Page 1

:-

r ,------------------------------

Agosto/93---

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de PanKicação, Confeharia e Afins de São Paulo Sede em São Paulo: R. Major Diogo, 126, - Fones: 35-4781 /37-5373 Em ste, André: Travessa São João, 68, Fone: 444-4791 - São Miguel: Av. Nordestina, 95, Fone: 956-0327 Osasco: Rua Mariano Jutahy Marcondes Ferraz, 545 - Fone: 703-3332 - Slo. Amaro: R. Brasllio Luz, 159 - Fone: 246-4959 Diretor Responsável: Francisco Pereira de sousa Filho - Editor: Moacir Longo - MTb - 7.949

Vai começar a batalha! s primeiras assembléias para discussão sobre a campanha salarial deste ano já estão sendo realizadas. Essas reuniões são importantes porque definirão as reivindicações e a estratégia das negociações da categoria.' O que ficar decidido nesses dias vai ser reforçado no dia 30/08 pela Assembléia Geral que será realizada na sede central do Sindicato em duas sessões: às 9 horas e às 17 horas. Para facilitar o acesso dos trabalhadores sairão ônibus das sub-sedes para a sede central, às 16 horas e retornarão no final da assembléia. Essa data é de fundamental importância para o movimento. É o dia em que será dada a largada na corrida por melhores salários e condições de trabalho, além de definir nossa posição em relação a situação político-econômica do Brasil. Compareça. É você que vai decidir o que queremos e como conseguiremos' isso.

AGOSTO Segunda-feira Assembléia Geral' -9hs e 17hs Rua Maior Diogo, 126

Santo André, Santo Amaro e Osasco iá podem contar com a orientação e os serviços das novas sub-sedes.

Pág.2 o

auditório do Sindicato ficou pequeno na palestra do senador Mário Covas - Pág. 4

Na coluna Acontece, a mobilização da categoria

Direitos garantidos no final de dois processos. Páa.3

Sindicato lança cartilha de sindicalização Pág.4

.•••.


"~~-I""O

·'flaugurCJdas~-.l

o

veto aos 100% de reposl,ção ,sa/~rial aprovadà "peto Con.,.g(e$so .e a cria- .. ção do novo gatilho para corrigir parte das perdas salariais sempre que a inflação superar os 10%, continuará a arrochar o salário. {Nãó.~~preciso ser: economista ./fiara chegar a essa constatação. 'Com as P€!ttia$?!J,Cfjf1)ul!Jdasnos ;:,iJltimos m'ffs~s/f!s~:polftica p(o- . i iporcionar~ta4ro ~a<;m(mô$,no :i/pagamento dos trabalhadores. '~~aberemos;:~:rjp~Pfltanto" utilizar' : f~eus próptiª~~âisp(Jsitivos para :·)jperfeiçQ~Y~{f!m: futuros

oi com muita festa e animação que o Sindicato inaugurou suas novas sub-sedes em Santo André, Santo Amaro e Osasco. Nas cerimônias foram homenageadas três ex-diretores que tiveram participação ativa na vida sindical e política do País. Berlim da Paula Cavalcanti foi o homenageado em Santo André, Olímpio Antonio da Silva, em Santo Amaro, e Gentil Neves Correa, em Osasco.

t

«ecoraoe. i~J~i '2( ,:'

/ .. > .•

::, Em vár7â$,~;eriípresas·jácon-, ". quistamos~t1tjQ% 'de refijúste : :I mensal e 13tpr6juia agenda ',negociada entre o governo, ~ ;' _émpresários,e ~centrais sindicais ::;: ~emonstra~' que do jeito que ;'. i)estava, ~a,pp1ftiça salarial nãQ, li' : :pPderia êÓÍ1tTiídàr.,,·' .', '.' . :. :: i Os ponfosdxJsit/vos desse i la'çordo\,pod~",-e devem. ser i'!e'raifOs~a ,J'é{(o::pelos:!traba. lnedores e por toda a sociedade. <,; 1tens como a revisão do sistema 'j ;; de', seguridade social, controle. ,~. ',1. lcJos,....desp.erdfcios-das·estaiais, participação nos lucros das ;'. "'·~mpresaseaperfeiçoamento do ~ sistema tributário visando me- f Ihorar a distribuição da carga ;, fisça~;>o:;.r!~E!~'> a,s:s,egu.rar . a ' { retomada do crescimento econôJ ~ rg~Çfi;8JsO!1iat P9(!J. ma~s di~tri~· , buiçf}o de rencta. Essas medidas lçmppnl~JÓJiifl~~~'â€!.verão ser , ! exaustivamente ~negociadas e

t

1 j

-

"

eptimoredes,

gtlf;Íiov.os ecordos.

Em nosso setor especificamé'Qte,~"estafliJmOS sentando à me§à 'J;rt reunião setorial com I governo e empresários para dis\, -'Cutir=rrma~ pauta rntnlme .que, assegure à categoria mais empregos e melhores salários. Esperamos assim, colaborar atra.. vésaêSSásreuniões para colocar o Brasil I)OS trilhos. Mas isso, pâ"-lffitJ:rsf1m:illjj;if';:iii~o 'dos nos- ' sos plir!ilptq§~9Çi9f)t[nuaremos a , , lutar peJõScJWO%~para toda a .,;\ catp.gq$,,,,.pf!jfl; .:cp,s.ta'básica e pefóf 'fêg~slrb~ em' ~rte1ra. '

as sub-sedes'-Essas inaugurações fazem parte de uma estratégia que visa aproximar trabalhadores e entidade e garantir uma estrutura que estimule a participação efetiva e constante dos trabalhadores na vida política do país. As lutas e mobilizações da categoria ficarão mais fáceis de serem organizadas nessa regiões. Essas sub-sedes contarão com a presença diária de diretores do Sindicato, prontos para esclarecer dúvidas e orientar os trabalhadores.

,-------------------------,

I, 'I -. 1 1 1 1 1

earav~napressiona

----deptJtados--

1 1

Sindicato dos Padeiros , não ficou . de fora na votação do reajuste mensal. Uma caravana com catorze membros da nossa diretoria seguiu para Brasília no, dia 22 de junho para ajudar na pressão aos deputados para que votassem a.favor do reajuste. Nossos diretores con-

I

•• -""I' .

...1

.:-1

..1 1 1 1

J 1 1 1 1 1 1 1 1 1

_1

0

Padeiros

fazem manifestação

em BrasOia

parlamentares e acompanharam a' votação junto a companheiros de' diversas entidades e sindicatos de

1 1


=

Arbitrariedades são condenadas Dois processos de reinteração ao trabalho movidos pelo Sindicato acabam de chegar ao fim. Casos como os de Angelo Gabriel Vlctente'e Eroniza Rodrigues de Souza são comuns. São exemplos ,de arbitrariedades que não podem ficar impunes. ,.; -:

Greve na Festpan garante os 100% Na manhã do dia 20 de julho, os trabalhadores da Festpan, localizada em São João Ctrmaco, cruzaram os braços, forçando a empresa a abrir negociações. Em poucas horas estava assinado um acordo entre o Sindicato e os patrões. Além do reajuste mensal de 100% da inflação, os empregados receberão adicional de 110% pelas horas extras e cesta básica de 25 kg. O piso salarial passou de CR$ 10.560,29 para CR$ 12.200,00 , o que representa um aumento real de 16%. A empresa também se comprometeu a não descontar as horas paradas durante a greve e vai garantir estabilidade no emprego de 90 dias.

Vitória na Nova Central As irregularidades cometidas pela Panificação Nova Central, situada no centro da capital, chegaram ao fim. Através de negociação liderada pelo Sindicato, a empresa se comprometeu a regularizar, até dia 26 de julho, o registro em carteira dos funcionários e o atraso no pagamento dos salários, do vale e das horas extras. Após essa data, o Sindicato encaminhará outras reivindicações, incluindo reajuste mensal de 100% da inQaçãoe cesta básica, para ser discutida agora em agosto.

Funcionários da OFNER solicitam cesta básica Após a vitória da negociação , que garantiu o aumento mensal aos funcionários da Doceira Ofner - localizada em Santo , Amaro -, o Sindicato está agora" , na luta para que a empresa conceda a cesta básica a todos' , os seus empregados.

Salários atrasados ~t:' gJ,;.

Chlqulnho lê acordo para funcionários da Festpan

Denúncias crescem,' Justiça aparece A síndrome da impunidade que assola o país deixa qualquer um descrente na justiça. E pior, faz com que as pessoas desistam de denunciar crimes e irregularidades, acreditando que eles jamais serão resolvidos. A partir deste mês, publicaremos as soluções dadas a algumas das denúncias publicadas anteriormente na lista Negra das padarias. Você vai ver que nem sempre o que é errado permanece errado.

A sentença do juiz garante a Angelo Gabriel Vlctonte o seu emprego na Panificadora e Confeitaria Copacabana, localizada em São Bemardo do Campo, e o recebimento 'dos salários atrasados corrigidos de abril de 1990, quando foi demitido, até julho deste ano. A empresa resolveu demiti-Io quando soube que ele fazia parte da chapa para eleição no Sindicato.

Ameaças e agressões

Demitida por estar grávida quando já gozava de estabilidade, Eroniza Rodrigues de Souza recorreu ao Sindicàtó, que não chegou a entrar' na Justiça do Trabalho. Nossos diretores chegaram' a um acordo com a Panificadora Piritubana que readmitiu Santa Marcelina Pães e Doces Eroniza. Entretanto, o gerente (Campo Belo): empregado sem da empresa tentou prejudicá-Ia registro foi demitido e não recebeu o de várias maneiras; -lnctuslve pagamento correto. O Sindiêato com ameaças e agressões interveio e a empresa foi obrigada a , físicas. O Sindicáto' interveio pagar corretamente. novamente e pôs fím ao caso. Panificadora Monte Vermelho: Eron iza está de licençatambém não registrou, demitiu e não maternidade e' tem a pagou corretamente. O Sindicato estabilidade garantida, . interveio e a empresa teve que pagar.

Padaria Paulistão (Moóca): funcionário foi agredido, demitido e não recebeu o pagamento. O Sindicato intercedeu e a empresa pagou o que devia e forneceu carta de referência. Padaria Espigão (São Mateus): possui vários empregados' sem registro. Após a denúncia, o Sindicato encaminhou o caso à Justiça do Trabalho para autuação e punição da empresa.

Nova Moeda" ,,..

.

.

,

Veja comoficóu ~~'-Cpiso salarlál de julho com",ofim do cruzelro ,e a :criaçjo d'q. - ~.- '",,-,., . cruzelte reak EIi1l2Se'm'4 presas com até 60 'funêio-~ nário! o piso é' de'·' CR$~ 10.,8~O,29.,Em~·mWI:Éf$as, com. ~'maiS:'de' .'

60:_emp;J~'

gados é de CR$, 11.726,31.'


~Palestra de Covas lota auditório do Sindicato

D

senador Mário Covas I :1 (PSDB-SP) declarou, ':..... } na palestra realizada .. aqui no Sindicato que "não há perigo de mudanças nas conquistas sociais" durante a revisão constitucional que se iniciará em outubro deste ano. A palestra, que deu início a um ciclo de debates organizado pela Força Sindical Estadual, lotou o auditório e foi prestigiada por representantes de diversos sindicatos e por muitos trabalhadores. O maior receio dos trabalhadores é que haja retrocesso nas conquistas sociais. Covas afirmou que esse perigo é remoto, mas não deu nenhuma garantia disso. No entanto, entra\ i

remos em ano de eleição e é pouco provável que algum político queira comprometer sua candidatura votando contra os interesses da população. Entre os temas que serão discutidos, o senador destacou a reforma fiscal. "Os 58 impostos existentes estão levando os contribuintes à loucura", disse ele. Covas se colocou a favor das privatizações e explicou: "O Estado não precisa ser patrão, ser dono de indústrias. Mas precisa comandar as relações de trabalho, ser um juiz e garantir que o trabalhador não seja prejudicado pelas

Covas,

110

lado de Chlqulnho, fala da Revl8Í1OConstitucional

leis do mercado". O contrato coletivo de trabalho, o imposto sindical e a unicidade dos sindicatos devem ser questionados e debatidos, segundo o senador. "Quanto a Previdência", disse ele, lia tendência é o seu desdobramento. A contribuição será compulsória até uma faixa de salário, acima disso quem quiser poderá fazer uma complementação".

Aprendendo sobre democracia e direitos o

Sindicato está lançando uma cartilha que 'explica a importância de se sindicalizar. Você conhece o ditado que diz "a união faz a força"? Os Sindicatos surgiram exatamente para unir os trabalhadores de uma mesma categoria e assim, juntos, poderem ter força para lutar contra a exploração. Essa cartilha também ensina a aproveitar e saber usar um direito que, durante alguns anos, nos fo~roubado e que, agora, estamos rea-

prendendo a conhecer a democracia. O estado democrático permite que as pessoas se associem livremente e que, a partir disso, possam exercer plenamente sua cidadania, participando ativamente de todos os movimentos da sociedade. Isso quer dizer que não precisamos temer ameaças autoritárias de patrões, nem de ninguém. Melhores salários.e condições dignas de trabalho não são dadas de presente pelas empresas, tampouco

caem do céu. Só com organização e luta é que conseguiremos elevar nossa qualidade de vida. O sindicato serve como instrumento. Não perca tempo: sindicalize-se!

A massa 10 boleto agosto 93  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you