Issuu on Google+

o

PANTOKRATOR

Informativo da Comunidade Católica Pantokrator

Ano II - Fevereiro/2013 - nº 13

Quaresma

Tempo de converter-se para o bem verdadeiro Caro leitor,

Quaresma são os 40 dias de jejum e penitência que precedem à festa da Páscoa. Ela começa na Quarta-feira de Cinzas e termina na quarta-feira da Semana Santa. Os 40 dias ou anos no deserto são realidades cheias de significado, que se repetem inúmeras vezes na história do povo de Deus: as passagens dos quarenta dias do Dilúvio, os quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, os quarenta dias de Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, os 400 anos que duraram a estada dos judeus no Egito, entre outras. Nessas ocasiões o povo é purificado em preparação àquilo que está por vir. Penso que a Quaresma seja um tempo de grande importância, não só pelo que significa na liturgia anual, mas também pelo aspecto cultural em que estamos inseridos. Vivemos no tempo do bem estar, das comodidades, das guloseimas, do conforto etc. Nesse contexto, facilmente o prazer se torna o “deus dos homens” e qualquer coisa que vai contra ele é encarada como um sacrilégio. Então, tudo que segue em nome do bem estar é bem vindo, independente de outros valores que possam se contrapor a ele. Talvez, na sexualidade isso tenha um significado mais forte: se dá

Contemplar e Agir p. 2 - Pela Palavra somos chamados a en-

contrar a bondade das coisas criadas.

prazer é bom, e, se der algo de errado, aborta-se. Daí surge um Homem sem virtudes, têmpera, constância, perseverança, incapaz da grandeza do amor humano. Nós vivemos nesse mundo, e dia a dia somos fortemente empurrados para essa cultura do vício e do egoísmo. A penitência surge como um remédio salvador das doenças da alma. A penitência (jejum, esmola e oração) serve para educar nossa alma para os sacrifícios que a caridade exige. Sem essa liberdade é impossível amar de verdade. A Quaresma é, então, um tempo de converter-se para o bem verdadeiro. Por isso, ela nos prepara para a ressurreição. É preciso fazer a nossa parte,

para que a Graça faça tudo e nos reviva das mortes dos vícios e egoísmos, para a vida da verdadeira caridade. Não se trata de um tempo de tristeza, ou de negação do mundo. É sim, tempo de interioridade, maior silêncio e sacrifício, mas é também tempo de esperança que nos torna livres dos apegos do mundo, para que possamos, com Cristo, reinar e viver as maravilhas que existem no mundo, criadas por Deus e cocriadas pelo homem.

6 anos de Aprovação Definitiva p. 3 - Um Carisma de fidelidade para a Igreja e para o mundo.

Viva um Carnaval diferente: p. 4 - Confira as atividades da Comunidade Católica Pantokrator

André Luís Botelho de Andrade

Fundador da Comunidade Católica Pantokrator


Em Tua Palavra, Contemplar e Agir

Neste ano de 2013, a Comunidade Católica Pantokrator tem como moção a vivência pela Palavra de Deus “Em Tua Palavra, Contemplar e Agir”. Diante desta moção nosso fundador André Luis Botelho de Andrade nos leva a refletir sobre a necessidade de confiar incondicionalmente no poder e eficácia dessa Palavra. Pela Palavra somos chamados a encontrar a bondade das coisas criadas: “Deus viu que tudo era bom” (Gn 1,10b). Tudo que é criado por Deus traz dentro de si a alegria de Sua bondade e, por sua vez, o homem em tudo que faz, deveria entender e viver esta realidade que o cerca, agradando-se da bondade de cada coisa. O princípio e a Palavra: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava Junto de Deus e o Verbo era Deus”. Como toda criação é chamada a resgatar seu princípio; este princípio que nos leva a entender que todas as coisas são cheias da bondade de Deus. E ser fiel à Palavra de Deus é encontrar sentido nas coisas criadas, assim podendo viver uma profundidade em cada coisa que existe. Como Pedro, agir sob a Palavra que revela a ação de Deus em sua vida: “por causa da tua Palavra”. Pedro encontrou den-

tro da realidade de seu trabalho e sua vida uma maneira de tudo ser missão. E como Pedro, também nós precisamos encontrar nossa missão, no trabalho, na escola, na família, com os amigos, ou seja, em qualquer lugar, e cabe somente a nós realizar nossa missão em amor a Cristo e através de sua Palavra. Contemplar para agir: Para agir com a Palavra, é necessária a contemplação da mesma, antes de colocá-la em prática. Contemplar significa olhar atentamente, admirar, apreciar, e isto nos leva a querer viver este apreço pela palavra

encarnada que é Cristo. E neste ano, onde também de forma especial vivemos o Ano da Fé, somos chamados a viver uma nova vitalidade da Palavra que Deus nos dá, e esta vitalidade nos levará a viver uma vida numa intimidade maior com Cristo, e essa intimidade leva a uma vivência mais intensa na fidelidade e na busca da santidade.

Jildevânio Souza Discípulo da Comunidade Católica Pantokrator

Encontro Vocacional 2013 A Comunidade Católica Pantokrator realiza nos dias 2 e 3 de março mais um Encontro Vocacional. O encontro acontece anualmente em todas as missões e tem como objetivo levar os participantes a um entendimento mais claro sobre a realidade das novas formas de vida consagrada, seu papel e sua graça específica e a um conhecimento mais amplo sobre a espiritualidade própria da Comunidade Católica Pantokrator. Ele é direcionado àqueles que se identificam com a obra, com a maneira EXPEDIENTE

de ser e viver El Shaddai-Pantokrator e se sentem atraídos pelas palavras de nosso fundador. Cada casa de missão da comunidade possui uma secretaria vocacional própria e calendário vocacional específicos. Você pode saber mais informações sobre o encontro pelo telefone 19 3232-4400, com Fabiana ou Joelma ou pelo email vocacional@ pantokrator.org.br

O Pantokrator é uma publicação mensal dirigida aos sócios, membros, engajados e amigos da Comunidade Católica Pantokrator Direção Geral: Edgard Gonçalves | Grupo de Comunicação: Eliana Alcântara, Jildevânio Souza, Juliana Campos, Vanessa Ozelin, Vanusa Silva e Renata Andrade | Jornalista Responsável: Renata Andrade MTB 56 525 | Planejamento, Criação, Edição e Revisão: Comunidade Católica Pantokrator - www.pantokrator.org.br

.

O Pantokrator 2


6 Anos de Aprovação Definitiva No dia 30 de Novembro de 2000, dia de Santo André, homônimo de nosso Fundador, recebemos a Aprovação Provisória da Arquidiocese de Campinas. Para que a Igreja concedesse esta Aprovação, antes se fez necessário passarmos por um tempo de experiência, chamado Ad-Experimentum, para que se tivesse a clareza da seriedade do nosso chamado, da nossa obra, do nosso Carisma, das vocações que surgiam e os anos de vivência da Comunidade. Nossos Estatutos e Regra de Vida foram revisados, para que se tivesse a certeza de que estávamos de acordo com a Doutrina e Fé da Santa Igreja. Após esta Aprovação, ainda foram precisos alguns anos em que fomos acompanhados pela Igreja de Campinas

representada por Dom Gilberto Pereira Lopes; após sua renúncia deu-se continuidade a esse acompanhamento com o novo Arcebispo eleito Dom Bruno Gamberini . Nossos Estatutos e Regra de Vida foram novamente revisados por nosso Arcebispo e pelo Tribunal Eclesiástico de Campinas. No dia 28 de janeiro de 2007, recebemos de nosso querido e saudoso Dom Bruno Gamberini a Aprovação Arquidiocesana, celebrada em uma Santa Missa na Paróquia Divino Salvador. Foram 17 anos para recebermos a Aprovação Definitiva desde a fundação da Comunidade em 1990. Hoje temos o status de Associação Privada de Fiéis de Direito Diocesano.

Encontramos nosso lugar na Igreja a partir deste reconhecimento. Recebemos da Igreja uma legitimidade para dar continuidade aos nossos trabalhos. Foi a voz de nossos pastores dizendo que nosso Carisma e nossa Obra são aprovados por Deus e que devemos continuar movidos pela força e graça do Espírito Santo levando nosso Carisma de Fidelidade ao mundo! Venha conhecer mais de perto quem somos, o que fazemos, qual o nosso chamado na Igreja e no mundo! Você é muito importante para nós!

Márcia Maria Alves Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator

Nossa Senhora de Lourdes, rogai por nós! Em 11 de fevereiro a Igreja comemora o dia de Nossa Senhora de Lourdes. A aparição é uma das mais conhecidas entre os fiéis católicos e muito difundida na França e no mundo. Em uma vila francesa chamada Lourdes, uma menina vinda de família pobre, Bernardette Soubirous, sua irmã e sua prima iam à procura de lenha. Para isso, era preciso atravessar o rio e como suas águas eram muito geladas e Bernadete sofria de asma; ficou esperando próxima à margem enquanto as amigas seguiram em busca da lenha. Nessa ocasião, Bernadette tinha 14 anos e pela primeira vez viu uma belíssima Senhora surgir numa fenda que havia no paredão de pedras. Essas foram suas palavras a respeito da primeira aparição: “Senti um forte vento que me obrigou a levantar a cabeça. Voltei a olhar e vi que os ramos de espinhos que rodeavam a gruta de pedra de Masabielle estavam se mexendo. Nesse momento apareceu na gruta uma belíssima Senhora, tão formosa, que ao vê-la uma vez, dá vontade de morrer, tal o desejo de voltar a vê-la”. A notícia logo se espalhou e apesar da dúvida de muitos, inclusive dos pais que achavam que a menina estava “in-

ventando histórias”, ela retornou ao local com várias outras pessoas e por 18 vezes, entre 11 de fevereiro e 18 de julho de 1858, Nossa Senhora apareceu à Bernadete. Quando a menina pergunta à Senhora qual seu nome, ela responde: “Eu sou a Imaculada Conceição”. O teor das mensagens sempre trazia à tona a necessidade de conversão e confiança em Deus; a oração do Santo Rosário e exaltação das virtudes da pobreza e humildade. As aparições também foram um sinal de confirmação divina do dogma da Imaculada Conceição que havia sido declarado quatro anos antes pelo Papa Pio IX. Para atender ao chamado de Deus, Bernadette entra para a vida religiosa em julho de 1867 na Congregação das Irmãs da Caridade de Nevers. Viveu uma vida humilde, escondida e com muitas provações. Por ter saúde extremamente fraca, Bernadette padece enferma durante os anos de convento, mas foi graças a esses sofrimentos suportados com paciência e fé que ela alcançou uma grande profundidade espiritual. Maria, durante as aparições, dizia a menina, que ela seria muito feliz, não neste mundo, mas no outro.

Bernadete morreu em 16 de abril de 1879 aos 36 anos e foi canonizada em 8 de dezembro de 1933, dia da Imaculada Conceição. Seu corpo permanece incorrupto no convento de Nevers, onde passou toda sua vida como religiosa.

Eliana Alcântara Discípula da Comunidade Católica Pantokrator

.

O Pantokrator 3


Carnaval: tempo de consolar o coração de Cristo 2013 chegou e com ele o tão esperado Carnaval, porque, afinal, merecemos um pouco de alegria e diversão. O maior desejo do homem é encontrar a felicidade, essa é uma consequência natural, já que somos criados à imagem e semelhança de Deus, que nos faz filhos e que coloca em nosso coração esse desejo. Nossa maior tolice, no entanto, é acreditar que encontraremos essa felicidade apenas na “curtição” do Carnaval. Ao nos criar, Deus nos dá liberdade, que quando usada de forma incoerente, fere o coração Daquele que nos criou. No período do Carnaval, seduzidos por essa sensação de liberdade, um grande o número de pessoas se envolvem com bebidas, drogas, prostituição, adultério, gravidezes indesejadas e não planejadas, abortos e até brincadeiras violentas e sem limites que acabam em mortes. Que possamos viver um Carnaval diferente neste ano, com responsabilidade, coerência e principalmente com oração. Faça um retiro, participe dos even-

tos de sua paróquia, faça um momento de adoração ao Santíssimo Sacramento, como forma de consolar Seu coração. Em cada Carnaval o coração de Cristo é ferido, outra vez transpassado pelos pecados da humanidade e que sangra ao ver sofrer aqueles que Ele ama. Que nós, conscientes dessa chaga de Cristo, possamos pedir a Deus essa graça de fazer de nossas vidas um consolo para sua dor e que ajudemos outras pessoas a encontrarem a esse Deus ferido de amor que sempre nos espera. A Comunidade Pantokrator também preparou para esse carnaval atividades que nos ajudarão a consolar o coração de Deus e você é convidado a vir e participar conosco. Nos dias 08, 09 e 10 acontece no Recanto Santa Maria, em Valinhos – SP, o “Trilha 917″, um retiro de evangelização para jovens a partir de 18 anos. Por meio da muita música, dança, experiências de oração, partilhas e dinâmicas você experimentará a alegria de ser de Deus e de Deus somente. No dia 10 acontece na sede da

comunidade, em Campinas, a partir das 13h30 o “Encontrão de Cura e libertação”, uma tarde inteira de música, louvor, pregação, partilhas, dinâmicas e momentos fortes de oração de cura e libertação. Neste dia também haverá o “Encontrinho” para as crianças. No dia 11 acontece a Gaudium Eu acredito na juventude, em ritmo de Jornada Mundial da Juventude, pra você que quer curtir, dançar e se divertir nesse carnaval com a verdadeira alegria que é Jesus! Esse ano com uma novidade! A Gaudium será no Espaço 301 Eventos, um lugar super legal e muito atrativo. Não deixe de participar conosco! Informações: 19 32324400 ou www.pantokrator.com.br

Vanessa Ozelin Díscípula da Comunidade Católica Pantokrator e membro do Projeto Juventude Fiel

.

O Pantokrator 4


Informativo O Pantokrator nº13