos a venda de materiais de escritório, ampliamos o mix de artigos de papelaria e apresentamos uma nova abordagem a grandes empresas, com planos de fidelidade e novas práticas de atendimento, visando sempre à satisfação dos nossos

“Observo que dentre as mudanças mais importantes que aconteceram até aqui foram com relação ao design e a qualidade dos carimbos”, Valter C. Miranda, da Carbrink.


Mercado clientes. Temos com os revendedores dos nossos carimbos, um grande elo de confiança e responsabilidade. Oferecemos condições justas de preço, prazo e outras facilidades. Adequamos o pedido a cada necessidade, equilibrando isso com o valor para que esse cliente se sinta seguro na decisão de trabalhar conosco”, comemora o sócio-gerente da Carplac.

Qualidade alemã “As empresas que fabricam carimbos, em especial as multinacionais, têm procurado oferecer produtos inovadores, com cores que agradam a todos os públicos e uma qualidade excepcional. Observo que dentre as mudanças mais importantes que aconteceram até aqui foram com relação ao design e a qualidade dos carimbos”, comenta Valter C. Miranda, diretor comercial da empresa. A Carbrink, além de possuir modelos de carimbos manuais e uma linha de automáticos, que podem ser personalizados, está distribuindo a marca alemã Traxx Printer de carimbos autoentintados. “Esses carimbos, que utilizam tinta alemã, reconhecidamente uma das melhores do mundo, têm Diferentes modelos de carimbos são comercializados pela Carbrink.

como grande diferencial os preços, que são extremamente competitivos. Nosso objetivo é fazer com que todos os carimbeiros conheçam e utilizem os carimbos Traxx Printer. Iremos buscar novos horizontes e clientes, não só para manter nosso volume de vendas, mas também para atrair novos negócios.” Não são apenas os carimbos oferecidos pela Carbrink, a empresa também desenvolve a processadora de carimbos Polijet em três modelos (4, 8 e 12 lâmpadas ultravioletas), que sensibiliza o polímero líquido, fazendo a borracha do carimbo. Quem adquire a máquina recebe um DVD com passo a

62


passo para a fabricação dos carimbos e, por meio do site da Carbrink, os interessados também poderão assistir a aula demonstrativa. Além da Polijet, a empresa tem uma máquina para produção de carimbos através do sistema flash. Diferentemente do sistema de polímero, os carimbos flash ficam com a tinta armazenada dentro de sua borracha e não necessitam de almofadas para serem utilizados. “O lojista que coloca uma processadora de carimbos em sua loja, já estará ganhando com a fidelização dos clientes, além de aumentar o faturamento. Em qualquer capital brasileira, se mandarmos fazer um carimbo contendo nome e telefone celular, por exemplo, ou seja, apenas duas linhas, numa base de madeira ou plástica, paga-se em média, 8 e 10 reais. Esse carimbo, para quem o fabricou, não passará de R$1,20 ( R$ 0,40 centavos da borracha e R$ 0,80 centavos da base). Portanto, uma lucratividade de mais de 800%. Esse fato já é mais do que suficiente para que o lojista coloque uma processadora de carimbos em sua loja”, analisa Miranda.

A Carbrink distribui a marca alemã Traxx Printer de carimbos autoentintados.


64


Fornecedor

Cadersil festeja 20 e importantes conqu

Inaugurada em 1993, quando começou a produzir cadernos do tipo pasta, atualmente o fabricante de Campina Grande ocupa a 7ª posição no ranking brasileiro de produtores de cadernos Determinada em

oferecer produtos de qualidade, a preços acessíveis e atender todo o Brasil, a Cadersil ao longo dos anos realizou importantes investimentos em infraestrutura, nos processos produtivos, em soluções que consomem menos energia e nas parcerias. Hoje, é o maior fabricante de cadernos do Norte e Nordeste, regiões em que estão os seus principais mercados. No entanto, o Sul e o Sudeste vêm apresentando um crescimento considerável em seus negócios. Uma das principais conquistas da empresa foi em 2001, quando saiu de uma área útil de 1.800 m2 para 9.000 m2, rompendo nes-

ta época a marca de 1.000.000 de cadernos produzidos e vendidos. Atualmente, está em nova fase de expansão para ocupar uma área de 18.000 m2, representando o maior parque fabril do segmento no Norte e Nordeste. Sua capacidade atual de produção é de 40 mil cadernos por dia, com possibilidade para dobrar este volume. A meta anual de produção é de aproximadamente 9.000.000 cadernos. Outro motivo de orgulho e importante conquista para a Cadersil é que pelo sexto ano e pela quinta vez consecutiva está presente entre as empresas de porte médio que mais crescem no Brasil, segundo pesquisa da Revista Exame, da Editora Abril, em parceria com a Deloitte, registrando o maior crescimento em uma empresa de sua categoria. A Cadersil ocupa hoje a 7ª posição no ranking nacional, entre as 60

66


0 anos uistas Atualmente, a Cadersil está em nova fase de expansão para ocupar uma área de 18.000 m2, representando o maior parque fabril do segmento no Norte e Nordeste. Sua capacidade atual de produção é de 40 mil cadernos por dia.

maiores empresas do setor, e que segundo a diretoria é fruto de um posicionamento empresarial que visa oferecer produtos diferenciados e de excelente qualidade. A empresa segue investindo em novos produtos e acabamentos paras as linhas já existentes, tornando seu portfólio competitivo, com itens diferenciados e, segundo a própria Cadersil, melhorando ainda mais a qualidade. Ao todo são 25 linhas de cadernos, cuidadosamente desenvolvidos com acabamentos diferenciados. Há cadernos espiralados universitários, cadernos espiralados ¼, cadernos brochuras universitários e cadernos brochuras ¼. Algumas linhas, contam ainda com cadernos de desenhos e agendas diárias. Estas últimas, lançadas recentemente, com as personagens Rocker Girl e Princess, representando uma nova categoria no portfólio da Cadersil. Estão disponíveis em quatro opções de capas para cada modelo, que podem também ser usados como diário porm terem uma página por dia. Como próximas metas, a empresa pretende se fortalecer nos mercados das regiões Sul e Sudeste, mantendo a sua política de transparência, respeito, e ética com os consumidores.


Tendência

Estojos Coleções 2014 As novas referências deste importante acessório escolar

Eles têm poucos

centímetros, estão dentro das mochilas, porém ganham cada vez mais relevância. Com um visual que chama atenção, os estojos já não passam desapercebidos. Eles estão mais resistentes, bonitos e agora trazem o selo de segurança do INMETRO. O poliéster foi o material explorado pelo fabricante Fuseco em seus novos estojos escolares. “É o mais adequado e viável em relação ao custo-benefício. Exploramos um mix de materiais tecnológicos, deixando em evidência um toque especial em cada linha. A coleção 2014 está recheada de novidades, temos inovações nas técnicas de estamparia e nos layouts, além disso, destacamos o fato dos nossos estojos serem certificados pelo INMETRO”, destaca Alexandre Faria, designer e coordenador de projetos da Fuseco. A empresa aposta em suas marcas próprias, que são mais de 20. “Desde a primeira coleção até hoje são os modelos das nossas marcas próprias que têm maior demanda. São estojos com até três compartimentos, uma pequena alça de mão, puxadores personalizados e estampas exclusivas. Para 2014 incluímos os licenciados:

A linha de marca própria da Fuseco tem uma importante demanda. São modelos com 2 e 3 compartimentos e alça de mão.

Turma da Xuxinha e Dino são as novas licenças da Fuseco.

68


Tendência

Jordana é a nova propriedade trabalhada pela Art Manual.

Turma da Xuxinha e Dino, o dinossauro criado pela Danone”, cita Faria, destacando que a empresa almeja um significativo aumento para esta linha de produtos que gira em torno de 8% a 15%. E, para alcançar este resultado, segue investindo alto em marketing e novos parceiros. “Graças a um trabalho árduo e dedicado, estes produtos sempre tiveram uma demanda alta. Alguns modelos esgotam já na pré-venda. A tendência para os próximos anos é mantermos estas estáveis estatísticas.” A Art Manual tem no estojo o seu principal produto, por isso, trabalha para ser cada dia mais forte e conhecida no setor, apresentando estojos inovadores e de qualidade. A linha 2014 é composta por 210 itens, todos aprovados e certificados pelo INMETRO, produzidos em diversos materiais, como lona, nylon, Bk e Cristal. Além disso, o licenciamento é uma poderosa ferramenta de vendas para a empresa, que apresenta propriedades de A linha 2014 da Art Spider Man, The Avengers, Bad Boy, Mila&Manual é composta por 210 tipos de estojos. Co, Red Nose, Out Law, Mell, Be Cutie, os

70


times de futebol Corinthians e Flamengo, Rocker Girl, Red Nose, Nos, além das três novidades para 2014: Jordana, La Ballerina e Garota Pin up. “O diferencial da nossa linha está na qualidade dos produtos e na diversidade de modelos. Estamos observando uma importante demanda por versões maiores e diferenciadas, como os duplos e triplos, com apliques e relevos. Porém, o tradicional e básico estojo que chamamos de “colorir” e que tem custo acessível continua representando um grande negócio”, analisa Fellipe Alves do Vale, coordenador de marketing da Art Manual. Para o profissional de marketing, a dificuldade encontrada em atuar neste ramo está na atuação dos importadores “aventureiros,” que só aparecem na época do vol-

Os estojos em polipropileno da Acrinil. Rigidez e leveza nos produtos.


Tendência Estojos com bordado, puxadores personalizados, material que imita pele de avestruz e lantejoulas estão presentes nos produtos DAC.

ta às aulas e trazem uma quantidade alta de itens. “Nós, fabricantes, não conseguíamos ter o mesmo preço, porém sempre fomos imbatíveis na qualidade, nos produtos diferenciados e na rápida reposição de estoque. Este ano, com a obrigatoriedade do selo do INMETRO, acredito que os aventureiros desaparecerão. Também notamos que o cliente está comprando menos em quantidade e mais em valor, ou seja, o seu desejo é por produtos mais caros e diferenciados”, analisa Fellipe. Em seu portfólio, a Acrinil apresenta dois tipos de estojos: o modelo universitário e o escolar, desenvolvidos em polipropileno copolímero, um material termoplástico rígido e leve. “Praticidade, qualidade, durabilidade e preços acessíveis são os aspectos que caracterizam os nossos produtos. As vendas nesta categoria estão em alta, uma vez que a temporada de volta às aulas de 2014 está a todo vapor. A demanda com relação ao estojo sempre se mantém na média, já que o produto se tornou commodity”, afirma Ademir Felix Vernice, presidente da Acrinil.

Pesquisas para detectar as tendências e o uso personagens próprios Estojos com bordado, puxadores personalizados, apliques em metal, com material que imita pele de avestruz, etiqueta bordada, lantejoulas... são vários os recursos encontrados nos estojos da DAC, que compõem as linhas escolares da empresa, além de oferecer modelos avulsos. “Um dos principais desafios ao desenvolver os estojos é que os jovens mudam de gostos e preferências com muita rapidez. Por isso, constantemente realizamos pesquisas em busca das tendências e aplicamo-nas em nossos produtos”, explica Michelle Cirera, do departamento de marketing

Personagens próprios se destacam na Produtos Kit.

72


Tendência da DAC. A linha de estojos da marca cresceu em vendas nos últimos anos, aproximadamente 10%, e a projeção é que mantenha este índice na próximas temporadas de negócios. A Produtos Kit investe na criação dos personagens próprios para estampar os seus estojos, muitos deles presentes nas linhas coordenadas com mochilas, cadernetas, lancheiras e aventais. O portfólio é formado pelas coleções masculina (Fight of Champions, Dog War e Kit Adventure), feminina (Fashion World, Sweet com lacinhos e telinha) e infantil (Thunder Breaker, Wild Spider, Princess, entre outras). “A categoria de estojo da Kit vem crescendo e a linha infantil é a que mais gera demanda”, comenta Pablo Balbi, do departamento de marketing. A empresa pretende ter um aumento de 20% nas vendas da categoria.

O universo das licenças Formatos diferenciados como os arredondados, ou então, mais quadrados, duas divisórias para uma melhor organização, puxadores personalizados, aplicação de diferentes materiais como EVA, PVC, PVC brilhante, cetim, poliéster, microfibra etc. Estas são algumas das características encontradas nos estojos da Xeryus, que sempre fazem parte de uma linha coordenada de produtos. A linha é 100% licenciada e atualmente o mix é formado por: Moranguinho, Winx, Galinha Pintadinha, Dora Aventureira, Scooby-Doo, Disney Cuties, Winnie the Pooh, Velozes e Furiosos, Pica-Pau, Backyardigans, Liga da Justiça, Power Rangers, Batman, Thor, UFC, Tapout, Head e os times de futebol Barcelona, Manchester, Flamengo, Milan, São Paulo e Corinthians. “Nossas apostas para 2014 são Meu Malvado Favorito 2, Avengers, Marvel Comics e Iron Man 3. A expectativa é de uma grande temporada e a meta de crescimento é na ordem de 17%. Durante a Escolar, a categoria de estojos foi responsável por aproximadamente 25% das nossas vendas (base quantidade) e 10% quando adotamos a base valor (o estojo é um item com menor custo em relação, por exemplo, às mochilas e lancheiras)”, justifica Edison Lira, gerente comercial da Xeryus, desta-

Linha feminina da Produtos Kit. Nos detalhes estão os diferenciais.

74


cando que a dificuldade encontrada no mercado é a acirrada competitividade, que apresenta produtos com altas variações de preço. “Como nossos produtos apresentam acabamento diferenciado, qualidade superior e aprovação do INMETRO, podemos “perder” mercado para versões com preços mais competitivos, porém de qualidade inferior e sem o selo que atesta a segurança do produto. Acreditamos que esta regulamentação, que passou a ser obriAs novidades para 2014 da Xeryus: gatória, além de ser uma importante Meu Malvado Favorito 2 e Iron conquista para o consumidor, conMan 3. tribuirá para um melhor equilíbrio do mercado”, analisa Lira. Para 2014, a Tilibra apresenta novidades como o estojo tubo quadrado Iron Man 3, três modelos na linha Ecko Unltd, três versões na Spider Man, estojo universitário Chococat e duas opções de cores (rosa e lilás) na Neon. “Os materiais utilizados na confecção dos estojos Tilibra são variados e adequados aos públicos a que se destinam, lembrando que to-


Tendência dos têm a certificação do INMETRO. Com relação aos tipos de maior demanda é bem relativo, pois depende do público consumidor. Para os jovens universitários, por exemplo, os modelos menores e compactos são os preferidos. Para o público infantil, estojos maiores, com vários compartimentos e os personagens do momento fazem a diferença no momento da escolha. O estojo é um produto importante no segmento escolar, sendo um dos itens que compõe o volta às aulas, de compra quase obrigatória. Por esta razão, investimos em um mix variado em estampas e marcas, que atendem crianças, jovens e adolescentes”, justifica Sidnei Bergamaschi, gerente de marketing e novos negócios da Tilibra.

O estojo tubo quadrado Iron Man 3 é um dos lançamentos da Tilibra para o volta às aulas 2014.

A Tilibra oferece opções para diferentes públicos.

A Waleu desenvolve estojos lisos, com estampa jeans, camuflado e em tela. Todos nos tamanhos médio e grande, em diferentes cores.

76


Licenciamento

Linha Galinha Pintadinha da Xeryu’s recebe prêmio Concorrendo com linhas das marcas Hot Wheels e Monster High, ambas da Sestini, o prêmio Expo Licensing Brasil foi conquistado pela Xeryu’s com a licença da Galinha Pintadinha, na categoria de mochilas. O personagem é um dos destaques para a linha de volta às aulas 2014. www.xeryus.com.br

Mochila da Galinha Pintadinha desenvolvida pela Xeryu’s é premiada.


Licenciamento

A moda nas bolsas e mochilas O programa de licenciamento do estilista Dudu Bertholini conduzido pela agência Andréia Boneti Licenciamentos tem novidades. As exclusivas estampas criadas pelo profissional estão em bolsas, mochilas e demais itens produzidos pela Sestini. Com apelo fashion são acessórios para quem curte moda. www.andreiaboneti.com

Tilibra é laureada com Prêmio Licensing Brasil

Sidnei Bergamaschi, gerente de marketing da Tilibra recebe das mãos de Alexandre Catharina, das Lojas Renner, o troféu pela conquista.

Em sua 3ª edição, o Prêmio Licensing Brasil mais uma vez concedeu à Tilibra troféu como empresa destaque em um de seus licenciamentos. Desta vez, o prêmio foi para o Caderno Universitário Monster High. Em 2012, a empresa já havia vencido com o Caderno Universitário Jolie. O prêmio aconteceu em paralelo à Expo Licensing Brasil que, anualmente, reúne os principais detentores de marcas, possibilitando oportunidades de negócios entre licenciadores e licenciados. Os ganhadores são resultado de uma pesquisa realizada pela empresa Destaque Bussiness Research. www.tilibra.com.br

78


Tablet da Galinha Pintadinha A Tectoy anuncia que a partir de agora a Galinha Pintadinha tem o seu próprio tablet. Criado para o público de 1 a 4 anos, o tablet vem com um case protetor e um suporte personalizado que permite rotacioná-lo em 90o e usá-lo tanto na posição vertical como horizontal. Jogos, atividades e clipes musicais vêm embarcados no dispositivo. O tablet tem tela de 7”, suporte a modem 3G, processador de 1.0 GHz, sistema operacional Android 4.1, memória interna de 4 GB expansível até 32 Gb através de cartão micro SD, câmera frontal de 0.3 MP, bateria interna recarregável de 3000 mAh, conexões mini HDMI, mini USB e micro SD e fone de ouvido. www.tectoy.com.br


Licenciamento

Mulher Maravilha, Mulher Gato e Super Mulher

Heroínas estampam shoppings bags.

As heroínas estampam as shopping bags da Santino. A coleção, que faz parte da licença DC Comics, traz as superpoderosas no estilo retrô e abusa das cores e bordados. As bolsas são feitas de poliéster com dois bolsos internos e um externo. Além das shopping bags, a linha também tem malas de viagem em dois tamanhos diferentes, estampadas com os quadrinhos dos heróis. www.santino.com.br

Papaiz lança cadeado oficial da Copa De olho no evento esportivo mais esperado de 2014, a Papaiz apresenta cadeado comemorativo para celebrar a Copa do Mundo FIFA 2014. O produto traz uma capa plástica com imagens temáticas. Na frente, a estampa do Fuleco, o tatu-bola mascote do evento; e no verso, a Taça, emblema da Copa do Mundo FIFA. www.papaiz.com.br

80


Rocker Girl estreia novo site A licença Rocker Girl tem novo site, onde são disponibilizadas todas as informações sobre os produtos, lançamentos, novidades e detalhes da personagem, fazendo com que os internautas possam interagir com as mídias sociais, curtindo as páginas no Facebook, e conferindo as fotos no Instagram, além de votar nas enquetes semanais, se divertirem com o jogo Rocker Girl Bikeway, ainda se mantêm informados sobre o mundo da moda, esporte, cotidiano, música, cinema, gastronomia entre outros, com uma linguagem jovem e conteúdo exclusivo e atual. Na seção “antenada” os fãs da Rocker Girl, podem baixar papéis de parede, imagens de exibição, background de twitter e capas para o facebook. www.rockergirl.com.br

Carrossel em versão animada Uma das principais apostas do SBT na área de licenciamento para o próximo ano é o Carrossel Animado, a versão em desenho da novela exibida pelo canal entre 2012 e 2013. O SBT Licensing fez o lançamento oficial da licença durante a feira Expo Licensing Brasil, para empresas de todas as categorias interessadas em desenvolver produtos estampados com a turminha da escola Mundial. www.facebook.com/SBTLicensing


Prateleira

Solução para reparos de difícil alcance O Loctite Super Bonder Precisão, da Henkel, vem com bico para aplicação de longo alcance. Com fórmula resistente à umidade e sem solventes, o produto permite uma colagem transparente e instantânea, em substratos como porcelana, metal, borracha, couro, madeira, papel e plástico. Outro destaque é que a embalagem fica em pé, proporcionando ao consumidor mais facilidades no uso. www.henkel.com.br

Novos atrativos em marcador de texto Disponível nas cores laranja, rosa, verde e amarelo, o marcador de texto Tank, da Bic, segundo testes da empresa pode permanecer até duas semanas aberto, que não seca, além disso, escreve até 3.5 vezes a mais que as principais marcas concorrentes. O produto tem ponta chanfrada bloqueada e extra larga, proporcionando maior cobertura. www.bic.com.br

82


Lapiseiras no melhor estilo fashion A Pentel apresenta a sua mais nova lapiseira técnica P360 destinada ao público fashion. Desenvolvida em modernas cores e dual grip (metal e emborrachado), que confere conforto e precisão está disponível em quatro calibres (0.3/0.5/0.7/0.9mm) e vem abastecida com 03 grafites HB. www.pentel.com.br

Na torcida pelo Brasil Para os estudantes que neste volta às aulas querem entrar no clima da “Copa do Mundo 2014”, a Faber-Castell traz diversos produtos para marcar, desenhar e colorir, nas cores verde, amarelo, azul e branco. www.faber-castell.com.br


Prateleira

Lâmpadas fluorescentes compactas A Rayovac® amplia sua linha de produtos com o lançamento de uma linha de lâmpadas fluorescentes compactas, que economizam até 80% de energia elétrica em relação às lâmpadas incandescentes e duram cerca de 6mil horas, disponíveis nas voltagens são de 127 e 220. São cinco modelos: Espiral 15 W, Espiral 20W, Flat 3U 15W, Flat 3U 20W e Flat 3U 25W. Todas testadas e aprovadas pelo Inmetro. www.rayovac.com.br

Cores nos pincéis A Broxinha com cabo injetado em plástico nas cores verde, amarelo, rosa e azul e com formato padronizado nas numerações 00, 0, 2, 4 e 6 é o destaque da Condor. A novidade possui ponta redonda com cerda gris (cinza) e é indicada para trabalhos artísticos e escolares. Pode ser utilizada com todos os tipos de tinta em diversas superfícies. www.condor.ind.br

84


Materiais para desenho A Acrimet apresenta em seu mix de materiais para desenho, réguas em diversos tamanhos, com escala em centímetros e polegadas, além da coleção FUN, direcionada ao público infanto-juvenil, com 4 modelos para meninos e 4 para meninas, ambas com 30 cm. A linha também é composta por esquadros, transferidores, conjuntos para esquadros e para desenho. www.acrimet.com.br

Organização na hora dos estudos Em tons mais discretos ou cores chamativas, os fichários universitários da Acrimet estão disponíveis em modelos com duas, três ou quatro argolas. Tem também os estojos “Teen Box”, com três divisões e que acompanham as mesmas cores dos fichários. Eles possuem uma aba, permitindo que sejam presos na ferragem do fichário, facilitando o transporte. E para facilitar a organização, tem as divisórias (com seis ou dez) para fichários. www.acrimet.com.br

A praticidade dos adesivos reposicionáveis A Acrimet lançou recentemente a linha AcriNotes de notas adesivas reposicionáveis, tendo como destaques os Rolos, disponíveis nas cores amarela e branco quadriculado, que podem ser usados em diferentes superfícies e por terem toda a área de aplicação revestida de adesivo, a fixação é maior. Outro produto desta linha é o Marca Páginas. Prático para marcar os pontos mais importantes do livro, caderno ou apostila. www.acrimet.com.br


Prateleira Especial

Em clima de Natal Fomos conferir as linhas temáticas de embalagens e cartões de expressão social, além das opções de presentes que podem ser comercializadas nas papelarias durante a mais importante data do calendário comercial.

Cartões Cristina Em seu portfólio há caixas semirrígidas com glitter, versões flexíveis e com tampa/fundo decoradas com temas natalinos, todas em diferentes tamanhos e formatos para os mais distintos presentes. A Cartões Cristina também oferece papéis de presente, sacolas, etiquetas, adesivos e versões de cartões para expressar os melhores sentimentos durante o Natal. www.cartoescristina.com.br

Grafon’s Este período é um dos principais de lançamentos para a Grafon’s, que oferece cartões e papéis de presente para complementar o clima festivo. Destaque para a linha Handmade Beauty Christmas com 60 novos modelos, em diferentes designs, acabamentos, mensagens renovadas e variedade em estilos. Para os cartões da coleção UNICEF, que têm parte do lucro de suas vendas revertida para projetos apoiados pelo UNICEF no Brasil, as belas imagens somam mais de 40 opções em cartões com e sem texto. A linha de cartões Personagens permanece no mix, Garfield e Snoopy, em “cenas” de Natal! Os clássicos cartões By Grafon´s, em mais de 50 opções, trazem a magia do Natal em imagens que são ícones da ocasião. Há ainda os papéis de presente em diversas estampas e com caixa display para exposição dos produtos. Ben 10, Marie, Toy Story, Hello Kitty, Jolie, Bichinhos, além de estampas clássicas de florais, listras e Black & White são apenas algumas das opções disponibilizadas. www.grafons.com.br

86


Smile House Para este Natal, a Smile House traz aos lojistas uma coleção com 120 cartões em 12 diferentes modelos, com mensagens e ilustrações divertidas, cheias de amor e espírito natalino. Na compra da coleção, o lojista recebe ainda um expositor aramado de mesa, sem custo adicional. O grande diferencial oferecido neste ano pela Smile House é que por meio do seu novo site, os clientes poderão comprar os cartões e realizar o pagamento da forma que preferir: boleto bancário, depósito/transferência ou no cartão de crédito, em até 18 vezes. www.smilehouse.com.br


Prateleira Especial Leadership O Natal também é uma boa ocasião para o papeleiro oferecer opções de presentes aos consumidores. A Leadership, em seu amplo mix, traz sugestões como: Leaderpad Kids, desenvolvido especialmente para crianças, com aplicações educativas. Resistente, possui laterais emborrachadas (nas cores rosa e azul) para proteger contra eventuais quedas, conta com Android 4.1, processador Dual-Core, Tela de 7’’ capacitiva, Wi-Fi, 4GB de armazenamento e câmera. Um produto completo para as crianças high tech. Outra sugestão de presente é o Leaderpad Dual Core HD, com tela HD (1024x600), vem com 8GB de armazenamento, 1GB RAM e câmeras frontal e traseira (1.3 M Pixels) para filmar ou fotografar os melhores momentos com alta qualidade e precisão. Possui tela capacitiva de 7’’, sistema Android 4.1 (Jelly Bean), Wi-Fi, compatibilidade com modem 3G, processador de 1.2GHz Dual-Core e mini-HDMI – para ligar direto na TV. www.leadership.com.br

Paloni Embalagens Diferentes soluções em embalagens são oferecidas pela empresa, que desenvolve as coleções em kits, com caixas em vários tamanhos e formatos. Em cores tipicamente natalinas e estampas que evidenciam ícones natalinos, a Paloni disponibiliza como opções os kits Quadrado, Retangular, Retangular Alto, Linda, Calçado, Paris, Amor Alto, dentre outros. www.paloniembalagens.com. br

88


Uatt? Diferentes possibilidades de presentes são oferecidas pela Uatt? como as agendas 2014 Diva e Revista, além dos estojos em neoprene multiuso “Alice” e “Amo Gatos”, que servem para guardar acessórios de maquiagem, higiene pessoal, e tudo que precisar. Tem ainda opções como o Kit Caipirinha, em embalagem Premium, composto por um copo de vidro com impressão com capacidade para 300 ml, um socador de madeira e uma tábua de corte pequena de 15 x 20 cm; o Kit Churrasco Benefícios do Churrasco, formado por uma faca, um garfo e um pegador, todos de aço com cabo revestido de madeira. Também está incluso um avental personalizado com várias informações sobre churrasco e um pano de mão e o divertido Jogo Pinball com Copos, que traz um tabuleiro, duas bolinhas metálicas e quatro copinhos de vidro: Bebe: a pessoa vira uma dose e joga novamente; Mico: pague um mico escolhido e passe a vez; Bebe 2X: vira dois shots e jogue novamente; Passa a Vez, não beba e passe a vez; Escolhe, a pessoa decide quem irá virar um shot e depois aquela pessoa joga e Todos, em que todos bebem. www.uatt.com.br


Serviço Entrevista V2 Consulting www.v2consulting.com.br

Categoria de Produto Acrimet www.acrimet.com.br Acrinil www.acrinil.com.br Carbrink www.carabrink.com.br Dello www.dello.com.br Stalo www.stalo.ind.br Waleu www.waleu.com.br

Fornecedor

Tendência

Cadersil www.cadersil.com.br

Acrinil www.acrinil.com.br Art Manual www.artmanual.com.br DAC www.dac.com.br Fuseco www.fuseco.com.br Produtos Kit www.produtoskit.com.br Tilibra www.tilibra.com.br Waleu www.waleu.com.br Xeryus www.xeryus.com.br

Mercado Carbrink www.carbrink.com.br Carplac www.carplac.com.br Flexograff www.flexograff.com.br Gold News www.goldnews.com.br Marca D’Água www.marcadagua.com.br Mercado dos Carimbos www.mercadodoscarimbos.com.br Nova Era www.ne.com.br – www.colop.com

90


92

Profile for Revista Papelaria & Negócios

P&n out site  

Edição Nº 112 de Outubro 2013

P&n out site  

Edição Nº 112 de Outubro 2013

Advertisement