Issuu on Google+

BRNEWS

Criado por João Carlos Nóbrega Teixeira

S E G U N D A

BRASIL, 10 DE DEZEMBRO DE 2007

EDIÇÃO 06

ERICK NAGY É CAMPEÃO DA BRGT-S!!! Dormindo com o inimigo... Mais uma sequência de “alfinetadas” nesse quadro que já se tornou um dos mais lidos da BRNews. O outro lado do Automobilismo Virtual sempre visto por outro ângulo. Não muito favorável aos pilotos virtuais. PÁGINA 02

Wiezzer vence. Nagy comemora

Anderstorp na Suécia

Com duas etapas de antecedência, Erick Nagy já pode se considerar campeão da categoria BRGT-S. Depois de um segundo lugar em Ímola, Nagy não pode ser mais alcançado por nenhum piloto na tabela de classificação geral da GT. PÁGINA 07

O Scandinavian Raceway de Anderstorp é mais conhecido pelo nome da localidade onde fica situado (Anderstorp). Conheça um pouco mais desse circuito. PÁGINA

Acidente fatal na Stock Light Fracalossi no topo em Ímola O piloto Rafael Sperafico (27) faleceu na tarde deste domingo, em Interlagos, enquanto disputava a etapa final da temporada da Stock Car Light. Rafael, primo dos irmãos Ricardo e Rodrigo Sperafico, que disputam a categoria principal, PÁGINA 10

EXPEDIENTE BRNEWS

Evandro Fracalossi venceu a última etapa da categoria BRTCC, realizada no circuito de Ímola, na Itália. Com a vitória, Fracalossi pode conquistar o título já na próxima etapa, de duas restantes para o final da temporada. Henrico PÁGINA 05 Machado tenta evitar isso.

CRIADO EM 28 DE OUTUBRO DE 2007 DIRETOR SUPERINTENDENTE: Henrico Machado EDITOR –EXECUTIVO: João Carlos Nóbrega

Idealizador: Henrico Machado Publicação: Renato Galvão Redator/Diagramador: JCarlos Nóbrega Conselheiros: Ivair Simões, Bruno Bariani Divulgação: Paulo Renato

Novidade na área.. digo, nos boxes. Hoje estreia um novo quadro no BRNews, é a coluna: GARAGEM DO GALVÃO. Onde o nosso amigo Renato Galvão, trará algumas informações e dicas de como ajustar sua máquina nas corridas. Confira!

Site: www.brleague.com Contato: org@brleague.com

PÁGINA 04


BRNEWS

INTERATIVIDADE

SEGUNDA, 10 DE DEZEMBRO DE 2007

Dormindo com o inimigo... Por Ana Luiza Quirino Eu sempre quis saber o que tanto prendia a atenção do meu marido no computador, o que há de tão interessante que faz com que ele fique o dia inteiro ali e só se levante nos momentos indispensáveis, depois de muita negociação. E qual não foi a minha surpresa quando percebi que não é apenas interesse, mas principalmente o fato de que ele é uma equipe em uma pessoa e cumpre as funções de todos os membros: é engenheiro, mecânico, designer, piloto de teste e de pista, preparador físico, e até o homenzinho que coloca a gasolina na hora da corrida. Aí vocês podem pensar: “tadinho, é o joguinho dele!!” JOGUINHO??? Tá louca? É simulação minha filha, com force feedback e tudo mais e “ai” de você se chamar de joguinho de novo! Mas só simula a realidade quando convém, veja se você não concorda comigo: se fosse um simulador real, deveria ter uma pessoa para cada função. Como não existe encontramos a explicação para tanto tempo de dedicação: eles têm que aprender a pilotar, testar os mods, as pistas, os setups, treinar, ver quanta gasolina vai colocar, pintar os carros, orientar aos outros, jogar conversa fora, etc. E aí haja tempo. Por isso amiga, na hora que você sentir que está faltando mais presença dele no mundo real (sim, porque embora não pareça ele também existe no mundo real), mostre quem é a DONA DESSA EQUIPE, e lembre-se que na pior das hipóteses o combustível acaba se você desligar a chave da energia: o poder é seu! E vocês pilotos, porque não começam a pensar em simular por completo? Talvez assim sobre mais tempo para negociar os contratos com as donas das equipes! Um abraço!

Fala ga le

Reca do

do L eitor

ra da B RLeagu e,

Gostari a natos e de parabenizar a p pando c elo BRNews, organização pe om lo q esta fic o piloto, semp ue mesmo eu s campeor ando me n lhor a e acompanho e ão particicada ed com cer ição. teza Ainda e stou com e tarei di vidindo çando no GTR as 2 porada da liga. pistas com vo e com certeza cês na próxima estemAbraços a todos Ass: E duardo Bonilha Quer ver seu recado no BRNews também? Então escreva pra nós: org@brleague.com

2


BRNEWS

INTERATIVIDADE

SEGUNDA, 10 DE DEZEMBRO DE 2007

3

QUIZ DA BRLEAGUE Mais uma série de perguntas de “conhecimentos gerais” para você, leitor, testar seus conhecimentos e mostrar que não é apenas um “jogador de videogame” e sim um amante do desporto motorizado. 1) Nesse domingo faleceu o piloto Rafael Sperafico, pela Stock Car Light. Quando foi que um piloto morreu pela última vez na Stock Car? A) 2006 B) 1994 C) 2001 2) Qual foi a primeira equipe virtual oficialmente patrocinada por empresas reais? A) Skyline B) Project Race C) Team Revolution 3) Quantos confrontos diretos Ayrton Senna venceu em relação a Michael Schumacher na F1? A) 12 B) 15 C) 9 Resposta do Quiz da 5ª edição: 1- b), 2 - a), 3 - c)

Gostaria de sugerir alguma pergunta? Olá amigos leitores do BRNews, estão gostando do QUIZ da BRLeague? Gostariam de ver alguma pergunta sua publicada aqui? Então é só mandar uma pergunta sobre Automobilismo real ou virtual para o email da Liga: org@brleague.com com o assunto: “pergunta Quiz“ que ela será publicada, com a devida autoria, nas próximas edições do jornal. Escreva pra nós!


BRNEWS

INTERATIVIDADE

Garagem do Galvão Por Renato Galvão Esse espaço vai ser destinado a todos os pilotos que tem dúvidas em como ajustar seu carro pra cada pista e as vezes "se bate" pra identificar o comportamento do carro ou o que fazer pra corrigir determinado comportamento. Para começar é muito importante você saber identificar o comportamento do carro, e é isto que vamos começar a ver hoje. Antes de fazer um setup você precisa conhecer muito bem o circuito e o traçado ideal pra ele. Para isso você vai gastar um bom tempo dando algumas voltas pra aprender como fazer as curvas da melhor forma possível. É muito importante lembrar que só pilotos considerados ET's que conseguem em míseras voltas fazer um tempo excelente, então se prepare porque treinamento é essencial pra se fazer um bom setup. Uma estratégia para conhecer o limite de cada circuito é ir com muita cautela nas primeiras voltas e "passear" pelo circuito. Fazendo isso, você vai conhecer os pontos de frenagem, a angulação de cada curva e com o passar das voltas você vai tentando chegar cada vez mais ao limite, porém muito cuidado, vá com cautela e sem pressa, pois uma batida, uma rodada, vai te desmotivar e te desconcentrar, e com isso nem o tempo e nem o bom acerto virão, portanto mantenhase na pista e concentrado. Conhecido o traçado e os limites que você pode atingir, comece a prestar atenção em como seu carro se comporta nos seguintes aspectos: - Entrada de curva - Durante a curva - Saída da curva - Reação do carro sob a ação dos freios - Perda de tração excessiva na saída de alguma curva

SEGUNDA, 10 DE DEZEMBRO DE 2007

4

Com base nesses aspectos, preste bastante atenção se não é você que está fazendo determinado comportamento acontecer ou se é realmente o ajuste do carro que precisa ser mudado. O que quero dizer com isso é que você precisa estar atento a freadas muito tardias, viradas excessivamente velozes no volante, chegando até a “reduzidas” antecipadas de marcha. Esse momento é crucial na montagem de um setup, pois se for você o problema você pode estar fazendo um setup que não tem absolutamente nada haver com o problema. Por exemplo: O carro está saindo muito de traseira na saída das curvas. O piloto vai no setup e diminui o “slow bump” traseiro. Mas na realidade o problema é que ele, piloto, que estava com o pé pesado e acelerando demais na saída da curva. A alteração até vai ajudar a resolver esse "problema", mas na realidade com o “slow bump” traseiro mais duro o carro faria aquela determinada curva (isso não é regra) mais rápido. Portanto, muita atenção nisso. Uma coisa importante de ser ressaltada nesse momento, e que ajuda bastante quando se tem noção disso, é sobre aerodinâmica. Sabemos que a aerodinâmica influencia e muito no automobilismo, porém poucos sabem quando a aerodinâmica começa a agir. A aerodinâmica começa a influenciar diretamente no setup de um carro quando o auto passa dos 120km/h aproximadamente. Trocando em miúdos, isso quer dizer que se vc sai de uma curva a 60km/h e chega a 100km/h e começa a frear e tangenciar pra outra curva e nesse momento sai de traseira a aerodinâmica não tem absolutamente nada haver com isso e portando não adiantaria nada aumentar a asa. Acho que pra primeira edição já deu pra passar bastante informações e técnicas de como identificar como seu carro se comporta. Nas próximas edições irei começar a mostrar como corrigir os comportamentos nos aspectos citados acima. Espero que tenham gostado e até a próxima edição. Dr. Galvão... digo... Renato Galvão. (risos)


BRNEWS

BRTCC

SEGUNDA, 10 DE DEZEMBRO DE 2007

5

Fracalossi vence e coloca a “mão na taça” Na volta 7 Nóbrega rodou e Leo Ramos assumiu a segunda posição na corrida, mas o piloto da Enemy, que vinha de duas vitórias seguidas viu mais um bom resultado escapar por suas mãos, quando seu SEAT parou por problemas elétricos. Problema este que também tirou Nóbrega da prova algumas voltas depois.

Depois de quase dois meses sem vencer uma corrida (no total de quatro etapas), ele, que tinha vencido três corridas na temporada passada, finalmente venceu. Evandro Fracalossi, da equipe Project Race, vence a etapa de Ímola, que aconteceu nessa terça-feira, dia 04 de Dezembro, ficando muito próximo de conquistar o título de bi-campeão da BRTCC. Título este que pode vir até com uma etapa de antecedência. A história da corrida começou a se desenhar logo na classificação para o grid de largada quando Fracalossi conquistou a pole position com uma volta “voadora”. Henrico Machado (MORT), vice líder do campeonato, largou na segunda posição depois de fazer uma excelente volta no final da classificação tirando a primeira fila de JCarlos Nóbrega, piloto da Sky Accord, que largou na terceira posição do grid. Ao seu lado ficou o piloto da Enemy, Leo Ramos e em quinto largou Renato Galvão da Thunders Brasil II. Fechando a terceira fila apareceu o piloto Nathan Nunes (Wild Wheels). Com uma classificação muito discreta, lagou na sétima colocação, Carlos Guimarães, da Forza One e em oitavo largou Thiago Farina, da equipe Thunders Brasil III. Logo na largada Fracalossi viu que não teria “vida fácil” na corrida. Galvão fez uma largada sensacional e pulou de quinto para segundo

Fracalossi leva seu BMW à segunda vitória na TCC

antes da primeira curva do circuito. Nóbrega ganhou a posição de Machado, que mais uma vez não largou bem com seu SEAT, e permaneceu na terceira posição. Guimarães também tentou conquistar a posição de Machado, mas “na marra” e com isso escapou indo para a brita e perdendo várias posições. Seguiu-se algumas voltas até Nóbrega se aproximar de Galvão e travarem uma bela disputa, mas o piloto da Thunders Brasil errou e Nóbrega assumiu a segunda colocação na prova. Mais atrás Nunes em disputa com o Scotton leva a melhor, mas toca na BMW de Scotton que vai parar na brita para não sair mais de lá. Ainda no inicio da prova Machado perdeu a traseira do seu SEAT e como Andre Campos estava muito próximo não pôde evitar o toque. Nesse acidente muitos pilotos saíram da prova.

Com isso Evandro Fracalossi seguiu na corrida a uma distância considerável para o segundo colocado e depois de 27 voltas venceu a corrida para ficar mais próximo do bicampeonato. Nunes se beneficiou da quebra dos outros pilotos e conseguiu o seu segundo pódio na temporada, agora na segunda colocação. Henrico Machado em uma corrida de recuperação incrível (mais uma) chegou em terceiro para fechar o pódio da 7ª etapa da BRTCC. Andre Campos seguiu na mesma “balada” de Machado e chegou em um ótimo quarto lugar. A surpresa da noite ficou por conta da dupla mais elogiada da categoria pela persistência nas pistas: Lucinar Flores e Marcelo Amadeu, que chegaram e 5º e 6º respectivamente. Para fechar os sete pilotos que conseguiram terminar a prova apareceu Thiago Farina. Vale comentar também da grande corrida que Ricardo Campos fez. Quando estava em quinto lugar teve problemas mecânicos no seu Peugeot e não completou a prova.


BRNEWS

BRTCC

Entrevista com o quase bi-campeão da BRTCC BRNews - Depois de quatro corridas vitória em imola. Um passo importante para o título? Evandro: Com certeza, só tinha vencido uma vez ate agora,pois esta muito difícil de conseguir vitorias no BRTCC nesta temporada, em 7 provas 5 vencedores diferentes isso mostra o equilíbrio da categoria. BRNews - Foi uma corrida conturbada no começo com alguns dos seus adversários diretos saindo por problemas. No final foi uma corrida tranquila? Evandro: Sim, minha corrida se dividiu em duas partes distintas, a primeira com uma disputa de 2 voltas com Galvão ate ele cometer um erro e depois sofri uma pressão enorme do Nóbrega que ficou colado em mim com diferença de menos de 1 segundo por mais de 10 voltas seguidas sem dar folga ate que ele teve problemas na conexão, dai vem a segunda parte da minha corrida que foi ate o final só administrando uma vantagem de mais de 45 segundos do segundo colocado,a primeira parte foi bem mais divertida (risos).

SEGUNDA, 10 DE DEZEMBRO DE 2007

Classificação BRTCC: Fracalossi, mais perto do título, abre 24 pontos para Machado Evandro Fracalossi está mais perto de conquistar o título, ainda faltando duas etapas para terminar o campeonato. Com a segunda vitória na temporada conquistada em Ímola, pela etapa passada, Fracalossi abriu 24 pontos de vantagem para o segundo colocado Henrico Machado que chegou em terceiro em Ímola. Dependendo de uma combinação de resultados na próxima etapa em Anderstorp, Fracalossi já pode sair da pista com o título de bicampeão da BRTCC. Nathan Nunes chegou em segundo na etapa de Ímola e se aproximou ainda mais de Machado. Como “quem não quer nada”, Lucinar Flores e Marcelo Amadeu já configuram entre os dez primeiros da categoria. Confira a tabela: Pos

Nome

Pontos

Pos

Nome

Pontos

E. FRACALOSSI

159

A. CAMPOS

87

BRNews - Dependendo de uma combinação de resultados você já pode sair de Anderstorp com o título. Já pensou nisso?

H. MACHADO

135

T. FARINA

72

N. NUNES

120

L. FLORES

70

Evandro: Sim, mais vou correr e tentar manter minha regularidade que estou tendo neste campeonato.

L. RAMOS

102

M. AMADEU

68

J. NÓBREGA

94

10º

R. CAMPOS

66

BRNews - Por falar em Anderstorp quais suas expectativas para a próxima etapa? Evandro: Não conheço a pista, mas o piloto e amigo Lucinar, me falou que é bem difícil, com zebras desafiadoras, tomara que consiga arrumar tempo para treinar e fazer uma boa corrida. Fracalossi, que foi pai nessa semana, já tem pra quem dedicar o título do bi-campeonato, para sua filha recém-nascida, Sophia. O BRNews parabeniza o piloto Evandro Fracalossi.

6

A tabela completas você pode encontrar no site da liga: www.brleague.com.


BRNEWS

BRGT - S

SEGUNDA, 10 DE DEZEMBRO DE 2007

7

Wiezzer finalmente vence com a Lamborghini fila apareceu Henrico Machado (2 Brothers) e Marcelo Amadeu (Ferrari Destroyers), nono e décimo lugar respectivamente.

Lamborghini no local mais alto pela primeira vez No dia 05 de Dezembro, aconteceu a 7ª etapa da atual temporada da categoria BRGT-S. O circuito dessa vez foi o de Ímola, na Itália e contou com a presença de 12 pilotos no grid de largada, grande marca para atual situação da categoria. André Wiezzer venceu a prova depois de 32 voltas e Erick Nagy chegou em segundo, sagrando-se campeão matematicamente da BRGT-S com duas etapas de antecedência. Carlos Guimarães, da equipe Strikers Motors, fez a pole position, seguido de Andre Wiezzer, da BatFox But, em segundo. Na terceira colocação largou mais uma vez o novato Denis Valjean (Antera) e ao seu lado largou Edgar Mesquita, da equipe CCBR Quasar. Na quinta colocação largou seu companheiro de equipe Jorge Abujamra e fechando a terceira fila apareceu o piloto Bruno Zotto, companheiro de Wiezzer na BatFox But. Na sétima colocação largou o Aston Martin de Renato Galvão (Thunders Brasil) e Erick Nagy, com seu Corvette da CCBR C6, em oitavo. Na quinta

Na largada Guimarães conseguiu manter a liderança, mas ainda na primeira volta cedeu a posição para Wiezzer depois de um erro. O que se seguiu a partir daí foi uma das mais belas corridas da história da categoria, segundo alguns pilotos. Dois grupos se dividiram na corrida. Wiezzer, Guimarães, Mesquita e Valjean formavam o primeiro grupo e um pouco mais atrás aparecia o segundo grupo, com os pilotos: Nagy, Machado, Abujamra, Zotto e Galvão. Varias trocas de posições aconteceram nesse momento e alguns erros também, o que foi fazendo com que alguns pilotos saíssem da corrida, como o caso de Abujamra, ou perdessem posições, como aconteceu com Guimarães, Zotto e Galvão. Antes da primeira sequência de pitstops Valjean liderava a corrida, mas com problemas em sua parada acabou na sétima colocação no final. Com isso Wiezzer reassumiu a liderança para não largar mais vencendo a sua primeira corrida na categoria. Nagy chegou em segundo depois que Mesquita lhe “devolveu” posição por duas vezes decorrente de toques na disputa entre os dois pilotos, demonstrando um grande “fair play” na BRGT-S. Mesquita terminou a corrida em terceiro. Machado chegou em quarto e assumiu a vice liderança do campeonato. Galvão terminou em quinto e Guimarães, com todos os problemas, em sexto. Marcelo Amadeu fez mais uma corrida constante e terminou na oitava posição, seguido por José Souza em nono, que, com problemas no seu carro nas

últimas etapas, não vem fazendo boas corridas, perdendo assim a segunda colocação na classificação geral para Machado. Para fechar os dez pilotos que terminaram a prova, uma vez que Zotto abandonou a corrida com problemas no motor, chegou Marcio Mesquita, da equipe Tritão Racing.


BRNEWS

BRGT-S

SEGUNDA, 10 DE DEZEMBRO DE 2007

8

BRNews - Primeira vitória na categoria. Antes tarde do que nunca não é?

Classificação BRGT-S: Campeonato já tem um campeão, mas não um vice

André - Essa demorou mesmo. Os atrasos e problemas técnicos são meus parceiros. Em ambas as temporadas foi difícil não desanimar. Os engenheiros erraram demais! Mas, tive a sorte de que os atuais, da Bud Racing, são muito competentes e, apesar de terem cometido falhas no inicio do campeonato, agora a equipe está, sem dúvidas, com um dos melhores e, modéstias a parte, mais bonitos carros da liga. Pena que tudo isso aconteceu um pouco tarde e não entramos para disputar a taça.

A disputa pelo vice campeonato continua acirrada entre dois pilotos apenas: Henrico Machado e José Souza. A diferença entre os dois pilotos é de 1 ponto. Mas o que ficou confirmado depois da 7ª etapa do campeonato foi que nenhum piloto pode mais chegar em Erick Nagy. Portanto, mesmo que Nagy não corra as duas últimas etapas que faltam para terminar a temporada, ele conquistará o título de campeão da BRGT-S.

Entrevista: André Wiezzer vence

BRNews - Como foi “construída” essa vitória? André - Nas últimas corridas eu estava tão empolgado com o carro e a performance nos treinos livres dos dias anteriores que, ter problemas no fim da corrida estavam deixando toda a equipe altamente frustrada. Pensei em tentar a mesma tática do piloto Marcelo Amadeu, o famoso "devagar e sempre" (risos). Até meu parceiro, Brunno Zotto, já estava pensando em mudar para uma nova equipe, ou melhor, me mandar embora dessa, já que ele é o Chefe da equipe. Mas temos uma amizade de longa data e a ajuda mútua com setups, dicas e traçados resultou na vitória.

André Wiezzer, com a vitória, entrou no grupo dos dez primeiros na classificação. Carlos Guimarães e Jorge Abujamra lutam pela quarta posição no geral, mas ainda com chances de terminarem em segundo lugar. Confira a tabela: Pos

Nome

Pontos

Pos

Nome

Pontos

E. NAGY

144

E. SALARINI

62

BRNews - Quando você realmente sentiu que poderia ganhar?

H. MACHADO

93

B. ZOTTO

61

André - Sentindo que poderia ganhar, já estou desde a temporada passada (risos). Mas, nessa etapa especificamente, já no “qualify”, quando coloquei o carro na pista faltando 12 minutos para o fim e, em 4 voltas rápidas eu já tinha o segundo tempo. Logo nas primeiras voltas da corrida, o pole, Carlos Guimarães, cometeu alguns pequenos erros e eu consegui passar e abrir uns segundos. Depois foi andar rápido e sem erros e abrir uma distância boa, já que informações vazaram da equipe adversária, e ficamos sabendo que o piloto Erick Nagy iria para um pit-stop apenas.

J. SOUZA

92

R. GALVÃO

59

C. GUIMARÃES

73

-

A. WIEZZER

59

J. ABUJAMRA

70

10º

E. MESQUITA

52

BRNews - Próxima pista será Anderstorp. O que esperar de Wiezzer lá? André - Anderstorp é uma pista que eu gosto muito e parece um ótimo lugar para os “touros“ da Bud Racing. Estou bem confiante com o carro e tenho certeza de que eu e Zotto faremos uma grande apresentação para os nossos torcedores, que estão a cada dia mais satisfeitos com os resultados.

A tabela completas você pode encontrar no site da liga: www.brleague.com.

QUER ANUNCIAR NO BRNEWS?? Entre em contato com a nossa redação através do email org@brleague.com. Venha ser um parceiro da BRLeague e tenha sua marca exposta no Jornal Online que mais cresce no Automobilismo Virtual. Contamos com sua parceria para as próximas edições.


BRNEWS

PROXIMA ETAPA

SEGUNDA, 10 DE DEZEMBRO DE 2007

9

Scandinavian Raceway de Anderstorp - Suécia Karusell: uma larga e veloz curva de mais de 180 graus onde, no caso das motos, o controle do acelerador é vital.

O principal e praticamente o único circuito da Suécia resultou da paixão de um reduzido grupo de fãs que decidiram dotar o seu país com umas das instalações dignas para a prática dos desportos motorizados.

A outra característica de Anderstorp é o fato de ter uma pista de um aeródromo "colada" à sua reta principal - que não é a reta de chegada -, o que lhe confere uma largura inusitada e que permite assistir a espetaculares e arriscadas ultrapassagens.

O Scandinavian Raceway de Anderstorp, mais conhecido pelo nome da localidade onde fica situado (Anderstorp), é um peculiar exemplo de tenacidade e paixão que demorou pouco mais de um ano a construir e praticamente sob iniciativa privada. Inaugurado na Primavera de 1968, os responsáveis pela realização do projeto foram liderados pelo popular Sven "Smokey" Asberg - cuja imagem e alcunha estão associados ao seu habitual charuto -, bem como por Ake Bengtsson e Bertil Sanell. Foi este trio que conseguiu ultrapassar todos os obstáculos que foram aparecendo ao longo do nascimento do circuito e também durante parte da sua história.

Curva Karusell, desafio diferente para os pilotos

de duas e de quatro rodas, mas tal acabou em 1978, quando as motos se transferiram para Karlskoga nesse ano e no seguinte. Desde então, a situação de Anderstorp acolher ambos os Mundiais iria findar, visto que no mesmo ano de 1978, foi o último ano que a Fórmula 1 iria passar pelo traçado sueco.

No entanto, a pista foi construída, entrou em funcionamento e, em menos de três anos, recebeu o Campeonato do Mundo de Motociclismo, ao mesmo tempo em que se trabalhava arduamente para o grande objetivo e sonho de "Smokey" Asberg pudesse ser alcançado acolher uma prova de Fórmula 1.

Com a perda da Fórmula 1, a pista tornou-se uma referência para o Mundial de velocidade, que acabou por ser aquele que mais dias de glória lhe deram graças à sua organização, até 1990, do Grande Prêmio da Suécia. Anderstorp regressou recentemente ao WTCC, após alguns anos sem receber a prova.

Durante cinco anos - entre 1973 e 1977 -, Anderstorp assumiu a organização dos Mundiais

A principal característica do circuito são as suas longas e rapidíssimas curvas, sobretudo a


BRNEWS

NA REAL

Automobilismo brasileiro de LUTO

SEGUNDA, 10 DE DEZEMBRO DE 2007

10

Confirmado o título de Xandy Negrão e Andreas Mattheis na GT3

O piloto Rafael Sperafico (27) faleceu na tarde deste domingo, em Interlagos, enquanto disputava a etapa final da temporada da Stock Car Light.

Depois de analisadas as molas usadas no Dodge Viper Coupé usado por Xandy Negrão e Andreas Mattheis, os responsáveis técnicos pela CBA acabaram confirmando o título da dupla na Brasil GT3.

Rafael, primo dos irmãos Ricardo e Rodrigo, que disputam a categoria principal, acidentou-se na curva 5 após um toque e depois seu carro foi acertado em cheio por Renato Russo.

O resultado estava “sub-júdice”, devido a uma reclamação de Paulo Bonifácio, que antes das provas em Interlagos era o vice-líder e que solicitou à entidade a inspeção de oito itens no carro da dupla formada por Negrão e Mattheis.

Segundo Dino Altmann, médico da categoria, o piloto sofreu traumatismo craniano severo e parada cárdio-respiratória. A equipe médica informou que em nenhum momento o piloto conseguiu ser reanimado.

Sete dos itens foram vistoriados em Interlagos e nenhuma irregularidade foi encontrada, restando apenas as molas que foram inspecionadas em São Paulo.

Russo sofreu um trauma crânio-encefálico e tocaro-abdominal, teve perda de memória momentânea, mas está consciente e aguarda por exames completamentares no Hospital São Luiz.

“As molas estavam em acordo com a ficha de homologação do carro registrada na FIA. Portanto, o Viper está dentro do regulamento”, disse Clóvis Matsumoto, comissário técnico da CBA. Veja abaixo os melhores classificados no Brasil GT3 Championship:

O restante da programação da Stock Car foi cancelada. Fonte: F1Mania.com.br

1º Andreas Mattheis/Xandy Negrão, 83 pontos 2º Alceu Feldmann, 61 3º Paulo Bonifacio, 57 Fonte: superspeedway.com.br


brnews_edicao_06-07