Page 31

Tripela Tripela é uma nova modalidade, inventada em Portugal pelo professor de Educação Física Rui Matos, antigo jogador de futebol nos juniores da Naval e treinador de andebol no U. Leiria. A modalidade é constituída por três momentos fulcrais: recepção, largar e pontapear, articulando o uso dos pés e das

mãos. O nome escolhido é propositadamente semelhante à trivela, afirma Rui Matos, destacando a dinâmica do jogo como ponto forte. «O contacto físico é praticamente inexistente, já que enquanto o jogador não completar a tal tripela, ninguém o pode impedir». O jogo mistura conceitos de andebol e futsal, é disputado em pavilhão com cinco jogadores em campo e não existe a figura do guarda-redes. A partida divide-se em duas partes de 30 minutos. O «joker» é a figura novidade e designa um jogador especial que tem direito a privilégios, como é o caso dos golos mais valiosos. A regra geral diz que se uma equipa vence a primeira parte e o segundo tempo é dominado pela equipa oposta, segue-se desempate por grandes penalidades.

Bossaball O Bossaball é a ideia de praticar uma combinação de diversas modalidades desportivas: futebol, ginástica, voleibol e capoeira. A modalidade que tem vindo a conquistar cada vez mais adeptos, é jogada por duas equipas num colchão insuflável com duas camas elásticas separado por uma rede, com o objectivo de que a bola caia no lado adversário. A bola pode tocar em qualquer parte do corpo do jogador porém só uma vez com a mão ou duas vezes consecutivas com os pés ou com a cabeça. Cada equipa tem direito a um máximo de oito toques na bola. É marcado um ponto quando a bola cai no campo adversário e, três pontos quando a bola cai na cama elástica do lado adversário.

Escalada urbana A escalada urbana ou buildering é um tipo de escalada associada ao bouldering, (escalada em bloco) praticada no meio urbano, em estruturas construídas pelos seres humanos, com forma e design para propósitos diferentes da escalada.

Parkour O Parkour, considerado “a arte do deslocamento” é uma actividade

praticada em áreas rurais e urbanas, desenvolvida na inspiração de Georges Hébert, criada para ajudar a superar obstáculos de qualquer natureza no ambiente circundante, usando as habilidades do corpo humano para se mover de um ponto a outro o mais rápido e eficientemente possível

Skimboard Skimboard é um desporto aquático que congloba modalidades como o surf, skateboard e snowbord. Os Skimmers lançam-se em corrida para cima de uma prancha na areia molhada ou em águas baixas com o objectivo de fazer manobras. Também pode ser praticado na neve ou na areia (dunas). Diogo Afonso 11º C

Linhares da Beira, a “catedral” do parapente. Linhares da Beira, uma aldeia histórica, antiga vila medieval, com costumes e saberes serranos, é hoje conhecida como a “catedral” do parapente, com condições únicas para a prática deste desporto. O parapente foi inventado por um pára-quedista norte-americano e engenheiro em aerodinâmica, David Barish, que se dedicou à criação de um novo pára-quedas especialmente destinado ao projecto Apolo, da NASA. David produziu alguns protótipos, até que, em 1965, construiu uma espécie de pára-quedas. Para realizar alguns ajustes, o americano descolou do monte Hunter, nos Estados Unidos. Logo após esse voo, David colocou o nome de slope soaring na nova actividade. O parapente, assim chamado em Portugal, é actualmente um desporto radical muito praticado na nossa região. Não só praticado por jovens, o parapente é um desporto cada vez mais procurado por pessoas de mais idade, que procuram uma experiência radical! Podes encontrar mais informações na internet, ou podes dirigir-te à Escola de Parapente, onde pudera ser possível saltar de parapente! Aproveita a relíquia que a nossa região nos oferece, e… SÊ RADICAL! Mariana Mugeiro e Vanda Nogueira, 8ºA

Boletim Informativo da Escola Secundária Quinta das Palmeiras - Covilhã

30

Boletim Periódico da Escola Quinta das Palmeiras  

Boletim Periódico da Escola Quinta das Palmeiras - O que acontece na Escola Quinta das Palmeiras