Page 200

‚Sim,‛ insisto, ‚é como quando a cerca ao redor do Distrito Doze est{ ligada, apenas bem mais silenciosa.‛ Todo mundo tenta ouvir atentamente. Eu também, embora não haja nada para ouvir. ‚Aqui!‛ digo. ‚Não podem ouvir? Est{ vindo bem ao lado de onde Peeta levou o choque.‛ ‚Eu não ouço, tampouco,‛ diz Finnick. ‚Mas se você ouve, certamente, tome a liderança.‛ Decido jogar isso com tudo. ‚Isso é estranho,‛ digo. Viro minha cabeça lado a lado como se eu estivesse confusa. ‚Eu posso apenas ouvir com meu ouvido esquerdo.‛ ‚Aquele que o médico reconstruiu?‛ pergunta Peeta. ‚Sim,‛ digo, e então encolho os ombros. ‚Talvez eles tenham feito um trabalho melhor do que pensavam. Sabe, às vezes eu ouço coisas estranhas desse lado. Coisas que você geralmente acha que não faz som. Como asas de insetos. Ou a neve batendo no chão.‛ Perfeito. Agora toda a atenção se voltou ao cirurgião que consertou meu ouvido surdo depois dos Games do ano passado, e eles vão ter de explicar por que eu posso ouvir como um morcego. ‚Você,‛ diz Mags, empurrando-me para frente, para que eu tome a ponta. Visto que estamos nos movendo devagar, Mags prefere caminhar com o auxílio de um galho que Finnick rapidamente adaptou parar servir como uma bengala para ela. Ele faz uma vara para Peeta também, o que é bom porque, apesar dos seus protestos, acho que tudo que Peeta realmente quer é se deitar. Finnick fica no final da fila, então ao menos alguém vigia nossas costas. Caminho com o campo de força a minha esquerda, porque esse deveria ser o lado com meu ouvido super-humano. Mas dado que isso é tudo mentira, eu corto um punhado de nozes que estavam penduradas como uvas de uma árvore próxima e as jogo a minha frente enquanto ando. É bom eu fazer isso também, porque eu tenho a sensação de estar perdendo os remendos que indicam o campo de força mais frequentemente do que eu os localizo. Sempre que uma noz toca o campo de força, há uma baforada antes que a noz caia no chão, escurecida e com a casca quebrada, aos meus pés. Depois de alguns minutos eu fico consciente de um som agudo atrás de mim e me viro para ver Mags tirando a casca de uma das nozes e a colocando na sua boca já cheia. ‚Mags!‛ grito. ‚Cuspa isso. Pode ser venenoso.‛ Ela murmura algo e me ignora, lambendo seus lábios com aparente prazer. Procuro ajuda olhando para Finnick, mas ele apenas ri. ‚Acho que vamos descobrir,‛ diz.

JOGOS VORAZES 2  
Advertisement