__MAIN_TEXT__

Page 1


2


Editorial

Os olhos do dono Aquele velho ditado que diz “Os olhos do dono é que engordam o boi” continua sendo de grande valia no mundo empresarial. Certamente, a presença física do proprietário na condução dos negócios faz a diferença, no entanto,

DIREÇÃO Paschoal Sabatine paschoal@papelariaenegocios.com.br William Gimenes william@papelariaenegocios.com.br PUBLICIDADE Marco Aurélio Sabatine marco@papelariaenegocios.com.br

esta postura não pode de maneira alguma encobrir uma falha administrativa: a incapacidade de delegar poderes. Estes “olhos do dono” podem ser representados por uma importante ferramenta de pesquisa utilizada cada vez com mais frequência por diferentes setores da economia, dentre eles, o varejo. Estamos falando do “cliente misterioso”, também conhecido como “cliente oculto” ou “cliente fantasma”. Trata-se de um consumidor profissional contratado para passar por toda a experiência de compra e avaliar itens como: atendimento, limpeza e organização do estabelecimento, disposição de produtos etc. Com base nestas percepções são gerados relatórios que servem para as empresas remodelarem suas atuações. Uma das principais vantagens ao contratar o “cliente misterioso” diz respeito à imparcialidade no relato das informações. Isso porque, geralmente as pessoas já inseridas na empresa – supervisores e gerentes – têm uma visão influenciada pela rotina que vivenciam ali o que não os permite ter a mesma imparcialidade na

JORNALISTA RESPONSÁVEL Lia Freire (MtB 30.222) redacao@papelariaenegocios.com.br PROJETO GRÁFICO, DIAGRAMAÇÃO Cristiana Lacutissa/Vitor Lacutissa CL Studio (11) 2749-0738 clstudio@terra.com.br CAPA Patricia Chammas ADMINISTRAÇÃO E PUBLICIDADE Av. Alcântara Machado, 924 cj. 03 – Brás – CEP 03102-001 – São Paulo Fones (11) 3207-3896 / 3271-5867 pn@papelariaenegocios.com.br www.papelariaenegocios.com.br

avaliação dos serviços. Para falar sobre o tema, entrevistamos o sócio-diretor da Vidi Shopper, Marco Flavio Cardoso. E o segmento de informática ganha cada vez mais espaço nas papelarias, tanto que nesta edição nossos leitores poderão conferir três matérias relacionadas ao tema. Em uma delas apresentamos as novas opções em mídias para armazenamento de dados; em outra os destaques são os cartuchos e toners para impressão e, por último, mostramos os produtos específicos para a limpeza de computadores, teclados e equipamentos eletrônicos, que estão disponíveis no mercado brasileiro. Confira! Boa Leitura!

A Revista Papelaria e Negócios é uma publicação mensal da Top Brasil Editora dirigida a lojistas e fornecedores de artigos para papelaria e informática. Circulação nacional.

O conteúdo dos artigos e as declarações textuais contidas nas reportagens da Revista Papelaria & Negócios são de responsabilidade dos articulistas e entrevistados.


Sumário

6 Marketing & Negócios – As notícias que movimentam o setor.

12

Entrevista – Sócio-diretor da Vidi Shopper, Marco Flavio Cardoso, fala sobre “clientes misteriosos”.

16

Tendência – As novas demandas em mídias para armazenamento de dados.

26

Categoria de Produto – As opções em cartuchos e toners para impressão.

40 Feira – A edição 2013 de Office Brasil Escolar é lançada.

44

Mercado – Produtos específicos para a limpeza de computadores, teclados e equipamentos eletrônicos.

50 Licenciamento – As marcas e personagens que estão em evidência. 52 Informática – As novidades do segmento. 54 Prateleira – Um mix diversificado. 56 Brinquedos – O que está chegando nas lojas. 4


Marketing & Negócios

OKI comemora 15 anos no Brasil Uma das principais marcas de soluções de impressão do mundo, com mais de 30 anos de experiência no mercado, comemora 15 anos no Brasil. Para marcar este momento e beneficiar os clientes, a empresa apresenta seu Programa de Canais, o OKI Mais. Voltado para revendas e distribuidores da marca, oferece uma série de vantagens, que vão de condições comerciais exclusivas até um canal de comunicação direto com a fabricante. A ação vem para ampliar a captação de novos negócios e estreitar o relacionamento com os que já trabalham com a marca. A estimativa da empresa é alcançar 300 revendas na fase inicial do programa, dobrando este número até o final deste ano. No início de 2012, a OKI reestruturou suas frentes de negócios, criando duas novas diretorias: Comercial de Canais e MPS (Managed Printing Solutions). Como estratégia de atuação, adotou uma política comercial integrada para seus canais (MPS Partner, Distribuição, Revendas de Governo e Varejo & Webstores) e tem investido no posicionamento do serviço no mercado. Para impulsionar a linha de produtos no mercado, a OKI lançou quatro equipamentos neste ano: o multifuncional MB491+ e as impressoras B730, C831n e ES6405, destinados ao mercado corporativo e SMB (Small and Medium Business). www.oki.com.br

Sergio Horikawa é o presidente da OKI no Brasil.

Surge uma nova empresa brasileira no setor de embalagens A International Paper e a Jari Celulose, Papel e Embalagens S/A (Grupo Orsa) fizeram um acordo para criar uma nova empresa no mercado de embalagens. A IP investiu aproximadamente US$ 470 milhões, ou aproximadamente R$ 952 milhões no câmbio atual, para ter a participação de 75% dessa nova empresa. A Jari responderá por 25%. Os ativos de embalagem do Grupo Orsa são compostos por três fábricas de papelão para embalagens e quatro unidades de produção de embalagens de papelão ondulado. Essas fábricas serão separadas dos negócios florestais e farão parte da Joint Venture. Os negócios florestais e de celulose continuam com o Grupo Orsa. “A International Paper, que é uma das maiores empresas globais de embalagens e papel, no Brasil possuía até então unidades voltadas à produção de papel branco para imprimir e escrever. Este acordo vai ao encontro das metas da companhia que é a de criar uma plataforma sustentável de crescimento na América Latina nos setores de papel e embalagens”, comenta Jean-Michel Ribieras, presidente da International Paper América Latina. “O Grupo Orsa tem como filosofia apostar em parcerias estratégicas como ferramenta de desenvolvimento. Essa Joint Venture fortalece o negócio de embalagem ao trazer novas tecnologias e inovações, refletindo em uma empresa com potencial de crescimento acelerado.” afirma Sergio Amoroso, chairman do Grupo Orsa. Com o acordo estabelecido, as companhias esperam concluir a transação no primeiro trimestre de 2013, em razão de algumas condições pré-estabelecidas e as aprovações públicas necessárias. www.internationalpaper.com.br

6


Summit projeta crescimento de 30% para a próxima temporada de negócios Com um portfólio focado nos públicos escolar e profissional, a empresa projeta crescimento de 30% para a temporada 2012/2013. “Vamos trabalhar para aumentar o nosso volume nesse período, com novos licenciamentos, o reposicionamento da linha TRIS e com o fortalecimento do relacionamento com a STAEDTLER, que traz novidades na linha do láA licença Monster pis ecológico Wopex”, anuncia Guilherme Catta-Pretta, diretor comercial High e a expansão da da Summit. A companhia atua na distribuição de produtos direcionados linha do lápis ecológico ao setor de papelaria com um mix repleto de alternativas para educação, Wopex são algumas escrita, desenho técnico, artes plásticas, lazer criativo e uso profissional. das novidades da Dentre os lançamentos estão novos licenciamentos como Monster High, Summit para a próxima porém, a grande novidade da Summit para este ano é o reposicionamentemporada de negócios. to da marca TRIS, com foco na comunicação B2C, que terá a sua linha ampliada também ao público profissional. Outra importante mudança é o alinhamento das linhas Office Summit, sob o guarda-chuva da marca TRIS Profissional, reforçando a identidade e o conceito da marca, respeitando as características próprias do target. Com o reposicionamento, haverá a incorporação de todas as linhas: TRIS Escolar, TRIS Profissional, TRIS Licenças e TRIS FestMania. www.summit.com.br

Bic apoia projeto social no Morro do Alemão

Bic distribui kits de material escolar em projeto social no Morro do Alemão.

Empresa participa e apoia o projeto “A gente acredita de coração no seu futuro”, realizado pela Kibon no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, e contribui com kits de material escolar para projeto de capacitação profissional. Em parceria com a ONG EDUCAP, o projeto, que tem foco educacional, oferece oportunidades para jovens e adolescentes da comunidade, com a intenção de prepará-los para o mercado de trabalho e dar suporte ao desenvolvimento de uma profissão. O programa, que começou no dia 18 de outubro, terá duração mínima de três meses. Serão oferecidos cursos de Preparação para o Trabalho; Trabalhando por Conta Própria; Vida Financeira; Inglês para Atender Turistas; Informática (em quatro níveis); Informática Básica e Internet; Word; Excel e PowerPoint. www.bic.com.br


Marketing & Negócios

Marca holandesa de acessórios de informática chega ao mercado brasileiro A Canyon, marca holandesa de acessórios para informática, acaba de desembarcar com a sua linha de produtos no Brasil, trazendo itens como fones de ouvido, mouses, webcams e adesivos para notebooks, entre outros. A empresa se estabeleceu em 14 países da América Latina em menos de 24 meses. O diretor da Canyon, Gerardo Hernandéz, destaca a presença da marca no País. “Estamos muito entusiasmados com a nossa presença no Brasil, que sabemos é um país onde predominam os jovens, que compõem um público que gosta de estar na vanguarda das tendências e a nossa marca oferece numerosas alternativas que respondem a estas necessidades”, destaca. O responsável pela Canyon no Brasil, Jaime Paez, ressalta o momento econômico do País. “O Brasil está entre as principais economias emergentes do mundo e a Canyon não poderia ficar fora deste mercado. Além disso, os brasileiros estão cada vez mais interessados em produtos tecnológicos e diferenciados”. www.facebook.com/CanyonBrasil www.canyon-tech.com.br

Canyon, marca holandesa de acessórios para informática, entra no mercado brasileiro.

Cadersil investe em ação na rede social “Maratona de Prêmios” é a mais recente campanha lançada pela Cadersil. Serão sorteados dois kits a cada 15 dias, contendo em cada um: uma camisa, dois cadernos e uma caneca. A cada promoção será modificada a linha tema dos kits. A ação é válida em todo o território nacional, no período de outubro até dezembro de 2012. Para participar, basta curtir a Fanpage da empresa (facebook.com/Cadersil) e compartilhar publicamente a imagem da promoção vigente na ocasião. Mais detalhes poderão ser obtidos no site da empresa. “Com essa nova ação, a Cadersil visa atingir dois grandes objetivos: aproximação com clientes e revendedores e a fixação da marca, através das redes sociais”, afirma Patrícia Cabral, diretora de marketing. www.cadersil.com.br

Ação lançada pela Cadersil distribuirá kits até dezembro de 2012.

8


Fabesul lança selo comemorativo e homenageia colaboradores e parceiros Distribuidora de itens de informática, material de escritório, limpeza, higiene e copa/cozinha, atendendo o mercado corporativo no Sul do País, a Fabesul completará 30 anos em junho de 2013. Um selo alusivo à data foi criado e em breve estará em toda a frota da empresa, circulando pelo Rio Grande do Sul, por Santa Catarina e pelo Paraná, estados onde a companhia tem sede. O slogan do selo, “Juntos construímos esta história”, é uma homenagem aos colaboradores e parceiros que ajudaram a Fabesul a trilhar a sua trajetória. O caminho iniciado em 1983 pelos sócios Clair Scolari e Jair Bernardon soma hoje números representativos: são 360 colaboradores, 45 veículos, 8.500 itens em pronta entrega e 9 mil clientes. “Estamos chegando aos 30 anos com a nossa melhor performance. Apesar de sermos uma empresa madura, comemoramos uma renovação total, com inovações. É como se fosse um recomeço”, analisa Bernardon. Preocupada em sempre proporcionar a melhor relação entre custo e benefício para parceiros e clientes, a companhia investe em treinamento para os colaboradores de todos os setores. “As equipes atuam mais como consultoras dos clientes. Oferecem a melhor equação para as suas necessidades, reduzindo custos e otimizando resultados”, esclarece Scolari. Planos de expansão - Em sua trajetória, a Fabesul desenvolveu um modelo de administração corporativa que a vem possibilitando dobrar o faturamento a cada quatro anos. “O segredo para chegarmos a este patamar foi termos nos adaptado às mudanças tecnológicas e nos antecipado às necessidades do mercado”, comenta Scolari. Com este modelo de gestão, os sócios revelam planos de expansão em curto prazo. “Estamos pesquisando outras regiões do Brasil para nos estabelecermos, mas agora de maneira mais rápida”, conta Scolari, complementado pelo sócio: “O que nós realizamos em três décadas agora vamos fazer entre cinco e dez anos.” www.fabesul.com.br


Marketing & Negócios

TECA Produtos de Papelaria presente no e-commerce No ano da comemoração dos 30 anos, empresa amplia suas vendas com atendimento online para revendedores. A venda pelo site vai permitir que os clientes de todo o Brasil tenham maior acesso aos produtos (mais de 600 itens) do catálogo. Atender ao crescimento do mercado online está entre as prioridades e, para isso, o site terá uma plataforma especial para facilitar e agilizar o contato com esses compradores. “Estamos preparados para ampliar o atendimento em todas as regiões. E a expectativa de aumentar as vendas é bastante positiva”,  comemora Thereza Christina Leopoldo e Silva, a Teca, fundadora da empresa. A linha 2013, formada por cartões, agendas, calendários e mouse pads, já está disponível. No licenciamento, o destaque fica por conta da linha exclusiva Charlie e Lola que junta-se ao Pequeno Príncipe. Ainda entre os produtos mais procurados estão as agendas, álbuns de fotografia, blocos, cadernos, calendários, carteiras, diários do bebê, índices telefônicos, mouse pads e papel de presente. “A ideia do design que não segue modismos é uma tônica aqui na TECA, tendo em vista o conceito “menos sempre é mais”. O mercado papeleiro é competitivo e precisa sempre de novidades para manter os produtos em destaque. A nossa trajetória tem respondido a essa demanda. Há 30 anos quando criamos a empresa, lançamos a agenda quadriculada colorida que obteve uma resposta do público e do mercado de imediato sucesso. Com o passar dos anos, já em nova fase, criamos outras linhas, algumas com artistas plásticos convidados e entramos no licenciamento. A chegada de O Pequeno Príncipe foi muito importante e, recentemente, Charlie e Lola.  Os anos passam, porém temos mantido a mesma filosofia na concepção dos produtos”, afirma Teca. www.teca.com.br

A venda pelo site vai permitir que os lojistas tenham acesso a todos produtos (mais de 600 itens) do catálogo da TECA.

10


Suzano tem nova gerente de marketing Lucimary Henrique assumiu a posição de Gerente Executiva de Estratégia e Marketing da Unidade de Negócio Papel da Suzano Papel e Celulose. A executiva será responsável pela gestão de todos os produtos da linha de papel da Suzano. Formada em Relações Internacionais e Administração de Empresas pela PUC-SP e com MBA em Marketing Executivo pela Universidade de São Paulo (USP), Lucimary possui mais de dez anos de experiência em cargos gerenciais, desenvolvendo sua carreira nas empresas Deloitte Brasil, Deloitte México, Value Partners/ValueTeam e Lucimary Henrique Sun Microsystems/StorageTek Brasil. será responsável www.suzano.com.br pela gestão de todos os produtos da linha de papel da Suzano.


Entrevista

Cliente misterioso

A “espionagem” do bem Qualidade nos serviços prestados é um dos temas recorrentes entre os gesto- A pesquisa realizada pelo res. Garantir a satisfação do cliente fazendo com que ele retorne ao estabelecimento não cliente misterioso atrai cada é uma tarefa fácil. Para melhor compreender o foco do cliente há disponíveis diferentes vez mais a atenção das ferramentas como a do “cliente misterioso”, também conhecido como “cliente oculto” ou empresas, que buscam “cliente fantasma”. Trata-se de um consumidor profissional contratado para passar por toda a experiên- valiosas informações cia de compra e avaliar itens como: atendimento, limpeza e organização do estabelecimento, disposição de produtos etc. Com base nestas percepções são gerados relatórios que servem para as empresas remodelarem suas atuações. Uma das principais vantagens ao contratar o “cliente misterioso” diz respeito à imparcialidade no relato das informações. Isso porque, geralmente, as pessoas já inseridas na empresa – supervisores e gerentes – têm uma visão influenciada pela rotina que vivenciam ali o que não os permite ter a mesma imparcialidade na avaliação dos serviços. Certamente as pesquisas realizadas através desta metodologia podem contribuir para elevar o grau de satisfação dos clientes, conquistar novos e consequentemente elevar as vendas. No entanto, para que os resultados sejam fidedignos os profissionais devem ser criteriosamente selecionados e treinados. Há empresas e profissionais autônomos que passaram a ofertar em seu portfólio de serviços a pesquisa de cliente misterioso, porém a realiza sem que tenha recursos e conhecimentos suficientes sobre esta ferramenta. Por isso, para que os resultados sejam confiáveis e realmente venham a contribuir de forma estratégica, vale ressaltar que é importante ter cautela na escolha de qual empresa contratar para aplicar a pesquisa. Desde 2010 a Vidi Shopper realiza este trabalho que avalia a execução e experiência de compras e serviços nos caMarco Flavio Cardoso é sócio-diretor da Vidi Shopper, empresa que realiza pesquisas utilizando o “cliente misterioso”.

12


nais de vendas e atendimento. Em seu portfólio há projetos para a Nike, O Boticário, TAM Viagens, Ambev, Microsoft, Livraria Cultura, entre outros. Empresas que mostram muita maturidade ao escutar realmente o que o consumidor acha e quer. Para falar sobre o tema, entrevistamos o sócio-diretor da Vidi Shopper, Marco Flavio Cardoso. Revista Papelaria & Negócios - No que consiste a ferramenta chamada de “clientes misteriosos”? Marco Flavio Cardoso - Trata-se de uma ferramenta utilizada para avaliar a execução, os procedimentos e a experiência de compra de produtos e/ou serviços de forma independente, espontânea e oculta. Revista Papelaria & Negócios - Poderia explicar a dinâmica? Marco - A empresa nos relata as suas necessidades, que podem ser desde a checagem de procedimentos até avaliação da experiência de compra. Com base nesta demanda elaboramos um questionário customizado e, em seguida, partimos para o recrutamento, seleção e treinamento das pessoas que atuarão como “clientes misteriosos”, que vão a campo sabendo o que e como avaliar cada um dos quesitos. Ao longo da realização da pesquisa, disponibilizamos os resultados de forma on-line em nosso sistema e, após o término preparamos uma apresentação gerencial com os resultados e principais insights para o negócio da empresa contratante. Revista Papelaria & Negócios - Quais as principais contribuições para os negócios ao utilizar este tipo de avaliação? Marco - Os resultados podem auxiliar na definição de diversos planos de ação, pois é possível avaliar aspectos positivos e negativos relativos ao estabelecimento, à oferta de produtos, aos funcionários, atendimento etc. Desta maneira a empresa poderá traçar melhorias e correções em seu negócio. Revista Papelaria & Negócios – A partir das informações obtidas, qual é a próxima providência? Marco - Isso dependerá da necessidade e do tipo de problema enfrentado pela empresa. Em geral, com os resultados em mãos é possível promover melhorias em treinamento da

“A experiência do “cliente misterioso” contribui para que as empresas possam comprovar a eficiência ou ainda fazer os ajustes necessários.”

equipe, implementar campanhas de incentivo para a melhoria/ cumprimento de procedimentos, elaborar planos de ação com base nos piores quesitos avaliados, dentre outros aspectos. Revista Papelaria & Negócios - De quanto é, em média, o investimento necessário? Marco - Depende. O preço das avaliações tem relação com a escala (quantidade x frequência). Em geral, os preços oscilam ao redor de R$300,00 por “cliente misterioso”, mas há avaliações com valores inferiores e superiores. O mesmo vale para a equipe a ser alocada por job, pois dependerá da complexidade e extensão de cada caso.

Revista Papelaria & Negócios - Em quais situações são indicadas o uso do “cliente misterioso”? Marco - Existem diversas situações para uma empresa contratar este serviço, tais como: quando são incorporados novos processos ao treinamento da equipe, para identificação de oportunidades no atendimento, na identificação de fraudes, definição das melhores práticas, para verificar a implementação de campanhas promocionais, premiar/reconhecer equipes de acordo com o cumprimento de um determinado script/ procedimento de atendimento/ oferta de produtos etc. Revista Papelaria & Negócios - Com qual frequência recomenda-se usar essa ferramenta? Marco - Isso também irá depender do objetivo do cliente. Se for do interesse ter uma “fotografia” para obter um diagnóstico dos pontos positivos e negativos, apenas uma “rodada” é suficiente. Agora, se o intuito for avaliar o progresso da equipe e/ou fazer premiações e


Entrevista

reconhecimentos, sugerimos que seja algo frequente/ contínuo. Revista Papelaria & Negócios - Tanto a indústria, quanto o varejo podem usar o “cliente misterioso”? Marco - Sim. Tanto um quanto o outro podem contratar este tipo de pesquisa. A indústria geralmente nos procura para checar o discurso de vendas da equipe de campo (vendedores e promotores), implementação de materiais e campanhas promocionais. Já o varejo tem uma preocupação com todo o contexto do shopper journey e com a experiência de compra. Ou seja, pretende-se avaliar desde o ambiente da loja, passando pelo acolhimento e atendimento até a finalização da compra. Revista Papelaria & Negócios - Os empresários brasileiros têm a cultura de utilizar em seus negócios esta ferramenta? Marco - No Brasil, acredita-se estar presente desde a década de 80. Notamos que esta prática é bem desenvolvida nos Estados Unidos. Revista Papelaria & Negócios - Qual é o segmento varejista que mais faz uso desta avaliação? Marco - Não há um segmento específico. A ferramenta é muito válida para qualquer perfil de varejo.

“Usamos o “cliente misterioso” para avaliar a execução, os procedimentos e a experiência de compra de produtos e/ ou serviços de forma independente e espontânea”, Marco F. Cardoso.

Revista Papelaria & Negócios - Como a Vidi Shopper recruta estes “clientes misteriosos”? Marco – Estes profissionais passam por um processo de recrutamento e seleção. Temos uma base com mais de 15.000 pessoas cadastradas em todo o Brasil e, de acordo com o perfil do projeto, selecionamos as que mais se encaixam dentro das necessidades de cada cliente. Revista Papelaria & Negócios - Estes profissionais são submetidos constantemente a treinamentos? Qual a frequência e que tipo de reciclagem profissional recebem? Marco - Sim. A cada novo projeto os profissionais selecionados são submetidos a um treinamento específico do job. A frequência depende da natureza do projeto.

Revista Papelaria & Negócios - Como você entrou neste ramo de negócios? Marco – Percebia que havia um grande potencial a ser explorado nas relações humanas durante o processo de compra e que estas relações faziam e continuam fazendo uma grande diferença no momento da decisão do cliente. Ou seja, o shopper deixou de se apegar apenas à marca, à qualidade do produto e ao ambiente de compra e busca algo além. Por isso, o grande desafio está nas pessoas, na capacidade de comunicação e no atendimento prestado ao cliente. Diante desta oportunidade e das experiências que já tínhamos em trade marketing, decidimos empreender em 2010 neste ramo, com o intuito de diagnosticar para as empresas as principais oportunidades na área.

14


Tendência

As novidades

em mídias As mídias ópticas e digitais ganham formatos diferenciados, cores e, principalmente, têm as suas capacidades de armazenamento cada vez maiores

Em um passado não tão distante assim os disquetes reinavam absoluto no armazenamento de dados. As fitas cassetes também eram usadas, neste caso para gravar áudio. Hoje, peças de museu, a evolução das mídias e dispositivos de armazenamento removível vem em uma velocidade surpreendente. Das já “antigas” mídias, as que ainda continuam bem populares são os CD´s e DVD’s. Eles continuam tendo muita procura, mas nada se compara a demanda que atualmente há por pen drives, cartões de memória e HD’s Externo. Um dos principais fornecedores de mídias, a Bright oferece em seu portfólio, CD’s, DVD’s, Blu-Ray, Pen drive, HD Externo, entre outros. “Neste mercado, a tendência está em capacidades de armazenamento cada vez maiores e preços menores. O usuário deseja itens que reúnam marca conhecida, bom preço e confiabilidade”, afirma Rafael Passaro, do marketing da empresa. Outro fabricante que disponibiliza uma grande variedade em mídias é a Elgin. São CD-R, CD-R Printable (com superfície imprimível), CD-RW (regravável), DVD-R, DVD-R Printable (com superfície imprimível), DVD+RW (regravável), DVD+R, DVD+R DL (DVD com dupla camada), mini DVD-R e Blu-Ray (BD-R). “Além da diversidade Das “antigas” mídias, os CD’s e DVD’s têm destaque. Produtos distribuídos pela Bright.

16


Blu-Ray e Pen drive estão entre as mais procuradas na atualidade. Produtos oferecidos pela Bright.

de mídias, também dispomos de tipos de embalagens diferentes, como por exemplo, slim cases, envelopes, embalagens com 10, 25, 50 e 100 unidades”, cita Fábio Akira Munacata, gerente de produtos, lembrando que o Blu-Ray (BD-R) está entre as atuais evoluções neste segmento. “Trata-se de uma mídia do mesmo tamanho e formato dos CD’s-R e DVD’s-R, porém com capacidade aproximadamente 35 vezes maior que um CD-R e 5 vezes maior que um DVD-R”, exemplifica Fábio.

A Elgin oferece uma ampla variedade de mídias.


Tendência

“As papelarias são um importante parceiro do segmento, especialmente pelo seu “poder” de falar com o consumidor final de diferentes perfis”, Gerardo Rocha, da Kingston.

Especialista em desenvolver

Especialista em memórias USB e pen drives

pen drives, a Kingston apresenta o Data Traveler GE9, com estrutura revestida

Capacidade, velocidade, portabilidade e qualidade

de ouro 24k e nas versões de 8GB e 16 GB.

dos produtos são critérios cada vez mais importantes na decisão de compra dos consumidores e aspectos presentes nas mídias Kingston, como destaca o fabricante, que tem em seu mix módulos de memórias DRAM, memórias OEM para sistemas, SSDs, cartões de memória e pen drives, além de leitores de cartão. Os jogadores de games para PC têm recebido atenção especial da Kingston, que oferece a eles mídias de alta tecnologia por meio da linha HyperX. As memórias USB e os pen drives representam as linhas de produtos mais vendidas pela Kingston. Em termos de pen drive, destaque para o USB 3.0, com velocidade superior aos modelos convencionais, como o DT 111. Há ainda o pen drive DT Workspace, que, ao utilizar a ferramenta Windows To Go, permite aos usuários do Win“O mercado é bastante dinâmico e o que era moderno ontem, hoje já é descartado.

dows 8 armazenar o seu ambiente operacional no próprio

O CD é uma mídia relativamente antiga,

dispositivo e reproduzi-lo em

sendo usado ainda hoje devido o seu

qualquer computador. Além

baixo custo e a boa capacidade para

destas versões, vale desta-

gravação de dados”, Augusto Kaulino, da

car o Wi-Drive. Sem fio, este

Leadership.

dispositivo portátil foi desen-

18


Tendência

volvido para atender às necessidades crescentes de armazenamento dos usuários de produtos da Apple®, mas que também pode ser usado no KindleFire, da Amazon. Para o usuário que busca sofisticação, a Kingston apresenta o pen drive Data Traveler GE9 com estrutura revestida de ouro 24k e um design moderno criado pelo desenhista iraniano Arman Emami, vencedor do Red Dot – um dos mais importantes prêmios mundiais de design industrial. Sua estrutura oferece maior resistência a quedas e as alternâncias de temperatura. Disponível nas versões de 8GB e 16 GB, o DT GE9 tem cinco anos de garantia e suporte técnico gratuito. Destaque ainda para os cartões de memória e micro-SD, utilizados em máquinas fotográficas, aparelhos telefônicos e tablets. A Kingston oferece, por exemplo, o Micro-SD de 64. “A Kingston trabalha “Os usuários desejam mídias que

com distribuidores que atuam com o varejo diretamente.

possuam boa velocidade de gravação e

Entendemos que as papelarias são um importante par-

transferência de dados, muito espaço para

ceiro do segmento, especialmente pelo seu “poder” de

guardar os arquivos e portabilidade”,

falar com o consumidor final de diferentes perfis”, afirma

Marcel Souza, da Multilaser.

Gerardo Rocha, gerente de desenvolvimento de negócios para a América Latina.

Caderno Digital O gerente comercial da Leadership, Augusto Kaulino, destaca que os pen drives, bem como os cartões de memória são importantes “representantes” da categoria e tem mais, os pen drives em formatos diferenciados, como de relógios, canetas, bichinhos e, até mesmo, alguns à prova d’água vêm se sobressaindo. Além de ter em portfólio os proPen drives

dutos citados, somam-se os CD’s e

de 4GB a

DVD’s e recentemente a Leadership

128GB são disponibilizados no portfólio da Multilaser.

20


O New Caderno Digital, da Leadership, possibilita transferir por e-mail, via USB ou por Bluetooth, o que é escrito em papel para o computador, smartphone ou portátil. As coloridas mídias da Microservice.

apresentou o New Caderno Digital, que possibilita transferir por e-mail, via USB ou por Bluetooth, o que é escrito em papel para o computador, smartphone ou portátil. O caderno possui bateria interna recarregável e também funciona como uma mesa digitalizadora. “Para que o sistema funcione, não é necessário utilizar um papel especial. Quem faz a “mágica” acontecer é a caneta, de carga esferográfica comum, que se comunica com um sensor infravermelho localizado em cima do caderno para captar todos os movimentos. Os dados são armazenados em formato imagem ‘JPG’, no entanto, o produto acompanha também um software que, no caso de textos, reconhece e transforma em documentos do Word ou PDF, como o usuário preferir. Compatível com sistemas Windows 2000/XP/Vista/7, celu-

O DiscLoader Youts, da Microservice, tem a função de replicar conteúdo de áudio, vídeo, fotos e dados de até 20 discos em uma só operação.


Tendência

Versatilidade e qualidade estão entre as propostas de atuação da Videolar.

lares Android e Blackberry”, explica Augusto. Em breve, a Leadership trará novos dispositivos. “O mercado é dinâmico e o que era moderno ontem, hoje já é descartado. O CD, por exemplo, é uma mídia relativamente antiga, sendo usado ainda hoje devido o seu baixo custo e a boa capacidade para gravação de dados”, comenta Augusto.

Aposta no Blu-Ray Para o gerente de produto da Multilaser, Marcel Souza, o BluRay é uma mídia que ainda terá o seu consumo impulsionado. “Apesar do preço dos players terem baixado sensivelmente, um disco de BluRay ainda custa pelo menos quatro vezes mais caro que um disco de DVD comum. Sendo assim, ainda veremos por alguns anos, o DVD muito forte no mercado”, observa Souza. Atualmente em seu mix, a Multilaser oferece mídias ópticas (CD-R, DVD-R,

22


Dual Layers e Blu-Ray), pen drives de 4GB a 128GB, além

com o CD-R Slim e o DVD-R Slim; a linha

de cartões de memória de 2GB a 32GB. “Os usuários que-

Inkjet Printable com CD’s -R e DVD’s-R; a li-

rem comprar mídias de alta qualidade, que possuam boa

nha Standard formada por CD’s-R, DVD’s-R

velocidade de gravação e transferência de dados, muito

e Blu-Ray, em diversas opções de emba-

espaço para guardar os arquivos, confiabilidade e porta-

lagens e mídias na cor roxa. No entanto,

bilidade”, destaca o gerente.

a mais recente novidade foi o DiscLoader

Proposta Irreverente

Youts, que tem a função de replicar conteúdo de áudio, vídeo, fotos e dados de até 20 discos em uma só operação e possibi-

A marca Youts da Microservice tem uma proposta irre-

lita a extração e conversão contínua dos

verente e divertida, contemplando mídias com um “estilo”

arquivos em até 40 discos de uma só vez

arrojado. Tem a linha Colorful, composta por CD-R Enve-

e em diversos formatos. Também realiza

lope, CD-R Slim, DVD-R Envelope e DVD-R Slim. Além do

back-up em múltiplos discos, possibilitando

design são cinco diferentes cores, para facilitar o proces-

a encriptação do conteúdo a partir de uma

so de arquivamento e classificação; tem a Color Label

senha, garantindo assim, maior segurança

Dos DISQUETES AOS PEN DRIVES E CARTÕES DE MEMÓRIA DISQUETES Até os anos 80, o famoso disquete de 5,25 polegadas, com capacidade de armazenamento de 1,2 MB, era o mais usado para transportar dados. Pouco tempo depois, foi lançado o disquete de 3,5 polegadas e 1,44 MB, que era considerado uma enorme evolução, pois seu tamanho físico havia diminuído e sua resistência e capacidade de armazenamento havia aumentado - ele tinha mais vantagem pela estabilidade (os discos de 1,2 MB, flexíveis estragavam com facilidade). CD’s O tempo passou e os computadores pessoais passaram a ser vendidos com drives leitores de CD’s, que possuíam 700 MB, o que representava uma enorme capacidade de memória, se comparados com os disquetes, que ainda não haviam sido abandonados, devido aos preços altos dos gravadores de CD. Quando estes se tornaram populares, as pequenas unidades flexíveis de 1,44 MB foram sendo gradativamente deixadas de lado.

DVD’s Os avanços tecnológicos não pararam por aí. Em 1996, foi lançada uma nova mídia muito semelhante aos discos compactos: era o DVD (Digital Versatil Disc), que podia armazenar até 4,7 GB e, posteriormente, o DVD, de camada dupla com 8, 5 GB. BLU-RAY Em meados de 2006 foi lançado pela Sony, o Blu-Ray, uma mídia que se caracterizava pela enorme capacidade de armazenamento de dados (50 GB) e com características físicas idênticas ao DVD. CARTÕES E PEN DRIVES Hoje em dia, há as memórias em formato de cartões e os pen drives como dispositivos de segurança para armazenamento de dados. Para ter uma ideia, um pen drive de 128 GB corresponde a 109.000 disquetes de 5,25 polegadas. Trata-se de uma enorme evolução dos anos 80 até os dias atuais. * Informações cedidas pela Leaderhip Group


Tendência

Aposta irreverente da Videolar. Flash drives personalizados: Angry Birds, Looney Tunes e Animais da floresta.

Virgens. Para Silva, o produto revolucionário neste mercado é o SSD (Solid State Disc – Disco de Estado Sólido), pois permite mobilidade por se tratar de um item leve, além disso, possui

dos dados.

uma alta velocidade para transferência e grava-

Irreverência também pode

ção de dados. É quem substituirá o HD (Hard Disc

ser observada nas mídias oferecidas pela Videolar. Além das tradicionais op-

– Disco Rígido) para o armazenamento de informações.

ções como CD-R, DVD-R/RW, DVD+R DL,

“No Brasil a tendência é que o armazenamento por meios

Blu-Ray, MemoryCards e Flash Drives,há

físicos (mídias e dispositivos eletrônicos) perdurem por

lançamentos destes últimos em versões

algum tempo, pois são os meios mais compatíveis para

personalizadas como dos dos Angry Birds,

a população brasileira. As outras tendências exigem um

Looney Tunes e Animais da floresta. “O dife-

investimento maior e conhecimento em equipamentos.

rencial destes produtos são o design em 3D

Atualmente, os valores praticados na comercialização de

e o corpo do produto todo emborrachado.

mídias são compatíveis com o poder aquisitivo do consu-

Para o próximo ano, estamos desenvolvendo

midor brasileiro. As mídias ópticas possuem o menor cus-

um Flash Drive com sistema de fechamento

to por MB (Megabyte) armazenado, talvez por este motivo

diferenciado do tradicional com tampa. To-

os consumidores continuem as utilizando. Em relação às

dos estes produtos são exclusivos da nossa

mídias digitais, o custo por MB (Megabyte) armazenado

empresa”, cita Rogério Silva, coordenador

aumenta e isto pode determinar a classe de consumido-

de projetos da Videolar S.A Divisão Mídias

res que poderá adquirir os produtos”, conclui Silva.

24


Categoria de Produto

TODOS querem deixar a sua boa impressão

Qual é o melhor tipo de cartucho? Qual deles oferece o melhor custo-benefício? Qual tem o melhor desempenho? E a melhor qualidade? A escolha, nós deixamos para os consumidores!

Estamos diante de um segmento que sempre rende assunto e discussões acerca de quais devem ser as escolhas do mercado: de um lado os cartuchos e toners originais, desenvolvidos pelas empresas fabricantes das impressoras, de outro, as opções compatíveis e um terceiro formado pelos remanufaturados. A disputa é grande e acirrada, tendo como pano de fundo um cenário altamente competitivo. Lojistas e consumidores finais têm à disposição as mais variadas opções, podendo fazer suas escolhas de acordo com os aspectos que forem mais convenientes. Para incentivar ainda mais o consumo dos cartuchos originais, a HP está com uma estratégia de preço e lançou este ano os cartuchos HP Ink Advantage, que têm valores mais acessíveis para os consumidores domésticos, pequenas e médias empresas. “Os consumidores obtêm cores vivas e vibrantes, qualidade e confiabilidade com cartuchos pretos e coloridos por R$ 19,90. Já os cartuchos XL, de alto rendimento, custam a partir de R$ 34,90 (para a linha HP 670) e R$ 39,90 (para HP 662)”, explica Sabrina Lacerda, gerente da categoria de impressoras e suprimentos HP, acrescentando os motivos pelos quais os consumidores devem escolher os cartuchos originais. “Eles foram feitos para funcionar perfeitamente em conjunto com as impressoras HP produzindo, portanto, impressões de excelente qualidade, com cores vivas e baixo índice de falhas, o que “Grande parte da qualidade pode ser comprovado em esde uma impressão está no tudos como o realizado por cartucho ou no toner. Eles são Buyers Laboratory Inc. em desenvolvidos tecnologicamente 2011, que mostrou que 72% para trabalhar em conjunto dos cartuchos de tinta recarcom a impressora”, Sabrina regados falharam ao serem Lacerda, da HP. testados. Eles vazaram, fize-

26


A estratégia de preços da HP tem garantido que os consumidores obtenham cartuchos a preços acessíveis.

ram impressões borradas ou apagadas e alguns deles, inclusive, nem chagaram a funcionar. Os cartuchos de tinta HP original por sua vez ofereceram qualidade superior 100% das vezes. As pessoas tendem a pensar que toda a tecnologia se concentra na máquina e não no cartucho. No entanto, grande parte da qualidade de uma impressão está no cartucho ou toner. Eles são desenvolvidos tecnologicamente para trabalhar em conjunto com a impressora. Sem levar isso em consideração, o consumidor acaba comprando cartuchos não originais, pensando que não haverá diferença alguma. Se o que o usuário procura é uma impressão de qualidade é preciso ficar longe dos cartuchos não originais, com maior probabilidade de produzir materiais borrados, que não duram e com apa-

rência pouco “profissional”. Resultado: é preciso imprimir de novo e várias vezes o mesmo trabalho, gastando mais tinta e energia. Além da qualidade é importante para o consumidor o volume de páginas impressas por cartucho e não o volume de tinta presente no cartucho. No caso de originais, devido à tecnologia que usamos é necessária muito menos tinta para imprimir a mesma quantidade de páginas.” A HP investe anualmente em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e tecnologias, com o intuito de aprimorar a qualidade dos produtos oferecidos aos consumidores, com menor custo. “Temos um dos mais rígidos testes de qualidade durante o processo de fabricação, incluindo testes severos de variação de umidade e temperatura. A precisão é tanta que uma gota de tinta, que sai de um cartucho num processo de impressão tem a espessura menor que um fio de cabelo. Cientistas da HP selecionam cuidadosamente combinações específicas de  corantes químicos  para proporcionar  a melhor qualidade,  permanência e durabilidade da imagem. As tintas originais HP  oferecem até  72,9 milhões de  combinações de cores, para criar transições de tons realistas para obter impressões a cores  mais vivas”, destaca Sabrina.

A Epson apresenta impressoras que usam tanque de tinta original. Com esta ação espera atingir 60% do mercado que utiliza recarga de cartuchos e compatíveis.


Categoria de Produto

Tanques de tinta

As ceras sólidas da Xerox eliminam o uso do cartucho convencional e não deixam resíduos pós-consumo.

“Os cartuchos Menno são importados, 100% novos, e oferecem qualidade e economia aos usuários”, Breno G. Santin, da Menno Gráfica e Informática.

A Epson acaba de lançar um novo conceito de impressão, com a primeira impressora com tanque de tinta original e garantia de fábrica. Com esta ação, a empresa espera abocanhar cerca de 60% do mercado que utiliza outros meios, como a recarga de cartuchos, as adaptações com sistemas genéricos de tinta ou cartuchos compatíveis. São quatro novos equipamentos com a tecnologia Tanque de Tinta, que redefine o conceito de economia, pois permite a impressão de um grande volume de documentos, páginas da web, fotos, entre outros arquivos, com qualidade e, de acordo com a empresa, menor custo por impressão. Todos os equipamentos – a impressora colorida L110, as multifuncionais coloridas 3 em 1 L210 e L355, e a multifuncional com qualidade fotográfica L800 - oferecem tanques com capacidade para 70ml de tinta cada. Os modelos acompanham um kit com os refis, um de cada cor, que permite a impressão de até 4000 páginas em preto e 6500 páginas em cores. O fabricante destaca ainda a velocidade de impressão, já que a nova linha tanque de tinta imprime 27 páginas por minuto em preto e 15 em cores, na velocidade máxima. Já o modelo L355 imprime 37 páginas por minuto em preto e 15 em cores, na velocidade máxima. Além da autonomia de impressão, o modelo L355 traz o recurso de wi fi integrado, que permite o compartilhamento com outros usuários que estejam conectados na rede sem fio, além de acesso ao aplicativo iPrint, da Epson, que oferece recursos diferenciados para tablets ou smartphones. A L800 tem as cores e a qualidade fotográfica de impressão entre os seus destaques. Ela oferece seis tanques de cores, onde o ciano claro e magenta claro foram incorporados no tradicional conjunto preto, magenta, ciano e amarelo. A linha tanque de tinta da Epson deu início no primeiro semestre de 2012, com o lançamento da impressora L200, que está sendo substituída pela L210, com maior velocidade. Todos os modelos também utilizam a tecnologia MicroPiezo®, que proporciona precisão no tamanho da gota de tinta e, consequentemente, alta resolução e definição em impressões de textos e imagens.

28


Categoria de Produto

Otimização no uso do cartucho

Compatíveis para os modelos HP, Epson, Canon e Lexmark compõem o portfólio da Menno.

HiQLed é o nome da tecnologia desenvolvida pela Xerox para as suas impressoras e multifuncionais voltadas às pequenas e médias empresas e usuários domésticos, que otimiza o uso dos cartuchos e toners originais, resultando em economia e alta qualidade de impressão. A tecnologia substitui o canhão de laser convencional por feixes de lâmpadas LED. “Também temos dispositivos para otimizar o consumo de papel e aplicações que transformam o equipamento em ferramenta de geração de receita para pequenos empreendedores. Neste conceito incluem-se as impressoras de tecnologia cera, que eliminam o cartucho convencional e não deixam resíduos pós-consumo. Além do argumento ambiental, o resultado da impressão a cera é tão impressionante que a tecnologia tem sido empregada por laboratórios médicos, agências de comunicação e demais segmentos que necessitam de alta excelência na impressão de imagens.”, explica Arthur Assumpção, diretor de supplies da Xerox do Brasil. Outra importante característica dos produtos Xerox está na própria embalagem dos suprimentos, redesenhada para garantir os mais elevados recursos de segurança e redimensionada para garantir o melhor acondicionamento nas prateleiras.

Os produtos Multilaser são fabricados com certificação internacional de qualidade e passam por várias análises.

30


Categoria de Produto

A PrintLoja possui como estratégia de posicionamento ter o menor preço do Brasil na categoria de cartuchos compatíveis.

O posicionamento da marca é ser um fabricante com portfólio completo, tendo produtos de qualidade para cada perfil de cliente, assegurando satisfação para todos. “Os nossos suprimentos são de alta tecnologia e desenvolvidos para garantir o melhor retorno no investimento feito no equipamento, que também é de alta tecnologia. O cartucho original permite, então, usufruir de todos os benefícios que a impressora oferece. Especialmente no caso da Xerox, há um controle absoluto no processo produtivo e a rastreabilidade acontece em todas as etapas, garantindo um produto superior e de qualidade, desta forma, o consumidor

recebe a durabilidade que ele espera, além da qualidade de impressão e garantia de suporte”, reforça Assumpção.

Eles investem nos compatíveis “O consumidor brasileiro está cada vez mais adepto aos cartuchos compatíveis. A questão de que estes cartuchos ou os remanufaturados danificam as impressoras, hoje em dia, é mito. Certamente há empresas que atuam neste mercado sem qualquer comprometimento com a qualidade, mas não é uma regra. Na realidade as próprias impressoras precisam de uma manutenção preventiva, pois a falta dela também ocasiona defeitos e problemas como vazamento e falta de qualidade na impressão”, observa Breno G. Santin, diretor comercial da Menno Gráfica, que importa cartuchos compatíveis, 100% novos, para impressoras das marcas HP, Epson, Canon e Lexmark. Santin acrescenta que antes de colocar um novo cartucho no mercado, a empresa submete o produto a testes e só quando é garantida a qualidade de impressão, rentabilidade e resistência dos componentes é que é autorizada a comercialização. “A Menno Gráfica e Informática está no mercado há 36 anos. Somos uma marca forte, conhecida e respeitada quando nos referimos a cartuchos e suprimentos para informática e escritório. Oferecemos qualidade e economia aos usuários. Alguns modelos de cartuchos compatíveis chegam a ter preços 50% menores do que os originais e com total garantia de qualidade. Acredito que há mercado para todos os produtos: originais, compatíveis e remanufaturados. Todos têm seu público e vejo uma concorrência saudável”, afirma. Para 2013, o objetivo da empresa é aumentar a sua participação no mercado brasileiro de cartuchos compatíveis e para que isso ocorra está trabalhando ao lado de seus parceiros - lojistas, com ações que possibilitam uma aproximação cada vez maior deles com o público-alvo. “Temos ensinado como trabalhar com o produto, treinando balconistas para que realizem a venda com segurança e que tenham realmente conhecimento sobre o produto”, justifica Santin. Outra marca que atua na comercialização de cartuchos compatíveis é a Multilaser, com opções para impressoras laser e jato de tinta HP, Canon, Lexmark, Samsung e Brother. De acordo com a empresa, os produtos da marca são fabri-

32


“Muitos consumidores buscam a sustentabilidade e o custo-benefício, aí que entra a Eco Office, com seu processo de remanufatura e sustentabilidade”, Weder Rodrigo.

cados com certificação internacional de qualidade e passam por várias análises. “Diversos testes são realizados em nossos laboratórios, com a coordenação do time de engenheiros da Multilaser, para a homologação dos cartuchos. Depois de todas as etapas aprovadas é iniciado o processo de lançamento e produção em massa. A cada lote fabricado, mais testes e análises são efetuados para a garantia constante da qualidade homologada”, observa Diego Coelho, coordenador de produtos Multilaser. Há pouco mais de um ano, os cartuchos compatíveis da Multilaser ganharam novas embalagens, que estão mais coloridas e informativas, identificando com clareza a cor da tinta, o número de referência e para quais impressoras cada produto é indicado. O executivo da empresa afirma que o mercado de compatíveis só tende a crescer, já que o custo-benefício dos produtos é perfeito. “Essa lenda de “cartucho compatível estragar a impressora” ficou no passado. Atualmente muito se investe no desenvolvimento destes produtos, visto que há um grande mercado consumidor. Também acredito que embora haja a preocupação com a preservação do meio ambiente, imprimir ainda se faz necessário e não acarretará em queda nas vendas, assim como as pessoas não deixaram de usar o carro por causa do efeito estufa”, compara Diego. Especializado no comércio eletrônico da linha de impressão, a PrintLoja comercializa desde o ano 2000, suprimentos como cartuchos e toners compatíveis das principais marcas de impressoras,  tintas para recarga, máquinas para recarga, peças, acessórios etc. A estratégia de posicionamento adotada pela empresa é oferecer o menor preço do Brasil, mantendo a qualidade. “Para chegar a este objetivo estamos sempre testando novos fornecedores e estudando maneiras para chegar no menor preço. É uma estratégia que tem sido muito bem aceita. Porém,


Categoria de Produto

O trabalho da Eco Office consiste em realizar a remanufatura de cartuchos. Hoje são mais de 20 lojas em diferentes estados brasileiros.

não descuidamos da qualidade dos cartuchos que vendemos. Os fornecedores nos enviam em média de 10 a 20 unidades de cada produto antes de ser colocado à venda, são feitos testes de qualidade de impressão e de funcionamento do produto, só depois de aprovado, compramos o primeiro lote e é feito uma análise por amostragem”, explica Jaqueline Akina Nakashuma, gerente comercial da PrintLoja, acrescentando que a empresa está sempre atenta aos novos modelos de impressoras para oferecer os respectivos compatíveis. Um dos produtos disponibilizados recentemente foi o toner compatível para Samsung 2165.

Remanufatura e sustentabilidade No próprio nome “Eco Office” é possível compreender o posicionamento da empresa,

que teve a sua primeira loja inaugurada em 1998 e hoje são mais de 20 unidades em diferentes estados brasileiros. “Temos como princípio a prática da responsabilidade socioambiental, contribuindo com o meio ambiente não só através da reciclagem de cartuchos de tintas e toners, mas principalmente, com o compromisso que mantemos em realizar o descarte dos materiais de modo que não prejudique o meio ambiente”, afirma Weder Rodrigo, gerente de operações do Grupo, que trabalha com a comercialização de diversos cartuchos originais, compatíveis e, principalmente, com a remanufatura para diversos modelos de impressoras: HP, Samsung, Xerox, Lexmark, Canon, entre outras marcas. “Abrimos os cartuchos, sem danificá-los, removemos as placas internas, aumentando o espaço de armazenamento. Realizamos a limpeza completa do cartucho, substituímos a espuma interna, o que nos permite em alguns modelos colocar 15ml de tinta (neste caso, gerando um aumento na capacidade de tinta em 10 vezes). O processo de reabastecimento do cartucho é realizado em equipamento a vácuo, sem perder a qualidade do produto e da impressão. Já nos toners, realizamos os processos de limpeza da carcaça e suas peças, substituindo as desgastadas e recarregamos com o toner novo. Em alguns modelos conseguimos abastecê-los com até 40% a mais de toner como nos cartuchos da HP Q2612, Lexmark E230, Samsung SCX4200, entre outros”, explica Rodrigo. Para aferir a qualidade dos seus cartuchos e toners, a Eco Office mantém um sistema onde realiza os testes dentro do laboratório das franqueadoras. “Mantemos parceria com for-

34


Categoria de Produto

“Todo processo

cessos internos para iniciar 2013 com um trabalho mais arrojado e, então, a projeção pode passar de 15% para 25%.” Para este final de ano, a empresa está com uma campanha, com foco principal em clientes jurídicos, com o seguinte slogan: “Quer ter uma boa impressão no fim de ano? Gráfica rápida Eco Office!”. A divulgação está concentrada no comércio, em distritos industriais, chegando até mesmo nos consumidores finais.

de remanufatura (teste, limpeza, recarga e embalagem) não passa de cinco minutos e a margem de lucro para

Equipamentos para recargas

o reciclador é bastante alta”, Jackson Marega, da Master Ink.

necedores homologados, que realizam testes em seus próprios laboratórios e nos encaminham amostras para que possamos efetuar os testes na franqueadora, só então, é que são liberados ou não para a comercialização”, enfatiza Rodrigo. O executivo analisa que o consumidor busca cada vez mais a economia, sem perder a qualidade, além de estar mais comprometido com as questões ambientais, por isso, acredita no potencial e crescimento dos processos de remanufatura. “O cenário é excelente para 2013. A Eco Office projeta um crescimento em torno de 15% no faturamento para o próximo ano, considerando o atual número de lojas, os serviços e produtos que contemplam o nosso portfólio.Temos também um projeto de expansão forte na comercialização de novas lojas. Neste ano, focamos na reestruturação de pro-

Para o lojista que desejar oferecer em sua loja o serviço de recarga de cartuchos, a Master Ink, desde 1999, oferece máquinas e equipamentos para esta finalidade. Com representantes em mais de 13 países, hoje leva sua marca para mais de 60 regiões. Os equipamentos Master Ink saem da fábrica com um manual impresso e um DVD que explica tudo sobre as recargas. A empresa também disponibiliza treinamento especializado em sua fábrica, sem nenhum custo adicional. Se a distância for um fator que impeça que o cliente vá fazer o treinamento (a Master Ink está localizada em Maringá, no Paraná) há a possibilidade de realizar o treinamento através de videoconferência. “Há quem ache que o processo de recarga é muito complicado e fica com receio de adquirir uma máquina, porém desenvolvemos um equipamento simples e prático. Todo processo (teste, limpeza, recarga e embalagem) não passa de 5 minutos e a margem de lucro para o reciclador é bastante alta. Nos cartuchos jato de tinta o gasto médio de insumos com uma recarga gira em torno de R$ 2 e R$ 4 reais e o produto pode ser vendido por R$ 15,00 ou R$ 20,00, dependendo da região pode custar até mais”, exemplifica Jackson Marega, executivo da Master Ink. As máquinas para recarga de cartuchos jato de tinta variam de R$ 2.800 e R$ 3.500, enquanto que os equipamentos para limpeza de cartuchos de toners de R$ 4.500 a R$ 9.000. Todas as máquinas têm garantia estendida, que dependendo do modelo pode ser de 2 a 5 anos. E, para realizar as assistências técnicas, há três pontos de apoio, situados em Recife (PE), Niterói (RJ) e Maringá (PR). A Tinta Fácil é outra empresa que disponibiliza máquinas para a recarga de cartuchos. A mais recente novidade da

36


Categoria de Produto

As máquinas para recarga de cartuchos jato de tinta da Master Ink vêm com manual impresso e DVD que ensinam tudo sobre recargas.

empresa é o equipamento com painel touch screen e câmara de vácuo, além de ser leve (2 kg) e compacto, medindo apenas 25cm³. “Nossa máquina oferece um sistema de recarga que mantém a originalidade do cartucho, recarregando-o sem a necessidade de abri-lo. O processo de recarga é simples, existe o teste eletrônico e das cores, feitos em segundos em um papel absorvente. A ideia é de que o cliente leve o cartucho vazio até a papelaria para ser recarregado, o que ocorre em poucos minutos, enquanto circula pela loja para reali-

zar suas compras”, sugere Samuel Hazan, diretor operacional da Tinta Fácil. O executivo relata que a “má fama” dos remanufaturados se deve ao grande número de empresas que entram neste mercado utilizando seringa e tintas baratas e sem qualidade. “Quando um cartucho é recarregado de maneira realmente profissional sua qualidade é excelente”, afirma. Distribuidor de cartuchos originais, remanufaturados e compatíveis, a RecargaTudo, localizada em Ribeirão Preto (SP), também é fabricante de máquinas para recarga. A proposta da empresa é oferecer aos seus clientes uma nova oportunidade de empreendimento através da reciclagem de cartuchos e, com isso, gerar os benefícios provenientes desta prática. “Nossa atividade destaca-se por ser ecologicamente sustentável. Os cartuchos vazios demoram mais de 400 anos para se decomporem na natureza, pois 90% do material utilizado é proveniente do plástico. A RecargaTudo vem em busca do cumprimento de suas responsabilidades, não somente no aspecto relacionado ao desenvolvimento econômico,  mas também  gerar lucros infindáveis no que diz respeito à preservação do meio ambiente e consequentemente do nosso planeta. A tendência é o ramo de atividades relacionadas ao remanufaturamento de cartuchos aperfeiçoar-se e expandir-se consideravelmente nos próximos anos e fazemos

A Tinta Fácil apresentou recentemente a máquina para a remanufatura de cartuchos, com painel touch screen e câmara de vácuo.

38


“A proposta da RecargaTudo é oferecer aos clientes uma nova oportunidade de empreendimento através da reciclagem de cartuchos”, Elisangela Silva.

a nossa parte para disseminar essa prática, como por exemplo, participar do circuito Feira do Empreendedor - SEBRAE nas principais capitais brasileiras expondo nossas máquinas, explicando o seu funcionamento, benefícios etc”, explica Elisangela Ferreira e Silva, diretora da empresa. A RecargaTudo oferece em sua loja o serviço de remanufatura, atendendo o consumidor final, empresas e recicladores. “Dessas experiências de balcão é que observamos as reais necessidades na reciclagem e implantamos as melhorias.” Além de atuar no e-commerce, recentemente para otimizar o atendimento, a empresa lançou o serviço delivery de recarga, chamado de Recarga Móvel, uma moto totalmente adaptada para realizar a manufatura de cartuchos, onde o cliente estiver.

A Recarga Móvel é uma moto adaptada para realizar a manufatura de cartuchos, onde o cliente estiver.


Feira

Edição 2013 é lançada A feira será realizada de 19 a 22 de agosto, em novo horário e planeja atrair mais empresas do setor de tecnologia, acompanhando as novas tendências do varejo papeleiro Focada nas

necessidades atuais e pontuais do mercado, a Francal lançou no mês de outubro, a 27ª Office Brasil Escolar 2013 – Feira Internacional de Produtos para Papelaria, Escritórios, Escolas e Revendas de Informática, que na ocasião teve 70% da área comercializada. Para o ano que vem estão sendo definidas novas ações, que serão divulgadas posteriormente. Mas, algumas mudanças já foram acertadas, como o novo horário. Após duas edições testando as melhores opções, a feira funcionará das 10h às 20h e no último dia, das 10h às 17h, como já havia acontecido em 2010.

A Francal, promotora da feira, também pretende aumentar a participação das empresas de tecnologia como expositoras. “Sabemos que a informática vem ganhando mais espaço nas papelarias, por isso, devemos investir ainda mais para atrair as empresas deste setor”, almeja Abdala Jamil Abdala, presidente da Francal Feiras. A setorização dos expositores no pavilhão de exposição do Anhembi será mantida. “Implantamos este sistema há apenas duas edições e sabemos que ajustes são necessários e as melhorias serão construídas em parceria com os expositores. Vamos continuar buscando soluções para potencializar a visitação em todo o pavilhão por meio da criação de mais acessos e da redistribuição do mix de produtos ofertados pelas empresas”, afirma Abdala, que concedeu a seguinte entrevista à redação da Revista Papelaria & Negócios:

40


Revista Papelaria & Negócios - Em sua 27ª edição, o que o mercado pode esperar do evento? Abdala Jamil Abdala - O mercado pode esperar por uma feira revigorada, preparada para atender as novas necessidades, especialmente aquelas das quais as papelarias vêm demandando em termos de produtos, serviços e tecnologia. Revista Papelaria & Negócios - A feira teve novamente o seu horário alterado. Foi uma nova solicitação do mercado? Abdala - Sim. Após duas edições testando as melhores opções de horário, sempre baseado em solicitações dos expositores, observamos atentamente o fluxo de visitantes nesta última e chegamos à conclusão que o novo horário (das 10h às 20h) é mais adequado para a realização de negócios, tanto para expositores quanto para visitantes, além de propiciar um maior tempo de exposição. Revista Papelaria & Negócios - Há alguma ação ou qualquer tipo de novidade com relação a 27ª edição que possa ser adiantada aos nossos leitores? Abdala - Muitas ações estão sendo definidas e teremos os detalhes mais adiante, o que acontece todos os anos, ou seja, ao terminar uma edição, imediatamente iniciamos o planejamento da próxima focados nas necessidades atuais e/ou pontuais do mercado. O que podemos adiantar, em termos conceituais, é que as novidades da edição 2013 são a evolução de todo o trabalho que vimos realizando nos últimos anos no sentido de acompanhar o dinamismo do mercado. O perfil dos consumidores vem mudando, bem como o do varejo de papelarias, e estamos ouvindo toda a cadeia – fabricantes, varejistas, representantes comerciais, entidades do setor – para fazer com que a feira atenda as suas necessidades. Sabemos que a tecnologia é um item importante no mix de produtos e devemos investir ainda mais para atrair empresas deste segmento para a feira. Revista Papelaria & Negócios - A Francal irá manter a segmentação dos expositores como fez nas duas últimas edições? Abdala - Acreditamos que a setorização é importante e será mantida. Implantamos este sistema há apenas duas edi-

“O mercado pode continuar confiando na capacidade de geração de negócios e retorno do investimento da Office Brasil Escolar”, Abdala Jamil Abdala.

ções e sabemos que ajustes são necessários e as melhorias serão construídas em parceria com os expositores. Vamos continuar buscando soluções para potencializar a visitação em todo o pavilhão por meio da criação de mais acessos e da redistribuição do mix de produtos ofertados pelas empresas. Revista Papelaria & Negócios - Qual o planejamento e as ações para a divulgação da edição 2013? Abdala - Em 2012, incrementamos o investimento em comunicação para falar diretamente com os diferentes públicos da feira. O importante é transmitir para o visitante que na Office Brasil Escolar ele vai encontrar o que precisa para o seu negócio, seja este visitante uma papelaria, distribuidor ou representante comercial. Já iniciamos a campanha de divulgação da edição de 2013 e vamos potencializar ainda mais a estratégia por meio de diversos recursos de marketing. Revista Papelaria & Negócios - A saída de importantes e tradicionais expositores


Feira

não abalou a imagem da feira? Abdala - É importante explicar para o mercado que a saída de algumas dessas empresas atende a questões específicas delas próprias. Apesar de tradicionais e renomadas, as companhias que saíram são em número pequeno e os motivos vão de mudanças internas, de estratégia a redirecionamento da verba para outras ferramentas de marketing. Não tivemos nenhuma desistência por motivo de retorno do investimento, por exemplo. A Office Brasil Escolar continua sendo a principal feira de negócios do setor e reúne os principais players do segmento de papelaria, escritório e, em pouco tempo, também de tecnologia.

participação dos atuais expositores que não puderam estar presentes ao lançamento. Ao mesmo tempo, estamos buscando expositores com novo perfil para atender as atuais demandas do mercado – como o já citado segmento de tecnologia. É importante frisar que não encontramos rejeição das empresas quanto à participação no evento. Revista Papelaria & Negócios - Qual é o segredo para manter um evento por 26 anos? Abdala – Acredito que seja evolução, que significa adaptar-se ao mercado representado pela feira. Quanto mais dinâmico este mercado, maior precisa ser a agilidade dos promotores para adequar-se à nova realidade. Acreditamos sinceramente que temos sido capazes disso com relação à Office Brasil Escolar. Poucos empreendimentos duram tanto tempo hoje em dia, o que dirá uma feira de negócios. Sabemos que o varejo de papelarias passa por uma transformação profunda impulsionada desde mudanças no perfil do consumidor até decisões do poder público. Estamos atentos a esse movimento, ouvindo o mercado (como sempre fizemos) e confiantes de que a feira continuará sendo a principal geradora de negócios do ano para este setor.

Revista Papelaria & Negócios - No decorrer destes 26 anos, quais foram as mudanças sentidas no perfil dos expositores e visitantes do evento? Abdala - Foram muitas e profundas, pois se trata de um segmento muito dinâmico. Para se ter uma ideia, a Escolar nasceu como uma feira de cadernos. Aos poucos, o mix foi sendo ampliado, mas ainda com foco no segmento de material escolar, como plataforma de lançamento para o volta às aulas. Haja vista que a feira tinha uma série de atividades voltadas aos profissionais da educação. Com a variedade cada vez maior de produtos nas papelarias, o mix da feira continuou crescendo e se diversificando, o que atraiu muitos fabricantes de material para escritório e de bazar (artesanato, enfeites e embalagens) para expor. Hoje, verificamos que a tecnologia é um item importante para o varejo de papelaria e estamos dando uma atenção especial a este setor para trazer mais empresas fornecedoras destes produtos para o pavilhão.

Revista Papelaria & Negócios - Qual a mensagem para o mercado? Abdala – A mensagem é de confiança. O mercado pode continuar confiando na capacidade de geração de negócios e retorno do investimento da Office Brasil Escolar. A feira vai acontecer seguramente na data marcada, entre 19 e 22 de agosto, e virá revigorada, pronta para atender a modernização das papelarias e suas novas necessidades com um amplo mix de produtos e serviços. Da nossa parte, também temos confiança de que o mercado atenderá nosso chamado, pois entende que a feira é o principal encontro do setor no Brasil e um dos maiores do mundo. Nós não decepcionaremos, disso todos podem ter certeza.

Revista Papelaria & Negócios - Como está a procura e o interesse das empresas em expor na feira? Abdala - Tivemos o lançamento comercial da edição 2013 em outubro e o índice de renovação ficou dentro da média histórica. Agora, nossos representantes de negócios vão a campo para formalizar a

42


Mercado

Hora da faxina Monitores, teclados, mouses e gadgets, limpos, conservados e em pleno funcionamento

A AF International tem na fabricação dos limpadores o seu negócio principal. A empresa estuda a tecnologia dos equipamentos para fornecer produtos

Em uma época em que a palavra de ordem é portabilidade, gadgets como: smartphones, tablets, notebooks, mp3 players, entre outros, são utilizados em qualquer lugar e a qualquer hora. Esta mobilidade e o constante manuseio nos aparelhos acarretam em acúmulo de sujeira, poeira e no aspecto gorduroso, além daquelas inúmeras marcas de impressões digitais. Monitores, teclados, mouses e telefones fixos também não estão livres do pó e demais sujeiras. Não é apenas o aspecto visual que incomoda, tem a questão da higiene e também da conservação dos produtos. O que percebemos hoje em dia, é que o usuário está muito mais seletivo na escolha de seus limpadores, pois na era da alta tecnologia, os equipamentos estão bem mais potentes e sensíveis. Como resultado, hoje encontramos no mercado uma boa diversidade de produtos específicos para a limpeza deste itens. Quando chegou no Brasil, em 2009, o cenário que a companhia AF International encontrou neste segmento de soluções para limpeza de equipamentos eletrônicos, computadores e outros, era bem diferente. “Há quatro anos nos deparávamos com várias barreiras culturais na aceitação de produtos específicos para limpeza de equipamentos. O brasileiro estava habituado a utilizar o limpador de uso geral em casa e o álcool, desconhecendo os malefícios que estas substâncias causavam nos equipamentos. Com a era digital e a expansão dos tablets e smartphones (itens de maior valor agregado), os usuários passaram a se preocupar com o que usavam para limpar os seus eletrônicos. Hoje, mesmo ainda com algumas barreiras culturais, o mercado está bastante diferente. Para 2013 esperamos um aumento significativo nas vendas, especialmente dos produtos para telas e apostamos forte na linha de limpeza para games e acessórios”, afirma Carolina C. Kina, gerente geral das operações da AF International no Brasil.

específicos e de qualidade.

44


Com mais de 25 anos de atuação no mercado europeu, a companhia oferece para os consumidores brasileiros uma linha completa de limpadores de telas (plasma, LCD e LED), produtos para limpeza de telefones, superfícies externas dos equipamentos, quadro brancos, mídias, leitores ópticos de equipamentos e alguns produtos complementares como panos especiais, bastonetes e ar comprimido para auxiliar nos processos de limpeza dos compartimentos de difícil acesso. “Disponibilizamos várias embalagens e formatos de produtos, seja em lenços umedecidos ou em sprays, espuma ou líquido. São soluções que não agridem os equipamentos e ainda deixam uma proteção antiestática que previne o acúmulo de pó e poeira”, cita Carolina, destacando que a AF, diferente da concorrência, tem como seu negócio principal a fabricação dos limpadores, portanto, estuda a tecnologia dos equipamentos para fornecer soluções específicas e de qualidade. Além disso, a executiva lembra que toda a linha tem o aval da ANVISA e por estar atenta às questões ambientais, a companhia desenvolve produtos biodegradáveis.

“Para 2013 esperamos aumento significativo nas vendas, especialmente dos produtos para telas e apostamos forte na linha de limpeza para games e acessórios”, Carolina C. Kina, da AF International.


Mercado

Tendo em sua linha, itens como ar os equipamentos estão cada comprimido para a vez mais potentes e sensíveis, higienização de teexigindo a adequada manutenção clados, impressoras, e limpeza. fax, fotocopiadoras, computadores/notebook, além dos kits de limpeza para monitores e teclados, a Leadership aposta no potencial deste segmento, disponibilizando produtos de fácil utilização e preços acessíveis. O fabricante irá investir de 20% a 30% da sua verba nesta categoria, visto que a demanda tem aumentado anualmente em 20%. “Hoje, os consumidores, inclusive que pertencem às classes C e D dão o devido valor ao investimento dos seus notebooks, tablets e gadgets e estão conscientes de que a manutenção preventiva é o melhor caminho para proteger estes itens de eventuais defeitos por falta de limpeza e conservação”, informa Augusto Kaulino, gerente comercial do Grupo Leadership, que cita um exemplo em sua própria família do que pode ocorrer com a falta de limpeza nos equipamentos. “Meu filho nunca havia limpado o seu notebook até que um dia ocorreu um grande defeito devido o acúmulo de poeira em seus circuitos (é bom lembrar que a poeira é um grande condutor de eletricidade). Não teve jeito, o notebook teve que ficar na manutenção durante 15 dias.” Na era da alta tecnologia,

“O nosso kit de limpeza é sem álcool e aprovado pela ANVISA. A solução é biodegradável e não deixa manchas”, Danilo Angi, da Multilaser.

Ar comprimido e kits de limpeza compõem o portfólio da Leadership nesta categoria.

A Leadership aposta no potencial deste segmento e deseja investir de 20% a 30% da sua verba nos produtos para limpeza de equipamentos eletrônicos e computadores.

46


Outro fabricante que investe nos produtos de limpeza é a Multilaser, com o seu kit para uso geral formado por uma flanela de microfibra e solução limpadora em frasco de 200 ml. “A nossa solução limpadora é indicada para uso em telas e protetores de telas sensíveis, como plasma, TFT (Transistor Película Fina) e LCD. Sem álcool e aprovada pela ANVISA, a solução biodegradável não traz riscos à saúde, não deixa manchas e é ideal para computadores, notebooks e aparelhos eletrônicos como iPod, PSP, PDA, celular, MP4 Player, entre outros”, explica Danilo Angi, gerente de produtos da Multilaser, que afirma acreditar que o setor terá cada vez mais espaço no varejo, já que as vendas dos aparelhos de informática e eletrônicos estão aquecidas e os consumidores mais conscientes quanto à importância da limpeza de seus equipamentos. Marca com mais de 37 anos de mercado, a Rodabrill que tem uma linha de completa de produtos para limpeza automotiva, oferece também um produto para equipamentos eletrôni-

A RendInfo comercializa o Renditela, Ar comprimido (Air Cleaner), Limpa Contato Elétrico e Espuma de Limpeza (Computer Foam).


Mercado

O kit da Multilaser é composto por

cos. O Limpa Telas é ideal para higienizar uma flanela de microfibra e solução celulares, tablets, iPod, MP4 Player etc. limpadora em frasco de 200ml. O “Buscamos sempre inovar e desenvolver produto é indicado para uso em telas e produtos que auxiliem e melhorem o dia a protetores de telas sensíveis. dia das pessoas. No mercado de limpeza não há segredo, o usuário espera que o produto cumpra sua promessa básica: limpar sem deixar resíduos e é assim que atuamos”, afirma Nicholas Mafei, gerente de marketing da Interbrilho. Desenvolvidos para a limpeza específica de cada equipamento, o portfólio da RendInfo é formado por soluções para tela de monitores e televisores (Renditela), teclados (Ar comprimido – Air Cleaner), placas internas (Limpa Contato Elétrico) e gabinetes áreas externas (Espuma de Limpeza -Computer Foam). A linha chega em 2013 com nova “roupagem”. “Nosso departamento de marketing está trabalhando em novos layouts, rótulos e embalagens mais dinâmicas. AcreditaO Limpa Telas mos que a categoria exige cada vez mais produtos específida Rodabrill é cos, aliado a qualidade e praticidade no uso. O nosso desafio indicado para é oferecer sempre o melhor. A categoria vem crescendo e higienizar temos ótimas expectativas para o próximo ano. Um aumento celulares, tablets, em torno de 40% a 60% é esperado por nossa empresa”, afirentre outros ma Giulliano Malucelli, diretor comercial da RendInfo. equipamentos.

“A categoria exige cada vez mais produtos específicos”, Giulliano Malucelli, da RendInfo.

Os produtos RendInfo chegam em 2013 com novos layouts, rótulos e embalagens mais dinâmicas.

48


Licenciamento Cadernos interativos Hot Wheels

Sanrio do Brasil amplia portfólio com Mr. Men e Little Miss

A Foroni aposta cada vez mais na tecnologia para interagir com a garotada. Utilizou a realidade aumentada nos cadernos Barbie e Carros no ano passado, e agora apresenta a coleção 2013 com interação nos cadernos da marca. Um exemplo é a linha Hot Wheels, que chega com quatro capas e um jogo para IOS e Android. Os garotos terão a opção de usar seus caderCadernos nos para pilotar carros, fazer manobras em rampas e colecionar itens, além Hot Wheels de ter a possibilidade de compartilhar nas redes chegam com sociais como, Facebook e Twitter. “Trabalhamos quatro capas e para inovar sempre. Por isso, buscamos as prin- um jogo para cipais licenças, tecnologias e as tendências que IOS e Android. começam a aparecer fora do Brasil, para trazer o melhor para os lojistas e o cliente final”, explica Marici Foroni, diretora de marketing da empresa.

Chegam ao País as marcas Mr. Men e Little Miss criadas nos anos 70 pelos traços do designer Roger Hargreaves. São 85 personagens, com características próprias, em ilustrações simples permeadas por combinações de autoexpressão, humor e sentimento, que transcendem o tempo, o gênero, a idade e culturas.  Estampadas em material escolar, livros, pelúcias, entre outros produtos, a marca esta presente no mercado europeu e australiano, além de fazer parte do cotidiano das redes sociais mundo afora.  No Brasil, os personagens apresentam experiências no www.foroni.com.br mercado varejista, através das redes C&A, Xeryus e Foroni. A Sanrio em conjunto com agente local, Exim Licensing, são os responsáveis pela comercialização da marca. As Menininhas estão Os personagens  Mr.Men e Little Miss ganham as redes sorepaginadas ciais do País, iniciando visibilidade no Facebook (Brasil), a partir deste mês de novembro e, em dezembro, iniciam as vendas de Criadas pela Tilibra, As Menininhas, Kizzy, Luly, alguns dos itens da marca. Mel, Tamy, Lie e Cléo estão ainda mais divertiwww.sanrio.com.br www.eximlicensing.com das, lindas e antenadas. A coleção 2013 apresenta novo guide style e um amplo mix, formado por mais de 25 itens, entre eles, cadernos universitários (espiralado e brochura), cadernos 1/4, bolsas Tote, estojos, instrumentos de escrita, pastas aba elástico e muito mais! www.tilibra.com.br

50


Redibra e Bromélia Filminhos realizam o I Encontro de Licenciados de Galinha Pintadinha O evento aconteceu no mês de outubro, em São Paulo, e reuniu mais de 200 convidados, entre licenciados, parceiros,varejistas e imprensa. No local foram reunidos em um showroom diferentes produtos da marca, que já conta com mais de 400 itens licenciados. A Redibra destacou a sua estratégia comercial e a Bromélia contou a história de como surgiu a marca e quais os planos para os próximos anos, entre eles, o lançamento do 4º DVD, a filmagem de um longa metragem, novos espetáculos musicais e eventos em shoppings, além de outras novidades. Foi apresentado também o novo Guia de Estilo da Galinha Pintadinha, que orientará a criação de novos produtos, embalagens e materiais de ponto de venda. Ao final do encontro, a Som Livre presenteou a Bromélia com um disco de diamante - marca atingida pelo DVD 3 da personagem, que já soma mais de 250 mil vendas em 3 meses após o lançamento. Números indicam o êxito da marca Galinha Pintadinha: - 42 clipes musicais lançados para crianças de 0 a 4 anos - Mais de 500 milhões de visualizações no Youtube - 1 milhão de downloads dos vídeos da Galinha Pintadinha são realizados diariamente no Youtube - 5 vídeos da personagem estão entre os TOP 10 vídeos mais vistos da história do Youtube no Brasil - Mais de 1 milhão de downloads realizados nos aplicativos para Android e iPhone - Os 3 DVDs juntos já atingiram mais de 1 milhão de cópias vendidas. www.redibra.com.br

Showroom da marca, interação com os convidados e disco de diamante pontuam o Encontro de Licenciados de Galinha Pintadinha.


Informática

Mochilas para notebook Novos modelos de mochilas para notebooks estão no portfólio da Targus, como o Compact Rolling, para atender os usuários que viajam a trabalho com frequência: há espaço para acomodar uma muda de roupas, além do notebook de até 16” e compartimento para tablet no bolso frontal. Complementam as novidades, a Legend IQ com inúmeros compartimentos e o Sport 26L que tem como diferencial a regulagem de tamanho e pode se transformar em uma mochila bem compacta. Ambos para notes de até 16”. www.targus.com.br

Itens para tablets A NewLink amplia a linha de acessórios para tablets com o lançamento de três produtos: a caneta Easy Touch e os suportes Elegance e Fit. A caneta permite a realização de movimentos mais precisos na tela do tablet é compatível com a maior parte dos modelos disponíveis no mercado, incluindo iPad e Galaxy Tab. Já os suportes, dobráveis, compactos e portáteis, proporcionam melhores ângulos para digitação e visualização. www.newlink.com.br

52


Divertidos formatos para caixas de som Novos modelos divertidos de caixas de som portáteis são apresentados pela Maxprint, como o Mini Rabbit, Mini Gota, Mini Pig e Mini Koala. As caixas possuem botão liga/desliga com LED indicador luminoso e controle de volume. Ideais para computadores, iPods, iPhones, MP3/MP4 players, CD/DVD players, celulares e demais dispositivos com entrada P2 3.5 mm. www.maxprint.com.br

Novos conceitos de impressão A Epson apresenta novas multifuncionais coloridas que oferecem modelos de cartuchos para cada necessidade. Chamada de Expression há dois modelos: XP-204 e XP-401. O primeiro traz o conceito SMART para o setor de impressão, que com o sistema SMARTPrint, permite o uso de diferentes cartuchos de acordo com as necessidades dos usuários. Já a XP-401 vem com o conceito de Conectividade para impressão a partir de dispositivos móveis, como smartphone ou tablet, por meio do aplicativo iPrint, da Epson, ou através da nuvem, com o Google™ Cloud Print. www.epson.com.br


Prateleira Canetinha com ponta vai e vem O mecanismo com sistema de amortecimento, que impede que a ponta “afunde”, é o grande diferencial na Canetinha Ponta Vai e Vem, da Faber-Castell, que tem ainda espaço para gravar o nome das crianças, tampa antiasfixiante, além de tinta atóxica e lavável na maioria dos tecidos. O produto está disponível em estojos com 12 e 24 cores. www.faber-castell.com.br

Lápis ecológico Pertencente à marca Staedtler, distribuída pela Summit, a linha de lápis ecológico Wopex ganha novas versões do produto, que de acordo com a empresa, escreve duas vezes mais que os outros lápis, além de ser uma opção sustentável, já que garante que até 70% de madeira por árvore seja aproveitada na sua composição. As novidades são: Wopex Green HB cartela com 4 unidades, borracha e apontador, Wopex Pink caixa com 12 unidades e Wopex Neon caixa com 12 unidades. www.summit.com.br

Réguas escolares A categoria de réguas escolares recebeu atenção especial da Waleu que desenvolveu para a temporada 2013 linhas licenciadas do Batman e Penelope Charmosa, ambas com 30 cm, além da régua flexível, também com 30 cm. www.waleu.com.br

54


Nova massinha de modelar As novas massinhas de modelar da Maped, sob a marca Color’s Peps têm como destaque o exclusivo formato de tablete, além de serem embaladas individualmente, não mancham as mãos, possibilitam a mistura de cores, criando novos tons, e têm fórmula atóxica. São embalagens com 6 e 12 unidades. www.maped.com.br

É Pop Para as garotas moderninhas e que buscam expressar o seu estilo nos itens que adquirem, a Dello lançou a linha Pop. Desenvolvida em cores vibrantes como o roxo e pink, o fabricante desenvolveu uma extensa coleção, composta por: porta caneta e clips, réguas, porta revista, pastas em diferentes formatos e maleta. www.dello.com.br


Brinquedos

Pequenos chefs A Long Jump está com brinquedos que fazem comida de verdade, como a Mini Chef Sorveteria, que vem na versão azul para os meninos prepararem o seu próprio sorvete; o Ice Dots, que possibilita às crianças elaborarem “geladinhos” usando suco e o Choco Fondue, uma máquina em formato de ursinho, para preparar um gostoso fondue.

Galinha Pintadinha em bolhinhas de sabão Soltar bolhinhas de sabão torna-se uma brincadeira ainda mais divertida quando está associada aos personagens preferidos da garotada. Com essa proposta, a Brasilflex oferece uma extensa linha para meninos e meninas. A versão da Galinha Pintadinha é um dos destaques da empresa. www.brasilflex.com.br

www.longjump.com.br

Novos integrantes na família do cão Spock

Para os meninos, fãs no personagem Ben 10, a Brinquedos Bandeirante lançou uma linha que contempla diferentes brinquedos, dentre eles, bicicletas como a X-Bike 12” Ben 10, com quadro com suspensão, selim acolchoado, cobre corrente integral, manopla com acelerador, catraca fixa e freio a tambor dianteiro. Há para-lamas dianteiro e traseiro, pneus em EVA, manopla Rom Rom com som de motor e rodinhas laterais removíveis.

São quatro novos modelos: o Cantor Sertanejo, o Pirata, o Artilheiro e o Mestre-Cuca apresentados pela Candide  dentro da linha Spock, que une o pet, a tecnologia, a interatividade, robótica, humor, música e estilo. O brinquedo funciona a partir do reconhecimento da fala e utiliza 3 pilhas AA. É recomendado para crianças a partir dos 3 anos. 

www.brinquedosbandeirante.com.br

www.candide.com.br

Bicicleta do Ben 10

56


Brinquedos

Sobre duas rodas com Mickey e Minnie A Yellow traz a magia da mais famosa dupla de ratinhos da Disney para uma linha de bicicletas aro 12, com design vazado em EVA atóxico e resistente, para-lamas, cobre corrente, freio a tambor e rodinhas laterais que podem ser removidas, além do tanque com design exclusivo e tampa para guardar pequenos objetos. Para elas, a Bike Minnie Mouse Bow-tique na cor rosa e pink, laço na testeira do guidão e estampa exclusiva da personagem. Para eles, a bike A Casa do Mickey Mouse é despojada e colorida. www.yellowbr.com.br

Serviço Entrevista

Vidi Shopper www.vidishopper.com

Feira

Office Brasil Escolar www.officebrasilescolar.com.br

Categoria de Produto Eco Office www.ecoofficenet.com Epson www.epson.com.br HP www.hp.com.br Master Ink www.masterink.com.br Menno Gráfica www.mennografica.com.br Multilaser www.multilaser.com.br

PrintLoja www.printloja.com.br RecargaTudo www.recargatudo.com.br Tinta Fácil www.tintafacil.com.br Xerox do Brasil www.xerox.com/Brasil

Tendência

Bright www.bright.com.br Elgin www.elgin.com.br Kingston www.kingston.com/br/ Leadership www.leadership.com.br Microservice www.microservice.com.br

58

Multilaser www.multilaser.com.br Videolar www.videolar.com.br

Mercado

AF Internacional www.af-online.br.com Leadership www.leadership.com.br Multilaser www.multilaser.com.br Rendicolla www.rendicolla.com.br/ rendinfo Rodabrill www.rodabrill.com.br


60

Profile for Revista Papelaria & Negócios

Revista Papelaria e Negócios- Edição 102  

Edição n 102 de novembro/2012

Revista Papelaria e Negócios- Edição 102  

Edição n 102 de novembro/2012

Advertisement