Page 3

Destaques... PÁSCOA – A FESTA DOS CRISTÃOS A Páscoa é uma festa Cristã que celebra a ressurreição de Jesus Cristo. Depois de morrer na cruz, o seu corpo foi colocado num sepulcro, onde permaneceu, até à sua ressurreição, quando o seu espírito e o seu corpo foram reunificados. É a data mais importante da Religião Cristã, as pessoas vão às igrejas e participam nas cerimónias religiosas. Muitos costumes ligados ao período Pascal têm origem nos festivais pagãos da primavera. Outros vêm da celebração do Pessach, ou Passover, a Páscoa judaica. A Páscoa é uma das mais importantes festas do calendário judaico, que é celebrada por 8 dias e comemora o êxodo dos Israelitas do Egipto, durante o reinado do Faraó Ramsés II, da escravidão para a liberdade. Um ritual de passagem, assim como a

“passagem” de Cristo, da morte para a vida. No Português, como em muitas outras línguas, a palavra Páscoa é originária do hebraico Pessach. Os Espanhóis chamam-lhe a festa de Pascua, os Italianos de Pasqua e os Franceses de Pâques. Assim se escreve “Feliz Páscoa” em diferentes idiomas: A festa tradicional associa a imagem do coelho, um símbolo de fertilidade, e ovos pintados com cores brilhantes, representando a luz solar, dados como presentes. A origem do símbolo do coelho vem do facto de que os coelhos serem notáveis pela sua capacidade de reprodução. Como a Páscoa é ressurreição, é renascimento, nada melhor do que coelhos, para simbolizar a fertilidade! O dia da Páscoa é o primeiro domingo depois da Lua Cheia que ocorre no dia ou depois de 21 Março (a data do equinócio). Entretanto, a data da Lua Cheia não é a real, mas a definida nas Tabelas Eclesiásticas. (A igreja, para obter consistência na data da Páscoa decidiu, no Conselho de Niceia em 325 d.C. definir a Páscoa relacionada a uma Lua imaginária - conhecida como a “lua eclesiástica”). A Quarta-Feira de Cinzas ocorre 46 dias antes da Páscoa, e portanto, a Terça-Feira de Carnaval ocorre 47 dias antes da Páscoa. Esse é o período da Quaresma, que começa na Quarta-Feira de Cinzas. Com esta definição, a data da Páscoa pode ser determinada sem grande conhecimento astronómico. Mas a sequência de datas varia de ano para ano, sendo no mínimo em 22 de Março e no máximo em 24 de Abril, transformando a Páscoa numa festa “móvel”. De facto, a sequência exacta de datas da Páscoa repete-se aproximadamente em 5.700.000 anos no nosso calendário Gregoriano. Desejo a toda a Comunidade Escolar Uma Páscoa muito Feliz, Prof. Elsa Domingos

SÓ UM POUCO DE ATENÇÃO … Até ao início do ano lectivo fui, como a maioria, um simples aluno que lê o jornal da escola sem intervir directamente nele. Agora que passei para o lado daqueles que o fazem, senti a vontade de vos dizer umas palavras, mas prometo que vou tentar ser simples e conciso. Como todos sabemos, o jornal da escola é um meio de comunicação privilegiado entre os elementos da comunidade escolar e nós temos a sorte de contar com o “Palmeiras”desde que somos Escola. Este ano lectivo, o nosso jornal sofreu uma reformulação a todos os níveis. Entre outras coisas, reformularam-se o nome, pois agora chama-se Palmeiras Impress, o próprio formato e organização, na medida em que contamos com notícias, não só internas como externas nas diversas rubricas (Nós por cá, A região e o Mundo, Cultura, Desporto, Biblioteca, Passatempos). Os próprios “Jornalistas” são também diferentes, visto que há um maior envolvimento dos alunos na equipa. E é com muita pena que constatamos que o trabalho realizado pela equipa do jornal não é levado a sério por muitos dos leitores. Nem o facto de o jornal ter sido gratuito (caso da última edição), levou alguns dos alunos a prestarem um pouco de atenção ao trabalho que estes “pequenos grandes” jornalistas realizaram nas suas horas livres com o objectivo de lhes proporcionar algum momento de leitura agradável. Por isso, o empenho e esforço dos que tornam possível a publicação deste jornal devem ser valorizados e respeitados. De facto, a equipa trabalha para os alunos e restante comunidade! De igual modo, o esforço em melhorar a informação dentro e fora da nossa escola é evidente. Veja-se a implementação da TV, que pode ser visualizada no site da nossa escola, o espaço semanal de informação exclusiva que passa na RCB, à terça-feira, das 19 h às 20h. Isto prova que estamos a acompanhar as novas tecnologias e que estamos a pô-las ao serviço dos alunos e de toda a comunidade educativa. Mas este trabalho só é possível se todos colaborarmos e trabalharmos no mesmo sentido. A escola em geral e a equipa do jornal contam com os alunos para desenvolver este projecto e as outras actividades. A participação de todos é fundamental, pois cada um tem o seu talento. Assim, sugerimos que cada um disponibilize um pouco do seu tempo para este jornal e, sobretudo, que respeite e valorize o trabalho daqueles que se empenham em dar visibilidade ao que de bom há na nossa escola. Porque para sermos uma boa escola não basta dizê-lo, temos de o mostrar! Zé Carlos, 11ºE

2

Boletim Informativo da Escola Secundária Quinta das Palmeiras - Covilhã

Boletim Periódico da Escola Quinta das Palmeiras  

Boletim Periódico da Escola Quinta das Palmeiras - O que acontece na Escola Quinta das Palmeiras