Page 1

Parceiro essencial da arquitetura, o paisagismo de Raul Pereira buscou traduzir a transparência e a leveza dos espaços. “Fiz um jardim informal e silvestre, com 42 espécies que criam um fundo de folhagem verde-escura em contraste com o cinza do concreto”, diz Raul.


Parceiro essencial da arquitetura, o paisagismo de Raul Pereira buscou traduzir a transparência e a leveza dos espaços. “Fiz um jardim informal e silvestre, com 42 espécies que criam um fundo de folhagem verde-escura em contraste com o cinza do concreto”, diz Raul.


A praia é aqui

Uma casa que não quer ser casa, talvez um spa, quase um clube, um lugar para escapar. Ou melhor, uma casa na metrópole que gosta de imaginar que está no campo. Ou na praia. Nada fácil de definir, este é um projeto para fins de semana e feriados: sonho realizado pela consultora de moda Gloria Kalil no coração de São Paulo Por silvia gomez Projeto angelo bucci/spbr arquitetos Fotos nelson kon


Lá em cima, a “praia”: além da raia de 1,80 x 16 m, a cobertura oferece uma área generosa para tomar sol, toda revestida de mosaico português.

N

a véspera do último feriado muito claro. Gosto de pensar que fui fiel antes do Natal, no dia 14 de àquele rascunho”, afirma Angelo. Bom, novembro, São Paulo viveu mais ou menos. No esboço, a piscina o maior congestionamento aparecia no chão, o que limitava sua exde sua história: 309 km de filas. “Hoje, posição à luz em função das residências a ideia de pegar estrada aqui é desesti- vizinhas. “Então elevei a raia a 6 m do pimulante. Pensei: por que não uma casa so, o limite de altura permitido na região de fim de semana no meio de tudo?”, pela legislação. Isso porque se tratava de aproveitar a superfície conta a jornalista e condisponível da melhor forsultora de estilo Gloria ma”, explica o arquiteto. Kalil. Claro, por que não? Com essa subverMelhor era achar logo são, a obra distribuiu seus um terreno. “Ah, e tinha ambientes em camadas. mais: queria que fosse Uma sala fresca e aberta perto do meu escritório e para o jardim no térreo, do meu apartamento.” Ela um quarto reservado para e o marido, o professor de o casal no primeiro andar filosofia Sérgio Cardoso, e uma pequena “praia” em saíram procurando. Encima, onde o sol é pleno. contraram, de repente, “Acho bárbaro como o proum sobrado abandonado jeto proporciona temperanuma ruazinha inespeangelo bucci arquiteto turas distintas em cada nírada entre grandes avenivel”, diz Gloria. Tal solução das e prédios comerciais. Um pedaço da cidade na rota dos aviões também permitiu criar um ciclo de águas, que ali cortam o céu a 800 m de al- com tanques e espelhos dispostos pelos tura, a cada cinco ou sete minutos. andares que se comunicam. Melhor agora “Era um lote pequeno, de 10 x 25 m, tratar de achar tempo para curtir o espaço mas a gente só sonhava com uma piscina. – regar as plantas, ficar descalço e nadar de E um pouco de jardim. E uma laje para to- costas, o olhar acompanhando o trajeto dos mar sol”, revela Sérgio. Melhor achar logo aviões, lá em cima. “A graça é pegar uma um arquiteto. Angelo Bucci. “Na primei- malinha e imaginar: estou indo ao camra reunião, eles trouxeram um desenho po”, brinca Sérgio. Em plena metrópole.

“acho especial o fato de ser um projeto que a gente não sabe bem como nomear”

48 Arquitetura & Construção dezembro 2013


Ao apostar em diferentes nĂ­veis e volumes, o projeto consegue privacidade sem precisar de muros. Calculada pelo engenheiro Ibsen Puleo Uvo, a estrutura de concreto resulta de um trabalho complexo.


O caminho da água

A arquitetura tirou proveito da posição elevada da piscina para criar um ciclo entre os andares. “Deixamos máquinas e motores lá embaixo, o que nos deu a oportunidade de fazer a água circular nos vários níveis”, detalha o arquiteto Angelo Bucci

1. Nas extremidades da raia, um rebaixo na parede deixa cair a água empurrada pelos motores ligados. O excesso transborda pelas duas pontas e derrama sobre a cobertura da casa de máquinas (na entrada) e em frente ao quarto do casal (nos fundos).

2. A pequena piscina de 1,50 x 3,50 m, posicionada na frente do quarto, no primeiro andar, recebe a água que cai por uma das pontas da raia maior, flutuando logo acima dela.

3. Uma gárgula de concreto entorna, no térreo, o excesso da piscininha particular do casal, formando uma cascata sobre o espelho-d’água construído ali. O volume deste ponto pode ser bombeado de volta até a raia de cima, recomeçando o ciclo.

50 Arquitetura & Construção dezembro 2013


De aço galvanizado e com 60 cm de largura, a escada que leva à cobertura usa grelhas para que mais luz possa vazar até o jardim, situado no térreo.


Os acabamentos são despojados: além do concreto, apenas vidro, detalhes de freijó e mosaico português no piso. Nas piscinas, pastilhas da Jatobá.


um projeto no contrafluxo

1

A ideia de desenhar uma encomenda atípica, num momento em que tanto se discute a complexa vida nas cidades, seduziu o arquiteto Angelo Bucci de imediato. Nesta entrevista, ele explica o porquê. O que lhe agrada nesta obra? Justamente o fato de não saber muito bem como nomeá-la. Uma casa? Um refúgio de fim de semana? Isso me obrigou a pensar de outro modo. Gosto, então, de brincar com a pergunta: você conhece uma casa com piscina, mas e uma piscina sem casa? Normalmente, ela é um acessório, assim como o jardim, porém aqui acontece o contrário. A residência é o programa primordial da arquitetura. E a função que lhe dá sentido, seu núcleo, é o morar. Como fazer um projeto no qual esse núcleo não existe? Trata-se de um assunto muito rico para a arquitetura.

2

E como analisa a construção diante da cidade? Foi interessante ouvir dos proprietários que queriam ficar em São Paulo, evitar o trânsito. Este projeto nasceu no contrafluxo do tráfego. Ele alivia o movimento de saída dos carros, esvazia as ruas, ocupa a cidade quando ela tende a ficar deserta. Curioso observar o desejo de obter não o máximo de coeficiente construtivo e aproveitamento, mas o máximo coeficiente de jardim e de luz. No contexto de um bairro, isso é muito produtivo. Suspender a raia foi essencial? Ao pensar numa piscina, vem a ideia imediata de um tanque enterrado. Assim, no entanto, ela estaria sujeita à sombra dos vizinhos. Propus elevála porque, aqui, a superfície está em cima. E ela está orientada exatamente no sentido da rota dos aviões – temos até o mapa de aproximação. Gosto dessa imagem criada num cenário tão urbano.

3

Assista ao vídeo. Faça um passeio pelo projeto e veja a entrevista com o arquiteto Angelo Bucci: www.casa.com.br/videos

1. Sob a escada, o jardim mistura plantas como filodendro, antúrio-gigante-amazônico e pandano-rasteiro. 2. O desenho chanfrado do tanque é uma forma de deixar a luz chegar à vegetação logo abaixo. 3. O bloco de concreto com 1,50 m de altura protege o térreo dos olhares da rua.

dezembro 2013 Arquitetura & Construção

53


proveito vertical Para dispor de bastante área externa, a construção tem poucos cômodos. Pelos pontos azuis nas plantas e no corte, percebem-se as várias piscinas ao longo dos andares N

SALA

2,80 x 2,80 m

lav. 2x 4m

quarto

2,80 x 2,30 m

Pátio coberto

2,90 x 4,60 m

quarto

2,80 x 2,95 m

solário 3 x 22 m

SALAs/ cozinha

9,45 x 4,95 m

térreo: 122 m2

para receber Salas de estar, jantar e cozinha são uma coisa só e se abrem inteiramente para o jardim.

terraço

spbr arquitetos

SALA

2,80 x 6,15 m

4,35 x 2,05 m

primeiro pavimento: 61 m2

para descansar Este bloco contém dois módulos com saleta, quarto e banheiro. O da frente, voltado para a rua, é do caseiro.

cobertura: 66 m2

para tomar sol e nadar Ao lado da raia, há uma espécie de solário com rampa. O acesso à piscina se dá por duas passarelas.

ÁREA: 183 m²; Acompanhamento da obra: José Antonio Queijo Félix; sondagem: Engesolos; fundação: Apoio Assessoria e Projeto de Fundações; estrutura: Ibsen Puleo Uvo; construção: Theobaldo Bremenkamp e Reinaldo Francisco Ramos; instalação: JPD Projetos de Instalações; serralheria: Carlos Augusto Stefani; marcenaria: Móveis Aeme; iluminação: reka; Paisagismo: Raul Pereira

54 Arquitetura & Construção dezembro 2013


Filtrada pela escada, a luz desenha um jogo de sombras. Na lateral Ă esquerda, painĂŠis de vidro temperado serigrafado da STW, de 10 mm de espessura, vedam os quartos.

PAJ2014 Materia Completa Casa e Decoracao Arquitetura&Construcao a Praia