Page 1

DE

FET IASP DF'TCJJU~~ ID í C:::O

t~lClDE FA><

[111 327J

73[1[1

01 SEP. 2010 09:16AM P1

Minha vida com o Sindicato dos Padeiros

A primeira vez, que adentrei

à sede do prédio Martinelli

foi em 1957.

Minha irmã, Darcy da Sirva, era sua funcionária. A partir dali, vez ou outra,

lá passava e passei a conhecer dirigentes como S-chiaverin Gentil, Evaristo, l

Reginaldo, Durval, Berhn, Roldão, Olirnoio

fi

tantos outros.

Por essa relação, em 1959, passei a trabalhar no escritório de advocacia do advogado do Sindicato, dr. Walter de Mendonça Sarnpalo,

que já

contava com a brilhante participação do Dr. José Carlos Arouca, Em 1961 eu participava de uma manifestação de protesto de. estudantes na Praça João Mendes e qual não foi minha surpresa ao encontrar

outra

manifestação" esta de padeiros. que se solidarizaram com os estudantes. "

No final de 1962, com

do dr, Arouca, passei fazer parte da

indicação

Federação, na Rua Jaceguai. E lá continuou o contato com Sindicato dos padeiros, que tinha na sua presidência o Reginaldo Dias:do Nascimento.

Lembro-me dê uma viagem comentada pelo Reginaldoà Colombia, comentando o movimento sindical latino-americano. Conversei também com o Gentil sobre suas andanças pela União Soviética, e dessas conversas pude aprender muita coisa. Vale lembrar que essas viagens de dirigentes ao exterior eram raras, diante das enormes dificuldades de então.

o

Sindicato dos padeiros teve efetiva participação

Brasllla, em 1962, que resultaram de todas

as manifestações

na aprovação

nas manifestações de

do 139 salário. Participava

sindicais visando

melhorias

na vida do

trabalhador. Chegou Abril de 1964. Fui demitido

Padeiros sofreu

da Federação e o Sindicato dos

intervenção minlsteríal,

sindicatos que sofreram Intervenção,

Diferentemente

de outros

no Sindicato dos padeiros assumiu a

lnterverrtoria. Após à primeira eleição na Federação, então sob a presidência de Victório Mantovanl, retomei à Federação, e novamente pude manter contato com os companheiros padeiros.


'Em 1974, também

por indicação do dr, Arouca,

fui contratado

como

advogado do Sindicato, que ainda tinha sede no Prédio Martinel!l. presidente era o Raimundo

Seu

Rosa de Uma tendo como secretário o jovem

dirigente Afonso dos Santos Souza . Era uma luta constante à

busca

dos

direitos dos trabalhadores. O Afonso era muito ativo e chegava

a

partlclpar de audiências quando se fazia necessário ou mesmo quando o trabalhador encontrava-se fora da cidade. A fatalidade o tirou de nosso convívio ainda cedo, quando já eleito presidente do Sindicato iria assumir alguns dias após o seu desenlace. Foi uma perda irreparável ao Sindicato. Quando o Sindicato adquiriu o sobrado da Rua Japura e lá se instalou meu plantão era às quintas-Feiras. Na saída íamos, mais alguns companheiros, Tempos agradáveis.

onde

permanecia

constantemente

Afonso, Olimpio, Uma e

tomar uma "cervejinha" no bar do seu João.

i

hoje é a sede, o velho

o casarão

eU1

na sede e eu

Otlrnplo, então

tesoureiro, I

\\

.

l

\

\

\

Depoimento nelson silva