Page 1

A REVISTA DE QUEM ADMINISTRA TECNOLOGIA.

ANO 4 | EDIÇÃO #11

HOMEM + MÁQUINA COM COMPUTADORES ANALISANDO INFORMAÇÕES MELHOR DO QUE NÓS, A TAREFA DO GESTOR AGORA É ZELAR PELA CULTURA DE DADOS DA EMPRESA A REVOLUÇÃO DO SOCIAL DATA: UM BATE-PAPO COM ANDREAS WEIGEND

ARUBA INSTANT: WI-FI RÁPIDO, SEGURO E DESCOMPLICADO

CHICAGO: ENTRE DATA CENTERS E PASSEIOS NO LAGO MICHIGAN


INDEX

NESTA EDIÇÃO: EXPEDIENTE Presidente Grupo Herval: José Agnelo Seger Vice-presidente: Germano Grings Gestor geral HT Solutions: Wagner Alledo Gerente de Marketing: Roberta Anacleto Coord. de Marketing: Flávia de Paula Pires Assistente de Marketing: Scheila Mendes Equipe consultiva e apoio editorial: Andrei Seger, Aury Fink Filho, Deivis Carobin, Diego Görgen, Diego Hoffmann, Eduardo Steffen, Jeferson Lampert, Jeriel Bernardes da Silva, Lucas Camassola, Ricardo Specht e Vânia Mader. Projeto editorial: Papa Branded Content Diretor de conteúdo: Douglas Backes Diretora executiva: Nathália Hartz Luvizon Jornalista responsável: Mariana Halmel Repórteres: Bárbara Viacava e Mariana Halmel Apoio editorial: Rafael Tourinho Raymundo Diretora de criação: Vanessa Fick Imagem da capa: ©iStock.com/liuzishan Impressão: Gráfica Noschang Tiragem: 3.000 exemplares Circulação: julho/2017 Conheça o Portal IT Management: www.itmanagement.com.br HT Solutions é uma empresa do Grupo Herval Rodovia BR-116, km 223,5 | Dois Irmãos/RS +55 51 3564 8300 | www.htsolutions.com.br IT Management é uma publicação trimestral distribuída gratuitamente. A reprodução de conteúdo é permitida mediante autorização por escrito. Artigos assinados expressam, exclusivamente, a opinião de seus autores. Todas as informações contidas na presente revista estão sujeitas a alteração sem prévio aviso. As únicas garantias para produtos e serviços da Hewlett-Packard e de outros fabricantes mencionados são as estabelecidas nos termos oficiais que os acompanham. Não obstante os cuidados para prover conteúdo atualizado e de alta qualidade, a Papa Branded Content, a HT Solutions e seus parceiros não poderão ser responsabilizados por eventuais omissões ou imprecisões nesta publicação, dado seu caráter meramente informativo. Nomes ou símbolos de empresas contidos na revista, bem como de seus produtos e serviços, podem ser marcas registradas ou comerciais de seus respectivos detentores. Todas as imagens publicadas têm caráter estritamente ilustrativo.

06

INBOX

08

LINK

21

IT MATTERS

32

POWERED BY HT SOLUTIONS

10

DROPS

46

FEED

12

INSIDE

49

VIEWPOINT

16

BUSINESS UPGRADE

50

FUN

20

OFFICE CHAT

Mensagem ao leitor

O universo digital da IT Management

Novidades tecnológicas em doses homeopáticas

Estratégia de TI é a estratégia do negócio

Informações para turbinar sua carreira

Andrei Seger: inteligência gerencial dos negócios

Soluções inteligentes, cases de sucesso

Notícias em destaque

Daniel Goleman: inteligência emocional

Um olhar bem-humorado sobre a carreira de TI

A TI como propulsora de negócios – por Felipe Goulart

4 HT SOLUTIONS


14

BEYOND THE CLOUDS

PERSONAL SYSTEMS

©iStock.com/RudyBalasko

Entre arranha-céus e passeios à beira do Lago Michigan, turistas e moradores misturam-se quase indistintamente em Chicago, EUA

Poder de processamento, agilidade e flexibilidade: HP Slice e Dell Optiplex oferecem muito desempenho em pouco espaço

Divulgação/Andreas Weigend

Divulgação/HP

22

38 PING-PONG

44

LIFESTYLE

SPOTLESS

O crossover 100% elétrico da Volkswagen; um gadget que combate dor de cabeça; a carteira que carrega celular... e muito mais!

Impressoras blindadas: saiba mais sobre as tecnologias embarcadas em equipamentos HP que ajudam a evitar ciberataques

30

Divulgação/HP

34

©iStock.com/Rawpixel

Divulgação/Volkswagen

Expert Andreas Weigend diz que é hora de deixar as pessoas fazerem o que dominam – e delegar às máquinas o que elas já fazem melhor

ARCHITECTURE Aruba Instant: uma solução de wi-fi inteligente, fácil de configurar e que oferece toda segurança para acelerar os negócios

5 IT MANAGEMENT # 11


INBOX

Q

UAL A CULTURA DE DADOS DA SUA EMPRESA? Você já refletiu sobre isso? Diante de uma decisão importante que precisa ser tomada, como a companhia escolhe o caminho a seguir?

Até pouco tempo atrás, todas as grandes decisões de uma organização eram tomadas com base no “feeling” de seus gestores, fazendo com que os caminhos a trilhar dependessem quase exclusivamente da habilidade desses homens e mulheres de negócios para entender as dinâmicas do mercado, os desejos dos consumidores e tudo que tangenciasse seu nicho. Numa época em que a coleta de dados era difícil e cara, impérios se construíram a partir dessas competências quase sobrenaturais para prever o sucesso de um produto, serviço ou guinada empresarial. Mas, com o advento da chamada “Business Intelligence” (BI), o que antes pareciam sólidos empreendimentos viraram castelos de cartas, desmoronando ao sabor dos novos ventos e dando lugar a players mais adaptados à tecnologia atual.

“COM O ADVENTO DA ‘BUSINESS INTELLIGENCE’, EMPRESAS SEM CULTURA DE DADOS ESTÃO DANDO LUGAR A PLAYERS MAIS ADAPTADOS À NOVA ORDEM”

Nosso entrevistado desta edição, Andreas Weigend – que ajudou a construir a cultura de dados da poderosa Amazon –, é taxativo quando diz que os seres humanos são muito ruins em tomar decisões. O que poderia soar pretensioso, na verdade, está bem comprovado pela ciência: de posse dos dados relevantes, computadores são infinitamente superiores ao homem quando o assunto é analisar contextos e indicar caminhos a seguir. As máquinas, além de não estarem sujeitas à influência emocional, são capazes de ler e interpretar quantidades gigantescas de informação com extrema velocidade (olha o Big Data aí!). Não somos páreo para os sistemas informatizados, mas, felizmente, somos seus chefes e podemos – ou melhor, devemos! – aproveitar essa condição para obter o máximo de suas potencialidades em prol dos nossos negócios. Coletar dados (e, antes, saber quais devem ser obtidos), minerá-los adequadamente, gerar insights, tomar decisões. A mão humana tem muito pouco a contribuir nesse trabalho de campo, mas as mentes dos gestores, quando sintonizadas a essa realidade, permitem que os computadores façam aquilo no que, de fato, são melhores que nós. Para tanto, podemos contar com as plataformas de BI (tema do artigo assinado por Andrei Seger na página 21), fazendo do departamento de TI um verdadeiro catalisador de negócios – como exemplifica o convidado Felipe Goulart na seção Office Chat. A nova ordem faz com que os CIOs possam ser cada vez menos “técnicos” e mais gestores de pessoas. O departamento de TI deixa de ser visto como um braço operacional para se tornar protagonista na estratégia do negócio, com foco em inovação e mercado – conforme a matéria da página 10 ajuda a compreender. Cultura de dados: este é o novo mantra das empresas para enfrentar os desafios do presente e do futuro. Boa leitura!

Wagner Alledo, gestor geral itmanagement@htsolutions.com.br

6 HT SOLUTIONS


a Elétrica

Segurança

Elétrica Segur

ança Elé

INMETRO


LINK

IT MANAGEMENT NA WEB: NOVIDADES TODOS OS DIAS Lançado paralelamente ao décimo número da publicação impressa de mesmo nome, o portal IT Management leva para a web todo o DNA da “revista de quem administra tecnologia”, com notícias, dicas e artigos voltados a gestores de TI e outros profissionais da área. O grande diferencial do formato online fica por conta das atualizações diárias, conferindo maior agilidade ao fluxo de informação, sem que se percam os princípios editoriais que sempre pautaram o conteúdo da IT Management em sua versão de papel. O portal da revista está disponível no endereço www.itmanagement.com.br, e você também pode curtir nossa página no Facebook (fb.com/revistaitmanagement) para não perder nenhuma novidade.

EXCLUSIVO ONLINE

Alguns assuntos publicados com exclusividade no portal IT Management

BUSINESS UPGRADE

NÃO QUEIRA SABER QUANTO VALE SEU TEMPO Um estudo realizado por pesquisadores de Stanford e da Universidade da Califórnia (UCLA) analisou as implicações de saber exatamente quanto vale cada minuto trabalhado. Comparando dois grupos que trabalharam por duas horas em troca de determinado valor, os cientistas constataram que os profissionais conscientes do preço de cada minuto (e não apenas da remuneração final pela empreitada) apresentaram níveis significativamente maiores de cortisol – um hormônio liberado no organismo em maior quantidade durante situações estressantes. Além de mais desgastado emocionalmente, esse grupo não conseguiu aproveitar as pausas feitas durante o experimento. Confira a notícia completa em bit.do/valor-minuto

8 HT SOLUTIONS


LINK

PING-PONG

SEIS PERGUNTAS PARA O BRASILEIRO NA ELITE MUNDIAL DA HPE Reconhecido pela HP Enterprise como um dos 13 profissionais com o maior número de certificações Master ASE em todo o mundo, o arquiteto de soluções Aury Fink Filho, da HT Solutions, foi recentemente premiado no mais importante evento da gigante de

Palo Alto – o HPE Discover. Coroando o reconhecimento, o brasileiro foi convidado a integrar um workshop para criação de uma nova certificação da empresa. Confira o bate-papo que o portal IT Management teve com o especialista: bit.do/6perguntas

DROPS

O CARRO VOADOR DA AIRBUS

A concorrência de incríveis lançamentos automobilísticos no mais recente Salão de Genebra não impediu que uma atração em particular causasse frisson. Na ocasião, a Italdesign, renomada companhia italiana especializada em design industrial e automotivo, revelou o protótipo do “Pop.Up” – um híbrido de carro elétrico e multicóptero autônomo para transporte de passageiros, desenvolvido em parceria com a Airbus. De acordo com o CEO da companhia aérea, Tom Enders, os primeiros testes do veículo, numa versão inicial para um só passageiro, estão previstos para o final deste ano. Conheça detalhes do projeto em bit.do/carro-voador

LIFESTYLE

APPS GRATUITOS PARA FACILITAR A VIDA Por melhores que sejam as especificações de seu smartphone, acumular aplicativos pouco úteis ou que tenham funções semelhantes é algo para lá de desnecessário. O volume extra de apps pode fazer com que o dispositivo fique mais lento (ou, simplesmente, tornar mais difícil a tarefa de localizar, entre tantos ícones,

DÚVIDAS, CRÍTICAS, SUGESTÕES?

o que de fato se precisa). Por isso, é sempre bom contar com uma curadoria de qualidade – e manter apenas os aplicativos que realmente agregam benefícios ao seu dia a dia. Em maio, o portal IT Management apresentou três sugestões que merecem um lugar na sua lista de ferramentas essenciais. Confira: bit.do/apps-gratis

Ajude-nos a entregar conteúdo cada vez mais relevante para você! Envie suas dúvidas, críticas ou sugestões para itmanagement@htsolutions.com.br e acompanhe-nos no impresso e no digital. Suas contribuições poderão repercutir em nossas plataformas!

9 IT MANAGEMENT # 11


DROPS

COM INSPIRAÇÃO MEDIEVAL, SUPERTECIDO DA NASA PODE SER IMPRESSO EM 3D A agência espacial norte-americana Terra, numa estação espacial em apresentou, recentemente, uma boa órbita ou até na própria espaçonave, novidade para astronautas e para quem caso o astronauta passe por alguma pensa em seguir essa carreira. Trata-se emergência e necessite do material. de um tecido capaz de proteger melhor Além da proteção oferecida pelas a integridade daqueles que são argolas entrelaçadas como na lançados ao espaço. O material malha medieval, o tecido é assemelha-se à chamada capaz de absorver calor, “cota de malha” vista servindo como isolante ENGENHARIA em filmes de guerreiros térmico. Já o verso do medievais, formada por uma ATEMPORAL material, que é liso, pode série de argolas de metal ser usado como refrator entrelaçadas para fornecer de luz, mantendo baixa a a resistência necessária contra temperatura corporal dos objetos cortantes. astronautas. O tecido ainda está em

INVESTINDO EM STARTUPS

©iStock.com/Alex_Doubovitsky

O First Democracy VC surge como uma oportunidade para quem sempre quis se envolver com empresas inovadoras, cheias de ideias incomuns e possibilidade de crescimento exponencial. No site (https://equity.indiegogo. com), o usuário encontra os mais variados projetos em busca de financiamento – de filmes, jogos e outros bens de consumo até restaurantes e destilarias. Na página de cada empresa é possível obter informações detalhadas sobre o esquema de financiamento, metas do empreendimento, valores já arrecadados e número de investidores envolvidos, entre outros dados.

O aspecto mais interessante do novo tecido da Nasa talvez seja o fato de que ele pode ser impresso em 3D, o que torna sua fabricação possível em virtualmente qualquer lugar – na

fase de testes e, se for aprovado, poderá ser empregado em diferentes aplicações além da roupa dos exploradores espaciais – como para cobrir veículos ou proteger os mais diversos objetos.

Divulgação/Nasa

Resultado de uma parceria entre o site de financiamento coletivo Indiegogo e a MicroVentures, o First Democracy VC é uma plataforma que aproxima investidores e startups. O financiamento é feito através do método de “equity crowdfunding”, que permite a qualquer pessoa investir nessas empresas, podendo receber em troca uma participação societária.

10 HT SOLUTIONS


DROPS

BIG BROTHER DA ATIVIDADE CEREBRAL Sabe-se que as funções cerebrais são controladas por milhões de células. No entanto, para se descobrir a forma como o cérebro controla coisas como simples reflexos, a memória ou o aprendizado, é necessário registrar a atividade de grandes redes e grupos de neurônios. Alguns métodos convencionais já são capazes de efetuar esse registro por alguns minutos, mas uma nova tecnologia desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Calgary, na província canadense de Alberta, emprega neurochips capazes de monitorar células cerebrais de animais por semanas a fio – e com resolução muito maior do que se tinha até então.

A EVOLUÇÃO DO ARMAZENAMENTO DE DADOS BYTE 8 bits

©iStock.com/Rost-9D

Batizada de Bionic Hybrid Neuro Chip, a novidade foi publicada na revista Scientific Reports, que destaca a sensibilidade 15 vezes maior dos novos neurochips em relação aos modelos convencionais. A descoberta poderá ajudar a investigar e entender com maior profundidade as origens neurológicas de condições como a epilepsia, bem como certas funções cognitivas – entre as quais, o aprendizado e a memória. Isso porque gravar as células por um período mais extenso possibilita acompanhar as mudanças que ocorrem em suas atividades ao longo do tempo. O aumento da resolução e a capacidade de gravações mais longas nos testes com animais permitem sonhar com uma tecnologia eficiente para utilização em humanos, cujos sinais cerebrais são menores, exigindo ferramentas eletrônicas mais sensíveis.

A forma como os dados são armazenados e a capacidade dos sistemas de storage evoluem rapidamente. Caminhando dos antigos cartões de perfuração, passando por disquetes, CDs e pen drives até chegar à nuvem, a verdade é que hoje podemos armazenar uma quantidade de dados impensável há não tanto tempo atrás. Com isso, por vezes chegamos a perder um pouco a noção do quanto isso significa. Neste infográfico, confira quanta informação do mundo físico pode agora ser guardada numa pequena memória flash, num disco rígido ou num data center inteiro.

KILO BYTE

MEGA BYTE

GIGA BYTE

TERA BYTE

PETA BYTE

EXA BYTE

cerca de 1.000 bytes

cerca de 1 milhão de bytes

cerca de 1 bilhão de bytes

cerca de 1 trilhão de bytes

cerca de 1 quatrilhão de bytes

cerca de 1 quintilhão de bytes

a

1 BYTE

Vetores Base / Freepik

Um único caracter.

100 BYTES Um telegrama.

2 KILOBYTES Uma página datilografada.

200 KILOBYTES Uma caixa de cartões perfurados.

1 MEGABYTE Um livro curto.

5 MEGABYTES A obra completa de Shakespeare.

1 GIGABYTE

1 TERABYTE

2 PETABYTES

2 EXABYTES

O bagageiro de uma picape lotado de papéis.

O equivalente a 50 mil árvores em folhas impressas.

Todas as bibliotecas de pesquisa acadêmica dos EUA.

Toda a informação gerada anualmente no planeta.

50 GIGABYTES

10 TERABYTES

200 PETABYTES

5 EXABYTES

Um andar inteiro de livros.

O acervo impresso da Biblioteca do Congresso dos EUA.

Todos os materiais impressos do mundo.

Todas as palavras já ditas por seres humanos.

11 IT MANAGEMENT # 11


Vetores base/ Freepik

INSIDE

ESTRATÉGIA DE T.I.

É A ESTRATÉGIA DO NEGÓCIO COM PERFIL MENOS TÉCNICO, PORÉM CADA VEZ MAIS PREPARADOS PARA GERIR TALENTOS, CIOs REINVENTAM-SE PARA ACOMPANHAR O AVANÇO DO MERCADO

12 HT SOLUTIONS


INSIDE

E

VOLUINDO DESDE SUA FUNDAÇÃO EM 2005, a HT Solutions tem como missão entregar soluções de TI completas e personalizadas, abarcando desde a consultoria especializada até o fornecimento e a implementação dos sistemas propriamente ditos, estendendo seus braços também para a área de suporte. Reconhecida como parceira de excelência para organizações de todos os tamanhos, a empresa mantém seu conceito baseado numa série de particularidades. Uma delas é a equipe altamente qualificada para desenvolver projetos inteligentes e adequados às necessidades específicas de cada cliente. Especialmente porque, nos dias de hoje, a estratégia de TI é parte indissociável (e cada vez mais protagonista) da estratégia do negócio como um todo. Acompanhando as transformações do mercado e das necessidades das companhias, também os CIOs vêm reinterpretando, gradativamente, seus papéis e modelos operacionais. Para além do foco tradicional, mais circunspecto à área de TI, as atribuições desses gestores estão evoluindo diretamente para os negócios.

TIMES DE ELITE Vistos cada vez mais como parceiros comerciais estratégicos à frente da transformação digital, os CIOs precisam desenvolver e aperfeiçoar comportamentos focados em inovação e mercado. Quanto mais a empresa considera o setor de TI como uma área estratégica, tanto mais acredita que seu CIO deve reunir várias identidades e assumir uma postura voltada aos negócios. Esta nova abordagem provoca reflexos nas empresas mais antenadas – como a própria HT Solutions, cujos gestores e profissionais são capacitados para entender as organizações de seus clientes com profundidade, sendo capazes de alinhar as iniciativas de TI aos objetivos de cada uma. Com equipes altamente qualificadas atuando como um conselho de gestão, os gestores de TI podem se concentrar na coordenação e na retenção de seus maiores talentos, alcançando o almejado desenvolvimento e a máxima produtividade. Cercando-se de profissionais certificados para

garantir o embasamento das soluções, em vez de investir seu próprio tempo em atividades operacionais, o CIO moderno concentra energias no impulsionamento da inovação estratégica, identificando oportunidades de diferenciação competitiva e percebendo novas maneiras de se relacionar com os clientes.

MASTERMIND PROFILE É especialmente com esse conceito que a HT Solutions se posiciona no mercado, investindo e estimulando seus profissionais a ampliar conhecimentos e apostar em importantes certificações. Com o espírito do Mastermind Profile, a HT Solutions busca fazer com que um grupo de pessoas acima da média consiga auxiliar e colaborar mutuamente com seu entusiasmo e sua vontade de atingir os melhores resultados. A empresa possui sólida política de capacitação de equipe, que já contabiliza diversos profissionais certificados pela HP Entreprise como Master Accredited Solutions Experts (Master ASEs). Entre os exemplos está o arquiteto de soluções ESSN Aury Fink Filho, que obteve recentemente a certificação HPE Master ASE – Advanced Server Solutions Architect V3 e também reforçou seus conhecimentos por meio das certificações HPE Master ASE – FlexNetwork Solutions V2 e HPE Master ASE – Storage Solutions Architect V2. Outro que se certificou como HPE Master ASE – FlexNetwork Solutions V2 foi o especialista em redes Eduardo Steffen, habilitando-se a projetar redes complexas de nível corporativo a partir do conhecimento abrangente das inovações de rede mais recentes da HPE. Já o arquiteto de soluções Deivis Augusto Carobin obteve a certificação HPE Master ASE – Storage Solutions Architect V2, que atesta a capacidade de traduzir os requisitos de negócios do cliente numa solução de armazenamento corporativo, seja em ambientes físicos, virtuais ou em nuvem. Além disso, amplia as competências em torno da gestão convergente para armazenamento com HPE OneView e compreende soluções complexas de HPE SAN e aplicações de missão crítica com todo o Flash Tier 1.

13 IT MANAGEMENT # 11


PERSONAL SYSTEMS

MENOS É MAIS JÁ FAZ TEMPO QUE OS DESKTOPS DEIXARAM DE SER SIMPLES COMPUTADORES DE MESA. A EVOLUÇÃO DESSES EQUIPAMENTOS ACOMPANHOU AS DEMANDAS DO MERCADO: VELOCIDADE, ESTABILIDADE E ATÉ MESMO MOBILIDADE. NUM CENÁRIO DOMINADO POR SMARTPHONES E TABLETS, OS PCs TRADICIONAIS NÃO CHEGAM A COMPETIR COM OUTROS GADGETS, MAS AINDA TÊM MUITO QUE SOMAR. E O MELHOR É QUE, JUNTO À PERFORMANCE SUPERIOR, OS LANÇAMENTOS VÊM MAIS COMPACTOS, COLABORANDO PARA MANTER A ESTAÇÃO DE TRABALHO SEMPRE EM ORDEM.

PEQUENO NOTÁVEL Alta performance e versatilidade são os principais atrativos do HP Elite Slice. O desktop, além de ser o mais compacto da marca, opera com módulos independentes e sem fio, que podem ser acoplados conforme a necessidade do usuário. Cada “fatia” possui uma função, do PC com processador Intel Core ao leitor óptico de CDs e DVDs. Assim, é possível transformar o equipamento numa estação multimídia ou num hub de comunicação, ideal para reuniões e audioconferências. Os módulos são vendidos separadamente e se encaixam com perfeição à base, mantendo o visual discreto e elegante.

COMUNICAÇÃO SEGURA O HP Elite Slice promete ser uma ótima solução para reuniões de negócios. Habilitado com Skype for Business e com HP Velocity para melhores taxas de transferência de dados, o dispositivo proporciona som imersivo em 360 graus, graças ao módulo de áudio com software de cancelamento de ruídos. Uma conexão USB-C também permite utilizar monitor Quad HD HP Elite Display S240uj, com base de carregamento sem fio. Ainda, os arquivos da equipe permanecem seguros. A tecnologia HP Sure Start, com Proteção Dinâmica, monitora e corrige corrupções de BIOS a cada 15 minutos, enquanto atualizações automáticas do HP BIOSphere rendem segurança extra.

Família Intel Core de 6ª geração Até 32 GB DDR4-2133 Até 512 GB SSD

14 HT SOLUTIONS


PERSONAL SYSTEMS

Família Intel Core de 7ª geração Até 16 GB DDR4

500 GB HDD

ALTA PERFORMANCE A nova linha de desktops Dell Optiplex 3050 oferece segurança e capacidade de gerenciamento. Equipados com processador Intel Core de 7ª geração, os computadores estão ainda mais estáveis e rápidos. A tecnologia Intel Storage Accelerator aumenta a performance dos HDDs. Já o roteador wi-fi pode ficar a uma distância maior do aparelho, sem prejuízo na velocidade do streaming. Não bastasse o desempenho, o design das tampas de cabo combina com o chassi e facilita a organização do ambiente de trabalho.

DIMENSÕES REDUZIDAS Apesar da potência e do rendimento, os novos desktops Dell Optiplex 3050 não deixam de lado a estética. No caso, a preferência é por um design funcional e com dimensões reduzidas. No modelo torre, o gabinete possui 35 cm de altura, 15,4 cm de largura e 27,4 cm de profundidade. O formato pequeno, como o nome indica, é ainda mais diminuto: 29 cm de altura, 9,26 cm de largura e 29,2 cm de profundidade. Ambos disponibilizam portas USB 2.0 e 3.0 e uma porta HDMI 1.4, bem como entradas para diversos dispositivos.

15 IT MANAGEMENT # 11


BUSINESS UPGRADE

TAREFAS X PROJETOS: COMO ALCANÇAR MAIS PRODUTIVIDADE EM APENAS 15 MINUTOS

M

UITAS SÃO AS DICAS SOBRE COMO SER MAIS PRODUTIVO AO LONGO DO DIA. O que muitos executivos não sabem é que dá para multiplicar sua capacidade de realização mesmo quando há pouco tempo disponível. No atropelo das rotinas, 15 minutos são facilmente desperdiçados em pequenas tarefas: se forem os últimos 15 minutos do expediente, então, provavelmente serão utilizados para checar redes sociais, responder e-mails ou conversar com algum colega. De acordo com especialistas, todavia, alguns métodos podem tornar esse intervalo mais produtivo.

família, trabalho, casa, eu) também facilita muito. Ajudando a focar em cada área de uma vez, a estratégia acaba por tornar seu dia mais produtivo.

FOCO E OBJETIVIDADE

May Wang, especialista em produtividade, consultoria e treinamento, dá outras sugestões focadas no trabalho. Entre elas, criar uma lista com tarefas que ainda não foram concluídas ou que você esteja pensando em fazer. Isso permite liberar a mente para considerar outras ideias e tópicos – pois, segundo ela, ficar constantemente pensando em tudo o que se tem para fazer acaba servindo como uma das maiores distrações. Dividir a lista em categorias (como

Ao mesmo tempo, alguns especialistas defendem a ideia de que é possível ser produtivo em 15 minutos sem precisar desempenhar nenhuma tarefa. Esse curto período seria ideal para pensar e deixar a mente divagar, já que ela precisa de tempo para consolidar informações e gerar novas ideias. Para May Wang, “fazer, fazer, fazer” nem sempre é sinônimo de render no trabalho. Ser produtivo é estar focado e com a mente em paz.

©iStock.com/BrianAJackson

O primeiro passo, conforme Kathy Lee, especialista em produtividade tecnológica e proprietária da consultoria DoubleSpaces LLC, é saber diferenciar uma tarefa de um projeto. Segundo ela, algo que se leva de 5 a 10 minutos para ser concluído pode ser definido como tarefa. Atividades rápidas que podem ser feitas com o smartphone – como ler um texto que estava guardado para depois, agendar uma consulta médica ou procurar uma receita para cozinhar no jantar – são alguns exemplos.

A ideia, então, é a de que se possa usar aqueles 15 minutos de pausa entre um compromisso e outro a seu favor, organizando o dia de hoje ou de amanhã. Quando se opta por conferir as redes sociais ou os e-mails nesse período, há o risco de se perder a noção do tempo e acabar dedicando a isso muito mais do que 15 minutos. Lisa Woodruff, fundadora da Organizer365, destaca que essas tarefas devem ser feitas sempre com foco e objetividade. Para ela, o segredo é agir com o claro propósito de dar andamento às coisas. Ao conferir os e-mails, deve-se manter o foco em responder, por exemplo, a clientes ou colegas que precisem de ajuda para tomar uma decisão. Frases “fofas” e e-mails longos podem esperar.

16 HT SOLUTIONS


BUSINESS UPGRADE

ELIMINE ESTES ITENS DO SEU CURRÍCULO Com o mercado de trabalho cada vez mais dinâmico, não são apenas os jovens que partem repetidamente em busca de novos desafios e oportunidades. O desejo de mudar de emprego de forma mais frequente é também uma característica comum entre os profissionais mais experimentados – inclusive entre os executivos de alto e médio escalão. No entanto, especialmente para quem já acumula certa bagagem na carreira, a hora de elaborar o currículo pode gerar muitas dúvidas. Antes de montar o seu, veja alguns itens que devem ficar de fora para evitar que o documento se torne pouco funcional. As dicas são baseadas em opiniões de diversos especialistas em recrutamento entrevistados pelo site Business Insider. Objetivo. A menos que esteja mudando completamente de área – situação em que é preciso deixar clara sua busca, retire esse tópico do currículo. Os motivos pelos quais você se interessa pela vaga também não devem ser abordados ali, mas, sim, numa eventual entrevista. Experiências irrelevantes. Inclua apenas o que julga ser realmente interessante para o recrutador. Ignore empregos curtos ou anteriores ao ano 2000. Isso também vale para cursos livres e certificados. Informações pessoais. Religião, estado civil, CPF e endereço completo podem ser dispensados, até por questões de segurança dos seus dados. A idade e o ano de formação também podem ser suprimidos, evitando preconceitos. Coloque apenas um número de telefone, de preferência celular. Formatação inconsistente. Evite o excesso de texto, bem como fontes ou margens pequenas para enquadrar o conteúdo numa só página. Foque naquilo em que você realmente se destaca, sem exageros. Layout arejado, com espaçamento de 0,8 mm ou mais, é o ideal. Fuja de fontes antiquadas/serifadas e use um modelo pronto ou peça ajuda a alguém que tenha experiência no assunto. Não inclua tabelas, fotos, imagens nem notas de rodapé. Aleatoriedades. Não inclua hobbies, períodos sabáticos, referências de antigos empregadores, pretensão salarial (se a vaga indicar, escreva no e-mail, não no CV), links (salvo do Linkedin e de eventuais portfólios), histórico escolar, motivos de demissões, endereços de e-mail pouco profissionais, explicações genéricas e opiniões. Mentiras, por sua vez, constituem crime.

Ao longo do dia, sua personalidade, a necessidade de tomar decisões e os controles sociais ocupam boa parte de seu cérebro. À noite, na hora de dormir, seu córtex pré-frontal – a parte que comanda tudo isso – desacelera e abre caminho para os sonhos e o relaxamento da mente. Por isso, quando uma pessoa está dormindo, é o inconsciente que assume o controle e passa a agir livremente, sem interferências. Ou quase. Em artigo publicado na Fast Company, o escritor Neil Pavitt aponta algumas maneiras de estimular o cérebro a buscar soluções para seu dia a dia. Confira as cinco dicas do autor de Brainhack: Tips and Tricks to Unleash Your Brain’s Full Potential (“Hackeando seu cérebro: Dicas e truques para liberar todo o potencial de seu cérebro”, em tradução livre): 1. Sem forçar a mente, relaxe e pense no assunto que precisa resolver. Invista algum tempo fazendo uma análise detalhada da questão. 2. Antes de ir para a cama, escreva o problema num papel e leia-o em voz alta, como se estivesse perguntando a si mesmo o que está buscando. Em seguida, estabeleça um prazo para resolver, mas procure manter a mente em equilíbrio, pois colocar muita pressão pode causar estresse e insônia. 3. Ao acordar, escreva imediatamente todos os seus pensamentos e sonhos, mesmo que não pareçam ter relação com suas questões. Algo que pode incentivar a liberação das

ideias pela manhã é tomar um banho logo ao sair da cama. 4. Outra dica é tomar uma xícara de chá ou café, principalmente se você se acomodar num cantinho confortável, com caneta e bloquinho em mãos. Durante meia hora, escreva apenas o que vier à cabeça, sem se preocupar muito se as ideias fazem sentido. Apenas coloque-as no papel. 5. Leia tudo que escreveu e deixe seu consciente debater essas ideias. Ao final do processo, talvez você não tenha uma ideia brilhante de forma automática, mas pode se surpreender com o fato de as coisas parecerem mais claras.

©iStock.com/HASLOO

©iStock.com/AndSim

CINCO DICAS PARA “HACKEAR” SEU CÉREBRO

17 IT MANAGEMENT # 11


BUSINESS UPGRADE Nas últimas décadas, a neurociência vem comprovando a importância da inteligência emocional como alicerce para uma carreira de sucesso no mundo corporativo. A partir daí, também fica mais fácil entender por que nem sempre são os melhores alunos da escola que ocupam os melhores cargos no mercado de trabalho. Antes dessas descobertas, acreditava-se que apenas o QI era determinante para o triunfo profissional. No entanto, está comprovado que, entre duas pessoas com o mesmo preparo técnico e o mesmo Quociente de Inteligência, o que definirá as possibilidades de ascensão profissional é o Quociente Emocional. Esse é exatamente o assunto que Daniel Goleman trata no livro “O cérebro e a inteligência emocional – novas perspectivas” (Objetiva, R$ 34,90). Em pouco menos de 100 páginas, Goleman explora temas que vão da criatividade à conexão cérebro-cérebro na liderança, explorando possibilidades de melhorar a inteligência emocional. Na obra, o autor demonstra como o sucesso na carreira está ligado ao caminho feito pelas emoções no cérebro humano, a partir de cinco passos: reconhecer as emoções; controlá-las; ter habilidade para se automotivar e controlar impulsos e expectativas; reconhecer as emoções do outro; e desenvolver habilidades interpessoais para gerir e liderar grupos motivados. Para Goleman, a inteligência emocional é algo que precisa ser treinado e, para tanto, a empatia é fundamental.

Divulgação/Objetiva

DOMINANDO AS EMOÇÕES

Você sabe, de forma clara, qual o seu propósito de vida? Qual o seu significado de sucesso? Aonde espera chegar? Segundo Gary Keller e Jay Papasan, autores do livro “A única coisa – o foco pode trazer resultados extraordinários para sua vida” (Novo Século, R$ 27,90), não há nada de errado em se dedicar ao trabalho, à família ou ao futuro. No entanto, é preciso ter foco no que realmente importa para você. O primeiro passo para não desperdiçar sua força de vontade é deixar a rotina mais simples e focada. Tentar fazer tudo e ao mesmo tempo só vai afastálo do foco e da qualidade de suas ações. No livro, os autores mostram que nem todas as tarefas têm a mesma importância. É preciso dar prioridade àquelas que estão alinhadas à sua “única coisa” e, assim, descobrir que resultados extraordinários podem surgir quando os processos do dia a dia são simplificados. Descubra o poder do foco e saiba como alcançar mais, fazendo menos, com esta leitura leve e transformadora.

Divulgação/Elsevier

O QUE LHE É ESSENCIAL?

Divulgação/Sextante

INDICAÇÃO DO GESTOR Felipe Goulart, CIO de Infraestrutura das Farmácias São João, é o gestor que compartilha sua dica de leitura nesta edição da IT Management. “O mundo é plano – uma breve história do século XXI” (Objetiva, R$ 69,90), de Thomas L. Friedman, é um livro que fala sobre a globalização através de bons exemplos e o achatamento dos mercados globais. Respeitado jornalista norte-americano, Friedman aborda o assunto de maneira didática, utilizando como exemplos suas viagens por diversos continentes e reuniões com executivos de grandes corporações. O autor historia como a Tecnologia da Informação democratizou a comunicação para todos e tornou o mundo plano a partir do que chama de “dez forças que achataram o mundo”. Entre elas, Friedman cita a queda do Muro de Berlim, a internet acessível, os softwares de sistematização dos fluxos de trabalho e as formas de colaboração. Ainda com uma dose de imaginação, o autor também compara os eventos de 11/9 (atentado às Torres Gêmeas) e de 9/11 (queda do Muro de Berlim) – um envolvendo destruição e, o outro, a flexibilidade para lidar com mudanças.

18 HT SOLUTIONS


BUSINESS UPGRADE

VALORIZE OS SEUS DESAFIOS

T

ENHO REPARADO QUE, NA VIDA CORRIDA QUE A GENTE LEVA, uma coisa atropela a outra, fazendo com que acabemos não tendo tempo para curtir os momentos. Você conclui uma tarefa, depara com outra e, quando vê, não aproveitou nenhuma delas. Por isso, vou compartilhar uma experiência que tive recentemente para mostrar o que senti e como isso me ajudou, tanto no mundo dos negócios quanto no dia a dia.

Essa experiência me fez pensar que eu não só aproveitei o desafio, mas valorizei o processo que me levaria até ele. Com isso, comecei a trazer essa mesma mentalidade para o meu dia a dia. Antes de dormir, comecei a pensar nos desafios que teria no dia seguinte e visualizá-los como algo instigante e motivador. A partir disso, eu pararia para pensar coisas como “amanhã será o primeiro dia de trabalho de um novo funcionário” ou “amanhã lançaremos um novo produto”. A mensagem que quero deixar é a seguinte: tente valorizar mais seus objetivos e suas tarefas. Às vezes, na pressa, não nos divertimos ou não conseguimos dar o real valor que os momentos merecem. Empolgue-se antes, durante e depois. Só assim a realização da tarefa será realmente completa.

©iStock.com/Bablab

Há algum tempo, eu comecei a correr. Quando estava completando dois meses, pensei em criar um autodesafio: “Amanhã, para celebrar os dois meses, vou correr a maior distância que eu conseguir. Tomarei os cuidados necessários e, sem forçar, vou correr pelo tempo que puder”. O que achei interessante foi que, já na noite anterior, aquilo tinha virado um desafio. Eu não sabia como seria, nem quanto eu aguentaria correr – o máximo que eu já havia concluído tinham sido 15 quilômetros. Naquele dia, eu corri 25 quilômetros em duas horas e quarenta e nove minutos. Foi maravilhoso! Mas quero chamar atenção para o fato de que, no dia anterior, eu estava determinada a alcançar um objetivo. Eu fiz todo o preparo: criei uma playlist, separei barrinhas de energia, reservei o relógio. E, na verdade,

tudo o que eu precisava fazer era ir a pé até o parque mais próximo da minha casa e correr.

19 IT MANAGEMENT # 11


©iStock.com/Jirsak

OFFICE CHAT

O DEPARTAMENTO DE T.I. COMO CATALISADOR DE NEGÓCIOS

Por FELIPE GOULART*

V

IVEMOS NUMA ERA EM QUE A DIFERENCIAÇÃO DOS NEGÓCIOS DE VAREJO ESTÁ LIGADA DIRETAMENTE À EXPERIÊNCIA DO CLIENTE, que por sua vez está cada vez mais exigente. Na antiguidade, os produtores que vendiam seus produtos em feiras livres costumavam embelezar seus artigos para que se tornassem mais atrativos aos clientes que por lá andavam. Muitas dessas técnicas de “embelezamento” já foram utilizadas ao longo do tempo, restando aos varejistas, nos dias atuais, inovar por meio da tecnologia. Eis que surgem desafios para a TI – trabalhar de forma estratégica a fim de habilitar o negócio para crescer e se diferenciar. Dentre algumas das soluções através das quais o setor de Tecnologia da Informação pode ajudar o negócio, cito especialmente as seguintes: 1. Tempo de resposta ao mercado. O mercado muda rapidamente, e responder aos requerimentos de negócios de maneira alinhada à estratégia de negócios é um grande desafio para os gestores de TI, cabendo a estes apresentar soluções robustas, que assegurem velocidade e disponibilidade ao negócio, a também flexíveis, possibilitando ajustar o caminho à medida que o mercado demanda novas soluções. 2. Tecnologia como acelerador. A tecnologia pode ser empregada em diversas áreas do negócio. Seja para monitorar os padrões de consumo dos clientes, controlar a operação logística, reduzir filas

no ponto de venda, analisar melhor o crédito, comprar com mais precisão ou reduzir gastos operacionais, a tecnologia é cotada como um diferencial para agregar velocidade ao negócio. 3. Canais unificados de comunicação. A tecnologia também é um poderoso agregador quando o assunto é comunicação. Este universo de redes sociais, operações realizadas com ferramentas de comunicação instantâneas, telefones divulgados em operações, atendimento via bate-papo em sites corporativos, robôs fazendo interações com humanos, entre outros meios de comunicação, em vez de ajudar, pode acarretar ao negócio um grande problema para atuar em tantos canais de forma homogênea. Pensando nisso, um grande desafio para a TI é unificar tais canais, implementando a estratégia conhecida como Omni Channel, de maneira que, independentemente do canal de comunicação que o cliente escolher para entrar em contato com a empresa, ele possa receber o mesmo padrão de atendimento, com todas as informações unificadas e, por conseguinte, maior possibilidade de conversão desse contato em uma venda. Inúmeras outras estratégias para diferenciação e inovação podem ser atreladas ao negócio. O departamento de TI precisa estar “fora do aquário” para entender as necessidades da empresa e saber o que o mundo lá fora apresenta em termos soluções. Felipe Goulart é gestor de Infraestrutura de TI da rede de farmácias São João

20 HT SOLUTIONS


IT MATTERS ©iStock.com/Topp_Yimgrimm

INTELIGÊNCIA GERENCIAL DOS NEGÓCIOS: A T.I. INSTRUMENTALIZANDO O SETOR FINANCEIRO Por ANDREI SEGER*

A

S MUDANÇAS DECORRENTES DO AVANÇO TECNOLÓGICO E COMPORTAMENTAL DA SOCIEDADE FIZERAM DO CONHECIMENTO O MAIOR ATIVO DE QUALQUER ORGANIZAÇÃO. Também por isso, a atuação conjunta das áreas de finanças e TI tornou-se primordial para a tomada de decisão e para as definições de estratégias dentro das empresas. Neste novo universo corporativo, onde todos passaram a ter acesso a um manancial quase inesgotável de informação, não somente a segurança, mas também a aplicação dos dados merece total atenção. Independentemente do tamanho da empresa, é justamente o modo com que cada uma lida com esta quantidade imensa de variáveis que distinguirá as bemsucedidas daquelas que acabam estagnadas no mercado. Enquanto números soltos não possuem validade, o ato de transformá-los em inteligência a partir de informações estratégicas tem importância fundamental na hora de auxiliar o gestor a dar um passo à frente da concorrência. A resposta para essa construção chama-se Business Intelligence (BI). Nos últimos anos, esse termo tem viralizado nas empresas. Ele se refere, de forma simultânea, a um conceito e uma aplicação. Leva em conta tanto a importância de coletar, organizar, processar e analisar os dados que fazem parte do universo da organização, quanto o uso de softwares de alta capacidade de processamento, capazes de realizar um trabalho analítico, gerando informações estratégicas. As plataformas de BI facilitam ao gestor ter a melhor compreensão do que é relevante para analisar situações, traçar planejamentos e tomar decisões. Tudo de forma rápida e precisa, com base em dados fornecidos em prazos e formatos substanciais. Fluxo de caixa, orçamentos, custos e demonstrativos de resultados, por exemplo, que fazem parte da rotina do departamento financeiro, podem contribuir de forma simples. Isso porque, além de contar com recursos gráficos para elaboração de painéis e relatórios que tornam a compreensão mais clara, a solução também é muito mais rápida na produção e menos dependente da TI. Dessa forma, o departamento de tecnologia pode dedicar sua atuação

especialmente à carga, disponibilidade e confiabilidade dos dados, enquanto as áreas usuárias focam no conteúdo, cruzamento de informações e formatos de apresentação. O grande segredo da BI é interpretar todas as variáveis em velocidade e precisão muito superiores às que o mais genial dos gestores seria capaz de conseguir. Com margem de erro reduzida, a plataforma auxilia tanto na tomada de decisões quanto na minimização de riscos ao negócio, no controle mais rígido sobre receitas e despesas e no conhecimento do gestor em relação aos processos. Sem contar que a ferramenta é capaz de avaliar históricos – de compras, vendas, orçamentos, pagamentos, recebimentos – e demais pontos do setor financeiro para estabelecer previsões e contextualizar tendências de TI.

21 IT MANAGEMENT # 11


©iStock.com/RudyBalasko

BEYOND THE CLOUDS

22 HT SOLUTIONS


BEYOND THE CLOUDS

CHICAGO: ENTRE DATA CENTERS E PASSEIOS À BEIRA DO LAGO HOJE UM IMPORTANTE POLO PARA EMPRESAS DE TELECOMUNICAÇÕES, TRANSPORTE E INFRAESTRUTURA, A CIDADE MAIS POPULOSA DO ESTADO DE ILLINOIS (EUA) É O TIPO DE LUGAR QUE CONVIDA O TURISTA A SE INTEGRAR. ENTRE INCONTÁVEIS ARRANHA-CÉUS E AS ÁGUAS DO VASTO LAGO MICHIGAN, MORADORES E VISITANTES MISTURAM-SE QUASE INDISTINTAMENTE

23 IT MANAGEMENT # 11


©iStock.com/roman_slavik

BEYOND THE CLOUDS

Para quem nunca foi a Chicago, uma excelente pedida é começar sua estadia com um city tour, a fim de conhecer os principais pontos de lá. Há várias operadoras que oferecem serviços do gênero, normalmente realizados em ônibus de dois andares com vista panorâmica. Passeios como o Chicago Hop-On Hop-Off possibilitam um bom reconhecimento do terreno, abrindo caminho para uma exploração mais minuciosa nos dias que se sucedem. Se o visitante ficar pouco tempo na cidade, o tour é ideal para adquirir uma visão geral do lugar.

©iStock.com/SbytovaMN

O incêndio acabou sendo o grande responsável pela transformação urbana de Chicago, impulsionada também por inovações que incluíram o primeiro arranha-céu do planeta. A cidade é hoje um importante polo para indústrias de telecomunicações, transporte e infraestrutura, destacando-se por abrigar também o maior data center do mundo.

©iStock.com/ablokhin

F

OI NO VERÃO DE 1871 QUE CHICAGO COMEÇOU A SE TORNAR O LUGAR QUE É HOJE, após um incêndio de grandes proporções devastar a maioria dos imóveis lá construídos – à época, preponderantemente de madeira. A temporada extremamente seca foi um fator determinante para o sinistro, que deixou muito pouca coisa de pé na cidade, cenário difícil de se imaginar atualmente, quando se vê uma Chicago altamente industrializada e vibrante, habitada por 2,7 milhões de pessoas, perdendo apenas para Nova Iorque e Los Angeles no censo de 2010.

24 HT SOLUTIONS


BEYOND THE CLOUDS

DA ARTE URBANA AOS RINQUES DE PATINAÇÃO Passar apenas rapidamente por Chicago, porém, é por certo uma oportunidade desperdiçada. A cidade oferece muitos lugares interessantes e agradáveis para se visitar – a começar pela icônica Cloud Gate, uma escultura do artista Anish Kapoor instalada no coração do Millennium Park, refletindo em suas paredes sinuosas o belo cenário urbano que a envolve. Parada obrigatória para registrar aquela foto clássica da cidade. Chicago, aliás, é um paraíso para os aficionados por arquitetura, ostentando um rico circuito do gênero. O roteiro pode ser apreciado a pé, de bicicleta ou mesmo de ônibus, observando-se as fachadas dos prédios e suas obras de arte estampadas em tijolos e vitrais. Uma alternativa ideal para se começar a entender melhor a cidade e sua história.

No que se refere ao clima, é bom estar atento antes de escolher a época da visita. A variação de temperatura entre o verão e o inverno costuma chegar a 40 graus centígrados. Na temporada de calor, os parques, praias, locais à beira do lago Michigan e do Chicago River se enchem de gente. São esportistas se mantendo em forma, crianças brincando e tanto turistas quanto locais com suas bicicletas. Já no inverno, as águas do lago congelam e os ventos se tornam mais fortes, fazendo com que os parques ganhem rinques de patinação no gelo. Nessa época, os pontos mais aquecidos da cidade são os museus, sempre convidativos.

©iStock.com/zrfphoto

Outra experiência arrebatadora é ver Chicago de cima, em mirantes como os de John Hancock (360 Chicago), Willis Tower

(Skydeck Chicago) e Navy Pier (North Avenue Beach), ou na área ao redor do Museum Campus. Todos oferecem visuais de tirar o fôlego em qualquer hora do dia, com diferentes efeitos pela manhã, ao entardecer e à noite.

25 IT MANAGEMENT # 11


BEYOND THE CLOUDS

CULTURA POR TODO LADO A metrópole respira arte, música, dança e teatro, contando com trabalhos de grandes artistas espalhados por museus, galerias, salas de espetáculos e até na rua e em festivais ao ar livre. O mais interessante de Chicago talvez seja, justamente, o fato de oferecer infindáveis opções para que o turista vivencie a cidade como um residente, sem se prender a um roteiro turístico padrão – e, isto sim, realizar passeios que os moradores também fazem. Chicago é uma cidade repleta de museus interessantes para se visitar, com exposições que abarcam desde Pablo Picasso e Vincent van Gogh até René Magritte. Alguns dos mais concorridos espaços culturais da cidade são o Art Institute of Chicago, o Museum of Contemporary Art Chicago, o Museum of Science and Industry, o Field Museum, o John G. Shedd Aquarium e o Adler Planetarium.

O Museum of Science and Industry é um museu interativo, oferecendo mostras e experiências diferentes, com um simulador de voo, visitas ao interior de um submarino ou caminhadas numa mina de carvão, além de experimentos de química, física e biologia. O espaço é dividido em atrações livres, recomendadas para quem nunca foi lá, e atrações com hora marcada, que demandam um pouco mais de tempo, mas valem muito a pena. Entre as atividades livres, alguns destaques são a possibilidade de realizar experiências que imitam forças da natureza, como tempestade de areia e furacão; uma cesta de basquete para se acertar do outro lado do museu; curiosidades sobre submarinos; mistérios e mudanças do corpo humano; a fábrica de brinquedo, com todo o processo produtivo de um objeto; e visita a um avião, com acesso até mesmo à cabine do piloto.

©iStock.com/mpilecky

MUSEU DA CIÊNCIA E DA INDÚSTRIA

VOCAÇÃO ESPORTIVA A chamada “Cidade dos Ventos” é banhada a leste pelo Lago Michigan, em cuja orla se proliferam parques repletos de verde, equilibrando a correria de uma grande cidade e o sossego da natureza. Lotados no verão, esses espaços são ótima opção de passeio e podem ser facilmente encontrados em qualquer área da cidade. Alguns dos mais famosos são o Grant Park, o Jay Pritzker Pavillon, o Laurie Garden, o Lincoln Park, a North Avenue Beach e a Riverwalk.

©iStock.com/Richard0120

Para os declarados fãs de esportes, outra oportunidade sem igual é conhecer o ginásio United Center – e, quem sabe, assistir a um jogo do time de basquete local, o mítico Chicago Bulls. Membro da Divisão Central da Conferência Leste da NBA, o time foi fundado em 1966, alcançando fama mundial nos anos 1990, quando, sob a batuta de atletas como Michael Jordan e Scottie Pippen, dominava a liga, chegando a conquistar seis campeonatos nacionais em oito anos. Além de receber o Chicago Bulls, o United Center é casa do Chicago Blackhawks, time de hóquei no gelo. A arena foi aberta em 1994 e alega ser a maior – em tamanho – dos Estados Unidos, com capacidade para mais de 20 mil torcedores. Além de sediar eventos esportivos, ela é palco para cerca de 200 shows e performances por ano. Ao organizar a viagem, portanto, vale muito a pena dar uma olhada na programação de espetáculos.

26 HT SOLUTIONS


©iStock.com/tupungato

©iStock.com/cofotoisme

BEYOND THE CLOUDS

DATA CENTER COLOSSAL

A infraestrutura de escala industrial do centro tecnológico Lakeside garante capacidade para mais de 100 megawatts de força. Superlativo, o empreendimento é o segundo maior consumidor de energia da concessionária local, perdendo apenas para

o aeroporto O’Hare. A infraestrutura elétrica oriunda da rede é apoiada, ainda, por mais de cinquenta geradores distribuídos pelo edifício, alimentados por diversos tanques de óleo diesel com capacidade individual para 30 mil galões (o equivalente a mais de 130 mil litros).

©StockPhotography/ Artefaqs Architecture

Com área construída de aproximadamente 305 km², o Lakeside Technology Center (350 East Cermak) é um imenso “co-location center” pertencente à Digital Realy Trust. Originalmente construído para abrigar um nababesco parque gráfico (sustentado, basicamente, pela impressão de listas telefônicas e catálogos de vendas de uma grande rede de lojas), em 1999 o prédio acabou sendo adaptado para uso em telecomunicações. Hoje, é um dos maiores co-location centers do mundo – e o centro nervoso dos mercados de commodities de Chicago, abrigando data centers de empresas do setor financeiro que foram atraídas, principalmente, pela riqueza dos provedores de peering e conectividade presentes entre os cerca de 70 inquilinos do lugar.

27 IT MANAGEMENT # 11


ARCHITECTURE

ARUBA INSTANT: WI-FI RÁPIDO, SEGURO E DESCOMPLICADO QUANDO SE TRABALHA COM UMA ALTA DENSIDADE DE APARELHOS LIGADOS À REDE, É NECESSÁRIO MANTER UMA ESTRUTURA ESTÁVEL, RÁPIDA E QUE NÃO COMPROMETA A SEGURANÇA DOS USUÁRIOS. A ARQUITETURA INTELIGENTE DOS EQUIPAMENTOS GARANTE RESULTADOS SATISFATÓRIOS SEM ABRIR MÃO DA ECONOMIA.

I

MAGINE UMA LOJA DE DEPARTAMENTOS. Nos três andares do prédio, estão distribuídos o escritório da gerência, o depósito, o vestiário dos colaboradores e, é claro, as áreas de acesso ao público – salão, provadores, talvez até uma cafeteria. Num dia movimentado, centenas de pessoas circulam por lá, entre consumidores e equipe. Todos carregam consigo seus smartphones ou tablets e esperam que o estabelecimento forneça acesso rápido e gratuito à internet. O pai responde um e-mail de trabalho enquanto os filhos escolhem roupas numa arara. A vendedora assiste a um vídeo engraçado no intervalo do almoço. O chefe de setor acessa o sistema online para verificar se um produto em falta está disponível na filial. Porém, nem é preciso um cenário tão grandioso. Pequenos negócios também podem operar com uma alta densidade de

aparelhos conectados. Visitantes e público interno compartilham, por vezes, a mesma rede, o que demanda soluções tanto em estrutura quanto em segurança. Pois o Aruba Instant surge para resolver essas questões com eficiência e economia.

ESTÁVEL E MAIS RÁPIDA Trata-se de uma rede Wi-Fi fácil de configurar. Um diferencial importante é que não há necessidade de hardware de controladora. Cada ponto de acesso (AP, na sigla em inglês) instalado no ambiente funciona como uma controladora virtual e transmite o sinal. Isso permite ao cliente deslocar-se de um ponto a outro sem perda na qualidade da conexão.

30 HT SOLUTIONS


©iStock.com/Rawpixel

ARCHITECTURE

Testes internos apontam que a rede do Aruba Instant chega a ser 36% mais rápida que a concorrência. Um mesmo cluster pode trabalhar com até 128 APs e comporta 2 mil usuários simultâneos, o suficiente para atender à demanda de muitas companhias. Caso seja necessária uma estrutura ainda maior, diferentes clusters podem atuar ao mesmo tempo, com uma interface de gerenciamento acessível via nuvem. É possível, também, criar uma rede exclusiva para convidados, com um portal de identificação dentro do Instant Access Point. Assim, o acesso da equipe interna pode acontecer separadamente, o que aumenta a segurança. Ainda, há o serviço de filtro de conteúdo, que categoriza os sites e pode bloquear links maliciosos – ou restringir o

uso das redes sociais a horas específicas do dia, por exemplo. Ele também incorpora a tecnologia ClientMatch patenteada, que coleta, continuamente, métricas de desempenho de sessão dos dispositivos móveis. Essas métricas, então, são usadas para direcionar, de forma inteligente, clientes individuais para o melhor ponto de acesso, com o sinal de Wi-Fi mais forte, conforme os usuários se movem. Vale lembrar que, se um AP porventura parar de funcionar, qualquer outro pode assumir sua função. Ou seja, a conexão permanece estável, sem interrupções nem intervenção de um administrador, garantindo uma excelente experiência de navegação.

ECONOMIA COM INTELIGÊNCIA Um dos principais destaques do Aruba Instant é a capacidade de instalar uma rede Wi-Fi sem controladoras. No entanto, nada impede que essa função seja habilitada no futuro. O hardware permite a operação com controladoras físicas, sem necessidade de se adquirir novos dispositivos nem descartar os atuais. Dessa forma, o investimento fica protegido, mesmo se a arquitetura de rede sofrer alterações. Cada ponto de acesso possui uma interface de gerenciamento. Além disso, uma alternativa é a plataforma de serviços Aruba

Central, que funciona na nuvem. Por meio dela, acessamse as configurações de controle e os relatórios de dados, independentemente da distância. Já o Aruba AirWave é um sistema local que gerencia APs e switches Aruba, além de infraestruturas com e sem fio de outros fabricantes. Com visibilidade e controle de todas as aplicações, essa solução integra, de maneira inteligente, gerência e segurança. O resultado se traduz em economia e eficiência nos processos da empresa.

31 IT MANAGEMENT # 11


POWERED BY HT SOLUTIONS

USAFLEX: FLEXIBILIDADE NO NOME, NOS PRODUTOS E NA NOVA ESTRUTURA DE TI ALÉM DE REFORÇAR A SEGURANÇA, SOLUÇÃO DE BACKUP PROJETADA E IMPLANTADA PELA HT SOLUTIONS GARANTIU MAIOR ESCALABILIDADE À EMPRESA CALÇADISTA

P

IONEIRA NA FABRICAÇÃO DE CALÇADOS QUE ALIAM MODA E CONFORTO para mulheres de todas as idades, a Usaflex soma 19 anos de atuação no mercado. Sua estrutura é formada por sete unidades estabelecidas estrategicamente em cidades dos vales do Sinos e do Paranhana – duas tradicionais regiões produtoras de calçado no Rio Grande do Sul. A empresa conta ainda com 29 escritórios de representação no mercado interno e dois representantes no exterior.

De acordo com a equipe da HT Solutions, o projeto elaborado para a empresa calçadista levou em conta a implantação de um novo sistema de backup com appliance HPE StoreOnce 3540 24 TB para armazenamento em disco e MSL2024 SAS LTO6 para cópia em fita, conectada a um servidor DL160 Gen9. Também foi incluída uma ferramenta de backup HPE Data Protector para gerenciamento de toda a solução, instalada no servidor DL160 Gen9 com rede de backup exclusiva, trafegando a 10 Gb Ethernet. SEGURANÇA E COFIABILIDADE Tudo isso garantiu à Usaflex uma nova e atualizada infraestrutura de hardware, com suporte e garantia da Hewlett Packard Enterprise, e um importante incremento no que diz respeito à segurança e confiabilidade do sistema. Conforme a equipe responsável pela implantação, a solução permite melhor gerenciamento do ambiente de backup, visto que a ferramenta faz backup tanto do ambiente físico, por meio de agentes, como do ambiente virtual, através da integração com o hipervisor virtualizador da plataforma VMware.

Pode-se destacar ainda o ganho de espaço em disco com aquisição do appliance de backup StoreOnce 3540. O sistema conta com algoritmo de desduplicação, o que garante redução no tamanho dos dados gravados em disco, entregando ganhos em armazenamento, rede e desempenho de backup. O cliente também obtém praticidade e segurança na cópia dos dados do appliance para fita, com a possibilidade diária de retirada da mídia para armazenamento seguro off-site. “A solução de Backup System projetada e entregue pela HT Solutions é robusta e atendeu a todos os requisitos solicitados”, afirma o gerente de TI da Usaflex. Entre os benefícios da solução, Rodrigo destacou a eficiência e velocidade dos agentes de backup do Data Protector, a garantia de continuidade em caso de desastre, as possibilidades de recuperação simplificada e a integração total a todos os ambientes (Oracle, VMware e Microsoft). A equipe da HT Solutions que atuou no projeto foi formada por Ricardo Specht (pré-vendas), Aury Fink Filho (arquiteto de soluções), Diego Görgen (técnico especialista implementador) e Jeferson Lampert (gerente de contas).

Divulgação/Usaflex

Para atender à demanda de todas as regiões do Brasil e de fora dele, as unidades industriais da Usaflex totalizam capacidade produtiva de até 24 mil pares/ dia, gerando cerca de 2.800 empregos diretos. A companhia coleciona importantes prêmios de inovação e sustentabilidade que destacam seu compromisso com a qualidade. Nesta linha, a Usaflex buscou recentemente a parceria da HT Solutions para modernizar sua infraestrutura de backup e reforçar suas capacidades de armazenamento, escalabilidade e segurança de dados. Conforme o gerente de TI da Usaflex, Rodrigo Silva, a empresa investiu num sistema completo de backup, contemplando os produtos HPE MSL2024,

StoreOnce 3540 e Data Protector.

32 HT SOLUTIONS


POWERED BY HT SOLUTIONS

ZEYANA:100% CONECTADA COM MAIS DE 40 ANOS DE ATUAÇÃO, A ZEYANA INICIOU SUAS ATIVIDADES COM A PRODUÇÃO DE CARTÕES DE VISITA, ETIQUETAS ADESIVAS E DECALQUES PARA VIDROS DE AUTOMÓVEIS. COM O CRESCIMENTO DO MERCADO, A COMPANHIA EXPANDIU SUA ÁREA DE ATUAÇÃO, ACARRETANDO A AMPLIAÇÃO DE SEU PARQUE FABRIL E DO QUADRO DE COLABORADORES. NA BUSCA CONSTANTE POR INOVAÇÃO E PELO APRIMORAMENTO DE SEUS PRODUTOS E PROCESSOS, A EMPRESA FOI, POR MUITAS VEZES, PIONEIRA NO BRASIL EM INCORPORAR NOVAS TECNOLOGIAS PRODUTIVAS. TAMANHO PROTAGONISMO CONTRIBUIU PARA FAZER DA ZEYANA UM DOS MAIORES PLAYERS NO RAMO DE SERIGRAFIA TÉCNICA E IMAGEM DIGITAL DO BRASIL.

CONTABILIZANDO APROXIMADAMENTE 120 COLABORADORES, a Zeyana é uma empresa de porte médio que se destaca pela produção de decorativos visuais, automotivos, faixas decorativas, serigrafia técnica industrial (adesivos, policarbonato e alumínio), corte a laser, Cristaltech (filme autoadesivo resinado), Microtech (decalques super-resistentes) e Kromex® (tecnologia patenteada para manufatura de emblemas cromados). A fim de se manter entre os líderes de mercado, a companhia investe na melhoria contínua de seus processos – motivo pelo qual buscou, mais uma vez, a parceria da HT Solutions. Atendida pela equipe da HT Solutions há mais de dez anos, a Zeyana depende de um ambiente 100% online para dar andamento aos seus negócios. Por isso, confiou à empresa de tecnologia do Grupo Herval a atualização do projeto de infraestrutura de seu data center. “O cliente optou pela continuidade da tecnologia baseada em blades e entendeu que, para dar suporte ao crescimento da empresa, a solução de armazenamento 3PAR seria a mais adequada”, explica o gerente de contas da HT Solutions, Diego Hoffmann. Assim, foi mantida a solução de backup já utilizada com o software HPE Data Protector. Segundo Hoffmann, a Zeyana também decidiu investir numa nova solução de backup, com tecnologia mais atualizada, para acelerar o processo e aumentar sua capacidade de armazenamento. “O projeto também incluiu novos switches HPE, com tecnologias de conectividade de 10 Gb”, comenta o profissional. SUPORTE GARANTIDO E GESTÃO PESSOAL DO AMBIENTE

Divulgação/Zeyana

De acordo com o gerente de contas da HT, a solução implementada foi ideal para a Zeyana, pois o gerenciamento fácil e centralizado das tecnologias da HPE permite ao coordenador de TI da empresa, Luiz Motter, cuidar pessoalmente da gestão do ambiente. “A escolha pelo armazenamento 3PAR mostrou-se a de melhor desempenho, garantindo também a maior disponibilidade do ambiente, bem como ferramentas adequadas para administração do storage”, explica Diego Hoffmann. Com um ambiente robusto e de alta performance, a Zeyana firmou também um contrato de suporte com a HT Solutions, assegurando apoio de especialistas de diversas áreas. Sem um funcionário especializado na área, a empresa consegue otimizar o custo e contar com a possibilidade de pronto atendimento da equipe contratada. As horas de suporte não utilizadas podem ser convertidas em consultoria, visando ao desenvolvimento de melhorias no ambiente – como replicação do File Server, ajuste das políticas de backup ou otimização de features do Hyper-V, para citar alguns exemplos já efetivados.

33 IT MANAGEMENT # 11


LIFESTYLE

Cansado de escorar a cabeça nos bancos nem tão confortáveis do avião? Ou nas estruturas e janelas duras dos trens e ônibus? A Studio Banana Things apresenta o Ostrich Pillow Go, um travesseiro de viagem inovador para ser “montado” ao redor do pescoço. Diferente daqueles que você está acostumado a ver por aí, ele traz botões magnéticos ocultos para melhor fixação, sendo possível acomodá-lo em diferentes tamanhos de pescoço. O Ostrich Pillow Go tem um formato ondulado com espessura variável, facilitando ao

usuário encontrar a posição mais confortável. Para poupar espaço ao carregar o travesseiro, a espuma especial utilizada no produto permite que ele seja comprimido para um tamanho de aproximadamente 60 por cento. A espuma é recoberta com uma camada protetora de algodão – e a capa removível é lavável. Além da versão original, a empresa fez uma versão um pouco menor, chamada Ostrich Pillow Light, e uma que pode ser usada no braço, a Ostrich Pillow Mini.

Divulgação/Ostrich Pillow

UM BOM SONO NO CAMINHO

34 HT SOLUTIONS


Divulgação/Solar Wallet

LIFESTYLE

CARTEIRA OU CARREGADOR A Solar Wallet é uma carteira projetada para acabar com os inconvenientes avisos de pouca bateria no celular. Do tamanho de uma carteira normal, portanto sem ocupar espaço extra no bolso, ela incorpora uma bateria extra para alimentar dispositivos móveis. A Solar Wallet pode ser recarregada com energia solar ou via USB. A carteira italiana também tem proteção RFID para evitar roubo de dados em cartões dotados de tecnologoa contactless, além de uma função de rastreamento bidirecional entre telefone e carteira. Com uma carga completa do acessório, o fabricante afirma ser possível reproduzir 30 horas de música, conversar 10,5 horas, assistir a 10 horas de vídeos ou navegar na internet por 9 horas.

Não se trata daquele kit tradicional, levado no bagageiro do seu carro. As ferramentas em questão visam ao reparo de seus equipamentos eletrônicos. Este kit da iFixit contém tudo que se precisa para reparar telefone, tablet e outros dispositivos eletrônicos, auxiliando na abertura de cases, trocas de baterias, retirada de telas e aperto de parafusos. Batizado de Essential Eletronics, o conjunto vem com maleta magnética para transporte das chaves de fenda de precisão, pinças angulares e demais ferramentas inclusas. Com peso de 368g, o kit é bastante prático de se carregar para qualquer lugar, ficando sempre à disposição.

Divulgação/iFixit

FERRAMENTAS DE PRECISÃO

VISUAL RELAXANTE

Divulgação/Simar Design

No coração das grandes metrópoles, longe de áreas verdes, praias, rios e árvores, é difícil abrir a janela e enxergar algo além de prédios e paredes de cimento. Mas, para mudar de ares, não é preciso levar o escritório para longe dos clientes: basta investir nos painéis de LED da Simar Design (simar-design.com), que levam um toque de natureza para relaxar a mente em casa ou no ambiente de trabalho. Com um vasto catálogo de imagens, os painéis prontos medem 60x60 cm, mas é possível adquirir formatos personalizados. Segundo a fabricante, estudos atestam os efeitos do produto até mesmo na área da saúde, com benefícios ao processo de recuperação de pacientes. A coleção traz imagens relaxantes e com temperatura de cor semelhante à da luz do dia – ideal para o ambiente de trabalho.

35 IT MANAGEMENT # 11


Divulgação/Volkswagen

LIFESTYLE

100% ELÉTRICO

Já com dois carros elétricos divulgados, a Volkswagen surpreende e apresenta um terceiro modelo do gênero. Depois do compacto I.D. e da I.D. Buzz, a empresa apresenta o I.D. Crozz, estilo Crossover, que utiliza a base de um carro de passeio com adaptações para ganhar características dos SUVs. O I.D. Crozz será o primeiro crossover 100% elétrico da marca, e já tem produção confirmada para 2020. A ideia da Volkswagen é apostar cada vez mais em modelos sem emissão de poluentes e aumentar consideravelmente a venda de elétricos. Lançado anteriormente, o I.D. Buzz já mostrou que a montadora alemã não está brincando em serviço: com o equivalente a 305 cavalos de potência, ele pode atingir velocidade máxima de 180 km/h e tem autonomia para rodar até 500 km, com possibilidade de carregar 80% da bateria em apenas 30 minutos. Além disso, todos os modelos elétricos já estão sendo preparados para o próximo salto tecnológico do setor: um futuro que dispensa motorista.

ADEUS, DORES DE CABEÇA! Para quem sofre com dores de cabeça recorrentes, o mercado tem uma grande novidade – o gammaCore, já disponível nos EUA, que introduz uma opção hi-tech para o tratamento desse tipo de problema, sem remédios, injeções, nem inalações. Basta aproximar o equipamento da garganta e deixar que ele emita uma leve e indolor estimulação elétrica no nervo vago, tratando assim as fortes dores de cabeça. O nervo vago é o mais longo da cabeça e estende-se por grande parte de corpo, servindo como um centro de controle para regular muitos sistemas corporais, com papel importante na regulação das dores, das inflamações e do humor. O gammaCore é bastante compacto, com o tamanho de um telefone celular. Ele promete aliviar as dores em cerca de 15 minutos e pode ser usado paralelamente a outros tipos de tratamento, como remédios, quando indicado.

36 HT SOLUTIONS


PARA CICLISTAS URBANOS

Divulgação/Vello Bike

LIFESTYLE

Dobrável, elétrica e com capacidade de autocarregamento. Assim é a Vello Bike, uma bicicleta prática e compacta, projetada para a melhor experiência de ciclismo urbano. Diferente de uma bicicleta tradicional, ela pode ser facilmente dobrada e transportada de ônibus, metrô ou mesmo a pé em locais onde o trânsito sobre duas rodas não é permitido. A Vello Bike também pode ser guardada embaixo da mesa de trabalho ou acomodada numa mala em viagens de avião. Construída com componentes de alta qualidade, a bicicleta traz luzes de LED dianteiras e traseiras e refletores nos pedais e rodas. Também pode ser customizada com diversos acessórios vendidos separadamente. No que se refere ao sistema elétrico, o maior diferencial é a tecnologia que aproveita as próprias pedaladas do ciclista para recarregar a bateria do equipamento – que permite ainda ajustar o nível do apoio oferecido nas viagens ou utilizá-lo apenas quando se precisa de uma forcinha extra para encarar aquela ladeira.

Você ingere a quantidade diária de água recomendada pelos especialistas? Para tornar mais agradável essa responsabilidade que todos deveriam assumir com seu corpo, a garrafa Cirkul possibilita saborizar a água, oferecendo uma alternativa saudável a bebidas açucaradas, como refrigerantes e néctares. Por meio de cartuchos disponíveis em diferentes sabores, a Cirkul promete transformar a maneira como nos hidratamos. Seu grande diferencial é uma engenhosa válvula que impede o contato entre o saborizante e a líquido no reservatório. Quando o usuário inclina a garrafa para beber sua água, somente a porção que atravessa o cartucho (situado no topo do produto) recebe o aditivo. Com isso, é possível selecionar a intensidade desejada – desde água pura até com sabor bem marcado. Os cartuchos da Cirkul não contêm açúcar nem calorias, oferecendo sabores naturais. O material do produto é também livre de BPA – plástico prejudicial à saúde.

Divulgação/Cirkul

SABOR PERSONALIZADO

37 IT MANAGEMENT # 11


Divulgação/Andreas Weigend

PING-PONG

ANDREAS WEIGEND NA ERA DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL, É PRECISO DEIXAR AS PESSOAS FAZEREM O QUE DOMINAM E DELEGAR ÀS MÁQUINAS O QUE ELAS FAZEM MELHOR. É ISSO QUE PREGA O CONSULTOR ANDREAS WEIGEND, ESPECIALISTA EM BIG DATA, TECNOLOGIAS SOCIAIS MÓVEIS E COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR. PARA O AUTOR DE “DATA FOR THE PEOPLE” (SEM VERSÃO NO BRASIL) E EX-CHIEF SCIENTIST DA AMAZON – EMPRESA CUJA ESTRATÉGIA DE DADOS E CULTURA CENTRADA NO CONSUMIDOR ELE AJUDOU A CRIAR – “OS SERES HUMANOS SÃO MUITO RUINS EM FAZER ESCOLHAS”. PROFESSOR EM UNIVERSIDADES NOS EUA E NA CHINA, WEIGEND AFIRMA QUE, SE TREINARMOS UM COMPUTADOR COM DADOS, “É PROVÁVEL QUE ELE TOME DECISÕES MELHORES QUE AS NOSSAS” – CABENDO À SOCIEDADE FOCAR-SE NO QUE REALMENTE IMPORTA: CONSTRUIR O MUNDO EM QUE QUEREMOS VIVER.

38 HT SOLUTIONS


PING-PONG VOCÊ TEM FORMAÇÃO COMO FÍSICO, MAS ACABOU TRABALHANDO COM SOCIAL DATA. COMO OCORREU ESSA TRANSIÇÃO? Físicos se interessam por escrever equações. Fui educado para achar que as coisas podem ser medidas e experimentadas, e assim se aprende algo. Por sorte, quando terminei meu doutorado, percebi que muitas coisas além da Física, talvez nos negócios, podiam ser mensuradas. Felizmente, as técnicas que eu havia aprendido agora estavam disponíveis para outros campos. Isso incluía o e-commerce. É por isso que, para você, pode soar como um grande salto, mas, de fato, para mim, foi uma transformação bem pequena.

FALANDO EM E-COMMERCE, VOCÊ JÁ TRABALHOU NA AMAZON. QUAL FOI O MAIOR APRENDIZADO QUE VOCÊ TIROU DESSA EXPERIÊNCIA? Preciso pensar, pois é uma boa pergunta. Acho que a maior lição foi que a cultura, especialmente a cultura de dados, vem do CEO. É algo que Jeff Bezos compreende e adota. É por isso que a Amazon é uma organização tão focada em experimentos e em dados. O CEO realmente vive e respira dados. É assim que discussões são resolvidas. Se pessoas diferentes têm opiniões diferentes, realiza-se um experimento e descobre-se a resposta. Essa cultura foi o que aprendi.

A AMAZON FOI UMA DAS PRIMEIRAS EMPRESAS A TEREM SUCESSO COM VENDAS ONLINE. VOCÊ ACREDITA QUE MENSURAR DADOS TENHA SIDO O SEGREDO? SERÁ QUE OUTRAS COMPANHIAS PODEM SE INSPIRAR NESSE MODELO? Sim. Inspirar-se, com certeza. Eu passei um tempo na China. Lá, muitas empresas copiam o modelo de vendas que aparece na superfície. Por exemplo, eu conheço uma empresa chinesa que se parece exatamente como a Amazon, e outra

igualzinha ao Facebook. Porém, há uma grande diferença entre copiar a estrutura superficial e copiar a mentalidade que há por trás. Essa é a parte difícil.

ENTÃO, COMO AS EMPRESAS PODEM UTILIZAR O SOCIAL DATA, SE É QUE HÁ UMA ÚNICA RESPOSTA PARA ISSO? Minha regra é começar com um produto ou com uma decisão. A partir daí, observar de que maneira os dados podem contribuir para essa decisão. Não é como se você dissesse “aqui temos o social data e agora precisamos encontrar os problemas que ele resolve”. Acho que a maneira correta de olhar para a questão é perguntar-se quais são as decisões que a marca ou a empresa deve tomar e, então, verificar que fontes de dados temos e como elas poderão auxiliar nessa decisão.

VOCÊ FALA NUMA REVOLUÇÃO DO SOCIAL DATA. NA SUA OPINIÃO, QUAIS SERIAM AS VANTAGENS E AS DESVANTAGENS DESSA REVOLUÇÃO? Revolução significa que a estrutura e as relações de poder são redefinidas – não apenas para algumas pessoas, mas para muitas delas. O que eu chamo de revolução do social data é, precisamente, o que levou a isso. Pense na forma como as marcas perderam seu poder, em comparação com a internet. As marcas já não conseguem mais controlar a mensagem da mesma maneira que o faziam. A revolução do social data criou transparência.

VOCÊ ACHA QUE ESSE SERIA UM DESAFIO PARA AS MARCAS, EM GERAL? Acho que é um desafio, mas também uma tremenda oportunidade, pois as coisas se espalham rapidamente. Não se pode controlar o que se espalha, mas, se você produz coisas boas, elas também vão se espalhar com rapidez.

39 IT MANAGEMENT # 11


PING-PONG

“NO PASSADO VOCÊ TINHA OS DADOS E TENTAVA DESCOBRIR O QUE FAZER COM ELES. O FUTURO É ENTENDER QUAL PERGUNTA SE TEM E QUAIS OS DADOS NECESSÁRIOS PARA RESPONDÊ-LA. AS PESSOAS TERÃO DE APRENDER A FAZER BOAS PERGUNTAS, EM VEZ DE PROCESSAR DADOS.”

Da mesma forma, se você produz coisas ruins, não há como impedir esse movimento. As marcas geralmente usam a palavra “autêntico”, elas falam de autenticidade. Não é mais possível comandar as pessoas, e é incrível como isso mudou.

AO MESMO TEMPO, ALGUMAS PESSOAS TEMEM PERDER A PRIVACIDADE. VOCÊ, INCLUSIVE, ESCREVEU UM LIVRO SOBRE O ASSUNTO. DE QUE MANEIRA AS COMPANHIAS VÊM LIDANDO COM A PRIVACIDADE DOS DADOS DE SEUS CONSUMIDORES? É importante traçar uma distinção entre segurança e privacidade. As companhias devem fazer tudo o que estiver ao seu alcance para manter os dados dos consumidores seguros, o que significa não ter falhas. Esse é um ponto fácil de entender e que deve ser a prioridade máxima de qualquer companhia hoje em dia. Isso é muito diferente da discussão sobre privacidade. Penso que não temos privacidade. Nós temos a chance de aceitar isso, de dizer “tudo bem”. Qualquer pessoa, potencialmente, pode descobrir coisas a nosso respeito. Nós publicamos todo tipo de fotos no Facebook ou no Twitter! A tentativa de dizer “eu não quero que esses dados vazem para o mundo” é, na minha opinião, uma tentativa frustrada. Mudando o rumo da conversa, se partirmos do pressuposto de que todos sabem tudo que querem sobre nós, o que, de fato, podemos tirar disso? O que exigimos das companhias em troca de nossos dados pessoais? Essa é uma distinção muito importante. Eu veementemente quero ter certeza de que os dados estão seguros. Má qualidade não é uma opção. O assustador pode ser uma opção, porque, em muitos casos, significa que as pessoas simplesmente não entendem que tipo de dados elas criaram. É por isso que elas se assustam com algo que, na verdade, é necessário.

NÓS PRODUZIMOS MUITO MAIS DADOS DO QUE ALGUNS ANOS ATRÁS. DE QUE MANEIRA AS EMPRESAS PODEM MAPEAR E GERENCIAR ESSES 40 HT SOLUTIONS


PING-PONG DADOS? COMO SABER QUAIS DADOS UTILIZAR? Ótima pergunta! E a resposta é que você deve começar se perguntando que decisões a empresa costuma tomar. Uma abordagem correta seria, por exemplo, dizer “certo, vamos lançar um produto. Quais são nossas decisões, considerando esse lançamento?”. A partir daí, perguntar-se como realizar um experimento e que dados obter com ele. Essa é uma abordagem acessível. Dizer “meu Deus, temos todos esses dados e nem sabemos por onde começar a análise” é a abordagem pela qual o produto fracassará. Por isso se deve começar com a pergunta, não com os dados.

“É IMPORTANTE TRAÇAR UMA DISTINÇÃO ENTRE SEGURANÇA E PRIVACIDADE. AS COMPANHIAS DEVEM FAZER TUDO PARA MANTER NOSSOS DADOS SEGUROS, NÃO TER FALHAS”

VOCÊ PODERIA NOMEAR EMPRESAS QUE UTILIZEM OS DADOS DE MANEIRA PRECISA? Bem, todos nós sabemos que o Google é o que eu chamo de uma incrível refinaria de dados. O Google toma as decisões que as pessoas precisam tomar – por exemplo, pesquisar uma palavra ou buscar algo relacionado a turismo. O Google ajuda a tomar essa decisão, seja ela qual for, ao mostrar os dados relevantes. Mas eu acho que você já sabia disso.

41 IT MANAGEMENT # 11


PING-PONG

DE FATO, ALGUNS USUÁRIOS TÊM ATÉ MEDO DO GOOGLE, POIS A EMPRESA CONCENTRA TANTA INFORMAÇÃO SOBRE TUDO E TODOS...

“É PRECISO DEIXAR AS PESSOAS FAZEREM AQUILO NO QUE SÃO BOAS E DEIXAR OS COMPUTADORES FAZEREM AQUILO EM QUE SÃO BONS. TENDO DADOS, É PROVÁVEL QUE O COMPUTADOR TOME DECISÕES MELHORES. O QUE RESTA ÀS PESSOAS É O JUÍZO DE VALOR. PENSAR NUM MUNDO NO QUAL REALMENTE QUEREMOS VIVER.”

Acho que uma boa pergunta a se fazer é se as pessoas confiam mais no governo que no Google, ou se confiam mais no Google que no governo. Depende. No Brasil, cerca de seis meses atrás, por exemplo, acho que as pessoas não confiavam no governo. Se você pensar na Coreia do Sul, algumas semanas atrás, as pessoas não confiavam no governo. Eu não tenho certeza se confio no governo dos Estados Unidos. Na situação atual, seja nos Estados Unidos, na Ásia ou no Brasil, acho que as pessoas confiam mais no Google que no governo. Agora, na Alemanha é o contrário. Os alemães tendem a acreditar no governo mais que em empresas.

VOCÊ JÁ TRABALHOU COMO CONSULTOR DE GRANDES EMPRESAS, COMO LUFTHANSA, UNITED HEALTHCARE E AT&T. VOCÊ ACHA QUE OS CONSUMIDORES CONFIAM NESSAS EMPRESAS? Há apenas algumas poucas empresas às quais confio meus dados. O Google e a Amazon estão entre elas. Seguro de saúde é algo complicado, pois como saberei se, ao compartilhar algo com a empresa, ela não usará isso contra mim? É da natureza das seguradoras a necessidade de proteger pessoas. Deve-se evitar que certos indivíduos não recebam seguro e que as empresas só escolham aqueles com os quais possam lucrar.

COMO VOCÊ ACHA QUE O MERCADO MUDOU, NOS ÚLTIMOS ANOS, CONSIDERANDO O CONHECIMENTO ADQUIRIDO SOBRE SOCIAL DATA? No passado, você tinha um conjunto de dados e precisava descobrir o que fazer com eles. No futuro, você tem uma pergunta, ou uma decisão, e você descobre quais dados precisa obter

a partir daí. No passado, dadas as informações, você precisava elaborar as perguntas. O futuro é saber qual pergunta eu tenho e quais dados preciso encontrar para respondê-la. Essa é uma grande mudança, que percorre todo um caminho até a educação. Teremos que ensinar as pessoas a fazer boas perguntas, em oposição a processar dados.

AO OLHAR PARA TODOS ESSES DADOS QUE COMPARTILHAMOS, VOCÊ ACHA QUE O FUTURO É BOM OU RUIM? Acho que nunca vivemos numa época tão boa. Se pensarmos nos serviços que temos – em muitos casos, a um custo bastante baixo, ou mesmo de graça –, que custariam muito dinheiro 20 ou 30 anos atrás... Por exemplo, quando cheguei aos Estados Unidos, meu orientador de doutorado me deu um modem e um terminal. Ele disse: “ligue-o de manhã e desligue-o à noite”. Eu o deixava conectado sempre que estivesse acordado. Na Alemanha, por outro lado, isso teria custado milhares de dólares por mês. A América claramente esteve à frente da Europa. Muito da inovação que temos no Vale do Silício vem da crença naquilo que Hillary Clinton chamava de “o direito de estar conectado”.

QUE CONSELHOS VOCÊ DARIA PARA UMA EMPRESA QUE ESTEJA COMEÇANDO A USAR DADOS COMO UMA FERRAMENTA DE GESTÃO E MARKETING? Meu conselho seria: “leia meu livro” (risos). Quando se trata de gestão ou marketing, muito do que fazia sentido num mundo pobre em dados, como segmentação, não faz mais sentido num mundo rico em dados. Não se trata de jogar o jogo antigo de forma melhor, mais rápida ou mais barata. É realmente um novo jogo. Trata-se de uma mentalidade,

42 HT SOLUTIONS


PING-PONG não de um conjunto de ferramentas. É sobre isso que tento falar no meu livro, chamado “Data for the people”.

seja distribuída, como queremos que seja a educação. Essas são perguntas muito importantes.

ENTÃO A QUESTÃO NÃO É SABER QUAL REDE SOCIAL USAR, MAS COMO CHEGAR ATÉ O PÚBLICO...

SERÁ QUE UM DIA CHEGAREMOS A ESSAS RESPOSTAS?

É como ajudar as pessoas a tomar decisões melhores – e o melhor é definido pelo consumidor, sob a perspectiva do consumidor; não é o melhor para o gerente de marketing. Google, Amazon, elas ajudam as pessoas a tomar decisões melhores. Penso que isso é realmente o melhor, do ponto de vista do consumidor, para qualquer companhia, não só para uma companhia de big data.

É importante perceber o que, hoje, temos de graça. Você pode assistir basicamente a qualquer aula de Stanford, de Harvard ou do MIT online. Esse não é mais o problema. A questão é o que fazer com isso.

PARA ENCERRAR, QUAIS OS SEUS PLANOS PARA O FUTURO? Definitivamente, não um livro novo. O meu acabou de sair e não há muito o que eu saiba que não esteja ali. Acho que o importante, agora, é garantir que o mundo entenda essas ideias. É uma alfabetização. Na Idade Média, aprendiase a ler. Há 20 anos, aprendíamos a usar o computador – era a alfabetização digital. Agora, trata-se de compreender e tirar algum sentido dos dados. Isso é o importante para mim.

VOCÊ DIZ QUE O BIG DATA TEM 8 REGRAS. TALVEZ NÃO CONSIGAMOS ABORDAR TODAS NESTA ENTREVISTA, MAS PODERÍAMOS PENSAR NUMA “REGRA DE OURO”? A primeira regra é começar com uma decisão, não com os dados. Já falamos sobre isso. Outra que considero bem importante, nesta era de Inteligência Artificial, é deixar as pessoas fazerem aquilo no que são boas e deixar os computadores fazerem aquilo no que são bons, sem confundir as duas partes. Acontece que seres humanos são muito ruins em fazer escolhas, sejam econômicas ou heurísticas. Se pudermos treinar um computador com dados, a probabilidade é que ele tome decisões melhores. E, então, o que resta às pessoas? O juízo de valor. Pensar num mundo no qual realmente queremos viver. Isso o computador não nos dirá. Quando eu disse que nunca vivemos numa época melhor, é porque nos livramos de muitas coisas mundanas, então, agora, podemos focar no que as pessoas realmente deveriam e poderiam fazer, que seria escrever a equação da sociedade, de como queremos que nossa riqueza

43 IT MANAGEMENT # 11


SPOTLESS

IMPRESSORAS BLINDADAS Repletas de recursos, as impressoras atuais vão muito além de sua função original, permitindo fotocópias sem a necessidade de um computador, digitalizando imagens, imprimindo a partir de dispositivos móveis, salvando documentos na nuvem e muito mais. Para efetuar essas tarefas, elas passaram a contar com discos rígidos, aplicativos e recursos de rede, ampliando sua importância e arcando com o preço disso – a possibilidade de serem “hackeadas”. Os ataques virtuais a impressoras podem acarretar sérios riscos, como o vazamento de informações sigilosas, configurações de rede e dispositivos ou credenciais de usuário, bem como manipulação dos arquivos enviados

Ilustração: Freepik

TECNOLOGIAS EMBARCADAS EM EQUIPAMENTOS DA HP AJUDAM A EVITAR CIBERATAQUES para impressão. Pensando nisso, as impressoras HP são projetadas para bloquear ameaças antes de eventuais invasões, interrompendo o ataque, protegendo a impressora e até se autorreparando sem que o usuário precise intervir em qualquer parte do processo. Elas também são capazes de validar a integridade do BIOS em cada ciclo de inicialização, restaurando uma cópia segura quando descobrem uma versão comprometida.

ALTA QUALIDADE E MENOR CUSTO

Até 2400 x 1200 dpi otimizado (em cores) ou 1200 x 1200 dpi (preto) Até 70 páginas por minuto Gigabit Ethernet 10/100/1000T, pocket de integração de hardware, dispositivo USB 2.0 de alta velocidade + 2 hosts USB 2.0 de alta velocidade

Como o mercado já descobriu há algum tempo, as impressoras empresariais com tecnologia PageWide combinam baixo custo, qualidade de impressão e velocidade. A multifuncional HP Pagewide Pro 577dw (D3Q21C) não é exceção, oferecendo o menor custo para cores e as maiores velocidades da categoria. O resultado são impressões duradouras, com qualidade profissional em diferentes tipos de papel. Ela também faz digitalizações rápidas em frente e verso e traz avançados recursos de segurança e eficiência energética. Trazendo proteção com PIN opcional para recuperar trabalhos de impressão, o periférico ajuda a garantir a segurança das informações confidenciais. Com inicialização segura e verificação de integridade de BIOS, entre outros recursos, o equipamento entrega elevados níveis de proteção desde a inicialização até o desligamento. O volume mensal recomendado é de 1.000 a 6.000 páginas.

44 HT SOLUTIONS


SPOTLESS

MULTITAREFAS ÁGIL Para além da alta velocidade e do baixo custo para impressões em cores, a impressora multifunções HP PageWide Enterprise Color 586dn (G1W39A) permite explorar diversas funções ao mesmo tempo – digitalizando, fazendo cópias ou mesmo enviando um fax enquanto um documento é impresso por outro usuário. Com os cartuchos de alto rendimento HP PageWide, as impressões ocorrem em velocidade até 2,5 vezes maior do que com cartuchos padrão. Com a PageWide Enterprise Color 586dn, o usuário pode imprimir arquivos de texto diretamente de dispositivos USB ou de um dispositivo móvel conectado à rede wi-fi, contando com a praticidade de aplicativos como o HP ePrint. Com ciclo mensal de até 80.000 páginas, a multifuncional é recomendada para volumes de 2.000 a 7.500 páginas por mês.

Até 2400 x 1200 dpi otimizado (em cores) ou 1200 x 1200 dpi (preto) Até 75 páginas por minuto

Fotos: Divulgação HP

Gigabit Ethernet 10/100/1000T, pocket de integração de hardware, dispositivo USB 2.0 de alta velocidade + 2 hosts USB 2.0 de alta velocidade

SEGURANÇA INIGUALÁVEL Com extraordinária qualidade de impressão em cores, a HP PageWide Enterprise Color 556dn (G1W46A) é ideal para escritórios e outros locais que requeiram entrega profissional em diferentes tipos de papel. Feita para a produtividade e muito econômica sob o ponto de vista energético, a 556dn oferece também segurança multinível inigualável. Incorporando mais de 100 recursos, sua tecnologia embarcada detecta ameaças à segurança e garante proteção desde a inicialização até o desligamento. Assim como sua “prima” multifuncional 586dn, ela possui ciclo mensal de até 80.000 páginas, sendo indicada para volumes de 2.000 a 7.500 páginas por mês.

Até 2400 x 1200 dpi otimizado (em cores) ou 1200 x 1200 dpi (preto) Até 70 páginas por minuto Gigabit Ethernet 10/100/1000T, pocket de integração de hardware, dispositivo USB 2.0 de alta velocidade + 2 hosts USB 2.0 de alta velocidade

45 IT MANAGEMENT # 11


FEED

GTISUL ABORDOU SOLUÇÕES ESTRATÉGICAS PARA O FUTURO DA T.I. NAS EMPRESAS

O evento contou com palestras e debates sobre projeções de cenário, desafios e o futuro da Tecnologia da Informação no Brasil. Na abertura da programação, o presidente do GTISUL, Claudio Franz, destacou o caráter estratégico da iniciativa e a escolha do tema central do evento – TI 360°. Para ele, isso demonstra a preocupação dos profissionais em se tornarem mais abrangentes em suas empresas, aproximando-se cada vez mais da gestão estratégica e abordando o negócio em 360 graus para entregar resultados e manter o dinamismo em todas as situações. “Nosso objetivo vai além: queremos nos desenvolver e tornar esse espaço agregador”, Gestor geral da HT Solutions, Wagner Alledo, durante fala no evento propugnou. Para o gestor geral da HT Solutions, Wagner Alledo (foto), o GTISUL representou mais uma oportunidade para os profissionais se manterem atualizados – e constantemente preparados para as mudanças e transformações da área de TI. “O GTI Sul é um grupo muito organizado e competente, que vem ganhando notoriedade no Rio Grande do Sul pela sua seriedade e capacidade dos seus participantes. O evento teve grande qualidade nos conteúdos discutidos, assim como na organização. Eu me senti muito realizado em poder colaborar para essa troca de conhecimentos, compartilhando a nossa experiência e discutindo os desafios atuais dos gestores de TI”, afirmou.

Fotos : Divulgação/HT Solutions

Do último dia 28 de abril até 1º de maio, a cidade de Passo Fundo/RS recebeu a programação do IV Seminário GTISUL, organizado pelo Grupo de Gestores de TI do Sul do País. Tido como um dos maiores e mais conceituados eventos de tecnologia no Rio Grande do Sul, o encontro reuniu cerca de 300 pessoas, entre gestores de TI, fornecedores, presidentes, diretores e gestores das áreas de negócios. Entre eles, uma equipe de especialistas da HT Solutions.

WI-FI SEM CONTROLADOR

A HT Solutions levou ao IV Seminário GTISUL um time de especialistas para apresentar a solução Aruba Instant – considerada a maneira mais simples de estabelecer e operar redes wi-fi de classe empresarial. Com tecnologia desenvolvida pela Aruba Networks (empresa da HP Enterprise), trata-se da única solução wi-fi sem controlador que é fácil de configurar e que oferece os níveis de segurança e inteligência necessários para acelerar os negócios sem ultrapassar o orçamento. Saiba mais na página 28.

NA ELITE MUNDIAL Integrante do time de especialistas da HT Solutions, o arquiteto de soluções Aury Fink Filho esteve em Roseville, na Califórnia, para participar do workshop Job Task Analysis (JTA), promovido pela HP Entreprise. Durante o evento, realizado de 16 a 19 de maio último, Fink colaborou no desenvolvimento de uma nova certificação da gigante de Palo Alto. O convite feito ao brasileiro é um reconhecimento a seu elevado nível de domínio das soluções empresariais da fabricante – Aury Fink Filho está entre os líderes mundiais em

certificações Master ASE da HPE. Para ele, o maior benefício de ser um Master ASE (o mais alto grau na escalada das certificações da HP Entreprise) é o aprendizado adquirido durante os estudos e, por conseguinte, a habilidade para projetar as melhores soluções possíveis para cada cliente. Na foto, o especialista da HT Solutions aparece com Jim Lucari, gerente de desenvolvimento de certificações da HPE. Na mais recente edição do Discover (conferência mundial da Hewlett-Packard), realizada em Las Vegas de 6 a 8 de junho, Aury Fink

Filho foi distinguido pela empresa por figurar entre os profissionais com maior número de certificações Master ASE (três) no mundo.

Especialista da HT Solutions, Aury Fink Filho (à direita) foi reconhecido como um dos maiores experts em HPE no mundo

46 HT SOLUTIONS


FEED

CONEXÃO LAS VEGAS: HT SOLUTIONS MARCA PRESENÇA NO HPE DISCOVER De 6 a 8 de junho último, o gestor geral da HT Solutions, Wagner Alledo, e os especialistas Aury Fink Filho e Deivis Carobin estiveram em Las Vegas para mais uma edição daquele que é considerado o mais importante evento da HP Enterprise. É durante o Discover, afinal, que a multinacional apresenta seus principais lançamentos e promove o alinhamento de estratégias com os principais canais autorizados. Como em anos anteriores, a HT Solutions marcou presença no encontro internacional, buscando para seus clientes todas as novidades da gigante de Palo Alto. Ampla, a programação do evento possibilitou que cada um dos representantes da HT Solutions participasse de diferentes atividades. Além de reuniões com os executivos da HPE líderes da operação América

Latina, o grupo também acompanhou treinamentos e demonstrações de produtos e novas tecnologias da multinacional, além de palestras e certificações.

NOVAS TECNOLOGIAS Conforme destaca o arquiteto de soluções Aury Fink Filho, o Discover é um evento que propicia contato direto com os engenheiros responsáveis pelos diferentes produtos da HPE. Entre os principais lançamentos apresentados para a área de redes, por exemplo, o especialista cita o Aruba 8400. “Já na parte de armazenamento, tivemos um primeiro contato com a Nimble, que é uma empresa de storage que a HPE acabou de adquirir; com o novo 3PAR 9450; e com a tecnologia StoreOnce CloudBank, que otimizará backups do

StoreOnce na nuvem”, relata Fink. No Discover, a equipe da HT Solutions também teve oportunidade de conhecer de perto, entre outros, o produto Simplivity (de mais uma empresa recentemente adquirida pela HPE), que traz uma tecnologia bastante inovadora para hiperconvergência; e o Synergy, a nova infraestrutura composable da HPE. Após treinamento com foco neste último, o especialista Deivis Carobin realizou com sucesso o respectivo exame de certificação. Entre os destaques da programação do Discover, ele cita ainda a apresentação de lançamentos disruptivos – caso do HPE The Machine, que inaugura a chamada “memorydriven computing” e cujo protótipo já está sendo utilizado num projeto de mapeamento genômico com vistas à cura do Mal de Alzheimer.

AT U A L I Z A N D O S E M P R E

C U RS O S GRATUITOS

MINDSET

F E R R A M E N TA S

I N S C R E VA -S E A G O R A : W W W . F A Z I N O VA . C O M . B R

AÇ ÃO


FEED Especial/Flávia Pires

ALTA ROTAÇÃO: CLIENTES ACELERARAM COM A HT SOLUTIONS EM KARTÓDROMO Seja nas pistas de corrida ou na área de Tecnologia da Informação, para se alcançar os melhores resultados é preciso dominar o ambiente e demonstrar agilidade na tomada de decisões. Costurando um paralelo entre ambos os cenários, a HT Solutions convidou arrojado grupo de clientes para uma experiência exclusiva no complexo Velopark, em Nova Santa Rita/RS, na noite do último dia 23 de maio. Na ocasião, uma animada disputa de velocidade teve lugar na pista VP 1000 do kartódromo – que foi aberto especialmente para os convidados, representando seis empresas de diferentes segmentos, e para os integrantes do próprio time HT Solutions. A promoção contou ainda com parceira exclusiva da HPE Brasil. Depois de receberem da equipe especializada do Velopark todas as instruções de segurança, além de macacões e demais equipamentos de proteção, os 17 postulantes ao pódio adentraram o circuito para realizar a tomada de tempo. Com o grid finalmente definido após cinco minutos de aquecimento e reconhecimento do traçado, foi dada a largada da prova, que ofereceu uma dose extra de desafio por conta da chuva. Encerrada a corrida, os primeiros colocados posaram para fotos no pódio antes de seguir para confraternização com todos os participantes. O gerente de serviços da HT Solutions, Lucas Camassola, agradeceu a presença dos convidados e apresentou brevemente o portfólio de soluções da empresa, abordando tópicos como Servidores e Sistemas Hiperconvergentes; Armazenamento e Proteção de Dados; Conectividade (HPE Aruba); e Serviços (Virtualização, Backup, Sistemas Operacionais, Mensageria, Ferramentas de Gerenciamento, Infraestrutura de Redes Físicas,

Consultoria Personalizada e Segurança). Após breve exposição, que incluiu também menção a alguns cases de excelência da HT Solutions, seguiu-se jantar com os convidados. Estiveram presentes Emerson Sberse de Souza e Alan Luis Rodrigues da Rosa Moro, representando a empresa Unicasa; Fabiano Abadie dos Santos e Jacson Nunes da Silva, pelo Sicredi; Wagner Consul, Daniel Pacheco Mendes e Jonathan Cardona Figini, da Renner Hermann; Vitor Hoffmann, em nome da Ulbra; Edel Pinto Martins e César Fernando Sarmento, pela Universidade Feevale; e ainda Frederico Kornelius e Anderson Ayres Bolzani Ribeiro, representando o Grupo RBS. Pela HT Solutions, participaram Aury Fink, Flávia de Paula Pires, Jeferson Lampert, Lucas Camassolla, Rodrigo Postay e Roni Aguiar.

HOTSITE AGILIZA PROCESSOS DE COMPRA NO SETOR PÚBLICO, COM GARANTIA DE PREÇO E QUALIDADE Processos licitatórios costumam exigir tempo, dinheiro e muita burocracia. No intuito de viabilizar contratações mais ágeis e menos dispendiosas, porém, a legislação brasileira permite à administração pública aproveitar uma proposta que já tenha vencido concorrência realizada por outro órgão governamental de abrangência equivalente ou superior. Em outras palavras, a instituição adere a um processo licitatório já concluído com sucesso, em vez de começar tudo da estaca zero. Chamada de Ata de Registro de Preços, a alternativa garante a órgãos públicos de todas as esferas um acesso muito mais rápido, econômico e desburocratizado aos bens de que necessitam. Seja no âmbito das soluções de grande

porte – como data centers, servidores e storages – ou da computação pessoal, incluindo notebooks, workstations, desktops e impressoras, a HT Solutions oferece amplo portfólio das melhores marcas mundiais, entre as quais HP Enterprise, Dell e HP Inc. Com estrutura especificamente dedicada ao segmento Governo e vasta experiência no atendimento ao setor, a HT Solutions é modelo de compliance e qualidade. Sua equipe especializada garante todo o suporte necessário para encaminhar as compras através de ata, honrando os princípios constitucionais da legalidade, da eficiência e da economicidade. Saiba mais em www.htsolutions.com.br/governo.

48 HT SOLUTIONS


VIEWPOINT

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL : MITO X FATO Por DANIEL GOLEMAN*

I

NTELIGÊNCIA EMOCIONAL É O MESMO QUE SER “LEGAL” OU “EDUCADO”? Significa que você tem muita empatia? É apenas para mulheres ou homens que querem “entrar em contato com seu lado sensível”? Cada um desses mitos sobre a Inteligência Emocional exemplifica estereótipos enganosos, comparando uma porção limitada dessas habilidades com o todo. Mas a Inteligência Emocional é muito mais do que apenas ser empático ou agradável.

COMPETÊNCIAS DE INTELIGÊNCIA EMOCIONAL & SOCIAL

AUTOCONSCIÊNCIA

Inteligência Emocional é a capacidade de reconhecer os nossos sentimentos e os dos demais, dominar as nossas emoções e interagir de forma eficaz com o outro. O modelo de Inteligência Emocional que meus colegas e eu usamos inclui as quatro áreas destacadas no gráfico aqui apresentado. Dentro desses domínios existem doze competências – capacidades aprendidas que contribuem para o desempenho no trabalho e na vida. Sim, você encontrará autoconsciência e empatia na lista de competências. Você também encontrará perspectivas positivas, gerenciamento de conflitos, adaptabilidade e muito mais. Cada uma das competências foca numa abordagem específica para que os indivíduos estejam conscientes e gerenciem suas emoções e suas interações com os outros. Eu e o meu colega Richard Boyatzis, da Case Western Reserve University, desenvolvemos essa lista depois de analisar as competências que as próprias empresas indicaram como distintivas dos seus líderes de melhor desempenho em relação aos mais comuns. Aqui estão apenas alguns

AUTOCONSCIÊNCIA EMOCIONAL

AUTO GERENCIAMENTO

CONSCIÊNCIA SOCIAL

GESTÃO DE RELACIONAMENTO

AUTOCONTROLE EMOCIONAL

ADAPTABILIDADE

EMPATIA

INFLUÊNCIA

COACH E MENTOR

ORIENTAÇÃO PARA RESULTADO

PERSPECTIVA POSITIVA

CONSCIÊNCIA ORGANIZACIONAL

GESTÃO DE CONFLITO

TRABALHO EM EQUIPE

LIDERANÇA INSPIRACIONAL

dos dados relacionados às diferentes competências: • Autoconsciência emocional: entre os líderes com múltiplos pontos fortes de autoconhecimento emocional, 92% tinham equipes com alta energia e alto desempenho; • Autocontrole emocional: os líderes que gerenciam bem suas emoções tiveram resultados comerciais melhores; • Adaptabilidade: quanto mais adaptável, mais sua eficácia é mostrada pelo crescimento das receitas e vendas. A adaptabilidade de um líder prevê um melhor desempenho geral da equipe;

experimentam e expressam emoções positivas mais frequentemente são mais resilientes, mais engenhosas, mais conectadas socialmente e são mais propensas a funcionar em níveis ótimos. A Inteligência Emocional é a chave para líderes em todos os níveis de organizações, independente da indústria. Décadas da pesquisa empírica demonstram que a Inteligência emocional é mais complexa – e poderosa – do que simplesmente “ser agradável”.

• Empatia: prevê um melhor desempenho no trabalho para gerentes e líderes; • Perspectiva positiva: as pessoas que

49 IT MANAGEMENT # 11


André Farias/Vida de Suporte

FUN

50

HT SOLUTIONS


DE

CN A TE

OLOG

IA.

A REVISTA DE QUEM ADMINISTRA TECNOLOGIA.

A RE VIS

UTION S

STA

ISTR

HT SOL

VI A RE

N ADMI QUEM

ANO 3

ANO 4 | EDIÇÃO #11

| EDIÇÃO

TA D E QU E

#9

UTIONS HT SOL ANO 4 |

#10 EDIÇÃO IT MA NAGEM ENT

T AGEMEN IT MAN ANO 3

| Nº 9 | 201 6

É HO RA DE A V HOMEM + MÁQUINA L EM IA SA

ANO 4 | 2017 | Nº 10

CRIAD É FUN ORA DA RE RA DE D CAPTU COMPUTADORES ANALISANDO INFORMAÇÕES MELHOR DO QUE NÓS, AMENTAL R ENDEAVO TOS,COM MICRO JE E R TA EINVE D E SO N FT AZ DE O SE NTAR , LINDA RO ALA TAREFA DO GESTOR AGORA É ZELAR PELA CULTURA DE DADOS DA EMPRESA URE: RVIÇ FEITO PSO DO P TT OS NE ÓLEO LA DAS EM O DE NUVEM TR E CO Y: GÓCIO ENBERG G P RG PRESAS ÊNIO, RA EVITAR O E SINE A S CON G HP O 2. RA R 0 O NOVO TU A REVOLUÇÃO ST DORUSOCIAL ARUBA INSTANT: CHICAGO: ENTRE DATA ID STAN RANTE: SERVID OS A H FRAE O NCIA PA TEME HUAW OR DA DATA:INUM BATE-PAPO WI-FI RÁPIDO, SEGURO CENTERS E PASSEIOS SERVIÇ EI QU MOVID MAS DA CIÊ NTE S UM DE N E MO S SE E RE SI CO TOR DE DEFINE TR AR COM ANDREAS WEIGEND E DESCOMPLICADO NO LAGO MICHIGAN : UM OÁ DADE IA 2: AS M O IS ÉC CO SÃO CR VI SU DE CRIATI DO

PREE

G NOLO C E T ÓA

S

NCE: RFORMA IS E ALTA PE S MÓVE TATION R” MILITA WORKS K OO EB O “NOT

ÃO, INOVAÇ ESTAR SOCIAL E BEM-

ÍTICA

NDER

S ARRA AOS SU NHA-CÉUS BT A INCR ERRÂNEOS ÍVEL TO : RONTO

RECEBA GRÁTIS EM CASA OU NO ESCRITÓRIO!

Leia também online! www.itmanagement.com.br

M AD M

INIS

TRA

TEC

NOL

OGIA

.


IT Management #11  
IT Management #11  

A revista de quem administra tecnologia.

Advertisement