__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1


1ª edição

Porto Alegre 2010


N

este catálogo apresentamos os Projetos de Graduação 2010. A Pró-Reitoria de Extensão através do Departamento de Difusão Cultural participa e acompanha a difusão das obras de arte dos estudantes. Acreditamos, que, ao propiciarmos as condições para a expressão e fruição de distintos objetos da cultura, contribuimos para viabilidade e a ampliação do capital cultural de cada um dos envolvidos, artistas e público. Os objetivos da cultura não se encontram nos produtos, mas nos processos que se querem desencadear, são estes que, atualmente, promovem a expressão da diversidade. A Pró-Reitoria de Extensão ao fomentar um conjunto de ações, possibilita que diferentes agentes participem, articulando e orientando o desenvolvimento simbólico, posibilitando assim diferentes usos da arte e da cultura. A Extensão entende que, os equipamentos culturais da Universidade são espaços ricos em aprendizagem, pois possibilitam através das diferentes ações a participação de estudantes, de servidores (docentes e técnicos) e da sociedade, de um modo geral, na construção de uma arena pública de debate. Desta o Uniarte, projeto integrante da agenda de exposições da Pinacoteca Barão de Santo Ângelo, cumpre com seu papel formador e transformador. Sandra de Deus Pró-Reitora de Extensão

3


Arte Contemporânea no IA – novas gerações Ana Maria Albani de Carvalho Professora e Pesquisadora do Deptº Artes Visuais e PPGAV – IA – UFRGS. Coordenadora da Galeria Pinacoteca Barão de Sto. Ângelo e Projeto Uniarte

I. Indagar o que se entende por “arte contemporânea” parece ser uma questão cuja resposta será, por um lado, insuficiente para dar conta do complexo cenário que pretende delimitar, por outro, excessivamente abrangente. Em muitos casos, o termo arte contemporânea é empregado como um adjetivo, para designar um determinado segmento do circuito de arte, isto é, da articulação entre as obras e seus autores, o mercado, as instituições, a crítica, a mídia/imprensa e o marketing cultural. Em outros, é utilizado como uma categoria estética – para designar um tipo de arte - ou ainda, como um recorte cronológico, seja no modo expandido, quando engloba a produção artística a partir dos anos 1960, seja no modo estrito, referindo-se à arte do momento atual. Como observa a socióloga da arte Natalie Heinich (1998), o uso da noção pode funcionar tanto para qualificar de modo positivo quanto negativo um conjunto de obras, dependendo do valor atribuído ao que se define como Arte Contemporânea. Nestes termos, podemos saudar um artista – seja ele/ela iniciante ou consagrado - observando que seu trabalho mais recente é efetivamente “contemporâneo” ou pelo contrário, que determinada obra não se configura como “arte contemporânea”. Seguindo esta linha de raciocínio poderíamos ainda perguntar se a produção artística que se quer contemporânea estaria necessariamente alinha-

5


da com o entendimento hegemônico da sociedade de seu tempo – neste momento orientado por uma lógica predominantemente mercantil e individualista – ou, pelo contrário, seria promotora de um posicionamento crítico frente às principais problemáticas culturais e sociais que lhe servem de contexto. Em um caso ou outro, a produção artística mais recente ainda está por ser reconhecida e consagrada como tal, posto que reconhecimento e consagração exigem algum distanciamento no tempo, demandando a incorporação das obras – e de suas proposições estéticas, artísticas, técnicas, midiáticas – por parte da rede formada pelo mercado, pelas instituições e por seus diversos agentes, tais como curadores, críticos, marchands, colecionadores, historiadores, pesquisadores e professores de arte. Nos últimos anos – fator ainda não investigado de forma exaustiva – a internet tem desempenhado um papel destacado no que concerne à difusão e a interação entre os diversos agentes que constituem o campo artístico e o seu público potencial. Anne Cauquelin emprega o termo dispositivo para designar o modo de funcionamento desta rede no campo artístico contemporâneo. De uma forma sintética, dispositivo é um conjunto de elementos organizado de uma determinada maneira, não necessariamente evidente, com vistas a atingir um determinado efeito, sendo que qualquer mudança em qualquer parte afeta necessariamente o funcionamento geral. Esta definição nos lembra outro conceito, o de “sistema de arte”, que por sua vez, remete ao de “estrutura”. A diferença, porém, reside na não linearidade das relações estabelecidas entre os diversos elementos que compõe o dispositivo. Como argumenta Gilles Deleuze em seu artigo “Qu’est-ce qu’ um dispositif?” (1989), trata-se de um conjunto multilinear, no qual cada linha de força é submetida a variações, bifurcações, derivações.

6


Em outras palavras, no cenário contemporâneo, as relações entre os diversos agentes – artistas, curadores, colecionadores, público, críticos, galeristas –, instituições culturais e mercado, não possuem uma hierarquia a ser seguida regiamente, nem o poder está de antemão localizado ou firmemente estabelecido. O que não significa que a disputa pelo poder no campo artístico – simbólico, imaterial – tenha sido abandonada, muito pelo contrário. Este processo, porém, ocorre segundo novos estatutos e o conhecimento de sua lógica – em constante mudança, como a sociedade contemporânea – coloca-se como um desafio para os pesquisadores em teoria e história da arte. II.Considerando o exposto acima, em que medida é pertinente falar em uma “nova geração” de artistas, expressão presente no título das exposições registradas nesta publicação? Se durante a década de oitenta nos acostumamos à categoria do “jovem artista”, nos anos 2000 fala-se em “jovens críticos” e “jovens curadores”. Tal como antes, parece tratar-se mais de um fenômeno de marketing, ou ainda, de uma categoria que interessa mais ao mercado e à imprensa do que ao domínio da produção artística e intelectual propriamente dita. Sem dúvida, estamos diante de um fato: a cada período de um semestre/ ano um novo grupo conclui o Bacharelado em Artes Visuais e cabe, em certa medida, à instituição que os formou, apresentar seus resultados à comunidade em geral, artística e acadêmica. Esta é uma das funções da exposição dos Projetos de Graduação e desta publicação em particular. Também sabemos que um diploma de curso universitário não transforma alguém em “artista”. Pelo contrário, tal denominação deve ser conquistada a cada dia e sempre, ao longo dos anos, através de investimentos pessoais sem retorno garantido.

7


O jovem artista, neste caso, representaria a “vanguarda” da vanguarda – se é que este termo ainda pode ser empregado a partir da pós-modernidade–, uma nova possibilidade, uma aposta no futuro da arte, na atualização da contemporaneidade. No entanto, somente o tempo poderá dizer quem permanecerá como artista e quais ficarão esquecidos pelo caminho, pelos mais variados motivos, da sorte à falta de políticas culturais que apóiem o desenvolvimento de uma carreira artística. Temos em conta que a noção de “geração artística” está vinculada às diferenças no grau de reconhecimento e consagração entre artistas, mais do que a uma efetiva distância cronológica. De modo mais específico, como observa Pierre Bourdieu, a categoria do “jovem artista” refere-se a uma idade social – isto é, a um determinado grau de reconhecimento e consagração – e é independente da idade biológica apresentada pelo indivíduo categorizado como tal. E ainda que a cena em Porto Alegre esteja distante do ideal, é possível observar uma ampliação das oportunidades de ingresso dos jovens no circuito legitimado da arte contemporânea. Os próprios artistas também parecem mais atentos e interessados em adotar estratégias que conduzam a um processo mais efetivo de reconhecimento e difusão em escala nacional de suas produções. Neste sentido, para muitos recém egressos do Bacharelado em Artes Visuais, a mostra coletiva que sinaliza a conclusão do curso não se configura de modo algum como “estréia” no campo da arte em moldes profissionais. Basta que o leitor observe os currículos que acompanham a página de imagens dedicada a cada um dos artistas integrantes desta publicação e verá que grande parte deles já contempla exposições individuais e coletivas em espaços e instituições muito bem cotadas no ranking de consagração do campo artístico regional e nacional.

8


III.Voltando a atenção para as imagens que compõem esta publicação – e para os que tiveram a oportunidade, recordando o que foi visto durante as quatro exposições que lhe deram origem – também podemos observar algumas “tendências” no que diz respeito às opções artísticas, linguagens, técnicas. Considerando as duas exposições – uma referente aos formados em 2009/2 e outra, aos concluintes em 2010/1 – somamos mais de cinqüenta artistas expositores. Em linhas gerais, percebe-se a recorrência de trabalhos em série, grandes formatos, obras para sítios específicos, assim como uma forte presença da imagem, seja através da fotografia, do vídeo, de videoinstalações ou mesmo do registro de performances. De forma resumida, o Projeto de Graduação em Artes Visuais é elaborado durante o último semestre do curso de Artes Visuais, como requisito para obtenção do título de bacharel nesta área, modelo existente desde meados da década de 1980. Ao longo de um semestre letivo, o candidato a bacharel em artes visuais deve desenvolver um conjunto coerente de trabalhos em uma linguagem artística a sua escolha – por exemplo, pintura, fotografia, vídeo, desenho, etc. – e também um texto que manifeste seu nível de reflexão teórico-crítica, defendendo esta proposta perante uma banca formada por dois professores e por seu orientador. Para esta banca realizada em sessão pública, o formando deve montar uma exposição de seus trabalhos no recinto da Pinacoteca, sendo que o espaço da galeria é geralmente dividido com mais dois artistas. Convém ressaltar que uma banca tem em média uma hora de duração, sendo também este o período em que a obra permanece montada na galeria. Trata-se de uma experiência bastante intensa, de mergulho em uma proposta de pesquisa pessoal no campo da arte. Durante o desenrolar deste processo, fica mais evidente para o aluno-formando o quanto um curso de

9


graduação em Artes demanda em termos de energia propositiva, de ênfase em iniciativas pessoais de investigação e estudo, para além do que é normalmente exigido em sala de aula. Nesta linha de atuação, a idéia e a prática da pesquisa acompanham todo o curso de Artes, pois estão no cerne da própria atividade que configura este campo de atividade e conhecimento. Aspectos relativos às propriedades objetivas das obras, envolvendo materiais e técnicas; o modo como a obra dialoga e se articula com o espaço de exposição; a maneira como o artista constrói a recepção de sua obra, ao estabelecer – ou não – determinados graus de interação com o espectador; as mais variadas questões e conceitos diretamente relacionados com elementos de ordem formal, temáticos e processuais. Abordagens destas diretrizes gerais encaminham o que se entende por pesquisa neste âmbito da graduação, seja esta direcionada para o campo das poéticas visuais, seja para o da análise em história, teoria e crítica. No momento da exposição coletiva dos projetos de graduação, a situação é bem diferente, pois trata-se – nos termos propostos por esta coordenação – de um evento institucional, que tem entre suas funções principais permitir que a produção realizada na graduação em Artes Visuais repercuta para além dos limites da sala de aula, para além dos muros da universidade. Esta exposição também viabiliza que a própria comunidade acadêmica, alunos e professores do IA, tome contato com os resultados alcançados por aqueles que concluem o curso de Bacharel em Artes Visuais. Produzir uma mostra deste gênero envolve uma série de atividades no âmbito da produção, as quais são realizadas pela equipe da galeria da Pinacoteca, no que concerne à curadoria – seleção das obras e articulação destas entre si e no espaço expositivo, segundo critérios estéticos e conceituais -, à expografia e à divulgação. O apoio recebido da Pró-Reitoria de Extensão

10


através do Departamento de Difusão Cultural – Projeto UNIARTE – viabiliza que operemos em patamares profissionais no âmbito museográfico, incluindo adesivagem de texto no espaço da exposição, convite impresso e enviado pelo correio, assim como catálogo. A equipe de bolsistas também é fundamental para o adequado funcionamento destas atividades, ao mesmo tempo em que a experiência de trabalho na galeria se constitui em proveitosa oportunidade de aprendizado profissional nos campos da expografia, da gestão cultural e do design gráfico. Por fim, o exercício de engajamento dos recém formados em artes plásticas no laborioso processo de concepção e produção de uma exposição de arte também representa uma aposta na qualificação do exercício profissional em nosso meio, através da formação de uma variada gama de profissionais aptos a nele atuar, seja como artista, professor, pesquisador, historiador da arte, crítico, curador, museógrafo, produtor cultural, entre outras possibilidades. Esperamos igualmente, que a presente publicação – que graças a parceria estabelecida com a Editora Panorama Crítico poderá ser indexada como livro – cumpra seu papel no processo de registro e difusão do conhecimento gerado pelas artes visuais no contexto da Universidade pública.

Referências Bibliográficas: BOURDIEU, Pierre. As Regras da Arte: gênese e estrutura do campo literário. São Paulo: Companhia das Letras, 1996. DELEUZE, Gilles. “Qu’ est-ce qu’ um dispositif?” em Michel Foucault Philosophe. Paris : Seuil, 1989. HEINICH, Nathalie. Le Triple Jeu de l’ Art Contemporain. Paris : Minuit, 1998.

11


O corpo e a ruptura de seus limites

ALEXANDRE NICOLODI

Ênfase: escultura Orientação: adolfo bittencourt

Niterói/RJ, 1980 Bacharelado em Artes Visuais, Escultura, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Foto I, Memorial do RS, Porto Alegre, RS, 2006; Consistências, Espaço Ado Malagoli, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2007; Instalação Interativa Interfaces “Digitais POA_Val Laboratório_1”, Pinacoteca Barão de Santo Ângelo, IAUFRGS, Porto Alegre, RS, 2007; Tercer Encuentro Internacional de Producción Artística en FORMATO DIGITAL, Universidad de La Plata, La Plata, Argentina, 2007; N Partes, Galeria de Marte, Porto Alegre, RS, 2008.

Sem Título Látex, Plástico e Água 300 x 300 cm 2009

14


Ação ausente – 1º ato Ênfase: desenho Orientação: rodrigo nuñez

ÁLVARO VILAVERDE

Cachoeira do Sul/RS, 1965 Bacharelado em Artes Visuais, Desenho, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

18º Salão Jovem Artista, MARGS, Porto Alegre, RS, 2004.

Ação ausente (objeto-dobras) Dobras em papel Kraft Dimensões variadas 2009

15


Paisagens expandidas: pinturas de bolso

CAROLINA TIMM

Ênfase: Pintura Orientação: Teresa Poester

Porto Alegre/RS, 1983 Bacharelado em Artes Visuais, Pintura, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

18º Salão Jovem Artista, MARGS, Porto Alegre, RS, 2004; Pontos de Partida, MACRS, Porto Alegre, RS, 2010.

Paisagens expadidas: pinturas de bolso Técnica mista 225 x 165 cm 2007-2009

16


Encontro Marcado Ênfase: Fotografia Orientação: Flávio Gonçalves

CAROLINE WEIBERG

Porto Alegre/RS, 1985 Bacharelado em Artes Visuais, Fotografia, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Pontos de Partida, MACRS, Porto Alegre, RS, 2010; A imaterialidade da presença, CCMQ, Porto Alegre, RS, 2007; 1ª Convocatório de Arte, Espaço Um, Novo Hamburgo/Porto Alegre, RS, 2008.

Sem título Tinta acrílica s/ tela 50x50 cm 2009

17


Sombras no espaço

CLARICE PEREIRA

Ênfase: Desenho Orientação: Flávio Gonçalves

São Leopoldo/RS, 1979 Bacharelado em Artes Visuais, Desenho, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Individualidades coletivas, Espaço Cultural Albano Hartz, Novo Hamburgo, RS, 2008; Exposição de abertura do atelier Farol – observatório de arte, Farol – observatório de arte, Porto Alegre, RS, 2009; Pequenos Formatos, Atelier Subterrânea, Porto Alegre, RS, 2009.

Sombras no espaço Adesivo vinil s/ parede Dimensões variadas 2009

18


Jogo da glória – Considerações sobre o projeto de graduação em poéticas visuais Ênfase: Fotografia Orientação: Mônica Zielinsky

CRISTIANE SCHMIDT

Porto Alegre/RS, 1987 Bacharelado em Artes Visuais, Fotografia, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Mostra dos Alunos de Desenho da Figura Humana, CCMQ, Porto Alegre, RS, 2005; Foto I, Memorial do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2006; A Imaterialidade da Presença, Saguão do Café Concerto Mário Quintana, Porto Alegre, RS, 2007; Intervalos, Paço Municipal, Porto Alegre, RS, 2008.

Jogo da glória Instalação 360 x 240 cm (tabuleiro); 40 x 40 cm (dado) 2009

19


Um Monte de Vênus

DÉBORA BALZAN FLECK

Ênfase: Pintura Orientação: Lenora Rosenfield

Guaporé/RS, 1971 Bacharelado em Ciências Jurídicas e Sociais, UFRGS, 1998 Bacharelado em Artes Visuais, Pintura, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Pontos de Partida, MACRS, Porto Alegre, RS, 2010.

Monte de Vênus Pintura e colagem s/ tecido e tábuas de passar Nove módulos com telas de 100 x 35 cm 2009

20


32x32 Ênfase: Desenho Orientação: Cláudia Zanatta

FELP CASTRO

Porto Alegre/RS, 1985 Bacharelado em Artes Visuais, Desenho, IA-UFRGS, 2009

Sem Título Desenho digital Quatro trabalhos de 100 x 100 cm 2009

21


Seres mitológicos: retratos de um imaginário

GLENDA SOARES

Ênfase: Pintura Orientação: Laura Castilhos

Porto Alegre/RS, 1987 Bacharelado em Artes Visuais, Pintura, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Pontos de Partida, MACRS, Porto Alegre, RS, 2010; Aquarelando, Espaço Ado Malagoli, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2009; Núcleo de Painéis e Murais: uma experiência autogestionária, Fundação ECARTA, Porto Alegre, RS, 2009.

Minotauro Tinta acrílica s/ tela 170 x 200 cm 2009

22


Tacet: proposições entre música e desenho Ênfase: Desenho Orientação: Flávio Gonçalves

GUILHERME DABLE

Porto Alegre/RS, 1976 Bacharelado em Artes Visuais, Desenho, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Alguns desenhos, Galeria Gestual, Porto Alegre, RS, 2009.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Espaços Compartilhados, Galeria Gestual, Porto Alegre, RS, 2010; Silêncios e Sussurros, Fundação Vera Chaves Barcellos, Porto Alegre, RS, 2010; Passagens Secretas, CCSP, São Paulo, SP, 2008.

Tacet: 14/10/2009 - Xilofone Carbono sobre papel 152 x 94 cm 2009

23


0

GUSTAVO POSSAMÁI

Ênfase: Cerâmica Orientação: Mônica Zielinsky

Dois Lajeados/RS, 1979 Bacharelado em Artes Visuais, Cerâmica, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Bando de Barro Invade, Koralle/ Studio Clio/Fundação ECARTA, Porto Alegre, RS, 2009; Passaporte Cerâmico, Pinacoteca da FEEVALE, Novo Hamburgo, RS, 2009; Guardar/Bando de Barro no Arquivo, Arquivo Público, Porto Alegre, RS, 2009; Ig-Água, DMAE, Porto Alegre, RS, 2009; Artes Plásticas Contemporâneas/Verbetes, Fundação ECARTA, Porto Alegre, RS, 2008; 2º Salão Nacional de Cerâmica , Museu Alfredo Andersen, Curitiba, PR, 2008; Pátio/Caminhos da Cerâmica, Galeria Gravura, Porto Alegre, RS, 2007; Essa POA é BOA, Antiga Fábrica da Renner, Porto Alegre, RS, 2007.

Sem título Cerâmica 60 x 57 x 43 cm 2008

24


Memória, da Abstração à Matéria Ênfase: Escultura Orientação: Adolfo Bittencourt

INGRID NOAL

Santa Maria/RS, 1976 Bacharelado em Artes Visuais, Escultura, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Memória, da Abstração à Matéria, Usina do Gasômetro, Porto Alegre, RS, 2010.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Pontos de Partida, MACRS, Porto Alegre, RS, 2010; Consistências, Espaço Ado Malagoli, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2007; 16° Salão de Artes Plásticas, Câmara Municipal, Porto Alegre, RS, 2004; 18° Salão Jovem Artista, MARGS, Porto Alegre, RS, 2004.

Sem título Instalação (objeto, desenho, pintura, escultura) Dimensões variadas 2009

25


Texto raiz: entrelaçando linhas de pensamento

JANETE NEDEL

Ênfase: Gravura Orientação: Cláudia Zanatta

Porto Alegre/RS, 1985 Bacharelado em Artes Visuais, Gravura, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

6º Vaga-Lume, Pinacoteca Barão de Santo Ângelo, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2007; Bando de Barro Invade, Studio Clio/Galeria de Marte, Porto Alegre, RS, 2008; Festival HTTP Video, Instituto Sérgio Motta, São Paulo, SP, 2008; Coletivo Que Carimba, Bienal B, Galeria The Next Ones,Porto Alegre, RS, 2009.

Texto raiz Instalação 183 x 137 x 10 cm 2009

26


A FRAGMENTAÇÃO DE UM LUGAR

Uma história recontada através da dispersão dos bancos do Antigo Auditório Araújo VianA Ênfase: fotografia Orientação: eduardo vieira da cunha

JÉSSICA COUTO

Porto Alegre/RS, 1985 Licenciatura em Artes Visuais, IA-UFRGS, 2008 Bacharelado em Artes Visuais, Fotografia, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Conversas Concretas, Galeria do DMAE, Porto Alegre, RS, 2010.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Pontos de Partida, MACRS, Porto Alegre, RS, 2010; Foto I, Memorial do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2006.

A FRAGMENTAÇÃO DE UM LUGAR Fotografia digital 76 x 102 cm 2009

27


Transparências, por Jahnavi Devi Dasi

JOICE OLIVEIRA MARTINS

Ênfase: Escultura Orientação: Maria Ivone dos Santos

28

Porto Alegre/RS, 1981 Bacharelado em Artes Visuais, Escultura, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Infinito Universo Universos Infinitos, Mantra Espaço de Cultura Védica, Porto Alegre, RS, 2009.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Mostra Musicircus, Bienal do Mercosul, Armazém A7 do Cais do Porto, Porto Alegre, RS, 2009; Mahabharata, Usina do Gasômetro, Porto Alegre, RS, 2008; Sentindo o tempo, Usina do Gasômetro, Porto Alegre, RS, 2008; Viajeros, Espaço Ado Malagoli, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2006; UmInverso, Fórum Social Mundial, Porto Alegre, RS, 2005.

Dança com Árvore, Estudo de Pés Vídeo 6´25”, 2´12” 2009


Entreolhar Ênfase: pintura Orientação: umbelina barreto

JOSÉ FALCÃO

Porto Alegre/RS, 1959 Bacharelado em Artes Visuais, Pintura, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Olhares Icônicos, Espaço Ado Malagoli, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2008.

Entreolhar Pastel oleoso, adesivo vinil e nanquim s/ madeira 450 x 150 cm 2009

29


Lugar Nenhum

JUAN CORVALAN

Ênfase: Cerâmica Orientação: Carlos Augusto Camargo

Arica, Chile, 1968 Bacharelado em Artes Visuais, Cerâmica, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Desgarrados, Câmara Municipal, Porto Alegre, RS, 2005.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Pontos de Partida, MACRS, Porto Alegre, RS, 2010; Passaporte Cerâmico, Pinacoteca da FEEVALE, Novo Hamburgo, RS, 2009; Diálogos Coletivos, Bienal B, Ministério Público, Porto Alegre, RS, 2007; Mostra dos alunos da ufrgs, MACRS, Porto Alegre, RS, 2005.

Lugar Nenhum Cerâmica Vinte trabalhos de aprox. 35 x 50 cm cada 2009

30


Diálogos Intercorpóreos experiências com um corpo performático Ênfase: Gravura Orientação: Eny Schuch

LARA SOSA

Porto Alegre/RS, 1984 Bacharelado em Artes Visuais, Gravura, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Registros Grupo Naipe, Espaço Ado Malagoli, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2009; Sobre, Bienal B, Fundação ECARTA, Porto Alegre, RS, 2009; O que você considera arte?, Atelier Plano B, Porto Alegre, RS, 2007.

Diálogos Intercorpóreos Vídeo (registro da performance) 13’ 2009

31


A Espiral do Tempo

LIZ GUERRA

Ênfase: Fotografia Orientação: Hélio Fervenza

Passo Fundo/RS, 1981 Bacharelado em Artes Visuais, Fotografia, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

5° Vaga-Lume, Pinacoteca Barão de Santo Ângelo, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2006; Exposição dos alunos de Fotografia do curso de Artes Visuais da UFRGS, Café do MARGS, Porto Alegre, RS, 2005/2006; Mostra de Arte Contemporânea, Fabico–UFRGS, Porto Alegre, RS, 2005.

A Espiral do Tempo Montagem fotográfica temporarizada 10’30’’ 2009

32


Cartas minhas Ênfase: Desenho Orientação: Laura Castilhos

MANU BECKER

Porto Alegre/RS, 1983 Bacharelado em Turismo, PUCRS, 2006 Bacharelado em Artes Visuais, Desenho, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Pontos de Partida, MACRS, Porto Alegre, RS, 2010; Fotografia I (ART02204), CCMQ, Porto Alegre, RS, 2005; Painel Redenção e Risco, Espaço Ado Malagoli, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2003.

Cartas minhas Nanquim s/ papel 148,5 x 84 cm 2009

33


Sobre camadas

MARCELA LÍRIO CAMPO

Ênfase: Desenho Orientação: Flávio Gonçalves

Porto Alegre/RS, 1986 Bacharelado em Artes Visuais, Desenho, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Pontos de Partida, MACRS, Porto Alegre, RS, 2010; Customilk, Galeria Mundo Arte Global, Porto Alegre, RS, 2007; Grupo SOUSO MOSSOU, Bienal B, Beco Cultural, Porto Alegre, RS, 2007; Pinguins em cerâmica, Espaço Ado Malagoli, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2006; Coletiva dos alunos de Foto I do Instituto de Artes/UFRGS, Memorial do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2006; Coletiva de alunos do Instituto de Artes/UFRGS, CCMQ, Porto Alegre, RS, 2005.

Série “Sobre camadas” Papel s/ papel Dez desenhos de aprox. 25 x 20 cm cada 2009

34


Cultura do prazer – Uma infecção digital Ênfase: Pintura Orientação: Renato Heuser

MARCIELI MIAU

Três Passos/RS, 1983 Bacharelado em Artes Visuais, Pintura, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Prelúdios da Visão, Tiger’s Pub, Porto Alegre, RS, 2008; Um lugar do caralho, Casa do estudante universitário, Porto Alegre, RS, 2007.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

ERÓTIKA, Farol - observatório de arte, Porto Alegre, RS, 2009; De perto ninguém é normal, CCMQ, Porto Alegre, RS, 2007.

Genealogia da “CULTURA DO PRAZER Uma infecção Digital” Técnica Mista 168 x 208 cm 2009

35


Entrelinhas: momentos do percurso

MÔNICA SOFIA

Ênfase: Desenho Orientação: Flávio Gonçalves

Porto Alegre/RS, 1970 Bacharelado em Artes Visuais, Desenho, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Pontos de Partida, MACRS, Porto Alegre, RS, 2010; Consistências, Espaço Ado Malagoli, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2007; Foto I, Entreato, Porto Alegre, RS, 2006.

Entrelinhas: momentos do percurso Pastel seco, pastel oleoso, nanquim e grafite s/ papel Dimensões variadas 2009

36


sem título Ênfase: fotografia Orientação: Eduardo Vieira da Cunha

NATÁLIA RIZZI

Estrela/RS, 1984 Bacharelado em Artes Visuais, Fotografia, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Essa Poa é Boa, DC Shopping, Porto Alegre, RS, 2007; Exposição Fotografia 3, CCMQ, Porto Alegre, RS, 2007; Exposição Fotografia 1, Memorial do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2006.

Sem Título Fotografia digital Três trabalhos de 100 x 75 cm 2009

37


Labirinto da saudade: A névoa e os caminhos da xilogravura

RAFAEL PAGATINI

Ênfase: Gravura Orientação: Maria Lucia Cattani

Caxias do Sul/RS, 1985 Bacharelado em Artes Visuais, Desenho, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

As Faces de Cristo, Centro Cultural Dr. Henrique Ordovás Filho, Caxias do Sul, RS, 2006.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Interfaces Digitais, Laboratório 1, POA_ VAL, Pinacoteca Barão de Santo Ângelo, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2007; 4 em relevo, Centro Municipal de Cultura, Porto Alegre, RS, 2007; 19° Salão Jovem Artista, MARGS, Porto Alegre, RS, 2006; 17º Salão de Artes Plásticas, Câmara Municipal, Porto Alegre, RS, 2006.

Caminho, Névoa noturna I, Névoa noturna II 30 x 40 cm, 40 x 50 cm, 50 x 40 cm Xilogravura 2009

38


Ficções cruzadas – Realidades em Interação com a Realidade Ênfase: Cerâmica Orientação: Cláudia Zanatta

REGINA VEIGA

Porto Alegre/RS, 1963 Bacharelado em Artes Visuais, Cerâmica, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Realidades Inesperadas, Studio Clio, Porto Alegre, RS, 2008.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

8° Vaga-Lume, Pinacoteca Barão de Santo Ângelo, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2009; 20° Salão Jovem Artista, MACRS, Porto Alegre, RS, 2008; Bando de Barro Invade, Studio Clio/Fundação ECARTA/FEEVALE, Porto Alegre/Novo Hamburgo, RS, 2008; III Encuentro Internacional de Producción Artística Formato Digital, Facultad de Bellas Artes/Universidad Nacional de La Plata, La Plata, Argentina, 2007; Bienal B, Galeria de Marte/Atelier Plano B, Porto Alegre, RS, 2007.

Alice, O Espelho, O Unicórnio 2’2”, 3’32”, 2’42” Vídeo digital 2009

39


Aphrodísias

SÍLVIA DO CANTO

Ênfase: Cerâmica Orientação: Rodrigo Nuñez

Porto Alegre/RS, 1978 Bacharelado em Artes Visuais, Cerâmica, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Primeiros Riscos, Câmara dos vereadores, Porto Alegre, RS, 2006.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Passaporte Cerâmico, FEEVALE, Novo Hamburgo, RS, 2009; Bando de Barro Invade, Studio Clio/Fundação ECARTA, Porto Alegre, RS, 2009; Canoas Contemporâneo, Praça da Emancipação, Canoas, RS, 2008; Essa POA é BOA, DC Navegantes, Porto Alegre, RS, 2007; Jardins Temáticos Homem Natureza, Campus Agronomia, Porto Alegre, RS, 2007.

Aphrodísias Cerâmica, tecido e especiarias Dimensões variadas 2009

40


Pintura em projeção Ênfase: Pintura Orientação: Lenora Rosenfield

THIAGO ESSER

Porto Alegre/RS, 1982 Publicidade e Propaganda, PUCRS, 2007 Bacharelado em Artes Visuais, Cerâmica, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Pinturas, Câmara dos Vereadores, Porto Alegre, RS, 2008.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

V Bienal de Arte, Ciência e Cultura da UNE, Fundição Progresso, Rio de Janeiro, RJ, 2007; XIV Salão de Desenho para Imprensa de Porto Alegre, Usina do Gasômetro, Porto Alegre, RS, 2006; 5° Vaga-Lume, Pinacoteca Barão de Santo Ângelo, IAUFRGS, Porto Alegre, RS, 2006.

Limão Já Acrílica s/ tela 260 cm x 400 cm 2009

41


Interdependências

TÚLIO PINTO

Ênfase: Escultura Orientação: Luiz Antônio da Rocha

Brasília/DF, 1974 Bacharelado em Artes Visuais, Escultura, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Trajetórias Ortogonais, Instituto Goethe, Porto Alegre, RS, 2009; Duas Grandezas, Usina do Gasômetro, Porto Alegre, RS, 2009, exposição contemplada com o Prêmio Destaque em Escultura 2009 no IV Açorianos de Artes Plásticas de Porto Alegre; Recentes, CCMQ, Porto Alegre, RS, 2006.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Tripé - Paralelo 30, SESC Pompéia, São Paulo, SP, 2010; 35° SARP - Salão de Arte de Ribeirão Preto Nacional Contemporâneo, MARP, Ribeirão Preto, SP, 2010, contemplado com prêmio aquisição Leonello Berti; Entre Séculos, Museu Nacional de Brasília, Brasília, DF, 2009.

Vetoriais Instalação Dimensões variáveis 2009

42


Ciclos Ênfase: Cerâmica Orientação: Adolfo Bittencourt

VALESCA ACKERMANN

Porto Alegre/RS, 1972 Bacharelado em Artes Visuais, Cerâmica, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Pontos de Partida, MACRS, Porto Alegre, RS, 2010.

Ciclos Cerâmica Dimensões variadas 2009

43


DOS FOTOGRAMAS AO CLICHÉ VERRE

Adreson

Ênfase: Fotografia Orientação: Luiz Eduardo Achutti

46

Ilha Solteira/SP, 1974 Bacharelado em Artes Visuais, Fotografia, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

IV Convocatório de Arte – Arte em Quadrado, Atelier Plano B, Porto Alegre, RS, 2010; Coletivos, Fundação ECARTA, Porto Alegre, RS, 2009; Essa Poa é Boa, DC Navegantes, Porto Alegre, RS, 2007; Bienal B, CCMQ, Porto Alegre, RS, 2007.

Noiva Cadáver (série 2009), Photograma 14052010, LIBERAL 2010, Photograma 14052010 Cliché verre/fotografia 70 x 100 cm, 70 x 50 cm, 70 x 50 cm 2009-2010


Pequenas Pausas do silêncio Ênfase: Fotografia Orientação: Maria Ivone dos Santos

Ana Paula Tomimori

Atibaia/SP, 1980 Bacharelado em Artes Visuais, Fotografia, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Desvenda Especial de Intercâmbio: Porto Alegre x Santa Maria, Porto Alegre/Santa Maria, RS, 2010; SEU (Semana Experimental Urbana), Porto Alegre, RS, 2010; Desvenda: feira de arte contemporânea, 61° Salão de Abril, Fortaleza, CE, 2010; Sobre, Bienal B, Fundação ECARTA, Porto Alegre, RS, 2009; Exposição dos registros fotográficos do NAIPE, Espaço Ado Malagoli, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2009; II convocatória de arte - Arte em Quadrado, Atelier Plano B, Porto Alegre, RS, 2008.

Crochet Ar Registro de performance 150 x 90cm 2010

47


“EM ESTADO DE SÍTIO”

BonGiovanni

Ênfase: Desenho Orientação: Mônica Zielinsky

Porto Alegre/RS, 1983 Bacharelado em Artes Visuais, Desenho, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

9º Salão Elke Hering, MAB, Blumenau, SC, 2010; Salão de Arte de MS, MARCO, Campo Grande, MS, 2009; 8º Salão Nacional de Jataí, MAC, Jataí, GO, 2009; Energias na Arte, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, SP, 2009; Hiperciclo, Galeria do DMAE, Porto Alegre, RS, 2009; 20º Salão Jovem Artista, MACRS, Porto Alegre, RS, 2008.

Conjunto Pinacoteca (recorte), Arquivo do projeto Instalação Dimensões variáveis 2010

48


A imagem é sempre virtual Ênfase: Escultura Orientação: Paula Ramos

Bruno Borne

Porto Alegre/RS, 1979 Arquitetura e Urbanismo, UFRGS, 2004 Bacharelado em Artes Visuais, Escultura, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

No limite da paisagem, TRF, Porto Alegre, RS, 2010; Seção Invertida, Usina do Gasômetro, Porto Alegre, RS, 2010.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Laboratório de Linguagem Tridimensional, Espaço Ado Malagoli, IAUFRGS, Porto Alegre, RS, 2008; Foto I, Entreato, Porto Alegre, RS, 2006.

A imagem é sempre virtual Animação digital e escultura em aço e fibra de vidro 110 x 110 x 620 cm 2010

49


Janelas Indiscretas: Uma visão do corpo humano

CaPucci

Ênfase: Desenho Orientação: Laura Castilhos

Erechim/RS, 1955 Bacharelado em Artes Visuais, Desenho, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

3º Salão Nacional de Cerâmica, Curitiba, PR, 2010; PASSAPORTE CERÂMICO – A Identidade do Barro, Pinacoteca da FEEVALE, Novo Hamburgo, RS, 2009; O POTE HISTÓRICO, CCMQ, Porto Alegre, RS, 2009; Consistências, Espaço Ado Malagoli, IA–UFRGS, Porto Alegre, RS, 2007.

Janelas Indiscretas: Uma visão do corpo humano Plástico e verniz vitral Dimensões variadas 2010

50


Construindo com percepção: memória, deficiência visual e sensação térmica em uma poética visual Ênfase: Cerâmica Orientação: Cláudia Zanatta

Claudia Flores

Porto Alegre/RS, 1969 Bacharelado em Artes Visuais, Cerâmica, IA-UFRGS, 2009 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Entretantos, Fundação ECARTA, Porto Alegre, RS, 2009; Bando de Barro Invade, Koralle/Studio Clio/Fundação ECARTA, Porto Alegre, RS, 2009; Passaporte Cerâmico, Pinacoteca da FEEVALE, Novo Hamburgo, RS, 2009; Ig-Água, DMAE, Porto Alegre, RS, 2009.

Toca Técnica mista 150 x 80 x 40 cm 2010

51


Além da fotografia: anotações, relatos do cotidiano e formas de espacialização da imagem

Fernanda Bec

Ênfase: Fotografia Orientação: Maria Ivone dos Santos

52

Porto Alegre/RS, 1984 Bacharelado em Artes Visuais, Fotografia, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Silêncio, Livraria ZOUK, Porto Alegre, RS, 2007.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Plataforma Performance, DMAE, Porto Alegre, RS, 2010; Sobre, Bienal B, Fundação ECARTA, Porto Alegre, RS, 2009; Mostra Musicircus, Bienal do Mercosul, Armazém A7 do Cais do Porto, Porto Alegre, RS, 2009; A Imaterialidade da presença, CCMQ, Porto Alegre, RS, 2007.

Além da fotografia: anotações, relatos do cotidiano e formas de espacialização da imagem Fotografia Dimensões variadas 2010


Entre a realidade e a representação Ênfase: Desenho Orientação: Paula Ramos

Helena de Nadal

Porto Alegre/RS, 1985 Bacharelado em Artes Visuais, Desenho, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Pequenos Formatos, Atelier Subterrânea, Porto Alegre, RS, 2009; Hiperciclo, Dmae, Porto Alegre, RS, 2009; Diáfano, Usina do Gasômetro, Porto Alegre, RS, 2009.

Sem título Papel Carbono s/ Backlight 43 x 35 x 13 cm 2010

53


Entrelaçamentos espaciais

Janaína Castoldi

Ênfase: Desenho Orientação: Luiz Antônio da Rocha

Estrela/RS, 1977 Bacharelado em Artes Visuais, Desenho, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

19º Salão de Artes Plásticas, Câmara Municipal, Porto Alegre, RS, 2010; Bando de Barro Invade, Studio Clio/ Fundação ECARTA/Galeria de Marte, Porto Alegre, RS, 2009; ARTE+ARTE, CCMQ, Porto Alegre, RS, 2008.

Entrelaçamentos espaciais Recorte, costura, acumulação de tecidos 330 x 120 x 8 cm 2010

54


Fotografia feita a pincel Ênfase: Fotografia Orientação: Luiz Eduardo Achutti

Jandora Jakobson

Santana do Livramento/RS, 1955 Bacharelado em Artes Visuais, Fotografia, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Muito mais que uma imagem em papel, 72NY Gallery, Porto Alegre, RS, 2010; Exposição Coletiva dos Alunos de Fotografia, CCMQ, Porto Alegre, RS, 2005; Pequenos Diálogos – arte e intertextualidade; Museu da UFRGS, Porto Alegre, RS, 2005; Laboratório – prática de atelier e deslocamentos, Pinacoteca Barão de Santo Ângelo, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2005.

Cabideiro, Garrafas Ampliação de imagem fotográfica produzida em goma bicromatada tricolor 126 x 91 cm, 126 x 92 cm 2009

55


Comer com os olhos, ver com os dedos, localizar pelos ouvidos: relações entre a sensorialidade e o universo palpável

Katerine Bastezini

Ênfase: Fotografia Orientação: Flávio Gonçalves

São Lourenço D’Oeste/SC, 1988 Bacharelado em Artes Visuais, Fotografia, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Site specific, Usina do Gasômetro, Porto Alegre, RS, 2009; A Noiva, Paço Municipal, Porto Alegre, RS, 2008.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Diáfano, Usina do Gasômetro, Porto Alegre, RS, 2009; 20° Salão Jovem Artista, MACRS, Porto Alegre, RS, 2008; 7° Vaga-Lume, Pinacoteca Barão de Santo Ângelo, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2008.

Ver com os dedos, comer com os olhos Ambientação 150 x 150 x 300 cm 2010

56


Sadhana Ênfase: Cerâmica Orientação: Eny Schuch

Krishna Daudt

Rio Pardo/RS, 1970 Bacharelado em Artes Visuais, Cerâmica, IA-UFRGS, 2010

Sadhana vídeo/Instalação, vídeo performance 5’27”, 37’55” 2010

57


Processo escultórico: corpo em movimento

Laura Bortolazza

Ênfase: Escultura Orientação: Adolfo Bittencourt

Porto Alegre/RS, 1983 Bacharelado em Artes Visuais, Escultura, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Sobre, Bienal B, Fundação ECARTA, Porto Alegre, RS, 2009; Mostra Musicircus, Bienal do Mercosul, Armazém A7 do Cais do Porto, Porto Alegre, RS, 2009; 6° Salão de Arte de Tapes, CIM Prof° Alvinho, Tapes, RS, 2009, comtemplada com Menção Honrosa; 4° Espaço Expositivo Beco da Arte, Beco da Arte, São Paulo, SP, 2009.

Processo escultórico: corpo em movimento Vídeoinstalação 70 x 70 x 170 cm, 41’58’’ 2010

58


As múltiplas representações do eu dentro de um processo escultórico Ênfase: Escultura Orientação: Adolfo Bittencourt

Lucas Strey

Porto Alegre/RS, 1986 Bacharelado em Artes Visuais, Escultura, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Linhas de Trabalho, Bienal B, Alameda das Artes, Porto Alegre, RS, 2009.

Quatro vistas sob um novo olhar Metal e resina poliéster 300 x 200 x 200 cm 2010

59


Linhas no espaço: trama, ritmo e movimento

Luciana Gaiesky

Ênfase: Desenho Orientação: Teresa Poester

Porto Alegre/RS, 1983 Arquitetura e Urbanismo, PUCRS, 2006 Bacharelado em Artes Visuais, Desenho, IA-UFRGS, 2010

Linhas no espaço: trama, ritmo e movimento Varetas de alumínio 180 x 270 x 100 cm 2010

60


Porco Alegre Ênfase: Escultura Orientação: Félix Bressan

Maísa Stolz

Santo Ângelo/RS, 1984 Design de Moda e Tecnologia, FEEVALE, 2006 Bacharelado em Artes Visuais, Escultura, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Cabaré Valentin, Usina do Gasômetro, Porto Alegre, RS, 2008/2009.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Estado de Criação II, Instituto Cultural Norte Americano, Porto Alegre, RS, 2010; III Convocatório de Arte – Arte Em Quadrado, Atelier Plano B, Porto Alegre, RS, 2009; II Convocatória de Arte - Arte Em Quadrado, Atelier Plano B, Porto Alegre, RS, 2008.

Porco Alegre Papelagem 78 x 51 x 53 cm 2010

61


TempoSobreTempo

Marília Bianchini

Ênfase: Fotografia Orientação: Flávio Gonçalves

Porto Alegre/RS, 1977 Publicidade e Propaganda, UFRGS, 2004 Bacharelado em Artes Visuais, Fotografia, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Linhas em Transparência, Studio Clio, Porto Alegre, RS, 2009.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

20° Salão Jovem Artista, MACRS, Porto Alegre, RS, 2008; Pequenos Formatos, Atelier Subterrânea, Porto Alegre, RS, 2008; Essa Poa é Boa, DC Navegantes, Porto Alegre, RS, 2008.

Sem título Impressão jato de tinta s/ papel japonês 19 x 15 cm, 16 x 19,5 cm, 28 x 43 cm 2010

62


Uma geografia para Encontros inapreensíveis: diálogos entre imagem, palavra e pensamento Ênfase: Escultura Orientação: Élida Tessler

Mayana Redin

Campinas/SP, 1984 Bacharelado em Artes Visuais, Escultura, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Fugas, Câmara Municipal, Porto Alegre, RS, 2009.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Festival de Imagem-Movimento, Centro de Convenções Azevedo Picanço, Macapá, AP, 2010; 12° Salão Nacional de Arte de Itajaí, Centreventos, Itajaí, SC, 2007; Se Repete como Farsa, Casa Porto das Artes Plásticas, Vitória, ES, 2006.

Uma geografia para encontros inapreensíveis: diálogos entre imagem, palavra e pensamento Desenho 21 x 29,7 cm, 29,7 x 42 cm 2010

63


A linha como objeto para suspensão

Nathalia Garcia

Ênfase: Desenho Orientação: Paula Ramos

Porto Alegre/RS, 1986 Bacharelado em Artes Visuais, Desenho, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Diáfano, Usina do Gasômetro, Porto Alegre, RS, 2009; 20° Salão Jovem Artista, MACRS, Porto Alegre, RS, 2008; Pequenos Formatos, Atelier Subterrânea, Porto Alegre, RS, 2008; Desenho no Plural, Galeria do DMAE, Porto Alegre, RS, 2008; Bienal B, Aeroporto Internacional Salgado Filho, Porto Alegre, RS, 2007.

Colchão (registros da instalação realizada no atelier da artista) Instalação Dez fotos de 24 x 30 cm 2010

64


Pequenas Imersões: Projeto em desenho Ênfase: Desenho Orientação: Flávio Gonçalves

Pilar Prado

Porto Alegre/RS, 1987 Bacharelado em Artes Visuais, Desenho, IA-UFRGS, 2010

Pequenas Imersões Mista s/ papel Dimensões variadas 2010

65


Grafismo Abstrato

Rebeca Biehl

Ênfase: Fotografia Orientação: Luiz Eduardo Achutti

Porto Alegre/RS, 1986 Bacharelado em Artes Visuais, Fotografia, IA-UFRGS, 2010

Geométrica 1, 2 e 3 Fotografia Dimensões variadas 2010

66


Janela: Paisagem Ênfase: Fotografia Orientação: Eduardo Vieira da Cunha

Sabrina Riffel

Porto Alegre/RS, 1980 Arquitetura e Urbanismo, PUCRS, 2004 Bacharelado em Artes Visuais, Fotografia, IA-UFRGS, 2010

Janela: Paisagem Fotografia digital 250 x 30 cm 2010

67


Da figuração à Vertigem

Sheila Prade

Ênfase: Pintura Orientação: Renato Heuser

Porto Alegre/RS, 1981 Bacharelado em Artes Visuais, Pintura, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

19º Salão de Artes Plásticas, Câmara Municipal de Porto Alegre, Porto Alegre, RS, 2010; Nós de Novembro, Bienal B, SESC Centro, Porto Alegre, RS, 2007; Sala 73A, Espaço Ado Malagoli, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2007.

Em Vertigem Acrílica s/ tela 150 x 200 cm 2010

68


Padronagens Pictóricas Ênfase: Pintura Orientação: Lenora Rosenfield

Vera Rocha

Canguçú/RS, 1958 Licenciatura em Artes Visuais, IA-UFRGS, 2008 Bacharelado em Artes Visuais, Pintura, IA-UFRGS, 2010 EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Pinguins em Cerâmica, Espaço Ado Malagoli, IA-UFRGS, Porto Alegre, RS, 2006.

Padronagens Pictóricas Óleo s/ tela Quatro telas de 100 x 150 cm 2010

69


COORDENAÇÃO GERAL E CURADORIA Ana Albani de Carvalho

COORDENAÇÃO GERAL E CURADORIA Ana Albani de Carvalho

EQUIPE TÉCNICA Produção Executiva Patrícia Bohrer Produção Gráfica e Editorial Natália Gomes Divulgação Eduardo Montelli Expografia Juliano Ventura

EQUIPE TÉCNICA Produção Executiva Patrícia Bohrer Produção Gráfica e Editorial Natália Gomes Divulgação Diogo Dubiela Expografia Lucas Fontana Apoio Patrícia Brito

Montagem Equipe da Galeria e artistas

Créditos Fotográficos Capa Natália Gomes Páginas 2, 3, 4 Diogo Dubiela Páginas 10 e 11 Da abertura: Natália Gomes Da exposição: Eduardo Montelli Página 12 Dilma Pozzetti Páginas 13 e 14 Da abertura: Natália Gomes Da exposição: Eduardo Montelli Página 15 Da exposição: Eduardo Montelli Do trabalho: Ismael Monticelli Página 16 Clarice Pereira Página 17 De cima para baixo, da esquerda para direita: Natália Gomes, Patrícia Bohrer, Eduardo Montelli, Natália Gomes Página 18 à 21 Eduardo Montelli Página 22 De cima para baixo: Patrícia Bohrer, Eduardo Montelli, Gustavo Possamái Página 23 Eduardo Montelli Página 24 Da abertura: Natália Gomes Da exposição: Eduardo Montelli Página 25 Dos trabalhos: Jéssica Couto Da exposição: Eduardo Montelli Página 26 Frames dos vídeos Dança com Árvore, Estudo de Pés Página 27 Eduardo Montelli

Montagem Equipe da Galeria e artistas

Página 28 Do trabalho: Juan Corvalan Da abertura: Natália Gomes Página 29 Frames do vídeo de registro da performance, Diálogos Intercorpóreos Página 30 Liz Guerra Página 31 Do trabalho: Glenda Soares Da abertura: Natália Gomes Página 32 Do trabalho: Marcela Lírio Campo Da exposição: Eduardo Montelli Página 33 De cima para baixo: Eduardo Montelli, Eduardo Montelli, Natália Gomes Página 34 Do trabalho: Mônica Sofia Da exposição: Eduardo Montelli Da abertura: Natália Gomes Página 35 Da exposição: Eduardo Montelli Do trabalho: Natália Rizzi Página 36 Da exposição: Eduardo Montelli Do trabalho: Rafael Pagatini Página 37 Frame do vídeo, O Espelho Da abertura: Patrícia Bohrer Página 38 Da exposição: Eduardo Montelli Da abertura: Natália Gomes Página 39 Eduardo Montelli Página 40 Do trabalho: Túlio Pinto Da abertura: Natália Gomes Página 41 Eduardo Montelli

Página 42 e 43 Natália Gomes Página 44 Dos trabalhos: Adreson Da exposição: Natália Gomes Página 45 Do trabalho: Felipe Farina Da exposição: Natália Gomes Página 46 Túlio Pinto Página 47 à 54 Natália Gomes Página 55 Marília Bianchini Página 56 Da performance: Ismael Monticelli Da exposição: Natália Gomes Página 57 e 58 Natália Gomes Página 59 Do trabalho: Maísa Stolz Da exposição: Natália Gomes Página 60 Natália Gomes Página 61 Dos trabalhos: Mayana Redin Da exposição: Natália Gomes Página 62 Marcelo Leães Página 63 Do trabalho: Pilar Prado Da exposição: Natália Gomes Página 64 Rebeca Biehl Página 65 Do trabalho: Sabrina Riffel Da exposição: Natália Gomes Páginas 66 e 67 Natália Gomes


universidade federal do rio grande do sul Reitor Carlos Alexandre Netto Vice-Reitor Rui Vicente Oppermann Pró-Reitor de Pesquisa João Edgar Schmidt Pró-Reitora de Graduação Valquíria Linck Bassani Pró-Reitora de Extensão Sandra de Deus Diretora do Departamento de Difusão Cultural Claudia Mara Escovar Alfaro Boettcher Coordenadora do Projeto UNIARTE no DDC Carla Berenice Escovar Bello Equipe do DDC Juliana Gonçalves Mota, Lígia Petrucci, Tânia Cardoso de Cardoso, Sinara Robin Bolsistas Lia de Oliveira, Renata Signoretti INSTITUTO DE ARTES Diretor Alfredo Nicolaiewsky Vice-Diretora Eny Maria Moraes Schuch Chefia Departamento de Artes Visuais Rodrigo Nuñez Chefe Substituto Departamento de Artes Visuais Paulo Gomes Coordenadora Comissão de Graduação Umbelina Barreto Coordenador Comissão de Extensão Vilson Gavaldão Oliveira Coordenador Comisão de Pesquisa Reginaldo Gil Braga Secretaria Comunicação do Instituto de Artes José Carlos de Azevedo, Marilene Freitas de Andrade Coordenadora Pós-Graduação em Artes Visuais Maristela Salvatori PINACOTECA BARÃO DE SANTO ÂNGELO Coordenadora Galeria e Projeto UNIARTE Ana Maria Albani de Carvalho Assessora Técnica Patrícia Bohrer Bolsistas SAE e Extensão Diogo Dubiela, Lucas Fontana, Natália Gomes Bolsista Voluntária Patrícia Brito Coordenadora Acervo Blanca Brites Bolsistas Adriana Bolzan, Marcos Fioravante Coordenadora Restauro Lenora Rosenfield


A786 Arte Contemporânea no IA – Nova Geração : projetos de graduação 2009/2 e 2010/1 / Coordenação geral e curadoria de Ana Maria Albani de Carvalho. -- Porto Alegre : Instituto de Artes. Pinacoteca Barão de Santo Ângelo, 2010. 67 p. – (UNIARTE). Projeto Uniarte do Departamento de Difusão Cultural PróReitoria de Extensão da UFRGS. ISBN 978-85-63870-03-2 1. Arte : Exposições : Porto Alegre (RS). I. Carvalho, Ana Maria Albani de. II. UFRGS. Instituto de Artes. Pinacoteca Barão de Santo Ângelo. III. Série. CDU 7:061.41

Catalogação na fonte – Biblioteca do Instituto de Artes/UFRGS


Profile for Editora Panorama Crítico

Arte contemporânea no IA: nova geração  

Org.: Ana Maria Albani de Carvalho  ​ O exercício de engajamento dos recém-formados em artes plásticas no laborioso processo de concepção e...

Arte contemporânea no IA: nova geração  

Org.: Ana Maria Albani de Carvalho  ​ O exercício de engajamento dos recém-formados em artes plásticas no laborioso processo de concepção e...

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded