Page 7

Estado A atividade promoveu intercâmbio artístico, cultural, turístico e a valorização das tradições dos povos do mar

Terceira Regata Ambiental do assentamento Maceió reúne seis mil pessoas O Assentamento Maceió, localizado a 150 km de Fortaleza, realizou a Terceira Regata Ambiental de Paquetes, entre os dias 20 e 21 de julho. Com o tema “Pesca Artesanal e Turismo Comunitário: Valorizando a Cultura dos Povos Nativos”, a regata teve como objetivo promover intercâmbio artístico e cultural, valorizar as tradições dos povos do mar e estímular o turismo comunitário no estado do Ceará. A atividade é uma realização da Associação dos Cultivadores de Algas do Assentamento Maceió (ACALMA) e do MST.

Para o pescador artesanal e acampado Francisco Gaspar, a atividade “é a demonstração da existência de um povo que luta e resiste contra a especulação imobiliária, contra a privatização e mostra que é possível realizar um turismo ecológico e sustentável utilizando os meios e conhecimentos dos povos nativos”. O evento contou com a participação de assentados, pescadores, agricultores, estudantes, empresários e comerciantes da região e da capital Fortaleza, além de organizações sociais e representações políticas do município.

Arquivo MST

Por Sheila Rodrigues

O evento contou com 6 mil visitantes e 80 competidores

Assentados produzirão alimentos a 2800 famílias de Nova Santa Rita

Assentados e Comunidades Quilombolas realizam Projeto Cultuarte no Piauí Por Ioneide Nunes e Marilene Nascimento Arquivo MST

Por Iana Reis Setor de Comunicação do MST

Mais de 2800 famílias carentes serão beneficiadas com os alimentos produzidos nas áreas de Reforma Agrária, no município de Nova Santa Rita (RS). A Cooperativa dos Trabalhadores dos Assentados da Região de Porto Alegre (Cootap) assinou o convênio do Programa de Aquisição de Alimento (PAA) com a Paróquia Santa Rita no último dia 29/08. Com isso, o programa do governo federal irá beneficiar a Associação de Moradores do Bairro Berto Círio, Associação dos Moradores do Loteamento Popular, Associação Filhos da Terra e Pastoral da Criança.

Sem terra e Quilombolas. Cultura camponesa e cultura afro entrelaçadas. Foi assim que os assentamentos do MST junto a Comunidades Quilombolas realizaram o Projeto Culturarte, no Assentamento Lisboa, em São João do Piauí (PI), entre os dias 13 e 14 de setembro. Com o tema Cultura Afrocamponesa, o projeto teve como objetivo valorizar a identidade cultural dos assentamentos e das comunidades quilombolas da região norte de São João do Piauí, conhecida como região de “baixo”, formada por várias comunidades que trazem consigo uma forte cultura camponesa e afrodescendente. Muita mística, apresentações teatrais, batuque, recitação de poemas, hip-hop, aboios, concurso de forró, roda de sanfona, de violão. Essas foram apenas algumas das programações da atividade, que contou ainda com modalidades de atletismo, como corrida de 100 metros, maratona e salto a distância. Essa foi a primeira experiência do Cultuarte na região. Para os organizadores, o projeto é itinerante e a ideia é que se repita em outras comunidades.

Arquivo MST

Sem terra apresentam peça de teatro

Os alimentos são produzidos por 92 famílias dos quatros assentamentos de Nova Santa Rita, que colocará nas mesas dessas famílias carentes produtos orgânicos. Esse é o primeiro convênio a oferecer alimentos orgânicos. “Isso demonstra o papel dos assentamentos e da Reforma Agrária, que é produzir alimentos saudáveis, que respeitem a natureza, gerem recursos às famílias e forneçam para os consumidores um alimento de qualidade, livre de agrotóxico”, disse Emerson Giacomelli, presidente da Cootap. Serão adquiridos mais de 325,7 mil quilos de alimentos orgânicos até o final deste ano, resultando num investimento de R$ 439,7 mil por meio do Ministério de Desenvolvimento Social.

Cerimônia celebra acordo que beneficiará mais de 2800 famílias

Jornal Sem Terra • Set-out-Nov 2013

7

Jst 322  

Lutar, Construir Reforma Agrária Popular! Rumo Ao 6º Congresso Nacional do MST: os desafios do movimento para os próximos anos, e a propost...

Jst 322  

Lutar, Construir Reforma Agrária Popular! Rumo Ao 6º Congresso Nacional do MST: os desafios do movimento para os próximos anos, e a propost...

Advertisement