Page 30

Desporto... Desporto Escolar COMPAL AIR 3X3 Basquetebol No passado dia 26 de Fevereiro, realizou-se a fase escola do torneio Compal Air 3X3 Basquetebol. Este torneio, ao contrário dos outros anos, acabou por se realizar todo o dia no pavilhão Gimnodesportivo, já que as condições meteorológicas não eram as melhores para que este decorresse nos Campos de Jogos. Mas não foi impedimento para que contasse com um total de 52 equipas, das quais 23 eram Femininas e 29 Masculinas, sendo ainda de destacar o espírito de competitividade e fair-play presente ao longo de todos os jogos, principalmente nas finais, que foram jogadas com grande intensidade, já que se encontraram os vencedores que disputarão a fase local, no próximo dia 25 de Março em Proença-a-Nova. De seguida, vou referir as equipas vencedoras e que na fase local vão representar a nossa escola: •Infantis (1997): Caloiras (Feminino); Shooters 3D (Masculino). •Iniciados (95/96): Rebeldes (Feminino); Lakers Forever (Masculino). •Juvenis (93/94): Dream Team (Feminino); Os Marufas (Masculino). •Juniores (91/92): Pink & Companhia (Feminino); Street Royal Flush (Masculino). A estas equipas e a todas aquelas que participaram damos os parabéns, pelo sucesso que ano após ano este torneio gera, alargando também os parabéns para a excelente contribuição dos Professores de Educação Física que este ano contaram com a ajuda de muitos alunos na organização (Mesa e Arbitragem). José Carlos 11º E

OPINIÃO… ECONOMIA NO DESPORTO Desde sempre, a economia (dinheiro) esteve ligada ao mundo do desporto e hoje mais do que nunca. Hoje em dia, ouvimos em todos os meios de comunicação, que se realizam transferências de desportistas, nomeadamente de futebolistas que custou 20, 30, 40 … e 90 milhões, ou que um tenista recebe cerca de 110 milhões de dólares por ganhar um torneio ou do seu patrocinador. Se pensarmos bem no assunto, vemos que merece reflexão. O desporto é um sector que sofreu grandes mudanças. De facto, já lá vai o tempo em que este sector era amador, ou seja, praticado por atletas cujo único objectivo era a diversão e o entretenimento ou o simples prazer de participar. A pouco e pouco o dinheiro começou a invadir e perverter o divertimento, por meio das apostas. A partir daí a engrenagem estava montada e o dinheiro passou a ser o motor do desporto e nasceu o desporto profissional, relegando para segundo plano o desporto amador. O desporto passou, então, a ser um aglutinador de massas e aproveitando isto surgiram os empresários que se dedicam a diferentes esferas relaciona-

29

das com o desporto: vestuário, clubes, acessórios, redes de televisão, entre outros. Por sua vez, os Estados também se servem do desporto para fins diversos, como foi o caso da ditadura de Salazar onde o futebol serviu para adormecer e entreter a população evitando assim que ela pensasse em contestação social. Outros aliam-se ao desporto para aumentar ou manter a popularidade e projecção Internacional. O desporto adquire uma dimensão ilusória, já que as pessoas vivem cada vez mais o desporto, mesmo o não praticando. E este progressivo desenvolvimento atinge o seu auge nos dias de hoje, em que há centenas de canais desportivos espalhados pelo mundo e que os canais generalistas também dedicam parte do seu tempo de antena ao desporto e particularmente ao futebol. Isto tudo é um negócio que envolve quantidades exorbitantes que são utilizadas para a transferência de atletas de todas as modalidades e respectivo ordenado ou prémios. Sem falar dos anúncios publicitários milionários que são feitos com os atletas, já que, com a importância dada pelos media, estes atletas acabam por se tornar ícones sociais. Para vos dar uma pequena “imagem” disto, vou exemplificar com os desportistas mais bem pagos do mundo, segundo uma lista disponibilizada pelo site Forbes no ano de 2009: 1º - Tiger Woods (golfista, $110 milhões), 2º - Kobe Bryant (Basquetebolista, $45 milhões), 3º - Michael Jordan (Basquetebolista, $45 milhões), 4º Kimi Raikkonen (Piloto de Fórmula 1, $45 milhões) e 5º David Beckham (Futebolista, $42 milhões). Será que o desporto ainda conserva a sua carga emocional ou é apenas questão de dinheiro? Na minha opinião, o desporto não deveria perder as suas bases, já que o desporto é uma manifestação social, mas os interesses económicos são tão grandes que se sobrepõem aos verdadeiros ideais do desporto. É caso para dizer, que o homem, somente preocupado com os seus interesses financeiros, prejudica o verdadeiro sentido do desporto. Zé Carlos, 11ºE Departamento de Desporto do Jornal

INOVAÇÃO NO DESPORTO, QUEM AGRADECE É O CORPO O desenvolvimento do desporto e a inovação do mesmo pode ser visto de diversas perspectivas: por um lado permite bem-estar e mais saúde para os seus praticantes, por outro lado, proporciona momentos de diversão. É importante por isso, divulgar a existência de determinadas modalidades alargando a sua prática, tornando-as mais populares e aumentando os praticantes! Quem sabe se não será possível um mundial de skimboard...

Boletim Periódico da Escola Quinta das Palmeiras  

Boletim Periódico da Escola Quinta das Palmeiras - O que acontece na Escola Quinta das Palmeiras