Page 1

PROJETO URBANISTICO PARA IMPLANTAÇÃO DE UM PARQUE URBANO EM CUIABÁ-MT TDAUP II

ALUNA: PALOMA SUZAN MARQUES DE SOUZA ORIENTADORA: PROFª DRª SANDRA MEDINA BENINI

ARQ 141 AM


APRESENTAÇÃO DO TEMA

2


JUSTIFICATIVA • PORQUE? 1.

A Zona Sul da cidade a 2º região mais populosa da cidade, composta por 32 bairros.

2.

A população e apresenta poder aquisitivo baixo, sendo em média 4,23 salários mínimo de renda per capita por família.

3.

Possui em déficit na oferta de espaços livres de uso público destinado ao lazer e recreação. Fonte: Elaborada pelo Autor 3


JUSTIFICATIVA • PORQUE?

1.

A Zona Sul da cidade a 2º região mais populosa da cidade, composta por 32 bairros.

2.

A população e apresenta poder aquisitivo baixo, sendo em média 4,23 salários mínimo de renda per capita por família.

3.

Possui em déficit na oferta de espaços livres de uso público destinado ao lazer e recreação. Fonte: Elaborada pelo Autor 4


JUSTIFICATIVA • PORQUE? 1. Aumenta a Oferta de espaços livres de uso público para o lazer, recreação, contemplação, eventos e desenvolvimento e prática de educação ambiental 2. Propor espaço público de qualidade 3. Agregar valor para a região sul 4. Melhorar a qualidade de vida

5


OBJETIVOS • GERAL Elaborar um projeto urbanístico para implantação de um parque urbano na cidade de Cuiabá-MT, contribuindo assim para melhoria da qualidade de vida da população.

Realizar um levantamento teórico sobre o tema

Apresentar projetos de referências para subsidiar a proposta projetual

Desenvolver um projeto urbanístico na Zona Sul da cidade de Cuiabá-MT para implantação de um parque urbano

6


REFERENCIAL TEÓRICO • ARQUITETURA PAISAGISTICA “A única expressão artística em que participam os cinco sentidos do ser humano (visão, olfato, som, paladar e tato)”. (MACEDO, 1999)

• ESPAÇOS LIVRES DE USO PÚBLICO “Espaço Livre é todo espaço não ocupado por um volume edificado (espaço-solo, espaço-água, espaço-luz) ao redor das edificações e que as pessoas têm acesso [...] , destinado a todo tipo de utilização que se relacione com caminhadas, descanso, passeios, práticas de esportes e, em geral, a recreação e entretenimento em horas de ócio.” (CAVALHEIRO, 1999) 7


REFERENCIAL TEÓRICO • O PARQUE URBANO E A CIDADE “Passaram a ser considerados logradouros voltados ao conforto físico e psicológico do cidadão e da melhoria ambiental da cidade”. (MELO LOPES E SAMPAIO, 2017) FUNÇÃO Esportiva Conservação de recursos naturais Lazer Recreativa Contemplativa Relaxamento

BENEFICIOS Poluição do ar Poluição sonora Umidade do ar Temperatura do ar Permeabilidade Qualidade de vida 8


ASPECTO SOCIOLÓGICO • IMPORTANCIA DOS PARQUES URBANOS “Os espaços livres (especialmente os parques) deveriam ser considerados como um elemento de integração social, uma vez que permitia a convivência de ‘diferentes classes sociais poderiam conviver, criando um espaço gregário (para os grandes grupos) e de vizinhança (fomentando as relações familiares e de amizade)’. (GALENDER, 2005).

9


ASPECTO NORMATIVO NORMA/LEI (OMS) Organização Mundial de Saúde

Constituição Federal de 1988

DESCRIÇÃO recomenda 12 m² de áreas verdes por habitantes como sendo o ideal para as cidades urbanas. artigo n.225 assegura o direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado e bem de uso comum para todos.

Lei federal nº 10.257 de 10 de julho de 2001, Estatuto da Cidade

apresenta diretrizes e instrumentos da política urbana com o objetivo de ordenar a cidade para que se desenvolva de uma forma sustentável e cumpra sua função social.

Lei de Uso e Ocupação do Solo – 389/2015 de Cuiabá

Utilizada na determinação de índices urbanísticos do terreno escolhido. 10


REFERÊNCIAS PROJETUAIS

PARQUE DONA SARAH KUBITSCHEK

PARQUE DE LOS DESEOS

PARQUE DA JUVENTUDE

Local: Brasilia-DF

Local: Medelin/Colombia

Local: SÃO PAULO/SP

Responsáveis: Lúcio Costa, Oscar Niemeyer e Burle Marx

Responsáveis: EPM (Empresa serviços públicos de Colômbia

Motivo de escolha: Programa Necessidade amplo e misto.

Motivo de Escolha: Mobiliários pensados exclusivamente para o espaço.

de

de

Responsáveis: Aflalo & Arquitetos e Rosa Kliass

Gasperini

Motivo de Escolha: Programa de necessidade amplo e misto com setor cultural e ressignificação de área subutilizada.


PROPOSTA PROJETUAL

Fonte: Elaborada pelo Autor

Bairro: São Sebastião | Área: 1.722.910,5682 m²

12


LEGISLAÇÃO INCIDENTE

HIERARQUIZAÇÃO VIÁRIA • VIA ESTRUTURAL: PGM 30M • VIA LOCAL: PGM 12 M

13

Fonte: Elaborada pelo Autor


USO E OCUPAÇÃO DO SOLO

14

Fonte: Elaborada pelo Autor


TOPOGRAFIA E INSOLAÇÃO

Fonte: Elaborada pelo Autor

15


CENÁRIO EXISTENTE

Fonte: Acervo Pessoal

16


PROGRAMA DE NECESSIDADES

• Revitalização dos 02 lagos • Reconstituição da Mata Nativa • Implantação de um Centro de Educação Ambiental • Espaço das Aves

• • • • • • •

Lagoa Mirante elevado Praça Tirolesa Píer com quiosque Pedalinho Circuito de trampolim inflável • Minipraça

• • • • •

Quadra poliesportiva • Pavilhão de Exposições Campo de futebol • Gramado externo para Quadra de vôlei de areia eventos Quadras de tênis Pistas de Skate • • • •

Sanitário Estacionamento Base de Apoio técnico Base de manutenção

17


PRÉ DIMENSIONAMENTO

18


FLUXOGRAMA


PARTIDO ARQUITETÔNICO • Mapeamento das áreas arborizadas, degradadas e hidrografias existentes • Preservação das áreas vegetadas • Preservação dos cursos d’água • Caminhos sinuosos ao longo do parque que fazem a interligação dos setores Fonte: Elaborada pelo Autor

20


CONCEITO ESTRUTURANTE PARQUE DAS AVES

Fonte: Elaborada pelo Autor

21


COMPOSIÇÃO ESPACIAL Passeio em concreto

Poste Solar


COMPOSIÇÃO PAISAGISTICA BULBINE AMARELA

CAPIM PALMEIRA

TAMAREIRO

GRAMA BATATAIS

JATOBÁ

HIBISCO

CICA PALMEIRA LACA

FLAMBOYANZINHO

LIXEIRA

ANGICO BRANCO

TARUMÃ

BAMBU BANANEIRA DE JARDIM PALMEIRA DO MEDITERRANÊO

OITI HELICONIA PAPAGAIO

ARECA COSTELA DE ADÃO

MIRINDIBA 23


Trecho Florístico HELICONIA PAPAGAIO

BULBINE AMARELA

HIBISCO

CAPIM PALMEIRA


Mobiliรกrio Urbano Proposto

PERGOLADO TIPO 01

PERGOLADO TIPO 02

ELEMENTO DE SOMBREAMENTO

BANCO MODULAR


Minipraรงa

Conj. sanitรกrio


Espaço das Aves

Edificação de apoio


Espaรงo das Aves


Centro de Educação Ambiental

Centro de Educação Ambiental


Praรงa Arara Azul

Corte AA


Praรงa Arara Azul

Corte AA


Praรงa Arara Azul

Corte AA


Praรงa Arara Vermelha

Corte AA


Praรงa Arara Vermelha

Corte AA


Praรงa Arara Vermelha

Corte AA


Lagoa Garรงa Branca

Corte AA


Lagoa Garรงa Branca

Corte AA


Mirante Tucano


Córrego Tuiuiú

Tirolesa

Quiosque


Córrego Tuiuiú

Tirolesa

Quiosque


Pavilhão de Exposição

Pavilhão - Térreo


Pavilhão de Exposição

Pavilhão – Pav. Superior


Estacionamento e Centro de Apoio técnico e de manutenção

Edificação de apoio técnico e manutenção


REFERENCIAL BIBLIOGRÁFICO • BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal.1988. • BRASIL. Estatuto da Cidade: Lei n.10.257, de julho de 2001, que estabelece diretrizes gerais da política urbana. Brasília: Câmara dos Deputados, Coordenação de Publicações, 2001. • CAVALHEIRO, Felisberto et al. Proposição de terminologia para o verde urbano. Boletim Informativo Sociedade Brasileira de Arborização Urbana, Rio de Janeiro: SBAU, ano VII, n.3, 1999. Disponível em: <http://www.geografia.ufpr.br/laboratorios/labs/arquivos/> Acesso em: Ago. 2018. • DEMOGRÁFICO, IBGE Censo. Disponível em: http://www. ibge. gov. br. Acesso em 27 Agosto de 2018, v. 3, 2010. • Espaços Públicos. Diagnóstico e metodologia de projeto. Coordenação do Programa Soluções para Cidades, Simone Gatti – São Paulo, ABCP, 2013. • GALENDER, Fany Cutcher. A Idéia de sistema de espaços livres públicos na ação de paisagistas pioneiros na América Latina. In. Paisagens em Debate - Revista eletrônica da área Paisagem e Ambiente, FAU. USP - n. 03, nov. 2005. • MACEDO, Silvio Soares. Quadro do paisagismo no Brasil. Banco Itaú, 1999. • MELO, Hérica Maria Saraiva; LOPES, Wilza Gomes Reis; SAMPAIO, Dayanne Batista. Os Parques Urbanos na História da Cidade: percepção, afetividade, imagem e memória da paisagem. Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, v. 5, n. 32, 2017. • Prefeitura Municipal de Cuiabá. SMDU. Perfil Socieconômico de Cuiabá – Volume V. 2012.

Proposta de Parque Urbano em Cuiabá - MT  

Trabalho de Conclusão de Curso. Proposta de Projeto Urbanístico no Bairro São Sebastião, localizado na Zona Sul da cidade de Cuiabá-MT para...

Proposta de Parque Urbano em Cuiabá - MT  

Trabalho de Conclusão de Curso. Proposta de Projeto Urbanístico no Bairro São Sebastião, localizado na Zona Sul da cidade de Cuiabá-MT para...

Advertisement