Issuu on Google+

A estrutura da casa é formada por quatro contêineres marítimos do tipo High Cube de 40 pés (12 m de compr.x 2,90m de altura)

container CASA

baixo custo O uso do container na construção como elemento arquitetônico atende demandas de novas práticas construtivas e garante o reaproveitamento desses cofres de cargas que cam abandonados em portos. Trata-se de uma solução sustentável e de baixo custo para residências, escritórios e até comércios.

Brasil,

NO

O CONCEITO GANHOU FORÇA POR MEIO DA APRESENTAÇÃO DE PROTÓTIPOS EM EVENTOS DE ARQUITETURA E DECORAÇÃO.

DANILO CORBAS / NOV DE 2016 / UM CONCEITO SUSTENTÁVEL /

Túlio Tibúrcio

CASA

container

PRANCHA

1/2 C L E B E R FA R I A


FICHA TÉCNICA Arquitetos: Container Box Localização: Caucaia do Alto, Cotia - São Paulo, Brasil Autor: Danilo Corbas Área: 196.0 m2 Ano do projeto: 2011

LOCALIZAÇÃO

,

Localizada em um terreno de 860 m2, em condomínio residencial na Granja Viana, em Cotia (SP), a casa contêiner tem 196 m2 de área construída, distribuída em dois pavimentos. São 3 quartos, sala de estar, sala de jantar e cozinha gourmet integradas, escritório, três banheiros, área de serviço, garagem coberta e varandas.

Fotograas: Plínio Dondon Fabricantes: Consentino, LafargeHolcim, Roca, Sherwin-Williams, Trisoft Fontes: Disponível em: http://www.archdaily.com.br/br/800283/casa-container-granja-viana-container-box Disponível em: http://www.aecweb.com.br/cont/m/rev/container-e-estrutura-sustentavel-e-economica-para-construcao-civil_9793_10_0

NÃO ADIANTA FAZER UM PROJETO QUE DEPENDA DE MUITO AR CONDICIONADO (E, PORTANTO, ENERGIA) E ACHAR QUE, SÓ PORQUE REUSA CONTÊINERES, É SUSTENTÁVEL

ARTHUR NORGREN

100% S U S T E N T Á V E L Reutilização de materiais para estrutura da casa: contêineres marítimos em desuso. Além de aproveitar material nobre descartado, o uso de contêiner gera economia de recursos naturais que não foram utilizados para a estrutura da casa, como areia, tijolo, cimento, água, ferro etc. Isso signica uma obra mais limpa, com redução de entulho e de outros materiais.

Telhado verde. Parte da cobertura terá vegetação para auxiliar no isolamento térmico do contêiner.

Economia na fundação e redução no uso de materiais. O peso leve da estrutura metálica possibilitou o uso de sapatas isoladas, pequenas e rasas, e sem uso de armação ou ferragens.

Eciência energética: uso de iluminação em Leds.

Preservação das árvores no terreno e projeto paisagístico para ajudar no sombreamento da construção e amenizar o calor excessivo. Reuso de água da chuva. Será captada pelo telhado, armazenada e ltrada em reservatório próprio, para uso na irrigação do jardim, limpeza externa, lavagem de carro e máquina de lavar roupa. Ventilação cruzada nos ambientes. Serão utilizadas janelas e aberturas para evitar o uso de ar condicionado, um dos grandes consumidores de energia elétrica.

DANILO CORBAS / NOV DE 2016 / UM CONCEITO SUSTENTÁVEL /

Telhas térmicas tipo sanduíche de poliuretano, para melhor desempenho térmico da casa; na cor branca para reetir os raios solares e contribuir para a diminuição de temperatura do microclima local.

Torneiras que evitam desperdício. Metais fabricados pela Roca com limitadores de uxo e de temperatura da água, que evitam o desperdício em até 50%. Uso de lã de PET, isolante térmico feito à base de garrafas PET, da Trisoft, que recebeu o prêmio “Planeta Casa 2010” na categoria materiais de construção. Pintura ecológica: tintas à base de água, sem cheiro, fabricadas pela Sherwin-Williams, com baixa taxa de COV-Compostos Orgânicos Voláteis.

CASA

container

PRANCHA

2/2

C L E B E R FA R I A


Casa container